Você está na página 1de 3

GRADUAÇÃO EAD

GABARITO COMENTADO
AV2 - 2015.2A - 17/10/2015

CURSO
DISCIPLINA ÁLGEBRA LINEAR
PROFESSOR(A) ANTONIO VALDINEY
TURMA DATA DA PROVA
ALUNO(A)
MATRÍCULA POLO

ATENÇÃO – LEIA ANTES DE COMEÇAR

1. PREENCHA, OBRIGATORIAMENTE, TODOS OS ITENS DO CABEÇALHO.


2. ESTA AVALIAÇÃO POSSUI 10 QUESTÕES.
3. TODAS AS QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA, APRESENTANDO UMA SÓ
ALTERNATIVA CORRETA.
4. QUALQUER TIPO DE RASURA NO GABARITO ANULA A RESPOSTA.
5. SÓ VALERÃO AS QUESTÕES QUE ESTIVEREM MARCADAS NO GABARITO
PRESENTE NA PRIMEIRA PÁGINA.
6. O ALUNO CUJO NOME NÃO ESTIVER NA ATA DE PROVA DEVE DIRIGIR-SE À
SECRETARIA PARA SOLICITAR AUTORIZAÇÃO, QUE DEVE SER ENTREGUE AO
DOCENTE.
7. NÃO É PERMITIDO O EMPRÉSTIMO DE MATERIAL DE NENHUMA ESPÉCIE.
8. ANOTE O GABARITO TAMBÉM NA FOLHA DE “GABARITOS DO
ALUNO” E LEVE-A PARA CONFERÊNCIA POSTERIOR À
REALIZAÇÃO DA AVALIAÇÃO.
9. O ALUNO SÓ PODERÁ DEVOLVER A PROVA 1 HORA APÓS O INÍCIO DA
AVALIAÇÃO.

GABARITO OBRIGATÓRIO
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
B E E E A E A A E E
ALGEBRA LINEAR Professor(a) Antonio Valdiney

1. A matriz A = (aij)2x3 , definida por aij = 2i -3j é: x = 1/2


y=0
a)

b) .

c)

d)

e)

Com a lei de formação da matriz e sua ordem


obtemos:
Letra E)
aij = 2i -3j
a11 = 2x1 – 3x1 = 2 – 3 = –1 3. O valor de x no sistema é:
a12 = 2x1 – 3x2 = 2 – 6 = –4
a13 = 2x1 – 3x3 = 2 – 9 = –7
a21 = 2x2 – 1x3 = 4 – 3 = 1 a) 3/4
a2x3 = 2x2 – 3x3 = 4 – 9 = –5 b) 7/13
Letra B) c) 9/13
d) 1/16
e) 7/16
2. A inversa da matriz é:
Resolvendo o sistema pelo método de Cramer
a) obtemos:

b)
c)

d)

e)

4. Para que o produto entre as matrizes


Sendo a matriz a sua inversa
A5xn.B7x3 seja possível é necessário que:
.
Então a) A matriz A seja quadrada.
b) A matriz B seja inversível.
c) As matrizes A e B sejam quadradas.
d) O valor de n seja igual a 5.
e) O valor de n seja igual a 7.
Para que o produto entre duas matrizes seja
2

Da igualdade acima obtemos: possível é necessário que o número de colunas


Página

da primeira matriz seja igual ao número de


colunas da segunda matriz, daí obtemo n = 7.
ALGEBRA LINEAR Professor(a) Antonio Valdiney

5. O módulo do vetor é: e) (1,1)

a) 7. Letra A)
b) 8
c) 9
d) 10
e) 11
9. A transformação linear T:R2R2 tal que
Letra a) T(1,0) = (2,-1,0) e T(0,1) = (0,0,1) é?

a) T(x,y) = (2x,-2x,5y)
6. Qual dos subconjuntos abaixo do R3 não é b) T(x,y) = (x,x,y)
um subespaço vetorial? c) T(x,y) = (x,-x,y)
d) T(x,y) = (2x,-2x,3y)
a) as retas que passam pela origem. e) T(x,y) = (2x,-x,y)
b) os planos que passam pela origem.
c) a origem, ou seja, o ponto (0,0,0). Um vetor genérico de R2 (x,y) pode ser escrito
d) o vetor nulo do R3. como uma combinação linear dos vetores dão
Dados no problema (1,0) e (0,1).
e) as retas que não passam pela origem.
(x,y) = a(1,0) + b(0,1)
Letra E)
x=a
Uma condição necessária para que um certo
y=b
conjunto constitua um espaço vetorial é conter
Aplicando a transformação em ambos os
o vetor nulo e a alternativa E) as retas que não
membros da equação acima temos:
passam pela origem não contém o vetor nulo.
T(x,y) = T[a(1,0)+b(0,1)]
T(x,y) = T[x(1,0)+y(0,1)]
7. Qual dos vetores abaixo é perpendicular ao
vetor
Aplicando as propriedades da transformação
linear obtemos:
a) ( 4, 2, 2).
T(x,y) = T[x(1,0]+T[y(0,1)]
b) (1, 2, 3)
T(x,y) = xT(1,0)+yT(0,1)
c) (-2, 3, 1)
T(x,y) = x(2,-1,0)+y(0,0,1)
d) (1, -3, 2)
T(x,y) = (2x,-x,y)
e) (-1 , 2, -2)
Letra (E)
Letra A)
10. A imagem do elemento (2,-1,0) na
Para que dois vetores sejam perpendiculares transformação T:R2R3 dada por T(x,y,z) =
basta que o produto escalar entre eles seja nulo (x+y , y-2x , x+y) é:
e isso ocorre com o vetor (4,2,2).
a) uma reta que passa pela origem.
8. Seja T : R2  R2 a transformação linear b) um plano que passa pela origem
dada por T ( x , y ) = (2x+y , x+y) então o c) uma reta que não passa pela origem.
valor de T(1,2) é igual a: d) um plano que não passa pela origem
e) um ponto do espaço.
a) (4, 3).
b) (2,1) Letra (E)
c) (3,4)
3

d) (2,2)
Página