Você está na página 1de 20

PUB

Quinta-feira • 12 de setembro de 2019 • 1027 •1


12 setembro 2019
Ano 19
quinta-feira
 0.75 iva incluído
Diretor: Luís Baptista-Martins
semanário

Covilhã
Câmara aumenta
apoios no pré-
Greenfield substitui
MRG no Hotel Turismo
escolar e primeiro
ciclo
As famílias que recorrem aos
serviços de prolongamento Nova unidade será de 5 estrelas e vocacionada para o turismo de saúde, estimando-se que a primeira pedra seja lançada
de horário escolar vão pagar no primeiro semestre de 2020. Acordo de cessão de posição contratual do consórcio formado por empresas do grupo
menos, entre 23 e 33 por cento,
de acordo com deliberação do
MRG vai ser assinado esta quinta-feira, em Lisboa Pág.5
executivo _________________ 4

António Costa
compromete-se com
Guarda
Dia D para o segunda fase do
futuro da Dura
Automotive
Hospital da Guarda
Em pré-campanha eleitoral, secretário-
Esta quinta-feira está prevista
geral do PS anunciou que vai «descon-
uma reunião entre o secretário
de Estado da Internacionaliza- gelar» a requalificação dos pavilhões
ção e a administração da multi- mais antigos do Sousa Martins, uma
nacional norte-americana para «obra fundamental para o futuro
encontrar uma alternativa à saí- da cidade». Antes, António Costa
da do maior cliente da fábrica de experimentou a arte do vime em
componentes para automóveis Gonçalo Pág.9
de Vila Cortês do Mondego __ 5

Agricultura
Trancoso é a
capital europeia
da castanha
Mais de 250 congressistas vão
debater os assuntos em desta-
que no setor, visitar soutos e
produtores entre hoje e amanhã
no concelho que é um dos maio-
res produtores de castanha do
país _____________________ 10
PUB

Ensino Superior
UBI continua a crescer, IPG ocupa
quase metade das vagas
A Universidade da Beira Interior (UBI) preencheu 1.217 vagas na primeira fase de
acesso e foi a instituição de ensino superior do interior mais procurada. O Instituto
Politécnico da Guarda conseguiu ocupar 49,6 por cento das 734 vagas atribuídas e
tem 373 lugares para a segunda fase de acesso, que já está a decorrer _________ 6 e 7
PUB

Precisa-se Colaboradores
BRICOLAGE – DECORAÇÃO – CONSTRUÇÃO – JARDIM – CAIXA
OFERECEMOS: Integração numa equipa dinâmica, formação inicial possibilidade de evolução profissional.
Envie o seu currículo para:

rhbricoguarda@gmail.com
2• • Quinta-feira • 12 de setembro de 2019

Cara
Entrevista
no  fio  da  navalha

a P e r f i l
cara

«Muito há a
Tiago Ramos
UBI Profissão: arqueólogo/ bolseiro de
Doutoramento da FCT
A Universidade da Beira Interior alcan-
çou este ano um dos melhores resultados Idade: 30 anos

fazer pela
dos últimos anos na primeira fase de acesso
ao ensino superior. Com 1.217 candidatos Naturalidade: Guarda (com ascendência
colocados, a maioria em primeira opção, a familiar do Jarmelo)
UBI foi a instituição de ensino superior do
interior mais procurada. Um resultado que Currículo: Licenciado em Arqueologia

salvaguarda
é fruto da notoriedade da instituição dirigida pela Faculdade de Letras da Universidade
por António Fidalgo, mas também pela boa de Lisboa, mestre em Arqueologia pela
imagem que os seus antigos estudantes Faculdade de Ciências Sociais e Huma-
transmitem da universidade. nas da Universidade Nova de Lisboa e
doutorando em História Medieval na

do Castro
Universidad de Salamanca (Espanha)

Livro preferido: “Animal Farm”, de Ge-


Carlos Chaves Monteiro orge Orwell

do Jarmelo»
A Câmara da Guarda e a empresa Viúva Filme preferido: “A Lista de Schindler”,
Monteiro chegaram a acordo e os autocarros de Steven Spielberg
voltaram esta quarta-feira a ligar o Sabugal à
sede do distrito. O município vai pagar cerca Hobbies: Leitura, música, agricultura,
de 90 mil euros e resolveu um problema a cães
algumas dezenas de munícipes e alunos
que necessitam diariamente de se deslocar P – Qual é a importância dos acha-
à Guarda para trabalhar e estudar. O bom dos descobertos nas últimas escava-
senso imperou nesta negociação. ções realizadas no Castro do Jarmelo?
R - A intervenção arqueológica de
2019 permitiu registar a base pétrea da
esquina de um edifício de época medieval,
o qual poderá corresponder à desapareci-
da Igreja de Santa Maria, e uma sepultura
associada a este.

P – E que outros achados foram


PSD revelados nas campanhas já realizadas
no local?
Quem não está connosco, está contra R - O Castro do Jarmelo foi alvo de
nós, esse poderia ser o lema da candi- anteriores intervenções. Em 1998, após
datura do PSD às legislativas na Guarda. a abertura de um estradrão de acesso ao
Na apresentação da lista, Carlos Peixoto marco geodésico foram recolhidos os pri-
acusou a imprensa de «maltratar» Álvaro meiros materiais cerâmicos e metálicos
Amaro, mas também de cair no engodo «da datáveis do século XIII. Em 2007, o muni-
propaganda» de António Costa e de não cípio da Guarda realizou uma intervenção
dar o devido valor a Rui Rio e às propostas de restauro e consolidação da muralha e amento Medieval do Médio Coa Séculos os jarmelistas. A começar pelo fim dos
dos sociais-democratas. Antes, o indepen- ruínas de alguns edifícios, assim como a X-XIII” aprovado pela DGPC para o qua- sucessivos danos ao património, como a
dente José Valbom, mandatário distrital, recolha de materiais cerâmicos (peças driénio 2017-2021. Os dados coligidos colocação de antenas de telecomunica-
disparou no mesmo sentido, dizendo que de cozinha, de armazenamento e de integram-se na investigação que estamos ções e de videovigilância, ou a destruição
os jornalistas estão rendidos às graças do transporte de alimentos e líquidos) dos a realizar no âmbito do doutoramento e expolição de materiais com o recurso a
primeiro-ministro e «não fazem o traba- finais do século XV até inícios do século em História Medieval, financiado pela detectores de metais. Passando, depois,
lho de casa» referindo-se ao Editorial do XVIII. Em 2018 foi possível a recolha de Fundação para a Ciência e a Tecnologia. pela conservação de estruturas em risco
Financial Times publicado a 25 de agosto materiais medievais (em que se destaca de ruína, criação de percursos acessíveis
de 2019. Rui Rio não faria melhor. a folha de uma tesoura do século XIII/ P - As peças e outros objetos des- e painéis interpretativos, e arranjo paisa-
XIV), o registo de uma estrutura com cobertos nestas escavações vão algum gístico da zona envolvente e recinto da
cerca de 10 metros de comprimento, a dia ser expostas ao público? Onde? feira. Muito há a fazer…
qual foi destruída por um incêndio no R - Esperemos que sim. Um primei-
final da Idade Média, e o registo de uma ro contacto informal do público com os P – O que falta para isso acontecer?
Câmara Municipal camada de argamassa compactada que
poderá corresponder ao adro da Igreja
materiais ocorrerá dia 29 de setembro,
no Jarmelo, no decorrer das Jornadas
R – O Artigo 3º da Lei de Bases do
Património Cultural define como tarefa
da Covilhã de Santa Maria. Europeias do Património. Todavia,
antes de integrarem qualquer tipo de
fundamental do Estado a salvaguarda,
estudo e valorização do património. Po-
O primeiro dia de matrículas levou à P - Qual é o objetivo destas esca- exposição, é necessário o restauro e/ ou rém, é conhecido o crónico desinteresse
Covilhã milhares de alunos e pais, pron- vações? Há algum projeto/ trabalho conservação das peças (sobretudo nos e desinvestimento deste nas questões
tos para iniciar a preparação do próximo concreto no castro do Jarmelo? artefactos metálicos) e principalmente culturais e patrimoniais, salvo raras
ano letivo na UBI. No mesmo dia, foram R - As campanhas arqueológicas o seu estudo. A peça/ artefacto é parte excepções, principalmente de iniciativa
iniciados trabalhos na via localizada junto têm como objectivo perceber a ocupação de uma narrativa, o seu valor histórico local. Em 2018, a Junta de Freguesia de
à entrada principal do Pólo I desta uni- humana deste sítio em época medieval. advém do seu contexto e da transmissão Jarmelo S. Pedro, com o apoio técnico
versidade. O constrangimento no trânsito Ou seja, as vivências do quotidiano, os deste ao público. Sem isto a diferença do município da Guarda, submeteu uma
foi notório numa estrada que é das mais espaços habitacionais e/ ou produtivos, para uma tigela partida em nossa casa é candidatura ao Programa Valorizar –
movimentadas da cidade, em especial no o papel geoestratégico do sítio, através quase inexistente. Linha de apoio ao turismo do interior,
primeiro dia de recepção a novos alunos. do estudo dos vestígios materiais, quer a qual até hoje não obteve resposta. Em
Esta situação incómoda podia (e devia) ser sejam um pano de muralha ou um sim- P - Tendo em conta a atribula- suma, o que falta é uma melhor articula-
evitada pela autarquia. ples fragmento de cerâmica pertencente da história do Jarmelo, acha que o ção das entidades públicas responsáveis
a um pote ou panela. As escavações castro e a área envolvente merecem pelo património, e financiamento. Mas
encontram-se integradas no Projecto de uma campanha mais abrangente e um financiamento, que embora possa
Investigação Plurianual em Arqueologia consistente? ser diminuto, seja sustentável e siga um
intitulado “Da Periferia à Fronteira: Povo- R - Penso que é o desejo de todos planeamento a médio prazo.
Quinta-feira • 12 de setembro de 2019 • •3

editorial Luís Baptista-Martins


baptista-martins@ointerior.pt

Coesão territorial ou gerir


o declínio
Na passada segunda-feira (9 de setembro), em artigo de opinião
no jornal “Público”, a presidente da CCDRC defendeu que «há territó-
rios onde não se recuperará população» e que «é urgente abandonar
a visão redistributiva da política de coesão, assumindo-se que não
basta colocar recursos nas regiões menos desenvolvidas». Ana Abru-
nhosa escreveu mesmo que «há que assumir que não é possível ter
a tónica no crescimento em todos os territórios» e assumir que em
porções do nosso país «coesão territorial significa gerir o declínio» e
isto significa que temos de assumir que em partes do território não
será possível recuperar população ou atividade económica. Ou seja,
temos de assumir, sem pruridos, que por muitas políticas de coesão
que se possam implementar não será possível reverter o abandono e
o despovoamento de muitos dos nossos territórios, nem será possível
corrigir as assimetrias de que padecemos.


Este discurso, pragmático e assertivo, não foi bem aceite por muitas
pessoas que, estranhamente, preferem ouvir o habitual cantar da cigarra
e consideram inaceitável que um membro do Governo (a presidência das
comissões de coordenação são, efeti-
vamente, um serviço de descentrado
de governação regional) diga que para
salvar a floresta temos de deixar morrer
muitas árvores.
Nas redes sociais foram muitos
os que de imediato, e bem, polemi-
zaram sobre o assunto. Que conside-
Triste é ver que raram as palavras «gerir o declínio»
as nossas vilas dos territórios como a defesa do
aumento de assimetrias e matar o
e cidades não interior. Compreende-se e aplaude-se
conseguem a apreensão de todos. Não podemos
tolerar que os governos abandonem
oferecer o interior. Porém, defender a coesão
oportunidades territorial é ter a noção exata do ponto
Mensagem recebida
opinião
onde estamos: um despovoamento
António Ferreira aos seus filhos contínuo e um atraso e pobreza
antonio.ferreira.adv@netvisao.pt

Num artigo publicado esta segunda-feira no çamento Geral do Estado para 2020, onde seremos
porque se impossível de reverter no seu todo.
Por muito que nos custe, e custa,
“Público”, a presidente da Comissão de Coorde- ignorados como o temos sido todos os anos. consumiram temos de assumir que grande parte
nação e Desenvolvimento Regional do Centro, Ana Há portanto muito pouco a esperar do Estado ou recursos de forma dos nossos territórios não poderão
Abrunhosa, advertia que há territórios onde não se dos partidos. e, se quisermos desenvolver a região,
recuperar a população ou a atividade
recuperará população. Em sub-texto sugeria-se que atrair investidores e população, teremos de contar errada e sem económica – e sem ela não poderá
há áreas do país onde se não justifica investimento com os nossos próprios recursos. sustentabilidade haver emprego, geração de riqueza
público e que o princípio da coesão territorial tem Pouco há a esperar, contudo, das instituições
e capacidade de fixação de pessoas.
de ser interpretado «criativamente». que na Guarda deveriam ser motor do desenvolvi-
A maioria dos discursos político-partidários de defesa da coesão
Há dias, no Facebook, o meu amigo Fernando mento. O IPG continua numa aparentemente impará-
territorial enfermam de várias mentiras e, por isso, levamos anos a ouvir
Camilo Ferreira notava que uma viagem de Lisboa a vel curva descendente, como mostram os resultados
um discurso hipócrita e a aplaudir promessas impossíveis de cumprir.
Cascais por autoestrada custa 1,35 euros, do Porto da primeira fase das colocações no ensino superior
A maioria dos políticos são preguiçosos no pensamento e obtusos na
a Espinho 0,90 euros e, para aproximadamente a (mais vagas sobrantes que candidatos colocados,
narrativa. O Portugal profundo, pobre e ostracizado pertence ao passado,
mesma distância, paga-se 2,30 euros de Caria à médias de entrada baixas). Mesmo que haja me-
por isso temos de ter a noção que não é possível salvar todas as aldeias
Guarda. lhoria na segunda fase, é manifesto que o IPG fica
e vilas do interior. Não é possível que todos os lugares do interior rece-
As eleições são daqui a poucas semanas e, a perder no jogo da oferta e da procura. A Câmara
bam apoios ou investimentos salvíficos. Temos de escolher caminhos e
quanto ao interior, pouco se diz, já nem sequer as seria outro motor de desenvolvimento mas, para
definir medidas que permitam de forma razoável o desenvolvimento de
habituais banalidades ou promessas ocas. Entre- além de múltiplos eventos estéreis e escândalos
algumas vilas e cidades do interior, mesmo que alguns territórios fiquem
tanto, o distrito da Guarda perdeu um deputado judiciais, pouco tem produzido que traga esperança
abandonados - ou é isso, ou todo o interior será uma reserva desertificada,
e tornou-se com isso menos interessante para os para o futuro e nada que contradiga o artigo de Ana
sem gente, sem vida, desprotegida. É triste ver definhar aldeias e vilas
partidos políticos. Já nem se dão ao trabalho de Abrunhosa. Podem até dizer nos ministérios que
da região, mas muito mais triste é ver que as nossas vilas e cidades não
fingir interesse por esta região. Talvez apareça por não vale a pena enviar dinheiro para a Guarda “que
conseguem oferecer oportunidades aos seus filhos porque se consumiram
cá um outro na campanha eleitoral, a caminho de o gastam todo em festas”.
recursos de forma errada e sem sustentabilidade ao longo de anos. As
sítios onde os votos sejam mais importantes e onde É assim, há territórios que não interessam a
políticas de coesão têm de ser cada vez mais definidas criteriosamente,
haja mais empregos públicos a distribuir depois. ninguém e de que se ouve falar apenas por maus
até porque, como todos sabemos, o investimento público per si não gera
A confirmação deste desprezo virá com o Or- motivos: incêndios, escândalos e desperdício.
sustentabilidade; a política de fazer «piscina no meu concelho porque o
PUB
concelho vizinho também tem» não pode repetir-se. Consumir recursos
para reverter um abandono com séculos sem medir a sua sustentabili-
dade, não pode ser a opção. Abílio Curto ainda hoje é aplaudido como
o presidente das aldeias, pelas casas do povo e salões de convívio que
fez por todo o concelho da Guarda. E em todas as aldeias sempre houve
bailaricos… não foi isso que lhes deu futuro!
4• • Quinta-feira • 12 de setembro de 2019

Marco Baptista confessa


crimes em tribunal
Antigo consultor da Rede de Judiarias de Portugal está a ser julgado por burla qualificada e falsificação
de documentos para se apropriar de mais de 115 mil euros da instituição
DR
Marco Baptista, ex-con- voluntária e consciente com
sultor da Rede de Judiarias de o propósito concretizado de
Portugal que começou a ser obter uma quantia monetária a
julgado na quinta-feira por que sabia não ter direito, bem
alegadamente se ter apropria- sabendo que o fazia através de
do de 115.640 euros daquela um engano que astuciosamente
instituição, confessou todos os provocou».
factos de que está acusado, «sem O MP considera que Marco
qualquer reserva». Baptista «decidiu aproveitar-
Na primeira sessão do jul- se da total confiança» que go-
gamento, realizado no Tribunal zava juntos dos elementos da
de Castelo Branco, o arguido, direção da Rede de Judiarias,
que está acusado de um crime bem como do seu conhecimen-
de burla qualificada e de três to relativo aos procedimentos
crimes de falsificação de do- adotados nos pagamentos e,
cumentos que terão sido pra- dessa forma, «apropriar-se»
ticados entre final de outubro de quantias monetárias que
e início de novembro de 2017, pertenciam à associação. O
pediu desculpa à Rede de Judia- arguido terá concretizado
rias de Portugal. Marco Baptista os seus intentos através da
justificou a sua atuação como «manipulação digital» de docu-
tendo sido um «ato de desespe- mentos bancários, tendo ainda
ro» e acrescentou que chegou a recorrido à digitalização de
um «ponto de exaustão física e assinaturas para dar «a ilusão»
Acórdão será lido esta quinta-feira no Tribunal de Castelo Branco
psicológica» que o terá levado de que os documentos «forja-
a pensar no suicídio. Perante «fugir» à investigação. De resto, situação também sugerida pela tigação e reiterou que o seu as- dos» tinham sido assinados
esta confissão integral, o seu a procuradora considerou tra- advogada da Rede de Judiarias. sistente assumiu «claramente os pelo presidente e pelo vice-
advogado prescindiu de toda a tar-se de uma «situação grave», No entanto, a representante factos logo no momento» da sua presidente da Rede, cargos res-
prova, pelo que houve lugar à uma vez que estão envolvidos lembrou a gravidade dos factos detenção pela Judiciária. O cau- petivamente desempenhados
realização das alegações finais. dinheiros públicos de que o ar- e que estes geraram «questões sídico realçou também o quadro pelo presidente da Câmara de
Para o Ministério Público guido se apropriou em proveito sérias» de tesouraria àquele depressivo em que o arguido se Belmonte, António Dias Rocha,
(MP), apesar da confissão do próprio. A magistrada pediu a organismo, além de «outros encontrava e falou mesmo numa e pelo presidente da Câmara
arguido, perante as provas docu- condenação do antigo candidato prejuízos e inconvenientes». situação de «imputabilidade di- de Castelo de Vide, António
mentais constantes no processo do PSD à Câmara da Covilhã, mas Já o advogado de defesa minuída». Segundo a acusação, Pita. A leitura do acórdão está
seria difícil a Marco Baptista admitiu a suspensão de pena, discordou do MP quanto à inves- «o arguido agiu de forma livre, marcada para esta quinta-feira.

Covilhã PSP
Câmara aumenta apoios ao pré-escolar e Polícia sinaleiro poderá chegar à Covilhã
E s t a s e g u n d a - fe i ra a s em pontos de cruzamentos que a O INTERIOR, «a hipótese está
primeiro ciclo ruas da cidade de Castelo não possuam rotundas e tam- a ser avaliada em termos de
A Câmara da Covilhã vai que as crianças do segundo Branco assistiram ao regresso bém em áreas de passagem de sustentabilidade» e, caso esta
reduzir o valor pago pelas fa- escalão (que atualmente pagam da figura emblemática do po- peões. O polícia sinaleiro sai à se verifique, «o projeto poderá
mílias no recurso aos serviços 15 euros) vão passar a pagar 10 lícia sinaleiro, num projeto- rua todas as segundas-feiras, chegar à Covilhã». A função é
de prolongamento de horário euros, enquanto as crianças do piloto do Comando Distrital considerado o dia com mais desempenhada por um agente
escolar. A medida abrange crian- terceiro escalão irão pagar 20 da PSP. trânsito em Castelo Branco. A experiente, munido do equipa-
ças que frequentem o ensino euros (a mensalidade era, até A partir de agora, o agente PSP pondera fazer chegar futu- mento necessário, que já teve
pré-escolar ou 1º ciclo do ensino aqui, de 30 euros). No quarto estará a ordenar o trânsito nas ramente a medida à cidade da a mesma responsabilidade
básico (que agora também passa escalão, as crianças abrangidas zonas de maior tráfego rodovi- Covilhã. Segundo declarações anteriormente, refere a Polícia
a ter gestão do município) e irão pagar 45 euros, ao invés dos ário da cidade, principalmente do subintendente Luís Soares de Segurança Pública.
tem como objetivo «garantir a 60 necessários anteriormente. O
igualdade de oportunidades de quinto – e último – escalão passa
acesso à educação e reforçar as de 90 para 70 euros de custo Covilhã
medidas de uma maior equi-
dade nas políticas educativas»,
para as famílias.
Além destas alterações foi
Carlos Pinto vai apresentar queixa contra executivo
O Movimento “De Novo ma reunião do executivo, segun- críticas, entre outros assuntos,
refere a autarquia. ainda decidido que será definido
Covilhã”, liderado pelo vereador do um comunicado enviado às às ciclo-faixas que a autarquia
Os valores praticados fo- um número mínimo «de dez
Carlos Pinto, pretende avançar redações pela coordenação do está a pintar nalgumas vias da
ram reduzidos de acordo com crianças para o funcionamento,
com uma queixa no Tribunal movimento independente. Na Covilhã. «As ruas da cidade,
os escalões de rendimento das no estabelecimento, dos referi-
de Contas e Inspeção-Geral de mesma nota lê-se que a «Câma- que não conhecem pintura de
famílias, «sendo que as crianças dos serviços de apoio e o valor
Finanças contra o executivo ra destrambelhada nem a este passadeiras há anos, estão a
beneficiárias do escalão 1 da mensal fixos para as compartici-
covilhanense. repto é capaz de responder para ver nascer ciclo-faixas para
Segurança Social continuam pações das famílias», adianta o
O motivo prende-se com a esconder o regabofe financeiro bicicletas: uma vulgar pintura
isentas do pagamento da men- município. As novas medidas de
falta de resposta à questão de quanto a custos de admissão em cima de asfalto. Esta está
salidade e nos restantes esca- apoio na área da educação foram
«quantos funcionários tinha o de amigos e partidários». O a ser feita sem adaptação de
lões houve reduções que variam aprovadas na última reunião do
município (Câmara e empresas Movimento “De Novo Covilhã” verdadeiras ciclovias, cuidan-
entre os 23 e 33 por cento», executivo, realizada na sexta-feira,
municipais) em janeiro 2014 e acrescenta que irá «dar conta da do da segurança máxima para
segundo um comunicado. Isto e decorrem da delegação de com-
tem hoje, em setembro 2019, e a situação» ao Tribunal de Contas os futuros utilizadores de bi-
significa, de acordo com Vítor petências na área da Educação
quanto montam os custos hoje e e Inspeção-Geral de Finanças. cicletas», critica o movimento
Pereira, presidente da Câmara, assumida pelo município.
naquela data?», colocada na últi- No documento são ainda feitas independente.
Quinta-feira • 12 de setembro de 2019 • •5

Hoje poderá ser o Greenfield assume


Dia D para o futuro
da Dura Automotive requalificação do
Continuam as negociações
para a manutenção da Dura
Automotive em Vila Cortês do
Mondego. Esta quinta-feira está
por cento da sua produção com
deslocalização do seu principal
cliente para a Índia. Hotel Turismo
prevista uma reunião entre o Câmara espera Acordo de cessão de posição contratual do consórcio formado
secretário de Estado da Interna- que Costa cumpra
cionalização e a administração promessa por empresas do grupo MRG vai ser assinado esta quinta-feira,
da multinacional norte-ame- em Lisboa
ricana para se encontrar uma Nesta sessão, o executivo AR

alternativa à saída do maior reagiu com agrado à declaração


cliente da unidade do concelho de António Costa de «desconge-
da Guarda. lar» a segunda fase do Hospital
De resto, num gesto con- da Guarda. Mas se Cristina Cor-
ciliador, os trabalhadores sus- reia ficou «contente» e disse
penderam a greve prevista para esperar que «avance», Carlos
esta semana, numa decisão que Chaves Monteiro mostrou-se
foi elogiada pela Câmara da mais cético: «Gostava que isso
Guarda. «É uma boa decisão», acontecesse, mas tenho algumas
disse Carlos Chaves Monteiro, dúvidas», afirmou aos jorna-
para quem o que está em cima listas no final da reunião. De
da mesa é «negociar o não resto, o edil guardense acres-
encerramento» da fábrica de centou não ter percebido se o
componentes para automóveis. secretário-geral do PS «se refe-
«As partes envolvidas estão a ria ao Pavilhão 5 ou à 2º fase no
trabalhar para que haja uma seu todo, mas se se concretizar
solução, o que é algo positivo. será uma obra importante para
Esta empresa é como o sangue a cidade». «Espero que cumpra
que nos corre nas veias, pelo essa grande promessa porque Futuro Hotel Turismo será de 5 estrelas e vocacionado para o turismo de saúde, estimando-se que a primeira pedra
que temos estado em contacto é uma aspiração de todos os seja lançada no primeiro semestre de 2020
permanente com o Governo», guardenses e dos profissionais Luis Martins mas: cinquenta serão turísticas sidente na reunião de Câmara.
acrescentou o presidente do de saúde», concluiu. e as restantes destinar-se-ão a «É uma boa solução para se dar
município. Por sua vez, Cristina Maioria e oposição conver- residência sénior. «O grupo em- andamento ao projeto porque já
Correia destacou o «empenho» giram relativamente aos resul- Tal como O INTERIOR tinha presarial vai investir 7,9 milhões está na hora da Guarda ter o Hotel
do Governo na tentativa de re- tados do IPG na primeira fase noticiado em julho (ver edição de euros de fundos próprios e de Turismo a funcionar», afirmou
solução deste problema. de acesso ao ensino superior. de 25/07), o grupo MRG vai estima lançar a primeira pedra da a eleita.
Na semana passada, o gabi- Cristina Correia admitiu que as ceder a posição contratual na empreitada no primeiro semestre O novo concessionário está
nete do ministro dos Negócios colocações no Politécnico fica- concessão da requalificação e de 2020», acrescentou o autarca obrigado a reabrir a unidade até
Estrangeiros garantiu que o ram «aquém do que se esperava, gestão do futuro Hotel Turismo, guardense. 2022 e vai gerir a unidade du-
Governo «continua empenhado de pelo menos chegar aos 50 no âmbito do programa Revive. Carlos Chaves Monteiro rante 50 anos mediante o paga-
em facilitar a concretização de por cento de vagas ocupadas», O novo concessionário é uma mostrou-se satisfeito com esta mento de uma renda anual de 63
uma solução» para a Dura e pelo que «a esperança» é que sociedade sediada no Porto, solução, tendo revelado que a mil euros. A reabilitação integra
que «os diversos cenários para o Instituto guardense recupere a Greenfield SGPS, que esta autarquia «aproximou as partes o Programa Revive, sendo que o
o futuro» da unidade serão na segunda fase. Também o quinta-feira vai assinar o respe- interessadas». Disse ainda que a futuro hotel terá que ocupar, «no
analisados numa reunião com a presidente da Câmara está tivo acordo de cessão na sede do cidade aguarda «com expectati- mínimo, 55 por cento da área
administração. «O secretário de «convicto e esperançado» que Turismo de Portugal, anunciou o va» a reabertura do Hotel Turis- bruta de construção». O Hotel
Estado da Internacionalização e o IPG poderá ver ocupadas presidente da Câmara da Guarda mo, que virá colmatar a «grande Turismo, que está devoluto des-
a representação diplomática de «muitas das 373 vagas que na segunda-feira, no final da lacuna de camas» na Guarda. de 2012, foi projetado em 1940
Portugal em Washington, nos sobraram porque cursos são reunião quinzenal do executivo. Também a vereadora do PS, Cris- pelo arquiteto Vasco Regaleira
Estados Unidos da América, os adequados». A mudança deve-se às dificul- tina Correia, disse aos jornalistas e concluído em 1958, sendo um
realizou uma diligência junto Na segunda-feira, o exe- dades financeiras da MRG Cons- que recebeu «com satisfação» a dos edifícios mais emblemáticos
da presidente do Conselho de cutivo aprovou a abertura de truction SA, uma das empresas informação revelada pelo pre- da cidade da Guarda.
Administração da Dura Auto- um concurso público para do consórcio formado com a MRG
motive. Do contacto resultou
a disponibilidade em analisar,
a construção de habitações
sociais na Rua dos Amores, de
Property SA que foi escolhido Câmara chega a acordo com Viúva Monteiro
pelo Governo para reconstruir
em reunião a ter lugar nos pró- 108 mil euros, bem como um a histórica unidade hoteleira da A Viúva Monteiro retomou esta quarta-feira a carreira inter-
ximos dias [esta quinta-feira], os investimento de 210 mil euros cidade mais alta e que no início municipal que liga o Sabugal à Guarda depois de ter chegado a
diversos cenários para o futuro na reabilitação energética de de julho apresentou um Processo um acordo com a autarquia da sede do distrito.
da referida unidade», adiantou edifícios de habitação social. O Especial de Revitalização (CIRE) A Câmara vai pagar cerca de 90 mil euros pela prestação de
a tutela em comunicados. Com município vai também investir no Tribunal de Seia. Está assim serviços de transporte entre as duas cidades, que contempla a car-
mais de centena e meia de mais de 306 mil euros na requa- desbloqueado o impasse que reira normal (40 mil euros) e os passes escolares (50 mil euros). «É
trabalhadores, a empresa vai lificação de diversos espaços se vivia no desenvolvimento do o valor justo e adequado para a manutenção deste serviço», disse
perder, a partir de outubro, 60 públicos na cidade. projeto. Segundo Carlos Chaves Carlos Chaves Monteiro, reiterando que «até esta data», a autarquia
DR
Monteiro, o acordo de cessão de «nunca pagou o transporte intermunicipal. «Fomos sensíveis ao facto
posição contratual foi «acertado da empresa ter invocado prejuízos, mas também porque esta solução
na semana passada» e, com a sua dá resposta a necessidades permanentes dos nossos concidadãos
assinatura, a Greenfield assumirá daquela área do concelho», acrescentou o autarca. O presidente do
«direitos e obrigações» na rea- município adiantou que esta medida vai vigorar até que a Comuni-
bertura de um hotel «carismático dade Intermunicipal da Beiras e Serra da Estrela (CIMBSE) conclua o
da Guarda». O edil adiantou aos concurso público internacional para os transportes interconcelhios e
jornalistas que a unidade estará passes escolares. «A partir daí será a CIMBSE que assumirá a gestão
vocacionada para o turismo de deste setor», referiu Carlos Chaves Monteiro, esclarecendo que o
saúde, no segmento de luxo, pelo concurso público em causa terá que ser lançado até 2 de dezembro
que terá cinco estrelas e 100 ca- e finalizado durante o primeiro semestre de 2020.
6• • Quinta-feira • 12 de setembro de 2019

Novos alunos afluem


S aos balcões de
Sociedade matrícula na UBI e IPG
Sofia Craveiro
SC

As matrículas para os
Covilhã colocados na primeira
fase do concurso
Detido pela GNR de acesso ao ensino
a vender haxixe superior tiveram
início esta segunda-
na rua feira. Na Guarda e na
A GNR deteve um ho- Covilhã o movimento
mem de 27 anos, na Covilhã, dos estudantes
quando se dedicava ao trá- recém-chegados já
fico de estupefacientes em se faz sentir. Pais e
plena rua. filhos fizeram fila
Segundo o Comando no Politécnico e na
Territorial de Castelo Bran- Universidade, prontos
co, durante uma ação de para oficializar a
patrulhamento preventivo colocação e começar já
realizada no passado dia 4, a procurar casa para
elementos do Núcleo de In- os próximos três anos.
A receção aos caloiros é feita com o auxílio de outros alunos que esclarecem aspetos sobre os anos de formação
vestigação Criminal daquela
cidade abordaram o suspei- A porta de entrada para a escolha da UBI, a estudante estudantes que, em pequenas pais acompanhantes, no mesmo
to quando «procedia à ven- os Serviços Académicos da afirma que «todos com quem bancas de informação, ajudam local onde finalistas trajados a
da de haxixe diretamente Universidade da Beira Interior falei me disseram que gostaram os recém-chegados a esclarecer rigor “patrulham” os balcões de
aos consumidores, em plena (UBI) revelava na segunda-feira imenso de estar aqui, que as pes- diversos aspetos sobre a cida- matrícula, aguardando expec-
via pública, nas imediações a azáfama típica do primeiro soas eram incríveis, que a noite de. Marta Duarte é natural de tantes para conhecer quem irá
de uma zona residencial e dia de matrículas. Ao entrar, era espetacular… Tudo isso me Castelo Branco e já terminou às praxes deste ano.
comercial». A interpelação perde-se de vista a extensa fila levou a que fosse esta a minha a licenciatura na UBI. Apesar Sofia Félix, natural do Por-
permitiu a apreensão de 37 de pais e filhos que, de senha primeira opção», relata a jovem disso – por estar ainda integra- to, escolheu a Guarda como
doses de haxixe, «dissimu- na mão, esperam ansiosos para nortenha enquanto espera pa- da na Associação Académica primeira opção para se licen-
lado no interior de uma car- oficializar os resultados da cientemente pela sua vez. (AAUBI) – continua presente ciar em Gestão. Afirma que
teira, previamente cortado, colocação da primeira fase de No outro lado do edifício nos corredores da universidade, o plano curricular foi deter-
dividido e acondicionado candidaturas ao ensino superior. está Mélanie Santos, jovem tran- prestando a informação neces- minante para se «decidir» e
em película aderente», e de «Saímos daqui e vamos já ver a cosense. A “caloira” de Sociolo- sária aos caloiros. «Esta é a fase espera sair da cidade mais alta
uma navalha que continha casa», ouve-se pelos corredores. gia escolheu a Covilhã para ini- inicial, e é sempre complicado «com boas qualificações e boas
vestígios de produto estu- As filas prolongam-se pelas es- ciar o seu percurso académico. para quem chega. Há sempre experiências» obtidas nos pró-
pefaciente, adianta a GNR cadas do edifício, atravessando Psicologia era a opção principal muitas dúvidas, mas a atitude ximos anos, durante os quais
em comunicado. O detido diversas zonas e salas do polo – também na UBI –, contudo não deles é positiva», adianta. irá tentar ficar alojada numa
foi constituído arguido e os principal da UBI. A maioria dos conseguiu ocupar nenhuma das residência do IPG. Já Bruno Gil,
factos foram remetidos ao estudantes que aguardam são vagas disponíveis neste curso. Cenário de entusiamo guardense de 19 anos, foi co-
Tribunal Judicial de Covilhã. portugueses, provenientes dos A estudante justifica a escolha também no Politécnico locado no politécnico local em
quatro cantos do país. É o caso «por estar próxima do meu local da Guarda Desporto. Contudo, esta não foi
de Maria João, jovem de 18 anos de residência e por já conhecer a sua primeira escolha. «Tinha-
natural de Paços de Ferreira. Foi algumas pessoas que estudam No Instituto Politécnico da me candidatado para a Covilhã
colocada em Economia, com aqui. Além disso sei que é uma Guarda (IPG) o ambiente de e depois Évora, mas acabei por
uma média de 14,5 valores, mas boa universidade», sublinha a entusiasmo repete-se, embora ficar na Guarda [em terceira
assume que a primeira opção jovem de 20 anos. em menor escala. Informações, opção] por não ter média sufi-
era Gestão (também na Univer- A receção aos novos alunos mochilas e documentos são ciente para entrar nas outras
sidade da Beira Interior). Sobre é feita com o auxílio de outros entregues aos novos alunos e universidades», confessa o jo-
vem. Apesar disso, o estudante
refere que «até ajuda ficar cá,
pois já tenho casa e estou na
minha cidade». A Guarda tam-
bém não foi a primeira escolha
de Diogo Fernandes. O jovem
natural de Aveiro chegou à
cidade mais alta, a sua segunda
opção de formação, para estu-
dar Engenharia Informática. A
primeira escolha era Coimbra,
contudo afirma estar «contente»
com esta colocação. «Na verdade
era o que eu esperava», decla-
ra o caloiro, que também vai
candidatar-se a um lugar nas
residências do Politécnico, onde
pretende viver nos próximos
SC três anos.
Quinta-feira • 12 de setembro de 2019 • •7

UBI é a instituição Universidade da Beira Interior


de ensino superior
Nota último
Curso Vagas Colocados v. sobrantes
colocado
Optometria 25 22 3 10,03

do interior mais Eng. Aeronáutica


Bioquímica
Biotecnologia
45
45
45
45
45
36
0
0
9
16,56
11,65
10,50

procurada C. Política e Relações Internacionais


Ciências da Comunicação
Ciências da Cultura
35
45
20
36
47
21
0
0
0
14,80
13,68
10,41
A Universidade da Beira
Interior (UBI) preencheu IPG com 373 Cinema
Design de Moda
45
50
46
52
0
0
13,06
12,57
1.217 vagas na primeira fase
de acesso ao ensino superior,
vagas para Design Industrial 35 35 0 11,10

cujos resultados (ver qua- segunda fase Design Multimédia


Economia
40
45
41
46
0
0
12,52
13,40
dro) foram conhecidos no
domingo. O Instituto Politécnico Engenharia e Gestão Industrial 22 22 0 12,92
A UBI tinha 1.307 lugares da Guarda (IPG) conseguiu Eng. Eletromecânica 30 21 9 12,05
distribuídos por 31 cursos, ocupar 49,6 por cento das Eng. Eletrotécnica e de Computadores 20 4 16 12,41
dos quais vinte esgotaram 734 vagas atribuídas para a Eng. Informática 70 70 0 12,52
as colocações nesta fase. So- primeira fase de acesso ao en- Gestão 65 66 0 14,59
bram vagas em Optometria sino superior (ver quadros). Os Marketing 35 40 0 11,86
(3), Biotecnologia (9), Enge- candidatos preencheram 366 Psicologia 50 50 0 14,64
nharia Eletromecânica (9), lugares nos 19 cursos existen- Química Industrial 20 14 6 11,47
Engenharia Eletrotécnica e de tes nas quatro escolas do IPG Sociologia 40 40 0 12,36
Computadores (16), Química (Saúde, Tecnologia e Gestão; Arquitetura 55 48 7 10,30
Industrial (6), Arquitetura Educação, Comunicação e Des- Ciências Biomédicas 60 61 61 13,19
(7), Engenharia Civil (20), porto e Turismo e Hotelaria).
Eng. Civil 20 0 20
Bioengenharia (13), Matemá- Apenas dois cursos não
Ciências Farmacêuticas 60 60 0 14,10
tica e Aplicações (9), Estudos têm vagas para a segunda fase.
São eles Gestão e Gestão de Bioengenharia 20 7 13 12,15
Portugueses e Espanhóis
(9) e Informática Web (8), Recursos Humanos (ambos na Ciências do Desporto 60 61 0 12,66
num total de 109 lugares. O ESTG). Nos restantes, as vagas Medicina 140 140 0 17,53
curso com a nota do último sobrantes variam das 52 em Matemática e Aplicações 20 11 9 11,06
colocado mais elevada volta Engenharia Informática às 3 Est. Portugueses e Espanhóis 25 16 9 10,00
a ser Medicina (17,5 valores), em Marketing, passando pelas Informática Web 20 12 8 11,22
seguido de Engenharia Aero- 38 em Farmácia. Pelo meio,
náutica (16,5) e de Ciência Engenharia Civil e Engenharia

Instituto Politécnico da Guarda


Política e Relações Interna- Topográfica, ambas na ESTG,
cionais (14,8). Já a nota mais e Educação Básica (ESECD)
baixa do último colocado voltaram a não ter candidatos
foi registada em Optometria para os 24, 20 e 23 lugares dis- Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto
(10 valores), Estudos Portu- poníveis, respetivamente. Há
gueses e Espanhóis (10,3) e por isso 373 vagas por ocupar. Nota último
Curso Vagas Colocados Sobrantes
Biotecnologia 10,5. Os cursos existentes na colocado
Estes resultados colo- Escola Superior de Turismo e Comunicação Multimédia 50 28 22 11,02
c a m a U B I « n o p r i m e i ro Hotelaria, em Seia, voltaram a Animação Sociocultural 23 9 14 9,80
lugar» das instituições de ficar aquém do esperado, uma Desporto 55 47 8 9,5
ensino superior situadas vez que das 99 vagas iniciais só Comunicação e Rel. Públicas 50 30 20 10,5
fora dos grandes centros ur- 31 foram preenchidas. A nota Educação Básica 23 0 23
banos do litoral, tendo regis- mais alta do último colocado
tado «o maior número de co-
locados nos últimos anos». A
num curso do IPG foi de 11,5
valores, em Design de Equi-
Escola Superior de Saúde
universidade sediada na Co- pamento, e a mais baixa foi de Nota último
Curso Vagas Colocados v. sobrantes
vilhã ultrapassa pelo quinto 9,5, em Desporto. O INTERIOR colocado
ano consecutivo a barreira tentou obter um comentário Enfermagem 100 74 26 10,42
dos 90 por cento de taxa de de Joaquim Brigas, mas tal não Farmácia 42 4 38 10,38
ocupação na primeira fase foi possível até à hora do fecho
de acesso. Em declarações desta edição por o presidente Escola Superior de Tecnologia e Gestão
a O INTERIOR, o reitor An- do IPG se encontrar no Brasil
tónio Fidalgo regozijou-se a participar no Salão do Estu- Nota último
Curso Vagas Colocados v. sobrantes
com este desempenho e disse dante, que está a decorrer no colocado
esperar ocupar todas as vagas Rio de Janeiro. Contabilidade 35 9 26 10,82
nas fases seguintes, «que é o A segunda fase do concurso Design de Equipamento 21 8 13 11,52
costume». Outro objetivo é de acesso decorre de 9 a 20 de Engenharia Civil 24 0 24
«continuarmos também nes- setembro, estando disponíveis Engenharia Informática 61 9 52 11,00
ta progressão em termos de as vagas que sobraram da pri- Engenharia Topográfica 20 0 20
alunos internacionais, o que é meira fase, aquelas em que, ape- Gestão 45 45 0 10,50
fundamental». O responsável sar de alguém ter sido colocado Gestão de Recursos Humanos 37 40 0 10,90
máximo da UBI ambiciona nelas, não foram “reclamadas” Marketing 28 25 3 10,99
também que a cidade e a no momento da matrícula, as
Energia e Ambiente 21 3 18
universidade sejam cada vez resultantes da recolocação de
mais atrativas, «o que se estudantes já colocados, as
consegue pela qualidade do libertadas na sequência de retifi- Escola Superior de Turismo e Hotelaria
ensino e da investigação, cações às colocações da primeira Nota último
mas também – e muito im- fase ou ainda as vagas adicionais Curso Vagas Colocados v. sobrantes
colocado
portante – pela criação de criadas nos termos do regula- Gestão Hoteleira 43 16 27 10,39
um bom ambiente académi- mento ou que sejam utilizadas Turismo e Lazer 30 12 18 10,60
co», declarou. no atendimento de reclamações. Restauração e Catering 26 5 21 10,50
8• • Quinta-feira • 12 de setembro de 2019

PSD responsabiliza Legislativas

Candidato da
Governo pelo Iniciativa Liberal
desinvestimento na quer Estado
saúde na Guarda «parceiro, não
Carlos Peixoto acusou Ana Mendes Godinho de «um dia
ser secretária de Estado do Turismo, que anuncia estudos e
nosso dono»
Paulo Carmona, cabeça da cobrando cada vez mais
projetos, e no outro candidata do PS, numa promiscuidade muito de lista da Iniciativa Libe- impostos», criticou o cabeça
característica dos socialistas» ral pelo distrito da Guar- de lista da Iniciativa Liberal.
LM
da, visitou O INTERIOR na Paulo Carmona conside-
sexta-feira, no âmbito da rou que os portugueses têm
pré-campanha do partido. «um potencial enorme» que
Acompanhado de Pedro de não está a ser aproveitado
Lencastre, atual Conde da porque «a nossa ambição
Guarda e número dois da está a ser fiscalmente con-
lista, o candidato defendeu denada». No caso do interior,
menos Estado na vida eco- o candidato constatou que
nómica e social do país. não houve políticas de de-
«É preciso devolver o senvolvimento e que, pelo
Estado aos cidadãos e criar contrário, têm sido adotadas
um Estado que seja nosso medidas penalizadoras, como
parceiro, não nosso dono. as portagens na A23 e A25
Pelo contrário, atualmente ou o aumento do ISP sobre
temos uma visão socialista os combustíveis. «A Guarda,
do Estado, muito parecida que é o distrito mais próxi-
com a salazarista, em que o mo da Europa, não se está a
Estado é mais importante que desenvolver e não atrai mais
o indivíduo», considerou Pau- investimento porque a dou-
lo Carmona, que tem raízes trina que tem sido seguida em
familiares em Santo Estêvão, Portugal é hostil à iniciativa
«Até 2030, o distrito não tem um projeto estruturante» entre as prioridades do Governo de António Costa, no concelho do Sabugal. Na privada», constata o cabeça
disse Carlos Peixoto
sua opinião, o país deve tam- de lista da Iniciativa Liberal.
Luis Martins é o país», afirmou, constatando sembleia da República desde bém mudar de modelo de O candidato afirmou ainda
que, apesar de «tudo ter ajudado» 2009 – disse que o Governo é «do desenvolvimento, pois o que que o futuro da região passa
o Governo de António Costa, «da faz de conta» e responsabilizou-o tem sido implementado nos por «soltarmos o potencial
O Governo do «faz de conta» baixa dos juros ao crescimento do pela «degradação» da saúde no últimos vinte anos – «muito das pessoas e incentivá-las
foi o alvo principal das críticas dos turismo», os socialistas foram res- distrito, bem como pelo desin- centralista» – tem levado ao a criar o seu negócio, a terem
sociais-democratas na apresenta- ponsáveis pela «degradação dos vestimento. «Em 2014 o Governo empobrecimento: «Os únicos iniciativas». Já o objetivo da
ção da lista do PSD às legislativas serviços públicos», pelas cativa- do PSD/CDS investiu no Hospital países que estão a crescer Iniciativa Liberal é «fazer parte
pela Guarda. Num café-concerto ções e pela distribuição «desigual Sousa Martins mais de 50 milhões são os que têm uma visão da agenda política» e eleger
do TMG a meio gás, só a presença de recursos e investimentos». de euros. Em 2018, o atual exe- liberal da economia. Mas por deputados, o que não será o
de Álvaro Amaro animou a pla- Para «dar a volta a isto», José cutivo socialista libertou apenas cá insistimos num modelo caso no distrito da Guarda,
teia, já que o atual eurodeputado Valbom não tem dúvidas que é 1,2 milhões de euros», afirmou, que é dirigido pelo Estado e onde Paulo Carmona conta
foi muito aplaudido e abraçado, preciso «arranjar um estadista» alertando que, «até 2030, o dis- que abafa a iniciativa priva- fazer «o melhor possível».
LM
mas não discursou nem prestou como Rui Rio, que é «muito me- trito não tem um projeto estru-
declarações aos jornalistas. nos especialista na arte circense e turante» entre as prioridades
A sessão começou com Tiago tem como desígnio o crescimento do Governo de António Costa.
Gonçalves, líder da concelhia e económico». Além disso, «é um Carlos Peixoto desfez-se também
número cinco da lista, a dizer homem de contas certas, de em elogios ao líder Rui Rio e a
que estes foram «quatro anos contas à moda do Porto», acres- Álvaro Amaro, que disse ter sido
perdidos» fruto da «enorme de- centou, citando Miguel Torga «maltratado» pela imprensa.
gradação» dos serviços públicos, para dizer que essa designação «Sei que o princípio da inocência
nomeadamente na saúde, e dos significa que «cada qual é res- está dentro de si», sublinhou. A
níveis «mais baixos de sempre» ponsável e solvente». Já António terminar, prometeu enviar pelo
do investimento público. «Isto Costa é visto como o homem da correio o programa eleitoral da
bastaria para não votar no PS», «propaganda e do “show-off”». O candidatura, onde, entre outras,
admitiu o também deputado último orador da tarde foi Carlos há propostas de políticas fiscais
municipal, contrapondo as razões Peixoto. O cabeça de lista e líder «positivamente discriminatórias»
para votar no PSD, nomeada- da distrital sublinhou que os para o distrito, a deslocalização
mente o «verdadeiro programa candidatos sociais-democratas de serviços públicos «quando
de incentivos à natalidade, com são «de cá» e continuarão por cá possível», a redefinição da rede
majorações para o interior» ou depois das eleições, tendo acusa- de ensino superior na região e o
a redução do IVA «de 23 para do Ana Mendes Godinho de «um investimento na área da saúde.
16 por cento» na fatura da luz e dia ser secretária de Estado do Além de Carlos Peixoto, concor-
do gás. Seguiu-se José Valbom. Turismo, que anuncia estudos e rem Carlos Condesso (Figueira de
O médico independente é man- projetos, e no outro candidata do Castelo Rodrigo), a independente
datário distrital da candidatura PS, numa promiscuidade muito Sara Campos (Seia), Sílvia Nabais
e começou por avisar: «Se o PSD característica dos socialistas». (Sabugal), Tiago Gonçalves (Guar-
perder estas eleições, quem perde O recandidato – está na As- da) e Nazaré Ribeiro (Almeida).
Quinta-feira • 12 de setembro de 2019 • •9

António Costa PSD


Distrital da Guarda critica
compromete-se a líder do PS
O PSD da Guarda conside-
ra «uma vergonha» a promessa
TERIOR, os sociais-democratas
classificam a declaração do

concretizar segunda
feita no domingo pelo secretá- recandidato a primeiro mi-
rio-geral do PS, António Costa, nistro como «uma vergonha».
sobre o «descongelamento» da «Um primeiro-ministro que
segunda fase das obras do Hos- deixou a saúde no distrito no

fase do Hospital da
pital Sousa Martins, na cidade. maior degredo de sempre, com
A promessa foi deixada listas de espera infindáveis,
num comício de pré-campa- sem capacidade para contratar
nha. A Distrital social-demo- recursos humanos e material

Guarda
crata, presidida por Carlos cirúrgico, com especialidades
Peixoto, reagiu esta terça-feira que não funcionam, com me-
em comunicado para dizer dicamentos que se atrasam e
que o líder socialista «tratou com um investimento 50 por
Em pré-campanha eleitoral, secretário-geral do PS anunciou que de forma reinadia e gozona cento inferior relativamente
aquilo que deve ser tratado de a 2015, lança agora os seus
vai «descongelar» a requalificação dos pavilhões mais antigos do forma responsável e séria». foguetes e inaugura uma nova
Sousa Martins, uma «obra fundamental para o futuro da cidade» O PSD considera mesmo que forma de fazer política», critica
LM António Costa «mais uma vez o PSD guardense.
brincou com os guardenses» Os sociais-democratas
e, «com o habitual sorriso de concluem dizendo que o pri-
lábios, tomou-os por tolos». meiro-ministro «antes prome-
Num comunicado intitulado teu e não cumpriu» e «agora
“Um primeiro-ministro gozão anuncia, mas não faz, o que é
e bonacheirão”, enviado a O IN- mais atrevido e despudorado».

Pinhel
Contratação de transportes
públicos com parecer
negativo da AMT DR

Em Gonçalo, António Costa deitou as mãos à obra e iniciou-se na arte da cestaria de vime

Luis Martins região», declarou, embora tenha Por sua vez, Ana Mendes
trocado o nome da Coficab, (em- Godinho, cabeça de lista socialista
presa de cablagens que se está a pela Guarda, disse que «cumpri-
António Costa veio à Guarda expandir na Guarda), por Cabify mos o que prometemos em 2015»
lançar a “bomba atómica” eleito- para ilustrar o sucesso dos apoios e, com o Hotel Turismo ao lado,
ral, no que ao distrito diz respeito, governamentais. garantiu que «tudo vai acontecer»
ao prometer «descongelar a Lapso à parte, António Costa para reabrir a histórica unidade
segunda fase» da requalificação considerou que «cumprimos com hoteleira em 2022. A candidata A Autoridade da Mobili- remuneração fixadas, aos cri-
do Hospital Sousa Martins e «ar- aquilo que nos comprometemos afirmou depois que quer pôr o dade e dos Transportes (AMT) térios de cálculo estabelecidos
rancar com essa obra que é funda- há quatro anos, também em distrito «nos rankings nacionais deu parecer negativo à contra- na lei, bem como demonstre
mental para o futuro da cidade». relação ao interior» e, por isso, e internacionais, atraindo em- tação da prestação de serviços os níveis de execução contra-
O compromisso foi assumido pediu aos eleitores que «nos presas, tecnologia e apostando no de transportes públicos de tual, designadamente no que
no domingo, no comício realiza- deem mais força para fazermos turismo genuíno desta região». E passageiros pela Câmara de respeita ao cumprimento de
do em frente ao Hotel Turismo, mais e ainda melhor». Na Guarda, também anunciou a intenção de Pinhel. obrigações de exploração e
perante algumas centenas de o líder socialista comprometeu- criar na cidade mais alta um cen- Segundo o parecer publi- proceda à identificação de
apoiantes, que aplaudiram efu- se a aumentar o complemento tro nacional para o turismo. Por cado na sua página na Internet, todos os incumprimentos ve-
sivamente a declaração. «Quere- solidário para idosos na próxima sua vez, o líder da JS e quarto ele- a AMT constatou, em 2018, no rificados, incluindo os que se
mos que quem cá viva tenha tão legislatura para «que não haja mento da lista, Fábio Pinto, acu- Portal Base dos Contratos Pú- referem a obrigações legais
boas condições de vida aqui como nenhum idoso em situação de sou PSD e CDS de terem «falsas blicos, «que se efetuou a con- de prestação de informação».
quem vive nos grandes centros pobreza no nosso país». Tam- preocupações» com a saúde na tratualização de serviços de O presidente da Câma-
urbanos do litoral. É por isso que bém prometeu «mais incentivos Guarda porque, «pasme-se, foram transporte de passageiros na ra, Rui Ventura, já reagiu e
assumimos o compromisso de fiscais» para as empresas que eles que decidiram não concluir a área geográfica do concelho de adiantou que irá responder
descongelar a segunda fase do se fixem no interior e lançar o segunda fase do hospital». Antes Pinhel sem emissão de parecer à AMT «sobre esta questão»,
hospital da Guarda», declarou o programa Erasmus no interior do comício, a comitiva socialista prévio vinculativo por parte sublinhando que no seu enten-
secretário-geral do PS. Em cerca para que «os jovens estudantes esteve em Gonçalo, onde visitou desta Autoridade, nos termos dimento o tipo de transporte
de meia hora, o recandidato a descubram este outro país e o santuário de Nª Sra. da Mise- do Decreto-Lei n.º 78/2014, de existente no concelho «não
primeiro-ministro desfiou medi- possam contribuir para fazer ricórdia, cuja festa se celebrou 14 de maio». encaixa» nos pressupostos do
das, como a reabertura dos tribu- mais e melhor por Portugal». O no fim de semana. Na ocasião, Aquela entidade acrescen- transporte de carreira pública.
nais de Fornos de Algodres e da secretário-geral do PS anunciou António Costa e Ana Mendes ta que o seu parecer ,«quanto «O nosso entendimento é o
Mêda, e investimentos realizados ainda que tenciona fazer chegar Godinho iniciaram-se na arte ao enquadramento contra- de que o Pinhel SIM era um
ou em curso no interior, caso da a nova rede de comunicações 5G da cestaria de vime. Santinho tual que vincula o operador transporte de mobilidade so-
conclusão da Linha da Beira Baixa às cidades médias do interior Pacheco (Gouveia), Cristina Sou- Transdev e o município, foi cial», justificou, referindo que
e da modernização da Linha da porque «é aqui que temos que sa (Seia), Fábio Pinto (Guarda) negativo» e solicita à autar- o contrato efetuado destinava-
Beira Alta. «Trouxemos também fazer o maior esforço de infraes- Marisa Fonseca (Guarda) e Rita quia que «elabore um relató- se a «colmatar aquilo que era a
mais investimento porque só com truturas, para ser um território Mendes (Aguiar da Beira) são rio de execução contratual, inexistência de transportes de
mais empresas conseguimos fixar ainda mais atrativo para a fixa- os restantes elementos da lista comprovando aderência das determinadas localidades para
e trazer mais pessoas para esta ção das populações». socialista. compensações financeiras/ a sede de concelho».
10 • • Quinta-feira • 12 de setembro de 2019

Trancoso acolhe Celorico da Beira


40 anos do SNS assinalado
com plantação de oliveira
Encontro A Câmara de Celorico da
Beira e a Liga dos Amigos dos
Hospitais da Universidade de
Coimbra comemoram, no do-
tónio Arnaut e, no dia em que se
comemoram os 40 anos do SNS,
a plantação daquela árvore tem
«uma forte simbologia ao assi-

Europeu da
mingo, o 40º aniversário do nalar, por um lado, a importân-
Serviço Nacional de Saúde (SNS) cia deste serviço público para as
e vão homenagear o seu mentor populações, mormente as mais
e fundador, António Arnaut. carenciadas, bem como para
A cerimónia evocativa terá o desenvolvimento do país e o

Castanha
lugar, pelas 10 horas, no Jardim crescimento da própria demo-
Parque Carlos Amaral, naquela cracia e, por outro, prestar tribu-
vila do distrito da Guarda, onde to ao “Pai do SNS”, sublinhando
será plantada a “Oliveira SNS”, o seu papel preponderante no
seguindo-se uma conferência acesso à saúde igual para todos,
Mais de 250 congressistas vão debater os temas em destaque no Centro Cultural local com fator potenciador do bem-estar
a participação de entidades e dos portugueses, no período
no setor, visitar soutos e produtores entre hoje e amanhã profissionais da área da saúde. pós 25 de abril», justificam os
DR
Um ano depois da morte de An- promotores.

Seia
Cidade comemora Semana
Europeia da Mobilidade
Seia comemora a Semana com carrinhos de rolamentos,
Europeia da Mobilidade com campos de jogos, pinturas de
varias iniciativas a realizar entre rua, slide, circuito Escola Segura,
segunda-feira e dia 22. Gym4All, Voleibol, música, e ati-
Transportes urbanos gra- vidades direcionadas para a co-
tuitos, ruas sem carros e uma munidade escolar e população
caminhada são algumas das em geral. No dia 21, o município,
atividades programadas num em parceria com a Associação
município que aposta numa Empresarial da Serra da Estrela,
política de baixo carbono. Na promove um desfile de moda no
quarta-feira à noite (20h30) há Mercado Municipal de Seia, a par-
uma caminhada pelo circuito tir das 19h30, e duas horas depois
urbano, com início no largo da será apresentada a 25ª edição do
Câmara Municipal. Já na pró- CineEco - Festival Internacional
xima sexta-feira o trânsito vai de Cinema Ambiental da Serra
Concelho de Trancoso é um dos maiores produtores de castanha do país estar encerrado no eixo escolar da Estrela. A sessão terá lugar no
Luis Martins dridões e pragas da castanha, ronda os 4,5 milhões de euros, e entre a rotunda do Centro Esco- Cineteatro da Casa Municipal da
«na sequência dos impactos desde 2013 é palco da Feira da lar de Seia e a rotunda da Escola Cultura e será seguida da projeção
da presença da vespa das ga- Castanha e Paladares de Outono, Secundária de Seia. Das 9 às do filme “Aquarela”, de Victor
O Xº Encontro Europeu da lhas do castanheiro nos soutos que tem vindo a transformar-se 19 horas a via vai ser ocupada Kossakovsk.
Castanha decorre em Trancoso europeus», referem os promo- num dos mais importantes cer-
esta quinta-feira e na manhã de tores no seu site. O Encontro tames dedicados a este fruto no Aguiar da Beira
sexta-feira, reunindo mais de Europeu da Castanha regressa distrito da Guarda. Já a parceria
250 congressistas vindos de Es- este ano a Portugal, onde já foi com a UTAD foi renovada até Detido por abusar de vizinho de 13 anos
panha, França, Itália e Portugal. realizado em 2010 (Bragança) 2023 e vai resultar na imple- A Polícia Judiciária (PJ) da meadamente durante o mês de
A iniciativa terá lugar no e 2015 (Vila Pouca de Aguiar e mentação do “TRANCASNUT” Guarda anunciou a detenção agosto», num contexto de pro-
pavilhão multiusos e é organi- Valpaços). «Trancoso vai ganhar e na criação de castanheiros de um homem de 73 anos, ximidade social, uma vez que
zada pela Associação Portugue- muito com este encontro, pri- in vitro. «fortemente indiciado» pela autor e vítima, um menor de
sa da Castanha (RefCast), em meiro porque o concelho terá O primeiro projeto visa a prática «reiterada» de atos de 13 anos, são vizinhos, adianta
conjunto com os municípios de mais divulgação a nível europeu, melhoria do castanheiro e da abuso sexual de crianças em a Judiciária em comunicado. O
Trancoso e de Penedono, que e depois porque se traduzirá em castanha no concelho através de Aguiar da Beira. detido foi presente às compe-
recebe o encontro na tarde de mais conhecimentos técnicos dois campos experimentais, um Segundo o Departamento tentes autoridades judiciárias,
sexta-feira e sábado. De acordo para os nossos produtores», dos quais é um souto em que os de Investigação Criminal, os para efeitos de primeiro inter-
com a RefCast, que está sedeada considera o presidente da autar- produtores vão poder acompa- abusos foram cometidos, «no- rogatório judicial.
na Universidade de Trás-os- quia. Amílcar Salvador recorda nhar todo o processo necessário
Montes e Alto Douro (UTAD), que a castanha é uma fileira para obter uma boa produtivida- GNR
estes municípios são dois dos importante no município que a de. Já a micropropagação in vitro
maiores produtores nacionais autarquia «acarinhou desde a de castanheiros vai revolucionar Três detidos com droga em Gouveia
de castanha DOP Soutos da
Lapa e durante três dias irão
primeira hora, pois estava um
pouco envergonhada».
esta cultura, pois vai gerar árvo-
res com excelentes condições
e Seia
A GNR deteve três pessoas, deteção de armas e de produto
reunir especialistas, técnicos, Para tal, contratou a UTAD fitossanitárias, que não terão
na segunda-feira, por tráfico estupefaciente. Aos detidos,
produtores, comercializadores para «trabalhar com os nossos doenças e o seu preço vai baixar
de droga nos concelhos de dois homens e uma mulher
e dirigentes associativos para produtores na melhoria da rapidamente porque a produção
Gouveia e Seia. com idades compreendidas
debater os temas em destaque castanha e dos soutos», refere é rápida e em pouco espaço. Nos
Segundo o Comando Terri- entre os 18 e 39 anos, foram
neste setor. Estão igualmente o edil. Atualmente, o concelho primeiros três anos de vigência
torial da Guarda, os suspeitos apreendidas 91 doses de ha-
previstas visitas técnicas a sou- de Trancoso conta com cerca do acordo com a UTAD, que
foram detidos por militares do xixe, 61 doses de heroína, 13
tos, cooperativas de produtores de 900 produtores e integra a representa um investimento de
posto de Seia e do Núcleo de In- doses de MDMA, duas doses de
e empresas que se dedicam à região demarcada com a deno- 110 mil euros – cerca de 22 mil
vestigação Criminal de Gouveia liamba, 47 doses de cocaína e
transformação e comercializa- minação de origem protegida euros por ano –, foram planta-
durante ações de fiscalização quatro selos e meio de LSD. Os
ção da castanha. (DOP) Soutos da Lapa. É um dos dos 4.000 novos castanheiros,
rodoviária com a finalidade da suspeitos foram presentes nos
Este ano serão abordadas, cinco maiores produtores do sendo que o objetivo é plantar
prevenção da criminalidade e tribunais de Seia e Gouveia.
entre outras temáticas, as po- país, gerando uma faturação que 14 mil árvores.
Quinta-feira • 12 de setembro de 2019 • • 11

Manteigas Seia
Município recebe bandeira da Rede 17 detidos por posse
de Cidade de Excelência e tráfico de droga em
festival de música
AR
Manteigas recebe esta quin-
ta-feira a bandeira da Rede de
Cidade de Excelência - Nível III, No âmbito de
DR

atribuída ao município pelas ações de fiscaliza-


práticas inovadoras nos eixos ção, «decorridas
do turismo e regeneração e vi- nos acessos a um
talidade urbana. festival de música»,
A distinção foi concedida a GNR de Gouveia
pela Rede de Cidades e Vilas d e teve , e n t re o s
de Excelência pelo «meritório dias 5 e 8 de se-
trabalho» que o município pre- tembro, 17 pessoas
sidido por Esmeraldo Carvalhi- por posse e tráfico
nho tem vindo a desenvolver de estupefacientes.
no âmbito dos trabalhos de Foram apreen-
qualificação da vila serrana com didas 361 doses de
vista a torná-la «num espaço haxixe e 106 doses
que promove um turismo di- de MDMA, além de
nâmico e com aproveitamento 38 comprimidos de
sustentável dos seus recursos ecstasy, 28 doses de
naturais, históricos e culturais». cocaína, 17 doses
A cerimónia está agendada para de liamba e ainda LSD, dinhei- quinta-feira e domingo. Os de-
as 15 horas, nos Paços do Con- ro e instrumentos associados tidos tinham idades entre os 21
celho de Manteigas, e contará ao tráfico, divulgou o Coman- e 43 anos. Nestas ações foram
com a participação de Paula do Territorial da Guarda em ainda detidas duas pessoas por
Teles, presidente do Instituto de comunicado. Segundo a GNR, posse de arma proibida e um
Cidades e Vilas com Mobilidade, Vila para integrar a platafor- Social do Alardo, o Centro de as detenções levadas a cabo indivíduo por condução com
e de Pedro Ribeiro da Silva, coor- ma “Manteigas Trilhos Ver- Energia Vida e de Montanha da no concelho de Seia foram excesso de álcool no sangue.
denador da Rede Cidades e Vilas des”, o Centro de Criatividade, Serra da Estrela, o Passadiço realizadas nos acessos ao A GNR elaborou ainda dois
de Excelência. d’Inovação Social e Biblioteca, do Zêzere, a rede “wifi” da vila festival “Insomnia Electronic autos de contraordenação por
A atribuição da Bandeira bem como a alteração e am- e a requalificação das escolas Music”, que decorreu no Par- consumo de estupefacientes.
de Cidades de Excelência - Ní- pliação do posto de turismo do ensino básico são outras que Campismo de São Gião, Os factos foram remetidos ao
vel III deve-se a projetos como para “Manteigas Welcome Cen- ações validadas pela Rede de em Oliveira do Hospital entre Tribunal Judicial de Seia.
a requalificação do Ribeiro da ter”. A reabilitação do Bairro Cidades e Vilas de Excelência.
PUB

CASTELO
MENDO aldeias em festa!

27|28SET
MENDA
E O MONSTRO 28-30 JUN. 27-28 SET.
2019

SORTELHA CASTELO
MENDO
06-07 JUL.
PIÓDÃO 11-13 OUT.
TRANCOSO
12-14 JUL.
LINHARES 01-03 NOV.
DA BEIRA IDANHA-
música, 19-21 JUL.
-A-VELHA
gastronomia, MARIALVA 08-10 NOV.
animação de rua, MONSANTO
26-28 JUL.
visitas guiadas, CASTELO 29-30 NOV.
oficinas NOVO ALMEIDA

e muita, 06-08 SET. 27-30 DEZ.


CASTELO BELMONTE
muita festa RODRIGO

www.aldeiashistoricasdeportugal.com / www.cm-meda.pt
12 • • Quinta-feira • 12 de setembro de 2019

Portagens Arqueologia

Plataforma organiza tribuna Estrutura de igreja medieval


pública pela reposição das descoberta no Castro do Jarmelo
SCUT na A23 e A25 DR

A contestação às porta- situação das diligências desen-


gens na A25 e A23 continua volvidas junto do Governo e das
na ordem do dia e na próxima novas ações públicas previstas
terça-feira a Plataforma p’la e a realizar em breve. Tendo em
reposição das SCUTS organiza conta o período pré-eleitoral
uma tribuna livre em Castelo para as legislativas de 6 de ou-
Branco denominada “Pelo In- tubro, os organizadores apelam
terior - Repor as SCUT, Abolir à mobilização dos cidadãos para
as Portagens na A23 e A25”. que «o impacto desta tribuna
Aberta à participação da pública tenha repercussão e
população em geral, a sessão seja levado a sério». A Plata-
tem início pelas 11 horas, jun- forma integra as Associações
to à Secretaria de Estado da Empresariais da Beira Baixa e da
Valorização do Interior. Estão Região da Guarda, as Comissões
previstas intervenções das vá- de Utentes da A25 e A23, as
rias entidades que integram o Uniões de Sindicatos da Guarda
movimento de empresários, e Castelo Branco, bem como a
sindicatos e utentes. Na ocasião Associação de Empresários p’la
será também feito o ponto da Subsistência do Interior.

Alpedrinha Esquina é percetível nesta imagem, bem como as pedras fincadas que formam parte da sepultura
Festival Chocalhos no fim de semana Escavações arqueológicas descobriram a esquina de «um bém achadas lajes de granito,
A vila de Alpedrinha (Fun- tival vai divulgar o artesanato realizadas este Verão no Castro do edifício monumental, que pode- associadas à cobertura do chão do
dão) acolhe de sexta-feira a pastoril e a música popular e Jarmelo, no concelho da Guarda, rá ser da desaparecida igreja de interior do templo, alguns mate-
domingo a 18ª edição do Cho- tradicional, mas também as podem ter revelado a estrutura Santa Maria, que estaria naquele riais cerâmicos «da alta Idade Mé-
calhos – Festival dos Caminhos raças autóctones de ovelhas de uma igreja medieval. Segundo local». Este templo, de origem dia» e outros «da Idade do Bronze
da Transumância. e os cães pastores. A progra- o arqueólogo Tiago Ramos, res- medieval, tal como as outras duas Final ou da Idade do Ferro». Este
Durante o evento poder- mação dos Chocalhos inclui ponsável pelo trabalho de campo, erigidas no local e dedicadas a São trabalho foi iniciado no ano tran-
se-á recordar esta tradição da ainda animação de rua e con- tratar-se-á da Igreja de Santa Maria, Pedro e a São Miguel, existiu até sato por Tiago Ramos, no âmbito
pastorícia com a caminhada certos em diferentes palcos. O referenciada na tradição popular. ao século XIX. «Acreditamos que de um projeto de doutoramento
iniciada na Praça do Muni- destaque deste ano é a atuação A campanha deste ano deu esta poderá ser um pouco mais em Arqueologia na Universidade
cípio do Fundão, seguindo dos Diabo na Cruz, no sábado. sequência à intervenção de 2018, antiga, porque temos um elemen- de Salamanca (Espanha), com o
pelos trilhos da Gardunha até Organizada pelo município que revelou dois blocos de granito to de uma janela que será datado apoio logístico do município da
a Alpedrinha. Será também a do Fundão, a edição de 2019 «muito bem aparelhados». Tiago do século X/ XI, mas falta-nos Guarda. Este ano estiveram no
oportunidade para saborear tem Castro Daire como região Ramos (ver entrevista na página alguns dados para o confirmar, terreno três arqueólogos e oito
alguma da gastronomia ori- convidada e que apresentará 2) explica que as prospeções ou do século XIII, de quando há jovens que participaram num cur-
ginada pela transumância, as suas tradições, gastronomia foram alargadas para «perceber documentação inicial da igreja so de Verão do Museu da Guarda
como as migas, as caldeiradas e a história daquele concelho se tinha alinhamento, ou se era de Santa Maria», acrescenta Tiago sobre Introdução à Arqueologia. É
com carne e os ranchos. O fes- do distrito de Viseu. uma esquina ou algo assim». E o Ramos. intenção de Tiago Ramos continu-
resultado foi que os arqueólogos Nesta campanha foram tam- ar as sondagens em 2020.

Celorico da Beira
Aldeias históricas
POSEUR comparticipa Sistema de
Tratamento de Águas Residuais de Rapa Desafio “The Castltes Quest” parte de Sortelha
O município de Celorico da da população e do meio ambien- Arranca no sábado a tercei- DR

Beira anunciou que o projeto te incrementando a qualidade ra edição do “The Castles Quest”,
do Sistema de Tratamento de dos serviços de saneamento de onde os cicloturistas são desa-
Águas Residuais da aldeia de águas residuais». A empreitada fiados a descobrir as Aldeias
Rapa foi apoiado pelo POSEUR contempla a substituição da Históricas até dia 22.
- Programa Operacional Sus- atual fossa sética, «ineficiente Este ano estão inscritos 40
tentabilidade e Eficiência no no tratamento das águas resi- aventureiros que vão percorrer
Uso de Recursos. duais nocivas para a população os caminhos da GR 22, a grande
Segundo a autarquia, o e o meio ambiente», por uma rota que liga as 12 aldeias desta
projeto, que representa um Estação de Tratamento de Águas rede que une história, patrimó-
investimento total de 74 mil Residuais (ETAR) compacta nio e natureza. Serão 560 quiló-
euros, integra a sua estratégia para «um mais eficiente trata- metros a completar em regime
de médio prazo, «com vista à mento dos efluentes», refere o de aventura, uma vez que não há
melhoria das condições de vida município em comunicado. classificações. Os participantes
só têm de passar por pontos
pré-definidos nas 12 Aldeias
Tortosendo Históricas, tendo um limite má-
Trinta sopas para provar no sábado ximo de tempo para o fazer. A
grande novidade deste ano está
Mais de trinta receitas de Junta de Freguesia do Torto-
relacionada com uma melhoria tuada em total autossuficiência, dias e 330 quilómetros, entre 19
sopas podem ser degustadas sendo, que promete animação
significativa do traçado e dos que pode ser vivida a solo ou e 22 de setembro. Ambas as mo-
no evento gastronómico “So- de rua, tasquinhas, insufláveis
serviços disponíveis ao longo do em equipas, numa filosofia de dalidades têm partida e chegada
pas do Tortosendo”, que se para os mais pequenos e um
percurso. A sinalética da GR22 e “bikepacking”. em Sortelha, no concelho do Sa-
realiza este sábado no Parque espetáculo com Tiago Silva, que
das rotas circundantes foi aper- Há duas formas de enfren- bugal. A atividade é promovida
S. Miguel, naquela vila do con- está a comemorar 20 anos de
feiçoada para dar a conhecer os tar o desafio: uma aventura de pelas Aldeias Históricas de Por-
celho da Covilhã. carreira. O “kit” do evento custa
vários percursos e pontos de oito dias, que começa no sábado tugal, apoiada pelo Centro 2020,
A atividade tem início pelas 3 euros e inclui malga, colher e
interesse deste destino turístico. e tem como limite o final no dia Portugal 2020 e Fundo Europeu
18 horas e é organizada pela duas senhas para sopas.
O “The Castles Quest” é efe- 22; e outra mais curta, de quatro de Desenvolvimento Regional.
Quinta-feira • 12 de setembro de 2019 • • 13

Teatro Covilhã

Aguiar da Beira encena “A Fuga UNESCO premeia projeto de ensino da língua


das Freiras” no dia 21 e matemática pelo Teatro DR
A vila de Aguiar da Beira vando consigo a imagem para O presidente da ASTA, Sér- tica, tendo como ferramenta
volta a mobilizar-se para dar a Lapa, dando origem ao san- gio Novo, recebeu esta segunda- o teatro. O objetivo é ensinar
vida a a um espetáculo ins- tuário que, anualmente, atrai feira na sede da UNESCO, em as populações migrantes na
pirado num acontecimento milhares de devotos àquela Paris, o Prémio Confúcio de aprendizagem da língua e da
da história local, a lenda da localidade do concelho. Para o Alfabetização em representação matemática ao chegarem a um
Senhora da Lapa. município de Aguiar da Beira, do Nuovo Comitato il Nobel per país desconhecido.
“A Fuga das Freiras” vai ser que organiza o espetáculo, é i Disabili, líder do consórcio que Financiado pelo progra-
representada no dia 21 no Lar- «um orgulho ter investido numa desenvolveu o projeto “Tell Me”. ma Erasmus +, o “Tell Me” foi
go dos Monumentos (21h30) e iniciativa desta natureza: por O galardão, que conta com o desenvolvido nos últimos dois
será protagonizada por mais todo o envolvimento/ formação apoio do Governo da República anos por várias estruturas que
de centena e meia de partici- da comunidade local, pelo inú- Popular da China, distingue se dedicam ao ensino e às artes
pantes, entre músicos, atores mero público que assistiu e pela quem se dedica à alfabetização dramáticas. Além da ASTA, par-
e figurantes da vila numa en- promoção do concelho a nível de adultos. Em 2019, o prémio ticipam a IFALL – Integration
cenação e dramaturgia criada regional e nacional». O projeto teve como tema de referência for Alla de Örkelljunga (Suécia)
pelo grupo Trigo Limpo-Teatro teve estreia em 2015 e repetiu “Alfabetização e Multilinguis- e os organismos italianos Nuovo
Acert, de Tondela. O ponto de em 2018, regressando este mo”, tendo sido premiados três Comitato, de Gubio (associação
partida é a invasão da região ano sob o mote “Quem conta projetos a nível mundial, incluí- criada pelo Nobel da Literatura
pelos mouros e a martirização um conto…” e com novas per- do o “Tell Me”, cuja implementa- Dario Fo) e ANL – Associazione
das religiosas, algumas das sonagens, «bem conhecidas de ção e coordenação em Portugal Nuovi Linguaggi, de Loreto. No
quais conseguiram escapar le- todos(as)», adianta a autarquia. esteve a cargo de Sérgio Novo, dia 28 terá lugar nova cerimónia
presidente e diretor artístico na cidade chinesa de Qufu, local
da ASTA, sediada na Covilhã. de nascimento do filósofo chinês
Tributo
Trata-se de um projeto europeu que dá nome ao prémio. O proje-
Eduardo Lourenço homenageado inédito no campo do ensino não
formal da língua e da matemá-
to já obteve 22 distinções a nível
internacional.
na Feira do Livro do Porto
A Feira do Livro do Porto DR
Música
tem este ano como mote a vida
e obra de Eduardo Lourenço, Novo projeto de César Prata e Vânia Couto no TMG DR
razão pela qual o pensador e Estreado em julho no festival
filósofo natural de São Pedro “Música no Castelo”, em Trancoso,
do Rio Seco (Almeida) foi alvo o novo projeto musical de César
de um tributo, no passado Prata chega ao TMG na próxima
sábado, na Cidade Invicta. quarta-feira (22 horas).
Integrada no programa “Rezas, Benzeduras e outras
de abertura da Feira do Cantigas”, criado com Vânia Cou-
Livro, foi atribuída a tília to, será apresentado no café-con-
de homenagem ao au- certo e tem entrada livre. O duo
tor e patrono do Cen- de músicos foi buscar inspiração
tro de Estudos Ibéricos à música portuguesa de tradição
e da Biblioteca Munici- oral e deu origem a um disco de
pal da Guarda. Com este treze temas. Editado pela Sons
reconhecimento, o nome Vadios, o álbum homónimo foi múltiplos instrumentos acústicos e mais um instrumento musical.
de Eduardo Lourenço junta- uma sessão onde o trabalho lançado no evento de Trancoso e – alguns afastados do habitual «O ambiente sonoro resulta na
se à lista das cinco personali- do filósofo foi debatido por contou com o apoio do município panorama da música tradicional fusão do mais ancestral com a
dades anteriormente celebradas Lídia Jorge, Artur Santos Silva e local. Neste trabalho César Prata –, objetos sonoros, pedais de contemporaneidade, afirmando
neste evento portuense: Vasco Carlos Magno. Este ano, a Feira e Vânia Couto recriam músicas e “loops”, “laptop” e programa- que a tradição pode ser sempre
Graça Moura (2014), Agustina do Livro do Porto, que termina orações populares recorrendo a ções. Nesta fusão o computador atual», adianta o TMG.
Bessa-Luís (2015), Mário Cláu- dia 22, é inteiramente dedica-
dio (2016), Sophia de Mello da a Eduardo Lourenço, com
Breyner Andresen (2017) e José atividades, sessões e obras
Música
Mário Branco (2018).
Após a emblemática ceri-
focadas no ensaísta. A ativi-
dade decorre nos Jardins do
TMG reabriu com concerto da Orquestra Académica
mónia na Avenida das Tílias, Palácio de Cristal e conta com Filarmónica Portuguesa
a homenagem prosseguiu no a participação de cerca de 90 A nova temporada do Teatro
DR

auditório da Biblioteca Mu- expositores, além de um vasto Municipal da Guarda (TMG) abriu
nicipal Almeida Garrett com programa cultural e lúdico. no passado dia 4 com um concer-
to da Orquestra Académica Filar-
Dança/ Teatro mónica Portuguesa, sob a direção
do maestro Osvaldo Ferreira.
Espetáculo “Lento e Largo de Jonas O recital teve como solista a
& Lander” no TMG prestigiada e premiada pianista
russa Kristina Miller e incluiu a
A caixa de palco do grande «um apocalipse visual». Numa estreia nacional de uma composi-
auditório do Teatro Municipal da paisagem irreal, «ambas as en- ção de Anne Victorino d’Almeida,
Guarda (TMG) vai ser o cenário, tidades irão socializar, dançar, intitulada “O Despertar de Élpis”. Stravinsky. Até dezembro, a pro- sições de fotografia e de pintura,
este sábado (21h30) do espetá- beijar, ordenar e obedecer, de Do programa constaram ainda gramação do TMG contempla bem como o Festival Internacio-
culo de teatro e dança “Lento e igual para igual», adianta a obras de Frédéric Chopin e Igor concertos, teatro, cinema, expo- nal de One Man Band.
Largo de Jonas & Lander”. produção. A direção artística,
Estreada no Festival Gui- coreografia e interpretação são
dance 2019, esta criação apos- de Jonas Lopes, Lander Patrick, Celorico da Beira
ta num ambiente cénico basea- Ana Vaz, Lewis Seivwright e Concerto de cordas no centro cultural
do e influenciado pelo trabalho Mathilde Bonicel, numa pro- A Orquestra Ligeira de Gouveia O espetáculo é promovido público celoricense, com o intuito
de Hieronymous Bosch, onde dução da Sinistra Associação atua no Centro Cultural de Celorico pela Fundação Inatel, em parce- de o familiarizar de sonoridades
deambulam performers ro- Cultural e coprodução do TMG da Beira esta quinta-feira (21h30) ria com a autarquia local, e foi mais eruditas e menos populares.
bóticos e humanos para criar no âmbito da Rede 5 Sentidos. para um concerto de cordas. concebido especialmente para o A entrada é gratuita.
14 • • Quinta-feira • 12 de setembro de 2019 Publicidade

PUB

Odontopediatria - Medicina dentária para crianças :)

MEDICINA DENTÁRIA | Drª. Rita Vilar | Dr. Alexis Oliveira | Drª. Soraia Rocha
ODONTOPEDIATRIA | Drª. Rita Vilar

GINECOLOGIA / OBSTETRÍCIA | Drª. Cremilda Sousa PODOLOGIA | Dr. Cristóvão Polónio


CIRURGIA GERAL | Dr. Pedro Caldes MEDICINA CHINESA | Drª. Celina Barreto
ENDOCRINOLOGIA | Drª. Daniela Guelho PSICOLOGIA CLÍNICA | Drª. Maggie Vaz
MEDICINA GERAL E FAMILIAR | Drª. Ana Isabel Santos EXAMES PSICOTÉCNICOS | Drª. Liliana Tavares
PNEUMOLOGIA | Drª. Rita Gomes TERAPIA DA FALA | Drª. Ana Rita Gonçalves
PSIQUIATRIA | Dr. João Campos Mendes ENFERMAGEM | Enf. David Centeio
UROLOGIA | Dr. Gustavo Gomes NUTRIÇÃO CLÍNICA | Drª. Inês Costa
PEDIATRIA | Drª. Rita S. Oliveira OSTEOPATIA | Dr. João Araújo
REUMATOLOGIA | Drª. Joana Ferreira MEDICINA INTEGRATIVA | Drª. Sandra Grilo
ORTOPEDIA | Dr. António Mendes | Dr. Eduardo Ferreira COACHING | Drª. Susana Menoita
ACORDOS - Consulte as especialidades abrangidas
CHEQUE DENTISTA | ADVANCECARE | TRANQUILIDADE | SANTANDER TOTTA | ASSOCIAÇÃO MUTUALISTA MONTEPIO | SSCGD | SAMS CENTRO
SAMS QUADROS | MEDICARE | GENERALI CARE | FUTURE HEALTHCARE | SAÚDE PRIME|VICTÓRIA | EDP MAIS | DECO+ | DENTALREDE

Dr. José João Dra Assunção Vaz Patto Prof. Doutor


Garcia Pires L. Taborda Barata
Neurologista
Especialista pelos Hospitais da Universidade de Coimbra
Consultas de Neurologia
Imunoalergologista
ORTOPEDIA Exames: Electromiografia
e Potenciais Evocados
Asma e Doenças Alérgicas
Rua Comendador Campos Melo, nº 29 – 1º Esq, Covilhã;
Consultas: CLIFIG – Clínica Fisiátrica da Guarda
CLIFIG - Rua Pedro Álvares Cabral - Tel: 275334876
Rua Pedro Álvares Cabral, Edíficio Gulbenkian
Edifício Gulbenkian, s/n Cliniform, Rua Mouzinho da Silveira nº 15 R/C, Guarda;
Telef.: 271 231 397 6300-745 Guarda Tel: 271211905

Prof. Celso Pereira


Imuno-Alergologia
(Doenças Alérgicas)
Ass Graduado HU Coimbra /
Filipe Pinto
Fac Medicina UC Fotojornalista

Covilhã: Clínica Médica Serra da Estrela


Galerias de S. Silvestre - Piso 3 Telf: 960023455
Guarda: Clínica de Fisioterapia da Guarda
Escadas do Quebra Costas, Nº 2 • 6200-170 COVILHÃ
Av. Rainha D. Amélia, nº 6 - 271238581/96 Telef. 275 336 805 • Telem. 919 487 978 • Telem. 964 196 950
Coimbra: 239802700; 968574777 e 918731560 E-mail: filipepintofoto@sapo.pt • fotoacademica@hotmail.com

ADVOGADOS ADVOGADOS
PUB

Vitor Nascimento António Ferreira, Paula Camilo


& Associados
Bárbara Brigas Sociedade de Advogados, RL

Telefone: 271 086 518 Telefone: 271 213 346 • Fax: 271 082 765
e_mails:
e_mails: antonio.ferreira.adv@gmail.com • paula.m.camilo@gmail.com
vitor.nascimento-5874c@adv.oa.pt Rua Alves Roçadas, nº 27 A, 1º CM2
barbarabrigas-4041c@adv.oa.pt (ao lado da loja MANGO)
Rua do Encontro, nº 9 - 3º • 6300-704 Guarda 6300-663 Guarda

Médico

Diogo Cabrita
Cirurgião geral
tratamento de varizes e suas
complicações, pequenas cirurgias,
hérnias, hidrocelos, vesícula Litiásica.
Marcações : (Clínica Cembi)
Telef.: 271213445
Protocolo com a Médis

António Gil Advogado


Tel. / Fax 271 238 344
R. Dr. Lopo de Carvalho, 30-2º • 6300-700 Guarda
Contacte-nos!
Tel: 271212153 antonio.gil-5388C@adv.oa.pt
Quinta-feira • 12 de setembro de 2019 • • 15

Figueirense continua
Taça da Liga
Sp. Covilhã
recebe Benfica

na Taça de Portugal
a 3 de dezembro
Já está definido o calendá-
rio dos jogos do Sp. Covilhã na
fase de grupos da Taça da Liga,
onde os serranos vão defrontar
o Benfica, Vit. Guimarães e Vit. Vila Cortês e Manteigas foram eliminados, mas podem ser repescados para a segunda
Setúbal.
Os setubalenses são o pri- eliminatória cujo sorteio decorre esta quinta-feira
meiro adversário no caminho DR
dos comandados de Ricardo O Figueirense é o único
Soares numa partida acertada “sobrevivente” do distrito da
para 12 de outubro no Santos Guarda na primeira eliminatória
Pinto (16 horas). Já a receção da Taça de Portugal, que deixou
ao Benfica terá lugar a 3 de pelo caminho o Vila Cortês do
dezembro (20h15) e terá trans- Mondego e o Manteigas.
missão televisiva. O clube ainda No domingo, o estádio mu-
não sabe se o encontro será nicipal da Guarda foi palco de
disputado no Santos Pinto ou no um inédito dérbi distrital na
complexo desportivo da cidade. prova “rainha” do futebol na-
Finalmente, os covilhanenses cional, com a equipa de Figueira
deslocam-se a Guimarães a 21 de Castelo Rodrigo a defrontar
de dezembro para jogar com o o Vila Cortês do Mondego, for-
Vitória na terceira e derradeira mação do concelho guardense.
jornada desta fase. Os visitantes dominaram o
encontro e selaram a passagem
à segunda eliminatória com um
Ténis 3-0 final. Os golos figueirenses
Cláudia Vaz e foram marcados por Jonathan
(18’) e por Kojo, que bisou aos
Izandro Pereira 72’ e 79’. O adversário esboçou
alguma reação durante o primei-
ganham em ro tempo, mas as limitações do
Pinhel DR
plantel e a falta de entrosamento
da formação do Vale do Monde-
Figueirense veio à Guarda vencer o Vila Cortês por 3-0
go, vencedora da Taça de Honra
da AF Guarda na última época, Marques, Paulo Trindade (Mi- revelaram muitas lacunas de O calendário de jogos da
não permitiram contrariar o guel Gonçalves, 46’), João Oli- entrosamento e debilidades em segunda eliminatória da Taça
conjunto orientado por Jorge veira e André Jesus. Já o Ginásio termos físicos, perante um ad- de Portugal fica definido esta
Cardoso, recém-promovido ao Figueirense jogou com Miguel versário mais forte e que abriu quinta-feira, numa ronda que
Campeonato de Portugal, que Dias, Claudino, Fábio Lourenço, ativo aos 21’ por Diogo Silva. No já contará com os clubes da IIª
soube gerir o segundo tempo. João Pimentel (Pistolas, 71’), Co- regresso das cabinas, o Bustelo Liga. Serão também repescadas
No Vila Cortês do Mondego, pas, João Pedro (Kojo, 61’), Ivan, resolveu o jogo em seis minutos algumas equipas afastadas na
o técnico Rui Nascimento fez Octávio, Demétrio (Tomás, 61’), com dois golos de Joel Santos primeira jornada do troféu,
alinhar Nuno Morais, João Sil- Sidibé e Jonathan. Na véspera, o aos 50’ e 56’. O tento de honra entre elas o Manteigas e Vila
vestre (Ivan Silva, 75’), António Manteigas perdeu 3-1 na rece- dos locais, treinados por Joel Cortês do Mondego. A segunda
Cláudia Vaz (na foto) e Izan- Conceição, Rui Santos, Miguel ção ao SC Bustelo, do Distrital Luís, surgiu aos 73’, por Tiago eliminatória vai contar com a
dro Pereira foram os vencedores Roque, Hugo, Vaz, Alexandre de Aveiro. Os serranos também Maceiras. participação de 92 clubes.
o Open de ténis “Cidade de Pin-
hel”, que terminou no domingo PUB
no polidesportivo municipal da
“cidade falcão”.
A final feminina foi muito
disputada, com Cláudia Vaz a
derrotar Helena Saraiva em
dois sets pelos parciais de 7-6 e
6-4. Já em masculinos, Izandro
Pereira, brasileiro a residir em
Manteigas, somou mais um
título no Circuito Distrital de
Ténis Amador (CDTA) da Guarda
ao ganhar 6-4 e 6-0 frente a
José Paixão. Iniciada na pas-
sada quarta-feira, a competição
pinhelense contou com a partici-
pação de vinte tenistas (16 mas-
culinos e quatro femininos). Este
sábado o CDTA prossegue em
Fornos de Algodres com o Open
Quinta das Courelas. Entretanto,
estão abertas as inscrições para
o IIº Torneio Sr. Armindo, que
terá lugar em Gouveia a 21 e 22
de setembro. A organização é do
clube de ténis locais e os interes-
sados podem inscrever-se até à
próxima terça-feira através do
contacto 964 895 810.
16 • • Quinta-feira • 12 de setembro de 2019 Publicidade

Karate
Mariana Veloso vai ao Mundial
DR
Rua do Campo, 5 – 1º Dto - 6300-672 Guarda Lic. Nº 15550 – AMI
Rua do Campo, 5 – 1º Dto - 6300-672 Guarda
Telefone: 271 211 730 – 967 543 140
Lic. Nº 2890 – AMI
www.predialdaguarda.pt
Telefone: 271211730 - 967543140 www.predialdaguarda.pt
VENDE
ID:1179 Casa Rústica Zona do Mondego para restaurar com terreno.. .12.500€
2
ID:1196 Terreno em Gonçalo Com 1300 m , p/ construção…………….20.000€
ID:1220 Vivenda A 20km da cidade da Guarda, pronta a habitar. Só!.. ..27.000€
D:1140B Casa Rústica Em pedra, isolada a 10 minutos do centro… ….27.500€
ID:1240 Lote Na Guarda para construção de moradia. OCASIÃO!..… ...35.000€
D:1143 Casa Rústica Para remodelar com 42.502m² de terreno……....35.000€
D:1258 Moradia Para remodelar na zona de Sequeira com terreno…. ..40.000€
ID:0159 Quinta Com 3 poços, tanques 2 casas de apoio. 8.500m². Só!.45.000€
ID:1158B T3 Centro Oportunidade! Com 78m² bem localizado………. ...52.000€
ID:0751 T3 Centro Cozinha c/ lareira, 2 wc`s. Com sótão e garagem….75.000€
ID:0361 T4 Centro Completamente mobilado e equipado, garagem…...79.900€

VIDENTE
ID:1158 T3 Centro Todo remodelado, 2 wc´s, lavandaria, 3 quartos… ..80.000€
ID:0000 T2 Centro Coz. mobilada, roupeiros, 1 wc, despensa, sótão….85.000€
Mariana Veloso, da Escola de Karate de Celorico
ID:1253 T3 Guarda Em excelente estado de conservação. Como novo!85.000€ da Beira (União de Karate Shotokan das Beiras), vai
ID:0971 T3 Centro OPORTUNIDADE! Com sótão e lugar de garagem..95.000€
ID:0829 T3 Duplex Com lareira, 3quartos, 2wc´s, lugar de garagem… ..95.000€ integrar a equipa portuguesa que vai disputar o 16º
ID:1254 T3 Centro Ocasião! Com sótão e garagem. Bem situado!.…....95.000€
Campeonato Mundial de Karate Shotokan WSKA (World
2
ID:0000 Vivenda A 10minutos do centro, c / 2500m de terreno……..…95.000€
ID:0577 V3 Nova C/ roupeiros embutidos,3wc´s,varandas,logradouro. 107.500€
Com longos anos de experiência Shotokan Karate-Do Association), a realizar em Odivelas
ID:1000 V4 Isolada C/4 quartos, 2 wc´s, adega, garagem, quintal… …115.000€
ID:0580 Lote Para Construção no Bairro do Pinheiro, c/ 945m²…..…. .100.000€ Trata inveja, mau olhado, espiritual, estudos, negócios, entre 20 e 22 de setembro.
ID:1155 T3 Guarda Aquec. central,lareira, garagem p/2 carros,sótão...125.000€
ID:1022 V4 Guarda Coz. e sala comum, aquec. central, garagem… …145.000€
empresas, amor, problemas familiares, saúde, etc. A jovem celoricense já tinha sido selecionada para
ID:0845B T3 Guarda Novo! Coz. mobilada, aquec. central, garagem.. .128.000€
Sempre pronto a dar resposta aos seus problemas. representar Portugal no Europeu de Karate da ESKA
ID:0000 V5 Centro Coz. com lareira, aquec. central,3 wc´s, garagem. 180.000€
ID:1236 V5 Guarda Sala e coz. comum c/ lareira,garagem p/2 carros. 185.000€
Saiba tudo sobre o seu futuro e o porquê que tudo em 2018. A UKSB será ainda representada por Joana
ID:1251 V4 Quinta C/ 3ha, várias arvores de fruto, toda murada…… ..245.000€
Venâncio (Centro Bujutsu de Mangualde), sendo que
corre mal em sua vida?
ARRENDA
as duas atletas serão acompanhadas pelo sensei Pedro
ID:1069EG Garagem individual Zona da Povoa do Mileu com grande área. 65€
ID:0972C Escritório Guarda Centro Com 30m² e óptimas vistas………….150€
Não hesite, fale com quem sabe. Tenha FÉ: Veloso. O Mundial contará com a presença de mais de
IID:0972B Loja Guarda Com 2 salas, recepção,2 wc´s, bem localizada…...250€
ID:0801 T3 Guarda Cozinha c/recuperador de calor, arrecadação, quintal..260€
271238451 ou 969012923 700 atletas oriundos dos cinco continentes.
ID:0653 Escritório Centro Todo remodelado, sala ampla c/varanda,1 wc.. 275€
ID:0256 T2 Centro Totalmente mobilado e equipado, próximo do “La Vie”. .280€
ID:1029 T2 Centro Coz. mobilada, 1 quarto mobilado, lugar de garagem…300€
2
CARTÓRIO NOTARIAL EM FORNOS DE ALGODRES, PUB
IID:1240C Loja Guarda Loja para comércio c/ 163 m , 2 wc´s, 2 salas ……350€
ID:1246 T2 centro Completamente mobilado e equipado, 1 wc, marquise. .400€
de Tânia Sofia dos Santos Nascimento
ID:0000 T2 Br. Pinheiro Mobilado com garagem. Em bom estado geral!….400€ Urb. Zona Sul, Lote 1, R/C, Fração C - 6370-174 Fornos de AIgodres
Telefone e Fax 271 703 086 NIF 260366 340
Predial da Guarda, Vende, Arrenda e tania.nascimento@notarios.pt
Administra imóveis desde 1998.
Tânia Sofia dos Sanlos Nascimenlo Notária do Cartório Notarial em Fornos de
Imobiliária de Confiança. Algodres, sito na Urb. Zona Sul, Lote 1, R/C, Fração C - , CERTIFICA PARA EFEITOS Apoio concedido pelo POSEUR ao projeto Sistema de Tratamento
DE PUBLICAÇÃO QUE de folhas sessenta e três e seguintes, do Livro de Notas para de Águas Residuais de Rapa
Escrituras Diversas Número Um-T, deste Cartório, se encontra lavrada uma Escritura
Vende-se participação igualitária de Justificação Notarial, com data de seis de setembro de dois mil e dezanove, na Torna-se público que o projeto em título integra uma estratégia de médio prazo
em empresa de construção. qual, ALBERTO NUNES FAIA, contribuinte fiscal numero 109 373 430, solteiro, maior,
natural da freguesia de Algodres, concelho de Fornos de AIgodres, residente no Lar
de promoção de políticas ambientalistas, encetada pelo Município de Celorico da
Beira, com vista à melhoria das condições de vida da população e do meio ambiente
de Queiriz, freguesia de Queiriz, concelho de Fornos de Algodres declarara que é incrementando a qualidade dos serviços de saneamento de águas residuais (SAR).
Empresa muito dinâmica com franquia o único dono e legítimo possuidor dos seguintes prédios: VERBA UM- RÚSTICO, O projeto contempla a substituição da atual fossa séptica, ineficiente no tratamento das
composto de terreno de regadio e centeio, com a área de dois mil duzentos e cinquenta
da Melom (Querido mudei a casa). metros quadrados, a confrontar de none com passagem, sul com Manuel Monteiro
águas residuais nocivas para a população e o meio ambiente, por uma ETAR compacta,
visando obter um eficaz e eficiente tratamento dos efluentes.
Terrenos para construção em Celorico da Beira, Amaral herdeiros, nascente com Ildefonso Soares Fonseca e poente com Bernardino Informações relativas ao projeto:
Trancoso e Viseu. Nunes Félix, sito à LEVANDEIRA, na freguesia da AIgodres, concelho de Fornos Código Universal: POSEUR-03-2012-FC-000783
de Algodres, inscrito na matriz predial rústica, em nome de Rita Faia Chau, sob o Fundo: Fundo de Coesão
artigo 433, com o valor patrimonial de 23,25€ e para efeitos de IMT total de 404,76€ Eixo Prioritário: Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos.
Excelente oportunidade e não descrito na Conservalória do Registo Predial de Fomos de Algodres. VERBA Objetivo Temático: Preservar e proteger o ambiente e promover a eficiência energética.
DOIS- RÚSTICO, composto de terreno de centeio, mato e castanheiros, com a área Prioridade de Investimento: Investimentos no setor da água, com o propósito de
de quatro mil e novecentos metros quadrados, a confrontar de norte com Francisco
Contatar por mail: dornel@sapo.pt Chaves e outros herdeiros, sul e nascente com Bernardino Nunes Félix, e poente com
satisfazer os requisitos do acervo ambiental da União e atender às necessidades de
investimento identificadas pelos Estados-Membros que vão além desses requisitos.
Manuel Nunes, sito ao ALTO DE SÃO JOÃO, na freguesia da Algodres, concelho de Tipologia de Intervenção: Ciclo Urbano da Água.
Fornos de Algodres, inscrito na matriz predial rústica, em nome de Rita Faia Chau, Aprovação: 30/11/2017
Empresa de transportes admite: sob o artigo 443, com o valor patrimonial de 13,45€, e para efeitos de IMT de 209,54€ Investimento Total: 74.128,85€
COMERCIAL e não descrito na Conservatória do Registo Predial de Fornos de Algodres. VERBA Investimento Elegível: 74.128,85€
TRÊS- RÚSTICO, composto de pinhal, com área de quatro mil e quinhentos metros Comparticipação: 63.009,52€ (85%)
Procuramos profissional com o seguinte perfil: quadrados, a confrontar de norte com caminho publico, sul com Fernanda Furtado,
• Fluente na língua francesa (imprescindível); Contributo para os resultados do Programa:
nascente com limite de Cortiçô e poente com Bernardino Nunes, sito ao CHÃO DA NÓ, • Redução da poluição de massas de água;
• Conhecimentos de língua inglesa; na freguesia da Algodres, concelho de Fornos de Algodres, inscrito na matriz predial • Otimização e gestão dos recursos e infraestruturas existentes, garantindo a qualidade
• Informática na ótica do utilizador; rústica, em nome de Rita Faia Chau, sob o artigo 1382, com o valor patrimonial de do serviço prestado à população e a sustentabilidade do sistema;
• Valorizam-se conhecimentos e relações comerciais 22,00€ e e para efeitos de IMT de 342,56€ e não descrito na Conservatória do Registo • Satisfação dos requisitos do acervo da União em matéria de ambiente, identificadas
no setor de transportes; Predial de Fornos de Algodres. Que os referidos prédios vieram à posse do juslificante, pelos Estados-Membros;
por doação meramente verbal, que lhe foi feita por Rita Faia Chau também conhecida • Preservação e proteção do ambiente através da redução dos níveis de poluição
Oferecemos: com Rita Faia Fernandes, solteira, maior, residente que foi no Brasil, no ano de mil
• Formação; existentes.
novecentos e setenta e nove. Que desde essa data, entrou na posse dos referidos
• Disponibilização de computador portátil; imóveis, e que sempre esteve e se tem mantido na posse c fruição dos indicados Celorico da Beira, 3 de setembro de 2019 O Presidente da Câmara Municipal
• Trabalho a partir de casa; prédios, há mais de vinte anos. cultivando a terra, limpando-os e administrando-os com
Enviar Curriculum Vitae para Apartado 196, 6300-909 GUARDA ânimo de quem exercita direito próprio, pacificamente porque sem violência, pública O Presidente da Câmara Municipal
e continuamenle, com o conhecimento de toda a gente e sem qualquer interrupção
ou oposição de quem quer que seja. Que dadas as enumeradas características de tal

Vende-se
posse adquiriu os mencionados prédios, por usucapião que invoca, justificando o seu Carlos Manuel da Fonseca Ascensão
direito de propriedade. para efeitos de primeira inserição no Registo Predial, dado que
esta forma de aquisição não pode ser comprovada por qualquer outro título formal GCRP | CS
Quinta com Casa, cerca de 12 ha extrajudicial. Está conforme o original. Cartório Notarial de Fornos de Algodres, seis Cofinanciado por:
à beira do rio Mondego, perto das rotundas de Setembro de dois mil e dezanovc.

da A25 e IP2 • Lageosa do Mondego A Notária: Conta número:


Contactos: 966473371 • 271926638 O Interior, nº 1027 de 12/09/2019 O Interior, nº 1027 de 12/09/2019

Cupão de Assinatura
Identificação: Nacional_ ____ Semestral.....(16€) Anual.. (30e)
Nome: _________________________________________________________________________________________________________
Estrangeiro_ Semestral.....(18€) Anual.. (35e)

Morada: ________________________________________________________________________________ Código Postal: _________ - ______ Localidade: _____________________________________________

NIF: ________________________ Telefone/Telemóvel: __________________________________________________ Email: ________________________________________________________________

Modo de Pagamento:
Enviar para: Rua da Corredoura 80, R/C Dto C • 6300-825 Guarda
Transferência Avulsa
IBAN: PT50 001000002256785000177
Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________ Assinatura __________________________________________________ Data _____/_____/________
Transfira o valor da Assinatura para o NIB indicado e junte a este cupão o talão comprovativo da transferência.
O Jornal O Interior compromete-se a adoptar as medidas de segurança necessárias para garantir a salvaguarda dos dados
Cheque / Vale Postal nº _____________________ Banco _________________ pessoais / empresas dos assinantes contra a sua eventual utilização abusiva ou contra o acesso não autorizado.
O contrato de assinatura renovar-se-á por iguais e sucessivos períodos de tempo (seis/12 meses), até que qualquer das partes
Numerário denuncie a desistência por meio de comunicação escrita com antecedência mínima de 30 (trinta) dias.
Quinta-feira • 12 de setembro de 2019 • • 17

Futebol distrital Futsal


Mêda-Gouveia no arranque da Iª Divisão DR
Sameiro vence Taça Beira Alta

Catorze equipas vão dispu- A AFG sorteou também a pré- 27 de outubro, realizando-se a fi- O GD Sameiro é o primei- Martinho de Mouros no de-
tar o Distrital da Iª Divisão da eliminatória da Taça de Honra da nal a 26 de abril. Sp. Sabugal, Casal ro vencedor da Taça Beira sempate por grandes penalida-
Associação de Futebol da Guar- associação, que terá lugar a 1 de de Cinza, Nespereira e Freixo de Alta em futsal, um troféu des, após a igualdade a quatro
da (AFG) e sete competem no dezembro, com os jogos Guarda Numão integram a série A, tendo criado pelas Associações de golos registada no final do
campeonato da IIª Divisão, cujos FC (IIª Divisão)-Vila Cortês do sido sorteados os jogos Freixo- Futebol da Guarda e Viseu e tempo regulamentar. Os serra-
sorteios decorreram no sábado. Mondego (Iª), Vilanovenses (Iª)- Casal de Cinza e Nespereira- disputado pelos respetivos nos foram mais eficazes e mar-
O escalão principal entra em Fornos de Algodres (Iª), Casal Sabugal na primeira eliminatória. campeões distritais. O jogo caram dois penáltis, contra um
jogo a 5 de outubro com a pri- Cinza (IIª)-Almeida (Iª), Sabugal A série B é formada pelo Guarda teve lugar no pavilhão muni- dos viseenses, e conquistaram
meira jornada a contemplar jogos (IIª)-Foz Côa (Iª) e Pinhelenses FC, Pinhelenses e Paços da Serra, cipal da Mêda. a primeira edição da Taça Beira
entre potenciais candidatos ao (IIª)-Freixo de Numão (IIª). com os guardenses a visitarem Numa partida bem dispu- Alta, que será disputada, todos
título, caso do Sp. Mêda-Gouveia e Onze equipas (Soito, Mêda, Pinhel na ronda inaugural. Antes tada, a formação do concelho os anos, de forma alternada no
do Manteigas-Aguiar da Beira. Os Trancoso, Vilar Formoso, Aguiar dos sorteios dos campeonatos de Manteigas derrotou o São distrito da Guarda e de Viseu.
restantes encontros do arranque da Beira, Paços da Serra, Celo- dos diferentes escalões tevê lugar
da prova são o Foz Côa-Almeida, ricense, Vila Franca das Naves, uma assembleia-geral da AFG,
Laser run
Vila Franca das Naves-Vila Cortês Manteigas, Nespereira e Gou- que aprovou por unanimidade
do Mondego, Celoricense-Tranco- veia) ficaram isentas e passaram os regulamentos de “fair-play” Covilhanenses de bom nível
so, Vilar Formoso-Soito e Vilano- diretamente para a primeira financeiro, que contempla a per-
venses-Fornos de Algodres. A IIª eliminatória do troféu, agendada da de pontos para os clubes com no Mundial
Divisão começa a 17 de novembro para 19 de janeiro. A final da Taça dívidas à associação e que não Três atletas covilhanenses classificação deste último con-
com as partidas Nespereira-Casal de Honra jogar-se-á a 16 de maio cumprirem as regras estabeleci- integraram a seleção nacional tribuiu para Portugal ganhar
Cinza, Pinhelenses-Freixo de Nu- em local a designar. Por último, a das, e disciplinar. Na terça-feira que participou nos Mundiais a medalha de bronze coletiva-
mão, Sp. Sabugal-Paços da Serra, Taça da IIª Divisão será esta época decorreu o sorteio das provas de Laser Run, que terminaram mente. A seleção apresentada
folgando o Guarda Futebol Clube. disputada por grupos e começa a distritais de futsal. no domingo em Budapeste pela Federação Portuguesa de
(Hungria). Pentatlo Moderno foi liderada
Rampa Juliana Guerreiro foi sexta por outro covilhanense, Sérgio
em sub-17 e obteve a melhor Ferraz, e teve como chefe de
João Fonseca vence na Arrábida e recupera liderança classificação dos atletas do delegação Amaro Antunes, que
DR
Penta Clube, também repre- também foi responsável pela
do campeonato sentado por Diogo Salvado coordenação técnica da prova.
(sétimo em sub-19) e Amaro O Mundial reuniu 600 atletas
Antunes (11º em seniores). A de 40 países.

Rali
Ricardo Teodósio mantém liderança
do Nacional a duas provas do final
Ricardo Teodósio (Skoda nas últimas provas do ano»,
Fabia R5) foi quarto classifica- afirmou Ricardo Teodósio
do no Rali Terras d’Aboboreira, no final do rali. A ARC Sport
a sétima prova do Nacional conseguiu o terceiro lugar em
disputada na sexta e sábado Amarante graças a João Barros
em Amarante. (Skoda Fabia R5), no regresso
O piloto da ARC Sport, à competição após longa pa-
equipa de Aguiar da Beira, ter- ragem.
minou a 53s05’ do vencedor, João Pedro Fontes, que se
João Pedro Fontes (Citroën C3 estreou a ganhar no Nacional,
R5), mas não pontuou, pois terminou o rali de Amarante
para efeitos de campeonato com o tempo de 49m19s01’
contam apenas os resulta- e 14s09’ de vantagem sobre
dos de oito das nove provas Bruno Magalhães (Hyundai i20
O covilhanense João Fon- problema mecânico. «Não foi nense continua a defrontar-se calendarizadas. O algarvio R5), que ascendeu à segunda
seca regressou ao lugar mais uma vitória fácil porque tivemos com a falta de apoios: «Tenho de elegeu esta para não pontuar, posição do Nacional, a cinco
alto do pódio, no domingo, ao forte oposição de José Correia e destacar os patrocinadores que aproveitando para preparar o pontos de Ricardo Teodósio
vencer a Rampa PêQuêPê, na Hélder Silva, além disso estáva- estão comigo e as pessoas que seu carro para as duas jorna- (119,18 pontos). O campeão
Serra da Arrábida, e recuperou mos com um rapport de caixa me ajudaram a estar presente das em falta, o Rali Vidreiro nacional, Armindo Araújo
a liderança do Campeonato de errado, que só mudámos no na Arrábida. Não foi fácil, mas (Marinha Grande) e o Casinos (Hyundai i20 R5), desistiu
Portugal de Montanha quando domingo. Felizmente consegui agora espero poder correr em do Algarve. «Foi um teste de devido a um furo e a um toque
falta uma prova para o final. fazer duas boas subidas e garan- Boticas para conquistarmos um longa duração, mas que se com o carro, em que danificou
O piloto do protótipo Sil- tir uma vitória muito importan- título para o qual trabalhámos revelou bastante positivo. Nos a suspensão, descendo de
verCar EF10 conseguiu a sexta te para o nosso campeonato», tanto», acrescentou. A oitava e últimos troços gostei bastante segundo para terceiro na ge-
vitória em sete possíveis esta declarou João Fonseca no final última prova do Campeonato do carro, especialmente no ral com 105 pontos, tendo já
época, deixando escapar a Ram- da jornada, em Setúbal. Apesar será disputada no asfalto de último. Gostaria de fechar o prescindido do resultado do
pa Porca de Murça devido a um destes resultados, o covilha- Boticas, a 28 e 29 de setembro. campeonato com duas vitórias rali dos Açores.
18 • • Quinta-feira • 12 de setembro de 2019

crónica
Júlio Sarmento *
POLÍTICA opinião
Fernando Pereira O circo desceu à cidade!
A velha frase de Lampedusa continua presente no nosso quo- pequenos, com economias mais débeis e com menos população,
O ciclo tidiano de democracia, num país a trabalhar várias velocidades: «É
preciso que alguma coisa mude, para que tudo fique na mesma».
não deixassem de ter voz e capacidade de influenciar decisões.
Um congressista não é um mero objeto, mas sim alguém que tem

eleitoral da
Da última ronda eleitoral para as legislativas, a única alteração que se justificar regularmente junto dos cidadãos do seu Estado,
que houve, foi o facto de alguns distritos do interior – oh pasme- com quem tem mais obrigações para que com o partido!
se! – terem perdido deputados para Lisboa, Porto e Setúbal. Em tempos houve aí um placebo que seria a criação dos

mentira As distritaizinhas e as concelhiazecas dos partidos do bloco


que governa o país há quarenta e três anos exultam quando os
círculos uninominais. Seria mais um contaminar uma democracia
que começa a dar sinais preocupantes de algum cansaço, e a não
dirigentes nacionais desses partidos ou membros do Governo vêm se alterarem modelos, rostos, métodos, ela pode ser desvirtu-
Cada novo ciclo eleitoral a este deserto de cada vez menos gente, menos atividade eco- ada pelos que querem impor projetos ditatoriais travestidos de
obriga os políticos a olhar, nómica, mais falências, etc., prometer coisas novas ou, melhor, neoliberalismo soez!
sempre com desconforto, camuflarem promessas antigas. Os deputados eleitos do interior O interior morreu porque sim, e nada nem ninguém irá tirá-lo
para a outra face do país, passam a ser deputados das cliques partidárias dos baronatos do marasmo enquanto não houver cá gente. Como disse Camilo
deserdado dos benefícios da capital, um pouco ao jeito do que Eça foi escrevendo com a Castelo Branco: «Chamo temperados os que se atemperam às
do progresso e do desen- sua verve irónica, principalmente no “Conde de Abranhos”. Mais circunstâncias do tempo e do meio».
volvimento, que esqueceram contundente, Fialho de Almeida, na “Vida Irónica” e nos “Gatos”, Eu que já vivi muito, a memória é plural e por isso resigno-
durante a legislatura. trata-os como provavelmente merecem. me a ver passar mais uma campanha eleitoral, com os mesmos
Sentimento e remorso, Os EUA, numa constituição aprovada em 1787, onde não se protagonistas, em que mesmo alguns novos já são velhos, com
transversal à sociedade polí- fala em democracia, defende que cada estado, independentemente batedores de palmas a parágrafos de textos de discursos mais que
tica da direita à esquerda. da sua população ou da extensão do seu território, tem o pleno batidos, e com gente a querer mostrar-se, porque nunca se sabe
Mas é uma fase passagei- direito de eleger dois senadores, eleitos por um período de dois quando é preciso pedir o favorzinho com o habitual “estive lá”!
ra. Mal voltam a Lisboa e aos anos, um órgão que funciona como câmara alta do Congresso! «Lembro-me o sujeito que seguia um circo de cidade em
encantos sedutores da capital, No próprio Congresso a desproporcionalidade entre os estados cidade. Um dia perguntaram-lhe: porque é que anda atrás deste
logo sucumbem para defen- mais pequenos e os maiores não é tão evidente como em países circo? Porque quero ver quando é que o trapezista cai e morre»
derem as mesmas políticas como o nosso! Este entendimento dos “Pais Fundadores” dos - José Saramago.
centralistas de sempre. EUA é fundamentado na necessidade de que os Estados mais Vou esperar, taciturno, o fim do Verão!
Na lógica da racionali-
dade económica, do deve e
haver, do produto e do défi-
ce, não cabe o investimento
no interior. O que espanta é a
falta de indignação de todos
os que vivem, trabalham
e investem no interior tão
sofridamente.
E sempre que nos pro-
O circo, os palhaços, os burros
nunciamos até parece que as
palavras saem com pedido de
desculpas, como se tivessem
Jorge Noutel
crónicaPOLÍTICA e as patas
estatuto de minoria. Estando o país a pouco mais de trinta dias das eleições ser puxada para o fundo pelo comportamento anémico das gran-
A evidência de todas as legislativas, já não deverão surgir grandes novidades relativa- des economias da França, da Itália e agora da própria Alemanha,
experiências de sucesso no mente ao que os diversos partidos têm apresentado como ideias fazendo prever uma nova crise. Mas, numa reedição patética da
combate às assimetrias regio- e propostas para o nosso futuro coletivo. Tudo bem espremido, é “teoria do oásis”, é-nos dito que Portugal está a fugir a essa cri-
nais na Europa demonstra que mais do mesmo. Debates de ideias, de ideias que contêm mesmo, se. Quando afinal, como Ernâni Lopes ensinava, o que se passa
é necessário um acordo estru- zero! As campanhas eleitorais foram-se reduzindo a umas frases é que, face aos seus atrasos atávicos e dependência excessiva
tural e amplo dos principais produzidas pelas agências de comunicação, a serem repetidas do Estado, a nossa economia demora mais tempo a entrar em
partidos, que se concretize em pelos candidatos dos diversos círculos eleitorais. E trouxeram- crise, mas esta é depois mais profunda e demoramos mais tempo
várias legislaturas, um plano a nos até aqui, até isto. a sair dela, e ainda mais a recuperarmos até ao ponto em que
médio prazo, com metas defi- E isto são os Tratados Europeus, sobre os quais o povo estávamos antes…
nidas, políticas transversais, nunca foi chamado a pronunciar-se. Ou as políticas do «pacto E, por fim, que dizer do nosso distrito? Perderam-se quase 12
de natureza fiscal, económica, de estabilidade e crescimento», da União Bancária, as tais que mil eleitores! Com este despovoamento, o número de deputados
social, educacional, entre ou- se traduzem em salvar bancos em troca da falência das vidas dos passou de quatro para três.
tras, em que os investimentos cidadãos. Ou a redução do investimento público e a degradação Em concelhos como Figueira de Castelo Rodrigo, Manteigas,
financeiros alocados, faseada- dos serviços, de todos. Ou o não se querer resolver mesmo o Pinhel, Aguiar da Beira, Almeida, Fornos de Algodres, Gouveia,
mente, sejam monitorizados, problema da corrupção e da real falta de transparência que infeta Seia e Sabugal já há mais pensionistas do que trabalhadores,
comprometendo politicamente as almas e as nossas instituições. Ou o não se querer discutir a sendo que a percentagem de pessoas aposentadas atinge valores
os decisores. sério a forma de a Justiça ser muito mais eficaz a lidar com tudo entre 101 a 141 por cento.
Por isso, sempre que nos isto. Ou mais mil e uma coisas diferentes de que queiram falar. Ou seja, depois de tantos anos a ouvir falar de planeamento e
falam de que agora é que é, Não espanta por isso que o órgão legislativo se encolha, o su- de estudos regionais, de apoios a empresas, de investimentos no
sem evidência de qualquer perior magistrado da nação se pavoneie, e o povo se prepare para interior, de tantas outras tangas, é este o resultado? Foi para isto
plano ou acordo estrutural, mais uma sessão de foguetório. O mundo das sombras é demasiado que os mesmos de sempre nos prometeram mundos e fundos?
estão a mentir. As campanhas perigoso para não perceber o que há por detrás destes muros da Agora falam de descentralização, uma forma não assumida de
partidárias, no que diz respei- vergonha. Ninguém fala da manutenção de uma dívida pública bruta regionalização, a qual tem, como era de esperar, o aval de autarcas
to à agenda do interior, não a um nível gigantesco, um investimento público miserável ao nível que aproveitam o momento para querer fazer esquecer as Comu-
passam de um ciclo eleitoral de 2003, uma dose de cativações inacreditável fazendo lembrar os nidades Intermunicipais que foram por eles apresentadas como
de mentira e sedução serôdia. anos 30 do século passado e, sobretudo, de um Estado caloteiro que a panaceia para todos os atrasos regionais, e que deram naquilo
Eles contam com a nossa deve dinheiro a tudo e a todos, desde transportadoras de estudantes, que todos sabemos. É mais uma tentativa para se criarem ainda
tradicional reverência e abu- fornecedores de livros escolares, fornecedores hospitalares, etc., mais lugares políticos e uma imensa camada de funcionalismo
sam dela. devendo, para finalizar, mais de 160 milhões de euros ao próprio para os “boys” dos aparelhos partidários, mormente aqueles em
Fundo de Estabilização da Segurança Social! fim de carreira!
* Antigo presidente da O crescimento da economia, apresentado como um sucesso De uma coisa podem ter a certeza: votar, até vou. Mas tenho
Câmara de Trancoso e por ser superior ao da média europeia, é confrangedor, uma vez um recado para esta gente: é mais fácil irem a pé à lua do que
presidente da mesa da que estamos na verdade a caminho do último lugar europeu, obterem esse meu voto! À primeira todos erram. À segunda só
Assembleia Distrital do PSD sendo sucessivamente ultrapassados pelos poucos países ainda erra quem quer. E à terceira só erram os burros. Os de duas
da Guarda abaixo de nós. A média europeia, essa, é baixíssima por estar a patas, entenda-se!
Quinta-feira • 12 de setembro de 2019 • • 19

sinais do tempo
opinião
João Santiago Correia opinião
joao.correia.10@netvisao.pt João Mendes Rosa *

O Sr. António, há 50 anos Pinharanda Gomes


Era um homem franzino, sorridente, disponível e com Liberal, onde se destacariam Sá Carneiro e Pinto Balsemão,
Abomino panegíricos e textos laudatórios, mas gosto de falar de
uma energia surpreendente. Trabalhava de sol a sol, porque e as mulheres votaram pela primeira vez.
amigos. É o caso do agora desaparecido Pinharanda Gomes que conheci
era assim o conceito de trabalho rural na época. Lembro-me Nesta altura, Marcelo Caetano conversava em família
no início dos anos noventa por ocasião de uma homenagem que meu pai
dele ao domingo, com a sua melhor roupa, passava lá por na TV e Salazar ainda estava convencido que era Presi-
– então diretor da Biblioteca Municipal do Fundão – prestou, secundado
casa para receber o dinheiro fruto da jorna semanal. Não dente do Conselho. As mulheres portuguesas passaram
por este vosso servidor, a Nuno de Montemor.
havia recibo, não havia descontos, aquilo que recebia não a poder sair do país sem autorização do cônjuge e, em
O palestrante foi o Pinharanda, claro. Tínhamos a sorte de ter na
era o real rendimento daquele trabalho, mas era o que aquele novembro, a lei permitiu que os contratos de trabalho
nossa biblioteca familiar a obra completa do escritor quadrazenho. E já
trabalho rendia naquela forma de trabalhar a terra. Como era fossem considerados válidos, sem o aval masculino. O
com algumas obras publicadas, costumava dizer que foi Montemor que
precária e sazonal, era partilhado com mais casas agrícolas, homem continuava, porém, a ser o único administrador
me impeliu nascituramente para a letra de forma, pois tanto eu como o
o que permitia que sobrevivesse uma boa parte do ano. Em dos bens do casal e a ter direito a abrir a correspondência
meu irmão nascemos a escassos 150 metros da casa onde, na ainda hoje
janeiro vinha a poda, trabalho especializado e de saber, dele da mulher. O mesmo ano em que a terra tremeu durante
Rua Batalha Reis, o autor de “Água de Neve” residiu.
dependia a produção do ano, mas principalmente o futuro da a madrugada, naquilo que foi o último grande sismo
Pinharanda era um incondicional do seu conterrâneo. Mas foi por
cepa, logo de seguida cavava-se e depois vinha a aplicação sentido em Portugal.
Montemor que cheguei a Pinharanda. Desse primeiro encontro para cá,
de sulfatos, enxofres e outros que tais, a limpeza dos pinhais, Joaquim Agostinho terminou a Volta em primeiro
coincidimos em inúmeros eventos e a carta que me dirigiu, em 2016, por
as batatas e por fim a vindima, a pisa e a trasfega para os lugar, mas foi desclassificado por doping. Antes do Ve-
ocasião da minha indigitação para diretor do Museu da Guarda, guardo-a
tonéis. Com ele vinham mais dois irmãos, homens também rão, Linhares Furtado executava na perfeição o primeiro
no relicário íntimo dos tesouros que só os amigos sabem conservar.
de trabalho, mas sem a disponibilidade do António, este transplante de órgão vital em Portugal. Foi também um
Em 1996 publiquei o meu primeiro estudo histórico de fôlego – uma
era da casa e a forma de o distinguir era oferecer a melhor dos anos com menos incêndios florestais.
monografia sobre uma instituição monacal da reforma franciscana da
refeição do dia, mercearia e alguma roupa já usada, mas em Um ano fantástico este.
Diocese da Guarda, que acabaria por se revelar determinante na cultura
bom estado, que distribuía pela família. Tinha mulher e dois Estávamos em outubro e a atividade da vindima havia
da região – neste momento só creio no múnus da cultura que o homem
filhos. Confiávamos-lhe a chave de casa e a da adega, um terminado, adivinhando-se três meses sem rendimento
produz, e erigir unidades de luxo sobre conventos franciscanos – que
verdadeiro capataz. Apesar de tudo era e estava feliz. líquido. Nesse mesmo ano Zeca Afonso editou o álbum
poderia dar origem a um centro de interpelação da vida conventual (aliás,
Estávamos num período em que a construção civil e “Contos Velhos, Rumos Novos” e nele contido a canção
previsto e acordado) – dão bem conta dos tempos em que vivemos. Pinharan-
a emigração eram uma tentação para estes homens mal “Qualquer Dia”, embora não acreditando que o Sr. António
da foi o prefaciador natural. A partir desse momento estabeleceu-se entre nós
pagos e de alguma forma escravos do trabalho. Um ministro alguma vez o tenha ouvido, mas sem dúvida representaria
uma cumplicidade indizível. Fosse em Santo António dos Cavaleiros, ou em
da economia da época afirmava que das aldeias partiam os o que lhe ia na alma. Escolheu um domingo para anunciar
Oeiras, retalhámos tardes intermináveis de boa confraria e partilha de ideias.
melhores ficando os que pouca utilidade tinham. Mas ficavam a despedida, os detalhes envoltos em segredo absoluto,
Católico, embora absolutamente consciente do curso cristológico ao
também os que tinham menos arrojo ou menos coragem sabia-se apenas que iria de comboio até à Guarda e da-
longo da história nunca deixou de ser um tolerante e de permitir que o
de partir para um mundo novo, e se acomodavam. Os mais qui a pé para cruzar a fronteira. Tarefa difícil e arriscada.
seu intelecto dispensasse atenção a pensadores heterodoxos: Giordano
críticos de então descreviam estas terras de oportunidades Atravessou a Espanha, ora de boleia ora a pé, caminhando
Bruno, Leonardo Coimbra, a fase anarquista de Alfredo Pimenta, por ex.
como um novo “el dorado” cheio de espinhos. durante a noite, fugindo da Guardia Civil, como se fosse
Pinharanda foi um pensador recatado e exemplar – todos os louvores
Corria o ano de 1969, parecia que tudo já tinha aconteci- um homicida perigoso em fuga, o destino era Hendaia.
à Universidade da Beira Interior por o ter laureado recentemente com o
do, um jovem estudante suicidava-se em Praga em protesto Passados uns meses de angústia chegaram notícias. O
máxima dignidade académica – mas se cotejarmos o seu autodidatismo,
contra a invasão russa que assim pôs cobro á chamada Natal passou-o numa aldeia próximo dos Pirenéus, havia
com que muitos o acusam é hoje da infundamento cientifico, a questão é
“Primavera” do ano anterior, porque em terras do Pacto de sido encontrado desmaiado e desnutrido, por um homem
tão imediatamente risível quando nos lembramos da prestação científica de
Varsóvia só podia haver Inverno. Do outro lado do mundo, que trabalhava num poste, detido e depois recolhido por um
certos “doutores” que sendo devedores de tudo o que são às academias,
os Estados Unidos pela mão de Nixon, entre manifestações sacerdote, por ali foi ficando a fazer o que sabia, ora podava
expressam essa dívida de modo tão ridículo que chega a raiar o anedó-
e derrotas em toda a linha, manifestavam o desejo de se sebes ora semeava flores. Uma vida de resiliência. Regressou
ticos a pose com que julgam embevecer o mundo, a sua superioridade
retirar do Vietname minimizando as perdas, o mesmo Nixon passados 25 anos. Durante este quarto de século muito
respondia em bem pela sua sabedoria…
que em plena guerra fria colocava Armstrong na Lua, para aconteceu… Trazia com ele a alegria e a genica de sempre,
Basta ler “Introdução à Saudade” (Lello Editores, abril de 1976),
gáudio de quem o ouviu exclamar, «um pequeno passo para alguma tristeza, um BMW 1600, um pequeno trator usado,
obra escrita conjuntamente com a Dalila Pereira da Costa para perceber
o homem um enorme passo para a humanidade». Em 1969 mas principalmente uma reforma vitalícia doze meses por
que Pinharanda foi um mestre. Abjurou títulos e benesses porque a sua
o rio Rouge, em Detroit incendiou-se e pegou fogo a um ano, pensando bem esse fora o principal motivo para partir,
dedicação a consagrou por inteiro aos estudos filosóficos e históricos.
tanque de petróleo, como as coisas aqueciam, Jim Morrison porque o ano tem doze meses e o dele em 1969 só tinha nove.
Como amigo me enternecerão sempre os seus gestos, mas também
foi detido por ter exibido os órgãos genitais durante uma Ficámos felizes com o regresso. Mas trabalho já não
a sua obra que parece ter sido escrita para um círculo restrito de com-
atuação dos Doors em Miami, e em que os Beatles com um havia. As vinhas tinham acabado, os terrenos estavam ao
panheiros que te compreendiam e estimavam o teu labor de trabalhador
final anunciado gravaram o último álbum, de nome “Abbey abandono, os pinhais acumulavam caruma, tojo e outro
infatigável.
Road”, logo após o lançamento do “Yellow Submarine”. Em material combustível, tudo tinha mudado, até o país.
Mas agora descansa em paz. Na paz do Deus que sempre amaste!
contrapartida o Woodstock juntou a paz, o amor, o LSD e a O Sr. António tinha merecido muito mais, era daque-
música, aquecendo ainda mais o Verão, deixando uma marca les homens trabalhadores que se adivinhava que emigran-
* Escritor
ao longo de gerações. do teriam sucesso obrigatório, mas afinal mudou-se de
Por cá, a Academia de Coimbra de luto, travava uma uma aldeia para outra e a ambição esgotou-se na longa
luta política que abalou e deixou marcas no poder de então caminhada de enorme sacrifício a atravessar Espanha.
e, em contraciclo, o futebol da mesma academia chegou à Regressa sem glória ou sucesso. Não construiu a casa Diretor e Editor: Luís Baptista-Martins • Rua da Corredoura, 80 - R/C Dto - C •
6300-825 Guarda •
final da Taça de Portugal no Jamor, o resultado do jogo só tipo “maison” que ambicionara, o trator esforçava-se para
interessou ao Benfica porque o resultado mais importante rasgar a terra, a esposa faleceu, o filho adoeceu, nunca Redação: Luis Martins (Chefe de Redacção) e Sofia Craveiro. • Conselho Editorial: António Ferreira,
foi a TV não ter feito a transmissão, mas a maior vitória foi a tirou a carta e o BMW apodreceu no quintal. Nuno Amaral Jerónimo, Cláudia Quelhas, João Canavilhas, José Carlos Alexandre, Diogo Cabrita e
ausência de Américo Thomaz no camarote do Jamor. Afinal De 1969 restava a memória de um ano fantástico, Maurício Vieira.
a ditadura tinha debilidades. Tal como os EUA no Vietnam, de descobertas, de revoltas, de ação, de contestação, de Colunistas e Colaboradores: Acácio Pereira, Albino Bárbara, Ângela Guerra, António Costa, António
Portugal, à sua dimensão, tinha a mesma realidade com a mudanças, de despertares, sem dúvida o ano que mais Ferreira, António Godinho, Cláudia Quelhas, David Santiago, Diogo Cabrita, Eduardo Lourenço,
contestação de vários quadrantes e uma derrota com sofri- ajudou para a mudança política e social do Portugal dos Fernando Pereira, Fidélia Pissarra, Frederico Lucas, Hélder Sequeira, Honorato Robalo, João Canavilhas,
mento anunciado (havia 160 mil jovens em África, tornados nossos dias. E, claro, a emoção da despedida para um Joana C. Pereira, Joana Dente, João Mendes Rosa, João Morgado, João Santiago Correia, Joaquim
Igreja, Jorge Noutel, José Carlos Alexandre, José Carlos Breia Lopes, José Pires Manso, Júlio Sarmento,
militares à força e metade do Orçamento do Estado era gasto mundo novo embora desconhecido. Melanie Alves, Miguel Castelo Branco, Miguel Moreira, Miguel Sousa Tavares, Norberto Gonçalves,
na guerra). No mesmo ano em que Simone cantava, a plenos Sem dúvida cada um destes emigrantes ilegais só o Nuno Jerónimo, Telma Madaleno e Víctor Afonso. Desporto: António Silva, Arlindo Marques, Cristina
pulmões, “quem faz um filho fá-lo por gosto” e os “1111” foi com a conivência do Estado português, ávido dos fran- Sofia, Daniel Soares, José Luís Costa, Miguel Machado e Rui Geraldes. • Cartoon: Maurício Vieira. •
Paginação: Jorge Coragem • Projeto Gráfico: Maurício Vieira. • Departamento Comercial: Natalina
editavam o LP “Génese”, foi também o ano do “Zip Zip”, cos para injetar na débil e atrasada economia, mas tam-
Martins • Impressão: FIG-Indústrias Gráficas, S.A. • Rua Adriano Lucas – 3020-265 Coimbra • Telefone
na RTP, com Carlos Cruz, Raul Solnado e Fialho Gouveia a bém com a conivência do Estado francês a necessitar de 239 499 922 • Fax 239 499 981 • e-mail: fig@fig.pt • Sede, Redação e Publicidade: Rua da Corredoura,
fazerem pela primeira vez em Portugal um “talk-show” que mão-de-obra em esforço, barata e habituada a obedecer. 80 - R/C Dto - C • 6300-825 Guarda N.I.P.C. – P-504847422. • Nº de registo na ERC: 123436 •
prendeu metade do país à TV, identificando uma Primavera No ano seguinte José Cid e o Quarteto 1111 edita- Depósito Legal:146398/00 • Tiragem desta edição: 5.200 exemplares • Periodicidade: Semanário •
Edição Internet: O Interior • Propriedade: JORINTERIOR - Jornal • O Interior, Ldª. Detentores
dita liberal. Realizaram-se eleições com a presença da CDE vam duas canções de crítica social sobre a emigração com 5% ou mais do capital da empresa: José Luís Carrilho Agostinho de Almeida e Luís Baptista-Martins.
e CEUD, numa manifestação de boa vontade para inglês ver, portuguesa, o “Domingo em bidonville” e “João nada”.
brincando às democracias, mas delas resultaram dois factos O Sr. António nunca ouviu estas canções, mas Estatuto Editorial: https://www.ointerior.pt/ficha-tecnica/ • Guarda - Redacção/
muito importantes: na Assembleia Nacional entrou a Ala viveu-as. Publicidade: 271212153 • www.ointerior.pt • publicidade@ointerior.pt
20 • • Quinta-feira • 12 de setembro de 2019

rua da corredoura, 80 - R/C Dto - C 6300-825 Guarda


Redacção/Publicidade: 271212153 • www.ointerior.pt • publicidade@ointerior.pt • ointerior@ointerior.pt

Guarda Covilhã

Ordem dos Contabilistas Certificados Novo hipermercado abre hoje no Canhoso


DR

com representação permanente SC

A nova loja Continente terá uma área de cerca de 1.206


Bom Dia abre esta quinta-feira metros quadrados. A construção
na Rua Humberto Delgado, do hipermercado, que teve início
junto ao parque industrial do em março deste ano, representa
Canhoso, na Covilhã. um investimento de mais de cin-
É a quarta loja do género a co milhões de euros e resultará
Foi esta terça-feira inau- que a atividade de contabili- formação. O novo espaço, que abrir no distrito de Castelo Bran- na criação de cerca de 50 postos
gurado, na Rua Dr. Martins das dade é «muito importante em passará a receber as sessões das co, de acordo com a Sonae, e de trabalho.
Neves (Castelos Velhos), a repre- qualquer cidade e economia», reuniões livres (a primeira decor-
sentação permanente da Ordem razão pela qual «os contabilis- reu esta quarta-feira), representa Guarda
dos Contabilistas Certificados tas da Guarda desempenham «mais um passo que a OCC dá no
(OCC) na Guarda. um papel relevante». Foi ainda caminho da descentralização e da ACG organiza seminário sobre comércio,
Na sessão – que decorreu feito um apelo à participação proximidade com todos os mem- restauração e segurança alimentar
numa sala repleta de profissio- dos contabilistas da região no bros», segundo a Ordem. Presente
A Associação Comercial alimentar”. A sessão é organi-
nais –, a bastonária da OCC, Pau- próximo congresso, a realizar na cerimónia, o presidente da
da Guarda (ACG) promove zada em parceria com a ASAE
la Franco, afirmou que o novo entre 19 e 21 de setembro, em Câmara, Carlos Chaves Monteiro,
na terça-feira o seminário - Autoridade de Segurança
espaço irá permitir à Ordem Lisboa. A Delegação da Guarda salientou o «grande momento
“Disposições legais para os Alimentar e Económica e
«estar mais próxima e acompa- irá dar apoio técnico a cerca de que acontece na Guarda», que
setores do comércio, serviços decorre às 15 horas no audi-
nhar os profissionais» da região. 700 profissionais, que poderão demonstra que «há trabalho reali-
e restauração e segurança tório da ACG.
A responsável sublinhou ainda ainda beneficiar de ações de zado» e que «o interior está vivo».

PUB