Você está na página 1de 7

Teologia do Culto

Autoatividades do Capítulo 1

Questões:

1. Pesquise, em dicionários da língua portuguesa, outros e diferentes modos de se definir culto. Não
se esqueça de informar a fonte da consulta.
Segundo o dicionário encontrado em (http://pt.wiktionary.org/wiki/culto ) culto significa, adoração ou homenagem a uma divindade qualquer, veneração;
adoração, forma externa da religião. Segundo o dicionário Aurélio o culto é uma Homenagem religiosa que se tributa a Deus ou aos entes sobrenaturais;
liturgia; ofício divino. / Religião: mudar de culto. / Fig. Veneração: o culto da família. // Entregar-se ao culto das musas, dedicar-se à poesia, às artes.

2. Faça uma redação entre 20 e 30 linhas, com o seguinte tema: “O culto que é aceitável a Deus”.

“O CULTO QUE AGRADA A DEUS”.

Muitas vezes já me perguntei, será que meu culto esta sendo aceito por Deus, ou é como o de Abel cheio de boas intenções, mas sem ser realmente

aceito pelo Senhor.

Meditando em Salmo. 15.1-5 e 1º Timóteo. 2.8 percebi que o Senhor se agrada do culto que vem de um coração puro de mãos santas. Em Salmo.

66.18 diz, “Se eu atender a iniquidade do meu coração, o senhor não me ouvira” . É melhor orar e adorar com um coração puro. Pureza de coração no temor

ao Senhor, nos fará fazer tudo para gloria de Deus como descrito em Provérbios. 1.7; 1º Coríntios 10.31.

Percebi que talvez alguém, querendo celebrar louvores decida fazer de uma forma espetacular, cheia de coreografias, músicos, instrumentos, etc.

Muitos vão gostar e apoiar esses louvores, porem sendo nosso coração enganoso como é, poderia perfeitamente esta agradando somente a carne e não esta

sendo aceito por Deus. (Mateus. 7.21-23).

O culto que realmente agrada a Deus, só pode ser encontrado em alguém que experimentou o novo nascimento em Cristo e procura ter uma vida

espiritual saudável, com jejuns, orações, meditação na Palavra do Senhor. Deus procura adoradores que o adorem em espírito (João 4.23-24), por isso se

quero agradar a Deus devo buscar o renovo de seu Espírito todos os dias.
Autoatividade do Capítulo 2

Questões:

1. Responda as perguntas abaixo:


a) O que é sacramento ou ordenança?
o termo “sacramento é mais antigo e aparentemente de uso mais generalizado que o termo “ordenança”“. Na verdade, a palavra “sacramento” não existe nas
Bíblia, um sacramento ou ordenança é um sinal de participação na graça salvadora. O termo sacramento é derivado do latino sacramentum, que era aplicado
a qualquer coisa sagrada ou consagrada. Ordenança (do latim ordo – uma ordem) “enfatiza o fato de que estes ritos foram ordenados pelo Senhor”
b) Quantas e quais são as ordenanças da igreja?
 Batismo nas águas e a Santa ceia do Senhor
c) Quem as instituiu?
 BIBLIA Palavra do Senhor
2) dê, pelo menos duas referências bíblicas que evidenciem as ordenanças. Comente-as.
Batismo e Santa Ceia – O batismo nas águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, de acordo com o mandamento de nosso Senhor, é um sagrado
sinal exterior de uma obra interior; um belo e solene símbolo a lembrar-nos de que, assim como nosso Senhor morreu sobre a cruz do Calvário, assim
também contamo-nos como mortos para o pecado, e a velha natureza com Ele pregada no madeiro; e que, assim como Ele foi descido do madeiro e
sepultado, assim nós somos sepultados com Ele pelo batismo da morte – para que, assim com o Cristo foi levantado dentre os mortos pela glória do Pai,
assim também andemos em novidade de vida. E a comemoração e observância da ceia do Senhor pelo sagrado uso do pão partido, um precioso tipo do pão
da vida – Jesus Cristo, cujo corpo foi partido por nós; e da seiva da videira – um maravilhoso tipo a lembrar de sempre o participante do sangue derramado
pelo Salvador, que é a videira verdadeira, da qual seus filhos são as varas; que esta ordenança é como um glorioso arco-íris a transpor a amplidão do tempo
entre o calvário e a vinda do Senhor, quando no Reino do Pai . Ele compartilhará novamente da companhia de seus filhos, e que o servir e o receber este
sagrado sacramento deve ser sempre precedido pelo mais solene exame do coração, autocrítica, perdão e amor para com todos os homens, para que ninguém
participe indevidamente e beba condenação para sua própria alma.
3) Em sua experiência de vida cristã e, a partir do esboço básico de realização das ordenanças,
relate variações que você tenha presenciado na organização e realização do Batismo nas águas e na
Ceia do Senhor. Que elementos você reconhece que enriqueceram a celebração e quais trouxeram
alguma dificuldade de organização e execução?

4) O batismo de criança não é realizado com idade inferior a 8 anos. Esta assertiva é falsa ou
verdadeira?
A igreja não batiza crianças por reconhecê-las
cidadãs do reino dos céus e ainda por considerar as crianças inconscientes por lhes faltar o uso da razão. A igreja tem como pressuposto para o Batismo a consciência do que
é pecado, o pleno arrependimento e a fé no evangelho
capaz de alcançar o perdão de Deus.
Qualquer criança pode ser apresentada desde a recém-nascida até a idade de uso da razão, quando deverá ser batizada, a idade para batizar crianças é de 12 anos, com
consentimento dos pais. Fica a critério de pastor julgar o preparo do candidato quanto à consciência do
significado do batismo.
5) Em relação à consagração dos elementos da Ceia, responda:

a) O que é Transubstanciação?
Significa a mudança da substancia do pão e do vinho na substancia do corpo e sangue de Jesus Cristo no ato da consagração
b) O que é Consubstanciação?
Significa a mudança da substancia do pão e do vinho na substancia do corpo e sangue de Jesus Cristo no ato da consagração
c) O que é Presença Real?
A ceia é-nos oferecida pelo Senhor Jesus, e cremos na sua presença entre nós como ocorre na proposta histórica de Calvino,em oposição a Lutero e Zwinglio. Sua posição
era que na ceia ocorria a presença de Jesus, não nos elementos, mas como coparticipantes e concelebrante junto com os comungantes. A essa forma de entendimento dá-se o
nome de presença real.
Autoatividade do Capítulo 3

Questões:

1. Qual o significado de Rito?


Cerimônia ou conjunto de cerimônias de uma religião.
Concluímos que as regras, normas, passos que compõem as
cerimônias é que tornam e fazem o “rito”, logo o rito é um conjunto de normas que determinam como o evento,festividade deverá ocorrer.
2. O que é Bênção? Qual é seu significado?
A Benção é bíblica. A benção é a valorização do objeto da benção. Seus significados é o ato de liberar alguém ou algo para prosperar naquele determinado propósito; ação
ou resultado de abençoar ou de benzer; favor divino; fato benéfico e oportuno.
3. Qual é a importância do Ministro de Deus na impetração da Bênção?
Porque ele é a autoridade de Deus, representante de Cristo.
4. O casamento evangélico é um sacramento ou não? Por quê?
Não é um sacramento, mas a igreja evangélica considera
uma instituição divina e ordenada por Deus.
5. Qual o significado da Cerimônia de Bodas?

É uma comemoração e, torna-se uma solenidade. A Palavra boba na sua etimologia tem origem na palavra do latim “votum”, que significa “promessa”, “votar”, ou “minha
promessa”. Somente poderá haver pacto, quando existe outra pessoa
Autoatividade do Capítulo 4

Questões:

1. O que significa a cerimônia de apresentação de crianças?


É uma benção para a criança e que essa benção a acompanhará em todos os sentidos de sua vida, bem como, a seus pais. As crianças precisam crescer em graça, estatura e
sabedoria como ensina a palavra de Deus.
2. Por que apresentamos crianças ao Senhor e não as batizamos?
Nas sagradas escrituras não há nenhum ensinamento ou exemplos que autorizem o batismo de crianças. O candidato ao batismo nas águas deve ter se arrependido de seus
pecados, e ter crido em Jesus Cristo. Aqueles que ainda não podem fazer uso completo da razão,não estão em condições de cumprir esses dois requisitos. Uma criança não
sabe discernir entre o bem e o mal.
3. O que fazer quando alguém pede que uma criança seja apresentada ao Senhor mas seus pais não
são convertidos?
O Pastor deve orientar os pais para educarem os filhos no Caminho do Senhor,pois estão assumindo uma nova responsabilidade diante de Deus,no altar, tão importante
quanto a aliança que celebraram no dia do seu casamento.
4. O que é um ofício fúnebre e qual a sua finalidade?
É uma cerimônia que acontece no mínimo,uma hora antes da saída do féretro (caixão), e é lavrada em livro oficial próprio da igreja. Ela tem a finalidade de consolo dos
familiares, amigos e irmãos em Cristo.
5. Por que é importante que a Igreja realize o culto da passagem do ano?

Porque especialmente no Brasil, onde na passagem do ano ocorrem tantos ritos e cerimônias dedicadas a entidades, é de extremo valor que o povo evangélico saiba o
significado e a necessidade do culto de passagem do ano.
Autoatividade do capítulo 5

Questões:

1. O que representa a Cerimônia de Recepção de Membros? Quem pode ser incluído nesta
cerimônia e quando ela pode ser realizada?
É uma benção que os novos membros da igreja recebem, e pode ser incluídos pelo batismo por imersão e ou por carta de transferência,conforme o estatuto da Igreja do
Evangelho Quadrangular.
2. O que significa o lançamento da Pedra Fundamental? Quando realizamos esta cerimônia?
è uma cerimônia que coroa a conquista da aquisição de um imóvel para a construção do templo da Igreja local. Essa cerimônia prenuncia a própria construção do templo.
3. O que significa a Cerimônia de Inauguração do Templo? Quando realizamos esta cerimônia?
Ocorre quando ainda não está concluído, mas o seu uso já é possível
4. O que significa Cerimônia de Consagração do Templo? Quando realizamos eta cerimônia?
Essa cerimônia é a dedicação do Templo ao serviço de Deus. Ela deve ocorrer quando não há mais compromissos financeiros ou burocráticos com relação a construção do
mesmo.
Autoatividade do Capítulo 6

Questões:

1. Escolha a alternativa que estiver correta, assinalando com um “x”.

( ) As cerimônias na vida da Igreja não são relevantes

( ) O lançamento da pedra fundamental, não é necessário

( X ) No Culto da Maioridade, jovens são consagrados na presença do Senhor para iniciar uma vida
ministerial determinada.

2. O que é noivado? Por que ele deve ser abençoado?


 O noivado é um importante passo que um casal de namorados pode dar para ficar no caminho certo, cumprindo as ordens cerimoniais. O período de
noivado até o casamento serve para que o homem e a mulher se preparem para serem um do outro por toda a sua vida na terra, também são os meses em que
são planejados todos os detalhes para a cerimônia, para a festa de casamento e para a consolidação de sonhos.        
        Após o pedido realizado para os pais da noiva, é marcado na igreja um culto, onde irão os familiares e amigos do casal para celebrar a união.        
Os principais motivos de essa cerimônia ser tão importante são porque o noivado firma as promessas do namoro diante de Deus, da igreja, da sociedade e
evita a irresponsabilidade por parte de ambas as partes envolvidas no relacionamento e estabelece um limite entre o casal, de respeitar a pureza um do
outro.        
        Um noivado abençoado é fruto de sentimento interior e da paz profunda no coração do casal, fruto de suas orações para discernir a vontade de Deus,
concluído que chegou o tempo para assumir um compromisso de amor maior entre o casal.        
        A forma correta de se firmar um noivado evangélico, é pedir não apenas a permissão dos pais para que a união seja concedida, mas primeiramente para
Deus, que é o Ser mais importante da vida de todos os seres.
3. O culto de Debutantes e Culto da Maioridade em Cristo são cerimônias de transição. Qual a
importância destes cultos na vida dos jovens?
Estes dois cultos festivos – Debutantes e Maioridade – para os pais são um momento muito importante, pois estarão apresentando seus filhos a Deus,
declarando perante o Senhor e a igreja que seu(sua) filho(a) estará debaixo da benção e da vontade divina, numa etapa da vida .
      O significado disto no mundo espiritual é grandioso, impactante e protetor. Tanto o culto de debutantes como o culto de maioridade são momentos de
transição na vida dos jovens, que precisam ser marcados com a benção de Deus e a comemoração da família e da igreja. Precisamos marcar este momento,
   
porque se a igreja não fizer, as drogas, as bebidas e os falsos amigos farão.
4. Inevitavelmente a igreja local sempre enfrenta, uma hora ou outra, a despedida e a posse de um
novo pastor. Cite algumas atitudes espirituais que devem ser observadas nestas ocasiões.
  A posse do Pastor é algo notável e deve ser feita com muita reverencia. Sabendo com antecedência, o pastor que ira assumir o cargo, convidará seus
familiares para a posse, levando consigo aparelhos para registrar este momento. A igreja que vai receber um líder deve se preparar, realizando ornamentação,
preparando toda a liturgia do culto.        
        Após a consagração a marca da união com Cristo e da igreja é feita da participação da Santa Ceia, servida ao Pastor, será a ceia da unidade.         
        A despedida de um Pastor será da forma de não gerar tristezas nos corações do rebanho da igreja da qual o pastor está se despedindo. Por isso deve ser
realizado com muito cuidado. Após os ministros declararem seus feitos declara que debaixo da vontade de Deus o Pastor estará sendo enviado como servo do
  
Senhor a outro campo missionário.
5. O povo de Deus sempre tem motivos para celebrar e comemorar momentos especiais em suas
festas. Cite algumas festas que fazem parte do calendário anual da igreja local.

Dia da Pátria        
Dia das Mães        
Dia dos pais        
Dia dos namorados        
Das crianças        
Aniversário da Igreja Local        
Dia de Pentecostes                Dia dos Tabernáculo   ,  Dia do Natal        
Dia do no novo