Você está na página 1de 9

Aula Prática

Como configurar os switches da Cisco - Um guia passo a passo

O switch está no centro da rede. Ele liga todos os outros equipamentos e pode ajudá-lo a coletar
informações importantes sobre o tráfego da sua rede.
Independentemente de você estar instalando um novo switch ou reorganizando sua rede, é
necessário conectar seus dispositivos às portas no switch e depois voltar sua atenção para a
configuração do switch. Isso permite que o switch reconheça todos os novos dispositivos
conectados a ele.

Tarefa 1: limpe o Switch


Sua primeira ação é limpar qualquer configuração existente. Você pode fazer isso redefinindo-a
de volta para todas as suas configurações padrão.
1. Entre no modo EXEC, digitando enable no prompt do sistema operacional do switch. Se
for solicitada uma senha, use a classe. O caractere de prompt mudará de ">" para "#".

2. Digite delete flash: vlan.dat e pressione ENTER. Você será solicitado duas vezes para
confirmar a exclusão. Pressione ENTER cada vez. Se o arquivo vlan.dat não existir, você
verá uma mensagem de erro.
3. Digite erase startup-config e pressione ENTER. Novamente, o sistema pedirá duas vezes
para confirmar a exclusão. Pressione ENTER cada vez.

1
4. Digite show vlan e pressione ENTER. A leitura deve mostrar apenas a VLAN 1 padrão. Se
as VLANs anteriores forem mostradas, reinicie o switch desconectando o soquete de
energia e, em seguida, conectando-o novamente. Se todas as VLANs anteriores tiverem
sido removidas, você não precisará redefinir o hardware. Digite reload e pressione ENTER.
Esta é uma reinicialização do software. Você será solicitado a salvar as alterações. Digite
n e pressione ENTER. Você será solicitado a confirmar esta instrução. Pressione Enter.

5. Ao recarregar, o prompt exibirá a mensagem “Would you like to enter the initial
configuration dialog? [yes/no]:” Digite n e pressione ENTER. Você verá a mensagem
“Press RETURN to get started!” Pressione ENTER para concluir o processo de
reinicialização.

2
Tarefa 2: Verificar a configuração padrão
Certifique-se de que seu trabalho removendo a configuração antiga foi bem-sucedido.
1. Entre no modo EXEC, digitando enable no prompt do sistema operacional do switch e
pressione ENTER.
2. Consultar a configuração digitando show running-config e pressionando ENTER. O
relatório deste comando mostrará quantas interfaces Fast Ethernet e Gigabit Ethernet
estão disponíveis.

3. Verifique se os procedimentos de inicialização foram removidos. Digite show startup-


config e pressione ENTER. O relatório deve ser "startup-config is not present".

4. Observe as configurações padrão da VLAN digitando show interface vlan1 e


pressionando ENTER. Você poderá ver se algum endereço está registrado para o switch.

3
5. Dê uma olhada mais profunda no endereço IP com o comando show ip interface vlan1.

6. Verifique as informações do sistema operacional de base com o comando show version.


O relatório deve mostrar o nome do arquivo de imagem do sistema e o endereço MAC
base, bem como a versão do sistema operacional.

O arquivo de imagem é importante porque isso permitirá que você faça o backup da
configuração do seu switch e monitore quaisquer alterações não autorizadas na configuração
do switch. Fazer uma cópia do arquivo também permite reverter alterações acidentais ou mal-
intencionadas na configuração, além de permitir que você atualize todos os seus switches a partir
de uma única configuração aprovada.

4
Tarefa 3: Criar uma configuração básica
O startup-config e o running-config foram eliminados quando limpaste a configuração existente.
Você pode criar esses arquivos novamente para que eles estejam prontos para sua nova
configuração. Comece dando um nome ao switch. Neste exemplo, o switch será chamado de
“S1”. Você ainda precisa estar no modo EXEC para executar esta tarefa.
1. Digite configure terminal e pressione ENTER. Escreva hostname S1, pressione ENTER e
digite exit. Em vez de digitar exit, você também pode pressionar CTRL-Z.

2. Salve essa alteração na RAM não volátil (NVRAM) com copy running-config startup-
config. No prompt a seguir, pressione ENTER para salvar o arquivo.
3. Verifique o conteúdo do arquivo de inicialização com o comando show startup-config.

5
Tarefa 4: Configurar senhas do switch
Complete sua configuração em etapas. Certifique-se de que os detalhes básicos da configuração
estejam corretos antes de passar para as configurações avançadas. Nesta tarefa, você configurará
senhas para o switch e configurará seu endereço. Neste exemplo, todas as senhas serão definidas
como "system".
1. Digite configure terminal para entrar no modo de linha de configuração.
2. Digite line console 0, pressione ENTER, digite password system, pressione ENTER, digite
login, e pressione ENTER.

3. Antes de sair do modo de linha de configuração, configure as senhas para as linhas vty 0 a 15.
Digite line vty 0 15, pressione ENTER, digite a password system, pressione ENTER, digite login e
pressione ENTER.

4. Configure a senha do modo de comando digitando enable secret system. Esta senha é para o
modo EXEC e a senha “class” é freqüentemente usada para isto. No entanto, usar uma senha não
padrão, como “sistema”, melhora para segurança.
5. Pressione CTRL-Z para sair do modo de configuração.

Tarefa 5: Configurar os endereços do switch


O switch atualmente tem uma configuração de VLAN, que é a VLAN 1 padrão. É melhor criar uma nova
VLAN e torná-la a conexão pela qual você gerenciará o switch remotamente. Essa nova VLAN será
chamada de VLAN 99 e você precisará fornecer ao switch um endereço para que seu console de
gerenciamento de rede possa contatá-lo pela rede. Neste exemplo, o switch recebe o endereço
172.17.99.09. Use a máscara de sub-rede 255.255.255.255.

1. Entre no modo de configuração digitando configure terminal.


2. Digite vlan 99 e pressione ENTER. Na próxima linha, digite exit. Isso criará a VLAN 99.

6
3. Digite interface vlan 99 e pressione ENTER. Digite IP address 172.17.99.09 255.255.255.0 e
pressione ENTER. Digite no shutdown, pressione ENTER e digite exit na próxima linha.

Tarefa 6: Atribuir todas as portas do usuário à VLAN de administrador


A interface da VLAN 99 será reportada como off-line porque não possui portas atribuídas a ela. Adicione
todas as portas do switch de usuário à nova VLAN.

1. Entre no terminal de configuração para entrar no modo de configuração.


2. Digite interface range fa0/1 – 24 e pressione ENTER. Digite switchport access vlan 99 e
pressione ENTER.
3. Digite exit na próxima linha para sair do modo de configuração. Você verá as mensagens “Line
protocol on Interface Vlan1, changed state to down” and “Line protocol on Interface Vlan99,
changed state to up”.

4. Verifique o status da nova VLAN com o comando show interface vlan 99.

7
Tarefa 7: Atribuir um gateway padrão ao switch

O switch precisará associar-se a um roteador - o switch lida com a camada de rede e usa endereços MAC,
e o roteador usa endereços IP e a camada de Internet. A fim de obter tráfego em sua rede identificada
pelo endereço IP, você deve ter um roteador nele. Você precisa dizer ao switch o endereço do roteador
com o qual ele estará trabalhando. Isso é chamado de "gateway padrão". Nesse exemplo, o endereço IP
do roteador é 172.17.99.1, mas você deve substituir o endereço do roteador.

1. Entre no terminal de configuração para entrar no modo de configuração.


2. Digite IP default-gateway 172.17.99.1 e pressione ENTER.
3. Digite exit na próxima linha para sair do modo de configuração.

Tarefa 8: Atribuir endereços IP a cada dispositivo conectado ao switch

Esta é uma tarefa que você executará longe do switch. Você pode atribuir os endereços manualmente em
cada dispositivo ou gerenciar os endereços de um servidor DHCP central. Em cada caso, você deve definir
o gateway padrão do dispositivo como o endereço IP do comutador e não o roteador. Agora você pode
acessar o comutador a partir do PC do console de gerenciamento conectado. Faça o ping do endereço do
switch no seu console para verificar se as comunicações estão fluindo corretamente.

Neste ponto, você tem o switch configurado e funcionando e todos os dispositivos conectados a ele
podem se comunicar com ele e através dele. Agora você pode prosseguir para as configurações avançadas.

8
Tarefa 9: Salvar a configuração básica do switch

Você já viu como fazer backup da configuração do switch na seção de limpeza de switch acima. Depois de
concluir as tarefas básicas de configuração, armazene o status do switch com o comando copy running-
config startup-config. Use o comando show startup-config para verificar se a configuração foi salva.