Você está na página 1de 1

No contexto de Goiás, observa-se esta mecanização de forma expressiva na

região do Sudoeste Goiano, cuja localização próxima de canais viários para o


transporte da produção e a proximidade com núcleos econômicos do estado
facilitaram e potencializaram a implantação de novas técnicas agrícolas a partir
do final dos anos 1940. Em contraste a isso, há regiões no estado como São
Miguel do Araguaia e Rio Vermelho, onde a atividade agropecuária também era
de expressividade, mas por sua localização geográfica isolada dos grandes
núcleos do estado, ausência de canais viários para o transporte de mercadoria
e relações de produção rural diferentes (a pecuária, e não a agricultura, são mais
fortes nestas regiões), tais locais não obtiveram implantação da mecanização
agrícola com tanta força quanto no sudoeste do estado. Infere-se deste
contraste, também, o surgimento da adequação da economia goiana e sua
agropecuária ás perspectivas de lucro do capitalismo financeiro, onde buscam-
se reformas em mudanças sob um ponto de vista especulativo, afim de se obter
o maior lucro possível.