Você está na página 1de 8

1ª Ministração – Aliança com Deus

Texto-chave: Josué 2:9-21

Uma aliança pode ser definida como “um compromisso sério entre duas partes visando a um
propósito comum”. Em outras palavras, quando duas pessoas assumem uma aliança, elas se
obrigam a cumprir determinadas exigências para alcançar uma benção.

O que estamos firmando hoje é uma aliança. A proposta é que, por dez semanas,
façamos um compromisso de buscar a Deus em oração por um milagre em sua vida. Minha
parte na aliança será orar todos os dias por esse propósito. Sua parte será crer e encontrar-se
comigo uma vez por semana para orarmos juntos e compartilhamos um pouco sobre os
segredos da fé.

Para você entender o que é uma aliança, vamos tomar um exemplo da Bíblia. Uma
mulher chamada Raabe, que morava em Jericó e conheceu dois homens de Deus, num
momento muito difícil de sua vida, pois a cidade estava para ser destruída com toda a
população. Por causa da aliança que fez com aqueles homens (e com Deus), ela e toda a sua
casa foram livradas da morte...

1. Raabe ouviu falar do poder de Deus – Embora não conhecesse ainda o Deus de Israel,
ela ouviu falar das maravilhas que Ele fizera e isso despertou a fé em seu coração. Da
mesma forma, nas próximas semanas sua fé será fortalecida e você poderá ter uma
experiência sobrenatural com Deus.

2. Raabe reconheceu que aqueles dois homens eram enviados de Deus para abençoá-
la – Quando os dois espias de Israel entraram em sua casa, Raabe percebeu que
aquela era uma oportunidade que o Senhor estava lhe dando. Aqueles homens eram
representantes de Deus e estavam ali para abençoá-la. No nosso caso, eu quero fazer
esse papel de enviado de Deus para lhe abençoar. Você só precisa crer nisso.

3. Raabe creu que Deus poderia salvá-la com toda a sua família da iminente
destruição – Apesar de que as perspectivas naturais eram de morte e destruição, ela
creu Deus estava lhe dando uma chance de livramento. Isso é muito importante. A fé
é a única maneira de entrarmos no nível dos milagres. Você precisa crer que este é o
tempo de Deus em sua vida! Jesus sempre falava: “Seja feito conforme a tua fé...”

4. Raabe fez uma aliança e foi fiel – Raabe não apenas creu, mas se comprometeu
numa aliança. Mesmo correndo risco (pois as autoridades de Jericó não queriam os
israelitas ali), mesmo estando cercada de

também conquistou a libertação de sua filha, milagre que ela buscava.

ORAÇÃO E COLOCAÇÃO DA FITA – Após a ministração, ore com seu companheiro de aliança
(encoraje-o a orar também), insistindo pelo milagre em sua vida. Em seguida, conduza-o
numa oração, reafirmando seu compromisso, não só de ir até o fim da “aliança de milagres”,
mas de permanecer buscando a Deus por toda a sua vida. Por fim, troquem as fitas no braço
um do outro.
2ª Ministração – Fé

Texto-chave: Hebreus 11:6

Se o que buscamos é a benção de Deus ou um milagre, precisamos entender que a chave para
isso é a fé. “Sem fé é impossível agradar a Deus” e a Bíblia diz que “é necessário que aquele
que se aproxima de Deus creia que Ele existe e que é galardoador (abençoador) dos que o
buscam”. Muitas vezes, ao agir sobrenaturalmente na vida de pessoas, Jesus dizia: “A tua fé
te salvou...” Portanto, a base para que esta “aliança de milagres” seja bem sucedida é que
tudo seja feito com fé. Vamos entender algumas verdades a esse respeito:

1. A fé é uma convicção interior de que Deus agirá - Hb 11:1 – Esse versículo diz que a
fé é uma convicção de algo que eu ainda espero e uma certeza de algo que ainda não
posso ver. Em outras palavras, é uma confiança de que Deus agirá sobrenaturalmente,
ainda que as circunstâncias não pareçam apontar para isso. Sendo assim, se você quer
um milagre, precisa crer de todo o seu coração que Deus vai fazê-lo.

2. Temos que aprender a andar por fé e não por vista - II Co 5:7 – Muitas vezes
estamos no meio de um problema e tudo parece nos sugerir que não haverá solução.
Entretanto, os que andam pela fé, não dependem do que vêem ou sentem. Eles
crêem que Deus fará o milagre e por isso o buscam. Se não for assim, se houver lugar
para a dúvida no coração, as emoções da pessoa ficam fragilizadas e o Senhor não
encontra meio para atuar (veja Tg 1;6).

3. A palavra de Deus é que alimenta a fé em nosso coração - Rm 10:17 – A Bíblia diz


que “a fé vem pelo ouvir e o ouvir pela palavra de Deus”. É por isso que durante estas
dez semanas sempre teremos um tempinho para compartilhar os princípios da Bíblia.
Isso vai fortalecer a sua fé e lhe ajudar a chegar no nível do milagre.

4. Temos que colocar a nossa fé exclusivamente em Deus - I Pe 1:19-21 – Se você tem


uma chave, mas a usa na porta errada, não conseguirá resultado. Como vimos, a fé é
uma chave, mas ela precisa ser colocada completamente em Deus. Não é o homem, a
religião, os santos, as entidades que poderão realmente lhe abençoar, mas o Senhor.
E Ele está sempre disposto a agir na vida daqueles que n’Ele confiam.

1. A oração coletiva tem muito poder espiritual – At 12:5-10 – Quando os cristãos se


reúnem para orar, coisas sobrenaturais acontecem. Nesse texto, Pedro estava preso
em cadeias, mas a igreja orava intensamente por ele numa casa e um milagre
tremendo aconteceu! Sabe qual foi a primeira coisa que Pedro fez ao ser abençoado?
Procurou o lugar onde a igreja se reunia e foi dar o seu testemunho - veja At 12:11-
12.

ORAÇÃO E COLOCAÇÃO DA FITA – Após a ministração, convide a pessoa a trocar a próxima


fita na sua célula (caso ela esteja sendo acompanhada individualmente e não tenha ido
ainda), fale da sua equipe de intercessores e encoraje-a a ir para receber uma oração de
todos. Orem juntos pelo milagre que ela está buscando e troquem as fitas.
3ª Ministração – A Chave da Benção
Texto-chave: João 15:16

Na última semana refletimos sobre a fé como uma chave para entrarmos no sobrenatural.
Entretanto, não basta ter uma chave para abrir determinada porta. É preciso ter a chave
certa. Como você sabe, toda chave tem um segredo, um desenho ou código específico que a
fará funcionar. No caso do reino de Deus, este segredo é o NOME DE JESUS. Quando buscamos
uma benção ou milagre, precisamos entender e usar o poder desse Nome. É isso que vamos
fazer durante esta semana...

1. Jesus é o único caminho para Deus - Jo 14:6 – Por causa dos nossos pecados, nosso
caminho ficou bloqueado até Deus (mais adiante vamos falar sobre isso). Foi por isso
que Jesus veio e morreu em nosso lugar, pagando o preço pelos nossos pecados.
Agora, Ele é a única maneira de nos aproximarmos de Deus e sermos ouvidos. Suas
palavras são claras: “Eu sou o caminho... Ninguém vem ao Pai a não ser por mim”.
Portanto, não adianta apenas ter fé. É necessário exercer essa fé em nome de
Jesus (veja I Tm 2:5).

2. As promessas de Deus só se confirmam através de Jesus - II Co 1:20 – A Bíblia está cheia de


promessas de Deus para nós. O Deus que não mente diz que já nos abençoou com toda
sorte de bençãos. É como se houvesse um depósito feito para nós no céu, suficiente
para suprir todas as nossas necessidades (físicas, emocionais, familiares, financeiras,
econômicas, etc...). Acontece que tudo isso só pode ser desfrutado com o aval de
Jesus. Ele é o “sim” e o “amém” que precisamos para desfrutar da benção.

3. Jesus é o nome reconhecido no céu - Fp 2:9-11 – Quando nos apresentamos em nome de


Jesus, as portas se abrem para nós. Este é o nome mais importante e poderoso no
mundo espiritual. Os céus o reverenciam e os demônios tremem diante d’Ele. Se no
mundo natural há pessoas tão influentes que quando você se apresenta em nome
delas, as portas se abrem, muito mais do reino de espírito, quando nos apresentamos
respaldados pelo nome de Jesus (veja At 4:12).

4. Usamos o poder do nome de Jesus através da oração - Jo 16:24 – Uma vez que temos fé e a
colocamos completamente em Jesus, o que temos que fazer é orar, pedir. Se não
pedirmos, não vamos receber. Um cheque, para ser descontado, tem que estar
preenchido e assinado. Uma milagre, para ser conquistado, precisa ser buscado em
oração e respaldado pelo nome de Jesus.

10

ORAÇÃO E COLOCAÇÃO DA FITA – Após a ministração, pergunte ao seu companheiro de


aliança se ele quer confirmar a entrega completa do seu coração a Jesus. Conduza-o numa
oração de consagração de sua vida, assumindo o compromisso de deixar o Senhor guiá-lo
através de sua palavra, que está na Bíblia. Depois disso, troquem a fitinhas do braço e
renovem o compromisso de orar todos os dias pelo milagre. Termine esse encontro orando
para que o milagre se realize para a glória de Deus
4ª Ministração – Removendo Obstáculos

Texto-chave: Isaías 59:1-2

Quando buscamos um milagre de Deus, precisamos estar dispostos a remover qualquer tipo de
obstáculo. Esse texto diz que a mão do Senhor não está encolhida e nem o seu ouvido tapado
para que não nos ouça e nos abençoe. Ele tem prazer em suprir nossa necessidade! Acontece
que os nossos pecados funcionam como um obstáculo e fazem separação entre nós e o Senhor.
Se não removermos este impedimento, não temos como alcançar a benção.

Um dia Jesus ressuscitou um homem morto já de quatro dias, chamado Lázaro. Essa história
está narrada em Jo 11:48-44. Enquanto todos choravam, Jesus estava ali para operar um
grande milagre. Entretanto, havia uma grande pedra colocada entre Jesus e Lázaro. Ele
precisava de uma atitude de fé das pessoas que estavam ali sofrendo. Então deu a ordem:
“Tirai a pedra!” Só depois que a família e os amigos de Lázaro removeram o obstáculo, o
milagre foi realizado.

Da mesma maneira, nós devemos tratar de remover tudo aquilo que nos impede de tocar a
benção que precisamos.

1. Reconhecendo o obstáculo do pecado – O texto de Is 59:2 diz que as nossas


iniqüidades nos separam de Deus, ou seja, nossos erros funcionam como uma barreira
à nossa fé. Além disso, a Bíblia diz que todos nós pecamos (ver Rm 3:23). Portanto,
todos nós temos um obstáculo em nosso relacionamento com o Pai. Se não
reconhecermos isso, não conseguiremos vitória. A pior atitude diante de um inimigo é
ignorá-lo. Por isso, precisamos reconhecer o problema do pecado em nossa vida e
buscar uma saída. Obs: pecado é tudo o que fazemos fora da vontade de Deus e em
discordância com sua Palavra, a Bíblia.

2. Removendo o obstáculo do pecado – Cl 2:14 – Jesus veio para nos ajudar a remover
essa barreira. Nenhum homem consegue ser santo diante de Deus com suas próprias
forças. É como se o pecado fosse uma pedra tão grande em nosso caminho que não
temos como tirar. Então Jesus veio e morreu na cruz em nosso lugar, pagando o preço
para que sejamos perdoados e o peso do pecado seja tira de nossa vida. A única coisa
que precisamos fazer e crer em Jesus e invocá-lo como nosso Senhor e Salvador. Isso
abre o caminho para nos relacionarmos com Deus, o Pai.

12

3. Mantendo o caminho livre através da perseverança – Hb 10:36 – Esse texto diz que,
para alcançarmos a promessa de Deus, precisamos perseverar (insistir, continuar),
fazendo a vontade de Deus. Note que precisamos perseverar, mas não de qualquer
jeito. É fundamental que conheçamos e obedeçamos a vontade do Senhor para
conquistar sua benção.

4. Vigiando como outros tipos de obstáculos – Hb 12:1 – Além do pecado, Satanás tenta
colocar outros impedimentos (pesos, embaraços) em nosso caminho para a benção:
resistências em nossa alma, dúvidas, vergonha de assumir nossa fé, palavras
pessimistas... Tudo isso, se admitirmos em nossa vida, nos impede de chegar ao
milagre que buscamos. Por isso, devemos vigiar e rejeitar qualquer pressão que
impeça o exercício da nossa fé.

ORAÇÃO E COLOCAÇÃO DA FITA – Após compartilhar a ministração de maneira simples,


natural e objetiva, as fitas deve ser trocadas e a pessoa deve ser conduzida numa oração de
entrega, reconhecendo seu estado de pecador e invocando a Jesus como seu único Senhor e
Salvador.
5ª Ministração – Entrega

Texto-chave: Salmos 37:4,5

Muitas vezes buscamos a Deus apenas por uma necessidade, sem percebermos que muito
melhor do que conseguir uma bênção é ter o Abençoador todo o tempo ao nosso lado. Aqueles
que descobrem esse segredo, não apenas provam um milagre em suas vidas, mas vivem
abençoados.

O segredo para termos uma vida debaixo do favor de Deus é nos entregarmos inteiramente a
Ele. A entrega é a atitude que confirma a nossa fé e faz com que passemos a ser governados
e cuidados pelo Senhor.

Entregar está ligado à confiança (fé). É por isso que o texto bíblico diz “entrega teu caminho
ao Senhor e confia n’Ele”. Se não confiarmos em Deus ao ponto de submetermos nossa
vontade à sua, Ele não poderá cuidar do resto, pois não terá o controle sobre nós.

1. Deus espera nossa entrega para dirigir a nossa vida - Ap 3:20 – Nossa vida pode ser
comparada a uma casa cujas chaves ficam do lado de dentro. Ou abrimos e
convidamos Jesus para reinar, ou Ele ficará de fora, pois nunca invadirá o nosso
espaço à força. Se você quer que Deus esteja na direção do seu veículo (sua vida),
terá que dar o comando a Ele e deixá-lo guiar segundo a sua vontade.

2. Entregar o nosso coração ao Senhor é aceitar seu governo sobre nós – Lc 6:46
– Jesus morreu para ser Senhor das nossas vidas. Ele pagou com seu sangue por nós,
para estabelecer sua vontade e conduzir-nos num caminho de vida abundante. Nossa
vida foi comprada na cruz e agora precisamos entregá-la. Isso significa aceitar o
governo d’Ele sobre nós, submetendo-nos à sua palavra e não mais nos guiando por
nós mesmos. Leia Pv 3:5.

3. O que mais Deus quer de nós é o nosso coração – Pv 23:26 – Dar o nosso coração ao
Senhor é amá-lo, deixando nossas necessidades, sonhos e vontade em suas mãos.
Assim como nós temos prazer em abençoar aqueles que nos amam e não aqueles que
se aproximam de nós só por interesse, Deus tem aliança com quem tem aliança de
amor com Ele.

4. Ele foi o primeiro a entregar o seu melhor por nós – Rm 5:8 – Muitas pessoas
pensam que Deus é exigente por esperar que nos entreguemos inteiramente a Ele,
rendendo nossa vontade à sua. Entretanto, o

14

ORAÇÃO E TROCA DA FITA - Após compartilhar a palavra, troque as fitas (colocando a que
traz a frase “A Chave da Benção”) e leve o seu parceiro de aliança a orar com você
reconhecendo Jesus como único caminho para o Pai e enfatizando o poder do Nome de Jesus.
Antes de ir incentive-o a orar todos os dias e confirme o próximo encontro.
6ª Ministração – O Poder da Concordância

Texto-chave: Mateus 18:19

As conquistas espirituais sempre demandam uma batalha espiritual. Se por um lado Deus quer
nos abençoar, por outro o reino das trevas luta para resistir-nos, lançando desânimos, dúvidas
e fazendo de tudo para que não perseveremos ao ponto de vermos o milagre acontecer.

É por isso que precisamos de apoio, ajuda de gente que tenha fé e esteja disposta a lutar ao
nosso lado por uma conquista.

A Bíblia nos ensina que, quando duas ou três pessoas concordam com alguma coisa e oram
juntas - Dentro dos princípios de Deus, é claro! - o Pai concede o que estão buscando.
Portanto, há um tremendo poder na concordância em fé!

1. É melhor serem dois do que um - Ec 4:9-12 – Não podemos andar sós. Deus não nos
fez para a solidão, a independência ou o isolamento. Quando estamos em aliança com
outros cristãos (gente de fé, que crê conosco), somos fortalecidos em nossa esperança
e supridos em nossa necessidade de apoio. Essa é uma das maiores riquezas dessa
“aliança de milagres”. Além de ter um companheiro orando por você todos os dias, há
ainda uma equipe de amigos (que chamamos “célula”) que se reúne para interceder
pela bênção. Somos muito ajudados se compreendermos a importância de nos
reunirmos juntos.

2. Deus tem uma família e é importante fazer parte dela – Jo 1:11,12 – Embora a
maioria das pessoas se diga “filho de Deus”, a Bíblia nos mostra que os filhos de Deus
são aqueles que recebem a Jesus, o Unigênito do Pai (Filho Único), como seu Senhor e
Salvador. Quando tomamos esta decisão, somos adotados como filhos de Deus e
passamos a fazer parte de uma grande família. Esse é o conceito de igreja. Não uma
instituição, organização ou religião, mas uma família de homens e mulheres que
aceitaram a paternidade de Deus.

3. Freqüentar um grupo cristão não salva, mas fortalece a nossa fé – Hb 10:23-25 –


Esse texto fala sobre a importância de nos estimularmos uns aos outros e de
congregar, ou seja, reunir-nos sempre com outros irmãos, para não perdermos a fé.
Essa é a importância da igreja (célula). Quem salva é Jesus, mas os irmãos nos
fortalecem e ensinam o caminho de Deus.

16

ORAÇÃO E TROCA DA FITA - Após compartilhar sobre a fé, troque a fita no seu braço e no
braço da pessoa que está em aliança com você (tire a fita da “Aliança com Deus” e coloque a
da “Fé”). Lembre que este é o sinal da aliança e que esta semana vocês vão exercitar a fé em
Deus todos os dias, orando e crendo pelo milagre. Já com a fita da “Fé”, leve a pessoa a orar,
confessando sua confiança em Deus e depois ore por ela, concordando com a benção. Depois
de orar, confirme o dia e hora do próximo encontro entre vocês.
7ª Ministração – Perseverança

Texto-chave: Hebreus 10:36

A perseverança é uma das virtudes mais importantes para alguém que busca uma conquista
espiritual. Ela é a capacidade de crermos até o fim e insistirmos com Deus até que vejamos
nossa causa atendida.

Muitos têm perdido a bênção porque não perseveram até o fim. São reprovados em sua fé
porque, no tempo de Deus liberar o milagre, já desistiram. Como o Senhor é um Deus de
aliança, Ele quer ver o nível de compromisso que há no coração daqueles que o buscam, o
quanto crêem e desejam sua intervenção.

1. Na perseverança, ganhamos nossa alma - Lc 21:19 – Quando na Bíblia lemos a


palavra “alma”, muitas vezes ela se refere às emoções do ser humano. Aí está um
grande desafio para nós! É comum vermos nossa alma dando mais valor às aparências
e circunstâncias do que à vontade de Deus. Nossa alma quer se firmar na razão,
enquanto o Senhor espera que vivamos pela fé. A única maneira de ganhar esse jogo
contra a alma é decidirmos perseverar, ou seja, não desistir, mesmo que tudo pareça
estar piorando.

2. Só a perseverança nos coloca na categoria dos aprovados – Tg 1:12 – Muitas vezes o


Senhor nos provará para ver o nível da nossa fé. Nem sempre o milagre acontece
instantaneamente, assim que cremos, mas só depois que passarmos pela prova da
perseverança. Aí, então, estaremos aptos para a bênção.

3. Deus quer ver a nossa insistência – Lc 18:2-7 – Esta parábola é interessante porque
nela Jesus nos incentiva a insistir com Deus até que Ele nos responda. Nela, o Mestre
usa a figura de um juiz mau, que de tanto ser cobrado por uma viúva, acaba julgando
a sua causa. A conclusão de Jesus é: “Se um juiz mau atende a alguém devido à sua
insistência, quanto mais o Pai Celestial que nos ama!”

4. O valor de perseverar contra as circunstâncias – Mt 15:21-28 – Neste relato bíblico,


vemos uma mulher sendo provada em sua fé. Ela necessitava de uma intervenção de
Deus e a buscou, mas a princípio só recebeu como resposta o silêncio, o desestímulo e
a humilhação. Entretanto, ela não desistiu! Sua humildade, perseverança e ousadia,
não apenas fizeram com que Jesus classificasse sua fé como “grande”, mas

18

pessoas que não criam em Deus, ela assumiu o compromisso de acolher e proteger
aqueles espias (representantes do Senhor) e de juntar sua família naquela fé. Se ela
deixasse de cumprir sua parte, Deus não teria que livrá-la. Por isso, ala foi
absolutamente fiel... Assim também você precisa fazer. Ainda que muitos de seus
amigos não creiam ou não compreendam, seja fiel na aliança de milagres, ore
diariamente pelo milagre e não quebre o compromisso de uma vez por semana nos
encontrarmos para ter um momento de oração e compartilhar juntos.

5. Raabe usou um sinal da aliança – Toda aliança deve ter um sinal visível. No
casamento, um anel representa o compromisso de fidelidade. Quando fazemos um
contrato, nossa assinatura é o sinal que valida tudo. Raabe foi instruída a usar uma
corda vermelha na janela de sua casa como sinal da aliança. Aquilo não era um
amuleto, pois sua confiança não estava na corda, mas no Deus de Israel. Entretanto,
aquela corda era um símbolo visível de que ela havia entrado numa aliança com Deus
e de que permanecia crendo... Na “Aliança de Milagres” que estamos fazendo hoje,
nós também usaremos um sinal: uma fitinha no braço com a inscrição de um segredo
espiritual que você vai entender. A cada semana trocaremos esta fita. Ela servirá para
nos lembrar de que estamos na aliança e para representar diante do Senhor a nossa
fé.
ORAÇÃO E COLOCAÇÃO DA FITA – Após compartilhar a ministração de maneira simples,
natural e objetiva, o consolidador deve fazer uma oração com a pessoa (levando-a a repetir),
confirmando a aliança e colocando claramente diante de Deus o objetivo desta busca.
Terminar colocando a primeira fita nos braços de ambos e confirmando a data e hora da
próxima

Você também pode gostar