Você está na página 1de 16

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

MARANHÃO
CAMPUS IMPERATRIZ

Caio Phillip Monteiro Soares

OS TRÊS ATOS ACADÊMICOS

Imperatriz-MA

2010
Caio Phillip Monteiro Soares

OS TRÊS ATOS ACADÊMICOS

Resumo apresentado à disciplina de


metodologia da pesquisa científica sob
responsabilidade da professora Aricelma
Costa Ibiapina para a obtenção de nota.

Imperatriz-MA

2010
REFERÊNCIAS

TEIXEIRA, Elizabeth. As Três Metodologias: acadêmica da ciência e


pesquisa.6.ed.Belém;Unama,2003 .

Os três atos acadêmicos


Para Elizabeth Teixeira, os autores Bastos & Keller afirmam que os
estudantes estão nas escolas com três imaturidades, e uma delas é a cultural,
por causa da grande falta do hábito de leitura; outra importante é a psicológica,
pois os estudantes de hoje em dia não tem um objetivo claro do que quer, e por
último a imaturidade lógica graças a incapacidade de raciocínio e do
pensamento.
Barnes fala que um bom aluno é se você estiver consciência do curso
em que quer seguir e tendo controle de seus estudos e saber a hora certa de
brincar e estudar.
Quando Barnes fala no ato de estudar, ele interpreta que existem dois
tipos: O aquisitivo e o interativo. As duas falam que todo o aluno que quer
aprender, tem que ler livros sobre o assunto, e a grande diferença é que no
modo interativo, o aluno tem que se interagir com o professor.
Para complementar o texto acima, vamos citar a obra de Eric Fromm “Ter
ou Ser”. O texto fala para sermos melhores estudantes, precisamos ser,
compreender, aprender e etc., e não ter de decorar, assimilar e etc. O texto
também fala dos três aspectos de estudar: Atenção, Boa Memória e
Associação de Idéias, que são capacidades de relacionar fatos; e também nós
precisamos nos organizar tendo tempo para estudar, o material com qual
estudamos e o local onde estudar.
O ato de ler nos ensina que para produzir qualquer trabalho, temos que
desenvolver a leitura técnica. Para compreendermos o ato de ler, temos pelo
menos de entender o que está escrito, quando nos informamos e quando o
leitor briga com o autor, acumulando idéias e a os refazendo.
Quando o leitor deseja resumir um texto, ele tem que se fazer as seguintes
perguntas: O que o autor afirma?; Qual o significado da afirmação? e etc. Você
com essas perguntas respondidas ao texto, você terá um resumo bem feito.

Há vários tipos de texto: Descritivo, que é o que a gente descreve a


situação; O Texto Narrativo, é quando a gente narra um fato, e o texto
dissertativo que é o desenvolvimento de uma história geral. Para um bom ato
de escrever textos, o principal aspecto é uma referência e uma tematização.
Um é o assunto que se refere e outro é o enfoque, a delimitação do assunto,
respectivamente.
A experiência com o programa de apoio ao estudante fala das
competências básicas e de valor transversal que são susceptíveis de otimizar o
rendimento acadêmico. Algumas dimensões atadas pelos autores são: O
conhecimento dos próprios processos e o produto desses processos “saber o
que se sabe e como se sabe” e a regulação desses processos cognitivos.

As competências transversais é um programa de desenvolvimento de


competências, que os autores nos alertam que não se nasce estudando. Para
que esse programa dê certo cabe também a cada professor abrir um espaço
para discussão e reflexão com seus alunos sobre o ofício.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA


MARANHÃO
CAMPUS IMPERATRIZ

Caio Phillip Monteiro Soares


OS TRÊS ATOS ACADÊMICOS

Imperatriz-MA

2010

Caio Phillip Monteiro Soares


OS TRÊS ATOS ACADÊMICOS

Fichamento apresentado à disciplina de


metodologia da pesquisa científica sob
responsabilidade da professora Aricelma
Costa Ibiapina para a obtenção de nota.

Imperatriz-MA

2010

REFERÊNCIAS

TEIXEIRA, Elizabeth. As Três Metodologias: acadêmica da ciência e


pesquisa.6.ed.Belém;Unama,2003 .

Teoria do trabalho científico


Severino.Antônio Joaquim.Metodologia do trabalho científico.3ªcapitulo
teoria e prática científica.23ªEdição.Cortez editora.2005.

No inicio,a ciência surge com a pretensão de ser um saber único,a ser


construído sob um único método.Foi a que garantiu a unidade dos sistemas

das ciências naturais.(p.15)

A ciência utiliza-se de um método que lhe e próprio a método


científico,elemento fundamental do processo do conhecimento realizada pela
ciência

para diferenciá-la não só do senso comem,mas também das demais


modalidades de expressar da subjetividade humana;como a filosofia ,a arte.a
religião.(p.17)

O método científico,é um método experimental matemático notando-se


que no momento experimentar esta em curso a face indutiva do método
enquanto,

no momento matemático,a ciência se constroem sua fase


dedutiva.Indução e dedução são duas formas de raciocínio,isto
é,procedimentos racionais de

experimentação de uma hipótese.(p.18)


Na modernidade,a ciência tornou-se instância hegemônica de
conhecimento ao se propor como substituta metafísica ,que é filosófica que
revendia ser

um modo verdadeiro e universal do se conhecer a real.Para a ciência a


real se esgota na ordem natural do universo físico, á qual tudo se reduz,

incluindo o homem e a própria razão que é razão natural. (p.19)

O positivismo é um expressão da filosofia me o com do a próprio nome


o diz,entende que o sujeito"bota"o conhecimento a respeito do mundo,mas faz
a partir

da experiência que tem a manifestação dos fenômenos.Esta era a


concepção metafísica do real,que foi hegemônica nos longos períodos
histórico-culturais

a Antiguidade e da Idade Média. (p.20)

O estruturalismo é outra corrente epistemológica,também inserida na


tradição positivista,que muito marcou as ciências humanas ,tenho como
referência

fundamental a obra de Claude Lévi-Strauss.(p.22)

fenomenologia,nascida principalmente na obra de Husserl,vai referir-se


a uma experiência primeira do conhecimento(a experiência aidética,momento
de

intuição ouginária),em que sujeito e objeto são puros polos-


nóetico/noemático-da relação não sendo ainda nenhuma coisa ou
entidade.Pura atividade
fudante da tudo que vem depois.oriental mente ligada à
fenomenologia,a hermenêutica vai propor que todo conhecimento é
necessariamente uma interpretação

que o sujeito faz a partir das expressões simbólicas das produções


humanas,dos signos culturais.(p.23)

Uma terceira tradição filosófica é aquela representada pela Dialética.


Esta tendência vê a reciprocidade sujeito/objeto eminentemente como uma
interação

social que vai se tornando ao longo do tempo histórico.Para esses


pensadores,o conhecimento não pode ser entendido isoladamente em relação
à prática

política dos homens,ou seja,nunca é questão apenas de saber,mas


também de poder.(p.24)

Uma primeira diferenciação que se pode fazer é aquela entre a


pesquisa quantitativa.Esse modelo de conhecimento científico,denominado
positivista,adequou-se perfeitamente à apreensão e ao manejo do mundo
físico,tornando-se assim,paradigmático para a constituição das ciências
inclusive daquelas que pretendiam conhecer também o mundo
humano.Quando se fala em pesquisa quantitativa ou qualitativa,e mesmo
quando se fala em metodologia quantitativa ou qualitativa,apesar da
liberdade de linguagem consagrada pelo acadêmico,não esta se referindo a
uma modalidade de metodologia em particular.(p.25)

A pesquisa ação é aquela que, além de compreender, visa intervir na


situação com visas a modificá-las.O conhecimento visada articula-se a uma
finalidade intencional de alteração de situação pesquisada.O estudo ele
caso é a pesquisa que se encontra no estudo de u caso particular considerada
representativo

de conjunto de casos análogos,por ele significada mente representativo.


A análise de conteúdo é uma metodologia de tratamento e análise de
informações constantes de um documento,sob formas de discursos,
pronunciados em diferentes linguagens:escritórios,orais,imagens,gestos.Trata-
se de se compreender criticamente o sentido manifesto das comunicações.
(p.26)

A pesquisa bibliográfica é aquela que se realiza a partir do registro


disponível,decorrente de pesquisas a,em documentos impressos a etc.No caso

da pesquisa documental,tem-se como fonte,documentos no sentido


amplos,ou seja,não só de documentos impressos,mas sobretudo de outros
tipos de

documentos.Já a pesquisa experimental torna o próprio objeto em uma


concretude como fome e o coloca em condições técnicas de observação e
manipulação experimental nas bancadas e pranchetas de um
laboratório,onde são criadas condições adequadas para seu tratamento.

Quanto a seus objetivos, uma pessoa pode ser implorativa descritiva ou


explicativo.

A pesquisa implorativa busca apenas levantar informações sobre um


determinado objeto,delimitado assim um campo de trabalho,mapeando as
condições de

manifestação disse objeto.

A pesquisa explicativa é aquela que além de registrar e analisar os


fenômenos estudos buscar identificar suas causas.(p.27)
As técnicas são os procedimentos operacionais que servem de
mediação prática para realização das pesquisas.:

Documentação:É toda forma de registro e sistematização de dados


informações,colocado-os em condições de analise por parte do pesquisador.

Entrevista:Técnica de coleta de informações sobre um determinado


assunto,diretamente solicitadas os sujeitos pesquisados.

entrevistas não - diretivas:por meio dela, colhem-se informações dos


sujeitos a parir de seu discurso livre.

Entrevistas estruturadas: são aquelas em que as questões são


direcionadas e previamente estabelecidas, com determinada articulação
interna.

história de vida: coleta-se informações da vida pessoal em um ou de


vários informantes.

Questionário: conjunto de questões, sinteticamente articuladas, que se


destinada a levantar informações escritas por parte dos sujeitos pesquisados,
com vistas de conhecer a opinião dos mesmos sobre os assuntos em estudo.
(p.28)
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
MARANHÃO
CAMPUS IMPERATRIZ

Caio Phillip Monteiro Soares

OS TRÊS ATOS ACADÊMICOS

Imperatriz -MA
Caio Phillip Monteiro Soares

OS TRÊS ATOS ACADÊMICOS

Resenha do 3° capítulo do livro metodologia


do trabalho científico – teoria e prática
científica - apresentado à disciplina de
metodologia da pesquisa científica sob
responsabilidade da professora Aricelma
Costa Ibiapina para a obtenção de nota.

Imperatriz-MA

2010

REFERÊNCIAS

TEIXEIRA, Elizabeth. As Três Metodologias: acadêmica da ciência e


pesquisa.6.ed.Belém;Unama,2003 .
Teoria do trabalho científico

No início, a ciência surge com a pretensão de ser um saber único, a ser


constituído com um único método.Foi o que garantiu a unidade dos sistemas
das ciências naturais.

No texto fala que na utilização da ciência que lhe é próprio a


metodologia científica, que se diferencia dos outros elementos.ex:arte, religião,
etc.

O método científico é formado por forma de raciocínio, que é dedução e


indução, dependendo se experimental ou matemático. No momento
matemático, a ciência se constrói na forma dedutiva, caso contrário, indutiva.

Na modernidade, a ciência se torna instância do conhecimento, para


substituição da metafísica,ou seja, modo verdadeiro de se conhecer universal e
de conhecer o real.

No texto fala que o positivismo entende que o sujeito põe o


conhecimento a respeito do mundo, a partir da experiência. Agora o
estruturalismo é outra corrente epistemológica que muito marcou as ciência
humanas.

A fenomenologia se refere primeiramente a respeito do conhecimento,


em que o sujeito e o objeto são puros.

Dialética é uma região filosófica muito conhecer, pois ver a reciprocidade


do sujeito/objeto para uma interação social.

Agora, a respeito do que é pesquisa qualitativa e pesquisa quantitativa é


que ambas são consideradas do positivismo. quando se fala nessa pesquisa,
está se referindo direto à filosofia, apesar da liberdade da linguagem.

Existem dois tipos de pesquisa, uma delas é a participante, essa fala


que a observação dos fenômenos, precisa compartilhar a vivência do sujeitos
pesquisados; e a outra é a pesquisa ação, essa fala que além de compreender,
visa intervir uma situação e tentar modificá-las.
E outra importante é a análise de conteúdos que servem para escritórios
e etc.., e é uma metodologia de tratamento e análises de informações
constantes de um documento.

A pesquisa bibliográfica é aquela que se realiza a partir do registro de


pesquisa, ou seja, através de documentos e etc.

Para uma pessoa ser explorativa, ou aquela pessoa que quer ser bem
informada, é necessário alguns aspectos importantes:

A pesquisa implorativa, busca explorar cada vez mais o conhecimento; A


pesquisa explicativa, buscando intervir as causas dos fenômenos estudados; A
documentação, que são todos os dados de pesquisa para melhor
compreensão; A história de vida, que coleta ao informante, sua vida pessoal,
entre outras.

existem vários tipos de forma de pesquisa para se obter o conhecimeto,


para se ter um melhor aspecto de vida e ser bem informado no que está
acontecendo e como poder ajudar.