Você está na página 1de 32

2 º SIMULADO ONLINE

XXIX
EXAME DA ORDEM
OAB DE BOLSO

www.oabdebolso.com/simulado
2ºSIMULADO XXIX
OAB DE BOLSO
Questão 1 - Ética

Enunciado: Ana procura o escritório da advogada Fernanda para que a mesma lhe preste auxílio

jurídico em uma demanda previdenciária. A advogada aceita defender os interesses de Ana e passa a

estudar o seu caso. Verificando que determinada norma não acolhe a pretensão de sua cliente, a

advogada elabora uma tese argumentando que a referida norma padeceria de vício de

inconstitucionalidade e que, portanto, não deveria ser cumprida. Nos termos do Estatuto da Advocacia,

é correto afirmar que

a) não seria possível presumir de boa-fé que a lei é eivada de vício.

b) a presunção de má-fé se verificou quando a advogada pleiteou contra expressa disposição de lei.

c) é permitida a tese elaborada pela advogada, diante do possível vício da lei que foi alegado.

d) a situação evidencia hipótese de postulação de má-fé contra literal disposição de lei.

Questão 2 - Ética

Enunciado: Manuela, advogada, exerce suas atividades no Estado A, onde reside. Mas, recentemente,

em razão das suas raras habilidades profissionais, foi indicada por um de seus clientes a uma pessoa

que reside no Estado B, para onde a advogada precisou se deslocar e contatar o seu mais novo

cliente. Porém, a advogada foi surpreendida pelas autoridades desse estado, que determinaram a

restrição de suas atividades, ao argumento de que a mesma não seria advogada daquela localidade.

Com base no caso narrado, à luz do Estatuto da Advocacia e da OAB, assinale a opção correta.

a) Para atuar no Estado B, a advogada terá que realizar o Exame da Ordem neste local.

b) A advogada pode exercer sua profissão em todo o território nacional.

c) A advogada deve limitar suas atividades ao local em que obteve sua inscrição, ou seja, no Estado A.

d) Cada vez que a advogada for atuar em processo que ocorra fora do seu local de inscrição, deverá

solicitar a devida autorização.

Questão 3 - Ética

Enunciado: Em certa ocasião, a advogada Alice prestou consultoria a Pedro sobre determinado tema

jurídico de seu interesse. Meses depois, a advogada foi surpreendida com intimação para depor como

testemunha em processo, no qual Pedro se encontraria como parte ré, sobre os fatos por ela relatados

em consultoria profissional. De acordo com o caso narrado e tendo em vista as regras previstas no

Estatuto da OAB, assinale a alternativa correta.

a) A consulta jurídica é equiparada ao aconselhamento protocolar, portanto, não privativa de

advogado.

www.oabdebolso.com/simulado
b) Mesmo contra a sua vontade, mas desde que autorizado pelo cliente, o advogado poderá prestar o

depoimento no referido processo.

c) O advogado é obrigado a comparecer em audiência e prestar o depoimento como testemunha

relatando os mínimos detalhes sobre os fatos.

d) Trata-se de caso de recusa justificada para o advogado não prestar depoimento como testemunha,

tendo em vista que teve ciência dos fatos em razão do exercício profissional.

Questão 4 - Ética

Enunciado: Um grupo de advogados pertencentes ao escritório ABC Advocacia decide elaborar um

boletim jurídico com a publicação das principais notícias sobre jurisprudências, legislações e súmulas.

O objetivo é deixar clientes, parceiros e advogados informados e atualizados sobre o que vem

acontecendo de mais importante no meio jurídico. Acontece que os advogados decidem ampliar a

divulgação do informe para atingir o maior número possível de pessoas, para tanto, contratam cerca

de dez pessoas para entregarem os boletins no centro da cidade, onde o fluxo de pessoas é bem

maior. Considerando o caso narrado e de acordo com a legislação ético-profissional do advogado,

assinale a alternativa correta.

a) Desde que seja de forma gratuita, é permitida a distribuição indiscriminada do boletim.

b) Desde que haja o pagamento de uma anuidade, é admissível a distribuição do boletim.

c) A distribuição do boletim trata-se de publicidade moderada.

d) Quando o público-alvo são clientes do escritório, o boletim jurídico torna-se meio adequado de

publicidade.

Questão 5 - Ética

Enunciado: Leonardo, advogado, comparece ao fórum da cidade para participar de determinada

audiência de instrução e julgamento no processo de sua cliente Júlia. Após a audiência, o juiz

Frederico, titular daquela Vara, e que presidia a audiência na qual Leonardo participava, designou o

advogado para participar da próxima audiência representando João, em virtude da ausência de

Defensor Público para acompanhá-lo. Não tendo argumentos para recusar o encargo, o advogado

Leonardo participou do ato defendendo os interesses de João. Diante dessa situação hipotética, é

correto afirmar que:

a) Nesses casos, desde que haja justo motivo, o advogado poderá se recusar a cumprir o encargo.

b) Diante da ausência de sanção disciplinar, o advogado poderia se recusar a cumprir o encargo.

c) Diante da exclusividade da atuação da Defensoria Pública, o ato deveria ter sido adiado.

d) Mesmo sem justificativa plausível, o advogado deveria ter recusado o encargo.

www.oabdebolso.com/simulado
Questão 6 - Ética

Enunciado: O Tribunal de Ética e Disciplina de determinada Seccional da OAB aplicou pena de

censura cumulada com a sanção de multa ao advogado Joaquim. Eventual recurso contra esta

decisão deve ser julgado pelo

a) Presidente do Conselho Federal da OAB.

b) Presidente da Seccional da OAB.

c) Conselho Seccional da OAB.

d) Conselho Federal da OAB.

Questão 7 - Ética

Enunciado: Olívia é advogada inscrita na OAB Pernambuco, mas acabou praticando infração

disciplinar na cidade de Florianópolis, em Santa Catarina. Para apuração da infração, o Conselho de

Ética e Disciplina da Seccional da OAB-PE instaurou o devido processo disciplinar. Sobre o caso, à luz

das normas estatutárias, é correto afirmar que:

a) o Conselho de Ética e Disciplina da Seccional da OAB-PE tem competência para punir

disciplinarmente a advogada Olívia, pois a competência é concorrente entre o Conselho Seccional em

que o advogado se encontra inscrito e o Conselho Seccional em cuja base territorial tenha ocorrido a

infração, salvo se a falta for cometida perante o Conselho Federal.

b) o Conselho de Ética e Disciplina da Seccional da OAB-PE não tem competência para punir

disciplinarmente a advogada Olívia, pois a competência é exclusivamente do Conselho Federal, ainda

que a falta não tenha sido cometida perante este, quando o advogado for inscrito em uma Seccional

e a infração tiver ocorrido na base territorial de outra.

c) o Conselho de Ética e Disciplina da Seccional da OAB-PE não tem competência para punir

disciplinarmente a advogada Olívia, pois a competência é exclusivamente do Conselho Seccional em

cuja base territorial tenha ocorrido a infração, salvo se a falta for cometida perante o Conselho

Federal.

d) o Conselho de Ética e Disciplina da Seccional da OAB-PE tem competência para punir

disciplinarmente a advogada Olívia, pois a competência é exclusivamente do Conselho Seccional em

que o advogado se encontra inscrito, salvo se a falta for cometida perante o Conselho Federal.

Questão 8 - Ética

Enunciado: Durante o julgamento do processo em que seu cliente figurava como parte ré, a advogada

Carolina foi tratada de forma extremamente ofensiva pelo promotor de justiça Ricardo, que a acusou

de ser litigante de má-fé por alterar a verdade dos fatos durante o processo. Carolina, então,

requereu as medidas próprias à OAB. Com base no caso apresentado, à luz da normativa prevista no

Estatuto da OAB, é correto afirmar que

a) a separação entre a atividade do promotor e a da advogada bloqueia a atividade da OAB.

b) é situação típica de desagravo público pela atuação profissional da advogada.

c) A OAB não pode intervir, ante a ausência de medida administrativa a ser realizada.

www.oabdebolso.com/simulado
d) Conflitos como este devem ser solucionados em processo judicial.

Questão 9 - Filosofia do Direito

Enunciado: Kant estabeleceu uma relação entre direito e moral, tendo afirmado que “manter os

próprios compromissos não constitui dever de virtude, mas dever de direito, a cujo cumprimento pode-

se ser forçado. Mas prossegue sendo uma demonstração de virtude fazê-lo mesmo quando nenhuma

coerção possa ser aplicada”. Ele ainda estabelece que “ a doutrina do direito e a doutrina da virtude

não são, consequentemente, distinguidas tanto por seus diferentes deveres, como pela diferença em

sua legislação, a qual relaciona um motivo ou outro a lei”. Considerando o pensamento Kantiano,

assinale a alternativa correta:

a) ao cumprir as diretrizes da lei não se está demonstrando virtude moral, pois trata-se de campos

completamente segregados.

b) qualquer ação que fira a moral, estará ferindo igualmente a ordem jurídica, uma vez que direito e

moral são campos idênticos, tanto na forma quanto no conteúdo.

c) as razões pelas quais um indivíduo obedece a vontade da lei nem sempre são morais, isso ocorre,

porque a conduta moral se refere à vontade interna, enquanto que o direito é imposto por uma ação

externa ao sujeito e se concretiza com o seu cumprimento.

d) tanto na moral quanto no direito, a coerção é elemento determinante. É na possibilidade de

imposição independentemente da vontade, que direito e moral regulam a liberdade.

Questão 10 - Filosofia do Direito

Enunciado: John Locke desenvolveu em sua obra filosófica "Segundo Tratado sobre o Governo Civil" o

conceito de direito e resistência. Assim, assinale a alternativa que apresenta a melhor expressão de tal

conceito de acordo com o previsto na citada obra.

a) Somente o contrato social, que retira o homem do estado de natureza e o coloca na sociedade

política, é capaz de resistir às ameaças externas e internas, de determinada forma que institui o direito

de os governantes se manterem firmes a toda forma de guerra e rebelião.

b) O direito positivo deve estar isento de toda forma de influência da moral e da política. Na medida

em que o povo soberano produza as leis, de forma direta ou através de seus representantes, elas

devem resistir a qualquer forma de interpretação ou aplicação de caráter moral e político.

c) Desde que os homens se apoiem mutuamente, a natureza humana é capaz de resistir às mais

poderosas investidas morais e humilhações.

d) Sempre que os governantes agirem de forma a tentar tirar e destruir a propriedade do povo ou

deixando-o miserável e exposto aos seus maus tratos, ele poderá resistir.

www.oabdebolso.com/simulado
Questão 11 - Direito Constitucional

Enunciado: Renata, cidadã brasileira, ficou sabendo que um administrador público estava praticando

atos lesivos contra o patrimônio público. Por considerar absurda essa situação, procura você, como

advogado (a), e solicita informações a respeitos da medida que poderia adotar para postular a

anulação desses atos. Conforme a sistemática constitucional, você respondeu que Renata:

a) Deveria ajuizar uma reclamação constitucional;

b) Poderia impetrar um mandado de segurança;

c) Poderia impetrar um mandado de injunção;

d) Poderia ajuizar uma ação popular.

Questão 12 - Direito Constitucional

Enunciado: João, Júlio e Joaquim são irmãos. Júlio está sendo acusado pela prática de crime de furto

qualificado cometido no ano de 2018, encontrando-se foragido. A polícia local, suspeitando que os

irmãos estejam escondendo Júlio, decide fazer uma busca minuciosa do acusado. Neste caso,

sabendo-se que João mora em um barco e que Joaquim mora em um hotel, a busca de Júlio:

a) Deverá ser feita tanto no barco como no hotel, durante o dia ou à noite, desse que haja

determinação judicial.

b) poderá ser feita tanto no barco, como no hotel, desde que durante o dia e por determinação

judicial.

c) não poderá ser feita no hotel, visto que se trata de propriedade privada de terceiros, mas poderá

ser feita no barco durante o dia ou a noite, sem precisar de determinação judicial.

d) poderá ser feita tanto no barco como no hotel, em qualquer horário do dia, uma vez que não são

considerados domicílios, e sendo assim, não são considerados invioláveis.

Questão 13 - Direito Constitucional

Enunciado: Carla pretende concorrer a um cargo de vereadora e foi informada que deveria possuir

direitos políticos. Por desconhecer como deveria cumprir essa exigência, solicitou a orientação de um

advogado. Conforme o que dispõe a Constituição, foi informado pelo advogado que esse requisito é

cumprido:

a) Com a realização do alistamento eleitoral.

b) Com o pagamento de taxa eleitoral.

c) Com impetração de mandado político.

d) Com a aquisição de nacionalidade brasileira.

Questão 14 - Direito Constitucional

Enunciado: Firmínio, deputado estadual, pretendia apresentar um projeto de lei sobre direito tributário,

e percebeu que competia à União, aos Estados e ao Distrito Federal legislar concorrentemente sobre a

matéria. Com a intenção de atuar de modo correto, solicitou ao assessor que fosse esclarecido o

alcance da competência estadual nesse caso. 

www.oabdebolso.com/simulado
Conforme a sistemática constitucional, a assessoria informou corretamente, que o Estado nesse tipo

de matéria:

a) Poderia legislar livremente sobre a matéria, visto que, as normas da União se destinam ao plano

federal.

b) Apenas poderá legislar nos limites em que seja autorizado pela União.

c) Enquanto a União não editar normas gerais sobre a matéria, possui competência plena.

d) Apenas pode editar as normas de interesse local.

Questão 15 - Direito Constitucional

Enunciado: Joaquina, servidora pública, teve deferida sua aposentadoria no ano de 2017. No ano

citado, foi comunicado por sua repartição de origem que o Tribunal de Contas do Estado, detectou

ilegalidades no cálculo dos seus proventos e tomou a decisão que deveriam ser reduzidos. Joaquina,

surpresa com o processo de aposentadoria, que era desconhecido por ela, solicita a orientação de

você, como advogado (a). Conforme os dados oferecidos e a sistemática constitucional, você

responde que o Tribunal de Contas do Estado:

a) Atuou de forma correta, pois o Tribunal de Contas deve apreciar em qualquer tempo, para registro,

o ato inicial de aposentadoria, porém, após cinco anos, deve observar o contraditório e a ampla

defesa.

b) Atuou de forma correta, visto que, o Tribunal de contas deve cumprir prazo decadencial de cinco

anos para apreciar o ato inicial de aposentadoria, devendo observar o contraditório e a ampla defesa.

c) Não atuou de forma correta, visto que, o Tribunal de Contas deveria se limitar a emitir parecer sobre

a matéria, devolvendo o processo de aposentadoria ao poder executivo.

d) Não atuou de forma correta, visto que, o tribunal de contas por força do princípio da separação dos

poderes, não deverá apreciar o ato inicial de aposentadoria.

Questão 16 - Direito Constitucional

Enunciado: Roberto, político do Estado de Pernambuco, insatisfeito com o trabalho do Juiz de Direito

da Comarca de Recife, consultou seu advogado sobre a possibilidade de ser requerida a remoção

compulsória desse magistrado. Com base na Constituição Federal de 1988, o requerimento almejado:

a) Não encontra, em nenhuma hipótese, amparo na ordem constitucional;

b) Só poderá ser apreciado pelo Conselho Nacional de Justiça, que é livre para deferi-lo ou não.

c) Só poderá ser apreciado pelo Supremo Tribunal Federal, órgão de cúpula do Poder Judiciário.

d) Poderá ser deferido por motivo de interesse público, pelo tribunal ou pelo Conselho Nacional de

Justiça.

Questão 17 - Direito Constitucional

Enunciado: Foi editada pelo Distrito Federal a lei X/2019, que disciplina o horário de funcionamento do

comércio. O partido político Z, que consta com apenas um representante na Câmara dos Deputados,

entende que tal horário era muito reduzido, contrariando às normas da Constituição Federal. 

www.oabdebolso.com/simulado
Diante disso, ingressa com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade perante o Supremo Tribunal

Federal. Conforme a matéria constitucional e o controle concentrado de constitucionalidade perante o

STF, é correto afirma que o partido político Z:

a) Não possui legitimidade para impetrar uma Ação Direta de Inconstitucionalidade, mas ela é cabível

na situação apresentada.

b) Possui legitimidade para impetrar uma Ação Direta de Inconstitucionalidade e ela é cabível na

situação apresentada.

c) Apesar de possuir legitimidade para impetrar uma Ação Direta de Inconstitucionalidade, não é

cabível na situação apresentada.

d) Não possui legitimidade para impetrar uma Ação Direta de Inconstitucionalidade, pois as leis

distritais somente estão sujeitas ao controle concentrado de constitucionalidade perante o Tribunal de

Justiça.

Questão 18 - Direitos Humanos

Enunciado: No que se trata a Convenção Interamericana de Direitos Humanos e sobre o tema pena de

morte, o documento:

a) Afirma que a pena de morte é inadmissível em qualquer circunstância, visto que o direito à vida é

protegido por lei.

b) Afirma que não deve aplicar a pena de morte aos crimes políticos, salvo se estiverem conectados a

crimes comuns e que estejam sujeitos a tal pena.

c) Afirma que a pena de morte não poderá ser imposta aos menores de dezoito anos nem a mulheres

gestantes.

d) Afirma que os Estados não podem admitir a pena de morte, salvo se já tiverem aplicado e a tenham

abolido, hipótese em que a pena poderá ser restabelecida.

Questão 19 - Direitos Humanos

Enunciado: Foi divulgado pela União Interparlamentar Internacional (UIP) um ranking de

representatividade feminina na política, com base em dados de janeiro de 2018. No ranking, verificou-

se que, entre 193 países, o Brasil ocupava a 152 ª posição. Os países foram classificados levando em
consideração o número de assentos ocupados por mulheres nas duas casas (Câmara ou Casa

Baixa/Senado ou Casa Alta) de seus respectivos congressos. A pesquisa revelou que a ausência de

incentivo dos partidos políticos, em virtude da expressão de uma cultura machista, é uma das

principais causas da baixa participação da mulher na política brasileira. De acordo com o caso

apresentado, é correto afirmar que:

a) a legislação brasileira determina que os partidos políticos devem registrar, no TSE, planos semestrais

em que são estabelecidas as estratégias para o aumento gradativo da participação de mulheres nas

vagas para candidaturas parlamentares.

www.oabdebolso.com/simulado
b) a legislação brasileira determina que tanto os partidos quanto as coligações são livres para

preencher a lista de candidaturas às eleições parlamentares, sem que haja uma obrigação de

distribuição das vagas de acordo com o sexo.

c) a legislação brasileira determina que todos os partidos devem reservar ao menos 40% de suas vagas

para candidaturas parlamentares para mulheres, sendo que, desse percentual, 20% devem ser

destinadas a mulheres negras

d) a legislação brasileira determina que cada partido ou coligação deverá reservar, das vagas para

candidaturas parlamentares que podem ser preenchidas pelos partidos políticos, o mínimo de 30% e o

máximo de 70% para candidaturas de cada sexo.

Questão 20 - Direito Internacional

Enunciado: De acordo com a Lei n° 9.474/97, que define mecanismos para a implementação do

Estatuto dos Refugiados de 1951, sendo o Brasil um de seus signatários, é correto afirma que:

a) O refugiado poderá exercer atividade remunerada no Brasil, ainda que pendente o processo de

refúgio.

b) a solicitação de refúgio não suspenderá o processo de extradição pendente, em fase administrativa

ou judicial, baseado nos fatos que fundamentaram a concessão de refúgio.

c) sendo acolhido como refugiado, tem todos os direitos previstos no seu país de origem, mas deve

acatar os deveres impostos a todos os brasileiros. Também tem direito à cédula de identidade.

d) não se beneficiarão da condição de refugiado os indivíduos reincidentes em crimes contra o

patrimônio público, bem como aqueles que foram condenados por crime contra a vida.

Questão 21 - Direito Internacional

Enunciado: O brasileiro Roberto firmou, na cidade de São Paulo, contrato de prestação de serviços, a

ser cumprido no Brasil, com determinada empresa pertencente a Juan, argentino domiciliado em seu

país de origem. Uma das cláusulas do contrato previa a aplicação exclusivamente da lei argentina.

Ocorre que, por motivos diversos, Roberto ingressa com ação no Brasil e durante o processo surge uma

questão envolvendo a capacidade de Juan para assumir e cumprir as obrigações estabelecidas no

contrato. A respeito dessa questão é correto afirmar que:

a) a Justiça brasileira deverá aplicar a lei brasileira, país onde os serviços serão prestados.

b) a Justiça brasileira deverá aplicar a lei argentina, escolhida pelas partes mediante cláusula

contratual expressa.

c) a Justiça brasileira deverá aplicar a lei brasileira, porque o contrato foi celebrado no Brasil.

d) a Justiça brasileira deverá aplicar a lei argentina, porque Juan é domiciliado na Argentina.

www.oabdebolso.com/simulado
Questão 22 - Direito Tributário

Enunciado: Com o objetivo de estimular a indústria brasileira, foi publicada uma nova lei em

18/02/2018, majorando a alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), bem como

majorando a alíquota do Imposto de Exportação (IE). A nova alíquota poderá ser exigida para o IPI e

para o IE:

a) 90 dias após a publicação da lei para o IPI e imediatamente para o IE.

b) Para ambos os impostos no exercício financeiro seguinte.

c) De forma imediata para ambos os impostos.

d) 90 dias após o exercício financeiro seguinte para o IPI e no exercício financeiro seguinte para o IE.

Questão 23 - Direito Tributário

Enunciado: Uma instituição financeira localizada no Estado do Rio Grande do Sul, onde tem a sua

sede, transferiu parte do seu ativo imobilizado para o Estado do Rio de Janeiro, para uma nova filial ali

instalada há oito meses. Os bens foram acompanhados de nota de simples remessa. Entretanto, o

Estado do Rio de Janeiro autuou a instituição financeira, por ter descumprido lei estadual X que

registra a necessidade de emissão de nota fiscal para ingresso de bens do ativo imobilizado na

unidade federativa referida. Diante desse caso:

a) A lei estadual do Rio de Janeiro é inconstitucional, por criar fato gerador novo para incidir ICMS no

simples ingresso físico de bens em seu território.

b) A exigência do Estado do Rio de Janeiro é inconstitucional, por vicio de competência, pois as

instituições financeiras não são contribuintes do ICMS.

c) A atuação do Estado do Rio de Janeiro é constitucional, pois a obrigação acessória é autônoma em

relação à regra matriz de incidência tributária, e persiste para fins fiscalizatórios.

d) É legal a atuação do Estado do Rio de Janeiro, ante a função sancionadora e reguladora que

exerce no que diz respeito às situações jurídicas tributárias.

Questão 24 - Direito Tributário

Enunciado: O Estado da Bahia publicou, em julho de 2018, a Lei XY, na qual majora o valor das

alíquotas e das multas de ICMS. Em fevereiro de 2019, no procedimento de fiscalização, o Estado

constatou que o contribuinte Carlos, em operações realizadas em outubro de 2016, não recolheu o

ICMS devido. Em razão disso, foi efetuado o lançamento tributário contra Carlos, exigindo-lhe o ICMS

não pago e a multa decorrente do inadimplemento. Conforme o exposto, o lançamento em questão só

estará correto:

a) Caso as multas e alíquotas forem previstas na Lei XY.

b) Caso as multas e alíquotas forem previstas na lei vigente ao tempo do fato gerador.

c) Caso as alíquotas forem previstas na Lei XY e as multas forem àquelas previstas na lei vigente ao

tempo do fato gerador.

www.oabdebolso.com/simulado
d) Caso as multas forem previstas na Lei XY e as alíquotas forem àquelas previstas na lei vigente ao

tempo do fato gerador.

Questão 25 - Direito Tributário

Enunciado: Foi criado em um Estado da Federação brasileira, através de um decreto, uma taxa

semestral, cobrada de todos os cidadãos que fossem proprietários de aparelho celular, pela simples

razão de serem proprietários, nos dias 1ª de janeiro e 1ª de julho de cada ano respectivamente. Essa
cobrança, de acordo com o Código Tributário Nacional e com a Constituição Federal:

a) Não poderá ser cobrada, pois além de não ser taxa, foi instituída sem previsão constitucional.

b) Poderá ser cobrado, visto que os Estado têm competência para instituir taxas.

c) Apenas poderá ser instituída através de lei ordinária.

d) Poderá ser instituída apenas pela União.

Questão 26 - Direito Tributário

Enunciado: Observe a seguinte situação hipotética: Determinada lei federal fixa alíquotas aplicáveis

ao ITR e estabelece que a alíquota em relação aos imóveis rurais localizados em São Paulo seria de 8%

e a relativa aos demais Estados seria 11%. Esse enunciado normativo viola o princípio constitucional:

a) Da legalidade tributária.

b) Da liberdade de tráfego.

c) Da uniformidade geográfica da tributação.

d) Da isonomia.

Questão 27 - Direito Administrativo

Enunciado: Raissa é servidora pública, tem sessenta anos de idade e está vinculada ao regime próprio

de previdência. Ela cumpriu quinze anos de efetivo exercício no serviço público, tendo, nos últimos

cinco anos, trabalhado no cargo efetivo em que pretende se aposentar. Considerando o caso, bem

como o tema servidores públicos, assinale a alternativa correta:

a) Raissa poderá aposentar-se voluntariamente com proventos integrais em razão da idade.

b) é possível perceber simultaneamente proventos de aposentadoria e de remuneração de cargo em

comissão.

c) o caráter compulsório da aposentadoria aos setenta anos de idade não se aplica aos detentores de

cargo vitalício.

d) os requisitos de idade e de tempo de contribuição para fins de aposentadoria serão reduzidos em

cinco anos no caso de professor da rede pública de ensino que tenha exercido, mesmo que de forma

parcial, a função de magistério.

www.oabdebolso.com/simulado
Questão 28 - Direito Administrativo

Enunciado: Fernando é secretário municipal e Roberto é o seu assessor. Devido a brigas por razões

políticas e partidárias, que se intensificaram durante o período eleitoral, Fernando removeu Roberto

para uma outra comarca. Considerando os fatos narrados e o tema poderes da administração,

assinale a alternativa correta:

a) na situação apresentada, Fernando agiu com abuso de poder, na modalidade excesso de poder,

uma vez que atos de remoção de servidor não podem ter caráter punitivo.

b) o desvio de poder é a modalidade de abuso de poder nas situações em que o agente busca fim

diverso daquele que a lei lhe permitiu.

c) o abuso de poder não decorre de conduta omissiva de agente público.

d) a demissão de um servidor público configura sanção aplicada em decorrência do poder de polícia,

uma vez que se caracteriza como atividade de controle repressiva, com fundamento na supremacia do

interesse público.

Questão 29 - Direito Administrativo

Enunciado: O Presidente da República editou decreto no exercício do seu poder regulamentar. Ao

analisar o ato, o Legislativo entendeu que houve extrapolação por parte do chefe do executivo em

relação ao exercício do poder regulamentar e decidiu sustar o decreto. Diante dos fatos narrados e do

tema controle da administração, assinale a alternativa correta:

a) o Poder Legislativo não agiu corretamente, pois a competência para sustar atos do Poder Executivo

é do Poder Judiciário, mediante provocação.

b) os atos discricionários, em consequência de sua natureza, não podem ser apreciados pelo Poder

Judiciário.

c) o judiciário poderá exercer o controle de legalidade dos atos da administração, cabendo ao juiz

anulá-los ou revogá-los.

d) a fiscalização contábil, orçamentária, operacional e patrimonial da administração pública federal

sob os aspectos da legalidade, legitimidade e economicidade integra o controle externo exercido pelo

Legislativo federal com o auxílio do TCU.

Questão 30 - Direito Administrativo

Enunciado: 30) A administração do hospital público estadual fez licitação na modalidade pregão para

compra de peças reservas que serão utilizadas na manutenção de equipamentos hospitalares. O edital

previu de forma bem definida o padrão de qualidade das peças, uma vez que suas especificações são

usuais de mercado. Considerando o caso e a legislação referente ao pregão, assinale a alternativa

correta:

a) caso não haja manifestação de recursos ao final do processo licitatório, incumbe ao pregoeiro

adjudicar o objeto ao vencedor do certame.

b) é de oito dias corridos o prazo fixado para apresentação das propostas, contado a partir da

publicação do aviso de convocação dos interessados.

www.oabdebolso.com/simulado
c) para julgamento e classificação das propostas, os critérios do menor preço ou técnica e preço

poderão ser adotados.

d) o pregoeiro não pode negociar com o licitante vencedor preço melhor para a administração após a

fase de lances.

Questão 31 - Direito Administrativo

Enunciado: 31) Mariana apresentou representação à administração contra Pedro, analista judiciário,

por ato de improbidade administrativa consubstanciado no enriquecimento ilícito, sabendo ser ele

inocente. De acordo com a Lei de Improbidade, a conduta de Mariana:

a) poderá ser considerada crime, estando ela sujeita à pena de reclusão e multa.

b) poderá ser considerada um ilícito administrativo, estado ela sujeita à pena de multa.

c) poderá ser considerada crime, estando ela sujeita a detenção e multa.

d) poderá ser configurada como contravenção penal.

Questão 32 - Direito Administrativo

Enunciado: João é servidor público efetivo e se encontrava em exercício de cargo comissionado

quando foi exonerado ad nutum pela autoridade competente por ter supostamente cometido crime de

peculato. Meses depois, a administração verificou que o crime nunca foi praticado por João, porém,

manteve o ato de exoneração por se tratar de ato discricionário. Considerando o caso e a disciplina

dos atos administrativos, assinale a alternativa correta:

a) nessa situação, o ato que exonerou João é válido, pois se trata de crime, sendo assim, não é

aplicada a teoria dos motivos determinantes.

b) se a lei não obriga a motivação de determinado ato administrativo, a administração não está

vinculada aos motivos apresentados por ela espontaneamente.

c) a anulação, assim como a revogação retiram do mundo jurídico atos com defeitos e produzem

efeitos ex nunc.

d) o ato de exoneração é nulo, uma vez que restou comprovada a não ocorrência da situação

declarada e o motivo descrito na lei.

Questão 33 - Direito Ambiental

Enunciado: Com mais de 20 anos de atuação profissional e engajado em causas ambientais, Daniel

adquire um terreno que possui uma extensa área de vegetação bastante devastada, devido à

atividade humana. No local, Daniel decide cultivar, sem a utilização de agrotóxicos, frutas, legumes e

verduras para consumo próprio e de sua família. Acontece que, após fiscalização de rotina por

autoridade ambiental local, Daniel é surpreendido com notificação de que a área do terreno seria de

preservação permanente. A respeito do caso, podemos afirmar que:

a) Daniel não pode ser responsabilizado por ato ilícito que não cometeu, desta forma, o único

responsável pelo dano é o antigo proprietário, causador do ilícito ambiental.

www.oabdebolso.com/simulado
b) Nem Daniel nem o antigo proprietário do terreno são responsáveis pelo dano, sendo

responsabilidade exclusiva da Administração Pública, uma vez que não realizou a devida fiscalização

ambiental quando da transmissão do imóvel.

c) Como se trata de obrigação propter rem, Daniel é responsável pela regeneração da área, mesmo

não tendo sido o responsável por sua degradação.

d) Em razão do princípio da boa-fé, a obrigação de regenerar a área só seria atribuída a Daniel, caso

ele soubesse do dano ambiental cometido pelo antigo proprietário.

Questão 34 - Direito Ambiental

Enunciado: Em relação à repartição de competências ambientais, é correto afirmar que

a) o Município só pode exercer sua competência material ambiental nos limites das normas estaduais

sobre o tema.

b) insere-se dentro da competência administrativa comum e da competência legislativa concorrente

atribuída constitucionalmente aos Estados Membros, a possibilidade de condicionar a aprovação de

licenciamento ambiental à prévia autorização da Assembleia Legislativa.

c) a União detém competência privativa para legislar sobre jazidas, minas, caça, pesca e atividades

nucleares de qualquer natureza, nos termos da carta constitucional.

d) a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios têm competência material ambiental comum,

devendo leis complementares fixar normas de cooperação entre os entes.

Questão 35 - Direito Civil

Enunciado: João fez a troca de uma máquina de lavar roupas que estava danificada com um fogão

também danificado de Marcelo. Ambos sabiam que os respectivos bens estavam deteriorados e ambos

esconderam tal circunstância um do outro, visando tirar vantagem. Sentindo-se prejudicado, Marcelo

ajuíza uma ação contra João requerendo a invalidação do negócio e a indenização. Diante desse

caso, o juiz deverá:

a) Acolher somente o pedido de indenização, em razão do princípio que veda o enriquecimento sem

causa.

b) Rejeitar ambos os pedidos, visto que as duas partes agiram com dolo, não podendo nenhuma das

partes alegar nulidade do negócio ou pedir indenização.

c) Acolher o pedido apenas da invalidação, desde que seja formulado no prazo decadencial de quatro

anos da celebração do negócio.

d) Acolher ambos os pedidos, visto que o dolo de uma parte não anula o da outra.

www.oabdebolso.com/simulado
Questão 36 - Direito Civil

Enunciado: Em contrato de compra e venda a prazo, Joana e Maria convencionaram que o prazo

prescricional para a cobrança de valores inadimplidos seria de 8 meses, apenas, e não o previsto na lei

civil. Essa cláusula:

a) Possui validade, pois se trata de compra e venda a prazo que possui regra específica, autorizando a

diminuição dos prazos prescricionais.

b) Não possui validade, visto que o acordo diminuiu o prazo prescricional, sendo apenas possível o

aumento desse prazo.

c) Possui validade por diminuir o prazo de prescrição.

d) Não possui validade, pois os prazos prescricionais não podem ser alterados através da convenção

entre as partes, sejam eles reduzidos ou ampliados.

Questão 37 - Direito Civil

Enunciado: Larissa e José firmaram um contrato de trato sucessivo em que acordavam uma obrigação

portável. Porém, de forma reiterada, o pagamento era feito de forma diversa da que foi pactuada,

sem que os envolvidos apresentassem oposição. Diante disso, os pagamentos realizados são

considerados:

a) Inválidos, visto que realizados de forma diversa do pactuado no contrato, podendo o credor exigir

que o pagamento seja realizado de forma constante do instrumento da avença.

b) Válidos, porém o credor poderá exigir que o pagamento seja realizado de forma constante no

contrato, pois não há fundamento para se presumir renúncia ao previsto no instrumento contratual.

c) Inválidos, visto que foi realizado de forma diversa do acordado entre as partes, porém o credor não

poderá exigir que o pagamento passe a ser realizado de forma constante do instrumento de avença.

d) Válidos, e o credor não poderá exigir que o pagamento passe a ser realizado de forma constante

no instrumento de avença, pois se presume que o credor renunciou ao previsto no contrato.

Questão 38 - Direito Civil

Enunciado: Dayse deve a Carolina o valor de R$ 3.000,00 (três mil reais). Não tendo dinheiro, Dayse

propõe, como dona de uma loja de roupas, que celebrem um contrato em que Carolina possa fazer

compras até o valor devido. Este acordo caracterizará, em relação à dívida anterior:

a) Compensação

b) Dação em pagamento

c) Remissão

d) Novação

www.oabdebolso.com/simulado
Questão 39 - Direito Civil

Enunciado: Joaquim comprou de seu vizinho Antônio uma televisão tela plana. Pago o preço e

entregue o bem móvel, Joaquim percebeu alguns defeitos aparentes e incontornáveis, como por

exemplo, estava faltando dois botões no controle remoto e a televisão estava com alguns arranhões na

tela. Negado o desfazimento do negócio, Joaquim, 40 dias após a entrega do bem, propôs ação

redibitória, a fim de rejeitar a coisa, rescindindo o contrato e pleiteando a devolução do preço pago.

Nesse caso, a sentença será:

a) Desfavorável a Joaquim, pois o prazo para ajuizamento de tal demanda é de 30 dias, e também

porque os defeitos não são ocultos.

b) Parcialmente favorável a Joaquim, pois o bem contém defeitos ocultos.

c) Favorável a Joaquim, pois o prazo para ajuizamento de tal demanda é de 1 ano, por se tratar de

bens móveis.

d) Desfavorável a Joaquim, pois ele não pode rejeitar a coisa e pedir a devolução do preço pago, visto

que já usou o bem móvel.

Questão 40 - Direito Civil

Enunciado: Juliana, proprietária de um terreno na cidade de Recife/PE, firmou contrato de empreitada

com o empreiteiro José, envolvendo trabalho de construção de imóvel comercial no local. Durante a

obra, o arquiteto contratado por Juliana, com a anuência da mesma, apresenta várias modificações

substanciais, desproporcionais ao projeto originalmente aprovado para o contrato celebrado entre as

partes. Neste caso, se Juliana exigir que as modificações sejam realizadas pelo empreiteiro José, nos

termos estabelecidos pelo Código Civil:

a) José só poderá suspender a obra caso notifique previamente a Juliana com antecedência mínima de

90 dias.

b) José poderá suspender a obra ainda que Juliana arque com o acréscimo do preço.

c) José não poderá suspender a obra e nem exigir acréscimo do preço.

d) Será extinto automaticamente o contrato de empreitada, independente da manifestação das

partes, diante da alteração do projeto por iniciativa exclusiva de Juliana.

Questão 41 - Direito Civil

Enunciado: Victor, de 13 anos, briga com Fernando, de mesma idade, durante uma partida de futebol

no colégio, e lhe quebra a perna, causando-lhe prejuízo de R$ 3.000,00 nas despesas médicas e de

hospital. Fica provado que Fernando não iniciou a briga, razão pela qual, sua mãe, representando-o,

deseja receber o valor dos danos. Nesse caso, Victor,

a) Mesmo que seja representado, não irá responder pelo prejuízo, já que o fato envolve duas pessoas

absolutamente incapazes, visto que não possui discernimento para entender o caráter ilícito da

conduta.

www.oabdebolso.com/simulado
b) Mesmo sendo absolutamente incapaz, responderá de forma exclusiva e direta pelo dano causado,

visto que se trata de conduta dolosa e não culposa, sendo irrelevante a condição financeira de seus

responsáveis legais.

c) Mesmo sendo absolutamente incapaz, responderá pelo prejuízo que causou, se as pessoas que

respondem por ele não dispuserem de meios suficientes, devendo nesse caso, a indenização ser

equitativa e não terá lugar se privar do necessário o incapaz ou as pessoas que dele dependam.

d) Deverá responder em qualquer hipótese pelo prejuízo, se seus responsáveis legais não tiverem meios

de indenizar a vítima, sem haver limitação quanto à extensão da indenização pela natureza ilícita de

sua conduta.

Questão 42 - Estatuto da Criança e do Adolescente

Enunciado: Para comemorar seu aniversário de 16 anos, Patrícia organiza uma viagem com seu

namorado Lucas, um empresário de 24 anos. A respeito da viagem do jovem casal, é correto afirmar

que:

a) Patrícia poderá se hospedar em local escolhido por ela e por seu namorado Lucas, maior de idade,

independentemente de portar ou não autorização de seus pais.

b) Desde que porte expressa autorização dos seus pais ou responsável, Patrícia poderá se hospedar

em hotel, motel, pensão ou estabelecimento congênere, assim como poderá ingressar em local que

explore jogos de bilhar.

c) Por ser adolescente, e ainda que esteja acompanhada de seu namorado, maior de idade, Patrícia

não poderá, sem portar expressa autorização de seus pais ou responsável, se hospedar em local

escolhido por ela e por seu namorado.

d) Patrícia, em companhia de Lucas, maior de idade, poderá ingressar em um conhecido bar do local

da viagem, onde é realizado um show de música ao vivo no primeiro piso e há um salão de jogos de

bilhar no segundo piso.

Questão 43 - Estatuto da Criança e do Adolescente

Enunciado: Em relação às entidades de atendimento previstas no Estatuto da Criança e do

Adolescente, assinale a afirmativa correta.

a) Ainda que faça parte de programa de acolhimento institucional ou familiar, a criança ou o

adolescente deve ser estimulado a manter contato com seus pais ou responsável.

b) É proibido acolher crianças e adolescentes em entidades que mantenham programa de acolhimento

institucional sem a prévia determinação da autoridade competente.

c) Com o objetivo de promover e aprofundar a integração entre crianças e adolescentes e os

diferentes contextos sociais, as entidades de atendimento devem buscar constantemente a

transferência dos menores para outras entidades.

d) O dirigente das entidades com o objetivo de acolhimento institucional ou familiar é equiparado ao

guardião, para todos os efeitos de direito, conforme disposição expressa de lei.

www.oabdebolso.com/simulado
Questão 44 - Direito do Consumidor

Enunciado: Após contato telefônico com a operadora de telemarketing, Luiza firmou contrato de

seguro de vida, apontando como seus únicos beneficiários Pedro e Clara, seus netos. Durante a

conversa por telefone, que foi gravada pela operadora, Luiza recebeu informações superficiais a

respeito da cobertura completa do seguro a partir do momento de sua contratação, atendido pequeno

prazo de carência em caso de morte. Dias depois, foi enviado para a residência da segurada o

contrato escrito. Luiza, que já vinha com a saúde debilitada, faleceu oitenta dias após a contratação

do seguro, seus beneficiários, Pedro e Clara, entraram em contato com a seguradora para receber a

indenização, mas foram informados de que não poderiam receber o pagamento, pois ainda estaria no

período mínimo de carência, ainda que a operadora de telemarketing garantisse a cobertura. Ao

analisarem o contrato, os netos de Luiza constataram que a avó havia se enganado e não

compreendido as informações a respeito do período de carência, estando descrito em uma das

cláusulas que tal período deveria ser observado de acordo com o que estabelecia a lei civil. A partir do

caso apresentado, é correto afirmar que:

a) a imposição de prazo de carência não é admitida no âmbito das relações de consumo, diferente do

que ocorre nas relações civilistas, que é permitido.

b) as informações descritas no contrato reforçaram o dever de informação do consumidor, porém, é

vedada a imposição de período de carência, por se tratar de relação de consumo.

c) embora mencionada superficialmente pela operadora de telemarketing, a informação foi clara por

estar escrita, sendo permitida a imposição do período de carência, mesmo nas relações de consumo.

d) é permitida a imposição do período de carência, mesmo nas relações de consumo. Porém, a

informação prestada quanto ao prazo de carência, mesmo que descrita no contrato, não foi clara o

suficiente, evidenciando, portanto, a vulnerabilidade da consumidora.

Questão 45 - Direito do Consumidor

Enunciado: Com a compra de um aparelho telefônico mais moderno, Matheus decide contratar um

novo pacote de serviços oferecido por determinada empresa de telefonia móvel. O pacote, no valor de

R$ 64, 90/mês, oferecia os seguintes serviços: SMS ilimitado, acesso a apps de redes sociais sem

descontar da internet por um período de quatro meses e ligações locais de até 120 minutos para

qualquer operadora, o que ultrapassasse este limite seria cobrado do cliente além dos R$ 64,90 pagos

mensalmente. Acontece que, quando chegou o primeiro boleto para pagamento do serviço

contratado, Matheus percebeu algo de errado com os valores cobrados, os quais chegavam a ser

quase que o dobro do que havia sido estabelecido no momento da aquisição do serviço, mesmo ele

não tendo extrapolado o limite de 120 minutos para ligações, uma vez que ele só havia utilizado 59

minutos. Matheus tentou por diversas vezes resolver o caso com a empresa de telefonia móvel, porém

sem sucesso, o que o fez ingressar com ação no judiciário, obtendo medida liminar favorável para que

a empresa se abstivesse de fazer as cobranças indevidas e de incluir o seu nome em cadastro de

inadimplentes. 

www.oabdebolso.com/simulado
Diante do caso acima descrito e das regras atinentes ao Direito do Consumidor, assinale a afirmativa

correta.

a) Em qualquer hipótese, a conversão da obrigação em perdas e danos não necessita de requerimento

do autor.

b) a tutela liminar poderá ser concedida, contanto que não implique em ordem de busca e apreensão,

por requerer esta medida cautelar própria e justificação prévia,

c) A conversão da obrigação em perdas e danos independe de eventual aplicação de multa.

d) A multa diária aplicada a empresa pode ser fixada em sentença, mas desde que Matheus, autor,

requeira expressamente na petição inicial.

Questão 46 - Direito Empresarial

Enunciado: De acordo com o Código Civil, considera-se estabelecimento, todo complexo de bens

organizado, para o exercício da empresa, por empresário, ou por sociedade empresária. No tocante às

disposições legais acerca do estabelecimento empresarial, assinale a alternativa correta.

a) O adquirente do estabelecimento responde pelo pagamento dos débitos anteriores à transferência,

desde que regularmente contabilizados, continuando o devedor primitivo solidariamente obrigado pelo

prazo de dois anos, a partir, quanto aos créditos vencidos, da publicação, e, quanto aos outros, da

data do vencimento.

b) Salvo disposição em contrário, a transferência não importa a sub-rogação do adquirente nos

contratos estipulados para exploração do estabelecimento, se não tiverem caráter pessoal, podendo

os terceiros rescindir o contrato em cento e oitenta dias a contar da lavratura do ato, se ocorrer justa

causa, ressalvada, neste caso, a responsabilidade do alienante.

c) Pode o estabelecimento ser objeto unitário de direitos e de negócios jurídicos, translativos ou

constitutivos, que sejam compatíveis com a sua natureza.

d) Se ao alienante não restarem bens suficientes para solver o seu passivo, a eficácia da alienação do

estabelecimento depende do pagamento de todos os credores, ou do consentimento destes, de modo

expresso e inequívoco, em noventa dias a partir de sua notificação.

Questão 47 - Direito Empresarial

Enunciado: As sociedades em conta de participação e as sociedades cooperativas estão previstas e

disciplinadas no Código Civil brasileiro. Acerca do estudo sobre essas espécies societárias, assinale a

alternativa correta:

a) Na sociedade cooperativa, há a possibilidade de dispensa de fixação do capital social em seu ato

constitutivo.

b) A sociedade em conta de participação cujo ato constitutivo seja levado a registro adquire

personalidade jurídica.

c) Na sociedade em conta de participação, a atividade constitutiva do objeto social é exercida pelo

sócio ostensivo e pelos sócios ocultos capitalistas.

www.oabdebolso.com/simulado
d) Na sociedade cooperativa, assim como nos demais tipos societários, é obrigatória a limitação

quanto ao número máximo de sócios.

Questão 48 - Direito Empresarial

Enunciado: O contrato social da empresa Z é omisso quanto aos atos de gestão que seus

administradores poderão praticar. Valendo-se desta omissão, no desempenho de suas funções de

administradores, Pedro, com o auxílio de João, agiu com excesso, causando prejuízos a Marcos,

terceiro que não tinha conhecimento da prática. Diante do caso narrado, na condição de

administradores:

a) Pedro e João responderão solidariamente perante a sociedade e o terceiro pelos prejuízos

causados, desde que comprovado o dolo de ambos no desempenho de suas funções.

b) Pedro e João responderão solidariamente perante a sociedade e o terceiro pelos prejuízos

causados, ainda que tenham agido simplesmente com culpa.

c) João por ter apenas auxiliado Pedro no desempenho de suas funções, não responderá perante a

sociedade e o terceiro pelos prejuízos causados.

d) João, por ter apenas auxiliado Pedro, responderá subsidiariamente perante a sociedade e o terceiro

pelos prejuízos causados, bastando para tal que seja comprovada a culpa de ambos no desempenho

de suas funções.

Questão 49 - Direito Empresarial

Enunciado: Jânio é coobrigado, que pagou uma duplicata protestada e deseja promover a

competente ação para cobrar, parte do valor por ele despendido, de terceiro constante na cadeia de

coobrigados. Diante deste caso, o prazo prescricional para a ação de regresso dos coobrigados entre

si será de:

a) Seis meses, a contar da efetuação do pagamento por Jânio.

b) Seis meses, a contar do protesto do título.

c) Um ano, a contar do protesto do título.

d) Um ano, a contar da efetuação do pagamento por Jânio.

Questão 50 - Direito Empresarial

Enunciado: O juízo falimentar é universal, ou seja, atrai todas as ações e os interesses da sociedade

falida e da massa falida. Em conformidade com a regra geral da Lei de Falências, essa atratividade

ocorrerá na ação em tramitação em que a massa falida figure na condição de:

a) Autora ou litisconsorte ativa em ações não reguladas na Lei de Falências.

b) Sujeito passivo de uma execução tributária.

c) Sujeito passivo no cumprimento de sentença líquida por reparação de danos.

d) Sujeito passivo de uma reclamação trabalhista.

www.oabdebolso.com/simulado
Questão 51 - Direito Processual Civil - Novo CPC

Enunciado: Pedro é credor de uma obrigação de fazer em face de Gilson, tendo proposto uma

demanda no sentido de satisfazer essa obrigação. Todavia, a sentença extinguiu o processo por falta

de interesse de agir, dessa decisão não houve recurso. Um ano depois, Pedro percebeu que o juízo

prolator da sentença era absolutamente incompetente, sendo assim, ele poderá:

a) diante da ocorrência de um error in procedendo, apelar da decisão.

b) interpor reclamação devido a usurpação de competência de órgão de segundo grau.

c) sanado o vício, propor em face de Gilson nova ação de cobrança, agora perante o juízo

competente.

d) tendo como fundamento a incompetência do juízo, impetrar ação anulatória.

Questão 52 - Direito Processual Civil - Novo CPC

Enunciado: Judite, ao voltar de uma viagem à São Paulo, percebe que o seu apartamento localizado

em Recife foi invadido por Melissa. Sendo assim, ela ajuíza ação de reintegração de posse em

desfavor da invasora na comarca de Jaboatão dos Guararapes, local onde possui domicílio. A ação foi

recebida e Melissa foi regularmente citada. Diante dos fatos narrados, Melissa poderá:

a) alegar incompetência absoluta do juízo como preliminar de contestação.

b) alegar incompetência relativa como preliminar de contestação.

c) alegar, via exceção, a incompetência relativa do juízo.

d) abster-se de alegar qualquer vício, uma vez que a ação foi proposta no foro correto.

Questão 53 - Direito Processual Civil - Novo CPC

Enunciado: Carmen propôs demanda em face de Henrique na qual visa tão somente a concessão de

tutela de urgência de natureza cautelar. Ao contestar a ação, após regularmente citado, Henrique

alegou a ocorrência de prescrição, o que extinguiria o direito subjetivo citado por Carmen na inicial.

Na sentença, o magistrado confirmou a ocorrência da prescrição e, como não houve recurso, essa

decisão transitou em julgado. Meses depois, Carmen ajuizou ação na qual requeria o pedido principal.

Considerando os fatos, assinale a alternativa correta:

a) o juiz deve julgar o mérito da segunda ação, pois a primeira sentença não formou coisa julgada

material.

b) o juiz deverá extinguir o processo sem resolução do mérito, uma vez que há o óbice da coisa

julgada material.

c) não há obstáculo para que o juiz conheça do processo, desde que Carmen tenha apresentado

novas provas.

d) tendo em vista a litispendência, o juiz deverá extinguir o processo sem resolução do mérito.

www.oabdebolso.com/simulado
Questão 54 - Direito Processual Civil - Novo CPC

Enunciado: Alice moveu ação para discutir as declarações de última vontade de seu pai dispostas em

testamento. Gilberto, irmão de Alice, e parte interessada no feito, alegou que durante a tramitação

não houve a participação obrigatória do Ministério Público, requerendo, por isso, a anulação de todo o

procedimento. Considerando os fatos, assinale a alternativa correta:

a) está correta alegação de nulidade e, nesses casos, o juiz deverá declarar a invalidade do

procedimento desde o momento da distribuição.

b) não assiste razão à Gilberto em relação ao pedido de anulação, pois a participação do Ministério

público somente é obrigatória quando há a participação de incapaz ou da Fazenda Pública.

c) no caso, cabe ao Ministério Público avaliar se há ou não interesse público ou social que torne

necessária a sua intervenção, uma vez que a lei não obriga a sua atuação nas causas relativas a

disposição de última vontade.

d) Gilberto tem razão em suas alegações, pois compete ao Ministério Público intervir nas causas que

tratem sobre disposições de última vontade.

Questão 55 - Direito Processual Civil - Novo CPC

Enunciado: Mariana, em ação na qual foi requerida por ela reparação por danos materiais, ao ser

intimada para comparecer à audiência de conciliação, informa ao seu advogado que não deseja

comparecer, pois não vê possibilidade de conciliação com o réu e sabe que ele também não deseja

conciliar. Considerando os fatos, assinale a alternativa correta:

a) Diante da falta de interesse de Antônia na realização da audiência, esta poderá ser dispensada no

caso em tela.

b) O réu deverá ser citado para apresentar sua defesa com, pelo menos, dez dias de antecedência.

c) ainda que as duas partes afirmem que não desejam a conciliação, quando a matéria não admitir

autocomposição, a audiência de conciliação acontecerá.

d) caso Mariana falte a audiência de conciliação, o seu não comparecimento será ato atentatório à

dignidade da justiça, que poderá acarretar em pena de multa.

Questão 56 - Direito Processual Civil - Novo CPC

Enunciado: Rafael é advogado e credor de um débito decorrente de um contrato de mútuo, que tem

como devedora Cristina. Diante da inadimplência da devedora, Rafael ajuizou ação de cobrança,

julgada procedente após regular instrução probatória. A sentença foi omissa, pois não fez referência

aos honorários advocatícios de sucumbência, uma vez que Rafael advogou em causa própria, tendo

ocorrido o transito em julgado. Considerando o caso narrado, assinale a alternativa correta:

a) Cristina não deveria ter sido condenada no pagamento de honorários, já que Rafael advogou em

causa própria; acertada, portanto, a decisão judicial.

b) mesmo havendo o trânsito em julgado da sentença omissa, é possível a cobrança, via ação

autônoma, dos honorários advocatícios.

www.oabdebolso.com/simulado
c) os honorários constituem direito do advogado possuindo natureza alimentar, com os mesmos

privilégios dos créditos oriundos das relações de trabalho, sendo permitida a compensação em caso

de sucumbência parcial.

d) Rafael não poderá requerer que o pagamento dos honorários seja feito em nome da sociedade de

advogados da qual seja sócio.

Questão 57 - Direito Processual Civil - Novo CPC

Enunciado: Carlos é réu em uma ação de responsabilidade civil ajuizada contra ele pela sociedade

limitada “Limpa tudo”, que requereu o benefício da gratuidade da justiça na petição inicial. Todavia, a

sociedade não juntou qualquer documento comprobatório de sua hipossuficiência, sendo mesmo assim

deferido o benefício. Em seguida, o magistrado determinou a citação de Carlos, que pretende

impugnar a concessão. Diante dos fatos, assinale a alternativa correta:

a) a lei presume que a alegação de hipossuficiência é verdadeira e, por isso, Carlos deverá comprovar

na contestação, mediante a apresentação de documentos, que o benefício deve ser indeferido.

b) contra o deferimento de gratuidade da justiça é cabível agravo de instrumento.

c) Carlos deverá alegar na sua contestação que não estão presentes os requisitos para a concessão

de gratuidade da justiça.

d) Apesar de pessoal, se fosse o caso de litisconsórcio ativo, o direito à gratuidade seria estendido aos

demais litisconsortes.

Questão 58 - Direito Penal

Enunciado: Karina percebe que a sua irmã Eduarda está bastante decepcionada e deprimida por não

conseguir um emprego. Karina, então, diz para que ela cometa suicídio, uma vez que a situação do

país estava difícil e a tendência seria piorar, então morrer seria o melhor que ela teria a fazer. Karina

sabia que com a morte da irmã, herdaria sozinha a casa pertencente aos pais, por isso incentiva cada

vez mais que a irmã tire a própria vida. Eduarda decide seguir o conselho de Karina e pula da janela

da faculdade. Todavia, como estudava no primeiro andar, sofreu apenas alguns arranhões leves.

Quando os fatos são descobertos, Karina é denunciada pelo crime de homicídio na modalidade

tentada. Diante do tribunal do júri, assinale a alternativa que melhor define a principal tese que o

advogado de Karina poderá tecer:

a) deverá alegar que a conduta praticada por Karina é atípica.

b) deverá requerer a desclassificação para o crime de induzimento, instigação ou auxílio a suicídio

consumado.

c) deverá requerer a desclassificação para o crime de induzimento, instigação ou auxílio a suicídio, na

modalidade tentada.

d) deverá alegar a existência de excludente de culpabilidade.

www.oabdebolso.com/simulado
Questão 59 - Direito Penal

Enunciado: Os deputados do estado “Alfa” estão cientes do caos que se encontram as prisões do

estado, com frequentes rebeliões e mortes da população carcerária decorrente de doenças agravadas

pela superlotação, além do crescente aumento da violência. Por isso, decidem que são necessárias

medidas para frear essa crise. Para que saibam o que fazer, solicitam auxílio jurídico em relação à Lei

de execuções penais, para entenderem o que ela dispõe sobre direitos e deveres dos presos. Diante

dos fatos narrados, assinale a alternativa que representa uma disposição contida na referida lei:

a) aos presos deve ser garantido o direito ao trabalho no interior da prisão, todavia, se eles cometerem

falta grave, perderão todos os dias remidos pelo trabalho.

b) para que seja reconhecida a falta grave, é necessário que haja prévio procedimento administrativo

disciplinar, sem a exigência, contudo, de que seja acompanhado pela defesa técnica do preso.

c) a remissão de pena é possível nos regimes fechado e semiaberto, mas não é possível no regime

aberto e quando o apenado estiver cumprindo livramento condicional.

d) se o apenado praticar uma falta grave, isso não será causa de interrupção do prazo para fim de

comutação de pena ou indulto.

Questão 60 - Direito Penal

Enunciado: Roberto foi denunciado pela prática do crime de petrechos de falsificação, ocorrido em 03

de maio de 2011, estabelecido no artigo 294 do CP, com pena prevista de reclusão, de 1 a 3 anos, e

multa. A denúncia foi recebida em 12 de abril de 2015, sendo Roberto condenado por sentença

publicada em 07 de outubro de 2018. A pena aplicada restou fixada em 01 (um) ano de reclusão e 20

dias-multa. A defesa de Roberto recorreu, pleiteando a absolvição, enquanto o Ministério Público não

recorreu. Considerando os fatos, assinale a alternativa correta quanto ao que a defesa poderá

pleitear ou não, caso o seu recurso não seja provido:

a) a defesa poderá requerer o reconhecimento da prescrição da pretensão punitiva, considerando a

pena em concreto, entre a data dos fatos e o recebimento da denúncia.

b) a defesa não poderá requerer o reconhecimento da prescrição da pretensão punitiva e nem a

prescrição da pretensão executória.

c) a defesa poderá requerer a prescrição da pretensão punitiva pela pena em concreto entre o

recebimento da denúncia e publicação da sentença.

d) a defesa de Roberto não poderá buscar o reconhecimento da prescrição da pretensão punitiva,

mas poderá buscar a extinção da punibilidade pela prescrição da pretensão executória.

www.oabdebolso.com/simulado
Questão 61 - Direito Penal

Enunciado: Paula, Bruna, Renata e Helena trabalham em uma loja de roupas de festa. Bruna é a

gerente da loja, enquanto as demais são vendedoras. Em uma ocasião, diante de uma importante

encomenda, Renata danificou um vestido no momento de embalá-lo para a entrega. Irritada, Bruna

gritou com a subordinada diante de todos na loja, proferiu palavras pejorativas e a rebaixou de

função. No dia seguinte, Renata verificou que Paula estava no refeitório querendo colocar veneno no

copo de Helena, pois não aguentava mais vender menos do que ela e, por isso, desejava matá-la.

Renata, então, entrega para Paula o copo de Bruna, afirmando ser o de Helena, no intuito de se vingar

da gerente pelo ocorrido no dia anterior e ainda se livrar da responsabilidade, uma vez que recairia

sobre Paula. Bruna bebe o veneno e começa a passar mal imediatamente. Percebendo o erro que

cometeu, Paula socorre Bruna de maneira que conseguiu evitar a sua morte. Considerando os fatos,

assinale a alternativa correta:

a) Paula não responderá por crime algum, em razão de erro sobre a pessoa, enquanto Renata

responderá por tentativa de homicídio.

b) Renata responderá por tentativa de homicídio e Paula por lesão corporal.

c) tanto Paula quanto Renata responderão por tentativa de homicídio.

d) Paula não responderá por crime algum, uma vez que restou configurada discriminante putativa,

enquanto Renata responderá por lesão corporal.

Questão 62 - Direito Penal

Enunciado: André foi contratado como motorista de Francisco, de 62 anos, dono de uma rede de

restaurantes. Sabendo do grande patrimônio acumulado do seu chefe, André decide, com a ajuda de

Maria, sua esposa, sequestrar Francisco com o intuito de exigir certa quantia como resgate. Durante o

cativeiro, Francisco tentou fugir, porém, André conseguiu impedir e, como punição, quebrou as duas

pernas da vítima, que ficou sem andar durante todo o período em que esteve sequestrada. Dois meses

depois, estando a vítima ainda em cativeiro, entrou em vigor nova lei, aumentando a pena para o

delito em questão. Percebendo o comportamento cada vez mais agressivo do marido, Maria chamou a

polícia, o que possibilitou a libertação de Francisco. Considerando os fatos e o entendimento do STF,

assinale a alternativa correta:

a) a lei mais gravosa não incidirá sobre a conduta de André e Maria.

b) Maria terá a sua pena reduzida de um a dois terços.

c) André e Maria deverão responder pelo delito de extorsão simples.

d) Maria não responde pelo crime, uma vez que restou configurado arrependimento eficaz.

www.oabdebolso.com/simulado
Questão 63 - Direito Penal

Enunciado: Alice foi processada e condenada pelo crime de estelionato. A sentença previu pena

concreta de 01 (um) ano de reclusão e dez dias-multa. Considerando o Código penal, bem como o

entendimento dos tribunais superiores, assinale a alternativa correta:

a) o juiz poderá converter a pena de reclusão em uma pena de multa na sentença condenatória.

b) na sentença condenatória, o magistrado poderá condicionar a aplicação do regime aberto à

prestação de serviços comunitários.

c) o juiz poderá converter a pena de reclusão aplicada em duas penas restritivas de direito.

d) o juiz poderá estabelecer regime de cumprimento mais severo do que o permitido em lei, com base

apenas na gravidade abstrata do delito, ainda que a pena-base tenha sido aplicada no mínimo legal,

sem a necessidade de motivação.

Questão 64 - Direito Processual Penal

Enunciado: Pedro foi preso em flagrante por ser acusado no cometimento de furto de uma

motocicleta. Na lavratura do respectivo auto foram ouvidos os policiais responsáveis pela prisão e o

indiciado. A prisão em flagrante foi convertida em prisão preventiva em sede de audiência de

custódia. Encerradas as investigações e relatado o inquérito policial, os autos foram encaminhados ao

Ministério Público. Entretanto, após análise do caso, o Promotor de Justiça entendeu haver diligência

imprescindível para o oferecimento da denúncia, consistente na oitiva da vítima proprietária da

motocicleta, uma vez que, em seu depoimento, Pedro afirmou ter negociado a compra da referida

motocicleta. Nesse caso, deverá o Promotor de Justiça

a) Oferecer transação penal, nos termos do art. 89 da Lei n° 9.099/95.

b) Requerer o retorno dos autos à Delegacia de origem para que seja realizada a oitiva da vítima e a

imediata soltura do indiciado.

c) Determinar o arquivamento do inquérito policial.

d) Denunciar Pedro e solicitar o prazo de 30 dias para eventual aditamento da denúncia.

Questão 65 - Direito Processual Penal

Enunciado: Com relação às diferentes modalidades de comunicação processual estabelecidas no

Código de Processo Penal assinale a afirmativa correta.

a) Se o acusado, citado por edital, não comparecer, nem constituir advogado, ficarão suspensos o

processo e o curso do prazo prescricional.

b) Se o réu estiver preso, será citado na pessoa de seu defensor.

c) Verificando que o réu se oculta para não ser citado, será citado por edital, com o prazo de 15 dias.

d) A intimação do defensor constituído, do advogado do querelante e do assistente far-se-á por oficial

de justiça.

www.oabdebolso.com/simulado
Questão 66 - Direito Processual Penal

Enunciado: Carla presenciou a ocorrência de um fato criminoso, entretanto, está proibida de

testemunhar em processo penal, devendo guardar segredo em razão de sua profissão. Esta proibição

restará superada quando:

a) For decretado o sigilo da ação penal e a identidade da testemunha for preservada.

b) Não for possível, por outro modo, obter-se ou integrar-se a prova do fato e de suas circunstâncias.

c) Desobrigada do segredo pela parte interessada.

d) Carla deixar de exercer a profissão que exigia o dever de guardar segredo.

Questão 67 - Direito Processual Penal

Enunciado: É sabido que no processo penal é possível que o interrogatório do acusado pelo juiz − de

ofício ou a requerimento das partes – se dê mediante videoconferência. Para tanto deve ser observado

a seguinte regra:

a) Somente poderá ocorrer se o réu tiver participado de todos os atos instrutórios, tiver advogado

constituído ou Defensor Público lotado no estabelecimento onde estiver recolhido.

b) É medida excepcional que visa prevenir risco à segurança pública, quando exista fundada suspeita

de que o preso integre organização criminosa ou de que, por outra razão, possa fugir durante o

deslocamento.

c) É medida obrigatória quando a presença em juízo influenciar o ânimo de testemunhas ou vítima.

d) Somente quando no estabelecimento onde o réu estiver recolhido não dispuser de sala própria para

a realização do ato na presença do juiz, do membro do Ministério Público e do defensor.

Questão 68 - Direito Processual Penal

Enunciado: Ana e Tereza trabalham no mesmo salão de beleza, Ana como manicure e Tereza como

cabeleireira. As duas são antigas rivais em razão de Marcos, atual namorado de Ana, ter deixado

Teresa para ficar com aquela. Em certa ocasião, como já era de costume, as duas mulheres se

desentenderam quando Ana começou a falar em alto e bom som para uma cliente que fazia as unhas

o porquê que Marcos estaria com ela. Quando ouviu os comentários de Ana, Tereza imediatamente

respondeu as indiretas e partiu para a agressão, as duas só pararam de brigar quando policiais que

passaram pelo local apartaram a briga e lhe deram voz de prisão em flagrante. Conduzidas para a

delegacia, Ana foi submetida a exame de corpo de delito que revelou a quebra e o inchaço de três

dedos, sendo um da mão esquerda e dois da mão direita, deixando-a impossibilitada de trabalhar

como manicure por mais de 35 dias. De acordo com o caso apresentado é correto afirmar que:

a) rata-se de crime de ação penal privada subsidiária da pública.

b) trata-se de crime de ação penal pública incondicionada.

c) trata-se de crime de ação penal privada propriamente dita.

d) trata-se de crime de ação penal pública condicionada à representação.

www.oabdebolso.com/simulado
Questão 69 - Direito Processual Penal

Enunciado: A prisão temporária, disciplinada na Lei n° 7.960/89, é definida pelos doutrinadores

Alexandre Cebrian e Victor Eduardo como sendo uma "medida privativa da liberdade de locomoção,

decretada por tempo determinado, destinada a possibilitar as investigações de crimes considerados

graves, durante o inquérito policial". A respeito da prisão temporária, assinale a alternativa correta.

a) Findo o prazo da temporária sem que haja prorrogação, o preso deve ser imediatamente solto.

b) Aquele que for preso em virtude de decretação de prisão temporária, poderá ficar detido no mesmo

local em que se encontram os presos provisórios ou os condenados definitivos.

c) A prisão temporária poderá ser decretada de ofício pelo juiz, após requerimento do MP ou

representação da autoridade policial.

d) Caso o crime cometido pelo preso seja considerado hediondo, sua prisão temporária poderá ser

fixada em um prazo máximo de 15 dias prorrogáveis uma vez pelo mesmo período.

Questão 70 - Direito do Trabalho

Enunciado: Vitória, com 50 anos de idade, é auxiliar administrativa da Empresa X. Após um ano de

trabalho, adquiriu o direito ao gozo de férias. Seu empregador propôs que, ao invés de usufruir 30 dias

corridos de férias, Vitória usufrua-as de forma fracionada, em três períodos, para não afetar

bruscamente a dinâmica de trabalho do setor ao qual faz parte. De acordo com a legislação vigente,

a) Não há necessidade da concordância de Vitória para que as férias sejam usufruídas em até três

períodos, sendo que um deles não poderá ser inferior a 15 dias corridos e os demais não poderão ser

inferiores a 5 dias corridos, cada um.

b) Não há necessidade da concordância de Vitória para que as férias sejam usufruídas em até três

períodos, sendo que um deles não poderá ser inferior a 14 dias corridos e os demais não poderão ser

inferiores a 5 dias corridos, cada um.

c) Desde que haja concordância de Vitória, as férias poderão ser usufruídas em até três períodos,

sendo que um deles não poderá ser inferior a 15 dias corridos e os demais não poderão ser inferiores a

5 dias corridos, cada um.

d) Desde que haja concordância de Vitória, as férias poderão ser usufruídas em até três períodos,

sendo que um deles não poderá ser inferior a 14 dias corridos e os demais não poderão ser inferiores a

5 dias corridos, cada um.

Questão 71 - Direito do Trabalho

Enunciado: Em consonância com o princípio da condição mais benéfica ao empregado, que se insere

no princípio da proteção ao Direito do Trabalho, é correto afirmar que:

a) Havendo conflito entre duas normas jurídicas, prevalece a mais favorável ao empregado.

b) As normas legais não prevalecem diante de normas instituídas por convenção ou acordo coletivo,

por terem estas, destinação mais específica.

www.oabdebolso.com/simulado
c) A supressão de direitos trabalhistas instituídos por regulamento de empresa só alcança os

empregados admitidos posteriormente.

d) Condições estabelecidas em convenção coletiva de trabalho, quando mais favoráveis, prevalecem

sobre as estipuladas em acordo.

Questão 72 - Direito do Trabalho

Enunciado: Sílvia é empregada da sociedade empresária XYZ Ltda., contratada para o cargo de

analista financeira. Por demonstrar desenvoltura e bom desempenho, o empregador resolveu promover

Sílvia ao cargo de gerente financeira e, em virtude desta promoção, passou a lhe pagar, além do

salário, uma gratificação de função de 50% do salário. Dez anos após, a empresa resolveu retornar

Sílvia ao cargo de analista e suprimiu a gratificação de função. Diante da situação apresentada, nos

termos da CLT, assinale a afirmativa correta.

a) A reversão é válida, entretanto, Sílvia faz jus a manutenção da gratificação percebida durante dez

anos, uma vez que incorporou ao salário.

b) A reversão é válida, não sendo garantida a manutenção do pagamento da gratificação, que não

incorpora ao salário, independentemente do tempo de exercício da respectiva função.

c) A reversão é nula, pois se considera alteração unilateral a determinação do empregador para que o

respectivo empregado reverta ao cargo efetivo.

d) A reversão é nula pois causou prejuízos diretos a Silvia diante da supressão da gratificação.

Questão 73 - Direito do Trabalho

Enunciado: Manoel é empregado da empresa Info Ltda e trabalha em regime de teletrabalho. A

empresa custeou todos os equipamentos necessários para montagem do home office na residência de

Manoel. Em determinado dia de trabalho, quando desempenhava suas atividades normalmente, a

cadeira em que Manoel estava sentado quebrou e, devido à queda de mal jeito, machucou-se

gravemente. De acordo com o caso narrado:

a) Não há que se cogitar a ocorrência de acidente de trabalho, tendo em vista que Manoel trabalha

em regime de teletrabalho, estando, portanto, longe das vistas do empregador.

b) Ocorreu acidente do trabalho, sendo irrelevante se o trabalho é prestado na residência do

empregado.

c) O evento jamais poderá ser considerado acidente de trabalho, uma vez que uma simples queda da

cadeira não possui nexo de causalidade com a relação de trabalho.

d) Não ocorreu acidente de trabalho, pois o acidente não ocorreu nas dependências da empresa,

condição necessária para caracterização deste.

Questão 74 - Direito do Trabalho

Enunciado: Lorena é vendedora em determinado estabelecimento empresarial. Após três anos de

trabalho Lorena foi dispensada sem justa causa, com aviso prévio indenizado, afastando-se de

imediato das suas funções. 

www.oabdebolso.com/simulado
Cinco dias após a dispensa, Lorena registrou sua candidatura a dirigente sindical, sendo eleita vice-

presidente do sindicato dos comerciários da sua região. Diante de sua eleição, por ter ocorrido dentro

da projeção do aviso prévio, Lorena procurou seu empregador afirmando ser detentora de estabilidade

provisória. Sobre a hipótese narrada, de acordo com a CLT e com o entendimento consolidado do TST,

assinale a afirmativa correta.

a) O aviso prévio é computado para todos os fins, portanto independente do período em que foi

registrada a candidatura, Lorena terá garantia no emprego.

b) O período do aviso prévio é integrado ao contrato para todos os fins, daí porque Lorena, que foi

eleita enquanto o pacto laboral estava em vigor, não poderá ser dispensada sem justa causa.

c) Não se computa o aviso prévio para fins de tempo de serviço nem anotação na CTPS do empregado

e, em razão disso, Lorena não terá direito à estabilidade decorrente da eleição para dirigente sindical.

d) O aviso prévio é computado para todos os fins, mas, como a candidatura ocorreu no decorrer do

aviso prévio, Lorena não terá garantia no emprego.

Questão 75 - Direito do Trabalho

Enunciado: Gustavo foi contratado pela empresa Xisto Ltda. No ato da contratação foi pactuado

entre empregado e empregador, mediante acordo individual escrito, a possibilidade de prorrogação e

compensação da jornada de trabalho pelo sistema do banco de horas. Considerando as disposições

contidas na Consolidação das Leis do Trabalho,

a) o acordo é válido, desde que a compensação ocorra no período máximo de seis meses.

b) o acordo não é válido, pois a compensação pelo sistema do banco de horas deve ser ajustada

mediante acordo ou convenção coletiva de trabalho.

c) o acordo é desnecessário, pois a prorrogação e compensação da jornada independe da anuência

do empregado.

d) o acordo é válido, mas a compensação por este sistema deve ser efetuada dentro do mesmo mês

em que houve a prorrogação.

Questão 76 - Direito Processual do Trabalho

Enunciado: Marília ajuizou reclamação trabalhista em face da empresa B, postulando o pagamento

complementar das verbas rescisórias, especialmente o pagamento relativo às férias, sob o argumento

de que foram pagas de forma incorreta. Em defesa, a empresa B apresentou fato extintivo do direito

de Marília. Diante do caso narrado, o ônus da prova caberá:

a) A Marília, tendo em vista que o ônus da prova incumbe a parte reclamante quando se tratar de fato

constitutivo de seu direito.

b) A Marília, pois a prova das alegações incumbe à parte que as fizer.

c) A empresa B, tendo em vista que apresentou fato extintivo do direito de Marília.

d) A empresa B, independentemente de qualquer situação, tendo em vista ser a parte hiperssuficiente

da relação contratual.

www.oabdebolso.com/simulado
Questão 77 - Direito Processual do Trabalho

Enunciado: João ingressou com reclamação trabalhista em face do seu ex-empregador, pleiteando

diferenças de verbas rescisórias e danos morais. Quando da prolação da sentença, o advogado de

João verificou que a ação havia sido julgada procedente, sendo deferido o pedido de diferenças das

verbas rescisórias, mas omitiu o pedido de danos morais. Diante do caso narrado, assinale a opção

que corresponde à medida judicial cabível.

a) Recurso Ordinário, no prazo de 8 dias úteis, contados da publicação da sentença.

b) Embargos de Declaração, no prazo de 8 dias úteis, contados da publicação da sentença;

c) Agravo de Instrumento, no prazo de 10 dias úteis, contados do dia útil subsequente à publicação da

sentença.

d) Embargos de Declaração, no prazo de 5 dias úteis, contados do dia útil subsequente à publicação

da sentença.

Questão 78 - Direito Processual do Trabalho

Enunciado: Edilson ajuizou reclamação trabalhista em face de seu ex-empregador. Entretanto, na

data marcada para realização da audiência, Edilson, de forma injustificada, não compareceu à

audiência, sendo a reclamação trabalhista arquivada. Dois meses depois, Edilson ingressou com nova

reclamação trabalhista, comprovando o pagamento de custas decorrente do primeiro arquivamento, e

mais uma vez não compareceu a audiência inicial. Diante do caso narrado assinale a alternativa

correta.

a) Edilson poderá ingressar com nova reclamação trabalhista a qualquer tempo, desde que comprove

o pagamento de custas decorrentes do segundo arquivamento.

b) Edilson só poderá ingressar com nova reclamação trabalhista após 6 meses, devendo comprovar o

recolhimento de custas decorrente do segundo arquivamento.

c) Edilson poderá ingressar com nova reclamação trabalhista a qualquer tempo, independente da

comprovação de recolhimento de custas.

d) Edilson não poderá ingressar com nova reclamação trabalhista, tendo em vista que deu causa ao

arquivamento de duas ações.

Questão 79 - Direito Processual do Trabalho

Enunciado: Roberto, advogado, ajuizou reclamação trabalhista em face do seu ex-empregador,

atuando em causa própria, pleiteando rescisão indireta do contrato de trabalho. No que tange aos

honorários advocatícios,

a) não são devidos honorários de sucumbência nas ações trabalhistas, exceto se Roberto estivesse

assistido por advogado de seu sindicato de classe.

b) mesmo que seja julgada totalmente procedente a demanda, não serão devidos honorários de

sucumbência a Roberto, uma vez que está atuando em causa própria, já sendo beneficiário da

condenação.

www.oabdebolso.com/simulado
c) no caso de sucesso da demanda, serão devidos honorários de sucumbência a Roberto, fixados entre

o mínimo de 5% e o máximo de 15% sobre o valor que resultar a liquidação da sentença.

d) no caso de sucesso da demanda, serão devidos honorários de sucumbência a Roberto, fixados entre

o mínimo de 10% e o máximo de 20% sobre o valor que resultar a liquidação da sentença.

Questão 80 - Direito Processual do Trabalho

Enunciado: Fabiana deseja ajuizar uma reclamação trabalhista contra a empresa SJL Ltda. requerendo

o pagamento de horas extras, adicional de insalubridade, bem como outras indenizações. O valor da

causa atribuído corresponde a 50 (cinquenta) salários mínimos vigentes na data do ajuizamento da

reclamação. A partir destas informações, assinale a alternativa correta com relação ao procedimento

da ação e a quantidade de testemunhas que Fabiana poderá arrolar.

a) O procedimento será ordinário, podendo arrolar até três testemunhas.

b) O procedimento será sumaríssimo, podendo arrolar até três testemunhas.

c) O procedimento será ordinário, podendo arrolar até duas testemunhas.

d) O procedimento será sumaríssimo, podendo arrolar até duas testemunhas.

www.oabdebolso.com/simulado