Você está na página 1de 7

PSICOMOTRICIDADE NA EDUCAÇÃO BÁSICA

Jacqueline Leiva de Carvalho RA 1728574


Polo Pinheiros
2018
Tema:
• Aprimoramento psicomotor para os alunos dos anos iniciais do
ensino fundamental
Situação Problema:
• A transição dos alunos da Educação Infantil para a Educação
Fundamental Básica.
Justificativa:
• A chegadas dos alunos da Educação Infantil na escola de Ensino
Fundamental no nível básico necessita de acolhimento diferenciado
e um acompanhamento para as dificuldades que serão detectadas
inicialmente.
Público alvo: alunos do primeiro ano do ensino fundamental.
Objetivos:
Geral: O objetivo geral do projeto é detectar possíveis dificuldades
de desenvolvimento e aprendizagem dos alunos do primeiro ano do
ensino fundamental.
Específicos:
- Realizar entrevista com os pais ou responsáveis.
- Investigar e enumerar as dificuldades apresentadas.
- Elaborar atividades para intervenção.
- Realização de intervenção.
- Análise e acompanhamento.
Percurso metodológico:

1ª etapa: Agendamento e realização de reunião de pais para


levantamento de informações.
2ª etapa: Preparar relatório elencando todos apontamentos indicados
pelos pais, referente as dificuldades dos alunos.
3ª etapa: Elaborar proposta de intervenção com atividades a realizar.
4ª etapa: Aplicação de intervenção.
5ª etapa: Análise de resultado pós intervenção e acompanhamento.
6ª etapa: Realização de reunião de pais para devolutiva.
Recursos:
• No ambiente escolar serão utilizadas a quadra, sala de leitura,
parque ou brinquedoteca e sala de aula. O cronograma a seguir
descreve as etapas e prazos para realização do projeto.
Cronograma:
Outubro Novembro Dezembro
Atividade 1ª sem. 2ª sem. 3ª sem. 4ª sem. 1ª sem. 2ª sem. 3ª sem. 4ª sem. 5ª sem. 1ª sem. 2ª sem.

1ª etapa X
2ª etapa X
3ª etapa X X
4ª etapa X X X X X
5ª etapa X
6ª etapa X
Produto Final:
• Será realizada uma reunião com os pais e responsáveis para a
devolutiva do trabalho realizado e será apresentado portfólio de
cada aluno.

Avaliação:
• Será analisada a participação do aluno em cada atividade proposta
referente ao apontamento ou dificuldade indicada pelo pai ou
responsável e se houve melhora significativa e evolução. Em caso
negativo será necessário o encaminhamento para
acompanhamento de profissional específico.
Referências:

• Alves, Fátima. Psicomotricidade: corpo, ação e emoção. Rio de Janeiro: Wak Editora, 2012.

• Câmara, Suzana Aparecida dos Santos (org.). Psicomotricidade e trabalho corporal. São Paulo: Pearson
Education do Brasil, 2016.

• Del Prette, Zilda A. P.; Del Prette, Almir. Psicologia das habilidades sociais na infância: teoria e prática. 6ª ed.
Petrópolis, RJ: Vozes, 2013.

• Gomes, Maria de Fátima Cardoso; Sena, Maria das Graças de Castro (orgs.). Dificuldades de aprendizagem na
alfabetização. 3ª ed. Belo horizonte: Autêntica/Ceale, 2011.

• Lobo, Adelina Soares; Vega, Eunice Helena Tamiosso. Educação Motora Infantil: orientações a partir das teorias
construtivista, psicomotricista e desenvolvimentista motora – zero a seis anos. 2ª ed. Caxias do Sul, RS:
Educs, 2010.

• Marinho, Hermínia Regina Bugeste [et al.]. Pedagogia do Movimento: universo lúdico e psicomotricidade.
Curitiba: InterSaberes, 2012.

• Mattos, Vera; Kabarite, Aline. Avaliação psicomotora: um olhar para além do desempenho. 4ª ed. Rio de
Janeiro: Wak Editora, 2016.

• Seabra, Alessandra G.; Capovilla, Fernando. Alfabetização Fônica: construindo competência de leitura e
escrita: livro do aluno. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2010.

• Silva, Thaïs Cristófaro. Fonética e fonologia do português: roteiro de estudos e guia de exercícios. 11ª ed. São
Paulo: Contexto, 2017.

• Vírgilio, Stephen J. Educando crianças para aptidão física: uma abordagem multidisciplinar. 2ª ed. Barueri, SP:
Manole, 2015.