Você está na página 1de 22

CURSO PROFISSIONAL

FÍSICA

F= m a

MÓDULO 1 – FORÇAS E MOVIMENTOS

Prof: Marília Pacheco

Ano lectivo 2013-14


Módulo F1 – Forças e Movimentos

ÍNDICE
1. A FÍSICA ESTUDA A INTERACÇÃO ENTRE CORPOS ............................. 2

1.1 INTERACÇÕES FUNDAMENTAIS ............................................................... 2

FORÇAS .......................................................................................................................... 3
INTERACÇÕES À DISTÂNCIA E DE CONTACTO ............................................................... 3
LEI DA ACÇÃO-REACÇÃO, LEI DAS ACÇÕES RECÍPROCAS ou 3ª LEI DE NEWTON.......... 4
2. MOVIMENTO UNIDIMENSIONAL COM VELOCIDADE CONSTANTE....... 7

2.1 CARACTERÍSTICAS DO MOVIMENTO UNIDIMENSIONAL ........................ 7

TRAJECTÓRIA ................................................................................................................. 7
DESLOCAMENTO UNIDIMENSIONAL ............................................................................. 7
GRÁFICOS POSIÇÃO-TEMPO .......................................................................................... 9
VELOCIDADE MÉDIA .................................................................................................... 10
EXERCÍCIOS .................................................................................................... 11

2.2 MOVIMENTO UNIFORME .......................................................................... 13

MOVIMENTO RECTILÍNEO E UNIFORME ..................................................................... 13


ESTUDO GRÁFICO DO MOVIMENTO RECTILÍNEO E UNIFORME ................................. 13
EXERCÍCIOS .................................................................................................................. 14
2.3 LEI DA INÉRCIA ......................................................................................... 15

Lei da Inércia ................................................................................................ 15

3. MOVIMENTO UNIDIMENSIONAL COM VELOCIDADE CONSTANTE


16

3.1 MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO ............................................. 16

ACELERAÇÃO MÉDIA (am) ............................................................................................ 16


ESTUDO GRÁFICO DO MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO ............................ 17
3.2 LEI FUNDAMENTAL DA DINÂMICA ........................................................... 19

LEI FUNDAMENTAL DA DINÂMICA OU SEGUNDA LEI DE NEWTON ............................ 19


FORÇAS DE ATRITO ...................................................................................................... 20
REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFIAS ................................................................ 21

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE MULTIMÉDIA Pag 1 de 22


Módulo F1 – Forças e Movimentos

1. A FÍSICA ESTUDA A INTERACÇÃO ENTRE CORPOS

1.1 INTERACÇÕES FUNDAMENTAIS


Os corpos interagem exercendo forças uns nos outros.
As interacções que se exercem entre os corpos podem ser compreendidas como
manifestações de quatro tipos de forças fundamentais (tabela 1).

Tabela 1

Força Fundamental Intensidade Exemplos

FORÇA GRAVÍTICA
Exerce-se entre as partículas que 1
possuem massa.

FORÇA NUCLEAR FRACA


Exerce-se entre as partículas do núcleo
do átomo. É responsável um processo 1025
radioactivo (isto é, transformação de um
núcleo atómico noutro), em que um
neutrão passa a um protão ou vice-versa.

FORÇA ELECTROMAGNÉTICA
Exerce-se entre as partículas que 1036
possuem carga eléctrica.

FORÇA NUCLEAR FORTE


Exerce-se entre as partículas do núcleo
do átomo. É responsável pela 1038
estabilidade do núcleo.
É a mais intensa das quatro forças.

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE MULTIMÉDIA Pag 2 de 22


Módulo F1 – Forças e Movimentos

FORÇAS
As forças são grandezas vectoriais e, como tal, só ficam totalmente definidas se
conhecermos as suas características (tabela 2):
Tabela 2
CARACTERÍSTICAS DE UMA FORÇA
Indica se é na horizontal, na vertical ou outra direcção intermédia
Direcção
(oblíqua)
Indica se é da esquerda para a direita, de cima para baixo, etc.
Sentido
(é indicado pela seta)
Intensidade Corresponde ao valor numérico

Ponto de aplicação Ponto onde a força está a ser aplicada

EXEMPLO:
Direcção: horizontal ou direcção AB
1N
Sentido: da esquerda para a direita ou de A para B
Intensidade: 3 N
A Ponto de aplicação: ponto A
B

Temos como exemplo o Peso ou Força Gravítica g

INTERACÇÕES À DISTÂNCIA E DE CONTACTO


Existem dois tipos de forças: De contacto e à distância (ver fig nº 1).

Força gravítica

Fig nº 1

Força eléctrica

Força magnética

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE MULTIMÉDIA Pag 3 de 22


Módulo F1 – Forças e Movimentos

LEI DA ACÇÃO-REACÇÃO, LEI DAS ACÇÕES RECÍPROCAS ou 3ª LEI DE NEWTON


Quando um corpo A exerce uma força sobre um corpo B, este também exerce uma
força sobre o corpo A. Estas duas forças têm a mesma intensidade, a mesma direcção mas
sentidos opostos (são simétricas).

Se designarmos qualquer uma destas forças por acção, a outra será a reacção. O
conjunto dessas forças constitui um par acção-reacção. Estas duas forças, apesar de
simétricas, não se anulam mutuamente, dado que estão aplicadas em corpos diferentes (ver
fig nº 2).

EXEMPLOS:

BA AB

BA
Fig nº 2

Exercida Aplicada
(qual é o corpo responsável pela força) (onde começa o vector)

BA = É a força aplicada em A e exercida por B

AB = É a força aplicada em B e exercida por A

EXEMPLOS (Fig nº 3)

A B
C

As forças representadas em C não


As forças representadas em A e B constituem constituem um par acção-reacção
porque estão aplicadas no mesmo
pares acção-reacção corpo.
Fig nº 3
CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE MULTIMÉDIA Pag 4 de 22
Módulo F1 – Forças e Movimentos

EXERCÍCIOS

1. Observe as seguintes imagens da figura nº 4:

Fig nº 4

1.1 Indique as que constituem um par acção-reacção. _______________________________


1.2 Caracterize as forças representadas na situação A.

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE MULTIMÉDIA Pag 5 de 22


Módulo F1 – Forças e Movimentos

2. Observe a figura nº 5. Identifique todos os pares acção-reacção existentes.

Fig nº 5

3. Complete a tabela que se segue:

Escala 2N

Força
Características

Direcção

Intensidade

Sentido

4. Com base na lei da acção-reacção (ou lei das acções recíprocas) explique de que modo um
avião a jacto se consegue deslocar no ar.
____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE MULTIMÉDIA Pag 6 de 22


Módulo F1 – Forças e Movimentos

2. MOVIMENTO UNIDIMENSIONAL COM VELOCIDADE CONSTANTE

2.1 CARACTERÍSTICAS DO MOVIMENTO UNIDIMENSIONAL

TRAJECTÓRIA
O movimento de um corpo é descrito por trajectórias (linhas descritas por partículas
materiais em movimento).

As trajectórias podem ser rectilíneas ou curvilíneas (ver fig nº 6).

Trajectória rectilínea Trajectória curvilínea

Fig nº 6

DESLOCAMENTO UNIDIMENSIONAL
A descrição de um movimento unidimensional de um dado corpo exige apenas um
eixo de referência orientado (fig nº 7).

0 x
Sentido positivo
Sentido negativo Fig nº 7

Cálculo do deslocamento X = Xf  Xi
X = deslocamento (m)
Xf = Posição final (m)
Xi = Posição inicial (m)
Unidades no Sistema Internacional (SI) = m (metros)

Se X  0 O corpo desloca-se no sentido positivo da trajectória


X  0 O corpo desloca-se no sentido negativo da trajectória

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE MULTIMÉDIA Pag 7 de 22


Módulo F1 – Forças e Movimentos

EXEMPLOS:

Se analisarmos o movimento rectilíneo de uma pequena esfera ao longo de uma


calha:

Situação 1

Fig nº 8

Xi = 2 Xf = 10

Quando a esfera se move da posição 2 cm para a posição 10 cm, efectua um deslocamento


de 8 cm (fig nº 8).
X = Xf  Xi  X = 10  2  X = 8 cm

Situação 2

Fig nº 9

Xf = 2 Xi = 10
Quando a esfera se move da posição 10 cm para a posição 2 cm, efectua um deslocamento
de 8 cm (fig nº 9).
X = Xf  Xi  X = 2  10  X = 8 cm

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE MULTIMÉDIA Pag 8 de 22


Módulo F1 – Forças e Movimentos

GRÁFICOS POSIÇÃO-TEMPO

EXEMPLO 1 (fig nº 10)

Fig nº 10

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE MULTIMÉDIA Pag 9 de 22


Módulo F1 – Forças e Movimentos

EXEMPLO 2 (fig nº 11)

Fig nº 11

VELOCIDADE MÉDIA
A velocidade média é a razão entre o deslocamento escalar efectuado e o intervalo de
tempo decorrido.

Vm =  Vm =

(As unidades encontram-se no SI)
Vm = Velocidade média (m.s-1 ou m/s)
x = deslocamento (m)
t = intervalo de tempo (s)
xf = posição final (m)
xi = posição inicial (m)
tf = tempo final (s)
ti = tempo inicial (s)

VALOR DA VELOCIDADE MÉDIA


Vm  0
A partícula desloca-se no sentido positivo da trajectória
O valor da velocidade média é positivo
Vm  0
A partícula desloca-se no sentido negativo da trajectória
O valor da velocidade média é negativo
Vm = 0
A partícula voltou à posição inicial.
O valor da velocidade média é nulo

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE MULTIMÉDIA Pag 10 de 22


Módulo F1 – Forças e Movimentos

EXERCÍCIOS

1. Num automóvel que se desloca numa trajectória rectilínea, sabemos que durante o seu
movimento se deslocou 20 km em 15 min.
Calcule o valor da velocidade média do automóvel.
a) Em km/h 1km = 1000 m
1 h = 3600 s

b) Em m/s

2. O movimento representado no gráfico é referente a uma parte do percurso que o Rodrigo


efectua até chegar à escola (fig nº 12).

a) Indique a posição inicial do Rodrigo.


_______________________
b) Indique a posição final do Rodrigo.
________________________
c) Indique o intervalo de tempo em que o
Rodrigo esteve parado. ___________________
Fig nº 12
d) Determine o deslocamento do Rodrigo. ___________________________________

e) Indique um intervalo de tempo em que o Rodrigo se deslocou no sentido positivo da

trajectória. __________________________________

f) Calcule o valor da velocidade média no intervalo de tempo [2 ; 3] s.

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE MULTIMÉDIA Pag 11 de 22


Módulo F1 – Forças e Movimentos

3. No regresso da escola a casa, o João contabilizou o tempo e o espaço percorrido, tendo


organizado os dados na tabela seguinte:

Tempo (s) Posição (m)


t x
0 0
30 2
60 5
90 5
120 7
150 8

Construa o gráfico posição-tempo, x = f(t), para o movimento referido

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE MULTIMÉDIA Pag 12 de 22


Módulo F1 – Forças e Movimentos

2.2 MOVIMENTO UNIFORME


Uma partícula tem movimento uniforme quando o módulo da sua velocidade é constante.

MOVIMENTO RECTILÍNEO E UNIFORME


Vm =  Vm =

Podemos simplificar:

Vm = v

v=  xf  xi = v (tf  ti)

Se xf = x ; xi = x0 ; ti = 0 ; tf = t então xf  x0 = v t 

 xf = x0 + v t

x = x0 + v t
X = Posição final (m)
X0 = Posição inicial (m)
Equação das posições para o
v = velocidade (m/s)
movimento rectilíneo e uniforme
t = tempo (s)

ESTUDO GRÁFICO DO MOVIMENTO RECTILÍNEO E UNIFORME

Fig nº 13

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE MULTIMÉDIA Pag 13 de 22


Módulo F1 – Forças e Movimentos

EXERCÍCIOS

1. Considere o movimento rectilíneo de uma partícula cuja equação do movimento é

x = 2 + 4t (SI)

Indique:
a) A posição inicial da partícula. __________________________________

b) A velocidade à qual a partícula se desloca. ________________________

c) A posição no instante 3 segundos. _______________________________

d) O tempo necessário para a partícula atingir a posição 20 m.

2. Observe os gráficos x = f(t) para o movimento de dois automóveis (fig nº 14 A e B).

A B

Fig nº 14

Escreva a equação das posições para as duas situações A e B.

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE MULTIMÉDIA Pag 14 de 22


Módulo F1 – Forças e Movimentos

2.3 LEI DA INÉRCIA

Lei da Inércia
Um corpo permanecerá em repouso, ou em movimento rectilíneo com velocidade
constante, enquanto for nula a resultante das forças que sobre ele actuam (fig nº 15).

Fig nº 15

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE MULTIMÉDIA Pag 15 de 22


Módulo F1 – Forças e Movimentos

3. MOVIMENTO UNIDIMENSIONAL COM VELOCIDADE CONSTANTE

3.1 MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO


No movimento uniformemente variado a velocidade média não é constante, logo
existe aceleração (fig nº 16).

Fig nº 16

ACELERAÇÃO MÉDIA (am)


A aceleração média mede a variação da velocidade num determinado intervalo de
tempo.


am =  am =

(As unidades encontram-se no SI)


am = Velocidade média (m.s-2 ou m/s2)
v = variação de velocidade (m/s)
t = intervalo de tempo (s)
vf = velocidade final (m/s)
vi = velocidade inicial (m/s)
tf = tempo final (s)
ti = tempo inicial (s)

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE MULTIMÉDIA Pag 16 de 22


Módulo F1 – Forças e Movimentos

ESTUDO GRÁFICO DO MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO

Fig nº 17

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE MULTIMÉDIA Pag 17 de 22


Módulo F1 – Forças e Movimentos

EXERCÍCIOS

1. Considere o seguinte gráfico velocidade-tempo, v = f(t), relativo ao movimento


uniformemente variado, de uma partícula (fig nº 18).

Fig nº 18

Determine o valor da aceleração média.

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE MULTIMÉDIA Pag 18 de 22


Módulo F1 – Forças e Movimentos

3.2 LEI FUNDAMENTAL DA DINÂMICA

LEI FUNDAMENTAL DA DINÂMICA OU SEGUNDA LEI DE NEWTON


A resultante das forças (ou força resultante) R, que actuam sobre um corpo de massa m é
directamente proporcional à aceleração, , que ele adquire e tem a mesma direcção e
sentido que esta.

R =m
R= Intensidade da força resultante (N)
m = massa (kg)
= aceleração (m.s2)

EXEMPLO:

Um corpo de massa 10 kg, assente num plano horizontal, é arrastado 2 m, quando nele
actuam as forças 1 e 2 (fig nº 19).

Fig nº 19

a) Determine o valor da intensidade da força resultante que actua no corpo.

Resolução:
R = 1 + 2  FR = 6  2  FR = 4 N

b) Calcule o valor da aceleração adquirida pelo corpo.

Resolução:

F R = m x a  4 = 10 x a  a =  a = 0,4 m.s 2

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE MULTIMÉDIA Pag 19 de 22


Módulo F1 – Forças e Movimentos

FORÇAS DE ATRITO
Forças de atrito ( a) são forças que se opõem ao movimento de um corpo em
relação a outro (fig 20 a 23).

ATRITO ÚTIL

Só é possível caminharmos porque existe atrito

Fig nº 20

Só é possível um carro deslocar-se na estrada


porque existe atrito

Fig nº 21

O pára-quedas só funciona porque


o ar exerce uma força resistente
ATRITO PREJUDICIAL
Fig nº 22

ATRITO PREJUDICIAL

Ao colocares óleo na corrente de uma bicicleta vais


fazer com que o atrito diminua, as mudanças “entrem”
melhor e haja menos desgaste da corrente!

Fig nº 23

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE MULTIMÉDIA Pag 20 de 22


Módulo F1 – Forças e Movimentos

REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFIAS

Educação, M. d. (2007). Programa da Componente de Formação Científica . Disciplina


de Física e Química. Direcção-Geral de Formação Vocacional.
Silva, J., Amaro, A., & Neves, A. M. (2009). Física - Ensino Profissional . Nível 3. Lisboa:
Areal Editores.

Se estudaste toda a matéria e resolveste todos os exercícios estás de parabéns!

FIM

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE MULTIMÉDIA Pag 21 de 22

Você também pode gostar