Você está na página 1de 3

Atividade NR 31- Pós graduação

1) JULGUE AS AFIRMATIVAS EM VERDADEIRO (V) OU FALSO (F).

a) A Norma Regulamentadora de Segurança e Saúde no trabalho da agricultura, pecuária


silvicultura, exploração florestal e aqüicultura aplica-se às atividades de exploração
industrial desenvolvidas em estabelecimentos agrários.

b) A Secretaria de Inspeção do Trabalho é o órgão competente para executar, através das


Delegacias Regionais do Trabalho (Superintendências), as ações de fiscalização.

2) Assinale a alternativa correta. Cabe ao empregador rural adotar as medidas de


avaliação e gestão dos riscos com a seguinte ordem de prioridade:

I) Redução do risco ao mínimo;

II) Controle de riscos na fonte;

III) Eliminação dos riscos.

a) III-II-I b) I-II-III c) II-I-III d) II-III-I e) III-I-II

3) JULGUE OS ITENS EM VERDADEIRO OU FALSO.

a) As cooperativas de produção que se congreguem para desenvolver tarefas responderão


subsidiariamente pela Norma Regulamentadora de Segurança e Saúde no trabalho da
agricultura, pecuária silvicultura, exploração florestal e aqüicultura.

b) Além de adotar os procedimentos necessários quando da ocorrência de acidentes e doenças


do trabalho, cabe, também, ao trabalhador, cumprir as determinações sobre as formas seguras
de desenvolver suas atividades, especialmente quanto às Ordens de Serviço para esse fim.

c) Quanto a composição da CPRR - Comissão Permanente Regional Rural -, esta será composta
de, no maximo, 3 representantes do governo; 3 representantes dos trabalhadores; 3
representantes dos empregadores.

d) Na composição da CPRR os representantes dos trabalhadores e dos empregadores, bem como


os seus suplentes, serão designados por suas entidades representativas.

e) A coordenação da CPRR será exercida por três representantes titulares da Delegacia Regional
do Trabalho (Superintendência).

f) Os empregadores rurais ou equiparados devem implementar ações de segurança e saúde que


visem a prevenção de acidentes e doenças decorrentes do trabalho na unidade de produção
rural, atendendo a seguinte ordem de prioridade: 1) adoção de medidas de proteção coletiva;
2) eliminação de riscos através da substituição ou adequação dos processos produtivos,
máquinas e equipamentos; 3) adoção de medidas de proteção pessoal.
g) As ações de preservação da saúde ocupacional dos trabalhadores, prevenção e controle dos
agravos decorrentes do trabalho, devem ser planejadas e implementadas com base na
identificação dos riscos e custeadas pelo empregador rural ou equiparado.

4) Quanto aos exames médicos, julgue:

a) O exame médico admissional deve ser realizado em até 3 (três) dias uteis após o dia em
que o trabalhador assumiu suas atividades.

b) O exame médico periódico deve ser realizado semestralmente, salvo o disposto em


acordo ou convenção coletiva de trabalho, resguardado o critério médico.

c) O exame médico de retorno ao trabalho deve ser realizado antes do retorno à atividade
do trabalhador ausente por período superior a trinta dias devido a qualquer doença ou acidente.

d) O exame médico de mudança de função deve ser realizado antes da data do início do
exercício na nova função, desde que haja a exposição do trabalhador a risco específico diferente
daquele a que estava exposto.

e) O exame médico demissional deve ser realizado até a data da homologação, desde que
o último exame médico ocupacional tenha sido realizado há mais de noventa dias, salvo o
disposto em acordo ou convenção coletiva de trabalho, resguardado o critério médico.

5) JULGUE OS ITENS EM VERDADEIRO OU FALSO.

a) Sempre que no estabelecimento rural houver dez ou mais trabalhadores o material de


primeiros socorros ficará sob cuidado de pessoa treinada para esse fim.

b) Denomina-se modalidade de Serviço Especializado em Segurança e Saúde Rural – SESTR –


Próprio quando os profissionais especializados mantiverem vínculo empregatício com os
empregadores rurais.

c) A inclusão de outros profissionais especializados no SESTR será estabelecida conforme a


necessidade do empregador, a seu critério, observada a comunicação ao órgão nacional
competente em matéria de saúde e segurança do trabalho.

d) O dimensionamento do SESTR vincula-se ao número de empregados contratados por prazo


indeterminado.

e) Caso o empregador rural ou preposto tenha formação sobre prevenção de acidentes e


doenças relacionadas ao trabalho, necessária ao cumprimento dos objetivos desta Norma
Regulamentadora, o estabelecimento com mais de dez até cinqüenta empregados fica
dispensado de constituir SESTR.

f) Será obrigatória a constituição de SESTR, Próprio ou Coletivo, para os estabelecimentos com


mais de cinqüenta empregados.

g) O SESTR Externo deverá comunicar à autoridade regional competente do MTE no prazo de


dez dias da data da efetivação do contrato, a identificação dos empregadores rurais ou
equiparados para os quais prestará serviços.
h) Caso existam empregadores rurais ou equiparados instalados em estabelecimentos que
distem entre si menos de cem quilometros, os empregadores rurais ou equiparados poderão
optar pelo SESTR Coletivo, independente de estabelecido em acordo ou convenção coletiva.

i) Para que seja obrigado a constituir CIPATR o empregador rural deverá manter, no mínimo, 20
empregados contratados por prazo indeterminado.

j) Nos estabelecimentos com número de dez a vinte empregados, nos períodos de safra ou de
elevada concentração de empregados por prazo determinado, a assistência em matéria de
segurança e saúde no trabalho será garantida pelo empregador diretamente ou através de
preposto ou de profissional por ele contratado.

k) O coordenador da CIPATR será escolhido pela representação dos trabalhadores, no primeiro


ano do mandato, e pela representação do empregador, no segundo ano do mandato.

l) O mandato dos membros da CIPATR terá duração de um ano, permitida uma recondução.

m) A CIPATR contemplará os empregados contratados por prazo determinado e indeterminado.

n) Em caso de acidentes com conseqüências de maior gravidade ou prejuízo de grande monta,


a CIPATR se reunirá em caráter extraordinário, com a presença do responsável pelo setor em
que ocorreu o acidente, no máximo até cinco dias após a ocorrência.

o) As moradias familiares devem ser construídas em local arejado e afastadas, no mínimo, trinta
metros de construções destinadas a outros fins.