Você está na página 1de 7
SecurityClass CONFIGURAÇÃO LTE 1 (7) Prepared (Subject resp) No. EMASJOO / EJUNNAE DocNo & LangCode

SecurityClass CONFIGURAÇÃO LTE

1 (7)

Prepared (Subject resp)

No.

EMASJOO / EJUNNAE

DocNo & LangCode

 

Approved (Document resp)

Checked

Date

Rev

Reference

ApprovedBy

Checked

20/01/2017

Revision

File

Workshop Configuração RBS LTE

Objetivo:

Procedimento de Configuração de RBS LTE

Passos Iniciais:

1. Possuir informações sobre Versão de Software utilizada no Projeto/Cliente onde irá fazer a configuração;

2. Entrar em contato com NIC Ericsson (11) 2224-2010 informando sobre a atividade de integração

3. Neste caso, o operador NIC irá copiar os arquivos de integração no OSS da Operadora/Cliente e criação da Planned Area

4. Possuir todos os cabos para acesso ao equipamento;

a. Cabo de Rede Cross

b. Cabo USB/Serial (preferencialmente das marcas Feasso / Leadership / outra marca conceituada (não comprar os cabos genéricos da cor verde ou azul transparentes que possui circuito eletrônico 340);

c. Cabo RJ45 / DB9 que pode ser montado conforme esquemas descritos mais abaixo.

5. Programas Básicos para configuração instalados:

a. Hyper Terminal (Acesso Serial)

b. WS-FTP (Para transferência de arquivos entre notebook/RBS);

c. EMAS Element Manager (Para acesso à RBS).

6. Script do Site

a. Atualmente o único script é o “SITE_INSTALL”.

Lembre-se: Cada RBS possui um script único!!

7. Endereçamento IP

a. A RBS possui endereço IP default 169.254.1.10, desta forma, configurar notebook conforme abaixo:

i. IP: 169.254.1.11

ii. Subnet Mask: 255.255.0.0

SecurityClass CONFIGURAÇÃO LTE 2 (7) Prepared (Subject resp) No. EMASJOO / EJUNNAE DocNo & LangCode

SecurityClass CONFIGURAÇÃO LTE

2 (7)

Prepared (Subject resp)

No.

EMASJOO / EJUNNAE

DocNo & LangCode

 

Approved (Document resp)

Checked

Date

Rev

Reference

ApprovedBy

Checked

20/01/2017

Revision

File

iii. Default Gateway: 169.254.1.10

8. Cabeamento entre Notebook e RBS:

a. Existem modelos de DUL / DUS, que possuem diferentes formas de acesso:

i. DUW com portas LMT-A e LMT-B:

1. LMT-A: Porta de acesso SERIAL: Acesso com cabo adaptador + Cabo USB/Serial

2. LMT-B: Porta de Acesso ETH: Acesso com cabo de Rede Cross

acesso SERIAL: Acesso com cabo adaptador + Cabo USB/Serial 2. LMT-B : Porta de Acesso ETH:
acesso SERIAL: Acesso com cabo adaptador + Cabo USB/Serial 2. LMT-B : Porta de Acesso ETH:
SecurityClass CONFIGURAÇÃO LTE 3 (7) Prepared (Subject resp) No. EMASJOO / EJUNNAE DocNo & LangCode

SecurityClass CONFIGURAÇÃO LTE

3 (7)

Prepared (Subject resp)

No.

EMASJOO / EJUNNAE

DocNo & LangCode

 

Approved (Document resp)

Checked

Date

Rev

Reference

ApprovedBy

Checked

20/01/2017

Revision

File

i. DUW somente com porta LMT:

Date Rev Reference ApprovedBy Checked 20/01/2017 Revision File i. DUW somente com porta LMT :
Date Rev Reference ApprovedBy Checked 20/01/2017 Revision File i. DUW somente com porta LMT :
SecurityClass CONFIGURAÇÃO LTE 4 (7) Prepared (Subject resp) No. EMASJOO / EJUNNAE DocNo & LangCode

SecurityClass CONFIGURAÇÃO LTE

4 (7)

Prepared (Subject resp)

No.

EMASJOO / EJUNNAE

DocNo & LangCode

 

Approved (Document resp)

Checked

Date

Rev

Reference

ApprovedBy

Checked

20/01/2017

Revision

File

Configuração do Equipamento:

1. Verifique se a RBS está configurada de fábrica.

a. Acesse via EMAS (Element Manager) com cabo ETH e verifique se a RBS está com a Release de SW correta e com o Script carregado.

i. Entrar na tela dos CV´s

b. Caso a RBS esteja configurada e com a Release correta, entre em contato com o NIC Ericsson (11-2224-2010) e faça integração.

i. NOTA: não execute os passos abaixo.

2. NOTA: Todos os cabos deverão estar conectados

a. Cabos de Fibra-Óptica com RRUS (certifique que as RRUS estejam energizadas), Cabo deTransmissão, cabo da unidade SUP

3. Acessar a RBS através do cabo Serial - Programa Hyper Terminal

a. Atenção quanto à porta COM. Pode variar conforme qual USB é conectada.

b. Login: rbs

c. Password: rbs

4. Faça a formatação das partições c2 e d. Configure endereço IP

a.

Comando: reload - -

b.

Comando: formathd /d

c.

Comando: mount_c2

d.

Comando: formathd /c2

e.

Comando: reload - -

f.

Comando: ifconfig le0 169.254.1.10 netmask 255.255.0.0

g.

Deixar o Hyper Terminal minimizado.

5. Acessar RBS pelo cabo de Rede Programa WS-FTP

a. O pacote de SW deverá estar descompactado e em pasta conhecida

b. Transfira as pastas (partições) “c2” e “d” que estão no Computador para a “raíz” da RBS (atenção com isso, pois as pastas devem ser copiadas sobre as pastas “c2” e “dexistentes na RBS

c. Após término da cópia (5 ~ 8 min)

SecurityClass CONFIGURAÇÃO LTE 5 (7) Prepared (Subject resp) No. EMASJOO / EJUNNAE DocNo & LangCode

SecurityClass CONFIGURAÇÃO LTE

5 (7)

Prepared (Subject resp)

No.

EMASJOO / EJUNNAE

DocNo & LangCode

 

Approved (Document resp)

Checked

Date

Rev

Reference

ApprovedBy

Checked

20/01/2017

Revision

File

6. Volte para o programa Hyper Terminal

a. Comando: reload

b. Aguarde RBS reiniciar, o que ocorrerá quando aparecer a seguinte mensagem:

Login server ready

7. Ainda no programa Hyper Terminal

a. Execute o comando: secmode -t u -f s

8. Acessar RBS pelo programa “EMAS” (Element Manager) através pelo cabo ETH.

a. IMPORTANTE: NESTE MOMENTO, O CABO DE TRANSMISSÃO DEVERÁ ESTAR CONECTADO E O OPERADOR DO NIC JÁ DEVE TER COPIADO OS ARQUIVOS DE CONFIGURAÇÃO DA RBS NO OSS DA OPERADORA/CLIENTE. Verifique também com o Operador do NIC se a “PLANNED AREA” foi criada.

b. Realizar processo de Auto-Integration, acessando pelo menu TOLLS+INTEGRATE RBS

i. Neste processo, iremos configurar a RBS com o Script “Site_Install”,

ii. Marcar as opções para as seguintes opções:

1. do not use Security Integration

2. do not use IP Security Integration

iii. Clicar em Advanced

1. Em File Path , clicar em Browse e indicar o script Site Install

2. Preencher os campos Login e Password de acordo com cada operadora:

a. Verificar os campos de acordo com documento de apoio que contém os dados dos Servidores das operadoras.

iv. Clicar em NEXT até chegar na tela configuration files data

1. Clicar na opção Do not user upgrade

2. Clicar em Start integration data

c. Clicar em Start Integration e acompanhar a barra de configuração (maximizar a tela para acompanhamento da barra na parte inferior da tela).

SecurityClass CONFIGURAÇÃO LTE 6 (7) Prepared (Subject resp) No. EMASJOO / EJUNNAE DocNo & LangCode

SecurityClass CONFIGURAÇÃO LTE

6 (7)

Prepared (Subject resp)

No.

EMASJOO / EJUNNAE

DocNo & LangCode

 

Approved (Document resp)

Checked

Date

Rev

Reference

ApprovedBy

Checked

20/01/2017

Revision

File

9. Acompanhar a barra de rolagem a porcentagem da configuração

a. Erros mais comuns:

i. 10% - indica normalmente que o cabo de transmissão não está conectado

ii. 19% à 31% - indica normalmente que:

1. A transmissão não está OK, ou;

2. Usuário e senha indicada acima está errado (servidor da Operadora/Cliente)

3. Planned Area não está criada

iii. Acima de 31% - indica normalmente que há erros de script´s.

b. Neste caso, entre em contato com NIC e informe os erros

c. Quando a configuração chegar em 100%, indica que tudo foi corretamente configurado.

d. Ligar para Operador do NIC para concluir a integração.

10. Verifique se há alarmes através do menu ALARM + ALARM LIST

11. Entre em contato com o NIC Ericsson pelo telefone (11) 2224-2010 e realize integração com operador.

a. Neste momento, o operador do NIC fará configurações para que o equipamento possa entrar em operação.

b. Caso tenha algum alarme, será necessário verificar o mesmo para que o mesmo seja cessado.

12. Após integração e retirada de alarmes (se necessário), realizar testes de chamada

Alarmes Externos:

1. Verifique a necessidade de criação de alarmes externos de acordo com a Operadora. Estes alarmes estão descritos no “Padrão de Instalação” de cada Operadora

2. Deverá ser ligado os cabos de alarmes externos com a unidade SUP, de acordo com operadora.

Salvar CV:

SecurityClass CONFIGURAÇÃO LTE 7 (7) Prepared (Subject resp) No. EMASJOO / EJUNNAE DocNo & LangCode

SecurityClass CONFIGURAÇÃO LTE

7 (7)

Prepared (Subject resp)

No.

EMASJOO / EJUNNAE

DocNo & LangCode

 

Approved (Document resp)

Checked

Date

Rev

Reference

ApprovedBy

Checked

20/01/2017

Revision

File

a. Selecionar no menu drop-down “Upgrade / Backup” e selecionar CV

i. O CV pode ter 3 variações:

1. Startable: CV está indicado para iniciar se a RBS for reiniciada;

2. Loaded: CV que foi reiniciado

3. Executing: CV que foi criado por último e possui as configurações até o momento.

ii. É possível alterar o status do CV para “startable”, clicando com o botão direito do mouse e escolhendo a opção

2. Atenção: ao criar nome de CV, verifique se existe um padrão na operadora em que está atuando. Não criar CV´s com nomes estranhos, pois podemos ter problemas.