Você está na página 1de 11

Redes Industriais – FIELDBUS

Jones Yudi Mori Alves da Silva


Marcelo Messias Ferreira Cruz
Rodrigo de Menezes Rosado

Introdução às Redes
Industriais
 Desafios da Automação Industrial

1
Objetivos da Automação
Industrial
 Aumento da segurança
 Diminuição dos custos operacionais
 Melhoria das condições de operação
 Simplificação das instalações
 Aumento dos níveis de controle
 Aumento dos níveis de
acompanhamento

Diversidade de Tecnologias
para Automação Industrial

2
Níveis de Redes Industriais

Níveis de Redes Industriais

3
Sensorbus x Devicebus x
Fieldbus

Redes Sensorbus
 Dados em formato de bits.
 Conexão:
- poucos equipamentos.
- Equipamentos simples
- Ligação direta.
 Características:
– Comunicação rápida em níveis discretos.
– Sensores de baixo custo.
– Pequenas distancias.
 Objetivo Principal:
– Minimizar custo.
 Exemplos:
– Seriplex, ASI e Interbus Loop.

4
Redes Devicebus
 Dados em formato de bytes
 Podem cobrir distâncias de até 500 m.
 Equipamentos
– Predominantemente de variáveis discretas.
 Algumas redes permitem a transferência de
blocos de dados com prioridade menor aos
dados em formato de bytes.
 Possuem os mesmos requisitos temporais das
rede Sensorbus, porém podem manipular mais
equipamentos e dados.
 Exemplos:
Device-Net e Profibus DP.

Redes Fieldbus
 Redes mais inteligentes:
– Podem conectar mais equipamentos a distâncias
mais longas.
 Os equipamentos conectados a rede possuem
inteligência para executar funções específicas:
– Sensor, atuador, controle.
 As taxas de transferência de dados podem ser menores
que as anteriores, porém estas são capazes de
comunicar vários tipos de dados:
– discretos, analógicos, parâmetros, programas e
informações de usuário.
 Exemplos:
- Fieldbus Foundation e Profibus PA.

5
Histórico do Fieldbus

Histórico do Fieldbus
 Década de 40:
- sinais de pressão de 3 a 15 psi
 Década de 60:
- sinais de 4 a 20 mA
 Década de 70:
- processamento digital
 Década de 80:
- sensores inteligentes e sistemas microcontrolados
- movimento pela padronização

6
Histórico do Fieldbus
 Década de 90:
- diferentes visões de implementação
de redes fieldbus
- ISP x WorldFIP
- Surgimento da Fieldbus Foundation
- O comitê SP50 decidiu concentrar
seus esforços para padronizar a rede
fieldbus.

Redes FieldBus
 São redes do tipo LAN (Local Area Network )
de tecnologia aberta, totalmente digital e
comunicação bidirecional, dedicadas a
interligação de dispositivos inteligentes para a
industria de processos

 Permite que diversos instrumentos possam


ser conectados a um único para de fios.

7
Redes FieldBus – Níveis de
Protocolo
 Baseado no Padrão OSI
 Dois Níveis:
 Físico
 Software

Redes FieldBus – Nível de


Software
 Nível transparente ao usuário tratado
pelo software supervisório
 Dividido em camadas:
 Subnível de Enlace
Garantir transmissão da mensagem
Controle de fluxo de mensagens
Buffer

8
Redes FieldBus – Nível de
Software
 Subnível de Aplicação
Sintaxe da mensagem
Monitoração do Barramento
 Subnível de Usuário
Acesso as informações
Blocos funcionais

Redes FieldBus – Nível de


Físico
 Transmissão de dados apenas de forma
digital (ausência de conversores AD/DA)
 Comunicação Bi-direcional
 Código de Manchester
 Acoplamento Paralelo
 Velocidade de transmissão 31,25 Kbps e
100 Mbps
 Transmissão com ou sem energização

9
Redes FieldBus – Nível de
Físico
 Especificações:
- continuar funcionando durante a conexão
ou desconexão de qualquer instrumento
- Na ocorrência de falhas, a comunicação não
deve ser prejudicada por mais de 1ms
- Utilização de meios físicos redundantes

Redes FieldBus – Topologias


 Barramento
 Ponto a Ponto
 Árvore
 End-to-end

10
Redes FieldBus – Vantagens
 Redução do tempo e complexidade do projeto de
lay-out
 Facilidade de instalação e manutenção, pela
manipulação de um menor número de cabos e
conexões
 Maior modularidade no projeto e instalação,
aumentando a flexibilidade de expansão de
funções e módulos
 Redução da quantidade de cabos pela utilização
de um meio físico compartilhado;

Redes FieldBus – Vantagens


 Melhor consistência e confiabilidade da
informação, através da digitalização e pré-
processamento
 Redução dos custos de sistemas através da
aquisição seletiva de dispositivos
compatíveis de diferentes fornecedores,
eliminando a dependência de somente um
fornecedor

11

Você também pode gostar