Você está na página 1de 7

Conto: Missa do Galo

Autor: Machado de Assis

1. EXT - RUAS DA CIDADE - DIA

As ruas movimentadas da cidade mostram Nogueira chegando ao


Rio de Janeiro e andando em direção a casa do escrivão
Menezes. O foco em cena é Nogueira, mas os ruídos da cidade e
a movimentação devem ficar evidenciadas de modo a mostrar a
mudança do personagem que vem de uma cidade de interior para
a capital. Enquanto caminha, seu subconsciente narra um pouco
de sua trajetória e o por que de estar no Rio de Janeiro,
dando um panorama da situação ao expectador.

NOGUEIRA(MENTE)
Já faz algum tempo que não visito
Menezes. Vim da cidade de Mangaratiba
para estudar num curso pré vestibular.
pois sempre sonhei cursar direito.
Como meu pai é um grande amigo de
Menezes, que é escrivão do cartório
aqui da cidade, ficou acertado que ele
me ajudaria nos estudos, além de me
hospedar na casa dele durante meu
período de aulas.

Nogueira chega à casa de Menezes, olha para a porta e respira


fundo antes de tocar acampainha. Após toca-la aguarda um
instante antes que Menezes, homem sério, vestindo terno, com
alguns papéis nas mãos e aparência apressada e inquieta como
quem está atrasado, recebe Nogueira.

MENEZES
(fala com voz grossa e cumprimenta
Nogueira formalmente com um aperto de
mãos)

Olá Nogueira, seja bem vindo. Vamos,


entre, entre.

NOGUEIRA
(com ar de constrangido e nervoso)

Oi Sr. Menezes, tudo bem? Meu pai


mandou abraços e pediu quando você irá
visitá-lo.

MENEZES
Ora, faz um tempinho que não vejo teu
pai, mas assim que tiver um tempinho

Created using Celtx


2.

vou telefonar pra ele.

2. INT - SALA DE ESTAR

A sala é metodicamente organizada, não há nada fora do lugar


e assim que adentram a sala, Menezes apresenta a Nogueira os
outros moradores.

MENEZES
Meu jovem, essa é minha mulher
Conceição e minha sogra, Dona Inácia.

NOGUEIRA
( mexendo os dedos de maneira nervosa,
gagueja ao falar)

Boa tarde, boa tarde. Meu nome é


Nogueira, é um prazer conhecer vocês.

As duas cumprimentam Nogueira com um aceno de cabeça e


Menezes abraça a mulher.

MENEZES
E então Nogueira, quer alguma coisa
pra beber? Está com fome?

NOGUEIRA
Não, não, muito obrigado Sr. Menezes,
estou bem.

MENEZES
Muito bem. Agora Conceição vai te
mostrar o resto da casa e onde será
seu quarto. Tenho muito trabalho a
fazer, se não te mostrava a casa eu
mesmo. Mais uma vez, seja bem vindo e
sinta-se à vontade.

Menezes pega uma pasta preta que está sob a mesa e se retira
para outro cômodo enquanto Conceição e Nogueira começam o
tour pela casa.

3.INT - QUARTO DO NOGUEIRA - NOITE.

O quarto tem a cama bagunçada com algumas roupas espalhadas


pelo chão e a mesa onde Nogueira estuda está cheia de
cadernos e livros abertos. Nessa cena a mente de Nogueira
volta a nos narrar um pouco sobre os hábitos da casa e de
seus moradores enquanto ele estuda debruçado sobre à mesa.

Created using Celtx


3.

NOGUEIRA(MENTE)
Enquanto o tempo ia passando pude
perceber mais coisas do que devia
sobre o pessoal aqui de casa. Todos
dormem muito cedo e acordam cedo
também, então tive que me acostumar
com os novos horários. O mais difícil
de acreditar foi o fato de uma vez por
semana o Sr. Menezes ir ao cinema sem
nunca ter me levado junto e olha que
eu insistia pra caramba, mas um tempo
depois acabei descobrindo que ele
tinha uma amante ali do bairro e que
Conceição sabia e aceitava o caso dos
dois. Senti muita pena dela, mas como
não há nada que eu possa fazer,
continuei focado em meus estudos,
afinal o vestibular tá chegando.

4.INT - SALA DE ESTAR - NOITE

A cena mostra Nogueira colocando o celular para despertar,


sentando-se na cadeira e abrindo o livro "Os Três
mosqueteiros". Nogueira está arrumado e lê o livro de forma
impaciente e olha alternadamente do livro e para o relógio,
já que não pode se atrasar para missa do galo. Nesse momento
a mente de Nogueira nos narra a situação.

NOGUEIRA(MENTE)
O ano passou e enquanto os resultados
de minha prova não chegam, eu deveria
voltar para Mangaratiba passar as
férias com meus pais, mas resolvi
ficar mais uns dias para poder
assistir a famosa missa do galo. Nessa
noite o escrivão foi ao cinema e como
o resto da casa estava dormindo,
pensei matar o tempo lendo meu livro
enquanto a hora da missa não chega.

Nesse momento Nogueira escuta passos vindos do corredor e


quado se vira assustado vê que Conceição, vestindo um roupão
branco, se aproxima dele. Conceição olha para o relógio e
pergunta:

CONCEIÇÃO
Ainda não foi?

NOGUEIRA
Ainda não, falta um pouco para a meia
noite.

Created using Celtx


4.

CONCEIÇÃO
Que paciente Nogueira!

Nesse momento conceição se aproxima devagar, puxa uma cadeira


e senta na frente de Nogueira

NOGUEIRA
Eu te acordei?

CONCEIÇÃO
Imagina, acordei por acordar

Nogueira olha com atenção os olhos de Conceição. Estes estão


muito bem acordados, como se não estivessem dormindo.

NOGUEIRA
Já está quase na hora de ir

CONCEIÇÃO
Que paciência a sua de esperar
acordado enquanto o despertador não
toca! Não tens medo de fantasmas? Vi
que se assustou enquanto eu chegava.

NOGUEIRA
Me assustei quando escutei os passos,
mas aí vi que era a Sra. que estava
vindo.

CONCEIÇÃO
Que livro é esse? Ah já sei, "Os Três
mosqueteiros".

NOGUEIRA
É esse mesmo. Gosta de ler?

CONCEIÇÃO
Gosto muito de ler romances. Por um
acaso, você já leu a Moreninha?

NOGUEIRA
Tenho ele lá em Mangaratiba.

CONCEIÇÃO
Queria de ter mais tempo para ler meus
livros.

Nesse momento Conceição se inclina para frente e fica mais


perto de Nogueira. Enquanto os dois continuam conversando
sobre livros a câmera foca em primeiro plano no rosto dos
dois. Conceição passa a língua pelos lábios e não desvia o

Created using Celtx


5.

olhar de Nogueira.

NOGUEIRA
Conceição acho que já está na hora de
ir.

CONCEIÇÃO
Mas ainda são onze e meia, tens meia
hora até a missa. Se eu ficasse
acordada até tarde assim, dormiria o
dia todo amanhã, afinal, já estou
ficando velha.

NOGUEIRA
Que velha o que Conceição!

Nesse momento ela sorri e levanta da cadeira, anda até a


janela e olha para a rua enquanto Nogueira a observa
atentamente.

CONCEIÇÃO
Não sei o porquê queres tanto ir a
missa. São todas iguais!

NOGUEIRA
Mas a missa daqui é mais bonita que a
do interior. Até a Santa é maior.

Enquanto Nogueira continua falando das festas do interior,


Conceição se aproxima, da a volta na mesa e senta do lado de
Nogueira. Ela vai se inclinando para mais perto e as mangas
do roupam caem deixando os braços à vista. Nogueira fala mais
alto.

CONCEIÇÃO
Shhh! Minha mãe pode acordar! Ela tem
sono leve.

Agora os dois falam cochichando com os rostos muitos perto um


do outro.

NOGUEIRA
Eu também tenho sono leve. Acho que
somos três sonos leves.

Conceição cruza as pernas e apoia os braços enquanto fala de


episódios ocorridos em um de seus sonhos. Então ela levanta e
cruza os braços. Nogueira se põe de pé, mas ela coloca a mão
no ombro e faz com que ele se sente novamente, sem desviarem
os olhares. Há um instante de silêncio antes de Conceição
olhar para os dois quadros na parede, sem se virar fala:

Created using Celtx


6.

CONCEIÇÃO
Esses quadros já estão velhos. Tenho
que renovar a decoração.

Nogueira começa a dar uma resposta, mas nesse instante o


despertador toca e assusta os dois.

NOGUEIRA
Mas já é hora da missa?

Conceição, com ar de decepcionada, responde de forma curta e


grossa:

CONCEIÇÃO
Óbvio. Vá se não vai se atrasar. Boa
noite, até amanhã.

Agora Conceição caminha para o interior da casa enquanto


Nogueira, após deligar o despertador, abre a porta e caminha
em direção à igreja.

5. EXT - FRENTE DA CASA- DIA

Nogueira pega sua mala e despede-se de Menezes e Conceição na


porta da casa. Ele caminha para a rodoviária pegar o ônibus
de volta para Mangaratiba. Agora a câmera mostra Nogueira de
lado e acompanha seus passos enquanto ele anda na calçada. O
narrador da mente narra os últimos fatos.

NOGUEIRA(MENTE)
No dia seguinte após a missa Conceição
agia normalmente, como se nosso
encontro nunca tivesse acontecido.
Durante a missa não consegui prestar
atenção, minha cabeça tentava entender
o que havia acontecido e se havia
algum significado nisso tudo. Após as
férias eu ainda retornaria ao Rio de
Janeiro, mas recebi a notícia de que o
Sr. Menezes havia morrido. Conceição
mudou-se para outro bairro e fiquei
sabendo que ela casou com um amigo de
trabalho do ex marido. Nunca mais a
vi.

A câmera filma Nogueira de costas enquanto ele caminha e se


afasta cada vez mais. Quando ele sumir ao virar a esquina, a
câmera continua a filmar por mais alguns segundos mostrado
uma última vez a rua antes de cortar a cena.

FIM

Created using Celtx


7.

Turma 301

Membros do grupo: Mariana Bridi, Bernardo Stefanello,


Manuella Rower, Mel Buttenbender, Isadora Patzlaff, Valentina
Paludo, Ana Laura Kammler, João Luis, Lucas do Amaral, Maria
Carolina Buosi, Laura Bampi, Pedro Giuriatti, Beatriz
Bonacina.

Funções

Atores principais: Isadora Patzlaff, Lucas do Amaral, Pedro


Giuriatti e Bernardo Stefanello.

Produção: Manuella Rower, Maria Carolina Buosi, Mel


Buttenbender.

Direção e direção de fotografia: Mariana Bridi.

Roteiro: Bernardo Stefanello.

Direção de arte: Lucas do Amaral, Beatriz Bonacina, Ana Laura


Kammler e Laura Bampi.

Montagem: João Luis e Valentina Paludo

Direção de som: João Luis

Figurantes:

Mariana Bridi, Bernardo Stefanello, Manuella Rower, Mel


Buttenbender, Isadora Patzlaff, Valentina Paludo, Ana Laura
Kammler, Lucas do Amaral, Maria Carolina Buosi, Laura Bampi,
Pedro Giuriatti, Beatriz Bonacina.

Created using Celtx