Você está na página 1de 11

Farinha de Sorgo

 Graças ao seu alto teor de magnésio, o sorgo contribui para


um tecido ósseo saudável, regulando os níveis de cálcio no
corpo humano;
 Devido à presença do cobre em sua composição nutricional,
a farinha de sorgo pode melhorar o sistema imunológico;
O alimento ajuda a controlar o metabolismo,
transformando os nutrientes em energia;
 Rica em antioxidantes, a farinha de sorgo pode contribuir
para o controle de doenças crônicas (como a diabetes tipo
2) e suas complicações;
 Também por sua ação antioxidante, o alimento auxilia em
dietas restritas de glúten;
 Graças ao seu alto potencial de fibras, o sorgo apresenta
grandes benefícios para saúde intestinal, redução de
colesterol, menor incidência de câncer de cólon, controle da
glicemia, etc.;
 As substâncias presentes no sorgo, como as antocianinas,
as isoflavonas e os taninos são capazes de proteger o
organismo de enfermidades cardiovasculares e tumores,
com ênfase ao câncer de cólon e esôfago;
 Por ser rica em fibras, a farinha de sorgo ajuda no
emagrecimento rápido e saudável, proporcionando maior
sensação de saciedade e regulando o intestino;
 Graças aos seus antioxidantes, a farinha de sorgo previne o
envelhecimento, atuando no combate aos radicais livres,
causadores do desgaste das células.
A farinha de sorgo possui em sua composição nutricional
diversos fitoquímicos, como as antocianinas, isoflavonas e
taninos, como falamos acima, e também uma boa quantidade de
vitaminas e minerais, como mostraremos detalhadamente a
seguir:

 Energia – 344 calorias


 Proteínas – 11,12 g
 Gorduras – 3,74 g
 Carboidratos – 67,43 g
 Vitamina A (retinol) – 3 mcg
 Vitamina B1 – 505 mcg
 Vitamina B2 – 120 mcg
 Vitamina B3 – 3,2 mg
 Cálcio – 20 mg
 Fósforo – 188 mg
 Ferro – 2,7 mg

Benefícios do Sorgo
1. Melhora o processo digestivo
Devido ao alto teor de fibras, cerca de 48% do teor de ingestão de fibras
recomendado em uma dieta normal, o sorgo ajuda a melhorar o sistema digestivo.
As fibras são importantes pois ajudam na digestão e permitem que o alimento
passe suavemente através do trato digestivo, facilitando a eliminação das fezes.
Assim, o sorgo melhora a saúde digestiva e é capaz de aliviar gases e tratar
condições como diarréia, inchaço, constipação e dor de estômago.
2. Ajuda na prevenção do câncer
O sorgo contém diversas substâncias antioxidantes que combatem o câncer através
da eliminação de radicais livres. Alguns desses antioxidantes são exclusivos do
sorgo, o que o torna um alimento importante na prevenção contra o câncer. Isso
funciona porque os antioxidantes ajudam a eliminar os radicais livres que podem
alterar células saudáveis, tornando-as cancerosas.
3. Melhora a saúde do coração
Além dos nutrientes, o sorgo é rico em fibras. A abundância de fibras em sua
composição ajuda a reduzir o colesterol LDL (colesterol ruim) do organismo e, por
consequência, reduz o risco de ataque cardíaco e desenvolvimento de outras
doenças do coração.
4. Substituto ao glúten
Muitas pessoas apresentam doença celíaca, que nada mais é do que uma alergia
ou intolerância ao glúten que pode desencadear sintomas desagradáveis. Porém, o
glúten é usado em praticamente todo tipo de alimento por se tratar de uma
combinação de proteínas naturais encontradas nos grãos de trigo que deixam os
alimentos, principalmente pães e massas, mais elásticos e ao mesmo tempo
resistentes, facilitando o processo de fabricação. E isso torna a vida de quem é
alérgico ao glúten muito complicada.
Neste contexto, o sorgo surge como um grão que pode substituir o trigo em pães e
massas em geral e evitar sintomas desagradáveis como inflamações, problemas
gastrointestinais e náuseas sentidas por pessoas com doença celíaca.
5. Ajuda no controle da diabetes
A capacidade de controlar tendências diabéticas aparece como um dos benefícios
do sorgo. No organismo, os carboidratos ingeridos em excesso são quebrados em
açúcares mais simples, aumentando os níveis de glicose sanguínea, o que pode
desencadear diabetes do tipo 2.
O sorgo é rico em taninos, substâncias que contém enzimas que evitam a absorção
de amido pelo corpo, restringindo assim a quantidade de carboidrato que entra no
organismo. Tal propriedade ajuda a regular os níveis de insulina e glicose no
sangue e assim controlar a diabetes.
6. Fortalece os ossos
O mineral mais abundante na composição nutricional do sorgo é o magnésio. O
magnésio é capaz de aumentar a absorção de cálcio pelo organismo, o que ajuda a
manter os níveis de cálcio adequados ao desenvolvimento e manutenção dos
ossos. O cálcio e o magnésio ajudam na recuperação de tecido ósseo danificado e
também são capazes de acelerar a cicatrização de ossos com danos ou
envelhecidos. Assim, a presença de maior quantidade desses minerais pode ajudar
a prevenir o desenvolvimento de condições como artrite e osteoporose com o
passar dos anos.
7. Melhora a circulação sanguínea
Rico em minerais como o ferro e o cobre, o sorgo é capaz de melhorar a circulação
do sangue. Assim como a presença de magnésio no organismo é capaz de
melhorar a absorção de cálcio, uma situação análoga ocorre com o ferro e o cobre.
A presença de cobre no corpo aumenta a absorção de ferro e uma única porção de
sorgo apresenta cerca de 58% da ingestão diária recomendada de cobre.
Por sua vez, uma maior quantidade de ferro disponível significa uma melhor
oxigenação na corrente sanguínea, já que o ferro se liga à hemoglobina, que é a
proteína responsável por transportar oxigênio pelo organismo.
Assim, todos os tecidos, músculos e órgãos do corpo recebem uma melhor
oxigenação quando esses minerais estão presentes. Além disso, altos níveis de
ferro previnem o desenvolvimento de anemia, que pode desencadear dano celular.
8. Dá energia ao organismo
O sorgo contém niacina, também conhecida como vitamina B3, que é responsável
pelos benefícios do sorgo para o processo de transformação do alimento em
energia no organismo. A vitamina B3 metaboliza os nutrientes obtidos através da
dieta e mantém os níveis de energia em equilíbrio durante o dia. Desta forma,
incluir sorgo na dieta pode ajudar você a obter mais energia.
9. Melhora o metabolismo
Outro dos benefícios do sorgo importantes devido ao cobre envolve o metabolismo.
A presença de cobre melhora o sistema imunológico e promove melhor
desenvolvimento dos glóbulos vermelhos. Tanto o magnésio quanto o cobre têm
um papel no metabolismo, já que se tratam de minerais que ajudam as células a
produzir energia para o resto do corpo.
Uma porção de sorgo oferece cerca de 91 miligramas de magnésio e 518
microgramas de cobre. Pode parecer pouco, mas isso significa 58% de todo o
cobre que seu corpo precisa diariamente e 22% da quantidade diária recomendada
de magnésio para os homens e 28% para as mulheres.
O ferro e a vitamina B3 também ajudam no funcionamento do metabolismo, já que
o ferro ajuda na produção de energia e no transporte de oxigênio para as células,
enquanto que a vitamina B3 ajuda a quebrar e metabolizar os nutrientes obtidos
pela dieta em energia. O ferro também desempenha papel importante no sistema
imunológico.
Cada porção de sorgo é capaz de oferecer 2,1 miligramas de ferro e 1,4 miligramas
de vitamina B3, o que representa cerca de 12% da ingestão diária recomendada de
ferro e 10% da ingestão recomendada de vitamina B3 por dia para os homens e
cerca de 26% de ferro e 9% de vitamina B3 para as mulheres.
10. Ajuda na prevenção de melanomas
O grão de sorgo contém muitos antioxidantes que podem ajudar a tratar células
cancerosas. Assim, há benefícios do sorgo também no tratamento de melanoma,
que é um tipo de câncer de pele caracterizado pelo crescimento celular contendo
pigmento pelo corpo. O sorgo é capaz de produzir efeitos restritivos nas células de
melanoma, inibindo seu desenvolvimento e assim prevenindo a doença.
11. Nutritivo
O sorgo é altamente nutritivo e contém diversos nutrientes essenciais que são
necessários para o desenvolvimento do organismo e que ajudam a manter o corpo
livre de doenças e se manter saudável.
Dicas
Para incluir o sorgo na sua rotina alimentar, seguem algumas dicas:
 Use farinha de sorgo no lugar da farinha de trigo. Por apresentar um sabor suave,
é possível usar o sorgo em receitas de pães, bolos, massas de pizza e etc.
 Cozinhe grãos de sorgo inteiros em água para usar como substituto de outros
grãos em receitas como sopas, por exemplo.
 Combine sorgo com legumes picados e ervas frescas com um toque de limão para
resultar em uma salada deliciosa e altamente nutritiva.

Leia mais http://www.mundoboaforma.com.br/11-beneficios-do-sorgo-para-que-


serve-e-propriedades/#vhckMFTAAAgA6318.99

A quinoa é um pseudo cereal que não contém glúten e possui algumas


características nutricionais muito interessantes.

É uma valiosa fonte de proteínas e fibras e também de minerais como


cálcio e ferro.

Além disso, a quinoa contém todos os 9 aminoácidos


essenciais necessários para o funcionamento do nosso corpo
(histidina, isoleucina, leucina, lisina, metionina, fenilalanina e triptofano),
apresentando um bom equilíbrio global entre proteínas e carboidratos.

A investigação científica nos últimos anos está cada vez mais


interessada em se aprofundar nos benefícios que a quinoa pode
proporcionar à saúde.

Vamos descobrir quais são os benefícios da quinoa, confirmados pela


ciência até então.
1. A quinoa é rica em antioxidantes
Os pesquisadores sugerem que a adição da quinoa ou do trigo-
sarracenoaos produtos sem glúten, aumenta significativamente o seu
conteúdo de polifenóis em comparação à composição de produtos
glúten-free mais comuns como o arroz, o milho e a fécula de batata. Os
produtos feitos com quinoa contêm mais antioxidantes do que produtos
feitos com trigo ou com produtos sem glúten. Aqui o estudo sobre a
quinoa publicado pela Food Chemistry.

2. A quinoa tem excelentes propriedades nutricionais


Lillian Abugoch James, uma especialista da Universidade do Chile,
estudou a composição química e nutricional da quinoae evidenciou
propriedades nutricionais importantes: da riqueza de aminoácidos à
presença de vitamina E. Aqui o estudo publicado na revista Advances
in Food and Nutrition Research.

3. A quinoa é fonte de cálcio


Anne Lee, uma especialista da Columbia University Celiac Disease
Center, constatou que o perfil nutricional de dietas sem glúten provou
ser melhor com a adição de quinoa nas principais refeições e lanches.
As maiores vantagens são o aumento de sais minerais como o cálcio,
de proteínas e fibras. Aqui o estudo publicado no Journal of Human
Nutrition e Dietetics.

4. A quinoa ajuda no combate à diabetes


De acordo com especialistas, a quinoa é um alimento útil para a gestão
dos estágios iniciais da diabetes tipo 2. Os cientistas da Universidade
de São Paulo descobriram que a quinoa é rica em um antioxidante
chamado quercetina, que dá o potencial para se tornar um alimento
útil nas dietas alimentares para controlar a diabetes tipo 2 e a
hipertensão. Aqui o estudo publicado no Journal of Medicinal Food.

5. A quinoa é útil para controlar o apetite


A quinoa dá muita sensação de saciedade, o que pode ser útil para
controlar o apetite. Um estudo realizado pela Universidade de Milão
comparou o trigo, a aveia e a quinoa para avaliar o alimento mais
promissor sob o ponto de vista do controle do apetite. A quinoa, assim
como a aveia e o trigo mourisco revelaram um índice para saciar mais
alto em comparação ao arroz e ao trigo. Aqui o estudo publicado
no British Journal of Nutrition.

6. Quinoa é fácil de digerir


Os pesquisadores italianos também se empenharam em avaliar a
digestibilidade da quinoa e de outros alimentos sem glúten. O objetivo
do estudo era avaliar o efeito de diferentes alimentos sobre
a glicemia pós-prandial e a resposta à insulina, bem como medir o nível
de triglicéridos após uma refeição. A quinoa se destacou no estudo por
sua baixa produção de triglicerídeos em comparação aos outros
produtos como massas e pão sem glúten, também levados em
consideração. Aqui o estudo publicado no European Journal of
Nutrition.

7. A quinoa é uma fonte importante de fibras


A quinoa é muito rica em fibras. Um estudo levou em consideração
quatro diferentes variedades de quinoa e detectou uma presença de
fibras de entre 10 e 16 gramas por 100 gramas de quinoa crua.
Especificamente, o teor de fibras solúveis é de 1,5 gramas por 100
gramas de produto. Consulte aqui o estudo publicado pela Food
Science and Technology.

8. A quinoa contém todos os aminoácidos essenciais


As proteínas são compostas por aminoácidos. Alguns aminoácidos são
chamados essenciais porque nosso corpo não pode fabricá-los e
portanto temos de adquiri-los através dos alimentos. A quinoa é um
alimento excepcional do ponto de vista proteico, uma vez que contém
todos os aminoácidos essenciais que nosso corpo necessita. 100
gramas de quinoa cozida contém cerca de 4,5 gramas de proteína.
Consulte aqui o valor nutricional da quinoa publicada pela FAO.

Foto Fonte: FAO

9. A quinoa tem um baixo índice glicêmico


A quinoa tem um índice glicêmico 53 de acordo com dados publicados
on-line pela Universidade de Sydney. É um índice glicêmico
considerado baixo. 150 gramas de quinoa cozida contém 25 gramas de
carboidratos e 13 de carga glicêmica.

10. A quinoa pode melhorar o metabolismo


De acordo com alguns estudos preliminares, a quinoa poderia ajudar o
nosso corpo a melhorar suas funções metabólicas. É um tema que
ainda tem que ser melhor explorado para poder entender se a quinoa
pode ajudar a reduzir os níveis de triglicéridos, de insulina e de açúcar
no sangue e se seria capaz de aliviar os efeitos negativos da frutose em
uma dieta que preveja um alto teor deste tipo de
açúcar. Aqui e aqui dois estudos sobre este tema.

A batata-doce tem propriedades que contribuem para a boa formação


muscular, por isso, pessoas que praticam musculação e outras
atividades físicas com o objetivo de exercitar e fortalecer os músculos,
incluem em sua dietas este riquíssimo alimento.

Independentemente dessa tendência da batata-doce ser muito


apreciada pelo pessoal que frequenta acadêmia de ginástica,
consumi-la é muito saudável, não só para nossa parte muscular, mas
para nosso organismo em geral.

Confira os benefícios da batata-doce e se você exercita o corpo e quer


ter essa aliada na alimentação para fortalecer os músculos, seguem
informações a este respeito.

Batata-doce ajuda a manter a forma


Batata-doce contribui para o emagrecimento

A batata-doce tem índices de carboidrato e glicêmico baixos, é rica em


fibras, por isso promove por maior tempo a saciedade. Por isso, é um
ótimo alimento para quem quer emagrecer.

Esse alimento fornece energia de modo equilibrado evitando picos de


insulina, que, em excesso no sangue, faz com que o organismo
estoque gordura.

Batata doce-auxilia a ter mais massa muscular

Quem quer fortalecer e desenvolver os músculos, deve incluir a


batata-doce em suas refeições, pois ela confere energia e contribui
para a constituição muscular.

A batata-doce e suas propriedades


A batata doce é um alimento que possui um carboidrato complexo de
baixo índice glicêmico, é rica em fibras, tem vitaminas A, B, C, E e
minerais como fósforo, ferro, magnésio, potássio, cálcio, potássio,
entre outros nutrientes. Por isso, este alimento traz os
seguintes benefícios para nossa saúde:

 Controla diabetes

 Fortalece o sistema imunológico

 É antioxidante

 Previne o câncer

 Contribui para a formação de colágeno e para a reconstituição

muscular

 Reduz a pressão arterial

 A vitaminas A contida na batata-doce contribui para a saúde da pele

e dos olhos

 O complexo B que faz parte da constituição nutricional da batata-

doce, beneficia o sistema nervoso

 O magnésio que compõem a batata-doce, ativa várias enzimas que

contribuem para o bom funcionamento de nosso organismo

 Outro mineral que faz parte da batata-doce é o fósforo que ajuda a

termos mais disposição

 O cálcio, que podemos obter comendo batata-doce, preserva os

nossos ossos

 O potássio obtido desse alimento mantem equilibrada a pressão

arterial.

O consumo da batata-doce e seus benefícios


Além dos benefícios para manter a boa forma física, a batata-doce
contribui para o bom funcionamento do nosso organismo em geral.

Vejam outros benefícios que a batata-doce traz para nosso corpo:

Além de evitar a diabetes, a batata-doce com seu amido resistente


diminui os níveis de LDL, o colesterol ruim, e o triglicérides,
protegendo o coração das doenças cardiovasculares.

O carboidrato da batata-doce auxilia a evitar prisão de ventre,


hemorroidas e doenças inflamatórias intestinais.

A espécie de batata-doce com polpa cor laranja tem betacaroteno e a


variedade roxa contém antocianina e vitaminas C e E, nutrientes que
funcionam como antioxidantes protegendo o corpo contra o
envelhecimento precoce.

As razões da batata-doce ser a queridinha de


quem faz atividade física
Podemos nos alimentar de batata-doce de várias maneiras: cozida,
assada, chipss, refogada em forma de purê ou como base para a
massa de diversos tipos de receitas.

Para quem pratica musculação, treinos físicos, esportes ou ginástica,


a batata-doce, não falta na mesa.

A batata-doce é a queridinha daqueles que querem manter os


músculos em forma, manter o peso em dia e ter energia para malhar e
fazer atividades físicas.

Para quem consome a batata-doce com esses objetivos, o faz,


principalmente, no pré-treino ou antes das atividades físicas, seja
ginástica, musculação ou outras.

Como quem treina consome batata-doce


O ideal é que o seu consumo seja feito duas horas antes do treino,
para dar tempo do organismo digerir e absorver os nutrientes deste
alimento. Tudo isso porque a batata-doce contém amido resistente,
um tipo de carboidrato de baixo índice glicêmico.

A batata-doce fornece energia de forma gradativa, contribuindo para


se ter disposição antes, durante e depois da atividade física.
Outra ação que a batata-doce promove no organismo é a liberação
lenta de açúcar no sangue, mantendo os níveis de glicogênio, que
serve de combustível para a atividade muscular, impedindo que no
treino ocorra a perda de massa muscular.