Você está na página 1de 3

Buggpedia: O que é um Bull Market?

By William Castro Alves, andrebona.com.br


Dezembro 21º, 2018

sexta-feira, dezembro 21, 2018 9:00 am BV News, Investimentos, Mercado


nanceiro

Bull Market

O que é um Bull Market? Qual sua importância?


O termo “Bull Market”, pode ser traduzido do inglês como “Mercado de
Touro”. É uma terminologia muito usada quando mercados estão em
condições de alta ou espera-se que entre em tendência de alta. O termo
mercado “altista” muito usado também no mercado de ações, mas pode ser
aplicado em outros mercados como o de títulos, imóveis, moedas ou
commodities. Como o mercado é desordenado, e um dia sobe, outro dia cai
e por aí vai. O termo “Bull Market” é usado quando a período mais longos
de alta, nos quase grande parte dos preços estão subindo mais do que
caindo. Além disso muitos usam o adjetivo “Bullish” que virou um
neologismo, para falar quando os investidores estão vendo o mercado com
viés de alta.

HISTÓRIA

Existem algumas teorias de como surgiu o termo “Bull” para mercados


nanceiros. O que teve maior aceitação e que cou mais conhecido, foi o do
professor de Harvard Richard S. Tedlow. Segundo ele, a expressão re ete a
forma como os animais atacam suas presas. O movimento de chifrada do
touro, é um movimento que vem de baixo para cima, fazendo uma alusão
aos grá cos de alta.
Curiosidade sobre o “Charging Bull”, a estatua do touro de Manhattan, Nova
York. Ele é uma escultura de bronze e pesa 3,5 toneladas. É uma das maiores
atrações turísticas da ilha de Manhattan. Foi idealizado pelo artista Arturo
de Modica em dezembro de 1989. Embora, tenha sido inspirada no crash de
1987, quando a bolsa de Nova York (NYSE) presenciou uma queda de 22%
em um único dia.

ENTENDENDO O BULL MARKET

Os mercados de alta, são caracterizados pelo otimismo e con ança dos


investidores, além da expectativa de resultados mais fortes no futuro. Esse
período de alta de pode durar meses e até anos. O investidor deve entender
que é muito difícil prever quando as tendências de mercados vão mudar,
por isso, é aconselhável que o mesmo sempre esteja fazendo parte, mesmo
que com pouca parte do seu capital.

Como não é possível prever com certeza quando um mercado está entrando
em um “Bull Market”. Muitos especialistas só reconhecem esse fenômeno
depois que ele acontece. Assim foi durante 2003 até 2007, o S&P 500
(principal índice de ações dos EUA) nesse período entregou 87,4% de
retorno (em 4 anos). No Brasil também, nesse mesmo período o Ibovespa
entregou 466,2% de retorno (em 4 anos).

Só para car bem claro de como mercados altistas são generosos para
aqueles que tem visão de longo prazo. Após crise de 2008, de 2009 até a data
que esse artigo está sendo publicado, o S&P 500 já se valorizou em 276,03%.
Quem permaneceu comprado, ou foi comprando boas empresas com uma
boa margem de segurança, aproveito muito bem esse momento de alta.

Há alguns fatores que podem indicar um mercado de alta, como já disse


anteriormente não são de nitivos e nem são absolutos de que vão acontecer
mesmo. Mas dão uma ideia de como a economia está melhorando, o que
ajuda a criar momentos altistas nos mercados. Alguns fatores são,
crescimento do PIB, taxa de juros mais baixas, queda do desemprego que
muitas vezes começam a coincidir com empresas apresentando mais lucros,
con ança da indústria e do varejo aumentando (o que coincidirá também
com uma con ança maior por parte dos investidores), além disso mercados
com otimismo tendem a apresentar mais IPO’s (Ofertas Públicas Iniciais).

Conclusão, o “Bull Market” é uma expressão muito usada quando mercados


estão com bastante otimismo e os preços das ações, ou títulos, imóveis,
moedas ou commodities estão subindo. Esses períodos tende a favorecer
muitos aqueles que fazem boas escolhas na hora de investir e são pacientes.

Espero ter ajudado!

Breno Bonani

Saiba mais sobre indicadores importantes do mercado no blog BUGG –


Análises Econômicas e de Investimentos, de William Castro Alves. Clique
aqui e con ra.