Você está na página 1de 131

UFCD 0770

Dispositivos e Periféricos

Susana Caetano
Tema (opcional)

Detalhe da UFCD
• Designação da UFCD: Dispositivos e
periféricos
• Código: 0770
• Carga Horária: 25 horas
• Pontos de crédito: 2,25

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Detalhe da UFCD
Objetivos
• Instalar e configurar dispositivos internos e
externos no computador.

• Identificar as avarias mais frequentes na


conexão dos dispositivos.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Detalhe da UFCD
Conteúdos
•Instalação de dispositivos internos
◦Memórias RAM e VRAM
◦Unidades de discos
◦Unidades de disquetes
◦Unidades de CD-ROM
◦Unidades de tape
◦Adaptadores de rede
◦Adaptadores SCSI
◦Adaptadores de vídeo
◦Adaptadores de som
◦Adaptadores de emulação
◦Controladores de periféricos
◦Modems
◦Fontes de alimentação

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Detalhe da UFCD
• Configuração de dispositivos internos
– Níveis de interrupção
– Sistema de buses
– Ports
– Software de setup
– Formatação física dos discos

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Detalhe da UFCD
• Instalação de dispositivos externos
– Impressoras
– Unidades de discos
– Unidades de disquetes
– Unidades de CD-ROM
– Unidades de tape
– Teclados
– Ratos
– Mesas digitalizadoras
– Plotters
– Scanners
– Modems
– Fontes de alimentação

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Detalhe da UFCD
• Avarias
– Por erro de configuração
– Por erro dos dispositivos
– Por inadequação do software
– Por drivers impróprios

• Manuseamento e segurança de componentes e do material utilizado

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Contextualização
• Desde 1950 os computadores têm vindo a desenvolver-se de uma forma
muito rápida.
• A noção de informática aparece frequentemente ligada à noção de dados.
• Para representar dados, utilizam-se diversos tipos de símbolos, como
carateres alfanuméricos (letras e números), pontos e traços, sinais, figuras..
• É necessário efetuar um processamento dos dados para se obter
informação.
• O processamento é o tratamento/ execução de operações sobre os dados
(alterar, efetuar cálculos, ordenar, substituir, etc) de forma a obter
informação.
• Uma informação é o resultado de um determinado processamento de um
conjunto específico de dados.
• O processamento de dados gera informação.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Os Computadores
• É o computador que efetua o processamento de dados e, de
acordo com a figura anterior, obtém-se a seguinte:

• A informação produzida (Output) depende dos dados


recebidos pelo computador (input), sendo que só serão
obtidas respostas certas se os dados forem introduzidos
corretamente

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Os Computadores
• A palavra informática deriva da junção das palavras
informação e automática, tal como ilustrada abaixo:

Informação + automática = informática

• A informática define o tratamento automática da informação.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Tecnologias da Informação
• A informação é um dos principais recursos que uma
organização possui.
• A perda dos dados de uma empresa podem afetar a projeção
de negócio.
• O rápido evoluir dos mercados, a forte pressão da
concorrência e as crescentes exigências dos consumidores
trazem consigo a necessidade de se desenvolverem
constantemente novos processos de maximizar este “poder
da informação” , ao serviço de mais qualidade, produtividade,
rapidez e rentabilidade na empresa, sendo neste contexto
que surgem as chamadas Tecnologias da Informação.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Tecnologias da Informação
• As tecnologias da Informação são um conjunto de
conhecimentos refletidos quer em equipamentos e
programas, quer na sua criação/utilização a nível pessoal e
empresarial.
• Uma das principais caraterísticas nas Tecnologias da
Informação consiste no facto de um único meio eletrónico de
comunicação ser capaz de suportar todo o tipo de informação
possíveis de digitar (textos, analises financeiras, imagens,
áudio e vídeo)

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Tecnologias da Informação
• Tecnologias da Informação EM CASA:
• Os computadores pessoais são equipamentos que podem
possuir grande capacidade e podem ser aplicados a um
grande número de atividades possíveis de realizar, tais como:
• Análise de receitas/despesas domésticas
• Gestão de contas bancárias
• Agendas e planos pessoais
• Realização de trabalhos escolares
• Organização de diversos tipos de informação (ficheiros de
vídeo, dvds, livros,…)
• Jogos
• Etc.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Tecnologias da Informação
Tecnologias da Informação NO MUNDO EMPRESARIAL:
• Muito importantes para a eficiência de uma empresa,
influenciando diretamente a produtividade e qualidade dos
produtos e serviços de uma empresa.
• Algumas aplicações relevantes:
• Controlo da produção
• Segurança industrial
• Desenho e manufatura assistida por computador (CAD/CAM)
• Gestão de Stocks e inventários
• Codificação de produtos
• Terminais de pagamento automático
• Descoberta e preparação de compostos químicos
• Diagnósticos
• Etc
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Impacto das T.I. na Sociedade


São várias as consequências sociais da informatização de
uma empresa:
• Redução do número de trabalhadores (não necessariamente.
A informatização obriga, sim, a uma reorganização da empresa)

• Perda de Privacidade (poderá acontecer se a informação for


consultada por pessoal não autorizado)
• Instrumentalização da Sociedade (a sua função não é substituir
o trabalhador, mas sim tornar as tarefas mais fáceis de realizar com menor
margem de erro)
• Limita a capacidade de raciocínio do individuo (permite que
o Homem limite ou até abandone as tarefas repetitivas e se possa dedicar
a atividades mais criativas)

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Como é organizada a informação


• Todos os dados introduzidos no computador, são
elaborados com base num determinado programa.
• Contudo, o computador é incapaz de entender os
símbolos usados na linguagem comum, sendo
necessário traduzir e codificar os dados numa
linguagem própria.
• Essa linguagem é composta apenas por dois símbolos:
0 e 1.
• A esta linguagem damos o nome de código binário e é
com base nela que o computador transforma e codifica
toda a informação.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Como é organizada a informação


• Cada carater que introduzimos é transformado num
conjunto de dígitos binários consecutivos, chamados
carater codificado em binário (binary coded character)
• Assim, é possível construir o conceito de unidades de
medida de informação, que nos irão auxiliar a
determinar a capacidade de um equipamento ou
componente

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Como é organizada a informação


• Unidades de Informação mais utilizadas:

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Partes Essenciais de um Computador


• Os computadores são equipamentos com capacidade
para receber, armazenar, processar e transmitir
informação para o exterior.
• O computador é comandado por conjuntos de instruções
(software) que atuam sobre a informação,
transformando-a
• Os componentes físicos de um computador são
designados hardware
• O componente de hardware que executa os programas
é o processador.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Partes Essenciais de um Computador


• As partes essenciais de um computador podem ser
categorizadas em três categorias:
– Hardware
– Software
– Firmware

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware
• O que é o Hardware?
• O Hardware é a parte física do computador, a parte
palpável.
• Exemplos de hardware:
– Discos, impressoras, colunas
• Apesar de o hardware representar o lado “exibicionista”
dos computadores, não pode fazer nada sem o software
e o firmware

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware
• Um computador é constituído por inúmeros
componentes e está, normalmente, ligado a vários tipos
de equipamentos de apoio, designados de periféricos
• A unidade de sistema é a parte central de um
computador e contem um conjunto de componentes e
dispositivos responsáveis pelo processamento e
funcionamento do computador e equipamentos
auxiliares.
• O microprocessador é um componente que se encontra
no interior da unidade de sistema responsável pela
gestão do próprio computador.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware
• O microprocessador é normalmente designado por
Unidade Central de Processamento ou CPU (Central
Processing Unit).
• Considerado o “cérebro do computador”, é uma
pequena placa que pode processar milhões de
instruções por segundo.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Estrutura de um computador

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware
CPU – Unidade Central de Processamento
• O processador é o responsável por todo o funcionamento do
sistema informático.
• O tipo de processador determina a velocidade com que este recebe
e trata os dados e transmite as informações.
• A velocidade é medida em Hertz (ex. 3 Ghz

Chipset
• Faz a gestão da ligação entre o processador, a memória, a placa
gráfica e os vários controladores dos periféricos.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware
Memórias
• É nas memórias que são armazenados, temporária ou
permanentemente, as instruções do software com que o
computador funciona, assim como, os dados que vão sendo
introduzidos pelo utilizador.

• Existem dois grupos de memórias:


Memórias Primárias Memórias Secundárias
(centrais, principais, (auxiliares, de massa
interna) externa, de suporte)

• RAM • DISCO RÍGIDO


• ROM • DVD/CD
• CACHE • PEN DRIVE

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware
• Memória Principal – RAM (Random Access Memory)
• É a memória principal do computador. É uma memória de leitura,
escrita e remoção de informação. É uma memória temporária/volátil
pois perde toda a informação quando se desliga o sistema.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware
• Memória Primária – ROM (Read Only Memory)
• É uma memória só de leitura. Nela encontram-se instruções
necessárias para o arranque do computador. Sendo assim, esta
memória é permanente pois não perde o seu conteúdo quando o
computador é desligado.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware
• Memória Primária - Cache
• Consiste numa área da memória RAM
• Utilizada para o armazenamento dos dados mais requisitados pelo
processador, evitando assim, ler ou escrever diretamente na
memória RAM.
• O acesso à Cache é bastante rápido. Contudo, a sua capacidade de
armazenamento é, normalmente, reduzida.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware
• Memórias Secundárias As memórias secundárias podem ser
vistas como um complemento às memórias primárias do
computador. Porquê?
• Porque é muitas vezes necessário guardar a informação de forma
permanente.
• Dispositivos de armazenamento mais utilizados:

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware
• Memórias Secundárias – Disco Rígido
• Trata-se de um dispositivo de armazenamento permanente e,
portanto, capaz de conservar a informação nele guardada mesmo
quando o computador é desligado.
• Num disco rígido, encontramos os dados necessários para o
funcionamento do PC (o sistema operativo e os programas), bem
como os ficheiros e informações que o utilizador vai guardando.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware
• Memórias Secundárias – Discos óticos
• Os CD-ROM e DVD, podem armazenar qualquer tipo de conteúdo,
desde dados genéricos, vídeo e áudio, ou mesmo conteúdo misto

• CD (Compact Disc)
- CD-ROM (de leitura)
- CD-R (gravável)
- CD-RW (regravável)

• DVD (Digital Versatile Disc)


-DVD-ROM (de leitura)
- DVD-R (gravável)
- DVD-RW (regravável)

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware
• Memórias Secundárias – Capacidades
• Os discos rígidos podem ter capacidades muito variadas: 100 GB,
200GB, 1 TB, etc. Depende com que finalidade o computador é
adquirido.
• Os CDs têm capacidades entre os 650 MB e os 700 MB
• Os DVDs têm uma capacidade aproximada de 4,7GB
• Quanto às pen drives a capacidade varia entre os 4 GB, 8GB, 16GB

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware
• Placa-mãe - Motherboard

• A MotherBoard (Placa principal) é o elemento mais importante de um


computador.
• Ela tem como principal função agregar os diferentes componentes do
computador e permitir a comunicação entre eles assim como, entre
estes e o exterior.
• É composta por circuitos, tomadas, sockets, slots, etc.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware
Slots e sockets

• Slot
- Ranhuras na motherboard onde se encaixam: RAM, Placa de
som, de vídeo, de rede (slots de expansão)
• Sockets
- ”tomada de ligação” na motherboard onde se encaixam, por
exemplo o CPU.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware
• Portas / conectores
• Portas em série (bit a bit)
- Videoprojector

• Portas em paralelo (vários bits ao mesmo tempo)


- Impressora

• USB (taxa de comunicação elevada)


• Infravermelhos (wireless – sem fios)
- Ex: Portátil e Telemóvel

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware
• Barramento ou Bus
• Mas afinal, como é feita a comunicação dentro do computador?
• Através dos barramento ou bus.
• Os barramentos são componentes físicos (circuitos eletrónicos,
cabos, fios ou ligação) responsáveis pela comunicação entre os
diferentes componentes (CPU, memória, etc). São considerados
verdadeiros “caminhos de informação”.
• Mediante a informação que transportam tem-se os barramentos de
controlo, de endereços e de dados.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware
Periféricos
• São os dispositivos que se ligam ao computador para entrada e/ou
saída de dados. Existem três tipos de periféricos:
– De entrada: que permite introduzir dados do exterior para o
interior do sistema informático.

– De saída: que permite ao computador disponibilizar informação


para o exterior do sistema informático, para que a possamos
utilizar.

– Os mistos: que permitem as duas funções, ou seja,


introduzir/disponibilizar dados.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Hardware

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Aula 2

Sumário:
• Tipos de motherboard
• Processador e Tecnologias de Microprocessador
• Registos Internos
• Dissipadores e Ventoinhas
• Sockets do CPU

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Motherboard
A motherbord é uma placa eletrónica onde estão ligados todos os
dispositivos que fazem parte do hardware.
Tipos:
• AT – Antigas

• ATX - Atuais

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Motherboard

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Processador
• A definição de Processador :

• CPU ou UCP - Unidade Central de Processamento de Dados.

• É o circuito integrado de vital importância do computador.

• É o cérebro da máquina.

• Função: é responsável por executar todos os cálculos lógicos e


aritméticos e controlar o funcionamento da máquina.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Processador – Arquitetura Interna


• A arquitetura interna do microprocessador caracteriza se pela
existência de unidades funcionais básicas, denominadas:
– ALU ou ULA (Unidade lógica e aritmética);
– UC (Unidade de Controlo);
– UD (Unidade de Descodificação – “Decode Unit”)
– UR (Unidade de Registos – “Registers”);
– FPU (Unidade de Vírgula Flutuante);
– Unidade de memória cache interna;
– Unidade de segmentação e unidade de paginação;
– Unidade de Pré-escolha (“Prefetch”);
– Unidade de Ligação com BUS
– Bus Externo de Dados;
– Bus Externo de endereços;

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Processador – Arquitetura Interna


• ULA - Unidade Lógica e Aritmética : Bloco
responsável por todas as operações lógicas (operações
de comparação, por ex. “maior que”) e aritméticas
(Somas, Subtrações, etc).

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Processador – Arquitetura Interna


• UC - Unidade de Controlo: Bloco que coordena o
funcionamento da Unidade Central de Processamento
(CPU), controlando o fluxo de informação entre a
memória interna e as várias unidades do CPU e dos
periféricos.

• A UC cuida do endereçamento de memória, colocando e


retirando dados, envia os dados para a ULA, juntamente
com as operações que ela deve de realizar e ainda
confere os resultados devolvidos pela ULA

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Processador – Arquitetura Interna


• UD - Unidade de Descodificação: Tem como função a
descodificação das instruções e informações
provenientes da cache para que a CPU as possa
processar.

• UR - Unidade de Registos: Memórias internas onde


são armazenados temporariamente, dados e resultados.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Processador – Arquitetura Interna


• Unidade de Segmentação e Unidade de Paginação:
Converte os endereços lógicos contidos nos programas
em endereços físicos, conforme o tipo de gestão de
memória utilizada.

• Unidade de Pré-escolha: Requisita à memória cache


uma lista de instruções a executar, armazenando-as
internamente num dispositivo próprio de memória,
pronta a passá-las à unidade de descodificação.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Processador – Arquitetura Interna


• Unidade de Ligação com o BUS: Permite ao
processador comunicar com os dispositivos exteriores
através dos barramentos (ligação física entre os
múltiplos componentes existentes na motherboard).

• Bus externo de dados: É o canal físico (“pistas”) de


comunicação de dados entre o interior e o exterior do
CPU. O número de pistas do bus externo de dados
determina a quantidade de informação que a CPU pode
receber e enviar de cada vez.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Processador – Arquitetura Interna


• Bus externo de endereços: São linhas ou pistas de
comunicação externas através das quais a CPU
referencia e acede a endereços de memória. O número
de linhas deste barramento determina o número de
células de memória a que o processador pode aceder.
(Define a quantidade de memória RAM que um
computador pode ter)

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Processador – Tipos de Microprocessadores


Tipos de Microprocessadores em função da sua arquitetura:

• Single-core ou multi-core: esta característica indica a quantidade


de núcleos de processamento que um processador pode ter,
podendo variar de apenas um núcleo até mais de oito núcleos.
Quanto maior o número de cores, maior é a capacidade de
processar tarefas simultaneamente e acelerar as aplicações do PC.

• Arquitetura 32 ou 64 bits: essa característica remete à capacidade


de processamento de informações do processador. Apenas chips
com arquitetura de 64 bits é possível que o PC aproveite
quantidades superiores a 3GB de RAM, além de processarem
blocos maiores de dados de maneira mais rápida.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Microprocessadores - Caraterização

• Um microprocessador pode ser


caracterizado através de três itens:

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Microprocessadores - Caraterização
Velocidade de Processamento
• A transferência de dados entre do CPU, MEMÓRIA
INTERNA ou DISPOSITIVOS INPUT/OUTPUT, é
efetuada em períodos de tempo designados Ciclos
Máquina, realizados pelo sinal do relógio. Por cada ciclo
máquina é executada uma instrução no
microprocessador. Um ciclo máquina corresponde a
um Hz (Hertz). Exemplo: Processador 800 MHz,
significa que consegue atualizar 800 milhões de
instruções por segundo.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Microprocessadores - Caraterização
Registos Internos
• Um computador necessita de um local para armazenar
os dados e as instruções que o controlam. Essas
instruções e dados são armazenados na memória
principal e identificados por um ENDEREÇO (valor
numérico que designa a posição física em memória
dessa informação).
• Assim, quanto maior for a capacidade de
endereçamento, mais instruções e dados será possível
processar em simultâneo.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Microprocessadores - Caraterização
Barramento de Dados
O barramento de dados indica-nos o número de bits
possíveis de serem transportados de cada vez. É
conhecido pelo comprimento do barramento.

Por Exemplo:
Num microprocessador de 32 bits, existem 32 ligações em paralelo, isto é, o
barramento de dados tem a largura de 32 bits, conseguindo transportar 32
bits em simultâneo.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Tipos de Relógio (Clock)


• Clock interno: Indica a velocidade interna com a qual o
processador trabalha. -- Velocidade do Processamento.

• Clock Externo: Indica a velocidade de transmissão do


barramento de dados da placa mãe para o processador
e vice-versa. -- Velocidade de barramento.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

DISSIPADOR E VENTOINHAS DO CPU

• Dissipador: Elemento metálico que


permite libertar o calor excessivo
proveniente do consumo de energia do
CPU.

• Ventoinhas: Permite aumentar o poder


de dissipação.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

DISSIPADOR E VENTOINHAS DO CPU


PROBLEMAS COM A REFRIGERAÇÂO DO CPU

• Os processadores mais rápidos são também aqueles


que necessitam de dissipar mais energia e, por
conseguinte, são os mais problemáticos.
• Uma refrigeração inadequada pode:
– Danificar permanentemente o processador;
– Causar erros esporádicos de processamento, de
difícil deteção e que podem causar graves problemas
durante longos períodos.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

DISSIPADOR E VENTOINHAS DO CPU


PROBLEMAS COM A REFRIGERAÇÂO DO CPU

• SINTOMAS
• O bloqueamento não justificado do sistema
• Funcionamento instável, após algum tempo de
funcionamento,

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

DISSIPADOR E VENTOINHAS DO CPU


PROBLEMAS COM A REFRIGERAÇÂO DO CPU
Sugestões para manter níveis de temperatura aceitáveis:
• Verificar se o processador dispõe de uma ventoinha de
arrefecimento, ou de um dissipador;
• Local onde está o computador atingir, por longos períodos,
temperaturas superiores a 25°C, incluir uma ventoinha
suplementar;
• A memória cache, devido à elevada utilização pode
sobreaquecer com facilidade. Contudo, esta memória pode
ser "desligada" através do BIOS, degradando a resposta
do sistema, mas contribuindo para baixar a temperatura e
protegendo a memória cache;

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

DISSIPADOR E VENTOINHAS DO CPU


PROBLEMAS COM A REFRIGERAÇÂO DO CPU
Sugestões para manter níveis de temperatura
aceitáveis:
• Autorize a função de gestão de energia disponível na
maioria das motherboards, que permite colocar o
processador num regime de baixa potência e desligar o
motor dos discos, após alguns minutos (selecionável) de
inatividade;
• Não utilize o leitor de CDs para ouvir música. Adquira
um leitor de CDs dedicado, externo, que lhe permitirá
poupar alguns ºC;

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Memórias primárias

Vamos ver agora as memórias primárias em


pormenor..

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• Comunicam diretamente com o
processador;
• Armazenam pequenas quantidades de
informação;
• Tipos de Memórias Primárias:
– Memória RAM;
– Memória ROM;
– Memória Cache;

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• Tipos de Memória RAM quanto à forma física:

• Módulo DIP (Dual In-Line Package).


• Módulo SIMM (Single In-Line Memory Module):
– 30 Contactos;
– 72 Contactos;
• Módulo DIMM de 168 Contactos (Double In-Line
Memory Module);
• Módulo DIMM de 194 contactos;

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS

• Módulo DIP (Dual In-Line Package)


– Usado nos PC’s antigos (286 e 386);
– Os módulos eram soldados na Motherboard;
– Impossibilidade de acrescentar ou substituir
módulos;

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS

• Módulo SIMM (Single In-Line Memory


Module):
• 30 Contactos;
• 72 Contactos;
– Usado nos PC’s com microprocessadores 486 e
Pentium;
– Os módulos são encaixados em slots disponíveis na
Motherboard;

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS

• Módulo DIMM (Double In-Line Memory


Module):
• 168 Contactos;
• 184 Contactos; Usado nos Notebook.
– São usados os dois lados do módulo.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS

• Módulo SODIMM (Double In-Line


Memory Module):
• 72 Contactos;
• 144 Contactos;
– São utilizados em portáteis.
– Capacidade de armazenamento de 2 MB até
256 MB.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS

• Módulo DIP (Dual In-Line Package)


– Usado nos PC’s antigos (286 e 386);
– Os módulos eram soldados na Motherboard;
– Impossibilidade de acrescentar ou substituir
módulos;

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
Tipos de Memória RAM quanto à Tecnologia:
• DRAM (Dynamic RAM) – Módulos SIMM
• FPM RAM (Fast Page Mode RAM) – Módulos SIMM
• SDRAM (Sychronous Dynamic RAM) – Módulos DIMM
168 contactos
• DDR (Double Data Rate) - Módulos DIMM 184 contactos
• DDR II (Double Data Rate) - Módulos DIMM 240
contactos
• DDR III (Double Data Rate) - Módulos DIMM 240
contactos
• SODIMM (Small Outline DIMM) – Módulos DIMM 73,
100, 144 e 200
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS

• DRAM (Dynamic RAM) – Módulos SIMM


– Mais Barata;
– Mais lenta – tempos de acesso de 80 a 150
ns (nonossegundos – bilionésimo de
segundo)

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS

• FPM RAM
– No final dos anos 80 surgiu a FPM-RAM (Fast
Page Mode Ram). Possuía 30 pinos;
– Utilizados em PC’s 386, 486;
– Tempos de acesso de 70 ns;

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS

• SDRAM
• Utilizados em microprocessadores
Pentium I e II;
• Trabalho sincronizado com os ciclos de
relógio da placa mãe – sem tempos de
espera.
• É tão rápida como a placa mãe;
– Tempos de acesso de 15 a 6 ns
• Utiliza 168 contactos.
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• DDR RAM
• Utilizados em microprocessadores Pentium III e IV;
• Executa 2 acessos durante um ciclo de máquina;
• Consegue duplicar a taxa de transferência de uma
memória do tipo SDRAM
• Ex: módulo DDR a 266 Mhz trabalha a 133Mhz, mas
como trabalha 2 vezes, o desempenho é equivalente;
• Utiliza um módulo com 184 contactos

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS

DDR II
• Evolução DDR;
• Consomem menos energia;
• Utiliza um módulo com 240 contactos.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS

DDR III
• Evolução DDR II;
• Consomem menos energia (1,8V para
1,5V);
• Maior taxa de transmissão (passou de um
máximo de 800 Mbps para 1600 Mbps)
• Utiliza um módulo com 240 contactos.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS

• SODIMM
• São utilizadas para portáteis devido às suas
dimensões reduzidas;
• Apresentam as mesmas características das
memórias de maiores dimensões;
• Podem ter módulo com 72, 100, 144 e 200
contactos, sendo as de 144 e 200 as mais
recentes utilizando as tecnologias DDR2 e
DDR3.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS

Funcionamento da Memória
• A memória é constituída por centena
de milhares de pequenos
condensadores que armazenam
cargas. Quando está carregado, o
estado lógico do condensador é
igual a 1, no caso contrário é 0, o
que significa que cada condensador
representa um bit da memória.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS

Funcionamento da Memória
• Cada ponto memória é chamado de
endereço de memória e
correspondente a um número de
linha (row) e um número de coluna
(column).
• O acesso à memória não é
instantâneo e efetua-se durante um
prazo chamado tempo de acesso ou
de latência

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• Tempo de Acesso da Memória RAM (Latência), Wait
State (WS)
• O tempo de acesso da memória, ou latência, é o tempo
que RAM gasta para encontrar um dado dentro dela.
• O desempenho de um computador é influenciado pela
latência da memória porque quando é necessário
aceder a um dado que o processador necessita na
memória RAM, se a memória leva algum tempo a
responder, logo o processador tem de esperar “esse
tempo” pela resposta da RAM.
• O tempo de espera pela memória deve ser configurado
no Setup e é denominado Wait State (WS).

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• Tempo de Acesso da Memória RAM (Latência), Wait
State (WS)

• Quanto mais baixos forem os tempos de espera, mais rápidas são as


memórias.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS

• A Memória ROM é constituída por 3


tipos de programas:
– BIOS
– POST
– SETUP.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS

• BIOS – Software armazenado num chip


que se encontra na Motherboard e onde
guarda a informação referente ao
hardware da máquina.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS

• POST – Auto teste de inicialização, ou


seja executa um diagnóstico de todo
hardware instalado.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS

• SETUP – Programa de configuração do


hardware do computador. Essa configuração
pode ser feita manualmente pelo utilizador,
através da escolha de várias opções num
interface próprio.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS
• A Memória ROM é constituída por 3 tipos de memórias
segundo a forma de gravação:
• PROM (Programmable Read Only Memory) – a informação
pode ser gravada uma só vez através de um equipamento
especial fundindo fusíveis internos à memória.
• EPROM (Erasable and Programmable ROM) – Pode-se
gravar e apagar várias vezes. A programação é feita
através de cargas elétricas. A eliminação do programa faz-
se expondo a memória a raios ultravioleta.
• EEPROM (Electricaly EPROM) – Podem ser gravadas
eletronicamente sem as retirar do seu local na placa-mãe

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

MEMÓRIAS PRIMÁRIAS

Memória Cache:
• Permite que o processador não fique
subutilizado quando envia muitos dados
para a memória RAM.
• É construída com circuitos muito rápidos,
capazes de executar operações a uma
velocidade compatível com a velocidade
do processador.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Disco Rígido

• Uma unidade de disco rígido é composta


por um conjunto de discos sobrepostos,
tendo cada um destes discos duas
superfícies de leitura e escrita.

• As cabeças de leitura e escrita, acedem a


qualquer sector do disco, a fim de efetuar
operações de leitura e escrita.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Disco Rígido

• Cada superfície do disco é dividida em


pistas concêntricas, que são numeradas a
partir da pista mais afastada do centro do
disco e que tem atribuído o número zero.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Disco Rígido
• As pistas de um disco estão divididas em sectores
normalmente com a capacidade de 512 bytes.
• Embora os sectores ocupem menos espaço de
superfície quando estão mais próximos do centro do
disco do que na extremidade, a sua capacidade
mantém-se inalterável.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Disco Rigido

• Todas as operações levadas a cabo pelo


disco são geridas por um controlador, ao
qual o disco vai ficar ligado.
Tipos de controladores:
– Controlador IDE
– Controlador S-ATA
– Controlador SCSI
– Controlador SAS
– Controlador FC (Fiber Channel)

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Disco Rígido
• Controlador IDE
• Permite uma transferência de dados de 4MB por segundo.
• Com a evolução dos discos para capacidades superiores o IDE
evoluiu dando ao EIDE (Enhanced IDE).
• EIDE usa um conjunto de comandos estendido para garantir uma
taxa de transferência de 11 a 16,6 MB por segundo e uma operação
com mais dispositivos e de maior capacidade.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Disco Rígido
• Controlador S-ATA
• Este controlador e respetivos discos vieram aumentar a capacidade
de armazenamento e a velocidade de acesso (150 MBps).
• Embora mais dispendiosos do que os discos IDE, são mais
acessíveis do que os SCSI, o que os tornou num produto popular a
curto prazo.
• Possibilidade de hot plugging, ou seja podemos ligar os mesmos
com o pc a funcionar e o sistema operativo a correr.
• Características: 8MB de cache, 7200 rpm e 8,5 milissegundos de
tempo médio de acesso à informação.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Sistema de Ficheiros
• Um disco rígido é um armazém onde se pode guardar ou ir buscar
dados. Para tal, é necessário organizar o disco.
• A formatação lógica consiste em escrever no disco a estrutura do
sistema de ficheiros utilizado pelo sistema operativo.

• O sistema de ficheiros é um conjunto de estruturas lógicas que


permitem ao sistema operativo controlar o acesso ao disco rígido.

• Cada sistema operativo tem um sistema de ficheiros próprio.

• Sistemas de ficheiros mais utilizados


• –FAT32 (File Alocation Table)
• –NTFS (New Tecnologies File System)
• –EXT3 /4 (Extended File System)
Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Sistema de Ficheiros
• FAT 32
• O FAT é o sistema de ficheiros usado pelo MS-DOS e outros
sistemas operativos baseados em Windows para organizar e gerir
ficheiros
• A sigla FAT significa File Allocation Table ou tabela de alocação de
ficheiros. (estrutura de dados que o Windows cria quando se
formata um volume usando sistemas de ficheiros FAT 16 ou FAT
32. )
• O FAT 16 não suporta partições maiores do que 2 GB. Já o FAT 32
suporta partições de até 2 TB.
• Não permite partilha de pastas.
• Outra limitação do FAT 32 está no tamanho máximo dos ficheiros
que não pode ultrapassar 4 GB.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Sistema de Ficheiros
• NTFS
• É um sistema de ficheiros de 32 bit utilizado no Windows NT,2000,
2003,XP e Vista.
• Características:
–Introdução de um sistema que permite recuperar rapidamente de
problemas sem precisar verificar a integridade do sistema de ficheiros.
–Permissões que possibilitam um grande controle de acesso dos
utilizadores aos ficheiros.
– Compressão de ficheiros, ausente nos sistemas de arquivos de
Microsoft desde a introdução do FAT32.
–Encriptação transparente de arquivos.
–Quotas, que permitem definir a quantidade de espaço em disco que
cada utilizador pode utilizar.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Sistema de Ficheiros
• EXT3
• É um sistema de ficheiros utilizado em Linux, que
apresenta diversos recursos avançados de segurança e
suporta partições de até 4 TB.
• Possui um sistema de tolerância a falhas, fazendo um
registo de todas as operações realizadas.
• Deste modo quando houver uma falha, o sistema
consulta os últimos registos, para saber exatamente
onde ocorreu a falha e corrige-a automaticamente.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Sistema de Ficheiros
• EXT4
• É um sistema de ficheiros utilizado em Linux.
• O ext4 é um sistema de arquivos do Linux desenvolvido
para ser o sucessor do ext3 a partir de 2006.
• suporta partições de até 16 TB.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Placa Gráfica

• Placa que se encontra encaixada na


Motherboard, tem como função traduzir a
informação vinda do CPU ou da RAM e
enviar de forma
percetível, para o monitor.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

AVARIAS

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

AVARIAS

• As avarias podem ser:


• Por erro de configuração
• Por erro dos dispositivos
• Por inadequação do software
• Por drivers impróprios

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

AVARIAS

• O Sistema não arranca


• A energia está OK?
• Tomada
• Cabos
• Fonte de alimentação
• Conectores internos
• Placas bem encaixadas

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

AVARIAS

• O PC liga mas não acontece nada no


• monitor
– Cabos do monitor estão ligados?
– Placa de vídeo presa?
– Placas de memória estão bem encaixadas?
– Cabos do disco rígido ok?
– O processador está bem encaixado?
– Tudo está firmemente ligado?

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

AVARIAS
• Arranca sem sinal no monitor
– O computador arranca sem sinal no monitor
– Iniciar o computador.
– O computador arranca, mas não há sinal no
– monitor. É uma típica avaria da placa gráfica,
– ou da ligação existente à mesma.
– Desligar o computador e abrir a caixa.
– Retirar a placa e reencaixá-la.
– Iniciar novamente o computador.
– Se não resolver…

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

AVARIAS
• Se não resolver, repetir o ponto anterior.
• Se ainda não funcionar, conclui-se pela avaria da placa. A placa gráfica
nestas condições não efetua a aquisição da imagem e provoca a avaria.
• Opta-se pela substituição da placa gráfica, pois a avaria deve-se ao
integrado que controla a transmissão da informação do CPU para o
monitor.
• A placa gráfica substituída é PCI ou AGP ?
• Entrar na BIOS e procurar dentro de um dos campos iniciais a opção “INIT
FIRST DISPLAY” e escolher qual o bus (PCI ou AGP) que a placa utiliza.
• Verificar se a troca da placa não desconfigurou a BIOS.
• Iniciar o computador.
• No caso da placa substituída ser diferente da original, proceder à sua
• instalação.
• Reiniciar o computador.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

AVARIAS
• O sistema bloqueia
• O microprocessador possui um dissipador de calor e o
cooler está a funcionar?
• Todas as placas estão correta e firmemente encaixadas
nos slots?
• O microprocessador está bem encaixado?
• A configuração da voltagem de operação do
processador está correta?
• A configuração da frequência de operação (MHz) do
processador está correta?
• Todos os periféricos estão bem ligados e a funcionar
corretamente?

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

AVARIAS
• Rato
• Avarias comuns:
• Ficha;
• Cabo;
• Bola;
• Botões;
• Leitor ótico.
• O Rato funciona?
– Teste o rato noutro sistema
– Teste outro rato no seu sistema

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

AVARIAS
• A bolinha do rato está limpa e livre para girar?
• A porta serie ou USB do rato está ativa?
• O rato está ligado na porta correta?
• Ligue e desligue o rato com o equipamento desligado
(exceto se for USB)

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

AVARIAS
• Avarias comuns com o Teclado
– Ficha;
– Cabo;
– Teclas.
• O teclado funciona?
– Teste o teclado noutro sistema
– Teste outro teclado no sistema

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

AVARIAS
• O conector está preso?
• Ligue e desligue com o PC desligado
• Verifique se o isolador plástico (revestimento) da ficha
não impede o contacto elétrico
• O teclado está ligado na interface correta?
• Se no arranque do sistema os LEDs acendem mas o
teclado não é inicializado, provavelmente o problema é
na motherboard

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

AVARIAS
• Discos
• Avarias comuns:
• Ligação;
• Leitor;
• Cabeça.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

AVARIAS
• Disco Rígido
• O Disco Rígido não é reconhecido
• Se o disco é o único dispositivo no barramento, verificar
se:
• Está ligado no fim do cabo.
• Está configurado como “Master”.
• Se existir mais do que um dispositivo ligado ao
controlador, verificar se:
• Um dos dispositivos está configurado como “Master” e o outro
como “Slave”.
• O “Master” está ligado no fim do cabo.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

AVARIAS
• Verificar se todos os cabos estão devidamente ligados.
– Pino 1 (condutor colorido) está voltado para a
alimentação
• Verificar a existência de pinos tortos ou dobrados
– Substituir o cabo
• Tentar arrancar o sistema apenas com o disco rígido
ligado (remover todos os outros periféricos, CD-ROM,
...) para testar conflitos.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

AVARIAS
• Periféricos
• Energia ok?
• Verificar ligações
• Verificar se os LEDs estão acesos

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

AVARIAS
• Problemas de memória
• A maneira mais simples de identificar o
problema é remover um módulo de cada
vez.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

AVARIAS
• Emissão de bips de Erro
• O computador emite bips de erro através da BIOS (um
programa implementado na placa-mãe, que é o primeiro
a ser carregado quando se liga o computador).
• Estes problemas são os mais difíceis de identificar, pois
não há mensagens de erro exibidas no ecrã.
• A Placa-Mãe possui uma série de códigos na forma de
sinais sonoros (identificados pela quantidade de beeps)
que nos orientam no possível problema.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

AVARIAS
• Podem ser diversos tipos de problemas, tais como:
• mau contacto na ligação da placa gráfica,
• má ligação do monitor,
• memórias e
• processador.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

AVARIAS
• Mensagens de Erro do computador
• Nesta situação o PC funciona, mas interrompe as
operações com a apresentação de uma mensagem de
erro.
• O computador envia uma mensagem através de texto ou
imagem com a descrição do problema.

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

AVARIAS
• Podem ser diversos tipos de problemas, tais como:
• teclado,
• memória,
• bateria,
• placa gráfica,
• processador,
• disco rígido…

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Software
• O software disponibiliza instruções que dizem ao
hardware o que fazer.
• O software é o conjunto de todos os programas que
possibilitam o funcionamento do próprio sistema, bem
como a realização de tarefas mais simplificadas e
variadas, como elaboração de gráficos, tratamento de
textos e imagens, entre outros

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Software
Tipos de Software:
• Software de Sistema: conjunto de programas
responsáveis pelo funcionamento do computador e pela
gestão de todo o hardware

• Software de aplicação: é representado pelo conjunto de


programas que permitem ao computador executar
tarefas práticas e úteis para o dia-a-dia do utilizador
(aplicações ou packages)

Doc014/9 05-01-2017
Tema (opcional)

Autoria: Susana Caetano

Data da última versão: 27.Junho.2017

Termos-chave: Memórias, CPU, Placa Gráfica, Motherboard, Barramento, BIOS,


RAM, ROM, Disco Rígido, Avarias, Slots, Sockets.

Doc014/9 05-01-2017