Você está na página 1de 150

Hebraico Instrumental 2

‫בראשית‬
Prefácio 04
Introdução 06
Unidade I – Histórico do Alfabeto 08
Unidade II – Formas e Correspondentes Latinos 12
Unidade III – Sinais Massoréticos 21
`#ra, h(' ' tawîe > ~ymI Vß: h' ; taeî ~yhl_i {a/ arBä' ' tyvaÞi rBe . Unidade IV – Formação é Divisão da Sílaba 25
Unidade V – O Vav Conjuntivo 29
xW; rwå > ~Aht+ . ynåEP-. l[; %vx, owß > Whbêow" ‘Wht’o #r,aª'hw' > 2 Unidade VI – O Artigo Definido 33
`~yMI h)" ; ynPïE .-l[; tpx, rÞ, ;m. ~yhiêla{ / htî'yh> ' Unidade VII – O Adjetivo
Unidade VIII – O substantivo
37
43
`rAa*-yhiyw> ): rAa= yhyäi > ~yhlÞi {a/ rma, YwðO : 3
~yhlêi {a/ lDH ebä Y. w: :E bAB j-+ yKR i rA AaàhI-' C ta, O
Unidade IX – Substantivos Segolados 48
Unidade X – Preposições Inseparáveis 51
~yhl²i {a/ arY. wô: : 4 Unidade XI – Pronomes Pessoais Independentes
Unidade XII – Pronomes Demonstrativos
55
59

hly' l> +" arq' "å %B vx, Íolß w;B > ~L Ayë ‘IrAC alO
`%vx, h)o ; !ybWîe rAahà ' !yBîe Unidade XIII – Interrogativo e Relativo
Unidade XIV – Partículas
62
66
' Ÿ~yhlÛi {a/ arq’' Y. wI : 5 Unidade XV – Sufixos Possessivos 71

D`d yð rIN
Unidade XVI – Partículas com Sufixo 80
O OxM M('aÍÍ, NN~IIAOO qN,bSS-ßo TTyhRRyi Uw>U): MbrEE[, NN-î, yTThAAiyw> LL):
M Unidade XVII – Numerais 85
Unidade XVIII – Comparativo e Superlativo 90
yhäiywI ~yIMTh+" E; E%XXATTtO åBO. C [y; OOqrßI NN' SSyhUUyîi M > ~ÍÍyVVhEElêi LL{a/ rm,aYwæO : 6
M Unidade XIX – Introdução ao Verbo 95
Unidade XX – Conjugação do Verbo Perfeito Qal 100
CÓ ÓD
`D~IIyG mIG)"lOO' ~MymI OORR!yFFBOO îe lLLyÓÓ DG êIbGm. IIC;COO Unidade XXI – Demais Graus do Verbo Perfeito 103
Unidade XXII – O Verbo Imperfeito 112
‘~yMI h’; ; !yBÛe lDeªbY. R w: : Eè[Sy; qHri Ih' M-' tÁa, é~yhila{ / f[;Ywå: : 7
l[ä;me rvaß< ] ~yIMhê; R; !EySbHWäe I[My; Áqrêi 'l' txT; mä; i ‘rva, ]
Unidade XXIII – Verbo com Sufixo Pronominal 121
Unidade XXIV – Verbo Imperativo 130
Unidade XXV – Demais Troncos do Imperativo 134
Unidade XXVI – Infinitivos e Particípios 138
`!k-)E yhiyw> ): [y; q+Irl' ' Unidade XXVII – O Vav Consecutivo 142
Unidade XXVIII – Acentuação e Métrica TaNaK 147
br[, -î, yhyi w> ): ~yImv +" ' [y; qrßI 'l'( ~yhl²i {a/ arqó' Y. Iw: 8 Unidade XXIX – Classificação do Verbo Fraco
Unidade XXX – Verbo Pê Gutural
161
167
`ynv
)I e ~Ayð rqb, -ßo yhyi w> ): Unidade XXX I– Verbo Ayin Gutural
Unidade XXXII – Verbo Lâmedh Gutural
172
178
Unidade XXXIII – Verbo Pê-Alef 184
Rafael Ribeiro Unidade XXXIV – Verbo Lâmedh Alef 187
Hebraico Instrumental 3 Hebraico Instrumental 4
Unidade XXXV – Verbo Lâmedh Hê 192 PREFÁCIO
Unidade XXXVI – Verbo Pê-Nûn 199
Unidade XXXVII – Verbo Pê-Yôdh/Pê Vav 207
Unidade XXXVIII – Verbo Ayin-vav/Ayin-Yôdh 212 Esta gramática possui um texto consumível. O trabalho em si,
Unidade XXXIX – Verbo Ayin-duplo 215 é fruto do labor deste professor, no afã de atender às necessidades do
Unidade XL – Código Morfológico 219 alunado da graduação em Teologia e demais interessados no hebraico
Apéndices 224 bíblico. Visa o mesmo fornecer uma das ferramentas básicas para
Paradigma do Verbo Forte 225 exegese da TaNaK1, ou seja, acesso ao texto hebreu do Antigo
Paradigma do Verbo Fraco 230 Testamento.
Análise Morfológica 262
Vocabulário 264 Embora o hebreu falado hoje em Israel e por muitos judeus da
diáspora, guarde muita semelhança com o hebraico bíblico, este é
bem mais complexo do que o ‘yvriy chadash2. O hebraico na forma
como o é encontrado na Escritura Sagrada (Antigo Testamento) é
lígua morta. Este curso, portanto, visa apresentar de forma
instrumental os fundamentos do hebraico bíblico para fins de
tradução e análise das Escrituras.

Acreditamos, que se o iniciado no hebraico bíblico, for


diligente no estudo dos fundamentos abordados nesta obra, fazendo
os exercícios nela contidos, bem como estudando o vocabulário
básico aqui apresentado, estará ferramentado para dar início ao
estudo dos textos bíblicos; munido é claro, de um dicionário hebreu
ou léxico.

Aqui estão contidos, os pontos fundamentais do idioma,


como, por exemplo: alfabeto, sinais massoréticos, artigo, verbos,
numerais, etc. Contém, também, vocabulários, tarefas e um reshmá3
com mais de 800 vocábulos de uso mais freqüente na Bíblia
Hebraica.

1
Texto hebreu do Antigo Testamento. Refere-se à forma como os judeus nomeiam
o AT. Tanak é uma sigla que representa as divisões do AT. Torah, Nabhiyiym e
Ketuviym; isto é, Lei, Profetas e Escritos.
2
Hebreu moderno, falado em Israel e por alguns da diáspora.
3
Relação de palavras.
Hebraico Instrumental 5 Hebraico Instrumental 6
Nossa abordagem procura ser objetiva, pois não nos HEBRAICO BÍBLICO
permitimos perder tempo com cansativas regras gramaticais, as quais
não acrescentam nada de prático e, só servem para desestimular o
iniciado no idioma hebreu. Tentar inculcar todo o conhecimento da INTRODUÇÃO
gramática hebraica, verificar-se-ia enfadonho e pouco pedagógico.
Alfabeto, é uma palavra que derivada da língua grega, é
O trabalho, pelo acima exposto, procura atender a toda constituída por alfa e beta, suas duas primeiras letras ou Alephbeith,
praticidade do ensino deste idioma bíblico, fornecendo uma visão segundo as letras iniciais na construção dos signos hebraicos. O
fundamental, numa abordagem prática do estritamente necessário ao alfabeto designa uma série de sinais escritos, representantes de um ou
estudioso instrumental do texto da TaNaK. mais sons que, combinados, formam todas as palavras de um idioma.
Os alfabetos são diferentes dos silabários, pictogramas e ideogramas:
Esperamos, que os nossos alunos aos quais oferecemos esta em um silabário, cada sinal representa uma sílaba. No sistema
obra, façam dela bom uso e a tenham como uma ferramenta, dentro e pictográfico, os objetos são representados por meio de desenhos. Nos
fora da sala de aula. ideogra0mas, os pictogramas são combinados para representar o que
não pode ser desenhado.

Os primeiros sistemas de escrita foram: a escrita cuneiforme


dos babilônios e assírios, a escrita hieroglífica, e também hierática
dos egípcios, os símbolos da escrita chinesa e japonesa e os
pictogramas dos maias.

O alfabeto semítico setentrional foi o primeiro alfabeto de que


se tem notícia; surgiu entre 1700 e 1500 a.C., na região que hoje
corresponde à Síria e Palestina. O alfabeto semítico possui apenas 22
consoantes. Os alfabetos fenício, hebraico e o árabe tomam por base
este modelo. A sua escrita é realizada da direita para a esquerda. O
alfabeto grego e o romano surgiram entre os anos 1000 e 900 a.C. Os
gregos adotaram a variante fenícia do alfabeto semítico. Depois do
ano 500 a.C. O grego se difundiu por todo o mundo mediterrâneo e
dele surgiram outras escritas, entre elas, a etrusca e a romana.

O alfabeto cirílico surgiu por volta do ano 860 d.C. Foram os


religiosos gregos, que viviam em Constantinopla e, evangelizaram os
eslavos quem idealizaram o sistema de escrita conhecido como
alfabeto cirílico. Suas variantes são a escrita russa, ucraniana, sérvia e
búlgara. O alfabeto árabe, também tem sua origem no semítico e,
Hebraico Instrumental 7 Hebraico Instrumental 8
possivelmente, surgiu no século IV de nossa era. Foi utilizado nas I- HISTÓRICO DO ALFABETO
línguas persa e urdu; a escrita do mundo islâmico.

Depois dessa breve introduçao, passaremos ao estudo do 1. Descobertas arqueológicas: O alfabeto hebraico é reconhecido
hebreu bíblico, encejando, que os interessados logrem bom êxito no como o mais antigo dos alfabetos. Descobertas arqueológicas
aprendizado dessa importante língua. recentes de Petrie em Sarbut el-Khadem (1905), dos professores
Lake e Blake de Harvard (1927), escavações mais recentes em
vários pontos da Palestina e repetidos estudos por diferentes
eruditos americanos, ingleses e alemães revelam que o alfabeto
teve origem na região do Sinai4.

2. Caracteres fenícios: A. H. Gardiner, notável egiptólogo, foi


quem primeiro mostrou que alguns caracteres das inscrições
sinaíticas representam uma transição entre certos hieróglifos
egípcios e algumas letras. Seus caracteres mais remotos são
conhecidos como caracteres fenícios ou antigos.

3. Antigüidade do alfabeto hebreu: Nas inscrições encontradas nas


escavações referidas da Palestina há caracteres semelhantes aos de
Sinai, e algumas dessas inscrições datam de 1700 a.C. Esse,
portanto, deve ser o mais antigo alfabeto até agora descoberto. Do
Sinai e da Fenícia passou o alfabeto para os hebreus e, daí foi se
difundindo e adaptando-se, até atingir a todos os povos do
planeta.

4. Idioma sagrado: O hebraico é considerado como idioma sagrado


(para os hebreus), ao contrário do grego koinêt, o grego
neotestamentário, que é considerado como vulgar; por ter sido o
idioma universalmente falado no mundo greco-romano.

5. O aramaico: Usa os mesmos caracteres do hebraico, porém


possuiu certas peculiaridades gramaticais que o distinguem do
hebraico. O aramaico é falado no continente africano pelos
etíopes, era a língua falada na antigüidade patriarcal, sendo

4
Os judeus ensinam, tradicionalmente, que o alfabeto hebreu foi revelado a Moisés
no Sinal por ocasião do êxodo de Israel.
Hebraico Instrumental 9 Hebraico Instrumental 10
oriundo da Caldéia. Na verdade, o hebraico é uma corruptela do das consoantes para representarem os sons vocálicos bem como a
aramaico e, foi uma idioma universal na antigüidade. acentuação lógica e tônica e, ainda, a música do texto. Esses
sinais são chamados de sinais massoréticos, de massorá, que quer
6. Idiomas e dialetos: Os hebreus ao longo de sua formação cultural dizer tradição, os homens que os inventaram chamam-se
falaram o aramaico, o hebraico, o ladino e o hidish (o aramaico massoretas. O texto hebraico que possuímos hoje é fruto do
na diáspora mais antiga; na Polônia e Alemanha, falavam o hidish trabalho realizado pelos massoretas a partir do V séc. d.C. , por
e na Espanha o Ladino). isso, chama-se texto massorético5.
7. Alfabeto consonantal: O paleohebreu; como também é chamado
10. Sua grafia: O hebraico como o árabe e outros idiomas semitas,
em sua forma mais antiga, não possuía vogais ou qualquer
escreve-se da direita para esquerda. A forma característica das
acentuação, mas, apenas consoantes em número de 22 e mais
letras do texto massorético é retangular daí, serem chamadas de
algumas variantes, como veremos mais adiante. O texto autógrafo
caracteres quadrados.
da TANAK foi escrito com esse caracteres. Mesmo o alfabeto
desenvolvido mais recentemente, o Ashurith (de assírio) no qual
11. Nomes do alfabeto: O alfabeto hebraico proto-massorético usado
foi feita a redação final da TaNaK, por acasião da construção do
na redação final da TaNaK se chama Ashurith (lê-se axurith), que
segundo templo, que possui uma formação quadrática, ainda
significa Assírio, porque os judeus o empregaram a partir do
mantém a escrita consonantal.
cativeiro, ou então pouco depois (segundo alguns data da
construção do segundo templo). Na versão para o grego
8. Letras vocálicas: A não existência das vogais no texto, não
(Septuaginta), o proto-massorético já compunha o texto do Antigo
constituiu um problema; principalmente enquanto o hebraico era
Testamento, pois, há nessa versão, erros oriundos da confusão de
língua falada. Os sons vocálicos eram transmitidos oralmente;
letras que são semelhantes somente nesses caracteres.
havemos ainda de considerar, a prodigiosa memória dos orientais.
Usavam-se, não obstante, as três consoantes, ‫ ה‬hê, indicando a 12. Hebraico moderno: Ao “ivri chadash”6 hebraico novo
classe das vogais “a” e, às vezes, “e”. ‫ י‬yôdh, indicando a classe (moderno), foram acrescidas as pontuações comuns como: ponto,
virgula, interrogação, etc. Também, foram acrescidos muitos
das vogais “e” e “i” e o ‫ ו‬vav, indicando a classe das vogais “o” e
vocábulos que não existiam nos dias antigos como por exemplo:
“u”. Essas letras usadas para representar certos sons vocálicos
avião, margarina, universidade, ônibus, etc.
foram denominadas de letras vocálicas ou MATRES LECTIONIS.
Alguns gramáticos incluem, também, o ‫’ א‬aleph entre as 13. Hebraico cursivo: Há, também, o chamado hebraico cursivo, o
consoantes vocálicas para indicar a classe das vogais “a” e “e”. O qual é usado de forma manuscrita pelos modernos judeus. Seus
‫‘ ע‬ayîn, parece também, atrair os sons “a” e “e”. caracteres, com alguma regularidade guardam alguma semelhança
com os caracteres usados no texto tipográfico.
9. Sinais massoréticos: Quando o hebraico entrou em declínio
como língua falada e os judeus perceberam o perigo de se perder a 5
O texto massorético é representado pela sigla TM. Tal texto é muito cofiável,
leitura exata dos sons vocálicos, inventaram os pequenos sinais pois, baseado no proto-massorético, possui poucos erros de redação. Tal texto não
extratextuais, que aparecem hoje, acima, e principalmente abaixo foi totalmente concluído, segundo alguns, senão no século IX d.C.
6
É a língua oficail do Reino de Israel.
Hebraico Instrumental 11 Hebraico Instrumental 12
14. Pronúncia: A forma de pronúncia dos signos e fonemas II-FORMAS E CORRESPONDENTES LATINOS
hebraicos obedecem, regularmente, às duas correntes mais
influentes, a Ashkenazita; ou a Sepharadita; de Sepharadi,
denominação que distingue as comunidades judaicas medievais da 1. No Livro de Gênesis capítulo um verso primeiro encontramos o
Península Ibérica e do norte da África, assim como seus vocábulo ~yhil{a/ - lê-se ’elohim. Neste vocábulo encontramos a
descendentes; os askenazis, que procedem das comunidades consoante ‫ֶף א‬ ‫’ אָל‬aleph, que é a primeira do alfabeto hebraico;
desenvolvidas na Europa setentrional, central e oriental. Os judeus essa letra não possui um correspondente latino, seu som é
sefaradins adquiriram fama por seus feitos intelectuais, por sua completamente aspirado, ou seja; não é pronunciada. A mesma
tradicional língua vernácula judeu-castelhana (o ladino) e por sua deve ser transliterada pela aspiração branda do grego ( ’ ) O som
fidelidade à tradição ritual babilônica. de ’αleph será o som da vogal que a pontuar.

15. Texto Massorético: O TM, é o texto mais utilizado hoje pelos 2. A expressão que inicia o livro de Gênesis é ‫שׁית‬
ִ ‫ ְבּ ֵרא‬bere’shith. A
estudiosos do AntigoTestamento; possui, como já vimos,
primeira consoante da expressão é o ‫ ֵבּית ב‬bêth ou beith, este
acentuação vocálica, lógica é tônica; sinais inseridos
posteriormente no texto consonantal; o proto-massorético. O caractere tem como seu correspondente latino o nosso B. Quando
melhor texto impresso hoje é o texto da Bíblia Hebraica o bêth recebe um ponto em seu interior denominado daghesh-
Sstuttgartensia. A Bíblia Sttutgartensia, além do texto lene, soa como o nosso B, quando não recebe o daghesh soa como
massorético, possui as chamadas massoras; essas massoras, um V. Com o ponto translitera-se b, sem o ponto bh.
dividem-se em três grupos: a massora mágna ou massora
guedolah, que fica no rodapé da Bíblia; a massorá parva ou 3. No verso 16 do cap. 1 de Gn. encontramos; o vocábulo ‫ גָדוֹל‬lê-se
massorá quetanah que fica ao lado do texto em sua margem gadhôl o primeiro caractere do vocábulo é o ‫ֶל ג‬ ‫ גִימ‬guimel, este
externa e, a a massorá finalis, escrita ao final de cada livro. As caractere tem o som do nosso G em ga, go, gu; nunca como gi ou
massoras podem servir de auxílio na exegese. ge como em giz ou geladeira. O guimel também pode receber o
daghesh-lene, nesse caso translitera-se por g, sem o ponto gh.
16. Códice Leningradenses: Ou códice de Liningrado (L), como é
também conhecido, é um aperfeiçoamento do texto massorético. 4. No verso 26 do cap. 1 de Gênesis encontramos a palavra ‫אָדָם‬
Os códices são diferentes dos rolos ou meghilas7. Esses códices ’Adham. O Segundo caractere da palavra é o ‫ ָד ֶלת‬daleth. Este tem
foram escritos em pergaminho, material mais resitente que o um som correspondente ao do nosso D, podendo, também, receber
papiro e eram encadernados em folhas ou tiras retangulares o daghesh o qual apenas reforça a sua pronúncia. Com o daghesh
formando livros. O códice de Leningrado é reconhecido como o é transliterado d, sem o daghesh dh.
melhor do Antigo Testamento até hoje conhecido, contendo o
texto Completo da TaNaK. A Bíblia Stuttgartensia8 foi escrita a 5. No verso 2 temos o vocábulo ‫תה‬ ָ ְ‫ ַהי‬hayethá. O primeiro caractere
partir do código L.
que aparece é o ‫ֵא ה‬ ‫ ה‬hê’, ele tem o som do H, levemente
aspirado no inicio de uma palavra, como por exemplo no inglês na
7
Palvavra hebraica para “rolo”.
palavra horse, no final de palavra é mudo. Transliter-se pelo H
8
Melhor texto, contendo massorás e aparato crítico. com um ponto abaixo.
Hebraico Instrumental 13 Hebraico Instrumental 14
6. No primeiro verso de Gênesis encontramos também as 13. No sexto verso do capítulo um aparece a expressão ‫מיִם‬
ַ ‫ ָל‬lamaim,
expressões: ‫ֶץ‬
‫ וְ ֵאת ָהאָר‬ve’eth ha’árets, aí encontramos a o segundo radical é o ‫מם‬ ֵ mên; ele corresponde ao nosso M e,
consoante ‫ וָו ו‬vav que representa-se pelo nosso V ou pelo W, também se translitera m. Essa consoante também tem uma forma
daí, alguns gramáticos, preferencialmente, usarem o w. final ‫ם‬, como no final da expressão apresentada.

7. Em Gênesis 2.11, encontramos a expressão ‫ַהזָּ ָהב‬ ha-záhabh. 14. Em Gênesis 1:24 aparece à expressão ‫נֶ ֶפשׁ‬ nephsh, o primeiro
Encontramos aí, a consoante ‫ זַיִן ז‬zaiyn; esta consoante soa como radical é o ‫ נוּן נ‬nûn que corresponde ao nosso N e, translitera-se
Z e translitera-se Z. n. No final de uma palavra muda a sua configuração para a
seguinte forma ‫ן‬.
8. Na expressão ‫ישׁי‬
ִ ‫ ָח ִמ‬chamiyshiy, a primeira consoante é o ‫ֵחית ח‬
hêth; soa como o J no espanhol hijo. É a mais forte e áspera das
15. Na expressão @s,Toåw: vathoseph, em Gênesis 4:2, o terceiro radical
guturais. Translitera-se usualmente por ch.
éo ‫ ָס ֶמְך ס‬samech, o qual soa como nosso S e, é transliterado
9. Temos em Gênesis 1:4 o vocábulo ‫ טוֹב‬tôv, a primeira consoante pelo c com um ponto abaixo, apenas para distingui-lo do ‫ שׂ‬sim,
é o ‫טית ט‬ ֵ têth ou teith que soa como um T enfático mais forte cujo som lhe é semelhante, porque soa mais brando do que
que o nosso T. Os judeus não confundem os sons, mas, para nós, aquele.
é difícil distinguí-los. O Têth se translitera por um † com um
ponto abaixo. 16. Em Gênesis 1:5, encontramos o vocábulo ‫‘ ֶערֶב‬erev. A primeira
consoante do vocábulo é ‫עיִן ע‬ ַ ‘ayin. Aplicam-se lhe as mesmas
10. No verso 4 aparece o verbo ‫ יָרָא‬- yara’, a primeira consoante é regras enumeras ao aleph, exceto quanto à sua representação
o ‫ יוֹד י‬yôdh, que soa como Y ou como o nosso I e, translitera-se gráfica ou transliteração, que no caso se faz pela aspiração áspera
i ou y, dependendo da forma como se coloca na palavra. do grego ( ‘ ).

11. Em Gênesis 1:21, aparece à partícula ‫ָכּל‬ - kôl, a primeira 17. Em Gênesis 1:29 nós encontramos o vocábulo ‫ְפּ ִרי‬ periy, o
consoante é o ‫כּף כּ‬ ַ kaph, possui uma forma final ‫ך‬. Essa primeiro radical é o ‫פּא פּ‬ ֵ pê. O pê recebendo o daghesh soa
consoante também recebe o daghesh; nesse caso, soa como K, e como o nosso P, sem o daghesh soa ph como na antiga
tanslitera-se k não recebendo o ponto soa de forma gutural e se nomenclatura, como por exemplo na palavra pharmácia, ou seja,
translitera kh . A forma final também soa de forma gutural e se como o nosso F. O pê final tem esta forma ‫ ף‬e soa, também,
translitera kh. como F. O pê com o ponto translitera-se p, sem o ponto ph. O pê
12. No primeiro verso aparece à palavra ~yhil{a/ ’elohim, o segundo final se translitera tal qual o pê sem o daghesh.
radical é o ‫מד ל‬
ֶ ‫ ָל‬lâmedh, que soa como o nosso L e, translitera-
se pelo l mesmo.
Hebraico Instrumental 15 Hebraico Instrumental 16

18. Em Isaías 6:3, aparece a expressão ‫ְצ ָבאוֹת‬ e


ts bha’ôth, que TÁBUA ALFABÉTICA
Impresso Cursivo Final Som Nome Número Significado
começa com o caractere ‫צדֵי צ‬ ָ çadê ou tsadhê, a sua
correspondência se faz pelo Ç ou Ts. Desta forma o escrevemos ‫א‬ ’ ’ Aleph 1 boi

ao fim de palavra ‫ץ‬. Transliter-se preferencialmente ts. ‫בבּ‬ AA b,v Beth 2 casa
‫גגּ‬ b g Guimel 3 camelo
19. Em Isaías cap. 6 encontramos o vocábulo ‫ָקדוֹשׁ‬ qadhôsh, a
‫דדּ‬ cC d Daleth 4 porta
primeira consoante é o ‫ קוֹף ק‬qôph e corresponde ao nosso Q ou
‫ה‬ d h Hê 5 janela
ao C. Preferencialmente transliterar-se pelo q.
‫ו‬ e v Vav 6 gancho
20. Em Êxodo 33:12 na expressão rm,aYOðw: vai’omer, o último ‫ז‬ f z Zaiyn 7 podão
caractere é o ‫ֵישׁ ר‬ ‫ ר‬rêsh ou reish, este corresponde ao nosso R ‫ח‬ g ch Hêth 8 cerca
e, portanto, pelo r se translitera .
‫ט‬ h t Têth 9 cobra (?)
‫ ָקדוֹשׁ‬também aparece o ‫ ִשׁין שׁ‬shîn, essa consoante
21. Na palavra, ‫י‬ i y, i Yôdh 10 mão
soa como Sh. A sua variante é o ‫שׂין שׂ‬
ִ , sîn, este soa como nosso ‫ככּ‬ kk j k, kh Kaph 20 palma da mão
S. Transliteram-se respectivamente: sîn = s e o shîn= sh.
‫ל‬ l l Lamedh 30 aguilhão

22. ‫רתוֹ‬
ָ ‫ וּ ְבתוֹ‬- uvethoratho é a expressão que aparece no Salmo 1º ‫מ‬ n ‫ם‬m m Mêm 40 água
verso 2 o terceiro radical é o ‫תּו ת‬ ָ tav ou tau o qual. Quando ‫נ‬ p ‫ ן‬o n Nûm 50 peixe
pontuado soa como nosso como o nosso T e se translitera t, sem ‫ס‬ q s Samek 60 esteio
o daghesh-lene translitera-se th e soa mais fraco.
‫ע‬ r ‘ Ayin 70 olho
‫פפּ‬ tt ‫ף‬u p,f Pê 80 boca
‫צ‬ v ‫ ץ‬s ts Tsadê 90 anzol (?)
‫ק‬ w q Qôph 100 fundo de agulha
‫ר‬ x r, rr Rêsh 200 cabeça
‫שׂ‬ U s Sîn 300 dente

‫שׁ‬ W sh Shîn 300 dente

‫תתּ‬ z Y t Tav 400 cruz


Hebraico Instrumental 17 Hebraico Instrumental 18
RECAPITULANDO e, translitera-se Ph; o ‫ת‬, soa como o θ Theta ou como Th no
inglês Think. Translitera-se Th.
‫אבגדהוזחטיכלמנסעפצקרשׂשׁת‬ a)
a) Observações ao alfabeto: Como havíamos dito, o alfabeto
hebraico é composto de 22 consoantes, pois o sîn e o shîn, são
Sofites 9 ou finais ‫םןףץך‬ contados como uma só consoante. As finais são contadas com
suas correspondentes. Cada uma consoante deve sempre ser
Mudas ou aspiradas ‫אע‬ escrita separadamente. Não há formas maiúsculas ou
De acordo com o órgão de articulação minúsculas.
a) Guturais ‫אעהחר‬ b) Façamos algumas distinções, para que não haja confusão
b) Palatais ‫יגכק‬ entre consoantes que são semelhantes em seus aspectos como:
grafia, pronúncia ou valor consonantal.
c) Linguais ‫לנדטרת‬
LETRAS PARECIDAS
d) Dentais ou sibilantes ‫זשׁשׂצ‬
‫בּ‬ b ‫כּ‬ k ‫פּ‬ p
e) Labiais ‫ומ בפ‬
‫ב‬ v ‫כ‬ ch ‫פ‬ f
NOTAS ‫ג‬ g ‫נ‬ n ‫ז‬ z

1. O rêsh ‫ר‬, dependendo de sua posição na palavra, pode soar de


‫ד‬ d ‫ר‬ r ‫ך‬ kaph final, ch
forma gutural ou lingual. ‫ח‬ ch ‫ה‬ h ‫ת‬ th

2. O grupo BheGhaDhKhPhaTh: Assim são denominadas o grupo


‫נ‬ n ‫ז‬ z ‫ן‬ n

que comprende as seguintes consoantes: ‫ ב ג ד כ פ ת‬Estas ‫ט‬ t ‫מ‬ m ‫ ס‬s ‫ ם‬mêm (final) m
consoantes quando recebem um ponto no seu interior (daghesh-
lene), soam de forma dura como segue: ‫ = בּ‬B, ‫ = גּ‬G, ‫ = דּ‬D, ‫= כּ‬
‫ע‬ ‘ ‫צ‬ ts ‫ץ‬ tsadê (final) ts

K, ‫ = פּ‬P, ‫ = תּ‬T. Quando não recebem ponto essas consoantes ‫ע‬ ‘ayin, muda ‘ ‫’א‬ ’aleph, muda

soam como segue: ‫ = ב‬V, translitera-se Bh; ‫ = ג‬G, translitera-se


Gh; o ‫ = ד‬D, translitera-se Dh; o ‫ = כ‬K, translitera-se Kh e ou
Ch; o ‫ = פ‬F, soa como o Φ Phi grego ou mesmo, como o nosso F

9
Uma maneira de se denominar as formas fianais de algumas letras.
Hebraico Instrumental 19 Hebraico Instrumental 20
CONSOANTES COM FORMA FINAL c) Escreva em Hebraico:
k, kh ‫כּ‬ kaph final ‫ך‬ KH LMCH DRV
m ‫מ‬ mêm final ‫ם‬ HYH YD YLDH
n ‫נ‬ nûn final ‫ן‬ TSD YSHV LKH
MDH KWM RYH
p, f ‫פּ‬ pê final ‫ף‬ SWS SHM YKL
ts ‫צ‬ tsadê final ‫ץ‬ YHWH MSHH HRM
MTSRYM DM DNYL
TAREFA

a) Observe o texto e procure reconhecer as consoantes: d) Translitere os vocábulos:

‫בּראשׁית בּרא אלהים את השׁמים ואת הארץ‬ ‫מים‬ ‫בּני‬ ‫את‬ ‫מועדּים‬ ‫בּין‬ ‫שׁמים‬ ‫לילה‬
‫והארץ היתה תהו ובהו וחשׁך על פּני תהום ורוח אלהים‬
‫גּדול‬ ‫מורה‬ ‫אלי‬ ‫מאורות‬ ‫אמר‬ ‫אלהים‬ ‫יהי‬
‫מרחפת על פּני המים ויאמר אלהים יהי אור ויהי אור‬
b) Escreva o alfabeto hebraico com suas variantes e sofites: ‫טוב‬ ‫אל‬ ‫שׁלה‬ ‫הלילה‬ ‫האור‬ ‫ואת‬ ‫כּוכבים‬

‫יוסף‬ ‫שׁם‬ ‫ובּין‬ ‫מאור‬ ‫חשׁך‬ ‫האור‬ ‫ויאמר‬

‫ארץ‬ ‫כּן‬ ‫משׁל‬ ‫סוסי‬ ‫פּני‬ ‫בּרקיע המשׁיה‬


Hebraico Instrumental 21 Hebraico Instrumental 22
III - SINAIS MASSORÉTICOS Observação: As vogais longas ou breves representam a fusão de
sons primitivos ou nuances graus desses três sons fundamentais.
Alguns gramáticos também consideram como vogal a formação ‫אי‬ֵ,
1. Origem dos sons vocálicos: Os sons vocálicos se originam nos por isso foi incluída; lê-se: ê pela pronúncia mais usada, a
três sons primários A, I, U, como noutras línguas. Os sons ê e ô sepharadita; ei é pronúncia asquenazita.
resultam da combinação dos sons vocálicos puros. Da contração do
ditongo ai se origina o som vocálico ê, da contração do ditongo au 3. CLASSIFICAÇÃO:
se origina o som vocálico ô; de acordo com o conhecido triângulo
das vogais abaixo, comum a outros idiomas.
a) Breves puras: ‫אַ‬, ‫א‬ ֶ , ‫ ִא‬, ‫ אָ‬, ‫ ֻא‬que também representam-se
A por: á, é, í, ó, ú. Cujos respectivos nomes são: pathah, seghol,
ai = ê au = ô híreq-qaton, qamats-qaton e quibuts.

b) Longas por natureza, puras: ‫ אָ‬, ‫א‬ֵ , ‫ ֵאי‬, ‫ ִאי‬, ‫ אוֹ‬, ‫ אוּ‬que
I U também representaremos por: â, ê, î, ô, û. Respectivamente
chamam-se: qamats-gadhôl, çerê, çerê-gadhôl, híreq-gadhôl,
2. Formas das Vogais
hôlam-vav e shureq.
vogal Formas Nomes Representação Pronúncia
A breve ‫אַ‬ patah a em - pá c) As tônicas longas: vogais que tornaram-se longas por sua
A longo ‫אָ‬ qamets-gadhôl â em - cal (?) relação com a sílaba tônica; são apenas três: ‫ אָ‬, ‫א‬
ֵ , ao e se
representam também assim: a, e, o, respectivamente: qamats-
O breve ‫אָ‬ qamets-hatûph o em - pó
gadhôl, çerê e hôlam.
E longo ‫ֵא‬ tsrê ê em - ver ou vê
d) Semivogais: também chamadas, vogais esvaídas. A distância
E breve ‫ֶא‬ seghôl é em - pé
da sílaba tônica reduz as vogais alongadas a sheva simples. O
E longo ‫ֵאי‬ tsrê-gadhôl ê em - você sheva quando ocorre no início de uma sílaba geralmente é
pronunciado como uma meia vogal assim se representa o
I longo ‫ִאי‬ hireq-gadhôl î em - vi, rio, tio
I breve ‫ִא‬ hireq-qatôn í em - fino , riu ְ ֳ ֲ ֱ
sheva simples: e/ composto ou hatêph, assim: o/ a/ e/
respectivamente: hatêph-qamats, hatêph-pathah e hatêph-
O longo ‫אוֹ‬ hôlam-vav ô em - pôs
seghol.
O breve ao hôlam o em - cousa
U longo ‫אוּ‬ shurek û em - lua, tua
U breve ‫ֻא‬ quibûts ú em - susto
Hebraico Instrumental 23 Hebraico Instrumental 24
TAREFA d) Leia as frases e faça a sua transliteração:

a) Translitere as expressões sem vogais:


`‫טוֹ ִבים ַהסוּ ִסים ָההֶם‬
‫אדניך‬ ‫אלהינו‬ ‫אור‬ `‫ַה ַבּיִת ַה ִהיא גְּדוֹ ָלה ְמוֹאד‬
‫חדשׁ‬ ‫כּתבתּני‬ ‫שׁיר‬ `#r<a'h' taew> ~yIm;V'h; tae ~yhil{a/ ar"B' tyviarEB.
‫סוסים‬ ‫שׁלושׁים‬ ‫שׁוב‬ `‫טוֹ ָבה וְשׂכֶל ַהיְָּל ָדה ַה ִהיא‬
‫טבת‬ ‫זקן‬ ‫קום‬ `‫ַעם גָּדוֹל וְ ָר ִבּים הוֹ ֵלְך ַבּאוֹר יְהוָה‬
‫גדול‬ ‫יוסף‬ ‫גאלים‬ `‫ֶאצֶל ַה ַבּיִת ֵעץ גָּדוֹל‬
‫אנכי‬ ‫שׂים‬ ‫ארץ‬ `‫ֲאנִי אוֹ ֵהב ִא ִמּי‬
b) Passar para o hebraico:

beth Elohîym gadhôl Adonay môth

shabath davar lamdh susim ahabh

shalôm Badal qolim banôth mashal

c) Translitere as expressões com vogais:

‫ָדּם‬ ‫ַשׂר‬ ‫ֵאל‬ ~Ay ‫ם‬‫ָשׁל‬


‫ֵלב‬ ‫ִעם‬ ‫ֵאם‬ ‫קוֹל‬ ‫ְבּ ִרית‬
‫ֵאת‬ ‫סּוּס‬ ‫ַהר‬ ‫יַד‬ ~yhi_l{a/
‫ֵשׁם‬ ‫ָכּל‬ ‫ֶפּה‬ ‫יָם‬ ‫אָד‬
‫ָהיָה‬ ‫נָ ָתן‬ ‫ֵבּן‬ ‫ָדּג‬ ‫ָל ַמד‬
Hebraico Instrumental 25 Hebraico Instrumental 26

IV -FORMAÇÃO E DIVISÃO DA SÍLABA 5. Conclusivamente: quanto à classificação do número de sílabas os


gramáticos concordam que a palavra terá tantas sílabas quanto o
número de vogais plenas; Exemplo: ‫ גָדוֹל‬dissílabo, ‫טוֹב‬
2. O que delimita a sílaba: Os gramáticos com unanimidade têm
asseverado que o que define formação das sílabas são as vogais monossílabo ‫ֶמ ְל ַק ַחיִם‬ polissílabo, ~yhi_l{a/ dissílabo, ‫ָשׁ ַמיִם‬
plenas que as acompanham. É também quase unânime, a idéia de trissílabo.
que as palavras hebraicas de forma generalizada procedem de
raízes triliterais, ou seja; constavam originalmente, de três 6. Sílaba aberta: Termina numa vogal; exemplo: ‫ בּוֹ‬ou ‫ לוֹ‬é sempre
consoantes em sua raiz. longa a não ser quando acentuada e se for acentuada pode ser curta.

3. Prefixos e sufixos: Como em outros idiomas as raízes podem ser 7. Sílaba fechada: termina com uma consoante; como nos exemplo:
acrescidas de prefixos, sufixos, preposições, etc... Tais afixos dão a ‫ ַעם‬, ‫ ַבּת‬ou ‫אַד‬.
aparente idéia de uma raiz com muitas consoantes, contudo,
isolando-se os radicais de termos analisados, chega-se à conclusão,
8. Regras de pronúncia:
na maioria das vezes, de que originariamente, procedem de uma
raiz triliteral.
a) O sheva vocálico é acentuado e tem uma pronúncia curta;
4. Raiz das palavras: Existem palavras de origem quadriliteral, exemplo: ‫תּ‬
ְ ‫ ַט ְל‬-‫ ַק‬- qatalte.
qüinqüiliteral, como também raízes biliterais. As raízes que são
aparentemente maiores, conclusivamente, são resultado de alguma b) Se os hatephs-sheva estiverem debaixo da letra inicial não serão
letra fraca ou de letra semelhante que teria aduzido à palavra ou de aspirados; exemplo: ‫שׁר‬ֶ ‫ ’ – ֲא‬asher.
fusão de duas raízes numa só como neste exemplo: ‫ע‬ ַ ‫ְצ ַפ ְר ֵד‬
c) Se há dois shevas, o que está no final da sílaba será mudo o que
tsephardhea‘ - rã, que provêm de ‫פר‬ ַ ‫ ָצ‬tsaphar - saltar e ‫( ָר ֵדע‬do
árabe, pântano, charco). Há outras que não se explicam desta inicia a sílaba será vocálico; exemplo: ‫טלוּ‬ ְ -‫ נִ ְק‬- niqtelu. Se o
forma, mas, geralmente, são de origem estrangeira ou dialetal e sheva ocorre onde tem dagesh forte será pronunciado; exemplo:
pertencem à época mais recente da língua; exemplo: ‫דס‬ ֵ ‫ ָפּ ְר‬pardhes ‫ ְטּלוּ‬-‫ ִק‬- quιtelu.
- jardim, paraíso, (palavra persa). Há, ainda, certos pronomes e
interjeições de origem mui primitiva que nunca atingiram a forma d) Se há dois segôl em sucessão, a tônica recairá sempre sobre o
da raiz modelo triliteral semita e seguem leis de inflexão arbitrárias primeiro segôl; exemplo: ‫רץ‬ ֶ ‫ ֶא‬, ‫ ֶע ֶבד‬, ‫ – ֶכּ ֶסף‬érets, ébhedh,
e peculiares. A maioria absoluta das partículas, porém, derivam-se késeph.
de nomes que se abreviaram. Tais partículas têm origem
desconhecida. e) Quanto à acentuação hebraica, via de regra, a preferência da
tônica será sempre a última sílaba da palavra.
Hebraico Instrumental 27 Hebraico Instrumental 28

f) Quando uma palavra terminar com a consoante ‫ ה‬, esse hê TAREFA


arrastará a tônica para a sílaba final. Geralmente as palavras a) Translitere e separe as sílabas:
terminadas em hê são femininas.

g) Quando um grupo de palavras estiver ligado pelo traço de união ‫ָחשְׁך׃‬


ֶ ‫ר וּבֵּין ה‬‫בֵּין הָא‬ ~yhil{a/ ‫ב וַיְַּב ֵדּל‬‫ט‬-‫ר ִכּי‬‫~ ֶאת הַא‬yhil{a/ ‫וַיַּרְא‬
(maqqeph), a sílaba tônica sempre recairá sobre a última palavra;
exemplo: ‫רץ‬
ֵ ‫ וְ ֶאת־ ָכּל־ ַהאָ‬veet-kol-ha‘rêts. ‫ם ֶאחָד׃‬‫י‬ rq,B-o ‫ַחשְׁך ָקרָא ַליְלָה וַיְ ִהי ֶערֶב וַיְהִי‬
ֶ ‫ם וְל‬‫ר י‬‫~ לָא‬yhil{a/ ‫וַיּ ְקרָא‬

h) Quando o texto for acentuado, via de regra, todos os acentos


recairão sobre a silaba tônica. Não existe acento que indique
b) Escreva em hebraico:
atonicidade.

i) A palavra pode receber, no texto acentuado, mais de um acento, vayaar ’elohîm torah tov
nesse caso, um recairá sobre a sílaba tônica; o outro terá função meodh vayehî ‘erebh boquer
distinta; podendo indicar a pausa ou a música do texto, etc.
yiom hashishi gadôl ’adam
j) Uma palavra que se encontra na pausa sempre receberá um
acento, o qual recairá sobre a sua sílaba tônica e, marcará o fim
de um período lógico. c) Separe as sílabas e classifique quanto ao números de sílabas:

k) Além daqueles que são vulgarmente chamados de vogais, há ‫ישׁי‬


ִ ‫ְשׁ ִל‬ ‫ֶארֶץ‬
muitos outros acentos. Tais acentos têm valor diferenciado na
prosa e na poesia. Os acentos principais são chamados domini
‫אשׁית‬
ִ ‫ְבּ ֵר‬ ‫אַ ָד ָמה‬
(senhor) os egundários são chamados servi (servo). daom. ‫אָ ַכ ֵלְך‬
‫שׁוֹ ֵמ ִרים‬ ‫ְשׁ ַמ ְר ֶתּם‬
NOTA: Não é necessário o conhecimento de todos os acentos
para o domínio do idoma hebreu, contudo, há alguns que podem ‫ְמ ַשׁ ְל ֶתּן‬ ‫ֱע ִלי ֶעזֶר‬
contribuir para facilitar a leitura e a métrica do texto. Mais tarde ‫ִשׂ ְמ ָחה‬ ‫ֲעזַ ְב ָתּנִי‬
trataremos dos principais acentos, os quais têm alguma importância, ‫יוֹ ֵסף‬ ‫ְק ָטנִים‬
no que se refere à facilitação da leitura, da métrica do texto e da
exegese bíblica. ‫ִמ ְצ ַריִם‬ ‫ֻשׁ ְל ָחן‬
‫ָשׁ ַמ ְר ָתּנִי‬ vd<xo
‫אָבוֹ ֵתינוּ‬ ‫ִשׂ ְמ ָלה‬
yn"doa] ‫ָכּ ַת ְבנוּ‬
Hebraico Instrumental 29 Hebraico Instrumental 30
V- VAV CONJUNTIVO NOTA: Antes da palavra Deus ~yhil{a/ o ‫ א‬silencia e a vogal do
vav, que seria seghôl alonga-se para tserê assim: ~yhil{awE e Deus.
A conjunção copulativa e se expressa por um vav (‫ )ו‬que se liga
como um prefixo inseparável à palavra que o segue. O vav Antes do tetragrama ‫ יְהוָה‬, escreve-se como se estivesse antes de
conjuntivo; como é denominado, geralmente se traduz e, mas, pode yn"doa] ficando portanto hw"hyw:, e se lê assim: va- Adonay e se traduz e
receber outras traduções como: portanto, por isso, então, mas, etc. Senhor.
1. A pontuação comum do vav conjuntivo é o sheva ְ‫ ו‬Pensa-se que
RECAPITULANDO
sua vogal original foi um qamats ָ‫ ו‬que se reduziu, devido à distância
da sílaba tônica.
ְ‫ו‬ Forma básica
2. Devido às alterações determinadas pela fonética, o ‫ו‬ conjuntivo
ָ‫ו‬ Antes da sílaba tônica
pode receber as seguintes pontuações:
ַ‫ ו‬, ָ‫ו‬, ֶ‫ו‬ Antes dos respectivos hatephs
ְ‫ו‬ Que é a pontuação comum; exemplo: ‫ וְ ָשׁ ַמיִם‬e céus. Antes de - ‫ פ‬, ‫ מ‬, ‫ ב‬e palavras iniciadas com
‫וּ‬ sheva vocálico
Antes de sílaba tônica; exemplo: ‫ֶף‬
‫ וֶָכּס‬- e prata, alongado, neste
Antes de palavra iniciada o por yôdh com sheva
caso para qamets-gadôl, por se achar na pré-tônica aberta. Esta ִ‫ו‬ vocálico
ָ‫ו‬ regra é tão forte que suplanta, às vezes, a saber, a regra geral,
ֵ‫ו‬ Antes de ~yhil{a,>
mesmo antes de labiais; exemplo: ‫לְך‬ֶ ‫ וָ ֶמ‬e rei, em certos casos de
comparação, Whbow" Whto Sem forma e vazia.
Antes de ‫ יְהוָה‬, recebendo a vogal do hateph de
Antes dos sheva compostos, hateph-patha, hateph-qamats e ַ‫ו‬
ָ‫ו‬ hateph-soghôl (que ocorre em palavras começadas por gutural),
yn"doa]
ַ‫ ו‬o ‫ו‬, toma a vogal breve correspondente ao hateph, a, e, e o; TAREFA
ֶ‫ ו‬exemplo: ‫ וַ ֲאנִי‬e eu,‫ וֶ ֱא ֶמת‬- e verdade de, ‫ וָ ֳח ִלי‬- e doença.
a) Acrescente o vav conjuntivo:
Antes das labiais: ‫פ‬, ‫מ‬, ‫ ב‬também, antes de palavras começadas
por consoantes com sheva vocálico, torna-se ‫ וּ‬provavelmente,
‫וּ‬ ‫ַל ֵבּשׁ ָד ָרשׁ שׁוֹ ֵמר‬ ‫~ סוּס‬yhil{a/ ‫טוֹב‬ ‫ִעיר‬
por eufonia; exemplos: ‫בּן‬ ֵ ‫ וּ‬e filho, ‫ וּ ֵמאַיִן‬e donde, ‫ וּ ָפּנִים‬e rosto;
‫ וּ ְד ָב ִרים‬e palavras, ‫ וּגְּדוֹ ָלה‬e grade (f).
‫גְּדוֹ ָלה ְבּנוֹנִי ָכּ ַתבְנוּ‬ ‫ֱא ִלי ֶעזֵר ָפּנִים ֲא ֶשׁר‬ ‫נָ ִביא‬
Se a palavra começar por ‫ י‬com sheva vocálico, o yôd silencia e o
‫ִמ ְשׁנָה ֲא ִרי ָכּ ַתב‬ ‫קוֹל ָצ ְל ָמוֶת ֶהרֶב‬ ‫זָהָב‬
ִ‫ו ו‬ recebe o hîreq, exemplos: ‫וִיהוּ ָדה‬ e Judá, ‫וִירוּ ָשׁ ַליִם‬ e
‫ְר ָשׁ ִעים ָליְָלה ֲאנִי‬ ‫ֲאזְנַיִם ָבּ ָדל ָע ְבּדוֹן‬ ‫ְבּ ִרית‬
Jerusalém.
Hebraico Instrumental 31 Hebraico Instrumental 32
b) Traduza as expressões: VOCABULÁRIO
‫משׁה‬
ֶ Moisés ‫אָבוֹת‬ pais ‫אַ ְב ָרהָם‬ Abraão
:hmolv
{ W.‫ נָתָן‬:‫וּמשׁה‬
ֶ ‫ יוֹ ֵסף‬:‫ אָח אָחוֹת וּ ַבּת‬:‫ ִאישׁ וְ ִא ָשׁה‬:‫אָב וָ ֵאם‬ ‫ֶלהֶם‬ pão ‫ֵאם‬ mãe ‫ֱא ִלי ֶעזֶר‬ Eliézer
‫אָב‬ pai ‫אָח‬ irmão ‫יוֹ ֵסף‬ José
:‫ יָיִן וֶָלהֶם‬:‫ מוֹרֶה וְ ַתּ ְל ִמיד‬:‫משׁה וּ ִפינְחָס‬
ֶ :bqo[]yw:> ‫אָ ְב ָרהָם וְיִ ְצ ָחק‬ ‫יַיִן‬ vinho ‫אָחוֹת‬ irmã ‫יְהוּ ָדה‬ Judá
‫ַבּת‬ filha ‫ֵבּן‬ filho ‫ִשׁה‬ָ‫א‬ mulher
bqo[]y:: ‫ ֶכּ ֶלב וְגָמָל‬:‫ גָּמָל וֶָכּ ֶלב‬:‫ ֲחמוֹר וַ ֲא ִרי‬:bdow" ‫ ֶכּלֶב‬:‫ֵאם וּ ֵבּן‬ ‫ִאישׁ‬ homem hOlmoov. Salomão ‫מוֹ ֶרה‬ professor
‫ֲא ִרי‬ leão ‫ֶכּלֶב‬ cão bdo urso
:~yhilawE
{ ‫ ֲאדוֹן‬:‫ ַרע וָ ֳח ִלי‬:‫ סוּס וַ ֲחמוֹר‬:‫ יִ ְשׁ ָר ֵאל וִיהוּדָה‬:‫וֶ ֱא ִלי ֶעזֶר‬ ‫סוּס‬ cavalo ‫גָּמָל‬ camelo ‫ַתּ ְל ִמיד‬ aluno
‫ֲחמוֹר‬ burro ‫יִ ְשׂ ָר ֵאל‬ Israel ‫פִינְחָס‬ Finéias
bqo[]y: Jacó ‫יְרוּ ָשׁ ַליִם‬ Jerusalém ~yhila{/ Deus
c) Passe para o hebraico:

Professor e aluno.
Aluno e professor.
Homem e mulher.
Mulher e homem.
Urso e leão.
Pai e filho.
Leão e urso.
Pai e filho.
Filho e pai.
Cavalo e burro.
Burro e cavalo.
Filho e filha.
Irmão e irmã.
Judá e Jacó.
Jacó e Judá.
Cão e urso..
Camelo e urso
Jacó e Samuel são filhos de José.
Ana e Yoshabel são irmãs.
Hebraico Instrumental 33 Hebraico Instrumental 34
VI- O ARTIGO DEFINIDO 3. Algumas palavras quando recebem o artigo sofrem alterações na
vogal da primeira sílaba. As mais freqüentes são as seguintes:

1. Forma básica: em sua forma básica atual, é ‫ה‬ ַ , pontuado com ‫ֶא ֶרץ‬ terra ‫ָהאָ ֶרץ‬ A terra ‫ַה ָפּר‬ O touro
patah e, leva o daghesh lene para a primeira letra da palavra se
ela for uma consoante comum. A sua forma é invariável em
‫ַהר‬ montanha ‫ָה ָהר‬ A montanha ‫ֶה ָחג‬ A festa
gênero e número e aparece sempre prefixado à palavra que ‫ַעם‬ povo ‫ָה ָעם‬ O povo ‫ָהאָרוֹן‬ A arca
precede. Sua forma básica sofre modificações na vogal para ‫גַּן‬ jardim ‫ַהגָּן‬ O jardim ‫ַפּר‬ touro
compensar a impossibilidade de geminação das guturais.
‫ַחג‬ festa ‫ֲארוֹן‬ Arca
2. Variações na forma: de acordo com a consoante que o
acompanha o artigo recebe as seguintes pontuações: NOTA: O ‫ ר‬rêsh, embora não seja definitivamente gutural, não
aceita o daghesh. O artigo funciona como pronome demonstrativo e,
Antes de consoantes fortes, levando o daghesh à letra seguinte;
‫ַהּ‬ deixou vestígios deste uso em certos casos, como: ‫היּוֹם‬
ַ - “o dia”,
exemplos: ‫מיִם‬
ַ ‫ – ַה ָשּׁ‬Os céus, ‫ – ַה ָדּ ָבר‬A palavra.
este dia; hoje, ‫לה‬
ְָ‫ ַה ָלּי‬- “a noite” ou, esta noite. O artigo indefinido
Antes de ‫ ה‬e ‫ח‬, em que a vogal não se alonga, considera-se por não existe. A idéia do indefinido expressa-se pela ausência do artigo;
‫ַה‬ isso o daghesh implícito; exemplo: ‫ ַה ֵהי ַכּל‬- O sábio vd<xoh; - exemplo: ‫ יוֹם‬- um dia. A idéia de indefinido, também se expressa
O mês. pelo numeral ‫ – ֶא ַחד‬um, ou ainda pelas palavras: ‫ ִאישׁ‬- homem, ou
Antes de ‫א‬e‫ר‬ universalmente e de ‫ ע‬geralmente; exemplo: ‫ – ִא ָשׁה‬mulher, que são usadas antes de substantivos; exemplos: ‫ִאישׁ‬
‫ ָה ִאישׁ‬- O homem, ‫ ָה ִא ָשׁה‬- A mulher, ‫ ָה ָר ִקי ַע‬- O firmamento, ‫ – נָ ִביא‬Um profeta, ‫ – ִא ָשׁה נְ ִביאָה‬Uma profetisa.
‫ – ָה ִעיר‬A cidade. Idem antes de ‫ ה‬, ‫ ח‬e ‫( ע‬com qamats
‫ ָה‬tônicos); como nosexemplos: ‫ – ָההָר‬A montanha ou O monte,
RECAPITULANDO
‫ ָה ָעם‬- O povo ou A nação.
Antes de ‫ ה‬, ‫ ח‬e ‫( ע‬com qamats, porém, átonos); exemplo:
‫ – ֶה ָה ִרים ֶה‬As montanhas, ‫ – ֶה ָעמָל‬A doença ou O mal. ‫ַה‬ Forma básica – levando o dagesh para consoante que o segue

‫ה‬
‫ַה‬ Antes de ‫ ה‬e
‫ ח‬considera-se o daghesh implícito.
Antes de yôdh com shevá simples artigo ( ְ‫) י‬, o artigo
Antes de ‫ י‬ou ‫ מ‬com sheva simples.
normalmente será escrito ‫ה‬ ַ mas, sem o dagesh. O mesmo
‫ַה‬ ocorre (raro) algumas vezes com vocábulos iniciados com mêm ‫ ָה‬antes ‫ א‬e ‫ ר‬e geralmente antes de ‫ע‬
com shevá simples (‫מ‬ְ ); exemplos: ‫ – ַהיְָל ִדים‬os meninos, ‫ַהיְ ָמנִי‬ ‫ ָה‬Antes de ‫ ה‬, ‫ ח‬e ‫ ע‬com qamats tônico
- a direita, ‫מה‬
ָ ִ‫ – ַה ְמז‬o propósito, ou desígnio ‫ ֶה‬Antes de ‫ ה‬, ‫ ח‬e ‫ ע‬com qamats átono
Hebraico Instrumental 35 Hebraico Instrumental 36

VOCABULÁRIO c) Passe para o hebraico:


‫ָה ֶארֶץ‬ A terra ‫ַהר‬ montanha ‫ִעיר‬ cidade
O pai e o filho.
‫ֶארֶץ‬ f. terra ‫ָשׁ ַמיִם‬ céus (só plural) ‫ֶחרֶב‬ f. espada
‫ַמיִם‬ águas (plural) ‫ָה ִרים‬ montanhas ‫יוֹם‬ Dia
O sábio e a doença.
‫ָר ִקי ַע‬ firmamento ‫ֳח ִלי‬ doença ‫ָחכָם‬ sábio
‫יַיִן‬ vinho bdo urso ‫ֶק ֶשׁת‬ f. arco
O leão e o burro. Terra e água.
‫ָההָר‬ A montanha ‫ָעמָל‬ mal, sofrimento ‫ָליְָלה‬ noite

O cavalo e o camelo.
TAREFA

a) Escreva as palavras acrescentando o artigo: As montanhas e a cidade.

‫ִמ ְד ָבּר‬ ‫ַבּיִת‬ ‫ִאישׁ‬ A espada e o homem.


‫ֶה ֶרב‬ ‫ַעם‬ ‫רוּ ַח‬
‫ֶמ ֶלְך‬ ‫ִא ָשּׁה‬ ‫ָה ִרים‬ A montanha e o céu.
‫ֵעת‬ ‫ְבּ ִרית‬ varo
‫ֶכּ ֶלב‬ ‫ַחג‬ ‫ֵהי ָכל‬ O firmamento.

b) Leia e Traduza as frases: O irmão e a irmã.

:‫ ֶה ֳח ִלי וֶ ָעמָל‬:‫ ַהגָּ ָמל וְ ַה ֶכּלֶב‬:‫ ַה ָשּׁ ַמיִם וְ ָהאָרֶץ‬:‫ַה ַמּיִם וְ ַהיִּיִן‬ O camelo e o burro.

‫ ַה ֶחרֶב וְ ַה ֶקּ ֶשׁת‬:bdoָ‫ ָה ֲא ִרי ו‬:‫ָהאָב וָ ֵאם‬ Os céus e a terra.

:‫ ֶה ָה ִרים וְ ַה ַמּיִם‬:‫ָהעִיר וְ ָההָר‬ A mãe, o pais e os irmãos.

:‫ יוֹם וְָליְָלה‬:‫ ָה ִאישׁ ַה ָחכָם‬:‫ָר ִקי ַע וַ ָשּׁ ַמיִם‬


Hebraico Instrumental 37 Hebraico Instrumental 38
VII- O ADJETIVO 6. Gênero e número do adjetivo: Pode-se empregar o adjetivo
como qualificativo, ou mero modificador do substantivo, ou como
completivo (predicativo). Concorda em gênero e número com o
1. Modificações sofridas pelo adjetivo: o adjetivo sofre substantivo que modifica ou de que é predicativo. Não há no
modificações na sua vocalização e estrutura quando lhe são hebraico muitos adjetivos. As formas do masculino singular mais
acrescentadas às terminações de gênero e número. Tais freqüentes são as seguintes:
modificações são conseqüência de a forma masculina ser
monossilábica ou bissilábica. Veremos a seguir as modificações !joq' pequeno ‫טוֹב‬ ou bj' bom ‫זָ ֵקן‬ velho (só para pessoas)
que sofrem os adjetivos. Acrescentando outros menos freqüentes
‫ַעז‬ forte ‫גָּדוֹל‬ ou ldoG" grande ‫ָקרוֹב‬ próximo, perto
à lista já apresentada.
‫ָח ָדשׁ‬ novo ‫ָקדוֹשׁ‬ ou vd<qosanto ‫ָק ֶשׁה‬ duro, difícil, teimoso
2. Como qualificativo o adjetivo: vem DEPOIS do substantivo. Se ‫ָחזָק‬ forte ‫ַהי‬ vivo ‫ָרחוֹק‬ distante, longe
este estiver definido, o adjetivo levará o artigo, Exemplo: ‫עם‬
ַ sábio quente numeroso, poderoso
‫ָח ָכם‬ ‫ָחם‬ ‫ַעצוּם‬
‫ גָדוֹל‬- Um grande povo, ‫ ָה ָעם ַהגָּדוֹל‬- O grande povo. ‫ָח ִסיד‬ piedoso ‫ַמר‬ amargo ‫ָתּ ִמים‬ perfeito, integro

‫ָמתוֹק‬ doce ‫ַרע‬ ruim, mau ‫ָרם‬ alto, elevado, exaltado


3. O substantivo: pode ser definido pelo artigo, pelo construto, ou
por um sufixo pronominal. ‫ַצ ִדּיק‬ justo ‫יָ ָשׁר‬ reto, correto ‫ַרב‬ numeroso, muito

‫יֶָפה‬ lindo, belo, bonito, elegante


4. Adjetivos que modificam o substantivo: Se um substantivo
tiver dois ou mais adjetivos que o modifiquem, todos estes
Observação: Os adjetivos acima estão todos na forma do masculino
levarão o artigo; exemplo: ‫עצוּם‬ָ ‫ ָהעָם ַהגָּדוֹל וְ ֶה‬- O povo e servem para qualificar os substantivos no masculino singular. Para
grande e poderoso. qualificar os substantivos masculino plural basta acrescentar o sufixo
5. Como predicativo: Quando o adjetivo é predicativo não recebe o ‫ִים‬, que é o sufixo característico do plural masculino. Para qualificar
artigo. Geralmente vem ANTES, mas pode vir DEPOIS do o substantivo feminino singular, acrescenta-se a terminação ‫ ָה‬, para
substantivo; exemplo: ‫ָם‬‫ גָּדוֹל ָהע‬- O povo é grande. Nesse caso o feminino plural, o sufixo ‫ וֹת‬. Estas formas são regulares para os
se dispensam os verbos de ligação: é, está, são, etc. Mas as vezes adjetivos, mesmo se o substantivo tiver uma forma irregular no
se usa pronome pessoal, no gênero e número apropriados, depois
plural. Observe os exemplos: ‫ טוֹב אָב‬um bom pai, ‫בים‬ִ ‫אָבוֹת טוֹ‬,
do completivo; exemplo: ‫רם הוּא‬ ָ ‫ ָההָר‬- O monte é alto ou,
bons pais,‫ אָבוֹת‬é rregular; ‫בה‬
ָ ‫טוֹ‬ ‫ ִא ָשּׁה‬, uma boa mulher. O plural de
entre o completivo e sujeito, como uma espécie de verbo liame;
exemplo: ~yhil{a/ ‫ –יְהוָה הוּא‬Só o Senhor é Deus ou, Yhwh é um mulher, ‫שׁים‬
ִ ָ‫ נ‬, também é irregular: ‫טוֹבוֹת‬ ‫נָ ִשׁים‬, boas mulheres.
Deus (ou, o verdadeiro Deus). Esse uso é enfático.
Hebraico Instrumental 39 Hebraico Instrumental 40
a) Formas dos adjetivos monossilábicos com sufixos: b) Adjetivos bisilábicos com sufixos de gênero e número:

masc.sing masc.pl. fem.sing. fem.pl. Adjetivos m.sing m.pl. f.sing. f.pl.


bom ‫טוֹ ִבים טוֹב‬ ‫טוֹבוֹת טוֹ ָבה‬ grande ‫גְּדוֹלוֹת גְּדוֹ ָלה גְּדוֹ ִלים גָּדוֹל‬
vazio ‫ֵרי ִקים ֵריק‬ ‫ֵרי ָקה‬ ‫ֵריקוֹת‬ velho ‫זָ ֵקן‬ ‫זְ ֵקנִים‬ ‫זְ ֵקנָה‬ ‫זְ ֵקנוֹת‬
vivo ‫ַחיִּים ַחי‬ ‫ָחיָּה‬ ‫ַחיּוֹת‬ correto ‫יְ ָשׁרוֹת יְ ָשׁ ָרה יְ ָשׁ ִרים יָ ָשׁר‬
forte ‫ַעזִּים ַעז‬ ‫ַעזָּה‬ ‫ַעזּוֹת‬ novo ‫ֲח ָדשׁוֹת ֲח ָד ָשׁה ֲח ָד ִשׁים ָח ָדשׁ‬
muito ‫ַר ִבּים ַרב‬ ‫ַר ָבּה‬ ‫ַרבּוֹת‬ forte ‫ֲחזָקוֹת ֲחזָ ָקה ֲחזָ ִקים ָחזָק‬
amargo ‫ַמ ִרים ַמר‬ ‫ַמ ָרה‬ ‫ַמרוֹת‬ sábio ‫ֲח ָכמוֹת ֲח ָכ ָמה ֲח ָכ ִמים ָח ָכם‬
mau ‫ַר ִעים ַרע‬ ‫ַר ָעה‬ ‫ַרעוֹת‬
pequeno ‫טן‬ó‫ְק ָטנּוֹת ְק ָטנָּה ְק ָטנִּים ָק‬
quente ‫ָח ִמים ָחם‬ ‫ָח ָמה‬ ‫ָחמוֹת‬
lindo ‫יֶָפה‬ ‫יִָפים‬ ‫יָָפה‬ ‫יָפוֹת‬
alto difícil ‫ָק ֶשׁה‬ ‫ָק ִשׁים‬ ‫ָק ָשׁה‬ ‫ָקשׁוֹת‬
‫ָר ִמים ָרם‬ ‫ָר ָמה‬ ‫ָרמוֹת‬ distante ‫ְרחוֹקוֹת ְרחוֹ ָקה ְרחוֹ ִקים ָרחוֹק‬
Observações: Em alguns casos, como veremos no quadro a seguir, a teimoso ‫ָק ֶשׁה‬ ‫ָק ִשׁים‬ ‫ָק ָשׁה‬ ‫ָקשׁוֹת‬
distância da sílaba tônica reduz a vogal a um sheva; no caso de santo ‫~ ָקדוֹשׁ‬yvidoq. ‫ְק ָדשׁוֹת ְק ָד ָשׁה‬
gutural ou hateph-patah. O adjetivo ‫קטוֹן‬ָ , além da redução da vogal justo ‫ְצ ָדּקוֹת ְצ ָדּ ָקה ַצ ִדּ ִקים ַצ ִדּיק‬
qamats, recebe um daghesh forte duplicador na consoante nûm.
Observe ainda, os adjetivos irregulares: ‫דּיק‬ ִ ‫ ַצ‬, ο plural masculino Não ocorrem em todos os números ou gêneros
ocorre de forma defectiva, ‫קם‬ ִ ‫ ַצ ִדּי‬. No mesmo adjetivo no caso do Adjetivos m.sing. m.pl. f.sing.
masculino plural, permanece o patah, mas, nos casos do feminino, o integro ‫ָתּ ִמים‬ ‫ְתּ ִמי ִמם‬ ----------------
patah é reduzido a um sheva vocálico. No caso do adjetivo ‫מים‬ ִ ‫ ָתּ‬, piedoso ‫ָח ִסיד‬ ------------- ----------------
tem uma forma plural defectiva, já que o singular se confunde com o poderoso rBoGI ~yrIBoGI ----------------
sufixo plural. Quanto ao adjetivo ‫סיד‬ ִ ‫ ָח‬, não ocorre o plural poderoso ------------- ----------------
masculino, nem a forma do feminino na TaNaK, contudo no hebreu ‫אַ ִמּץ‬
moderno ou novo, a forma do plural é usada e, assim se escreve alegre ‫ָשׂ ֵמ ַח‬ ‫ְשׂ ֵמ ִחים‬ ‫ִשׂ ְמ ָחה‬
assim: ‫דים‬
ִ ‫ ֲח ִסי‬e, assim se translitera: chasidim. poderoso ‫ָעצוּם‬ ‫ֲעצוּ ִמים‬ ----------------

‫( ֲע ֻצ ִמים‬Outra forma)
Hebraico Instrumental 41 Hebraico Instrumental 42
VOCABULÁRIO b) Passe para o hebraico:
‫עַם‬ povo ‫ גָּדוֹל‬grande
O povo é forte (numeroso). A grande montanha. O burro grande é
‫ָהעָם‬ o povo ‫ָעצוּם‬ forte, poderoso, (em número) bom. O bom Cavalo é grande. O bom cão e o burro grande. A
‫ָרם‬ alto ~yhila{/ Deus, deus (pl. de emin. ou pl. maj.) mulher é bela. Deus é bom. O grande Deus. O cachorro é pequeno.
‫טוֹב‬ bom, bem ‫יְהוָה‬ tetragrama Yhwh, leia-se ‫אדוֹנָי‬
ֲ Uma alta montanha. Um belo cavalo. O homem e alto e forte. O
menino e pequeno. A casa e grande e bela O menino pequeno é bom.
‫ַעם‬ povo ‫ֶכּ ֶלב‬ cachorro, cão
‫ַתּ ְל ִמיד‬ aluno ‫סוּס‬ cavalo (fem. ‫סה‬
ָ ‫)סוּ‬
‫ִאישׁ‬ homem ‫ִא ָשּׁה‬ mulher
‫ֲחמוֹר‬ jumento ‫גָ ָמל‬ camelo

TAREFA

a) Traduza as frases:

‫ טוֹב ָהעָם׃‬4 ‫ ָרם ָההָר׃‬3 ‫ ָההָר גָּדוֹל׃‬2 ‫ ָההָר ַהגָּדוֹל וֶ ָרם׃‬1


:‫ ָעצוּם ָהעָם‬8 :‫ ָח ָכם ָה ִאישׁ‬7 ‫ טוֹב ַה ֶכּלֶב׃‬6 ‫~׃‬yhil{a/h' aWh hw"hy> 5
‫ ִאישׁ טוֹב וְ ָצ ִדיק אַ ָתּה׃‬11 ‫הַמּוֹ ֶרה ָחכָם׃‬10 ‫ טוֹב ַה ַתּ ְל ִמיד׃‬9
‫ ַה ָתּ ְל ִמיד ַהטּוֹב׃‬14 ‫ גָּדוֹל ַהסּוּס׃‬13 ‫ ֶכּ ֶלב ַהגָדוֹל׃‬12
‫ ָתּ ְל ִמי ָדה ַהטּוֹ ָבה׃‬17‫׃‬hwhy
" ->rbD;> bAj 16‫יְהוָה הוּא אֱל ִהים׃‬15
`~yqiyDIc; bheao hw"hy>18
Hebraico Instrumental 43 Hebraico Instrumental 44
VIII- O SUBSTANTIVO 1) Os substantivos que se referem a pessoas ou animais do sexo
feminino são femininos, exemplos: ‫אם‬ֵ , mãe; ‫ ַבּת‬, filha; ‫ ִא ָשׁה‬,
1. Derivação: os substantivos hebraicos podem ser divididos em três mulher; ‫סה‬
ָ ‫סּוּ‬, égua, etc.
classes segundo a sua origem e derivação:
2) Os substantivos terminados em ‫ָה‬ , geralmente, são femininos;
a) Primitivos: são aqueles que não derivam de nenhuma outra exemplos: ‫מה‬ ָ ‫ ֲא ָד‬, terra; ‫ ְבּ ֵה ָמה‬, gado; ‫יַ ָבּ ָשׁה‬, terra seca; ‫תּוֹ ָרה‬,
palavra conhecida, seu número é bastante reduzido; exemplos:
instrução, “a Lei”, etc.
‫אָב‬, pai; ‫ ֵאם‬, mãe; ‫ ָדּם‬, sangue; ‫יוֹם‬, dia; ‫ ֵבּן‬, filho; ‫יָד‬, mão; ‫ ַליְָלה‬,
noite; ‫פּה‬
ֶ , boca, ‫ ֵשׁם‬, nome, etc. 3) Alguns substantivos tornam-se femininos quando recebem o
sufixo ‫ ָה‬qamats hê; exemplos: ‫לְך‬
ֶ ‫ ֶמ‬, rei, ‫ ַמ ְל ָכּה‬, rainha; ‫נָ ִביא‬,
b) Derivados: a maioria dos substantivos hebraicos são derivados de profeta, ‫ביאָה‬
ִ ְ‫נ‬, profetisa; ‫נַ ַער‬, rapaz, ‫נַ ֲע ָרה‬, moça; ‫ ַשׂר‬, príncipe,
verbos; exemplos: ‫בר‬ ָ ‫ ָדּ‬, palavra de ‫ ִדּ ֵבּר‬, “ele disse” ou “ele ‫ ָשׂ ָרה‬, princesa, etc.
falou”;‫זֶ ָרע‬, semente de ‫זָ ַרע‬, “ele semeou”; ‫עוֹף‬, pássaro de ‫עוּף‬
“voar”; ‫תה‬
ַ ‫ ֶפּ‬, porta de ‫“ ָפ ַתה‬ele abriu”; ‫ ִתּ ְקוָה‬, esperança de ‫ָקוָה‬ 4) Os substantivos que terminam em ‫ת‬, tav, geralmente são
“ele esperou”, etc. femininos; exemplos: ‫ ַבּת‬, filha; ‫ ַדּ ַעת‬, conhecimento; ‫ ֵעת‬, tempo;
c) Derivados de outros substantivos: alguns substantivos são ‫ ֶדּ ֶלת‬, porta; ‫ ֱא ֶמת‬, verdade; ‫ ֶק ֶשׁת‬, arco, etc.
derivados de outros substantivos. A primeira expressão que
5) Os substantivos que se referem a partes do corpo, que ocorrem
encontramos na Bíblia hebraica, ‫אשׁית‬
ִ ‫( ֵר‬Gn 1.1) faz parte dessa
categoria e, tem diversos sentidos: “princípio”, “começo” e aos pares, geralmente, são femininos; exemplos: ‫ יָד‬mão; ‫עיִן‬
ַ,
deriva-se de varo, “cabeça”. Outros exemplos: ‫קר‬ֵ ‫בּוֹ‬, “boieiro” olho; ‫רגֶל‬
ֶ , pé, etc.
de ‫קר‬
ָ ‫ ָבּ‬, “gado”; ‫ ִמ ְצ ִרי‬, “egípcio” de ‫ ִמ ְצ ַריִם‬, “Egito”, etc. 3. Número do substantivo: Νο idioma hebreu existem os números:
singular, dual e plural.
2. Gênero dos substantivos: os substantivos hebraicos são de dois
gêneros, masculino ou feminino, não acontece no hebraico, como a) Singular – A maioria dos substantivos no singular são
acontece no grego ou noutros idiomas, o uso do neutro. A única identificados por suas terminações.
maneira de se saber o gênero de um substantivo é conhecendo-o,
na dúvida é preciso recorrer-se ao dicionário. Os substantivos b) Dual – O dual que serve para designar aqueles objetos que
masculinos são mais difíceis de identificar, pois, não seguem uma ocorrem aos pares, especialmente as partes do corpo, são
regra fixa. Os substantivos femininos são mais fáceis de
identificar. As regras de identificação que podem ajudar na sua normalmente identificados pela formação final ‫( ַיִם‬patah, yôd,
identificação são as seguintes: hireq e mêm final). Pode, ocorrer a forma defectiva ‫יַ ִם‬, porém,
esta forma é rara. Observe os exemplos que seguem:
Hebraico Instrumental 45 Hebraico Instrumental 46
b) Passe para o hebraico:
!z<a,o ouvido, ‫אָזְנַיִם‬, ouvidos (par de ouvidos)
‫יָד‬, mãos, ‫יַָדיִם‬, mãos ( par de mãos) O povo é forte (numeroso). O bom cavalo. O cavalo é grande.
‫ ָכּנָף‬, asa, ‫ ְכּנָ ַפיִם‬asas (par de asas), etc. O bom aluno. A montanha é alta. A grande montanha.
~yIn:z>amo, balança (dois pratos da) não existe singular
‫נַ ַעל‬, sandália, ~yIl'[]n: , sandálias (par de), etc. O burro grande e bom. O bom cavalo é grande.

Observação: Por alguma razão que não se pode explicar O bom cão e o burro grande.
gramaticalmente, alguns substantivos são plurais, mas se escrevem
com o sufixo dual. Considera-se, nesse caso, como plural defectivo; Um povo alto e numeroso. O camelo é grande.
exemplos: ‫מיִם‬
ַ , águas, ‫ ָשׁ ַמיִם‬, céus, ‫ יְרוּשׁ ַליִם‬Jerusalém, etc.

TAREFA c) Passe para o plural ou dual:

a) Traduza as frases:
‫אָב‬ ‫ָדּ ָבר‬ ‫סוּ ָסה‬ ‫ֵס ֶפר‬ ‫ֻשׁ ְל ָחן‬
‫ ָה ָהר ַהגָּדוֹל וְ ָרם׃‬:‫ ָה ָעם ַהטוֹב׃ ָרם ָה ָהר׃ ָה ָהר גָּדוֹל‬:‫ַעם טוֹב‬ ‫ֵבּן‬ ‫סוּס‬ ‫ֶמ ֶלְך‬ ‫ַהר‬ ‫ֵשׁם‬
:‫ ַהמוֹ ֶרה ָח ָכם׃ גָּדוֹל ַהסּוּס‬:‫טוֹב ַה ֶכּ ֶלב׃ ָח ָכם ָה ִאישׁ׃ ָעצוּם ָה ָעם‬ ‫נַ ַער‬ ‫ָדּג‬ ‫ַבּת‬ ‫ֶכּ ֶלב‬ ‫רוּ ַח‬
‫~׃‬yhila{ / ‫טוֹב ַה ַתּ ְל ִמיד׃ יְהוָה הוּא‬ ‫ֶא ֶבן‬ ‫ֶפּן‬ ‫ֶא ֶרץ‬ ‫ִכּ ֵסא‬ ‫ָדם‬
‫ֶכּ ֶסף‬ ‫ָעוֹן‬ ‫ֶכּ ֶלב‬ ‫טוֹ ָבה‬ ‫גָ ָמל‬
‫דוֹ ָדה‬ ‫ַח ָטּא‬ ‫יְָל ָדה‬ ‫ִא ָשּׁה‬ ‫יֶֶלד‬
‫ֵאשׁ‬ ‫גָן‬ ‫ֲא ָד ָמה‬ ‫ְכּתוּב‬ hl; a{/
‫ִאישׁ‬ ‫יוֹם‬ ‫ֵאם‬ ‫ֵעץ‬ ‫ֶכּ ֶלב‬
‫אָב‬ ‫ֵאשׁ‬ ‫ִעיר‬ ‫תוֹ ָרה‬ ‫יָד‬
‫ֶא ֶרץ‬ ‫ֶרגֶל‬ ‫ָשׁנָה‬ ‫קוֹל‬ ‫טוֹב‬
‫טוֹב‬ ‫ֵאל‬ ‫ַעם‬ ‫ַע ְל ָמה‬ ‫ְכּרוּב‬
!zao< ‫ִמ ְצוָה‬ ‫ָכּנָף‬
Hebraico Instrumental 47 Hebraico Instrumental 48
VOCABULÁRIO IX- SUBSTANTIVOS SEGOLADOS
‫ַעם‬ povo, nação ‫ָרם‬ alto
‫ָעצוּם‬ forte, poderoso, numeroso ‫יְהוָה‬ Senhor
1. São denominados como segolados os substantivos bisilábicos que
‫טוֹב‬ bem, bom ‫ָשׁנָה‬ ano têm as seguintes características:
‫ֲאדוֹנָי‬ Senhor, senhor, pl. ‫קוֹל‬ voz
a) No singular sempre são acentuados na primeira sílaba. As vogais
‫ֶא ֶרץ‬ terra ‫יוֹם‬ dia desta sílaba são, geralmente, das classes a e e, como nos
‫ִעיר‬ cidade ‫תוֹ ָרה‬ preceito, lei, mandamento exemplos: ‫סף‬ֶ ‫ ֶכּ‬prata, ‫ ֶמ ֶלְך‬rei, ‫ יֶֶלד‬menino, ‫ ֶשׁ ֶמשׁ‬sol,‫ ֵס ֶפר‬livro,
‫ֵאם‬ mãe ‫ָה ָעם‬ O povo ‫ ָמוֶת‬, morte. etc.
‫גָּדוֹל‬ grande ~yhila{/ Deus, pl.
b) Os substantivos segolados no plural, possuem uma formação bem
‫ֶכּ ֶלב‬ cão !zao< orelha
definida, observe as formas abaixo as quais são muito freqüentes.
‫ָדּג‬ peixe ‫ֵעץ‬ árvore

1) Substantivos masculinos bisilábicos iniciados por não guturais:

‫ֶמ ֶלְך‬ rei ‫ְמ ָל ִכים‬ reis


‫נַ ַער‬ rapaz ‫נְ ַע ִרים‬ rapazes
‫ַבּ ַעל‬ Baal, senhor ‫ַבּ ַע ִלים‬ senhores
‫גָּ ָמל‬ camelo ‫גְ ָמ ִלים‬ camelos
‫ֶפּ ַשׁע‬ culpa, transgressão ‫ְפּ ַשׁ ִעים‬ culpas, transgressões

2) Substantivos femininos bisilábicos iniciados por não guturais:

‫ֶדּ ֶלת‬ porta ‫ְדּ ָלתוֹת‬ portas


‫נֶ ֶפשׁ‬ ser, alma, vida ‫נְ ָפשׁוֹת‬ seres, almas, vidas
Hebraico Instrumental 49 Hebraico Instrumental 50
3) Substantivos masculinos bissilábicos iciados por guturais: TAREFA

No texto abaixo, existem diversos substantivos, pratique sua


leitura no texto, observando, que toda acentuação não vocálica,
‫ֶע ֶבד‬ servo ‫ֲע ָב ִדים‬ servos
deve indicar a sílaba forte nas palavras.
‫ֶח ֶסד‬ graça, misericórdia ‫ֲח ִסי ִדים‬ graças, ,misericórdias
Exodus 25:1-22
‫ֶח ֶבל‬ sopro, vaidade ‫ֲח ָב ִרים‬ sopros, vaidades

ABêx.r" ‘ycix’we " hM'Ûa;w> AKªr>a' ycixeøw" ~yIt;’M'a; ~yJi_vi yceä[] !Arßa] Wfï['w> 10
4) Substantivos femininos inciados por guturais: t'ÛyPiciw> 11 `At*m'qo WNP,_c;T. #WxßmiW tyIB:ïmi rAhêj' bh'äz" ‘Atao ycixeÞw"
hT'êt;n"åw> bh'êz" t[oåB.j; ‘[B;r>a; ALª bh'Þz" rzEï wyl'²[' t'yfió['w> hM'îa;w>
t[oêB'j; ‘yTev.W tx'êa,h' yTeäv.W wyt'_mo[]P; [B;är>a; l[;Þ T'q.c;äy"w> 12 `bybi(s'
‫ֶח ֶרב‬ espada ‫ֲח ָרבוֹת‬ espadas `tynI)Veh; A[ßl.c;-l[; (‘A[l.c;-l[; t[oªB'j; yceä[] yDEÞb; t'yfiî['w> 13

‫ֶא ֶרץ‬ terra ‫ֲא ְרצוֹת‬ terras !ro=a'h' t[oål.c; l[;Þ t[oêB'J;B; ‘~yDIB;h;-ta, t'Ûabehew> 14 `bh'(z" ~t'Þao
‫ֶא ֶבן‬ pedra ‫ֲא ָבנִים‬ pedras (irregular) Wyàh.yI !roêa'h' ‘t[oB.j;B. !roàa'h'-ta, tafeîl' 15 `~h,(B' t'îyPiciw ~yJi_vi
T'Þt;n"w> 16 `^yl,(ae !TEßa, rv<ïa] tdUê[eh' tae… `WNM,(mi WrsUßy" al{ï ~yDI_B;h;
ycixeÞw" hM'îa;w> HK'êr>a' rAh=j' bh'äz" tr<Poßk; t'yfiî['w> 17 !ro=a'h'-la,
5) Substantivos que recebem sufixo dual:
‘hv'q.mi bh'_z" ~ybiÞrUK. ~yIn:ïv. t'yfi²['w> 18 `HB'(x.r" ‘ycix’we " ~yIt:ÜM'a;
-bWrk.W hZ<ëmi ‘hc'Q'mi dx'Ûa, bWr’K. hfe[]w:û 19 `tr<Po)K;h; tAcïq. ynEßV.mi
‫ֶק ֶרן‬ chifre ‫ַק ְרנַיִם‬ dois de chifres ~ybiÞrUK.h;-ta, Wfï[]T; tr<Po±K;h;-!mi hZ<+mi hc'ÞQ'mi ~t'êao hf,ä[]T;
‫אזֶן‬o ouvido ‫אָזְנַיִם‬ dois ouvidos
`wyt'(Acq. ynEïv.-l[;dx'îa,
‫ֶרגֶל‬ pé ‫ַרגְ ַליִם‬ dois de pés
Observação: para ‫ ֶרגֶל‬ocorrem também as formas
seguintes: ‫לים‬
ִ ָ‫ ְרג‬e ‫ַרגְ ָליִם‬
Hebraico Instrumental 51 Hebraico Instrumental 52
X- PREPOSIÇÕES INSEPARÁVEIS Antes de sílaba tônica; exemplo: ‫ ָלכֶם‬- para vós, ‫מיִם‬ ַ ‫ ָל‬- para
águas.
Obeservação: Antes do artigo, o ‫ ה‬cai e cede a sua vogal à
1. Origem: As preposições e outras partículas foram originalmente
substantivos, existindo agora em alguns casos apenas em forma ‫ָל‬ preposição; exemplo: ‫מּ ֶלְך‬ ֶ ‫ ַל‬- para o rei - ‫ ָל ָר ִקי ַע‬- ao
fragmentada. Deste número são as preposições, ‫בּ‬ ְ , ‫ ְכּ‬, ‫ ְל‬, que se firmamento. A palavra ‫ יְהוָה‬tem as vogais de ‫אדוֹנָי‬ֲ , de modo
prefixam à palavra, com as quais, têm relação inseparável, que, recebendo preposição, se pontua: ‫ ַבּיהוָה‬- em Yhwh.
estando todas sujeitas às mesmas diferenças de pontuação.
Significam ‫בּ‬ְ em, com, por, etc ‫ ְכּ‬como,conforme, etc. ‫ ְל‬para, a, De, desde, indicando procedência como from em inglês. Pode
ter outros sentidos com força causal, instrumental e privativa
de,etc. (local, de movimento, final, etc.) sinal de dativo e de
como a sintax mostrará. Foi também um substantivo que se
infinitivo.
‫ִמן‬ desfigurou e se usa em geral como uma partícula inseparável.
Pontua- se como segue:
2. Pontuação: há cinco maneiras de se pontuarem essas
preposições: ‫ ִמּ‬- É o caso comum. O ‫נ‬, consoante fraca (geminada) é
‫ִמּ‬ assimilada pela consoante seguinte, que toma daghesh. Certas
consoantes quando pontuadas com sheva, dispensam o daghesh.
‫ְבּ‬ Que é o caso comum; exemplo: ‫שׁלוֹם‬
ָ ‫ ְבּ‬- em paz.
Exemplos: ‫ק ַצה‬
ְ ‫ ִמ‬- do fim, de ou ao fim de. Quando a consoante
Antes de consoante pontuada com sheva; exemplos: ‫ ִבּ ְל ַבב‬- no com sheva é ‫ י‬este silencia; exemplo: ‫מיהוּדָה‬ ִ - de Judá.
‫ ִבּ‬coração de..., ‫ ִל ְמשׂל‬- para governar. Se a consoante for ‫ י‬, esta Antes das guturais: ‫א‬, ‫ ע‬e do ‫ ; ד‬exemplo: ‫מ ֵעץ‬ ֵ - de uma árvore,
letra silencia (não levando sheva); exemplo: ‫ יְהוּדָה‬em vez de:
‫ ֵמאוֹר‬- da luz, ‫“ ֵמ ַד ֵבּר‬falar”. Com algumas guturais às vezes
‫ ִלהוּדָה‬temos ‫ ִליהוּדָה‬- para Judá, de Judá permanece o ( ִ ) e considera-se o daghesh implícito; exemplo:

‫ָבּ‬ ‫ ִמהוּץ‬- de fora.


Antes de guturais com sheva composto ( ֳ o ), ( ֲ a), ( ֱ e ) as ‫ֵמ‬ Observação:‫ה ֵעץ‬ ָ ‫ ֵמ‬ou ‫ ִמן־ ָה ֵעץ‬- antes de artigo, como podemos
‫ֶבּ‬ preposições tomam a vogal do respectivo sheva composto
observar pelos exemplos, ou segue a regra (2) ou, a mais das
(hateph); exemplo: dbo[]l; - para lavrar
‫ַבּ‬ vezes, liga-se a preposição integralmente com maqqeph à
palavra seguinte.
Antes de ‫אדוֹנָי‬ֲ o ‫א‬, silencia exemplo: ‫ ַבּאדוֹנָי‬- no Senhor;
antes de certas palavras muito freqüentes, como ~yhil{a/ também
‫ַבּ‬
‫ֵל‬ o ‫ א‬silencia e o hateph ( ֱ ) se expande para ( ֵ ) sob a
preposição assim: ~yhil{ale - para ou a Deus. O mesmo acontece
com o infinitivo construto de dizer, assim: ‫ אָ ַמר‬- rmoale.
Hebraico Instrumental 53 Hebraico Instrumental 54
TAREFA
RECAPITULANDO

‫ל‬
Forma básica a) Traduza as frases:
‫ְל‬
Antes de consoante pontuada com sheva
‫ִל‬ ‫׃ אָח וְאָחוֹת׃‬hmolv { li. ‫יֵשׁ ְלאַ ְב ָרהָם שׁוֹר סוּס וְגָּדָל׃ ֲהמוֹר וְגָמָל יֵשׁ‬
Antes dos respectivos ratuphs
‫ַל ָל ֶל‬ ‫משׁה כּוֹ ֵתב ַבּ ֵסּ ֶפר׃‬
ֶ ‫יֵשׁ ָלאָב ֵבּן וּ ַבּת׃ יֵשׁ ָלמוֹ ֶרה ַתּ ְל ִמי ִדם וְ ַתּ ְל ִמידוֹת׃‬
‫ַל‬ Antes do tetragrama ‫ יְהוָה‬com a vogal de ‫ֲאדוֹנָי‬ ‫ ָה ִרים ָר ִבים׃‬tazO ‫ַלמּוֹ ֶרה ַה ַתּ ְל ִמי ִדים ַה ֵא ֶלה׃ יֵשׁ ַבּ ֶארֶץ‬
Antes da sílaba tônica ‫ וְ ָר ֵחל׃‬bqo[]y:‫ְל ִמי ַה ֶכּלֶב ַה ֶכּ ֶלב ִלי׃ ֶבּן־ ִמי יוֹ ֵסף יוֹ ֵסף בֶּן־‬
‫ָל‬
‫ֵל‬ Antes de ~yhil{a/
Obs.: Antes do artigo, cai o artigo e a preposição recebe a vogal do artigo

VOCABULÁRIO
quem? (interrogativo).
‫ִמי‬ ‫ יֵשׁ‬há (advérbio) b) Escreva em hebraico:
‫ ֶבּן־ ִמי‬de quem é filho? ‫ יֵשׁ ִלי‬há para mim. (eu tenho). Eu tenho pai, mãe, irmão, irmã, filho e filha. De quem é o livro? O
‫ ְל ִמי‬de quem? (para quem) ‫ ְל ִמי הַסּוּס‬de que (é) o cavalo? livro é meu. O professor tem muitos alunos. Quem é o professor? Um
homem bom. O pai tem muitos cavalos. De quem é o boi?
‫ שׁוֹר‬boi ‫ ִלי ַהסּוּס‬o cavalo e meu. (de mim)
‫ ַרב‬muito, grande (adjetivo) ‫ ִלי‬para mim (meu, de mim)
‫ ַר ִבּים‬muitos, pl. de ‫ ַתּ ְל ִצי ִדים‬alunos
‫ ֵבּן ִלי‬um filho há para mim ‫ ַתּ ְל ִמידוֹת‬alunas
‫ יֵשׁ אָח ָל ֵאם‬- Há um irmão para a mãe. – A mãe tem um irmão.
Hebraico Instrumental 55 Hebraico Instrumental 56
XI- PRONOMES PESSOAIS INDEPENDENTES 5. Naturalmente, a pausa pode determinar a mudança da tônica e o
alongamento da respectiva vogal na 1a. pessoa do sing., ‫ אָנִי‬em
1. Forma dos pronomes pessoais independentes: Observe na tabela lugar de ‫ ֲאנִי‬na 2a pessoa do masc., ‫ אָתָּה‬em lugar de ‫ אַתָּה‬e no
abaixo a forma dos pronomes independentes. Com certa fem., ‫תּ‬
ְ ‫ אָ‬em lugar de ‫אַ ְתּ‬.
regularidade eles ocorrem no texto bíblico. É muito importante
que suas formas sejam decoradas, pois, como veremos mais 6. O pronome se liga ao verbo, ao substantivo e às preposições em
adiante, eles incidirão na formação dos sufixos verbais. forma fragmentada, derivada das formas acima indicadas, com a
idéia de posse.
Singular Plural
7. Não há no verbo um modo que corresponda exatamente ao nosso
1cs ‫ ֲאנִי‬ykinOa' Eu ‫ִכי נִי ִי‬ ‫ֲאנַ ְחנוּ‬ Nós ‫נוּ‬ indicativo presente. Mas, ajuntando-se um particípio presente ao
pronome, concordando com este em gênero e número, expressa-se
2ms ‫אַתָּה‬ Tu ‫ָתּ‬ ‫אַתֶּם‬ Vós ‫ֶתּם‬ muito bem a idéia do presente do indicativo assim: eu andando
2f s ‫אַ ְתּ‬ Tu ‫ְתּ‬ ‫אַ ֶתּן אַ ֵתּנָה‬ Vós ‫ֶתּן‬ (m), eu andanda (f), tu andando (m), tu andanda (f), ele andando
(m) ela andanda (f), nós andando (m) nós andanda (f), etc.
3ms ‫הוּא‬ Ele ‫הוּ וֹ‬ ‫ֵהם ֵה ָמּה‬ Eles ‫ם‬ Obviamente, tal tradução não é possível, daí serem traduzidas as
expressões: “eu ando” ou “estou andando”, etc. Veja-se na tabela
3fs ‫ִהיא‬ Ela ‫ָה ִי‬ ‫ֵהן ֵהנָּה‬ Elas ‫ן‬ abaixo com se conjuga:
Observação: a forma feminina ‫אַ ֵתּנָה‬, ocorre uma única vez em Ez
Singular Plural
13.20, a variante do masculino ‫מה‬
ָ ‫ אַ ֵתּ‬não ocorre na TaNaK (AT).
1m ‫ֲאנִי הוֹ ֵלְך‬ ‫ֲאנַ ְחנוּ הוֹ ְל ִכים‬
2. A forma da 2 . pes. masc. sing. procede da forma original ‫ָה‬
a
‫ אַנְתּ‬e a 2m ‫אַתָּה הוֹ ֵלְך‬ ‫אַ ֶתּם הוֹ ְל ִכים‬
a
2 . pes. do fem. sing. procede da forma original ‫ֲאנְ ִתּי‬ que se
contraiu primeiramente em ‫תּי‬
ִ ‫ ֲא‬.
3m ‫הוּא הוֹ ֵלְך‬ ‫ֵהם הוֹ ְל ִכים‬
Singular Plural
3. A 2a. pes. do plural masc. foi originalmente ‫;אַתּוּם‬, que é no árabe 1f ‫ֲאנִי הוֹ ֶל ֶכת‬ ‫ֲאנַ ְחנוּ הוֹ ְלכוֹת‬
atum e no aramaico ‫’ אַתּוּן‬attun. Ainda há vestígios dessas formas 2f ‫אַ ְתּ הוֹ ֶל ֶכת‬ ‫אַ ֶתּן הוֹ ְלכוֹת‬
arcaicas em certas formas de sufixos pronominais aos verbos.
3f ‫ִהיא הוֹ ְל ָכה הוֹ ֶל ֶכת‬ ‫ֵהן הוֹ ְלכוֹת‬
a
4. No Pentateuco o feminino se expressa pela 3 . pes. masc., exceto
em onze vezes, nas quais, no entanto, os massoretas pontuaram o
‫ ה‬com hîreq assim, ‫ ִהוא‬, mas conservam o ‫ ו‬em lugar do ‫י‬.
Hebraico Instrumental 57 Hebraico Instrumental 58
VOCABULÁRIO b) Faça a versão:
‫חוֹ ֵלְך‬ andando, indo ‫ הוֹ ְל ִהים‬andando (mp) José está sentado na cadeira. Ele escreve um livro. Salomão escreve
‫הוֹ ְל ָכה‬ andando (fs) ‫עוֹ ֵמד‬ estando de pé provérbios. O irmão de José está de pé e a irmã está assentada. Nós
estamos de pé. Eles escrevem. Eu estou andando. Moisés está de pé
‫הוֹ ְלכוֹת‬ andando (fp) ‫ִכּ ֵסא‬ trono, cadeira
sobre a montanha. A mãe está assentada na cadeira. O filho fica de pé.
‫עוֹ ְמ ִדים‬ estando de pé (mp) ‫ֵספֶר‬ livro
‫עוֹ ְמדוֹת‬ estando de pé (fp) ‫ַעל‬ sobre
‫ עוֹ ֶמדֶת‬- ‫עוֹ ְמדָה‬ estando de pé (fs) ‫ְמ ָשׁ ִלים‬ provérbios
‫יוֹ ְשׁ ִבים‬ “ (mp) ‫כּוֹ ֶתב‬ escrevendo
‫יוֹ ֶשׁבֶת‬ “ (fs) ‫כּוֹ ְת ִבים‬ escrevendo (mp)
‫יוֹ ֵשׁב‬ assentando, morando

TAREFA

a) Traduza:

‫ וְיוֹ ֵסף עוֹ ְמ ִדים׃ יוֹ ֵסףכּוֹ ֵתב׃‬hmolv { . ‫אַתָּה עוֹ ֵמד׃‬


‫הוּא כּוֹ ֵתב טוֹב׃ עוֹ ֵמד ַה ֵבּן ַעל ָההָר׃ ֲאנִי הוֹ ֵלְך׃‬
‫שׁ ִלים׃‬
ָ ‫משׁה כּוֹ ֵתב ַבּ ֵספֶר׃ אַתֶּם הוֹ ְל ִכים׃ ֲאנַ ְחנוּ כּוֹ ְת ִבים ְמ‬
ֶ
‫יוֹשׁב׃‬
ֶ ‫וֹשׁב ַעל ִכּ ֶסא׃ ָהאָב וְ ַה ֵבּן עוֹ ְמ ִדים וְ ָה ֵאם‬ֵ ‫ָדוִד י‬
Hebraico Instrumental 59 Hebraico Instrumental 60
XII- PRONOMES DEMONSTRATIVOS – “o lugar que fundaste para eles.” Há as formas ‫לּזֶה‬
ֶ ‫ – ַה‬f., e ‫ַהלֶּז‬
– comum.
1. Funções: Os pronomes demonstrativos na tabela abaixo, podem VOCABULÁRIO
ter função predicativa, ou de adjetivos determinativos, seguindo,
nesses casos, quase a mesma regra do adjetivo. ‫שׁוֹר‬ boi ‫ ְדּ ָב ִרים‬palavras ‫ בֵּן מִי‬Filho de quem?
‫טוֹ ִבים‬ bons ‫ טוֹבוֹת‬boas ‫ גִּבּוֹר‬herói, forte
Singular Plural
‫טוֹבָה‬ boa ‫ ַהיֶּלֶד‬O menino ‫( ָדּבָר‬m) palavra
‫ – זֶה‬este tazO – esta ‫ ֵא ֶלה‬estes estas (c) ‫סוּס‬ cavalo ‫ ַהיְַּלדָּה‬A menina ‫ ֵבּן יוֹ ֵסף‬Filho de José
‫ – הוּא‬aquele ‫ – ִהיא‬aquela ‫ ֵהם‬ou ‫ – ֵהמָּה‬aqueles ‫ַתּ ְל ִמיד‬aluno ‫ ְל ִמי ַה ֶכּלֶב ַהזֶּה‬De quem é este cão?
‫ ֵהן‬ou ‫ – ֵהנָה‬aquelas
taZ‫ה‬O ַ ‫ ַבּת מִי ַהיְַּלדָּה‬De quem é filha esta menina?
2. As demais regras se aplicam ao demonstrativo: TAREFA

a) Como predicativo, não recebem artigo e precedem o substantivo; a) Traduza:


exemplo: ‫אישׁ‬
ִ ‫ זֶה ָה‬- este é o homem, ‫ ָה ִא ָשׁה‬tazO – esta é a
mulher. ‫ְל ִמי ַהשּׁוֹר ַהזּה׃ ַהשּׁוֹר ַהזֶּה ִלי׃זֶה ַה ָדּבָר׃ ַה ָדּבָר ַהזֶּה׃ ֵאלֶּה ְד ָב ִרים׃‬
‫׃ ַהטּוֹ ִבים ַה ְדּ ָב ִרים ָה ֵא ֶלה׃‬taZOh; ‫ַה ְדּ ָב ִרי ָה ֵא ֶלּה׃טוֹ ָבה ַה ַבּת‬
b) Como adjetivo determinativo vem DEPOIS do substantivo e tanto ‫ֵא ֶלּה ַה ְדּ ָב ִרים ַהטּוֹ ִבים׃ ְל ִמי ַה ַתּ ְל ִמי ִדים ָה ֵאלֶּה׃ ַה ַתּ ְל ִמי ִדים ָה ֵא ֶלּה ִלי׃‬
este como aquele têm que levar artigo; exemplo: ‫הזֶּה‬
ַ ‫ – ָהעָם‬este ‫ ַה ַבּת ַהטוֹבָה׃‬taZO ‫זֶה ַהסּוּס ַהטּוֹב׃ ַהסּוּס ַהטּוֹב ַהזֶּה׃‬
povo; ‫הזֶּה‬
ַ ‫ – ָה ִאישׁ‬este homem; ‫ – ַה ְדּ ָב ִרים ָה ֶאלֶה‬estas palavras.
c) Quando o substantivo vier modificado por um adjetivo
qualificativo e um demonstrativo, este virá no fim; como no
exemplos que seguem: ‫הזֶּה‬
ַ ‫ – ָהעָם ַהטוֹב‬Este bom povo; ‫ָהעָם‬
‫ – ֶה ָעצוּם וְ ַהטוֹב הוּא‬Aquele povo poderoso e bom.

d) Formas raras: Em lugar do f.s., aparecem ‫ זוּ‬e hzO, ‫אֵל‬, em lugar


do pl.c. ‫לּה‬
ֶ ‫ ֵא‬, na Torah umas oitos vezes; ‫ זוּ‬na poesia, mas
geralmente com a função de pronome relativo. A forma ‫זֶה‬
também ocorre às vezes com função de pronome relativo; como
acontece, por exemplo no Salmo 104.8 ‫הם‬
ֶ ‫ֶאל־ ְמקוֹם זֶה יָ ַס ְד ָתּ ָל‬
Hebraico Instrumental 61 Hebraico Instrumental 62
b) Verter para o hebraico: XIII- INTERROGATIVO E RELATIVO

Este cão é bonito. Este é o cão de José. Este é o bom cão. Esta espada 1. Interrogativos: (1) ‫ – ִמי‬quem? (pessoal), invariável em gênero e
é boa. Esta boa espada. Esta é a boa espada. De quem é esta espada?
De quem é esta boa espada? Esta boa espada é para o herói. De quem número e de forma imutável. (2) ‫מה‬ ַ – que? (para coisas)
são estes bons alunos? De quem é filho este bom menino? invariável em gênero e em número, mas de vogal mutável,
conforme a consoante que o segue:

a)ּ‫מה‬
ַ – antes de consoantes comuns; exemplo: ‫ – מַה־זֶּה‬que é este?

b) ‫מ‬
ַ – antes das guturais ‫ ה‬e ‫ח‬, considerando-se o daghesh implícito;
exemplo: ‫ ַמה־ ִהיא‬- que é isto?

c) ‫מה‬
ָ – antes de ‫ א‬e ‫ ר‬as vezes diante de ‫ ;ע‬considerando-se o
daghesh implícito; exemplo: ha,ro hT'a; hm' – que vês tu?
d) ‫ֶמה‬ – antes de guturais com ( ָ ); exemplo: ‫ָשׂי ָתּ‬
ִ ‫ – ֶמה ע‬que
fizeste? Em certas circunstâncias, as formas ‫מה‬
ַ , ‫ ֶמה‬se encontram
também antes de palavras começadas por consoantes comuns (não
guturais); ‫מה קוֹל‬ ֶ – em 1Sa 4.6; ou ainda em 2Rs 1.7 – ‫ֶמה‬
‫ִמ ְשׁ ַפּט‬ . Também ocorrem as formas ‫ַבּ ָמּה‬ e ‫ֵבּ ָמּה‬ – em que
(maneira)? ‫מה‬
ֶ ‫ – ַעל־‬sobre quem?

2. Conjunção exclamativa: ‫ – ַמה‬também se pode considerar como


uma conjunção exclamativa; exemplo: ‫הזֶּה‬
ַ ‫ – ַמה־טּוֹב ַהיּוֹם‬Quão
bom é este dia! Ou por um advérbio como; exemplo: Gn 44.16 -
‫“ וּ ַמה־נִּ ְצ ַט ָדּק‬e como nos justificaremos?”

3. Sinal de acusativo: o pronome ‫ִמי‬ admite sinal de acusativo;


exemplo: ‫תּי‬
ִ ‫ָע ַשׁ ְק‬ ‫ – ֶאת־ ִמי‬A quem oprimi? Mas ‫( ַמה‬que) nunca
é precedido de ‫את‬
ֵ.
Hebraico Instrumental 63 Hebraico Instrumental 64
4. Como indefinido: Esses interrogativos também aparecem como VOCABULÁRIO
um indefinido, tanto para pessoas como para cousas, ‫אוֹ ֵכל‬ ou lkeao comendo ‫ִד ֵבּר‬ falou
respectivamente como – quem quer, que ou – o que quer que.
lkeao ‫אַתָּה‬ Tu comes (tu comendo) ‫קוֹ ֵרא‬ lendo

5. O relativo: ‫שׁר‬ֶ ‫ ֲא‬que é invariável em gênero e número e participa ‫רוֹ ֶאה‬ vendo (do verbo ver) ‫בּוֹ‬ nele ou com ele
mais da natureza de uma conjunção do que da natureza de um ‫ָבּא‬ vindo,‫בּאָה‬
ָ f., partic. de ‫בוֹא‬, vir ‫יְָל ִדים‬ meninos
pronome. Não serve de sujeito nem de objeto na cláusula em que daom.
aparece, devendo vir nessa cláusula um outro pronome, que
muito adv. ‫אָנָה‬ para onde?

indique o sujeito ou o objeto direto, que se refira ao antecedente; ‫ָשׁם‬ ali, lá, onde ‫ָשׁ ָמּה‬ para lá
exemplo: hm'y>r"c.mi ytiao ~T,r>k;m.-rv,a] ~k,yxia] @seAy ynIa] - “Eu ‫עוֹ ֶשׂה‬ fazendo ‫ָבּהּ‬ nela
sou José,‫שׁר‬ֶ ‫( ֲא‬que) enviastes vós ytiao (a mim) para o Egito”. No ‫ָמקוֹם‬ lugar ‫ֵעץ‬ árvore
uso vulgar, porém, veio a se dispensar este pronome retrospectivo
sempre que possível, razão pela qual, talvez, ‫שׁר‬ ֶ ‫ ֲא‬veio a ser TAREFA
considerado como pronome relativo.
a) Traduza:
6. Formas inseparáveis: o relativo aparece em formas inseparáveis
e abreviadas ‫שּׁ‬
ֶ , ‫ ֵשׁ‬, levando o daghesh para a letra seguinte, sendo ‫׃ ֲאנִי אוֹ ֵכל ֶלהֶם׃ ַמה הוּא‬lkeao ‫ָמה ָרם ָההָר ַההוּא׃ ָמה אַ ָתּה‬
provavelmente explicadas essas formas pela queda do ‫א‬ e pela ‫רוֹ ֶאה׃רוֹ ֶאה הוּא ֵעץ גָדוֹל ַעל ָההָר׃ ַעל ָההָר׃ ֶמה ָחכָם ִאישׁ ַהזֶּה׃‬
assimilação do ‫ ר‬exemplo: ‫לי‬
ִ ‫ – ֵשׁ‬que é meu. ‫׃‬daom. ‫שׁר ַהיֶּלֶד קוֹרֶא גָדוֹל‬ ֶ ‫ַמה טּוֹב ַהיֶלֶד ַהזֶּה׃ ַה ֵסּפֶר ֲא‬
‫׃‬hvmo, ‫ַהמָּקוֹם ֲא ֶשׁר אַ ָתּה עוֹ ֵמד ָה ָהר׃ ֵאלֶּה ַה ְד ָה ִרים ֲא ֶשׁר ִד ֵבּר‬
7. Introduzindo uma causa: quando ‫שׁר‬ ֶ ‫ ֲא‬introduz uma causa pode ‫ֶאת־ ִמי אַתָּה רוֹאֶה ַבּ ַביִת׃‬
significar – aquele que, aquilo que, tanto no nominativo, como no
acusativo. Nesses casos pode vir precedido de preposições e de
‫ – ֵאת‬sinal do acusativo.
8. Omissão do relativo: o relativo é omitido quando não faz falta ao
sentido. Usa-se também como mera conjunção.
Hebraico Instrumental 65 Hebraico Instrumental 66
b) Verter para o hebreu: XIV- PARTÍCULAS

Quem é este menino? Este menino é filho de José.Quem é aquele


menino? Aquele menino é irmão de Jacó. Que fazes? Leio no livro 1. Introdução: Chamam-se partículas certos fragmentos de palavras,
grande que está sobre a cadeira. Para onde vais? Vou para um lugar ou palavras, pequenas de origem mesmo, que servem para fazer
muito bom. Quão bom é este lugar. O lugar em que tu estas de pé é ligações entre as diferentes partes da sentença. Algumas ficaram
bom. A quem vês? Vejo meu pai. tão reduzidas que só aparecem ligadas inseparavelmente a outra
palavra como prefixo. Outras aparecem como sufixos e outras ainda
separadas das palavras que ligam.

2. Origem ou derivação:

a) Primitivas: Algumas são primitivas e são em mui pequeno


número. Outras são derivadas, principalmente do substantivo, mas
também do adjetivo, do pronome e do verbo. A derivação se dá
principalmente pela fragmentação ou redução da palavra original,
devido ao uso, e também pelo acréscimo de certos sufixos.

b) Compostas: a composição de dois ou mais elementos, por


contração ou integralmente, é também um processo, contudo,
menos comum de se formarem partículas.

c) Espécies de partículas: as partículas são principalmente


preposições, advérbios, conjunções, interjeições, etc. Eis algumas
espécies de partículas:

1) Interrogativa: ‫ ה‬Esta partícula também se usa como um prefixo


inseparável à palavra sobre a qual recai a ênfase de uma pergunta e
recebe pontuação mui semelhante à do artigo, porém diferente. É a
seguinte:

1. ‫ֲה‬ - É a sua pontuação comum; exemplo: ‫ֲה ִמן ָה ֵעץ‬ - Da


árvore? aOlh] - Não é?
2. ‫ ַה‬- Antes de sheva simples; exemplo: ‫ ַה ְמ ָעט‬É pouco? E
Hebraico Instrumental 67 Hebraico Instrumental 68

antes de guturais (não pontuadas com ָ (a) ou ֳ (o) %Leh;a]h; - Observação: ‫ ֵאת‬acusativo, sinal de objeto direto, só se distingue
Irei eu? de ‫את‬
ֵ com, quando leva sufixo pronominal.

3. ‫ – ֶה‬Antes de gutural com ָ ou ֳ ykinOa'h, – Eu? g) Preposições compostas: Há preposições compostas com outras
ou com substantivos, como‫על‬
ַ ‫ ֵמ‬de sobre; ‫ ֵפּן‬perante a face de
NOTA: Às vezes a consoante com sheva que segue o hê ‫ ִמ ַתּ ַחת‬e debaixo, etc. A preposição ‫ ֵבּין‬entre se repete; exemplo:
interrogativo toma um daghesh forte dirimente, para tornar mais
audível a enunciação do sheva. Não se conhece bem a origem desta
‫חשְׁך‬
ֶ ‫ ֵבּין ָהאוֹר וּ ֵבּין ַה‬- Entre a luz e as trevas.
partícula interrogativa.
h) Advérbios: Os Primitivos são poucos; al{ não; ‫שׁם‬ ַ ali, lá; ‫אָז‬
d) Persuasiva: ‫ נָא‬É uma partícula persuasiva (ou precatória) então, partículas essas de negação, de lugar de tempo. mesmo
interjetiva, enclítica, que acompanha o imperativo e lhe dá ênfase; essas, entende Gesênius, poderiam ser relacionadas com outras
raízes.
exemplo: ‫שׁי‬ ִ ‫ ַקה־נָא ֶאת נַ ְפ‬Toma, rogo-te, a minha alma (vida)...
Também é usada depois de advérbios interrogativos, de negação 1) Derivados: Por fragmentação ou redução de palavras mais longas,
e outros ou contraída com interjeições assim: ‫ אָנָּה‬- A! agora, de: temos ‫ אְַך‬- somente, na verdade, certamente, de ‫כל‬
ֵ‫ אָ‬.
‫ נָא‬+ ‫אָה‬.
2) Com sufixo, ‫ ָם‬e ‫ ֵרי ָקם‬vaziamente, em vão ‫ יוֹ ָמם‬de dia ou por
e) Preposições: Estas, derivam-se, na sua maioria, de substantivos.
dia; ~vol.vi anteontem; ‫ ִחנָּם‬gratuitamente; ‫אָ ְמנָם‬ realmente,
Eis algumas das mais comuns ‫אל‬ ֶ  para, a, (de movimento); ‫ַעל‬ verdadeiramente.
sobre, ao pé (local); tx;T;mi debaixo, sob, em lugar de; ‫עם‬
ִ com;
‫ ֵאת‬com (que também pode ser sinal do acusativo ou do objeto 3) Por contração: de elementos diferentes, temos: ‫ע‬
ַ ‫ ַמדוּ‬por que, de
direto); ‫בּין‬
ֵ entre; ‫ אַ ַחר‬após, depois, atrás; ‫ ֵא ֶצל‬perto de, ao lado ‫ ַמה‬e ‫ יָדוּ ַע‬literalmente, sabido ou conhecido; daom.Bi muito, em
de. abundância, ou mesmo, quase, que o simples daom. muito.

f) Preposições derivadas de substantivos: Algumas seguem a 4) Por combinação de elementos: Os elementos se podem combinar
analogia dos substantivos singulares, outras, porque se derivam da
forma do plural, seguem a analogia de substantivos no plural, e integralmente; exemplo ‫עם‬
ִ ‫ ִכּי‬exceto, a menos que; ‫אַ ֲח ֵרי ֵכּן‬
outras, por motivos etimológicos, parecem estar no plural. depois disso.

5) Função adverbial: Outras categorias gramaticais aparecem com


função adverbial; exemplo: ‫ טוֹב‬bem; ‫ראשׁוֹנָה‬ ִ primeiramente,
adjetivo masculino; ‫ זֶה‬aqui; e o infinito do absoluto, no Hifil,
Hebraico Instrumental 69 Hebraico Instrumental 70

‫ ַה ְר ֵבּה‬muito e ‫ ֵהי ֵטב‬bem, justo, justa ou retamente. NOTA: Há uma adversativa mais forte: ‫לם‬
ָ ‫ אוּ‬mas. Ainda há uma
outras, como: ‫בּל‬
ָ ‫ ֲא‬.
6) Advérbios com sufixos: Certos advérbios, que têm em si uma
idéia verbal, levam sufixos pronominais e geralmente na forma TAREFA
verbal do sufixo, especialmente com o nûm enérgico. Alguns
desses são: ‫ יֵשׁ‬há, existe; ‫אין‬
ֵ não há, não existe (com a idéia do Analise o texto a baixo grifando as expressões com partículas:
verbo ser ou existir inclusa). ‫ ֵאינֶנִּי‬não sou, ‫ ֵאינֶנּוּ‬ele não é;‫עוֹד‬
ainda, ou mais; ‫הנֵּה‬ ִ (interjeição) eis, eis que; exemplo: ‫ ִהנְנִי‬eis- ~y[iîv'ñr> tc;ç[]B; é%l;h' al{ï Ÿrv<Üa] vyaiªh'-yrev.(a;î
me, ou aqui estou; ‫אי‬ ֵ onde?, ‫ אַיּוֹ‬onde está ele? ‫ אַיֶָּכּה‬onde estás?
al{å ~yciªl÷e bv;îAmb.W dm'_[' al{ï ~yaiJ'x;â %r,d,äb.W
Atðr'Atb.W¥ Acïp.x,ñ hw"©hy> tr;îAtB. ~aiî yKiÛ `bv'(y"
‫ ָכּה‬no lugar de ‫ ָך‬- sufixo da 2a pessoa do masc. sing. lWtáv' é#[eK. hy"©h'w>) `hl'y>l")w" ~m'îAy hG<©h.y<
7) Conjunções: algumas foram, originalmente, pronomes, Whleî['w> ATª[iB. !TeìyI ŸAy“r>Pi rv<Üa] ~yIm"ï ygEòl.P;-l[;(
substantivos ou preposições: ‫כּי‬
ִ que, porque (causal), quando (de !kEï-al{ `x;yli(c.y: hf,ä[]y:-rv,a] lkoßw> lAB+yI-al{)
tempo); ‫ֶפּן‬ para que não (negativa final); ‫ִאם‬ se, condicional; `x;Wr) WNp,îD>Ti-rv,a] #MoªK÷-; ~ai yKiî ~y[i_v'r>h'
compostas, ‫ְבּ ֶט ֶרם‬ antes que. Toda preposição seguida de ‫ֲא ֶשׁר‬ ~yaiªJ'x;w>÷ jP'_v.MiB; ~y[iv'r>â WmqUåy"-al{ Ÿ!KEÜ-l[;
(pron. relativo, que) se torna conjuntiva ‫ אַ ַהז ֲא ֶשׁר‬depois que. ~yqI+yDIc; %r,D,ä hw"hy>â [;deäAy-yKi( `~yqI)yDIc; td;î[]B;
`dbe(aTo ~y[iäv'r> %r,d,Þw>
8) Interjeições: ‫ אָח‬ah! ‫ההּ‬
ָ ‫ ֲא‬ah! ‫הוֹי‬ ai de mim! ‫ אוֹי‬ai, ai de, ai de ti!
ah! -‫ ִמי יִ ֵתּן‬quem dera!, oxalá! ‫ ָה ִלי ָלה‬Longe de mim! (esteja),
(com ‫ ה‬locale).

9) Conjunções correlatas: ‫אוֹ‬... ‫ אוֹ‬ou... ou; ‫ ִאם‬... ‫ ִאם‬quer... quer,


‫ גַּם‬também, advérbio, ‫גַּם‬... ‫ גַּם‬tanto... como; al{ ~G:... al{ ~G:
nem... nem.

10) Adversativa: A conjunção adversativa “mas”, geralmente se


expressa pelo ‫( ו‬conjuntivo) ou, depois de uma negativa, pela
exclusiva ‫ ִכּי ִאם‬, senão, exceto, mas, a menos que,etc.
Hebraico Instrumental 71 Hebraico Instrumental 72
XV- SUFIXOS POSSESSIVOS masculino singular absoluto (nesse caso, sem a idéia de posse).
Recebendo o sufixo se dirá que está no masculino singular
construto “cavalo de”, porque literalmente se diria: “cavalo de
1. Não há no hebraico o pronome possessivo mas, a idéia de posse se mim”, “cavalo de ti”, etc. Vejamos como se declinam este e
expressa, rigorosamente, por meio de sufixos, ou partes outros substantivos e adjetivos. No masculino ou feminino
significativas dos pronomes pessoais acrescentadas aos construto singular. Observe, que por questões de eufonia ou de
substantivos ou adjetivos. Expressa-se geralmente a qualidade morfologia mesmo, poderão haver mudanças nas vogais de
justapondo o substantivo ao adjetivo, exemplo: vd<q-o rh; - monte alguns vocábulos, bem como aduções à sua raiz.
de santidade, em vez de monte santo. Do mesmo modo se faz o
possessivo. Coloca-se o substantivo em construto com o pronome. Observação: Nem todas as palavras se encontram totalmente
Este, porém, vem na forma fragmentada de sufixo e, não na forma declinadas na TaNaK, portanto se torna difícil saber como os
massoretas as pontuariam, contudo, por eufonia, e baseados na
completa, exemplo ‫סי‬ ִ ‫( סּוּ‬cavalo de mim) meu cavalo; ‫סּוּ ְסָך‬ adução dos sufixos a algumas palavras, procura-se, de forma
(cavalo de ti) teu cavalo. Considera-se o vocábulo justaposto ao pedagogica, declinar os termos. Pode, contudo, nesse particular,
sufixo pronominal, no construto com o sufixo, embora, devido às não haver unânimudade entre os estudiosos. Isso não é
exigências fonéticas alterem-se as suas vogais. importante, pois, a finalidade do hebreu bíblico é consumir o
texto da TaNaK, e não, de grafar termos ou expressões que ali
2. Os sufixos anexados aos substantivos e adjetivos no construto não se encontrem.
singular são os seguintes:
b) substantivos e adjetivos no masc. e fem. construto singular:
Sufixos do singular Sufixos do plural
1cs ִ‫י‬ meu, minha 1cp ‫ֵנוּ‬ nosso, nossa 1) ‫“ – סוּס‬cavalo de” - masculino singular:
2ms ‫ֶָך ְָך‬ teu 2mp ‫ְ ֶכם‬ vosso

2fs ‫ְְךְָךְֵך‬ tua 2fp ‫ְ ֶכן‬ vossa 1cs ‫סוּ ִסי‬ meu cavalo 1cp ‫סוּ ֵסנוּ‬ nosso cavalo

3ms ‫וֹ הוּ‬ dele, seu 3mp ‫ָ ֵהם ָם‬ deles, seus


2mg ‫סוּ ֶסָך‬ teu cavalo 2mp ‫סוּ ְס ֶכם‬ vosso cavalo

3fs ‫ֶ ָה ָהּ ָה‬ sua, dela 3fp ‫ָ ֵהן ָן‬ delas, suas


2 fs ‫סוּ ֵסְך‬ teu cavalo 2fp ‫סוּ ְס ֶכן‬ vosso cavalo
3ms ‫סוּסוֹ‬ seu cavalo (dele) 3mp ‫סוּ ָסם‬ seu cavalo (deles)

3. Sufixos anexados aos substantivos e adjetivos no singular:


3s ‫סוּ ָסהּ‬ seu cavalo (dela) 3fp ‫סוּ ָסן‬ seu cavalo (delas)

a) ‫סוּס‬ – cavalo, é uma palavra usada como paradigma pelos


gramáticos por não sofrer mudanças em sua raiz quando
declinada. Destituída de sufixos se classifica como substantivo,
Hebraico Instrumental 73 Hebraico Instrumental 74

2) ‫מל‬
ָ ָ‫“ – ג‬camelo de”- masculino singular: 5) ‫“ – קוֹל‬voz de” - maculino singular:

1cs ‫גְ ָמ ִלי‬ meu camelo 1cp ‫גְ ָמ ֵלנוּ‬ nosso camelo 1cp ‫קוֹ ִלי‬ minha voz 1cp ‫קוֹ ֵלנוּ‬ nossa voz
2mg ‫גְ ָמ ֶלָך‬ teu camelo 2mp ‫גְ ָמ ְל ֶכם‬ vosso camelo 2mp ‫קוֹ ְלָך‬ tua voz 2mp ‫קוֹ ְל ֶכם‬ vossa voz
2 fs ‫גְ ָמ ֵלְך‬ teu camelo 2fp ‫גְ ָמ ְל ֶכן‬ vosso camelo 2fp ‫קוֹ ֵלְך‬ tua voz 2fp ‫קוֹ ְל ֶכן‬ vossa voz
3ms ‫גְ ָמלוֹ‬ seu camelo (dele) 3mp ‫גְ ָמ ָלם‬ seu camelo (deles) 3mp ‫קוֹלוֹ‬ sua voz 3mp ‫קוֹ ָלם‬ sua voz
3s ‫גְ ָמ ָלהּ‬ seu camelo (dela 3fp ‫גְ ָמ ָלן‬ seu camelo (delas) 3fp ‫קוֹ ָלהּ‬ sua voz 3fp ‫קוֹ ָלן‬ sua voz

3) ‫ אָב‬- “pai de” - masculino singular: 6) ‫“ טוֹ ָבה‬boa”, “bondade” - ‫ טוֹ ַבת‬adj.fs.const.,“bondade de”

1cs ‫ אָ ִבי‬- ‫ֲא ִבי‬ meu pai 1cp ‫אָ ִבינוּ‬ nosso pai 1cp ‫טוֹ ָב ִתי‬ minha bondade 1cp ‫טוֹ ָב ֵתנוּ‬ nossa bondade

2mg ‫אָ ִביָך‬ teu pai 2mp ‫ֲא ִבי ֶכם‬ vosso pai 2mp ‫טוֹ ָב ֶתָך‬ tua bondade 2mp ‫טוֹ ָב ְת ֶכם‬ vossa bondade

2 fs ‫אָ ִביְך‬ teu pai 2fp ‫ֲא ִבי ֶכן‬ vosso pai 2fp ‫טוֹ ָב ֵתְך‬ tua bondade 2fp ‫טוֹ ָב ְת ֶכן‬ vossa bondade

3ms ‫אָ ִביהוּ‬ seu pai 3mp ‫ֲא ִבי ֶהם‬ seu pai 3mp ‫טוּבוֹ‬ sua bondade 3mp ‫טוֹ ָבם‬ sua bondade

3s ‫אָ ִבי ָה‬ seu pai 3fp ‫ֲא ִבי ֶכן‬ seu pai 3fp ‫טוֹ ָבהּ‬ sua bondade 3fp ‫טוֹ ָבן‬ sua bondade

4) ‫ זָ ֵקן‬- “velho de” adjetivo “velho” - maculino singular: 7) ‫ – תּוֹ ָרה‬lei, preceito, norma, ‫– תּוֹ ַרת‬ sub. fem. sing. construto
“lei de”, “preceito de”, “norma de”:
1cp ‫זָ ְקנִי‬ meu velho 1cp ‫זָ ְקנּוּ‬ nosso velho
2mp ‫זְ ָקנֶָך‬ teu velho 2mp ‫זְ ַקנְ ֶכם‬ vosso velho 1cp ‫תּוֹ ָר ִתי‬ minha lei 1cp ‫תּוֹ ָר ֵתנוּ‬ nossa lei

2fp ‫זִ ְקנְָך‬ teu velho 2fp ‫זְ ַקנְ ֶכן‬ vosso velho 2mp ‫תּוֹ ָר ְתָך‬ tua lei 2mp ‫תּוֹ ָר ְת ֶכם‬ vossa lei

3mp ‫זְ ָקנוֹ‬ meu velho 3mp ‫זְ ָקנָם‬ seu velho 2fp ‫תּוֹ ָר ֵתְך‬ tua lei 2fp ‫תּוֹ ָר ְת ֶכן‬ vossa lei

3fp ‫זִ ְקנָהּ‬ seu avelho 3fp ‫זְ ָקנָן‬ seu velho 3mp ‫תּוֹ ָרתוֹ‬ sua lei 3mp ‫תּוֹ ָר ְת ֶהם‬ sua lei
3fp ‫תּוֹ ָרהּ‬ sua lei 3fp ‫תּוֹ ָר ְת ֶהן‬ sua lei
Hebraico Instrumental 75 Hebraico Instrumental 76
Observações: Observe-se que as palavras femininas terminadas em Construto plural Construto singular
‫ ה‬hê, sofrem mutação em sua raiz, transformando-se o ‫ ה‬em ‫ ת‬tav. Singular Plural Singular Plural
Nesse caso, temos a idéis de posse destituída do gênero (que possui)
ou, de pessoa. Também se tem da idéia a mesma construção com
1cs ‫סּוּ ַסי‬ 1cp ‫סּוּ ֵסינוּ‬ 1cs ‫סּוּ ִסי‬ 1cp ‫סּוּ ֵסנוּ‬
palavras masculinas nesse caso, usa-se o çerê-gadhôl, como na 2ms ‫סּוּ ֶסיָך‬ 2mp ‫סּוּ ֵסי ֶכם‬ 2ms ‫סּוּ ְסָך‬ 2mp ‫סּוּ ְס ֶכם‬
palavra ‫סּוּס‬, cavalo, ‫סי‬
ֵ ‫סּוּ‬, lê-se – susê e, se traduz, cavalo de. 2fs ‫סּוּ ַסיְך‬ 2fp ‫סּוּ ֵסי ֶכן‬ 2fs ‫סּוּ ֵסְך‬ 2fp ‫סּוּ ְס ֶכן‬
3fs ‫סּוּ ָסיו‬ 3mp ‫סּוּ ֵסי ֶהם‬ 3fs ‫סּוּסוֹ‬ 3mp ‫סּוּ ָסם‬
4. Os sufixos pronomes anexadas ao substantivo no construto dual ou
no plural são os seguintes: 3fs ‫סּוּ ֶסי ָה‬ 3fp ‫סּוּ ֵסי ֶהן‬ 3fs ‫סּוּ ָסהּ‬ 3fp ‫סּוּ ָסן‬
Sufixos do singular Sufixos do plural
Observação: forma pausal do construto singular da 2a pes. masc.
1cs ‫ַי‬ meu, minha 1cp ‫ֵינוּ‬ nosso, nossa
teu sing. ‫סָך‬
ֶ ‫סוּ‬. Observemos nos exemplos, como se declinam e se
2ms ‫ֶיָך‬ 2mp ‫ֵי ֶכם‬ vosso traduzem os substantivos e adjetivos com sufixos possessivos do
construto singular e do construto plural:
2fs ‫ַיְך‬ tua 2fp ‫ֵי ֶכן‬ vossa
3ms ‫ָי ו‬ dele, seu 3mp ‫ֵי ֶהם‬ deles, seus
1) ‫“ – סּוּס‬cavalos de” – no construto plural:
3fs ‫ֶי ָה‬ sua, dela 3fp ‫ֵי ֶהן‬ delas, suas

5. Uma simples inspeção desta tabela mostra que nos sufixos da 2a


‫סוּ ַסי‬ meus cavalos ‫סוּ ֵסינוּ‬ nossos cavalos

pes. sing. e plural, o ‫ ת‬é permutado pelo ‫ ְך‬, de sorte que, em vez ‫סוּ ֶסיָך‬ teus cavalos ‫סוּ ֵסי ֶכם‬ vossos cavalos
de: ‫ ָתּ‬- ‫ ְתּ‬- ‫ ֶתּם‬-‫ֶתּן‬ temos: ‫ ָך‬-‫ ְך‬- ‫ ֶכן – ֶכם‬. ‫סוּ ָסיְִך‬ teus cavalos ‫סוּ ֵסי ֶכן‬ vossos cavalos

‫סוּ ָסיו‬ seus cavalos (dele) ‫סוּ ֵסי ֶכם‬ seus cavalos (deles)
9. Tomando por paradigma o vocábulo ‫סּוּס‬, cavalo, vejamos as
alterações que sofre a palavra acrescida dos sufixos possessivos, ‫סוּ ֶסי ָה‬ seus cavalos (dela) ‫סוּ ֵסי ֶכן‬ seus cavalos (delas)
pondo o construto singular ao lado do construto plural.
Hebraico Instrumental 77 Hebraico Instrumental 78

2) ‫מל‬
ָ ָ‫“ – ג‬camelos de” – no construto plural: 5) ‫בּן‬
ֵ – filho de” – no construto singular:

‫גְ ָמ ַלי‬ meus camelos ‫גְ ָמ ֵלינוּ‬ nossos camelos ‫ָבּנַי‬ meus filhos ‫ָבּנֵינוּ‬ nossos filhos

‫גְ ָמ ֶליָך‬ teus camelos ‫גְ ָמ ְלי ֶכם‬ vossos camelos ‫ָבּנֶיָך‬ teus filhos ‫ְבּנֵי ֶכם‬ vossos filhos

‫גְ ָמ ָליְִך‬ teus camelos ‫גְ ָמ ְלי ֶכן‬ vossos camelos


‫ָבּנַיְִך‬ teus filhos ‫ְבּנֵי ֶכן‬ vossos filhos
‫ָבּנָיו‬ seus filhos ‫ְבּנֵי ֶהם‬ seus filhos
‫גְ ָמ ָליו‬ seus camelos (dele) ‫גְ ָמ ֵלּי ֶכם‬ seus camelos (deles)
‫ָבּנֶּי ָה‬ seus filhos ‫ְבּנֵי ֶהן‬ seus filhos
‫גְ ָמ ֶלי ָה‬ seus camelos (dela) ‫גְ ָמ ֵלּי ֶכן‬ seus camelos (delas)
6) ‫בה‬
ָ ‫“ – טוֹ‬boa”, “bondade” ‫ טוֹ ַבת‬- adj.fem.sing.const.“bondade de”:
3) ‫אבוֹת‬
ֲ - “pais de” – “antepassados de” no construto plural:
‫טוֹ ָב ַתי‬ minhas bondades WnytebowOj nossas bondades
‫ֲאבוֹ ַתי‬ meus pais ‫ ֲאבוֹ ֵתינוּ‬nossos pais ‫טוֹ ָב ֶתיָך‬ tuas bondades ‫כֶם‬ytebowOj vosssas bondades
‫ֲאבוֹ ֶתיָך‬ teus pais ‫ ֲאבוֹ ֵתי ֶכם‬vossos pais ‫ְך‬ytebowOj tuas bondades ‫טוֹב ֵתי ֶכן‬ vossas bondades

‫ֲאבוֹ ֵתיְך‬ teus pais ‫ ֲאבוֹ ֵתי ֶכן‬vossos pais wyt'boAj suas bondades ~h,ytebowOj suas bondades
‫ ָה‬ytebowOj suas bondades !h,ytebowOj suas bondades
‫ֲאבוֹ ָתיו‬ seus pais ‫ ֲאבוֹ ָתם ֲאבוֹ ֵתי ֶהם‬seus pais
‫ֲאבוֹ ֵתי ָה‬ seus pais ‫ ֲאבוֹ ֵתי ֶהן‬seus pais
Observação: no const. pl., só ocorre a 3a. masculino singular.
4) ‫קן‬
ֵ ָ‫ ז‬- “velhos de” – no construto plural: 7) ‫רה‬ָ ‫ תּוֹ‬- sub. sing. abs. - lei, preceito, norma - ‫ תּוֹ ַרת‬- sub. fem.
sing. construto “lei de”, “preceito de”, “norma de”:
‫זָ ְקנַי‬ meus velhos ‫זָ ְקנֵינוּ‬ nossos velhos
‫תּוֹ ָר ַתי‬ nossas leis ‫תּוֹ ָר ֵתינוּ‬ nossas leis
‫זְ ֵקנֶיָך‬ teus velhos ‫זִ ַקנֵי ֶכם‬ vossos velhos
‫תּוֹ ָר ֶתיָך‬ tuas leis ‫תּוֹ ָר ֵתי ֶכם‬ vossas leis
‫זְ ֵקנָיְִך‬ teus velhos ‫זִ ַקנֵי ֶכן‬ vossos velhos
‫תּוֹ ָר ַתיְִך‬ tuas leis ‫תּוֹ ָר ֵתי ֶכן‬ vossas leis
‫זְ ֵקנָיו‬ meus velhos ‫זִ ַקנֵי ֶהם‬ seus velhos
wyt'roAT suas leis ‫תּוֹ ָר ֵתי ֶהם‬ suas leis
‫זְ ֵקנֶי ָה‬ seus avelhos ‫זִ ַקנֵי ֶהן‬ seus velhos
‫תּוֹ ָר ֶתי ָה‬ suas leis ‫תּוֹ ָר ֵתי ֶהן‬ suas leis
Hebraico Instrumental 79 Hebraico Instrumental 80
TAREFA XVI- PARTÍCULAS COM SUFIXO

Destaque abaixo as palavras contendo sufixo pronominal


possessivo no construro singular e plural e traduza os textos: 1. Preposições, advérbios e outros: São geralmente fragmentos de
nomes e, como estes, tomam sufixos pronominais, na forma
1Sa 20.1 ^ybia' ynEp.li ytiaJ'x;-hm,W ynIwO[]-hm, nominal. Alguns advérbios têm sentido e força de verbo, tomando
Gn 20.8 wyd"b'[]-lk'l. ar"q.YIw: rq,BoB; %l,m,ybia] ~Kev.Y:w: sufixo na forma verbal e até com nûn enérgico. Há partículas que
Gn 31.16 WnynEb'l.W aWh Wnl' Wnybia'me ~yhil{a/ lyCihi rv,a] rv,[oh'-lk'i tomam o sufixo na forma de um substantivo plural, como: ‫תּי‬ָ ‫ ַתּ ַח‬-
Js 1.2 !DEr>Y:h;-ta, rbo[] ~Wq hT'[;w> tme yDIb.[; hv,mo em meu lugar,‫ריִו‬
ָ ‫ אַ ֲח‬após ele, porque são de fato plurais. Outras
1Rs 8.57 Wnyteboa]-~[i hy"h' rv,a]K; WnM'[i Wnyhel{a/ hw"hy> yhiy porque terminavam originalmente em ‫ י‬, como ‫ ַעל‬e ‫ ֶאל‬, derivados
1Cr 19.13 Wnyhel{a/ yrE[' d[;b.W WnMe[;-d[;B. hq'Z>x;t.nIw> qz:x] do verbo lâmede he, reassumem o ‫ י‬primitivo, ao receberem
Sl 66.9 Wnleg>r: jAMl; !t;n"-al{w> ~yYIx;B; Wnvep.n: ~F'h;
sufixos, dando a impressão de um substantivo plural; exemplo: ‫לי‬ ַ ‫ָע‬
Sl 68.11 ~yhil{a/ ynI['l, ^t.b'AjB. !ykiT' Hb'-Wbv.y" ^t.Y"x;
Is 37.28 yl'ae ^z>G<r:t.hi taew> yTi[.d"y" ^a]AbW ^t.acew> ^T.b.viw> sobre mim; ‫לי‬ַ ‫ ֵא‬para mim.
Gn 12.1 ^ybia' tyBemiW ^T.d>l;AMmiW ^c.r>a;me ^l.-%l, 2. Preposições inseparáveis:
Os 8.2 laer"f.yI ^Wn[]d:y> yh;l{a/ Wq['z>yI yli
Dn 9.10 wyt'roAtB. tk,l,l' Wnyhel{a/ hw"hy> lAqB. Wn[.m;v' al{w> ‫( ְל‬para), expressando a idéia de posse.
Singular Plural
1c ‫ִלי‬ para mim, de mim ‫ָלנוּ‬ para nós, de nós
2m ‫ְלָך‬ para ti, deti ‫ָל ֶכם‬ para vós, de vós
2f ‫ָלְך‬ para ti, deti ‫ָל ֶכן‬ para vós, de vós
3m ‫לוֹ‬ para ele, dele ‫ ָל ֶהם‬poética para eles, deles
3f ‫ָלהּ‬ para ela, dela ‫ָל ֶהן‬ para elas, dela

3. Outras formas e partículas: A forma ‫למוֹ‬ ָ , também aparece com


a 3a pessoa do masc. sing., mas, os gramáticos relutam em aceitá-
la como tal, dizendo que sempre se refere a um referência
singular, porém coletivo. Há duas passagens, pelo menos, em que
a referência deve ser ao singular, Isaías 53.8, cujo capítulo todo se
refere ao “servo sofredor” na 3a pessoa do singular, e 44.15, em
Hebraico Instrumental 81 Hebraico Instrumental 82
que o sentido o exige, refere-se a ídolo. Ainda aí desejam eles Singular Plural
afirmarem que ídolo é coletivo, mas o v. 17 repete a referência 1c ‫ ִמנִּי‬- poético ‫ ִמ ֶמּנִּי‬- ‫ ֶמנִּי‬- de mim ‫ ִמ ֶמּנוּ‬- de nós (= 3ms)
com a forma ‫( לוֹ‬lhe), que é singular.
2m ‫ ִמ ְמָּך‬- ‫ ִמ ֶמָך‬- de ti ‫ ִמ ֶכּם‬- de vós
‫ְבּ‬ em, com, por, às vezes, contra. Segue o paradigma da anterior, 2f ‫ ִמ ֵמְּך‬- de ti ‫ ִמ ֶכּן‬- de vós
exceto que, na 3a plural, as formas são para o masculino são: ‫ָבּ ֶהם‬ 3m ‫ ִמ ֶמּנוּ‬- dele ‫ ִמנְּ ֶהם‬- poética - deles
‫ ָבּם‬e para o feminino ‫ ָבּ ֶהן‬. 3f ‫מ ֶמּנָה‬ - dela ‫ ֵמ ֶהן‬- delas
‫ְכּ‬ como, conforme, de acordo com. Esta recebe o acréscimo da Observação: A 3a pessoa do mas. sing. também tem na poesia as
sílaba ‫ מוֹ‬antes de levar sufixo, recaindo a tônica sobre esta sílaba seguintes formas: ‫מנְּהוּ‬
ֶ  e ‫ ִמנֵּהוּ‬dele. A 2a pessoa masc. sing. na
e, recebendo o qamats na pré-tônica aberta. pausa toma forma: ‫מָּך‬
ֶ ‫ ִמ‬.
Singular Plural
‫ ִעם‬com, (partícula prepositiva)
1c ‫ָכּמוֹנִי‬ como eu ‫ָכּמוֹנוּ‬ como nós
Singular Plural
2m ‫ָכּמוָֹך‬ como tu ‫ְכּמוֹ ֶכם ָכּ ֶכם‬ como vós
1c ‫ִע ִמּי‬ ou ‫ִע ָמּ ִדי‬ comigo ‫ִע ָמּנוּ‬ conosco
2f ----------- ----------- ----------------- --------------------------
3m ‫ָכּמוֹהוּ‬ ‫ָכּ ֵהם‬ ‫ ָכּמוֹ ֶהם ָכּ ֶהם‬como eles 2m ‫ִע ְמָך‬ contigo ‫ִע ָמ ֶכם‬ convosco

3f ‫ָכּמוֹ ָה‬ como ela ------------------ ----------- ------------- 2f ‫ִע ָמְך‬ contigo ----------------------------------
3m ‫ִעמוֹ‬ com ele ‫ִע ָמּם‬ ou ‫הם‬
ֶ ‫ ִע ָמּ‬com
Observação: A sílaba ‫מוֹ‬, na poesia hebraica, aparece com as
preposições: ‫בּ‬
ְ - ‫ ְכּ‬- ‫ ְל‬assim:, ‫ ְלמוֹ‬,‫ ְכּמוֹ‬,‫ ְבּמוֹ‬- mesmo sem sufixos
3f ‫ִע ָמּהּ‬ com ela ----------------------------------

pronominais, de sorte que aparecem como palavras independentes e


separadas daquelas que regem.

‫ִמן‬ de, (indicando procedência, como from em inglês). A sintaxe


indicará outros usos dessa preposição, como por, instrumental, Observação: O ‫מ‬ se duplica, porque é derivado da raiz do verbo
causal, sem, privativo, de tempo, desde, etc.
Ayin duplo ‫מם‬ ַ ‫( ָע‬tornar-se preto ou pálido, apagar o fogo ou uma
luz) A 2a pessoa do masc. sing. na pausa é igual à 2a f. sing.
Hebraico Instrumental 83 Hebraico Instrumental 84
TAREFA
‫ ֵאת‬com, (partícula prepositiva) a) Faça a leitura, analise e tradução do texto:
Pessoa Singular Plural
1c ‫ ִא ִתּי‬comigo ‫ִא ָתּנוּ‬ conosco trEv'm. !Wn-!Bi [:vuAhy>-la, hw"hy> rm,aYOw: hw"hy> db,[, hv,mo tAm yrEx]a; yhiy>w: 1
hT'a; hZ<h ; !DEr>Y:h;-ta, rbo[] ~Wq hT'[;w> tme yDIb.[; hv,mo 2 Çrmoale hv,mo
2m ‫ִא ְתָּך‬ contigo ‫ִא ָתּ ֶכם‬ convosco 3
laer"f.yI ynEb.li ~h,l' !tenO ykinOa' rv,a] #r<a'h'-la, hZ<h; ~['h'-lk'w>
2f ‫ִא ָתְּך‬ contigo --------------------------- yTir>B;DI rv,a]K; wyTit;n> ~k,l' AB ~k,l.g>r:-@K; %rod>Ti rv,a] ~Aqm'-lK'
3m ‫ִאתּוֹ‬ com ele ‫ִא ָתּם‬ com eles #r<a, lKo tr"P.-rh;n> lAdG"h; rh'N"h;-d[;w> hZ<h; !Anb'L.h;w> rB'd>Mih;me 4 Çhv,mo-la,
vyai bCey:t.yI-al{ 5 Ç~k,l.WbG> hy<h.yI vm,V'h; aAbm. lAdG"h; ~Y"h;-d[;w> ~yTixih;
3f ‫ִא ָתּהּ‬ com ela ---------------------------
^P.r>a; al{ %M'[i hy<h.a, hv,mo-~[i ytiyyIh' rv,a]K; ^yY<x; ymey> lKo ^yn<p'l.
#r<a'h'-ta, hZ<h; ~['h'-ta, lyxin>T; hT'a; yKi #m'a/w< qz:x] 6 Ç&'b,z>[,a, al{w>
Οbsevação: O ‫ת‬ se duplica pela mesma razão da anterior. A tAf[]l; rmov.li daom. #m;a/w< qz:x] qr: 7 Ç~h,l' ttel' ~t'Aba]l; yTi[.B;v.nI-rv,a]
pontuação de ‫את‬ ֵ – enquanto preposição, é como na tabela a cima; ![;m;l. lwamof.W !ymiy" WNM,mi rWsT'-la; yDIb.[; hv,mo ^W>ci rv,a] hr"ATh;-lk'K.
contudo, o seu uso mais freqüente e como sinal de acusativo ou do AB t'ygIh'w> ^yPimi hZ<h; hr"ATh; rp,se vWmy"-al{ 8 Ç%leTe rv,a] lkoB. lyKif.T;
objeto direto (nesse caso, nem empre se traduz). Distingue-se da -ta x:ylic.T; za'-yKi AB bWtK'h;-lk'K. tAf[]l; rmov.Ti ![;m;l. hl'y>l;w" ~m'Ay
anterior pela diferça de pontuação ou (quando não recebe pontuação yKi tx'Te-la;w> #ro[]T;-la; #m'a/w< qz:x] ^ytiyWIci aAlh] 9 ÇlyKif.T; za'w> ^k,r"D,
ou sufixo) pelo contexto. A pontuação de ‫את‬
ֵ como sinal do acusativo p Ç%leTe rv,a] lkoB. ^yh,l{a/ hw"hy> ^M.[i
é como segue:

‫ֵאת‬partícula objeto direto


Singular Plural
1c ytiaome, a mim WnTai' nos, a nós
2m ^t.ao pausal %t'ao - te, a ti ~kT,ai. vos, a vós
2f %ta'o te, a ti !kT,ai. vos, a vós
3m Atao o, a ele ~tao' os, a eles
3f Ht'ao a, a ela !tao' as, a elas
Hebraico Instrumental 85 Hebraico Instrumental 86
XVII- NUMERAIS ORDINAIS E CARDINAIS 7. No quadro abaixo, temos os numerais cardinais de um a dez nas
formas em que são usados com os substantivos masculinos e
femininos.
Como vimos a princípio, cada consoante hebraica tem um
valor numérico (vide unidade II – tábua alfabética). Veremos nessa
unidade os numerais cardinais e ordinais e como são nomeados no
idioma hebreu. No feminino No masculino
um ‫ֶא ָחד‬ ‫אַ ַחת‬ uma ‫אַ ַחת‬ ‫אַ ַחת‬
2. Tomando como exemplo o vocábulo ‫ ִאישׁ‬- homem, observemos a dois ‫ְשׁ ַתּיִם‬ ‫ְשׁנִי‬ ‫ְשׁ ַתּיִם‬ ‫ְשׁ ֵתּי‬
expressão que o segue: ‫חד‬ ָ ‫( ִאישׁ ֶא‬um homem). Neste exemplo, três ‫לשׁה‬ָ ‫ְשׁ‬ ‫לשׁת‬ֶ ‫ְשׁ‬ ‫ָשׁלשׁ‬ ‫ְשׁ ַלשׁ‬
aparece o adjetivo correspondente ao número um em hebraico. Por
ser um adjetivo, deve ser escrito após o substantivo.
quatro ‫אַ ְר ָבּ ָעה‬ ‫אַ ְר ַבּ ַעת‬ ‫אַ ְר ַבּע‬ ‫אַ ְר ַבּע‬

Construto

Construto
Absoluto

Absoluto
Numeral
cinco ‫ַח ִמ ָשׁה‬ ‫ֲח ֵמ ֶשׁת‬ ‫ָח ֵמשׁ‬ ‫ֲח ֵמשׁ‬
3. Vejamos também este exemplo: ‫חת‬ ָ ‫ ִא ָשׁה אַ‬uma mulher. Como seis ‫ִשׁ ָשׁה‬ ‫ֵשׁ ֶשׁת‬ ‫ֵשׁשׁ‬ ‫ֵשׁשׁ‬
vimos neste exemplo, o adjetivo correspondente ao número um
deve concordar em gênero com substantivo: dx'a, ~ve um nome,
sete ‫ִשׁ ְב ָעה‬ ‫ִשׁ ְב ַעת‬ ‫ֶשׁ ַבע‬ ‫ְשׁ ַבע‬
tx;a; ry[i - uma cidade. oito hn"mov. tn:mov. hn<mov. hn<mov
nove ‫ִתּ ְשׁ ָעה‬ ‫ִתּ ְשׁ ַעת‬ ‫ֵתּ ַשׁע‬ ‫ֵתּ ַשׁע‬
4. Os números de um a dez têm uma forma para o masculino e outra dez ‫ֲע ָשׂ ָרה‬ ‫ֲע ֶשׂ ֶרת‬ ‫ֶע ֶשׂר‬ ‫ֶע ֶשׂר‬
para o feminino, como também podem aparecer no estado absoluto
ou no construto.
8. Os números de onze a dezenove são formados por duas palavras,
5. Vejamos o exemplo que segue: ~yvin'a] ynev. dois homens. Neste
isto é, pela unidade e o número dez, como no exemplo:‫עשׂר‬
ָ ‫אַ ַחת‬
caso, o número dois, sendo também substantivo aparece antes da
onze.
palavra “homens”. Observemos ainda este exemplo: yvin' yTev. duas
mulheres. A modificação apresentada no numeral é decorrente da
sua forma feminina. Observe a variação nos exemplos a seguintes: 9. Normalmente o substantivo que segue um dos numerais de onze a
yniB' ynev. dois filhos, twOdl'y< yTev. duas meninas, sucessivamente. dezenove ocorre no plural; exemplo: ‫בּנִים‬
ָ ‫ ֲח ִמ ָשׁה ָע ָשׂר‬quinze
filhos.
6. Do número três ao décimo o numeral permanece no singular,
mesmo se o substantivo estiver no plural. Exemplo: ~yniB' hv'lv.
três filhos.
Hebraico Instrumental 87 Hebraico Instrumental 88
a) 10. Abaixo, temos os numerais cardinais de onze a dezenove: quatrocentos ‫אַ ְר ָבּע ֵמאוֹת‬ novecentos ‫ְתּ ַשׁע ֵמאוֹת‬
Masculino Feminino
quinhentos ‫ֲח ֵמשׁ ֵמאוֹת‬ mil ‫ֶא ֶלף‬
onze ‫אַ ַחת ַע ָשׂר‬ ‫אַ ַחת ֶע ְשׂ ַרה‬
seiscentos ‫ֵשׁשׁ ֵמאוֹת‬ dois mil ‫אַ ְל ַפּיִם‬
onze ‫ַע ְשׁ ֵתּי ַע ָשׂר‬ ‫ַע ְשׁ ֵתּי ֶע ְשׂ ֵרה‬ VOCABULÁRIO
doze ‫ְש ֵתּים ֶע ְשׂ ֵרה ְשׁנֵי ָע ָשׂר ְשׁנֵים ָע ָשׁר‬ ‫ְשׁ ֵתּי‬ ‫ַחיַּי‬ const. de ‫חיִּים‬ ַ , m.p.,vidas ‫ ָבּ ַקע‬romper
treze ‫לשׁה ָע ָשׂר‬ָ ‫ְשׁ‬ ‫ְשׁלשׁ ֶע ְשׂ ֵרה‬ sub. um pouco, pouca cousa,
‫ְמאַט‬ ‫ ַמ ְעיָן‬fonte
Numeral

escassez.
quatorz ‫אַ ְר ָבּ ָעה ָע ָשׂר‬ ‫ַע ְר ַבּע ֶע ְשׂ ֵרה‬ ser forte, poderoso, sobrepujar,
e
quinze ‫משּׁה ָע ָשׂר‬ָ ‫ֲח‬ ‫ֲח ֵמשׁ ֶע ְשׂ ֵרה‬ ‫ גָּ ַבר‬prevalecer. ‫ ַרע‬mal (mau adj.)
dezesse ‫ִשׁ ָשּׁה ָע ָשׂר‬ ‫ֵשׁשׁ ֶע ְשׂ ֵרה‬ vdxo< mês, lua nova, novidade. ‫ נָ ִשׁים‬mulheres
is f. abismo, profundeza, mar, (às
dezesse ‫ִשׁ ְב ָעה ָע ָשׂר‬ ‫ְשׁ ַבע ֶע ְשׂ ֵרה‬ ‫ם‬‫ ְתּה‬vezes, m.). ‫ אָ ְצבַּע‬f. dedo
te
dezoito ‫ ָע ָשׂר‬hnmo " v. ‫ ֶע ְשׂ ֵרה‬hn<mov. ‫ ַכּ ָמּה יְ ֵמי ְשׁנֵי ַחיָּיָך‬Quantos anos tens? Quantos são os dias
dezeno ‫ִתּ ְשׁ ָעה ָע ָשׂר‬ ‫ְתּ ַשׁע ֶע ְשׂ ֵרה‬ dos anos da tua vida? (frase idiomática)
e ‫ ֲאנִי ֵבּן ֵתּ ַשׁע ָשׁנִים‬Tenho nove anos. Eu sou filho de nove
anos. (frase idiomática)
11. Numerais cardinais comuns de gênero:
TAREFA
vinte – comum de dois gêneros ‫ֶע ְשׂ ִרים‬
trinta – comum de dois gêneros ‫ישׁים‬
ִ ‫ְשׁ ִל‬ a) Identifique os numerais:
quarenta – comum de dois gêneros ‫אַ ְר ָבּ ִעים‬ hn"mov. ‫ַח ִמ ָשׁה‬ ‫לשׁה ָע ָשׂר‬
ָ ‫ְשׁ‬
cinqüenta – comum de dois gêneros ‫ֲח ִמ ִשּׁים‬
‫ַע ְשׁ ֵתּי ַע ָשׂר‬ ‫אַ ְר ָבּ ָעה‬ ‫אַ ַחת‬
sessenta – comum de dois gêneros ‫ִשׁ ִשּׁים‬
‫אַ ְר ָבּ ָעה ָע ָשׂר‬ ‫ְשׁנֵים ָע ָשׁר‬ ‫ִשׁ ָשׁה‬
setenta – comum de dois gêneros ‫ִשׁ ְב ִעים‬
‫ֶא ָחד‬ ‫ְשׁ ַתּיִם‬ ‫ִשׁ ָשּׁה ָע ָשׂר‬
oitenta – comum de dois gêneros ~ynImov.
‫ ָע ָשׂר‬hn"mov. ‫ִשׁ ְב ָעה ָע ָשׂר‬ ‫ֲע ָשׂ ָרה‬
noventa – comum de dois gêneros ‫ִתּ ְשׁ ִעים‬
‫ִשׁ ְב ָעה‬ ‫משּׁה ָע ָשׂר‬ָ ‫ֲח‬ ‫ִתּ ְשׁ ָעה‬
cem, fem. ‫ ֵמאָה‬- no absoluto; ‫ מְאַת‬- no construto
‫ְשׁנֵי ָע ָשׂר‬ ‫לשׁה‬
ָ ‫ְשׁ‬ ‫ֵשׁשׁ‬
duzentos ‫ ָמא ַתיִם‬setecentos ‫ְשׁ ַבע ֵמאוֹת‬
trezentos ‫ ְשׁלשׁ ֵמאוֹת‬oitocentos ‫ ֵמאוֹת‬hn<mov.
Hebraico Instrumental 89 Hebraico Instrumental 90
a) Traduza as frases para abaixo: XVIII- COMPARATIVO E SUPERLATIVO

‫וַיִּ ַקּח ֶאת־ ְשׁנֵי נְ ַע ָריו׃ ַכּ ָמּה יְ ֵמי ְשׁנֵי ַחיֶּיָך׃ ֲאנִי ֵבּן ֵתּ ַשׁע ָשׁנִים׃‬
1. Idéia do superlativo e do comparativo: Não há forma do adjetivo
‫ל׃‬‫ַכּ ָמּה יְ ֵמי ְשׁנֵי ַחיֵּי אָ ִחיָך ַהגָּד‬ para expressar o comparativo nem o superlativo. Expressam-se o
‫ וְ ִשׁ ִשּׁים ָשׁנָה׃‬hn<mov. ‫ל ֵבּן‬‫אָ ִחי ַהגָּד‬ comparativo e superlativo por meio de uma perífrase, ou seja, pela
‫ת וְ ִשׁ ָשּׁה ַלנְּ ָע ִרים׃‬‫ְשׁנַיִם ֵשׁש ַלנְּ ָער‬ utilização de palavras, em que a qualidade do adjetivo no grau
positivo se realça ou se coloca em eminência por meio de uma
‫וַיְ ִחי־ ֶפ ֶלג אַ ֲח ֵרי הוֹ ִלידוֹ ֶאת־ ְרעוּ ֵתּ ַשׁע ָשׁנִים וּ ָמ ֲא ַתיִם ָשׁנָה׃‬ preposição no termo de comparação. Essa preposição é ‫ ִמן‬para o
‫׃‬vd<Qoh; ‫~ ֶשׁ ֶקל ְבּ ֶשׁ ֶקל‬yvilv { .W ‫וּ ְשׁ ַבע ֵמאוֹת‬ comparativo de superioridade ou de inferioridade e ‫כּ‬ ְ para o de
‫׃‬tmoY"w: ‫וַיִּ ְהיוּ ָכּל־יְ ֵמי ֵקינָן ֶע ֶשׂר ָשׁנִים וּ ְת ַשׁע ֵמאוֹת ָשׁנָה‬ igualdade; exemplo: ‫ ֵסף‬‫ל ִמי‬‫משׁה גָּד‬
ֶ – Moisés é maior do que
José; ‫משׁה‬
ֶ ‫ ֵסף ָק ָטן ִמ‬‫ – י‬José é menor que Moisés. Ou de
igualdade – ‫משׁה‬
ֶ ‫ל ְכּ‬‫ ֵסף גָּד‬‫ – י‬José é tão grande como Moisés.
3. Qualidade expressa por um verbo: A qualidade também pode
ser expressa por um verbo e destacada do termo de comparação
pela preposição; exemplo: ‫מָך‬ֶ ‫ ֶאגְ ַדּל ִמ‬- Sou maior (ou, mais
velho) do que tu, como em Gn 41,40: ‫לּאָה‬ֵ ‫ ָר ֵחל ִמ‬A‫ ֶאת‬A‫גַּם‬ ‫ יֶּ ֱא ַהב‬-
Amava a Raquel mais do que a Léia, Gn 29,30.

3. Comparativos e correlatos: Se expressam apenas pelo artigo


anteposto ao adjetivo; exemplo: ‫טן‬
ָ ‫ל ַה ָקּ‬‫ר ַהגָּד‬‫ – ַה ָמּא‬O luminar
maior e o menor, Gn 1,16.

4. O superlativo: pode ser, como em nossa língua, relativo ou


absoluto.

5. O relativo: se expressa comumente:

a) Pelo artigo anteposto ao adjetivo; exemplo: ‫( ְבּנֵי ַה ָקּ ָטן‬Meu filho,


o pequeno) – O meu filho mais moço;
Hebraico Instrumental 91 Hebraico Instrumental 92
b) Pelo adjetivo em construto com o substantivo como no exemplo c) Por um substantivo equivalente ao adjetivo, em construto com o
que segue: ‫לי‬
ֵ ‫ – ָה ִעיר גְד‬Os grandes da cidade ou, Os maiorais mesmo no plural, forma idiomática:– com artigo ou sem ele,
da cidade. exemplo ~yvid"q' vd<qo ou, ~yviz"Q'x; vd<qo ou, ~yvidoQ.h; vd<qo “o
santo dos santos”. Essa forma entrou para nossa língua como um
c) O adjetivo com sufixo pronominal também é outra forma de se hebraísmo.
ַ ‫ ְק‬-‫ ָלם וְ ַעד‬‫ – ִמגְד‬dos seus maiores até
expressar; exemplo: ‫טנָּן‬
aos seus menores, Jn 3,5. Literalmente: dos grandes deles até aos d) Há ainda a forma bem idiomática – ~yhil{ale hl'dog> “grande para
pequenos deles. Deus” ou “mui importante para Deus”, Jn 3,3.

d) Além desses anteriores, o adjetivo ou o verbo seguidos de ‫מן‬ ִ têm VOCABULÁRIO


as vezes, força de superlativo, e não de mero comparativo; ‫יֶָפה‬ belo ‫יִָפים‬ belos
exemplo: 1Sm 15,33, ‫מָך‬ ֶ ‫ ְכּן־ ִתּ ְשׁ ַכּל ִמנָּ ִשׁים ִא‬- Assim a mais ‫יָָפה‬ bela ‫ת‬‫יָפ‬ belas
desfilhada das mulheres será a tua mãe ou, Portanto, a tua mãe
será a mais desfilhada das mulhere.
‫ ַהּ‬‫גָּב‬ alto (adjetivo) ‫ִמזֶּה‬ deste, do que este
‫גַּן‬ jardim ‫גַּנִּים‬ jardins
6. Superlativo absoluto: este se faz das seguintes maneiras: ‫ָצ ָבא‬ exército ‫ת‬‫ְצ ָבא‬ exércitos, m.

a) Pela forma analítica como em nossa língua, a saber, o advérbio ‫ִעיר‬ cidade, f. taZOmi desta, do que esta
destes, destas, do que estes,
daom. muito ou pelo advérbio usado de forma repetida, daom. daom,. ‫ִמ ֵא ֶלּה‬ etc.
‫ָכּזֶּה‬ como este
ou ainda antecedido da preposição ‫ ְבּ‬- daom.Bi (em abundância);
‫ָכּזּ את‬ como esta, f. ‫ָכּ ֵא ֶלּה‬ como estes, como estas, c.
também antecedido da preposição ‫עד‬
ַ , até - daom.-d[;. Exemplo de
repetição enfática: daom. daom. #r<a'h' hb'Aj Ht'ao - “A terra é ‫ִא ִמּי‬ minha mãe ‫גַּנֵּי‬ os jardins de...

muitíssomo boa”, Nm 14,7; - daom.-d[; hp'y" hr"[]N:h;w> “era a ‫ֲא ָבּל‬ mas, adversativa ‫ִמ ֶמּנִּי‬ de mim, do que eu
jovem mui formosa”, 1Rs 1,4. ‫ִמ ֶמּ ָךּ‬ ‫ִמ ִמּנּוּ‬ dele, ou de nós, do que ele
de ti, do que tu
ou do que nós
b) Pela repetiçãodo do adjetivo uma, duas ou três vezes, forma ‫ְכּמ‬ como ele ‫ָך‬‫ְכּמ‬ como tu
igualmente analítica, como falam as crianças quando querem dar
‫נַעַר‬ rapaz ‫נַ ֲע ָרה‬ rapariga, moça
ênfase; exemplo: ‫קדוֹשׁ‬ ָ ‫ ָקדוֹשׁ ָקדוֹשׁ‬ - “santo, santo, santo”,
Isaías 6,3. Pela repetição enfática poderia se traduzir ‫אָחִי ָה‬ imão dela ‫אָ ִחי‬ o meu irmão
“santíssimo”. ‫ֵבּית־אָ ִבי‬ casa de meu pai ‫גַּן־אָ ִבי‬ o jardim de meu pai
Hebraico Instrumental 93 Hebraico Instrumental 94
TAREFA b) Passe para o hebraico:

a) Traduza as frases (use as linhas seguintes para a tarefa): Esta cidade é menor que a cidade que tu moras. O meu filho mais
velho é mais alto do que eu. Não há na escola rapaz tão alto como
:‫ ַה ָפּ ִרים גְּדוֹ ִלים ֵמ ַה ָפּרוֹת‬:vyaih'‫! ֵמ‬joq' ‫ ַהיֶּלֶד‬:‫ַהיֶּלֶד גָּדוֹל ֵמ ַהיּ ְל ָדּה‬ ele. A casa de meu pai é muito bela, não há tão bela na cidade toda.
Aquela moça é a mais bela nesta cidade, mas não é tão inteligente
‫ יֵשׁ גַּנִּים‬taZOh; ‫ וְָל ִעיר‬:‫ל ְכּגַם ָה ִעיר ַה ִהי‬‫ ֵאין גַּם גָּד‬taZOh; ‫ָבּ ִעיר‬ quanto o seu irmão mais moço. Este jardim é menor do que o jardim
‫ ֵא ֶצל ַה ַבּיִת ַהזֶּה גָּבוֹ ַהּ‬rc[,‫ה‬, ָ ‫ ָה ֵעץ‬:‫יִָפים ִמ ָכּל גַּנֵּי ָה ִעיר ַה ִהיא‬ de meu pai, mas é o mais belo que há nesta cidade. Eu sou mais velho
do que meu irmão, mas ele é mais alto do que eu. Meu pai é
‫ל ִממֶּנּוּ‬‫ וְ ֵאין ַבּיִת גָּד‬daom. ‫ל‬‫ גָּד‬taZOh; ‫ ַה ַבּיִת ַהיֶָּפה ָבּ ִעיר‬:‫ֵמ ַה ַבּיִת‬ muitíssimo bom, não há ninguém melhor do que ele para mim.
‫ ֵאין‬tazOK. ‫ וְגַם ַתּ ְל ִמי ָדה יָָפה‬daom-‫ ֲח ָכ ָמה ַעד‬taZOh; ‫ ַה ַתּ ְל ִמי ָדה‬:‫ָבּ ִעיר‬
‫ל אַ ָתּה‬‫ גָּד‬:‫ת‬‫ ָקדוֹשׁ ָקדוֹשׁ ָקדוֹשׁ יְהוָה ְצ ָבא‬:‫ ַה ֵסּ ֶפר ַההוּא‬-‫ְל ֵבּית‬
:‫ ָהאָ ֶרץ‬-‫ְבּכָל‬
Hebraico Instrumental 95 Hebraico Instrumental 96
XIX- INTRODUÇÃO AO VERBO e como prefixos, na maioria dos casos no imperfeito. Esses afixos
formam as desinências pessoais, expressando as diferentes
pessoas, pelo acréscimo das partes significativas do pronome
1. O sistema verbal é a espinha dorsal do hebraico: Quem pessoal à raiz; exceção feita à 3a pessoa do feminino, que se faz
aprender os pontos básicos dos graus do verbo dominará idioma, com o sufixo comum do f. dos substantivos e adjetivos. Assim
podendo analisar ou traduzir qualquer texto. temos: ‫תּי‬ִ ‫ ָשׁ ַמ ְר‬- eu guardei (c.); ‫ ָשׁ ַמ ְר ָתּ‬- tu guardastes (m.);
2. Presente do indicativo: Não há no verbo um modo que ‫ ָשׁ ַמ ְרתּ‬- tu guardaste (f.); ‫ ָשׁ ַמר‬- ele guardou (raiz ou radical).
corresponda exatamente ao nosso indicativo presente. Mas, Essa forma é básica ou fundamental; dela é que procedem por
ajuntando-se um particípio presente ao pronome, concordando afixos as varias modalidades do verbo a ser conjugado. ‫רה‬ ָ ‫ ָשׁ ְמ‬-
com este em gênero e número se expressa muito bem a idéia do ela guardou; ‫ ָשׁ ַמ ְרנוּ‬- nós guardamos (c.); ‫ְשׁ ַמ ְר ֶתּם‬ - vós
nosso presente do indicativo, assim: eu andando, tu andando, tu
(f.) adanda, nós andandos, etc. tem-se eu ando, tu andas, ele anda, guardastes (m.) ‫תּן‬ ֶ ‫ ְשׁ ַמ ְר‬- vós guardastes (f.); ‫ָשׁ ְמרוּ‬ - eles
etc. guardaram (c.).

6. Radicais: Como já vimos, o radical, geralmente, consta de três


3. Os graus do verbo: São chamados ‫בּנְיַנִם‬ ִ bineanim Conjugações. consoantes. Os nomes (adjetivos ou substantivos) têm,
Estudaremos os verbos na ordem de sua importância. O verbo geralmente, vogais longas nas duas sílabas; o verbo tem vogal
forte ou regular e o verbo fraco ou irregular.
breve na última sílaba. Exemplo: ‫שׁר‬ ָ ָ‫ י‬justo (adj.), ‫ יָ ַשׁר‬- ser
3. Nomeação do verbo: no hebraico nomeia-se o verbo pela 3º justo (vbo.). O nome representa a idéia parada, o verbo é a idéia
pessoa do masculino singular (Perfeito), o que alguns gramáticos em movimento.
denominam na prática como tempo passado. Não se usa o
infinitivo porque o mesmo não tem uma forma regular fixa. 7. Há dois tempos fundamentais: O Perfeito, que expressa uma
ação acabada, completa, mesmo que se refira ao futuro. O
4. A forma como se apresenta: Quando traduzimos litralmente os imperfeito, que expressa uma ação inacabada, quer seja no
presente, passado ou futuro. Não há noção cronológica nesses
verbos: %l;h' - ‫תב‬
ַ ‫ ָכּ‬de fato dizemos: ele andou, ele escreveu; dois tempos.10
embora, sempre se traduza: escrever, andar, e se diga “escrever”
“andar”simplesmente porque é pelo infinitivo que se nomeia o 10. Simplificando: É hábito particular dos semitas conjugarem o
verbo em português. verbo da 3a. para a 1a pessoa. Contudo, procuraremos para melhor
adaptação, seguir a prática ocidental de conjugação da 1a para a
5. Forma fundamental: A forma fundamental do verbo apresenta 3a. pessoa como nos é peculiar. Deve-se, ainda, notar que no
uma RAIZ triliteral, como os substantivo e adjetivos em geral, hebraico se faz distinção de gênero em algumas pessoas, que em
isso quer dizer que o verbo em sua forma básica possui três português são comuns. Como a 2a pessoa singular e plural.
consoantes em sua raiz, tema ou radical. A este radical, aduzem-
se afixos que servem para distinguir pessoa gênero e número, e 10
Alguns gramáticos usam as nomenclaturas Completo (para o Perfeito) e
outras modalidades. Esses afixos entram como sufixos no perfeito Incompleto (Para o Inperfeito), devido às suas construções.
Hebraico Instrumental 97 Hebraico Instrumental 98

11. Os sete graus do verbo em hebraico são: ‫ ָקל‬Qal - ativo 12. Particípio presente de Qal: Essa forma verbal, geralmente, é
traduzida como se fosse o nosso presente do indicativo. Na
simples, ‫על‬ ַ ‫נִ ְפ‬, Nif‘al – passivo simples, ‫ ִפּ ֵעל‬, pi‘el - ativo verdade, nesta forma do grau Qal o que se faz, é unir o particípio
intensivo, ‫על‬ ַ ‫ ֻפּ‬, Pu‘al - passivo intensivo, ‫ ִה ְת ַפּ ֵעל‬, Hitpa‘el - presente a um pronome, já que não temos nesta forma um sufixo
reflexivo. ‫עיל‬ ִ ‫ ִה ְפ‬, Hif‘il - ativo causativo, e ‫ ָה ְפ ַעל‬, Hof‘al - pré-formativo que identifique o verbo com as pessoas.
passivo causativo. O nome Qal (‫קל‬ ָ ) procede da raiz do verbo
Particípio presente Qal do verbo ‫מד‬ַ ‫ ָל‬estudar
‫ ָק ַלל‬, “ele foi leve”. Como indica o qalal, o Qal é a forma mais Fem. Sing. Pron. Masc. Sing. Pron.
simples da ação verbal no hebraico.
‫לוֹ ֶמ ֶדת‬ ‫ֲאנִי‬ ‫לוֹ ֵמד‬ ‫ֲאנִי‬
12. Nomes dos verbos: Observe-se que os nomes acima, a menos o ‫לוֹ ֶמ ֶדת‬ ‫אַ ְתּ‬ ‫לוֹ ֵמד‬ ‫אַ ָתּה‬
Qal se derivam da raiz de ‫על‬ַ ‫ ָפּ‬, “ele fez”. Esses nomes, diferente
de Qal, não indicam qualquer função específica. A relação está no
‫לוֹ ֶמ ֶדת‬ ‫ִהיא‬ ‫לוֹ ֵמד‬ ‫הוּ א‬
Fem. Pl. Pron. Masc. Pl. Pron.
fato de que os primeiros gramáticos usaram o pa‘al como verbo
paradigma, foi contudo substituído, por conter em sua raiz uma ‫לוֹ ְמדוֹת‬ ‫ֲאנַ ְחנוּ‬ ‫לוֹ ְמ ִדים‬ ‫ֲאנַ ְחנוּ‬
gutural, sendo portanto, um verbo fraco. Os gramáticos passaram ‫לוֹ ְמדוֹת‬ ‫אַ ֶתּן‬ ‫לוֹ ְמ ִדים‬ ‫אַתֶּם‬
a usar como paradigma verbos fortes como: ‫שׁל‬ ַ ‫ ָמ‬, governar,‫ ָפּ ַקד‬, ‫לוֹ ְמדוֹת‬ ‫ֵהן‬ ‫לוֹ ְמ ִדים‬ ‫ֵהם‬
visitar, contar, ‫טל‬
ַ ‫ ָק‬, matar,‫ ָשׁ ַמר‬, guardar, ‫ ָל ַמד‬, estudar, etc.
VOCABULÁRIO
13. Graus do verbo:
‫ָשׁ ַמע‬ ouvir ‫אָל‬ para, a ‫ְל ָב ִבי‬ o meu coração
a) ‫קל‬
ָ Qal (ativo simples)
b) ‫על‬
ַ ‫נִ ְפ‬ Niph‘al (passivo simples ou reflexo de Qal) ‫אָ ַמר‬ dizer ‫ָלכֶם‬ para vós hKo Assim

c) ‫על‬
ֵ ‫ִפּ‬ Pi‘el (ativo intensivo ou causativo de Qal) ‫ָל ַקח‬ tomar %l,m, rei ‫ֵבּית־ ֵספֶר‬ escola lit. casa do livro
d) ‫על‬
ַ ‫ֻפּ‬ Pu‘al (passivo intensivo de Pi ‘el) ‫ָשׁ ַמר‬ vigiar ‫זָ ַכר‬ lembrar ‫ֶא ְתמוֹל‬ ontem
e) ‫ֵל‬
‫ ִה ְת ַפּע‬Hitpa‘el (reflexivo) %l;m' reinar ‫יוֹ ֵאל‬ Joel ‫אָדָם‬ homem (Adão)
f) ‫עיל‬
ִ ‫ ִה ְפ‬Hiph‘il (ativo causativo)
g) ‫על‬
ַ ‫ ָה ְפ‬Hoph‘al (passivo causativo) ‫ ָהיָה‬ser %l;h' andar ‫אָדָם‬ homem (Adão)

‫ ָכּ ַתב‬escrever ‫ ַבּיִת‬casa ‫ְדּ ַבר־יְהוָה‬ a palavra do Senhor


Observação: Daqui para frente os nomearemos de forma
simplificada: Qal, Nifal, Piel, Pual, Hitpael, Hifil e Hofal. ‫ קוֹל־יְהוָה‬a voz do Senhor ‫ַהיּוֹם‬ hoje

‫ ֵאת‬prep., sinal de objeto direto.


Hebraico Instrumental 99 Hebraico Instrumental 100
TAREFA XX- CONJUGAÇÃO DO VERBO FORTE

1. Conjugue os verbos no particípio presente do grau Qal:


1. Simplificando: Como vemos, o verbo hebreu possui modalidades
‫ ָכּ ַתב‬escrever; ‫ ָמ ַשׁל‬governar; ‫ ָשׁ ַמר‬guardar, vigiar especiais e peculiares que faltam às línguas ocidentais, a que se dá
o nome de graus. A forma simples que estamos considerando
chama-se Qal, de ‫לל‬ ָ ‫ ָק‬, que quer dizer leve ou simples.
2. Perfeito de Qal: Vejamos a conjugação do Perfeito Qal do verbo
forte. Na prática o denominamos pretérito ou Perfeito do 1º grau.
Tomando como exemplo o verbo ‫טל‬ ַ ‫ ָק‬, matar, massacrar, matar
numa guerra.

Perfeito de Qal de ‫ָק ַטל‬


Singular Plural
‫ָק ַט ְל ִתּי‬ Eu matei (c) ‫ָק ַט ְלנוּ‬ Nós matamos (c)

‫ָק ַט ְל ָתּ‬ Tu mataste (m) ‫ְק ַט ְלתֶּם‬ Vós matastes (m)

‫ָק ַט ְל ְתּ‬ Tu mataste (f) ‫ְק ַט ְלתֶּן‬ Vós matastes (f)

‫ָק ַטל‬ Ele matou ‫ָק ְטלוּ‬ Eles mataram

‫ָק ְט ָלה‬ Ela matou ‫ָק ְטלוּ‬ Elas matraram

Lebrando: Os gramáticos, em geral, costumam acompanhar a forma


dos hebreus de conjugarem o verbo da terceira para a primeira pessoa
singular e plural, contudo, acreditando ser mais pedagógico,
aproximando-nos das formas latinas, conjugar como em português e
demais idiomas latinos, da primeira para a terceira pessoa.
Hebraico Instrumental 101 Hebraico Instrumental 102
TAREFA VOCABULÁRIO

1. Traduzir as frases abaixo usando o vocabulário:


al{ não, nem, nada ‫אָ ַמר‬ dizer, responder
‫ֵאין‬ não há, não existe ‫נָבָּל‬ louco, insensato
:~yhila
{ / ‫אוֹ ֵמר נָבָּל ְבּ ִלבּוֹ ֵאין‬ ‫ֵבּ ִליבּוֹ‬ seu coração ~yhil{a/ deus, deuses
:~y[iv'r> tc;[]B; %l;h' al{ rv,a] vyaih'-yrEv.a; ‫ִאישׁ‬ homem, varão ‫ָעצָת‬ conselho
:‫ְד ַבר־יְהוָה ֲא ֶשׁר ָהיָה אֶל יוֹ ֵאל ֵבּן ְפּתוּ ֵאל‬ ‫ַהיָּה‬ vida, ‫ַע ָתּה‬ agora
:yrIyxiB. laer"f.yIw> bqo[]y: yDIb.[; ![;m;l. ‫תוֹ ֵצא‬ produzir ‫ֲא ֶשׁר‬ que, porque
:hYx
" ; vpn,< #rv
< , ~yIMh;; Wcrv
> yI. ~yhila{/ rm,aYOw: ‫ָהיָה‬ ser, existir, estar ‫ֲא ְשׁ ֵרי‬ feliz, bem-aventurado
‫ָשׁ ַמע‬ ouvir, escutar, obedecer ‫ֶעבֶד‬ servo, escravo
‫נֶ ֶפשׁ‬ alma, fôlego de vida ‫ֶארֶץ‬ terra, região, planeta
‫ָדבָר‬ palavra, discurso, coisa ‫ְר ָשׁ ִעים‬ ímpio
‫ָבּהָר‬ eleito, escolhido %l;h' andar, ir, caminhar

2. Conjugue os verbos no Qal perfeito:

‫ ָל ַמד‬estudar ‫ ָשׁ ַמר‬guardar
Hebraico Instrumental 103 Hebraico Instrumental 104
XXI- DEMAIS GRAUS DO VERBO FORTE negativa al{, exprimindo ênfase, é colocada antes do verbo. Veja-se a
seguir alguns exemplos:
1. Verbo Nifal: Já estudamos, anteriormente, o grau Qal, que é a voz
ativa simples, estudaremos agora a voz passiva simples,
denominada Nifal. Um verbo nas formas do Nifal expressa,
‫ נָפְלוּ ֲאבוֹתֵינוּ ֶבּ ָח ֶרב‬- Nossos pais (ancestrais) caíram pela espada.
geralmente, uma ação passiva. ‫־ ָשׁמְרוּ אֲבוֹתֵינוּ אֶת־ ְדבַר יְהוָה‬aOl - Nossos pais não guardaram a palavra
do Senhor.
2. Para facilitar o aprendiz, colocaremos abaixo uma tabela onde ~yhil{a/ !yae ABliB. lb'n" rm;a' - Diz o tolo no seu coração: “não há Deus.”
aparece ao lado de Qal, numa linha paralela a conjugação do Nifal.
O prefixo ִ‫ נ‬acompanha o Nifal em todas a pessoas do Perfeito, e a Observação: Quando a ordem das palavras é diferente da
primeira letra da raiz recebe o sheva. O verbo que usaremos será o escrita acima, a intenção é enfatizar a parte da oração colocada no
início, como nos exemplos que seguem:
verbo forte ‫טל‬ַ ‫ ָק‬, matar, literalmente, ele matou.
Não matarás. (assassinarás) :‫ ִתּ ְרצָה‬al{
Perfeito Qal de ‫טל‬ַ ‫ָק‬ Perfeito Nifal ‫טל‬ַ ‫ָק‬
Até que se desvie a ira do teu irmão. ‫ַעד־שׁוּב ַעף־אָחִיָך‬
‫ ָק ַט ְל ִתּי‬Eu matei (c) ‫ נִ ְק ַט ְל ִתּי‬Eu fui morto/a (c)
‫ָק ַט ְל ָתּ‬ Tu mataste (m) ‫נִ ְק ַט ְל ָתּ‬ Tu foste morto (m) E isto é o que lhe hás de fazer. :‫ ַתּ ֲע ֶשׂה‬-‫וְזֶה ַה ָדּ ָבר ֲא ֶשׁר‬
‫ָק ַט ְל ְתּ‬ Tu mataste (f) ‫נִ ְק ַט ְל ְתּ‬ Tu foste morta (f) Não deste água a beber ao cansado. :‫־ ַמיִם ַעיֵף ַתּ ְשׁקֶה‬al{
‫ָק ַטל‬ Ele matou ‫נִ ְק ַטל‬ Ele foi morto (m)
‫ָק ְט ָלה‬ Ela matou ‫נִ ְק ְט ָלה‬ Ela foi morta (f) TAREFA
‫ָק ַט ְלנוּ‬ Nós matamos (c) ‫נִ ְק ַט ְלנוּ‬ Nós fomos mortos/as (c)
a) Conjugue os verbos no Nifal, Perfeito:
‫ְק ַט ְלתֶּם‬ Vós matastes (m) ‫נִ ְק ַט ְלתֶּם‬ Vós fostes mortos (m)

‫ְק ַט ְלתֶּן‬ Vós matastes (f) ‫נִ ְק ַט ְל ֶתּן‬ Vós fostes mortas (f) ‫ָשׁ ַמר‬ ‫ָל ַמד‬
‫ָק ְטלוּ‬ Eles/elas mataram (c) ‫נִ ְק ְטלוּ‬ Eles/elas, foram mortas (c)

Observe: que o Nifal, também pode ser reflexivo, ou seja, quando o


sujeito faz e sofre ele mesmo a ação. Como por exemplo: eu me
matei, tu te mataste, ele se matou, etc.

Construção de uma oração verbal: A ordem normal das palavras


numa oração verbal é a seguinte: primeiro vem o verbo, segue-se o
sujeito (e seus complementos) e, por fim, são mencionados os objetos
e outros complementos do verbo. Observe-se, porém, que a partícula
Hebraico Instrumental 105 Hebraico Instrumental 106
b) Usando o dicionário, traduza as frases: TAREFA

:‫נִ ְשׁ ַמ ְר ִתּי ַליהוָה ָה ָעוֹן‬ a) Destaque dos textos as expressões que lhe pareçam ser verbos:
:‫ ָח ֶרב ָה ְר ָשׁ ִעם‬-‫נִ ְקטַל עַל‬ tw:c.mi-ta, T'r>m;v' al{ T'l.K's.nI lWav'-la, laeWmv. rm,aYOw:
Is 65.1 :ynIvuq.bi al{l. ytiacem.nI Wla'v' aAll. yTiv.r:d>nI 1Sa 13.13
^yh,l{a/ hw"hy>
1Sa 2.21 ~ynIb'-hv'l{v. dl,Tew: rh;T;w: hN"x;-ta, hw"hy> dq;p'-yKi
Jr 2.23 ...yTik.l;h' al{ ~yli['B.h; yrEx]a; ytiamej.nI al{ yrIm.aTo %yae Ex 17:14 rp,SeB; !ArK'zI tazO btoK. hv,mo-la, hw"hy> rm,aYOw:
Gn 12.4 hw"hy> wyl'ae rB,DI rv,a]K; ~r"b.a; %l,YEw:
:‫נִ ְשׁ ְמרוּ ֵלאכוֹל ָבּ ָשׂר‬ Jr 30:2 rmoale laer"f.yI yhel{a/ hw"hy> rm;a'-hKo
Ez 24:2 ~AYh; ~ve-ta, ^l.Î-bt'K.Ð ¿-bAtK.À ~d"a'-!B,11
3. Piel, o verbo intensivo: pode se dizer que o Piel é Qal em sua
voz intensa. Nessa voz ação do sujeito é intensifica, daí, que ‫טל‬
ַ ‫ ָק‬, b) Conjugue os verbos no Piel Perfeito:
ele matou, pode ser traduzido: ele massacrou ou, ele matou com
violência. Para facilitar o aprendizado, usaremos colocar o Piel ‫ָמ ַשׁל‬ Ele governou ‫ָפּ ַקד‬ Ele visitou ‫ָכּ ַתב‬ Ele escreveu
paralelo ao Qal, como fizemos com o Nifal.

Perfeito Qal de ‫טל‬


ַ ‫ָק‬ Perfeito Piel de ‫טל‬
ַ ‫ָק‬
‫ָק ַט ְל ִתּי‬ Eu matei (c) ‫ִק ַטּ ְל ִתּי‬ Eu massacrei (c)

‫ָק ַט ְל ָתּ‬ Tu mataste (m) ‫ִק ַטּ ְל ָתּ‬ Tu massacraste (m)

‫ָק ַט ְל ְת‬ Tu mataste (f) ‫ִק ַטּ ְל ְתּ‬ Tu massacraste (f)

‫ָק ַטל‬ Ele matou (m) ‫ִק ֵטּל‬ Ele massacrou (m)

‫ָק ְט ָלה‬ Ela matou (f) ‫ִק ְטּ ָלה‬ Ela massacrou (f)

‫ָק ַט ְלנוּ‬ Nós matamos (c) ‫ִק ַטּ ְלנוּ‬ Nós massacramos (c)

‫ְק ַט ְלתֶּם‬ Vós matastes (m) ‫ִק ַטּ ְלתֶּם‬ Vós massacrastes (m)

‫ְק ַט ְלתֶּן‬ Vós matastes (f) ‫ִק ַטּ ְלתֶּן‬ Vós massacrastes (f)

‫ָק ְטלוּ‬ Eles, elas mataram ‫ִק ְטּלוּ‬ Eles/elas, massacraram


11 Neste texo encontramos uma particularidade: o kere-ketibh. O kere sinignifica:
Observação: Doravante, omitiremos os pronomes, pois, nem sempre como se lê e o Ketibh, como se escreve. Isso acontece com alguns termos que na
o sufixo pronominal é traduzido Tanak possuem duas formas, uma para leitura e outra para escrita.
Hebraico Instrumental 107 Hebraico Instrumental 108
3. Pual: Como vimos, o Piel intensifica a ação do sujeito, por isso 4. Hitpael, o reflexivo: Nesta forma verbal, temos a ação reflexa, na
mesmo, se diz dele, ser o intensivo de Qal. Também do Pual se diz voz reflexa, o sujeito realiza e sofre ele mesmo a ação. Usaremos
ser o passivo do Piel. Vejamos no paradigma abaixo, como se para modelo, mais essa vez o verbo ‫שׁל‬ ַ ‫ ָמ‬, ele governou. Pô-lo-
conjuga o Pual. Usaremos agora o verbo ‫שׁל‬ ַ ‫ ָמ‬, governar ou, emos ao lado do Perfeito de Qal, como temos usado fazer.
literalmente falando, ele governou. Observe-se, que o prefixo ‫ת‬ ְ ‫ ִה‬, segue em todas as pessoas do
Perfeito de Hitpael.
Perfeito Qal de ‫שׁל‬
ַ ‫ָמ‬ Perfeito Pual de ‫שׁל‬
ַ ‫ָמ‬
‫ָמ ַשׁ ְל ִתּי‬ governei ‫ֻמ ַשּׁ ְל ִתּי‬ fui governado com força Perfeito Qal de ‫שׁל‬
ַ ‫ָמ‬ Perfeito Hitpael de ‫שׁל‬
ַ ‫ָמ‬
‫ָמ ַשׁ ְל ָתּ‬ governaste ‫ֻמ ַשּ ְל ָתּ‬ foste governado com força ‫ָמ ַשׁ ְל ִתּי‬ governei ‫ִה ְת ַמ ַשּׁ ְל ִתּי‬ me governei
‫ָמ ַשׁל ְתּ‬ governaste ‫ֻמ ַשּׁ ְל ְתּ‬ foste governada com força ‫ָמ ַשׁ ְל ָתּ‬ governaste ‫ִה ְת ַמ ַשּ ְל ָתּ‬ te governaste
‫ָמ ַשׁל‬ governou ‫ֻמ ַשּׁל‬ foi governado com força ‫ָמ ַשׁ ְל ְתּ‬ governaste ‫ִה ְת ַמ ַשּׁ ְל ְתּ‬ te governaste
‫ָמ ְשׁ ָלה‬ governou ‫ֻמ ְשּׁ ָלה‬ foi governou com força ‫ָמ ַשׁל‬ governou ‫ִה ְת ַמ ֵשּׁל‬ se governou
‫ָמ ַשׁ ְלנוּ‬ governamos ‫ֻמ ַשּׁ ְלנוּ‬ Fomos governados com força ‫ָמ ְשׁ ָלה‬ governou ‫ִה ְת ַמ ְשּׁ ָלה‬ se governou
‫ְמ ַשׁ ְל ֶתּם‬ governastes ‫ֻמ ַשּׁ ְל ֶתּם‬ fostes governados com força ‫ָמ ַשׁ ְלנוּ‬ governamos ‫ִה ְת ַמ ַשּׁ ְלנוּ‬ nos governamos
‫ְמ ַשׁ ְל ֶתּן‬ governastes ‫ֻמ ַשּׁ ְל ֶתּן‬ fostes governadas com força ‫ְמ ַשׁ ְל ֶתּם‬ governastes ‫ִה ְת ַמ ַשּׁ ְל ֶתּם‬ vos governastes
‫ָמ ְשׁלוּ‬ governaram ‫ֻמ ְשּׁלוּ‬ Foram governados com força ‫ְמ ַשׁ ְל ֶתּן‬ governastes ‫ִה ְת ַמ ַשּׁ ְל ֶתּן‬ vos governastes
‫ָמ ְשׁלוּ‬ governaram ‫ִה ְת ַמ ְשּׁלוּ‬ se governaram
TAREFA
TAREFA: Conjugue os verbos no Hitpael:
1) Conjugue os verbos no Pual dando suas traduções:

‫ ָשׁ ַמד‬- Ele destruiu, exterminou. ‫ – ָשׁ ַבר‬Ele quebrou, ‫ – ָכּ ַתב‬Ele escreveu ‫ – ָכּ ַרת‬Ele cortou
Hebraico Instrumental 109 Hebraico Instrumental 110
NOTA: Observe-se, que os últimos três verbos, o Piel, o Pual e o 6. Hofal: Essa é a voz passiva causativa do verbo, se diz que o Hofal
Hitpael têm as letras médias da raiz duplicadas pela presença do é a voz passiva do Hifil, visto que nessa voz ação causativa se
daguesh forte. torna passiva, ou seja o sujeito está obedecendo ao comando de
alguém para comandar a ação de um terceiro, ou seja, ele é
mandado fazer a alguém realizar uma ação qualquer. Usaremos o
5. Hifil, o causativo: No Hifil temos a voz causativa, isso quer dizer, verbo ‫מר‬ַ ‫ ָשׁ‬, ele guardou para conjugar o Hofal tendo ao seu lado o
que o sujeito, é o causador da ação de outrem; ou seja o sujeito faz Perfeito de Qal. Observe-se que o Hofal tem como desinência fixa
realizar a ação como no verbo ‫לְך‬ ַ ‫ ָמ‬que aparece no texto que em todas as pessoas do Perfeito o prefixo ‫ה‬ ָ , ou seja, hê pontuado
segue: ybia' dwID" tx;T; ^D>b.[;-ta, T'k.l;m.hi hT'a; yh'l{a/ hw"hy> hT'[;w> com qamats-hatuf.
- E agora, ó Yhwh, meu Deus, tu fizeste reinar teu servo em lugar
de Davi meu pai. (1Rs 3.7). O estudante deve observar, que no
hifil o yôd é inserido na 3a pessoa do masculino singular, terceira Perfeito Qal de ‫ָשׁ ַמר‬ Perfeito Hofal de ‫ָשׁ ַמר‬
do feminino singular e terceira do plural comum, também, o acento ‫ָשׁ ַמ ְר ִתּי‬ guardei ‫ָה ְשׁ ַמ ְר ִתּי‬ Fui mandado (a) fazer guardar
ocorre mais vezes, além das 1a e 2a do masculino do singular e 1a
do plural comum, também ocorre na 2a do femenino singular e na ‫ָשׁ ַמ ְר ָתּ‬ guardaste ‫ָה ְשׁ ַמ ְר ָתּ‬ Foste mandado fazer guardar
3a do plural comum. ‫ָשׁ ַמ ְר ְתּ‬ guardaste ‫ָה ְשׁ ַמ ְר ְתּ‬ Foste mandada fazer guardar

Perfeito Qal de %l'm. Perfeito Hifil de %l'm.


‫ָשׁ ַמר‬ guardou ‫ָה ְשׁ ַמר‬ Foi mandado fazer guardar

‫ָמ ַל ְכ ִתּי‬ reinei ‫ִה ְמ ַל ְכ ִתּי‬ fiz reinar ‫ָשׁ ְמ ָרה‬ guardou ‫ָה ְשׁ ְמ ָרה‬ Foi mandada fazer guardar

‫ָמ ַל ְכ ָתּ‬ reinaste ‫ִה ְמ ַל ְכ ָתּ‬ fizeste reinar ‫ָשׁ ַמרנְוּ‬ guardamos ‫ָה ְשׁ ַמ ְרנוּ‬ Fomos mandados fazer guardar

‫ָמ ַל ְכ ְתּ‬ reinaste ‫ִה ְמ ַל ְכ ְתּ‬ fizeste reinar ‫ְשׁ ַמ ְרתֶּם‬ guardastes ‫ָה ְשׁ ַמ ְרתֶּם‬ Fostes mandados fazer guardar

‫ָמ ַלְך‬ reinou ‫ִה ְמ ִליְך‬ fez reinar ‫ְשׁ ַמ ְרתֶּן‬ guardastes ‫ָה ְשׁ ַמ ְרתֶּן‬ Fostes mandadas fazer guardar

‫ָמ ְל ָכה‬ reinou ‫ִה ְמ ִלי ָכה‬ fez reinar ‫ָשׁ ְמרוּ‬ guardaram ‫ָה ְשׁ ְמרוּ‬ Foram mandados fazer guardar

‫ָמ ַל ְכנוּ‬ reinamos ‫ִה ְמ ַל ְכנוּ‬ fizemos reinar


reinastes fizestes reinar Nota: É importante notar, que os seguintes verbos são
‫ְמ ַל ְכ ֶתּם‬ ‫ִה ְמ ַל ְכ ֶתּם‬
reinastes fizestes reinar acompanhados de seus respectivos prefixos: o Nifal, prefixo ִ‫נ‬, o
‫ְמ ַל ְכ ֶתּן‬ ‫ִה ְמ ַל ְכ ֶתּן‬ Hitpael, prefixo ‫ת‬
ְ ‫ ִה‬, o Hifil, prefixo ‫ ִה‬e o Hofal recebe como prefixo
‫ָמ ְלכוּ‬ reinaram ‫ִה ְמ ִליכוּ‬ fizeram reinar
‫ ָה‬, observe-se lê-se chô, pois nesse caso o som do qamats é ô, por ser
um qamats hatûph. Esses prefixos são desinências importantes para
se identificar em qualquer contexto os graus do verbo.
Hebraico Instrumental 111 Hebraico Instrumental 112
TAREFA XXII- VERBO IMPERFEITO

1. Conjugue os verbos abaixo no hifil e no hofal: 1. Flexões pessoais: As partes significativas dos pronomes entram
como prefixos para formação do perfeito. Os gramáticos dão a
‫ – ָכּ ַתב‬ele escreveu ‫ – ָל ַמד‬ele estudou. seguinte explicação: No Perfeito que representa a ação acabada, o
agente é menos importante do que a ação e, portanto aparece
depois do tema, como sufixo.

2. No imperfeito porém, que expressa ação inacabada, o agente


(sujeito) é mais importante que a ação e por isso vem, como
prefixo, antes do tema. É fato, porém, que os prefixos subjetivos
só não bastam para distinguir bem uma pessoa da outra; em certos
casos, porque as vogais distanciadas da sílaba tônica se reduzem
ou abreviam-se, desaparecendo as distinções pessoais, o que torna
necessário aduzir sufixos distintivos.

3. Seguindo o paradigma, veremos primeiro a forma do imperfeito


no grau Qal, depois em sua seqüência os demais graus. No Qal o
imperfeito assume a forma apresentada a seguir:

Imperfeito Qal de ‫טל‬


ַ ‫ ָק‬- ele matou
Plural Singular
ljoq.nI mataremos ljoq.‫ֶא‬ matarei

‫ִתּ ְק ְטלוּ‬ matareis ljoq.‫ִתּ‬ mataras


hn'l.joq.Ti matareis ‫ִתּ ְק ְט ִלי‬ matarás

‫יִ ְק ְטלוּ‬ matarão ljoqִ‫י‬. matará


hn'l.joq.Ti matarão ljoq.‫ִתּ‬ matará

Observação: Observe, em cada grau, que as primeiras pessoas do


singular e do plural são comuns, ou seja, não há distinção de gênero.
Hebraico Instrumental 113 Hebraico Instrumental 114
TAREFA VOCABULÁRIO

a) Traduza as frases usando o vocabulário abaixo: ‫ֶחרֶב‬ espada ‫ַעם‬ povo ‫ָעמָל‬ loucura

‫ַמיִם‬ águas ‫גָדוֹל‬ grande ‫ַתּ ְל ִמיד‬ aluno


:‫ ַבּ ַבּיִת־יְהוָה ַה ְדּ ַברוֹ‬dml;a . ,
‫ֶא ֶרץ‬ terra ‫ַבּיִת‬ casa ‫מוֹ ֶרה‬ professor
:‫ִתּ ְכּתב ֵסּ ֶפר טוֹב‬
‫ֶכּלֶב‬ cão ‫אַ ָד ָמ‬ terra, solo ‫ְכּתוּ ִבים‬ escritos
:‫ ָעל־ ִעיר הוּא‬lvm ; nI. al{
‫יָד‬ mão ‫גָמָל‬ camelo ‫ַה ִרים‬ montes
:‫ ַה ְדּ ָב ִרים־יְהוָה‬hnr'.movT.
‫ָהכָם‬ sábio ‫ַהר‬ monte ‫יֶלֶד‬ menino
b) Conjugue os verbos no imperfeito Qal: ‫ִעיר‬ cidade ‫ֵספֶר‬ livro ‫ָשׁלוֹם‬ paz, harmonia

‫ – גָ ַדל‬engrandecer ‫ – ָל ַמד‬estudar ‫ִאם‬ com ‫ַפּר‬ touro ‫ַמ ְכבּ ֶבּרֶת‬ caderno

‫ֵלב‬ coração ‫טוֹב‬ bem, bom, bondade, excelência.

4. Imperfeito Nifal: como temos visto, distingue-se do perfeito Nifal


pela presença do prefixo pré-formativo. Ao perfeito denominamos
passado, e ao imperfeito, denominamos, vulgarmente, futuro, mas,
não devemos olvidar de uma coisa, o que determina o tempo no
hebraico não é a formação do verbo, mas, o contexto. Uma
distinção clara do Nifal é a presença do dagesh forte na letra
inicial da raiz do verbo a outra é o qamats sob a letra inicial da
raiz, obseve-se também, a pontuação do pré-formativo, a exceção
da primeira pessoa comum, que recebe o seghôl o híreq é
freqüente em todas as pessoas. Observemos a conjugação do verbo
‫ – ָכּ ַתב‬ele escreveu no imperfeito Nifal:
Hebraico Instrumental 115 Hebraico Instrumental 116
5. O Piel: esse verbo tem duas características distintivas, uma é o
Imperfeito Nifal de ‫תב‬
ַ ‫ – ָכּ‬Ele escreveu sheva audível sob a consoante do prefixo pré-formativo, exceto no
Plural Singular caso da primeira pessoa comum, que recebe o hateph-patah, outra
‫ נִ ָכּ ֵתב‬Seremos escritos ‫ ֶא ָכּ ֵתב‬Serei escrito distinção, é duplicação da letra média da raiz. Devemos ainda
observar, que como no Nial o tserê com poucas exceções, pontua a
‫ִתּ ָכּ ְתבוּ‬ Sereis escritos ‫ִתּ ָכּ ֵתב‬ Serás escrito
letra média da raiz; isso ocorre em todos os troncos, a exceção do
‫ִתּ ָכּ ַת ְבנָה‬ Sereis escritas ‫ִתּ ָכּ ְת ִבי‬ Serás escrita grau Qal, que recebe com mais freqüência o hôlan. Observemos a
‫יִָכּ ְתבוּ‬ Serão escritos ‫יִָכּ ֵתב‬ Será escrito conjugação do Piel do verbo ‫טל‬ ַ ‫ – ָק‬ele matou.
‫ִתּ ָכּ ַת ְבנָה‬ Serão escritas ‫ִתּ ָכּ ֵתב‬ Será escrita

Imperfeito Piel de ‫טל‬


ַ ‫ – ָק‬Ele matou
TAREFA
Plural Singular
Conjugue os verbos no imperfeito Nifal - ‫ ָכּ ַתב‬, ‫ ָשׁ ַמר‬. ‫נְ ַק ֵטּב‬ Mataremos com força ‫ֲא ַק ֵטּל‬ Matarei com força

‫ְתּ ַק ְטּבוּ‬ Matareis com força ‫ְתּ ַק ֵטּל‬ Matarás com força

‫ְתּ ַק ֵטּ ְבנָה‬ Matareis com força ‫ְתּ ַק ְטּ ִלי‬ Matarás com força

‫יְ ַק ְטּבוּ‬ Matarão com força ‫יְ ַק ֵטּל‬ Matará com força

‫ְתּ ַק ֵטּ ְבנָה‬ Matarão com força ‫ְתּ ַק ֵטּל‬ Matará com força

6. O Imperfeito Pual: tem as seguintes características, sheva audível


sob a consoante do prefixo pré-formativo, exceção da primeira pessoa
comum onde o aleph é pontuado dessa forma ‫א‬ ֲ levando o hateph-
patah, duplicação da letra medial da raiz e quibuç sob a letra inical da
raiz. Como no Perfeito. O Pual é o passivo do Piel. Observe os
exemplos abaixo:
Hebraico Instrumental 117 Hebraico Instrumental 118

Imperfeito Pual de ‫שׁל‬


ַ ‫ – ָמ‬Ele gorvernou 7. O Imperfeito Hitpael: tem com distintivos característicos o
preformativo mais longo e a duplicação da letra média da raiz. O
Singular
imperfeito Hitpael tem, geralmente um sentido reflexivo, mas, às
‫ֲא ֻמ ַשּׁל‬ Serei governado com força vezes, tem um sentido semelhate ao do perfeito Qal, expressando
uma ação simples na voz ativa. Observe abaixo a conjugação do
‫ְתּ ֻמ ַשּׁל‬ Serás governado com força
verbo forte ‫שׁל‬
ַ ‫ ָמ‬, no imperfeito Hitipael:
‫ְתּ ֻמ ְשּׁ ִלי‬ Serás governada com força

‫יְ ֻמ ַשּׁל‬ Será governado com força Imperfeito Hitpael de ‫שׁל‬


ַ ‫ – ָמ‬Ele governou
‫ְתּ ֻמ ַשּׁל‬ Será governada com força Plural Singular
Plural ‫נִ ְת ַמ ֵשּׁל‬ nos governaremos ‫ֶא ְת ַמ ֵשּל‬ me governarei

‫נְ ֻמ ַשּׁל‬ Seremos governados com força ‫ִתּ ְת ַמ ֵשּׁלוּ‬ vos governareis ‫ִתּ ְת ַמ ֵשּׁל‬ te governarás

‫ְתּ ֻמ ְשּׁלוּ‬ Sereis governados com força ‫ִתּ ְת ַמ ַשּׁ ְלנָה‬ vos governareis ‫ִתּ ְת ַמ ְשּׁ ִלי‬ te governarás

‫ְתּ ֻמ ַשּׁ ְלנָה‬ Sereis governadas com força ‫יִ ְת ַמ ֵשּׁלוּ‬ se governarão ‫יִ ְת ַמ ֵשּׁל‬ se governará

‫יְ ֻמ ְשּׁלוּ‬ Serão governados com força ‫ִתּ ְת ַמ ֵשּׁ ְלנָה‬ se governarão ‫ִתּ ְת ַמ ֵשּׁל‬ se governará

‫ְתּ ֻמ ַשּׁ ְלנָה‬ Serão governadas com força


8. O Imperfeito Hifil: tem com distintivo forte, um ( ) patah no ַ
TAREFA
prefixo do imperfeito ocorrendo também o ‫ִי‬, hireq-yôd em quase
Conjugue os verbos no imperfeito Piel e Pual: ‫גָ ַדל‬, ‫ָמ ַשׁל‬ todas as pessoas, menos na 2a e 3a pessoas do feminino plural.
Observe a conjudação do verbo ‫מד‬ ַ ‫ ָל‬, ele estudou no imperfeito
Hifil:

Imperfeito Hifil de ‫מד‬


ַ ‫ – ָל‬Ele estudou
Plural Singular
‫נַ ְל ִמיד‬ Faremos estudar ‫ אַ ְל ִמיד‬Farei estudar
‫ַתּ ְל ִמידוּ‬ Fareis estudar ‫ַתּ ְל ִמיד‬ Farás estudar

‫ַתּ ְל ֵמ ְדנָה‬ Fareis estudar ‫ַתּ ְל ִמי ִדי‬ Farás estudar

‫יְַל ִמידוּ‬ Farão estudar ‫יְַל ִמיד‬ Fará estudar

‫ַתּ ְל ֵמ ְדנָה‬ Farão estudar ‫ַתּ ְל ִמיד‬ Fará estudar


Hebraico Instrumental 119 Hebraico Instrumental 120
9. O Imperfeito Hofal, tem como distintivos fortes, o qamats- TAREFA
hatuph no preformativo e um patah como vogal temática sob a a) Usando o vocabulário da apostila, crie 10 frases, onde
segunda letra da raiz. Essa vogal temática só não ocorrem na 2a apareçam verbos no imperfeito, como no exemplo:
pessoa do femenino singular e na 2a e 3a pessoas do masculino
plural. Observe a conjugação ‫שׁל‬
ַ ‫ ָמ‬no imperfeito Hofal: :‫ יְהוָה ָה ֲעוֹנֵי ָהעָמוֹ‬rPek;y>
O Senhor expiará as iniqüidades do seu povo.
Imperfeito Hofal de ‫שׁל‬
ַ ‫ – ָמ‬Ele governou
Singular
‫אָ ְמ ַשׁל‬ Eu serei feito fazer governar

‫ָתּ ְמ ַשׁל‬ Tu serás feito fazer governar


Tu serás feita fazer governar
‫ָתּ ְמ ְשׁ ִלי‬
‫יָ ְמ ַשׁל‬ Ele será feito fazer governar

‫ָתּ ְמ ַשׁל‬ Ela será feita fazer governar


Plural
‫נָ ְמ ַשׁל‬ Nós seremos feitos fazer governar

‫ָתּ ְמ ְשׁלוּ‬ Vós sereis feitos fazer governar

‫ָתּ ְמ ַשׁ ְלנָה‬ Vós sereis feitas fazer governar

‫יָ ְמ ְשׁלוּ‬ Eles serão feitos fazer governar

‫ָתּ ְמ ַשׁ ְלנָה‬ Elas serão feitas fazer governar

VOCABULÁRIO
‫ֵאין‬ não há, nada ‫ָדבָר‬ a palavra ‫ָקרָא‬ chamar,clamar
a) Conjugar cada um dos verbos abaixo no imperfeito, em todos
‫ָמ ַלְך‬ reinar ‫גָדָל‬ alto al{ não,nem,nada os os graus conhecidos na sua seqüência Qal, Nifal, Piel, Pual,
‫ָל ֵעינָיִם‬ aos olhos aroqli. para ler ‫ָקטָן‬ Pequeno Hitpael, Hifil e Hofal:

‫ָל ַמד‬ estudar ‫ִכּי‬ que, porque ‫ָק ַטל‬ matar


‫זָ ַכר‬ lembrar ‫ָשׁ ַמר‬ guardar,vigiar ‫גָּ ַדל‬ ser grande
lkoal/, para comer ‫ְר ִשׁי ָמה‬ vocabulário ‫ָכּ ַתב‬ escrever
Observação: Para realizar esta tarefa, utilize folhas avulsas.
‫ֵעינַיִם‬ olhos (dual) ‫ָכּ ַפּר‬ cobrir, expiar ‫ְל ַלמֵד‬ para estudar
Hebraico Instrumental 121 Hebraico Instrumental 122
XXIII- VERBO COM SUFIXO PRONOMINAL 3. Os sufixos objetivos adicionados às formas verbais do imperfeito
terminadas em consoantes são os seguintes em todos os graus do
verbo:
1. O sufixo pronominal adicioanado ao verbo indica o objeto direto,
nesse caso a pessoa ou coisa, alvo da ação indicada pelo verbo. A
mesma idéia pode ser expressa usando-se o sinal do objeto direto
1a c.sing. ‫ַנִי‬ (pausal ‫ )ָנִי‬me 1a c.pl. ‫ָנוּ‬ nos

‫ ֵאת‬, que nesse caso receberá o sufixo pronominal. Não há 2a m.sing. ‫ְָך‬ (pausal ‫ )ֶָך‬te 2a m.pl. ‫ְ ֶכם‬ vos
distinção na tradução dessas duas formas de expressar o objeto 2a f.sing. ‫ְְך‬ (ou ‫ ) ְֶך‬te 2a f.pl. ‫ְ ֶכן‬ vos
direto, uma é pemutada pela outra na Bíblia Hebraica. Observe os
exemplos a seguir:
3a m.sing. ‫וֹ‬ (ou ‫ )ָהוֹ‬o 3a m.pl. ‫ָם‬ os
a
3 f.sing. ‫ָהּ‬ a a
3 f.pl. ‫ָן‬ as
‫וּ ְליִ ְשׁ ָמ ֵעאל ְשׁ ַמ ְע ִתּיָך‬ E quanto a Ismael, eu te ouvi. (Gn
17.20)
1) Exemplos das formas do verbo perfeito terminadas em vogal com
‫וְ ֶא ֶע ְשָׁך ְלגוֹי גָּדוֹל וַ ֲא ָב ֵר ְכָך‬ E farei deti uma grande nação e te
abençoarei. (Gn 12.2) sufixos pronominais adicionados - ‫מרוּ‬
ְ ‫“ – ָשׁ‬eles guardaram” 3a
~ta'o ‫זָָכר וּנְ ֵק ָבה ָבּ ָרא‬ Macho e fêmea os criaou (Gn 1.27) pessoa do masculino plural do grau Qal de ‫מר‬
ַ ‫ ָשׁ‬:
‫ ִמ ָקּ ֵדשׁ ַבּ ְרנֶ ַע‬ytiao ‫ֶע ֶבר־יְהוָה‬ Enviou-me o Senhor a Cades-Barnéia
(Js 14.7)
Nós vos abençoamos em nome do
‫ְשׁ ָמרוּנִי‬ me guardaram ‫ְשׁ ָמרוּנוּ‬ nos guardaram
‫ֵבּ ַר ְכנוּ ֶא ְת ֶכם ְבּ ֵשׁם יְהוָה‬ Senhor. (Sl 129.8). ‫ְשׁ ָמרוָּך‬ te guardaram ‫ְשׁ ָמרוּ ֶכם‬ vos guardaram
‫ ַביַַּער‬Atao ‫וַיַּ ְשׁ ִליכוּ‬ E o lançaram no bosque. (2Sm 18.17).
‫ְשׁ ָמרוְּך‬ te guardaram ‫ְשׁ ָמרוּ ֶכן‬ vos guardaram

2. Os sufixos objetivos adicionados às formas verbais do perfeito ‫ְשׁ ָמרוּהוּ‬ o guardaram ‫ְשׁ ָמרוּם‬ os guardaram
terminadas em vogais são os seguintes em todos os graus do ‫ְשׁ ָמרוּ ָה‬ a guardaram ‫ְשׁ ָמרוּן‬ as guardaram
verbo:

1a c.sing. ‫נִי‬ me 1a c.pl. ‫נוּ‬ nos ATENÇÃO: Observe que somente no caso da segunda pessoa
a
2 m.sing. te 2a
vos do plural os sufixos atraem a acentuação para si. Observe ainda, que a
‫ָך‬ m.pl.
‫ֶכם‬ adição de sufixos pronominais a uma forma verbal que tenha um
2a f.sing. te 2a f.pl. vos shevá audível sob a segunda letra da raiz faz com que o shevá torne
‫ְך‬ ‫ֶכן‬ ao som original (patah), sendo alongado para qamats, ao passo, que
3a m.sing. ‫הוּ ו‬ o (lo, no) 3a m.pl. ‫ם‬, ‫ֶהם‬ os (los, nos) distância da sílaba tônica faz com que o qamats da primeira letra da
3a f.sing. a (la, na) 3a f.pl. as (las, nas) raiz seja reduzido a um shevá audível. Porém, oberve, ainda, que isso
‫ָה‬ ‫ן‬ não acontece com vogais em sílabas fechadas ou com vogais
invariavelmente longas, como nos exemplos abaixo:
Hebraico Instrumental 123 Hebraico Instrumental 124

2) Exemplo: sufixos pronominais adicionados ao verbo ‫ִבּ ֵקּשׁ‬ 4) Exemplo: sufixos pronominais adicionados a ‫ ִה ְכ ִתיב‬, terceira
procurar, terceira pessoa do plural comum do Piel, ‫ ִבּ ְקשׁוּ‬, “eles pessoa do maculino singular Hifil de ‫תב‬
ַ ‫ ָכּ‬, “Ele fez escrever”:
buscaram”:
‫ִה ְכ ִתי ַבנִי‬ me fez escrever ‫ִה ְכ ִתי ָבנוּ‬ nos fez escrever

‫ ִבּ ְק ֻשׁנִי ִב ְקּשׁוּנִי‬me buscaram ‫ִב ְקּשׁוּנוּ‬ Eles nos buscaram ‫ִה ְכ ִתי ְבָך‬ te fez escrever ‫ִה ְכ ִתי ְב ֶכם‬ vos fez escrever

‫ ִב ְקּשׁוָּך‬te buscaram ‫ִב ְקּשׁוּ ֶכם‬ Eles vos buscaram ‫ִה ְכ ִתי ֵבְך‬ te fez escrever ‫ִה ְכ ִתי ְב ֶכן‬ vos fez escrever
‫ ִב ְקּשׁוְּך‬te buscaram ‫ִב ְקּשׁוּ ֶכן‬ Eles vos buscaram ‫ִה ְכ ִתיבוֹ‬ o fez escrever ‫ִה ְכ ִתי ָבם‬ os fez escrever
‫ ִב ְק ֻשׁהוּ ִב ְקּשׁוּהוּ‬o buscaram ‫ִב ְקּשׁוּם‬ Eles os buscaram ‫ִה ְכ ִתי ָבה‬ a fez escrever ‫ִה ְכ ִתי ָבן‬ as fez escrever
‫ ִב ְקּשׁוּ ָה‬a buscaram ‫ִב ְקּשׁוּן‬ Eles as buscaram
5) Exemplos das formas do verbo perfeito terminadas em consoante
com sufixo pronominais adicionados - ‫מר‬ ַ ‫“ – ָשׁ‬ele guardou” 3a
Observação: a presença do shevá audível sob o ‫ ק‬torna pessoa do masculino singular do grau Qal de ‫מר‬
ַ ‫ ָשׁ‬:
desnecessário a presença do daghesh forte na consoante. Na TaNaK
ocorre de forma variada, sem e com odagueshe, seja no ‫ ב‬, seja no ‫ק‬.
(conf., Os 7.10; 2Cr 15.15; Is 45.19, etc.). ‫ְשׁ ָמ ָרנִי‬ me guardou ‫ְשׁ ָמ ָרנוּ‬ nos guardou

3) Exemplo: sufixos pronominais adicionados a ‫ ִה ְכ ִתיבוּ‬, terceira


‫ְשׁ ָמ ְרָך‬ te guardou ‫ְשׁ ָמ ְר ֶכם‬ vos guardou

pessoa do plural Hipil de ‫“ ָכּ ַתב‬eles fizeram escrever”: ‫ְשׁ ָמ ֵרְך‬ te guardou ‫ְשׁ ָמ ְר ֶכן‬ vos guardou
‫ְשׁ ָמרוֹ‬ o guardou ‫ְשׁ ָמ ָרם‬ os guardou
‫ְשׁ ָמ ָרהּ‬ a guardou ‫ְשׁ ָמ ָרן‬ as guardou
‫ִה ְכּ ִתיבוּנִי‬ me fizeram escrever ‫ִה ְכּ ִתיבוּנוּ‬ nos fizeram escrever

‫ִה ְכּ ִתיבוָּך‬ te fizeram escrever ‫ִה ְכּ ִתיבוּ ֶכם‬ vos fizeram escrever
ATENÇÃO: Observe pelo exemplo abaixo, que nem empre é
‫ִה ְכּ ִתיבוְּך‬ te fizeram escrever ‫ִה ְכּ ִתיבוּ ֶכן‬ vos fizeram escrever
possível haver uma conjugação regular.
‫ִה ְכּ ִתיבוּהוּ‬ o fizeram escrever ‫ִה ְכּ ִתיבוּם‬ os fizeram escrever

‫ִה ְכּ ִתיבוּ ָה‬ a fizeram escrever ‫ִה ְכּ ִתיבוּן‬ as fizeram escrever ‫ְשׁ ָמ ְר ָתּנִי‬ Tu me guardaste ‫ְשׁ ָמ ְר ָתּנוּ‬ Tu nos guardaste
‫ְשׁ ָמ ְרתּוֹ‬ Tu o guardaste ‫ְשׁ ָמ ְר ָתּ ֶהם‬ Tu os guardaste
‫ְשׁ ָמ ְר ָתּהּ‬ Tu a guardaste ‫ְשׁ ָמ ְר ָתּן‬ Tu as guardaste
Hebraico Instrumental 125 Hebraico Instrumental 126
6) O verbo com sufixo nem sempre ocorre em todas as pessoas. segunda pessoa do feminino singular, que é igual à primeira pessoa
Também, há formas raras do Perfeito que sofrem mudanças singular comum; note também que a segunda do masculino plural é
quando lhe são acrescidos os sufixos pronominais. Vejamos igual à segunda do feminino plural.
alguns exemplos:

1) Exemplo: na forma do perfeito, os sufixos pronominais 6. Sufixos pronominais com formas do imperfeito:
acrescentados à terceira pessoa do feminino singular o
aformativo ‫ָה‬ é substituído por ‫ַת‬, antiga terminação do 1) Os sufixos pronominais objetivos em formas do imperfeito
feminino: terminadas com vogais são os mesmos das formas do perfeito
terminadas em consoantes:

‫ָל ְמ ָדה‬ Qal – torna-se ‫ְל ָמ ַדת‬


‫ִבּ ְק ָשׁה‬ Piel – torna-se ‫ִבּ ְק ַשׁת‬ 1a c.sing. ‫נִי‬ me 1a c.pl. ‫נוּ‬ nos

‫ִה ְפּ ִקי ָדה‬ Hifil – torna-se ‫ִה ְפּ ִקי ַדת‬ 2a m.sing. ‫ָך‬ te 2a m.pl. ‫ֶכם‬ vos
2a f.sing. ‫ְך‬ te 2a f.pl. ‫ֶכן‬ vos
2) Os sufixos serão acrescentados à forma final da terceira pessoa do
feminino como segue: 3a m.sing. ‫הוּ ו‬ o 3a m.pl. ‫ם‬ os
3a f.sing. ‫ָה‬ a 3a f.pl. ‫ן‬ as
‫ְל ָמ ַד ְתנִי‬ Ela me guardou
‫ְל ָמ ַד ְתָך‬ Ela te guardou, etc.
2) Obseve os sufixos pronominais acrescidos a forma do imperfeito
3) Sufixos pronominais acrescentados à forma da segunda pessoa Qal do verbo ‫תב‬ַ ‫ ָכּ‬3a pes. masc. pl. ‫“ יְִכּ ְתבוּ‬eles escreverão”.
masculino plural (‫תּם‬ֶ ‫ ) ְכּ ָת ְב‬ou a segunda do feminino plural
(‫תּן‬
ֶ ‫ ) ְכּ ָת ְב‬é ‫ ְכּ ַת ְבתּוּ‬, nesse caso, o contexto é quem deteminará o
gênero. Cunjugar-se-á como segue:
‫יְִכּ ְתבוּנִי‬ me escreverão ‫יְִכּ ְתבוּנוּ‬ nos escreverão
‫יְִכּ ְתבוָּך‬ te escreverão ‫יְִכּ ְתבוּ ֶכם‬ vos escreverão
‫ְכּ ַת ְבתּוּנִי‬ Vós me guardastes ‫ְכּ ַת ְבתּוּ ָה‬ Vós a guardastes
‫יְִכּ ְתבוְּך‬ te escreverão ‫יְִכּ ְתבוּ ֶכן‬ vos escreverão
‫ְכּ ַת ְבתּוּהוֹ‬ Vós o guardastes ‫ְכּ ַת ְבתּוּנוּ‬ Vós nos guardastes, etc.
‫יְִכּ ְתבוּהוּ‬ o escreverão ‫יְִכּ ְתבוּם‬ os escreverão
ATENÇÃO: Devemos observar, que em alguns casos, o ‫יְִכּ ְתבוּ ָה‬ a escreverão ‫יְִכּ ְתבוּן‬ as escreverão
contexto é quem determinará o gênero do verbo. Observe-se, por
exemplo, que a primeira pessoa do singular, bem como a primeira e a
terceira pessoa do plural são comuns, note ainda, a formação para
Hebraico Instrumental 127 Hebraico Instrumental 128
a a
3) Sufixos pronominais acrescidos à forma da 3 pes. masc. pl. do 6) Sufixos pronominais acrescidos à forma da 3 pes. masc. sing. do
verbo ‫מר‬ַ ‫ ָשׁ‬perfeito Piel ‫“ יְ ַשׁ ְמּרוּ‬eles guardarão”. verbo ‫קּשׁ‬ֵ ‫ ִבּ‬imperfeitoPiel ‫“ יְ ַב ֵקּשׁ‬ele buscará”.
‫יְ ַשׁ ְמּרוּנִי‬ me guardarão ‫יְ ַשׁ ְמּרוּנוּ‬ nos guardarão ‫יְ ַב ְקּ ֵשׁנִי‬ Ele me buscará ‫יְ ַב ְקּ ֵשׁנוּ‬ Ele nos buscará
‫יְ ַשׁ ְמּרוָּך‬ te guardarão ‫יְ ַשׁ ְמּרוּ ֶכם‬ vos guardarão ‫יְ ַב ֶקּ ְשָׁך‬ Ele te buscará ‫יְ ַב ֶקּ ְשׁ ֶכם‬ Ele vos buscará
‫יְ ַשׁ ְמּרוְּך‬ te guardarão ‫יְ ַשׁ ְמּרוּ ֶכן‬ vos guardarão
‫יְ ַב ְקּ ֵשְׁך‬ Ele te buscará ‫יְ ַב ֶקּ ְשׁ ֶכן‬ Ele vos buscará
‫יְ ַשׁ ְמּרהוּ‬ o guardarão ‫יְ ַשׁ ְמּרוּם‬ os guardarão
‫יְ ַב ְקּ ֵשׁהוּ‬ Ele o buscará ‫יְ ַב ְקּ ֵשׁם‬ Ele os buscará
‫יְ ַשׁ ְמּרוּ ָה‬ a guardarão ‫יְ ַשׁ ְמּרוּן‬ as guardarão
‫יְ ַב ְקּ ֶשׁ ָה‬ Ele a buscará ‫יְ ַב ְקּ ֵשׁן‬ Ele as buscará
4) O imperfeito com sufixo prefere as vogais da classe “e” como:
7) Sufixos pronominais acrescidos à forma da 3a pes. masc. sing. do
tserê ( ֵ ), seghôl ( ֶ ) ou shevah ( ְ ).
verbo ‫טל‬ַ ‫ ָק‬imperfeito Hifil ‫“ יַ ְק ִטיל‬ele matará”.
1a c.sing. ‫ֵנִי‬ me 1a c.pl. ‫ֵנוּ‬ nos
‫יַ ְק ִטי ֵלנִי‬ Ele fará matar-me ‫יַ ְק ִטי ֵלנוּ‬ Ele fará matar-nos
2a m.sing. ‫ְָך‬ te 2a m.pl. ‫ְ ֶכם‬ vos
‫יַ ְק ִטי ְלָך‬ Ele fará matar-te ‫יַ ְק ִטי ְל ֶכם‬ Ele fará matar-vos
a
2 f.sing. ‫ְֵך‬ te a
2 f.pl. ‫ְ ֶכן‬ vos
‫יַ ְק ִטי ֵלְך‬ Ele fará matar-te ‫יַ ְק ִטי ְל ֶכן‬ Ele fará matar-vos
3a m.sing. ‫ַהוּ‬ o 3a m.pl. ‫ֵם‬ os
‫יַ ְק ִטי ֵלהוּ‬ Ele fará matá-lo ‫יַ ְק ִטי ֵלם‬ Ele fará matá-los
3a f.sing. ‫ֶ ָה ָה‬ a 3a f.pl. ‫ֵן‬ as
‫יַ ְק ִטי ֵל ָה‬ Ele fará matá-la ‫יַ ְק ִטי ֵלן‬ Ele fará matá-las

5) Sufixos pronominais acrescidos à forma da 3a pes. masc. sing. do


Observações: Como vemos, as formas do imperfeito terminadas em
verbo ‫מר‬ַ ‫ ָשׁ‬imperfeito Qal rmov.yI “ele guardá”. consoantes são as mesmas para todos os troncos do verbo. Algumas
dessas formações não ocorrem no texto massorético da TaNaK. Já
‫יִ ְשׁ ְמ ֵרנִי‬ me guardará ‫יִ ְשׁ ְמ ֵרנוּ‬ nos guardará que tal texto é a nossa fonte paradigmática, não temos como aferir
com exatidão tais formas do verbo com sufixo.
‫יִ ְשׁ ָמ ְרָך‬ te guardará ‫יִ ְשׁ ָמ ְר ֶכם‬ vos guardará
‫יִ ְשׁ ְמ ֵרְך‬ te guardará ‫יִ ְשׁ ָמ ְר ֶכן‬ vos guardará
‫יִ ְשׁ ְמ ֵרהוּ‬ o guardará ‫יִ ְשׁ ְמ ֵרם‬ os guardará
‫יִ ְשׁ ְמ ֶר ָה‬ Ele a guardará ‫יִ ְשׁ ְמ ֵרן‬ Ele as guardará
Hebraico Instrumental 129 Hebraico Instrumental 130
TAREFA XXIV- VERBO IMPERATIVO

a) Analize os verbos encontrados procurando identificar: grau,


tempo, gênero e número e sufixos pronominais. 1. Imperativo Qal: Como em porutuguês, só existe na forma da
segunda pessoa do singular e do plural. Tem intima relação com o
Çrmoale hL,aeh' ~yrIb'D>h;-lK' tae ~yhil{a/ rBed;y>w: 1 imperfeito, cujas desinências conserva. Uma vez conhecidas as
Ç~yIr;c.mi #r,a,me ^ytiaceAh rv,a] ^yh,l{a/ hw"hy> ykinOa; 2 formas do imperfeito nas sugundas pessoas, faz-se o imperativo
suprimindo-e o prefixo subjetivo do imperfeito, assim: 2a
Çlaer'f.yI ynEB.-la, rm;ato hKo hv,mo-la, hw"hy> rm,aYO 3 masc.sing. ljoq.Ti – matarás (masc.), ljoq. – mata (tu), ‫לי‬
ִ ‫– ִתּ ְק ְט‬
Çbh'z" yhel{awE @s,k, yhel{a/ ~k,l' Wf[]t; al{ 4
matarás (fem.), ‫לי‬ ִ ‫ – ִק ְט‬mata (tu). Cortando-se o prefixo, o sheva
Ç~yhil{a/h'-la, wyn"doa] AvyGIhiw> 5 sob uma consoante inicial tem de ser vocálico ou sonoro e,
Ç@s,K' !yae ~N"xi ha'c.y"w> 6 portanto, se a 2a letra do radical for do grupo Beghadhkephath,
ÇrmoaLe hv,mo-la, hw"hy> rBed;y>w: 7 não levará o daghesh-lene. Por motivo idêntico, na 2a do fem.
sing. e na 2a do masc. pl., ocorreriam dois shevas sonoros em
Ç~yIr'c.mi #r,a,B; ~t,yyIh/ ~yrIgE-yKi WNc,x'l.ti al{w> hn<At-al{ rgE 8 sucessão imediata, então o primeiro é mudado para híreq-qatôn,
Çraot' al{ ^M.[;b. ayfin"w> lLeq;t. al{ ~yhil{a/ 9 portanto, a sílaba inicial será neutra ou semi-aberta; exemplos:
Çhw"hy> ynEP.-la, ha,r'yE hn"V'B; ~ymi['P. vl{v. 10 ‫ ִכּ ְת ִבי‬- escreve (tu, fem.), ‫ ִכּ ְתבוּ‬- escrevei (vós, masc.).
Observações:

a) Essa grande semelhança com o imperfeito parece indicar que o


imperativo se deriva do imperfeito, mas os gramáticos asseveram
que o imperativo, o imperfeito e o infitivo absoluto (este último,
às vezes substituindo o imperativo) não derivam um do outro,
mas, são formas independentes que surgiram da forma abstrata do
verbo – a forma monosilábica do infinitivo, btoK..

b) Não se usa o imperativo na forma negativa. A idéia do imperativo


na forma negativa é construída utilizando-se o advérbio de
negação precedendo o verbo no perfeito (imperfeito). Como
ocorre no clássico texto do decálogo; exemplo: ‫חוֶה‬ ְ ‫ ִת ְשׁ ַתּ‬al{
“não adorarás”. Nesse caso, o verbo histaphel antecedido pelo
advérbio de negação; ‫צח‬ ָ ‫ ִתּ ְר‬al{ “não assassinarás”; verbo
‫ ָר ָצח‬, assassinar, antecedido pelo advérbio.
Hebraico Instrumental 131 Hebraico Instrumental 132
2. Formas do imperativo Qal de alguns verbos fortes:
Verbo Pê-vav / Pê-Yôdh Verbo Pê-gutural
‫ָשׁ ַמר‬ “ele guardou” ‫“ ָשׁ ַפט‬ele julgou” ‫ָשׁ ַכב‬ “ele se ‫“ יָ ַשׁב‬ele sentou” ‫ פ״י‬ou ‫ָה ַלְך פ״ו‬ “ele caminhou”, “foi” ‫פ״ע‬
Imperf. Imper. Imperf. Imper. Imperf. Imper. 2ms ‫ ֵשׁב‬2mp ‫ ְשׁבוּ‬2ms ‫ֵלְך‬ 2mp ‫ְלכוּ‬
2ms rmovT.i rmov. tPovT.i tpov.
‫ְשׁ ַכב ִתּ ְשׁ ַכּב‬ 2fs ‫ ְשׁ ִבי‬2fp ‫ ֵשׁ ְבנָה‬2fs ‫ְל ִכי‬ 2fp ‫ֵל ְכנָה‬
2fs ‫ִתּ ְשׁ ְמ ִרי‬ ‫ִשׁ ְכ ִבי ִתּ ְשׁ ְכּ ִבי ִשׁ ְפ ִטי ִתּ ְשׁ ְפּ ִטי ִשׁ ְמ ִרי‬
Verbo Ayin-vav / Ayin-Yôdh Verbo Ayin-duplo
2mp ‫ִתּ ְשׁ ְמרוּ‬ ‫ִשׁ ְכבוּ ִתּ ְשׁ ְכּבוּ ִשׁ ְפטוּ ִתּ ְשׁ ְפּטוּ ִשׁ ְמרוּ‬ ‫“ קוּם‬ele levantou” ‫ ע״י‬ou ‫ע״ו‬
E ‫“ ָס ַבב‬ele rodeou” ‫ע״ע‬
2fp hn'r.movT. i hn'r.movT. i hn'j.p;v.Ti ‫ְשׁ ַכ ְבנָה ִתּ ְשׁ ַכּ ְבנָה ְשׁפ ְטנָה‬ bso WBso
2ms ‫ קוּם‬2mp ‫קוּמוּ‬ 2ms 2mp
t
2fs ‫ קוּ ִמי‬2fp hnm " qo. - ‫קוּ ֶמינָה‬ 2fs yBiso 2fp ‫ֻס ֶבּינָה‬
3. Formas do imperativo Qal de alguns verbos fracos:
Verbo Pê-vav / Pê-Yôdh
Verbo Pê-gutural Verbo Lâmed-gutural
‫“ יַָדע‬ele conheceu” ‫ פ״י‬ou ‫פ״ו‬
‫“ ָע ַמד‬ele ficou de pé” ‫פ״‬ ‫“ אָ ַכל‬ele comeu” ‫פ״א‬
2m dmo[] Wdm.[i lkoa/ 2ms ‫ ַדּע‬2mp ‫ְדּעוּ‬
2mp 2ms 2mp ‫ִא ְכלוּ‬
s 2fs ‫ ְדּ ִעי‬2fp ‫ַדּ ְענָה‬
2fs ‫ִע ְמ ִדי‬ 2fp hn'd.mo[] 2fs ‫ִא ְכ ִלי‬ 2fp hn'l.koa/
Verbo Lâmed-gutural Verbo Lâmed-Aleph
Observação: O imperativo Qal ocorre também com sufixos
‫“ ָשׁ ַמע‬ele ouviu” ‫ל״א‬ ‫“ ָע ָלה‬ele subiu” ‫ פ״א‬e ‫ל״ה‬ pronominais, como nos exemplos abaixo:
2ms ‫ ְשׁ ַמע‬2mp ‫ִשׁ ְמעוּ‬ 2ms ‫ ֲע ֵלה‬2mp ‫ֲעלוּ‬
2fs ‫ ִשׁ ְמ ִעי‬2fp ‫ְשׁ ַמ ְענָה‬ 2fs ‫ ֲע ִלי‬2fp ‫ֲע ֶלינָה‬ yqid>ciK. hw"hy> ynIjep.v' Julga-me, Senhor, conforme a minha
justiça. (Sl 7.9)
Verbo Lâmed-Aleph Verbo Pê-Nûn Escreve-as na táboa do teu coração.
^B,li x;Wl-l[; ~bet.K' (Pv 3.3)
‫“ ָמ ָצא‬ele achou” ‫ל״א‬ ‫“ נָ ַתן‬ele deu” ‫פ״נ‬
Socorre-me, ó Senhor, meu Deus. (Sl
2ms ‫ ְמ ָצא‬2mp ‫ִמ ְצאוּ‬ 2ms ‫ ֵתּן‬2mp ‫ְתּנוּ‬ yh'l{a/ hw"hy> ynIrez>[' 109.26)
2fs ‫ ִמ ְצ ִאי‬2fp ‫ְמ ֶצאנָה‬ 2fs ‫ ְתּנִי‬2fp ‫ְתּנָּה‬ Wn[ev.yI yhel{a/ Wnrez>[' Ajuda-nos, ó Deus da nossa salvação
(Sl 79.9)
Disse: Senhor eterno lembra-te de
ynIrek.z" hAihy/ yn"doa] rm;aYOw: mim (Jz 16.28)
Hebraico Instrumental 133 Hebraico Instrumental 134
TAREFA XXV- DEMAIS TRONCOS DO IMPERATIVO

a) Idendifique os vebos imperativos, e traduza os textos:


1. Imperativo Nifal: O imperativo Nifal é formado a partir das
Gn. 12.1 ^c.r>a;me ^l.-%l, ~r'b.a;-la, hw"hy> rm,aYOw: quatro formas da segunda pessoa do perfeito Nifal, sendo que o
1Sm 9.24 ^l.-rWmv' d[eAMl; yKi lkoa/ ^yn<p'l.-~yfi ra'v.NIh; hNEhie; prefixo subjetivo ‫ תּ‬é substituído pelo ‫ה‬.
Eze 2.1 %t'ao rBed;a]w: ^yl,g>r;-l[; dmo[] ~d'a'-!B, yl'ae rm,aYOw:
Deut 6.4 dx'a, hw"hy> Wnyhel{a/ hw"hy> laer'f.yI [m;v. 2. Exemplo do imperativo Nifal: do verbo ‫מר‬ ַ ‫ ָשׁ‬, “ele guardou”
(Qal); “ele se guardou”, “ele se preservou” (Nif), etc.:
Êxo 17.14 rp,SeB !ArK'zI tazO btoK. hv,mo-la, hw"hy> rm,aYOw:;
Sal 51.12 ~yhil{a/ yli-ar'B. rAhj' ble.
Num 12.6 yr'b'd> an"-W[m.vi rm,aYOw: Pessoa Imperfeito Imperativo
Jer 22.29 hw"hy>-rb;D> y[im.vi #r,a' #r,a, #r,a 2ms ‫ִתּ ָשּׁ ֵמר‬ ‫ִה ָשּׁ ֵמר‬
Isa 1.2 #r,a, ynIyzIa]h;w> ~yIm;v' W[m.vi 2fs ‫ִתּ ָשּׁ ְמ ִרי‬ ‫ִה ָשּׁ ְמ ִרי‬
Êxo 34.11 ~AYh; ^W>c;m. ykinOa' rv,a] tae ^l.-rm'v. 2mp. ‫ִתּ ָשּׁ ְמרוּ‬ ‫ִה ָשּׁ ְמרוּ‬
2fp ‫ִתּ ָשּׁ ֵמ ְרנָה‬ ‫ִה ָשּׁ ֵמ ְרנָה‬

3. Imperativo Piel: Como ocorre no imperativo Qal, no Piel também


acontece a supressão do prefixo subjetivo, havendo, portanto uma
redução na forma do imperativo. Exemplo do imperativo Piel do
verbo ‫מד‬
ַ ‫ ָל‬, “ele estudou”, (Pi) “ele ensinou”:

Pessoas Imperfeito Imperativo


2ms ‫ְתּ ַל ֵמּד‬ ‫ַל ֵמּד‬
2fs ‫ְתּ ַל ְמּ ִדי‬ ‫ַל ְמּ ִדי‬
2mp. ‫ְתּ ַל ְמדוּ‬ ‫ַל ְמּדוּ‬
2fp ‫ְתּ ַל ֵמּ ְדנָה‬ ‫ַל ֵמ ְדנָה‬
Hebraico Instrumental 135 Hebraico Instrumental 136
4. Imperativo Hitpael: O imperativo Hitpael, também acontece a 6. Verbos imperativos: com o aformativo ‫ ָה‬. As vezes o verbo na
substituição do prefico subjetivo ‫ תּ‬pelo aformativo ‫ה‬. Usando das segunda pessoa do masculino no imperativo recebe a adição do
formas da segunda pessoa, conforme o exemplo. Exemplo do aformativo ‫ ָה‬, o que pode ocorrer em qualquer tronco do
imperativo Hitpael do verbo ‫דשׁ‬ ַ ‫“ ָק‬ele foi santo” (Hit) “ele se imperativo. Este aformativo é idêntico ao coortativo. Porém,
purificou”, “ele se santificou”: diferente daquele, parace apenas dar certa ênfase ao verbo.
Obviamente, esta adição do aformativo ‫ ָה‬, provoca modificação
Pessoas Imperfeito Imperativo na vocalização, confome os exemplos que seguem:
2ms ‫ִתּ ְת ַק ֵדּשׁ‬ ‫ִה ְת ַק ֵדּשׁ‬
2fs ‫ִתּ ְת ַק ְדּ ִשׁי‬ ‫ִה ְת ַק ֵדּ ִשׁי‬ rmov. (Qal) ‫ָשׁ ְמ ָרה‬ guarda! (de ‫מר‬
ַ ‫) ָשׁ‬
2mp. ‫ִתּ ְת ַק ְדּשׁוּ‬ ‫ִה ְת ַק ְדּשׁוּ‬ ‫ְשׁ ַלח‬ (Qal) ‫ִשׁ ְל ָחה‬ envia! (de ‫לח‬
ַ ‫) ָשׁ‬
2fp ‫ִתּ ְת ַק ֵד ְשׁנָה‬ ‫ִה ְת ַק ֵד ְשׁנָה‬ ‫ִה ָשּׁ ַבע‬ (Nifal) ‫ִה ָשׁ ְב ָעה‬ jura! (de ‫ַע‬
‫) ָשׁב‬
‫ַס ֵפּר‬ (Piel) ‫ַס ְפּ ָרה‬ conta! (de ‫פר‬
ַ ‫) ָס‬
ATENÇÃO: observe-se a semelhança com o Perfeito hitpael 3a
pessoa do masculino. No caso da 2a pessoa imperativo masculino.
Nesse caso, devemos observar o contexto.
7. Verbos imperativo: com a partícula enfática ‫נָא‬. Essa partícula
5. Imperativo Hifil: O imperativo Hifil segue o padrão dos ocorre muitas vezes com o jussivo e com coortativo; ocorre
tamém com o impertivo. Sua função e dar ênfase ou urgência ao
imperativos Nifal e Hipael. O prefixo subjetivo ‫ תּ‬é substituído
imperativo. Geralmente a partícula ‫ נָא‬não recebe qualquer
pelo prefixo aformativo ‫ ה‬e, a vogol da última sílaba da da 2a tradução. Veja-se abaixo alguns exemplos onde ocorre a
pessoa do masculino singular, hireq-gadhôl é mudada para tserê. paresença da partícula enfática:
Exemplo do imperativo Hifil do verbo forte ‫“ סתר‬ele escondeu”:

‫ִשׁ ְמעוּ־נָא ְבּנֵי ֵלוִי‬ Ouví agora, filhos de Leví. (Nm 16.8)
Pessoas Imperfeito Imperativo Agora, jurai-me pelo Senhor. (Jos
2ms ‫וְ ַע ָתּה ִה ָשּׁ ְבעוּ־נָא ִלי ַבּיהוָה‬
‫ַתּ ְס ִתּיר‬ ‫ַה ְס ֵתּר‬ 2.12)
Falai, agora, aos ouvidos de todos os
2fs ‫ַתּ ְס ִתּי ִרי‬ ‫ַה ְס ִתּי ִרי‬ ‫ַדּ ְבּרוּ־נָא ְבּאָזְנֵי ָכל ַבּ ֲע ֵלי ְשּׁ ֶכם‬ senhores de Siquém (Jz 9.2)
2mp. ‫ַתּ ְס ִתּירוּ‬ ‫ַה ְס ִתּירוּ‬
2fp ‫ַתּ ְס ֵתּ ְרנָה‬ ‫ַה ְס ֵתּ ְרנָה‬
Hebraico Instrumental 137 Hebraico Instrumental 138
TAREFA XXVI- INFINITIVOS E PARTICÍPIOS

a) Analise os verbos no texto abaixo:


1. Formas do infinitivo: Há duas formas para o infinitivo, o
yki²nOa'( rv<ôa] ~yjiêP'v.Mih;-la,w> ‘~yQixuh;(-la, [m;Ûv. laeªr"f.yI hT'ä[;w> absoluto, que expressa a idéia da ação nua, destituída de
modificadores expressando a idéia básica da raiz verbal sem
distinção de pessoa, gênero ou número. Não recebe sufixos nem
#r<a'êh'-ta, ~T,äv.rIywI) ‘~t,ab'W Wy©x.Ti( ![;m;äl. tAf+[]l; ~k,Þt.a, dMeîl;m. prefixos (exceto a conjunção vav).

`~k,(l' !tEïnO ~k,Þyteboa] yheîl{a/ hw"±hy> rv<ôa] 2. Idéia fundamental do infinitivo: Os verbos no infitivo são
substantivos verbais, isto significa que expressam a idéia
fundamental da raiz do verbo. Muitas vezes são traduzidos de
W[ßr>g>ti al{ïw> ~k,êt.a, hW<åc;m. ‘ykinOa' rv<Üa] ‘rb'D"h;-l[; Wpsiªto al{å 2 forma semelhante ao nosso gerúndio “ouvindo”, “lembrando”,
“guardando”, etc.
`~k,(t.a, hW<ïc;m. ykiÞnOa' rv<ïa] ~k,êyhel{)a/ hw"åhy> ‘twOc.mi-ta, rmoªv.li WNM,_mi
3. O infinitivo construto recebe prefixos e sufixos: Ao infinitivo na
3 forma do construto são adicionados os sufixos pronominais,
vyaiªh'-lk' yKiä rA[=P. l[;b;äB. hw"ßhy> hf'î['-rv,a] tae² taoêroh'( ‘~k,ynEy[e( havendo, nesse caso, indição de pessoa, gênero e número; tabém, à
forma do infinivo construto se lhe acrescem preposições na forma
`^B<)r>Qimi ^yh,Þl{a/ hw"ïhy> Ad°ymiv.hi rA[êP.-l[;b;( yrEäx]a; ‘%l;h' rv<Üa] de prefixos.

4. O infinitivo construto: Tem sheva na primeira sílaba e hôlam


`~AY*h; ~k,ÞL.Ku ~yYIïx; ~k,_yhel{a/ hw"ßhyB; ~yqiêbeD>h; ‘~T,a;w> 4 mutável na segunda como nos exemplos: ‫שׁמוֹר‬ ְ , rkoz> vigiar e
5 lembrar, respectivamente. Este pode receber prefixos e sufixos;
yh'_l{a/ hw"åhy> ynIW:ßci rv<ïa]K; ~yjiêP'v.miW ‘~yQixu ~k,ªt.a, yTid>M;äli haeär> exemplos: ‫מרוּ‬ ְ ‫ ִל ְשׁ‬- para vigiá-lo ou, para ele vigiar, %l{M.mi -
para reinar, ‫מּד‬
ֵ ‫ ְל ַל‬- para ensinar.
`HT'(v.rIl. hM'v'Þ ~yaiîB' ~T,²a; rv<ïa] #r<a'êh' br<q<åB. !Keê tAfå[]l;
Observação: O infinitivo construto tem forma semelhante ao
6 imperativo 2a pessoa masculino singular dos graus do verbo, exceto
~yMi_[;h' ynEßy[el. ~k,êt.n:ybiäW ‘~k,t.m;k.x' awhiÛ yKiä è~t,yfi[]w: é~T,r>m;v.W
no caso do Hifil. Nos primeiros exemplos acima, observe a
semelhança com o imperativo Qal.
!Abên"w> ~k'äx'-~[; qr:… Wrªm.a'w> hL,aeêh' ~yQIåxuh;-lK' tae… !W[ªm.v.yI rv<åa]
5. Na tabela abaixo, observe-se as formas do infinitivo construto,
`hZ<)h; lAdßG"h; yAGðh; como ocorrem nos diversos graus do verbo em comparação com
as formas do imperativo masculino singular:
Hebraico Instrumental 139 Hebraico Instrumental 140
Verbos Qal Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal Particípio ativo do verbo forte ‫טל‬
ַ ‫“ ָק‬Ele matou”
Imperativo ljoq. ‫טל‬
ְ ‫ ַק ֵטּל ִה ָקּ‬------- ‫ִה ְת ַק ֵטּל‬ ‫ַה ְק ֵטל‬ -------- Qual Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal
Infinitivo ljoq. ‫ַק ֵטּל ִה ָקּ ְטל‬ ------- ‫ַה ְק ִטיל ִה ְת ַק ֵטּל‬ -------- ms ljeqo ----- ‫ ְמ ַק ֵטּל‬------ ‫ ַמ ְק ִטיל ִמ ְת ַק ֵטּל‬------
mp ~ylij.qo ----- ‫ְמ ַק ְטּ ִלים‬ ------ ‫ַמ ְק ִטי ִלים ִמ ְת ַק ְטּ ִלים‬ ------
Οbservações: Não ocorrem na Bíblia Hebraica, os infinitivos Pual e
Hofal. O infinitivo construto Hifil, diferente do imperativo, recebe o
fs hl'j.qo ----- ‫ְמ ַק ְטּ ָלה‬ ------ ‫ַמ ְק ְט ָלה ִמ ְת ַק ְטּ ָלה‬ ------
híreq-gadôl na consoante média. fp twOlj.qo ----- ‫ְמ ַק ְטּלוֹת‬ ------ ‫ַמ ְק ְטלוֹת ִמ ְת ַק ְטּלוֹת‬ ------

6. O Infinitivo Absoluto: No verbo forte Qal caracteriza-se pela Particípio passivo do verbo forte ‫טל‬
ַ ‫“ ָק‬Ele matou”
vogal ָ quamats (a) na primeira sílaba, e pelo ‫ וֹ‬hôlam-vav (ô) na Qual Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal
segunda sílaba; exemplos: ‫שׁמוֹר‬ ָ , ‫זָכּוֹר‬, ‫ ָשׁמוֹ ַע‬respectivamente: ms ‫ָקטוּל‬ ‫נִ ְק ָטל‬ ------ ‫ְמ ֻק ָטּל‬ ------ ------ ‫ָמ ְק ָטל‬
vigiar, lembrar e ouvir, o último com pathah furtivo. O hôlam da ms
segunda sílaba é imutável mas, aparece defectivamente também,
‫נִ ְק ָט ִלים ְקטוּ ִלים‬ ------ ‫ְמ ֻק ָטּ ִלים‬ ------ ------ ‫ָמ ְק ָט ִלים‬
fs ‫נִ ְק ָט ָלה ְקטוּ ָלה‬ ------ ‫ְמ ֻק ָטּ ָלה‬ ------ ------ ‫ָמ ְק ָט ָלה‬
exemplo: ‫ָכּר‬ó‫ז‬. Observe na tabela abaixo uma comparação entre o
fp ‫נִ ְק ָטלוֹת ְקטוּלוֹת‬ ------ ‫ְמ ֻק ָטלוֹת‬ ------ ------ ‫ָמ ְק ָטלוֹת‬
infinitivo construto e o absoluto:

VOCABULÁRIO
Verbos Qual Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal
Construto ljoq. ‫טל‬ -------
‫ֵאין‬ não há, nada ‫ָדבָר‬ palavra ‫ָקרָא‬ chamar,clamar
ֵ ‫ ַק ֵטּל ִה ָקּ‬------- ‫ִה ְת ַק ֵטּל‬ ‫ַה ְק ִטיל‬ aOl
‫ָמ ַלְך‬ reinar ‫גָדָל‬ alto não,nem,nada
Absoluto ‫ ָקטוֹל‬ljoq;hi lJoq; -------
‫ַה ְק ֵטל ִה ְת ַק ֵטּל‬ -------

ljoq.nI ‫ַק ֵטּל‬ ------- -------- -------- -------


‫ָל ֵעינָיִם‬ aos olhos areqol. para ler ‫ָקטָן‬ pequeno
‫ָל ַמד‬ estudar ‫ִכּי‬ que, porque ‫ָק ַטל‬ matar

Observação: Não ocorrem as formas do Pual e do Hofal no


lk,aOl' para comer ‫ְר ִשׁי ָמהּ‬ vocabulário ‫ָכּ ַתב‬ esrever

texto da Escritura TaNaK. ‫ֵעינַיִם‬ olhos (dual) ‫ָכּ ַפּר‬ cobrir, expiar ‫ְל ַלמֵד‬ para estudar

6. Os particípios: Os particípios presente ou ativo, passado ou


‫אָז‬ então ‫חלל‬ profanar (começar no hofal)

passivo têm as formas como nas tabelas abaixo: ‫ֵשׁם‬ nome ‫ָק ָרא‬ invocar ‫ָה ַלְך‬ andar, ir
‫נָ ַתן‬ dar, ofertar ‫ָל ַבּשׁ‬ vestir ‫ֶבּגֶד‬ veste
Hebraico Instrumental 141 Hebraico Instrumental 142
TAREFA XXVII- VAV CONSECUTIVO

a) Traduzir os textos:
1. O vav consecutivo: Chama-se de vav consecutivo, o vav que só
se usa ligado imediatamente ao Perfeito ou ao Imperfeito do verbo
Gen 4.26 `hw")hy> ~veîB. aroßq.li lx;êWh za'ä e que com função muito diferente do vav conjuntivo, uma função
que estabelece uma certa subordinação de um desses dois tempos
ao outro, a saber, o Perfeito ao Imperfeito, ou vice versa. Essa
Gen 28.20 `vBo)l.li dg<b<ïW lkoßa/l, ~x,l², yliî-!t;n")w> %leêAh função parece converter um desses tempos no outro, como
veremos adiante, pelo que se chamava antigamente de vav
1Rs 11.38 yDI_b.[; dwIåD" hf'Þ[' rv<ïa]K; yt;êwOc.miW ‘yt;AQxu rAmÝv.li conversivo. Em rigor, porém, não há conversão alguma de tempos.
É questão de modalidade hebréia de expressão do pensamento,
Sl 121.4 `lae(r"f.yI rmeªAv÷ !v"+yyI al{åw> ~Wny"â-al{) hNEåhi digamos, de gênio da língua. Quando a ação futura (expressa pelo
perfeito) tem na mente do escritor uma conseqüência certa, ele
expressa a certeza desse resultado com o Perfeito precedido do
vav conjuntiv, levando a tradução para o futuro. Exemplifiquemos:
ele correrá e caiu, diria o hebreu, como nós diríamos
b) Escreva dez frazes contendo verbos no particípio: corretamente: ele correrá e cairá. Naturalmente, quando o
primeiro verbo expressa uma ação acabada (pelo Perfeito), os
outros virão no Imperfeito (ação inacabada) precedidos do vav
consecutivo, nesse caso, cada verbo deverá ser traduzido no
mesmo tempo do verbo inicial da sentença. Desses casos não
podemos apresentar um paralelo tão adequado em nossa língua, o
que se poderia esperar, visto se tratar de uma construção
idiomática hebréia. “E o homem conheceu ( ‫ יָדַע‬- Perfeito) a Eva,
sua mulher, e ela concebeu (‫לד‬ ָ ‫ וַ ַתּ‬- Imperfeito como vav
consecutivo) a Caím...” etc., é um exemplo.

2. Característicos do consecutivo: No Imperfeito facilmente se


reconhece o vav consecutivo, porque se pontua do mesmo modo
que o artigo; exemplo: ‫טל‬ó‫ק‬ְ ‫וָ ֶא‬, ‫טל‬ó‫ וַיִּ ְק‬, no Perfeito, a pontuação é
identica ao do vav conjuntivo (cf., unid. V).
Hebraico Instrumental 143 Hebraico Instrumental 144
3. O uso do consecutivo: O uso normal em linguagem de narrativas 6) Uso impessoal: O verbo ser aparece com vav consecutivo, no
do passado é assim: princípio de sentenças, mas seguido de cláusulas ou frases,
adverbiais de tempo principalmente, com o sentido de acontecer,
1) Depois de um Perfeito: ou frase equivalente (que expresse ação tanto no Perfeito ‫היָה‬ָ ְ‫ – ו‬e acontecerá; como também, no
acabada), o verbo seguinte (ou os verbos) na mesma sentença
devem estar no Imperfeito com o vav consecutivo; como o Imperfeito ‫הי‬ִ ְ‫ – וַי‬e aconteceu (sem o daghesh forte no yôdh).
exemplo dado anteriormente - “conheceu o homem...” Veja-se Isaías 2,2 para o Perfeito e Jonas 4,8 para o Imperfeito.
Facilmente se reconhece esse uso, porque o verbo ser, em tais
2) Depois do Imperfeito: ou frase equivalente, os verbos seguintes, casos, fica isolado da sentença que o segue. Esta tem sujeito e
da mesma sentença, virão no Perfeito com o vav consecutivo para predicado próprios, e o verbo ser não faz parte dela.
expressarem a mesma modalidade do verbo inicial.
7) Deslocamento da sílaba tônica: O vav consecutivo afeta a sílaba
3) Depois de um imperativo: (que expressa ação a ser realizada) tônica do verbo, levando o acento tônico a vançar no Perfeito
também se pode usar o Perfeito com o vav consecutivo (em vez de para a sílaba final, na 1a pes. sing. e na 2a sing. masc.; exemplo:
coordenarem os imperativos com o vav copulativo); como no ‫וְ ָק ַט ְל ִתּי‬. Na 1a do pl. não se da isso e as outras pessoas já têm o
exemplo: ‫תּ‬ ָ ‫ ֵלְך וְאָ ַמ ְר‬- Vai e dize, ou vai dizer, literalmente: vai e acento na última sílaba. No Imperfeito, a tendência do vav
dirás (Perfeito com vav consec.). conjuntivo é fazer recuar para penúltima sílaba, o que acontece
sendo a penúltima uma sílaba aberta; exemplos: ‫שׁב‬ ָ ַ‫וַי‬, rm<aOYw:.
4) Interrupção da forma consecutiva: Se qualquer partícula como
aOl ou qualquer palavra ocorrer entre o vav e o verbo, desaparece 8) Uso do vav conjuntivo: O sentido mais freqüente, como já vimos
a consecução e o vav será copulativo, voltando os tempos do anteriormente (unid. V) é o de copulativa. Mas o contexto mostra
verbo ao uso comum do Perfeito e Imperfeito; exemplo: Jonas 3,9 que tem sentido adversativo de mas em alguns casos. Noutros se
– “Quem sabe se voltará (Imperfeito) e se arrependerá (Perfeito traduz por alguma partícula conjuntiva, podendo exprimir
com o vav consec.) o verdadeiro Deus e se apartará (Perfeito com circunstância de modo, de tempo, etc. Poder se traduzir: contudo,
vav consecutivo) do ardor de sua ira... (até aí bons exemplos do assim, então; ou simples expletivas12 como: pois, ora, então, etc.
uso consecutivo, mas no final entra o adv. de negação aOl e volta Na tradução do vav consecutivo, também se lhe pode dar sentido
semelhante. Mas há casos em que o vav consecutivo, não deve ser
ao uso comum) dbeaOn aOlw> - e não pereceremos (perfeito sem o
traduzido; vejamos: ‫דנָי‬ó‫א‬
ֲ A‫מוֹת ַה ֶמּ ֶלְך ֻעזִיָהוּ וָ ֶא ְר ֶאה ֶאת‬A‫ִבּ ְשׁנַת‬
vav consecutivo).
“no ano da morte do rei Uzias, vi o Senhor...” (Isaías 6,1), isso
depois de frases que expressam circunstâncias de tempo.
5) Generalização do uso: O uso do vav consecutivo se tornou tão
gerneralizado que se pode começar sentenças com o vav
consecutivo sem qualquer relação com outro verbo que o
anteceda. Até livros há que começam com esta forma, como Rute,
Ester, e Jonas.
12 Diz-se das palavras ou expressões que, desnecessárias ao sentido da frase, lhe
dão, todavia, mais força ou graça (Dicionário Aurélio Séc. XXI - on-line).
Hebraico Instrumental 145 Hebraico Instrumental 146
9) Cláusulas finais introduzidas pelo vav conjuntivo: O jussivo ou TAREFA
coortativo (Imperfeito) com vav cojuntivo tem força de cláusula
final quando vem precedido de um imperativo, ou de sentença Identifique o vav consecuntivo e o conjuntivo e traduza:
negativa ou interrogativa; exemplos: “... e atirai-me ao mar,
para que o mar se acalme...” qTov.yIw> ~Y"h;-la, ynIluyjih]w: “... e ~AYB; tBov.YIw: `#r<a'h' taew> ~yIm;V'h; tae ~yhil{a/ ar"B' tyviarEB.
atirai-me ao mar, para que o mar se acalme...” Jn 1,12) – ainda ‫` וַיְּ ִהי ְדּ ַבר־יהוה ֶאל־ ַהנָּ ִביא׃‬hf'[' rv,a] ATk.al;m.-lK'mi y[iybiV.h;
na mesma passagem: ~Y"h; qTov.yIw> %L' hf,[]N:-hm; “que faremos
‫ֵאלֶּה ַה ְמּ ָל ִכים ֲא ֶשׁר ָמ ְלכוּ ָבּאָרֶץ וַיִּ ְמ ְלכוּ ִבּיהוּ ָדה וּ ְביִ ְשׁ ָראֵל` וַיִּ ְמ ֵלְך‬
contigo para que se acalme o mar...” (Jn 1,11). Quando essas
formas (Imperfeito com vav conjuntivo) vierem precedidas de ‫וּשׁ ַליִם ְשׁלשׁ ָשׁנִים` ָמ ַלְך ַה ֶמּ ֶלְך ַההוּא ַעל־ ָכּל־יִ ְשׁ ָר ֵאל‬ ָ ‫ַעל־יְהוּ ָדה ִבּר‬
qualquer expressão com sentido imperativo, como o jussivo e o ‫ וַיִּ ְתּנָה‬taZOh; ‫ ָרה‬‫משׁה ֶאת־ ַהתּ‬ ֶ bTok.Yw: `‫ְבּ ִת ְר ָצה ֶע ְשׂ ִרים אַ ְרבַּע ָשׁנָה‬
coortativo, ou de setenças que expressem um desejo, também têm
força de cláusula final. ‫ן ְבּ ִרית יהוה וְאֶל־ ָכּל־זִ ְקנֵי יִ ְשׂ ָר ֵאל׃‬‫~ ַהנּ ְשׁ ִאים ֶאת־ ֲאר‬ynIh]Koh‫ֶאל ;־‬
‫ ֶאת־ ַה ְדּ ָב ִרים ָה ֵאלּ ְבּבֵי ֶתָך וְיִ ְרבּוּ‬btoK. ‫וְ ָהיָה ִכּי יִ ְצ ַעק ֵא ַלי וְ ָשׁ ַמ ְע ִתּי׃‬
Nota: No uso impessoal do verbo ‫ָהיָה‬ muitas vezes aparece a ‫יְ ֵמי ֶכם עַל ָה ֲא ָד ָמה׃‬
expressão ‫היָה‬ָ ְ‫ ו‬sem força consecutiva no começo da sentença,
devendo ser traduzida pelo passado mesmo; Amós 7,2; 1Samuel Use estas linhas para realizar a tarefa.
1,12; 10,9; 17,48; 25,20, etc. – e aconteceu ou sucedeu...

VOCABULÁRIO
‫ְמ ָלא ָכה‬ f., obra, trabalho, ocupação
‫וַיְ ִהי‬ foi, do verbo ser. ( vav cj. cs.)
‫ִתּ ְר ָצה‬ s.pr., Tirza (f.)
‫ָר ָבה‬ aumentar, multiplicar
‫יְ ֵמי ֶכם‬ vossos dias
‫ֶק ֶשׁת‬ arco
‫ָצעַק‬ clamar, gritar
‫וְיִּ ְרבּוּ‬ E se multiplicarão, vav cj. e cs. com
incomp.
Hebraico Instrumental 147 Hebraico Instrumental 148
XXVIII - ACENTUAÇÃO E MÉTRICA da TaNaK Os acentos do segundo bloco são denominados: ‫ְט ָע ֵמי אמ´´ת‬
(acentos dos livros poéticos).
INTRODUÇÃO 1. Lidando com o texto bíblico massorético:
Além da acentuação dos sons vocálicos, os massoretas13, Além da acentuação hebraica, verificada nas Bíblias
criaram diversos outros acentos cuja função é indicar a acentuação Hebraicas em geral, na BHS (Bíblia Hebraica Stuttgartensia),
lógica e tônica, bem como a cantilação ou música do texto. Os podemos observar o cuidado do impressor em inserir, nos textos
acentos, nos 24 volumes da TaNaK14 são divididos em dois grupos poéticos, tanto naqueles que são nominalmente poéticos como na
distintos, os disjuntivos ou domini (senhores) e os conjuntivos ou ocorrência poética em geral, pequenos espaços que facilitam a
servi (servos). Os disjuntivos marcam as divisões principais dos percepção do leitor atento à métrica do texto hebreu; verifique-se, por
versículos e os conjuntivos são seus auxiliares ou servos. Nos 21 exemplo, o Salmo primeiro (v. BHS, p. 1087). Nos proféticos, onde o
livros em prosa, os disjuntivos são 18 e os conjuntivos 9, perfazendo material poético é também muito freqüente, ocorre à mesma coisa;
um total de 27 acentos. Nos três poéticos: Salmos, Provérbios e Jó, os observe, por exemplo, Isaías capítulo 1 (v. BHS, p. 675). Como pode
disjuntivos são 12 e os conjuntivos são 9, totalizando 21 acentos. O ser percebido, a métrica do texto ‘já está pronta’, a maior dificuldade,
conhecimento desses acentos é fundamental para o trabalho de porém, podemos verificar no texto expresso em prosa, pois, na
exegese, pois, uma boa segmentação do texto hebreu em estilo de linguagem, narrativa não há uma segmentação tão evidente, mas, a
prosa e a métrica da poesia poderão ser conseguidos através do uso métrica está indicada pelo massoreta e, não existindo, nesse caso, na
da acentuação massorética.15 BHS uma pista tão visível da fragmentação do texto, será necessário
um maior domínio da acentuação para que se determine a métrica do
Em hebraico tais signos são denominados: ‫ ְט ָע ִמים‬teαmim = texto. Se o texto não nos favorece por meio de seu layout devemos
acentos 16
; numa forma mais completa são chamados: ‫רה‬
ָ ‫ְט ָע ִמים ַה ִמּ ְק‬ nos guiar pelos acentos hebreus, cuja função principal se destina à
teamim ha-miqrah = acentos da Bíblia. Os acentos do primeiro bloco fragmentação do texto e pelos períodos lógicos do texto, devemos
observar, para isso, um divisor importante e muito freqüente que é o
de livros são chamados: ‫רים‬
ִ ‫( ְט ָע ֵמי כ´´א ֵס ְפ‬acentos dos 21 livros).
vav conjuntivo. O ‫ ו‬que, gramaticalmente funciona como uma
conjunção, podendo ser traduzido geralmente “e”, porém às vezes, de
acordo com o tradutor: “mas”, “portanto”, “então”, etc. O vav é um
13
A palavra vem de massorah que significa em hebraico tradição, os massoretas sinal importante no trabalho de segmentação do texto. Também é
são os criadores dos sinais extratestuais que são chamados de acentos massoréticos. preciso observar as conjunções e outras partículas. A segmentação,
‘14 Tanak, é a forma como os judeus denominam o texto do Antigo Testamento, as também, torna-se torna fácil, a partir da tradução do texto. Tudo que
Iniciais em maiúscula, representa as três divisões do texto do AT, ou seja: Torá encerrar uma frase completa ou tiver uma seqüência lógica, pode, e
(Lei), Nebhi‘im (Profetas) e Ketubhim (Escritos). deve ser fracionado. Existe ainda, o mais óbvio dos acentos: o soph
15
FRANCISCO, Edson de Faria. Manual da Bíblia Hebraica, Ed Vida Nova; São
Paulo, 2003. p. 120. pasuq ( ` ); esses dois pontos verticais, ocorrem sempre no final de
16
A acentuação da Torah, também foi denominada: ~ymi['J.h; yjeP.v.mi(acentos cada versículo e, a métrica ou segmentação, nunca devem invadir os
da Lei). Rödelheim, 1808 (a compilation from older Jewish writers on the accents, limites de outro versículo, ou seja, nenhuma palavra do verso anterior
with a commentary). Gesenius Hebrew Grammar, B.Works 6.0 – Resoursces. ou posterior deve estar contida na métrica de outro verso, pois, a
Hebraico Instrumental 149 Hebraico Instrumental 150
segmentação de um verso é impar. Um outro acento que se torna Quando o atnah não ocorrer, o que já vimos, pode acontecer,
fundamental, pois ocorre quase sem exceção por toda a TaNaK é o haverá sempre outros acentos para orientar a segmentação do texto,
atnah ou atnahta dx'_a,l , Esse acento, cuja forma é semelhante ao contudo, o primeiro divisor a ser observado, depois, é claro, do soph
nosso acento circunflexo divide o versículo em duas partes ou pausuq, é o atnah. Observe no texto do profeta Isaías a freqüência do
períodos lógicos; o que facilita em muito o trabalho do exegeta atnah como divisor do texto:
bíblico. O atnah como é geralmente chamado, ocorre sob a sílaba
tônica da palavra; como no exemplo acima; nesse caso, o atnah está aF'_nIw> ~r"ä aSeÞKi-l[; bveîyO yn"±doa]-ta, ha,ór>a,w" WhY"ëZI[u %l,M,äh; ‘tAm-tn:v.Bi 1
ao lado esquerdo do qamats sob a letra heht e marca a sílaba tônica `lk'(yheh;-ta, ~yaiîlem. wyl'ÞWvw>
da expressão. No texto recaíra sempre sob a sílaba tônica da última
palavra ou expressão do primeiro período lógico do versículo. Nem dx'_a,l. ~yIp:ßn"K. vveî ~yIp:±n"K. vveó Alê ‘l[;M;’mi ~ydIÛm.[o ~ypi’r"f. 2
sempre a divisão feita pelo atnah será equânime, muitas vezes, divide `@pE)A[y> ~yIT:ïv.biW wyl'Þg>r: hS,îk;y> ~yIT±v: .biW wyn"©p' hS,äk;y> ~yIT:åv.Bi
o versículo exatamente ao meio, mas pode recair logo no início ou,
mais para o fim do versículo. Observe os textos abaixo, devidamente tAa+b'c. hw"åhy> vAdßq' vAd±q' vAdôq' rm;êa'w> ‘hz<-la, hz<Ü ar"’q'w> 3
acentuados: `Ad*AbK. #r<a'Þh'-lk' al{ïm.

Simetria perfeita; nem sempre acontece


ha,Þr"tew dx'êa, ~Aqåm'-la, ‘~yIm;’V'h; tx;T;Ûmi ~yIM;øh; Ww“Q'yI ~yhiªl{a/ rm,aYOæw: arE_AQh; lAQßmi ~yPiêSih; tAMåa; ‘W[nU’Y"w: 4
`!kE)-yhiy>w:) hv'_B'Y:h; `!v")[' aleîM'yI tyIB:ßh;w>
Gênesis 1.9: O atnah ocorre na penúltima palavra do versículo, por bve_Ay ykiÞnOa' ~yIt;êp'f. ameäj.-~[; ‘%Atb.W ykinOëa' ‘~yIt;’p'f.-ame(j. vyaiÛ yKiä
tanto, uma divisão bem assimétrica. ytiymeªd>nI-yki( yliä-yAa rm;úaow" 5)
[:yqiêr"l' tx;T;ämi ‘rv,a] ‘~yIM;’h; !yBeÛ lDEªb.Y:w: è[:yqir"h'-ta, é~yhil{a/ f[;Y:åw: `yn")y[e Waïr" tAaßb'c. hw"ïhy> %l,M,²h;-ta, yKiª
`!kE)-yhiy>w:) [:yqI+r"l' l[;äme rv<ßa] ~yIM;êh; !ybeäW
hP'_c.rI Adày"b.W ~ypiêr"F.h;-!mi ‘dx'a, yl;ªae @['Y"åw: 6
Gênesis 1.7: Nesse caso, não ocorre o atnah. Isso acontece diversas `x;Be(z>Mih; l[;îme xq:ßl' ~yIx;êq;l.m,’B.
vezes; pode ter sido um descuido do massoreta.
(Isaías 6.1-6)
Wc’r>v' •rv,a] tf,m‡r, oh'( hY"åx;h;¥ ~yli_doG>h; ~nIßyNIT;h;-ta, ~yhiêl{a/ ar"äb.YIw:
Observe, agora, o mesmo texto fragmentado de forma lógica
ar.Y:ïw: WhnEëymil. ‘@n"K' @A[Ü-lK' tae’w> ~h,ªnEymi(l. ~yIM;øh; vp,n<å-lK' taeäw> observado outros acentos hebraicos e o vav conjuntivo. O profeta
`bAj)-yKi ~yhiÞl{a/ (poeta) parece desenhar formas simétricas com o texto.

Gênesis 1.21: Nesse caso, ocorrência na quarta expressão do texto,


deixa muitas expressões para depois do divisor atnah.
Hebraico Instrumental 151 Hebraico Instrumental 152
WhY"ëZI[u %l,M,äh; ‘tAm-tn:v.Bi 1
Além das dicas já mencionadas, em se falando de métrica,
Formato de um bveîyO yn"±doa]-ta, ha,ór>a,w" devemos observar, ainda, mais alguns acentos, como por exemplo, o
pote aberto. aF'_nIw> ~r"ä aSeÞKi-l[; silluq ( ֽ ), que ocorre sempre e, antecede ao sofh pasuq. Observe no
`lk'(yheh;-ta, ~yaiîlem. wyl'ÞWvw> versículo a seguir a palavra em destaque:
Alê ‘l[;M;’mi ~ydIÛm.[o ~ypi’r"f. 2
dx'_a,l. ~yIp:ßn"K. vveî ~yIp:±n"K. vveó ~Ah+t. ynEåP.-l[; %v,xoßw> Whboêw" ‘Whto’ ht'îy>h' #r<a'ªh'w>
wyn"©p' hS,äk;y> ~yIT:åv.Bi `~yIM")h; ynEïP.-l[; tp,x,Þr:m ~yhiêl{a/ x:Wråw>.
wyl'Þg>r: hS,îk;y> ~yIT±v: .biW (Gênesis 1.2)
`@pE)A[y> ~yIT:ïv.biW
Ο silluq sempre antecede o soph pasuq como um forma de
rm;êa'w> ‘hz<-la, hz<Ü ar"’q'w> 3 reforço; marca a sílaba tônica da última palavra do versículo.
tAa+b'c. hw"åhy> vAdßq' vAd±q' vAdôq' Outro acento importante é o tiphach’, pois, sempre antecede o
`Ad*AbK. #r<a'Þh'-lk' al{ïm. atnah e o silluq, nesse caso, serve bem de luz para a métrica do texto.
~yPiêSih; tAMåa; ‘W[nU’Yw" : 4 Formato de um vaso Observe no texto acima as expressões: %v,xoßw> antes do atnah e
arE_AQh; lAQßmi com tampa e base. tp,x,Þr:m. antes do silluq, como receberam o tiphach’ na sílaba tônica.
`!v")[' aleîM'yI tyIB:ßh;w>
ytiymeªd>nI-yki( yliä-yAa rm;úaow" 5) Para melhor esclarecimento, apresentaremos abaixo uma
ykinOëa' ‘~yIt;’p'f.-ame(j. vyaiÛ yKiä tabela, dos acentos ocorridos no texto da TaNaK. A finalidade dessa
bve_Ay ykiÞnOa' ~yIt;êp'f. ameäj.-~[; ‘%Atb.W tabela é servir de orientação, mas, é essencial que os principais
acentos sejam decorados, principalmente os disjuntivos, pois, isso
`yn")y[e Waïr" tAaßb'c. hw"ïhy> %l,M,²h;-ta, yKiª facilitará em muito o trabalho da métrica do texto, visto que tais
~ypiêr"F.h;-!mi ‘dx'a, yl;ªae @['Y"åw: 6 acentos, são os principais divisores do texto hebreu. Recomenda-se
hP'_c.rI Adày"b.W que se observe, além dos acentos, o sentido lógico do segmento, pois,
`x;Be(z>Mih; l[;îme xq:ßl' ~yIx;êq;l.m,’B. nem sempre havemos de concordar com a marcação do massoreta. É
bom, também, ficar de olho no vav conjuntivo devido à sua
(Isaías 6.1-6) importância na regência do período lógico do texto. Veja-se, pois, na
tabela abaixo cada acento com seus respectivos nomes, na seqüência,
Como se pode perceber pela simetria dos versos, parece óbvio conheceremos a função de cada um dos acentos hebreus.17
que o autor do texto teve a intenção clara de organizar poeticamente o
seu escrito, apresentando uma métrica irrepreensível e muito bonita
do texto. Com um pouco mais de cuidado e, por meio de uma leitura
mais aguçada, é possível se perceber, inclusive, a rima do texto.
Também existe aqui uma melodia e um ritmo.
17
KERR, Guilherme, Gesênios Gramar.
Hebraico Instrumental 153 Hebraico Instrumental 154
Tabela dos acentos dos 21 volumes em forma de prosa Menores Mínimos
Principais Médios tsinor ‫צנוֹר‬
ִ aãr'B' pazer ‫ָפּזֵר‬ bt‡'K'
sillûq‫ִסלּוּק‬ `~yIm")v' zaqueph qatôn ‫קטוֹן‬
ָ ‫זָ ֵקף‬ rp,SeêB; dehi ‫חי‬
ִ ‫ְדּ‬ !j,B,Þmi paseq ‫סק‬
ֵ ‫ָפּ‬ ~†yIm;v'
atnah ‫תנָה‬
ְ‫אַ‬ x:Be_z>mi zaqeph gadhôl ‫קף גָדוֹל‬
ֵ ָ‫ז‬ hT'§a;
segôlta at'l.gOs. è!n"['h,( tipha ‫חא‬ָ ‫ִט ְפ‬ tBÞv; Conjuntivos ou servi
shalsheleth ‫ַשׁ ְל ֶשׁ ֶלת‬ [b;v,¦b. rebhia ‫בי ַע‬ִ ‫ְר‬ rb©'D' munach ‫מוּנַח‬ ytiac'äy" azla ‫אָזְ ָלא‬ l[;’p.a,
mehuppakh ‫ה ָפְּך‬
ֻ ‫ְמ‬ hM'lÛ' galgal ‫גַּ ְלגַּל‬ rb"áD'
Menores Mínimos merekha ‫ר ָכא‬
ְ ‫ֵמי‬ yTij.q:ïv' tsinorith ‫רית‬ ִ ‫ִצנוֹ‬ ar'ãB'
zarqa ‫קא‬
ָ ‫זָ ְר‬ tãFB'v' geresh ‫רשׁ‬
ֵ ְ‫ ג‬teres ‫ֶט ֶרס‬ ~['øh' illuy ‫עלּוּי‬
ִ rb'DÝ' shalsheleth ‫שׁ ֶלת‬ ֶ ‫ַשׁ ְל‬ [b;v,¦b.
pashta ‫טא‬
ָ ‫ָפ ְשׁ‬ éykia'l.m; gereshaim ‫שׁיִם‬
ַ ‫גְּ ָר‬ hv'úq.mi tarcha ‫חא‬
ַ ‫ַט ְר‬ ynEïP.
yethibh ‫תיב‬
ִ ְ‫י‬ rb'D'Ý pazer ‫ָפּזֵר‬ bt‡'K'
tebhir ‫ביר‬
ִ ‫ְת‬ r°b'D' pazer gadhôl ‫ָפּזֵר גָדוֹל‬ rb¡'D'
telisha gedhôlah ‫ישׁא גְדוֹ ָלה‬
ָ ‫ְתּ ִל‬ rbü'D' Observação: ocorrem outros signos na Stuttgartensia, cuja função é
distinta da acentuação tradicional massorética. Tais signos são, em
paseq ‫סק‬
ֵ ‫ָפּ‬ ~†yIm;v' certos casos, um auxilio as massoras; notas freqüentes nas margens
legarmêh ‫מהּ‬
ֶ ‫ְלגַ ְר‬ tQ:åxul. inferiores e externas da Bíblia. As massoras dispostas ali são
denominadas: massora guedolah ou massorah magna e, massorah
quetanah ou massorah parva. Existe também a massorah finalis, que
Conjuntivos ou servi
ocorre no final de cada livro da TaNaK.
munach ‫מוּנַח‬ lh,aoå darga ‫רגָּא‬
ְ ‫ַדּ‬ rõb'D'
mehuppakh ‫ה ָפְּך‬
ֻ ‫ְמ‬ rf:ÜB. azla ‫אָזְ ָלא‬ réb'D' Função dos Acentos Disjuntivos:
merekha ‫ר ָכא‬
ְ ‫ֵמי‬ lyIa:ïh' galgal ‫גַּ ְלגַּל‬ rb'çD' Cada acento possui função distinta no texto de acordo com a
merkha duplo ‫ְכפּוּ ָלה‬ ‫ֵמי ְר ָכא‬ T'úx.q;l>' telisha qatôn ‫ישׁא ָקטוֹן‬
ָ ‫ְתּ ִל‬ rb'D'” relação apresentada nas tabelas acima, apresentaremos os grupos de
acentos e suas funções no texto bíblico hebreu. Devemos atentar,
Acentos dos 3 volumes poéticos (Sl, Pv e Jó) primeiro para os acentos disjuntivos ou domini, depois para os
Disjuntivos ou domini conjuntivos ou servi que estão relacionados aos disjuntivos. Os
Principais Médios acentos disjuntivos nos 21 livros (prosa) são divididos, geralmente,
sillûq ‫ִסלּוּק‬ hn")m'l. rebhia ‫בי ַע‬
ִ ‫ְר‬ rb©'D' em quatro grupos distintos, isso é devido ao seu valor de pausa. Nos
~wOlv'ñ lm'ª[÷' três livros poéticos os acentos disjuntivos não são divididos por
‘olé ‫עוֹ ֶלה‬ rebhia mugrash ‫ְר ִבי ַע מוְּג ָרשׁ‬
grupos. As regras a seguir são básicas e gerais determinam o
veyôred ‫רד‬ ֵ ‫וְיוֹ‬ lPoïYIw: funcionamento dos acentos disjuntivos nos versículos bíblicos.18
atnah ‫תנָה‬
ְ‫אַ‬ Av=aro 18
FRACISCO., op., cit., p.122.
Hebraico Instrumental 155 Hebraico Instrumental 156
a) Disjuntivos ou domini dos 21 volumes e seus conjuntivos ou Grupo 3:
servis:
1. rebhia: Divide as unidades dos acentos zaqeph, segôlta ou tipha.
Grupo 1: Pode ser repetido para indicar divisões adicionais. Pode ter até três
servos: dois munach e um darga.
1. sillûq: Marca a sílaba tônica da última palavra do versículo.
Antecede ao soph pusuq e seu servo é o merkha. 2. zarqa: É um acento pospositivo, isto é, colocado na última letra da
palavra e precede o segôlta. Pode ser o maior acento divisor na
2. atnah ou atnahta: É o principal divisor do versículo. Nem sempre unidade em que há o acento segôlta ou se o acento rebhia assinala
ocorre. Às vezes pode ser substituído pelos acentos zaqueph ou a divisão maior, então zarqa pode aparecer entre rebhia e segôlta.
tipha em versículos mais curtos. Geralmente, tem como servo o Pode ser repetido para indicar divisões adicionais. Este acento pode
munach. ter até quatro servos: munach, azla, merka e telisha qetanah.

Grupo 2: 3. pashta‫ ׃‬Acento pospositivo. Pode dividir a unidade do acento


zaqeph. Se o acento rebhia divide a unidade de zaqueph. Pode ter
1. tipha: Divide unidades entre atnah e sillûq, se o acento zaqueph for até seis servos: mehuppakh, merkha, azla, munach, telisha qetanah
o principal divisor do versículo, ele dividirá as unidade entre o ou algum outro.
zaqueph e o sillûq. Seu servo é merkha.
4. yetibh: Acento prepositivo, isto é, recai na primeira letra da
2. zaqueph qatôn: É os acento disjuntivo mais comum e aparece em palavra. Tem mesmo valor semântico do acento pashta, mas com
muitos versículos e em suas duas partes. Divide em duas partes a valor musical diferente.
divisão feita pelo atnah. Pode possuir um ou dois servos, ambos 5. tebhir: Divide unidades que finalizam com acento tipha. Se a
munach. unidade do versículo é dividida por rebhia, o acento tebhir aparece
na palavra que precede o acento tipha. Pode possuir até quatro
3. zaqeph gadôl: Possui o mesmo valor e significado do acento servos: darga, tipha, azla e telisha qetanah.
anterior, mas com valor musical distinto.
Grupo 4:
4. segôlta: Pode ser maior divisão principal na primeira metade do
versículo. Pode ser seguido, mas não precedido, por zaqeph e é 1. geresh: Este acento é subordinado aos acentos rebhia, pastah,
sempre precedido pelo zarqa. Pode possuir um ou dois servos tebhir e zarqa. Pode ter um ou mesmo nenhum servo. Se tiver um
munach. servo, será sempre munach.

5. shalsheleth: Substitui o acento segôlta quando este aparece na 2. gershayim: Este acento é o geresh duplicado e possui o mesmo
primeira palavra do versículo. Só aparece sete vezes nos vinte e um valor semântico deste, mas com valor melódico distinto.
livros.
Hebraico Instrumental 157 Hebraico Instrumental 158
3. legarme: Este acento é a combinação do acento munach com paseq atnah. Possui apenas um servo que pode ser um merekha, um
e normalmente divide unidade que terminal com o acento rebhia. mehuppakh ou um illuy.
Na verdade o acento lagarme é um disjuntivo menor e subordinado
ao acento rebhia. Pode ter dois servos: merka e munhach. 5. rebhia mugrash: Este é o último disjuntivo antes do sillûq.

4. pazer qatôn: Acento subordinado aos acentos: rebhia, pashta, 6. shalsheleth gadhôl: Este acento se distingue do shalsheleth
tebhir e zarqa. Pode ter até seis servos, todos munach. qetanah pelo paseq após a palavra. É comum ele aparecer na
segunda metade do versículo antecedendo dois servos do sillûq.
5. pazer gadhôl ou qarne parah (chifres de vaca): Este acento aparece Geralmente não possui nenhum servo.
na Bíblia Hebraica somente dezesseis vezes e é subordinado aos
seguintes acentos: rebhia, pashta, tebhir e zarqa. Pode ter até sete 7. tsinnor ou zarga: Acento pospositivo, distinto do acento tsinnorith.
servos: munach, galgal e outros. Divide a unidade do oleh ve-yoredh. Pode ter até dois servos:
munah, merkha ou mehuppakh.
6. telisha gedholah: Este acento é prepositivo, diferente do acento
telisha qetanah, que é pospositivo. O acento telisha gedholah é 8. dehi: Acento prepositivo e diferente do acento tarha. Divide
subordinado aos centos: rebhia, pashta, tebhir e zarqa. Pode ter até unidades que finalizam com atnah. Pode possuir até três servos:
cinco servos todos munach.19 munach, muhuppakh ou legarme.

b) Disjuntivos ou domini dos 3 volumes e seus conjuntivos ou sevis: 9. rebhia qatôn: Este acento ocorre apenas com um disjuntivo
subordinado imediatamente antes do acento oleh ve-yoredh e pode
1. sullûq: Este acento é utilizado como o sillûq dos 21 volumes em ter até três servos: merkha, mehuppakh ou algum outro.
prosa. Pode possuir quatro servos: munach, tarcha, mehuppakh e 10. pazer: Acento subordinado aos acentos: rebhia gadhôl, dehi e
azla. tsinnor. Seus servos podem ser três: merkha, mehuppakh e azla.

2. oleh ou ve-yoredh: O principal acento de divisão do versículo e 11. mehuppakh legarme: Acento subordinado aos acentos rebhia
pode ter apenas um servo: merkha. gadhôl, dehi e tsinnor. Pode aparecer em versículos curtos, mas
sem nenhum servo. Em versículos mais longos pode tomar como
3. atnah ou atnahta: Este acento divide o versículos em dois ou servo o acento mehuppakh.
divide os versículos curtos e pode ter até cinco servos: munach,
merkha e outros. 12. asla legarme: Este acento é um forma variante do acento legarme.
Usado com azla em palavras longas sem nenhum servo.
4. rebhia gadhôl: Este acento é usado após o acento oleh ve-yoredh.
Pode ser o principal divisor para versículos curtos que não tenham A lista acima discriminada pode ser um bom auxílio no
trabalho de seguimentação do texto da TaNaK. O domínio da
acentuação hebraica é um reforço na exegese do texto bíblico, pois, a
19
Observe que nos grupos acima o mais freqüente entre os servi (servos) é o acento seguimentação do texto ajuda na interpretação ou entendimento do
munach.
Hebraico Instrumental 159 Hebraico Instrumental 160
mesmo. Além do mais, a métrica do texto hebreu dá um tom especial XXIX CLASSIFICAÇÃO DO VERBO FRACO
ao trabalho exegético, pois, revela toda a beleza da métrica original
do texto bem como a rima; no caso dos textos poéticos.
1. Letras fracas: É considerado como verbo fraco, todo verbo em
cujo radical ocorra a presença de uma ou mais letras consideradas
TAREFA
fracas. As letras fracas são: a) as guturais ‫א‬, ‫ה‬, ‫ ח‬e ‫ע‬, também o
1) Observe a acentuação do texto, procurando reconhecer os Resh, é considerado como letra fraca, por participar de uma
acentos pelos seus nomes e, também, pelas suas funções gutural; b) as letras vocálicas ‫ י‬e ‫ ו‬e, também o ‫ נ‬, são também
disjuntivas e conjuntivas. Faça a métrica do texto. consideradas letras fracas.

^ßT.d>l;AM)miW ^ïc.r>a;me ^±l.-%l, ~r"êb.a;-la, ‘hw"hy> rm,aYOÝw: 1 2. Características do verbo fraco: O que caracteriza o verbo fraco
‘^f.[,a,(w> 2 `&'a<)r>a; rv<ïa] #r<a'Þh'-la, ^ybi_a' tyBeämiW são as alterações sofridas pelas suas vogais e os fenômenos de
assimilação, permuta, emudecimento, contração e apócope de
`hk'(r"B. hyEßh.w< ^m<+v. hl'ÞD>g:a]w: ^êk.r<b'äa]w: lAdêG" yAgæl. suas consoantes e as que pertecem mais propriamente à fonética.
lKoß ^êb. Wkår>b.nIw> rao=a' ^ßl.L,q;m.W ^yk,êr>b"åm. ‘hk'r]b")a]w: 3
‘wyl'ae rB<ÜDI rv,’a]K; ~r"ªb.a; %l,YEåw: 4 `hm'(d"a]h' txoïP.v.mi 3. Classificação do verbo fraco: De acordo com o seu radical ou
raiz, os verbos fracos podem ser classificados da seguinte
~ynIv' vmeÛx'-!B, ~r"ªb.a;w> jAl+ ATßai %l,YEïw: hw"ëhy> maneira:
yr:’f'-ta, •~r"b.a; xQ:åYIw: 5 `!r")x'me AtßaceB. hn"ëv' ~y[iäb.viw>,
Wvk'êr" rv<åa] ‘~v'Wkr>-lK'-ta,w> wyxiªa'-!B, jAlå-ta,w> ATøv.ai a) Verbos guturais: São os que têm uma gutural ou ‫ ר‬na sua raiz;
hc'r>a:å ‘tk,l,’l' Waªc.YEw: !r"+x'b. Wfå['-rv,a] vp,N<ßh;-ta,w> exemplo: ‫לח‬ ַ ‫ ָשׁ‬, ‫ ָבּ ַרְך‬, ‫ָעזַב‬ - respectivamente: abandonar,
#r<a'êB' ‘~r"b.a; rboÝ[]Y:w: 6 `![;n")K. hc'r>a:ï WaboßY"w: ![;n:ëK. abençoar e enviar.
`#r<a'(B' za'î ynIß[]n:K.h;¥w> hr<_Am! Alåae d[;Þ ~k,êv. ~Aqåm. d[;… b) Verbos contratos ou assimilantes: São os que contraem, em
!TEßa, ^ê[]r>z“:l. rm,aYO¨w: ~r"êb.a;-la, ‘hw"hy> ar"ÛYEw: 7 certos casos, duas das letras de sua raiz numa; exemplo: ‫בב‬
ַ ‫ ָס‬-
x:Beêz>mi ‘~v' !b,YIÜw: taZO=h; #r<a'äh'-ta, hr"h'ªh' ~V'ømi qTe’[.Y:w: 8 bSoyI - vb. Qal, imperf. 3p.m.sg. “rodeará”; ‫ נָ ַפל‬- lPoyI - vb.
hl{+h\a' jYEåw: laeÞ-tybe(l. ~d<Q<±mi `wyl'(ae ha,îr>NIh; hw"ßhyl; Qal, imp., 3p.m.sg. “cair”.
hw"ëhyl;¥ ‘x:Be’z>mi ~v'Û-!b,YI)w: ~d<Q,êmi y[;äh'w> ‘~Y"mi laeÛ-tyBe(
c) Verbos quiescentes: São os que têm uma letra muda ou vocálica
`hB'g>N<)h; [;Asßn"w> %Alïh' ~r"êb.a; [S;äYIw: 9 `hw")hy> ~veîB. ar"Þq.YIw:
em sua raiz; exemplos: ‫טב‬ַ ָ‫י‬, “ser bom”, ‫סוּר‬, “apartar”, ‫ ָבּ ָרא‬,
Observação: Use uma folha avulsa para desemvolver as tarefas acima. “criar”, ‫שׁים‬
ִ , “pôr”, ‫ ָקנָה‬, “possuir”.
Hebraico Instrumental 161 Hebraico Instrumental 162

d) Verbo ‫על‬ ַ ‫ ָפּ‬- Pa‘al: Já vimos que este verbo foi o verbo f) Verbos contratos: Há duas espécies de verbo contrato:
paradigma utilizado pelos gramáticos antigos. As letras do verbo 1. O Pê-nûn, quando a primeira letra é o Nûn; exemplo: ‫נָ ַחל‬,
Pa‘al servem para classificar os verbos os verbos fracos. A “herdar”, ‫תן‬
ַ ָ‫ נ‬, “dar".
primeira letra chama-se Pê, a segunda Ayin e a terceira Lâmedh,
ou seja: ‫ פ‬, ‫ ע‬, ‫ל‬. 2. O Ayin-duplo, quando a segunda letra da raiz se repete, e isso não
só com as letras fracas, mas, com qualquer letra; exemplo: ‫– ארר‬
e) Para nomear os verbos fracos: Observa–se a posição da letra
“amaldiçoar” ‫בב‬
ַ ‫“ – ָס‬rodear”.
fraca na raiz, fazendo-se uma relação de associação com ‫פעל‬
Pa‘al. Se o verbo tem, por exemplo, como primeira letra da raiz g) Verbos quiescentes: há quatro classes de verbos quiescentes:
uma gutural, dizemos que este verbo é um verbo Pê-gutural, se a
gutural ocorre no meio da raiz, dizemos que é um verbo Ayin- 1. O verbo Pê-Yôdh ou Pê-Vav, quando a primeira letra da raiz é o
gutural e, se a gutural for a última letra da raiz, dizemos ser um
Yôdh; exemplo: ‫דע‬
ַָ‫“ – י‬conhecer”, ‫“ – יָ ַשׁב‬assentar”.
verbo Lâmedh-gutural. Observe o gráfico a abaixo:

2. O verbo Lâmedh-Aleph, quando o ‫א‬ é a última letra da raiz;


‫פעל‬ exemplo: ‫רא‬
ָ ‫ ָבּ‬- “criar”, ‫“ – ָק ָרא‬chamar”.

3. O verbo Lâmedh-Hê, quando a ultima letra da raiz e o ‫ה‬. Nestes


casos, na maioria das vezes, o Hê está substituindo o Yôdh, letra

‫אמר פעל ברא‬


original da raiz; algumas vezes o Vav. Quando isto o ocorre, o Hê
representa apenas o som vocálico final da forma verbal. Há
verbos terminados em Hê que são considerados Lâmedh-gutural,
por que o Hê com mappîq ‫( הּ‬chamdo Hê-mappîq), tem som
consonantal; exemplo: ‫בהּ‬
ַ ָ‫ – גּ‬gabhah, “exaltar”.
Lâmed-gutural Aiyn-gutural Pê-gutural
4. O ‫ א‬no início de palavras conserva o seu valor consonantal, por
Observação: O verbo que possui duas consontes iguais, o que isso, os verbos começados com ‫ א‬são classificados como Pê-
ocorre na segunda e terceira letras da raiz é denominado ayin-duplo. gutural. Há cinco verbos iniciados por Aleph aos quais se
denomina Pê-Aleph, estes dão origem a um paradigma um pouco
O verbo ‫בב‬ַ ‫ ָס‬, por exemplo, é um verbo ayin-duplo. diferente e, são considerados como uma sub-classe do Pê-gutural,
mesmo porque, em certas formas da mesma raiz, o Aleph se
comporta como uma gutural. Os cinco verbos são os seguintes:
‫“ – אָ ַבד‬perecer”, ‫“ – אָ ָבה‬querer”, ‫“ – אָ ַכל‬comer” , ‫– אָ ַמר‬
Hebraico Instrumental 163 Hebraico Instrumental 164

“dizer” e ‫פה‬
ָ ‫אָ‬, “fazer pão” ou “amaçar pão”. Há alguns, que ora 2. Classificação dos verbos fracos: A nomeação do verbo fraco,
seguem esse paradigma, ora seguem o paradigma do Pê-gutural; segundo a coloção da letra fraca na raiz é como segue:
exemplo: ‫הב‬ ַ ‫“ – אָ‬amar” , ‫“ – אָ ַחז‬apossar-se”, ‫“ – אָ ַסף‬reunir”,
“ajuntar”.
1 ‫ָע ַמד‬ Pê-gutural – letra incial da raiz é gutural.
2 ‫זָ ַעק‬ Ayin-gutural – letra média da raiz é gutural.
h) Verbos duplamente fracos: Um verbo pode ser ao mesmo tempo 3 ‫ָשׁ ַמע‬ Lâmed-gutural – letra fianal da raiz é gutural.
– quiescente e gutural, ou contrato e gutural ou, ainda, gutural e
quiescente. Ou seja, um verbo pode possuir duas ou três letras 4 ‫אָ ַמר‬ Pê-Alef – o Alef é a letra inical.

fracas em sua raiz; exemplo: ‫חל‬ ַ ָ‫נ‬, ao mesmo tempo, Pê-Nûn e 5 ‫ָבּ ַרא‬ Lâmed-Alef – com o Alef finalizando a raiz.

Ayin-gutural; ‫נָ ָחה‬, ao mesmo tempo, Pê-Nûn, Ayin-gutural e 6 ‫ָפּנָה‬ Lâmed-Hê – com o Hê finalizando a raiz.
Lâmedh-Hê – contrato, gutural e quiescente. ‫רא‬
ַ ָ‫“ – י‬temer”, ‫ָראָה‬ 7 ‫נָ ַתן‬ Pê-Nûn – quando o Nûn inicia a raiz.
- “ver”, ‫רה‬
ָ ָ‫“ – י‬atirar”, “lançar”. Os verbos dessas formas são 8 ‫ יָ ַשׁר‬, ‫וָ ַרשׁ‬ Pê-Yôd ou Pê-Vav – com Vav Yôd iniciando a raiz.
geralmente classificados como Lâmedh-Aleph ou Lâmedh-Hê, 9 ‫ שׁוּב‬, ‫ִבּין‬ Ayin-Vav/Ayin-Yôd – Vav ou Yôd medeiam a raiz.
segundo as suas letras finais.
10 ‫ָס ַבב‬Ayin-dupol – média e final iguais, verbo geminado.
1. Verbos muito fracos: Há verbos muito fracos os quais não se Observação: poder-se-ão usar os signos hebreus para representar os
conjugam em todas as modalidades e servem-se de raízes nomes dos verbos fracos como segue abaixo:
diferentes, ainda que selmelhantes, para suprir as lacunas. Como, Pê-gutural – letra incial da raiz é uma gutural. ‫פ״‬
por exemplo: ‫תה‬ ָ ‫“ – ָשׁ‬beber”, que só se usa no Qal e no Hifil, que Ayin-gutural – letra média da raiz é uma gutural. ‫ע״‬
utiliza-se da raiz de ‫“ – ָשׁ ָקה‬beber”, que não se usa no Qal. No Lâmed-gutural – letra fianal da raiz é uma gutural. ‫ל״‬
Hifil, ‫ִה ְשׁ ָקה‬ - “abeberar”. Isso acontece quando tais verbos tem
Pê-Alef – o Alef é a letra inical da raiz. ‫פ״א‬
Lâmed-Alef – com o Alef finalizando a raiz. ‫ל״א‬
uma semelhança na forma e no significado; exemplo: ‫כְך‬
ַ ‫ ָד‬, ‫ דוְּך‬e Lâmed-Hê – com o Hê finalizando a raiz. ‫ל״ה‬
‫ ָדּ ָכא‬, todos significando “bater” ou “esmiuçar”. Também acontece Pê-Nûn – quando o Nûn inicia a raiz. ‫פ״ן‬
quando às duas letras da raiz se ajunta uma das fracas ‫ י‬, ‫ו‬, ‫ נ‬- Pê-Yôd ou Pê-Vav – com Vav Yôd iniciando a raiz. ‫ פ״ו‬- ‫פ״י‬
exemplo: ‫ טוֹב‬- “ser bom” , Perfeito, particípio, infinito, mas no Ayin-Vav/Ayin-Yôd – Vav ou Yôd medeiam a raiz. ‫ ע״י‬- ‫ע״ו‬
perfeito e no Hifil, ‫טב‬ ַ ִ‫ י‬- perfeito (só uma vez na TaNaK – 1Sa Ayin-duplo – média e final iguais, verbo geminado. ‫ע״ע‬
24.5), ‫טב‬ ַ ‫ – יִי‬perfeito (21 vezes) ‫ – ֵהי ִטּיב‬perfeito Hifil de ‫יָ ַטב‬
(quatro vezes – Gn 12.16; Js 24.20; Jr 7.5 e 10.5).
Hebraico Instrumental 165 Hebraico Instrumental 166
TAREFA jAlª Alå-rx;b.YIw: `r[;co) hk'Þa]Bo ~yIr:êc.mi #r<a,äK. ‘hw"hy>-!g:K. hr"êmo[]-ta,w>
11

`wyxi(a' l[;îme vyaiÞ Wdêr>P"åYIw: ~d<Q<+mi jAlß [S;îYIw: !DEêr>Y:h; rK:åKi-lK' tae…
a) Classificar verbos de acordo com as letras as letras fracas:
`~do)s.-d[; lh;Þa/Y<w: rK'êKih; yrEä['B. ‘bv;y" jAlªw> ![;n"+K.-#r<a,(B. bv;äy" ~r"Þb.a; 12
‫אָ ַמר‬ Pê-Aleph ‫ָק ַהל‬ ~r"ªb.a;-la rm:åa' hw"ùhyw:¥ 14 `dao)m. hw"ßhyl; ~yai_J'x;w> ~y[iÞr" ~doês. yveän>a;w> 13
hT'äa;-rv,a] ~AqßM'h;-!mi haeêr>W ‘^yn<’y[e an"Ü af'ä AMê[ime¥ jAlå-dr<P'(hi ‘yrEx]a;,
‫ָפ ַעל‬ ‫אוֹר‬ ha,Þro hT'îa;-rv,a] #r<a'²h'-lK'-ta, yKió 15 `hM'y")w" hm'd>qEïw" hB'g>n<ßw" hn"poðc' ~v'_
‫ָה ַלְך‬ ‫פלל‬ rv<åa] #r<a'_h' rp:å[]K; ^ß[]r>z:-ta,( yTiîm.f;w>16 `~l'(A[-d[; ^ß[]r>z:l.W* hN"n<+T.a, ^ål.
‫ָשׁ ַמע‬ ‫אָ ַכל‬ %LEåh;t.hi ~Wq… 17 `hn<)M'yI ^ß[]r>z:-~G:) #r<a'êh' rp:å[]-ta, ‘tAnm.li vyaiª lk;äWy-~ai
‫ִבּ ֵקשׁ‬ ‫זָ ַכר‬ bv,Y±wE : abo±Y"w: ~r"ªb.a; lh;äa/Y<w:18 `hN"n<)T.a, ^ßl. yKiî HB'_x.r"l.W HK'Þr>a'l. #r<a'êB'
‫ָשׁ ַתה‬ ‫ָח ָטא‬ `hw")hyl;¥ x;BeÞz>mi ~v'î-!b,YI)w: !Ar+b.x,B. rv<åa] arEÞm.m; ynEïl{aeB.
‫ָס ַבב‬ ‫ִה ֵלּל‬
‫ָלקַח‬ ‫ִשׂים‬
‫יַָדע‬ ‫אסף‬
‫נָ ַתן‬ ‫ָתּ ַקע‬

b) Marque no texto os verbos que considerar como guturais ou


fracos e classifique-os:

`hB'g>N<)h; AMß[i jAlïw> Al°-rv,a]-lk'w> ATõv.aiw> aWhû ~yIrøc: .Mimi ~r"’b.a; •l[;Y:w:
bg<N<ßmi wy['êS'm;l. ‘%l,YE’w: 3 `bh'(Z"b;W @s,K,ÞB; hn<¨q.MiB; dao+m. dbeäK' ~r"Þb.a;w> 2
hL'êxiT.B; ‘ÎAlh\a'¥Ð ¿hl{h\a'À ~v'Û hy"h'’-rv,a] ~AqªM'h;-d[; lae_-tyBe(-d[;w>
hn"+voarIB' ~v'Þ hf'['î-rv,a] x:Beêz>Mih; ‘~Aqm.-la, 4 `y['(h' !ybeîW laeÞ-tyBe( !yBeî
hy"ïh' ~r"_b.a;-ta, %lEßhoh; jAlêl.-~g:w> 5 `hw")hy> ~veîB. ~r"Þb.a; ~v'² ar"îq.YIw:
hy"Üh'-yKi (wD"_x.y: tb,v,äl' #r<a'Þh' ~t'²ao af'în"-al{w> 6 `~yli(h'aow> rq"ßb'W-!aco
~r"êb.a;-hnE)q.mi y[eäro !yBe… byrIª-yhiy>w:¥ 7`wD"(x.y: tb,v,îl' Wlßk.y") al{ïw> br"ê ‘~v'Wkr>
~r"øb.a; rm,aYO“w: 8 `#r<a'(B' bveîyO za'Þ yZIërIP.h;w> ‘ynI[]n:K.h;(w> jAl+-hnEq.mi y[eäro !ybeÞW
^y[,_ro !ybeäW y[;Þro !ybeîW ^yn<ëybeW ynIåyBe ‘hb'yrIm. yhiÛt. an"“-la; jAlª-la,
yl'_['me an"ß dr<P'îhi ^yn<ëp'l. ‘#r<a'’h'-lk' al{Üh] 9 `Wnx.n")a] ~yxiÞa; ~yviîn"a]-yKi(
wyn"©y[e-ta, jAlå-aF'YIw: 10 `hl'yai(m.f.a;w> !ymiÞY"h;-~aiw> hn"miêyaew> lamoåF.h;-~ai
‘~dos.-ta, hw"©hy> txeäv; ynEåp.li hq<+v.m; HL'Þku yKiî !DEêr>Y:h; rK:åKi-lK'-ta, ‘ar>Y:w:
Hebraico Instrumental 167 Hebraico Instrumental 168
XXX- VERBO PÊ-GUTURAL e) A natureza desse sheva é determinado pela vogal da consoante
anterior. Nesse caso, as vogais do prefixo do perfeito de qal será ô
ou a, porque esses eram os sons vocálico originais; exemplo:
3. 1. Definição: Dizemos que um verbo é Pê-Gutural quando a raiz ‫( ֶה ֱע ַמד‬he‘emadh), 3amasc.sg. Perfeito Hofal, aparece na TaNaK
do verbo tem uma gutural (‫א‬, ‫ה‬, ‫ח‬, ‫ ע‬ou ‫ )ר‬como primeira letra
‫יֲַע ִמיד‬
- em lugar de (yaamiydh), para 3amasc.sg. Imperfeito
da raiz. Quando verbo iniciar com a gutural ‫א‬, pode ser também, Hofal. Também ocorre para o Imperfeito Hofal na TaNaK a
ser um verbo Pê-Alef. O verbo Pê-Alef, de certa forma é também forma ‫מד‬ַ ‫( יֳָע‬yo‘omadh), em Levítico 16.10. Isso não ocorre
Pê-gutural, contudo, é tratado como um classe própria de verbos.
Veremos adiante a conjugação de alguns do verbos Pê-gutural somente com o verbo ‫מד‬ ַ ‫ ָע‬, há outros verbos que possuem duas
mais freqëntes na TaNaK. formas, como por exemplo: bvox.y: - (yachshobh) ou, bv'x]y: -
(yachashobh) - ele cobiçará. Isso acontece, principalmente, com o
4. As diferenças entre o verbo forte e o verbo fraco gutural se dão hêth.
pela influência das consoantes guturais sobre as vogais. O verbo
Pê-gutural sofre a influência de três princípios: f) Relembrando as guturais: As guturais já dantes apresentadas
são as seguintes: ‫’ – א‬Aleph, ‫ – ה‬hê, ‫ – ח‬hêth, ‫‘ – ע‬ayin e o ‫– ר‬
a) A preferência das guturais pelo shevas compostos;
que embora não seja definitivamente gutural, às vezes se torna
gutural, dependedo de sua colocação na raiz de uma palavra.
b) Sua preferência pelas vogais da classe a;
g) Peculiaridades das guturais:
c) A incapacidade de geminação das guturais ou, de receberem ou
daghesh forte.
1. As guturais não aceitam o dagheshe forte duplicador, como as
consoantes comuns. A não aceitação do daguesh provoca um
d) Devido ao primeiro desses princípios, o sheva vocálico é sempre
composto; exemplo: ‫תּם‬ ֶ ‫ ֲע ַמ ְד‬- 2a masc.pl. Perfeito. Também o alongamento da vogal que antecede a gutural. Daí, o patah ( ) ַ
imperativo e o infinitivo construto de qal ljOq., dmo[.] O ‫ א‬na pré- torna-se qamats (ָ), o hireq (ִ) trona-se tserê (ֵ) e o quibuts (ֻ)
tônica aberta prefere o hateph-segôl; exemplo: rmOa/ - dizer, mas torna-se hôlam (ּ).
se a tônica se distanciar recebe o hateph-patah; exemplo: ‫תּם‬ ֶ ‫ֲא ַמ ְר‬
- vós dissestes. Essa regra é tão forte que às vezes, até a gutural 2. As guturais têm uma preferência pelas vogais da classe a. Se uma
que fecha uma sílaba ao invés do sheva mudo, recebe um sheva gutural é seguida de uma vogal, geralmente, essa vogal será um
composto; exemplo: dmo[]y: ao invés de dmo[.yI - imperfeito, 3a patah. Certas guturais quando situadas no final de uma palavra
serão conseqüentemente antecedidas por uma vogal da classe a.
masc.qal, do verbo ‫ ָע ַמד‬. Isso acontece, geralmente, com o ‫ ה‬e o
Nesse caso pode ocorrer o hê mappîq ‫הּ‬, exemplos: ‫צהּ‬ ָ ‫ – אַ ְר‬sua
‫ע‬.
terra (f), ‫מינָהּ‬
ִ ‫“ – ְל‬conforme”.
Hebraico Instrumental 169 Hebraico Instrumental 170
Observação: Para não gastar tempo com minúcias desnecessárias ao
objetivo desse curso. Veremos na prática como se conjuga o verbo Perfeito do verbo Pê-gutural ‫מד‬
ַ ‫“ ָע‬Ele pemaneceu”
fraco nomeado na unidade anterior, fazendo quando necessário os Pes. Qal- Qal-intrans. Nifal Hifil Hofal
comentários apropriados.
1cs dmo[a/, ‫ֵא ָע ֵמד ֶא ֱחזַק‬ ‫אָ ֳע ַמד אַ ֲע ִמיד‬
4. Verbo paradigma: Pelo fato de os verbo irregulares não 2ms dmo[]T; ‫ֵתּ ָע ֵמד ֶתּ ֱחזַק‬ ‫ָתּ ֳע ַמד ַתּ ֲע ִמיד‬
ocorrerem em todas as pessoas ou em todos os graus, fica 2fs
impossível usar um verbo paradigma, por isso, apresentaremos ‫ַתּ ֲע ְמ ִדי‬ ‫ֵתּ ָע ְמ ִדי ֶתּ ֶחזְ ִקי‬ ‫ָתּ ֳע ְמ ִדי ַתּ ֲע ִמי ִדי‬
abaixo uma tabela do verbo Pê-gutural Perfeito na qual iremos 3ms dmo[]y: ‫יֶ ֱחזַק‬ ‫יֵ ָע ֵמד‬ ‫יַ ֲע ִמיד‬ ‫יָ ֳע ַמד‬
usar o verbo ‫מד‬ ַ ‫ ָע‬contudo, obsevando a sua freqüência na 3fs dmo[]T; ‫ֵתּ ָע ֵמד ֶתּ ֱחזַק‬ ‫ָתּ ֳע ַמד ַתּ ֲע ִמיד‬
TaNaK. Observe-se entretanto, que quando não for possível usar 1cp dmo[]n: ‫נֶ ֱחזַק‬ ‫נֵ ָע ֵמד‬ ‫נַ ֲע ִמיד‬ ‫נָ ֳע ַמד‬
o mesmo verbo ‫מד‬ ַ ‫ ָע‬, por sua não ocorrência na TaNaK, usaremos 2mp
outros verbos para completar a tabela. ‫ַתּ ֲע ְמדוּ‬ ‫ֵתּ ָע ְמדוּ ֶתּ ֶחזְקוּ‬ ‫ָתּ ָע ְמדוּ ַתּ ֲע ִמידוּ‬
2fp hnd'mo>[]T; ‫ֵתּ ָע ַמ ְדנָה ֶתּ ֱחזַ ְקנָה‬ ‫ָתּ ֳע ַמ ְדנָה ַתּ ֲע ֵמ ְדנָה‬
3mp
Perfeito do verbo Pê-gutural ‫מד‬
ַ ‫“ ָע‬Ele pemaneceu” ‫יַ ֲע ְמדוּ‬ ‫יֵ ָע ְמדוּ יֶ ֶחזְקוּ‬ ‫יָ ֳע ְמזוּ יַ ֲע ִמידוּ‬
Pes. Qal-trans. Qal-intrans. Nifal Hifil Hofal
3fp hnd'mo>[]T; ‫ֵתּ ָע ַמ ְדנָה ֶתּ ֱחזַ ְקנָה‬ ‫ָתּ ֳע ַמ ְדנָה ַתּ ֲע ֵמ ְדנָה‬
1cs
‫ָע ַמ ְד ִתּי‬ ‫ֶה ֱע ַמ ְד ִתּי נֶ ֱע ַמ ְד ִתּי ָחזַ ְק ִתּי‬ ‫ָה ֳע ַמ ְד ִתּי‬
2ms
‫ָע ַמ ְד ָתּ‬ ‫ֶה ֱע ַמ ְד ָתּ נֶ ֱע ַמ ְד ָתּ ָחזַ ְק ָתּ‬ ‫ָה ֳע ַמ ְד ָתּ‬ Imperativo
2fs Pes. Qal Nifal Hifil
‫ָע ַמ ְד ְתּ‬ ‫ֶה ֱע ַמ ְד ְתּ נֶ ֱע ַמ ְד ְתּ ָחזַ ְק ְתּ‬ ‫ָה ֳע ַמ ְד ְתּ‬ 2ms dmo[]
3ms ‫ֵה ָע ֵמד‬ ‫ַה ֲע ֵמד‬
‫ָע ַמד‬ ‫ֶה ֱע ִמיד נֶ ֱע ַמ ְד ָתּ ָחזַק‬ ‫ָה ֳע ַמד‬ 2fs
3fs ‫ִע ְמ ִדי‬ ‫ֵה ָע ְמ ִדי‬ ‫ַה ֲע ִמי ִדי‬
‫ָע ְמ ָדה‬ ‫ָחזְ ָקה‬ ‫ֶה ֱע ִמי ָדה נֶ ֱע ַמד‬ ‫ָה ֳע ְמ ָדה‬ 2mp
1cp ‫ִע ְמדוּ‬ ‫ֵה ָע ְמדוּ‬ ‫ַה ֲע ִמידוּ‬
‫ָע ַמ ְדנוּ‬ ‫ֶה ֱע ַמ ְדנוּ נֶ ֱע ְמ ָדה ָחזַ ְקנוּ‬ ‫ָה ֳע ַמ ְדנוּ‬ 2fp hnd'mo>[] ‫ֵה ָע ַמ ְדנָה‬ ‫ַה ֲע ֵמ ְדנָה‬
2mp
‫ָע ַמ ְד ֶתּם‬ ‫ֶה ֱע ַמ ְד ֶתּם נֶ ֱע ַמ ְד ֶתּם ֲחזַ ְק ֶתּם‬ ‫ָה ֳע ַמ ְד ֶתּם‬
2fp
‫ָע ַמ ְד ֶתּן‬ ‫ֶה ֱע ַמ ְד ֶתּן נֶ ֱע ַמ ְד ֶתּן ֲחזַ ְק ֶתּן‬ ‫ָה ֳע ַמ ְד ֶתּן‬
3cp
‫ָע ְמדוּ‬ ‫ָחזְקוּ‬ ‫ֶה ֱע ִמידוּ נֶ ֱע ְמדוּ‬ ‫ָה ֳע ְמדוּ‬
Hebraico Instrumental 171 Hebraico Instrumental 172
XXXI- VERBO AYIN-GUTURAL

Part. ativo Part. passivo 1. Definição: Denominam-se Ayin-gutural, os verbos que possuem
Qal Hifil Qal Nifal Hofal uma consoante gutural como letra média da raiz. Os verbos Ayin-
ms dme[o ‫ַמ ֲע ִמיד‬ gutural mais freqüêntes são:
‫ָעמוּד‬ ‫ָמ ֳע ָמד נֶ ֱע ָמד‬
mp ~ydIm[e o ‫ָמ ֳע ָמ ִדים נֶ ֱע ָמ ִדים ֲעמוּ ִדים ַמ ֲע ִמי ִדים‬ ‫ָצ ַעק‬ ele gritou, clamou ‫ָמאַס‬ ele rejeitou, repudiou
fs tdm,[,o ‫ָמ ֳע ָמ ָדה נֶ ֱע ָמ ָדה ֲעמוּ ָדה ַמ ֲע ִמי ָדה‬ ‫ָבּ ַער‬ ele queimou ‫מחר‬ ele se apressou (p)
fp twOdm.[o ‫ָמ ֳע ָמדוֹת נֶ ֱע ָמדוֹת ֲעמוּדוֹת ַמ ֲע ִמידוֹת‬ ‫ברְך‬ ele abençoou (p)20 ‫נָ ַחל‬ ele herdou, tomou posse
‫גָּאַל‬ ele redimiu ‫מאן‬ ele negou, repudiou (p)

Infinitivo construto ‫גָּ ַער‬ ele repreendeu ‫ָשׁאַל‬ ele perguntou, pediu
Qal Nifal Hifil Hofal ‫ָשׂ ַחק‬ ele riu ‫נחם‬ ele se arrependeu, se compadeceu (n)21
dmo[] ‫ֵה ָע ֵמד‬ ‫ַה ֲע ִמיד‬ ‫ָה ֳע ַמד‬ ‫זָ ַעק‬ ele gritou, clamou ‫ָפּ ַרד‬ ele dividiu, separou
Infinitivo absoluto ‫ָכּ ַרת‬ ele cortou (fez) ‫צחק‬ ele riu, gracejou (p)
Qal Nifal Hifil Hofal
dm[]On: ‫ָר ַחץ‬ ele levantou ‫ָשׁ ַחט‬ ele matou, sacrificar
‫ָעמוֹד‬ ‫ַה ֲע ֵמד‬ ‫ָה ֳע ֵמד‬
‫ָפּ ַעל‬ ele fez ‫ָבּ ַחר‬ ele escolheu, predestinou
‫ֽבּ ַחן‬ ele aprovou ‫ָק ַרב‬ ele se aproximou, ofereceu (h)22
‫ָשׁ ַרף‬ ele queimou (inflamou)

2. A guturais não aceitam duplicação: Quando o verbo Ayin-


gutural ocorrer no Piel, Pual e no Hitpael, não se poderá inserir o
dagesh forte duplicador como no caso do verbo forte. Portanto os
verbos sofrerão mudanças para compensar essa deficiência da
gutural observando as seguintes regras:

c) a) Alongamento de vogais: As guturais ‫ א‬, ‫( ר‬as vezes também


‫)ע‬, ocorrendo como letra média da raiz verbal provocarão o
alongamento da vogal precedente para compensar a falta do

20
Leia-se piel.
21
Leia-se nifal.
22
Leia-se hifil.
Hebraico Instrumental 173 Hebraico Instrumental 174
dagesh duplicador. Nos demais aspectos, o verbo seguirá as Perfeito Ayin-gutural de ‫ גָאַל‬- “ele redimiu”
formas do verbo forte, variando o alongamento da vogal de Qal Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal
acordo com as regras seguintes: yTl.a;gO
‫גֵּאַ ְל ִתּי נִּגְאַ ְל ִתּי גָּאַ ְל ִתּי‬ ‫ִה ְתגָּאַ ְל ִתּי‬ ‫ָהגְאַ ְל ִתּי ִהגְאַ ְל ִתּי‬
‫גֵּאַ ְל ָתּ נִּגְאַ ְל ָתּ גָּאַ ְל ָתּ‬ T'l.a;gO ‫ִה ְתגָּאַ ְל ָתּ‬ ‫ָהגְאַ ְל ָתּ ִהגְאַ ְל ָתּ‬
ַ
1) O patah ( ) será alongado para qamats ( )ָ ‫גֵּאַ ְל ְתּ נִּגְאַ ְל ְתּ גָּאַ ְל ְתּ‬ T.l.a;gO ‫ִה ְתגָּאַ ְל ְתּ‬ ‫ָהגְאַ ְל ְתּ ִהגְאַ ְל ְתּ‬
2) O hireq (ִ) será alongado para tserê (ֵ) ‫גָּאַל‬ ‫נִּגְאַל‬ ‫גֵּ ֵאל‬ Wla]gO ‫ִה ְתגָּ ֵאל‬ ‫ִהגְ ִאיל‬ ‫ָהגְאַל‬
3) O quibuç (ֻ) será alongado para hôlam ( ּ ) ‫גֵּ ֲא ָלה נִּגְ ֲא ָלה גָּ ֲא ָלה‬ hl'a]gO ‫ִה ְתגָּ ֲא ָלה‬ ‫ָהגְ ֲא ָלה ִהגְ ִאי ָלה‬
‫גֵּאַ ְלנוּ נִּגְאַ ְלנוּ גָּאַ ְלנוּ‬ Wnl.a;gO ‫ִה ְתגָּאַ ְלנוּ‬ ‫ָהגְאַ ְלנוּ ִהגְאַ ְלנוּ‬
Exemplos: ‫גֵּאַ ְל ֶתּם נִּגְאַ ְל ֶתּם גְּאַ ְל ֶכם‬ ~T,l.a;gO ‫ִה ְתגָּאַ ְל ֶתּם‬ ‫ָהגְאַ ְל ֶתּם ִהגְאַ ְל ֶתּם‬
‫ נְ ַב ֵרְך‬fica ‫נְ ָב ֵרְך‬ ‫גֵּאַ ְל ֶתּן נִּגְאַ ְל ֶתּן גְּאַ ְל ֶכן‬ !T,l.a;gO ‫ִה ְתגָּאַ ְל ֶתּן‬ ‫ָהגְאַ ְל ֶתּן ִהגְאַ ְל ֶתּן‬
‫ִבּ ַר ְכ ָתּנִי‬ fica ‫ֵבּ ַר ְכ ָתּנִי‬ ‫גֵּ ֲאלוּ נִּגְ ֲאלוּ גָּ ֲאלוּ‬ Wla]gO ‫ִה ְתגָּ ֲאלוּ‬ ‫ָהגְ ֲאלוּ ִהגְ ִאילוּ‬
‫ְמ ֻב ָרְך‬ fica %r"bom.
Imperfeito) Ayin-gutural de ‫ גָאַל‬- “ele redimiu”
Qal Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal
Obsevação: Quando a letra média da raiz for um ‫ ה‬ou um ‫ח‬,
não haverá mudança de vogal na sílaba precedente, considerando-se,
‫ֶאגְאַל‬ ‫ֶאגָּ ֵאל‬ ‫ֲאגָ ֵאל‬ la;g‫א‬O ֲ ‫ֶא ְתגָּ ֵאל‬ ‫אָגְאַל אַגְ ִאיל‬
como na regra do artigo, tais consoantes duplicadas implicitamete. ‫ִתּגְאַל‬ ‫ִתּגָּ ֵאל‬ ‫ְתּגָ ֵאל‬ la;g‫תּ‬O ְ ‫ִתּ ְתגָּ ֵאל‬ ‫ַתּגְ ִאיל‬ ‫ָתּגְאַל‬
‫ ְתּגָ ֲא ִלי ִתּגָּ ֲא ִלי ִתּגְ ֲא ִלי‬ylia;gTO . ‫ִתּ ְתגָּ ֲא ִלי‬ ‫ָתּגְ ֲא ִלי ַתּגְ ִאי ִלי‬
Atenção: Doravante suprimiremos as indicações de pessoa,
gênero e número. Tal supressão é pedagógica e visa forçar sua
‫יִגְאַל‬ ‫יִגָּ ֵאל‬ ‫יְגָ ֵאל‬ la;gְ‫י‬O ‫יִ ְתגָּ ֵאל‬ ‫יַגְ ִאיל‬ ‫יָגְאַל‬
memória; acreditando-se portanto, que à essa altura, isso já deva ter ‫ִתּגְאַל‬ ‫ִתּגָּ ֵאל‬ ‫ְתּגָ ֵאל‬ la;g‫תּ‬O ְ ‫ִתּ ְתגָּ ֵאל‬ ‫ַתּגְ ִאיל‬ ‫ָתּגְאַל‬
sido assimilado pelo estudante. ‫נִגְאַל‬ ‫נִגָּ ֵאל‬ ‫נְגָ ֵאל‬ la;gְ‫נ‬O ‫נִּ ְתגָּ ֵאל‬ ‫נַגְ ִאיל‬ ‫נָגְאַל‬
d) Pardigma do verbo fraco Ayin-gutural: Conforme a proposta do ‫ ְתּגָ ֲאלוּ ִתּגָּ ֲאלוּ ִתּגְ ֲאלוּ‬Wla]gTO . ‫ִתּ ְתגָּ ֲאלוּ‬ ‫ָתּגְ ֲאלוּ ַתּגְ ִאילוּ‬
nosso trabalho, que é a de facilitar o estudante na ‫ ְתּגָאַ ְלנָה ִתּגָּאַ ְלנָה ִתּגְאַ ְלנָה‬hn'l.a;gTO . ‫ִתּ ְתגָּאַ ְלנָה‬ ‫ָתּגְאַ ְלנָה ַתּגְ ֵא ְלנָה‬
instrumentalidade do hebreu bíblico, apresentaremos nas tabelas ‫יִגָ ֲאלוּ יִגְאַלוּ‬ ‫ יְגָ ֲאלוּ‬Wla]gTO . ‫יִ ְתגָּ ֲאלוּ‬ ‫יָגְ ֲאלוּ יַגְ ִאילוּ‬
abaixo as formas do verboAyin-gutural em seus devidos graus.
‫ ְתּגָאַ ְלנָה ִתּגָּאַ ְלנָה ִתּגְאַ ְלנָה‬hn'l.a;gTO . ‫ִתּ ְתגָּאַ ְלנָה‬ ‫ָתּגְאַ ְלנָה ַתּגְ ֵא ְלנָה‬
Hebraico Instrumental 175 Hebraico Instrumental 176

Imperativo Ayin-gutural ‫רְך‬


ַ ‫“ ָבּ‬ele abençoou” TAREFA
Qal Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal
------- -------- 1) Traduza os textos a abaixo (use o vocabulário da gramática):
‫ִה ָבּ ֵרְך ְבּ ַרְך‬ ‫ָבּ ֵרְך‬ ‫ַה ְבּ ֵרְך ִה ְת ָבּ ֵרְך‬
‫ָבּ ְר ִכי ִה ָבּ ֲר ִכי ַבּ ֲר ִכי‬ ------- ‫ַה ְבּ ִרי ִכי ִה ְת ָבּ ְר ִכי‬ --------
`WNM,(mi qz"ïx' dY:ßmi Al§a'g>W bqo+[]y:-ta,( hw"ßhy> hd'îp'-yKi(
‫ָבּ ְרכוּ ִה ָבּ ֲרכוּ ַבּ ֲרכוּ‬ ------- ‫ַה ְבּ ִריכוּ ִה ְת ָבּ ְרכוּ‬ --------
`rc")-dY:mi ~l'ªa'G÷> rv<ïa] hw"+hy> yleäWaG> Wrm.ayOâ
‫ָבּ ֵר ְכנָה ִה ָבּ ַר ְכנָה ְבּ ַר ְכנָה‬ ------- ‫ַה ְבּ ֵר ְכנָה ִה ְתּ ָבּ ֵר ְכנָה‬ --------
`yMiø[; %Wr’B' rmo=ale tAaßb'c. hw"ïhy> Ak°r]Be rv<ôa]
`hk'(r'B. hyEßh.w< ^m<+v. hl'ÞD>g:a]w: ^êk.r,b'äa]w: lAdêG" yAgæl. ‘^f.[,a,(w>
Infinitivo construto verbos ‫רְך‬
ַ ‫“ ָבּ‬ele abençoou” e ‫“ גָּאַל‬ele resgatou” `lKo)B; ~h'Þr'b.a;-ta, %r:ïBe hw"±hyw:¥ ~ymi_Y"B; aB'Þ !qeêz" ~h'är'b.a;w>
laoG. ‫ִהגָּ ֵאל‬‫ ָבּ ֵרְך‬%rbo; ‫ָהגְאַל ַהגְ ִאיל ִה ְת ָבּ ֵרְך‬
Infinitivo absoluto ‫רְך‬ ַ ‫“ ָבּ‬ele abençoou” e ‫“ גָּאַל‬ele resgatou” 2) Conjugue ‫שׁאַל‬
ָ - “ele perguntou” no Perfeito e no imperfeito:
laoG" laoGnI. ‫ָבּ ֵרְך‬ ‫ַהגְ ֵאל ִה ְת ָבּ ֵרְך‬ ‫ָהגְ ֵאל‬

Particípio ativo ‫רְך‬


ַ ‫“ ָבּ‬ele abençoou” e ‫“ גָּאַל‬ele resgatou”
laeGO ------- ‫ְמ ָב ֵרְך‬ ------- ‫ִמ ְת ָבּ ֵרְך‬ ‫ַמגְ ִאיל‬ --------
~yliaG]O ------- ‫ְמ ָב ֵר ִכים‬ ------- ‫ַמגְ ִאי ִלים ִמ ְת ָבּ ְר ִכים‬ --------
hl'a]GO ------- ‫ְמ ָב ֵר ָכה‬ ------- ‫ַמגְ ִאי ָלה ִמ ְת ָבּ ְר ָכה‬ --------
twOla]GO ------ ‫ְמ ָב ֵרכוֹת‬ ------ ‫ַמגְ ִאילוֹת ִמ ְת ָב ְרכוֹת‬ --------

Particípio passivo ‫רְך‬


ַ ‫“ ָבּ‬ele abençoou” e ‫“ גָּאַל‬ele resgatou”
‫נִגְאָל גָּאוּל‬ ------- %rbo"m. ------- ------- ‫ָמגְאָל‬
‫נִּגְאָ ִלים גְּאוּ ִלים‬ ------- ~ykirbo.m. ------- ------- ‫ָמגְאָ ִלים‬
‫נִּגְאָ ָלה גְּאוּ ָלה‬ ------- hkr'bo.m. ------- ------- ‫ָמגְאָ ָלה‬
‫נִּגְאָלוֹת גְּאוּלוֹת‬ ------- twOkirbo.m. ------- ------- ‫ָמגְאָלוֹת‬
Hebraico Instrumental 177 Hebraico Instrumental 178
XXXII- VERBO LÂMED-GUTURAL para sheva-composto (hateph); exemplo: ‫( ָשׁ ַל ְח ִתּי‬verbo qal perf.
1 com.sing.) eu enviei; ‫יַָד ְענוּ‬ (verbo qal perf. 1 com.pl.) nós
1. Definição do verbo Lâmed-gutural: Um verbo recebe o nome de cohecemos; ‫יְַד ֲענוָּך‬ (verbo qal imper. 1 com. pl. com sufixo 2
Lâmed-gutural quando a última consoante da raiz deste mesmo masc. sing.) nós te conhecemos. Antes dos sufixos ‫ָך‬, ‫כם‬ ֶ e ‫ ֶכן‬, que
verbo é uma letra gutural. Geralmente é um ‫( הּ‬hê mappiq; raro) ‫ח‬ requerem a presença do sheva de ligação, o sheva será,
ou ‫ע‬. Quando o verbo termina em ‫א‬, clássica-se como Lâmed- naturalmente, transformado para sheva-composto; exemplo:
Alef, com o ‫ה‬, classifica-se Lâmed-Hê e, possuem uma ‫ ֶא ְשׁ ָל ֲחָך‬, (verbo qal imperf. 1 com.sig. com sufixo 2 masc. sing.)
conjugação própria. O ‫ ר‬Resh, no final de uma raiz verbal eu te enviaei; ‫ֲא ַשׁ ֵלּ ֲחָך‬ (verbo piel imperf. 1 com. sufixo da 2
funciona como uma letra forte, portanto, não caracteriza-se tal masc. sing.) eu te enviarei (intensivo). ‫עָך‬
ֲ ‫( אַ ְשׁ ִמי‬verbo hifil imperf.
verbo como fraco. 1 com. sing. com sufixo da 2 masc. sing.) eu te farei ouvir. No verbo
regular esses shevas são vocálicos, porém, simples, pois não ocorrem
2. Característica do verbo Lâmed-gutual: sob gutural.

a. Questão fonética: Como já vimos, há das guturais, por vogais da e. Na segunda pessoa do feminino de todos todos os graus, aparece
classe a. Tal preferência, se dá pela dificuldade de se pronunciar um patah-furtivo no lugar do sehevá mudo, antes do sufixo ‫תּ‬ ְ;
tal gutural que não vindo a mesma precedida de uma vogal da exemplo: ‫תּ‬
ְ ‫ ָשׁ ַל ַח‬, nesse caso, lê-se shaláath e não shaláchath.
classe a.; por uma questão de eufonia (bom som), é que isso
acontece; também, pela dificuldade de pronúnica (é a lei do f. Lista dos verbos Lâmed-gutural mais freqüentes:
mínimo esforço). É, por exemplo, mais fácil pronunciar ‫ח‬ ַ ‫רוּ‬ ‫ ָבּ ַטח‬ele confiou ‫ ָפּ ַשׁע‬ele se rebelou
rûach do que rûch. Portanto, devido a tal preferência, o verbo
Lâmed-gutural sofre mudança em sua pontuação vocálica.
‫ָבּ ַלע‬ ele engoliu ‫ָפ ַתח‬ ele abriu
‫ָבּ ַקע‬ ele fendeu, partiu ‫ָק ַרע‬ ele rasgou
b. Patar furtivo: Quando a gutural é precedida por uma que não ‫ָבּ ַרח‬ ele fugiu ‫ָר ַצח‬ ele matou
pertença à classe a, longa por natureza, imutável, como ‫ִי‬, ‫ וֹ‬, ‫( וּ‬î, ‫גָּ ַבהּ‬ ele foi alto ‫ָשׂ ַבע‬ ele estava satisfeiro
ô, û), a gutural receberá um patah-furtivo a, entre essas vogais e a ‫זָ ַבח‬ ele sacrificou ‫ָשׂ ַמח‬ ele se alegrou
gutural; exemplo: ‫ע‬ ַ ‫( ָשׁמוֹ‬verbo qal infin. abs.), ‫( ָשׁלוּ ַח‬verbo qal ‫זָ ַרע‬ ele plantou ‫ָשׁ ַכח‬ ele esqueceu
part. pas.).
‫ָכּ ַרע‬ ele se ajoelhou ‫ָשׁ ַלח‬ ele enviou; no piel, deixou livre

c. Os verbos terminados em ‫ ר‬não sofrem, via de regra, nenhuma ‫ָמ ַשׁח‬ ele ungiu ‫ָשׁ ַמע‬ ele ouviu (obedeceu)
mudança por sua assemelhança com o verbo forte. ‫ָס ַלח‬ ele perdoou ‫ָפּגַע‬ ele econtrou, intercedeu
‫ָתּ ַקע‬ ele traspassou, armou (tenda), soprou (instrumento)
d. O verbo Lâmed-gutural recebe o sheva-simples nos lugares onde
ocorre no verbo forte. Em alguns casos o sheva-simples e mudado
‫‪Hebraico Instrumental‬‬ ‫‪179‬‬ ‫‪Hebraico Instrumental‬‬ ‫‪180‬‬

‫לח ‪Perfeito Lâmed-gutural de‬‬


‫”‪ָ - “ele enviou‬שׁ ַ‬ ‫לח ‪Imperativo Lâmed-gutural de‬‬
‫”‪ָ - “ele enviou‬שׁ ַ‬
‫‪Qal‬‬ ‫‪Nifal‬‬ ‫‪Piel‬‬ ‫‪Pual‬‬ ‫‪Hitpael‬‬ ‫‪Hifil‬‬ ‫‪Hofal‬‬ ‫‪Qal‬‬ ‫‪Nifal‬‬ ‫‪Piel‬‬ ‫‪Pual Hitpael‬‬ ‫‪Hifil‬‬ ‫‪Hofal‬‬
‫ָה ְשׁ ַל ְח ִתּי ִה ְשׁ ַל ְח ִתּי ִה ְשׁ ַתּ ַלּ ְח ִתּי ֻשׁ ַלּ ְח ִתּי ִשׁ ַלּ ְח ִתּי נִ ְשׁ ַל ְח ִתּי ָשׁ ַל ְח ִתּי‬ ‫ְשׁ ַלח‬ ‫ִה ָשּׁ ַלח‬ ‫ַשׁ ַלּח‬ ‫‪-------‬‬ ‫ִה ְשׁ ַתּ ַלּח‬ ‫ַה ְשׁ ַלח‬ ‫‪-------‬‬
‫ָשׁ ַל ְח ָתּ‬ ‫ָה ְשׁ ַל ְח ָתּ ִה ְשׁ ַל ְח ָתּ ִה ְשׁ ַתּ ַלּ ְח ָתּ ֻשׁ ַלּ ְח ָתּ ִשׁ ַלּ ְח ָתּ נִ ְשׁ ַל ְח ָתּ‬ ‫ַשׁ ְלּ ִחי ִה ָשּׁ ַל ִחי ִשׁ ְל ִחי‬ ‫‪-------‬‬ ‫ַה ְשׁ ִלי ִחי ִה ְשׁ ַתּ ַלּ ִחי‬ ‫‪-------‬‬
‫ָשׁ ַל ַח ְתּ‬ ‫ָה ְשׁ ַל ַח ְתּ ִה ְשׁ ַל ַח ְתּ ִה ְשׁ ַתּ ַלּ ַח ְתּ ֻשׁ ַלּ ַח ְתּ ִש ַלּ ַח ְתּ נִ ְשׁ ַל ַח ְתּ‬
‫ַשׁ ְלחוּ ִה ָשּׁ ַלחוּ ִשׁ ְלחוּ‬ ‫‪-------‬‬ ‫ַה ְשׁ ִליחוּ ִה ְשׁ ַתּ ְלחוּ‬ ‫‪-------‬‬
‫ָשׁ ַלח‬ ‫נִ ְשׁ ַלח‬ ‫ִשׁ ַלּח‬ ‫ֻשׁ ַלּח‬ ‫ִה ְשׁ ַתּ ַלּח‬ ‫ִה ְשׁ ִלי ַח‬ ‫ָה ְשׁ ַלח‬
‫ָשׁ ְל ָחה‬ ‫ָה ְשׁ ְל ָחה ִה ְשׁ ִלי ָחה ִה ְשׁ ַתּ ְלּ ָחה ֻשׁ ְלּ ָחה ִשׁ ְלּ ָחה נִ ְשׁ ְל ָחה‬ ‫ַשׁ ַלּ ְחנָה ִה ָשּׁ ַל ְחנָה ְשׁ ַל ְחנָה‬ ‫‪-------‬‬ ‫ַה ְשׁ ַל ְחנָה ִה ְשׁ ַתּ ַל ְחנָה‬ ‫‪-------‬‬

‫ָה ְשׁ ַל ְחנוּ ִה ְשׁ ַל ְחנוּ ִה ְשׁ ַתּ ַלּ ְחנוּ ֻשׁ ַלּ ְחנוּ ִשׁ ַלּ ְחנוּ נִ ְשׁ ַל ְחנוּ ָשׁ ַל ְחנוּ‬


‫לח ‪Infinitivo construto verbos de‬‬
‫”‪ָ - “ele enviou‬שׁ ַ‬
‫ָה ְשׁ ַל ְח ֶתּם ִה ְשׁ ַל ְח ֶתּם ִה ְשׁ ַתּ ַלּ ְח ֶתּם ֻשׁ ַלּ ְח ֶתּם ִשׁ ַלּ ְח ֶתּם נִ ְשׁ ַל ְח ֶתּם ְשׁ ַל ְח ֶתּם‬
‫ָה ְשׁ ַל ְח ֶתּן ִה ְשׁ ַל ְח ֶתּן ִה ְשׁ ַתּ ַלּ ְח ֶתּן ֻשׁ ַלּ ְח ֶתּן ִשׁ ַלּ ְח ֶתּן נִ ְשׁ ַל ְח ֶתּן ְשׁ ַל ְח ֶתּן‬ ‫ְשׁ ַלח‬ ‫ִה ָשּׁ ַלח‬ ‫ָה ְשׁ ַלח ַה ְשׁ ִלי ַח ִה ְשׁ ַתּ ַלּח ֻשׁ ַלּח ַשׁ ַלּח‬
‫ָה ְשׁ ְלחוּ ִה ְשׁ ִליחוּ ִה ְשׁ ַתּ ְלּחוּ ֻשׁ ְלּחוּ ִשׁ ְלּחוּ נִ ְשׁ ְלחוּ ָשׁ ְלחוּ‬ ‫לח ‪Infinitivo absoluto de‬‬ ‫”‪ָ - “ele enviou‬שׁ ַ‬
‫ָשׁלוֹ ַח‬ ‫ָה ְשׁ ֵל ַח ַה ְשׁ ֵל ַח ִה ְשׁ ַתּ ַלּח ֻשׁ ַלּח ַשׁ ֵלּ ַח נִ ְשׁלוֹ ַח ‪ִ -‬ה ָשּׁ ֵל ַח‬
‫לח ‪Particípio ativo de‬‬ ‫”‪ָ - “ele enviou‬שׁ ַ‬
‫‪Observação: observe-se que no verbo hitpael, houve a inversão da‬‬
‫‪consoante‬‬ ‫‪ (com‬תּ ‪ָ , pela consoante‬שׁ ַלח ‪, primeira letra da raiz do verbo‬שׁ‬ ‫‪x:levo‬‬ ‫‪-------‬‬ ‫‪ְ ------‬מ ַשׁ ֵלּ ַח‬ ‫‪ַ --------‬מ ְשׁ ִלי ַח ִמ ְשׁ ַתּ ֵלּ ַח‬
‫תּ ‪daghesh), do aformativo‬‬ ‫‪ִ . Tal mudança é peculiar a esta letra e,‬ה ְ‬ ‫‪~yxilvo‬‬
‫‪.‬‬ ‫חים ‪-------‬‬ ‫‪ַ --------‬מ ְשׁ ִלי ִחים ִמ ְשׁ ַתּ ְלּ ִחים ‪ְ ------‬מ ַשׁ ְלּ ִ‬
‫‪acompanhará o verbo, também no Imperfeito e demais modalidades em que‬‬ ‫שׂ ְל ָחה‬ ‫‪-------‬‬ ‫‪ַ --------‬מ ְשׁ ִלי ָחה ִמ ְשׁ ַתּ ְלּ ָחה ‪ְ ------‬מ ַשׁ ְלּ ָחה‬
‫‪o verbo apareça.‬‬ ‫לּחוֹת ‪-------‬‬
‫שׂ ְלחוֹת‬ ‫‪ַ --------‬מ ְשׁ ִליחוֹת ִמ ְשׁ ַתּ ְלּחוֹת ‪ְ ------‬מ ַשׁ ְ‬
‫לח ‪Imperfeito Lâmed-gutural de‬‬
‫”‪ָ - “ele enviou‬שׁ ַ‬
‫‪Qal‬‬ ‫‪Nifal‬‬ ‫‪Piel‬‬ ‫‪Pual‬‬ ‫‪Hitpael‬‬ ‫‪Hifil‬‬ ‫‪Hofal‬‬ ‫רְך ‪Particípio passivo‬‬‫”‪ “ele resgatou‬גָּאַל ‪ָ “ele abençoou” e‬בּ ַ‬
‫ֶא ְשׁ ַלח‬ ‫ֶא ָשּ ַלח‬ ‫ֲא ַשׁ ַלּח‬ ‫ֲא ֻשׁ ַלּח‬ ‫ֶא ְשׁ ַתּ ַלּח‬ ‫אַ ְשׁ ִלי ַח‬ ‫אָ ְשׁ ַלח‬ ‫ָשׁלוּ ַח‬ ‫‪ -------‬נִ ְשׁ ָלּח‬ ‫ָמ ְשׁ ָלח ‪ְ ------- -------‬מ ֻשׁ ָלּח‬
‫ִתּ ְשׁ ַלח‬ ‫ִתּ ָשּׁ ַלח‬ ‫ְתּ ַשׁ ַלּח‬ ‫ְתּ ֻשׁ ַלּח‬ ‫ִתּ ְשׁ ַתּ ַלּח‬ ‫ַתּ ְשׁ ִלי ַח‬ ‫ָתּ ְשׁ ַלח‬ ‫נִ ְשׁ ָלּ ִחים ְשׁלוּ ִחים‬ ‫‪-------‬‬ ‫ְמ ֻשׁ ָל ִחים‬ ‫‪------- -------‬‬ ‫ָמ ְשׁ ָל ִחים‬
‫ִתּ ְשׁ ְל ִחי‬ ‫ִתּ ָשּׁ ְל ִחי‬ ‫ְתּ ַשׁ ְלּ ִחי‬ ‫ִתּ ְשׁ ַתּ ְלּ ִחי ְתּ ֻשׁ ְלּ ִחי‬ ‫ַתּ ְשׁ ִלי ִחי‬ ‫ָתּ ַשׁ ְל ִחי‬ ‫נִ ְשׁ ָלּ ָחה ‪hx'luv.‬‬ ‫‪-------‬‬ ‫ְמ ֻשׁ ָלּ ָחה‬ ‫‪-------- -------‬‬ ‫ָמ ְשׁ ָל ָחה‬
‫יִ ְשׁ ַלח‬ ‫יִ ָשּׁ ַלח‬ ‫יְ ַשׁ ַלּח‬ ‫יְ ֻשׁלּ ִחי‬ ‫יְ ְשׁ ַתּ ַלּח‬ ‫יַ ְשׁ ִלי ַח‬ ‫יָ ְשׁ ַלח‬ ‫נִ ְשׁ ָלּחוֹת ‪twOxWlv.‬‬ ‫‪-------‬‬ ‫ְמ ֻשׁ ָלּחוֹת‬ ‫‪------- -------‬‬ ‫ָמ ְש ָלחוֹת‬
‫ִתּ ְשׁ ַלח‬ ‫ִתּ ָשּׁ ַלח‬ ‫ְתּ ַשׁ ַלּח‬ ‫ְתּ ֻשׁ ַלּח‬ ‫ִתּ ְשׁ ַתּ ַלח‬ ‫ַתּ ְשׁ ִלי ַח‬ ‫ָתּ ְשׁ ַלח‬
‫נִ ְשׁ ַלח‬ ‫נִ ָשּׁ ַלח‬ ‫נְ ַשׁ ַלּח‬ ‫נְ ֻשׁ ַלּח‬ ‫נִ ְשׁ ַתּ ַלּח‬ ‫נַ ְשׁ ִלי ַח‬ ‫נָ ְשׁ ַלח‬
‫ִתּ ְשׁ ְלחוּ‬ ‫ִתּ ָשּׁ ְלחוּ‬ ‫ְתּ ַשׁ ְלּחוּ‬ ‫ִתּ ְשׁ ַתּ ְלּחוּ ְתּ ֻשׁ ְלחוּ‬ ‫ַתּ ְשׁ ִליחוּ‬ ‫ָתּ ְשׁ ְלחוּ‬
‫ִתּ ְשׁ ַל ְחנָה‬ ‫ִתּ ָשּׁ ַל ְחנָה‬ ‫ְתּ ַשׁ ַלּ ְחנָה‬ ‫ִתּ ְשׁ ַתּ ַל ְחנָה ְתּ ֻשׁ ַלּ ְחנָה‬ ‫ַתּ ְשׁ ַל ְחנָה‬ ‫ָתּ ְשׁ ַל ְחנָה‬
‫יִ ְשׁ ְלהוּ‬ ‫יִ ָשּׁ ְלחוּ‬ ‫יְ ַשׁ ְלּחוּ‬ ‫יִ ְשׁ ַתּ ְלּחוּ יְ ֻשׁ ְלּחוּ‬ ‫יַ ְשׁ ִליחוּ‬ ‫יָ ְשׁ ְלחוּ‬
‫ִתּ ְשׁ ַל ְחנָה‬ ‫ִתּ ָשּׁ ַל ְחנָה‬ ‫ְתּ ַשׁ ַלּ ְחנָה‬ ‫ִתּ ְשׁ ַתּ ַל ְחנָה ְתּ ֻשׁ ַלּ ְחנָה‬ ‫ַתּ ְשׁ ַל ְחנָה‬ ‫ָתּ ְשׁ ַל ְחנָה‬
Hebraico Instrumental 181 Hebraico Instrumental 182
TAREFA 2. Traduza as frases usando o vocabulário no fim da gramática:

1. Escolha dois verbos e conjugue no Perfeito e no Imperfeito em Gn 16.6 `hyn'P)<mi' xr;Þb.Tiw: yr;êf' h'N[å<T;.w: %yIn"+y[eB. bAJåh; Hl-Þ'yfi[]
todos os graus:

Qal Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal Êx 9.15 `^ßM.[-;ta(,w> ^±tAa
. %a:ïw" ydIêy-"ta, yTixl.;äv' ‘hT['; yKiÛ

1Sm 6.2 `AmAqm


* li. WNx,îL.vn;> hM,ÞB; Wn[u§dIAh hwhy
"+ > !Aråal]; hf[]Þ,N-:hm(;

Nm 35.31 `tm'(Wy tAmß-yKi tWm+l' [v'Þr' aWhï-rv,a] x;ceêro vp,n<ål. ‘rp,k’o Wxïq.ti-al{)w>

3. Grife os verbos no texto abaixo (Êx 3:1-6):

gh;Ûn>YIw: !y"+d>mi !hEåKo Anàt.xo Arït.yI !aco±-ta, h[,²ro hy"ïh' hv,ªmoW 1


`hb'rE(x o ~yhiÞl{a/h' rh:ï-la, abo±Y"w: rB'êd>Mih; rx:åa; ‘!aCoh;-ta,
Qal Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal
ar>Y:©w: hn<+S.h; %ATåmi vaeÞ-tB;l;B. wyl'²ae hA"ïhy> %a;’l.m; ar"YEw:û 2
hv,êmo rm,aYOæw: 3 `lK'(au WNn<ïyae hn<ßS.h;w> vaeêB' r[EåBo ‘hn<S.h; hNEÜhiw>
r[:ïb.yI-al{ [:WDßm; hZ<+h; ldoßG"h; ha,îr>M;h;-ta, ha,êr>a,w> aN"å-hr"su(a'
~yhiøl{a/ wyl'’ae •ar"q.YIw: tAa+r>li rs"å yKiä hw"ßhy> ar.Y:ïw: 4 `hn<)S.h;
rm,aYOàw: 5 `ynINE)hi rm,aYOðw: hv,Þmo hv,îmo rm,aYO°w: hn<©S.h; %ATåmi
rv<Üa] ~AqªM'h; yKiä ^yl,êg>r: l[;äme ‘^yl,’['n>-lv; ~l{+h] br:äq.Ti-la;
yheäl{a/ ‘ykinOa' rm,aYO©w:6 `aWh) vd<qoß-tm;d>a; wyl'ê[' dmeäA[ ‘hT'a;
rTEÜs.Y:w: bqo+[]y: yheäl{awE qx'Þc.yI yheîl{a/ ~h'²r"b.a; yheól{a/ ^ybiêa'
`~yhi(l{a/h'-la, jyBiÞh;me arEêy" yKiä wyn"ëP' ‘hv,mo
Hebraico Instrumental 183 Hebraico Instrumental 184
XXXIII- VERBO PÊ-ALEF
^yl,_ae T'Þp.s;a'w> lkeêa'yE¥ rv<åa] ‘lk'a]m;¥ lK'mi ^ªl.-xq; hT'äa;w.
1. Definição: Dizemos que um verbo é Pê-Alef, quando o radical `hl'(k.a'l. ~h,Þl'w> ^±l. hy"ïh'w>
inicial do verbo é a gutural Alef. A meioria dos verbos Pê-Alef são
conjugados de forma igual ao Pê-gutural. Portanto, agora, toma contigo de tudo o que se come e, ajunta-o contigo; e
será para eles como alimento. (Gn 6.21)
2. Paradigma do verbo Pê-Alef: Apresentamos abaixo um paradigma do
verbo fraco Pê-alef. Observemos, contudo que alguns verbos dessa hw"+hy> ynEåp.li dyIc:ß-rBo*gI hy"ïh'-aWh)
classe diferem um pouco do verbo fraco Pê-gutural em sua formação, `hw")hy> ynEïp.li dyIc:ß rABðGI dro±m.nIK. rm;êa'yE) ‘!Ke-l[;
havendo mudanças em sua pontuação. Bastará ao aluno observar como
paradigma os modelos apresentados e usá-los como ferramenta, seja Ele foi valente caçador perante a face do Senhor, por isso dizia: como
para efeito de tradução ou para análise morfológica. Ninrode, poderoso caçador perante a face do Senhor.(Gn 10.9)

Paradigma de Qal do verbo Pê-Alef ‫כל‬


ַ ‫“ – אָ‬ele comeu” An=B. rz"å['l.a,-ta, ~T'Þv.B;l.hiw> wyd'êg"B.-ta ‘!roh]a;-ta,( jveÛp.h;w>
Perf. Imperf. Vav cons. Imper. Part. pres.
`~v'( tmeîW @sEßa'yE !roðh]a;w>,
‫אָ ַכ ְל ִתּי‬ lk;ao lkeawo " lkoa/ lkeao
‫אָ ַכ ְל ָתּ‬ lk;aTo lka;Tow: ‫ִא ְכ ִלי‬ ~ylikao. Então, despe a Arão de suas vestes e as vestirás a Eleazar, seu filho; e Arão
será recolhido e morrerá ali.(Nm 20.26)
‫אָ ַכ ְל ְתּ‬ ylik.aTo ‫וַתּא ְכ ִלי‬ ‫ִא ְכלוּ‬ tlk,a,o -hlk'ao.
‫אָ ַכל‬ lk;ayO ‫וַיּא ַמר‬ hn'l.koa] ‫א ְכלוֹת‬
‫אָ ְכ ָלה‬ lk;aTo lka;Tow: Inf. abs. Part. pas.
Wnlk.a]' lk.anO lk;anOw: - lka;nO lkoa/ ‫אָכוּל‬ Relação de verbos Pê-Alef semelhantes ao Pê-gutural

‫ֲא ַכ ְל ֶתּם‬ Wlika.To Wlika.Tow: Inf.


‫ֲאכוּ ִלים‬ ‫אָ ַכל‬ ele comeu (q), ele devorou (p) ‫ אָ ַהב‬ele amou
const.
‫אָ ַבל‬ ele lamentou, cobriu-se de luto ‫אָ ַסף‬ ele reuniu
‫ֲא ַכ ְל ֶתּן‬ hnl'k.a;To hn'lk.a;Tow: ‫אָכוֹל‬ ‫ֲאכוּ ָלה‬ ‫אָ ַמן‬ ele foi fiel (n) ele creu, confiou (h) ‫אָ ַמר‬ ele disse
‫אָ ְכלוּ‬ Wlika.yO Wlik.aYOw: --------- ‫ֲאכוּלוֹת‬
‫אָ ַבד‬ ele sucumbiu, perdeu-se ‫אָ ַסר‬ ele prendeu, amarrou
‫אָ ְכלוּ‬ hnl'k.a;To hnl'k.a;Tow: --------- ---------------
Observação: Tais verbos, cuja conjugação não sofre
Observação: Não há freqüência do verbo Pê-Alef em todos os graus modificação em relação aos verbos Pê-gutural, são muito freqüentes
do verbo, contudo, ocorrem com certa freqüência no Nifal, como por por toda a TaNaK.
exemplo, nos textos apresentados abaixo:
Hebraico Instrumental 185 Hebraico Instrumental 186
TAREFA XXXIV- VERBO LÂMED-ALEF

Conjugue o verbos no Perfeito Qal Pê-alef e Pê-gutural:


1. Definição: Denominamos de Lâmed-Alef, os verbos terminados
‫אָ ַמר‬ - ele disse ‫ ָע ַמד‬- ele permaneceu com a letra ‫א‬, Alef. O Alef no fim de uma sílaba ou palavra não
recebe vogal, portanto, é mudo. Face à essa particularidade da
consoante Alef, o verbo Lâmed-Alef não poderá, via de regra,
seguir o paradigma do verbo forte.

2. Vogal alongada: O ‫ א‬no final de uma sílaba é sempre mudo; ‫טא‬


ָ ‫ ָח‬.
Portanto, toda sílaba terminada em ‫א‬, torna-se uma sílaba aberta e,
precisa de uma vogal longa. Se a vogal já for longa, permanece
inalterada, mas se for breve deverá ser alongada. O patah, por
exemplo, sempre se transformará em qamats.

3. Antes do aformativo: O ‫ א‬antes dos aformativos consonantais,


também se torna mudo. Sendo mudo, não receberá qualquer
acentuação vocálica. Antes, porém, de aformativos vocálicos, não
será mudo, recebendo, portanto, a acentuação apropriada.

4. Beghadhkephath: Uma letra desse gurpo de consoantes, ou seja:


‫בּ‬, ‫גּ‬, ‫דּ‬, ‫כּ‬, ‫פּ‬, ‫תּ‬, que estiver colocada imediatamente após um ‫א‬,
perderá o seu daghesh-lene. Essa regra, inclusive, valerá para o
aformativo verbal; exemplos: ‫ת‬ ָ ‫ ; ָמ ָצא‬tu entraste, ‫ ָמ ָצא ִתי‬, eu
encontrei.

5. Qal e Hofal: Nestes graus do verbo Perfeito Lâmed-Alef, a vogal


temática diante de aformativos consanantais será sempre qamats.
Nos demais troncos do verbo a vogal temática será tserê.

6. Antes do Alef mudo: A vogal temática antes do ‫ א‬mudo em todas


as formas do perfeito Qal, menos na 3fp e 2fpl, será mudada de
hôlan para qamats. Também ocorre essa mudança na 2ms do
imperativo Qal.
Hebraico Instrumental 187 Hebraico Instrumental 188
7. Quibuts: O quibuts ocorre, às vezes, no lugar do qamats-qatôn no Imperfeito Lamêd-Alef do verbo ‫מ ָצא‬
ָ “ele achou”
preformativo do Hofal. Alguns gramáticos consideram portanto o o Qal Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal
quibuts como vogal do preformativo do verbo Lâmed-Alef para o
‫ֶא ְמ ָצא‬ ‫ֶא ָמּ ֵצא‬ ‫ֲא ַמ ֵצּא‬ ‫ֲא ֻמ ָצּא‬ ‫ֻא ְמ ָצא אַ ֵמ ִציא ֶא ְת ַמ ֵצּא‬
Hofal.
‫ִתּ ְמ ָצא‬ ‫ִתּ ָמּ ֵצא‬ ‫ְתּ ַמ ֵצּא‬ ‫ְתּ ֻמ ָצּא‬ ‫ַתּ ֵמ ִציא ִתּ ְת ַמ ֵצּא‬ ‫ֻתּ ְמ ָצא‬
8. Particípio: Os particípios do verbo Lâmed-Alef, assemelhan-se ‫ִתּ ְמ ְצ ִאי‬ ‫ֻתּ ְמ ָצ ִאי ַתּ ֵמ ִצי ִאי ִתּ ְת ַמ ְצּ ִאי ְתּ ֻמ ָצּ ִאי ְתּ ַמ ֵצּ ִאי יִ ָמּ ֵצא‬
aos particípios do vergo forte. Contudo, nas formas segoladas do ‫ִתּ ָמּ ֵצ ִאי יִ ְמ ָצא‬ ‫יְ ַמ ֵצּא‬ ‫יְ ֻמ ָצּא‬ ‫יִ ְת ַמ ֵצּא‬ ‫יַ ֵמ ִציא‬ ‫יֻ ְמ ָצא‬
feminino singular, a vogal temática é reduzida para tserê e a vogal ‫ִתּ ְמ ָצא‬ ‫ִתּ ָמּ ֵצא‬ ‫ְתּ ַמ ֵצּא‬ ‫ְתּ ֻמ ָצּא‬ ‫ַתּ ֵמ ִציא ִתּ ְת ַמ ֵצּא‬ ‫ֻתּ ְמ ָצא‬
do Alef desaparece.
‫נִ ְמ ְצאוּ‬ ‫נִ ָמּ ֵצא‬ ‫נְ ַמ ֵצּא‬ ‫נְ ֻמ ָצּא‬ ‫נִ ְת ַמ ֵצּא‬ ‫נַ ֵמ ִציא‬ ‫נֻ ְמ ָצא‬
9. Paradigma do Lamêd-Alef em todos os seus troncos e formas: ‫ֻתּ ְמ ָצאוּ ַתּ ֵמ ִציאוּ ִתּ ְת ַמ ְצּאוּ ְתּ ֻמ ָצּאוּ ְתּ ַמ ֵצּאוּ ִתּ ָמּ ְצאוּ ִתּ ְמ ְצאוּ‬
‫ֻתּ ְמ ֶצאנָה ַתּ ֵמ ֶצאנָה ִתּ ְת ַמ ֶצּאנָה ְתּ ֻמ ֶצּאנָה ְתּמ ֶצּאנָה ִתּ ָמּ ֶצאנָה ִתּ ְמ ֶצאנָה‬
Perfeito Lamêd-Alef do verbo ‫“ ָמ ָצא‬ele achou” ‫יִ ְמ ְצאוּ‬ ‫יִ ָמּ ְצאוּ‬ ‫יְ ַמ ֵצּאוּ‬ ‫יֻ ְמ ָצאוּ יַ ֵמ ִציאוּ יִ ְת ַמ ְצּאוּ יְ ֻמ ָצּאוּ‬
Qal Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal ‫ֻתּ ְמ ֶצאנָה ַתּ ֵמ ֶצאנָה ִתּ ְת ַמ ֶצּאנָה ְתּ ֻמ ֶצּאנָה ְתּ ַמ ֶצּנָה ִתּ ָמּ ֶצאנָה ִתּ ְמ ֶצאנָה‬
‫ָמ ָצא ִתי‬ ‫נִ ְמ ֵצא ִתי‬ ‫ִמ ֵצּא ִתי‬ ‫ֻמ ֵצּא ִתי‬ ‫ִה ְת ַמ ֵצּא ִתי‬ ‫ִה ְמ ֵצא ִתי‬ ‫ֻה ְמ ָצא ִתי‬
Obs.: no hofal, o qamats-hatuph é mudado em quibuts e o som da
‫ָמ ָצא ָת‬ ‫נִ ְמ ֵצא ָת‬ ‫ִמ ֵצּא ָת‬ ‫ֻמ ֵצּא ָת‬ ‫ִה ְת ַמ ֵצּא ָת‬ ‫ִה ְמ ֵצא ָת‬ ‫ֻה ְמ ָצא ָת‬ vogal muda de ô para u.
‫ָמ ָצאת‬ ‫נִ ְמ ֵצאת‬ ‫ִמ ֵצּאת‬ ‫ֻמ ֵצּאת‬ ‫ִה ְת ַמ ֵצּאת‬ ‫ִה ְמ ֵצאת‬ ‫ֻה ְמ ָצאת‬
‫ָמ ָצא‬ ‫נִ ְמ ֵצא‬ ‫ִמ ֵצּא‬ ‫ֻמ ֵצּא‬ ‫ִה ְת ַמ ֵצּא‬ ‫ִה ְמ ִציא‬ ‫ֻה ְמ ָצא‬ Imperativo Lâmed-Alef de ‫צא‬ ַ ‫“ ָמ‬ele achou”
‫ָמ ְצאָה‬ ‫נִ ְמ ְצאָה‬ ‫ִמ ְצּאָה‬ ‫ֻמ ְצּאָה‬ ‫ִה ְת ַמ ְצּאָה‬ ‫ִה ְמ ִציאָה‬ ‫ֻה ְמ ְצאָה‬ Qal Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal
‫ָמ ָצאנוּ‬ ‫נִ ְמ ֵצאנוּ‬ ‫ִמ ֵצּאנוּ‬ ‫ֻמ ֵצּאנוּ‬ ‫ִה ְת ַמ ֵצּאנוּ‬ ‫ִה ְמ ֵצאנוּ‬ ‫ֻה ְמ ָצאנוּ‬ ‫ְמ ָצא‬ ‫ִה ָמּ ֵצא‬ ‫ ַמ ֵצּא‬------ ‫ִה ְת ַמ ֵצּא‬ ‫ ַה ְמ ֵצא‬------
‫ֻה ְמ ָצא ֶתם ִה ְמ ֵצא ֶתם ִה ְת ַמ ֵצּא ֶתם ֻמ ֵצּא ֶתם ִמ ֵצּא ֶתם נִ ְמ ֵצא ֶתם ָמ ָצא ֶתם‬ ‫ַמ ְצּ ִאי ִה ָמּ ְצ ִאי ִמ ְצ ִאי‬ ‫ַה ְמ ִצי ִאי ִה ְת ַמ ְצּ ִאי‬
------ ------
‫ֻה ְמ ָצא ֶתן ִה ְמ ֵצא ֶתן ִה ְת ַמ ֵצּא ֶתן ֻמ ֵצּא ֶתן ִמ ֵצּא ֶתן נִ ְמ ֵצא ֶתן ָמ ָצא ֶתן‬ ‫ַמ ְצּאוּ ִה ָמּ ְצאוּ ִמ ְצאוּ‬ ------ ‫ַה ְמ ִציאוּ ִה ְת ַמ ְצּאוּ‬ ------
‫ֻה ְמ ְצאוּ ִה ְמ ִציאוּ ִה ְת ַמ ֵצּאוּ ֻמ ְצּאוּ ִמ ְצּאוּ נִ ְמ ְצאוּ ָמ ְצאוּ‬ ‫ַמ ֶצּאנָה ִה ָמּ ֶצאנָה ְמ ֶצאנָה‬
------ ‫צאנָה‬ ֶ ‫ַה ְמ ֶצאנָה ִה ְת ַמ‬ ------
Infinitivo construto verbos de ‫צא‬ ַ ‫“ ָמ‬ele achou”
Nota: Observe na tabela do Perfeito acima, que nos graus Qal e
acom. ‫ ַמ ֵצּא ִה ָמּ ֵצא‬------ ‫ַה ְמ ִציא ִה ְת ַמ ֵצּא‬ ------
Hofal do verbo Lâmed-Alef, a vogal temática antes do aformativo de Infinitivo absoluto de ‫צא‬ַ ‫“ ָמ‬ele achou”
gênero e número será o qamats-gadôl; nos demais troncos será o ‫נִ ְמצוֹא ָמצוֹא‬ acom; ------ ------ ‫ַה ְמ ֵצא‬ ------
tserê.
Hebraico Instrumental 189 Hebraico Instrumental 190

Particípio ativo de ‫“ ָמ ַצא‬ele achou” ynIlEÜyCi«h; `WbWv)y" ^yl,îae ~yaiªJ'x;w÷> ^yk,_r"D> ~y[iäv.po hd"äM.l;a]
16

acemo ‫נִ ְמ ָצא‬ ‫ ִמ ְת ַמ ֵצּא ְמ ַמ ֵצּא‬------ ‫ַמ ְמ ִציא‬ ------ yn"doa]â 17 `^t<)q'd>ci ynI©Avl. !NEïr:T. yti_['WvT. yheîl{a/ ~yhiªl{a/ ~ymi’D"mi
Particípio passivo ‫צא‬ַ ‫“ ָמ‬ele achou” hn"TE+a,w> xb;z<å #Poåx.t;-al{ yKiÛ 18 `^t<)L'hiT. dyGIïy: ypiªW÷ xT'_p.Ti yt;äp'f.
‫ַמצוּא‬ --------- --------- --------- --------- --------- ------- rB"ïv.nI-ble hr"îB'ñv.nI x:Wrá é~yhil{a/ yxeäb.zI) 19 `hc,(r>ti al{å hl'ªA[÷
!AY=ci-ta, ^n>Acr>biâ hb'yjiäyhe 20 `hz<)b.ti al{å ~yhiªl{a÷/ hK,_d>nIw>
Lista de verbos Lâmed-Alef mais freqüentes lyli_k'w> hl'äA[ qd<c,â-yxeb.zI #Poåx.T; za'Û 21 `~Øil'(v'Wry> tAmïAx hn<©b.Ti÷
‫ָבּ ָרא‬ ele criou ‫ יָ ֵרא‬ele temeu ‫ ָט ֵמא‬ele foi impuro `~yrI)p' ^åx]B;z>mi-l[; Wlß[]y: za'Û
‫ָמ ָצא‬ ele achou ‫ָמ ֵלא‬ ele foi cheio ‫יָ ָצא‬ ele saiu
‫ָק ָרא‬ ele clamou ‫ָצ ֵמא‬ ele teve sede ‫נבא‬ ele profetizou (n) aAb – vqic23 - Lâmed-gutural, também, Ayin-Yôd/Ayin-Vav.
‫ָר ָטא‬ ele pecou ‫ָשׂנֵא‬ ele odiou ‫חבא‬ ele escondeu (nl) ytiyfiî['ñ - vqp1cs – Pê-gutural e Lâmed-Hê – raiz ‫עשׂה‬

TAREFA

1. Conformes os exemplos, classifique os verbos do Salmo


segundo o seu grau e raiz:

aB'©÷-rv,a]K;( aybi_N"h; !t"ån" wyl'aeâ-aAbB.( 2 `dwI)d"l. rAmðz>mi x:Cªne :m.l; 1


hxeäm. ^ym,ªx]r÷: broïK. ^D<+s.x;K. ~yhiäl{a/ ynINEåx' 3 `[b;v'(-tB;-la,
5
`ynIrE)h]j; ytiîaJ'x;meW¥ ynI+wO[]me ynIsEåB.K; Îbr<h,âÐ ¿hBer>h;À 4 `y['(v'p.
Ÿ^’D>b;l. ^Ül. 6 `dymi(t' yDIäg>n< ytiÞaJ'x;w> [d"_ae ynIåa] y[;v'p.â-yKi(
hK,îz>Ti ^r<ªb.d"B. qD:îc.Ti ![;m;l.â ytiyfiî['ñ ^yn<©y[eB. [r:îh'w> éytiaj'x'
8
`yMi(ai ynIt.m;îx/y<) aj.xeªb.W÷ yTil.l'_Ax !Awð['B.-!he 7 `^j<)p.v'b.
ynIaEåJ.x;T. 9 `ynI[E)ydIAt hm'îk.x' ~tuªs'b.W÷ tAx+Jub; T'c.p;äx' tm,a/â-!he
!Afåf' ynI[eymiv.T;â 10 `!yBi(l.a; gl,V,îmiW ynIseªB.k;T÷. rh"+j.a,w> bAzæaeb.
ya'_j'x]me ^yn<P'â rTEås.h; 11 `t'yKi(DI tAmïc'[] hn"l.gE©T÷' hx'_m.fiw>
!Akªn"÷ x:Wrïw> ~yhi_l{a/ yliä-ar"B. rAhj'â bleä 12 `hxe(m. yt;änOwOà[]-lk'w>)
xQ:ïTi-la; ^ªv.d>q'÷ x:Wrïw> ^yn<+p'L.mi ynIkEïyliv.T;-la; 13 `yBi(r>qiB. vDEîx;
15
`ynIkE)m.s.ti hb'äydIn> x:Wrßw> ^[<+v.yI !Afåf. yLiâ hb'yviäh' 14 `yNIM<)mi 23
Verbo qual infinitivo construto.
Hebraico Instrumental 191 Hebraico Instrumental 192
XXXV- VERBO LÂMED-HÊ Formas Lâmed-Hê sem o aformativo em ‫בּנָה‬
ָ “ele edificou”
Formas Qal Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal
Perf.3ms ‫ִה ְבנָה ִה ְת ַבּנָּה ֻבּנָּה ִבּנָּה נִ ְבנָה ָבּנָה‬ ‫ָה ְבנָה‬
1. Definição: Recebe a denominação de Lâmed-Hê um verbo que
Impef.3ms ‫יַ ְבנָה יִ ְת ַבּנֶּה יְ ֻבּנֶּה יְ ַבנֶּה יִ ָבּנֶה יִ ְבנֶה‬ ‫יָ ְבנָה‬
possua como consoante final a letra ‫ה‬. Há indícios de que,
Perf.2ms ‫ ַבּנֵּה ִה ָבּנֵה ְבּנֵה‬------ ‫ַה ְבנֵה ִה ְת ַבּנֵּה‬ -------
anteriormente ao ‫ה‬, a consoante era o ‫י‬, porém, esse yôdh evoluiu
para hê; por essa razão, o antigo yôdh reaparece em muita forma Inf.cs ‫ַה ְבנוֹת ִה ְת ַבּנּוֹת ֻבּנּוֹת ַבּנּוֹת ִה ָבּנוֹת ְבּנוֹת‬ ‫ָה ְבנוֹת‬
do verbo Lâmed-Hê. Inf.abs. hnOB' hnOBnI hNOB; hNOBu hNOBt;hi. ‫ַה ְבנֵה‬ ‫ָה ְבנֵה‬
Part.at.ms ‫ בּוֹנֶה‬------- ‫ ְמ ַבנֶּה‬------ ‫ַמ ְבנֵה ִמ ְת ַבּנֶּה‬ -------
2. Características do verbo Lâmed-Hê:
Part.pas.ms ‫ נִ ְבנֶה ָבּנוּי‬------ ‫ ְמ ֻבנֶּה‬------ ‫ָמ ְבנֶה‬
a) O verbo Lâmed-Hê mantém um padrão regular nas vogais
temáticas em todas as suas formas verbais sem aformativo. 3. Lâmed-Hê com aformativo: Quando o verbo recebe o aformativo
sofre modificações em sua pontuação.
b) Todos os Perfeitos sem o aformativo terminam em ‫ָה‬.
a) A forma da 3fs. Do perf. Em todos os graus o ‫ ה‬é substituido pela
c) Todos os Imperfeitos sem o aformativo terminam em ‫ֶה‬. consoante ‫ ת‬e, é adicionado o sufixo ‫ ָה‬, que é o aformativo da
3fs. Veja abaixo os exemplos da 3fs.perf. de ‫בּנָה‬
ָ ‫ ָפּנְ ָתה‬verbo Qal
d) Todos os imperativos sem aformativo terminam em ‫ֵה‬.
perf. 3fs. “ele se virou”, “preparou” de ‫פּנָה‬
ָ.
e) Todos os infinivos construtos perdem o ‫ ה‬e a vogal ָ recebendo o Qal se escreve
sufixo ‫וֹת‬.
‫ָבּנְ ָהה‬ ‫ָבּנְ ָתה‬
Nifal ‫נִ ְבנְ ָהה‬ se escreve ‫נִ ְבנְ ָתה‬
f) Os infinitivos absoluto nos graus, Qal, Nifal, Piel, Pual e Hitpael, Piel se escreve
‫ִבּנְּ ָהה‬ ‫ִבּנְ ָתה‬
terminam em ‫ ה‬Terminam em ‫ ֵה‬, nos graus Hifil, e Hofal e, às Pual se escreve
vezes, também no Piel. ‫ֻבּנּ ָהה‬ ‫ֻבּנְּ ָתה‬
Hitpael ‫ִה ְת ַבּנְּ ָהה‬ se escreve ‫ִה ְת ַבּנְּ ָתה‬
g) O particípio passado (m.s) de Qal segue a forma do verbo forte, Hifil se escreve
porém, o ‫ י‬substitui o ‫ ;ה‬exemplo: ‫ גָּלוּי‬em lugar de ‫ גָּלוּה‬.
‫ִה ְבנְ ָהה‬ ‫ִה ְבנְ ָתה‬
Hofal ‫ָה ְבנְ ָהה‬ se escreve ‫ָה ְבנְ ָתה‬
Hebraico Instrumental 193 Hebraico Instrumental 194
b) As demais formas com aformativo são abreviadas pela supressão 6. A seguir, as flexôes do verbo fraco Lâmed-Hê em todos os seus
do ‫ ה‬junto com a vogal ou sheva vocálico. Essa regra aplica-se a graus tomando como modelo o verbo ‫לה‬ ָ ָ‫“ גּ‬ele revelou”, “ele
todos os graus do verbo e provoca a redução das formas da 3cp. descobriu” ou “ele foi para o exílio”.
do perf., 2fsg., 3mp. e 2mp. do imperf., e da 2fs. e 2mp. do
imperativo. Obseve abaixo: Perfeito Lamêd-Hê do verbo ‫לה‬ָ ָ‫“ גּ‬ele revelou”, “ele descobriu”
Qal Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal
Qal perf.3cp. ‫ָבּנְהוּ‬ se escreve ‫ָבּנוּ‬ ‫ִה ְתגַּ ִלּי ִתי גֻּ ֵלּי ִתי גִּ ֵלּי ִתי נִגְ ֵלי ִתי גָּ ִלי ִתי‬ ‫ִהגְ ִלי ִתי‬ ‫ָהגְ ֵלי ִתי‬
Nifal perf.3cp. ‫נִ ְבנְּהוּ‬ se escreve ‫נִ ְבנּוּ‬ ‫ִה ְתגַּ ִלּי ָת גֻּ ֵלּי ָת גִּ ֵלּי ָת נִגְ ֵלי ָת גָּ ִלי ָת‬ ‫ִהגְ ִלי ָת‬ ‫ָהגְ ֵלי ָת‬
Piel perf.3cp. ‫ִבּנְּהוּ‬ se escreve ‫ִבּנּוּ‬ ‫ִה ְתגַּ ִלּית גֻּ ֵלּית גִּ ֵלּית נִגְ ֵלית גָּ ִלית‬ ‫ִהגְ ִלית‬ ‫ָהגְ ֵלית‬
Qal imperf.2fs. ‫ִתּ ְבנְ ִהי‬ se escreve ‫ִתּ ְבנִי‬ ‫גָּ ָלה‬ ‫נִגְ ָלה‬ ‫גִּ ָלּה‬ ‫גֻּ ָלּה‬ ‫ִה ְתגַּ ָלּה‬ ‫ִהגְ ָלה‬ ‫ָהגְ ָלה‬
Qal imperf.2mp. ‫ְבּנְהוּ‬ se escreve ‫ְבּנוּ‬ ‫ִה ְתגַּ ְלּ ָתה גֻּ ְלּ ָתה גִּ ְלּ ָתה נִגְ ְל ָתה גָּ ְל ָתה‬ ‫ִהגְ ִלי ָתה‬ ‫ָהגְ ֵלי ָתה‬
‫ִה ְתגַּ ִלּינוּ גֻּ ֵלּינוּ גִּ ֵלּינוּ נִגְ ֵלינוּ גָּ ִלינּוּ‬ ‫ִהגְ ִלינוּ‬ ‫ָהגְ ֵלינוּ‬
3. As formas com aformativos consonantais do verbo Lâmed-Hê
‫ִה ְתגַּ ִלּי ֶתם גֻּ ֵלּי ֶתם גִּ ֵלּי ֶתם נִגְ ֵלי ֶתם גָּ ִלי ֶתם‬ ‫ִהגְ ִלי ֶתם‬ ‫ָהגְ ֵלי ֶתם‬
regularmente substituem o ‫ ה‬da raiz verbal pelo ‫ י‬, este combina
com a vogal que o antecede formando uma vogal longa. Isto resulta ‫ִה ְתגַּ ִלּי ֶתן גֻּ ֵלּי ֶתן גִּ ֵלּי ֶתן נִגְ ֵלי ֶתן גָּ ִלי ֶתן‬ ‫ִהגְ ִלי ֶתן‬ ‫ָהגְ ֵלי ֶתן‬
num ‫ ִי‬híreq-yôd diante dos aformativos consonantais nos graus ‫גָּלוּ‬ ‫נִגְלוּ‬ ‫גִּ ְלּוּ‬ ‫גֻּלּוּ‬ ‫ִה ְתגַּלּוּ‬ ‫ִהגְלוּ‬ ‫ָהגְלוּ‬
ativos (Qal, Piel, Hitpael e Hifil); exemplo: ‫ָבּנִי ָת‬ 2ms de Qal;
Imperfeito Lamêd-Hê do verbo ‫לה‬
ָ ָ‫“ גּ‬ele revelou”, “ele descobriu”
‫ ִבּנִּי ִתי‬1cs de Piel; ‫ ִה ְבנִי ֶתן‬2fp de Hifil, etc. Qal Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal
4. Diante dos aformativos consonantais em todos os graus passivos ‫ֶאגָּ ֶלה ֶאגְ ֶלה‬ ‫ֲאגַ ֶלּה‬ ‫אָגְ ֶלה אַגְ ֶלה ֶא ְתגַ ֶלּה ֲאגֻ ֶלּה‬
(Nifal, Pual e Hofal) do perfeiro a vogal é o ‫ ֵי‬tserê-yôd; ‫ִתּגָּ ֶלה ִתּגְ ֶלה‬ ‫ְתּגַ ֶלּה‬ ‫ָתּגְ ֶלה ַתּגְ ֶלה ִתּ ְתגַ ֶלּה ְתּגֻ ֶלּה‬
exemplos: ‫ נִ ְבנֵי ָת‬2ms de Nifal; ‫ ֻבּנֵית‬2fs de Pual; ‫ ָה ְבנֵינוּ‬1cp de ‫ִתּגָּ ִלי ִתּגְ ִלי‬ ‫ְתּגַ ִלּי‬ ‫ְתּגְ ִלּי‬ ‫ָתּגְ ִלי ִתי ַתּגְ ִלי ִתי ִתּ ְתגַ ִלּי‬
Hofal, etc. ‫יִגָּ ֶלה יִגְ ֶלה‬ ‫יְגַ ֶלּה‬ ‫יָגְ ֶלה יַגְ ֶלה יִ ְתגַ ֶלּה יְגֻ ֶלּה‬
5. A vogal diante dos aformativos consonantais do Perfeito e do ‫ִתּגָּ ֶלה ִתּגְ ֶלה‬ ‫ְתּגַ ֶלּה‬ ‫ָתּגְ ֶלה ַתְּג ֶלה ִתּ ְתגַ ֶלּה ְתּגֻ ֶלּה‬
imperativo em todos os graus é ‫ ֵי‬tserê-yôd, incluindo as pessoas ‫נִגָּ ֶלה נִגְ ֶלה‬ ‫נְגַ ֶלּה‬ ‫נָגְ ֶלה נַגְ ֶלה נִ ְתגַ ֶלּה נְגֻ ֶלּה‬
terminadas em ‫ ָה‬, ou seja, imperf. 2fp e 3fp e no imper. a 2fp.; ‫ִתּגָּלוּ ִתּגְלוּ‬ ‫ְתּגַלּוּ‬ ‫ְתּגֻלּוּ‬ ‫ָתּגְלוּ ַתּגְלוּ ִתּ ְתגַלּוּ‬
como nos exemplos do imperfeito: ‫בנֶינָה‬ ְ ‫ ִתּ‬2 ou 3fp de Qal; ‫ִתּגָּ ֶלינָה ִתּגְ ֶלינָה‬ ‫ְתּגַ ֶלּינָה‬ ‫ָתּגְ ֶלינָה ַתּגְ ֶלינָה ִתּ ְתגַ ֶלינָה ְתּגֻ ֶלּינָה‬
‫ ִתּ ָבּנֶינָה‬2 ou 3fp de Nifal; ‫ ַתּ ְבנֶינָה‬2 ou 3fp de Hifil. Exemplos do ‫יִגָּלוּ יִגְלוּ‬ ‫יְגַלּוּ‬ ‫יְגֻלּוּ‬ ‫יַגְלוּ יִ ְתגַלּוּ‬ ‫יָגְלוּ‬
imperativo: ‫בּנֶינָה‬ ְ 2fp de Qal; ‫ ִה ָבּנֶינָה‬2fp de Nifal; ‫ ַה ְבנֶינָה‬2fp de ‫ִתָּגּ ֶלינָה ִתּגְ ֶלינָה‬ ‫ְתּגַ ֶלּינָה‬ ‫ָתְּג ֶלינָה ַתּגְ ֶלינָה ִתּ ְתַג ֶלינָה ְתּגֻ ֶלּינָה‬
Hifil.
Hebraico Instrumental 195 Hebraico Instrumental 196

Imperativo Lamêd-Hê do verbo ‫לה‬


ָ ָ‫“ גּ‬ele revelou”, “ele descobriu” Lista de verbos Lâmed-Hê mais freqüentes na TaNaK
Qal Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal Verbos fracos Verbos duplamente fracos
‫גְּ ֵלה‬ ‫גַּ ֵלּה ִהגָּ ֵלה‬ -------- ‫ַהגְ ֵלה ִה ְתגַּ ֵלּה‬ ------- ‫ָב ָכה‬ ele achou ‫אָ ָבה‬ ele quis

‫גְּ ִלי‬ ‫ַגּ ִלּי ִהגָּ ִלי‬ -------- ‫ִה ְתגַּ ִלּי‬ ‫ַהְג ִלי‬ ------- ‫ָבּנָה‬ ele construiu ‫אָ ָפה‬ ele assou

‫גְּלוּ‬ ‫גַּלּוּ ִהגָּלוּ‬ -------- ‫ִה ְתגַּלּוּ‬ ‫ַהגְלוּ‬ ------- ‫גָּ ָלה‬ ele revelou, descobriu ‫ָהיָה‬ ele foi, tornou-se
‫זָנָה‬ ele cometeu adultério, ‫ָחזָה‬
‫גְּ ֶלינָה‬ ‫ַגּ ֶלּינָה ִהגָּ ֶלינָה‬ -------- ‫ַהגְ ֶלינָה ִה ְתגַּ ֶלּינָה‬ -------
se protituiu
ele viu, enxergou

Jussivo
‫ָכּ ָלה‬ ele Perfeitou, terminou ‫ָחיָה‬ ele viveu

‫יִגֶל‬ ‫יִגָּל‬ ‫יְגַל‬ ------- ‫יִ ְתגַּל‬ ‫יֶגֶל‬ ------ ‫ָכּ ָסה‬ ele cobriu, escondeu, ‫ָח ָלה‬ ele estava doente, fraco

Infin. const. Lamêd-Hê de ‫לה‬


ָ ָ‫“ גּ‬ele revelou”, “ele descobriu” ‫ָפּ ָדה‬ ele resgatou, remiu ‫ָחנָה‬ ele acampou

‫גְּלוֹת‬ ‫ִהגָּלוֹת‬ ‫גַּלּוֹת‬


‫ָהגְלוֹת ַהגְלוֹת ִה ְתגַּלּוֹת גֻּלּוּת‬ ‫ָפּנָה‬ ele se virou, preparou ‫ָח ָרה‬ ele foi quente, queimou
‫צוּה‬ ‫ידה‬ (h25) ele louvou, agradeceu, (t26)
Infin.absoluto Lâmed-Hê de ‫לה‬ָ ָ‫“ גּ‬ele revelou”, “ele descobriu” (p24) ele ordenou
confessou
hOlG" hOlg.nI hOLG; hOLGu hOLGt;hi. ‫ָהגְ ֵלה ַהגְ ֵלה‬ ‫ָצ ָפה‬ ele vigiou ‫יָ ָרה‬ ele lecionou, ensinou
Partic. Ativo Lamêd-Hê de ‫לה‬
ָ ָ‫“ גּ‬ele revelou”, “ele descobriu” ‫ָקנָה‬ ele tomou posse, ‫נָ ָטה‬ ele estendeu
comprou
hOlGO ------- ‫ ְמגַ ֶלּה‬------ ‫ ַמגְ ֶלה ִמ ְתגַ ֶלּה‬------ ele foi numeroso,
‫ָר ָבה‬ ‫נָ ָכה‬ (h) ele golpeou, matou
~ylGO ------- ‫ ְמגַ ִלּים‬------ ‫ ַמגְ ִלים ִמ ְתגַ ִלּים‬------ multiplicou
hlGO' ------- ‫ ְמגַּ ָלּה‬------ ‫ ַמגְ ָלה ִמ ְתגַ ָלּה‬------ ‫ָשׁ ָתה‬ ele bebeu ‫ָע ָלה‬ ele subiu
‫ָר ָצה‬ ele se agradou com, ele respondeu, se abaixou,
twOlGO ------- ‫ ְמגַּלוֹת‬------ ‫ ַמגְלוֹת ִמ ְתגַלּוֹת‬------- gostou de
‫ָענָה‬ deprimiu-se
‫ָע ָשׂה‬ ele fez

Partic. Passivo Lamêd-Hê de ‫לה‬


ָ ָ‫“ גּ‬ele revelou”, “ele descobriu” ‫ָראָה‬ ele viu

‫גָּלוּי‬ ‫נִגְ ֶלה‬ ------- ‫ְמגֻ ֶלּה‬ ------ ------ ‫ָמגְ ֶלה‬ ‫ָר ָעה‬ ele pastoreou, atendeu
‫נִגְ ִלים גָּלוּיִים‬ ------ ‫ְמגֻ ִלּים‬ ------ ------ ‫ָמגְ ִלים‬ ‫שׁחה‬ (t) ele se prostou, reverenciou,
cultuou.
‫נְִג ָלה גְּלוּיָה‬ ------ ‫ְמגֻ ָלּה‬ ------ ------ ‫ָמגְ ָלה‬
‫ת‬wO‫ת גְּלוּי‬wO‫נִגְל‬ ------ ‫ת‬wO‫ְמגֻלּ‬ ------ ------ ‫ת‬wO‫ָמגְל‬

24
Verbo piel.
25
Verbo hifil.
26
Verbo hithpael.
Hebraico Instrumental 197 Hebraico Instrumental 198
1. Escolha quatro verbos e conjugue-os no Perf. e no Imperf.: XXXVI- VERBO PÊ-NÛN

Perfeito
Qal Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal 1. Definição: São os verbos inicados com a consoante Nûn. O verbo
Pê-Nûm é também um verbo considerado fraco, pois o Nûm é uma
consoante, que apesar de não ser gutural, conta-se entre a
consoantes fracas. Estes verbos têm como característico,
assimilarem em alguma formas, uma das letras de sua raiz, por
isso, são chamdos de contrato ou assimilantes. Os devios do verbo
forte em Pê-Nûn são devidos, como já vimos, a fraqueza da letra ‫נ‬,
o que é comum nas líguas indu-européias.

2. Peculiaridades: O ‫ נ‬nesses verbos tem as seguintes peculiariades:

a) Quando o ‫ נ‬ocorre no fim de uma sílaba fechada, é assimilado pela


letra seguinte, que recebe, por isso, um daghesh-forte. Isso
Imperfeito acontece sempre que verbo recebe um prefixo, portanto, no
Qal Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal Perfeito de qal; particípio presente do Nifal; e em todo o Hifil ou
Hofal; exemplos: ‫ נִגַּשׁ‬Perfeito Nifal de vg:n" , em lugar de ‫;נִנְגַּשׁ‬
Hifil ‫ ִהגִּישׁ‬, em lugar de ‫ ; ִהנְגִּישׁ‬no Hofal ‫ ֻהגַּשׁ‬, no lugar de ‫; ָהנְגַּשׁ‬
‫ יַגִּישׁ‬, Imperfeito do Hifil em lugar de ‫ יַנְגִּישׁ‬, etc.
Nota: O verbo acima faz o perfeito de qal em patah ( ַ ), mas os
fazem o perfeito em hôlam também assimilam o nûn; exemplo: lPoyI ,
em lugar de lpon.y,I de ‫פל‬
ָ ָ‫נ‬.
b) No imperativo e no infinitivo construto dos verbos que fazem o
perfeito em a também ocorre a supressão do ‫ ;נ‬exemplos:
imperativo de ‫נָגַשׁ‬, 2ms ‫;גַּשׁ‬
‫;גְּשׁוּ‬ 2mp 2fs ‫;גְּ ִשׁי‬ 2fp ‫;גַּ ְשׁנָה‬
também na forma chamada enfática, ‫שׁה‬
ָ ְ‫גּ‬.
c) No infinitivo construto, além de cair o ‫נ‬, há o acréscimo final do ‫ת‬
(compensativo): exemplo: ‫שׁת‬
ְ ַ‫גּ‬.
Hebraico Instrumental 199 Hebraico Instrumental 200
d) Nos verbos que fazem o perfeito em holam não ocorre a supressão c) Omite-se o dagesh compensativo em certas letras pontuadas com
do ‫נ‬, então, o imperativo e o infinitivo construto de ‫פל‬
ָ ָ‫ נ‬é lpon,. sheva simples; exemplos: ‫סעוּ‬
ְ ִ‫ י‬de ‫ נָ ַסע‬ele arrancou, extirpou,
como no verbo regular. desarraigou; ‫שׂאוּ‬
ְ ִ‫ י‬de ‫ נָ ָשׂא‬ele ergueu, levantou.
e) No Hofal há outra peculiaridade, além da supressão do ‫נ‬ o 4. Com adução de sufixo: Segue os princípios do verbo regular,
qâmats-qatôn ( ָ ) do prefixo se torna em em quibuts ( ֻ ) na exceto no infinitivo construto de Qal, no qual se deve notar certas
sílaba aguda. O Hofal portanto é como segue: ‫ ֻהגַּשׁ‬, em lugar de peculiaridades: ‫שׁת‬ ָ ָ‫ג‬, de ‫“ נָגַשׁ‬ele se aproximou”, “ele chegou”,
com sufixo ATv.GI “ele se aproximar” (literalmente), com o patah
‫ ; ָהנְגַּשׁ‬no Imperfeito ‫ יֻגַּשׁ‬e, no particípio ‫ ֻמגַשׁ‬Mesmo em sílabas
atenuado em hireq.
fechadas átonas aparece às vezes essa vogal; exemplo: ‫כּב‬ ַ ‫ ֻה ְשׁ‬,
está deitado ou se deitou de bK;v,' ele deitou. 5. O verbo ‫ָל ַקח‬ ele tomou é um verbo Lâmed-Hê, tem contudo,
semelhança com o verbo Pê-Nûn, pois, o ‫ל‬ deste verbo se
3. Quando no verbo o ‫ נ‬não perde ou reduz a sua vogal, esses verbos
seguem seguem o verbo regular ou forte, a saber, no perfeito, comporta como o ‫נ‬ do verbo Pê-Nûm no Qal e no Hofal;
infinitivo absoluto, particípio de Qal, imperfeito e imperativo no exemplos: ‫יִ ַקּח‬ imperfeito; ‫ַקח‬ ‫( ְל ַקח‬raro); ‫ַק ַחת‬
imperativo ou
Nifal, Pual e no Hitpael. Essas são as característcas comuns. infinitivo construto; ‫קּח‬
ַ ֻ‫ י‬Hofal. No nifal, porém, o ‫ ל‬permanece.
a) Mas, a assimilação do Nûn não acontece em alguns casos, mesmo
sendo a consoante seguinte tendente à duplicação; exemplo: rcon.yI,
6. O verbo ‫נָ ַתן‬ ele deu é muito freqüente na TaNaK e possui

que também aparece assimilado - rCoyI; WfGOn>Ti verbo Qal imperf.


característas singulares: O ‫ ן‬nûm final é assimilado; exemplo:
2mp“que se faça todo vosso trabalho” (ou “tudo que vos é ‫“ נָ ַת ִתּי‬dei”, em lugar de ‫ נְ ַת ֶתּם ;נָ ַתנְ ִתּי‬em lugar de ‫נְ ַתנְ ֶתּם‬, etc.
devido”) Isaías 58.3. No infinitivo construto ‫תּת‬ ֵ ao invés de ‫ ֶתּנֶת‬nesta forma o nûn
final foi assimilado no ‫ת‬, contudo, o ‫ ת‬não recebe o deghesh, por
b) Raramente há assimilação do nûn quando a letra média é gutural;
ser a última letra do vocábulo. Com sufixo: ‫תּי‬ ִ ‫ ִתּ‬eu dou (lit. eu
exemplo: ~xon.yI “ele murmurará”; lxon.yI “ele possuirá”; ‫חיל‬
ִ ְ‫יַנ‬
dar), por ser infinitivo construto; ‫תּתּוֹ‬ ִ ele dar; observe-se a
“ele fará herdar (ou “possuir”. No Nifal, porém, ‫חם‬ ַ ִ‫ נ‬de ‫נָ ַחם‬,
nesse caso, deu-se a assimilação virtual ou implícita; caso presença do daghesh, o que acontece porque o ‫ ת‬porque o deixou
de ser a última letra do verbo.
contrário, seria ‫חם‬
ַ ְ‫ ;נִנ‬o que ocorre nesse caso, é que o ‫ נ‬do
prefixo se confunde com o ‫ נ‬radical. Em Jeremias 21.13 aparece 7. Outra caracterísca do‫ נָ ַתן‬é que ele é o único verbo Pê-Nûn que
‫יֵ ַחת‬, que também aparece como ‫“ יִנְ ַחת‬ele descerá”. faz o perfeito Qual em tserê, diferente de ‫נָגַשׁ‬, que faz o im
perfeito em patah e do ‫פל‬ ַ ָ‫נ‬, que faz o perfeito Qal em seghôl,
Hebraico Instrumental 201 Hebraico Instrumental 202

como os verbos fortes. Exemplo: ‫תּן‬


ֵ ִ‫ י‬ele dará. Quando seguido de Imperfeito Pê-Nûn

maqqef o tserê se abrevia para seghôl: ‫תּן‬


ֶ ִ‫ י‬. ‫נָ ַפל‬ ‫נָגַשׁ‬ ‫נָ ַתן‬ ‫ָל ַקח‬ ‫נָגַשׁ‬ ‫נָגַשׁ‬ ‫נָגַשׁ‬
Qal Qal Qal Qal Nifal Hifil Hofal
8. Os verbos Pê-Nûn, não são freqüentes em todos os graus e lPoa, ‫ֶאגַּשׁ‬ ‫ֶאנָּגֵשׁ ֶא ַקּח ֶא ֵתּן‬ ‫ֻאגַּשׁ אַגִּישׁ‬
pessoas no texto da TaNaK. Apresentaremos a tabela abaixo, lPoTi ‫ִתּגַּשׁ‬ ‫ִתּנָּגֵשׁ ִתּ ַקּח ִתּ ֵתּן‬ ‫ֻתּגַּשׁ ַתּגִּישׁ‬
tomando por base as gramáticas de Kerr e Kelley. Não oferecem
os gramáticos, em geral, uma tabela completa, por causa das
yliPTio ‫ִתּגְּ ִשׁי‬ ‫ִתּנָּגְ ִשׁי ִתּ ְקּ ִחי ִתּ ְתּנִי‬ ‫ֻתּגְּ ִשׁי ַתּגִּי ִשׁי‬
lacunas no texto hebreu; mesmo a tabela abaixo contém formas lpoyI ‫יִגַּשׁ‬ ‫יִ ֵתּן‬ ‫יִ ַקּח‬ ‫יִנָּגֵשׁ‬ ‫יַגִּישׁ‬ ‫יֻגַּשׁ‬
que não ocorrem na TaNaK. Observe que usaremos diversos lPoTi ‫ִתּגַּשׁ‬ ‫ִתּנָּגֵשׁ ִתּ ַקּח ִתּ ֵתּן‬ ‫ֻתּגַּשׁ ַתּגִּישׁ‬
verbos, inclusive o ‫קח‬ַ ‫ ָל‬, mesmo não sendo Pê-Nûn, por razões já lPonI
dantes apresentadas. Observe, também, a repetição de Qal, o que
‫נִגַּשׁ‬ ‫נִנָּגְ ִשׁי נִ ַקּח נִ ֵתּן‬ ‫נֻגַּשׁ נַגִּישׁ‬
visa apresentar as variantes vocálicas no caso do imperfeito. ‫ִתּ ְפּלוּ‬ ‫ִתּגְּשׁוּ‬ ‫ִתּנָּגְשׁוּ ִתּ ְקּחוּ ִתּ ְתּנוּ‬ ‫ֻתּגְּשׁוּ ַתּגִּישׁוּ‬
hnl'Po.Ti ‫ִתּגַּ ְשׁנָה‬ ‫ִתּנָּגַ ְשׁנָה ִתּ ַקּ ְחנָה ִתּ ֵתּנָה‬ ‫ֻתּגָּ ְשׁנָה ַתּגֵ ְשׁנָה‬
Perfeito Pê-Nûn ‫יְִפּלוּ‬ ‫יִגְּשׁוּ‬ ‫יִנָּגְשׁוּ יִ ְקּחוּ יִ ְתּנוּ‬ ‫יְֻגּשׁוּ יַגִּישׁוּ‬
‫נָ ַפל‬ ‫נָגַשׁ‬ ‫נָ ַתן‬ ‫ָל ַקח‬ ‫נָגַשׁ‬ ‫נָגַשׁ‬ ‫נָגַשׁ‬ hnl'Po.Ti ‫ִתּגַּ ְשׁנָה‬ ‫ִתּנָּגַ ְשׁנָה ִתּ ַקּ ְחנָה ִתּ ֵתּנָה‬ ‫ֻתּגָּ ְשׁנָה ַתּגֵ ְשׁנָה‬
Qal Qal Qal Qal Nifal Hifil Hofal
‫נָ ַפ ְל ִתּי‬ ‫נָגַ ְשׁ ִתּי‬ ‫נִגַּשׁ ִתּי ָל ַק ְח ִתּי נָ ַת ִתּי‬ ‫ֻהגַּ ְשׁ ִתּי ִהגַּ ְשׁ ִתּי‬
Imperativo Pê-Nûn
‫נָ ַפ ְל ָתּ‬ ‫נָגַ ְשׁ ָתּ‬ ‫נִגַּ ְשׁ ָתּ ָל ַק ְח ָתּ נָ ַת ָתּ‬ ‫ֻהגַּ ְשׁ ָתּ ִהגַּ ְשׁ ָתּ‬
‫נָ ַפל‬ ‫נָגַשׁ‬ ‫נָ ַתן‬ ‫ָל ַקח‬ ‫נָגַשׁ‬ ‫נָגַשׁ‬ ‫נָגַשׁ‬
‫נָ ַפ ְל ְתּ‬ ‫נָגַ ְשׁ ְתּ‬ ‫נִגַּ ְשׁ ְתּ ָל ַק ְח ְתּ נָ ַת ְתּ‬ ‫ֻהגַּ ְשׁ ְתּ ִהגַּ ְשׁ ְתּ‬ Qal Qal Qal Qal Nifal Hifil Hofal
‫נָ ַפל‬ ‫נָגַשׁ‬ ‫נָ ַתן‬ ‫ָל ַקח‬ ‫נִגַּשׁ‬ ‫ִהגִּישׁ‬ ‫ֻהגַּשׁ‬ lpon. ‫ֵתּן גַּשׁ‬ ‫ַקח‬ ‫ַהגֵּשׁ ִהנָּגֵשׁ‬ --------
‫נָ ְפ ָלה‬ ‫נָגְ ָשׁה‬ ‫נִגְּ ָשׁה ָל ְק ָחה נָ ְתנָה‬ ‫ֻהגְּ ָשׁה ִהגִּי ָשׁה‬ ‫נִ ְפ ִלי‬ ‫ֵתּנִי גְּ ִשׁי‬ ‫ְק ִחי‬ ‫ַהגִּי ִשׁי ִהנָּגְ ִשׁי‬ --------

‫נָ ַפ ְלנוּ‬ ‫נָגַ ְשׁנוּ‬ ‫נִגַּ ְשׁנוּ ָל ַק ְחנוּ נָ ַתנּוּ‬ ‫ֻהגַּ ְשׁנוּ ִהגַּ ְשׁנוּ‬ ‫נִ ְפלוּ‬ ‫ֵתּנוּ גְּשׁוּ‬ ‫ְקחוּ‬ ‫ַהגִּישׁוּ ִהנָּגְשׁוּ‬ --------

‫נְ ַפ ְל ֶתּם‬ ‫נְגַ ְשׁ ֶתּם‬ ‫נִגַּ ְשׁ ֶתּם ְל ַק ְח ֶתּם נְ ְת ֶתּם‬ ‫ֻהגַּ ְשׁ ֶתּם ִהגַּ ְשׁ ֶתּם‬ hnl'.Pon. ‫ֵתּנָּה גַּ ְשׁנָה‬ ‫ַק ְחנָה‬ ‫ַהֵג ְשׁנָה ִהנָּגַ ְשׁנָה‬ --------

‫נְ ַפ ְל ֶתּן‬ ‫נְגַ ְשׁ ֵתּן‬ ‫נִַגּשׁ ֶתּן ְל ַק ְח ֶתּן נְ ְת ֵתּן‬ ‫ֻהגַּ ְשׁ ֶתּן ִהגַּ ְשׁ ֶתּן‬
‫נָ ְפלוּ‬ ‫נָגְשׁוּ‬ ‫נִגְּשׁוּ ָל ְקחוּ נָ ְתנוּ‬ ‫ֻהגְּשׁוּ ִהגִּישׁוּ‬ Infin. const. Pê-Nûn
Qal Qal Qal Qal Nifal Hifil Hofal
lpon. ‫ֵתּת גֶ ֶשׁת‬ ‫ ַק ַחת‬ou ‫ִהנָּגֵשׁ ְק ַחת‬ ‫ַהגִּישׁ‬ ‫ֻהגַּשׁ‬
Infin. absoluto Pê-Nûn
‫נָתוֹן נָגוֹשׁ נָפוֹל‬ ‫ָלקוֹ ַח‬ ‫ִהנָּגֵשׁ‬ ‫ַהגֵּשׁ‬ ‫ֻהגֵּשׁ‬
Hebraico Instrumental 203 Hebraico Instrumental 204
31
Particípio ativo Pê-Nûn (h ) ele retirou, salvou, so-
Qal Qal Qal Qal Nifal Hifil Hofal
‫נצל‬ correu ‫נָגַע‬ ele tocou, feriu

lpenO vgenO !tnO x;qel{ ---------- ‫ַמגִּישׁ‬ --------- ‫נצר‬ ele vigiou, guardou ‫נָ ַדח‬ ele expulsou, baniu

~ylipnO. ~yvignO. ~ynIt.nO ~yxiqOl. ---------- ‫ַמגִּי ִשׁים‬ --------- ‫נָ ַקם‬ ele se vigiou ‫נָ ַטע‬ ele plantou

hlp'.nO hvg'.nO hnt'nO. hx;qel{ ---------- ‫ַמגִּי ָשׁה‬ --------- ‫נשׂג‬ 32


(h ) ele alcançou, conseguiu ‫נָ ַסע‬ ele partiu, pôs-se a caminho

twOlpnO. twOvg.nO twOnt.nO hwOxq.Ol ---------- ‫ַמגִּישׁוֹת‬ --------- ‫נָ ַתְך‬ ele se derramou ‫נָ ַפח‬ ele assoprou, ofegou
ele deu, colocou, pargou,
‫נָ ַתץ‬ ele derrubou, quebrou ‫נָ ַתן‬ permitiu
Particípio passivo Pê-Nûn
Qal Qal Qal Qal Nifal Hifil Hofal
‫נָפוֹל‬ --------- ---------- ----------- ‫נִגָּשׁ‬ ------------ ‫ֻמגָּשׁ‬ TAREFA
‫נְפוּ ִלים‬ --------- --------- ----------- ‫נִגָּ ִשׁים‬ ------------ ‫ֻמגָּ ִשׁים‬ 1. Escolha um verbo da lista acima e conjugue-o em todos os graus,
‫נְפוּ ָלה‬ --------- ---------- ----------- ‫נִגָּ ָשׁה‬ ------------ ‫ֻמגָּ ָשׁה‬ Perfeito e imperfeito (use folha avulsa).

‫נְפוּלוֹת‬ --------- ---------- ----------- ‫נִגָּשׁוֹת‬ ------------ ‫ֻמגָּשׁוֹת‬ 2. Usando o vocabulário no final dagramática, construa dez frases
com verbos Pê-nûn.
Lista de verbos Pê-Nûn mais freqüentes na TaNaK
Verbos regulares Verbos duplamente fracos
(h27) ele olhou, fitou nos
‫נבט‬ olhos de ‫נבא‬ ele profetizou

‫נגד‬ (h)28 ele declarou, expôs ‫נשׂא‬ ele ergueu, carregou


‫נָגַף‬ ele golpeou, agrediu ‫נָזָה‬ ele borrifou, ele salpicou.
‫נָ ַדשׁ‬ ele se aproximou ‫נָ ָטה‬ ele estendeu, esticou
‫נָ ַדר‬ ele prometeu, fez um voto ‫נכה‬ ele feriu, matou
‫נָ ַטשׁ‬ ele abandonou ‫נסה‬ (p29) ele testou, tentou
‫נָ ַפל‬ ele caiu ‫נָ ָקה‬ ele foi limpo, inocente
(n30) elese colocou, posici-
ele emprestou, tomou em-
‫נצב‬ onou-se no Hifil ele co- ‫נָ ָשׁה‬ prestado, esqueceu
locou, stabeleceu

27 30
Verbo hifil. Verbo nifal.
28 31
Idem hifil. Verbo hifil.
29 32
Verbo piel. Idem hifil.
Hebraico Instrumental 205 Hebraico Instrumental 206
XXXVII- VERBO FRACO PÊ-YÔDH/PÊ-VAV b) O verbo ‫יָנַק‬ – no Perfeito hifil é ‫ֵהינִיק‬ – 3ms “ele mamou”,
“sugou”, nesse caso, o patah ( ַ ) sofre mutação para tsrê (ֵ). No
1. Definição: Definimos como verbo Pê-vav ou Pê-Yôdh, aqueles perfeito o prefixo preformativo toma o patah, mas, o ditongo ai é
mudado para ê, nesse caso, a forma do verbo no perfeito, terc.
verbos que iniciam as suas raízes com com vav ‫ ו‬ou ‫ י‬yôdh. No
masc. sing. fica – ‫ יֵינִיק‬, no lugar de - ‫ יַינִיק‬. Ο mesmo acontece
hebraico são raríssimas as palavras iniciadas com o ‫ו‬. Parece
mesmo, haver uma certa aversão do idioma à tal contrução no imperativo e no infinitivo absoluto hifil, ‫טב‬
ֵ ְ‫ ַהי‬dá ‫ ֵהי ֵטב‬.
morfológica.33 Os verbos cuja raiz, possuíam como sua primeira
c) No imperfeito hifil, o preformativo tomaria, normalmente, o patah
letra, inicialmente um ‫ו‬, têm essa letra muda para ‫ י‬de sorte, que
na raiz não se distingue uma classe da outra. Embora eles não se (ַ), como no verbo regular, mas, o ditondo ( ַ ) + ( ‫ ) י‬da o ditongo
diferenciem um do outro em sua extrutura no grau Qal, noutros (ֵ) + ( ‫) י‬, então, o imperfeito se escreve: ‫ יֵינִיק‬. A mesma coisa
troncos verbais, principalmente no Nifal e no Hifil, há mudanças
acontece com o imperativo e o infinitivo absoluto cuja forma, no
em sua conjugação. Podemos classificar três categorias destes
verbos: 1.- Os que originalment iniciavam em yôdh e, classificam- lugar de ‫טב‬ֵ ְ‫ ַהי‬, se escreve: ‫ ֵהי ֵטב‬.
se Pê-yôdh; 2.- Os originalmente começavam por vav; nessa caso,
Pê-vav; 3.- Os que começando por vav ou por yôdh, se confundem d) No imperfeito qal consecutivo a sílava tônica retrocede penúltima
com o verbo Pê-nûn em sua forma, nesse caso denominados sílaba aberta e o patah é abreviado em seghôl; exemplo, de: ‫טב‬ַ ‫ יִי‬-
assimilantes, porque a letra inicial, não silencia, mas é assimilada
pela letra seguinte.
‫ וַיִּי ֶטב‬, ‫ וַיִּ ֶצר‬, ‫ וַיִּינֶק‬.
e) Os infinitivos, construto e absoluto, os particípios, construto e
6. Peculiaridades: Os verbos denominados Pê-vav/Pê-yôdh, têm
absoluto e o imperativo, em qal, e graus: piel, pual e hithpael são
suas peculiaridades, as quais se disguem como segue:
como verbos regulares.
a) Não são em grande quantidade os verbos dessa categoria, vejamos
laguns dos mais freqüentes na TaNaK: ‫טב‬ ַ ָ‫ – י‬ser bom; ‫– יָנַק‬ 6. Existem no perfeito hifil formas anômalas como: ‫ יְיִֵליל‬, “uivará
(Is 15.2, ARC); ‫ליל‬ ִֵ‫“ ֲאי‬uivarei” (Jr 48.31, ARA); ‫לילוּ‬ ִֵ‫ ְתּי‬,
mamar, sugar; ‫ – יָ ַקץ‬formar; ‫ – יַָלל‬lamentar (hif.); ‫– יָ ַשׁב‬ “uivareis” (Is 65.14, ARA+ARC). O mesm acontece no imperfeito
assentar; habitar; ‫שׁר‬ ַ ָ‫ – י‬ser reto, direito. No imperfeito qal o qal de ‫דע‬ ַָ‫“ י‬conhecer” ‫“ יְיֵָדע‬ele os conhece”, por causa da
yôdh silencia e a útima sílaba recebe o patah (ַ ); exemplo: ‫טב‬ ַ ‫ִאי‬ consecução verbal, traduzido como se fosse o perfeito.
– 1cs; ‫טב‬ַ ‫ – ִתּי‬2ms (2fs); ‫ – ִתּי ְט ִבי‬2fs, na terceita do masculino,
sing. e pl., o yôdh do prefixo se alonga, assimilando o yôdh da raiz: f) Obeserve abaixo, a tabela do verbo Pê-vav, Pê-yôdh. Note que
diversos verbos são usados na tabela, na finalidade, de apresentar
‫ – יִי ַטב‬3ms; ‫ יִי ְטבוּ‬- 3ms, etc. um paradigma desta forma verbal.

33
Keer, Gulilherme, Gramática Hebraica Elementar, p.211.
Hebraico Instrumental 207 Hebraico Instrumental 208
Perfeito do Verbo Pê-vav / Pê-yôdh Infinitivo construto
‫יָ ַשׁב‬ ‫יַָלד‬ ‫יַָלד‬ ‫יִ ֵטב‬ ‫יָ ַבל‬ Qal tb,v,ñ Nifal bveW"hi Hifil byviAh
Qal Nifal Hifil Hifil Hophal Infinitivo absoluto
yTib.v;ñy" yTid>lA;ñ n yTid.l;Añ h yTiybij;ñyhe yTil.bñ;Wh Qal BAvy" Nifal bveW"hi Hifil bveAh
T'b.v;ñy" T'd>l;Añ n T'd.l;Añ h T'b.j;ñyhe T'l.b;ñWh
T.b.v;y" T.d>l;An T.d.l;Ah T.b.j;yhe T.l.b;Wh Particípio
Qal Qal Nifal Hifil Hifil Hofal
bv;y" dl;An dyliAh byjiyhe lb;Wh bvewOy bjeyO bv'An byviAm byjiyme lb'Wm
hb'v.y") hd'l.An hd'ylñiAh hb'yjñiyhe hl'b.Wh ~ybiv.wOy ---------
~ybiv.wOn ~ybiv.wOm ----------- ----------
Wnb.v;ñy" Wnd>l;ñAn Wnd.l;ñAh Wnb.j;ñyhe Wnl.b;Wh
‫ יוֹ ֶשׁ ֶבת‬--------- tb,vñ,An tb,vñ,Am ----------- tl,bñ,Wm
~T,b.v;y> ~T,d>lA; n ~T,d.lA; h ~T,b.j;yhe ~T,l.bW; h tAbv.wOy --------- tAbv'An tAbyviAm ----------- tAlb'Wm
!T,b.v;y> !T,d>lA; n !T,d.lA; h !T,b.j;yhe !T,l.bW; h
Wbv.y)" Wdl.An WdylñiAh Wbyjiyhe Wlb.Wh
Observação: No imperfeito Qal temos duas formações para o verbo
Imperfeito ‫ יָ ַטב‬, ele foi bom. A diferença das formas não interfere na tradução.
Qal Qal Nifal Hifil Hifil Hophal No infinitivo construto e absoluto, também no particípio, observamos
bveae bj;yai ‫ֶאוֵָּלד‬ dyliAa byjiyae lb;Wa na tabela uma lacuna pontilhada, devido à não incidência dessas
bveTe bj;yTi dleW"Ti dyliAT byjiyTe lb;WT formas na TaNaK.

Ybiv.Te ybij.yTi ydIl.W)"Ti ydiylñiAT ybiyjñiyTe ylib.WT TAREFA


bveyE bj;yyI dleW"yI dyliAy byjiyyI lb;Wy
Identifique nos textos abaixo, o verbos Pê-vav/Pê-yôdh, ananlisando-
bveTe bj;yTi dleW"Ti dyliAT byjiyTe lb;WT os morfologicamente:
bvenE bj;ynI dleW"nI dyliAn byjiynE lb;Wn
Wbv.Te Wbj.yTi Wdl.W"Ti WdylñiAT WbyjñiyTe Wlb.WT Gn 8.12 hn"ëAYh;-ta, ‘xL;v;y>w: ~yrI+xea] ~ymiÞy" t[;îb.vi dA[ê lx,Y"åYIw:
hn"b.v;Te hn"b.j;ñyTi hn"d>l;ñW"Ti hn"d.lñeAT hn"b.jeñyTe hn"l.b;WT Ex 40.35 d[eêAm lh,aoå-la, ‘aAbl' hv,ªmo lkoåy"-al{w>
Wbv.yE Wbj.yyI Wdl.W)"yI WdylñiAy WbyjiyyI I Wlb.Wy Dt 18.16 yh'êl{a/ hw"åhy> ‘lAq-ta, ‘[:mo’v.li @seªao al{å
hn"b.v;ñTe hn"b.j;ñyTi hn"d>l;ñW"Ti hn"d.lñeAT hn"b.jñeyTe hn"l.b;WT Gn 24.50 `bAj)-Aa [r:î ^yl,Þae rBEïD: lk;²Wn al{ï
Dt 31.2 aAb+l'w> taceäl' dA[ß lk;îWa-al{
Js 17.12 hL,ae_h' ~yrIå['h,(-ta, vyrIßAhl. hV,ên:m. ynEåB. ‘Wlk.y" al{Üw>
Is 51.22 dA[) Ht'ÞATv.li ypiysiîAt-al{
Hebraico Instrumental 209 Hebraico Instrumental 210
Nm 11.25 `Wps'(y" al{ïw> WaßB.n:t.YI)w: x:Wrêh' ‘~h,yle[] x;AnÝK. yhiªy>w: XXXVIII- VERBO AYIN-VAV/ AYIN-YÔDH
Is 25.15 T'd>B'_k.nI yAGàl; T'p.s;îy" hw"ëhy> ‘yAGl; T'p.s;Ûy"
Gn 4.9 ykinO*a' yxiÞa' rmEïvoh] yTi[.d:êy" al{å 1. Definicão: São definidos como Ayin-vav/Ayin-yôdh, os verbos
Ex 33.12 yn")y[eB. !xEß t'ac'îm'-~g:w> ~veêb. ^)yTiä[.d:y> que apresentam como letra média da sua raiz uma consoante ‫ ו‬vav
Jó 18.16 Ar*yciq. lM;îyI l[;M;ªmiW÷ Wvb'_yI wyv'är"v'( tx;T;miâ ou ‫י‬ yôdh; exemplo: ‫שׁוּב‬ voltar, converter-se; ‫קוּם‬ levantar,
Sa 89.12 ~T'(d>s;y> hT'îa; Ha'ªl{m.W÷ lbeîTe #r<a'_ ^ïl.-@a; ~yIm;v'â ^ål. erguer-se; ‫ סוּר‬apartar-se, girar, voltar, etc. As letras médias
Sa 55.11 HB'(r>qiB. lm'ä['w> !w<a"ßw> h'yt,_moAx-l[; h'buîb.Asy> hl'y>lªw; " ~m'ÛAy desses verbos fazem parte do grupo das matres lectionis.34
Jó 4.3 qZE)x;T. tApår" ~yId:ßy"w> ~yBi_r: T'r>S:åyI hNEhiâ
Jó 9.29 [g")yai lb,h,ä hZ<©÷-hM'l' [v'_r>a, ykiînOa' 2. Peculiaridades: Essas letras vocálicas; ou seja, vav e yôdh; são
letras, consideras letras fracas, perdem, geralmente, o seu valor
Gn 15.8 hN"v<)r"yai¥ yKiî [d:Þae hM'Bî ; hwIëhy/ yn"ådoa] rm:+aYOw: consonantal, exceto em alguns verbos. Elas têm nos verbos os
Sa 46.3 ~yMi(y: bleäB. ~yrIªh÷' jAmïb.W #r<a'_ rymiäh'B. ar"ynIâ-al{ !KEå-l[; sons respectivos de û e î, conforme nos vocábulos em geral.

3. O vav pode contrair-se com a vogal que o precede ou com a que o


segue: com u em û ou com a em ô; com i em î. Observe na tabela
adiante, a forma do hifil, onde o vav se contrai em î – ‫תי‬
ִ ‫ֲה ִקימוֹ‬
haqiymothiy (vb. hif. perf. 1pes. com. sing. de ‫קוּם‬ – erguer,
levantar.

4. No perfeito qal, o vav (ou o yôdh) cai e raiz contrata toma a vogal
que deveria estar contida na segunda sílaba na forma triliteral, e
deveria conter a segunda sílaba da forma não contrata: no verbo
ָ de ‫ ָרב ; ָקוַה‬de ‫ ַמת ; ָריַב‬de ‫ ; ָמוֵת‬no estativo: ‫בּוֹשׁ‬
ativo temos: ‫קם‬
de ‫בּוֹשׁ‬ ָ bavôsh. As raizes desses verbos tornarm-se
monosilábicas e biliterais na sua forma atual.

5. Tais formas contratas geraram a discussão entre os gramáticos,


quanto a sua forma mais remota, quanto haverem se tornado
monosilábica devido à fraqueza da letra média ou, se foram
sempre monossilábicas. Tais não teriam chagado a desenvolver

34
Grupo das letras vocálicas do alfabeto usadas pedagogicamente pelos antigos
mestres para ensinar a pronúncia do texto consonantal.
Hebraico Instrumental 211 Hebraico Instrumental 212
uma forma bissilábica de rais triliteral ou, representam raízes Imperfeito
bissilábicas que se contraíram. Qal Nifal Piel Pual Hifil Hophal
~Wqa' !AKa, !nEAka] !n:Aka] ~yqia' ~q;Wa
6. Nalguns verbos, o yôdh ou o vav conservaram o seu valor de
consoante, por isso, não pertencem à classe dos contratos; ~WqT' !AKTi !nEAkT. !n:AkT. ~yqiT' ~q;WT
exemplo: ‫גָוַע‬, expirar, perecer, morrer; ‫היָה‬
ָ , ser, estar, haver, ymiWqññT' ynIAKñTi ynIn>AkT. ynIn>AkT. ymiyqñiT' ymiq.WT
existir; ‫צוַה‬
ָ , ordenar, mandar. Os dois últimos, além se ~Wqy" !AKyI !nEAky> !n:Aky> ~yqiy" ~q;Wy
classificarem como ayîn-vav, também são classificados como ~WqT' !AKTi !nEAkT. !n:AkT. ~yqiT' ~q;WT
lâmedh-hê, pois, terminam com a gutural hê nesse caso, são ~Wqn" !AKnI !nEAkn> !n:Akn> ~yqin" ~q;Wn
duplamente fracos.
WmWqñT' WnAKñTi Wnn>AkT. Wnn>AkT. WmyqñiT' Wmq.WT
hn"ym,ñWqT. hN"AKñTi hN"nEñAkT. hN"n:ñAkT. hn"ym,ñyqiT. hn"m.q;ñWT
Perfeito do Verbo Ayin-vav/ Ayin-yôdh WmWqññy" WnAKñyI Wnn>Aky> Wnn>Aky> Wmyqñiy" Wmq.Wy
‫קוּם‬ ‫פּוּץ‬ ‫כּוּן‬ ‫כּוּן‬ ‫קוּם‬ ‫קוּם‬ hn"ym,ñWqT. hN"AKñTi hN"nEñAkT. hN"n:ñAkT. hn"ym,ñyqiT. hn"m.q;ñWT
Qal Nifal Polel Polal Hifil Hophal
yTim.q;ñ ytiAcñWpn> yTinn> ñ:AK yTinn> "’AK ytiAmñyqih] yTim.q;ñWh Imperativo
T'm.q;ñ t'AcñWpn> T'n>n:ñAK T'n>n"ñAK t'Amñyqih] T'm.q;ñWh Qal Nifal Nifal Hifil
T.m.q; tAcWpn> T.n>n:AK T.n>n"AK tAmyqih] T.m.q;Wh ~Wq !AKhi !nEAK ~qeh'
~q' #Apn" !nEAK !n"AK ~yqihe ~q;Wh Infinitivo construto
Qal Nifal Nifal Hifil Hofal
hm'q'ñ hc'Apñn" hn"n>AK hn"n>AK hm'yqñihe hm'q.Wh tyvi aAB !AKhi !nEAK ~yqih' ~q;Wh
Wnm.qñ; WnAcñWpn> WNnñ:AK WNn“"AK WnAmñyqih] Wnm.qWñ; h
~T,m.q; ~t,Acpon> ~T,n>n:AK ~T,n>n"AK ~t,Amyqih] ~T,m.q;Wh Infinitivo absoluto
!T,m.q; !t,Acpon> !T,nn> :AK !T,nn> "AK !t,Amyqih] !T,m.q;Wh Qal Nifal Piel Pual Hithpael Hifil Hofal

Wmq'ñ Wcpon" Wnn>AK Wnn"AK Wmyqñihe Wmq.Wh ~Af ~Aq ------ !AKhi ------ ------- ~qeh' ------
Particípio
Qal Nifal Piel Pual Hithpael Hifil Hofal
aB' ------ !Akn" ----- ------ ~yqime ------
ha'B' ------ hn"Akn> ----- ------- hm'yqim. ------
tAaB' ------ TaNaKn> ----- ------- tAmyqim. ------
Hebraico Instrumental 213 Hebraico Instrumental 214
XXXIX- VERBO FRACO AYIN-DUPLO 5. Ocorre nalgumas formas, a duplicação da letra média da raiz por
meio de um dagsh forte, o que serve para indicar a procedência de
uma raiz biliteral ou monosilábica. Isso acontece como regra,
1. Definição: Nomeam-se ayîn-duplo os verbos quem têm em suas sempre que o segundo radical é precedido ou sucede uma vogal
raiz duas letras iguais, sendo essas, respectivamente, a 2ª e 3ª essencialmente longa; exemplo: ‫לּל‬ ֵ ‫ ִח‬amaldiçoar, pp3ms; ‫ֻשׁ ַדּד‬
letras da raiz; exemplo: ‫בב‬ ַ ‫ ָס‬rodear, serpear, contornar; ‫ָשׁ ַדד‬ destruir, pu3ms.
destruir, oprimir; ‫ ִה ֵלל‬louvar, elogiar, enaltecer; ‫ ָחנַן‬favorecer,
6. Na raiz biliteral da qual deriva a raiz triliteral, em geral, não
ser gracioso, dar, doar, etc. Apezar, de às vezes, todas as letras da
raiz serem fortes, a repetição de uma letra da raiz, faz com este ocorre o daguesh forte, obseve-se as formas: ~T; pq3ms; bso
verbo seja classificado entre os verbos fracos ou irregulares, pois, (qal inf. abs.), nesses casos, mantendo-se a raiz biliteral, de forma
na maioria das vezes, não seguirão o modelo dos verbos fortes. alguma, a letra média da raiz receberá o daguesh, contudo, a
presença de aformativos ou sufixos, deve causar a inserção do
2. Peculiaridades: Segundo Gesenius um grande números de raízes doguesh como nos exemplos: hM'T;ñ, WMT;,ñ respectivamente, pq3fs
dos verbos semíticos possuem duplicação das letras médias da raiz. e pq3cp.
De formas simplificada, podemos escrever o verbo ayîn-duplo
usando os caracteres hebreus dessa forma ‫ע΄΄ע‬, portanto quando 7. Quando o aformativo inicia com as consoantes nà t, por
encontrarmos essa formação, leremos, ayîn-duplo ou, duplo-ayîn. consegüinte é fortemente pronunciado, apropriadamente a sílava
final torna-se aberta e, uma vogal separadora é inserida entre a raiz
3. Origem: Ainda, segundo Gesenius, provavelmente, estes verbos, do verbo e o aformativo. No perfeiro essa vogal é o A hôlam-vav,
desenvolveram-se apartir de uma raiz biliteral, passando, ao depois,
à forma triliteral, isso é mais provável do que terem sido sempre no imperfeito y , teserê-segôl; exemplos: Perfeito t'ABñs;Ã WnABñs;,
triliterais, tornamdo-se, em alguns casos, contratos, devido à imperfect hn"yB,ñsuT.. entende-se que o daghesh bi segundo radical é
repetição da letra média. Provavelmente, para melhor artilculação meramente para reforçar a pronuncia, tornando mais aldível o
de algumas formas, ou, por eufonia, tenham desenvolvido uma raiz radical, recaindo sobre ele a sílava forte.
triliteral. As formas contratas, parecem corroborar essa maneira da
pensar o verbo ayîn-duplo. Observação: Essa e outras nuanças do verbo ayîn-duplo deverão ser
apreendidas pelo estudante, contudo, para não abandonarmos a nossa
4. O desenvolvimento de biliteral à triliteral, origina-se, geralmente, proposta inical de não amontoarmos regra sobre regra, não
da conjugação das terceiras pessoas do masculino e do feminino, anotaremos o mais de regras que os gramáticos em geral enumeram
singular e plural dos verbo ativo qal ou, de qualquer forma verbal sobre essa forma fraca do verbo. Acreditamos, contudo, que a só
que expresse atividade; exemplo: ‫בב‬ ַ ‫ ָס‬3mas (Ez 42.19); ‫ָס ְב ָבה‬ abseração do paradigma abaixo apresentado, bem como dos
3fms; ‫בבוּ‬
ְ ‫ ָס‬3cp (Js 6.15); ‫ ְס ָבבוּם‬3cp+S3mp (Os 7.2), etc. paradígamas apresentados no apêndice da gramática, serão
suficientes para demonstrar as diferenças entre esse verbo e o verbos
fotes. A observação atenta do paradigma fornecerá ao talmidh
subsidios suficientes para processar à análise morfológica para fins
exegéticos.
Hebraico Instrumental 215 Hebraico Instrumental 216
PerfeitoVerbo Ayin-duplo Imperativo Infinitivo absoluto
Qal Hifil Nifal Hofal Qal Hifil Nifal Hofal
‫ָס ַבב‬ ‫ָת ַמם‬ ‫ָס ַבב‬ ‫ָס ַבב‬ ‫ָס ַבב‬
Qal Qal Nifal Hifil Hophal bso ~T; bS;hi bseh' bso ~T; bSehi bseh'
ytiABñs; ytiAMñT; ytiABñsn; > ytiABñshi ] ytiABñsW; h yBisoñ yMiT;ñ ---- yBisehñ ' ------- ------- ------ ------
T'Abñs; t'AMñT; t'ABñsn; > t'ABñsih] t'ABñsW; h Inf. Cons. Infinitivo absoluto
tABs; tAMT; tABs;n> tABsih] tABs;Wh Nifal ‫ִתּ ָתּם‬ Qal bAbs' Nifal bAShi Hofal bseh'
bb;s' ~T; bs;n" bsehe bs;Wh Particípio
hb'b]s(' hM'T;ñ hB"sòen" hB'sehñ e hB's;Wñ h Qal Nifal Nifal Hifil Hofal
WnABñs; WnAMñT; WnABñsn; > WnABñshi ] WNABñsW; h bbeso ~T; bs'n" bseme bs;Wm
~t,Abs; ~t,AMT; ~t,ABs;n> ~t,ABsih] ~t,ABs;Wh tb,b,ñso hM'T; hB'sn; > hB'smi . hB'sW; m
!t,ABs; !t,AMT; !t,ABs;n> !t,ABsih] !t,ABs;Wh tAbb]so tAMT; tABs;n> tABsim. tABs;Wm
Wbb]s(' WMT;ñ WBs;ñn" WBseñhe WBs;ñWh
Imperfeito
Qal Qal Nifal Hifil Hophal
bsoa' ~t;ae bS;a, bsea' bs;Wa
35
bsoTi ~t;Te bS;Ti bseT' bs;WT
yBisoTñ ' yMit;ñTe yBiS;Tñ i yBiseTñ ' yBis;Wñ T
36
bsoyI bsoy" ~t;yE bS;yI bsey" bs;Wy
37
bsoTi ~TuTi bS;Ti bseT' bs;WT
bson" ~t;nE bS;nI bsen" bs;Wn
WBsoñT' WMt;ñTe WBS;ñTi WBseñT' WBs;ñWT
hn"yB,ñsTu . hn"yM,ñt;Te hn"yB,ñST; i hn"yBeñsTi . hn"yB,ñsW; T
WBsoñy" WMt;ñyE WBS;ñyI WBseñy" WBs;ñWy
hn"yB,ñsuT. hn"yM,ñt;Te hn"yB,ñST; i hn"yB,ñsTi . hn"yBñs,W; T
35
Ocorre na Tanak três vezes, sempre desta forma (cf., Nm 36.7,9; Sl 114.5).
36
As duas formas ocorrem na Tanak (bSoyI em 1Sa 5.8; 14.28; Sl 114.3 - bsoy" em
1Rs 7.15,23; 2Cr 4.2).
37
Ocorre uma única vez nesta forma (Ez 24.11).
Hebraico Instrumental 217 Hebraico Instrumental 218
XL- CÓDIGO MORFOLÓGICO aplicar o sistema de codificação ao estudo da Escritura no TM
(Texto Massorético).

1. A necessidade de um código morfológico: Até o presente 5. Tabela de códigos: de forma detalha, apresentaremos por meio
momento, em todas as gramáticas estudadas, que perfazem um de tabelas, todos os códigos possíveis do banco de códigos da
número não pequeno, não encontramos qualquer alusão ao uso de WTM. A lista constará dos códigos primários e dos códigos
códigos morfológicos. Entendendo ser, mais do que meramente secundários. O sinal '+' é o sinal requerido para separar os
opcional, mas, necessário esta contribuição, buscamos códigos primários dos códigos secundários. Os campos de código
familiarizar o estudante do hebreu bíblico, com uma forma de se primários possuem um caractere maiúsculo e os campos
grafar a análise morfológica que seja bem prática, ocupe pouco secundários são de dois caracteres maiúsculos com exceção do
espaço e atenda satisfatoriamente à necessidade. [pgn – pessoa, gênero e número].

2. O estudo do hebraico aponta para exegese: Tendo em vista, 6. Observações: Na WTM é usado o símbolo @ para indicar o
que o estudo do hebraico bíblico aponta para a exegese, texto hebreu e % para indicar o texto aramaico, portanto, no início
entendemos que se tornará necessário à utilização de tal de cada morfologia você deverá acrescentar um desses sinais,
ferramenta quando da feitura exegética, por isso mesmo, caso tenha a preocupação de indicar se hebraico ou aramaico. Ao
buscamos não plagiar, mas, usar ainda que de forma simplificada analisar os textos da TaNaK nas Bíblias online se observará a
a base de codificação da Westminster Hebreu OT Morphology. presença desses símbolos. Tais símbolos poderão ser usados para
Até pelo fato de ser o mesmo uma ferramenta muito utilizada atender ao mesmo fim, diferenciando assim os vocábulos
entre os estudiosos da Bíblia, sendo utilizado nas Bíblias online, analisados. Se por ventura for de nosso interesse, usar os códigos
como a Bible Works, Logos Bible, etc. primários e secundários, não dispensaremos separá-los com o
sinal (+), como nos exemplos apresentados no final.
3. O uso dos códigos: Tomando sempre por base o texto da BHS
(Bilbia Hebraica Stuttgartensia), buscaremos ampliar a noção CÓDIGOS PRIMÁRIOS
morfológica do aprendiz visando um melhor aproveitamento do Substantivo
texto bíblico. A apresentação simplificada que fazemos facilitará Subst. - n Gênero Número Estado
o estudo da BHS e, será uma ferramenta para auxílio daquele que c - comum m - masculino s - singular c - construto
usar fazer análise morfológica do texto da TaNaK, seja usando p - próprio f - feminino d - dual d - determinado (aram.)
uma Bíblia online ou qualquer outro texto hebreu, reduzindo o g - gentílico b - dois gêneros p - plural a - absoluto
espaço utilizado em sua nota morfológica.
Partículas e outros
4. Lista de códigos: apresentaremos, então, a lista completa de Pa - part. artigo Pd - part. adv. Po - part. sinal do obj. direto
Ps - prep. Insep.l Pg - part. Inter. Pp - part. prepositiva
todos os códigos morfológicos utilizados na WTM (Westminster
Pc - part. Conj. Pi - part. Interj. Pq - part. interrogativa
Texto Morfológico), por considerar o seu método prático, seguro
Pr - part. pron. relat. Pn - part. negativa
e de fácil aplicação. Estudar atentamente esta lista, procurando
decorar os códigos, é um bom modo para aprender e fixar e
Hebraico Instrumental 219 Hebraico Instrumental 220
Pronomes independentes Verbos Aramaicos
Pessoal - tipo Pi Pessoa Gênero Número A aphel F hithpeel I ishtaphel O peil L itpeel
1 - prim. pessoa m - masculino s - singular B haphel M pael J ithpeel D hophal W tiphel
2 - seg. pessoa f - feminino p - plural H hishtaphel G hithpolel P polel Q saphal
3 - terc. pessoa E hithaphel C hephal R shaphel K ithpaal
S hithpaal T hithpalpel N peal V ithpoel
Adjetivo
Gênero Número Estado CÓDIGOS SECUNDÁRIOS
Tipo - a m - masculino s - singular c - construto Formas do Jussivo - J
f - femenino d - dual d - determinado (Aram.) Usado para indicar formas b Usado para jus. na forma e no significado.
b - de dois gêneros p - plural a - absoluto do verbo jus. Não se usa f Jus. na forma, mas não no significado.
com imperat., partic., ou m Jus. no significado, mas não forma única.
VERBOS HEBRAICOS infinitivos. x Ausência de jussivo.
Tronco Tronco Forma Pes. Gen. Num. Estado
q - qal a - palel p - perf.38 1 m s c Formas do Coortativo - C
n - nipha b - pealal i - inperf.39 2 masc. sing. construto b Usado para indicar coortativo na forma e no significado.
p - piel c - pilel v - imp. 3 f p a f Coortativo na forma, mas não no significado.
u - pual d - pilpel c - inf. const. fem. plural absoluto m Coortativo no significado, mas não é a única forma.
t - hithpael e - polel a - inf. abs. c d Usam-se para indicar as formas do coortativo, mas, não para o imperativo,
h - hifil f - polal P - partic. com. determinado particípio ou infinitivo.
o -hophal g - polpal s- qal part. pas.
s- histhaphel i - pulal w-cons.imperf. Formas apócopes - A
r - hothpaal y-qal pass. q- cons. perf.
Usado para indicar a supressão de alguma letra a Apócope
v - hithpolel k - poel
nas formas verbais. Pode ocorrer em muitas Ausência de apócope
w - hithpalpel I - poal x
formas verbais, exceto, com o particípio.
x - nithpael m - tiphil
Terminações que modificam - E
h ‫ ה‬paragógico Usado para indicar a
Obsevação: Devemos observar, que no código morfológico inserção de letras em
usamos as letras p de perfeito (inglês pefect) e i para o imperfeito d ‫ ה‬direcional formações diversas.
(inglês imperfect). Usa-se v para designar forma do imperativo para n ‫ ן‬paragógico Aparece em muitas
distinguí-lo do imperfeito. formas.
x Ausência de acréscimo ou inserção de letra

Quere/Kethib - R
Usado para indicar termos q Significando de Kere: “como se lê”
que no texto da TaNaK se k Indica Kethib: “como se escreve”
escrevem de uma forma, mas, Ausência de Kere e Kethib: Leitura
38
O mesmo que Perfeito. x
39
lêem-se de outra forma. normal
O mesmo que perfeito.
Hebraico Instrumental 221 Hebraico Instrumental 222
Homônimo - H APÊNDICES
Usado para indicar palavras que x Quando não existe homônimo
possuem formas homônimas. Os a Quando há uma forma homônima
homônimos ocorrem com os b Quando há duas formas homônimas Os apêndices a seguir formam os paradigmas dos verbos
verbos, substantivos, adjetivos e c Quando a três formas homônimas hebreus. A finalidade é fornecer ao estudante uma fonte de pesquisa e
partículas. Etc... comparação quando em dúvida ante ao texto da TaNaK. Algumas
tabelas irão apresentar lacunas, quando elas ocorrerem, significará
Sufixo pronominal objetivo - S que o verbo não ocorre na TaNaK naquele grau, pessoa, número ou
Os sufixos pronominais objetivos Pessoa Gêneno Número gênero; nesse caso não representará dificuldade, pois, a sua não
podem ocorrer com substantivos, 1 sing. pl. m Maculino s Singular ocorrência eximirá o pesquisador de qualquer dificuldade.
adje-tivos, verbos, partículas, etc. 2 sing. pl. f Feminino p Plural
3 sing. pl. b Ambos d Dual
Começamos apresentando o paradigma do verbo forte, sempre
x Ausência x Ausência x Ausência
regular, ao depois do verbo fraco irregular, usando verbos fracos que
7. Exemplos do uso do código morfológico: se assemelham aos fortes em sua conjugação, e os naturalmente
fracos, portanto, irregulares.
a) Analise de termos e expressões hebraicos:
A tabela não é exaustiva, mas, apresenta de forma bem
‫ ֵהי ָכל‬- @ncmsa substancial uma lista de verbos muito freqüentes, portanto, poderá
‫ ָקדוֹשׁ‬- @amsa auxiliar bem na hora de dúvidas.
‫ ְל ִה ָלּ ֵחם‬- @vnc
Apresentamos, por fim, um reshimá, ou seja um rol de
b) Analise de termos e expressões aramaicos: vocábulos, com mais de oitocentas palavras selecionadas entres as
mais freqüentes no texto do Antigo Testamento. Esse vocabulário,
‫כל‬ó - %ncfsc não somente ajudará na confecção dos exercícios aqui apresentados,
‫ ֳק ָד ֵמיהוֹן‬- %ncmpc+S3mp bem como ajudará na tradução da Bíblia.
‫ זוֹ ֵתהּ‬- %ncfsc+S3ms Recomendamos ao estudioso que procure decorar um
vocabulário básico, isso tornará o trabalho de tradução menos
enfadonho e o tornará mais hábil na analise dos textos de seu
interesse.
I. PARADIGMA DO VERBO FORTE

Perfeito
Qal Nifael Piel Pual Hitpael Hifil Hofal
1cs yTil.j;ñq' yTil.j;ñq.nI yTil.Jñ;qi yTil.Jñ;qu yTil.Jñ;q;t.hi yTil.j;ñq.hi yTil.j;ñq.h'
2ms T'l.jñ;q' T'l.j;ñq.nI T'l.Jñ;qi T'l.Jñ;qu T'l.Jñ;q;t.hi T'l.j;ñq.hi T'l.j;ñq.h'
2fs T.l.j;q' T.l.j;q.nI T.l.J;qi T.l.J;qu T.l.J;q;t.hi T.l.j;q.hi T.l.j;q.h'
3ms lj;q' lj;q.nI lJeqi lJ;qu lJeq;t.hi lyjiq.hi lj;q.h'
3fs hl'j.q)" hl'j.q.nI hl'J.qi hl'J.qu hl'J.q;t.hi hl'yjñiq.hi hl'j.q.h'
1cp Wnl.j;ñq' Wnl.j;ñq.nI Wnl.Jñ;qi Wnl.Jñ;qu Wnl.Jñ;q;t.hi Wnl.j;ñq.hi Wnl.j;ñq.h'
2mp ~T,l.j;q. ~T,l.j;q.nI ~T,l.J;qi ~T,l.J;qu ~T,l.J;q;t.hi ~T,l.j;q.hi ~T,l.j;q.h'

2fp !T,l.j;q. !T,l.j;q.nI !T,l.J;qi !T,l.J;qu !T,l.J;q;t.hi !T,l.j;q.hi !T,l.j;q.h'

3cp Wlj.q)" Wlj.q.nI WlJ.qi WlJ.qu WlJ.q;t.hi Wlyjñiq.hi Wlj.q.h'

Hebraico Instrumental 224

Imperfeito
Qal Nifael Piel Pual Hitpael Hifil Hofal
1cs ljoq.a, ljeQ'a, lJeq;a] lJ;qua] lJeq;t.a, lyjiq.a; lj;q.a'
2ms ljoq.Ti ljeQ'Ti lJeq;T. lJ;quT. lJeq;t.Ti lyjiq.T; lj;q.T'
2fs ylij.q.Ti ylij.Q)"Ti yliJ.q;T. yliJ.quT. yliJ.q;t.Ti yliyjñiq.T; ylij.q.T'
3ms ljoq.yI ljeQ'yI lJeq;y> lJ;quy> lJeq;t.yI lyjiq.y: lj;q.y"
3fs ljoq.Ti ljeQ'Ti lJeq;T. lJ;quT. lJeq;t.Ti lyjiq.T; lj;q.T'
1cp ljoq.nI ljeQ'nI lJeq;n> lJ;qun> lJeq;t.nI lyjiq.n: lj;q.n"
2mp Wlj.q.Ti Wlj.Q)"Ti WlJ.q;T. WlJ.quT. WlJ.q;t.Ti Wlyjiq.T; Wlj.q.T'
2fp hn"l.joñq.Ti hn"l.jñ;Q'Ti hn"l.Jñeq;T. hn"l.Jñ;quT. hn"l.Jñeq;t.Ti hn"l.jeñq.T; hn"l.jñ;q.T'

3mp Wlj.q.yI Wlj.Q)"yI WlJ.q;y> WlJ.quy> WlJ.q;t.yI Wlyjñiq.y: Wlj.q.y"


3fp hn"l.joñq.Ti hn"l.jñ;Q'Ti hn"l.Jñeq;T. hn"l.Jñ;quT. hn"l.Jñeq;t.Ti hn"l.jñeq.T; hn"l.jñ;q.T'
Hebraico Instrumental 225

Imperativo do verbo forte


Qal Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal
2ms ljOq. ‫ַק ֵטּל ִה ָקּ ֵטל‬ ---- ‫ַה ְק ֵטל ִה ְת ַק ֵטּל‬ ------
2fs ‫ַק ְטּ ִלי ִה ָקּ ְט ִלי ִק ְט ִלי‬ ----- ‫ַה ְק ִטי ִלי ִה ְת ַק ְטּ ִלי‬ ------
2mp ‫ַק ְטּלוּ ִה ָקּ ְטלוּ ִק ְטלוּ‬ ----- ‫ַה ְק ִטילוּ ִה ְת ָק ְטּלוּ‬ ------
2fp hn'l.jOq ‫ַק ֵטּ ְלנָה ִה ְקּ ַט ְלנָה‬ ----- ‫ַה ְק ֵט ְלנָה ִה ְת ַק ֵטּלנָה‬ ------

Infinitivo do verbo forte


Qual Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal
Const. ljOq. ‫ַק ֵטּל ִה ָקּ ֵטל‬ ----- ‫ ַה ְק ִטיל ִה ְת ַק ֵטּל‬--------
Absol. ‫ ָקטוֹל‬ljOQhi lJOq; ----- ‫ָה ְק ֵטל ַה ְק ֵטל ִה ְת ַק ֵטּל‬
-------- ljQ.nI ‫טּל‬ ֵ ‫ַק‬ ----- ---------- ------- ------

Hebraico Instrumental 226


Particípio ativo do verbo forte
Qual Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal
ms ljeqo ------ ‫ְמ ַק ֵטּל‬ ------
‫ַמ ְק ִטיל ִמ ְת ַק ֵטּל‬ ------

mp ~ylij.qo ------ ‫ְמ ַק ְטּ ִלים‬ ------


‫ַמ ְק ִטי ִלים ִמ ְת ַק ְטּ ִלים‬ ------

fs hl'j.qo ------ ‫ְמ ַק ְטּ ָלה‬ ------


‫ַמ ְק ְט ָלה ִמ ְת ַק ְטּ ָלה‬ ------

fp twOl'j.qo ------ ‫ְמ ַק ְטּלוֹת‬ ------


‫ַמ ְק ְטלוֹת ִמ ְת ַק ְטּלוֹת‬ ------

Particípio passivo do verbo forte


Qual Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal
ms ------ ------ ------
‫נִ ְק ָטל ָקטוּל‬ ‫ְמ ֻק ָטּל‬ ‫ָמ ְק ָטל‬
mp ------ ------ ------
‫נִ ְק ָט ִלים ְקטוּ ִלים‬ ‫ְמ ֻק ָטּ ִלים‬ ‫ָמ ְק ָט ִלים‬
fs ------ ------ ------
‫נִ ְק ָט ָלה ְקטוּ ָלה‬ ‫ְמ ֻק ָטּ ָלה‬ ‫ָמ ְק ָט ָלה‬
fp ------ ------ ------
‫נִ ְק ָטלוֹת ְקטוּלוֹת‬ ‫ְמ ֻק ָטלוֹת‬ ‫ָמ ְק ָטלוֹת‬
Hebraico Instrumental 227
Perfeito com vav consecutivo
Qual Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal
Tñ'l.j;q'w> Tñ'l.j;q.nIw> T'ñl.J;qiw> -------- ---------- Tñ'l.j;q.hiw> --------
Perfeito com vav consecutivo
ljoq.YIw: ljeQ'YIw: lJeq;y>w: lJ;quy>w: lJeq;t.YIw: ljeq.Y:w: lj;q.Y"w:
Jussivo e coortativo
ljoq.yI ljeQ'yI lJeq;y> lJ;quy> lJeq;t.yI ljeq.y: lj;q.y"
hl'j.q.a, hl'j.Q)"ai hl'J.q;a] ---------- hl'J.q;t.a hl'yjñiq.a; ----------
Observação: observe-se o Hê final na forma do coortativo. O Hê coortativo ocorre como um
sufixo e, serve para dar ênfase ao verbo como se fosse um “imperativo”.

Hebraico Instrumental 228


II. PARADIGMA DO VERBO FRACO

Verbo fraco Pê-Nûn


Perfeito
Qal Nifal Hifil Hofal
1cs yTil.p;ñn" yTit;ñn" yTix.q;ñl' yTiv.G:ñnI yTid>G:ñhi yTid>Gñ:hu
2ms T'l.p;ñn" T't;ñn" T'x.q;ñl' T'v.Gñ:nI T'd>G:ñhi T'd>Gñ:hu
2fs T.l.p;n" T.t;n" T.x;q;l' T.v.G:nI T.d>G:hi T.d>G:hu
3ms lp;n" !t;n" xq;l' vG:nI dyGIhi dG:hu
3fs hl'p.n)" hn"t.n)" hx'q.l(' hv'G>nI hd'yGñihi hd'G>hu
1cp Wnl.p;ñn" WNt;ñn" Wnx.q;ñl' Wnv.Gñ:nI Wnd>Gñ:hi Wnd>Gñ:hu
2mp ~T,l.p;n> ~T,t;n> ~T,x.q;l. ~T,v.G:nI ~T,d>G:hi ~T,d>G:hu
2fp !T,l.p;n> !T,t;n> !T,x.q;l. !T,v.G:nI !T,d>G:hi !T,d>G:hu
3cp Wlp.n)" Wnt.n)" Wxq.l(' WvG>nI WdyGñihi WdG>hu
Hebraico Instrumental 229
Imperfeito
Qal Nifal Hifil Hofal Qal Nifal
1cs lPoa, !Tea, xQ;a, vgEN"a, DyGIa; dG:au
2ms lPoTi !TeTi xQ;Ti vgEN"Ti DyGIT; dG:Tu
2fs yliP.Ti ynIT.Ti yxiq.Ti yvig.N")Ti ydIyGñiT; ydIG>Tu
3ms lPoyI !TeyI xQ;yI vgEN"yI dyGIy: dG:yU
3fs lPoTi !TeTi xQ;Ti vgEN"Ti DyGIT; dG:Tu
1cp lPonI !TenI xQ;nI vgEN"nI DyGIn: dG:nU
2mp WlP.Ti WnTeTi Wxq.Ti Wvg.N)"Ti WdyGñiT; WdG>Tu
2fp hn"l.PoñTi hN"TeñTi hn"x.q;ñTi hn"v.ñg:N"Ti hn"d>GeñT; hn"d>Gñ:Tu
3mp WlP.yI WnT.yI Wxq.yI Wvg.N)"yI WdyGñiy: WdG>yU
3fp hn"l.PoñTi hN"TeñTi hn"x.q;ñTi hn"v.ñg:N"Ti hn"d>GeñT; hn"d>Gñ:T
Imperativo
ms. lpon> !Te Xq; vgEN"hi DGEh;

Hebraico Instrumental 230


Infinitivo construto
lpon> TTe tx;q;ñ vgEN"hi dyGIh; dG:hu
Infinitivo absoluto
lApn" !Atn" x:qol' vgEN"hi dGEh; dGEhu
Particípio
ms lpenO !tenO x:qel{ vG"nI dyGIm; dG"mu
Perfeito Pê-Gutural
Perfeito
Qal Qal Qal Nifal Hifil Hofal
1cs yTid>m; [' yTiq.zñ:x' yTir>m;ña' yTib.zñ:I[/n<) yTid>m;ñi[/h,( YTid>m;[\]h'(
2ms T'd>m;[' T'q.zñ:x' T'r>m;ña' T'b.zñi:[/n<) T'd>m;ñi[/h,( T'd>m;[\]h'(
2fs T.d>m;[' T.q.z:x' T.r>m;a' T.b.z:[/n<) T.d>m;[/h,( T.d>m;[\]h'(
3ms Dm;[' qz:x' rm;a' bz:[/n<) dymi[/h,( dm;[\]h'(
3fs hd'm.[(' hq'z>x(' hr'm.a(' hb'z>[/n<) hd'ymñi[/h,( hd'm.[']h'(
1cp Wnd>m;ñ[' Wnq.zñ:x' Wnr>m;ña' Wnb.zñi:[/n<) Wnd>m;ñi[/h,( Wnd>m;[\)h'(
2mp ~T,d>m;[] ~T,q.z:x] ~T,r>m;a] ~T,b.z:[/n<) ~T,d>m;[/h,( ~T,d>m;[\]h'(
2fp !T,d>m;[] !T,q.z:x] !T,r>m;a] !T,b.z:[/n<) !T,d>m;[/h,( !T,d>m;[\]h'(
3cp Wdm.[(' Wqz>x'( Wrm.a(' Wbz>[,n<) Wdymñi[/h,( Wdm.[']h'(
Hebraico Instrumental 231
Imperfeito
Qal Qal Qal Nifal Hifil Hofal
1cs dmo[/a, qz:x/a, rm;ao bzE['ae( dymi[]a;( dm;[\]a'(
2ms dmo[]T; qz:x/T, rm;aTo bzE['Te( dymi[]T;( dm;[\]T'(
2fs ydIm.[;T; yqiz>x,T, yrIm.aTo ybiz>['(Te( ydIymñi[]T;( ydIm.[']T'(
3ms dmo[]y: qz:x/y< rm;ayO bzE['yE) dymi[]y:) dm;[\]y"]
3fs dmo[]T; qz:x/T, rm;aTo bzE['Te( dymi[]T;( dm;[\]T'(
1cp dmo[]n: qz:x/n< rm;anO bzE['nE) dymi[]n:) dm;[')n")
2mp Wdm.[;T; Wqz>x,T, Wrm.aTo Wbz>['(Te( Wdymñi[]T;( Wdm.[']T'(
2fp hn"d>mño[]T; hn"q.z:ñx/T, hn"r>m;ñato hn"b.z:ñI['Te( hn"d>mñe[]T;( hn"d>mêi;[']T'(
3mp Wdm.[;y: Wqz>x,y< Wrm.ayO Wbz>['(yE) Wdymñi[]y:) Wdm.[']y"]
3fp hn"d>mño[]T; hn"q.z:ñx/T, hn"r>m;ñato hn"b.z:ñI['Te( hn"d>mñe[]T;( hn"d>mêi;[']T'(
Imperativo
ms dmo[] qz:x] rmoa/ bzE['he( dme[]h;( -----------
Infinitivo construto
dmo[] qz:x] rmoa/ bzE[')he( dymi[]h;( -----------

Hebraico Instrumental 232


Infinitivo absoluto
dAm[' qAzx' rAma' bAz[]n:) dme[]h;( dme[\)h'(
Particípio ----------
ms dme[o qzExo dmeao bz"[/n<) dymi[]m;( dm'[\m'(
Verbo Lâmedh-Gutural
Qal Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal
Perfeito
1cs yTi[.m;ñv' yTi[.B;ñv.nI yTix.L;ñvi yTix.L;ñvu yTi[.Gñ:T;v.hi yTix.l;ñv.hi yTix.l;ñv.h'
2ms T'[.m;ñv' T'[.B;ñv.nI T'x.L;ñvi T'x.L;ñvu T'[.Gñ:T;v.hi T'x.l;ñv.hi T'x.l;ñv.h'
2fs T.[;m;ñv' T.[;B;ñv.nI T.x;L;ñvi T.x;L;ñvu T.[;Gñ:T;v.hi T.x;l;ñv.hi T.x;l;ñv.h'
3ms [m;v' [B;v.nI xL;vi xL;vu [G:T;v.hi x:yliv.hi xl;v.h'
3fs h['m.v(' h['B.v.nI hx'L.vi hx'L.vu h['G>T;v.hi hx'yliv.hi hx'l.v.h'
1cp Wn[.m;ñv' Wn[.B;ñv.nI Wnx.L;ñvi Wnx.L;ñvu Wn[.Gñ:T;v.hi Wnx.l;ñv.hi Wnx.l;ñv.h'
2mp ~T,[.m;v' ~T,[.B;v.nI ~T,x.L;vi ~T,x.L;vu ~T,[.G:T;v.hi ~T,x.l;v.hi ~T,x.l;v.h'
2fp !T,[.m;v' !T,[.B;v.nI !T,x.L;vi !T,x.L;vu !T,[.G:T;v.hi !T,x.l;v.hi !T,x.l;v.h'
3cp W[m.v(' W[B.v.nI WxL.vi WxL.vu W[G>T;v.hi Wxylñiv.hi Wxl.v.h'
Hebraico Instrumental 233

Imperfeito
Qal Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal
1cs [m;v.a, [b;V'a, xL;v;a] xL;vua] [G:T;v.ai x:yliv.a; xl;v.a'
2ms [m;v.Ti [b;V'Ti xL;v;T. xL;vuT. [G:T;v.Ti x:yliv.T; xl;v.T'
2fs y[im.v.Ti y[ib.V('Ti yxiL.v;T. yxiL.vuT. y[iG>T;v.Ti yxiylñiv.T; yxil.v.T'
3ms [m;v.yI [b;V'yI xL;v;y> xL;vuy> [G:T;v.yI x:yliv.y: xl;v.y"
3fs [m;v.Ti [b;V'Ti xL;v;T. xL;vuT. [G:T;v.Ti x:yliv.T; xl;v.T'
1cp [m;v.nI [b;V'nI xL;v;n> xL;vun> [G:T;v.nI x:yliv.n: xl;v.n"
2mp W[m.v.Ti W[b.)V'Ti WxL.v;T. WxL.vuT. W[g>T;v.Ti Wxyliv.T; Wxl.v.T'
2fp hn"[.m;ñv.Ti hn"[.b;ñV'Ti hn"x.L;ñv;T. hn"x.L;ñvuT. hn"[.Gñ:T;v.Ti hn"x.l;ñv.T; hn"x.l;ñv.T'
3mp W[m.v.yI W[b.V('yI WxL.v;y> WxL.vuy> W[G>T;v.yI Wxyliv.y: Wxl.v.y"
3fp hn"[.m;ñv.Ti hn"[.b;ñV'Ti hn"x.L;ñv;T. hn"x.L;ñvuT. hn"[.Gñ:T;v.Ti hn"x.l;ñv.T; hn"x.l;ñv.T'

Hebraico Instrumental 234


Imperativo
Qal Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal
Impv. [m;v. [b;V'hi xL;v; ----------- [G:T;v.hi xl;v.h; -----------
Inf.Cs. [:mov. [b;V'hi xL;v; ----------- ----------- [:GET;v.hi x:yliv.h;
Inf.Ab. [A;mv' [:beV'hi x:Lev; ----------- ----------- ----------- x:lev.h;
--------------- [:Abv.nI ----------- ----------- ----------- ----------- -----------

Particípio
ms [:mevo [B'v.nI x:Lev;m. xL'vum. [:GET;v.mi x:yliv.m; xl'v.m'
fs t[;m;ñvo t[;B;ñv.nI hx'L.v;m. hx'L'vum. h['G>T;v.mi hx'yliv.m; hx'l'v.m'
fp tA[m.vo tA[B'v.nI tAxL.v;m. tAxL'vum. tA[G>T;v.mi tAxyliv.m; tAxl'v.m'
Hebraico Instrumental 235
Verbo Pê-Gutural
Perfeito
Qal Nifal Hifil Hofal
1cs yTid>m;ñi[' yTiq.zñ:x' yTir>m;ña' yTib.zñ:I[/n<) yTid>m;ñi[/h,( yTid>m;[\]h'(
2ms T'd>m;ñi[' T'q.zñ:x' T'r>m;ña' T'b.zñi:[/n<) T'd>m;ñi[/h,( T'd>m;[\]h'(
2fs T.d>m;[' T.q.z:x' T.r>m;a' T.b.z:[/n<) T.d>m;[/h,( T.d>m;[\]h'(
3ms dm;[' qz:x' rm;a' bz:[/n<) dymi[/h,( dm;[\]h'(
3fs hd'm.[(' hq'z>x(' hr'm.a(' hb'z>[/n<) hd'ymñi[/h,( hd'm.[']h'(
1cp Wnd>m;ñi[' Wnq.zñ:x' Wnr>m;ña' Wnb.zñi:[/n<) Wnd>m;ñi[/h,( Wnd>m;[\)h'(
2mp ~T,d>m;[] ~T,q.z:x] ~T,r>m;a] ~T,b.z:[/n<) ~T,d>m;[/h,( ~T,d>m;[\]h'(
2fp !T,d>m;[] !T,q.z:x] !T,r>m;a] !T,b.z:[/n<) !T,d>m;[/h,( !T,d>m;[\]h'(
3cp Wdm.[(' Wqz>x'( Wrm.a(' Wbz>[,n<) Wdymñi[/h,( Wdm.[']h'(

Hebraico Instrumental 236


Imperfeito
Qal Nifal Hifil Hofal
1cs dmo[/a, qz:x/a, rm;ao bzE['ae( dymi[]a;( dm;[\]a'(
2ms dmo[]T; qz:x/T, rm;aTo bzE['Te( dymi[]T;( dm;[\]T'(
2fs ydIm.[;T; yqiz>x,T, yrIm.aTo ybiz>['(Te( ydIymñi[]T;( ydIm.[']T'(
3ms dmo[]y: qz:x/y< rm;ayO bzE['yE) dymi[]y:) dm;[\]y"]
3fs dmo[]T; qz:x/T, rm;aTo bzE['Te( dymi[]T;( dm;[\]T'(
1cp dmo[]n: qz:x/n< rm;anO bzE['nE) dymi[]n:) dm;[')n")
2mp Wdm.[;T; Wqz>x,T, Wrm.aTo Wbz>['(Te( Wdymñi[]T;( Wdm.[']T'(
2fp hn"d>mño[]T; hn"q.z:ñx/T, hn"r>m;ñato hn"b.z:ñI['Te( hn"d>mñe[]T;( hn"d>mêi;[']T'(
3mp Wdm.[;y: Wqz>x,y< Wrm.ayO Wbz>['(yE) Wdymñi[]y:) Wdm.[']y"]
3fp hn"d>mño[]T; hn"q.z:ñx/T, hn"r>m;ñato hn"b.z:ñI['Te( hn"d>mñe[]T;( hn"d>mêi;[']T'(
Imperativo
Qal Qal Qal Nifal Hifil hofal
dmo[] qz:x] rmoa/ bzE['he( dme[]h;( -------------
Infinitivo construto
dmo[] qz:x] rmoa/ bzE[')he( dymi[]h;( -------------
Infinitivo absoluto
Hebraico Instrumental 237

dAm[' qAzx' rAma' bAz[]n:) dme[]h;( dme[\)h'(


Particípio
dme[o qzExo dmeao bz"[/n<) dymi[]m;( dm'[\m'(
Ayîn-Gutural
Perfeito
Qal Nifal Piel Pual Hitpael
1cs yTir>x;ñB' yTir>x;ñb.nI ytin>a;ñme yTir>h;ñmi yTik.r;ñBo yTim.x;ñru yTik.r;ñB't.hi
2ms T'r>x;ñB' T'r>x;ñb.nI T'n>a;ñme T'r>h;ñmi T'k.r;ñBo T'm.x;ñru T'k.r;ñB't.hi
2fs T.r>x;B' T.r>x;b.nI T.n>a;me T.r>h;mi T.k.r;Bo T.m.x;ru T.k.r;B't.hi
3ms rx;B' rx;b.nI !aeme rh;mi %r;Bo ~x;ru %reB't.hi
3fs hr'x]B' hr'x]b.nI hn"a]m(e hr'h]mi hk'r>Bo hm'x]ru hk'r>B'(t.hi
1cp Wnr>x;ñB' Wnr>x;ñb.nI WNa;ñm(e Wnr>h;ñmi Wnk.r;ñBo Wnm.x;ñru Wnk.r;ñB't.hi
2mp ~T,r>x;B. ~T,r>x;b.nI ~T,n>a;me ~T,r>h;mi ~T,k.r;Bo ~T,m.x;ru ~T,k.r;B't.hi
3cp Wrx]B(' Wrx]b.nI Wna]me Wrh]mi Wkr>Bo Wmx]ru Wkr>B'(t.hi
2fp !T,r>x;B. !T,r>x;b.nI !T,n>a;me !T,r>h;mi !T,k.r;Bo !T,m.x;ru !T,k.r;B't.hi

Hebraico Instrumental 238


Imperfeito
Qal Nifal Piel Piel Pual Pual hithpael
‫בחר‬ ‫בחר‬ ‫ברְך‬ ‫רחם‬ ‫ברְך‬ ‫רחם‬ ‫ברְך‬
1cs rx;b.a, rxeB'a, %reb'a] ~xer;a] %r;boa] ~x;rua] %reB't.a,
2ms rx;b.Ti rxeB'Ti %reb'T. ~xer;T. %r;boT. ~x;ruT. %reB't.Ti
2fs yrIx]b.Ti yrIx]B'(Ti ykIr]b('T. ymix]r;T. ykir>boT. ymix]ruT. ykir>B'(t.Ti
3ms rx;b.yI rxeB'yI %reb'y> ~xer;y> %r;Boy> ~x;ruy> %reB't.yI
3fs rx;b.Ti rxeB'Ti %reb'T. ~xer;T. %r;boT. ~x;ruT. %reB't.Ti
1cp rx;b.nI rxeB'nI %reb'n> ~xer;n> %r;bon> ~x;run> %reB't.nI
2mp Wrx]b.Ti Wrx]B'(Ti Wkreb'T. Wmxer;T. Wkr>boT. Wmx]ruT. Wkr>B'(t.Ti
2fp hn"r>x;ñb.Ti hn"r>x;ñB'Ti hn"k.rñeb'T. hn"m.xñer;T. hn"k.r;ñboT. hn"m.x;ñruT. hn"k.rñeB't.Ti
3mp Wrx]b.yI Wrx]B('yI Wkr]b('y> Wmx]r;y> Wkr>boy> Wmx]ruy> Wkr>B('t.yI
3fp hn"r>x;ñb.Ti hn"r>x;ñB'Ti hn"k.rñeb'T. hn"m.xñer;T. hn"k.r;ñboT. hn"m.x;ñruT. hn"k.rñeB't.Ti
Hebraico Instrumental 239

Imperativo
Qal Nifal Piel Piel Pual Pual hithpael
ms rx;B. rxeB'hi !aem' ~xer; ----------- ----------- %reB't.hi
Infinitivo construto
rxoB. rxeB'hi !aem' ~xer; ----------- ----------- %reB't.hi
Infinitivo absoluto
rAxB' rAxb.nI !aem' ~xer; ----------- ----------- %reB't.hi
Particío ativo
ms rxeBo rx'b.nI !aem'm. -------- %r'bom. ~x'rum. -----------
Particípio passivo
fp tArx]Bo tArx'b.nI --------- ------- tAkr'bom. tAmx'rum. tAkr>B'(t.mi

Hebraico Instrumental 240


Verbo Lâmedh-Aleph
Perfeito
Qal Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hophal
1cs ytiac'ñm' ytiacñem.nI ytiaCñemi ytiaC'ñmu ytiaCñem;t.hi ytiaceñm.hi ytiac'ñm.hu
2ms t'ac'ñm' t'acñem.nI t'aCeñmi t'aC'ñmu t'acñem;t.hi t'aceñm.hi t'ac'ñm.hu
2fs tac'm' tacem.nI taCemi taC'mu taCem;t.hi tacem.hi tac'm.hu
3ms ac'm' ac'm.nI aCemi aC'mu aCem;t.hi aycim.hi ac'm.hu
3fs ha'c.m(' ha'c.m.nI ha'C.mi ha'C.mu ha'C.m;t.hi ha'ycñim.hi ha'c.m.hu
1cp Wnac'ñm' Wnacñem.nI WnaCñemi WnaC'ñmu WnaCñem;t.hi Wnaceñm.hi Wnac'ñm.hu
2mp ~t,ac'm. ~t,acem.nI ~t,aCemi ~t,aC'mu ~t,aCem;t.hi ~t,acem.hi ~t,ac'm.hu
2fp !t,ac'm. !t,acem.nI !t,aCemi !t,aC'mu !t,aCem;t.hi !t,acem.hi !t,ac'm.hu
3cp Wac.m(' Wac.m.nI WaC.mi WaC.mu WaC.m;t.hi Waycñim.hi Wac.m.hu
Hebraico Instrumental 241

Imperfeito
Qal Nifal Piel Pual Hithpael Hifil hofal
1cs ac'm.a, aceM'a, aCem;a] aC'mua] aCem;t.a, aycim.a; ac'm.au
2ms ac'm.Ti aceM'Ti aCem;T. aC'muT. aCem;t.Ti aycim.T; ac'm.Tu
2fs yaic.m.Ti yaic.M('Ti yaiC.m;T. yaiC.muT. yaiC.m;t.Ti yaiycñim.T; yaic.m.Tu
3ms ac'm.yI aceM'yI aCem;y> aC'muy> aCem;t.yI aycim.y: ac'm.yU
3fs ha'c.m(' ha'c.m.nI ha'C.mi ha'C.mu ha'C.m;t.hi ha'ycñim.hi ha'c.m.hu
1cp ac'm.nI aceM'nI aCem;n> aC'mun> aCem;t.nI aycim.n: ac'm.nU
2mp Wac.m.Ti Wac.M'Ti WaC.m;T. WaC.muT. WaC.m;t.Ti Waycñim.T; Wac.m.TU
2fp hn"ac,ñm.Ti hn"acñ,M'Ti hn"aC,ñm;T. hn"aCñ,muT. hn"aCñ,m;t.Ti hn"acñ,m.T; hn"acñ,m.Tu
3mp Wac.m.yI Wac.M('yI WaC.m;y> WaC.muy> WaC.m;t.yI Waycñim.y: Wac.m.yU
3fp hn"ac,ñm.Ti hn"acñ,M'Ti hn"aC,ñm;T. hn"aCñ,muT. hn"aCñ,m;t.Ti hn"acñ,m.T; hn"acñ,m.Tu

Hebraico Instrumental 242


Imperativo
fs ac'm. aceM'hi aCem; ----------- aCem;t.hi acem.h; -----------
Infinitivo construto
acom. aceM'hi aCem; ----------- aCem;t.hi aycim.h; -----------
Infinitivo absoluto
Qal Nifal Piel Pual Hithpael Hifil hofal
aAcm' acom.nI aCom; ---------- aCem;t.hi acem.h; ----------
Particípio Construto
ms acemo ac'm.nI aCem;m. aC'mum. aCem;t.mi aycim.m; ac'm.mu
fs tacemo Tacem.nI taCem;m. ha'C'mum. taCem;t.mi ha'ycim.m; ha'c'm.mu
------------- ha'c'm.nI ha'C.m;m. ---------- ha'C.m;t.mi ---------- ----------
fp tAac.mo tAac'm.nI tAaC.m;m. tAaC'mum. tAaC.m;t.mi tAaycim.m; tAac'm.mu
Hebraico Instrumental 243
Verbo Lêmdh-Gutural
Perfeito
Qal Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hofal
1cs yTi[.m;ñv' yTi[.B;ñv.nI yTix.L;ñvi yTix.L;ñvu yTi[.Gñ:T;v.hi yTix.l;ñv.hi yTix.l;ñv.h'
2ms T'[.m;ñv' T'[.B;ñv.nI T'x.L;ñvi T'x.L;ñvu T'[.Gñ:T;v.hi T'x.l;ñv.hi T'x.l;ñv.h'
2fs T.[;m;ñv' T.[;B;ñv.nI T.x;L;ñvi T.x;L;ñvu T.[;Gñ:T;v.hi T.x;l;ñv.hi T.x;l;ñv.h'
3ms [m;v' [B;v.nI xL;vi xL;vu [G:T;v.hi x:yliv.hi xl;v.h'
3fs h['m.v(' h['B.v.nI hx'L.vi hx'L.vu h['G>T;v.hi hx'yliv.hi hx'l.v.h'
1cp Wn[.m;ñv' Wn[.B;ñv.nI Wnx.L;ñvi Wnx.L;ñvu Wn[.Gñ:T;v.hi Wnx.l;ñv.hi Wnx.l;ñv.h'
2mp ~T,[.m;v' ~T,[.B;v.nI ~T,x.L;vi ~T,x.L;vu ~T,[.G:T;v.hi ~T,x.l;v.hi ~T,x.l;v.h'
2fp !T,[.m;v' !T,[.B;v.nI !T,x.L;vi !T,x.L;vu !T,[.G:T;v.hi !T,x.l;v.hi !T,x.l;v.h'
3cp W[m.v(' W[B.v.nI WxL.vi WxL.vu W[G>T;v.hi Wxylñiv.hi Wxl.v.h'

Hebraico Instrumental 244


Imperfeito
Qal Nifal Piel Pual Hithpael Hifil Hofal
1cs [m;v.a, [b;V'a, xL;v;a] xL;vua] [G:T;v.ai x:yliv.a; xl;v.a'
2ms [m;v.Ti [b;V'Ti xL;v;T. xL;vuT. [G:T;v.Ti x:yliv.T; xl;v.T'
2fs y[im.v.Ti y[ib.V('Ti yxiL.v;T. yxiL.vuT. y[iG>T;v.Ti yxiylñiv.T; yxil.v.T'
3ms [m;v.yI [b;V'yI xL;v;y> xL;vuy> [G:T;v.yI x:yliv.y: xl;v.y"
3fs [m;v.Ti [b;V'Ti xL;v;T. xL;vuT. [G:T;v.Ti x:yliv.T; xl;v.T'
1cp [m;v.nI [b;V'nI xL;v;n> xL;vun> [G:T;v.nI x:yliv.n: xl;v.n"
2mp W[m.v.Ti W[b.)V'Ti WxL.v;T. WxL.vuT. W[g>T;v.Ti Wxyliv.T; Wxl.v.T'
2fp hn"[.m;ñv.Ti hn"[.b;ñV'Ti hn"x.L;ñv;T. hn"x.L;ñvuT. hn"[.Gñ:T;v.Ti hn"x.l;ñv.T; hn"x.l;ñv.T'
3mp W[m.v.yI W[b.V('yI WxL.v;y> WxL.vuy> W[G>T;v.yI Wxyliv.y: Wxl.v.y"
3fp hn"[.m;ñv.Ti hn"[.b;ñV'Ti hn"x.L;ñv;T. hn"x.L;ñvuT. hn"[.Gñ:T;v.Ti hn"x.l;ñv.T; hn"x.l;ñv.T'
Hebraico Instrumental 245
Imperativo
Qal Nifal Piel Pual Hithpael Hifil Hofal
fs [m;v. [b;V'hi xL;v; ---------- [G:T;v.hi xl;v.h; ----------
Infinitivo construto
[:mov. [b;V'hi xL;v; ---------- ---------- [:GET;v.hi x:yliv.h;
Infinitivo Absoluto
[A;mv' [:beV'hi x:Lev; ---------- ---------- ---------- x:lev.h;
---------------- [:Abv.nI ---------- ---------- ---------- ---------- ----------
Particípio
ms [:mevo [B'v.nI x:Lev;m. xL'vum. [:GET;v.mi x:yliv.m; xl'v.m'
fs t[;m;ñvo t[;B;ñv.nI hx'L.v;m. hx'L'vum. h['G>T;v.mi hx'yliv.m; hx'l'v.m'
fp tA[m.vo tA[B'v.nI tAxL.v;m. tAxL'vum. tA[G>T;v.mi tAxyliv.m; tAxl'v.m'

Hebraico Instrumental 246


Verbo Lêmedh-Hê
Perfeito
Qal Nifal Piel Pual Hitpael Hifil Hophal
1cs ytiylñiG" ytiylñeg>nI ytiyLñiGI ytiyLñeGU ytiyLñiG:t.hi ytiylñig>hi/ytiyleñg>hi ytiylñeg>h'
2ms t'ylñiG" t'ylñeg>nI t'yLñiGI t'yLeñGU t'yLñiG:t.hi t'ylñig>h/i t'ylñeg>hi t'yleñg>h'
2fs tyliG" tyleg>nI tyLiGI tyLeGU tyLiG:t.hi tylñig>hi/tylñeg>hi tyleg>h'
3fs ht'l.G" ht'l.g>nI ht'L.GI ht'L.GU ht'L.G:t.hi ht'l.g>hi ht'l.g>h'
3ms hl'G" hl'g>nI hL'GI hL'GU hL'G:t.hi hl'g>h,/hl'g>hi hl'g>h'
1cp WnylñiG" Wnylñig>nI WnyLñiGI WnyLñeGU WnyLñiG:t.hi Wnylñig>hi Wnylñeg>h'
2mp ~t,yliG> ~t,yleg>nI ~t,yLiGI ~t,yLeGU ~t,yLiG:t.hi ~t,ylig>h/i ~t,yleg>hi ~t,yleg>h'
2fp !t,yliG> !t,yleg>nI !t,yLiGI !t,yLeGU !t,yLiG:t.hi !t,ylig>hi/!t,yleg>hi !t,yleg>h'
3cp WlG" Wlg>nI WLGI WLGU WLG:t.hi Wlg>hi Wlg>h'
Hebraico Instrumental 247
Imperfeito
Qal Nifal Piel Pual Hithpael Hifil Hofal
1cs hl,g>a, hl,G"a, hL,g:a] hL,gUa] hL,G:t.a, hl,[]a; hl,g>a'
2ms hl,g>Ti hl,G"Ti hL,g:T. hL,gUT. hL,G:t.Ti hl,[]T; hl,g>T'
2fs ylig>Ti yliG"Ti yLig:T. yLigUT. yLiG:t.Ti yli[]T; ylig>T'
3ms hl,g>yI hl,G"yI hL,g:y> hL,gUy> hL,G:t.yI hl,[]y: hl,g>y"
3fs hl,g>Ti hl,G"Ti hL,g:T. hL,gUT. hL,G:t.Ti hl,[]T; hl,g>T'
1cp hl,g>nI hl,G"nI hL,g:n> hL,gUn> hL,G:t.nI hl,[]n: hl,g>n"
2mp Wlg>Ti WlG"Ti WLg:T. WlgUT. WLG:t.Ti Wl[]T; Wlg>T'
2fp hn"yl,ñg>Ti hn"ylñ,G"Ti hn"yL,ñg:T. hn"yL,ñgUT. hn"yLño,G:t.Ti hn"ylño,[]T; hn"yl,ñg>T'
3mp Wlg>yI WlG"yI WLg:y> WlgUy> WLG:t.yI Wl[]y: Wlg>y"
3fp hn"yl,ñg>Ti hn"yl,ñG"Ti hn"yL,ñg:T. hn"yL,ñgUT. hn"yLño,G:t.Ti hn"ylño,[]T; hn"yl,ñg>T'

Hebraico Instrumental 248

Infinivo construto
tAlG> tAlG"hi tALG: tALGU tALG:t.hi tAlg>h; --------
Infinitivo contruto

AlG" / hl{G" hl{g>nI / hleG"hi hLeG: / hL{G: ------- -------- hleg>h; hleg>h'
Particípio
ms hl,GO hl,g>nI hL,g:m. hL,gUm. hL,G:t.mi hl,g>m; hl,g>m'
fs hl'GO hl'g>nI hL'g:m. hL'gUm. hL'G:t.mi hl'g>m; hl'g>m'
fp tAlGO tAlg>nI tALg:m. tALgUm. tALG:t.mi tAlg>m; tAlg>m'
Hebraico Instrumental 249

Verbo Pê-Vav / Pê-Yôdh


Perfeito
Qal Qal Nifal Hifil Hifil Hophal
1cs yTib.v;ñy" --------- yTid>l;ñAn yTid.l;ñAh yTib.j;ñyhe yTil.b;ñWh
2ms T'b.v;ñy" --------- T'd>l;ñAn T'd.l;ñAh T'b.j;ñyhe T'l.b;ñWh
2fs T.b.v;y" --------- T.d>l;An T.d.l;Ah T.b.j;yhe T.l.b;Wh
3ms bv;y" --------- dl;An dyliAh byjiyhe lb;Wh
3fs hb'v.y") --------- hd'l.An hd'ylñiAh hb'yjñiyhe hl'b.Wh
1cp Wnb.v;ñy" --------- Wnd>l;ñAn Wnd.l;ñAh Wnb.j;ñyhe Wnl.b;ñWh
2mp ~T,b.v;y> --------- ~T,d>l;An ~T,d.l;Ah ~T,b.j;yhe ~T,l.b;Wh
2fp !T,b.v;y> --------- !T,d>l;An !T,d.l;Ah !T,b.j;yhe !T,l.b;Wh
3cp Wbv.y)" --------- Wdl.An WdylñiAh Wbyjñiyhe Wlb.Wh

Hebraico Instrumental 250

Imperfeito
Qal Qal Nifal Hifil Hifil Hofal
1cs bveae bj;yai dleW"a, dyliAa byjiyae lb;Wa
2ms bveTe bj;yTi dleW"Ti dyliAT byjiyTE lb;WT
2fs ybiv.Te ybij.yTi ydIl.W)"Ti ydiylñiAT ybiyjñiyTE ylib.WT
3ms bveyE bj;yyI dleW"yI dyliAy byjiyyE lb;WY
3fs bveTe bj;yTi dleW"Ti dyliAT byjiyTE lb;WT
1cp bvenE bj;ynI dleW"nI dyliAn byjiynE lb;Wn
2mp Wbv.Te Wbj.yTi Wdl.W"Ti WdylñiAT WbyjñiyTe Wlb.WT
2fp hn"b.v;ñTe hn"b.j;ñyTi hn"d>l;ñW"Ti hn"d.lñeAT hn"b.jeñyTe hn"l.b;ñWT
3mp Wbv.yE Wbj.yyI Wdl.W)"yI WdylñiAy WbyjñiyyE Wlb.Wy
3fp hn"b.v;ñTe hn"b.j;ñyTi hn"d>l;ñW"Ti hn"d.lñeAT hn"b.jñeyTe hn"l.b;ñWT
Hebraico Instrumental 251

Infinitivo construto
tb,v,ñ -------- bveW"hi byviAh -------- --------
Infinitivo absoluto
bAvy" -------- bveW"hi bveAh -------- --------
Particípio
ms bveyO bjeyO bv'An byviAm byjiyme lb'Wm
fs tb,vñ,yO -------- tb,vñ,An tb,vñ,Am -------- tl,bñ,Wm
fp tAbv.yO -------- tAbv'An tAbyviAm -------- tAlb'Wm

Hebraico Instrumental 252

Verbo Ayin-Vav/ Ayin-Yôdh


Perfeito
Qal Nifal Polel Polal Hifil Hophal
1cs yTim.q;ñ ytiAcñWpn> yTin>nñ:AK yTin>nñ:AK ytiAmñyqih] yTim.q;ñWh
2ms T'm.q;ñ t'AcñWpn> T'n>n:ñAK T'n>n:ñAK t'Amñyqih] T'm.q;ñWh
2fs T.m.q; tAcWpn> T.n>n:AK T.n>n:AK tAmyqih] T.m.q;Wh
3ms ~q' #Apn" !nEAK !n:AK ~yqihe ~q;Wh
3fs hm'q'ñ hc'Apñn" hn"n>AK hn"n>AK hm'yqñihe hm'q.Wh
1cp Wnm.q;ñ WnAcñWpn> WNnñ:AK WNnñ:AK WnAmñyqih] Wnm.q;ñWh
2mp ~T,m.q; ~t,Acpon> ~T,n>n:AK ~T,n>n:AK ~t,Amyqih] ~T,m.q;Wh
2fp !T,m.q; !t,Acpon> !T,n>n:AK !T,n>n:AK !t,Amyqih] !T,m.q;Wh
3cp Wmq'ñ Wcpoñn" Wnn>AK Wnn>AK Wmyqñihe Wmq.Wh
Hebraico Instrumental 253

Imperfeito
Qal Nifal Polel Polal Hifil Hofal
1cs ~Wqa' !AKa, !nEAka] !n:Aka] ~yqia' ~q;Wa
2ms ~WqT' !AKTi !nEAkT. !n:AkT. ~yqiT' ~q;WT
2fs ymiWqññT' ynIAKñTi ynIn>AkT. ynIn>AkT. ymiyqñiT' ymiq.WT
3ms ~Wqy" !AKyI !nEAky> !n:Aky> ~yqiy" ~q;Wy
3fs ~WqT' !AKTi !nEAkT. !n:AkT. ~yqiT' ~q;WT
1cp ~Wqn" !AKnI !nEAkn> !n:Akn> ~yqin" ~q;Wn
2mp WmWqñT' WnAKñTi Wnn>AkT. Wnn>AkT. WmyqñiT' Wmq.WT
2fp hn"ym,ñWqT. hN"AKñTi hN"nEñAkT hN"n:ñAkT. hn"ym,ñyqiT. hn"m.q;ñWT
3mp WmWqññy" WnAKñyI Wnn>Aky> Wnn>Aky> Wmyqñiy" Wmq.Wy
3fp hn"ym,ñWqT. hN"AKñTi hN"nEñAkT. hN"n:ñAkT. hn"ym,ñyqiT. hn"m.q;ñWT

Hebraico Instrumental 254

Imperativo
Qal Nifal Polel Polal Hifil Hofal
ms ~Wq !AKhi !nEAK ----------- ~qeh' -----------
Infinitivo construto
tyvi aAB !AKhi !nEAK ----------- ~yqih' ~q;Wh
Infinitivo absoluto
~Af ~Aq !AKhi ----------- ~qeh' -----------
Particípio
ms aB' !Akn" !nEAkm. !n"Akm. ~yqime ~q'Wm
fs ha'B' hn"Akn> tn<n<ñAkm. hn"n"Akm. hm'yqim. hm'q'Wm
fp tAaB' TaNaKn> tAnn>Akm. tAnn"Akm. tAmyqim. tAmq'Wm
Hebraico Instrumental 255

Verbo Ayin duplo


Perfeito
Qal Qal Nifal Hifil Hophal
1cs ytiABñs; ytiAMñT; ytiABñs;n> ytiABñsih] ytiABñs;Wh
2ms t'Abñs; t'AMñT; t'ABñs;n> t'ABñsih] t'ABñs;Wh
2fs tABs; tAMT; tABs;n> tABsih] tABs;Wh
3ms bb;s' ~T; bs;n" bsehe bs;Wh
3fs hb'b]s(' hM'T;ñ hB's;n" hB'señhe hB's;ñWh
1cp WnABñs; WnAMñT; WnABñs;n> WnABñsih] WNABñs;Wh
2mp ~t,Abs; ~t,AMT; ~t,ABs;n> ~t,ABsih] ~t,ABs;Wh
2fp !t,ABs; !t,AMT; !t,ABs;n> !t,ABsih] !t,ABs;Wh
3cp Wbb]s(' WMT;ñ WBs;ñn" WBseñhe WBs;ñWh

Hebraico Instrumental 256

Imperfeito
Qal Qal Nifal Hifil Hofal
1cs bsoa' ~t;ae bS;a, bsea' bs;Wa
2ms bsoT' ~t;Te bS;Ti bseT' bs;WT
2fs yBisoñT' yMit;ñTe yBiS;ñTi yBiseñT' yBis;ñWT
3ms bsoy" ~t;yE bS;yI bsey" bs;Wy
3fs bsoT' ~t;Te bS;Ti bseT' bs;WT
1cp bson" ~t;nE bS;nI bsen" bs;Wn
2mp WBsoñT' WMt;ñTe WBS;ñTi WBseñT' WBs;ñWT
2fp hn"yB,ñsuT. hn"yM,ñt;Te hn"yB,ñS;Ti hn"yBeñsiT. hn"yB,ñs;WT
3mp WBsoñy" WMt;ñye WBS;ñyI WBseñy" WBs;ñWy
3fp hn"yB,ñsuT. hn"yM,ñt;Te hn"yB,ñS;Ti hn"yB,ñsiT. hn"yBñs,;WT
Hebraico Instrumental 257

Imperativo
ms Qal Qal Nifal piel Pual
bso ~T; bS;hi bseh' ---------------

fs yBisoñ yMiT;ñ yBiseñh' ---------------


Infinitivo absoluto
bso ~T; bSehi bseh' ---------------
Infinitivo absoluto
bAbs' ------------- bAShi bseh' ---------------
Particípio
ms bbeso ~T; bs'n" bseme bs;Wm
fs tb,b,ñso hM'T; hB's;n> hB'sim. hB's;Wm
fp tAbb]so tAMT; tABs;n> tABsim. tABs;Wm
Hebraico Instrumental 259

III. ANÁLISE MORFOLÓGICA


Daniel 3.1-3 (texto aramaico)
Salmo Primeiro (texto hebreu) 1
rC:ån<d>k;Wbn> %npn aK'ªl.m; %ncmsd+Pa ‘db;[] %vNp3ms ~leäc.
1 %ncmsn bh;êd>-yDI( %Pr+ncmsn ‘HmeWr %ncmsc !yMiäa %ncfpn !yTiêvi
vyaiªh'-yrev.(a;î @Pi +Pa+ncmsarv<Üa] @Pr al{ï @Pn %l;h' @vqp3ms %acpn HyEßt'P. %ncmsc !yMiäa %ncfpn tvi_ %afsn ‘Hmeyqia]
tc;ç[]B; @Pp+afsc ~y[iîv'ñr. @ncmpa%r,d,äb.W @Pc+Pp+ncmsa ~yaiJ'x;â %vAp3ms+S3ms t[;äq.biB. %Pp+ncfsc ar'êWD %npn tn:ßydIm.Bi
@
Pa+ampa al @Pn dm'_[' @ vqp3pms bv;îAmb.W @Pc+Pp+ncmsc ~yciªl÷e
%Pp+ncfsc lb,(B' %npn
@
vqPmp al{å @Pd bv'(y" @vqp3ms
2
rC:ån<d>k;Wbn>W %Pc+npn aK'‡l.m; %Pa+ncmsd xl;‡v. %vNp3ms vn:åk.mil.
2
yKiÛPc ~aiî@@
Pd tr;îAtB. @
Pp+ncfsc hw"©hy> @
npa Acïp.x,ñ %Pp+vNc aY"³n:P.r>D;v.x;a]l;( %Pp+ncnod+Pa aY"ån:g>si %ncmpd+Pa at'‡w"x]p;W¥
@
ncmsc+S3ms Atðr'Atb.W Pc+ncfsc+S3ms hG<©h.y< @vqi3ms
@
~m'îAy @
ncmsa
%Pc+nmpd+Pa ûaY"r;z>G"r>d;a] %ncmpd+Pa aY"Ür;b.d’g' > %ncmpd+Pa ‘aY"r;b.t'D>
hl'y>l")w" @Pc+ncmsa %ncmpd+Pa ayEëT'p.Ti %ncmpd+Pa lkoßw> %Pc+ncmsn ynEåjol.v % i ncmpc
3 @
at'_n"ydI(m. %Pp+ncfsd+Pa ‘atemel. %Pp+vNc tK;änUx]l; %Pp+ncfsc am'êl.c;
Pc+vqq3ms #[eK. @Pp+ncmsa lWtáv' @vqsmsa ygEòl.P;-l[;(
hy"©h'w>)
@
%ncmsd+Pa yDIî %Pr ~yqEßh] %vBp3ms rC:ïn<d>k;Wbn. %npn aK'(l.m;
Pp+ncmpc ~yIm"ï @ncmpa rv<Üa] @
PrŸAy“r>Pi @ncmsc+S3ms !TeìyI %npmsd+Pa
@
vq3ms ATª[iB. @Pp+ncfsc+S3ms Whleî['w> @Pc+ncmsc+S3ms lAB+yI-
3
al{) @Pn+vq3ms lkoßw> @Pc+ncmsa hf,ä[]y:-rv,a] @Pr+vqi3ms x;yli(c.y: !yId‡a; Be %Pp+Pd !yvi‡N>K;t.mi( %vSPmsn aY"³n:P.r>D;v.x;a] %ncmpd+Pa aY"ån:g>si
@
vhi3ms %ncmpd+Pa at'‡w"x]p;W¥ %Pc+ncmpd+Pa aY"år;z>G"r>d;a] %ncmpd+Pa ûaY"r;b.d'g>
%ncmpd+Pa aY"÷r;b.t’D ' > %ncmpd+Pa ayE©T'p.Ti %ncmpd+Pa lkow% > Pc+nmsn
4
!kEï-al{ @Pn+pd~y[i_v'r>h' @amsa yKiî @Pc #MoªK÷-; ~ai @
Pd+Pc+ncmsa ynEåjol.v% i ncmpc at'ên"ydI(m. %ncfsd+Pa tK;änUx]l%Pp+ncfsc am'êl.c;
WNp,îD>Ti-rv,a] @Pr+vqi3fs+S3ms x;Wr) @ncbsa %ncmsd+Pa yDIî %Pr yqEßh% ] ncfsc rC:ån<d>k;Wbn> %npn aK'_l.m; %ncmsd+Pa
Α!ymiy>q")w>Ð ¿!ymia]q'w>À %Pc+vNPmpn (kethib) lbeäq\l' %Pp+Pp am'êl.c;
5
!KEÜ-l[;
Pp+Pd WmqUåy"-al{ @Pn+vqi3mp ~y[iv'r> @ampa
@
jP'_v.MiB; %ncmd+Pa yDI %Pr ~yqeh] % vb3mp rC;n<d>k;Wbn> npd
@
Pp+Pa+ncmsa ~yaiªJ'x;w÷> @Pc+ncmpa td;î[]B; @Pp+ncfsc ~yqI)yDIc; @
ampa

6
[;deäAy-yKi( @Pc+vqPms hw"hy>â @npa %r,D, @ncbsa ~yqI+yDIc; @
ampa
%r,d,Þw> @Pc+ncbsa ~y[iäv'r> @ampa dbe(aTo @vqi3ms
Hebraico Instrumental 260 Hebraico Instrumental 261

VOCABULÁRIO HEBREU lh,ao‡ m. tenda, barraca.


a Aleph !ylih;ao pl., irregular, tendas.
ba; , ybia} pai aB:a' (pai, papai). @w<a<‡, m., vaidade, impiedade.
t/ba; pl., forma f., pais. yl''Wa adv., composto, yl'+/a - talvez.
db'a; perecer. no hiph, destruir. r/a ser luz, brilhar, luzir; r/a, m., luz.
hb;a; m., querer. r/am; m., luz, luminar.
@/ybia, pobre. za; adv. então.
lb;a} adversativa - mas. @z,a‡o f., ouvido.
&l,m,ybia} Abimeleque. ja; m., irmão. f., t/ja;, irmã.
@b,a, pedra, qba no nifal, lutar, pelejar, não se usa no qal. ba;j]a' Acabe.
!h;r;b]a' Abraão. dj''a, m., um, tj''a' f., uma.
!d;a; m. homem gener. - n. p., Adão. rj''a' adv., depois, prep., após, atrás.
hm;d;a} f., terra, solo, chão. yrej}a' depois de.
@/da; m., senhor. rjea' adj., outro, pl. !yrijea'
yni/da} meu senhor. @/rj}a' adj., ulterior, vindouro, @/rh}a' Aarão
yn;/da} pl. ,majestático. Senhor. tyrIj}a' f., fim, último, fim remoto, (tp.)
yn''/da} meu senhor. yae onde. de yae; com h local hYeao oonde
tr,D,‡a' f., manto, casaco. byeao m., inimigo. Part . pres. de by""a; oodiar.
Ha; interj. – Ah! dyae m., calamidade
bj''a; amar. &yae adv., como? como!
bhea>y, amar, imperfeito qal. @yIae‡ adv., nada (não há) contraído @ae com h local hn<a; ou
hn:a; para onde. @yae const. Tem plural irregular. ~yviên"
Hebraico Instrumental 262 Hebraico Instrumental 263

vyai m., homem, varão, marido. ~yvi_n"a] pl. abs. #a'' nariz, ira (m.); !yIP'a' dual, #n""a; - narinas, rosto. Raiz respirar.

hV;ai f., mulher. Tem plural irregular. ~yviên" pl. abs. yveän> pl. const. #p''a'; rodear.
&a'' adv. certamente, apenas. [B''x]a, f., dedo.
lk''a; No qal comer; no piel, devorar; lykia>h' hifil., dar de comer, fazer lx,ae prep., perto de, junto de, ao lado de, “próximo”.
consumido. lk,ao‡ m., alimento., f. hl;k]a; idem. lk;a}m' m., alimento.
[B''r“a' adj. quatro
la'' dv., não (part. dissuasiva)
zr,a, m., cedro.
la, prep., a, para (de movimento)
yrIa} m., leão.
hL,ae‡ estes, estas (heb. adj. pron., demonst. pl.comum.).
&r,ao m., comprimento, extensão.
!yjiOla> pl. m. Deus (pl. de eminência, ou majestade), deus, deuses.
@/ra} c., caixão, caixa, arca (do templo).
lylia> m., ídolo.
!r;a} Síria. gentílico Siro, sírio.
rz,[,ylia> Eliézer
$r,a, f., terra; pl. em ôth.
!Leai adj. mundo
rr''a; amaldiçoar.
hn;m;l]a' f., viúva, desamparada.
vae f., fogo.
!ai adv., se. !ai yKi - exceto, (locução exclusiva).
rv,a} pron. relativo, que.
!ae f., mãe. hm:ae (mamãe) pl. irreg. ‫( ֵאמוֹת‬não ocorre na TaNaK). hr;vea} f., Asherah (a deusa ou seu símbolo).
@m''a; ser firme. hifil. crer, confiar
yrev]a' (const. pl), felicidades de..., bem-aventurando, feliz.
$mea; ser forte. piel, tornar forte. tae prep. com. Também partícula usada como sinal de acusativo ou
rm''a; dizer, falar. sinal do objeto direto.

tm>a, f., verdade. hT;a' pron., tu.


‫ ֳאנִיָּה‬f., navio; m. ‫ ֳאנִי‬frota, flotilha. @/ta; f., jumenta.
ynia} pron. pes., eu 1cs. l/mt]a, adv., ontem, antigamente, anteriormente.

#s''a; reunir, ajuntar #soa>y< perfeito.


Hebraico Instrumental 264 Hebraico Instrumental 265

b Bêth ![;l]Bi Balaão.


B] prep., em, com, por, contra. @Be m., filho.
raeB] f., poço; pl. em ôth. hn:B; construir, edificar.
dg,B, m., roupa, coberta. tB' f., filha, contraído de hn<B, - Raiz - hn:B;
dB'' m., separação. db''l; só, separado, à parte. d[''B] prep. atrás, ao ou à, sobre.
ldb hifil, separar, dividir, distinguir. No qal não se usa. l[''B; casar. partic. f., hl;[Bu ]
hm;heB] f., animal doméstico (manso), l[''B'‡ m., senhor, marido; Baal.
tm''h>B, const., pl. t/mheB] (singular coletivo). [q''B; romper.
a/B vir, ir, entrar. Hiph. trazer (fazer vir). Perfeito, a/by< rq,Bo m., manhã.
r/B m., buraco, cova, poço (perdição), pl. ôth. vqb No piel, buscar, procurar
v/B ter vergonha, (envergonhar-se). ar:B; cortar, dar forma, criar. (criar, só no qal e no nifal como ato
divino, exprime perfeição).
zz''B; saquear, despojar. dr:B; m., saraiva.
rj''B; escolher, predestinar, eleger, provar, experimentar. jr''B; fugir.
jf''B; confiar. ayrIB; adj., gordo.
@f,B, f., ventre, interior. tyrIB] f., aliança, pacto, ver tr""K;
@yBe prep. entre. Geralmente repetida com a segunda palavra: entre mim
e entre vós, tomando o pl. com sufixo do pl. ex.: !k,yneyBeW ynIyBe podendo
&r''B; ajoelhar, piel, abençoar, bendizer.
aparecer combinada com l; ex.: Gn 1.6: !yIm;l; !yIm' @yBe &WrB; abençoado, bendito, partic. pas. de &r''B;
tyIBe m., casa, const. tyBe &r,B, f., joelho, dual !yIK'r“Bi
hk;B; chorar. hk;r:B] f., benção.
hr;koB] f., primogenitura. rc;B; m., carne.
[l''B; engolir, tragar. lv''B; ferver, cozer, cozinhar.
Hebraico Instrumental 266 Hebraico Instrumental 267

g Guimel lm;G; camelo.


la''G; redimir. @G"" c., jardim.
Hb''G: ser alto, ou H''boG: bn""G: furtar.
rB''G; ser forte, fortalecer. l[''G; aborrecer.
r/BGI m., homem forte, poderoso. rG"" estranho, peregrino.
hr:WbG“ obras, poderosas. rr''Ge n. p., Guerar (Gerar).
hr:y0biG“ f., tr,b,G“ - senhora, patroa. vr""G: expulsar.
rb,G, m., homem forte, valente, varão. !v;g: m., chuva (torrencial).
ydIG“ m., cabrito. d Daleth
ld""G: ser grande, engrandecer. bDo c., urso.
l/dG; adj., alto, grande. qbeD; unir, ligar.
@/hG“ n. p., Gihom. rbd (não se usa no qual, exceto no part. pres.) rBedI - falando.
y/G m., nação, (gentio). pl. !yI/G No piel, rB,DI - falar.

[w""G: expirar, morrer. rb;D; m., palavra, cousa, assunto, caso.


rWG peregrinar. gD; m., peixe, f., hg;D; (coletivo), const. tg''D]
lr:/G m., sorte, pl. ôth. r/D m., geração. Pl. em îm e em ôth.
lyGI m., alegria. tl,D,‡ f., porta (folha de) dual ~!yIt'l;D]
hl:g: descobrir, revelar. !D; m., sangue; !ymiD; - sangue derramado.
ll;G: rolar. tWmD] f., semelhança, imagem.
!G"" também (adv); !G''... !G'' tanto.... como ou quanto. !m''D; ser silencioso, mudo. !DoyI - perfeito qal.
lm''G; desmamar. t[''D‡' saber, conhecer; infin. construto ou absoluto de [d''y: (f., ou
m.) conhecimento.
Hebraico Instrumental 268 Hebraico Instrumental 269

&r,D,‡ c., caminho, rota, destino. &p'h; tornar, transformar em, subverter.
vr''D; procurar, buscar, perseguir. rh' m., montanha, monte
av,D‡, m., broto, renovo, grama tenra. gr'h; matar.
avd hif. produzir, fazer brotar. hr;h'; conceber, ficar grávida, inc. qal, 3a. f. hr;hT; ,; apoc. -rh'T'‡w"
@v,D, m., cinza (da gordura queimada sobre o altar). w Vav
h Hê w Conjunção, e.
h' artigo definido, o, a, os, as h} , partícula interrogativa. z Záin
lb,h, Abel. (Hével) baez“ m. lobo.
rg;h; Agar (Hagar). t/z f., esta (pron. demonstrativo).
rd;h; m., honra, majestade. jb'z: sacrificar, degolar.
aWj pron. ele; f. ayhi - ela. jb'z< sacrifício.
d/h m., glória, esplendor. j'Bez“mi m., altar. pl. ôth.
y/h interj. Ah! A! tyIz‡" m., oliva, oliveira.
hy;h; ser. estar, haver, existir. imperf. hy<h]yI imperf. apócope - yhiy“ rk;z: lembrar.
infinitivo const. t/yh>- t/h]lêI
rk;z‡e m., memória.
lk;yhe m., palácio, templo.
rk;z: m., macho.
t/Kh'' inf., const. hif. de hkn ferir.
h[;ze f., suor.
!/lh} adv., para cá, para aqui.
q['z: gritar, clamar.
ll''h; louvar, celebrar, cantar, no Piel. No qal – ser claro, brilhar.
@qez: adj., velho. inf. ‫זִ ְקנָה‬
&l''h; andar, ir, &leyE - imperf. &yli/h - perfeito. &Leh't]hi - hithp.
!ynIquz“ m., velhice.
@he - hNEh adv., eis, eis que. Seguido geralmente do particípio:
aybime ynIn“hi (com sufixo) eis que farei vir, ou trarei. ['/rz“ f., braço. pl. em îm e ôth.
Hebraico Instrumental 270 Hebraico Instrumental 271

jr"z: bilhar, surgir (no horizonte). taF;j; f., pecado.


[r"z: semear. hy:j; viver, ser, existir, estar, etc.
[r"z‡< m., semente. yj' adj., m., vivo; f., hY:j; viva; ou, vivente.
j Hêth yj' n. m., cons. yje Pl. !yYj' vida.
abj no hipîl, esconder, no niph. e no hith. esconder-se. hY:j' f., animal, ser ou criatura viva.
vb'j; atar, encilhar. lyj‡' m., força, valor, poder, (exército)
gg'j; dar ou fazer festa. festejar. qyje m., seio.
gj; m., festa !k;j; adj., sábio
ld'j; cessar, deixar. hm;k]j; f., sabedoria.
vd:j; adj., novo. ylj? m., doença.
vd,jo‡ m., lua nova, mês. llj no hifil, profanar, sujar, manchar.
l/j m., areia. !l'j; sonhar.
lWj torcer, gerar, tremer, esperar, ser firme. !/lj} m., sonho, pl. em ôth - @/Lj' c., janela.
hm,/j f., parede, muralha. dm'j; desejar.
sWj ter dó, pena, misericórdia. r/mj} m., jumento, burro.
$Wj m., fora, rua, campo. pl. em ôth. sm'j; fazer violência.
qzej; adj., forte &/nj} Enoque.
af;j; pecar. No hifil, ayfij>h, condenar como pecador fn'j; embalsamar, fazer especiarias.
afejo pecador, (partic. pres.) &n"j; instruir, treinar, educar, dedicar.
af]je m., pecado. @n"j; compadecer-se, @joy: imperf. de qal.
aF;j' adj., pecado, ou n. m., pecador, pecaminoso ds,j, m., misericórdia, bondade, graça.
Hebraico Instrumental 272 Hebraico Instrumental 273

$je m., flecha. !['f'‡ m., gosto, sentido, decreto, ordem.


rx'j; c., cercado, pátio, vila. y Yôdh
qjo m., estatuto, f. hq;ju idem. raoy“ m., rio, corrente (do Nilo); palavra egípcia.
br'j; secar, desolar. vbey: secar, ficar seco.
‫ ֲח ֵר ָבה‬adj. seco, deserto, árido. hv;B;y" f., terra seca. Em oposição ao mar.
br,jo m., sequidão, calor, desolação. dy: f., mão. Dual !yId'˝y: pl. f., cabos t['D'‡ conhecer
br,j, f., espada. [d˝'y: saber, conhecer, Imperf. [d''yE - inf. const. t['D'‡ [d'/n - no nifal.
hr;j; irar, inflamar, rj''Y‡Iw" imperf. apoc. com vav consecutivo. bh;y“ m., sorte, porção, ansiedade, cuidado.
tyviryIj} adj. f., cálido, silencioso (?). sentido obscuro. h/:hy“ n. p. Jeová, o Senhor. Nome inefável, pontuado com as
@r/j; m., ardor. vogais de yn:doa} - daí, com preposição h/:hl' (como em yn:doal').

@r;j; n. p. Harã. hd:Why“ Judá.


bv'j; pensar, reputar, considerar. ['vu/hy“ Josué.
&v,j‡ m., escuridão, trevas. !/y m., dia. !/YK'- neste momento.
hn:/y f., pomba. pl. em îm. N.p. Jonas (m).
f Têth
#se/y José.
rh'f; ser limpo.
bfy imperf. ser bom. No perf. b/f
r/hf; adj., limpo.
b/f ser bom, no perf. Noutras partes, de bfy imperf. bfeyYI hifil - bfiyhe
@yIy‡" m., vinho.
lkoy: ser capaz. Imperf. lk;Wy
b/f adj., bom.
dl˝'y: gerar, hiph. dar a luz. dleyE no perfeito. No pual – nascer.
bWf m., bem (bens).
dl,y<‡ m., menino. hD;l]y' f., menina. td,l,/m f., parentela, prole.
lWf lançar, arremessar, apressar-se.
!y: m., mar.
!['f; provar.
qn˝'y: sugar, mamar. No hifil – amamentar.
Hebraico Instrumental 274 Hebraico Instrumental 275

#s'y: acrescentar, (como auxiliar, - tornar a). bvey m., habitante. bv;/m - m., assento, roda.
#[''y: estar cansado; adj., cansado. @vey: dormir.
$[''y: aconselhar, hx;[e, f., conselho. [vy no hifil – salvar.
bqo[}y" Jacó. [v''yE‡ m., salvação.
hp,y: adj., belo; f. hp;y: h[;Wvy“ f., salvação. h[;WvT] f., salvação
ax;y: sair, imperf. axeyE inf. cons. taxe contraído de ta,x, . hifil. rv;y: reto, justo, direito (adj.).
produzir. ax;/m saída.
laer;v]yI Israel.
gx˝'y: no hiph. gyXihi - assentar, colocar.
!/ty: m., órfão.
[xy no hiph. [''yXiyhi - espalhar.
rt,y‡< adj. restante, remanescente. (relíquia).
rx''y: formar.
rx,yE‡ m., forma, imaginação.
k Kaph
K] prep., como. Seguido do relativorv,aK} ' - conforme, quando.
dq''y: queimar.
dBeK; ser pesado, severo. No piel, endurecer, honrar. Adj. pesado.
$qy só usado no imperf., acordar.
d/BK; m., glória, honra, poder.
arEy: temer. adj., temente; partic. temendo. inf. cons. ha;ry“ I
hKo adv., assim, deste modo.
dr''y: descer. Imperf. dreyE
@heKo m., sacerdote.
!il'v;Wry“ Jerusalém (scriptio defectiva).
j''Ko m., força, poder.
j''rey: m., lua.
bk;/K m., estrela.
&rey: f., coxa, lado. Const. &r,y<
@wk no hifil, @ykihe - estabelecer.
hk;r“y" f., lado, extremidade; !yIt'r“y" const. yteK]r“y"
yKi conj., que, porque, quando; !ai yKi - exceto, senão, etc.
vr''y: herdar.
lKo m., todo.
vyE adv., há, existe. Originalmente, substantivo – ser, existência.
al,K‡, m., prisão.
bv''y: sentar, habitar. bveyE imperf.
Hebraico Instrumental 276 Hebraico Instrumental 277

bl,K‡, m., cão. tn<ToKu ou tn<ToK - f., túnica.


hl;K; acabar, completar (no piel). #teK; f., ombro.
yliK] m., utensílio (os utensílios do santuário), pano, equipamento. l Lâmedh
Na pausa yliK, hl,KE obsoleto.
hM;K' quantos. l] prep., para, por, a.
@Ke adv., assim. @KeAl[' - portanto, por isso. aOl adv., não (para proibições categóricas.
@[''n"K] Canaã. ha;le Leia ou Lia.
#n:K; f., asa, dual - !yIp'n:K] ble m., coração, pl. em ôth.
aSeKi m., assento, cadeira, trono. bb''le m., coração, pl. em ôth.
hs;K; cobrir, no piel. (em qal, no partic.) hs,k]mi - m., coberta, tampa. db''l] adv., só; (prep. l mais dB; m. separação
yTil]bil] de modo que não, para que não (subst. tl,Be como negat.
#s,K, m., prata, dinheiro. mais prep. l mais yi isinal de const.).
#K'' f., palma (da mão, ou do pé – sola). vb''l; vestir, usar.
rP''K; cobrir. fh''l' m., chama.
rP,Ki expiar, no piel. j''Wl m., tábua, pedra. tjolu plural.absoluto e construto.
rP,Ko‡ m., resgate; peita, suborno. f/l Ló.
tr,PoK' f., propiciatório. ywIle Levi.
ryPiK] m., leãozinho, (cachorro ou filhote de). &j''l; lamber.
bWrK] m., querubh, querubim. !j''l; comer, consumir. niph. combater.
!r,K,‡ m., vinha. !j,l, c., pão.
[r''K; curvar o joelho, curvar-se. hm;j;l]mi f., guerra.
tr''K; cortar. lyIl'‡ m., noite; também - hl;y“l‡' com h paragógico, pl. t/lyle
bt''K; escrever.
Hebraico Instrumental 278 Hebraico Instrumental 279

dk''l; tomar, capturar. hr,/m m., mestre, professor.


dm''l; aprender, estudar. hvm Moisés.
dm''li ensinar, no piel com força de causativo. tWm morrer, no perf.- tme - no hifil - tymihe- no imperf. tWmy: no
perfeito po’lel - tte/m
hM;l;‡ adv. porque, para que. ( l+hm).
tw:m:‡ m., morte, construto - t/m
@[''m‡'l] afim de, por amor de (conj. e preposição).
jq''l; tomar, receber. jQ''yI inf. const. de tj''q'. nifal - jq''l]nI hofal. - j'Bez“mi m., altar, pl em ôth.
jQ''ju - j''/ql]m' - m., saque. !yIj‡'q;l]m; masc., dual tenazes. hj'm; destruir, apagar.
qq''l; lamber. hn:j}m' c., acampamento, arraial.
@/vl; f., língua, idioma. rj;m; subst., e adv., amanhã.
m Mêm hF,m' m., vara, bordão
daom] adv., muito. daom]Be - idem. jF;mi f., leito, cama.
ha;me f., numeral cardinal, cem, dual !yIt'a‡m; - duzentos. rf''m; no hifil – chover, fazer chover.
hm;Wa‡m] coisa alguma. rf;m; m., chuva.
r/am; m., luminar, luz, pl em ôth e em im. ymi - hm; pron. (interrog.) – quem? e que? Com prep. e artigo -

lk;a}m' m., alimento. hM:êB' em que? Como? de que modo?


lWBm'' m., dilúvio. @TeyI ymi quem dera! por ventura! oxalá!
rB;dIm] m., pastagem, deserto. !yIm'‡ (pl.) m., água.
dd'm; medir. @ymi m., espécie, qualidade.
hm; pron., interrog. - que, para coisas; como interjeição - como! como? jL;m' m., marinheiro.
gWm derreter. tq,n<‡yme f., ama (do hifil) raiz. qn"y:- sugar.
td,l,‡/m f., parentela. hs,k]mi m., coberta, tampa.
ax;/m m., saída. rk''m: vender.
Hebraico Instrumental 280 Hebraico Instrumental 281

alem; ser ou ficar cheio. Como adj., cheio. ll;[}m' m., mal feito (ação).
&a;l]m' m., mensageiro, anjo. hc;[}m' m., obra, feitura.
hk;al;,m] f., obra, const. - tk,al;,m] ax;'m; achar.
flm no nifal – escapar; no piel – livrar, socorrer. hw:x]mi f., mandamento, ordem.
hm;j;l]mi f., guerra, batalha. No const. tm,j,l]m] !yIr'x]mi Egito, (provavelmente, dual); gentílico, também.
&l''m; governar, reinar, ser rei. hw<q]mi m., ajuntamento, reunião (de águas), (massa reunida).
&l,m, m., rei. !/qm; c., lugar, pl. em ôth.
hK;l]m' f., rainha; hk;l;m]m', tk,l‡,m]m' f., reino. lQem' m., bordão, vara, pl. em ôth
ll'm; falar, referir, proclamar. hn:q]mi m., gado, rebanho.
j'/ql]m' m., despojo, presa, maxilar. qqm no nifal – derreter, desfazer-se.
!yIj‡'q;l]m;' m., dual, tenazes. ar;q]mi m., assembléia. ar:q; - convocar.
@m; m., maná. ha,r“m' m., vista, aparência, rosto.
@mi prep. de (precedência), por, por causa de, sem. rr""m; ser amargo.
hn:m ;contar, numerar, determinar, dispor. rm'' adj., amargo. ‫ָמ ָרה‬
j'/nm; m., lugar de descanso, apoio. j''Wn - descansar. rB;v]mi m., onda, rebentação.
hj''n“mi f., oferta (de manjares), presente. @K;v]mi m., habitação, tabernáculo.
dPes]mi m., pranto, lamentação. lv''m: governar.
rP;s]mi m., número. lv;,m: m., provérbio.
rb;[}m' m., vau, (de um ribeiro ou torrente). rm;v]mi m., vigia, guarda, observância.
f[''m] m., um pouco, pouco, alguns. fP;v]mi m., juízo, julgamento.
@y:[]m' m., fonte. qt'm; ser doce.
Hebraico Instrumental 282 Hebraico Instrumental 283

q/tm; adj., doce. sWn fugir.


n Nûn [''Wn mover-se, andar errante.
an: partic. precativa, enclítica, com o imperativo – rogo, peço. lj''n: herdar, possuir. hl;j}n" f., herança.
!aun“ m., oráculo, palavra, dito. De !a'n' : - dizer, balbuciar, como profeta. lj''n‡: ribeiro.
abn no nifal – profetizar. No hithpael – idem; também fazer-se de !jn no nifal – arrepender-se, !j''nI - no piel confortar.
profeta.
vj;n: m., serpente.
aybin: m., profeta.
hf;n: curvar, inclinar, estender.
jb''n: uivar.
[f''n: plantar. [F''yI- imperf. de qal.
fbn hifil, fyBihi - olhar, contemplar.
hkn no hifil - ferir. imperf. apócope. - &y""
hl;ben“ f., cadáver, carcassa.
hK;m' f., golpe.
dgn no hifil, dyGIhi- contar, mostrar.
rmen: m., leopardo.
dg,n< prep., diante de, na presença de.
&s''n: derramar, fundar, assentar.
[g''n: tocar, bater, ferir. Seguido de B - atingir, alcançar.
&s,n< m., oferta de libação.
[g''n<‡ m., golpe, praga.
[n: m., errante, fugitivo - partic. de dWn
#g""n: ferir, derrotar.
r[''n‡" m., rapaz, moço.
vgn chegar perto, aproximar-se, não se usa no perfeito de qal.
hr:[}n" menina, rapariga, moça.
rd''n: votar.
jp''n" cair.
rd,n:‡ m., voto.
vp,n< f., alma, vida, fôlego de vida, pl. em ôth.
rh;n: m., rio, pl. em im e em ôth.
bxn (não era usado em qal). No hifil - byXihi - por, colocar.
dWn balançar, vaguear, errar, mostrar tristeza.
lxn (não se usa em qal). No hifil - lyXihi- livrar.
j''nO Noé.
yqin: - ayqin: adj., inocente.
j''Wn descansar. j''/nm; m., lugar de descanso.
Hebraico Instrumental 284 Hebraico Instrumental 285

!q''n: no nifal – vingar-se. rt''s; no hifil - esconder.


hm;q;n“ f., vingança. [ Ayin
rnE m., luz, vela, lâmpada. db''[; trabalhar, lavrar, servir.
avn (não se usa no qal). No hifil - ayVihi - ludibriar, enganar. db,[, m., servo.
hm;v;n“ f., fôlego, espírito, respiração. rWb[} m., precedido de B - por causa de.
qv;n: beijar. rb''[; atravessar. rb';[}m' - m., vau.
ac;n: erguer, levantar. rb,[e m., outro lado, (além ou aquém).
@t''n: dar, colocar, contar, yTit'‡n: , T;t'‡n: , 1cs e 2ms perfeito, @TeyI - yrb[i Hebreu (gentil.) hY:rIb][i fem., hebréia.
perfeito 3ms tTe - infinitivo const. ytiTi (com sufixo da 1 pessoa
comum singular).
tyrIb][i f., hebreu (língua), hebraico. (na Bíblia – judaico – f., tydIWhy“
s Sâmeq lg;[e m., bezerro, f., hl;g][ - novilha, vitela.
bb''s; dar volta, rodear, serpear. d['' prep., até. Subst. m., eternidade (de tempo perpétuo, indefinido).
rg''s; fechar, cerrar. d[e m., testemunho (partic. de dW[).
sWs m., cavalo - hs;Ws - f., égua. @d<[e n. p. Éden (m., delícia).
rWs retirar, remover, aparar. dW[ hiph. dy[ihe- testificar, proclamar.
hK;su f., rancho, choça, choupana, cabana, guarita. d/[ adv., mais, ainda.
!l;su m., escada. @/[; m., culpa, pecado, iniqüidade. Pl. em im e ôth.
&m''s; reclinar, encostar. hl;/[ f., holocausto (oferta queimada).
yn:ysi Sinai. ll;/[ m., criança. lle/[ m., - criança.
d[''s; sustentar, restaurar, refrescar. !l;/[ m., tempo (indef.), perpetuidade, eternidade. !l;/[me desde a eternidade.

rp''s; contar, escrever; rP,si - declarar, recontar. #W[ voar.

rp,s‡e m., livro. rP;s]mi m., número. “de contar” - (com m- de ) #/[ m., ave, inseto (seres alados) (coletivo).
Hebraico Instrumental 286 Hebraico Instrumental 287

rWE[i adj., cego. $[e m., árvore.


z[o m., força. bx,[, m., dor, sofrimento, trabalho.
bz''[; deixar, abandonar. hx;[e f., conselho. Raiz $[''y:
rz""[; ajudar. !x''[; tornar-se forte, numeroso.
@yI[‡' f., olho, dual – olhos. !Wx[; adj., forte, numeroso.
t/ny:[} pl. f., fontes, poços (olho dágua). !x,[, f., osso, pl. em im e em ôth.
ry[i f., cidade, yre[; const. pl., !yrI[; absoluto pl. – cidades. br<[, m., tarde.
!roy[e adj., nu. qv''[; oprimir, fazer mal.
l['' prep., sobre, a respeito (contra). tv''[; ser macio, pensar, lembrar.
hl;[; subir, raiar, (do dia). Perfeito apócope - l[''y‡" (qal e hifil). bc,[e c., erva verde, ervas (coletivo).
#l''[; cobrir, desmaiar, enfadar. hc'[; fazer, trabalhar.
![i prep., com, juntamente. !yrIc][, c., vinte (e vigésimo).
!['' m., povo (coletivo). t[e c., tempo, pl em im e em ôth.
dm''[; estar de pé, resistir, permanecer. No hifil – colocar. hT;[' adv., agora.
lm''[; labutar, sofrer, trabalhar. p Pê
lm;[; m., mal, trabalho, labutação, tristeza, vexação, doença. [g''P: ferir, encontrar.
hn:[; ser afligido, responder. (com B testemunhar contra. hn:[}m' m., hP, m., boca. yPAl['' de acordo com, segundo, br<j, yPl] ao fio
reposta, propósito. Contraído @[''m‡' - @[''m‡'l] - por causa de, fim de que. da espada.
ynI[? m., aflição. jP'' m., laço armadilha.
@n:[; nuvem. al,P, m., maravilha.
@n[ no piel, anublar, trazer nuvens. !yTiv]lip] filisteus. (gentílico).
rp;[; m., pó. sj;n“pi Finéas.
Hebraico Instrumental 288 Hebraico Instrumental 289

@p, conj. negativa, para que não. ab;x; m., exército, hoste, pl. em ôth.
!ynIP; m., rosto, face. (só pl.) ynEp]li diante de, perante. yn"p;l] perante qd''x; ser reto, ser justo. hifil - justificar (declarar justo). hitp. Justificar-se.
mim, ou diante de mim.
qd,x, m., retidão, justiça. f., hq;d;x]
js''P, páscoa, passagem.
qydIx' adj. m., reto, justo.
l[''Po‡ m., obra.
dWx caçar.
l[''P; fazer. Partcip., l[ePo o que faz, fazedor.
hwx qal (não se usa), piel. hW:xi - ordenar, mandar
!['P' f., vez. (imperf. wx''y“ piel apócope). hw:x]mi fem., mandamento, ordem.
dq''P; visitar, inspecionar. lx'' m., sombra.
dyqiP; m., inspetor. !l,x, m., imagem, semelhança.
dWqPi m., preceito. [l;x; coxear, manquitolar.
jq'P; abrir. [l;xe f., lado, costela, const. [l''x‡,
rP'' m., boi, touro, hr:P; vaca. jm''x; m., broto, ramo.
yrIP] m., fruto. q[''x; clamar, gritar, bramar.
h[or“P' faraó. @p''x; esconder, guardar, entesourar.
[v''P; rebelar, com B contra. @/px; m., norte.
[v''P, m., rebelião, culpa, transgressão. [''Dep'x] m., sapo, rã.
tP'' m., fatia, pedaço. rx'' adj., adversário.
ht;P; ser, ou fazer aberto, abrir, aumentar, perfeito e apócope. T]p]y" q Qôph
jt'P; abrir. j''tep]m' m., chave const. jT''p]mi bb''q; amaldiçoar.
jt''p, m., abertura, fresta, porta. $b''q; ajuntar, reunir.
x Tsadhê rb''q; enterrar.
@axo c., rebanho (gado pequeno; ovelha) rb,q, m., sepulcro.
Hebraico Instrumental 290 Hebraico Instrumental 291

rd''q; enegrecer, ficar preto. ar:q; chamar, clamar, proclamar, dar nome, convocar, ler. (seguido de
B ou tae - ler).
!ydIq; m., oriente, vento oriental.
br:q; aproximar-se.
!d<q, m., frente, oriente.
b/rq; adj., perto, vizinho.
vd''q; ser santo, sagrado.
br<q, m., interior, dentro, coração.
v/dq; adj., santo, consagrado
hr:q; acontecer, encontrar (ou ar:q;).
vd<qo‡ m., santidade, santuário. m., vD:q]mi
jr<q,‡ m., geada, gelo.
l/q m., voz, som, ruído, cicio.
!Wq levantar, ficar de pé. No hifil – estabelecer, firmar. !q; part.
@r<q, f., chifre, canto (do altar).
ficando de pé. (ou 3a. pessoa do Perfeito). [r''q; rasgar.
$/q m., espinhos (coletivo). tv,q,‡ f., arco.
@foq; ser pequeno. t/tv;q] pl. absoluto do anterior.
@foq; adj., pequeno. r Rêsh
@f;q; adjetivo pequeno. hn:f'q] fem., pequena. ha:r: ver. imperf. apócope ar<yE idem, dito ar“Y"w" com vav consecutivo.
@yIq' Cain. @beWar“ Rubem.
@/q;yqi m., ricinus (?) abóbora, melão, cuité (trepadeira que cresce e varo m., cabeça, ponta, extremidade.
seca depressa).
ll''q; ser leviana, desprezada. @/varI adj., primeiro, (numeral ordinal), anterior.
lq'' adj., leve, rápido. br"" adj., grande, muito.
hn:q; adquirir, comprar, possuir. bb''r: ser muito, multiplicar, abundar, imperf. apócope br<y‡I ou
br<y‡E - hBer“h' adv., muito (inf. abs.).
hn<q; partic. m., dono, possuidor. hB;r: n. p. Rabá (Rabbá).
$qe m., fim. y[iybir: adj. m., quarto (ordinal).
#x''q; ficar zangado. $b''r: jazer, deitar-se. $Ber“m' estrebaria curral, estábulo, pouso (de animais)
rx;q; adj., curto.
Hebraico Instrumental 292 Hebraico Instrumental 293

lg""r: caluniar. cm''r: rastejar.


hd""r: dominar. cm,r< rastejante, réptil.
#d''r: seguir pós, prosseguir, buscar atingir. hN:r“ f., grito, queixa, clamor.
j''Wr fôlego, vento, espírito, pl. em ôth (gên. c., predomina mais no b[er: ter fome. adj., faminto, esfamiado
f.).
b[;r: m., fome.
!Wr ser alto, levantar, erguer.
h[;r: alimentar, dar pastagem, pastorear.
$Wr correr.
h[<ro partc. m., pastor.
bj''r: ser largo, espaçoso.
[''rE m., amigo. Wh[erE lae vyai - um outro amigo.
bj''ro‡ m., largura.
[r"" adj., mau; n., mal; h[;r: má; n. f., má.
bjor“ f., praça, rua larga, pl. em ôth.
[[''r: ser mau, ou, mal, no hifil afligir.
!j''r: amar, piel – comiserar-se, ter piedade.
v[''r: tremer.
#j''r: estremecer, (de ternura ou de medo).
v[''rE‡ m., terremoto.
$j''r: lavar.
ap;r: curar, sarar.
qj''t: estar distante, retirar-se.
hP;x]rI f., brasa, pedra quente.
q/jr: longe, distante.
qr'' adv., só, adj., fino, magro.
byrI defender, pleitear; numa contenda. hb;yrIm] f. luta, contenda.
bq''r": apodrecer.
qyrI vaidade, vácuo, um vazio.
[''yqir: firmamento, abóbada celeste.
!q;yrE adv., vazio, vaziamente.
[v;r: adj., perverso, ímpio.
bk'r: correr. No hifil – montado (num animal).
!r: adj., alto, elevado, nobre. Raiz !Wr c Sîn

jm''r‡o lança. [b''c; ser satisfeito, estar farto.


smer: pisar em tropel. hd,c, e yd""c; m., campo.
Hebraico Instrumental 294 Hebraico Instrumental 295

!Wc colocar (ou !yci). [b''v‡, m., sete, h[;b]vi f., sete, y[iybiv] m., sétim, !y[ib]vi c., setenta.

@f;c; m., adversário, Satanás. rb''v; quebrar, piel – despedaçar.


j''yci f., meditação. rBiv]nI partc. nifal – quebrantado (aquele que se quebranta).
!yci colocar (ou !Wc). rb,v, m., quebra, brecha. Também – grão, trigo.
lk,c, m., entendimento. rb''v; comprar ou vender trigo (denominativo).
hl;m]ci f., roupa, manto (de homem ou de mulher). tb''v; descansar, cessar, acabar.
anEc; odiar. tB;v' descanso, sábado.
hp;c; f., lábios, fio, margem, praia. yD''v' m., todo-poderoso (com lae - Deus, geralmente).
!yIt‡'p;c] dual, lábios, etc. bWv voltar, restaurar, volver.
rc'' m., príncipe, chefe, comandante. [w"v; gritar por socorro.
hr:c; princesa; nome próprio, Sara. #Wv esmagar.
yr""c; n. p., Saray (ou n. c. suf., meus príncipes, minha nobreza, rp;/v c., trombeta, pl. em ôth.
minha princesa).
qWv m., rua. pl. !yqiw:v]
#r""c; queimar, engolir, devorar.
r/v m., boi. pl. !yrIw:v]
#r:c; m., serafim, serpente ardente, venenosa.
fj''v; matar, abater, massacrar.
v Shîn
rj''v'‡ aurora, alva.
la''v; pedir, perguntar.
tjv piel, - destruir, hifil corromper.
l/av] c., sheol, hades.
ryvi m., cântico.
lWav; Saul.
tyvi colocar, estabelecer.
ra''v; ser deixado, restar, permanecer.
bk''v; deitar-se, jazer.
fb,ve m., vara, cetro, cajado (tribal).
jk''v; esquecer.
b''v; no nifal – jurar.
Hebraico Instrumental 296 Hebraico Instrumental 297

lkov; ser destituída (de filhos), ser desfilhada. ynIve adj. ord. m., segundo.
@k''v; habitar. tynIve adj. ord. f., segunda.
rk''v; ser, estar, ou, ficar embriagado. @[v No nifal, reclinar, apoiar-se, descansar em ou sobre.
rk;ve m., bebida forte, inebriante. r[''v‡' c., portão, porta, porteira.
jl''v; mandar, estender. Piel – mandar embora. hj;p]vi f., serva, criada.
@j;l]vu c., mesa. fp''v; julgar.
&lv no hifil – lançar, fpevo partic. Juiz.
!lev; ser perfeito adj., perfeito, são, perfeito. &p''v; derramar, entornar.
!/lv; m., paz, saúde, prosperidade. lpev; ser abatido, humilhado, deprimido.
v/lv; m., três. hq;v; (no qal não ocorre). No hifil - hq;v]hi - abeberar. hq,v]m' m., copeiro.

!v; adv., ali, lá, hM;v‡; - para lá, acolá. !V;mi - de lá. lq''v; pesar.
!ve m., nome, pl. em ôth. $r''v; abundar, enxamear.
dmv no hifil – destruir. $r<v,‡ seres animados, vivos.
!yIm'‡v; pl., céu, céus. trv (no qal não se usa) - piel trEve , servir, ministra.
!m''v; ser desolado, deserto. yVivi m., sexto. tv,ve const. de hV;vi - seis.
[m''v; ouvir, escutar. ht;v; beber, (dar de beber, hifil de hq;v;). imperf. T]v]yE
apócope, hT;v]mi - m., festa.
[m''ve m., relatório, notícia.
qt''v; acalmar, sossegar, aquietar.
rm''v; vigiar, guardar, no nifal – ter cuidado, dar atenção.
rmevo partc. guarda, vigia.
t Tav
hb;te f., arca (de Noé). Veja-se @/ra}
vm,v, c., sol,
!/hT] c., abismo, profundeza, mar. Pl. ôth.
hn:v; f., ano, pl. !ynIv - poético, ôth. !yIn"‡v] dual, dois (adj. m.).
hL;hiT] f., louvor.
Hebraico Instrumental 298

&w<T‡; m., meio const. &/T


hj;k'/T ou tj'k'/T f., correção, castigo, punição.
t/dl]/T f., gerações (raiz - dl˝˝'y:).
hr:/T ou tr:/T f., ensino, lei, revelação. (raiz - hry).
tj'T' prep., sob, debaixo, em vez de.
dymil]T' masc., aluno, plural em im. fem., hd;ymilT'' plural em ôth.
!T; adj., perfeito.
dymiT; adv., continuamente, sempre.
!ymiT; adj., perfeito.
!m''T; ser perfeito, acabado.
rm,To‡ m., tamareira, palmeira.
@yNIT' m., serpente, dragão, monstro marinho. Raiz - @n""T; esticar, estender.
hL;piT] f., oração., pl. em ôth.
[q''T'; tocar, soprar.
hm;Der“T' f., sono profundo.
h[''WrT] f., ruído forte, gritos de alegria.
hx;r“Ti Tirza.
h[;WvT] f., salvação.
hq;WvT] f., desejo.
[v'Te numeral m., nove.