Você está na página 1de 2

1.

Prencha a caderneta abaixo com base na poligonal (3,5 pontos)

Est Pv Angulos Correções Angulos Azimutes Correções Azimute DH


internos internos corrigido
corrigidos
Lido Calculados
1 2 45°50'26" -15.25" 45°50'10,75" 21°12'10" 1036
2 3 136°0'58" -15.25" 136°0'42,75" 65°11'12" +15.25" 65°11'27,25" 1068
3 4 108°27'50" -15.25" 108°27'34,75" 136°43'22" +30,5" 136°43'52,5" 829
4 1 69°41'47" -15.25" 69°41'31,75" 247°1'35" +45,75" 247°2'20,75" 2073
1 2 21°11'9" +1'1" 21°12'10"
360°1'1" 360° 1'1"

2. Determinar o comprimento de um trecho de estrada onde a escala do desenho é de 1:23456 e a


esse trecho foi representado por uma linha com 12,5 cm de comprimento. (1,5 pontos)

   ,

= → = →  =  . 
  


3. Calcular a DNAB de um terreno, sabendo-se que ao instalar o teodolito, um topógrafo obteve os


seguintes dados: em A (Ais= 1600 mm e n= 90º); em B (FS = 2200 mm; FM = 1700 mm e FI =
1300 mm (1,5 pontos)

2200 − 1300
 = ∗ (cos 0)² ∗ #$ (0) + 1,6 − 1,7 = −0,1)
10
4. Utilizando o método dos trapézios, encontre a area da poligonal. Considere a coordenada
100,100 para o ponto A. E AzAB=21°27’ (3,5 pontos)

Azimutes:
AzA-B = 21°27'
AzB-C = 119°37'
AzC-A = 257°12'

Coordenadas relativas

Lado N E
AzA-B 696,703 273,737
AzB-C -453,409 797,604
AzC-A -243,389 -1071,280

Coordenadas

xA 100,000 yA 100,000
xB 373,737 yB 796,703
xC 1171,340 yC 343,294

Areas

A1 = ( 100 + 373,737 ) /2 * ( 796,703 - 100 ) = 165.026,91 m²


A2 = ( 373,737 + 1171,340 ) /2 * ( 796,703 - 343,29 ) = 350.275,79 m²
A3 = ( 1171,34 + 100,000 ) /2 * ( 343,294 - 100 ) = 154.654,94m²

Area total = 350.275,79 + 154.654,94 - 165.026,91 = 339.903,82 m²