Você está na página 1de 1

UNIVERSIDADE SALVADOR

ESCOLA CIÊNCIA DA SAÚDE


CURSO: ENFERMAGEM

DISCIPLINA: SAÚDE COMUNITÁRIA


DOCENTES: Gléssia Guimarães e Roberta Ferraz
CASO CLÍNICO - ARBOVIROSES
No dia 25 de Março de 2019, uma criança de 5 anos, moradora do município de Água Fria,
estava há 4 dias no município de Cachoeira onde passava férias escolares,deu entrada na
Unidade de Saúde da Família de Cachoeira II levada pela genitora que relatou os sinais de
febre alta há 2 dias, prostração e manchas avermelhadas . Ao exame físico da criança, além
dos sinais relatados pela genitora, foi verificado que a mesma estava com a fontanela
lambdoide deprimida, enchimento capilar maior que três segundos, hipoativa e prurido.
Durante a anamnese, a genitora relatou que há quinze dias criança teve contato com uma
amiguinha com diagnósticos de catapora. Quando avaliado o cartão da criança verificou-se que
havia falta de vacina do SCR e também da varicela, uma vez que esta ultima não é
disponibilizada no SUS. Mediante o quadro apresentado, a enfermeira iniciou esquema de
hidratação oral na própria unidade de saúde, coletou amostra sanguínea para sorologia de
dengue e varicela e encaminhou ao LACEM e solicitou hemograma completo e
encaminhamento a criança para o médico da unidade que prescreveu anti-térmico.

Em 28 de Março de 2019, a genitora torna procurar a unidade de saúde levando a criança que
havia piorado os sinais e sintomas, verificou-se piora do quadro de desidratação e do prurido,
porém a criança não apresentava pápulas, o que fez a enfermeira descartar o diagnóstico de
varicela. Ao avaliar os exames solicitados no dia 25 de Março encontrou: plaquetas= 90.000,
HT= 50%, hemoglobina= 8 mg/dl. Logo a enfermeira realizou a prova do laço que apresentou
resultado negativo. Logo, a equipe da unidade continuou a tratar a desidratação e febre
considerando o quadro como uma virose. Após 07 dias a criança presentava melhora quadro.
Um mês depois, chegou o resultado das sorologias com IGM negativo pra dengue e varicela.

A partir do quadro clínico apresentado...

1) A enfermeira poderia descartar a hipótese de dengue pelos exames? E pela sorologia?


Justifique.
2) Qual Critério utilizado para realização de Prova do laço, descreva-o.
3) Para o caso acima apresentado qual classificação do tipo de Dengue se enquadraria ,
qual fluxograma seria recomendado segundo Ministério da Saúde.