Você está na página 1de 2

“Quero largar o emprego e viver de trade!


Postado por Categorias Data Comentários
DAY TRADER SCHOOL PRIMEIROS PASSOS 27 DE FEVEREIRO DE 2019 0 COMENTÁRIO
Quem nunca viu um vídeo de trader no YouTube e pensou: “Vou largar meu emprego e viver disso”?

Escrito por: Lucas Lara

Com a popularização da Bolsa de Valores, com certeza você já deve ter visto na sua timeline do Facebook,
Instagram ou YouTube algum trader postando seus ganhos diários e, logo em seguida, oferecendo seus cursos para
aprender a operar como ele.

Provavelmente, ao ver isso, você já deve ter pensado “porra, se o cara faz R$10.000,00 em um dia e vai me ensinar a
técnica dele, vou fazer o curso e fazer os mesmos R$10.000,00 por dia!” e, logo em seguida, já emendou o
seguinte pensamento “E vou largar meu emprego!”, não é mesmo?
Pois bem. As coisas não são tão simples quanto você imagina (ou quanto esse cara te vendeu), mas antes de falar
disso, deixa eu falar um pouco de mim.

Eu me chamo Lucas, tenho 27 anos e há 6 anos eu estou no mercado, sendo que há 2 anos, iniciei, em paralelo,
uma pegada educacional (que me trouxe até a Day Trader School) por dois motivos: o primeiro deles é que eu
operava de casa e, diferente do que vocês podem pensar, uma hora isso se torna meio entediante e solitário e,
também, porque a Nathália, minha noiva, me mandou sair do videogame e gastar o restante do meu tempo em algo
útil e a única coisa útil que poderia fazer além de operar era ensinar outras pessoas a operarem e foi assim que iniciei
com um canal de YouTube, Instagram e, no fim das contas, cheguei até aqui.

Agora que você já sabe um pouco da minha trajetória, vamos voltar ao assunto principal: largar o emprego e virar
Trader com a promessa de ganhos, que você já deve ter se deparado por aí.

Gostaria de, inicialmente, deixar claro uma coisa: existe muita gente boa por aí, mas
existe MUITOpicareta vendendo “fórmulas milagrosas” de ganhar dinheiro na Bolsa e, na boa…não é bem assim,
mas isso é assunto para outro post!

Mas vamos supor que você já está aprendendo com alguém bom. Agora é relaxar que você descobriu a fórmula do
dinheiro? Claramente não. Extrair dinheiro do mercado, com consistência, pra viver disso, vai muito além de uma
técnica operacional. Envolve sentimento, psicologia, gestão financeira, entendimentos técnicos (que vão além da
técnica operacional – como economia e política) e MUITO“tempo de tela”, como chamamos, ou, no caso,
experiência de mercado.

Por isso, se você está querendo fazer essa mudança em sua vida, preparei algumas dicas para você não sofrer e
desistir ao longo do caminho, pelo contrário…PRA QUE VOCÊ CHEGUE LÁ!

+ QUER COMEÇAR NA BOLSA? CLIQUE AQUI!

Dica 1: NÃO LARGUE O SEU TRABALHO LOGO DE CARA!


Em um primeiro momento, o ideal é você testar tudo o que você aprendeu e, para isso, você não precisa pedir
demissão e sair do seu trabalho na segunda-feira pós-curso. Você pode criar uma “jornada dupla”, onde você opera
nos seus tempos livres (naquela “folguinha” das 10h da manhã, na hora do almoço, naquele cafézinho no meio da
tarde ou até aos finais de semana, com as ferramentas de Replay de Mercado). Com isso você faz todo esse teste sem
perder uma fonte de renda.

Dica 2: PLANEJE, FINANCEIRAMENTE, A TRANSIÇÃO ENTRE SAIR DO EMPREGO E TER


CONSISTÊNCIA NO MERCADO!
Por mais que você tenha bons resultados no período de “jornada dupla”, não se empolgue. Demora para
conseguirmos, de fato, extrair dinheiro no mercado. A tendência, portanto, é você ter momentos bons, momentos de
oscilação e momentos ruins, até que você encontre o seu equilíbrio e consiga, de fato, sair ganhador no final do
mês. Para que esse momento (de extrema importância) não se torne um fardo e você atinja seu objetivo,
é IMPRESCINDÍVEL que você controle seus gastos, corte despesas desnecessárias e tenha uma fonte de renda ou,
pelo menos, uma reserva financeira considerável para se sustentar enquanto não tiver consistência, senão você
passa a se colocar na OBRIGAÇÃO de ganhar dinheiro e, consequentemente, você acaba com seu processo
evolutivo, transformando algo que era para ser bom em uma bola de neve de traumas. (E não ache que você é
diferente. Já vi muita gente tentar fazer diferente e todas desistiram, porque simplesmente NÃO DÁ pra você ter
a OBRIGAÇÃO DE GANHAR quando ainda está APRENDENDO e oscilando!).