Você está na página 1de 7

FACULDADES ANHANGUERA

EXPERIMENTO 1:

SCR

DISPARO E BLOQUEIO

Bancada :

Alunos :

r.a. r.a. r.a. r.a.
r.a.
r.a.
r.a.
r.a.

FACULDADES ANHANGUERA

1. EXPERIMENTO : SCR – DISPARO E BLOQUEIO

1.1 . Objetivo : Observar o disparo e o bloqueio de um SCR em c.c. e em c.a. , e o controle do ângulo de disparo.

1.2. Circuito :

c. a. , e o controle do ângulo de disparo. 1.2. Circuito : 1.3. Procedimento :

1.3. Procedimento :

1.3.1. Disparo e bloqueio do SCR em c.c. :

Siga os passos abaixo e anote no quadro 1.4.1 o que ocorre em cada um deles:

a. Mantenha J1, J2, J3 e J4 desconectados.

b. Conecte o borne CN9 ao polo positivo da fonte de 12VCC e CN10 ao negativo. Ligue a fonte.

c. Conecte J1 e meça, com um multímetro (true rms), a tensão na lâmpada.

d. Mantenha J1 conectado, conecte J2 na posição 2-3 e meça a tensão na lâmpada.

e. Retire J2 e repita a medição.

f. Retire J1.

g. Conecte J1.

h. Conecte J2 ( posição 2-3).

i. Retire J2.

j. Conecte J3 na posição 1-2.

k. Conecte J4.

l. Retire J4.

m. Mude J3 para a posição 2-3 (capacitor de 10µF).

n. Conecte J2 ( posição 2-3).

o. Retire J2.

p. Conecte J4.

q. Retire J4.

FACULDADES ANHANGUERA

1.3.2. Disparo e bloqueio do SCR em c.a. :

Siga os passos abaixo, e anote no quadro 1.4.2 o que ocorre em cada um deles:

a. Mantenha J1, J2, J3 e J4 desconectados.

b. Conecte os bornes CN9 e CN10 à fonte de 24VCA (12+12V - bornes amarelos), o osciloscópio ( modo DC, x : 2 ms/div e y : 1 V/div x 10 ) à lâmpada ( PT6 e PT7) e ligue a fonte.

c. Conecte J1.

d. Conecte J2 na posição 2-3.

e. Retire J2.

1.3.3. Controle do ângulo de fase :

a. Desconecte J1, J2, J3 e J4.

b. Conecte J2 na posição 1-2 com o trimpot RV2 ajustado em seu valor mínimo ( sentido anti-horário ).

c. Conecte os bornes CN9 e CN10 à fonte de 24 VCA(bornes amarelos), e o osciloscópio aos pontos PT6 e PT7 ( ajustado em modo DC, x : 1ms/div e y : 1 V/div x10).

d. Ligue a fonte e conecte J1. Observe a forma de onda ( lâmpada ) e esboce-a no quadro 1.3. Com o multímetro em escala VDC meça o valor da tensão na lâmpada e anote-o no quadro 1.4 ( α ∼ 0º ).

e. Varie o potenciômetro e observe o que ocorre.

f. Ajuste o potenciômetro de forma que o ângulo de disparo fique em 30º ( 1,4 ms). Esboce a forma de onda no quadro 1.3 e com o multímetro meça a tensão na lâmpada, anotando-o no quadro 1.4.

g. Repita o item f para um ângulo de disparo de 45º ( 2,1 ms ).

h. Idem para 60º ( 2,8 ms ).

i. Idem para 90º ( 4,2 ms ).

FACULDADES ANHANGUERA

1.4. Apresentação dos resultados

Quadro 1.4.1 – Disparo e bloqueio em c.c.

PASSO

J1

J2

J3

J4

OBSERVAÇÃO

b

         

c

X

       

d

X

2-3

     

e

X

       

f

         

g

X

       

h

X

2-3

     

i

X

       

j

X

 

1-2

   

k

X

 

1-2

X

 

l

X

 

1-2

   

m

X

 

2-3

   

n

X

2-3

2-3

   

o

X

 

2-3

   

p

X

 

2-3

X

 

q

X

 

2-3

   

Obs. :

X – jumper conectado

 

Quadro 1.4.2 – Disparo e bloqueio em c.a.

PASSO

J1

J2

J3

J4

OBSERVAÇÃO

b

         

c

X

       

d

X

2-3

     

e

X

       

FACULDADES ANHANGUERA

Quadro 1.4.3 – Formas de onda

FACULDADES ANHANGUERA Quadro 1.4.3 – Formas de onda v L ( α = 0º ) v

v L

(

α = 0º )

Quadro 1.4.3 – Formas de onda v L ( α = 0º ) v L (

v L

(

α = 45º )

– Formas de onda v L ( α = 0º ) v L ( α =

eixo x

:

v L

(

α = 90º )

ms / div

-

eixo y

:

= 45º ) eixo x : v L ( α = 90º ) ms / div

v L

(

α = 30º )

x : v L ( α = 90º ) ms / div - eixo y :

V / div

v L

(

α = 60º )

FACULDADES ANHANGUERA

Quadro 1.4.4 – Valores de tensão na carga

ângulo de disparo - α

V

LDC

30º

45º

60º

90º

medido

Calculado

desvio ( % )

1.5. Análise dos resultados

1. Comente o que foi observado no quadro 1.4.1.

2. Idem no quadro 1.4.2. O que aconteceria se conectássemos os jumpers J3 e J4 e em seguida os desconectássemos, como feito no procedimento anterior ?

3. Calcule os valores da tensão na lâmpada para os valores de ângulo de disparo do quadro 1.4.4, e compare-os com os medidos, calculando o desvio percentual. Complete esse quadro.

FACULDADES ANHANGUERA

4. Utilizando-se esse circuito, é possível se obter um ângulo de Explique.

disparo

maior que 90º ?

5. Por que não se obtém, com esse circuito, um ângulo de disparo de exatamente 0º ?

1.6. Cálculos

1.7. Conclusão