Você está na página 1de 24

NR-12

FUI AUTUADO PELO


FISCAL DE TRABALHO:
E AGORA?

www.sensorville.com.br 1
A NR-12 rege a segurança do trabalhador no que
se refere à utilização de máquinas e equipamentos,
estabelecendo a responsabilidade do empregador pela
integridade da saúde dos colaboradores.

Os requisitos mínimos da NR-12 vão desde a


demarcação do solo no qual a máquina será instalada
até os dispositivos de parada de emergência. Eles buscam
prevenir acidentes e doenças do trabalho, desde o
projeto de construção da máquina até a sua operação.
O descumprimento das normas acarreta prejuízos
significativos às empresas.

Uma vez que equipamentos inseguros à operação


podem causar acidentes aos colaboradores, as chances
de afastamentos devido a acidentes são altas. Como
consequência, os custos trabalhistas e judiciais destes
acidentes podem ser bastante elevados.

www.sensorville.com.br 2
Também, como efeito de seguidos acidentes,
o colaborador passa a não se sentir respeitado pelo
empregador e sua motivação decai. Facilmente ele
preferirá encontrar outro local de trabalho. Assim, o
prejuízo passará a ser a necessidade de treinar um novo
colaborador para efetuar o trabalho de um profissional
que já tinha experiência na área.

O descumprimento da NR-12 também causa perdas


financeiras às organizações. Cabe a cada empregador seguir
as regras determinadas pelas Normas Regulamentadoras,
sob o risco de multas em caso de descumprimento,
uma vez que as empresas estão sujeitas à vistoria por parte
de auditores fiscais do trabalho.

www.sensorville.com.br 3
Até o final de 2018, a inspeção era realizada sob o
comando da Secretaria de Inspeção do Trabalho (SIT).
Com a extinção do Ministério do Trabalho em 2019, essa
atividade foi repassada para uma subsecretaria vinculada a
duas secretarias pertencentes ao Ministério da Economia.

O auditor fiscal do trabalho também pode propor a


interdição de máquina, setor, ou local de trabalho
caso constate risco grave e iminente à saúde ou integridade
física do trabalhador. Nestes casos, a empresa sofrerá
prejuízos na sua produtividade, além de financeiros para
adequar-se à norma.

www.sensorville.com.br 4
A SOLUÇÃO É A
PREVENÇÃO!

www.sensorville.com.br 5
Para não enfrentar os problemas anteriormente
citados, o empregador deve se precaver, adequando o
local de trabalho de forma a garantir toda a segurança do
trabalhador. É de suma importância contar com o trabalho
de especialistas para a garantia de adequação, uma vez que
qualquer falha ou deslize pode gerar imensos prejuízos
para a indústria. No caso de adequação à NR-12, alguns
pontos são indispensáveis:

1 INVENTÁRIO DE MÁQUINAS:

A elaboração do inventário é o passo inicial para a


adequação das máquinas e equipamentos de uma empresa.
Trata-se do requisito do item 12.153 da NR-12, que define
a obrigatoriedade de todas as empresas (com exceção das
Micro e Pequenas empresas) de manter um inventário de
todo o seu maquinário.

Esse documento deve conter nome, localização,


potência ou capacidade e a categoria segundo análise de
risco de cada máquina ou equipamento da empresa, a fim
de ser apresentado aos órgãos fiscalizadores.

www.sensorville.com.br 6
2. MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO:

Os manuais precisam acompanhar cada máquina


comprada. De acordo com o estabelecido pelo código
do consumidor brasileiro e pela NR-12, esses manuais
deverão estar escritos em língua portuguesa. Trata-se
de documentos base para o manuseio do equipamento
máquina, tanto pelo operador quanto pela equipe de
manutenção.

3 LOCALIZAÇÃO COM REPRESENTAÇÃO


ESQUEMÁTICA:

Trata-se da representação esquemática da empresa,


que deve conter o layout da disposição das máquinas
na fábrica. Não é necessário precisão na escala. Pode
conter informações adicionais, como posicionamento dos
operadores, fluxo de processo e de material e variações
ferramentais. O objetivo é possibilitar o acesso rápido a
cada máquina, sem a necessidade de se conhecer a planta
do site.

www.sensorville.com.br 7
4 ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO:

Este é um item de extrema importância, pois nele


estará o mapeamento dos riscos existentes na máquina,
com o qual se dará as ações para eliminação ou redução
desses riscos. Para executar a Análise de Risco, é preciso
utilizar a norma brasileira sobre Segurança de máquinas
(NBR ISO 12100:2013), assim como a norma internacional
ISO/TR 14121-2:2012.

Este documento deve conter uma ART (Anotação de


Responsabilidade Técnica) assinada por um engenheiro
com registro no Crea. As ARTs são válidas em todo o
território nacional.

5 DIAGNÓSTICO:

Este documento deve apontar todos os itens que


atendem ou não a NR-12, assim como aqueles que não são
aplicáveis. O diagnóstico precisa conter, no mínimo, o item
da NR-12 correspondente, uma evidência e o diagnóstico.
Ele pode ser apresentado no formato de relatório, laudo ou
tabela.

6 PLANO DE AÇÃO:

Apesar de não ser exigido pela NR-12, o plano de ação é


um documento indispensável para se executar a adequação
da NR-12 e redução do risco da máquina. Esse plano serve
para apontar ações advindas da Análise preliminar de risco
e do Diagnóstico, devendo conter uma estrutura similar à

www.sensorville.com.br 8
ferramenta 5W2H, para responder o que será feito, como
será feito, onde, quando, por quem e por quanto.

LOGO PLANO DE AÇAO - NOME DA EMPRESA - Data/00/00/0000 - n° 01


EMPRESA Unidade: NOME DA UNIDADE
PLANO DE AÇÃO
META: Adequação de Máquinas e Equipamentos em Conformidade com NR-12
ASSUNTO ÁREA RESPONSÁVEL FINALIDADE METODOLOGIA PRAZO CUSTO STATUS
(O QUE) (QUEM) (PORQUE) (COMO) (QUANDO) (QUANTO)

1) Instalação/ Todas as Atendimento à Instalar botões de emergência nos painéis de


monitoramento de máquinas. NR-12.56, 12.57 comando e/ou na estrutura das máquinas
botões de emergência/ conforme Indicação das APR. Estes botões
chaves de emergência deverão ser do tipo "soco/cogumelo", com
tipo cabo. duplo canal (2NF) e estarem sob
monitoramento por interface de segurança
por meio de relé, CCS ou CLP de segurança.

2) Alterar tensões de Todas as Atendimento à Alterar tensão de comandos onde haja


comando. máquinas. NR-12.36.a interação operacional devendo possuir
tensão de comando em 24VCA ou 60VCC.
Botões LIGA/DESLIGA, botões comutadores,
botões tipo impulso, botões de emergência e
chaves de emergência tipo cabo, etc (IHM).

3) Instalação de botão Todas as Atendimento à Instalar no painel de comando botão de


“RESET” máquinas. NR-12.40 'RESET para rearme manual após a correção
da falha eu situação anormal de trabalho que
provocou a paralisação da máquina ou seus
periféricos.

4) Instalar/ampliar Todas as Atendimento à Instalar/ampliar proteções fixas e móves de


proteções fixas e móveis máquinas. NR-12.4, 12.38, 12.47 partes móveis girantes, movimentos
limitadoreas. retilíneos e demais que ofereçam risco de
seccionamento, prensagem e agarramento
de membros. As proteções deverão respeitar
distãncias de segurança em reg .5es
pontuais da máquina. OBS: Verificar Analises
Preliminares de Riscos para dimensional.

Utilize o zoom
Revisão: 00
Data: 00/00/0000 para vizualizar

7 PROJETO EXECUTIVO DE ADEQUAÇÃO:

Nesta etapa, são desenvolvidos os projetos de


segurança do sistema de controle, mecânicos, pneumáticos
e hidráulicos. Para isso, a empresa precisa entregar toda
a documentação necessária para incluir no processo
(projetos elétricos, mecânicos, ART de execução, relatório
de execução, fotos).

A documentação gerada nesta fase normalmente


envolve: diagramas, lista de peças e materiais, lista de
itens de reposição, softwares de CLPs, memoriais de
cálculo, relatórios de ensaios e medições aplicáveis, etc. É
fundamental a contratação de empresas especializadas,

www.sensorville.com.br 9
pois uma adequação mal executada pode interferir
diretamente na produtividade do equipamento.

8 LAUDO FINAL DE SEGURANÇA:

Trata-se de um comprovante para fins legais, que


atesta que as instalações de máquinas e equipamentos
industriais estão adequadas de acordo com a NR-12. Ou
seja, ele afirma que a empresa tomou as providências
necessárias para garantir a saúde e a segurança de seus
empregados em suas operações.

Esta etapa também exige a ART do profissional que


irá atestar adequação do trabalho realizado. Se o processo
de adequação à NR-12 for realizado pela mesma empresa,
podem ser tiradas 3 ART’s (segurança, elétrica e mecânica).
Caso a empresa em questão tenha um profissional
capacitado nas três competências, é permitida a emissão
de uma única ART.

Devido à complexidade e à importância de cada uma


dessas etapas, justifica-se a necessidade de se contar com
especialistas em cada uma dessas etapas, para garantir
uma adequação correta e sem falhas.

www.sensorville.com.br 10
PRINCIPAIS
INFRAÇÕES

www.sensorville.com.br 11
Sabe-se que nem sempre os empregadores são
capazes de cumprir à risca 100% do que lhe é determinado,
até porque são muitas as regras de fiscalização. Como
alerta, abaixo estão listadas as 10 autuações mais
comuns, merecedoras de atenção especial por parte dos
empregadores:

• Não instalação de sistemas de segurança em zona de


perigo de máquinas/equipamentos (referente à NR 12.38);

• Falta de proteções fixas ou móveis com dispositivos de


intertravamento (NR 12.47);

• Falta de dispositivos de parada de emergência (NR 12.56);

• Comando de partida ou acionamento sem presença de


dispositivos que impeçam o funcionamento automático
ao serem energizados (NR 12.25)

• Ausência de inventário de máquinas e equipamentos (NR


12.153);

• Insuficiência de capacitação dos trabalhadores envolvidos


na operação, manutenção e inspeção (NR 12.15);

• Ausência de aterramento de máquinas e equipamentos


(NR 12.15);

• Ocorrência de operação, manutenção, inspeção e


demais intervenções por trabalhadores desabilitados,
desqualificados, incapacitados ou desautorizados (NR
12.135);

• Utilização de máquina sem dispositivo de partida ou


adicionamento de parada capaz de impedir o acionamento
e o desligamento involuntário (NR 12.24);

• Operação de transportadores contínuos de materiais sem


proteção adequada (NR 12.85).

www.sensorville.com.br 12
COMO PROCEDER
AO SER AUTUADO
POR FISCAIS DO
TRABALHO?

www.sensorville.com.br 13
O auto de infração é um documento fiscal lavrado
por auditor fiscal do trabalho e que informa qual item da
legislação trabalhista a empresa está descumprindo. A
lavratura é realizada no local da inspeção, a menos que o
auditor justifique, no auto, a impossibilidade de fazê-la no
local.

O auditor encaminhará a autuação ao empregador,


entregando-a pessoalmente, via postal, ou até mesmo via
edital, caso haja indisponibilidade ou recusa a recebê-la.

A partir do recebimento da autuação, o empregador


terá o prazo máximo de 10 dias para apresentação de
sua defesa, a iniciar no dia útil imediatamente posterior
ao recebimento do documento. Os prazos não se iniciam
ou terminam em sábados, domingos ou feriados, sendo
sempre prorrogados para o próximo dia útil.

A defesa deverá ser apresentada por escrito e conter:

• a assinatura do empregador;

• o número do auto de infração;

• dados da empresa, ou empregador;

• documentos que comprovem a qualidade de responsável


legal pela empresa;

• motivos em que a defesa se fundamenta;

• documentos que o empregador julgar necessários


(podendo ser cópias autenticadas).

www.sensorville.com.br 14
Com ou sem apresentação de defesa, a infração
será encaminhada para análise e decisão. Em caso de
indeferimento da defesa apresentada e incidência de
multa, o empregador será notificado por correspondência
e deverá efetuar o pagamento ou recorrer da decisão.

Se optar por pagar a multa, terá um desconto de


50% no valor se pagá-la em até 10 dias corridos. Após o
pagamento, deverá ser apresentada cópia da DARF no
endereço apresentado no auto de infração.

www.sensorville.com.br 15
PUNIÇÕES
APLICADAS

www.sensorville.com.br 16
A principal punição aplicada para irregularidades nas
máquinas e não conformidades com a NR-12 é a aplicação
de multas. As infrações podem variar de acordo com o grau
e o risco apresentado. A valor da multa pode chegar a até
50 vezes o valor do equipamento.

O cálculo das infrações e penalidades é realizado de


acordo com a NR-28, com o valor final dependendo de vários
fatores, como o número de funcionários, reincidência,
descumprimento de prazos, entre outros. Além disso, cada
máquina pode ser notificada mais de uma vez, o que pode
tornar a punição ainda maior. Em casos extremos, pode
ocorrer a interdição total da planta ou mesmo a prisão dos
responsáveis.

TABELA DE MULTAS NR-28


GRADAÇÃO DE MULTAS (EM BTN)

NÚMERO DE SEGURANÇA DO TRABALHO MEDICINA DO TRABALHO


EMPREGADOS
I1 I2 I3 I4 I1 I2 I3 I4
01-10 630-729 1129-1393 1691-2091 2252-2792 378-482 676-839 1015-1254 1350-1680
11-25 730-830 1394-1664 2092-2495 2793-3334 429-498 840-1002 1255-1500 1681-1998
26-50 831-936 1665-1935 2496-2898 3335-3876 499-580 1003-1166 1501-1746 1999-2320
51-100 964-1104 1936-2200 2899-3302 3877-4418 581-662 1176-1324 1747-1986 2321-2648
101-250 1105-1241 2201-2471 3303-3717 4419-4948 663-744 1325-1482 1987-2225 2649-2976
251-500 1242-1374 2472-2748 3719-4121 4949-5490 745-826 1483-1646 2226-2471 2977-3297
501-1000 1375-1507 2749-3020 4122-4525 5491-6033 827-906 1647-1810 2472-2717 3298-3618
Mais de 1000 1508-1646 3021-3284 4526-4929 6034-6304 907-990 1811-1973 2718-2957 3619-3782

Fonte: NR-28 - Fiscalização e penalidades - Anexo I

A tabela acima apresenta as faixas de multa (mínima


e máxima) para cada tipo de infração (de I1 a I4) conforme
o número de empregados da empresa e o tipo de infração
(de segurança do trabalho ou medicina do trabalho).

Para definir qual a faixa de multa a ser aplicada à


alguma inconformidade, deve-se verificar no anexo II da

www.sensorville.com.br 17
NR-28 a tabela correspondente à NR-12. Nesta tabela são
listados todos os itens e subitens da NR-12 passíveis de
infração.

Assim, caso uma empresa de 260 empregados não


atenda ao subitem 12.6, por exemplo, não demarcando
áreas de circulação, a infração correspondente é a de
número 1, tipo S (de Segurança do Trabalho). Com esta
informação, basta conferir na tabela do anexo I, na sessão
“Segurança do Trabalho”, que a multa ficará entre 1242 e
1374 UFIR.

Considerando que o valor de 1 UFIR é R$ 1,0641


desde 2000, basta multiplicar os valores mínimo e máximo
encontrados no anexo I para saber que o empregador
deverá pagar uma multa entre R$ 1.321,61 e R$ 1.462,07.

TABELA DE INFRAÇÕES À NR-12

Fonte: NR-28 - Fiscalização e penalidades - Anexo II

www.sensorville.com.br 18
COMO SE
ADEQUAR À
NR-12?

www.sensorville.com.br 19
Assim, é de extrema importância que as empresas
invistam na segurança do trabalhador através da adequação
à NR-12. Ela não pode ser vista como gasto, ela é responsável
pela manutenção da motivação dos colaboradores, pela boa
imagem da empresa e por prevenir multas e interdições.

Desta forma é essencial que o empregador invista


em especialistas para a execução de seus projetos de
adequação à NR-12. É neste contexto que a Sensorville atua,
oferecendo pessoal qualificado para viabilizar projetos
que evitarão multas ao empregador e ainda manterão a
produtividade dos processos.

A Sensorville conta com amplo catálogo de dispositi-


vos para adequação à NR-12.

1 A barreira ótica de segurança, ou cortina de luz,


detecta a presença de pessoas e objetos em local inseguro
durante o funcionamento da máquina, garantindo a
integridade física do indivíduo. A Sensorville dispõe de
barreiras óticas de segurança em uma vasta gama de
tamanhos para situações de risco de acidente grave ou de
lesão leve.

www.sensorville.com.br 20
2 Chaves de segurança: são dispositivos eficazes para
evitar o funcionamento do equipamento caso sua porta de
proteção esteja aberta. As chaves magnéticas de segurança
da Sensorville dispensam contato físico entre sensor e
atuador, pois o acionamento se dá pela aproximação deles,
permitindo sua utilização nas mais variadas situações.

www.sensorville.com.br 21
3 Os botões de emergência da Sensorville permitem
interrupção imediata do funcionamento da máquina
quando acionados. Devendo estar sempre em locais de
fácil acesso, são essenciais para evitar acidentes graves em
situações de emergência.

4 A Sensorville também conta com controladores de


segurança, que substituem relés de segurança de forma
muito mais efetiva e ocupando menos espaço. Eles podem
receber sinais de entrada de cortina de luz, chaves de
segurança, botões de emergência dentre outros dispositivos
ao mesmo tempo. Sua principal vantagem é a segurança,
pois ele não permite burlar o sistema via software.

+ Conheça esses e
outros dispositivos de
segurança de máquinas:
Baixar Catálogo

Link
www.sensorville.com.br 22
A Sensorville traz estas e outras soluções para
adequação de empresas à NR-12. Sua rede de especialistas
homologados e certificados leva a solução de adequação
completa para o cliente final analisando todos os pontos
destacados no artigo por cada especialista e com o melhor
custo benefício, garantindo segurança aos colaboradores
e tranquilidade aos empregadores.

SAIBA MAIS EM NOSSO BLOG:

Adequação NR12:
Custos ou Produtividade?

LEIA NO BLOG

Controladores de
Segurança: Economia e
Inteligência para NR-12

LEIA NO BLOG

Controladores de segurança
compactos para máquinas
pequenas

LEIA NO BLOG

www.sensorville.com.br 23
A SENSORVILLE é há mais de 25 anos líder em
soluções de automação industrial, e é hoje um Solution
Provider Premium de Automação Industrial, Internet
Industrial e Indústria 4.0.

A SENSORVILLE é parceira de diversas multinacionais


de automação industrial, IIoT e I4.0, e conta com a maior
e mais qualificada equipe de consultores técnicos e
engenheiros de produto e aplicação do segmento no Sul
e Centro-Oeste do Brasil, bem como o maior estoque de
sensores do Sul do Brasil, distribuído em nossas unidades
em Joinville (SC) e Curitiba (PR).

+ Dúvidas? Fale agora com


um de nossos Especialistas
CONTATO

Link

www.sensorville.com.br

www.sensorville.com.br 24

Você também pode gostar