Você está na página 1de 4

EP-FF-075

PLANO DE CURSO Folha: Revisão: Data:


1 de 4 07 01/11/17

I - IDENTIFICAÇÃO
a) Curso SGE: QUA-232 - OPERADOR DE COMPUTADOR
b) Matriz Curricular SGE: QUA-232.05 - OPERADOR DE COMPUTADOR
c) Carga Horaria: 160 Horas
d) Área Tecológica: Tecnologia da Informação - Software
e) Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação
f) Classificação CBO: 317205 - Operador de computador (inclusive microcomputador)
g) Modalidade de Curso: Qualificação Profissional

II - FASES DO CURSO
A - Objetivo e Competência Geral do Curso
a1) Justificativa:
O presente Projeto de Curso é referente à modalidade Qualificação Profissional Básica e contempla curso ou programa
que visa ao desenvolvimento de competências profissionais de ocupações reconhecidas no mercado de trabalho tendo
como referência a Classificação Brasileira de Ocupações - CBO.
a2) Competência Geral:
Utilizar sistema operacional, aplicativos de escritório, produtividade e colaboração, seguindo normas e políticas da
informação e de respeito à propriedade intelectual.
a3) Objetivo:
Propiciar o desenvolvimento de capacidades técnicas relativas a utilização de sistemas operacional, aplicativos e
produtividades em sistemas computacionais,
a4) Perfil Profissional de Conclusão:
Utilizar sistema operacional, aplicativos de escritório, produtividade e colaboração, seguindo normas e políticas da
informação e de respeito à propriedade intelectual.
a5) Público Alvo:

B - Pré-Requisito do Curso:
Comprovar idade mínima de 14 anos e Escolaridade: Fundamental incompleto.
C - Organização Curricular
c.1 Matriz Curricular
Unidade(s) Curricular(es):

OPERADOR DE COMPUTADOR - 160 Horas

FUNDAMENTOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - 40h

- Sistema computacional

- Fundamentos de hardware

- Fundamentos de redes de computadores

- Iniciativa

- Organização de ambientes de trabalho

- Conceitos de grupo e equipe


EP-FF-075
PLANO DE CURSO Folha: Revisão: Data:
2 de 4 07 01/11/17

- Ética

FUNDAMENTOS DE SISTEMA OPERACIONAL - 20h

- Sistema Operacional

- Comandos de Shell

- Categorias de softwares

INSTALAÇÃO DE APLICATIVOS E PERIFÉRICOS- 20h

- Instalação de periféricos

- Instalação de Softwares

FERRAMENTAS DE PRODUTIVIDADE E RECURSOS WEB ndash 80h

- Tipos de textos técnicos, características e finalidades

- Processamento de texto e formatação de documentos

- Cálculos e Gráficos com planilha eletrônica

- Apresentação com slides eletrônicos

- Internet

- Características dos navegadores para Internet

c.2 Unidade(s) de Competência(s):

Utilizar aplicativos de escritório produtividade e colaboração seguindo normas e políticas da informação e de respeito
agrave; propriedade intelectual

Utilizar sistema operacional cliente seus aplicativos periféricos e organização de dados em sistemas computacionais
conforme procedimentos técnicos de qualidade agraves normas e políticas de segurança da informação e de respeito
agrave; propriedade intelectual.
c.3 Fundamentos Técnicos e Científicos:

c.4 Capacidades Sociais:


EP-FF-075
PLANO DE CURSO Folha: Revisão: Data:
3 de 4 07 01/11/17

Demonstrar atitudes éticas nas ações e nas relações profissionaisDemonstrar espírito colaborativo em atividades
coletivas
c.5 Capacidades Organizativas:

Reconhecer a iniciativa como característica fundamental e requisito de um bom profissional.


c.6 Capacidades Metodológicas:

Reconhecer a iniciativa como característica fundamental e requisito de um bom profissional


D – Desenvolvimento Metodológico:

E – Avaliação da Aprendizagem:
Deve ser entendida como instrumento de melhoria contínua do processo de ensino e de aprendizagem, sendo utilizada
em diferentes momentos e com diferentes objetivos. O valor da avaliação encontra-se no fato do aluno poder tomar
conhecimento de seus avanços e dificuldades. Cabe ao docente desafiá-lo a superar as dificuldades e continuar
progredindo na construção dos conhecimentos. O registro da avaliação deve ser feito de acordo com os termos do
Regimento Interno Unificado das Unidades de Ensino.

F – Certificação:
É considerado APTO (AP) nos cursos de Formação Inicial e Continuada o estudante que obtiver o aproveitamento
quanto às competências previstas no curso, resultando uma média geral das Unidades Curriculares correspondente ao
cômputo da somatória do módulo igual ou superior a, 6,0 (seis) e frequência de, no mínimo, 75% (setenta e cinco por
cento) da carga horária total do curso, cabendo certificação.
G – Instalações, equipamentos e materiais necessários:

H – Referências Bibliográficas:

I – Fundamentação Legal:
a) – Legislação Geral
. Lei n°. 9.394, de 20 de dezembro de 1996 - Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional
. Decreto n°. 5.154, de 23 de julho de 2004 - Regulamenta o § 2º do art. 36 e os arts. 39 a 41 da Lei nº 9.394 e dá
outras providências
. Lei nº 11.741, de 16 de julho de 2008 - Altera dispositivos da Lei no 9.394, para redimensionar, institucionalizar e
integrar as ações da educação profissional técnica de nível médio, da educação de jovens e adultos e da educação
profissional e tecnológica.
b) Legislação Específica:

III - FLUXO DE APROVAÇÃO


A - CADASTRO SISTEMA SGE
(Vide planilha de Responsabildiade/Autoridade - EP-PP-006)
a1) Cadastrado por: marly.fernandes Data/Hora: 01/08/2018 11:57:36
B - ANÁLISE CRÍTICA
(Vide planilha de Responsabildiade/Autoridade - EP-PP-006)

______________________________________ Data: / /
Assinatura e carimbo do Responsável
C - VERIFICAÇÃO
(Vide planilha de Responsabildiade/Autoridade - EP-PP-006)
Parecer:
COORDENADOR PEDAGÓGICO
EP-FF-075
PLANO DE CURSO Folha: Revisão: Data:
4 de 4 07 01/11/17

______________________________________ Data: / /
Assinatura e carimbo do Responsável
D - VALIDAÇÃO
(Vide planilha de Responsabildiade/Autoridade - EP-PP-006)
Parecer:
GERENTE

_______________________________________ Data: / /
Assinatura e carimbo do Responsável