Você está na página 1de 8

para encurtaro inquéritodos desenhos coloridos,

você deve fazer


apenas as questões indicadas
por s.
CASA
Quantos andares tem esta casa? (Esta casa
tem um andar superior?)
Esta é a sua própria casa? De quem ela é?

4. Em que casa você estava pensando enquanto


estava desenhando?
5. Você gostaria que esta casa fosse sua? Por quê?

Se esta casa fosse sua e você pudesse


fazer nela o que quisesse, qual
para você? Por quê? quartovocê escolheria
Quem você gostaria que morasse nesta casa com você?
Por quê?
8. Quando você olha para esta casa, ela parece estar perto
ou longe?
9. Quando você olha para esta casa, você tem a impressão
de que ela está acima, abaixo ou no
mesmo nível do que você?
IO. Em que esta casa faz você pensar ou lembrar?
II. Em que mais?

12. É um tipode casa feliz, amigável?


13. O que nela lhe dá essa impressão?
14. A maioriadas casas é assim? Por que você acha isso?
15.*Comoestá o tempo neste desenho? (períododo dia e do ano, céu, temperatura)

16. De que tipo de tempo você gosta?


17. De quem esta casa o faz lembrar?Por quê?
18.*Doque esta casa mais precisa? Por quê?
19.*Se "isto"fosse uma pessoa em vez de (qualquerobjetodesenhadoseparadoda casa), quem
seria?
20. A que parte da casa esta chaminé está ligada?
21. Inquérito da planta dos andares. (Desenhe uma planta dos andares com os nomes. Ex.: Que cómodo
é representado por cada janela? Quem geralmente está lá?)

ÁRVORE
22.*Que tipo de árvore é esta?
23. Onde esta árvore realmenteestá localizada?
24.*Maisou menos qual a idade desta árvore?
25.*Esta árvore está viva?
26. O que nela lhe dá a impressão de que ela está viva?
27. O que provocou a sua morte? (se não estiver viva)
28. Ela voltará a viver? morte? Há
da árvore está morta? Qual parte? O que você acha que causou a sua
29. Alguma parte
quanto tempo ela está morta?
homem ou uma mulher?
30.*Para você esta árvore parece mais um
31. O que nela lhe dá essa impressão?
árvore,para onde ela estariavirada?
32. Se ela fosse uma pessoa em vez de uma

3
33. Esta árvore está sozinha ou em um grupo de árvores?
mesmo
34. Quando olha para esta árvore, você tem a impressão de que ela está acima, abaixo ou no
nível do que você?
35. *Como está o tempo neste desenho? (período do dia e ano, céu, temperatura)

36.*Há algum vento soprando? Mostre-meem que direção ele está soprando. Que tipo de vento é

37. Do que esta árvore faz você lembrar?


38. Do que mais?
39. Esta árvore é saudável? O que nela lhe dá essa impressão?

40. Esta árvore é forte? O que nela lhe dá essa impressão?

41. De quem esta árvore faz você lembrar?


42.*Do que esta árvore mais precisa? Por quê?
43. Alguém já machucou esta árvore? Como?

44. *Se "isto" fosse uma pessoa em vez de (qualquerobjetodesenhado separado da árvore), quem
ele poderia ser?

PESSOA
45. *Esta pessoa é um homem ou uma mulher? (menino ou menina)?
46.*Quantosanos ele(a) tem?
47.*Quem é ele(a)?
48. Ele(a) é um parente, um amigo(a) ou o qu?
49. Em quem você estava pensando enquanto estava desenhando?
50.*0 que ele(a) está fazendo? Onde ele(a) está fazendo isso?
51. Em que ele(a) está pensando?
52.*Como ele(a) se sente? Por quê?
53.*Em que a pessoa faz você pensar ou lembrar?
54. Em que mais?
55. Esta pessoa está bem?
56. O que nele(a) lhe dá essa impressão?
57. Esta pessoa está feliz?
58. O que nele(a) lhe dá essa impressão?
59. A maioriadas pessoas é assim? Por quê?
60. Você acha que gostaria desta pessoa?
61. Por quê?
62. Como está o tempo neste desenho? (período do dia e ano, céu, temperatura)
63. De quem esta pessoa o faz lembrar?Por quê?
64.*Do que esta pessoa mais precisa? Por quê?

65. Alguém já machucou esta pessoa? Como?


(qualquerobjetodesenhado separado da pessoa), quem
66.*Se "isto"fosse uma pessoa em vez de
seria?
67.*Que tipo de roupa esta pessoa está vestindo?
linha de solo em cada desenho)
68. (Peça para o cliente desenhar um sol e uma
Suponha que o sol fosse uma pessoa que você conhece —quem seria?
LISTA DE CONCEITOS INTERPRETATIVOS
Verifique características incomuns que possam indicar sinais de patologia ou potencial para patologia
quando consideradas em combinação com a história do paciente, problemas apresentados e respostas
a outros instrumentosde avaliação. Os conceitos interpretativoslistados não são exaustivos e consti-
tuem apenas linhas gerais de orientação. Interpretaçõesclínicas devem ser baseadas na experiência
clínica e nos conhecimentos do Guia do H-T-P ou de outros materiais publicados.

CASA ÁRVORE PESSOA


Características normais Características normais Características normais
(circule "S" se estiver na faixa normal) (circule "S" se estiver na faixa normal) (circule "S" se estiver na faixa normal)

SIN Tempo 10-12 minutos, SIN Tempo 10-12 minutos, SIN Tempo 10-12 minutos,
latência < 30 segundos latência< 30 segundos latência < 30 segundos
SIN Poucas rasuras SIN Poucas rasuras SIN Poucas rasuras
Simétrico SIN Simétrico SIN Simétrico
SIN Linhas não esboçadas ou S/N Linhas não esboçadas ou SIN Linhas não esboçadas ou
reforçadas reforçadas reforçadas
S/N Deficiências aceitas com S/N Deficiências aceitas com bom S/N Deficiências aceitas com
bom humor humor bom humor
S/N Próprio sexo desenhado
primeiroe mais elaborado
S/N Características sexuais
secundárias incluídas (adulto)
SIN Pupilas desenhadas
SIN Nariz sem narinas
SIN Roupas e cinto indicados
Pés e orelhas
Apenas omissóes secundárias

Observações gerais Observações gerais Observações gerais


(Veja as observações da sessão na (Veja as observações da sessáo na (Veja as observações da sessão na
I a página do Protocolo e do Inquérito 1a página do Protocolo e do Inquérito 1a página do Protocolo e do Inquérito
posteriorao desenho.) posteriorao desenho.) posteriorao desenho.)
Atitude Atitude Atitude
Capacidade crítica Capacidade critica Capacidade critica
Rasuras (incerteza, conflito, in- Rasuras (incerteza, conflito, in- Rasuras (incerteza,conflito,in-
decisão, autocrítica,ansiedade) decisão, autocrítica, ansiedade) decisão, autocrítica, ansiedade)
Comentários espontâneos Comentários espontâneos Comentários espontâneos
Tempo, latência, pausas Tempo, latência, pausas Tempo, latência, pausas

Proporção Proporção Proporção


Tamanho da figura em relação Tamanho da figura em relação à Tamanhoda figura em relação à
à página. Crianças normais página. Crianças normais apre- página. Crianças normais apre-
apresentam mais variabilidade sentam mais variabilidadeno sentam mais variabilidade no
no tamanho dos desenhos do tamanho dos desenhos do que tamanho dos desenhos do que
que os adultos normais. os adultos normais. os adultos normais.
Grande: ambiente restritivo, ten- Grande: ambiente restritivo,ten- Grande: ambiente restritivo,ten-
são, são, compensação. são, compensação.
Pequeno: insegurança, retrai- Pequeno: insegurança, retrai- Pequeno: insegurança, retrai-
mento, descontentamento, re- mento, descontentamento, re- mento, descontentamento, re-
gressáo. gressáo. gressáo.
Detalhe para a figura: simetria. Detalhe para a figura: simetria. Detalhe para a figura: simetria.
Simetria excessiva: rigidez, fra- Simetria excessiva: rigidez, fra- Simetria excessiva: rigidez, fra-
gilidade. gilidade. gilidade.
Distorçóes: Distorções: Assimetria: inadequação física,
Óbvias: psicose, organicidade, Óbvias: psicose, organicidade, confusão de género.
crianças normais sob estresse. crianças normais sob estresse. Distorções:
Moderadas:ansiedade. Moderadas: ansiedade. Óbvias: psicose, organicidade,
Outros: Outros: crianças normais sob estresse.
Moderadas: ansiedade.
Outros:
CASA ÁRVORE
PESSOA
Perspectiva Perspectiva Perspectiva
Localização do desenho na pá- Localização do desenho na pá- Localização do
gina: desenho
gina: naPá.
À esquerda:retraimento,regres- À esquerda: retraimento,regres- À esquerda:
são, organicidade (hemisfério retraimento,
são, organicidade (hemisfério são, organicidade regres.
esquerdo), preocupação consi- esquerdo), preocupação consigo esquerdo), (hemisfério
mesmo, fixação no passado, preocupa#o
go mesmo, fixação no passado, mesmo, fixação consigo
impulsividade,necessidade de no passado
impulsividade, necessidade de impulsividade,
gratificação imediata. necessidade
gratificação imediata. gratificação imediata, de
À direita: preocupação com o À direita: preocupação com o À direita:
preocupação
ambiente, antecipação do futuro, ambiente, antecipação do futuro, ambiente, antecipação como
estabilidade/controle,capacida- estabilidade/controle,capacida- do futuro
estabilidade/controle,
de de adiar a gratificação. de de adiar a gratificação de capacida-
de adiar a gratificação.
Central: rigidez, comum em crian- Central: rigidez, comum em crian- Central: rigidez,
comum em
ças pequenas. ças pequenas. crian-
ças pequenas.
Superior: esforço irrealista, satis- Superior: esforço irrealista, sa- Superior: esforço
façâo na fantasia, frustração. irrealista,sa-
tisfação na fantasia, frustração. tisfação na fantasia,
Superiorà esquerda é comum frustração
Superiorà esquerda é comum Superior à esquerda é
em crianças pequenas. em crianças pequenas. comum
em crianças pequenas.
Inferior:concretismo, depressão, Inferior: concretismo, depressão, Inferior: concretismo,
insegurança, inadequação. depressão,
insegurança, inadequação. insegurança, inadequação.
Rotação: oposição. Rotação: oposição. Rotação: oposição.
Queda sugerida: extrema angús- Queda sugerida: extrema angús- Queda sugerida: extremaangús-
tia. tia. tia.
Margens do papel: Margens do papel: Margens do papel:
Inferior:necessidade de apoio. Inferior:necessidadede apoio. Inferior: necessidade de apoio.
Lateral: sentimento de Lateral: sentimento de constrição. Lateral: sentimento de constrição.
Superior: medo ou fuga do am- Superior: medo ou fuga do am- Superior: medo ou fuga do am-
biente. biente. biente.
Margem impedindo Margem impedindo Margem impedindo completamen-
to do desenho: organicidade. to do desenho: organicidade. to do desenho: organicidade.
Relação com o observador: Relação com o observador: Relação com o observador
Vista de cima: rejeição, grandio- Vista de cima: rejeição, grandio- Vista de cima: rejeição,grandio-
sidade compensatória. sidade compensatória sidade compensatória.
Vista de baixo: retraimento, infe- Vista de baixo: retraimento, infe- Vista de baixo: retraimento,infe-
rioridade. rioridade. rioridade.
Distância: inacessibilidade, sen- Distância: retraimento. Distância: retraimento.
timentos de rejeição, situação no Posiçáo/apresentação —se não — perfil
Posiçáo/apresentaçáo
lar fora de controle. está de frente: retraimento,pa- completo ou de costas: retrai-
Posição/apresentação —dese- ranoia, mento, paranoia.
nhada por trás: retraimento, pa- Linha de solo: necessidade de Postura grotesca: psicopatologia
ranoia. segurança, ansiedade. severa.
Linha de solo: necessidade de Transparências: pobre orienta- Mistura de perfil e frente:organi-
segurança, ansiedade. ção para a realidade;não inco- cidade, retardamento, psicose.
Transparências: pobre orienta- de
mum em crianças pequenas. Linha de solo: necessidade
çao para a realidade;não inco- Movimento: pressões ambientais. segurança, ansiedade.
mum em crianças pequenas Outros: orientação po-
Transparências:
Movirnento. psicosese
bre para a realidade;
_Outros: Ná0
internos.
representar órgãos
Fquenas.
incomum em chanças
Movimento,
Outros:
PESSOA
Detalhes Detalhes Detalhes
Excessivos: obsessividade com- Excessivos: obsessividade com- Excessivos: obsessividade com-
pulsiva, ansiedade. pulsiva, ansiedade, pulsiva, ansiedade.
Falta: retraimento; comum em Falta: retraimento; comum em Falta: retraimento; comum om
crianças pequenas. crianças pequenas. crianças pequenas.
Bizarros: psicose; comum em Bizarros: psicose; comum em Bizarros: psicose; comum om
crianças pequenas. crianças pequenas. crianças pequenas.
Detalhes essenciais: uma pare- Detalhes essenciais: tronco e Detalhes essenciais: cabeça,
de, telhado, porta, janela, cha- pelo menos um galho. tronco, braços, pernas, traços
miné; comumente omitida em Galhos: faciais. Omissão de partes do
crianças pequenas. Excessivos: compensação, corpo são comuns em crianças
Antropomórficos:regressão, mania pequenas.
organicidade; não incomum Muito altos: esquizoidia. Braços:
em crianças Quebrados/mortos: possibili- Ênfase: grande necessidade
Chaminé: dade de suicídio, impotência. de realização, agressão, pu-
Ênfase: precxs,upaçôes sexuais. Cobertos de algodão: culpa. niçáo se náo for desenhada
Omissão: falta de calor no lar. Como espelho das raízes: a própria pessoa.
Fumaça excessiva: tensão psicose. Muitofinos: dependência, orga-
intensa no lar. Copa: nicidade.
Em ângulo reto: regressão; Em forma de nuvens: fantasia. Omitidos — muito pequenos
Não incomum em crianças. Rabiscada: labilidade. —ocultos: culpa, inadequação,
porta: Achatada: pressão do am- rejeição se não for desenhada
Ausência: inacessibilidade, biente,negação. a própriapessoa.
isolamento. Linha de solo: Em formade asa: esquizoidia.
Grande: dependência. Árvore desenhada numa de- Cabeça:
Pequena: reserva, inadequa- pressão da linha do solo: inca- Grande: regressão, grandiosi-
ção, indecisão. pacidade.
dade; comum em crianças
Com dobradiça/fechadura: Árvore desenhada no topo de
pequenas.
atitudedefensiva. uma colina: grandiosidade,
Pequena: inadequação.
Aberta:necessidadede calor. isolamento.
Irregularou não ligada: orga-
Omissões: conflito relativo à Buraco de fechadura, "Nigg's":
nicidade, psicose.
parte omitida. oposição,hostilidade.
Apenas de costas: paranoia.
Telhado: Omissões: conflito relativo à
Desenhada porúltimo:psico-
Ênfase: introversão,fantasia parte omitida.
patologia severa.
Apenas telhado: psicose. Dividida: psiwse, organicidade.
Traços faciais:
Linha simples: constrição. Tronco:
Omitidos ou leves: retrairnento.
Beiral enfatizado: descnnfianqa. Base larga: dependência
inadequaqño.
Ênfase: dominação social com-
Paredes: Longo:
Cicatrizes: trauma. pensatória.
Finas ou fracas: limites do
Perfil: paranoia.
ego fracos. Unidimensional: organicidade.
Animais: regressão; comum animal ou bizarros: psmse.
Ênfase: esforço para manter
o controle do ego. em crianças pequenas. Sombreamento ou outra cor
Ênfase vertical: contato com a que não seja a cor da pele:
Ausência: contato pobre com
a realidade. realidade pobre, preocupaçóes psicopatologia severa.
Perspectiva dupla: regressão; sexuais; comumem chanças Olhos:
não incomum em crianças pequenas. Ênfase: paranoia.
pequenas. estreita: de cmtrole. Pequenos — fechados
Transparentes: comum em Tipo: — omitidos: introversão,
crianças pequenas. Frutífera ou de Natal: dependên- voyeurismo.
Ênfase horizontal: pressões cia, imaturidade;comum em Pupilas omitidas:cnntato
ambientais. crianças pequenas bre cnm a realiciade; a:ynurn
Ênfase vertical: contato pobre Morta:distúrbios severos em crianças [MIIIenas.
com a realidade, preocupações Árvore com muda: regressão. Orelhas:
sexuais; comum em crianças Ênfase excmsiva: paranoia,
pequenas. alucinações auditivas.
Detalhes (continuação) Detalhes (continuação) Detalhes (continuação)
Janelas: Vento soprando: pressões am- Boca
Ênfase: ambivalência social bientais. Ênfase: dependência;
comum
Ausência: retraimento. em crianças pequenas.
Muitas: exibicionismo Omitida: agressão oral,
de-
Abertas: controle do ego pressão.
pobre. Dentes: agressão
Sem vidraça: hostilidade. Nariz:
Ênfase: preocupações se-
xuais; comum em crianças
pequenas.
Género:
Oposto desenhado primeiro:
conflito com a identificação do
gênero.
Pernas:
Omitidas, diminuídas, cortadas:
desamparo, perda de autonomia.
Posição juntas: rigidez, tensão.
Posição afastadas: agressão.
Posição instável: insegurança,
dependência.
Omissões: conflito relativo à
parte omitida.
Tronco e corpo aberto, fragmen-
tado ou omitido: psicopatologia
severa, organicidade; comum
em crianças pequenas.
Seios: imaturidade.
Linha mediana vertical: inferiori-
dade, dependência.
Ombros quadrados ou enfatiza-
dos: hostilidade.
Linha da cintura enfatizada: con-
flito sexual; comum em crianças
pequenas.
Apertada: explosividade.

Detalhes não essenciais Detalhes não essenciais Detalhes não essenciais


Ênfase nas cortinas:retraimen- Ênfase na casca da árvore:ansie- Roupas:
to, evasão. dade, depressão; meticulosidade: Muita ou pouca roupa: narci-
Ênfase nas calhas: defesa, des- obsessividade compulsiva. sismo, desajustamento sexual.
confiança. Folhas soltas: falha nos mecanis- Ênfase em imaturidade;
Venezianas fechadas: retrai- mos de superar dificuldades. comum em crianças pequenas.
mento. Grandes: compensação. Genitais desenhados: patolo-
Outros: Raízes omitidas: insegurança; gia, a não ser para crianças
garras: paranoia; finas/cháo trans- muito novas; comum em estu-
parente/mortas: contato pobre dantes de artes ou em adultos
com a realidade, organicidade. em psicanálise.
Trepadeiras: perda de controle. Pés:
Frutas: dependência, rejeição Omitidos ou cortados: desam-
se estiverem caindo; comum em paro, perda de autonomia, preo-
crianças pequenas. cupaçóes sexuais.
Outros: Dedos dos pés em figuraves-
tida: agressão.
CASA ÁRVORE PESSOA
Detalhes não essenciais
(continuação)
Cabelo:
Enfatizado ou omitido: preo-
cupaçôes sexuais.
Mâos/dedos:
Luvas: agressividade reprimida
Pontiagudos: acting out.
Pétalas: imaturidade.
Pescoço:
Ênfase: necmsidade de con-
trole.
Muito fino: psicose.
Omitido: impulsividade
Outros:

Detalhes irrelevantes Detalhes irrelevantes Detalhes irrelevantes


Nuvens, sombras: ansiedade. Nuvens, sombras: ansiedade Bengalas, espadas, armas: agres-
Montanhas: defensividade. Arbustos excessivos: insegu- são, preocupação sexual.
Degraus e caminhos longos ou rança. Outros:
estreitos: retraimento. Outros: Detalhes bizarros
Arbustos excpssivos: Detalhes bizarros Comum em crianças pequenas.
Outros: Comum em crianças pequenas. Dimensão do detalhe
Detalhes bizarros Dimensão do detalhe Sombreamento do detalhe.
Comum em crianças pequenas. Unidimensional: recursos infe- Excessivo: ansiedade
Dimensão do detalhe riores para busca de satisfação. Sequência do detalhe
Planta dos andares desenhada: Bidimensional não fechado: Geralmente primeiro cabeça e
conflito severo, paranoia, orga- perda de controle. face.
nicidade. Sequência do detalhe:
Sombreamento do detalhe Excessivo: ansiedade
Excessivo: ansiedade. Sequência do detalhe
Sequência do detalhe Normal é tronco, galho, folhas; ou
Normal é telhado, paredes, porta, parte superior, galhos, tronco.
janela; ou linha de solo, paredes,
telhado.
Qualidade da linha Qualidade da linha
Forte: tensão, ansiedade, ener- Qualidade da linha
Forte: tensão, ansiedade, ener-
gia, organicidade. Forte: tensão, ansiedade, ener- gia, organicidade.
Leve: hesitação, medo, insegu- gia, organicidade Leve: hesitação, medo, insegu-
rança, ego fraco. Leve: hesitação, medo, insegu-
rança, ego fraco.
Fragmentação/dificuldade com rança, ego fraco
Fragmentaçáo/dificuldade com
ângulos: organicidade. Fragmentaçáo/dificuldade com
ângulos: organicidade.
Outros: ângulos: organicidade
Outros:
Outros:

Uso convencional das cores Uso convencional das cores Uso convencional das cores
Preto: contornos, fumaça, cmcas; Preto: contornos; azul, azul-verde: Preto: contornos, cabelo; azul, azul-
azul, azul-verde: fundo, céu, corti- fundo, céu; marrom: tronco; verde: verde: fundo, céu, olhos; marrom:
nas; marrom: paredes; verde: telha- folhas, grama; laranja: laranjas; cabelo, roupas; verde: suéteres,
do, grama; laranja: laranjas; violeta: vermelho: maçás, cerejas; ama- grama; laranja: suéteres; violeta: ca-
cortinas; vermelho: chaminé, tijolos, relo: sol, flores: amarelo-verde: checol, roupas menores; vermelho:
maçás, (Hejas; amarelo: sol, flores; paisagem, grama. lábios, suéteres, vestidos, cabelo;
amarelo-vordo: paisagem, grama. tosa: pele, roupa; amarelo: sol, ca-
belo; amatelo-verde: grama.

9
CASA RVORE
PESSOA
Uso geral das cores Uso geral das cores Uso geral das
cores
Escolha da cor: distúrbio geral.
Escolha da cor: distúrbio geral. Escolha da cor:
Combinações bizarras: distúrbio distúrbio
Combinaç0es bizarras: distúrbio Combinações
bizarras:
geral
sério. sério. distúrbio
Cor usada apenas para contor- Cor usada apenas para contor- Cor usada
apenas para
no: superficialidade, reserva, no: superficialidade, reserva, no: superficialidade, Contor.
oposição. oposição. reserva
Branco usado como cor: aliena- Branco usado como cor: aliena- Branco usado
como cor:
çào. çâo. aliena-
Diferenças muito grandes de tama- Diferenças muitogrande de tama- Diferenças muito
grande de
nho ou qualidade em relaç,ào aos nho ou qualidade em relação aos nho ou qualidade tama-
em relação
desenhos acromáticos: capacida- desenhos acromáticos: capacida- desenhos acromáticos: aos
de para permitirafeto. de para permitirafeto. de capacida-
para permitir afeto.
Cor fora dos contomos: impulsivi- Cor fora dos contornos: impulsivi- Cor fora dos contornos:
dade, imaturidade, organicidade. dade, imaturidade, organicidade. impulsivi-
dade, imaturidade,
Uso extremamente incomum de Uso extremamente incomum de organicidade
Uso extremamente
cores: distúrbiosgerais. Relacio- cores: distúrbiosgerais. Relacio- incomumde
cores: distúrbios gerais.
nar: nar: Relacio-
nar:
Outros: Outros: Outros:

Síntese interpretativa:

Você também pode gostar