Você está na página 1de 69

2ª edição

Publicado em Novembro de 2018, atualizada até junho de 2019.


Apresentamos a 2ª Edição do GUIA DE FOMENTO À INOVAÇÃO PARA O SETOR DE TIC, uma publicação
produzida pela ABES – Associação Brasileira das Empresas de Software e a ABGI, consultoria
especializada em incentivos fiscais, gestão da inovação e gestão financeira.

Na detalhada organização deste guia, reunimos informações sobre os principais mecanismos e


programas, com suas respectivas linhas de financiamento ou de incentivos fiscais de apoio à inovação no
Brasil. Ele foi atualizado com dados disponibilizados pelos órgãos até maio de 2019.

Consideramos fundamental que as empresas tenham conhecimento destes instrumentos e da forma


como operam, para que possam identificar aqueles que mais se adequam ao seu negócio e seus
objetivos de mercado.

Destacamos que é importante ter uma visão ampla da inovação, pois ela pode ocorrer em produtos,
serviços, tecnologias ou processos, ser disruptiva ou incremental.

A ABES e a ABGI acreditam que fomentar a inovação é essencial para o desenvolvimento econômico e
social do Brasil, principalmente diante da nova sociedade do conhecimento e do processo de
transformação digital. Seja protagonista desta evolução!
 
Boa leitura!
*Estes programas e mecanismos podem ser modificados ou descontinuados pelos órgãos responsáveis por sua gestão, sem aviso prévio.
SOBRE A ABES

Desde a sua fundação, a ABES – Associação Brasileira das Empresas de Software trabalha para
estabelecer um mercado de TI aberto, que permita ao Brasil competir internacionalmente. É uma
das poucas associações que acumula diversas conquistas em benefício de seus associados, como a
regulamentação da comercialização de software e a definição da matriz tributária para o setor.

A ABES participa ativamente da evolução do setor e continua a evidenciar a importância do


Mercado Brasileiro de Software e Serviços de TI, reivindicando políticas públicas para a construção
de um modelo setorial forte e estrategicamente adequado à realidade global.

A associação representa, aproximadamente, 2 mil empresas, que totalizam cerca de 85% do


faturamento do segmento de software e serviços de tecnologia da informação no mercado
brasileiro. Estas empresas estão distribuídas em 23 Estados brasileiros e no Distrito Federal e são
responsáveis pela geração de mais de 205 mil empregos diretos, com um faturamento anual da
ordem de R$ 61 bilhões (2018).
 
A ABES representa as startups, micro, pequenas, médias e grandes empresas e promove a
integração entre seus associados por acreditar que juntos serão mais fortes e mais competitivos. A
entidade também tem representatividade por meio de convênios firmados com os principais atores
regionais do setor tecnológico brasileiro,

Saiba mais: abessoftware.com.br/associados/entidades-conveniadas-e-parceiras


SOBRE A ABGI

A ABGI Brasil é uma consultoria pioneira que atua desde 2006 no Brasil na Gestão Estratégica dos
Recursos Financeiros e Processos para Inovação.

A consultoria apoia empresas na criação da estratégia de acesso e utilização de fomento à inovação


e incentivos fiscais, priorização do portfólio e na combinação dos instrumentos disponíveis no Brasil
e em outros países, para maximização dos investimentos em inovação.

A ABGI Brasil faz parte do ABGI Group, consultoria internacional com presença em mais de 13
países, contando com mais de 200 profissionais das mais diversas nacionalidades e áreas de
atuação.
Conheça melhor os serviços e conteúdos exclusivos no site: brasil.abgi-group.com
ÍNDICE RECURSOS REEMBOLSÁVEIS

27. BNDES: Finem Inovação 50. BNDES: Fundo de Co-Investimento Anjo


RECURSOS NÃO REEMBOLSÁVEIS 51. BNDES: BNDES Debt I
28. BNDES: Finem - Tecnologia da Informação (antigo BNDES
Prosoft Empresa)
7. EMBRAPII: Fomento à Inovação Industrial
52. Finep e BNDES: Fundo Primatec
29. BNDES: Cartão BNDES
53. Finep: Programa de Investimento em Startups Inovadoras
8. EMBRAPII e Sebrae: Subsídios de Inovação para MPE
30. BNDES: BNDES THAI - Títulos Híbridos de Apoio à
54. BNDES: BNDES Garagem – Apoio ao Desenvolvimento de
9. EMBRAPII: PPI IoT/Manufatura 4.0 Inovação
Startups
10. MCTIC e SEBRAE: Programa Centelha 31. BNDES: BNDES Direto 10 - Tecnologia da Informação
55. Comgás: Inova Comgás
11. Sebrae: Sebraetec 32. Finep: Finep Inovação
56. EDP: EDP Starter Brasil
12. Sebrae e SENAI: Sibratecshop 36. Finep: Finep Conecta
57. ENEL: Energy Start
13. CNPq: Programa para Concessão de Bônus Tecnológicos e
37. Finep: Finep Educação 58. Darwin Startups: Darwin Startups
Capacitação para Inovação em Manufatura Avançada

14. FAPESP: Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas – PIPE 38. Finep: Finep IoT

39. Finep: Finep Inovacred 4.0


BOLSAS DE PD&I
15. FAPESP: Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas –
PAPPE/PIPE Fase 3
40. Finep: resumo das condições de financiamento 59. CNPq e IEL: Inova Talentos
16. FAPESP: Programa de Apoio à Pesquisa em Parceria para
Inovação Tecnológica – PITE 42. Finep: Programa de Aquisição e Implantação de Software 60. CNPq e IEL: Inova Global

17. FAPESP: Consórcios Setoriais para Inovação Tecnológica – 61. MCTIC, SEPIN e CNPq: Startup Brasil
43. Finep:. Crédito Descentralizado: Inovacred Parceiros e
ConSITec Inovacred Conecta
18. FAPESP: Centro de Pesquisa em Engenharia INCENTIVOS FISCAIS
44. Finep: Crédito Descentralizado: Inovacred Expresso
19. Finep: EUREKA GlobalStars Brasil 2018 62. MCTIC: Lei do Bem
45. Banco do Nordeste: FNE Inovação – Programa de
20. SENAI e SEBRAE: Edital de Inovação para a Indústria - Financiamento à Inovação 63. MCTIC: Incentivo Fiscal à Capacitação no Setor de Software
Categoria C
46. Desenvolve SP: São Paulo Inova 64. Programa Municipal: ISS Tecnológico
21. SENAI, SESI e SEBRAE: Edital de Inovação para a Indústria
47. BNDES: MPME Inovadora
22. BNDES: BNDES Pilotos IoT
OUTROS MECANISMOS
23. SENAI, BNDES e EMBRAPII: Pilotos IoT para Indústria INVESTIMENTO DIRETO OU FUNDOS
65. SEBRAE e Anprotec: Programa Nexos
24. ABDI: Programa Nacional Conexão Startup Indústria
48. BNDES, Finep, Embraer e Desenvolve SP: Fundo de 66. Empresa Simples de Crédito
25. Softex: TechD – Tecnologias Digitais Emergentes Investimento em Participação (FIP) Aeroespacial
26. Softex: Conecta Startup Brasil 49. BNDES: Fundos de Capital Semente – CRIATEC III 67. Inova Simples
LEGENDA
TIPOS DE RECURSOS: ABRANGÊNCIA: PÚBLICO ALVO:

Recursos não reembolsáveis Nacional $

Apoio financeiro, a fundo perdido, concedido para a execução de projetos Abrangência nacional, podendo participar da linha empresas Micro empresas ou empresas de pequeno porte,
de desenvolvimento científico e tecnológico, de infraestrutura de pesquisa, e organizações de qualquer Estado do Brasil. isso é, com receita bruta anual de até R$ 4,8
bem como de capacitação de recursos humanos. milhões.

Regional
Recursos reembolsáveis
$$
Somente podem pleitear os recursos disponíveis empresas
Crédito concedido às instituições que demonstrem capacidade de
que possuem unidade no Estado da agência de fomento. Média empresa é aquela com receita bruta anual
pagamento e condições para desenvolver projetos de PD&I.
maior que R$ 4,8 milhões e menor ou igual a R$
300 milhões.
Investimento Direto ou Fundos Municipal
Recursos financeiros aportados diretamente na empresa por uma instituição A empresa precisa realizar a atividade no Município que $$$
ou fundo de investimento. concede os incentivos fiscais.
Grande empresa é aquela com receita bruta anual
Bolsas de PD&I maior que R$ 300 milhões.
STATUS:
Recursos financeiros concedidos para a formação de recursos humanos no
campo da pesquisa científica e tecnológica, em universidades, institutos de
pesquisa, centros tecnológicos e de formação profissional, tanto no Brasil Aberto
como no exterior.
Edital ou linha que estão abertos no momento da publicação
do Guia, seja por ser de fluxo contínuo ou pela data de
Incentivos Fiscais submissão.

Renúncias fiscais concedidas pelo governo para promover os investimentos


empresariais em inovação mediante mecanismos diversos. Periódico

Outros mecanismos Edital ou linha que estão fechados, sem aceitar submissão,
no momento da publicação do Guia.
Mecanismos implementados pelo Governo, para promover a inovação.
Recursos não reembolsáveis Nacional Aberto $ - $$$

EMBRAPII (MCTIC, MEC e MS)


Fomento à Inovação Industrial
https://embrapii.org.br/

Materiais
OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS avançados
CNPEM
Fomentar projetos de Pesquisa, Bioprodução e IPT MAT

Desenvolvimento e Inovação na indústria Bolsas* bioeconomia CSEM Inteligência


ISI POLÍMEROS
TECNOGREEN/POLI-USP IFES
artificial
brasileira. Construção Civil IPT-BIO COPPEA/UFRJ DCC/UFMG
EMBRAPA AGROENERGIA CEEI/UFCG
ESALQ/USP ISI EMBARCADOS

PÚBLICO Despesas com PI CNPEM


ISI BIOMASSA

Despesas com viagens Big data e análise


Empresas industriais de todos os portes. de dados
Manufatura
aditiva
DCC/UFMG
Mão de Obra CEEI/UFCG SENAI/CIMATEC

PRAZO
TECGRAF/PUC-RIO
ISI EMBARCADOS MANUFATURA ISI LASER
ISI METAL MECÂNICA
Matéria-prima
Fluxo contínuo. AVANÇADA
Máquinas e Equipamentos
Produtos Computação em
Material de Consumo inteligentes nuvem
CONDIÇÕES DE APOIO CERTI DCC/UFMG
Serviços de Terceiros ELDORADO CEEI/UFCG
A EMBRAPII aporta, no máximo, 1/3 dos INATEL
ISI METAL MECÂNICA
CERTI
ISI EMBARCADOS
recursos dos projetos das Unidades e Polos Software IFSC

EMBRAPII. Os outros 2/3 restantes são Sensores


Interação avançado
homem-máquina
divididos, caso a caso, entre as Empresas e a inteligentes
máquina-máquina
Unidade EMBRAPII. IFSCA/USP-SC
ELDORADO Digitalização da TECGRAF/PUC-RIO
ISI METAL MECÂNICA
CPqD produção ISI EMBARCADOS
LACTEC
INDT/MANAUS SENAI/CIMATEC
CSEM
TECGRAF/PUC-RIO CPqD
IFPB
ISI METAL MECÂNICA

* Apoio via Programa Talentos para Inovação: Capes, CNPq, IEL


Recursos não reembolsáveis Nacional Aberto $ - $$$

EMBRAPII (MCTIC, MEC e MS) E SEBRAE


Subsídios de Inovação para MPE
https://embrapii.org.br/

Materiais
OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS avançados
CNPEM
Fomentar projetos de Pesquisa, Bioprodução e IPT MAT

Desenvolvimento e Inovação na indústria Bolsas* bioeconomia CSEM


ISI POLÍMEROS
Inteligência
TECNOGREEN/POLI-USP IFES
artificial
brasileira. Construção Civil IPT-BIO COPPEA/UFRJ DCC/UFMG
EMBRAPA AGROENERGIA CEEI/UFCG
ESALQ/USP ISI EMBARCADOS

PÚBLICO Despesas com PI CNPEM


ISI BIOMASSA

Micro e pequenas empresas, Despesas com viagens Big data e análise


Manufatura
de dados
microempreendedores individuais e startups DCC/UFMG
aditiva
de base. Mão de Obra CEEI/UFCG SENAI/CIMATEC
TECGRAF/PUC-RIO
ISIS EMBARCADOS MANUFATURA ISI LASER
ISI METAL MECÂNICA
Matéria-prima
PRAZO AVANÇADA
Fluxo contínuo. Máquinas e Equipamentos
Produtos Computação em
Material de Consumo inteligentes nuvem
CONDIÇÕES DE APOIO CERTI DCC/UFMG
Serviços de Terceiros ELDORADO CEEI/UFCG
A EMBRAPII aporta, no máximo, 1/3 dos INATEL
ISI METAL MECÂNICA
CERTI
ISI EMBARCADOS
recursos dos projetos das Unidades e Polos Software IFSC

EMBRAPII. Os outros 2/3 restantes são Sensores


Interação avançado
homem-máquina
divididos, caso a caso, entre inteligentes
máquina-máquina
SEBRAE/Empresas e a Unidade EMBRAPII. IFSCA/USP-SC
ELDORADO Digitalização da TECGRAF/PUC-RIO
ISI METAL MECÂNICA
CPqD produção ISI EMBARCADOS
LACTEC
INDT/MANAUS SENAI/CIMATEC
Formas de apoio do Sebrae para MPEs: CSEM
TECGRAF/PUC-RIO CPqD
IFPB
ISI METAL MECÂNICA
1. Desenvolvimento Tecnológico:  aporte do Sebrae de até 70% da contrapartida, limitado a R$ 210.000,00.
2. Encadeamento Tecnológico: aporte máximo de 80% da contraparte da MEI e/ou MPE, limitado a R$
300.000,00. Contrapartida da grande empresa de 10% no mínimo. * Apoio via Programa Talentos para Inovação: Capes, CNPq, IEL
Recursos não reembolsáveis Nacional Aberto $ - $$$

MCTIC
EMBRAPII-PPI IoT/Manufatura 4.0
https://embrapii.org.br/institucional/manuais/orientacao-operacional-ppi-iot-manufatura-4-0-01-2019/

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Fomentar projetos de Pesquisa, No modelo Tipo 1, o aporte da EMBRAPII
Desenvolvimento e Inovação em Bolsas*
chega até 1/3 do valor do projeto com
IoT/Manufatura 4.0 na indústria brasileira. Construção Civil recursos não reembolsáveis. Já o modelo tipo
2 garante até 50% de recursos não
Despesas com PI
reembolsáveis para o desenvolvimento do
Despesas com viagens projetos desenvolvidos por mais de uma
PÚBLICO empresa, sendo que ao menos uma tenha
Empresas de todos os portes e com projetos Mão de Obra Receita Operacional Bruta (ROB) do ano
de PD&I na área. anterior igual ou inferior a R$ 90 milhões
Matéria-prima
Máquinas e Equipamentos

PRAZO Material de Consumo

Fluxo contínuo. Serviços de Terceiros


Software
Recursos não reembolsáveis Nacional Aberto $ - $$

FINEP E MCTIC
Programa Centelha
http://www.programacentelha.com.br/

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS PERÍODO DE INVESTIMENTO


Estimular a criação de empreendimentos Os empreendedores receberão cerca de 12 meses a partir da contratação dos projetos
inovadores, a partir da geração de novas R$ 50 mil reais na forma de subvenção aprovados.
ideias, e disseminar a cultura do econômica e os itens financiáveis variam
empreendedorismo inovador em todo de acordo com os editais de cada estado
território nacional, incentivando a mobilização participante.
e a articulação institucional dos atores nos
ecossistemas locais, estaduais e regionais de
inovação do país.

TEMÁTICAS
PÚBLICO
Automação, Big Data, Biotecnologia e
• Pessoas Físicas que atendam às Genética, Blockchain, Design,
exigências dos editais estaduais; Eletroeletrônica, Geoengenharia,
• Empresas com faturamento anual bruto Inteligência Artificial e Machine Learning,
de até R$ 4.800.000,00 (quatro milhões Internet das coisas (IoT), Manufatura
e oitocentos mil reais) criadas e com até avançada e Robótica, Mecânica e
12 meses da criação da empresa. Mecatrônica, Nanotecnologia, Química e
(Novos Materiais), Realidade aumentada,
Realidade virtual, Segurança, privacidade 20 estados + DF
PRAZO e dados, Tecnologias Sociais, e TI (e
Chamada pública por estado participante em Telecom)
2019. Edital prorrogado até o dia 29/08/2019.
Recursos não reembolsáveis Nacional Aberto $

SEBRAE
Sebraetec
http://www.sebrae.com.br/sebraetec

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Viabilizar o acesso a serviços tecnológicos e Bolsas A partir de 2017, com o aumento do apoio do
de inovação, visando à melhoria de Sebrae, os clientes poderão receber subsídios
processos, produtos e serviços. Construção Civil de pelo menos 70% do valor pago pelos
serviços tecnológicos e de inovação.
Despesas com PI
Despesas com viagens
PÚBLICO Mão de Obra
Microempresas; Matéria-prima
Empresas de pequeno porte;
Produtores rurais; Máquinas e Equipamentos
Microempreendedores individuais.
Material de Consumo
Serviços de Terceiros
PRAZO Software
Fluxo contínuo.
Recursos não reembolsáveis Nacional Aberto $

SEBRAE E SENAI
Sibratecshop
http://www.lababerto.com.br/

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Promover interação entre inventores, Bolsas Subsídio de até 70% para despesas com
empreendedores e laboratórios abertos para projetos dos clientes nos laboratórios abertos
prototipagem de produtos e serviços. Construção Civil participantes, conforme regras do Programa
Sebraetec.
Despesas com PI
Despesas com viagens
PÚBLICO Mão de Obra
Inventores (microempreendedor individual); Matéria-prima
Empreendedores;
Startups. Máquinas e Equipamentos
Material de Consumo
Serviços de Terceiros
PRAZO Software
Fluxo contínuo.
Recursos não reembolsáveis Nacional Periódico $ - $$$

CNPq
Programa para Concessão de Bônus Tecnológicos e Capacitação para Inovação em Manufatura
Avançada
http://cnpq.br/web/guest/chamadas-publicas?p_p_id=resultadosportlet_WAR_resultadoscnpqportlet_INSTANCE_0ZaM&id=47-1199-5806&detalha=chamada
Detalhada&filtro=abertas

OBJETIVO PRAZO CONDIÇÕES DE APOIO


• Conceder bônus tecnológico, instrumento
previsto no Marco Legal da Inovação (Decreto n° 02/10/2018. Tal apoio se dará por meio da concessão de
9.283/2018); Bônus Tecnológico conjugado com bolsas para
• Apoiar o desenvolvimento de soluções de Sem edital aberto no momento. capacitação e desenvolvimento tecnológico.
manufatura avançada por MPE;
• Capacitar recursos humanos para o PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS
empreendedorismo e para a inovação;
• Incentivar a participação de pesquisadores e Bolsas
especialistas em projetos de PD&I em MPE; Construção Civil
• Fortalecer parcerias qualificadas entre MPE e
médias e grandes Empresas. Despesas com PI
Despesas com viagens

Mão de Obra
PÚBLICO
Apoiar projetos de pesquisa, Máquinas e Equipamentos
desenvolvimento e inovação (PD&I) para Matéria-prima
soluções em produtos, processos e serviços
para manufatura avançada, realizados por Material de Consumo
micro e pequenas empresas (MPE) em
parceria com médias e grandes empresas Serviços de Terceiros
(Empresa Parceira/Âncora). Software
Recursos não reembolsáveis Regional Periódico $

FAPESP
Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas – PIPE
http://www.fapesp.br/pipe/

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Apoiar a execução de pesquisa científica e/ou Bolsas Não é necessário contrapartida por parte da
tecnológica em pequenas empresas no empresa e a FAPESP não recebe cotas da
Estado de São Paulo. Construção Civil mesma. Entretanto, a FAPESP recebe um
percentual do faturamento líquido gerado
Despesas com PI
pela propriedade intelectual resultante do
Despesas com viagens projeto financiado.
PÚBLICO
Mão de Obra
Pequena empresa executora do projeto deve
ter até 250 empregados, independente do seu Matéria-prima
faturamento, ser sediada e realizar a pesquisa
no Estado de São Paulo. Ou pequena empresa Máquinas e Equipamentos
que poderá ser constituída após a aprovação Material de Consumo
do mérito da proposta para a Fase 1.
Serviços de Terceiros

Software

PRAZO
Encerrado 2º ciclo de 2019 em 29/04/2019.

Aguardando abertura de nova chamada.


Recursos não reembolsáveis Regional Periódico $ - $$

FAPESP
Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas – PAPPE/PIPE Fase 3
http://fapesp.br/pipe/pappe_pipe/4/

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Financiar o desenvolvimento de pesquisas Bolsas O edital não determina um percentual (ou
inovadoras, a serem executadas em pequenas valor) mínimo que a empresa deve oferecer
empresas sediadas no Estado de São Paulo, Construção Civil como contrapartida, porém a proponente
sobre importantes problemas em ciência e deve demonstrar contrapartida
Despesas com PI
tecnologia que tenham alto potencial de economicamente mensurável em itens de
retorno comercial ou social. Despesas com viagens despesa relacionados com a execução de
atividades de pesquisa.
PÚBLICO Mão de Obra

Micro, pequenas e médias empresas brasileiras, Matéria-prima


sediada no Estado de São Paulo. Máquinas e Equipamentos
A chamada oferece recursos para empresas
que já tenham conduzido pesquisas com Material de Consumo
resultados em produtos, processos e serviços
Serviços de Terceiros
inovadores no âmbito de projetos financiados
pelo Programa FAPESP Pesquisa Inovativa em Software
Pequenas Empresas (PIPE), Fase 1 ou Fase 2, ou
em projetos equivalentes conduzidos com
recursos de outras fontes

PRAZO
Encerrada a 7ª Rodada em 13/05/2019.
Recursos não reembolsáveis Regional Aberto $ - $$$

FAPESP
Programa de Apoio à Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica – PITE
http://www.fapesp.br/pite/

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Intensificar o relacionamento entre ICTs e Bolsas As empresas parceiras devem
centros de pesquisa empresariais para a necessariamente contribuir para o
realização de projetos de pesquisa para Construção Civil financiamento do projeto de pesquisa com
inovação. uma contrapartida de recursos próprios ou de
Despesas com PI
terceiros.
Despesas com viagens
PÚBLICO Mão de Obra
Instituições de Ensino Superior e ICTs públicas e Matéria-prima
privadas do Estado de São Paulo em
cooperação com pesquisadores de centros de Máquinas e Equipamentos
pesquisa de empresas localizadas no Brasil ou
Material de Consumo
no exterior, sendo o proponente um
pesquisador responsável com vínculo Serviços de Terceiros
empregatício com uma instituição de pesquisa
do Estado de São Paulo. Software

PRAZO
Fluxo contínuo.
Recursos não reembolsáveis Regional Aberto $ - $$$

FAPESP
Consórcios Setoriais para Inovação Tecnológica – ConSITec
http://www.fapesp.br/consitec

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Intensificar o relacionamento entre O programa oferece auxílios para a As instituições de pesquisa do consórcio
universidades ou institutos de pesquisa e implantação e modernização da infraestrutura devem se comprometer a participar do
centros de pesquisa empresariais para a de laboratórios de grupos voltados para a custeio do consórcio, enquanto as empresas
realização de projetos de pesquisa para pesquisa tecnológica instalados em uma ou devem se comprometer a investir um mínimo
inovação. mais instituições de pesquisa e também de R$ 50 mil por ano, na forma de taxa de
concede auxílios associação.
PÚBLICO individuais a pesquisadores.
A participação da FAPESP nesse
Consórcio entre um grupo de pesquisadores de
financiamento deve ser entendida como
uma ou mais instituições de pesquisa e um
apoio à implantação do consórcio, não
conglomerado de, ao menos, três empresas
podendo superar 50% dos investimentos
independentes, com interesses tecnológicos
requeridos e o limite anual de R$200 mil.
comuns. Será apoiado um único consórcio em
cada setor tecnológico.

PRAZO
Fluxo contínuo.
Recursos não reembolsáveis Regional Aberto $ - $$$

FAPESP
Centro de Pesquisa em Engenharia
http://www.fapesp.br/cpe/

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Financiar Centros de Pesquisa em Engenharia ▪ Os objetivos do Centro são definidos a
com projetos de pesquisa de grande ousadia Bolsas partir de uma pauta de desafios da
sediados em universidades e/ou institutos de Infraestrutura Empresa parceira e as decisões relevantes
pesquisa, por 10 anos com avaliações de compartilhadas com a Fapesp.
Custos de PI
continuidade ao longo de sua implementação.
▪ Um diretor adjunto ao Centro deve ser
Viagens
indicado pela Empresa.
Custos de pessoal ▪ O centro deve ser capaz de desenvolver
PÚBLICO Materiais de consumo conexões internacionais altamente
competitivos.
Instituições de Ensino Superior (IES) e Ciência e Máquinas e equipamentos
Tecnologia (ICT) públicas e privadas do Estado Serviços de terceiros
de São Paulo em cooperação com
pesquisadores de centros de pesquisa de Software BENEFÍCIOS
empresas localizadas no Brasil ou no exterior. Participação em eventos científicos
Espera-se que, em média, a empresa
aporte recursos similares ao da Fapesp e
que as ICTs aportem, em termos
econômicos (salários e infraestrutura),
PRAZO
recursos equivalentes à soma dos
Edital induzido: negociação com a Fapesp. aportes das empresas e da Fapesp.
Recursos não reembolsáveis Nacional Periódico $ - $$$

FINEP
EUREKA – GlobalStars Brasil 2018
http://finep.gov.br/chamadas-publicas/chamadapublica/622

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Fomentar a cooperação em pesquisa e Bolsas FINEP
inovação entre empresas brasileiras e dos O valor mínimo para empresas brasileiras é EUR
seguintes países membros da Rede: Áustria; Construção Civil 100.000 e o valor máximo EUR 1.000.000:
Bélgica; França; Alemanha; Holanda; Espanha e - max. 80% dos custos elegíveis para pequenas
Despesas com PI
empresas,
Suíça.   Despesas com viagens - max.  60% dos custos elegíveis para médias
empresas, e
Mão de Obra - max. 40% para grandes empresas.
PÚBLICO Máquinas e Equipamentos
FAPESP
Empresas brasileiras interessadas devem Matéria-prima As propostas devem seguir as regras do Programa de
formar consórcio com ao menos uma empresa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE).
de um dos demais países participantes. As Material de Consumo
O financiamento será fornecido apenas para projetos
empresas serão apoiadas pelas organizações aprovados por todos os países participantes.
Serviços de Terceiros
de fomento de seus respectivos países. As
instituições de pesquisa e universidades Software EMBRAPII
podem participar nas condições estabelecidas EMBRAPII : máximo de 1/3 dos custos de projetos
por cada instituição financiadora. brasileiros
Empresas brasileiras: mínimo de 1/3 dos custos de
PRAZO projetos brasileiros
Unidades EMBRAPII: até 1/3 dos demais custos dos
31/10/2018. projetos brasileiros.
Recursos não reembolsáveis Nacional Aberto $ - $$$

SENAI E SEBRAE
Edital de Inovação para a Indústria - Categoria C
http://www.portaldaindustria.com.br/senai/canais/edital-de-inovacao-para-industria/categorias/categoriac/

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS PRAZO


A categoria C do Edital de Inovação para a As chamadas são lançadas de acordo com a
Indústria tem como objetivo conectar médias Bolsas
demanda das empresas, por isso, não existe
e grandes empresas, e também investidores, Construção Civil um calendário pré-determinado.
a startups de base tecnológica,
microempreendedor individual (MEI) ou micro Despesas com PI
Chamada Reserva
e pequenas empresas (MPE).
Despesas com viagens
A Reserva seleciona startups para
As empresas de maior porte (instituições Mão de Obra desenvolvimento e produção de fibras
âncoras) apresentam desafios industriais para naturais e artificiais sustentáveis, originárias
que as empresas menores desenvolvam Matéria-prima
da agroindústria brasileira e seus resíduos.
soluções inovadoras, compartilhando os Máquinas e Equipamentos
riscos financeiros e tecnológicos. Prazo: Inscrições até 15/5
Material de Consumo
PÚBLICO Serviços de Terceiros Chamada Repsol Sinopec Brasil
Empresas industriais de todos os portes;
Startups de base tecnológica; Software O "Desafio de Digitalização Repsol Sinopec
Microempreendedor individual (MEI). Brasil" seleciona projetos que viabilizem
melhores aplicações para inteligência
artificial, robotização e digitalização nas
CONDIÇÕES DE APOIO
indústria de óleo & gás.
A contrapartida varia de acordo com o Edital
de cada empresa. Em muitos casos as
Prazo: Inscrições até 16/5
empresas menores não precisam apresentar
contrapartida.
Recursos não reembolsáveis Nacional Periódico $ - $$$

SENAI, SESI E SEBRAE


Edital de Inovação para a Indústria
http://www.portaldaindustria.com.br/senai/canais/edital-de-inovacao-para-industria/

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Financiar o desenvolvimento de novos Bolsas A contrapartida obrigatória para o
produtos, processos e serviços inovadores desenvolvimento dos projetos varia de
para a indústria brasileira. Construção Civil acordo com o porte da empresa e a categoria
em que o projeto é submetido no edital.
Despesas com PI
Despesas com viagens
PÚBLICO PA: Tecnologias minerais
Mão de Obra
Empresas industriais de todos os portes;
Startups de base tecnológica; Matéria-prima AM:
RN: Energias renováveis

Microempreendedor individual (MEI). Microeletrônica


Máquinas e Equipamentos PE: Tecnologia da Informação
e Comunicação

Material de Consumo BA: Conf. e União de materiais


BA: Automação da produção
Serviços de Terceiros BA: Logística
PRAZO MS: Biomassa MG: Engenharia de superfícies
Software MG: Metalurgia e Ligas especiais
Último ciclo em: 04/07/2018 a 07/10/2018 PR: Eletroquímica MG: Equipamentos e sistemas elétricos
(categorias A, B, D e E, conforme Edital) PR: Engenharia de estruturas (CEDIIEE)
RJ: Biossintéticos

Aguardando abertura de nova chamada. RS: Engenharia de polímeros


SC: Laser
RS: Soluções integradas em
SC: Sistemas embarcados
metalmecânica
SC: Sistemas de manufatura
Recursos não reembolsáveis Nacional Encerrado $ - $$$

BNDES
BNDES Pilotos IoT
http://bndes.gov.br/pilotosiot

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Apoiar o desenvolvimento de soluções O BNDES pode apoiar até 50% do valor do
Bolsas
integradas de IoT por meio de testes em projeto em itens financiáveis, exigindo o
ambientes reais e controlados, cujos impactos Construção Civil restante em contrapartida financeira.
possam ser avaliados, de modo a permitir sua
massificação, viabilidade comercial e Despesas com PI O apoio é de no mínimo R$ 1 milhão por
interoperabilidade . Despesas com viagens plano de projetos piloto.

Mão de Obra Cada plano de projeto pode apresentar até 3


PÚBLICO casos de uso.
Matéria-prima
Empresas industriais de todos os portes,
ofertantes e demandantes de tecnologia. Máquinas e Equipamentos

ICTs e Instituições de apoio. Material de Consumo ÁREAS


Serviços de Terceiros (30%) ▪ Cidades
▪ Rural
PRAZO Software ▪ Saúde
1º Edital encerrado em 31/08/2018.
Recursos não reembolsáveis Nacional Encerrado $ - $$$

SENAI, BNDES E EMBRAPII


Edital de Inovação para a Indústria: Pilotos IoT para Indústria
http://www.portaldaindustria.com.br/senai/canais/edital-de-inovacao-para-industria/

OBJETIVO LINHAS DE APOIO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS


O objetivo da chamada temática é contribuir - Manutenção preditiva de processos industriais Bolsas
para: acelerar a difusão de tecnologias (possíveis aplicações em plataformas offshore,
relacionadas às indústria 4.0 em pequenas e barragens, indústria de transformação); Construção Civil
médias empresas (PMEs); reduzir os riscos e
Despesas com PI
custos de implantação de novas tecnologias - Monitoramento de processos, ativos e atividades
no ambiente fabril, evitar interromper a linha (possíveis aplicações em indústrias intensivas Despesas com viagens
de produção nas empresas e reproduzir as em processo e de transformação);
condições operacionais de forma otimizada. Mão de Obra
- Otimização e maior flexibilidade do processo Matéria-prima
PÚBLICO produtivo para redução de estoques (possíveis
aplicações na indústria de transformação); Máquinas e Equipamentos
Os Institutos SENAI de Inovação associados
a empresas industriais de qualquer porte, Material de Consumo
- Projeto de novos produtos que incorporem
com CNPJ ativo. soluções de IoT (possíveis aplicações em Serviços de Terceiros
ferramentas para desenho de novos produtos e
nos departamentos de engenharia de produto na Software
PRAZO indústria de transformação).
Até 31/01/2019: Envio do Plano de Inovação CONDIÇÕES DE APOIO
Sem edital aberto no momento. Valor mínimo do Plano de Inovação: R$ 1 milhão
A contrapartida obrigatória é de no mínimo 50%.
O prazo de execução é de até 36 meses.
Recursos não reembolsáveis Nacional Encerrado $

ABDI
Programa Nacional Conexão Startup Indústria
https://startupindustria.com.br/

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS ETAPAS DA SELEÇÃO:


O Edital Startup Indústria tem o objetivo de 1. Prova de Conceito
promover o ambiente de negócios entre
startups e indústrias, atuando com foco em A ABDI premiará cada startup selecionada
ações de integração digital das diferentes com a quantia de R$ 80.000,00.
etapas da cadeia de valor dos produtos
industriais. A indústria recebe a inovação desenvolvida
pela startup.
PÚBLICO
Startups, indústrias e instituições de apoio ao
desenvolvimento de negócios brasileiras e CONDIÇÕES
portuguesas.
Itens necessários para o desenvolvimento da
Sendo que as indústrias portuguesas, só podem
solução tecnológica pela startup, envolvendo
contratar startups brasileiras.
as etapas de:
PRAZO 1. Prova de Conceito
Cadastro Indústria: até 29 de janeiro de 2019 2. Piloto
Cadastro Startups: de 30 de janeiro a 31 de
março de 2019

Sem edital aberto no momento.


Recursos não reembolsáveis Nacional Encerrado $ - $$$

SOFTEX
TechD – Tecnologias Digitais Emergentes
https://techd.softex.br/

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Apoiar o desenvolvimento de empresas Bolsas Serão selecionados projetos, limitados ao valor
interessadas em testar e/ou investir em disponível por chamada sendo até R$ 300.000,00
tecnologias focadas em IoT, Saúde, Energia e Construção Civil (trezentos mil reais) de recursos Softex em despesas
Mobilidade que serão implementadas no de laboratórios e execução de projeto, a serem
Despesas com PI
âmbito do programa nacional de inovação executados por meio de parceria com as
aberta TechD. Despesas com viagens Instituições Credenciadas ao CATI, e R$
200.000,00 (duzentos mil reais) de recursos Softex
Mão de Obra em bolsas aos pesquisadores envolvidos no projeto.
PÚBLICO
Matéria-prima
Empresas Âncora: São aquelas empresas de Os Projetos de Pesquisa deverão atender as linhas
qualquer setor produtivo ou grupo de Máquinas e Equipamentos de pesquisa a serem divulgadas no período de
empresas, que demonstram interesse em seleção, seguindo o objeto da chamada que será
Material de Consumo
participar do programa TechD com a definido em função dos interesses apresentados
responsabilidade de testar soluções Serviços de Terceiros pelas Empresas Âncora que serão selecionadas por
desenvolvidas durante o projeto e/ou esta chamada.
investimento em Projetos de Pesquisa do seu Software
interesse. As empresas âncoras não
ÁREAS
receberão recursos financeiros do programa.
▪ Internet das Coisas (IoT);
▪ Energia;
PRAZO ▪ Mobilidade;
▪ Saúde.
Até 13/05/2019.
Recursos não reembolsáveis Nacional Aberto $

SOFTEX
Conecta Startup Brasil
https://conectastartupbrasil.org.br/

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Fomentar a interação entre demanda reais de Bolsas Serão selecionadas temáticas junto às
mercado e empreendedores, promovendo o empresas e, posteriormente, serão
Construção Civil selecionados até 100 equipes de
nascimento de startups em estágio early
stage. empreendedores que receberão aportes entre
Despesas com PI
R$ 20 K e R$ 100 K. Apenas 25 equipes
Despesas com viagens seguirão até o fim do programa e na fase final
serão apresentadas para aceleradoras e fundos
Mão de Obra de investimento, o que pode aumentar o
PÚBLICO
Matéria-prima aporte financeiro ao final do programa.
Empresas de todos os setores produtivos.
Máquinas e Equipamentos
Empreendedores e startups.
Material de Consumo
Parceiros, mentores e entidades investidoras.
Serviços de Terceiros
Software

PRAZO

Etapa de Cadastro e Seleção:


1 - Empresas: 08/05 a 07/06
2 - Startups: 27/08 a 26/09
Recursos reembolsáveis Nacional Aberto $$ - $$$

BNDES
BNDES Finem Inovação
https://www.bndes.gov.br/wps/portal/site/home/financiamento/bndes-finem

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Plano de Investimento em Inovação Bolsas Financiamento a partir de R$ 10 milhões para
abrangendo tanto a capacitação da empresa investimentos em inovação.
para inovar quanto às inovações Construção Civil
potencialmente disruptivas ou incrementais
Despesas com PI
de produto, processo e marketing. Taxa de juros = Fator Custo financeiro +
Despesas com viagens Remuneração do BNDES + Taxa de Risco de
Crédito
Mão de Obra
PÚBLICO Matéria-prima Custo financeiro: TLP
Todos os portes.
Máquinas e Equipamentos Remuneração do BNDES: 0,9%
Material de Consumo
Taxa de Risco de Crédito: Variável conforme
PRAZO Serviços de Terceiros risco do cliente e prazo do financiamento.
Fluxo contínuo. Software Prazo: Limitado a 20 anos
Despesas pré-operacionais, móveis,
capital de giro, treinamentos, estudos
e projetos.
Recursos reembolsáveis Nacional Aberto $$ - $$$

BNDES
BNDES Finem - Tecnologia da Informação (antigo BNDES Prosoft Empresa)
https://www.bndes.gov.br/wps/portal/site/home/financiamento/produto/bndes-finem-ti

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Apoiar projetos que trazem benefícios para a Bolsas A taxa de juros é negociada com a empresa e
sociedade, a partir de R$ 10 milhões ou R$20 será composta por:
milhões. Construção Civil
Despesas com PI Custo financeiro: TLP
Despesas com viagens Remuneração do BNDES: 1,3% a.a.
PÚBLICO
Mão de Obra
Empresas de todos os portes. Taxa de Risco de Crédito: Variável conforme
Matéria-prima risco do cliente e prazo do financiamento.
Máquinas e Equipamentos
PRAZO Material de Consumo
Fluxo contínuo. Serviços de Terceiros

Software
Gastos em capacitação gerencial e
tecnológica, treinamento, certificação;

Gastos em comercialização e marketing.


Recursos reembolsáveis Nacional Aberto $ - $$

BNDES
Cartão BNDES
https://www.cartaobndes.gov.br/cartaobndes/

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Fornecer crédito pré-aprovado para aquisição Bolsas Taxa de Juros: 1,27% a.m. em maio/2019
de produtos e serviços credenciados no
Portal de Operações do Cartão BNDES. Construção Civil Limite de Crédito: Negociado entre o banco
emissor e o cliente na análise de crédito para
Despesas com PI
concessão do cartão, limitado a R$ 2 milhões
Despesas com viagens por banco emissor.
PÚBLICO
Mão de Obra TICs:
Micro, Pequenas e Médias Empresas de
controle nacional. Matéria-prima
As MPMEs poderão usar o cartão para
Máquinas e Equipamentos encomendar diversos sistemas e aplicativos,
contemplando desde aplicações industriais,
Insumos
internet das coisas (IoT), machine-to-machine
PRAZO (M2M) e soluções similares, até softwares
Serviços de Terceiros
Fluxo contínuo. para plataformas móveis. O pagamento pode
Software ser parcelado em até 48 meses, a uma taxa de
juros atrativa (1,27% a.m. em maio/2019.
* Apenas produtos credenciados.

** Desenvolvimento de software sob


encomenda, de Websites corporativos e de
lojas virtuais.

Nota 1: O Cartão BNDES também pode financiar: Certificação de produtos e processos de software – modelos CMMI, MPS.BR, MEDE-PROS; Certificação em tecnologias ou metodologias de TI de reconhecimento global; Serviços
especializados para o desenvolvimento das MPMEs oferecidos pelos programas Sebrae Mais (SEBRAE), Inova Talentos (IEL/CNPq); Contrapartidas financeiras dos programas SIBRATEC (MCTIC/FINEP), SEBRAETec (SEBRAE), Brasil
Mais Produtivo (SENAI), Programa de Qualificação de Fornecedores (IEL); Serviços de pesquisa, desenvolvimento e inovação ou serviços de desenvolvimento de produto e processo da área de Tecnologia da Informação. 
Recursos reembolsáveis Nacional Aberto $$ - $$$

BNDES
BNDES THAI - Títulos Híbridos de Apoio à Inovação
https://www.bndes.gov.br/wps/portal/site/home/financiamento/produto/bndes-thai

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Programa BNDES de Títulos Híbridos de Apoio Bolsas Valor mínimo da operação: R$ 10 milhões
à Inovação.
Construção Civil Valor máximo da operação: R$ 200 milhões
Despesas com PI
Custo Financeiro: pagamento anual de
PÚBLICO Despesas com viagens percentual sobre resultados provenientes de
produtos, processos ou da propriedade
Médias-grandes e grandes empresas com Mão de Obra intelectual decorrentes do projeto aprovado.
sede e administração no país ou suas Matéria-prima
controladas com sede e administração
no país. Máquinas e Equipamentos
Material de Consumo
Serviços de Terceiros
PRAZO
Software
Temporariamente, somente serão analisados
projetos apresentados no âmbito dos Planos Gastos com transferência de tecnologias;
de Fomento Estruturados do BNDES. Contratação de testes, certificações;
Consultoria externa e gastos em
Aguardando novo edital. marketing.
Recursos reembolsáveis Nacional Aberto $$ - $$$

BNDES
BNDES Direto 10 – Tecnologia da Informação
https://www.bndes.gov.br/wps/portal/site/home/financiamento/produto/bndes-direto-10-inovacao

OBJETIVO PRAZO CONDIÇÕES DE APOIO


Financiar planos de negócios com pleitos Fluxo contínuo. Custo financeiro: TLP
entre R$ 1 milhão e R$ 10 milhões.
Remuneração do BNDES: 1,3%.
PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS
PÚBLICO Taxa de risco de crédito: variável conforme
Bolsas risco do cliente e prazo do financiamento.
Empresas de software com receita
Construção Civil
operacional bruta anual de até R$ 300 Prazo: até 7 anos, com 2 anos de carência.
milhões. Despesas com PI
Garantia: Fiança pessoal + FGI Direto, Fiança
Despesas com viagens
bancária, Recebíveis, garantia real.
CRITÉRIOS DE ENTRADA Mão de Obra
100% de participação do BNDES
Estrutura de Capital: Patrimônio Líquido / Matéria-prima
Ativo Total ≥ 0,3 Limite por beneficiário: R$ 10 milhões
Máquinas e Equipamentos
Endividamento: Valor do pleito + Dívida
Material de Consumo
Bancária Líquida / EBITDA ≤ 3,0
Serviços de Terceiros
Porte: Valor do pleito / Receita Operacional
Líquido ≤ 0,4 Software

Pulverização de carteira de clientes.


Recursos reembolsáveis Nacional Aberto $$ - $$$

FINEP
FINEP Inovação
http://www.finep.gov.br/area-para-clientes-externo/finep-inovacao

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Apoiar os investimentos associados às Bolsas Financiamento a partir de R$ 10 milhões para
estratégias de inovação das empresas em investimentos em inovação.
todos os setores da economia. Construção Civil
Despesas com PI Taxa de Juros para as Linhas de Apoio:
PÚBLICO A. Taxa de juros baseada em TJLP*, variando
Despesas com viagens entre TJLP-1,5%*** a TJLP+6,25% ao ano,
Empresas de médio e grande porte.
conforme a linha e bônus (redutores da taxa).
Mão de Obra
B. Especificamente para projetos no setor de
Matéria-prima Telecomunicações, taxa de juros baseada em
PRAZO
TR*, variando entre TR+4%*** e TR+7% ao
Fluxo contínuo. Máquinas e Equipamentos ano.
Material de Consumo
Serviços de Terceiros Carência: de 12 a 60 meses
Software Prazo de total: até 14 anos

Todos relacionados ao PD&I, inclusive em * TJLP = 6,26% ao ano;


moeda estrangeira (importação ou realizados ** TR = 0,00% ao ano;
no exterior). Inclui aquisição de startups ou *** Considerando bônus de garantia e o bônus FINEP
empresas, para efeito de estratégias de Conecta ou FINEP Educação ou FINEP IoT.
absorção de tecnologia. Não apoia capital de
giro e compra de terreno ou imóvel.
Recursos reembolsáveis Nacional Aberto $$ - $$$

FINEP
FINEP Inovação
http://www.finep.gov.br/area-para-clientes-externo/finep-inovacao

O programa possui diferentes Linhas de Ação conforme a fase de desenvolvimento do projeto, assim como, diferentes taxas de juros e condições de pagamento:

Linhas de Apoio Taxa (a.a.) Prazo de carência Prazo total Participação Finep

Inovação Crítica* Prioridades nacionais de interesse estratégico TJLP - 0,5%


Até 48 meses Até 144 meses
Produtos, processos ou serviços inéditos para o
Inovação Pioneira TJLP + 0,5%
Brasil Até 90%

Impacto no posicionamento da empresa no


Inovação para Competitividade TJLP + 1,5%
mercado
Até 36 meses Até 120 meses

Inovação para Desempenho Inovações no âmbito da empresa TJLP + 3,5%


Até 80%

Projetos de pré-investimento,
(estudos de viabilidade técnica e econômica,
Pré-Investimento estudos TJLP + 5,0% Até 24 meses Até 84 meses Até 70%
geológicos, além de projeto básico, de
detalhamento e executivo).
Difusão Tecnológica para Aquisição de bens de capital, bens de
Inovação informática e automação
TJLP + 6,25% Até 36 meses Até 120 meses Até 80%

TJLP = 6,26% a.a

*Apenas para Planos Estratégicos de Inovação demandados pelo governo que expressem a necessidade de desenvolvimento tecnológico para atendimento a prioridades nacionais de interesse estratégico;
** Não há incidência de IOF sobre as operações de financiamento da Finep;
*** Há incidência da Taxa de Inspeção e Vigilância (TIV) no percentual máximo de 2% sobre o valor de cada liberação. Para financiamentos a partir de R$ 10.000.000,00, o percentual da TIV é decrescente conforme o
valor do financiamento aumenta.
Recursos reembolsáveis Nacional Aberto $$ - $$$

FINEP
FINEP Inovação
http://www.finep.gov.br/area-para-clientes-externo/finep-inovacao

O programa possui diferentes Linhas de Ação conforme a fase de desenvolvimento do projeto, assim como, diferentes taxas de juros e condições de pagamento:

Linhas de Apoio Taxa (a.a.) Prazo de carência Prazo total Participação Finep

Apoio a difusão de novas tecnologias difusão de


tecnologias relacionadas à digitalização,
Apoio à aquisição inovadora automação e eficiência energética através da
TJLP + 5,0% Até 36 meses Até 120 meses Até 90%
para o setor elétrico aquisição de equipamentos reconhecidos pelo
MCTIC como bens ou produtos desenvolvidos no
Brasil (Portaria nº 950/2006).
- Desenvolvimento e implementação de
estratégias direcionadas à formação de
programas, práticas e ecossistemas de
empreendedorismo, tecnologia e inovação local;
- Modernização da infraestrutura científica e
tecnológica existente no estado/município bem
Apoio a Estados e Municípios como Desenvolvimento de boas práticas de TJLP + 5,5% Até 12 meses Até 36 meses Até 90%
gestão baseadas na gestão do conhecimento e da
inovação;
- Estruturação de agências com equipe técnica e
científica que identifiquem, promovam e
executem ações de integração
universidade/empresa/governo.

TJLP = 6,26% a.a

*Apenas para Planos Estratégicos de Inovação demandados pelo governo que expressem a necessidade de desenvolvimento tecnológico para atendimento a prioridades nacionais de interesse estratégico;
** Não há incidência de IOF sobre as operações de financiamento da Finep;
*** Há incidência da Taxa de Inspeção e Vigilância (TIV) no percentual máximo de 2% sobre o valor de cada liberação. Para financiamentos a partir de R$ 10.000.000,00, o percentual da TIV é decrescente conforme o
valor do financiamento aumenta.
Recursos reembolsáveis Nacional Aberto $$ - $$$

FINEP
FINEP Inovação
http://www.finep.gov.br/area-para-clientes-externo/finep-inovacao

Condições com recursos Funttel – Projetos do setor de tecnologia da informação e comunicação enquadrados no Funttel:

Linhas de Apoio Taxa (a.a.) Prazo de carência Prazo total Participação Finep

Inovação Crítica* Prioridades nacionais de interesse estratégico TR + 5,0%


Até 48 meses Até 144 meses
Produtos, processos ou serviços inéditos para o
Inovação Pioneira TR + 5,0% Até 90%
Brasil

Impacto no posicionamento da empresa no


Inovação para Competitividade TR + 5,0%
mercado
Até 36 meses Até 120 meses

Inovação para Desempenho Inovações no âmbito da empresa TR + 5,0%

Apoio à aquisição inovadora Até 80%


Apoio a difusão de novas tecnologias para o
em empresas de TR + 7,0% Até 12 meses Até 36 meses
setor de telecomunicação
telecomunicações
*TR = 0% a.a

*Apenas para Planos Estratégicos de Inovação demandados pelo governo que expressem a necessidade de desenvolvimento tecnológico para atendimento a prioridades nacionais de interesse estratégico;
** Não há incidência de IOF sobre as operações de financiamento da Finep;
*** Há incidência da Taxa de Inspeção e Vigilância (TIV) no percentual máximo de 2% sobre o valor de cada liberação. Para financiamentos a partir de R$ 10.000.000,00, o percentual da TIV é decrescente conforme o
valor do financiamento aumenta.
Recursos reembolsáveis Nacional Aberto $$ - $$$

FINEP
FINEP Conecta
http://www.finep.gov.br/area-para-clientes-externo/finep-inovacao

OBJETIVO CONDIÇÕES DE APOIO


Fortalecer as parcerias ICT-Empresas, Financiamento a partir de R$ 5 milhões para investimentos em inovação em parceria com ICTs.
intensificando entre estes o fluxo de
transferência de conhecimento, tecnologia, Melhoria das condições previstas na linha de apoio na qual o plano seja enquadrado com base na
recursos humanos bem como a prestação de intensidade da interação empresa/ICT.
serviços e investimentos.
Em função da parceria com a ICT é aplicada redução de 1% na taxa de juros nas Linhas do FINEP Inovação
PÚBLICO e participação da FINEP do projeto chega até 100% *.
Médias e grandes empresas com destinação
de pelo menos 15% do valor do plano de
inovação (PEI) em conexão com ICTs e Linha de Ação Bônus de taxa Prazo de Carência Prazo Total
Universidades.
Idêntico ao da linha de ação onde o projeto Idêntico ao da linha de ação
Conecta 15
PRAZO for enquadrado onde o projeto for enquadrado
Redução de 1%
Fluxo contínuo. Conecta 25 Até 60 meses Até 144 meses
na taxa

Conecta 50 Até 60 meses Até 192 meses


PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS
Todos relacionados ao PD&I, inclusive
equipamentos importados.

Não apoia capital de giro e compra de terreno


ou imóvel.
* Quanto maior a participação da ICT no projeto, maior a carência e o prazo de pagamento.
Recursos reembolsáveis Nacional Aberto $ - $$$

FINEP
FINEP Educação
http://www.finep.gov.br/area-para-clientes-externo/finep-inovacao

OBJETIVO CONDIÇÕES DE APOIO


Fortalecer a postura empreendedora e inovadora das
Instituições de Ensino. Compreende todo e qualquer Financiamento a partir de R$ 3 milhões para investimentos em inovação.
esforço e atividades realizadas por essas instituições
para adaptar-se e manter-se sustentável num Participação de até 100% de FINEP.
ambiente de constantes mudanças, enquanto geram e
disseminam conhecimentos novos, formam pessoas Demais condições de
Linhas temáticas Bônus de taxa
com perfil inovador/ empreendedor e contribuem financiamento
para o desenvolvimento econômico e social do seu Metodologias ativas de ensino
entorno por meio da extensão do conhecimento.
Recursos educacionais digitais para
PÚBLICO ensino-aprendizagem Redução de 1,0% na taxa da linha de
Instituições privadas de ensino e para empresas que ação em que o projeto for
Ambientes, estratégias e processos
desenvolvam tecnologias para a educação. enquadrado. Idêntico ao da linha de ação em que
promotores de pesquisa e inovação
o projeto for enquadrado.
PRAZO Ambientes, estratégias e processos
promotores de pesquisa e inovação
Fluxo contínuo.
Demais temáticas relacionadas à Redução de 0,5% na taxa da linha de
inovação em educação ação em que o projeto for
PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS enquadrado.
Todos relacionados ao PD&I, inclusive equipamentos
importados.
Não apoia capital de giro e compra de terreno ou
imóvel.
Recursos reembolsáveis Nacional Aberto $$ - $$$

FINEP
FINEP IoT
http://www.finep.gov.br/area-para-clientes-externo/finep-inovacao

OBJETIVO CONDIÇÕES DE APOIO


Financiar empresas para a execução de Planos Financiamento a partir de R$ 5 milhões para investimentos em IoT.
Estratégicos de Inovação e projetos que resultem
em inovações em produtos, processos e serviços O programa possui diferentes tipos de suporte conforme a fase de desenvolvimento do
baseados em tecnologias digitais – tendo como projeto, assim como, diferentes taxas de juros e condições de pagamento.
referencial o conceito de Internet das Coisas e
demais tecnologias habilitadoras da Manufatura Dentre as suas linhas de financiamento à inovação, FINEP anuncia uma redução de 1% na
Avançada. taxa de juros para projetos de IoT, podendo chegar a TJLP - 1% para empresas de qualquer
setor e TR + 3% para empresas de Telecom.
PÚBLICO
Empresas com ROB superior a R$ 16 milhões com LINHAS DE APOIO
aplicações na saúde, indústria, no agronegócio
(ambiente rural) e no desenvolvimento urbano
(cidades). Eixo 1 – Desenvolvimento de soluções digitais baseadas em Internet das Coisas (IoT) e
demais tecnologias habilitadoras, visando à integração de ambientes virtuais e físicos nos
processos fabris, no agronegócio, no desenvolvimento urbano, na saúde e nas cadeias de
serviços.
PRAZO
Fluxo contínuo. Eixo 2 – Formulação de Planos Estratégicos Empresariais de Digitalização dos processos
produtivos e sua integração horizontal.
PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS
Eixo 3 – Implementação dos Planos Estratégicos Empresariais de Digitalização dos
Todos relacionados ao PD&I, inclusive processos produtivos das empresas.
equipamentos importados.
Recursos reembolsáveis Nacional Aberto $$ - $$$

FINEP
FINEP Inovacred 4.0
http://finep.gov.br/apoio-e-financiamento-externa/programas-e-linhas/inovacred-expresso-4

OBJETIVO CONDIÇÕES DE APOIO

Fortalecer a formulação e implementação de O Finep Inovacred 4.0 faz parte da Ação de Fomento Finep IoT.
Planos Empresariais Estratégicos de Digitalização
que abarquem a utilização de tecnologias da
Indústria 4.0.
LINHAS DE APOIO
PÚBLICO As tecnologias habilitadoras apoiadas no âmbito do Finep Inovacred 4.0 estão
alinhadas nos seguintes temas:
Empresas de receita operacional bruta anual de
• Internet das coisas; • Integração de Sistemas;
até R$300 milhões com atividades econômica em
setores da Indústria da Transformação e da
• Computação na nuvem; • Digitalização;
Agricultura.

• Big Data; • Captação e Nuvem;


PRAZO
Fluxo contínuo. • Segurança Digital; • Sistema de simulação;
*Recursos serão disponibilizados a partir de
09/2019 • Manufatura aditiva; • Robótica avançada;

PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS • Manufatura Digital; • Inteligência Artificial.

Todos relacionados ao PD&I, inclusive


equipamentos importados.
Recursos reembolsáveis Nacional Aberto $$ - $$$

FINEP
Condições de financiamento - Resumo
Nas Linhas de Crédito da FINEP possuem um bônus redutor das taxas de juros para as empresas que oferecerem determinados
tipos de Garantias Financeiras* . O bônus varia conforme a Linha de Ação:

Bonificação na taxa de LINHA DE AÇÃO REDUÇÃO


Tipos de garantias aceitas
financiamento

Inovação Crítica -

* Fiança Bancária
SIM
Inovação Pioneira 0,5 %
Redução de
* Seguro Garantia 0,5% a 2 %,
Inovação para Competitividade 0,5 %
a depender o
enquadramento
Títulos de crédito
* (penhor ou alienação fiduciária) Inovação para Desempenho 1,5 %

Imóveis
(hipoteca ou alienação fiduc.) Difusão Tecnológica para Inovação 1,0 %

Máquinas e Equipamentos
Sem bonificação Funttel Aquisição Inovadora 1,5 %
(alienação fiduc.)

Fiança Pessoa Física ou Jurídica Funttel Inovação 2,0 %


Recursos reembolsáveis Nacional Aberto $$ - $$$

FINEP
Condições de financiamento - Resumo
LINHAS DE APOIO BÔNUS

FINEP FINEP FINEP


Incentivo GARANTIAS
CONECTA EDUCAÇÃO IoT
- CONDIÇÕES - **

Planos de
Taxa de juros inovação
Parceria
pautados pelo
Empresas
Apoio às conceito de
+
instituições de Internet das
Carência Todas as opções ICTs
ensino privadas Coisas e
c/ redução da

- +
de nível médio demais
taxa de juros no Melhoria de
e superior tecnologias
caso de algumas todas as
Prazo de habilitadoras da
garantias que condições
pagamento Manufatura
encarecem a
total Avançada.
operação

Cumulativo Cumulativo
% do Cumulativo c/
c/ c/
investimento Bônus
Bônus Bônus
financiável Garantia
Garantia Garantia

O
OVAÇÃ
A IN
CI AD
EVÂN
E REL
U
GRA *TJLP = 6,36% a.a ** A redução depende da linha de apoio
Recursos reembolsáveis Nacional Encerrado
Aberto $ - $$$
$$

FINEP
Programa de Aquisição e Implantação de Software
http://www.finep.gov.br/area-para-clientes-externo/finep-inovacao

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Estimular a aquisição e comercialização, no Serão aceitas todas as atividades Projetos alinhados ao Programa Finep
mercado interno, de software e serviços inovativas relacionadas com a aquisição e Software serão enquadrados em linha de
correlatos desenvolvidos no Brasil. comercialização de softwares, atividades ação específica da Norma Geral de operação.
correlatas (como treinamento) e Taxas, prazos e percentual de participação
implantação de softwares por empresas Finep serão definidas no normativo.
PÚBLICO brasileiras.
As condições da linha de ação não são
Micro, Pequenas e Médias Empresas cumulativas com as condições de
brasileiras, com Receita Operacional Bruta financiamento das demais ações e programas
anual ou anualizada igual ou inferior a R$ 90 da Finep e com a redução de taxa de juros
milhões e projetos inferiores a R$ 10 milhões pela apresentação de garantias
devem encaminhar projetos a serem apoiados exclusivamente financeiras.
no FinepSoft por meio dos agentes financeiros
credenciados no Finep Inovacred.
Médias-Grande e Grandes Empresas devem
encaminhar projetos diretamente à Finep.

PRAZO
Em fase de operacionalização e definição das
condições de apoio.
Recursos reembolsáveis Regional Aberto $ - $$

FINEP
Crédito Descentralizado: Inovacred Parceiros e Inovacred Conecta
http://www.finep.gov.br/apoio-e-financiamento-externa/programas-e-linhas/descentralizacao/inovacred/inovacred-parceiros

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Financiar o desenvolvimento de novos Bolsas Taxas Inovacred:
produtos, processos e serviços, ou o
aprimoramento dos já existentes, ou ainda a Construção Civil Limite de Taxa de
Carência Amortização
Participação
financ, juros a.a. Finep
inovação em marketing ou organizacional.
Despesas com PI Porte I R$ 150 mil
TJLP 90%
Porte II a R$ 3 M
Despesas com viagens 2 anos 6 anos
R$ 3 M a
PÚBLICO Mão de Obra
Porte III
R$ 10 M
TJLP + 1% 80%

Micro, Pequenas e Médias Empresas com


receita operacional anual de até R$ 90 Matéria-prima
milhões, nas seguintes categorias: Máquinas e Equipamentos Taxas Inovacred Conecta:
Porte I: empresas com receita até R$ Material de Consumo Destinação de pelo menos 15% do valor do plano de
4.8 M. inovação (PEI) em conexão c/ ICTs e Universidades.
Serviços de Terceiros
Porte II: receita igual ou superior a R$ Limite de Taxa de Participação
Software financ, juros a.a.
Carência Amortização
Finep
4.8 M e inferior ou igual a R$ 16 M.
Porte I R$ 150 mil
TJLP
Porte III: receita superior a R$ 16 M e Porte II a R$ 3 M
3 anos 8 anos 100%
inferior ou igual a R$ 90 M. R$ 3 M a
Porte III TJLP + 1%
R$ 10 M

PRAZO
Fluxo contínuo.
Recursos reembolsáveis Regional Aberto $ - $$

FINEP
Crédito Descentralizado: Inovacred Expresso
http://www.finep.gov.br/apoio-e-financiamento-externa/programas-e-linhas/descentralizacao/inovacred/inovacred-expresso

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Financiar o desenvolvimento de novos Bolsas Taxas:
produtos, processos e serviços, ou o
aprimoramento dos já existentes, ou ainda a Construção Civil Limite de Taxa de
Carência Amortização
Participação
financ. juros a.a. Finep
inovação em marketing ou organizacional.
Despesas com PI Porte I
R$ 150 mil TJLP + 3% 1 ano 3 anos 100%
Porte II
Despesas com viagens
PÚBLICO Mão de Obra
Porte I: empresas com receita até R$
Micro, Pequenas e Médias Empresas com Matéria-prima 4.8 M.
receita operacional anual de até R$ 16
milhões. Máquinas e Equipamentos
Porte II: receita igual ou superior a R$
Material de Consumo 4.8 M e inferior ou igual a R$ 16 M.

PRAZO Serviços de Terceiros

Fluxo contínuo. Software


Recursos reembolsáveis Regional Aberto $ - $$$

BANCO DO NORDESTE
FNE Inovação - Programa de Financiamento à Inovação
https://www.bnb.gov.br/web/guest/programa-de-financiamento-a-inovacao-inovacao

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Promover e custear projetos de inovação dos Bolsas
mais variados tipos a fim de alavancar a
economia do nordeste do país. Construção Civil
Despesas com PI
Despesas com viagens
PÚBLICO Mão de Obra * Taxa correspondente ao Fator de Atualização Monetária (FAM) da TFC (Taxa
de Juros dos Fundos Constitucionais),
Empresas de todos os setores, de qualquer Matéria-prima
porte, desde que situados na região Nordeste,
incluindo alguns municípios do norte de Minas Máquinas e Equipamentos
Gerais e Espírito Santo. Sobre os encargos financeiros incidirão bônus
Material de Consumo totais de adimplência de 15%, independente
Serviços de Terceiros da localização do empreendimento.

PRAZO Software Para empresas com receita anual de até R$ 16


milhões é exigida contrapartida mínima de
Fluxo contínuo. 10%. Enquadram-se nessa categoria as micro
Transferência e absorção de tecnologias;
Avaliação e certificação; Treinamento, consultoria e pequenas empresas/produtos.
e outros serviços especializados;
Marketing; e Capital de giro e custeio associados Para os demais portes, exige-se contrapartida
ao investimento. mínima de 20%.
Recursos reembolsáveis Regional Aberto $ - $$

DESENVOLVE SP
São Paulo Inova
https://www.desenvolvesp.com.br/empresas/opcoes-de-credito/para-sua-empresa-inovar/

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Apoiar empresas paulistas de base Bolsas Taxa: A partir de 0,33% ao mês acrescidos da
tecnológica e de perfil inovador em estágio
Construção Civil SELIC
inicial ou em processo de desenvolvimento.
Despesas com PI Prazo: até 120 meses incluindo a carência
Despesas com viagens
Carência: até 24 meses
PÚBLICO Mão de Obra
Participação: Até 90% do valor dos itens
Instituições de Ensino Superior e ICTs públicas Matéria-prima financiáveis
e privadas do Estado de São Paulo em
cooperação com pesquisadores de centros de Máquinas e Equipamentos
pesquisa de empresas localizadas no Brasil ou
Material de Consumo
no exterior, sendo o proponente um
pesquisador responsável com vínculo Serviços de Terceiros
empregatício com uma instituição de
pesquisa do Estado de São Paulo. Software

PRAZO
Fluxo contínuo.
Recursos reembolsáveis Nacional Aberto $ - $$

BNDES
BNDES MPME Inovadora
https://www.bndes.gov.br/wps/portal/site/home/financiamento/produto/BNDES-MPME-Inovadora

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Aumentar a competitividade das micro, Bolsas Taxa de juros: TJLP + 1,13% ao ano.
pequenas e médias empresas, financiando os
investimentos necessários para a introdução Construção Civil
Valor máximo de financiamento de R$ 20
de inovações no mercado. milhões. Com carência de 4 anos e prazo
Despesas com PI
máximos de 10 anos.
Despesas com viagens
PÚBLICO Mão de Obra Para capital de giro, o limite é de R$ 10
milhões. Com carência de 2 anos e prazo
MPMEs brasileiras com faturamento até Matéria-prima máximo de 5 anos.
R$ 300 milhões.
Máquinas e Equipamentos
Com participação do BNDES de até 90% dos
Material de Consumo itens financiáveis.
Serviços de Terceiros As garantias são negociadas entre a instituição
PRAZO Software financeira e o cliente.

Até 30/12/2020. Despesas pré-operacionais, móveis,


capital de giro, treinamentos, estudos e
projetos.
Investimento Direto ou Fundos Nacional Aberto $ - $$$

BNDES, FINEP, EMBRAER E DESENVOLVE SP


Fundo de investimento em Participação (FIP) Aeroespacial
http://www.fundoaeroespacial.com.br/

OBJETIVO SETORES CONDIÇÕES DE APOIO


Apoiar empresas nacionais que desenvolvam Aeronáutico; O Fundo deverá investir entre 8 e 10
tecnologia de ponta e a cadeia produtiva da empresas.
base industrial dos setores aeronáutico, Aeroespacial;
espacial, de defesa, segurança, integração de Tamanho dos investimentos:
sistemas, com responsabilidade social e Defesa;
sustentabilidade. • 7 (sete) a 9 (nove) empresas emergentes
Segurança. inovadoras e de base tecnológica, com
faturamento bruto de até R$ 3,6
PÚBLICO milhões/ano;
O Fundo focar seus investimentos em • 4 (quatro) a 6 (seis) empresas com
empresas inovadoras e de tecnologia, com faturamento entre R$ 3,6 milhões ano e R$
faturamento bruto máximo de R$ 200 200 milhões/ano;
(duzentos), que tenham potencial de
escalabilidade e dualidade no mercado, Follow-on: 20% do Fundo está reservado
sendo no mínimo 15% do patrimônio investido para follow on nas empresas investidas que
em empresas do Estado de São Paulo. tiverem sucesso.

Participação do fundo: minoritária

PERÍODO DE INVESTIMENTO
Duração do fundo é de 8 anos, sendo os
primeiros 5 anos como período de investimento.
Esse período vai até 23/09/2019.
Investimento Direto ou Fundos Nacional Aberto $

BNDES
Fundos de Capital Semente – CRIATEC III
https://inseedinvestimentos.com.br/criatec-3/

OBJETIVO SETORES CONDIÇÕES DE APOIO


O foco é em empresas em estágios iniciais, Agropecuária; Capital Comprometido: R$ 217.500.000
que precisam de apoio em capital, estratégia
e governança. O objetivo do Fundo é construir Biotecnologia; Gestor: Inseed Investimentos Ltda
com os empreendedores uma oferta de valor
forte e estruturar o negócio para entrar na Mídia; Os valores aportados por empresa variam de
fase de crescimento acelerado. R$ 1,5 a R$ 10 milhões. Esse valor depende do
Nanotecnologia; estágio de desenvolvimento de cada negócio,
e cada empresa será avaliada
PÚBLICO Novos materiais; individualmente. O Fundo Criatec 3 tem um
total de R$ 217,5 milhões de capital
Serão investidas empresas em fase inicial
Tecnologia da Informação.  comprometido.
(primeiras notas fiscais), até aquelas com boa
tração, com faturamento líquido até R$ 16
milhões, não ultrapassando esse valor nos 3
últimos exercícios anteriores ao investimento.

PERÍODO DE INVESTIMENTO
A duração total do Fundo é de 10 anos, com
início em fevereiro de 2016, podendo realizar
investimentos até janeiro de 2020. A
expectativa de encerramento do fundo é
2026.
Para conhecer todos os Fundos em que o BNDES investe: www.bndes.gov.br/fundosdeinvestimento
Investimento Direto ou Fundos Nacional Aberto $

BNDES
Fundo de Co-Investimento Anjo
http://www.domoinvest.com.br/pt/home/

OBJETIVO SETORES CONDIÇÕES DE APOIO


Apoiar o desenvolvimento de startups • Capital Comprometido Estimado: R$
inovadoras, por meio de co-investimento da Agronegócio;
100.000.000
BNDESPAR com investidores anjos e
aceleradoras. Consiste em um Fundo de Biotecnologia; • Gestor: Domo Invest
Capital Semente.
• BNDESPAR comprometerá até R$ 40 milhões,
PÚBLICO Cidades Inteligentes; caso hajam novos fechamentos, pode chegar a
R$ 60 milhões;
Empresas nascentes, com faturamento anual
Economia Criativa; • O Fundo poderá investir até R$ 500 mil nas
inferior a R$ 1 milhão, em diversos setores.
As startups investidas poderão ser empresas empresas selecionadas, desde que haja
limitadas.  Nanotecnologia; investimento conjunto, na mesma proporção,
de um investidor-anjo e/ou aceleradora;
PERÍODO DE INVESTIMENTO
Novos materiais; • O Fundo é multiestágio, o que permite que
Na primeira fase de investimentos, o fundo ocorram outras rodadas de capitalizações em
aportará pelo menos R$ 25 milhões em empresas nascentes com melhor desempenho,
Tecnologia da Inovação e Criação; que atingirem o patamar de “pequena empresa
empresas nascentes (com faturamento
inferior a R$ 1 milhão). A expectativa é que inovadora” - empresas com faturamento anual
nessa etapa o FIP Anjo invista em cerca de entre R$ 1 milhão e R$ 16 milhões apurada no
100 startups. ano anterior à aprovação do investimento;

Prazo do Fundo de 10 anos, com os 5 • Os investimentos adicionais, por empresa,


primeiros anos referentes ao período de poderão atingir o limite máximo de R$ 5
investimentos.  milhões, incluindo eventuais valores
anteriormente aportados.
Investimento Direto ou Fundos Nacional Aberto $ - $$

BNDES
BNDES Debt I
http://spventures.com.br/

OBJETIVO SETORES CONDIÇÕES DE APOIO


Fomentar o desenvolvimento de instrumentos TIC; • Capital Comprometido: R$ 120.000.000
voltados ao crédito de longo prazo para
pequenas e médias empresas, com alto Novos Materiais; • Gestor: SP Ventures
potencial de crescimento. Consiste em um
• BNDESPAR comprometerá até R$ 60 milhões (total
Fundo de Venture Debt. Biotecnologia; do Fundo estimado em R$ 160 milhões);

Nanotecnologia; • BNDESPAR terá até 50% do primeiro fechamento e


até 40% dos demais;
PÚBLICO Audiovisual. • Serão apoiadas cerca de 25 empresas inovadoras,
MPMEs Inovadoras com faturamento de até com alto potencial de crescimento e faturamento de
R$ 90 milhões e que apresentem alto Por meio do Fundo de Venture Debt serão até R$ 90 milhões;
potencial de crescimento. apoiadas cerca de 25 empresas inovadoras.
• Política de investimentos: aquisição de créditos com
retorno variável em função de performance (kicker);

• Política flexível de garantias e sem participação de


investidores em comitê de investimento ou crédito;
PERÍODO DE INVESTIMENTO
Os Fundos de Venture Debt são uma novidade no Brasil,
Prazo do Fundo de 5 anos, com os 2 primeiros mas são um segmento importante no mercado de
anos referentes ao período de investimentos.  capitais em economias mais maduras, representando
uma alternativa relevante de recursos para empresas
inovadoras.
Investimento Direto ou Fundos Nacional Aberto $

FINEP E BNDES
Fundo Primatec
http://www.fundoprimatec.com.br/pt-BR

OBJETIVO SETORES CONDIÇÕES DE APOIO


Fundo de Investimento em Participações TICs, Capital Comprometido: R$ 100.000.000,00
destinado a investir em companhias
inovadoras, com alto potencial de Energia, Em casos com 60% do capital aprovado, será
crescimento e geração de valor. destinado a empresas com receita bruta anual
Sustentabilidade, de até R$ 3,6 milhões e 40% em empresas
entre R$ 3,6 milhões e R$ 16 milhões em
PÚBLICO Economia Criativa. faturamento.

Empresas incubadas ou graduadas em A quantia investida por empresa deverá variar


incubadoras e parques tecnológicos de acordo com o perfil, modelo de negócios,
há no máximo dois anos, com faturamento de potencial de crescimento, capacidade de
até R$ 16 milhões. execução e necessidade de caixa de cada
empresa.

PERÍODO DE INVESTIMENTO
A duração do fundo é de 9 anos, sendo os
primeiros 5 anos o período de investimento.

Período de investimento teve início em


10/06/2015 e vai até 10/06/2020.
Investimento Direto ou Fundos Nacional Aberto $

FINEP
Programa de Investimento em Startups Inovadoras
https://finepstartup.finep.gov.br/finepstartup/view/home.finep

OBJETIVO PRAZO CONDIÇÕES DE APOIO


Apoiar empresas nascentes de base Fluxo semi contínuo, com duas rodadas por Investimento de até R$ 1 milhão por startup,
tecnológica em seus planos de crescimento, ano (final do primeiro semestre e final do sendo selecionadas até 25 startups por
cuja solução esteja no mínimo na fase de segundo). rodada.
protótipo.
Não há custo direto ou contrapartida
PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS
PÚBLICO obrigatória.
Bolsas Quando da conversão do contrato de opção
Empresas brasileiras que atendam aos
seguintes critérios: Construção Civil em participação a Finep obterá
aproximadamente entre 10% e 25% do capital
Despesas com PI
• Sejam registradas na Junta Comercial, sob a da sociedade, a depender da regra de
forma de sociedade limitada (“LTDA”) ou Despesas com viagens conversão utilizada.
sociedade anônima (“S/A”);
Mão de Obra Para participar a empresa deve submeter
• Tenham apresentado no período de 12 proposta eletronicamente em resposta aos
Matéria-prima
meses, Receita Operacional Bruta (ROB) editais, passando pelas seguintes etapas:
inferior ou igual a R$ 3,6 milhões; Máquinas e Equipamentos

• Desenvolvam tecnologia inovadora ou Material de Consumo


Plano de Negócios => Banca Presencial =>
desenvolvimento de produto, serviço ou Serviços de Terceiros Visita Técnica
processo novo a partir da integração de
tecnologias existentes. Software
Investimento Direto ou Fundos Nacional Encerrado $

BNDES
BNDES Garagem - Apoio ao Desenvolvimento de Startups
https://www.bndes.gov.br/wps/portal/site/home/onde-atuamos/inovacao/bndes-garagem

OBJETIVO CONDIÇÕES DE APOIO BENEFÍCIOS


O Programa será realizado em conjunto com uma O Programa BNDES Garagem possui dois Com essa iniciativa, o BNDES vai além do apoio
aceleradora de startups, que será escolhida por módulos: um de criação de startups, que será financeiro e usa sua capacidade de articulação e
meio de Chamada Pública. A aceleradora terá o composto por grupos de empreendedores que conexão com clientes, investidas e investidores
papel de apoiar a criação e o crescimento de estão em estágio mais inicial e buscarão validar para auxiliar as startups. 
startups, por tempo determinado, através da suas ideias e desenvolver o MVP (Minimum
aproximação com investidores e potenciais Viable Product); e outro módulo de aceleração Com auxílio de parceiros, o BNDES Garagem
clientes, de metodologia de validação de ideias, de startups, que será integrado por empresas visa ajudar as startups a se conectarem com
de acompanhamento, capacitação e já estabelecidas, com produto já lançado no potenciais clientes e investidores, fornecer os
aconselhamento nos aspectos técnicos, jurídicos mercado e que buscarão acelerar seu serviços necessários para seu crescimento e
e mercadológicos. crescimento.  fomentar a criação de novos negócios inovadores.

PÚBLICO O Centro de Inovação e Empreendedorismo irá


ÁREAS abrigar:
BNDES Garagem é uma iniciativa de apoio às
startups que possui duas vertentes: o Programa Terão prioridade aquelas startups que • Programas de desenvolvimento de Startups do
BNDES Garagem de Desenvolvimento de Startups apresentem soluções nas áreas de Educação, BNDES
e a estruturação de Centro de Inovação e Saúde, Segurança, Soluções Financeiras, • Coworking para startups maduras com alto
Empreendedorismo no Rio de Janeiro. Economia Criativa, Meio Ambiente e que potencial de crescimento
usem a tecnologia Blockchain e de Internet • Laboratórios e áreas de inovação de grandes
das Coisas (aplicada a Cidades Inteligentes, empresas, universidades e escolas negócio,
PRAZO Rural e Indústria). makerspace, gestores de fundos de
investimento, big techs.
Edital encerrado.
Investimento Direto ou Fundos Nacional Encerrado $

COMGÁS
Inova Comgás
http://www.comgas.com.br/a-comgas/inovacao

OBJETIVO BENEFÍCIOS CONDIÇÕES DE APOIO


Estimular a co-criação de projetos inovadores Acesso ao fundo de investimento de A startup não tem custo direto ao participar,
e com amplo potencial de desenvolvimento R$ 11 milhões para projetos de P&D e todo o investimento é realizado por parte da
para o setor de energia Inovação da Comgás. Comgás e sem exigência de Equity.

Mentorias de executivos e especialistas. O que for desenvolvido no âmbito do


programa, porém, tem a propriedade
PÚBLICO Parceria comercial com a Comgás e intelectual compartilhada e em proporção
demais parceiros. negociada entre as partes.
Startups, demais empresas e instituições que
se interessam em ser desafiadas para o
desenvolvimento de soluções inovadoras
para o setor de energia.

PRAZO
Até 22/09/2018.

Aguardar abertura de nova chamada.


Investimento Direto ou Fundos Nacional Encerrado $

EDP
EDP Starter Brasil
http://www.edpstarterbrasil.com.br

OBJETIVO BENEFÍCIOS CONDIÇÕES DE APOIO


Desenvolver startups com soluções aplicáveis Bootcamp de 3 meses com mentorias Não há investimento por parte da startup.
ao setor de energia, a partir do conceito de em design de serviço, desenvolvimento
“Inovação Aberta”. de produto e de modelo de negócio. O programa contempla ajudas de custo
referentes a deslocamento, alimentação
Incubação por parte da EDP em espaço e alojamento conforme localidade das
próprio de Cowoking dentro da rede empresas participantes.
PÚBLICO WeWork.

Startups em desenvolvimento na área da Possibilidade de investimento por parte


energia ou de tecnologias digitais que da EDP Ventures (VC).
apresentem soluções disruptivas
com aplicabilidade no setor elétrico.

PRAZO
Até 17 Junho 2018.

Aguardar abertura de nova chamada.


Investimento Direto ou Fundos Nacional Encerrado $

ENEL
Energy Start
https://www.enel.com.br/pt/Sustentabilidade/iniciativas/archive/energy-start

OBJETIVO BENEFÍCIOS CONDIÇÕES DE APOIO


O Energy Start é o programa da ENEL Mentorias com especialistas da Enel + O programa é sem custos para a startup e a
dedicado a busca de startups para ACE + Google Launchpad Accelerator. forma de contrapartida será negociada caso a
desenvolvimento de parcerias. caso, podendo ter equity ou não.
Exposição ao networking do Vale do
Silício; Possibilidade de investimento direto de até R$
1,5 milhão para desenvolvimento conjunto de
PÚBLICO Desenvolvimento de parcerias projeto de P&D.
comerciais com a Enel no mundo ou no
Startups em todos os estágios. No caso de Brasil, para desenvolvimento de prova
parcerias comerciais serão priorizadas as de conceito
startups que já possuem um produto com
clientes. Já para fazer projeto de P&D, podem
ser startups com apenas uma ideia. ÁREAS

Digitalização (IoT)
PRAZO Energias renováveis
Cidades inteligentes + mobilidade elétrica
Aguardar abertura do programa.
Fintech
Eficiência energética
Desenvolvimento social
Investimento Direto ou Fundos Nacional Encerrado $

DARWIN STARTUPS
Darwin Startups
https://darwinstartups.com/

OBJETIVO BENEFÍCIOS CONDIÇÕES DE APOIO


Acelerar negócios promissores por meio de Aceleração do negócio; Investimento de R$170k em troca de 12% da
um programa de 3 meses, de demonstrarem startup.
Serviços de empresas parceiras;
alto desempenho continuam no programa.
Tem apoio da empresa TransUnion. Mentoria; Ou até 5% se empresa não necessitar de
Suporte jurídico, financeiro ou contábil; dinheiro ou tiver investimento prévio
qualificado com valuation superior.
Networking;
PÚBLICO
Participar da comunidade Darwin Family. Necessário estar presencialmente nas
Startups em fase inicial ou de crescimento, unidades de Florianópolis ou São Paulo com
que já possuam algo passível de ser levado ou 100% de dedicação ao negócio.
apresentado ao mercado.

ÁREAS

Big Data;
PRAZO
Finetech;
Até 17 Junho 2018.
Insurance;
Aguardar abertura de nova chamada.
Ti e Telecom.
Bolsas de PD&I Nacional Aberto $ - $$$

CNPQ E IEL
Inova Talentos
http://www.portaldaindustria.com.br/inovatalentos

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Ampliar o número de profissionais Bolsas A empresa elabora e submete projeto de
qualificados em atividades de inovação no inovação. O atendimento aos critérios
setor empresarial brasileiro. Construção Civil estabelecidos tornará o projeto elegível e,
desta forma, apto a receber bolsistas no
Despesas com PI
âmbito do programa.
Despesas com viagens
PÚBLICO Mão de Obra Modalidade Pacote Bolsa¹ - Investimento
Bolsa
Empresas; Matéria-prima
Inova 12 meses Total
Institutos de PD&I públicos e privados;
Graduando R$ 12.000 R$ 18.000 R$ 30.000
Órgãos de governo; Máquinas e Equipamentos
Entidades terceiro setor. Graduado R$ 12.000 R$ 30.000 R$ 42.000
Material de Consumo
Mestre R$ 14.000 R$ 36.000 R$ 50.000
Serviços de Terceiros
Doutor R$ 16.000 R$ 54.000 R$ 70.000
PRAZO Software
¹ Valores mínimos fixados pelo CNPq das bolsas: Desenvolvimento
Até 31 de julho de 2019. Tecnológico e Industrial (DTI) e Fixação e Capacitação de Recursos
Humanos - Fundos Setoriais (SET)
Bolsas de PD&I Nacional Aberto $ - $$$

CNPQ E IEL
Inova Global
http://www.portaldaindustria.com.br/iel/canais/inova-global/
Modalidade Bolsa Duração Benefícios

R$ 4.100,00/mês ou R$
Atração Jovens 7.000,00/mês (de acordo com
OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS Talentos
12 à 36 meses
categoria) Auxílio instalação
Auxílio deslocamento
Ampliar o número de profissionais 1 a 3 meses de
qualificados em atividades de inovação Bolsas permanência por
Pesquisador Visitante R$ 14.000,00/mês de permanência
no setor empresarial brasileiro, através ano no Brasil, em
Construção Civil Especial – PVE
períodos de 2 a 3
no Brasil Auxílio deslocamento
de intercâmbio. anos
Despesas com PI
US$1.300*/mês Auxílio instalação
Desenvolvimento
Máximo 12 (doze) Auxílio deslocamento Seguro-saúde
Despesas com viagens Tecnológico e Inovação
PÚBLICO no Exterior Junior – DEJ
meses Adicional de localidade (se for o
caso)
Mão de Obra
Empresas; Desenvolvimento US$2.100*/mês Auxílio instalação
Institutos de PD&I públicos e privados; Matéria-prima Tecnológico e Inovação Máximo 12 (doze) Auxílio deslocamento Seguro-saúde
no Exterior Sênior – meses Adicional de localidade (se for o
Órgãos de governo;
Máquinas e Equipamentos DES caso)
Entidades terceiro setor.
3 a 12 meses,
Material de Consumo desde que somada
US$1.300*/mês Auxílio instalação
à bolsa de
Auxílio deslocamento Seguro-saúde
Serviços de Terceiros Doutorado Sanduíche – Doutorado no
Taxas escolares e/ou de bancada (se
PRAZO SWE País, não
exigidas pela instituição) Adicional
Software ultrapasse o
de localidade (se for o caso)
máximo de 48
Até 31 de julho de 2019. meses

CONDIÇÕES DE APOIO 6 a 12 meses,


permitida a
US$2.100*/mês Auxílio instalação
Auxílio deslocamento Seguro-saúde
A empresa elabora e submete projeto de Pós-Doutorado – PDE prorrogação até o
Adicional de localidade (se for o
total de 24 meses
inovação. O atendimento aos critérios tornará de bolsa
caso)
o projeto elegível e, desta forma, apto a
receber bolsistas no âmbito do programa.
Bolsas de PD&I Nacional Encerrado $

MCTIC, SEPIN E CNPQ


Startup Brasil
http://www.startupbrasil.org.br

OBJETIVO PRINCIPAIS ITENS FINANCIÁVEIS CONDIÇÕES DE APOIO


Apoiar as empresas nascentes de base Bolsas Capital comprometido: R$ 9.700.000,00
tecnológica por meio de programas de
aceleração com duração de 12 meses. Construção Civil Não há investimento por parte da startup.
Despesas com PI
Investimento de até R$ 200 mil em bolsas de
Despesas com viagens pesquisa, desenvolvimento e inovação na
PÚBLICO modalidade DTC para profissionais indicados
Mão de Obra pelas startups.
Startups com até 4 anos de constituição do Matéria-prima
setor de software, hardware e/ou serviços de
TI. Máquinas e Equipamentos
Material de Consumo
Serviços de Terceiros
PRAZO Software
Aguardando abertura de edital.
Incentivos Fiscais Nacional Aberto $ - $$$

MCTIC
Lei do Bem
http://www.mctic.gov.br/mctic/opencms/tecnologia/incentivo_desenvolvimento/lei_bem/Lei_do_Bem.html

OBJETIVO BENEFÍCIOS CONDIÇÕES DE APOIO


Estimular investimentos privados em pesquisa e
Gestão e Controle:
desenvolvimento tecnológico, resultando em maior
• Controle contábil dos dispêndios em contas
competitividade no mercado. Os benefícios visam . específicas;
estimular a fase de maior incerteza quanto à
• Controle das máquinas e equipamentos
obtenção de resultados econômicos e financeiros
exclusivos para PD&I;
pelas empresas no processo de criação e testes de
• Regularidade fiscal, comprovada através das
novos produtos, processos ou aperfeiçoamento dos
CNDs;
mesmos.
• Controle analítico dos custos e despesas de
cada projeto em coletor de custo específico;
• Controle de horas das equipes dedicadas aos
PÚBLICO projetos de PD&I;
• Projeto de PD&I formalmente elaborado.
Empresas que operam no regime fiscal do Lucro
Real, que realizam pesquisa tecnológica e
desenvolvimento de inovação tecnológica no país, Critérios de Enquadramento dos projetos:
de forma automática. • Elemento Inovador: o projeto deve representar um
progresso científico ou tecnológico.
Inovação Tecnológica é a concepção de novo
produto ou processo de fabricação, bem como a • Risco Tecnológico: o projeto deve apresentar
agregação de novas funcionalidades ou incertezas ou riscos tecnológicos, envolvendo
características que impliquem em ganho de aspectos que estejam além das dificuldades
qualidade ou produtividade, resultando maior PRAZO tradicionais para obtenção da solução, que e
competitividade no mercado. justifiquem a realização de atividades de pesquisa
A empresa utiliza o benefício fiscal no ano corrente, e ou desenvolvimento experimental.
no ano seguinte, até o dia 31/07, deve enviar um
formulário (FORMPD&I) para prestação de contas ao
MCTIC.
Incentivos Fiscais Nacional Aberto $ - $$$

MCTIC
Incentivo fiscal à capacitação no setor de software

OBJETIVO BENEFÍCIOS CONDIÇÕES DE APOIO


Estimular investimentos privados em A IN prevê que as empresas, além da Para a utilização do benefício é importante que:
capacitação de pessoal que atua no dedução integral dos custos e despesas com
desenvolvimento de softwares de empresas de capacitação de pessoal como despesas • O curso seja oferecido por instituição de
Tecnologia da Informação (TI) ou de Tecnologia operacionais, poderão realizar uma exclusão educação devidamente credenciada pelo
da Informação e Comunicação (TIC) adicional do total do gasto com capacitação Ministério da Educação ou pelos órgãos de
de pessoal, para fins de apuração do IRPJ. educação estaduais ou municipais;
É importante reforçar que devem ser
PÚBLICO considerados apenas os custos e despesas • O curso técnico ou superior deve constar no
com capacitação de pessoal que atua no Catálogo Nacional de Cursos Técnicos ou do
Empresas que operam no regime fiscal do desenvolvimento de softwares de empresas Catálogo Nacional de cursos superiores de
Lucro Real, que realizam pesquisa tecnológica de Tecnologia da Informação (TI) ou de Tecnologia, elaborados pelo Ministério da
e desenvolvimento de inovação tecnológica Tecnologia da Informação e Comunicação Educação.
no país, de forma automática. (TIC) com tributação pelo Lucro Real.
• Manter cópia de toda a documentação que
comprove os pagamentos das despesas com
PRAZO o curso, incluindo as despesas de viagem,
além da cópia de certificado de conclusão e
Indeterminado relatório das horas despendidas em
treinamento, para montagem de um dossiê.
Incentivos Fiscais Municipal Aberto $ - $$$

PROGRAMA MUNICIPAL
ISS Tecnológico

OBJETIVO BENEFÍCIOS MUNICÍPIOS COM INCENTIVO


Estimular nos municípios para empresas que Redução do ISS.
(alguns exemplos)
atuam no desenvolvimento de softwares de
empresas de Tecnologia da Informação (TI) ou
Curitiba – PR - Lei Complementar nº 22/98;
de Tecnologia da Informação e Comunicação
Londrina – PR – Lei 10.994/10; Decreto 411/11;
(TIC), constituam projetos contínuos.
São José dos Campos – SP – Lei Complementar
nº 256/03;
Recife – PE – (Porto Digital) – Lei Municipal
17.244/06;
PÚBLICO
Programa destinado a incentivar a pesquisa e
o desenvolvimento científico e tecnológico
das empresas prestadoras de serviços.

PRAZO
Varia de acordo com cada município.
Outros mecanismos Municipal Encerrado $ - $$$

SEBRAE ANPROTEC
Programa Nexos
http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/programa-nexos-conexoes-corporativas,ea81f631e24e6610VgnVCM1
000004c00210aRCRD

OBJETIVO OPERACIONALIZAÇÃO
É uma estratégia de atuação em rede que tem como objetivo apoiar a
conexão entre startups com grandes e médias empresas, visando a geração
de negócios e desenvolvimento de novas tecnologias.

PÚBLICO
Para os pequenos negócios inovadores:
Acesso a mercado;
Acesso a recursos financeiros para desenvolvimento tecnológico;
Suporte técnico e gerencial de ambientes de inovação;
Mentorias especializadas. Já foram aprovados os ambientes de inovação. A lista pode ser acessada no
  link do Programa.
Para as médias e grandes empresas:
Acesso a uma rede qualificada de pequenos negócios inovadores;
Conversão de impostos em inovação (utilização da Lei do Bem);
Potencialização dos investimentos por meio da complementação de capital
financeiro, econômico e recursos humanos;
Mitigação dos riscos no uso dos instrumentos fiscais de apoio à inovação. 
Outros mecanismos Municipal Aberto $ - $$$

EMPRESA SIMPLES DE CRÉDITO


Lei Complementar nº 167/2019

OBJETIVO PÚBLICO

A Empresa Simples de Crédito (ESC), de âmbito municipal ou distrital, com


atuação exclusivamente no Município de sua sede e em Municípios
limítrofes, ou, quando for o caso, no Distrito Federal e em Municípios
limítrofes, destina-se à realização de operações de empréstimo, de MEI ME
financiamento e de desconto de títulos de crédito, exclusivamente com
recursos próprios, tendo como contrapartes microempreendedores
individuais, microempresas e empresas de pequeno porte, nos termos da
Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006 (Lei do Simples
Nacional). ESC
A ESC deve adotar a forma de empresa individual de responsabilidade
limitada (Eireli), empresário individual ou sociedade limitada constituída
exclusivamente por pessoas naturais.

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae)


poderá apoiar a constituição e o fortalecimento das ESCs.  EPP
Outros mecanismos Municipal Aberto $ - $$$

INOVA SIMPLES
Lei Complementar nº 167/2019

OBJETIVO BENEFÍCIOS
O Inova Simples é um regime especial simplificado que concede às Fixação de rito sumário para abertura e fechamento de
iniciativas empresariais de caráter incremental ou disruptivo que se empresas sob o regime do Inova Simples, que se dará de
autodeclarem startups ou empresas de inovação um tratamento forma simplificada e automática, no mesmo ambiente digital
diferenciado com vistas a estimular sua criação, formalização, do portal da Rede Nacional para a Simplificação do Registro
desenvolvimento e consolidação como agentes indutores de avanços e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim), em sítio
tecnológicos e da geração de emprego e renda. eletrônico oficial do governo federal, por meio da utilização
de formulário digital próprio, disponível em janela ou ícone
intitulado Inova Simples.
PÚBLICO
Considera-se startup a empresa de caráter inovador que visa aperfeiçoar
sistemas, métodos ou modelos de negócio, de produção, de serviços ou de
produtos, os quais, quando já existentes, caracterizam startups de natureza
incremental, ou, quando relacionados à criação de algo totalmente novo,
caracterizam startups de natureza disruptiva.
REFERÊNCIAS
Para a construção deste Guia de Fomento voltado ao setor tecnológico, foram consultados os sites das
instituições responsáveis pelos instrumentos - conforme indicado na descrição de cada um -, sendo essas
informações validadas pelos principais órgãos de fomento.

Além disso, foram consultados:


ENEL
ABDI - Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial FAPESP - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo
ABES - Associação Brasileira das Empresas de Software Finep - Financiadora de Estudos e Projetos
ABGI IEL - Instituto Euvaldo Lodi
Banco do Nordeste Indústria 4.0
BNDES - Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social MCTIC - Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e
CNI - Confederação Nacional da Indústria Comunicações
CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e MEI TOOLS - Ferramentas para promover a inovação nas empresas
Tecnológico SEBRAE - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas
Comgás Empresas
Darwin Startup SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial
Desenvolve SP SESI - Serviço Social da Indústria
EDP Softex - Associação para Promoção da Excelência do Software
Embraer Brasileiro
EMBRAPII - Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial TI Inside
Acompanhe-nos!

brasil.abgi-group.com abes.org.br