Você está na página 1de 26

Manual

CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO – OPERADOR DE


INFORMÁTICA
D4 - Consumo esclarecido: todos somos consumidores
7ºK
Ano Letivo 2018|1 9

Breve caracterização da sociedade de consumo


Objectivos: | Definir sociedade de consumo. Distinguir consumo e consumismo.

Uma sociedade de consumo é uma sociedade que pratica o consumismo, ou seja, que
incentiva a aquisição contínua de bens e serviços efémeros como forma de sustentar a
produção e o crescimento económico. O consumo exacerbado é algo “comum” na nossa
sociedade contemporânea e está ligado ao capitalismo e à política económica de mercado.
Esse consumismo é estimulado pelos meio actuais de comunicação de massas, e de
homogeneização de cultura, características marcantes da globalização.
Muitas vezes as pessoas consumistas são induzidas a consumir determinado produto sem
necessitar do mesmo apenas pela propaganda ou pela publicidade que há sobre o
produto.
Hoje em dia, crianças, adolescentes e adultos são persuadidos a comprar muitas coisas
sem necessidade, por pura vontade de comprar, esquecendo-se de muitas das
consequências que esses actos impulsivos podem acarretar.
Deste modo, é necessário perceber que consumo e consumismo; consumidor e
consumista são conceitos distintos.
Às principais características da sociedade de consumo são as
seguintes:
 Para a maioria dos bens, a sua oferta excede a procura,
levando a que as empresas recorram a estratégias de
marketing agressivas e sedutoras que induzem o consumidor
a consumir, permitindo-lhes escoar a produção.
 A maioria dos produtos e serviços está normalizada, os seus
métodos de fabrico baseiam-se na produção em série e na
substituição permanente desses produtos por outros de
modelos mais avançados de modo a permitir o escoamento
permanente dos produtos e serviços.
 O consumo assume as características de consumo de massas, em que se compra o
que está na moda apenas como forma de integração social.
 Existe uma tendência para o consumismo (um tipo de consumo impulsivo,
descontrolado, irresponsável e muitas vezes irracional).
 Do ponto de vista ambiental, a sociedade de consumo torna-se insustentável, pois
implica um constante aumento da extracção de recursos naturais, e do despejo de
resíduos, até ao ponto de ameaçar a capacidade de regeneração da natureza
desses mesmos recursos imprescindíveis para a sobrevivência humana.

Sociedade de consumo — designa o tipo de sociedade que se caracteriza pelo consumo


maciço de bens e serviços disponíveis, graças à elevada produção dos mesmos.
Consumidor — é todo aquele que adquire produtos (alimentos, livros, roupas, etc.) ou a
quem sejam prestados serviços (viagens, consultas, etc.).

Verifica se sabes …
1. Escolhe a opção que completa correctamente a frase.
a) Uma sociedade consumista é aquela que...
consome em excesso,
consome o necessário.
não consome.
b) O consumo está relacionado com...
crescimento económico.
crescimento económico e publicidade.
ambiente.
2. Define consumo por palavras tuas.
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
3. Diz o que entendes por sociedade de consumo.
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
2
Direitos fundamentais dos consumidores
Objetivo: identificar alguns dos direitos dos consumidores.

Os consumidores têm:

A. Direito à qualidade de
bens e serviços consumidos
e à segurança dos mesmos
Ausência de defeitos de
funcionamento ou de
adulteração ou deterioração
das suas características. Isto
não implica que o serviço tenha
de ser de qualidade superior, ou seja, recebe consoante aquilo que paga, só não pode é
receber “gato por lebre”.

B. Direito à formação e informação


Tem de haver uma formação permanente, nos livros escolares, na rádio, na TV, no
incentivo às publicações de defesa do consumidor, bem como uma informação completa e
transparente sobre os bens e produtos capaz de possibilitar uma decisão, consciente e
responsável.

C. Direito à protecção da saúde


Aponta para a especial tutela da saúde do consumidor, regulando os alimentos quanto à
sua produção e venda, os fármacos, os cosméticos, obrigando à proibição ou à obrigação
de advertência específica, como se verifica nas bebidas alcoólicas, no tabaco ou até na
composição química, relativamente a corantes e conservantes.

D. Direito à protecção da segurança


Tem a ver essencialmente com a segurança física, que pode passar pela proibição de
certos produtos e pela obrigatoriedade de certas normas de fabrico: características de
segurança, etc. ex.: imposição de obrigações no fabrico dos carros (cinto de segurança).

3
E. Direito à protecção dos direitos económicos
No âmbito de uma relação jurídica de consumo, tanto o comprador (consumidor) como o
vendedor estão em pé de igualdade. Nem sempre é exigido legalmente um contrato escrito
numa relação de compra e venda, pois ao comprar umas calças, por exemplo, está a
celebrar uma relação contratual, mas a lei não exige que faça um contrato escrito, no
entanto, em muitas situações esse simples papel pode fazer muita diferença.

F. Direito à reparação de danos


Traduz-se no direito de indemnização dos prejuízos causados pelo fornecimento de bens
ou serviços defeituosos, por assistência deficiente ou por violação do contrato de
fornecimento e, em geral, por violação dos direitos do consumidor.

Verifica se sabes …
1. Refere três direitos do consumidor.
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
2. Assinala com um V (verdadeira) ou com um F (falsa) as afirmações que se seguem.
Justifica as falsas.
Os consumidores têm o direito a ser informados dos riscos associados aos bens

e serviços.
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
Os consumidores não podem comparar bens ou serviços.

_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
Todos temos direito à privacidade.

_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________

4
Papel das organizações de defesa dos consumidores
Objectivos: Identificar algumas organizações de defesa dos consumidores.
Conhecer o papel das organizações de defesa dos consumidores.

As associações de defesa dos


consumidores e cooperativas de
consumo têm o direito de:
 audição na decisão das
questões que interessem aos
consumidores. A Constituição
integra-as no vasto leque de
organizações sociais da mais
variada natureza e feição;
 representação em todas as instâncias públicas de organizações que lidem com
questões relativas aos interesses dos consumidores.

Outro mecanismo de defesa dos consumidores são os provedores ou ouvidores dos


clientes ou dos utentes e no caso da administração pública o provedor de Justiça (art.º 23.º
da CRP)
Uma referência ainda para a ASAE (Autoridade de Segurança Alimentar e Económica),
entidade administrativa dotada de amplos poderes de na fiscalização que desenvolve a
sua actuação em diversas áreas de intervenção, nomeadamente saúde pública e
segurança alimentar; propriedade industrial, práticas comerciais e ambiente e segurança.

O aparecimento dos movimentos de defesa dos consumidores


O aumento do consumo por parte das populações contribuiu para uma significativa
melhoria das suas condições de vida, mas, simultaneamente, os novos sistemas
produtivos e as consequentes modificações do mercado afastaram os consumidores.
Na maior parte das vezes, o consumidor desconhece a origem, a composição e as muitas
funções dos inúmeros produtos que tem à sua disposição. Os produtos são apresentados
por diversas marcas com diferentes preços e chegam de todas as partes do Mundo, a
qualquer lugar, usando os mais sofisticados e rápidos meios de transporte. Para a venda
destes produtos recorre-se a mensagens comerciais (publicidade) com o objectivo principal
de suscitar o interesse do consumidor e aumentar a procura, influenciando de forma
5
determinante a decisão de compra dos consumidores. Por vezes, a publicidade pode
influenciar de tal modo o consumidor que este pode até prejudicar a sua saúde para se
integrar dentro de determinado modelo (a indústria de bebidas alcoólicas e a indústria da
moda apelam de tal forma ao consumo que levam o consumidor a prejudicar a sua vida).
Os consumidores começaram a tomar consciência da sua fragilidade em relação à forte
pressão comercial exercida e reconheceram a necessidade de se associarem para se
protegerem e garantirem os seus interesses.
Assim nasceram as associações de consumidores.
ACOP - Associação dos Consumidores de Portugal ACOP — é uma associação de âmbito
nacional, sem fins lucrativos, que se vota à defesa dos interesses dos seus associados
DECO - Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor — informa e presta apoio
jurídico aos seus associados.
DGC - Direcção Geral do Consumidor — informa e defende os consumidores
ASAE - Autoridade de Segurança Alimentar e Económica é um órgão de polícia criminal,
dependente do Ministério da Economia e da Inovação, responsável pela avaliação e
comunicação dos riscos na cadeia alimentar, bem como pela disciplina do exercício das
actividades económicas nos sectores alimentar e não alimentar.

Verifica se sabes...
1. Diz o que entendes por consumo responsável.
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
2. Indica duas organizações de defesa do consumidor.
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
3. Define publicidade enganosa.
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
3.1. Indica um exemplo deste tipo de publicidade.
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________

6
Ficha Formativa

1. Assinala como verdadeiras (V) ou falsas (F) as seguintes afirmações.


O consumo é o acto de produzir bens e serviços.

Usar roupas de marca é um consumo supérfluo.

Ir de automóvel sozinho para o trabalho é um consumo individual.

O consumo é apenas influenciado pelo preço dos bens.

Bens inferiores são os bens cujo consumo aumenta perante o aumento do

rendimento.
O consumo varia de acordo com a moda.

2. Classifica como CONSUMO ou CONSUMISMO.


a) Utilização de manteiga para barrar o pão ao pequeno-almoço. ________________
b) Uso de um táxi. _____________________
c) Assistir a uma sessão de cinema. _____________________________
d) Utilizar um transporte colectivo para ir para a escola. ______________________
e) Ouvir um CD em casa. _________________________
f) Utilizar madeira na construção de um móvel. ____________________________

3. Apresenta as principais características da sociedade de consumo.


_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________

4. Indica quatro direitos do consumidor.


_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________

7
5. Sabe-se que a família Silva gasta em alimentação 80% do seu rendimento e em lazer
5%, A família Custódio gasta em alimentação 56% e 25% em lazer do rendimento familiar.
5.1. Com base nos dados indica qual a família com mais problemas económicos tendo em
conta a forma como gerem o seu orçamento familiar. Justifica.

_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________

6. Quando é que a aquisição de bens deixa de ser um acto de consumo para passar a ser
consumismo?
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________

7. A D. Rosa foi a uma loja de electrodomésticos para comprar uma máquina de lavar. A
máquina que estava em exposição tinha um cartaz que dizia: “Compre e ganhe uma
viagem aos Açores”.
A D. Rosa iludida com a promoção comprou a máquina. Quando chegou a casa leu o
folheto informativo que dizia em letras muito pequeninas: “Envie o talão de compra e
habilite-se a ganhar uma viagem”.

7.1. Como se designa este tipo de publicidade?


_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________

7.2. O que deveria fazer a D. Rosa e a quem se deveria dirigir?


_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
8
Importância do marketing e da publicidade nas decisões dos
consumidores
Objetivos:
Conhecer a importância da publicidade no consumo;
Perceber a influência da publicidade no consumidor.

Verifica-se que a publicidade assenta assim em dois princípios fundamentais:

Princípio da identificabilidade — significa que a mensagem tem de ser


inequivocamente assinalada, qualquer que seja o meio de difusão, sendo proibida a
publicidade oculta ou indirecta (por ex., é proibido mensagens publicitárias sem que
os destinatários se apercebam da sua natureza).

Princípio da veracidade — implica o respeito pela verdade, sendo proibida a


publicidade enganosa que induza ou possa induzir em erro os seus destinatários.

Esta relação entre direitos do consumidor e publicidade pode ainda justificar restrições à
publicidade quanto a certos destinatários (que é o caso dos menores), ou quanto ao seu
objecto (proibição de publicidade de bebidas alcoólicas ou de jogo de fortuna ou azar,
tabaco) e à sua quantidade (limitação dos espaços publicitários na rádio e na televisão),
não devendo ainda ir contra os princípios constitucionais e jurídicos fundamentais (não
deve lesar a honra e dignidade humanas, discriminações de raça, religião).
Existe ainda o Código da Publicidade, regulamentado pelo Decreto-Lei n.º 330/90, de 23
de Outubro, com algumas alterações, onde
publicidade está definida como “qualquer forma
de comunicação feita por entidades de
natureza pública ou privada, no âmbito de uma
actividade económica (comercial, industrial,
artesanal ou liberal), vocacionada para a

9
promoção do fornecimento de bens ou serviços, bem como a promoção de ideias,
princípios, iniciativas ou instituições”.
Os direitos dos consumidores tornam-se mais amplos no âmbito dos serviços públicos
essenciais (água, luz, gás, telefone), pois os utentes têm direitos de participação através
de organizações representativas.
Nos nossos dias, a publicidade é um dos factores que mais influenciam o consumo.
Através de mecanismos de ordem psicológica, a publicidade não só condiciona o consumo
das populações, como cria novas necessidades e leva a novos consumos.
Utilizando argumentos de prestígio, estatuto social, beleza, qualidade, a publicidade
conduz as pessoas, na ânsia de se identificarem com esses valores, “a consumirem
produtos muitas vezes supérfluos”..., quanto mais não seja para se afirmarem socialmente
(efeito de demonstração do consumo).
Verifica-se assim que, para além dos factores de natureza estritamente económica como
rendimento disponível e o preço dos bens, vários factores de natureza cultural, social e
psicológica podem influenciar as decisões dos consumidores.

Verifica se sabes...
1. Define publicidade por palavras tuas.
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
2. A publicidade deve...
… chamar a _____________ do leitor.
… provocar o ________________ do consumidor.
… estimular o ______________ pela compra.

3. Refere qual o papel da publicidade no acto de consumir.


_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________

10
Consequências ambientais e riscos sociais do consumo
Objetivos:
Identificar as consequências ambientais do consumo;
Identificar as consequências sociais do consumo.

A sociedade de consumo baseia-se no pressuposto do crescimento económico contínuo. É


preciso produzir sempre cada vez mais novos produtos, porque o desenvolvimento
económico e o nível de consumo não permitem parar. Baseia-se no círculo vicioso
“produzir mais para consumir mais” e corresponde ao mito da sociedade da abundância. É
necessário criar cada vez mais necessidades nas populações para se consumir cada vez
mais, de modo a produzir-se cada vez mais.
Mas, para se produzir mais e com mais lucro, a economia capitalista foi estruturada com
base no lucro que a exploração irracional da Natureza lhe proporciona. A sociedade
industrial moderna, ao fazer um consumo exagerado de energia e matérias-primas, coloca
a Humanidade perante dois graves problemas — o do esgotamento dos recursos naturais
e o da degradação e ruína do ambiente. Assim, dois graves problemas se colocam
actualmente à Humanidade:
 A ameaça do esgotamento de certos recursos agrícolas e minerais.
 A degradação do meio ambiente que adquire em algumas regiões proporções
alarmantes.
Estes graves problemas só podem ser solucionados com a aplicação de novas formas de
equilíbrio ecológico:
 A procura de novo equilíbrio Homem/Natureza leva à transformação de muitos
hábitos, sobretudo à capacidade de consumo do Homem;
 Há que limitar o consumo exagerado.

Verifica se sabes …
1. Observa o anúncio.

11
2. Analisa este anúncio quanto:
 à população-alvo (a quem se dirige);
 ao interesse que suscita no consumidor;
 à mensagem utilizada (slogan).
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________

Orçamento familiar: consumismo e poupança.


Objectivos:
Distinguir consumismo e poupança.
Identificar algumas medidas de poupança.

A actividade económica resulta de um conjunto de funções desempenhadas pelos diversos


agentes económicos. Conhecer essas funções e a forma como interagem é um dos
objectivos da economia.
As famílias surgem como um dos principais agentes, visto que essa função — consumir —
é inerente a todos nós.
O consumo é, muitas vezes, referido como um indicador de bem-estar de uma população.
Todavia, conhecer a sua estrutura é fundamental, pois o facto de uma família gastar 20%

12
ou 50% do seu rendimento na satisfação de necessidades não essenciais é indicador de
níveis de bem-estar diferentes.
Hoje em dia, é necessário poupar para poder consumir, uma vez que gastos excessivos
podem trazer alguns problemas financeiros.
Cada indivíduo ou família decide, em cada momento, como dividir o seu rendimento
disponível entre consumo e poupança. Designamos por consumo a despesa em bens e
serviços com vista à satisfação de necessidades e desejos. Podem ser necessidades
básicas, como alimentação, vestuário e habitação; ou desejos associados ao consumo de
bens de luxo, como férias num país exótico. À poupança é a diferença entre o rendimento
disponível e a despesa em bens de consumo, sendo igual à variação da riqueza do
indivíduo ou da família. A decisão entre consumo e poupança é, em última análise, uma
decisão entre consumo no presente e consumo no futuro.
Existem por isso algumas medidas de poupança que devem ser tidas em conta:
 Quando se vai ao supermercado deve
levar-se dinheiro certo, assim não há a
tentação de trazer bens desnecessários.

 Não ir para o supermercado com a


barriga vazia, pois a tentação de trazer
bolachas, chocolates e outras doçarias é
bastante maior.

 Não ter cartão de crédito, assim evita-se


as dívidas e os gastos excessivos.

 Poupar água, luz, gás, etc.

Actividade Prática em Grupo


Consumismo
Material: Caneta.
Procedimento:
— Formar dois ou três grupos e pedir a cada um a elaboração do orçamento de uma
família de quatro pessoas para um mês, partindo do princípio que dispõe de 1500 euros

13
para despesas que devem incluir a alimentação, a roupa, a renda ou prestação da casa,
saúde e outras consideradas úteis.
— Cada grupo apresenta o respectivo orçamento que deve ser discutido, atendendo aos
factores que fazem mudar as despesas de uma família para outra. Podem ser discutidos
os factores dos quais dependem as despesas das famílias portuguesas.

Escreve a seguir as tuas conclusões.


_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________

Verifica se sabes...
1. Os factores económicos, como o rendimento ou os preços, não são os únicos
determinantes do consumo das famílias. A oferta de novos produtos destinados a
responder a necessidades não existentes (como o caso do leitor de mp3) é também um
factor de consumo. Esta oferta apenas pode encontrar uma certa procura se for
estimulada por é fenómenos sociais como a publicidade ou as imitações.
1.1. Identifica os factores que influenciam o consumo referido no texto.
14
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
1.2. Explica de que forma a publicidade influencia o consumo.
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
2. Indica três medidas de poupança.
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

3. Refere duas épocas em que as pessoas se tornam mais consumistas.


_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
4. “O cada vez maior mercado da publicidade, as técnicas de marketing, o consumo de
conteúdos de informação diferenciados, alimentam este sofisticado sistema, orientado
para um fim último: o consumo.”
4.1. Comenta esta frase.
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
5. Observa a imagem e elabora um comentário.
________________________
________________________
________________________
________________________
________________________
________________________
________________________
________________________
15
________________________
________________________
________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
6. Consideras-te consumista? Justifica.
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

Actividade Prática em Grupo


Consumismo
Material: Revistas, tesoura, cola, cartolinas. Procedimento:
— Formem grupos de duas ou três pessoas. Procurem em revistas imagens de produtos
que considerem essenciais e supérfluos (desnecessários). Os produtos devem ser
divididos por cada cartolina consoante o esquema que a seguir fornecemos. Ex.: Devem
colocar na cartolina de um lado os bens necessários e do outro os desnecessários.

16
Crédito ao consumo e endividamento das famílias
Objectivos:
Identificar as causas do recurso aos créditos.
Identificar as consequências do endividamento familiar.

O recurso ao crédito é, actualmente, algo que se vulgarizou nas economias de mercado


em particular nos países desenvolvidos. Mas este mecanismo deve ser utilizado com
cautela.
Antes de recorrer ao crédito uma pessoa, ou
família, responsável deve reflectir nos seguintes
aspectos:
 É essencial perceber se existe alguma
vantagem/urgência em antecipar o
consumo ao invés de esperar pela
poupança necessária;
 É fundamental perceber se a despesa em
questão está adaptada ao orçamento
pessoal ou familiar;
 É preciso determinar a capacidade de
reembolso da pessoa ou família (elaborar
17
o orçamento anual; avaliar qual o montante da poupança que é possível gerar;
avaliar o impacto da prestação no orçamento por forma a determinar a prestação
máxima admissível);
 É necessário obter informação sobre as diferentes formas de crédito disponíveis,
nomeadamente os custos das mesmas e comparar as propostas de várias
instituições de forma a escolher a melhor.
Entende-se por endividamento o saldo devedor de um agregado familiar. Pode resultar
apenas de uma dívida ou de mais do que uma em simultâneo, utilizando-se, neste caso, a
expressão multiendividamento.
O conceito de endividamento dos particulares está normalmente associado aos
compromissos de crédito, nomeadamente crédito ao consumo (para aquisição de bens
e serviços) e crédito à habitação, sendo este último a principal fonte de endividamento das
famílias portuguesas.
Para além das fortes implicações económicas em termos pessoais e familiares, e dos
graves problemas psicológicos e sociais que lhe estão associados, não nos podemos
esquecer dos efeitos do sobreendividamento sobre o sector da economia.
O aumento do endividamento tem sido constante ao longo dos últimos anos, tendo subido
de 106% do rendimento disponível em 2003 para os actuais 138%. O valor da dívida total
dos particulares é já praticamente o mesmo do Produto Interno Bruto de Portugal, quando
em 2003 equivalia a 75% da riqueza produzida pelo país.
Uma das causas para estes dados são o espírito consumista que cada vez mais
caracteriza a sociedade portuguesa, falta de hábitos de poupança e o aumento significativo
da oferta de crédito por parte de instituições financeiras.
O sobreendividamento põe em causa o equilíbrio orçamental do indivíduo ou do seu
agregado familiar, com implicações importantes ao nível social e psicológico, como a
marginalização e a exclusão social, os problemas Psíquicos, o alcoolismo, a dissolução
das famílias, as Perturbações da saúde física e mental dos filhos das famílias
sobreendividadas.

Verifica se sabes …

1. Escreve um texto de opinião sobre o endividamento dos consumidores.


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
18
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
2. Lê o texto.
A Joana foi com o irmão ao supermercado comprar alface, tomate, queijo, leite e iogurtes.
Quando estavam a passar pelo corredor das guloseimas, viram um cartaz que dizia “leve 2
pague 1”. A Joana, como adora doces, não resistiu a comprar os chocolates.
Quando olhou para o irmão ele estava entretido a ver uns telemóveis e chegou mesmo a
levar um. Depois de a irmã ter ralhado com ele, foram comprar as coisas para rechear a
despensa. Mas, ao passar pelo corredor das bebidas, compraram uma bebida energética
que era novidade.
2.1. De todos os objectos que compraram quais os que correspondiam a necessidades
reais?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

2.2. Porque estratégias de venda foram eles assediados?


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

Actividade Prática em Grupo


Inquérito - és consumista?
Material: Folhas, caneta.
Procedimento:
— A turma é dividida em grupos que irão realizar questionários pelos restantes alunos da
escola.
— Podem aproveitar as questões abaixo e elaborar mais que julguem interessantes.
— No final os grupos fazem a apresentação dos resultados à turma. Comparem os
resultados.
1. Costumas fazer muitas compras? Em média quantas vezes por semana?
2. Costumas fazer lista para ir ao supermercado?
3. Compras apenas o que está na lista?
4. Utilizas cheque e cartão de crédito ou só compras a dinheiro?
5. O que consideras ser prioridade nas tuas compras do dia-a-dia?
6. O que poderias eliminar nas tuas compras?
7. Consideras-te consumista? Porquê?
19
8. Procuras economizar água e luz?
9. Diz a quantidade que possuis?
Sapatos:_______ Sapatilhas:________ Carteiras:_________ Relógios:__________
Óculos:_________ Calças:_________

Novas formas e tipos de consumo


Objectivos:
Identificar as novas formas de consumo.
Identificar os tipos de consumo.

Hoje em dia existe uma evidência fantástica do consumo e da abundância. O Homem


encontra-se rodeado de objectos consumíveis.
Às novas superfícies comerciais, além de se terem multiplicado de uma forma
extraordinária ao longo dos últimos anos, possuem uma grande importância a nível cultural
e económico. Nestas superfícies, em que o consumo é algo quase inevitável, praticamente
todas as necessidades, todos os desejos podem ser correspondidos devido à diversidade
de lojas, de espaços de lazer e divertimento, de zonas alimentares, já para não falar que
estes centros comerciais são revestidos por parques de estacionamento que facilitam a
sua acessibilidade. A publicidade refere-se aos centros comerciais como sendo uma nova
forma e uma nova maneira de viver. Exibem como uma série de actividades pode ser
executada no mesmo sítio e num curto espaço de tempo: comprar as provisões
alimentares, os vestidos, o último romance ou a última quinquilharia, enquanto os filhos
podem ir ver um filme, etc.
Embora possamos definir o consumo como o acto
de utilizar um bem ou serviço para satisfazer uma
necessidade, verificamos que existem diversos
tipos de consumo.
Assim, propõe-se a seguinte distinção:
Consumo final: quando a utilização
do bem permite a satisfação directa e
imediata da necessidade, implicando a
sua destruição imediata (alimentos) ou progressiva (vestuário).

20
Consumo intermédio: quando o bem é utilizado para produzir outros bens,
quer desaparecendo do ciclo produtivo (energia), quer sendo incorporado
noutros bens (matérias- -primas).

Consumo individual: quando o uso de um bem ou serviço por uma pessoa


exclui o seu uso por outras pessoas simultaneamente. E o caso da roupa ou
dos alimentos.

Consumo colectivo: quando o uso de um bem (ou serviço) por uma pessoa
não exclui a sua utilização por outras. À utilização das estradas, dos serviços
de televisão, da polícia ou da justiça são exemplos de consumos colectivos.
O consumo colectivo é proporcionado pelas administrações públicas e
privadas.

Verifica se sabes …

1. Completa as frases.
a) No consumo os bens __________________ são consumidos de imediato, enquanto que
no consumo ________________ os bens participam num novo processo produtivo com
matérias- -primas.
b) A utilização de estradas é um exemplo de um consumo ________________ enquanto
que a compra de alimentos é um exemplo de um consumo __________________ .
c) Existem quatro tipos de consumo: ___________________, _______________,
____________________ e ________________________.

2. Identifica se é um direito ou um dever do consumidor.


Utilizar correctamente produtos e serviços que adquire.
Preservar e recuperar o meio ambiente.
Garantia contra produtos ou serviços que possam ser nocivos à vida ou à saúde.
Conhecimento dos dados indispensáveis sobre produtos ou serviços para uma
decisão consciente.
Opção entre vários produtos e serviços com qualidade satisfatória e preços
competitivos.
Resistir às práticas comerciais agressivas ou fraudulentas.
Reclamar quando necessário.
Reparação financeira por danos causados por produtos ou serviços.

21
Actividade Prática em Grupo
Anúncio publicitário
Material: Caneia, Internet, computador, papel.
Procedimento:
Elabora um anúncio publicitário (documento
em PowerPoint). Para isso escolhe um
produto, marca, imagem, slogan,
características, meio de Publicidade (TV, rádio,
revista...), preço, etc.

Teste sumativo

1. Escolhe a opção que completa correctamente as frases.


a) A nossa sociedade é consumista porque...

22
consome em excesso.

consome produtos essenciais.

não consome.

b) O consumo está relacionado com...


o poder de compra.

crescimento económico e publicidade.

ambiente.

alíneas a) e b).

c) O poder de compra das famílias resulta da relação do seu rendimento disponível


com...
o tipo de bens que adquirem.

o nível geral dos preços no consumidor

a sua capacidade de poupança.

o grau de satisfação das suas necessidades.

d) O contrário de consumismo é...


gasto.

poupança.

moderação.

as alíneas b) e o).

as alíneas a) e b).

e) O Instituto do consumidor...
protege as pessoa do perigo.

protege os consumidores.

nenhuma das anteriores.

23
2. Indica três locais/objectos possíveis de se encontrar publicidade.
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
3. Quais as épocas do ano que incentivam ao consumo?
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
4. Completa a frase.
A _____________ cerca-nos de todos os lados - na TV, nas ruas, nas revistas e jornais - e
força-nos a ser mais __________________ que cidadãos. Hoje, tudo se reduz a uma
questão de marketing.
5. Define consumo por palavras tuas.
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
6. Diz o que entendes por sociedade de consumo.
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
7. Sublinha a expressão que achas mais correcta e explica porquê.
a) Comprar e ter muitas coisas é sinónimo de:
— Bom nível económico
— Consumismo
— Boa qualidade de vida
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________

24
Ficha de visualização do filme
Louca por Compras, 2009
Objectivo do filme: Conhecer os comportamentos de uma consumista.
Título: Louca por Compras (Confessions of a
Shopaholic) Tempo de duração: 104 minutos
Sinopse: Rebecca Bloomwood é uma jovem que
adora divertir-se e uma perita na arte de fazer
compras. Ela sonha trabalhar na sua revista de
moda preferida mas nem consegue entrar no
edifício até que, ironicamente, esbarra num
trabalho como colunista de uma revista de
economia publicada pela mesma empresa. À
medida que os seus sonhos começam,
finalmente, a tornar-se realidade, ela vai
desencadear cenas hilariantes e colocar-se em
situações extremas para assegurar que o
passado não irá arruinar o futuro...
1. Quais são os comportamentos típicos da Rebecca?
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
2. Consideras a Rebecca um shopaholic (viciada em compras)? Justifica.
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
3. Já alguma vez tiveste comportamentos como os da Rebecca? Se sim, quando?

25
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________

26