Você está na página 1de 6

Grupo de Pesquisa e estudos Constitucionalismo Crítico Nuestroamericano

Agenda 2019-2
Eixos temáticos 2019:

Estado democrático - Globocolonialidade neoliberal - Processos destituintes.

E-mail: grupoconst@unesc.net
Local das reuniões: Bloco P, sala 008, Programa de Pós-graduação em Direito, Unesc.

Reuniões
Agosto

13 agosto - 18 hs.
Texto:
SAAD FILHO, Alfredo; MORAIS, Lécio. Brasil: Neoliberalismo versus Democracia. 1 ed.
São Paulo: Boitempo, 2018. pg. 19-33

20 agosto - 18 hs.
Texto:
SAAD FILHO, Alfredo; MORAIS, Lécio. Brasil: Neoliberalismo versus Democracia. 1 ed.
São Paulo: Boitempo, 2018, pg. 71-132

27 agosto - 18 hs.
Texto:
SAAD FILHO, Alfredo; MORAIS, Lécio. Brasil: Neoliberalismo versus Democracia. 1 ed.
São Paulo: Boitempo, 2018. pg. 243-267

Setembro

03 de setembro - 18 hs.
Livro:
MIGUEL, Luis Felipe. O Colapso da democracia no Brasil: Da Constituição ao golpe
de 2016. 1 ed. São Paulo: Fundação Rosa Luxemburgo/Expressão popular, 2019.

1
10 de setembro - 18 hs.
Livro:
DEMIER, Felipe. Depois do golpe: A dialética da democracia blindada no Brasil. 1 ed.
Rio de Janeiro: Mauad X, 2017.

17 de setembro - 18 hs.
Texto:
BERCOVICI, Gilberto. Teoria do Estado e teoria da Constituição na periferia do
capitalismo: breves indagações críticas. Diálogos Constitucionais: Brasil/Portugal. Rio
de Janeiro: Renovar, p. 263-290, 2004.

BERCOVICI, Gilberto. Constituição e Política: Uma Relação Difícil. Lua Nova: Revista
de cultura e política - Revista do Centro de Estudos de Cultura Contemporânea - CEDEC.
São Paulo, no 61, 2004.

BERCOVICI, Gilberto. O Poder Constituinte do Povo no Brasil: Um roteiro de pesquisa


sobre a crise constituinte. Lua Nova: Revista de cultura e política - Revista do Centro de
Estudos de Cultura Contemporânea - CEDEC. São Paulo, 88: 305-325, 2013.

24 de setembro - 18 hs.
Texto:
NEVES, Marcelo. A constitucionalização simbólica. 3 ed. São Paulo: WMF Martins
Fontes, 2011, cap. 2, pp. 55-126.

Outubro:

01 outubro - 18hs.
Texto:
FAORO, Raymundo. A República Inacabada. Organização e prefácio: Fábio Konder
Comparato. 1 ed. São Paulo, Globo, 2007, pp. 7-22; 169-265.

08 de outubro - 18 hs.
Texto:
WOOD, Ellen Meiksins. Democracia contra capitalismo: a renovação do materialismo
histórico. Tradução de Paulo Cezar Castanheira. 1 ed. São Paulo: Boitempo, 2011, pp.
27-49; 157-204.

15 de outubro - 18 hs.
Texto:
LOSURDO, Domenico. Democracia ou Bonapartismo: Triunfo e Decadência do
Sufrágio Universal. Tradução de Luiz Sérgio Henriques. Rio de Janeiro: Ed. UFRJ/Ed.
UNESP, 2004, pp. 243-294.

22 de outubro - 18 hs.
Texto:
LOSURDO, Domenico. Democracia ou Bonapartismo: Triunfo e Decadência do

2
Sufrágio Universal. Tradução de Luiz Sérgio Henriques. Rio de Janeiro: Ed. UFRJ/Ed.
UNESP, 2004, pp. 295-333.

29 de outubro - 18 hs.
Texto:
LOSURDO, Domenico. Contra-História do Liberalismo. Tradução de Giovanni
Semeraro. 2 ed. Aparecida: Ideias & Letras, 2006, pp. 13-46; 339-361.
Novembro

05 de novembro -18 hs.


Texto:
MASCARO, Alysson Leandro. Estado e forma política. São Paulo: Boitempo, 2013, pp.
09-50.

12 de novembro - 18 hs.
Texto:
MASCARO, Alysson Leandro. Estado e forma política. São Paulo: Boitempo, 2013, pp.
51-91.

19 de novembro - 18 hs.
Texto:
MASCARO, Alysson Leandro. Estado e forma política. São Paulo: Boitempo, 2013, pp.
95-128.

Eventos:

Data: 19 a 20 de Setembro.
Evento:I SEMINÁRIO INTERNACIONAL EM DIREITOS HUMANOS E SOCIEDADE & IV
JORNADA DE PRODUÇÃO CIENTÍFICA EM DIREITOS FUNDAMENTAIS E ESTADO.
Local: Unesc - Criciúma.

Data: 21 a 25 de outubro.
Evento: Semana de Ciência e tecnologia da Unesc
Local: Unesc - Criciúma.

Data: 27 a 29 de Novembro
Evento: Encontro da Rede do Constitucionalismo democrático.
Local: UFSC - Florianópolis.

3
Bibliografia

ABENSOUR, Miguel. La democracia contra el Estado. Tradução ao Espanhol de


Eduardo Rinesi. Buenos Aires: Colihue, 1998.
BERCOVICCI, Gilberto. Soberania e constituição: Para uma crítica do
constitucionalismo. 2 ed. São Paulo: Quartier Latin, 2013.
BERCOVICI, Gilberto. A ConstItuição Dirigente Invertida: A blindagem da Constituição
Financeira e a agonia da Constituição Econômica. Revista Trimestral de Direito
Público, No 45. São Paulo: Malheiros, 2004.
BERCOVICI, Gilberto. Constituição e Política: Uma Relação Difícil. Lua Nova: Revista
de cultura e política - Revista do Centro de Estudos de Cultura Contemporânea - CEDEC.
São Paulo, no 61, 2004.
BERCOVICI, Gilberto. O Poder Constituinte do Povo no Brasil: Um roteiro de pesquisa
sobre a crise constituinte. Lua Nova: Revista de cultura e política - Revista do Centro de
Estudos de Cultura Contemporânea - CEDEC. São Paulo, 88: 305-325, 2013.
BERCOVICI, Gilberto. Teoria do Estado e teoria da Constituição na periferia do
capitalismo: breves indagações críticas. Diálogos Constitucionais: Brasil/Portugal. Rio
de Janeiro: Renovar, p. 263-290, 2004.
BORON, Atilio A. Estado, capitalismo y democracia en América Latina. 1a. ed.
Buenos Aires: Clacso, 2003.
BROWN, Wendy. El Pueblo sin atributos: La secreta revolución del neoliberalismo.
Tradução para o Espanhol de Víctor Altamirano. Barcelona: Malpaso, 2015.
CACIATORI, Emanuela Gava; FAGUNDES, Lucas Machado. A Colonialidade do Poder
e a Dependência do Estado Latino-Americano: Elementos Para Refletir a Condição
Periférica Regional. Revista Culturas Jurídicas, Vol. 5, Núm. 12, set./dez., 2018.
CARVALHO, Laura. Valsa Brasileira: Do boom ao caos econômico. 1 ed. São Paulo:
Todavia, 2018.
DEMIER, Felipe. Depois do golpe: A dialética da democracia blindada no Brasil. 1 ed.
Rio de Janeiro: Mauad X, 2017.
FAORO, Raymundo. A República Inacabada. Organização e prefácio: Fábio Konder
Comparato. 1 ed. São Paulo, Globo, 2007.
FERRAJOLI, Luigi. A Soberania no Mundo Moderno: Nascimento e crise do Estado
nacional 1 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2002.
GRABENDORF, Wolf. Los dueños de la globalización: Cómo los actores
transnacionales desmantelan el Estado (latinoamericano). la revista Nueva Sociedad No
271, set./out. 2017.
LOSURDO, Domenico. Contra-História do Liberalismo. Tradução de Giovanni
Semeraro. 2 ed. Aparecida: Ideias & Letras, 2006.

4
LOSURDO, Domenico. Democracia ou Bonapartismo: Triunfo e Decadência do
Sufrágio Universal. Tradução de Luiz Sérgio Henriques. Rio de Janeiro: Ed. UFRJ/Ed.
UNESP, 2004.
MARTÍN, Carlos de Cabo. Pensamiento crítico, constitucionalismo crítico. Madrid:
Trotta, 2014 (Colección Estructuras y Procesos: Serie Derecho)
MARTÍN, Carlos de Cabo. Propuesta para un constitucionalismo Crítico. [transcrição
de discurso]. ReDCE. Ano 10. Núm. 19. janeiro-junho/2013. Págs. 387-399.
MASCARO, Alysson Leandro. Estado e forma política. São Paulo: Boitempo, 2013.
MEDICI, Alejandro. Constitución Material y Justicia Política. Revista Culturas
Jurídicas, Vol. 5, Núm. 10, janeiro/abril, 2018.
MEDICI, Alejandro. Otros Nomos: Teoría del nuevo constitucionalismo sudamericano.
San Luis Potosí: UASLP, CENEJUS, 2016.
MIGUEL, Luis Felipe. O Colapso da democracia no Brasil: Da Constituição ao golpe
de 2016. 1 ed. São Paulo: Fundação Rosa Luxemburgo/Expressão popular, 2019.
MONEDERO, Juan Carlos. Disfraces del Leviatán: El papel del Estado en la
globalización neoliberal. Caracas: Centro Internacional Miranda, 2008
NEVES, Marcelo. A constitucionalização simbólica. 3 ed. São Paulo: WMF Martins
Fontes, 2011.
NEVES, Marcelo. Constitucionalização simbólica e desconstitucionalização fática:
mudança simbólica da Constituição e permanência das estruturas reais de poder.
Trabalho apresentado à XV Conferência Nacional da Ordem dos Advogados do
Brasil, Brasília a. 33 n. 132 out./dez, 1996.
NOBRE, Marcos. Choque de democracia: Razões da Revolta. Breve Ensaio.
Companhia das Letras.
PISARELLO, Gerardo. Procesos constituyentes: Caminos para la ruptura
democrática. Madrid: Trotta, 2014 (Colección Estructuras y Procesos: Serie Derecho)
PISARELLO, Gerardo. Un Largo Termidor: Historia y crítica del constitucionalismo
antidemocrático. 1 ed. Quito: Corte Constitucional para el Período de Transición, 2011.
(Pensamiento jurídico contemporáneo, 4)
QUIJANO, Aníbal. Colonialidade do poder, eurocentrismo e América Latina. Buenos
Aires: CLACSO: Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales, 2006.
______. Colonialidad y modernidad/racionalidad. Perú indígena, v. 13, n. 29, p. 11-20,
1992.
______. La modernidad, el capital y América Latina nacen el mismo día. Entrevista
concedida à Nora Velarde. ILLA – Revista del Centro de Educación y Cultura, n. 10.
1991, pp. 42-57.
RESTREPO, Ricardo. Teoría crítica constitucional 2: del existencialismo popular la
verdad de la democracia. 1 ed. Quito: Corte Constitucional para el Período de Transición,
2011. (Crítica y derecho, 4)

5
RESTREPO, Ricardo. Teoría crítica constitucional: rescatando la democracia del
liberalismo. 1 ed. Quito: Corte Constitucional para el Período de Transición, 2011. (Crítica
y derecho, 3)
SAAD FILHO, Alfredo; MORAIS, Lécio. Brasil: Neoliberalismo versus Democracia. 1 ed.
São Paulo: Boitempo, 2018.
SANCHEZ, Clemente Valdés. La constitución como instrumento de dominio. 5 ed.
Coyoacán: Ediciones Coyoacán, 2010
SANTOS, Boaventura de Souza [org.]. A Globalização e as Ciências Sociais. 2 ed.
São Paulo: Cortez, 2002
SOUZA, Jessé; VALIM, Rafael; et al. Resgatar o Brasil. São Paulo: Editora
Contracorrente/Boitempo, 2018.
SOUZA, Jessé. A Elite do Atraso: Da Escravidão à Lava Jato. Rio de Janeiro: Leya,
2017.
WILHELMI, Marco Aparicio, et al. Por una asamblea constituyente: Una solución
democrática a la crisis. Madrid: Sequitur, 2012
WOOD, Ellen Meiksins. Democracia contra capitalismo: a renovação do materialismo
histórico. Tradução de Paulo Cezar Castanheira. 1 ed. São Paulo: Boitempo, 2011.