Você está na página 1de 85

Curso de Engenharia Civil

Disciplina: Abastecimento de Água


Profª. Me. Jéssyca de Freitas Lima Brito

CAPTAÇÃO DE ÁGUA

Fortaleza - 2019
Sistema de Abastecimento de Água

01/04/2019 17:42:59
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água

Alternativas

01/04/2019 17:42:59
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água

Alternativas

01/04/2019 17:42:59
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água

Alternativas

01/04/2019 17:42:59
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água

Alternativas

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

• Definição
– Conjunto de estruturas e dispositivos construídos ou instalados
junto ao manancial para a retirada de água destinada ao sistema
de abastecimento.

– A eficiência do SAA, em termos quantitativos e qualitativos,


depende da escolha e da proteção do manancial, assim como da
construção e da operação dos dispositivos de captação.

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

• Os dispositivos devem ser projetados de modo a:

― Funcionar ininterruptamente em qualquer época do ano;

― Permitir a retirada de água para o sistema de abastecimento em


quantidade suficiente e com a melhor qualidade possível;

― Facilitar o acesso para operação e manutenção do sistema.

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

01/04/2019 17:53:41
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

01/04/2019 17:53:44
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Tipos de captação de água superficial

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Tipos de captação de água superficial

• Captação direta ou a fio de água


Cursos de água com vazão mínima, superior à vazão de captação e
nível de água mínimo para a submergência dos dispositivo de
tomada.

• Captação com barragem de regularização de nível


Cursos de água com vazão mínima superior à vazão de captação,
mas com nível de água mínimo insuficiente para a submergência
dos dispositivos de tomada.

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Tipos de captação de água superficial

• Captação com reservatório de regularização de vazão


Vazão mínima do manancial é inferior à vazão de captação necessária.

• Captação em reservatório ou lagos de usos múltiplos


Reservatórios artificiais ou em lagos naturais cujas águas não têm o seu
uso prioritário relacionado ao abastecimento público de água.

• Captações não convencionais


Concebidas para permitir o emprego de equipamentos de elevação ou
recalque de água movidos por energia não convencional (eólica, solar,
transiente hidráulico).

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Dispositivos de captação de água superficial

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Dispositivos de captação de água superficial

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Tomada de água
• Tubulação de tomada

Dispositivo constituído por tubulação simples, que conduz a água desde


o manancial até a unidade seguinte:

― Desarenador;

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Tomada de água
• Tubulação de tomada

― Caixa de passagem de uma adutora por gravidade;

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Tomada de água
• Tubulação de tomada

― Poço de sucção de uma elevatória;

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Tomada de água
• Tubulação de tomada

― Sucção direta de uma bomba;

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Tomada de água
• Tubulação de tomada

Geralmente a tubulação de tomada é provida de um crivo ou de tubos


perfurados.

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Tomada de água
• Tubulação de tomada

– Aplica-se a cursos de água perenes, sujeitos a pequena variação


de nível de água e que não possuam regime de escoamento com
o arraste de sólidos volumosos.

– Um outro tipo de tomada de água direta com conjunto


motobomba é o que utiliza as denominadas bombas anfíbias
modulares (bombas submersíveis).

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Tomada de água
• Tubulação de tomada

NBR 12.213: velocidade da água ≥ 0,60 m/s para evitar a


deposição de sólidos suspensos.
01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

EXEMPLO 01: Tomada de água

Dimensionar uma tubulação de tomada de uma captação de água superficial


destinada a uma comunidade com população de projeto de 2.000 habitantes,
consumo per capita médio de água macromedido de 150 L/hab∙dia e k1 igual
a 1,2. As unidades de produção de água deverão ser projetadas para
funcionarem, no máximo, por 16 h/dia. O comprimento da tubulação de
tomada é de 5 m e ela descarrega num poço de tomada.

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

EXEMPLO 02: Tomada de água

Dimensionar uma tubulação de tomada de uma captação de água superficial


destinada a uma comunidade com população de projeto de 5.000 habitantes,
consumo per capita médio de água macromedido de 200 L/hab∙dia e k1 igual
a 1,2. As unidades de produção de água deverão ser projetadas para
funcionarem, no máximo, por 16 h/dia. O comprimento da tubulação de
tomada é de 5 m e ela descarrega num poço de tomada. C = 130.

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Tomada de água
• Caixa de tomada

Empregada quando o curso de água apresenta regime de escoamento


torrencial ou rápido, havendo risco de colisão das tubulações com
sólidos pesados.

Caixa de tomada de água em captação a fio de água


01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Tomada de água
• Caixa de tomada

Não se aplica quando:

― A altura da lâmina de água mínima for muito reduzida;

― A calha molhada se afastar muito das margens nos períodos de


grande estiagem;

― Ocorrer excesso de algas no manancial.

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Tomada de água
• Canal de derivação

― Utilizado em captações de médio ou grande portes, cumprindo ao


mesmo tempo as funções da caixa de tomada e do canal que a
interliga à unidade subsequente.

― Não se aplica a captações de pequena vazão:

Velocidade mínima de 0,60 m/s → dimensões dos canais muito


pequenas para viabilizar sua construção e manutenção.

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Tomada de água
• Canal de derivação

Canal de derivação e desarenador afastado da margem do curso de água

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Tomada de água
• Poço de derivação
– Consiste de uma tubulação construída na margem de rios ou
ribeirões que seja inundável e que apresente declividades
acentuadas.

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Tomada de água
• Poço de derivação
– Quando a variação de nível de água do rio for acentuada, pode-se
adotar mais de uma tubulação de tomada.

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Tomada de água
• Tomada de água com estrutura em balanço

– Feita por um conjunto motobomba submersível para água


bruta, resistente à abrasão, suspensa por uma viga em balanço
instalada transversalmente ao curso de água.

– Aplica-se a rios pouco encaixados, com grande oscilação do


nível de água, tanto em profundidade como no afastamento às
margens.

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Tomada de água
• Tomada de água com estrutura em balanço

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Tomada de água
• Captação flutuante

– Aplica-se, sobretudo, em lagos ou represas, mas também em


rios maiores com escoamento fluvial, sem arraste de sólidos
flutuantes de grandes dimensões e dotados de grande largura e
profundidade, mesmo em períodos de estiagem.

– Tem sido mais utilizada em sistemas de pequenas e médias


comunidades, como alternativa mais econômica às captações
convencionais com torre de tomada.

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Tomada de água
• Captação flutuante

– Com motor e/ou bomba não submersíveis (em balsa)

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

• Captação flutuante Tomada de água

– Com motor e/ou bomba não submersíveis (em balsa)

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Tomada de água
• Captação flutuante
– Com conjunto motobomba submersível (flutuadores)

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Tomada de água
• Captação flutuante

– Com tomada de água flutuante

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

• Torre de tomada Tomada de água

– Feita por meio de uma torre de grandes dimensões, com entradas de água
em diferentes níveis.

– Pelo seu maior custo, é indicada para grandes SAA cuja captação se faz em
lagos, em reservatórios de regularização de vazão ou em grandes rios com
grande variação do nível de água, tanto em profundidade como em
afastamento às margens.

– NBR 12.213: utilização deve ser precedida de estudo técnico-econômico.

– Pode funcionar apenas como um dispositivo de tomada de água ou,


simultaneamente, como tomada de água e elevatória.

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Tomada de água

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

• Torre de tomada

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Dispositivos de captação de água superficial

• Barragem de nível (soleira)

― Muro de pequena altura (1 a 2 m), construído perpendicularmente


ao curso de água, com a finalidade de dotá-lo de altura de lâmina de
água suficiente para a derivação ou captação de suas águas.

― Na situação mais rudimentar, é construída com blocos de rocha


simplesmente colocados no curso de água (enrocamento).

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Dispositivos de captação de água superficial

• Barragem de nível (soleira)

01/04/2019 19:48:16
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Barragem de Nível
• Tipo de maciço e partes constituintes

Concreto simples ou alvenaria de pedra, devendo resistir à pressão ou


empuxo da água pelo seu próprio peso.

― Ombreiras;
― Vertedor;
― Fundação;
― Descarga de fundo;
― Bacia de dissipação.

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Barragem de Nível
• Altura da barragem de nível (h)

– Deve ser tal que permita o adequado posicionamento da tomada de


água:
• Pelo menos 0,60 m acima do fundo;
• Não menos que 0,20 m abaixo do NA mínimo garantido pela
barragem.

– Respeitando, com alguma folga, esses desníveis mínimos, a altura da


barragem dificilmente é superior a 1,5 m.

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Barragem de Nível
• Base da barragem de nível (b)

– Por ser uma pequena barragem de gravidade, o seu maciço deve


resistir ao empuxo da água pelo seu próprio peso.

– Sendo construída em concreto simples ou em alvenaria de pedra,


terá de trabalhar somente à compressão.

– Portanto, a resultante das forças que atuam sobre ela deve passar
pelo terço médio de sua base.

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Barragem de Nível
• Base da barragem de nível (b)

g a h  hc 
3 hc: altura máxima da lâmina de água sobre a
b  soleira do vertedor;
gb h h: altura externa da barragem no seu vertedor;
H: altura máxima da lâmina de água;
E: Empuxo da água sobre o maciço de
barragem;

P: peso do maciço da barragem;


b: largura da base da barragem;
H/3 e b/3: posição dos pontos de
aplicação das forças E e P;
ga: peso específico da água;
gb: peso específico da barragem.
01/04/2019 20:11:04
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Barragem de Nível
• Vertedor

– Usualmente, costuma-se adotar o perfil Creager:

• Favorece o rápido escoamento da


vazão ou descarga;

• Impede a ocorrência de efeitos


nocivos à estrutura.

• Particularmente importante para


maiores vazões de cheia.
01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Barragem de Nível
• Vertedor

– Dimensionamento do perfil Creager:

Os valores da tabela abaixo são válidos para hc = 1 m. Para outros


valores de hc, os valores da tabela devem ser multiplicados por hc.

x y x y x y
0,0 0,126 0,6 0,060 1,7 0,870
0,1 0,036 0,8 0,142 2,0 1,220
0,2 0,007 1,0 0,257 2,5 1,960
0,3 0,000 1,2 0,397 3,0 2,820
0,4 0,007 1,4 0,565 3,5 3,820

01/04/2019 20:56:18
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

Barragem de Nível
• Vertedor

– Dimensionamento do perfil Creager:

Altura de sobrelevação (hc) da água sobre a soleira do vertedor:

Q  2,2  L  H 32

Q: vazão que escoa pelo vertedor (m3/s);


L: comprimento da soleira do vertedor (m);
H: altura da lâmina da água sobre a soleira do vertedor (m) = hc (vazão de cheia).

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

EXEMPLO 02:

Dimensionar uma barragem de nível em concreto simples, com


perfil Creager, para a vazão de cheia igual a 1.200 L/s. A largura do
córrego no local da barragem é de 3 m e a vazão residual para
atender aos usos de jusante e à vazão ecológica é de 45 L/s.

01/04/2019 20:56:22
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

EXEMPLO 02:

01/04/2019 21:00:44
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

EXEMPLO 02:

01/04/2019 21:44:08
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

EXEMPLO 02:

g a h  hc 
3
b 
gb h

01/04/2019 21:44:12
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

EXEMPLO 02:

01/04/2019 21:44:13
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

EXEMPLO 02:

01/04/2019 21:47:27
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Águas Superficiais

EXEMPLO 02:

01/04/2019 21:48:26
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água Subterrânea

Água subterrânea:

Água presente no subsolo,


ocupando os interstícios,
fendas e canais existentes
nas diferentes camadas
geológicas, e em condição
de escoar, obedecendo aos
princípios da hidráulica.

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água Subterrânea

Aquíferos – formação geológica que contém água e permite que


quantidade significativas dessa água se movimentem no seu interior em
condições naturais;
Aquitardes – formações de baixa permeabilidade, que armazenam e
transmitem água muito lentamente de um aquífero a outro, mas não em
quantidade suficiente para suprir poços de bombeamento;
Aquiclude – é uma
formação que pode
conter água (até mesmo
em quantidades
significativas), mas é
incapaz de transmiti-la em
condições naturais.
01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água Subterrânea

Tipos de Aquíferos
Aquíferos livres – são aqueles cujo topo é demarcado pelo nível freático, estando
em contato com a atmosfera;
Aquíferos confinados – ocorrem quando um estrato permeável está confinado
entre duas unidades pouco permeáveis.

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água Subterrânea

Teste de Bombeamento

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água Subterrânea

Teste de Bombeamento

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água Subterrânea

Teste de Bombeamento

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água Subterrânea

Águas Subterrâneas

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água Subterrânea

Águas Subterrâneas

• Para a seleção de manancial destinado ao abastecimento


público, é importante que todas as opções, superficiais e
subterrâneas, sejam devidamente avaliadas.

• O aproveitamento das águas subterrâneas é uma alternativa


que pode oferecer soluções simples e de grande viabilidade
técnica e econômica.

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água Subterrânea

Águas Subterrâneas

Seleção de manancial subterrâneo


• Levantamento de dados
– Mapas planialtimétrico, geológico e hidrogeológico;
– Pontos de águas existentes;
– Fotografias aéreas e imagens de satélite ou de radar;
– Diagnóstico do manancial subterrâneo:
• Capacidade de produção;
• Qualidade da água;
• Condições sanitárias e ambientais na zona de recarga do aquífero.

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água Subterrânea

Águas Subterrâneas

• Caracterização do tipo de manancial escolhido


– Os mananciais subterrâneos podem ser divididos em:
• Naturais ou aflorantes: fontes, nascentes ou "minas"
de qualquer tipologia, nas quais a água alcança a
superfície por ação de processos ligados à dinâmica
terrestre;

• Captados por obras diversas: poços, galerias, drenos,


etc.

01/04/2019 17:42:57
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água Subterrânea

Águas Subterrâneas

• Caracterização do tipo de manancial escolhido


– Mananciais naturais ou aflorantes
• A escolha de uma fonte, nascente ou "mina" para
abastecimento público deve ser precedida de um
criterioso exame na área de recarga e sobre o
comportamento da sua vazão.

• Normalmente, são mais susceptíveis à poluição e às


variações sazonais de vazão.

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água Subterrânea

Águas Subterrâneas

• Caracterização do tipo de manancial escolhido


– Mananciais subsuperficiais
• Poço rasos, manuais ou freáticos:
– Poços manuais simples;
– Poços tubulares rasos;
– Poços amazonas.

• Drenos;

• Barragens subterrâneas.
01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água Subterrânea

Poço manual simples

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água Subterrânea

Poço tubular raso

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água Subterrânea

Poço amazonas

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água Subterrânea

Poço amazonas

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água Subterrânea

Poços tubulares profundos

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água Subterrânea

Poços tubulares profundos

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água Subterrânea

• Métodos de perfuração
– Sondagem percussiva

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água Subterrânea

• Métodos de perfuração
– Sondagem rotativa

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
Captação de Água Subterrânea

• Métodos de perfuração
– Sondagem rotopneumática

01/04/2019 17:43:00
Profª. Me. Jéssyca Brito
01/04/2019 17:43:00