Você está na página 1de 8

3 elementos ocultos da geometria do mercado

Introdução

Se você é como eu e os milhões de outras pessoas que tentaram negociar usando a Price Action, analisou os padrões e repetições em seus gráficos e pensou: “Deve haver uma ciência nisso. Se

eu soubesse a coisa certa a procurar, poderia prever o que pode acontecer a seguir. ”Neste treinamento gratuito, você verá que quando dizemos“ Elementos ocultos ”não estamos falando sobre os

componentes individuais da análise. Os componentes que discutiremos são realmente muito populares. No entanto, é a ciência de reunir os elementos "previsíveis" para criar uma estratégia

vencedora que está oculta para quase todos os traders por aí.

Chamamos isso de ciência Market Geometry, que é apenas uma maneira elegante de dizer que medimos e prevemos com base nos aspectos previsíveis da negociação da Price Action.

* * Lembre-se: a maioria dos movimentos do mercado não são padrões, mas existem padrões dentro do caos se você souber o que procurar. Se você se concentrar nos aspectos
previsíveis do mercado e ignorar o caos, poderá abordá-lo de maneira científica e lucrativa.

Antes de começar ...

Lembre-se de que este relatório gratuito apenas arranhará a superfície do que você precisará saber para dominar a estrutura do mercado. Sim, achamos extremamente importante entender esses elementos, mas

você ainda precisará trabalhar duro para desenvolver sua estratégia e o restante de seu conhecimento sobre esses componentes.

Se você deseja que o atalho realmente domine essas coisas, coloquei o trabalho da minha vida em um currículo verdadeiro que, se você seguir em frente, terá 100% certamente todas as ferramentas e recursos necessários para
se tornar um profissional de sucesso.

Eu não me sinto nem um pouco preocupado em recomendar o seu investimento neste curso, porque sei que será o melhor investimento que você já fez.

Estou tão confiante de que meu curso funciona (diabos, caso contrário, eu estaria quebrado, já que essa é a única estratégia que negocio) que o apoio com uma garantia louca única e limítrofe.

Portanto, se você deseja ter a emersão total em se tornar um profissional de sucesso, faça o meu curso XXX hoje e estarei na área de membros para garantir que funcione para você.

Elemento 1: Ondas

Não é uma prática nova usar ondas para analisar ou prever mercados. No entanto, entender o equilíbrio real dessas ondas e como aplicar os outros elementos a essas ondas é o que
proporcionará uma vantagem significativa sobre outros traders.

Quando você entender como as ondas funcionam, onde você está dentro de um determinado ciclo e como prever várias possibilidades de preços futuros, é aí que você estará em posição de fazer
negócios vencedores, que é a essência deste eBook.

Na maioria das coisas nas negociações, é mais fácil aprender visualizando os conceitos, então vamos dar uma olhada em dois exemplos dos padrões de ondas que você deseja reconhecer. Padrão de tendência de alta:
Padrão de tendência de baixa:

A estrutura de um mercado de tendências é evidente em ambas as imagens.

A estrutura básica de mercado de uma tendência de alta nos diz que, enquanto o preço está subindo, ela produz uma série de Elevações mais altas (HH) e, à medida que o mercado recua brevemente para baixo, uma série de
Elevações mais baixas (HL) antes de continuar a tendência de alta.

Inversamente, uma tendência de baixa fará uma série de Baixos Inferiores (LL) e corrige brevemente para cima uma série de Baixos Superiores (HL) antes de retomar a tendência para baixo.

O que RN Elliot usou para definir a estrutura de mercado foi a rotulagem de anúncios para essas tendências e correções, ou seja, números e letras e observou ainda que Elliott usou números para rotular a

tendência principal, ou seja, 1 a 5 e as letras ABC para marcar correções. Meu uso do Princípio Elliott Wave é definir tendências e identificar correções dentro dos limites da geometria do mercado. Vamos dar

uma olhada em um exemplo detalhado:


A imagem acima mostra a natureza da estrutura de ondas dentro de uma tendência.

Se você olhar para a tendência geral, está claro e usei rotulagem para definir a evolução da tendência com os números 1 a 5 em preto. Essas são as contagens de ondas

primárias e, por sua vez, subdividem-se em ondas menores, como segue: Onda 1: 5 acena (marcada em cinza)

Onda 2: A - b-c (marcada em vermelho) e elevando o nível mais baixo e não indo mais baixo que o início da onda 1. Onda 3: Novamente 5 acena,

mas desta vez a magnitude da onda 3 é muito maior que a onda 1 Onda 4: uma repetição da estrutura da onda 2 e novamente no formato a - b - c.

Onda 5: outras 5 ondas menores, geralmente precedendo o máximo da onda 3. As tendências tendem a contar uma história que pode nos ajudar

em nossa análise geral. Eles também são de natureza repetitiva.

Para poder “ler” uma tendência, precisamos de uma maneira de “medir” uma tendência e identificar nossa posição dentro dessa tendência, a fim de tomar melhores decisões de negociação. Onda 1: Normalmente, a

mais curta de todas as ondas e geralmente não saberíamos que é uma onda 1 até que tenhamos uma onda corretiva que segue que não interrompa o ponto inicial da onda 1.

Onda 2: é uma onda corretiva que tende a se mover de maneira sobreposta (as ondas corretivas serão estudadas em detalhes posteriormente) e não vai mais baixo do que a origem da onda 1 antes de subir
novamente. Criando uma baixa mais alta neste exemplo.

Onda 3: É o que chamamos de Onda de Impulso, pois essa magnitude de onda é sempre maior que a onda 1. A onda de impulso também tende a ter um ângulo de subida mais acentuado do que a onda 1.

* * Se você observar atentamente as cinco estruturas de onda, mesmo as subestruturas menores, perceberá que a onda 3 é sempre a mais longa. Essa é uma característica muito importante a ser observada.

Onda 4: Outra Onda Corretiva e esta onda nunca deve retroceder abaixo da alta da onda 1. Se a onda 4 for menor que a alta da onda 1, isso nos fornecerá um sinal de que a estrutura anterior da

onda não era de fato uma tendência, mas provavelmente algum tipo de correção! Onda 5: Geralmente quebra a alta da onda 3 em outras 5 ondas menores e geralmente tem o mesmo comprimento

medido do que a onda 1. É durante essa onda que precisamos ter cuidado com uma possível mudança na direção da tendência. Em muitos casos, a onda 5 não se move de maneira impulsiva e

possui um ângulo de subida mais plano em comparação com a onda 3.

Saber onde você está dentro de uma tendência é uma das ferramentas mais poderosas para um trader e entender a geometria das ondas do mercado é fundamental para poder fazer exatamente isso.

Elemento 2: Implementando forquilhas


O pitchfork (imagem abaixo) é usado para determinar a direção e a estrutura do mercado quase como se estivéssemos “mapeando” o possível caminho do preço no futuro. O que, é claro, nos ajuda a fazer negócios
vencedores.
Um forcado é tipicamente desenhado usando três pivôs principais em um gráfico (marcado A – B – C) e projetado no tempo. O primeiro pivô é o ponto de partida do seu forcado e é chamado de Linha
Mediana (ML).

O segundo e o terceiro pivôs são usados ​para determinar o ângulo ou a inclinação final de seu forcado, sempre paralelo ao ML e foram nomeados Linha Mediana Superior (UML) e Linha Mediana Inferior

(LML). A Linha Mediana disseca os pivôs B e C no meio ou 50% entre B e C. A maioria dos softwares de gráficos tem o Andrews Pitchfork como uma ferramenta de desenho padrão e simplesmente

selecionando o pivô inicial e depois selecionando dois pivôs adicionais depois, a ferramenta de desenho irá se desenhar automaticamente no ângulo reto para a frente no tempo. Tornando muito fácil de

usar. Ao usar o elemento Wave e saber onde estamos dentro da tendência, sabemos qual direção é uma oportunidade mais lucrativa para negociarmos e o potencial para movimento de preços.

Agora, adicionando o Pitchfork ao pivô apropriado com base em nossa previsão de ondas, podemos aprimorar as fabulosas possibilidades de negociação.

Elemento 3: Fibonacci
Uma das ferramentas técnicas mais utilizadas na negociação são os índices de Fibonacci.

Essas proporções foram descobertas por um matemático do século XIII chamado Leonardo Fibonacci. Os comerciantes geralmente usam esses índices para identificar possíveis áreas de suporte ou resistência.

Existe muito conhecimento sobre as taxas de Fibonacci, fazendo uma rápida pesquisa na Internet; no entanto, tudo o que você precisa saber sobre eles para nossos propósitos atuais é o básico.

Retrocessos de Fibonacci:

Um retração de Fibonacci pode ser desenhado ao conectar dois pontos extremos em um gráfico, geralmente uma alta anterior a uma baixa mais recente em um mercado de tendência descendente ou uma baixa

anterior com uma alta mais recente em um mercado de tendência ascendente. Também os uso para medir características específicas que as correções e as ondas tendem a exibir. Os índices que recomendamos para

decisões comerciais são os seguintes:

38,2%
50,0%
61,8%
78,6%

Abaixo dessas taxas de retrocesso são exibidas como linhas verticais em um mercado de tendência descendente.
Para desenhar um retrocesso, selecionei dois pontos de giro, no exemplo acima, usei uma alta importante, da qual o preço desceu fortemente (Ponto
A) e conectou-o a um balanço mais recente baixo (Ponto B), em que o preço subiu de maneira justa, criando um retrocesso.

Se acreditamos que o preço continuará mais baixo em algum momento sem tirar a alta no ponto A, esperamos que nossos índices de Fibonacci nos atinjam resistência.

Neste exemplo, o preço respeitou brevemente o nível de 50%, mas logo depois atingiu a proporção exata de 61,8% e reverteu-se fortemente. Este é o poder dos índices de

Fibonacci e por que tantos comerciantes os usam!

Extensões de Fibonacci:

Usaremos outra ferramenta de negociação de Fibonacci chamada Fibonacci Extensions em nossa análise técnica. As extensões de Fibonacci são uma maneira de projetar essas taxas adiante no tempo para
encontrar possíveis áreas de suporte ou resistência no futuro.

O preço tende a reagir a essas extensões quando eventualmente as alcançam e eles são bons alvos para negociar ao entrar em uma posição. Também os usaremos para medir correções e

identificar as características das ondas. Os índices que recomendamos para decisões comerciais são os seguintes:

100,0%
127,2%
138,2%
161,8%
200,0%

Abaixo dessas taxas de extensão, são exibidas como linhas verticais em um mercado de tendências ascendentes.
Para desenhar uma extensão, selecionei três pontos de giro, no exemplo acima, usei uma baixa importante, da qual o preço subiu de (ponto A) e o conectei a uma alta de giro mais
recente (ponto B).

O preço então fez uma baixa mais alta (ponto C) e depois subiu novamente, quebrando a máxima do ponto B. Para desenhar extensões, precisamos primeiro de uma baixa mais alta, seguida pela quebra da alta anterior
antes de desenharmos nossas extensões.

Se acreditamos que o preço continuará mais alto, esperamos que nossos índices de Fibonacci nos atinjam resistência. Neste exemplo, o preço

respeitou os níveis de 100%, 161,8% e 200%.

Agora deve ficar evidente que os índices de Fibonacci são ferramentas de análise técnica muito importantes que podem nos ajudar a medir a estrutura do mercado. Assim, você pode ver que, combinando esses

elementos, criamos uma abordagem incrivelmente científica e previsível para a ação dos preços de negociação. Em vez de procurar um padrão especial de velas (que é como negociar com base no lançamento

de uma moeda), estamos negociando dentro estrutura de mercado analisando cientificamente os componentes do mercado para nos dizer as 4 coisas mais importantes que qualquer trader pode saber:

1. O que a tendência está fazendo?


2. Onde estamos no ciclo de tendências agora?
3. Onde estão os pontos de entrada viáveis ​para entrar na próxima tendência?
4. Onde estão os pontos de saída viáveis ​para obter meu lucro depois de atingido?

Quando você conhece essas quatro informações, está muito à frente do operador médio e estudando geometria de mercado e aplicando sua própria estratégia ao que aprendeu neste e-book

gratuito, estamos confiantes de que você verá uma grande melhoria. Sim, só tive tempo de raspar a superfície do entendimento da estrutura do mercado e de como negociá-la.

Aprenda minha metodologia completa ...

Se você gostaria de aprender minha metodologia completa para entender a estrutura do mercado e como negociá-la, além de meus próprios métodos de entrada exatos para encontrar as transações de

maior rentabilidade que a maioria dos traders sente falta, recomendo muito o meu curso XXXXX. É uma educação completa sobre como dominar a estrutura do mercado e controlar sua negociação.

Toque aqui para conferir

Copyright 2017 - Preço Ação Renda