Você está na página 1de 3

PLANEJAMENTO SEMANAL

INFORMAÇÕES BÁSICAS
COMPONENTE CURRICULAR: ARTE
SÉRIE/ANO: 6º ano
SEGMENTO: Fundamental 2
NÚMERO DA SEMANA:

PLANEJAMENTO DA SEMANA
OBJETIVO GERAL DA SEMANA DE AULA: Aprimorar o olhar, ver com mais sensibilidade e olhar ao redor percebendo os
detalhes.

HABILIDADE EM FOCO: (EF69AR01) Pesquisar, apreciar e analisar formas distintas das artes visuais tradicionais e
contemporâneas em obras de artistas brasileiros e estrangeiros de diferentes épocas e em diferentes matrizes estéticas
e culturais, de modo a ampliar a experiência com diferentes contextos e práticas artístico- visuais e cultivar a percepção,
o imaginário, a capacidade de simbolizar e o repertório imagético.

COMPETÊNCIAS GERAIS E ESPECÍFICAS RELACIONADAS À HABILIDADE E/OU ÀS ATIVIDADES PROPOSTAS NA SEMANA:


Valorizar e fruir as diversas manifestações artísticas e culturais, das locais às mundiais e também participar de práticas
diversificadas da produção artístico-cultural.

MOTIVAÇÃO (SITUAÇÃO-PROBLEMA REAL OU QUESTÃO NORTEADORA PROPOSTA NESTA AULA OU NA SEQUÊNCIA


DIDÁTICA DA QUAL ELA FAZ PARTE):
A questão norteadora continua desde as aulas iniciais do bimestre sobre “O que é Arte”. Nessa semana, os alunos serão
motivados a refletir e expressar sua opinião sobre o que para ele significa Arte.

SUGESTÃO E DESCRIÇÃO DE METODOLOGIA / PRÁTICA PEDAGÓGICA PARA TRABALHAR OS CONCEITOS, AS ATITUDES


E OS PROCEDIMENTOS PREVISTOS DE FORMA INTEGRADA (APRESENTAR JUSTIFICATIVA E INDICAR MATERIAIS, CASO
NECESSÁRIO):
O professor iniciará a aula apresentando para os alunos um ambiente provocador, levando cartazes com uma série de
diversas imagens com os mais variados temas, desde objetos do cotidiano (bolo de noiva, brinquedos) até imagens
artísticas (como grafites, danças populares, cartazes de cinema, personagens de games, propagandas, obras de arte...)
de tempos e lugares diferentes. Essas imagens devem ser coloridas e instigantes, para promover o interesse dos alunos.
É interessante promover um ambiente de observação e troca de opiniões, deixando os alunos bem a vontade, sem a
interferência do professor nesse momento. Durante essa parte da atividade, será possível observar o interesse e a forma
como os alunos fazem observações e trocam opiniões entre si.
Depois de um tempo, o professor deve possibilitar um momento para que os alunos possam fazer colocações sobre suas
impressões, facilitando para que todos possam falar, cada um na sua vez, sobre o que acharam das imagens e o que
consideram como obra de arte.
A partir da explanação dessas opiniões, o professor irá ampliar o conceito de obra de arte aproveitando as colocações
feitas pelos alunos.
Como atividade prática, o aluno deverá reproduzir parte da imagem que mais gostou, ampliando-a na folha do bloco de
desenho, colorindo e fazendo as interferências que ache necessário.
CONTEÚDOS
SOBRE O CONTEÚDO CONCEITUAL (OBJETOS DO CONHECIMENTO):
- ASSUNTO: O que é considerado Arte.
- TÓPICOS A SEREM ABORDADOS (DELIMITAÇÃO DOS OBJETOS DE ESTUDO): Observação de imagens variadas
e os parâmetros do que pode ou não ser considerado Arte.
- SUGESTÃO DE CONTEXTUALIZAÇÃO (ASPECTO DA REALIDADE) COMO SENSIBILIZAÇÃO PARA
APRESENTAÇÃO DO CONTEÚDO: Apresentação de imagens de épocas e contextos diferentes para estimular o
aluno a refletir sobre porque as imagens se modificam tanto de acordo com o tempo e o local onde são
produzidas.
- OBSERVAÇÃO SOBRE O MATERIAL DIDÁTICO (SE HOUVER):
- Reprodução de imagens
- EXPECTATIVA DE APRENDIZAGEM EM RELAÇÃO AO CONTEÚDO CONCEITUAL A SER DESENVOLVIDO: Espera-
se que o aluno desenvolva seu senso de observação e seja capaz de elaborar um conceito próprio do que pode
ser considerado Arte. Compreender obra de arte enquanto reflexo de uma visão de mundo de uma época e que
apreciar arte independe de tendências, moda ou gosto.
- JUSTIFICATIVAS RELEVANTES (SOBRE SUPRESSÕES, ACRÉSCIMOS OU NÍVEIS): Para facilitar o interesse
dos alunos, as imagens que irão fazer parte dos cartazes deverão fazer parte do repertório do aluno e
serem trazidas por eles.
- NÍVEL DE DIFICULDADE DE CADA TÓPICO E EVIDÊNCIAS DE ATINGIMENTO: Colocar nos cartazes,
imagens que façam parte do cotidiano do aluno e também de obras de arte reconhecidamente
populares tornam a atividade de baixa dificuldade. Será considerado como uma evidência de
atingimento da meta se o aluno for capaz de apresentar observações que mostrem que consegue
diferenciar uma obra de arte de um objeto comum em suas funções.
- NÍVEL DE COMPLEXIDADE DE CADA TÓPICO E EVIDÊNCIAS DE ATINGIMENTO: considera-se que o nível
de dificuldade seja baixo no que tange a observação das imagens, mas se torna mais complexa quando
o aluno precisa verbalizar sua opinião. Evidencia-se o atingimento da meta de aprendizagem se o aluno,
mesmo com um vocabulário restrito for capaz de explicar o que considera como Arte ou o que pode ser
considerado uma obra de arte.

SOBRE O CONTEÚDO ATiTUDINAL A SER DESENVOLVIDO INTENCIONALMENTE (SE HOUVER):


- COMPORTAMENTO(S) EM FOCO: observação, respeito.
- EXPECTATIVA DE APRENDIZAGEM: espera-se que o aluno ao final do processo apresente uma maior
capacidade de observação e educação do olhar. Deve também ser respeitoso, sabendo ouvir e considerando as
opiniões dos colegas.
- ESTRATÉGIAS DE DESENVOLVIMENTO (SE POSSÍVEL): A estratégia consiste no acompanhamento do
desenrolar da atividade e fazer as interferências que forem necessárias para a construção do conhecimento
dentro de atitudes de respeito.
- EVIDÊNCIAS DE DESENVOLVIMENTO: Será a forma como os alunos apresentarão um comportamento
de interesse na observação das imagens, com um olhar atento e trocando impressões pessoais com os colegas,
e também, se conseguirão ouvir e respeitar a opinião dos outros.

SOBRE O CONTEÚDO PROCEDIMENTAL A SER DESENVOLVIDO INTENCIONALMENTE (SE HOUVER):


- PROCEDIMENTO(S) EM FOCO: organização e escuta receptiva
- EXPECTATIVA DE APRENDIZAGEM: os alunos devem se organizar em grupos para apreciar as imagens
de forma que todos tenham a oportunidade de observar com atenção e também estabeleçam uma forma de
apresentação das opiniões quando todos poderão ser ouvidos.
- ESTRATÉGIAS DE DESENVOLVIMENTO (SE POSSÍVEL): a estratégia consiste em facilitar a forma de
organização estabelecida pelos alunos para o desenvolvimento da atividade, fazendo somente interferências
necessárias, e auxiliar no atividade final, com relação às dificuldades que surgirem com relação a reprodução de
parte da imagem escolhida e adequação do material para a execução do trabalho.
- EVIDÊNCIAS DE DESENVOLVIMENTO: serão acompanhadas no desenrolar das atividades e mensuradas
de acordo com a participação e colocação de ideias do aluno e também a forma como se apropriará de alguma
imagem para seu trabalho pessoal de recriação.

AVALIAÇÃO E OBSERVAÇÕES
APLICAÇÃO DAS APRENDIZAGENS EM OUTRAS SITUAÇÕES DA REALIDADE (AÇÃO COMPETENTE A SER REALIZADA
COMO EVIDÊNCIA DE APRENDIZAGEM): a capacidade de observar e apreciar as imagens será amplamente utilizada em
outras situações de aprendizagem , como a leitura de imagens em livros didáticos, gráficos, textos, etc e também no
seu cotidiano, quando a observação acaba sendo um item de segurança pessoal. Outra aprendizagem é respeitar o
outro, sabendo ouvir e se colocar de forma adequada, para manter bons relacionamentos.

INDICAÇÕES PARA AS AVALIAÇÕES TRADICIONAIS (CASO SEJA PERTINENTE):

INDICAÇÕES / CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DIVERSIFICADA (CASO SEJA PERTINENTE):

OBSERVAÇÕES (CASO SEJA PERTINENTE):

Você também pode gostar