Você está na página 1de 42

See discussions, stats, and author profiles for this publication at: https://www.researchgate.

net/publication/320386873
Acústica Aplicada ao Controle do Ruído
Presentation · October 2007
CITATIONS READS
46 4,754
1 author:
Sylvio R. Bistafa
University of São Paulo
62 PUBLICATIONS   313 CITATIONS   
SEE PROFILE
Some of the authors of this publication are also working on these related projects:
Applied Acoustics View project
Room Acoustics View project
All content following this page was uploaded by Sylvio R. Bistafa on 13 October 2017.
The user has requested enhancement of the downloaded file.
II Simpósio Internacional de Saúde
do Trabalhador e Fonoaudiologia

Acústica Aplicada ao Controle do Ruído

Sylvio R. Bistafa
Escola Politécnica da USP
Introdução
Controle do ruído é assunto multidisciplinar
Tema: controle de ruído do ponto de vista da
engenharia
‘Não são temas’: avaliação da exposição ao
ruído, perda auditiva em trabalhadores,
efeitos sobre a saúde, programas de educação
para conservação, etc.
Programação
Apresentação das grandezas acústicas mais
pertinentes ao controle do ruído
Características físicas do ruído
Controle do ruído
• Na fonte (‘não é tema’)
• Na trajetória de transmissão
• No receptor (‘não é tema’)
• Gerenciamento do controle do ruído
Grandezas Acústicas
Pressão sonora p

Comprimento de onda l

Velocidade do som c

Freqüência f

Potência sonora W
Pressão sonora p
e
Comprimento de onda l
Magnitude da Pressão Sonora
Velocidade do som c
Freqüência, f = c/l
c/l
Potência Sonora W x Pressão
Pressão Sonora p
Escala Linear x Escala logarítmica
Níveis Sonoros
Nível de potência sonora LW (dB)

Nível de pressão sonora Lp (dB)


Tom Puro x Ruído
peficaz

peficaz
Espectros Sonoros

Tom Puro Ruído Caminhão

Campainha Saxofone
Filtros de Oitavas e de 1/3-
1/3-Oitavas
Utilidade do Espectro Sonoro na Seleção de
Medidas de Controle de Ruído
Propagação
Som
em Campo Livre

Som
em Recintos
Em campo livre o nível sonora cai
de 6 dB toda vez que a distância é
duplicada.
Em recintos .........
Controle do Ruído

Absorção Sonora

Isolação Sonora
Não são “materiais
“materiais acústicos”.....
acústicos”.....

Caixa de Ovo Isopor


Controle da Reverberação
Controle da Inteligibilidade da Fala
(Controle da Reverberação)
Silenciador Resistivo
Silenciador Reativo
Silenciador
Combinado
Isolação Sonora
Isolação de Som Aéreo
Som original

Paredes de gesso

Paredes de bloco

Paredes de concreto
Enclausuramentos
Enclausuramento Parcial
Redução da Radiação Sonora Estrutural
Isolação de Vibrações
Barreiras Acústicas
(controle da difração)
Biombos Acústicos
Gerenciamento do
Controle do Ruído nos
Ambientes de Trabalho
Novo Ambiente de Trabalho
Equipamento Novo Silencioso
“Adquirir equipamentos com os menores níveis praticáveis de emissão de ruído”
Novo Ambiente de Trabalho
Leiaute
“Incorporar princípios de controle de ruído no leiaute de novas áreas de trabalho”

Manter junto maquinário, processos e


áreas de trabalho que apresentem níveis
similares de ruído.
Separar áreas ruidosas das áreas mais
silenciosas com áreas intermediárias em
termos de níveis de ruído.
Ambiente de Trabalho Existente
Eliminação: após uma avaliação crítica de
todos os processos existentes, é possível
reduzir os níveis de ruído alterando um ou
mais processos .
“Eliminar processos barulhentos”

Substituição: de processos barulhentos por


processos mais silenciosos.
Isolação: aqui significa separar as fontes
de ruído dos trabalhadores. Poderá
requerer a re-alocação das fontes de ruído
ou de pessoas.
“Isolar equipamentos e processos
barulhentos das pessoas”
Medidas Adicionais de Controle de Ruído
Manutenção
Dentes de engrenagens
desgastados e lascados,
Mancais e rolamentos
desgastados,
Lubrificação deficiente,
Desbalanceamento de
elementos rotativos,
Obstruções em
tubulações de ar,
Dispositivos de corte
desafiados,
Silenciadores obstruídos
e danificados,
Remoção de dispositivo
atenuador de ruído
Medidas Adicionais de Controle de Ruído
Práticas Silenciosas e Trabalho
Usar máquinas de dobra
no lugar de martelos, Revestir bancadas e
Abaixar materiais canaletas com borracha
vagarosamente sobre resistente ao atrito. Revestir a
superfícies ao invés de parte inferior de canaletas
soltá-los, metálicas, caso a parte
Aperfeiçoar a configuração superior de trabalho da
de carregadeiras, arranjos canaleta não possa ser
de armazenamento e revestida,
práticas do operador, Usar tapetes de borracha no
Reduzir a altura de queda piso e nas regiões das
de materiais que devem paredes sujeitas a impactos
cair, nas áreas de armazenamento,
Revestir caixas e cestos de Disponibilizar mantas de
retalhos de chapas, de borracha duráveis no piso e
vergalhões e de cavaco de nas bancadas para colocação
usinagem, com borracha de materiais.
resistente ao atrito,
View publication stats

Fábrica Acusticamente Consciente

Você também pode gostar