Você está na página 1de 2

Nome do aluno: Ano lectivo: 2019 7.

ª Classe
O Professor: Evaristo José das Mangas Turma N.º Data
Colégio N.º 852 “11 de Novembro”-Lubango ___/09/2019

Força de atrito
Força de atrito é a força que surge na superfície de contacto entre dois corpos que se
interactuam ou na tentativa de deslizamento de um corpo sobre o outro. A força de atrito
tem sentido contrário ao do movimento.
A força de atrito entre corpos sólidos é devida às asperezas das superfícies em contacto e
diminui com o polimento ou com o uso de lubrificantes.

A força de atrito que impede um corpo de deslizar sobre o outro é chamada força de atrito
estático. Quando um corpo desliza sobre o outro mas existe uma força que se opõe, esta
força é chamada força de atrito dinâmico.

Forças de atrito na Natureza e na Técnica

O atrito pode ser útil ou prejudicial na Natureza e na técnica. É graças a força de atrito
que o homem consegue caminhar na posição vertical. Se não existisse força de atrito os
corpos estariam em constantes movimentos e os objectos cair-nos-iam das mãos. É o
atrito entre os pneus e a estrada que permite o movimento dos veículos.

Existem várias situações do dia a dia em que as forças de atrito se manifestam, podendo
ser úteis ou prejudiciais.

Forças de atrito útil

1. O atrito entre os fósforos e a lixa permite acendê-los;


2. O atrito entre os sapatos e o chão permite-nos andar;
3. O atrito entre os objectos e as mãos permite-nos segurá-los.

Forças de atrito prejudicial

1. O atrito nas articulações dificulta o movimento e provoca dores;


2. O atrito entre as peças de uma máquina provoca desgaste;
3. O atrito entre os sapatos e os pés provoca bolhas.

Conforme a necessidade do homem, o atrito pode ser diminuído ou aumentado. O atrito


é diminuído com o polimento das superfícies de contacto ou com o uso de lubrificantes
nessas superfícies. Aumenta-se o atrito aumentando a rugosidade das superfícies em
contacto.

O Professor: Evaristo José das Mangas Colégio N.º 852 “11 de Novembro”-Lubango 1
Nome do aluno: Ano lectivo: 2019 7.ª Classe
O Professor: Evaristo José das Mangas Turma N.º Data
Colégio N.º 852 “11 de Novembro”-Lubango ___/09/2019

Verifica o que aprendeste…

1. Por que nos dias de chuva é mais difícil frear um carro?


2. Atrito é a resistência ao movimento quando se desliza ou se rola uma peça sobre
a outra. Quais são os principais tipos de força de atrito?
3. Existem situações em que o atrito pode ser útil ou prejudicial.
A) O atrito que existe entre as mãos e uma tesoura quando a seguramos.
B) O atrito entre as peças de uma máquina em funcionamento.
C) O atrito que existe entre as solas das sapatilhas e o chão quando andamos.
D) O atrito entre as mãos e o tronco de uma árvore quando se pretende trepar à
árvore.
E) O atrito entre o chão e um armário pesado que se está a ser arrastado.
F) O atrito entre a borracha e o papel quando se pretende apagar o que se
escreveu.
3.1. Nas situações anteriores classifica o atrito como útil ou prejudicial.
3.2. Indica como procederias para diminuir o atrito na situação E.
3.3. Indica como procederias para aumentar o atrito na situação D.
3.4. Refere dois exemplos de situações do dia-a-dia, em que exista atrito útil
e outros dois de atrito prejudicial, diferentes dos anteriormente citados.

O Professor: Evaristo José das Mangas Colégio N.º 852 “11 de Novembro”-Lubango 2

Você também pode gostar