Você está na página 1de 4

Universidade do Oeste Paulista – Unoeste

ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO FINANCEIRA COM NEUROCIÊNCIA PARA DOCENTES


METODOLOGIA DSOP (EAD)

Resenha do Livro Terapia Financeira

Eduardo Oliveira Campos

Alagoinhas – BA
2018
TERAPIA FINANCEIRA
REALIZE SEUS SONHOS COM EDUCAÇÃO FINANCEIRA
Domingos, Reinaldo
Terapia Financeira: Realize seus sonhos com educação financeira /
Reinaldo Domingos – São Paulo: DSOP Educação Financeira, 2012

O autor nos apresenta ao universo da educação financeira. Utiliza para


tal feito de uma metodologia desenvolvida a partir da sua história de vida. Essa
metodologia, chamada de DSOP, está alicerçada em 4 pilares: Diagnosticar,
Sonhar, Orçar e Poupar.
Os citados pilares por sua vez nos ajudam a entender aspectos
psicológicos, econômicos, sociológicos e de contabilidade mental na vida
financeira de cada um.
Após passarmos pela apresentação do autor e uma breve introdução,
seguimos para os 4 capítulos que compõem a estrutura principal da obra:
Diagnosticar, Sonhar, Orçar e Poupar onde, cada capítulo com suas seções,
nos apresentam e explicam cada pilar do método DSOP. Esses quatro
capítulos e suas vinte e quatro seções expõem todo o método de uma forma
simples e assimilável.
Ao final, é digno de destaque o Ciclo da Independência Financeira, que
sintetiza o conhecimento dos 4 capítulos em um mapa mental. Chegamos à
conclusão da obra após 129 páginas que nos trazem informações suficientes e
de fácil aplicação, para que qualquer pessoa interessada possa fazer uma
mudança na direção das suas finanças pessoais com a utilização do método
DSOP.
A jornada da educação financeira para transformar a vida do leitor
começa, como toda boa solução de problema, com o capítulo Diagnosticar,
nele descobrimos o conceito de equilíbrio financeiro.
Quem deseja obter equilíbrio financeiro precisa ter plena consciência
de seus rendimentos, saber exatamente o valor disponível para fazer
frente às suas despesas, compromissos e investimentos.

O método nos leva a analisar as despesas e receitas em detalhes,


trazendo luz ao fato de que a receita bruta não condiz com a realidade do
padrão de vida, que deve ser regido pela receita líquida, pois esse é o valor
disponível para os gastos existentes. As despesas são separadas em
categorias e é dada ênfase aos pequenos gastos que, apesar do seu pequeno
valor, corroem todo o orçamento promovendo o desequilíbrio e ruína financeira.
O apontamento de despesas apresentado nesse capítulo ajuda ao
leitor conhecer o seu verdadeiro “eu financeiro” preparando-se para enfrentar
os comportamentos que prejudicam e trazem estresse a sua vida.
Sonhar. Não como algo inalcançável, mas com descrições claras, custo
definido, e com prazo e parcelas estabelecidos. Na minha opinião esse é o
diferencial do método DSOP. Ensina-se não a somente restringir o consumo,
mas sim a planejá-lo e o estabelecer níveis de consumo em curto, médio e
longo prazos, adequados à capacidade de poupar e ao valor de cada sonho.
Com esses sonhos definidos e à vista somos estimulados a economizar e
poupar para conquistar esses prêmios intermediários na jornada para o grande
prêmio que é a Independência Financeira.
O próximo passo é visto no capítulo do pilar Orçar. Ter um orçamento
planejado pelo método fará diferença. Isso porque, de uma forma muito
inteligente, a sequência de utilização do dinheiro recebido é diferente do
normalmente ensinado. Como primeira despesa temos os sonhos. Isso mesmo,
a primeira destinação de nossos recursos deve ser para atingir os nossos
sonhos, que foram estabelecidos no pilar anterior. Assim, recebemos a
motivação e o estímulo para, suprimindo o impulso consumista, reservarmos
parte de nosso dinheiro para o atingimento de metas e da independência
financeira. Depois seguimos com os gastos categorizados para o
acompanhamento anual e eventual redução, visando sempre implementar o
pilar Orçar.
Poupar é o último, porém não o menos importante dos pilares.
Aprendemos nesse capítulo a diferença entre poupar e investir. A nossa
tendência é achar que são a mesma coisa. Só que não são. Ninguém
conseguirá investir aquilo que não poupou. Deixe-me explicar melhor. Poupar é
o ato de reter para si parte do que ganhou. É não gastar. Somente esse
simples ato vai gerar saldo para investir. Investimento esse que vai ser
diversificado de acordo com a destinação do dinheiro, isto é, para qual dos
sonhos ele está destinado? Curto, médio ou longo prazo? Assim, protegemos
nosso dinheiro da desvalorização e adequamos o retorno dos investimentos
aos objetivos a serem alcançados e aos prazos existentes.
Uma superestratégia de poupar é revelada: o ato de comprar com o
melhor desconto. Em muitas compras conseguimos obter descontos de 5% a
10% o que, comparando com as taxas de retorno, vemos que para obtermos
esse percentual de rendimento necessitamos permanecer muito tempo com o
capital aplicado.
A qualidade da obra é indiscutível. Os conceitos existentes na
metodologia DSOP mostram claramente como a falta da educação financeira
pode deteriorar a qualidade de vida de uma pessoa. Com a implementação dos
4 pilares: Diagnosticar, Sonhar, Orçar e Poupar a vida financeira pode ser
conhecida, controlada e direcionada para uma evolução onde a melhoria da
qualidade de vida possui um imenso potencial para acontecer.
Dado o poder transformador do método DSOP, essa obra é necessária
para as pessoas que usam dinheiro na vida. Maior necessidade da leitura da
obra pelas classes sociais mais baixas, pois, a perfeita aplicação do método,
com certeza, promoverá ascensão social e melhoria da qualidade de vida.
Reinaldo Domingos, formado em Ciências Contábeis e pós-graduado
em Análise de Sistemas é professor, educador e terapeuta financeiro. Autor do
best-seller Terapia Financeira e outros livros em educação financeira como
Livre-se das Dívidas; Sabedoria Financeira; O Menino, o Dinheiro e os Três
Cofrinhos; Ter Dinheiro Não tem Segredo.
Idealizou a primeira Coleção Didática de Educação Financeira para o
Ensino Básico do país. Criou o primeiro Programa de Educação Financeira
para Jovens Aprendizes e curso de Educação Financeira para
empreendedores. Criou ainda os primeiros cursos de extensão universitária em
Educação Financeira e Educação Financeira para empreendedores e a
primeira Pós-Graduação em Educação e Coaching Financeiro no Brasil.
Hoje é presidente da DSOP Educação Financeira e da Editora DSOP.
Idealizador, fundador e presidente da Abefin – Associação Brasileira de
Educadores Financeiros.

Eduardo Oliveira Campos


Pôs graduando da Universidade do Oeste Paulista – Unoeste

Você também pode gostar