Você está na página 1de 4

Capítulo XII

Central Geradora Hidrelétrica – CGH


Do Registro de Centrais Geradoras Item Informações
Hidrelétricas – CGH, Potência Igual ou I Formulário de registro de aproveitamento hidrelétrico com
Inferior a 1.000 kW potência instalada igual ou inferior a 1.000 kW, devidamente
preenchido e assinado pelo responsável técnico.
II Cópia do Registro no CREA do responsável técnico.
III Prova de propriedade da área ou do direito de dispor livremente
do terreno onde está implantada a central geradora e dos bens
existentes na referida CGH.
IV Planta de localização do empreendimento em carta plani-
altimétrica publicada por entidade oficial, em sua versão mais
recente, contendo sistema de coordenadas geográficas, escala,
legendas, datas da publicação e do trecho objeto do estudo
pretendido.
V Planta em detalhe do empreendimento com indicação do
reservatório, arranjo das estruturas, demarcação dos terrenos e
pontos característicos de interesse.

Central Geradora Hidrelétrica – CGH


II – Registro para fins de comercialização de
energia elétrica, uso exclusivo com comercialização
A Constituição Federal de 1988, no seu art 176, e serviço público
alterado pela Emenda Constitucional no 6/95, definiu 0 Os interessados deverão apresentar os seguintes
no parágrafo 4o que não dependerá de autorização documentos devidamente autenticados:
ou concessão o aproveitamento do potencial de
energia renovável de capacidade reduzida. Item Informações
O art 8o da Lei nº 9.074, de 1995, estabeleceu que I Formulário de registro de aproveitamento hidrelétrico com
potência instalada igual ou inferior a 1.000 kW, devidamente
os aproveitamentos de potenciais hidráulicos iguais preenchido e assinado pelo responsável técnico.
ou inferiores a 1.000 kW estão dispensados de con- II Cópia do Registro no CREA do responsável técnico.
cessão, permissão ou autorização, devendo apenas III Prova de propriedade da área ou do direito de dispor livremente
ser comunicados ao poder concedente. do terreno onde está implantada a central geradora e dos bens
O art 5o do Decreto nº 2.003, de 1996, regulamen- existentes na referida CGH.
tou que os aproveitamentos de potenciais hidráuli- IV Planta de localização do empreendimento em carta plani-
altimétrica publicada por entidade oficial, em sua versão mais
cos iguais ou inferiores a 1.000 kW independem de recente, contendo sistema de coordenadas geográficas, escala,
concessão ou autorização, devendo, entretanto, ser legendas, datas da publicação e do trecho objeto do estudo
comunicados ao órgão regulador e fiscalizador do pretendido.
poder concedente, para fins de registro. O parágrafo V Planta em detalhe do empreendimento com indicação do
reservatório, arranjo das estruturas, demarcação dos terrenos e
único deste artigo estabeleceu que, caso o aprovei- pontos característicos de interesse.
tamento hidrelétrico com estas características venha
a ser afetado por aproveitamento ótimo de curso
d’água, conforme preceitua a Lei nº 9.074, de 7 de
julho 1995, não acarretará ônus de qualquer natureza 0 Os interessados deverão apresentar, a título de
ao poder concedente. QUALIFICAÇÃO JURÍDICA, os seguintes docu-
O processo de Registro das CGHs é muito simples mentos:
e gratuito. É necessário encaminhar as seguintes in-
formações: Item Informações
I Ato constitutivo da empresa, devidamente registrado no órgão
competente (verificar se está reconhecido na Junta Comercial)
I – Registro com destinação da energia para fins de
II Contrato de constituição de consórcio, quando for o caso, com
uso exclusivo a indicação da participação de cada empresa, sua condição na
0 Os interessados deverão apresentar os seguintes futura exploração do aproveitamento e a designação da líder
documentos devidamente autenticados: do consórcio

Guia do Empreendedor de Pequenas Centrais Hidrelétricas 71


0 Os interessados deverão apresentar, a título de O Formulário para Registro de CGH encontra-se
REGULARIDADE FISCAL, os seguintes docu- no Anexo IV – Formulário para Registro de CGH
mentos: (versão atualizada para preenchimento disponível no
site www.aneel.gov.br, no link “Informações do Se-
Item Informações tor Elétrico / Autorizações e Registros”). Ver também
I Inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ); Anexo III - Fluxo de Registro de CGH.
II Inscrição no cadastro de contribuintes A Lei nº 10.762, de 11 de novembro de 2003, alte-
estadual (Razão Social Comércio) ou Cadastro Estadual
municipal (Razão Social prestação de rou os arts. nos 17 e 26 da Lei nº 9.427, de 26 de dezem-
serviços), se houver, relativo à sede do Cadastro Municipal bro de 1996, com a redação dada pela Lei nº 10.438,
interessado; de 26 de abril de 2002, incluindo para a CGH o descon-
III Certificados de regularidade perante a INSS to não inferior a cinqüenta por cento a ser aplicado às
Seguridade Social (INSS) e o FGTS; FGTS tarifas de uso dos sistemas elétricos de transmissão e
IV Certidões de regularidade para com Receita Federal de distribuição, além de autorizar a comercialização
as Fazendas Federal (Receita Federal Divida Ativa da União
e Divida Ativa da União), Estadual e energia elétrica para consumidor, ou conjunto de
Municipal do domicílio ou sede do Estadual consumidores reunidos por comunhão de interesses
interessado. Municipal de fato ou de direito, cuja carga seja maior ou igual a
Central Geradora Hidrelétrica – CGH

500kW, independentemente dos prazos de carência


A efetivação do Registro do empreendimento não constante do art. 15 da Lei nº 9.074, de 7 de julho de
exime o interessado das responsabilidades quanto 1995, observada a regulamentação da ANEEL.
aos aspectos ambientais e de recursos hídricos.

72 Guia do Empreendedor de Pequenas Centrais Hidrelétricas