Você está na página 1de 21

5 maneiras de escrever um

primeiro rascunho perfeito (ou


quase)
O email
Tweet Guardar 705

"O primeiro rascunho." Há alguma


frase mais propensa a evocar uma
mistura tão comovente de
antecipação e pavor?

Antecipação, é claro, porque


conseguimos escrever - contamos nossa
história!

E pavor, é claro, porque estamos prestes a


nos submeter a meses, até anos, de agonia
e frustração enquanto caminhamos
cegamente em direção a uma linha de
chegada que nem temos certeza ainda.

E então , quando chegarmos a essa linha


de chegada, o manuscrito que acabamos com é provável que seja em um estado tão
desastroso que temos que começar tudo de novo com revisões igualmente difíceis.

É assim que é, certo? Nada menos do que Ernest Hemingway nos disse colorida e
famosamente que os primeiros rascunhos nunca são bons. Eles são os freios,
garoto, lide com isso.

Exceto - isso é realmente verdade? Os primeiros esboços têm que sair horríveis?
Bem, talvez não, se você é um gênio, certo? Talvez não, se a sensibilidade da sua
história e suas habilidades de escrita são tão loucas, tudo que você tem a fazer é
tocar as pontas dos seus dedos no teclado para que a perfeição caia como pequenos
unicórnios brilhosos sapateando pelas teclas.

Infelizmente, é claro que não é você e não sou eu. Então, parece que vamos ter que
manter o lábio superior rígido e continuar produzindo os primeiros rascunhos.

Exceto - não. Hoje, estou aqui para lhe dizer que praticamente qualquer
um pode escrever um primeiro rascunho quase perfeito.

Por que gostamos da ideia do primeiro


rascunho do Rubbishy
Antes que você possa pensar em escrever um primeiro rascunho perfeito, primeiro
você precisa abordar conscientemente por que tantos escritores acreditam que é
uma ideia impossível (tipo Shangri-La ou a Fonte da Juventude).

Pouquíssimos escritores podem ler declarações como a Dica # 2 de Escrita de Joyce


Carol Oates, sem pelo menos uma pequena parte de nós aplaudindo com
estridência em comiseração:

Primeiros esboços são o inferno. Esboços finais, paraíso.

Por que estamos torcendo?

Porque nós ressoamos, é claro. Nós temos tudoescrito horríveis, miseráveis


primeiros esboços. É bom saber que não estamos sozinhos. Se Hemingway, Oates e
tantos outros gênios lutam com seus primeiros rascunhos, bem, então, ufa! , Acho
que não estou tão mal assim.

Além disso, os primeiros esboços ruins são apenas parte da jornada da


escrita. Quando começamos fora (e talvez por muitos anos depois),
que está escrevendo lixo. Nada de errado com isso. (Não mostrarei meus primeiros
manuscritos se você prometer não me mostrar o seu.) Mas quem diz que os
primeiros rascunhos não podem ser apenas parte do processo? Quem disse que
você tem que ficar preso em Ow-This-First-Draft-Hurts-So-Bad Land por toda a sua
carreira de escritor?

Quem diz isso? Tudo bem, tudo bem, então sim, na verdade, há muitos escritores
respeitados que parecem dizer exatamente isso. Por
exemplo, em seu livro A mentira que conta uma
verdade , John Dufresne diz:

Esperar muito de um rascunho inicial é


o erro mais comum que os escritores
começam a cometer, e isso leva à
frustração e ao desapontamento. Você
deve se permitir falhar. Você só escreve
um primeiro rascunho para ter algo para revisar.

Para o qual gostaria de destacar duas coisas:

1. Ele diz: “escritores iniciantes” - nem todos os escritores até o final dos tempos.

2. Ele diz: “você só escreve um primeiro rascunho para ter algo para revisar”.
Talvez sim, talvez não. Isso depende inteiramente do seu processo e das suas
prioridades - sobre as quais falaremos daqui a pouco.

Mas então ele diz algo muito interessante:

Nelson Algren disse que continuou escrevendo até que sua


história encontrasse seu próprio enredo. (Eu tenho que
confessar que eu trabalho da mesma maneira ineficiente).
Hmm, ineficiente. Isso não parece o fim da estrada para mim. Isso parece um
problema que pode ser resolvido!

4 desvantagens de um rascunho primeiro


rascunho
Quando você propositalmente se permite sentar e escrever um primeiro rascunho -
com base na noção de que vai criar uma história melhor a longo prazo - você pode de
fato obter bons retornos.

Por exemplo, você pode escrever mais rápido e intuitivamente. Você pode estar mais
motivado para obter palavras no papel , o que, claro, é a soma total do jogo. Você
pode achar mais fácil inicialmente inibir seu editor interno infernal. Alguns de vocês
podem até se divertir mais escrevendo dessa maneira.

Nada de errado com isso. É importante saber o que você está ganhando por
qualquer método que esteja empregando. Mas também é importante saber o que
você está sacrificando, para que você possa determinar se os ganhos e perdas estão
se equilibrando.

Aqui estão quatro dos inconvenientes mais comuns que os escritores encontram ao
escrever os primeiros rascunhos propositadamente errados:

1. Você começa um… Rubbishy primeiro rascunho


Obviamente, a maior desvantagem - como Hemingway, Oates e Dufresne lhe diriam
- é que você não acaba com um manuscrito limpo e firme. Em vez disso, é muito
mais provável que você acabe com essa grande bagunça prometida.

2. Você quer saber se você é um escritor Rubbishy


O resultado desse rascunho é que é muito provável que você olhe para ele
desesperadamente e lute contra sentimentos deprimentes que lhe dizem que você
também é um escritor bobinho. Afinal, a prova está no pudim, certo? Em vez de se
sentir orgulhoso de sua realização quando você começar a lê-lo, você pode querer
apenas se esconder sob as cobertas por alguns dias.
3. Você é confrontado com revisões exaustivas e frustrantes
Mas claro, você não se esconde. Você é um escritor, e os escritores tendem a sofrer
com a infame compulsão Nunca-nunca-nunca-desistir. Então, você sai da cama e
começa a editar o assunto. E edição. E edição. E edição. E edição. É cansativo, e, pior
ainda, muitas vezes é frustrante porque você ainda não tem uma ideia clara do que
deu errado ou como consertá-lo. Você está apenas abrindo caminho através disso.

4. Sua História Perde a Perfeição Orgânica


O romancista e editor especulativo William Sloane apontou:

Mais ficção falha porque o autor não teve a disciplina e


engenhosidade para fornecer e sustentar um meio de
percepção do que por qualquer outra razão única.

Você só terá a chance de escrever um primeiro rascunho. Esse rascunho é a sua


maior oportunidade para não apenas criar coesão e beleza, mas para criá-
los organicamente . As revisões são ótimas - embora todos saibamos que todos
precisamos delas -, mas raramente correspondem à energia e ao brilho que
emergem nessa primeira corrida cronológica de narração de histórias.

5 maneiras de escrever um rascunho


perfeito
Eu costumava acreditar sinceramente em todas essas coisas sobre os primeiros
rascunhos do lixo. Principalmente, acreditei nisso porque escrevi primeiro
rascunhos - e, depois, passei pela agonia de revisões difíceis.

Mas então algo muito legal começou a acontecer. Na época em que comecei a
escrever o Livro 8 dos meus 11 atuais, minhas revisões começaram a ficar
infinitamente mais fáceis. Quase ridiculamente mais fácil.

Por quê?
Porque meus primeiros rascunhos eram tão limpos. Lá por um tempo, comecei a
pensar se eu de algum modo me transformara em uma cabeça iludida. Mas, não,
meus parceiros críticos e editores estavam me dizendo praticamente a mesma
coisa. Eu ainda tive que fazer revisões, é claro. Mas eles foram editados,
não reescrevem . Os rascunhos finais dos meus dois últimos romances foram
extraordinariamente próximos aos primeiros rascunhos. E, além disso,
eles gostaram muitode escrever.

Isso aconteceu porque eu comecei a rejeitar a ideia de que os primeiros rascunhos


não poderiam ser excelentes e comecei a usar os cinco passos seguintes para me
ajudar a planejar e criar os melhores rascunhos possíveis que eu tinha em
mim. Como aclamado escritor de contos Brent van Staalduinen diz:

Há uma beleza, penso eu, em escrever rascunhos de primeira


qualidade. Não tenho o costume de chamá-los de “ásperos”,
porque escrevo lenta e deliberadamente e desfruto de um
trabalho inicial legível. Eu tentei escrever com um abandono
do primeiro esboço, mas o trabalho não é tão satisfatório.

1. Não comece com o primeiro rascunho


Qual o segredo para escrever um ótimo primeiro rascunho? Fácil. Você
não começacom o primeiro rascunho. Como falamos na semana passada, contar
histórias e escrever são na verdade dois conjuntos de habilidades totalmente
diferentes . Muitas vezes, quando tentamos fazer as duas coisas de uma só vez no
primeiro rascunho, elas acabam ficando do outro lado.

Stephen Covey explica:

… Todas as coisas são criadas duas vezes. Existe uma criação


mental (primeira) e uma criação física (segunda). O físico
segue o mental, assim como um edifício segue um projeto.
É por isso que delinear é uma ferramenta tão
poderosa no arsenal do escritor . Ele permite que
você organize seus pensamentos, considere o trem
lógico de causa e efeito em suas tramas, e crie um
roteiro antes de pular no buggy selvagem de
realmente colocar lindas palavras no papel.

2. Faça todas as perguntas certas (e


difíceis) Confira o programa Delineando Seu
Livro de Novelas !
Contar histórias é uma equação de perguntas e
respostas. Algo não faz sentido na progressão das
ações e reações de nossos personagens? Tudo bem, então temos que questionar
isso. Temos que reconhecer os buracos e encontrar as respostas certas para
preenchê-los .

Isso não é apenas muito mais fácil e consome menos tempo na fase de
delineamento, mas também é mais poderoso. Ele permite que você traga o seu
cérebro lógico em jogo para examinar suas escolhas. Você está apenas copping para
a primeira resposta óbvia que vem junto e escrevendo com ele? Ou você está
tomando um momento para realmente considerar, não apenas as conseqüências da
sua escolha, mas também se você está cavando o mais fundo possível para a
possibilidade mais criativa e original ?

Na redação real do primeiro rascunho, nossos cérebros estão confusos por uma
centena de demandas diferentes - ao ponto de ser fácil se distrair demais para dar
um passo atrás objetivamente e perceber que não estamos aproveitando ao máximo
todas as possibilidades.

3. Encontre e Harmonize Plot / Character / Theme


Uma das principais razões pelas quais os primeiros rascunhos falharam é que eles
apresentaram inadequadamente o triângulo simbiótico de enredo, personagem e
tema. Se o autor não estava ciente de qualquer um deles indo para o primeiro
rascunho, ela teve que descobri- los no primeiro rascunho.
Isso raramente acontece de forma coesa em um primeiro rascunho apressado. O
enredo pode estar lá desde o início, mas o arco do personagem não se torna claro até
a metade, e o tema é então distorcido em um esforço para que faça sentido a tempo
do encontro climático.

Embora isso possa (e, na verdade, deve) ser corrigido em revisões, você nunca terá
a chance de fazê-lo da maneira mais orgânica possíveldurante a redação inicial do
primeiro rascunho.

4. Organize as tarefas do seu cérebro


As várias facetas do cérebro não trabalham tanto simultaneamente quanto
trabalham em conjunto - empurrando e puxando, cada parte em seu devido lugar. O
problema aqui é que o primeiro esboço é em grande parte um esforço criativo . A
lógica nos obriga a sair da zona de criação rápida de palavras , para que possamos
examinar cuidadosamente o quadro geral.

Como a maioria dos escritores instintivamente compreende que empregar a lógica


no lugar errado pode facilmente jogá-los fora de seu caminho, eles geralmente
entram pela primeira vez com a placa que diz: Abandonar a lógica, todos os que
entram aqui.
Mas, claro, você não pode mais escrever uma boa história sem lógica do que você
pode, sem criatividade .

É por isso que é valioso fazer o máximo possível de suas descobertas lógicas antes
de você se lançar ao embriaguez da musa que cria palavras. Não sobrecarregue o seu
cérebro, fazendo coisas que ele não quer. Em vez disso, trabalhe com ele para
otimizar suas habilidades e resultados.

5. Confie no seu planejamento: escreva como o vento


Ok, ótimo, você diz. Mas tudo isso não é realmente sobre como escrever o primeiro
rascunho . Que tal?

Isso, meu amigo, agora é a parte fácil. É aí que você se senta no teclado e começa a
digitar como um lunático alegre. Você já criou uma história sólida. Você já
respondeu suas próprias perguntas mais importantes: isso funciona? Como é que
isso funciona? Quais armadilhas do enredo eu preciso estar ciente e como posso
contorná-las?

A chave agora é confiar no seu planejamento. Não comece a duvidar de si


mesmo. Escreva exatamente com o mesmo abandono que você fez antes na sua fase
de lixo. Não, na verdade, escreva com ainda mais abandono. Escreva rapidamente,
confie no processo orgânico e não fique com dúvidas.

Você vai escrever um primeiro rascunho perfeito? Não. Você ainda terá erros de
digitação, frases desajeitadas e, sim, provavelmente alguns pequenos buracos que
atravessaram as rachaduras. Mas garanto que você terá escrito um primeiro
rascunho comparativamente perfeito que requer muito menos revisões no back-end.

Wordplayers, me diga sua opinião! Qual foi o rascunho


mais sujo que você já escreveu e qual foi o primeiro
rascunho mais perfeito que você já escreveu? O que você
acha que fez a diferença? Me conte nos comentários!
00:00 00:00

Clique no botão "Play" para ouvir a versão de áudio (ou inscreva- se no


podcast " Ajudando escritores a se tornar autores" no iTunes ).
INSCREVA-SE HOJE
Inscreva-se para receber a e-letter mensal do KM
Weiland e receba gratuitamente o seu e-
book Crafting Unforgettable Characters: Uma
introdução prática para dar vida aos seus
personagens .

O email

Enter Email Address

CAPTCHA
SE INSCREVER

Posts Relacionados

Você tem A Grande Lista Preparando-se Modelo de


hábitos de De Verificação para Scrivener
escrita De Escrita De NaNoWriMo: gratuito: como
desleixados? (E Novidades seu guia para estruturar sua
4 coisas para (Just in Time delinear o história
fazer sobre for sucesso
isso) NaNoWriMo!)

Sobre o KM Weiland
| @KMWeiland
KM Weiland vive em mundos de faz de conta, fala com amigos
imaginários e sobrevive principalmente em trufas de chocolate
e café expresso. Ela é a IPPY e NIEA Award-winning e
publicado internacionalmente autor dos best-sellers
Amazon delineando seu romance e estruturando seu
romance . Ela escreve ficção histórica e especulativa de sua
casa em Nebraska ocidental e mentores autores em seu site
premiado.
Comentários

Jana diz:
15 DE JUNHO DE 2017 ÀS 02:54

Ah, confuso… não faço ideia se tenho um bom ou mau


rascunho? Engraçado, certo!
E você definitivamente não deve ousar pensar que é bom !!!!

O que é um rascunho ruim? Quando sua história ainda não é


formada? Meu primeiro rascunho é bem justo na história (eu sou
um contador de histórias ha, ha), mas com pouca ou nenhuma
prosa. Até agora eu tive que mudar apenas alguns pequenos
detalhes para tornar algumas coisas mais críveis e adicionar a
prosa.

É incrível como uma cena 'negativa', que é muito mais difícil de


escrever, pode de repente se transformar em algo realmente
interessante competindo mesmo com uma cena 'boa'.
Eu também tive uma nova idéia maravilhosa (que quase gaiola o
conceito do livro) ao pensar em uma cena… que deveria ser um
dominó que não era. Então eu encontrei o dominó e se encaixou
tão bem nas outras coisas que eu escrevi antes, como se já estivesse
lá antes.

Sinceramente, estou feliz por ter um rascunho: D ... e eu vou estar


trabalhando duro para sempre (com dois filhos e quase trabalho
em período integral), mas tudo bem, desde que eu esteja me
divertindo.

RESPOSTA

KM Weiland | @KMWeiland diz:


15 DE JUNHO DE 2017 ÀS 10H02
Primeiras coisas primeiro: rascunho. Segunda coisa: bom
rascunho : p

Se você não está preocupado com o que está divulgando,


então, sinceramente, não se preocupe! Todo o conselho
sobre os primeiros rascunhos é principalmente sobre a
superação dos jogos mentais que jogamos conosco
mesmos. Se não está quebrado, não conserte. Ele será
quebrado, seja porque seu conhecimento e sua
conscientização vão crescer e sua habilidade mais uma vez
terá que alcançá-lo. Mas até esse ponto, continue
escrevendo e se divertindo!

RESPOSTA

Kiersten diz:
15 DE JUNHO DE 2017 ÀS 9:07

Descobri seu site no meio do caminho, finalizando meu primeiro


rascunho - que eu não havia planejado, mas joguei uma lista de
capítulos ao acaso e chamei de esboço. Depois de ler sobre o seu
processo de esboço, arcos de caracteres, estrutura e todas as outras
pepitas de ouro do conhecimento, percebi que precisava de uma
revisão MAJOR. Eu não quero nem lembrar do meu primeiro
rascunho, mas foi uma experiência valiosa, porque agora eu sei
que há uma maneira MUITO melhor.

Da próxima vez, vou definitivamente gastar mais tempo


planejando na frente, porque eu também gostaria de fazer parte do
clube “Primeiro rasgalho não chupe completamente”!

Obrigado por compartilhar sua riqueza de conhecimento e


insights. Eles literalmente mudaram minha escrita para melhor e
para sempre.

RESPOSTA
KM Weiland | @KMWeiland diz:
15 DE JUNHO DE 2017 ÀS 10H06

É a coisa mais incrível do mundo quando um escritor pode


olhar para rascunhos anteriores e perceber que eles não são
tão bons quanto deveriam ser. Isso significa que crescemos
muito nesse meio tempo.

É bom saber que você está gostando do site!

RESPOSTA

Bob Adauto diz:


17 DE JUNHO DE 2017 ÀS 11H18

Interessante que eu li este artigo enquanto estou percorrendo meu


primeiro capítulo. Por um lado, estou feliz sabendo que posso
reorganizar o que estou escrevendo e, subsequentemente, não
estou dissuadida de completar minha história.
O contrário é verdade. Estou ansioso para terminar isso, porque
depois disso eu deixarei descansar um pouco e voltarei ao primeiro
rascunho para eliminar o desnecessário e fortalecer o que resta.
Obrigado pelo incentivo e encorajamento!

RESPOSTA

KM Weiland | @KMWeiland diz:


17 DE JUNHO DE 2017 ÀS 11H24

Nenhuma história é terminada até que seja publicada… e


mesmo assim! Somos abençoados com infinitas
oportunidades para aperfeiçoar nosso trabalho.

RESPOSTA
Aly diz:
17 DE JUNHO DE 2017, ÀS 15:55

Artigo incrível, Katie! Descobri que depois de vasculhar seu site e


livros para obter informações sobre a estrutura da história, meus
esboços e rascunhos estão saindo mais limpos e mais rapidamente
do que antes. Eu ainda não encontrei o processo certo para
delinear, só porque todos os meus projetos são tão diferentes uns
dos outros e têm necessidades diferentes.

Mas eu concordo que os primeiros rascunhos não precisam ser


ruins. E o seu comentário sobre como o seu esboço * é * o seu
primeiro rascunho de uma forma que realmente acertou em
cheio. É como é para mim também, embora meus contornos não
tendam a ser tão detalhados quanto os seus.

Obrigado pelas dicas!

RESPOSTA

KM Weiland | @KMWeiland diz:


17 DE JUNHO DE 2017, ÀS 19H16

Todo livro é sua própria aventura. Mesmo quando estou


refinando meu processo de livro para livro, também é
exclusivo para cada livro.

RESPOSTA

diretornoah diz:
18 DE JUNHO DE 2017 ÀS 18:27

Outro excelente post! Isso é muito verdadeiro em relação à minha


experiência de escrever e reflete onde estou atualmente no
momento.
Eu tinha 16 anos quando escrevi o primeiro rascunho do meu
romance de tronco. Eu passei por ele, mas não porque eu não
queria delinear. Foi que eu nunca pensei que realmente terminaria
um rascunho completo de uma história, já que eu descartara
minhas histórias anteriores no meio do caminho para escrevê-las,
devido à falta de entusiasmo.
Ao fazer os primeiros rascunhos, eu costumo ignorar suas falhas
enquanto escrevo, já que isso me dá menos tempo para ficar
editando para sempre e, portanto, nunca termina, e permanece
mais focado no objetivo principal de chegar ao fim.
Eu trabalhei por três anos difíceis revisando este primeiro
rascunho, e passei pelos pits de desespero, me exaurindo com
edições intermináveis e me arrastando, sem realmente chegar a
lugar algum e vendo isso se transformar em algo decente. Houve
muitas vezes em que pensei em desistir e acreditar que era uma
escritora de lixo.
Para ser honesto, eu não tinha a menor ideia do que estava fazendo
naquela época, eu não sabia nada sobre o triângulo da trama, o
arco e o tema do personagem, e o enredo e os personagens se
tornaram tão confusos que eu recentemente decidi arquivá-lo e
trabalhar no meu WIP atual. Eu também sou um perfeccionista
altamente crítico, o que não ajudou.
Olhando para trás, agora posso ver o que estava errado e quão
ruim ainda é, mesmo depois de anos de edição. Isso exige uma
grande reforma, mas eu posso voltar a fazê-lo novamente no
futuro. Ainda assim, sei que foi uma valiosa experiência de
aprendizado na minha jornada de escrita.
Depois de descobrir as formas adequadas de escrever a partir do
seu blog brilhante, eu planejei intensamente e delineei meu
romance atual em detalhes, e embora eu ainda não tenha
começado o primeiro rascunho dele, eu já estou muito confiante de
que ele sairá muito melhor, e das poucas cenas que anotei, posso
dizer que minha escrita é muito mais polida do que antes.
Seus posts perspicazes são muito informativos, eles avançaram e
melhoraram minha escrita para sempre, e seu blog realmente está
me ajudando a me tornar um escritor melhor! Muito Obrigado. ?

RESPOSTA

Sarah J. diz:
21 DE JUNHO DE 2017 ÀS 8H49
Estou ansioso para crescer nisso. Atualmente estou escrevendo
meu primeiro romance (eu tenho tocado com histórias por anos,
mas esta é a primeira tentativa organizada de terminar uma como
um livro). Eu encontrei grande conforto nos comentários de
muitos sobre um primeiro rascunho pode ser tão difícil quanto ele
precisa ser. Eu sei que a "prática progride", então eu espero que os
futuros livros se unam mais facilmente, como você descreve aqui.

RESPOSTA

Jess Brown diz:


23 DE JUNHO DE 2017 ÀS 13H11

Meu maior problema sempre foi terminar um manuscrito. De fato,


até este ponto, embora eu tenha dúzias e dúzias de trechos,
capítulos, etc de mais de 20 histórias em vários estágios no meu
computador, eu completei apenas um único
manuscrito. NaNoWriMo me ajudou com isso, mas porque eu o
armei completamente, eu bati um obstáculo com revisões e
reescreve.

Mesmo antes disso, eu tinha o hábito de construir o mundo e


muitas vezes o mundo iria construir em grande parte e suponho
que de certa forma, era um pouco de um esboço em si mesmo. Eu
estaria escrevendo a história e, em seguida, chegar a uma parte
que talvez eu não tivesse pensado ainda, ou não tivesse feito, então
eu faria isso. O problema era que eu esquecia onde a história
estava indo. Então eu voltaria e releria para ter uma ideia de para
onde eu estava indo. E isso seria horrível. Eu odiaria tudo. Então a
ideia apenas fica no meu computador (a quantidade de pessoas
que tenho no momento me faz estremecer).

Acho que o maior problema que tive foi não ter um processo /
rotina sólida de escrita que me ajudasse a manter o
controle. Então, apesar de eu estar escrevendo há décadas, estou
um pouco atrasado em tirar os primeiros rascunhos do lixo. Meu
atual WIP é um que eu descrevi usando seu método, Katie. E até
agora, estou indo direto no primeiro rascunho. Eu sei que vai
precisar de algumas reescritas (ainda refinando parte do meu
delineamento, bem como XD), mas eu acho que, na maior parte, o
esqueleto está lá e eu acho que a edição / revisão não será tão
dolorosa . Essa é a esperança de qualquer maneira.

Então, obrigada, Katie. Obrigado pelo seu conselho. Pela primeira


vez em anos, sinto que há uma luz no fim do túnel. Eu sempre quis
escrever (o que sempre foi mais do que um hobby para mim) e
transformá-lo em algo que eu possa publicar. Você me deu muitas
das ferramentas que acredito que me levarão a esse ponto!

RESPOSTA

Krysten diz:
5 DE JULHO DE 2017, ÀS 07:28

Embora seja reconfortante de uma forma saber que “todos os


primeiros rascunhos são uma porcaria”, eu também secretamente
senti que é uma espécie de policial. É uma desculpa para não fazer
um esforço sincero. Porque, afinal, se é impossível escrever um
bom primeiro rascunho, então não é sua culpa quando o seu é
craptástico. Não há nada que você poderia ter feito de forma
diferente para torná-lo * não * craptástico. Mas isso é
completamente falso.

Como perfeccionista, eu não posso permitir que meu primeiro


rascunho - ou qualquer coisa que eu faça - seja uma porcaria. Não
está no meu DNA. E assim, quando ouço um colega autor
aconselhar um escritor novato a não se preocupar porque "todos os
primeiros rascunhos são uma porcaria", eu me encolho. Não
apenas me sinto um idiota arrogante quando penso: “Bem, meus
primeiros rascunhos não são uma porcaria total”, mas também
acho que é um mau conselho: sim, é preciso tirar a pressão e
ajudar a criatividade a fluir, mas também está permitindo que os
escritores o usem. E o que eles deixam de mencionar é que será
muito mais difícil e demorado quando chegarem à fase de edição e
revisão, se não colocarem o esforço na frente. Você consegue
construir um relacionamento sólido em uma base instável? Não. O
mesmo acontece com os romances.
Então, eu acho que o que estou tentando dizer é: Obrigado por este
post. Isso me garantiu que eu não sou um idiota arrogante. Há
outros por aí que tentam fazer seus primeiros rascunhos melhor do
que merda!

RESPOSTA

Kathy diz:
30 DE JULHO DE 2017, ÀS 20:57

Não tenho certeza de quantas outras seções do seu blog eu tenho


que abordar, mas posso ver a história se formando, e me sinto
quase pronto para "alegremente" seguir em frente. Eu estou
esperando para preservar algumas das minhas cenas anteriores. Se
não, eu estou criando um arquivo chamado "cenas deletadas".
Estou fazendo engenharia reversa agora, mas ainda não decidi
como exatamente isso vai terminar, especialmente para um
personagem. Eu sei que você tem uma seção sobre como escrever o
final. Agora onde está?

RESPOSTA

: Donna diz:
6 DE OUTUBRO DE 2017, ÀS 14H33

Eu concordo plenamente com isso, Katie! Ao escrever romances,


especialmente, é preciso planejar e entender essas coisas se
quisermos terminar com um trabalho de qualidade mais
rapidamente no final. É por isso que eu quero / compro seus
livros. Eu quero ferramentas para ajudar a acelerar E facilitar o
processo antes que eu perca tempo precioso! Obrigado!

RESPOSTA

Keturah lamb diz:


1 DE NOVEMBRO DE 2017, ÀS 17:26

Realmente assim… Eu tive muitos rascunhos em mente


ultimamente.

RESPOSTA

Maddy Oh diz:
14 DE ABRIL DE 2018 ÀS 19H18

Este é um enigma perene para mim. Um primeiro rascunho


decente possibilita que eu o revise - mas o rascunho inicial é
geralmente tão pouco inspirador, que nenhuma revisão pode
revivê-lo. Um primeiro rascunho vívido, vivo e adorável só
acontece quando me permito completamente desligar minha
mente e fazer uma bagunça - mas a revisão é tão assustadora que
eu nunca a concluo. Eu tenho vários manuscritos que estão quase
acabados, porque eu fui cuidadoso com o primeiro rascunho, mas
eles estão sem graça e / ou faltando peças vitais. A outra pilha são
os primeiros rascunhos que eu adoro - mas são tão confusos que
nem consigo imaginar a edição.

Eu sempre começo com um esboço, um diagrama de enredo, várias


fichas de personagem preenchidas e um forte esqueleto de
pesquisa - pelo menos. A preparação é fundamental para
completar o primeiro rascunho. Mas uma vez que eu comecei a
escrever, qualquer quantidade de pensamento ou consciência
parece me parar nas minhas faixas. Eu paro e nunca consigo
começar de novo.

Eu sinto que a minha escolha é entre escrever um primeiro


rascunho inspirado ou escrever algo que eu possa realmente
revisar, mas isso não é muito bom. Socorro!

RESPOSTA
KM Weiland | @KMWeiland diz:
15 DE ABRIL DE 2018 ÀS 13:31

Em algum momento, o processo sempre se torna sobre


disciplina. Não é tudo divertido o tempo todo. O truque é
alavancar suas forças contra suas fraquezas, tanto quanto
possível, na elaboração de um processo pessoal - e, em
seguida, alimentando as partes difíceis.

RESPOSTA

" Comentários mais antigos

Trackbacks

Top Picks Quinta-feira! Para escritores e leitores 06-15-2017 | O Autor


Crônicas diz:
15 DE JUNHO DE 2017 ÀS 11H01

[…] Você tem a sua ideia, você mergulha no seu processo. KM Weiland tem 5 maneiras de
escrever um primeiro rascunho perfeito (ou quase), enquanto Bryan Collins lista 7 erros
comuns de escrita que o impedirão de terminar o seu […]
RESPOSTA

Eu não aprendi o suficiente? - Wordquilldiz:


24 DE JUNHO DE 2017 ÀS 6H19

[…] Que “duh, eu não tenho que esperar que meu primeiro rascunho seja sempre horrível
(espero)” da KM Weiland. Às vezes eu preciso ouvir coisas cinco vezes antes de ficar
comigo. E por essas razões, eu […]
RESPOSTA

Você também pode gostar