Você está na página 1de 19

BLOCO K

Livro Registro da Produção e


Controle do Estoque

Janeiro
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2019
Leandro
Campana
Ingressou na companhia em Maio de 2018 como Consultor Tributário de Segmentos
na equipe de São Paulo (Matriz). Possui mais de 09 anos de experiência na área
fiscal e na área de consultoria de implementação de Software Tributário.

Graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Anhanguera.


BLOCO K CONCEITOS

O que é? Qual o objetivo? Quem está obrigado a


entrega do Bloco K?
É o Bloco da EFD ICMS IPI que O objetivo do Bloco é facilitar a
substitui a forma de emissão do Livro demonstração de dados referentes • Indústrias;
Registro de controle da produção e ao processo produtivo das indústrias • Equiparado a Indústria;
do estoque de manual para digital. brasileiras, através da sistematização
e informação do chão de fábrica. • Atacadista.
INFORMAÇÕES QUE DEVEM SER APRESENTADAS NO - BLOCO K

1 2 3
Quantidades produzidas Quantidades produzidas Quantidade de materiais consumidos na
internamente na empresa por terceiros produção interna

4 5 6
Quantidade de Materiais Posição de estoque de cada um dos Lista de materiais (Bill of Materials –
consumidos por terceiros produtos finais, semiacabados e BOM), incluídas perdas, de todos os
matérias primas, (tanto de posse da produtos produzidos internamente e por
empresa como de terceiros terceiros
IMPACTOS & BENEFÍCIOS EMPRESAS

1 2 3 4
Sistematizar e Treinar e capacitar
Investir em Tecnologia Modernizar o setor
padronizar o funcionários na nova
da Informação industrial e fabril
processo produtivo fase de globalização

5
Unificar todos os
departamentos da
empresa
08
Prazos
PRAZOS - PONTOS DE ATENÇÃO – ENTREGA X PENALIDADES

Entrega Mensal Penalidades


Diferente do bloco H – Registro de A não entrega da EFD-ICMS/IPI, no
Inventário, que a entrega ocorre 1 prazo estabelecido para o Fisco
vez ao ano, o Bloco K será mensal e a poderá acarretar em MULTAS,
data determinada conforme o superiores a 5% do total das
critério de cada UF. operações efetuadas dentro do
período de apuração.
PRAZOS - ESCOPO REDUZIDO (K200 E K280)

Janeiro de 2017 Janeiro de 2017 Janeiro de 2017 – Exceção

A primeira entrega ocorreu em Estabelecimentos industriais Estabelecimentos industriais de empresa


Janeiro/2017 para empresas fabricantes classificados nas divisões 10 a 32 habilitada ao Regime Aduaneiro Especial de
de bebidas (exceto agua envasada) e CNAE - empresa com Entreposto Industrial sob Controle
produtos derivados do fumo, referente aos faturamento anual igual ou Informatizado (Recof) ou a outro regime
fatos gerados em dezembro de 2016 superior a R$300.000.000,00 alternativo a este. ESCRITURAÇÃO COMPLETA
PRAZOS - ESCOPO REDUZIDO (K200 E K280)

Não bateu o ponto na entrada

Janeiro de 2018 Janeiro de 2019

Estabelecimentos industriais classificados Demais estabelecimentos


nas divisões 10 a 32 da CNAE pertencentes industriais classificados nas
a empresa com faturamento anual igual ou divisões 10 a 32, com faturamento
superior a R$78.000.000,00 inferior ao de R$ 78.000.000,00
PRAZOS - ESCOPO REDUZIDO (K200 E K280)

Não bateu o ponto na entrada

Janeiro de 2019 Janeiro de 2019

Microempresas e empresas de pequeno Estabelecimentos atacadistas classificados


porte classificadas de acordo com o art. nos grupos 462 a 469 da CNAE estarão
3º da Lei Complementar nº 123 de 2006 obrigados a escriturar os saldos de
para todos os escopos. estoques nos Registros K200 e K280.
PRAZOS – ESCRITURAÇÃO COMPLETA

Janeiro de 2019 Janeiro de 2020 Fevereiro de 2021

Estabelecimentos industriais classificados Estabelecimentos industriais Estabelecimentos industriais classificados


nas divisões 11, 12 e nos grupos 291, 292 e classificados nas divisões 27 e 30 da na divisão 23 e nos grupos 294 e 295 da
293 da CNAE com faturamento anual igual CNAE; com faturamento anual igual CNAE com faturamento anual igual ou
ou superior a R$ 300.000.00,00 ou superior a R$300.000.000,00 superior a R$ 300.000.000,00
PRAZOS – ESCRITURAÇÃO COMPLETA

Janeiro de 2022 À DEFINIR À DEFINIR

Estabelecimentos industriais Estabelecimentos industriais Estabelecimentos atacadistas


classificados nas divisões 10, 13, 14, 15, classificados nas divisões 10 a 32 da classificados nos grupos 462 a 469 da
16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 24, 25, 26, 28, CNAE de empresa com faturamento CNAE e os estabelecimentos
31 e 32 da CNAE com faturamento anual anual igual ou superior a equiparados a industrial
igual ou superior a R$ 300.000.00,00 R$78.000.000,00 SEM PREVISÃO DE ESCALONAMENTO
SEM PREVISÃO DE ESCALONAMENTO
SOLUÇÃO DE CONSULTA Nº 168 COSIT, 26 DE SETEMBRO DE 2018

AJUSTE SINIEF 02, DE ABRIL DE 2009 SOLUÇÃO DE CONSULTA Nº 168

11. O inciso III, por ser turno, prevê futuro escalonamento


para a obrigatoriedade de escrituração completa do controle
Inciso III – 1º de janeiro de 2019, restrita à informação dos de produção e estoque para todos os demais
saldos de estoques escriturados nos Registros K200 e K280, estabelecimentos industriais, incluídos os fabricantes de
para os demais estabelecimentos industriais classificados nas bebidas e equiparados, mesmo os pertencentes às ME e às
divisões 10 a 32; os estabelecimentos atacadistas EPP. Estabelece, entretanto, que para fatos ocorridos a
classificados nos grupos 462 a 469 da CNAE e os partir de 1º de janeiro de 2019 todos esses
estabelecimentos equiparados a industrial, com escrituração estabelecimentos industriais, equiparados e os
completa conforme escalonamento a ser definido estabelecimentos atacadistas classificados nos grupos 462
a 469 da CNAE estarão obrigados a escriturar os saldos de
estoques nos Registros K200 e K280
TIPO DE ITEM DEMONSTRADO NO BLOCO K – REGISTRO 0200
LAYOUT – REGISTROS DO BLOCO K

Nível Registro
01 K001 ABERTURA DO BLOCO K
02
03
K100 PERÍODO DE APURAÇÃO DO ICMS/IPI
K200 ESTOQUE ESCRITURADO Registros entregues
03
04
K210 Desmontagem de Mercadorias – Item de Origem
K215 Desmontagem de Mercadorias – Item de Destino
em 2017/2018/2019
03 Alterado K220 OUTRAS MOVIMENTAÇÕES INTERNAS ENTRE MERCADORIAS
03 K230 ITENS PRODUZIDOS
04 K235 INSUMOS CONSUMIDOS
03 K250 INDUSTRIALIZAÇÃO EFETUADA POR TERCEIROS – ITENS PRODUZIDOS
04 K255 INDUSTRIALIZAÇÃO EM TERCEIROS – INSUMOS PRODUZIDOS
03 K260 Reprocessamento/Reparo de Produto/Insumo
04 K265 Reprocessamento/Reparo – Mercadorias Consumidas e/ou Retornadas
03 Alterado K270 CORREÇÃO DE APONTAMENTO DOS REGISTROS K210,K220, K230, K250, K260, K291, K292, K301 E K302
04 K275 Correção de Apontamento e Retorno de Insumos dos Registros K215, K220, K235, K255 e K265
03 K280 Correção de Apontamento – Estoque Escriturado
03 Novo K290 PRODUÇÃO CONJUNTA – ORDEM DE PRODUÇÃO
04 Novo K291 PRODUÇÃO CONJUNTA – ITENS PRODUZIDOS
04 Novo K292 PRODUÇÃO CONJUNTA – INSUMOS CONSUMIDOS
03 Novo K300 PRODUÇÃO CONJUNTA – INDUSTRIALIZAÇÃO EFETUADA POR TERCEIROS
04 Novo K301 PRODUÇÃO CONJUNTA – INDUSTRIALIZAÇÃO EFETUADA POR TERCEIROS – ITENS PRODUZIDOS
04 Novo K302 PRODUÇÃO CONJUNTA – INDUSTRIALIZAÇÃO EFETUADA POR TERCEIROS – INSUMOS CONSUMIDOS
01 K990 ENCERRAMENTO DO BLOCO K
Portal do Cliente Inscrições para eventos Responde
ChatBot
Portal do Cliente Inscrições para eventos Responde
ChatBot
TDN – REPOSITÓRIO TOTVS
Material deste Webinar http://tdn.totvs.com.br/
OBRIGADO
LEANDRO RAMALHO CAMPANA
Consultoria de Segmentos

ces.consultoriatributaria@tovs.com.br

totvs.com company/totvs
@totvs fluig.com

Interesses relacionados