Você está na página 1de 6

08/06/2019 https://cpbprova.com.

br/empresas_provas_imprimir

COLÉGIO ADVENTISTA DE CAMPO MOURÃO


Aluno(a): Matrícula:

Data: Turma: Bimestre:

Era Vargas (1930-1945) - Trabalho alunos novos (3 ano) 15/06/2019


Questão 1 (UERJ) Questão 2 (EBMSP)
O trabalhador brasileiro nunca me decepcionou. Diligente, apto a A Consolidação das Leis do Trabalho, em 1º de maio de 1943,
aprender e a executar com enorme facilidade, sabe ser, também, unificou toda a legislação trabalhista então existente no Brasil e foi
bom patriota. A essas disposições o Governo responde com uma um marco por inserir, de forma definitiva, os direitos trabalhistas na
política trabalhista que não divide, não discrimina, mas, ao legislação brasileira. Seu objetivo principal é regulamentar as
contrário, congrega a todos, conciliando interesses no plano relações individuais e coletivas do trabalho, nela previstas, tendo
superior do engrandecimento nacional. À medida que sido instituída como uma necessidade constitucional, após a
impulsionamos as forças da produção para favorecer o progresso criação da Justiça do Trabalho.
geral e unificar economicamente o país, organizamos o trabalho, Disponível em: <http://www.tst.jus.br/web/70-anos-clt/historia >. Acesso em 26
disciplinamo-lo sem compressões inúteis, afastando a luta de set. 2016. Adaptado.
classes e estabelecendo as verdadeiras bases da justiça social. A O contexto histórico que produziu a CLT em 1943 e o contexto
ampliação e o reforçamento das leis de previdência são, para nós, histórico das atuais discussões sobre modificações na legislação
uma preocupação constante. Este sentido de aperfeiçoamento se original diferenciam-se
patenteia nas seguintes leis recentemente elaboradas e sujeitas a nas estruturas sociais: sociedade predominantemente racista e
agora à revisão final para promulgação: “Consolidação das leis do extinção de comportamentos de discriminação racial,
trabalho”, “Lei orgânica de previdência social” e “Salário adicional respectivamente.
para a indústria”. b nas políticas de inclusão social: combate à pobreza como
Discurso de Getúlio Vargas pronunciado no dia 1º de maio de 1943.
política de Estado e política de inclusão rejeitada pelos
Adaptado de biblioteca.presidencia.gov.br.
sindicatos pelegos, respectivamente.
c nas diretrizes da política externa: definição nazifascista nas
relações com a Europa e isolamento das comunidades e das
instituições pan-americanas, respectivamente.
d nos contextos econômicos: expansão da industrialização e do
mercado de trabalho e recessão econômica e avanço do
desemprego, respectivamente.
e nas organizações partidárias: pluripartidarismo e
bipartidarismo, respectivamente.

Questão 3 (ENEM)
Durante o Estado Novo, os encarregados da propaganda
procuraram aperfeiçoar-se na arte da empolgação e envolvimento
das "multidões" através das mensagens políticas. Nesse tipo de
discurso, o significado das palavras importa pouco, pois, como
declarou Goebbels, "não falamos para dizer alguma coisa, mas
para obter determinado efeito".
CAPELATO, M. H. Propaganda política e controle dos meios de comunicação .
ln: PANDOLFI, D. (Org.). Repensando o Estado Novo. Rio de Janeiro: FGV,
1999.
O governo de Getúlio Vargas (1930-1945) realizou muitas vezes O controle sobre os meios de comunicação foi uma marca do
comemorações públicas e pronunciamentos no dia 1º de maio. A Estado Novo, sendo fundamental à propaganda política, na
foto e o trecho do discurso proferido pelo então presidente, medida em que visava
relativos a essas comemorações, possibilitam compreender alguns
a conquistar o apoio popular na legitimação do novo governo.
dos objetivos centrais da política trabalhista estabelecida.
Esses objetivos viabilizaram os seguintes resultados: b ampliar o envolvimento das multidões nas decisões políticas.
a controle dos lucros empresariais e redistribuição de renda c aumentar a oferta de informações públicas para a sociedade
civil.
b garantia da regularidade da remuneração e erradicação da
informalidade laboral d estender a participação democrática dos meios de
comunicação no Brasil.
c universalização da assistência hospitalar e promoção do
acesso à educação pública e alargar o entendimento da população sobre as intenções do
novo governo.
d regulação estatal dos sindicatos e concessão de benefícios
para o operariado urbano

https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir 1/6
08/06/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir

Questão 4 (UEMG) Questão 6 (FDF)


“Em agosto de 1942, dez submarinos alemães deslocaram-se para “Uma das justificativas para o golpe de 1937 era a necessidade de
o litoral brasileiro. Um deles recebeu ordem para atacar. No dia 15, mudanças capazes de colocar o país num patamar de
o navio Baependi foi sua primeira vítima. Outras duas desenvolvimento que pudesse equipará-lo às nações mais
embarcações teriam igual destino. Morreram 551 pessoas, apenas desenvolvidas do mundo. A meta do progresso indicava a ordem
nesse dia. Nos quatro seguintes, mais três navios foram como sua parceira: a racionalização do trabalho e o controle social
afundados, com mais 56 mortes. Os submarinos do Eixo constituíam parte essencial da política estadonovista.”
continuaram atacando o litoral brasileiro. Foram afundados, até o Maria Helena Capelato. Multidões em cena. Campinas: Papirus, 1998, p. 283.
fim da guerra, mais 12 navios brasileiros, perdendo a vida mais
334 pessoas." Durante o Estado Novo, a busca dos objetivos mencionados no
texto incluiu, entre outros fatores,
(FERRAZ, Francisco César. Os brasileiros e a Segunda Guerra a a implantação de um regime democrático e a criação de
Mundial. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2005, p. 40-41) mecanismos de participação popular nas decisões do Estado.
b o controle do câmbio para ampliar os lucros nas exportações e
Diante dos acontecimentos, acima narrados, o governo brasileiro o estímulo à produção cafeeira no Vale do Paraíba.
juntouse aos Aliados no esforço contra os países nazifascistas. Em
1945, essa decisão intensificaria uma contradição do Estado Novo, c a montagem de infraestrutura que facilitasse a expansão
ao combinar industrial e o controle governamental sobre as atividades
sindicais.
a o fim da censura à imprensa e a anistia de todos os presos
políticos. d o fim dos blocos comerciais que uniam o Brasil aos países
latino-americanos e uma intensa política de reforma agrária.
b o impedimento do queremismo e a realização de eleições
presidenciais. Questão 7 (ENEM PPL)
c o combate nacional às ideias autoritárias e a organização Durante o Estado Novo, os encarregados da propaganda
mundial de partidos. procuraram aperfeiçoar-se na arte da empolgação e envolvimento
d o apoio externo às forças democráticas e a manutenção das “multidões” através das mensagens políticas. Nesse tipo de
interna de uma ditadura. discurso, o significado das palavras importa pouco, pois, como
declarou Goebbels, “não falamos para dizer alguma coisa, mas
Questão 5 (Albert Einstein) para obter determinado efeito”.
A imagem abaixo integrou uma cartilha lançada, em 1941, pelo CAPELATO, M. H. Propaganda política e controle dos meios de comunicação.
Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP). Ela pode ser ln: PANDOLFI, D. (Org.). Repensando o Estado Novo. Rio de Janeiro: FGV,
relacionada 1999.

O controle sobre os meios de comunicação foi uma marca do


Estado Novo, sendo fundamental à propaganda política, na
medida em que visava
a conquistar o apoio popular na legitimação do novo governo.
b ampliar o envolvimento das multidões nas decisões politicas.
c aumentar a oferta de informações públicas para a sociedade
civil.
d estender a participação democrática dos meios de
comunicação no Brasil.
e alargar o entendimento da população sobre as intenções do
novo governo.

Questão 8 (ETEC)
De acordo com a Constituição Federal brasileira de 1988, os
recursos minerais do subsolo são patrimônio nacional. No entanto,
a primeira vez em que isso foi defi nido na legislação do país foi
em 1934, quando entrou em vigor a Constituição que também
a à propaganda do governo Vargas, que buscava promover as instituiu o voto feminino e o salário mínimo. Três anos depois, em
manifestações cívicas e apresentava a figura do presidente 1937, essa Constituição foi revogada e uma nova foi promulgada,
como “pai da nação”. dando início ao Estado Novo.
O período da história brasileira ao qual se referem essas
b à implantação, pelo governo Vargas, do ensino público e informações ficou conhecido como
gratuito para todos os brasileiros menores de 21 anos.
a República do Café-com-leite.
c à política, desenvolvida pelo governo Vargas, de estimular o
trabalho infantil nas áreas urbanas e rurais do país. b Período Regencial.
d à crítica dos cafeicultores ao governo Vargas, a quem c Segundo Reinado.
chamavam de “pai dos pobres”, acusando-o de não governar d Ditadura Militar.
para todos os brasileiros. e Era Vargas.

https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir 2/6
08/06/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir

Questão 9 (FATEC) Questão 10 (Faceres)


Observe atentamente a imagem. “Séries de curtas-metragens informativos exibidos
obrigatoriamente em todas as salas de cinema do país (em geral
antes de longas-metragens de ficção), o Cine Jornal Brasileiro
acompanhava as ações de Getúlio (...). Figuravam na tela
inaugurações de obras públicas, cerimônias cívicas, visitas
diplomáticas, referências à industrialização do país, entre grande
multiplicidade de temas, recheados pela contemplação do
propósito estadonovista (...). Por meio das imagens, o Estado
buscava construir uma intimidade com o poder. Como nunca
haviam sido antes, as autoridades eram expostas em primeiro
plano, instaurando nos espectadores a sensação mágica de
proximidade com o ‘chefe da nação’ e as autoridades que o
acompanhavam” (REGO, Daniela Domingues Leão. O Brasil em
marcha. História Viva, n. 58, ago. 2008.).

O texto acima aborda o uso dos cinejornais na divulgação dos


feitos governamentais durante o Estado Novo, governo autoritário
de Getúlio Vargas. Sobre esse assunto, é possível afirmar que:
a Os cinejornais eram exibidos antes de cada filme de ficção,
como propaganda partidária do governo e da oposição, às
vésperas de cada eleição, já que ainda não existia televisão nos
anos 1930 e 1940.
b Não se tratava de propaganda, mas do uso essencialmente
informativo dos cinejornais que traziam últimos acontecimentos
à população, pois não existia televisão e poucos tinham acesso a
jornais e revistas.
c Getúlio Vargas utilizou intensamente os modernos meios de
comunicação, como nunca havia sido feito, como forma de
A charge refere-se ao período propagada política e construção da identidade nacional,
a do Império (1822-1889), governado por D. Pedro II, que tinha divulgando seus feitos e a sua imagem de líder de massas.
grande interesse por inovações tecnológicas e utilizou o rádio d Getúlio Vargas mobilizou os cinejornais e os demais meios de
como instrumento de propaganda. comunicação para informar a população dos problemas do
b da Primeira República (1889-1930), cuja principal marca foi a país e da necessidade de coesão social para enfrentá-los. Assim,
censura a artistas, intelectuais e jornalistas contrários ao a oposição não teria motivos para criticá-lo.
governo. e Getúlio Vargas utilizou intensamente os modernos meios de
c do Estado Novo (1937-1945), sob o comando de Getúlio comunicação, a exemplo dos governantes anteriores, como
Vargas, que utilizou o rádio para enaltecer os feitos de seu forma de propaganda política e construção da imagem de um
governo. Brasil moderno, não sendo pioneiro, nesse aspecto.
d do desenvolvimentismo (1955-1961), liderado por Juscelino
Kubitschek, que introduziu os meios de comunicação de massa Questão 11 (UPE)
no Brasil. No primeiro governo de Getúlio Vargas, o fortalecimento do samba
e da ditadura civil-militar (1964-1985), no qual artistas e como canção nacional veio juntamente com o apoio ao carnaval, e
jornalistas podiam expressar-se livremente nas rádios, porém isso acontecia oficial e extraoficialmente. Em 1932, foi realizado o
eram censurados nas redações dos jornais e emissoras de TV. primeiro baile de carnaval no Teatro Municipal do Rio de Janeiro;
em 1935, Villa Lobos incorporou um samba de Ernani Silva em
uma apresentação; em 1936, a Hora do Brasil transmitia um
samba da Escola Mangueira “diretamente para a Alemanha
nazista”, e, em 1937, o governo estabeleceu que os enredos de
escolas de samba teriam “caráter histórico, didático e patriótico”.
MACEDO, Káritha Bernardo de. Carmem Miranda e o nacionalismo na década
de 1930. UDESC/Ceart, p. 387/388. (Adaptado)

Uma consequência sociopolítica do contexto apresentado pelo


texto foi a
a nacionalização do samba e sua ligação a um projeto de
modernização do país.
b competição com a bossa-nova como gênero musical da elite
boêmia nacional.
c marginalização do samba como gênero musical com a
institucionalização da censura.
d identificação do samba com música “marginal”, prejudicando a
imagem do Brasil no cenário internacional.
e oposição dos principais cantores nacionais, Carmem Miranda,
Sílvio Caldas e Francisco Alves, ao gênero samba.

https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir 3/6
08/06/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir

Questão 12 (UPF) Questão 13 (UFPA)

A imagem acima diz respeito à campanha em defesa da


nacionalização das riquezas do solo brasileiro e a implantação de
1° de maio, Dia do Trabalhador. O ano era 1943 e o estádio de uma empresa brasileira para explorar o petróleo no Brasil. Em
São Januário, no Rio de Janeiro, estava abarrotado de pessoas. relação à campanha “O petróleo é nosso”, podemos afirmar que:
Não havia espaço para respirar, a população gritava eufórica pelo
a A campanha foi feita no governo do presidente Médici e foi um
presidente Getúlio Vargas, que discursou: “O trabalhador brasileiro
dos feitos dos governos militares no Brasil. Os governos
possui hoje seu código de direito, a sua carta de emancipação
econômica, e ele sabe perfeitamente o que isso vale”. militares implantaram a Petrobras e o Brasil conseguiu a
autonomia na produção de petróleo no governo Figueiredo, o
último presidente militar do Brasil.
O evento acima descrito remete à constituição de uma legislação
que tratou minuciosamente da relação entre patrões e b A campanha foi feita no governo do presidente Getúlio Vargas
empregados, estabelecendo regras referentes a jornada de que assinou a lei que criou a Petrobras como empresa
trabalho, férias, descanso semanal remunerado, condições de responsável pela extração do petróleo. A campanha tinha um
segurança e higiene dos locais de trabalho, normatização do cunho nacionalista e mobilizou o povo brasileiro para garantir que
trabalho da mulher e do menor, dentre outras questões. A o petróleo fosse extraído por empresas nacionais.
anotação dos contratos de trabalho deveria ser feita na carteira de c A campanha foi feita no governo João Goulart como parte das
trabalho, instituída em 1932 e reformulada em 1943. Esse ato reformas de base que o governo pretendia organizar. A
conferiu grande prestígio popular ao presidente Getúlio Vargas, Petrobras foi criada em1964 e a legislação brasileira foi expressa a
que fortaleceu sua imagem de protetor da classe trabalhadora. abertura para exploração do subsolo para empresas estrangeiras.
d A campanha foi feita pela UDN que defendia um
A sistematização da legislação trabalhista recebeu o nome de: desenvolvimento nacional e era oposição ao governo Vargas
a Carta del Lavoro. que queria uma legislação brasileira liberal com permissão para
b Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). empresas estrangeiras explorarem o petróleo brasileiro.
c Ato Institucional n.º 5 (AI 5). e A campanha foi feita no governo de Castelo Branco e pedia a
criação da Petrobras e a exploração do nosso petróleo pelas
d Justiça do Trabalho (JT).
empresas nacionais.
e Fundo Social Sindical.

https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir 4/6
08/06/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir

Questão 14 (FATEC) Questão 16 (UFG)


Durante o governo Vargas, no final da década de 1930, um projeto
de desbravamento do território brasileiro ficou conhecido como “A
Marcha para o Oeste”, visando explorar e ocupar as regiões
Centro-Oeste e Norte. Uma expedição, comandada pelos irmãos
Villas-Boas, em 1943, destacouse pela descoberta de inúmeras
etnias indígenas, até então desconhecidas. Como resultado, foi
demarcada oficialmente, em 1961, uma das maiores áreas
indígenas do Brasil e do mundo, situada no estado de Mato
Grosso, que é
a a Terra Indígena Kayapó.
b o Parque Indígena de Tumucumaque.
c a Terra Indígena Raposa Serra do Sol.
d o Parque Indígena do Xingu.
e a Terra Indígena Waimiri-Atroari.

Questão 17 (ESPM)
A criação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico
(BNDE), para recolher fundos para a criação de empresas
Observe a fotografia, que retrata uma manifestação popular no Rio
estatais de energia, transporte, siderurgia; a criação do Instituto
de Janeiro em 1945. Brasileiro do Café (IBC) e a do Ministério da Saúde (que se desliga
Considerando o conteúdo dos cartazes e o período em que a
do Ministério da Educação); a formulação de um Plano Geral de
manifestação ocorreu, é correto afirmar que se tratava de
Industrialização; a criação do Serviço de Bem-Estar Social, do
a uma greve de trabalhadores rurais, exigindo o fim da República Instituto de Migração e Colonização, do Conselho Nacional de
do Café-com-Leite. Pesquisa (CNPq) foram realizações:
b uma manifestação do Queremismo, que defendia a a do governo de Getúlio Vargas (1951-1954);
continuidade de Vargas no poder.
b do governo de Eurico Dutra (1946-1950);
c um comício do Partido Comunista, exigindo que Vargas
c do governo de Juscelino Kubitschek (1956-1961);
revogasse as leis trabalhistas.
d do governo de João Goulart ( 1961-1964 );
d um protesto integralista, que criticava Getúlio Vargas pela
convocação da Constituinte. e do governo do Marechal Castello Branco (1964-1967).
e um comício do candidato Vargas, que concorria pela UDN às Questão 18 (ENEM)
eleições para presidente.
Questão 15 (Unisinos)
“Vargas centralizou os poderes da República, aconselhado por um
ministério de que fizeram parte, entre outros, figuras como Eurico
Gaspar Dutra (ministro da Guerra), Francisco Campos (ministro da
Justiça), nomeado pouco antes do golpe, Oswaldo Aranha, cuja
nomeação para o Ministério das Relações Exteriores, no início de
1938, agradou ao governo norte-americano”.

(FAUSTO, Boris. A vida política. In: GOMES, Angela de Castro.


Olhando para dentro. 1930-1964. Rio de Janeiro: Objetiva, 2013,
p. 101).

Entre as características enunciadas abaixo, qual(is) delas pode(m)


ser associada(s) ao período do Estado Novo?

I – Os estados perderam a autonomia e passaram a ser


governados por interventores nomeados pelo ditador-presidente.
II – O Partido Comunista do Brasil teve um curto momento de
legalidade nesse período, elegendo Luís Carlos Prestes deputado
federal nas eleições de 1940.
III – A partir de 1937, ganharam maiores proporções as iniciativas
materiais do governo em favor das massas, seguidas da
construção da figura de Vargas como grande protetor dos
trabalhadores.
a Apenas I.
b Apenas I e II.
c Apenas I e III.
d Apenas II e III. Na imagem, da década de 1930, há uma crítica à conquista de um
e I, II e III. direito pelas mulheres, relacionado com a
a redivisão do trabalho doméstico.
b liberdade de orientação sexual.
c garantia da equiparação salarial.
d aprovação do direito ao divórcio.
e obtenção da participação eleitoral.

https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir 5/6
08/06/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir

Questão 19 (UEFS) Questão 20 (ENEM)


O período republicano brasileiro, compreendido entre 1930 e a Fugindo à luta de classes, a nossa organização sindical tem sido
imposição do Estado Novo, registrou, como movimento político- um instrumento de harmonia e de cooperação entre o capital e o
ideológico de extrema direita, trabalho. Não se limitou a um sindicalismo puramente “operário”,
a o movimento anarquista, de origem espanhola, voltado para a que conduziria certamente a luta contra o “patrão”, como
arregimentação da classe operária para a organização de aconteceu com outros povos.
sindicatos e ligas trabalhistas. FALCÃO, W. Cartas sindicais. In: Boletim do Ministério do Trabalho, Indústria e
Comércio. Rio de Janeiro, 10 (85), set. 1941 (adaptado).
b a revolução Constitucionalista de São Paulo, de orientação
popular, com o objetivo de proteger os ideais reformistas da Nesse documento oficial, à época do Estado Novo (1937-1945), é
Revolução de 1930. apresentada uma concepção de organização sindical que
a elimina os conflitos no ambiente das fábricas.
c a Intentona Comunista, protagonizada por militares socialistas
do Exercito, que, aliados a políticos liberais, planejavam b limita os direitos associativos do segmento patronal.
reformas no País. c orienta a busca do consenso entre trabalhadores e patrões.
d a campanha pelo voto secreto e pelo voto feminino, vitoriosa e d proíbe o registro de estrangeiros nas entidades profissionais do
concretizada pela Constituição do Estado Novo, denominada país.
de “A Polaca”. e desobriga o Estado quanto aos direitos e deveres da classe
e o movimento integralista, organizado sobre as bases trabalhadora.
ideológicas do fascismo, de conteúdo autoritário e
centralizador.

https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir 6/6