Você está na página 1de 113

Livro Eletrônico

Aula 03

Biologia p/ SED-MS (Professor - Biologia) Pós-Edital

Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ

SISTEMA NERVOSO. ÓRGÃOS E SENTIDOS. SISTEMA


GLANDULAR

SUMÁRIO PÁGINA
1. Conversando com o concursando 01
2. SISTEMA NERVOSO 01
3. ORGÃOS DOS SENTIDOS 35
4. SISTEMA GLANDULAR 62
1131594

1. CONVERSA COM O CONCURSANDO


Olá meus queridos alunos.
Hoje começaremos a conhecer um pouco da fisiologia humana.
AULA muito grande, pois, em função de ter tempo para abordar todo
conteúdo do edital tive que acabar fundindo aulas.
Vamos à aula. Não percamos mais tempo.
Bons estudos.

2. SISTEMA NERVOSO
O sistema nervoso, juntamente com o sistema endócrino, capacita o
organismo a perceber as variações do meio (interno e externo), a
difundir as modificações que essas variações produzem e a executar as
respostas adequadas para que seja mantido o equilíbrio interno do
corpo (homeostase). São os sistemas envolvidos na coordenação e
regulação das funções corporais.

ESTRUTURA CELULAR
Apresentam dois tipos diferentes de células.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 1 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Suas células são os neurônios e as células da glia.

Neurônios
Os neurônios são as células responsáveis pela recepção e transmissão
dos estímulos do meio (interno e externo), possibilitando ao organismo
a execução de respostas adequadas para a manutenção da
homeostase.
Neurônios são células extremamente especializadas compostas por um
corpo celular, onde está a maior parte do citoplasma e o núcleo; os
dendritos, que são ramificações ligadas ao corpo celular através das
quais os impulsos nervosos chegam vindos de outros neurônios; o
axônio, que é um grande prolongamento da célula, onde se localiza o
telodendro, formado por ramificações através das quais os impulsos
nervosos são passados para outros neurônios, músculos ou glândulas.
Para exercerem tais funções, contam com duas propriedades
fundamentais: a excitabilidade (também denominada de
responsividade) e a condutibilidade. Excitabilidade ou irritabilidade é a
capacidade que permite a uma célula responder a estímulos, sejam
eles internos ou externos. Portanto, irritabilidade não é uma resposta,
mas a propriedade que torna a célula apta a responder.
Essa propriedade é inerente aos vários tipos celulares do organismo.
No entanto, as respostas emitidas pelos tipos celulares distintos
também diferem umas das outras. A resposta emitida pelos neurônios
assemelha-se a uma corrente elétrica transmitida ao longo de um fio
condutor: uma vez excitados pelos estímulos, os neurônios transmitem
essa onda de excitação -chamada de impulso nervoso – por toda a sua
extensão em grande velocidade e em um curto espaço de tempo. Esse
fenômeno deve-se à propriedade de condutibilidade.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 2 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Todos os axônios têm um início (cone de implantação), um meio (o


axônio propriamente dito) e um fim (terminal axonal ou botão
terminal). O terminal axonal é o local onde o axônio entra em contato
com outros neurônios e/ou outras células e passa a informação (impulso
nervoso) para eles. A região de passagem do impulso nervoso de um
neurônio para a célula adjacente chama-se sinapse. Às vezes os axônios
têm muitas ramificações em suas regiões terminais e cada ramificação
forma uma sinapse com outros dendritos ou corpos celulares. Estas
ramificações são chamadas coletivamente de arborização terminal.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 3 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

O axônio está envolvido por um dos tipos celulares seguintes: célula de


Schwann (encontrada apenas no SNP) ou oligodendrócito (encontrado
apenas no SNC).
Em muitos axônios, esses tipos celulares determinam a formação da
bainha de mielina - invólucro principalmente lipídico (também possui
como constituinte a chamada proteína básica da mielina) que atua como
isolante térmico e facilita a transmissão do impulso nervoso. Em
axônios mielinizados existem regiões de descontinuidade da bainha de
mielina, que acarretam a existência de uma constrição
(estrangulamento) denominada nódulo de Ranvier. No caso dos axônios
mielinizados envolvidos pelas células de Schwann, a parte celular da
bainha de mielina, onde estão o citoplasma e o núcleo desta célula,
constitui o chamado neurilema.

O percurso do impulso nervoso no neurônio é sempre no sentido


dendrito corpo celular axônio

GLIA
As células da glia não são capazes de transmitir impulsos nervosos,
mas são fundamentais para a nutrição e para a defesa dos
neurônios.
São elas que sintetizam a chamada bainha de mielina, que envolve os
axônios de neurônios nos vertebrados, fazendo com que o impulso
nervoso viaje muito mais rapidamente.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 4 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

O sistema nervoso é responsável pela maioria das funções de


controle em um organismo, coordenando e regulando as
atividades corporais.

O sistema nervoso é divido em Sistema Nervoso Central, Periférico e


Autônomo.

Sistema Nervoso Central


É formado pelo Encéfalo (Cérebro, Cerebelo e Bulbo) e pela medula
espinhal.
O Encéfalo corresponde ao Telencéfalo: Hemisférios Cerebrais.

Abaixo, uma ideia geral das funções que estas ‘partes” do SNC
comandam.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 5 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Diencéfalo (tálamo e hipotálamo) e Cerebelo.

Tronco Encefálico, que se divide em: BULBO, situado caudalmente;


MESENCÉFALO, situado cranialmente; e PONTE, situada entre ambos.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 6 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

No SNC existem as chamadas substâncias cinzenta e branca. A


substância cinzenta é formada pelos corpos dos neurônios e a branca,
por seus prolongamentos. Com exceção do bulbo e da medula, a
substância cinzenta ocorre mais externamente e a substância branca,
mais internamente.
Os órgãos do SNC são protegidos por estruturas esqueléticas (caixa
craniana, protegendo o encéfalo; e coluna vertebral, protegendo a
medula - também denominada raque) e por membranas
denominadas meninges, situadas sob a proteção esquelética: dura-
máter (a externa), aracnóide (a do meio) e pia-máter (a interna).
Entre as meninges aracnóide e pia-máter há um espaço preenchido
por um líquido denominado líquido cefalorraquidiano ou líquor.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 7 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Medula Espinhal
Nossa medula espinhal tem a forma de um cordão com
aproximadamente 40 cm de comprimento. Ocupa o canal vertebral,
desde a região do atlas - primeira vértebra - até o nível da segunda
vértebra lombar.
A medula funciona como centro nervoso de atos involuntários e,
também, como veículo condutor de impulsos nervosos.
Da medula partem 31 pares de nervos raquidianos que se ramificam.
Por meio dessa rede de nervos, a medula se conecta com as várias
partes do corpo, recebendo mensagens e vários pontos e enviando-as
para o cérebro e recebendo mensagens do cérebro e transmitindo-as
para as várias partes do corpo. A medula possui dois sistemas de
neurônios: o sistema descendente controla funções motoras dos
músculos, regula funções como pressão e temperatura e transporta
sinais originados no cérebro até seu destino; o sistema ascendente
transporta sinais sensoriais das extremidades do corpo até a medula e
de lá para o cérebro.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 8 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Os corpos celulares dos neurônios se concentram no cerne da medula


– na massa cinzenta. Os axônios ascendentes e descendentes, na área
adjacente – a massa branca. As duas regiões também abrigam células
da Glia. Dessa forma, na medula espinhal a massa cinzenta localiza-se
internamente e a massa branca, externamente (o contrário do que se
observa no encéfalo).

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 9 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Sistema Nervoso Periférico


O sistema nervoso periférico é formado por nervos encarregados de
fazer as ligações entre o sistema nervoso central e o corpo.
NERVO é a reunião de várias fibras nervosas, que podem ser formadas
de axônios ou de dendritos.
As fibras nervosas, formadas pelos prolongamentos dos neurônios
(dendritos ou axônios) e seus envoltórios, organizam-se em feixes.
Em nosso corpo existe um número muito grande de nervos. Seu
conjunto forma a rede nervosa.

Quando partem do encéfalo, os nervos são chamados de cranianos;


quando partem da medula espinhal denominam-se raquidianos.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 10 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Do encéfalo partem doze pares de nervos cranianos. Três deles são


exclusivamente sensoriais, cinco são motores e os quatro restantes são
mistos.

Os nervos que levam informações da periferia do corpo para o SNC são


os nervos sensoriais (nervos aferentes ou nervos sensitivos), que são
formados por prolongamentos de neurônios sensoriais (centrípetos).
Aqueles que transmitem impulsos do SNC para os músculos ou
glândulas são nervos motores ou eferentes, feixe de axônios de
neurônios motores (centrífugos).
Existem ainda os nervos mistos, formados por axônios de neurônios
sensoriais e por neurônios motores.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 11 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Nervos Cranianos
De acordo com as regiões da coluna vertebral, os 31 pares de nervos
raquidianos distribuem-se da seguinte forma:
- oito pares de nervos cervicais;
- doze pares de nervos dorsais;
- cinco pares de nervos lombares;
- seis pares de nervos sagrados ou sacrais.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 12 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Sistema Nervoso Autônomo


O conjunto de nervos cranianos e raquidianos forma o sistema nervoso
periférico. Com base na sua estrutura e função, o sistema nervoso
periférico pode ainda subdividir-se em duas partes: o sistema nervoso
somático e o sistema nervoso autônomo ou de vida vegetativa.
As ações voluntárias resultam da contração de músculos estriados
esqueléticos, que estão sob o controle do sistema nervoso periférico
voluntário ou somático. Já as ações involuntárias resultam da
contração das musculaturas lisa e cardíaca, controladas pelo sistema
nervoso periférico autônomo, também chamado involuntário ou
visceral.

SNP Voluntário ou Somático


O SNP Voluntário ou Somático tem por função reagir a estímulos
provenientes do ambiente externo. Ele é constituído por fibras motoras
que conduzem impulsos do sistema nervoso central aos músculos
esqueléticos.
O corpo celular de uma fibra motora do SNP voluntário fica localizado
dentro do SNC e o axônio vai diretamente do encéfalo ou da medula
até o órgão que inerva.

SNP Autônomo ou Visceral


O SNP Autônomo ou Visceral, como o próprio nome diz, funciona
independentemente de nossa vontade e tem por função regular o
ambiente interno do corpo, controlando a atividade dos sistemas
digestório, cardiovascular, excretor e endócrino.
Ele contém fibras nervosas que conduzem impulsos do sistema
nervoso central aos músculos lisos das vísceras e à
musculatura do coração.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 13 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Um nervo motor do SNP autônomo difere de um nervo motor do SNP


voluntário pelo fato de conter dois tipos de neurônios, um neurônio
pré- ganglionar e outro pós-ganglionar. O corpo celular do neurônio
pré-ganglionar fica localizado dentro do SNC e seu axônio vai até um
gânglio, onde o impulso nervoso é transmitido sinapticamente ao
neurônio pós-ganglionar. O corpo celular do neurônio pós- ganglionar
fica no interior do gânglio nervoso e seu axônio conduz o estímulo
nervoso até o órgão efetuador, que pode ser um músculo liso ou
cardíaco.

O sistema nervoso autônomo compõe-se de três partes:


• Dois ramos nervosos situados ao lado da coluna vertebral. Esses
ramos são formados por pequenas dilatações denominadas gânglios,
num total de 23 pares.
• Um conjunto de nervos que liga os gânglios nervosos aos
diversos órgãos de nutrição, como o estômago, o coração e os
pulmões.
• Um conjunto de nervos comunicantes que ligam os gânglios aos
nervos raquidianos, fazendo com que os sistema autônomo não seja
totalmente independente do sistema nervoso cefalorraquidiano.

Veja algumas diferenças entre eles (Simpático e Nãopático, quer dizer


Parasimpático, eheheh):
O SNP autônomo simpático, de modo geral, estimula ações que
mobilizam energia, permitindo ao organismo responder a situações de
estresse.
Por exemplo: o sistema simpático é responsável pela aceleração dos
batimentos cardíacos, pelo aumento da pressão arterial, da
concentração de açúcar no sangue e pela ativação do metabolismo
geral do corpo.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 14 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Já o SNP autônomo parassimpático estimula principalmente atividades


relaxantes, como as reduções do ritmo cardíaco e da pressão arterial,
entre outras.
Uma das principais diferenças entre os nervos simpáticos e
parassimpáticos é que as fibras pós-ganglionares dos dois sistemas
normalmente secretam diferentes hormônios.
O hormônio secretado pelos neurônios pós-ganglionares do sistema
nervoso parassimpático é a acetilcolina, razão pela qual esses
neurônios são chamados colinérgicos.
Os neurônios pós-ganglionares do sistema nervoso simpático
secretam principalmente noradrenalina, razão por que a maioria
deles é chamada neurônios adrenérgicos.
As fibras adrenérgicas ligam o sistema nervoso central à glândula
supra- renal, promovendo aumento da secreção de adrenalina,
hormônio que produz a resposta de "luta ou fuga" em situações de
stress.
A acetilcolina e a noradrenalina têm a capacidade de excitar alguns
órgãos e inibir outros, de maneira antagônica.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 15 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

QUESTÕES

1. (Fuvest 2017) A reação da pessoa, ao pisar descalça sobre um


espinho, é levantar o pé imediatamente, ainda antes de perceber que
o pé está ferido. Analise as afirmações:
I. Neurônios sensoriais são ativados, ao se pisar no espinho.
II. Neurônios motores promovem o movimento coordenado para a
retirada do pé.
III. O sistema nervoso autônomo coordena o comportamento descrito.
Está correto o que se afirma em
a) I, II e III.
b) I e II, apenas.
c) I, apenas.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 16 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

d) II, apenas.
e) III, apenas.
Resposta: [B]
Ao se pisar num espinho, são ativados os neurônios sensoriais
aferentes. Após as conexões sinápticas com interneurônios medulares,
os neurônios motores eferentes promovem o movimento coordenado
para a retirada do pé.

2. (Mackenzie 2016)

A respeito da figura acima, assinale a alternativa correta.


a) A estrutura 4 é responsável pelo controle das frequências cardíaca
e respiratória.
b) A estrutura 5 é rica em corpos celulares de neurônios.
c) A estrutura 2 é responsável pelo equilíbrio do corpo, juntamente com
os canais semicirculares.
d) A estrutura 3 é o bulbo, responsável pela sensação de olfato.
e) Todos os neurônios da estrutura 1 são encontrados na região
cortical.
Resposta: [C]
O cerebelo (2) é a região encefálica relacionada com o equilíbrio
postural e a coordenação motora.

3. (Fac. Pequeno Príncipe - Medici 2016) Observe o fragmento de texto

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 17 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

a seguir:
Pesquisa investiga possíveis problemas neurológicos causados
por zika em adultos
Pesquisadores acreditam que zika causa outros problemas neurológicos
além de Guillan-Barré
Um grupo de pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro
(UFRJ) e do Instituto D'or de Pesquisa e Ensino (Idor, ligado à rede D'or
de hospitais) começou a estudar, nesta segunda-feira, se adultos
infectados pelo zika vírus podem desenvolver problemas neurológicos,
além da já conhecida síndrome de Guillain-Barré. A decisão de fazer o
estudo veio depois da constatação de alguns casos suspeitos de
síndromes neurológicas associadas à infecção por zika. Médicos de
diferentes hospitais do Estado vêm relatando um número acima da
média de casos de Guillain-Barré (um problema autoimune que ataca
o sistema nervoso) e também de encefalites e encefalomielites –
inflamações no cérebro e na medula normalmente decorrentes de
infecções virais.
As doenças podem causar desde uma leve confusão mental até
convulsões e paralisia.
“Temos casos relatados de alterações neurológicas em pessoas que
tiveram diagnóstico clínico de zika”, afirma a diretora científica do Idor,
Fernanda Tovar Moll, professora da UFRJ e especialista em
neuroimagem.
[...]
A Síndrome de Guillain-Barré é uma doença autoimune que,
aparentemente, vem sendo desencadeada pela presença do zika vírus.
Ela se caracteriza pela inflamação dos nervos, das raízes nervosas
proximais e nervos cranianos. Além disso, ela é desmielinizante e, por
consequência, afeta a condução nervosa. Caso seja desencadeada
porque o vírus afeta a célula glial produtora da bainha de mielina, a
célula afetada seria:

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 18 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

a) o astrócito protoplasmático.
b) o astrócito fibroso.
c) o neurônio.
d) a célula de Schwann.
e) a micróglia.
Resposta: [D]
As células da glia fazem parte do sistema nervoso, tendo função de
suporte. Um tipo de células da glia são as de Schwann, responsáveis
pela produção da bainha de mielina dos axônios.

4. (Uece 2016) No que diz respeito às estruturas cerebrais e seus


possíveis comprometimentos quando afetadas, relacione as colunas
abaixo, numerando a coluna II de acordo com a I.
Coluna I Coluna II
1. Cerebelo ( ) Memória
2. Córtex ( ) Equilíbrio
3. Bulbo ( ) Emoções
4. ( ) Respiração
Hipotálamo
A sequência correta, de cima para baixo, é:
a) 2, 1, 4, 3.
b) 1, 2, 3, 4.
c) 3, 4, 2, 1.
d) 2, 3, 4, 1.
Resposta: [A]
A relação correta, de cima para baixo, na coluna II, é: 2, 1, 4 e 3.

5. (Pucrs 2015) Tem-se observado que a exposição extensa e por longo


prazo a pesticidas está associada a problemas à saúde humana, como
a neurodegeneração. A destruição de neurônios cuja função é

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 19 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

transmitir sinais desde o sistema nervoso central até o órgão motor


demonstra que a toxina afetou o
a) sistema aferente.
b) sistema eferente.
c) sistema sensitivo.
d) sinal pré-sináptico.
e) sinal pré-dentrítico.
Resposta: [B]
Os pesticidas interferem na sinalização nervosa eferente, isto é, na
transmissão de potenciais de ação originados no sistema nervoso
central (SNC) em direção aos órgãos viscerais e motores.

6. (Upe 2014) Observe a charge a seguir:

De acordo com as reações apresentadas pelo corpo do indivíduo, essas


podem ser justificadas
a) pela dilatação da pupila que está associada aos efeitos do sistema
nervoso autônomo parassimpático por causa da ação da noradrenalina
e do cortisol.
b) pelo tremor que expressa uma reação de luta e fuga, tanto do
sistema nervoso autônomo simpático quanto do parassimpático,
mediada pela ação do cortisol.
c) pelo suor frio que está associado à reação de estresse, sendo sua
produção e liberação controladas pelo sistema nervoso autônomo
simpático via acetilcolina, adrenalina e noradrenalina.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 20 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

d) pelo aumento dos batimentos cardíacos que revela a ativação do


sistema nervoso autônomo simpático, provocado pela ação da
noradrenalina e da adrenalina circulante.
e) por todas as reações, como dilatação da pupila, tremores, sudorese
e taquicardia, que são ativadas tanto pelo sistema nervoso autônomo
simpático quanto pelo parassimpático, mediadas pela acetilcolina.
Resposta: [D]
O aumento dos batimentos cardíacos é determinado pela ação do ramo
simpático do sistema nervoso autômato. Os axônios dos neurônios
desse ramo liberam adrenalina e noradrenalina, neurotransmissores
responsáveis pela taquicardia.

7. (Mackenzie 2014)

Assinale a alternativa correta a respeito da célula representada acima.


a) A seta A indica os dendritos, responsáveis por emitir impulsos
nervosos para outra célula.
b) A bainha de mielina está apontada pela seta C e tem como função
acelerar a condução dos impulsos nervosos.
c) A estrutura D é mais abundante na substância cinza do sistema
nervoso.
d) A seta B é o principal componente dos nervos.
e) Em E ocorre a produção dos neurotransmissores.
Resposta: [B]
A bainha de mielina tem a capacidade de acelerar a velocidade dos
impulsos nervosos, porque permite a despolarização “saltatória” da
membrana plasmática nos locais onde não se deposita, isto é, nos

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 21 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

espaços denominados nós neurofibrosos.

8. (Ufsm 2014) Observe a figura a seguir.

Na figura, o hipotálamo está localizado na região indicada pelo número


__________. A presença de luz no ambiente estimula o hipotálamo e
impede a produção de melatonina pela hipófise, que fica na região
indicada pelo número __________.
Assinale a alternativa que preenche, adequadamente, as lacunas do
texto.
a) I – I
b) I – III
c) II – III
d) II – II
e) III – I
Resposta: [D]
A região encefálica onde se situam o hipotálamo e a glândula hipófise
está indicada no esquema pelo número II.
Observação: O hormônio melatonina é produzido e secretado pela
glândula pineal.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 22 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

9. (G1 - ifce 2014) As células apresentam formas e estruturas


diferentes para cada tipo de especialidade celular. Axônio, dendritos e
telodendritos são estruturas pertencentes a células do tecido
a) muscular.
b) epitelial.
c) nervoso.
d) ósseo.
e) adiposo.
Resposta: [C]
Os neurônios são células especializadas do tecido nervoso, que
possuem prolongamentos denominados dendritos, axônio e
telodendritos, também conhecidos como terminações axônicas.

10. (Uepb 2014) Sobre o tecido nervoso são apresentadas as


proposições a seguir.
I. O tecido nervoso é composto pelos neurônios, que são células
especializadas na condução de impulsos nervosos, e pelos gliócitos,
cuja função é envolver, proteger e nutrir os neurônios.
II. Quanto à função geral, os neurônios podem ser classificados em
sensitivos, motores e associativos.
III. As sinapses nervosas geralmente ocorrem entre o axônio de um
neurônio e o dendrito de outro, mas também podem ocorrer sinapses
entre um axônio e um corpo celular, entre dois axônios ou entre um
axônio e uma célula muscular.
Está(ão) correta(s) a(s) proposição(ões):
a) I e II, apenas.
b) I, II e III.
c) I, apenas.
d) II, apenas.
e) II e III, apenas.
Resposta: [B]

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 23 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Todas as afirmativas estão corretas e relacionadas ao tecido nervoso.

11. (Ufsj 2013) Observe a imagem abaixo.

A partir dessa imagem assinale a alternativa CORRETA.


a) Os dendritos e os axônios são responsáveis pela condução do
impulso nervoso. O que os diferencia é que o axônio é o prolongamento
mais longo e não ramificado e os dendritos são prolongamentos mais
finos e ramificados.
b) O axônio é o prolongamento celular mais longo dos neurônios e é
responsável por conduzir o impulso nervoso.
c) Os dendritos e axônios são caracterizados por sua função em
conduzir impulso nervoso e não por sua morfologia. Assim, através dos
dendritos, o impulso nervoso é transmitido na direção do corpo celular
e através dos axônios o impulso nervoso é conduzido a partir do corpo
celular.
d) Os neurônios são tipos celulares diferenciados que têm como
característica prolongamentos celulares finos e ramificados chamados
de dendritos e um prolongamento longo chamado de axônio.
Resposta: [C]
Os dendritos são prolongamentos dos neurônios capazes de captar e
conduzir impulsos em direção ao corpo celular. Os axônios são
prolongamentos que levam os impulsos para longe do corpo celular.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 24 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

12. (Fgv 2013) O tecido nervoso do ser humano é composto por bilhões
de células, desempenhando diversas funções, entre elas a condução do
impulso nervoso.
A figura ilustra uma organização sequencial de neurônios nos quais a
sinapse é química, e mediada por neurotransmissores.

Tal organização é fundamental, pois o percurso celular de um impulso


nervoso, neste caso, é
a) unidirecional em todos os neurônios, e também em suas
terminações.
b) bidirecional em todos os neurônios, e também em suas terminações.
c) reversível na maioria dos neurônios, não o sendo em suas
terminações.
d) unidirecional, dependendo de seu estímulo inicial em suas
terminações.
e) bidirecional, dependendo de seu estímulo inicial em suas
terminações.
Resposta: [A]
O impulso nervoso que percorre a cadeia de neurônios é unidirecional
nas células e em suas terminações. O trajeto segue a sequência:
dendritos, corpo celular, axônio e sinapse, local onde o sinal é

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 25 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

propagado pela liberação de neurotransmissores.

13. (Ufrgs 2013) A coluna da esquerda, abaixo, lista cinco estruturas


que fazem parte do sistema nervoso; a da direita, características de
três dessas estruturas.
Associe adequadamente a coluna da direita à da esquerda.
1. bulbo ( ) É responsável pelo controle das funções motoras do
2. cerebelo corpo.
3. hipófise ( ) Possui grupos de neurônios envolvidos no controle de
4. hipotálamo respiração e circulação.
5. medula ( ) Possui o centro do controle para manutenção da
espinhal temperatura corporal.
A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para
baixo, é
a) 3 – 5 – 4.
b) 2 – 4 – 3.
c) 3 – 5 – 1.
d) 2 – 1 – 4.
e) 5 – 1 – 3.
Resposta: [D]
O bulbo é o local do sistema nervoso que possui centros de controle
das funções cardíacas e respiratórias. O cerebelo é responsável pelas
funções motoras, como movimento e equilíbrio. O hipotálamo possui
entre outras funções fazer o controle da temperatura corporal dos
mamíferos.

14. (Pucsp 2013) O sistema nervoso autônomo é formado por fibras


simpáticas e parassimpáticas que atuam nos órgãos viscerais de
maneira antagônica.
A liberação de adrenalina pelo sistema nervoso

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 26 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

a) parassimpático promove aumento do ritmo cardíaco e constrição dos


vasos sanguíneos periféricos.
b) simpático promove aumento do ritmo cardíaco e constrição dos
vasos sanguíneos periféricos.
c) parassimpático promove diminuição do ritmo cardíaco e constrição
dos vasos sanguíneos periféricos.
d) simpático promove diminuição do ritmo cardíaco e dilatação dos
vasos sanguíneos periféricos.
e) parassimpático promove diminuição do ritmo cardíaco e dilatação
dos vasos sanguíneos periféricos.
Resposta: [B]
O neurotransmissor adrenalina, liberado pelas terminações axônicas
dos neurônios do sistema nervoso autônomo determinam o aumento
do ritmo cardíaco e a constrição dos vasos sanguíneos periféricos.

Vamos treinar com as questões mais recentes dos principais


concursos do Brasil?

15. (2017 - IBFC - POLÍCIA CIENTÍFICA-PR - Auxiliar de


Necropsia e Auxiliar de Perícia).
Cada neurônio do cérebro humano está ligado a milhares de outros.
O ponto de contato entre dois neurônios é formado pela união entre
o axônio de um neurônio e os dendritos ou o corpo celular de outro,
onde ocorre a transmissão de impulsos nervosos de uma célula para
outra. Assinale a alternativa que apresenta o nome correto desse
processo.
a) Sinapse
b) Receptor
c) Condução saltatória
d) Despolarização
e) Mielina

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 27 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Resposta: a
Sinapse: local de contato entre neurônios, onde ocorre a
transmissão de impulsos nervosos de uma célula para outra.

16. (2017 - IBFC - POLÍCIA CIENTÍFICA-PR - Auxiliar de


Necropsia e Auxiliar de Perícia).
Os receptores sensoriais podem ser classificados de acordo com a
natureza do estímulo que captam e também de acordo com o local
onde captam os estímulos. A respeito da classificação dos receptores
sensoriais, assinale a alternativa incorreta.
a) Os quimiorreceptores são receptores que captam estímulos
químicos
b) Os quimiorreceptores estão localizados no ouvido
c) Os termorreceptores são receptores que captam estímulos
térmicos
d) Os mecanorreceptores são receptores que captam estímulos
mecânicos
e) Os fotorreceptores são receptores que captam estímulos
luminosos
Resposta: b

17. (2017 - IBFC - POLÍCIA CIENTÍFICA-PR - Auxiliar de


Necropsia e Auxiliar de Perícia).
O sistema nervoso coordena as diversas funções do organismo,
contribuindo para seu equilíbrio. Assinale a alternativa incorreta
referente ao sistema nervoso.
a) O sistema nervoso está dividido em duas partes fundamentais:
sistema nervoso central e sistema nervoso periférico
b) O sistema nervoso central é constituído pelo encéfalo e pela
medula espinhal

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 28 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

c) O sistema nervoso central é responsável por processar


informações
d) O sistema nervoso periférico é constituído de nervos, gânglios e
terminações nervosas
e) O sistema nervoso não permite que os animais reajam de modo
rápido a estímulos do meio ambiente
Resposta: E.

18. (2017 - IBFC - POLÍCIA CIENTÍFICA-PR - Perito Criminal


- Área 8).
Assinale a alternativa correta que informa a classificação da sinapse
que ocorre entre um terminal axônico e um corpo celular neuronal.
a) axonapse
b) axoaxônica
c) axossomática
d) axoneurônica
e) axodendrítica
Resposta: c

19. (2017 – Quadrix – SEDF - Professor - Ciências Naturais).


Com relação à histologia animal, julgue o item que se segue.
A figura abaixo ilustra, de forma simplificada, a morfologia de três
tipos de neurônios. Em I está representado o neurônio
pseudounipolar, em II tem-se um exemplo de neurônio bipolar e em
III o neurônio multipolar é representado.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 29 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

( ) Certo ( ) Errado
Resposta: Errado.

19. (2016 – FCM - IF Farroupilha – RS - Docente - Biologia


Genética/Biologia Molecular).
Observe a figura e some o valor das afirmativas corretas.

(5) 1, 2, 3 e 4 são respectivamente: Dendritos, corpo celular, axônio


e bainha de mielina.
(8) O sentido da condução do sinal nervoso dá-se de 1 a 2 a 3.
(15) A sinapse ocorre através do contato íntimo entre dois
neurônios.
(20) Acetilcolina e noradrenalina são mediadores químicos liberados
na sinapse.
(25) No fenômeno de despolarização, a carga da região intracelular
torna-se negativa enquanto a carga da região extracelular, positiva.
O valor da soma é

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 30 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

a) 13.
b) 25.
c) 33.
d) 58.
e) 73.
Resposta: c

20. (2016 – FUNRIO - IF-BA - Técnico de Laboratório –


Biologia).
Os neurônios ou células nervosas têm a propriedade de receber e
transmitir estímulos, permitindo ao organismo responder a alterações
do meio. São muitos os tipos de morfológicos de neurônios, mas quase
todos apresentam basicamente as seguintes regiões:
a) corpo celular, dendritos, axônio.
b) pericário, corpo celular, dendritos.
c) oligodendrócito, pericário, axônio.
d) corpo celular, corpúsculo de Nissl, bainha de mielina.
e) corpúsculo de Nissl, oligodendrócito, bainha de mielina.
Resposta: a

21. (2016 – IDECAN - SEARH – RN - Professor de Ciências


Biológicas).
A sinapse entre um motoneurônio e uma fibra muscular é chamada de
junção neuromuscular. Alguns agentes como curare, neostigmina,
hemicolínio e toxina botulínica interferem na atividade normal da
junção. Bloquear a liberação de ACh pelos terminais pré sinápticos,
causando bloqueio total da transmissão neuromuscular, paralisia dos
músculos esqueléticos e, eventualmente, morte por insuficiência
respiratória são acarretados pela ação de:
a) Curare.
b) Hemicolínio.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 31 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

c) Neostigmina.
d) Toxina botulínica.
Resposta: D.
Bloqueador neuromuscular é uma droga que interrompe ou simula a
transmissão dos impulsos nervosos na junção neuromuscular
esquelética, causando paralisia dos músculos esqueléticos afetados.
Isto é conseguido, quer pela atuação pré-sináptica através da inibição
da síntese ou liberação de acetilcolina (ACh), ou agindo pós-
sinapticamente no receptor de acetilcolina. Embora existam drogas que
atuam pré-sinapticamente (tais como a toxina botulínica e
tetrodotoxina), os bloqueadores neuromusculares clinicamente
relevantes atuam pós-sinapticamente.
Curare é o veneno das flechas. Ação paralisante.
A droga hemicolínio impede a recaptação de colina para o terminal pré-
sináptico.
A Neostigmina é um colinomimético inibindo reversivelmente a enzima
Acetilcolinesterase.
A toxina botulínica é uma neurotoxina, produzida pela bactéria
Clostridium botulinum.

22. (2015 - IF-SC - IF-SC - Professor – Biologia).


O cérebro e o cerebelo, à observação macroscópica, possuem
substância cinzenta por fora e substância branca por dentro, isso se
deve à presença dos corpos celulares dos neurônios, com coloração
acinzentada, situarem-se na periferia; enquanto os axônios de cor
esbranquiçada, na parte interna. A cor esbranquiçada interna desses
órgãos se deve à presença de ____________________________.
Assinale a alternativa que CORRETAMENTE preenche a lacuna do texto
acima.
a) Mielina
b) Elastina

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 32 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

c) Colágeno
d) Hialina
e) Substância amorfa
Resposta: a

23. (2015 – COMPERVE – UFRN – Biólogo).


O encéfalo passou por muitas mudanças no decorrer do processo
evolutivo. A esse respeito, é correto afirmar:
a) O cerebelo se tornou bem desenvolvido em animais dotados de
destreza manual, sendo bem menos desenvolvido em animais
rastejantes.
b) O mesencéfalo originalmente estava relacionado ao olfato e se
tornou bem desenvolvido nos peixes e nos primeiros vertebrados
terrestres.
c) O hipocampo atuava como mediador dos comportamentos mais
complexos de peixes e anfíbios, de modo a integrar informações
visuais, táteis e auditivas.
d) O sistema límbico regulava a temperatura do corpo, o equilíbrio
hídrico, o apetite, a sede e todas as funções relacionadas com a
homeostase.
Resposta: a
TRONCO CEREBRAL: trabalha como um computador, continuamente
conferindo e controlando as informações que entram no cérebro
através do sistema nervoso; em seguida ele age em cima dessa
informação liberando as mensagens para que o sistema nervoso
controle o corpo inteiro. Não tomamos consciência de todas essas
atividades; podemos apenas notar seus efeitos. O tronco cerebral
controla funções, como a respiração, automaticamente.
CEREBELO: Se localiza abaixo do cérebro. Coordena, com o cérebro,
os movimentos do corpo. É responsável pelo equilíbrio do corpo, pois
está ligado a alguns canais da orelha interna. Além disso, mantém o

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 33 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

tônus muscular, isto é, regula o grau de contração muscular dos


músculos em repouso.
MESENCÉFALO: Centro dos sentidos de um organismo, regendo a
coordenação da visão, audição, olfato, de acordo com referenciais de
estímulo, ou seja, percepção de características de um objeto
(dimensões e cores), a identificação de um som e odores.
HIPOCAMPO: As informações sensoriais são armazenadas pelo
hipocampo para serem lembradas e também são enviadas ao
hipotálamo para a organização de funções viscerais (procurar alimento
se for cheiro de comida ou apresentar náuseas (ânsia) e até vomito se
for carniça). Assim como toda experiência sensorial, a percepção
olfativa desperta experiências emocionais e comportamentais.
SISTEMA LÍMBICO: tem formato de anel cortical e é um conjunto de
estruturas do cérebro que são responsáveis primordialmente por
controlar as emoções e secundariamente participa das funções de
aprendizado e memória, podendo também participar do sistema
endócrino. Localiza-se na parte medial do cérebro dos mamíferos. O
sistema límbico é composto por algumas estruturas que são essenciais
no controle relativo às emoções; temos como estruturas principais:
hipotálamo, corpos mamilares, tálamo, giro cingulado, amígdala e
hipocampo.

3. ESTUDO DOS SENTIDOS E FONAÇÃO


Biofísica da Fonação
A fala e o canto são meios de comunicação mais evoluídos de que
dispõe o homem. A voz humana desempenha um papel fundamental
na integração do homem como ser social, o sons articulados da fala e
do canto, muito interessa os sons que não estão relacionados à
linguistica, tal como os sons do riso, da tosse, do choro, do grito, do

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 34 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

gemido, do suspiro, do balbuciar, dos estalos com a língua, do bocejo,


etc. A compreensão dos mecanismos de produção dos sons pode
auxiliar o diagnóstico e o acompanhamento dos pacientes.
Os principais componentes anatômicos do aparelho fonador do homem
são: fossas nasais, boca e anexos, úvula, faringe, traqueia, brônquios
e bronquíolos, pulmões, músculo da parede torácica, diafragma e
músculos abdominais, centros nervosos coordenados da fala e do
canto, centro nervosos responsáveis pelo controle da respiração.

A PRODUÇÃO DA VOZ
Vibração das cordas vocais: A voz é o efeito da corrente de ar que vem
dos pulmões através da laringe e da boca acompanhada de vibrações
das cordas vocais, que são pregas situadas ao longo das paredes
laterais da laringe, tencionadas e posicionadas por vários músculos
específicos nos limites da laringe. Durante a respiração normalmente
estão abertas.
Na produção da voz, as cordas vocais estão fechadas. Nesse caso o ar
expirado dos pulmões aumenta a pressão logo abaixo das cordas
vocais afastando-as para permitir o rápido fluxo aéreo.
A pressão das cordas vocais diminui, e aproxima novamente,
acarretando um aumento de pressão e a repetição de sequência.
Uma análise do espectro de frequência dos sons produzidos por um
homem mostra que a frequência fundamental típica é de cerca de
125Hz, acompanhada de diversas harmonia. As cordas vocais do
homem é mais comprida e possuem maior massa que da mulher, e a
frequência fundamental típica para mulheres é de 250Hz. A análise de
Fourier numa conversação normal varia de 300Hz a 3000Hz.
A energia para dizer uma frase típica é de 10-5J. Se uma pessoa falasse
continuamente um ano, a energia sonora produzida seria que a
quantidade de calor necessária para ferver um copo de água (8x104J).

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 35 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Na conversação normal 60dB, dependendo do local, podendo abaixa-


la para 45dB, num local silencioso e aumenta-lo para 90dB numa festa
barulhenta.

Biofísica da Audição
A grande parte das informações que o ser humano recebe são
transmitidas por ondas sonoras. E, além de participar da audição, o
aparelho auditivo humano também está relacionado com o equilíbrio
do corpo. A audição envolve um sistema mecânico que estimula as
células receptoras do som, chamadas células ciliadas, sensores que
produzem o potencial de ação nas células nervosas e o córtex auditivo,
que é uma parte do cérebro que decodifica e interpreta esses estímulos
nervosos.
O ouvido é constituído de 3 partes: ouvido externo com orelha e o
canal auditivo, o ouvido médio com um sistema de três ossículos que
são o martelo, bigorna e estribo e o ouvido interno com a cóclea
contendo fluidos, onde ocorre a comunicação do som em pulso elétrico

Frequências sonoras audíveis e limiar de audição


Não precisa se preocupar com os aspectos físicos, de
ondulatória. Apenas veja como uma informação. Não requer
que vá estudar ondulatória.
O ouvido humano pode detectar frequências sonoras na faixa de 16 a
17000Hz, estes limites variam com a idade e também de um indivíduo
ao outro; o ouvido não apresenta a mesma sensibilidade para todas as
frequências, como pode se mostrar com o auxílio do audiograma.

A sensibilidade do ouvido humano


A sensibilidade do ouvido humano varia com a frequência do som.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 36 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

O intervalo de frequência das ondas sonoras audíveis varia de 20Hz a


2000Hz; a sensibilidade não é uniforme em todo intervalo de
frequência. Sendo maior entre 2KHz e 5KHz.
À medida em que as pessoas envelhecem a máxima frequência audível
diminui, e o nível de intensidade sonora deve aumentar para ser
detectável.
Os limites são desde 10-12 W/m2 até 1W/m2.
O nível de intensidade sonora é medido em decibéis.
O Ultra-som
Alguns animais como por exemplo os morcegos, os golfinhos, as
mariposas, etc, fogem do perigo através das ondas ultrassônicas que
eles próprios emitem.
Desde então, houve um aumento muito grande de aplicações do
ultrassom nos mais diversos campos. Aplicações típicas de ultrassom
em baixa intensidade dentro dessa categoria são: ensaio não-
destrutivo de materiais, a medida da propriedade elástica de materiais
e diagnose medica. Terapia medica, atomização de líquidos, limpeza
por cativação, ruptura de células biológicas, soldas e homogeneização
de materiais são aplicações de alta intensidade.

A LÍNGUA E O PALADAR e A LINGUAGEM


A língua é o órgão muscular que move o alimento durante a mastigação
e, sem dúvida, de grande importância para a linguagem falada.
Órgão sensorial que nos permite identificar vários aspectos dos
alimentos sólidos e líquidos que ingerimos.
Sobre a sua superfície estão diferentes tipos de papilas gustativas:
as fungiformes, as filiformes (nas regiões anterior e lateral) e as
circunvaladas (na base).

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 37 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

O sentido da gustação é evocado por substâncias químicas contidas


nos alimentos que se dissolvem na saliva e atingem os
quimiorreceptores localizados nos corpúsculos gustativos.
Cada corpúsculo possui em torno de 50 a 150 células sensoriais mais
as células de sustentação.
As papilas estão localizadas na mucosa da faringe, palato e epiglote e,
em grande número, nas papilas fungiformes e circunvaladas, na língua.
As papilas gustativas se renovam a cada 10 dias.
Papilas Gustativas: Pequenos órgãos localizados na língua que
possuem receptores químicos para os sabores.
Divisão da Língua
Sulco Terminal: Prega em “V”. Divide a língua em duas partes: Raiz e
Corpo.
Veja as regiões da língua e sua relação com os sabores percebidos.

QUESTÕES

01. (2013 – VUNESP - PC-SP - Atendente de Necrotério Policial).


Os órgãos dos sentidos são fundamentais para a sobrevivência, pois
captam as mudanças do ambiente. Assim, quando o estímulo físico
atinge uma membrana que transmite vibrações para os ossículos

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 38 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

(martelo, bigorna e estribo), e estes transmitem informações para


outras estruturas mais internas, possibilitam que uma pessoa consiga.
a) sentir um objeto quente na pele.
b) identificar um sabor.
c) ouvir algum ruído.
d) enxergar algum objeto.
e) sentir um aroma.
RESPOSTA: C
Comentários
O ossículo da bigorna está presente na orelha (audição). Esses
ossículos são os menores ossos presente no organismo humano.

02. (2015 - COPEVE-UFMS – UFMS - Auxiliar de Enfermagem).


Qual o órgão que desempenha função na produção de som que resulta
na fonação:
a) Traqueia.
b) Hilo.
c) Laringe.
d) Faringe.
e) Orofaringe.
Resposta: c
Comentários
A Laringe é um órgão curto que conecta a faringe com a traquéia.
Algumas de suas funções são: produção de som, atua como passagem
para o ar e impede que alimentos e objetos estranhos entrem nas
estruturas respiratórias. Na laringe é onde ficam localizadas nossas
cordas vocais e epiglote.
Essa questão abaixo é para dar uma aprofundadinha. Se tiver
dificuldade não se desespere.

03. (2015- INSTITUTO AOCP – EBSERH – Fonoaudiólogo).

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 39 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Durante a fonação, a energia aerodinâmica gerada pelo fluxo


expiratório é convertida em energia acústica pela vibração das pregas
vocais. Para que a vibração ocorra, é necessário que forças antagônicas
atuem sobre as pregas vocais produzindo a sua abertura e fechamento
de modo sucessivo.
Assinale a alternativa que apresenta essas forças antagônicas.
a) A força de abertura é representada pela pressão infraglótica,
enquanto a plasticidade das pregas vocais e o efeito de Bernoulli
constituem as principais forças de fechamento.
b) A força de abertura é representada pelo efeito de Bernoulli,
enquanto a elasticidade das pregas vocais e a pressão subglótica
constituem as principais forças de fechamento.
c) A força de abertura é representada pela pressão subglótica,
enquanto a elasticidade das pregas vocais e o efeito de Bernoulli
constituem as principais forças de fechamento.
d) A força de abertura é representada pela pressão subglótica,
enquanto a pressão infraglótica das pregas vocais e o efeito de
Bernoulli constituem as principais forças de fechamento.
e) A força de abertura é representada pela expiração, enquanto a
inspiração e o efeito de Bernoulli constituem as principais forças de
fechamento.
Resposta: A.
Comentários
A força de abertura é representada pela pressão subglótica, enquanto
a elasticidade das pregas vocais e o efeito de Bernoulli constituem as
principais forças de fechamento. O quanto o fenômeno de Bernoulli
contribui para o fechamento da glote depende da mobilidade da
mucosa da prega vocal. Quanto mais móvel a mucosa, maior o papel
do efeito de Bernoulli no fechamento das pregas vocais durante o ciclo
vibratório.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 40 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

04. (2015 - INSTITUTO AOCP - EBSERH: Médico –


Anestesiologia).
O receptor sensorial que transmite frio é
a) corpúsculo de Paccini.
b) corpúsculo de Meissner.
c) bulbos terminais de Krause.
d) terminações nervosas livres.
e) discos de Merkel.
Resolução:
Discos de Merkel: de sensibilidade tátil e de pressão.
Corpúsculos de Paccini: captam especialmente estímulos vibráteis e
táteis
Terminações nervosas livres: sensíveis aos estímulos mecânicos,
térmicos e especialmente aos dolorosos
Corpúsculos de Meissner: táteis.
Bulbos terminais de Krause: receptores térmicos de frio.
Resposta: C.

05. (Fuvest 2012) Num ambiente iluminado, ao focalizar um objeto


distante, o olho humano se ajusta a essa situação. Se a pessoa passa,
em seguida, para um ambiente de penumbra, ao focalizar um objeto
próximo, a íris
a) aumenta, diminuindo a abertura da pupila, e os músculos ciliares se
contraem, aumentando o poder refrativo do cristalino.
b) diminui, aumentando a abertura da pupila, e os músculos ciliares se
contraem, aumentando o poder refrativo do cristalino.
c) diminui, aumentando a abertura da pupila, e os músculos ciliares se
relaxam, aumentando o poder refrativo do cristalino.
d) aumenta, diminuindo a abertura da pupila, e os músculos ciliares se
relaxam, diminuindo o poder refrativo do cristalino.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 41 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

e) diminui, aumentando a abertura da pupila, e os músculos ciliares se


relaxam, diminuindo o poder refrativo do cristalino.
Resposta: [B]
Resposta de Biologia: Em um ambiente de penumbra, ao focalizar
um objeto próximo, a íris do olho relaxa, aumentando o diâmetro da
pupila. Os músculos ciliares que prendem o cristalino se contraem,
causando o aumento do poder refrativo da lente do olho.
Resposta de Física: Da maneira como a questão está, não tem
resposta. Do ponto de vista físico, a segunda afirmativa está errada
==11444a==

em todas as opções.
Quando o indivíduo passa para um ambiente de penumbra, a íris
diminui, aumentando a abertura da pupila para que os olhos recebam
maior luminosidade. Correto. Porém, para focalizar um objeto mais
próximo, os músculos ciliares se contraem, aumentando a curvatura
do cristalino, diminuindo a sua distância focal para que a imagem caia
na retina. Não ocorre variação alguma no poder refrativo do
cristalino. Para mudar o poder refrativo de um sistema óptico é
necessário que se mude a substância ou material que o
constitui.

06. (Enem 2015) Entre os anos de 1028 e 1038, Alhazen (lbn al-
Haytham: 965-1040 d.C.) escreveu sua principal obra, o Livro da
Óptica, que, com base em experimentos, explicava o funcionamento
da visão e outros aspectos da ótica, por exemplo, o funcionamento da
câmara escura. O livro foi traduzido e incorporado aos conhecimentos
científicos ocidentais pelos europeus. Na figura, retirada dessa obra, é
representada a imagem invertida de edificações em tecido utilizado
como anteparo.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 42 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Se fizermos uma analogia entre a ilustração e o olho humano, o tecido


corresponde ao(à)
a) íris
b) retina
c) pupila
d) córnea
e) cristalino
Resposta: [B]
A estrutura do olho análoga à imagem invertida utilizada na figura é a
retina. Quando a imagem é formada na retina, esta é reduzida e
invertida. Ao chegar ao córtex cerebral, ela é processada.

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:


Leia a charge a seguir e responda à(s) questão(ões).

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 43 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

07. (Uel 2017) O sistema nervoso compreende uma rede de


comunicações e controles que permite ao organismo interagir com o
ambiente. Essa interação pode se dar através de estruturas chamadas
de receptores sensoriais, as quais detectam diferentes formas de
energia, como a térmica, representada na charge.
Com relação ao sistema sensorial, atribua V (verdadeiro) ou F (falso)
às afirmativas a seguir.
( ) O sistema sensorial, por meio de seus receptores, leva
informações da interação do corpo com o ambiente ao sistema nervoso
central, na forma de impulsos nervosos.
( ) As sensações de dor e de temperatura apresentam os mesmos
conjuntos de receptores e, por serem sensações distintas, são
transportadas por diferentes tipos de fibras até o sistema nervoso
central e, por diferentes vias, ao sistema nervoso periférico.
( ) Os corpúsculos de Meisnner, de Paccini, de Ruffini, de Merkel e
de Krause são responsáveis por diferentes percepções sensoriais
quando em contato da pele com diferentes objetos ou com o ambiente.
( ) Os bulbos terminais de Krause, por serem terminações livres,
têm por função perceber variações de temperatura e, por isso,
apresentam uma distribuição uniforme por todo o corpo.
( ) Na espécie humana, os receptores cutâneos estão presentes na

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 44 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

pele da face, na palma das mãos e na ponta dos dedos, os quais se


apresentam na forma de terminações nervosas livres, o que nos
permite sentir a dor.
Assinale a alternativa que contém, de cima para baixo, a sequência
correta
a) V, V, F, V, F.
b) V, F, V, F, V.
c) F, V, V, F, F.
d) F, V, F, F, V.
e) F, F, V, V, V.
Resposta: [B]
As sensações de dor e temperatura são detectadas por diferentes
conjuntos de receptores e transmitidas ao SNC por vias nervosas
distintas.
Os bulbos terminais de Krause não são terminações nervosas livres e
sim modificações dendríticas de neurônios sensíveis às variações
térmicas detectadas pela pele.

08. (Upf 2016) A orelha humana é o órgão responsável pela audição


e pelo equilíbrio do corpo. Ela compõe-se de três partes básicas
denominadas orelha externa, orelha média e orelha interna.
Em relação a esse órgão e seu funcionamento, é correto afirmar que:
a) A orelha média é um complexo labirinto conhecido como aparelho
auditivo vestibular, ou aparato vestibular. Nele, se localizam células
sensoriais especializadas que detectam a posição do corpo em relação
à gravidade, responsáveis pelo equilíbrio.
b) A cóclea, localizada na orelha interna, é um longo tubo enrolado,
como a concha de um caracol, com o interior dividido em três
compartimentos cheios de líquido. Constitui-se no principal
componente do aparelho auditivo vestibular responsável pela audição.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 45 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

c) O tímpano, ou membrana timpânica, recobre a extremidade do canal


auditivo no limite entre a orelha média e a orelha interna.
d) A orelha interna se localiza dentro do osso temporal e contém três
ossos alinhados em sequência, denominados martelo, bigorna e
estribo, que atuam como amplificadores e transmissores das vibrações
sonoras.
e) O pavilhão auditivo ou auricular é um canal flexível que comunica a
orelha externa à garganta e sua função é equilibrar a pressão no
interior da orelha de acordo com a pressão do meio externo.
Resposta: [B]
A cóclea é o componente da orelha interna relacionada à audição.
Trata-se de uma estrutura enrolada helicoidalmente. A cóclea capta os
sons que se propagam pelo seu interior e os transforma em impulsos
nervosos que serão conduzidos até a área encefálica onde os sons são
interpretados.

09. (Upe-ssa 2 2016) Uma das estratégias de leitura de tudo o que


está externo e interno ao corpo está relacionada aos sentidos. Por meio
deles, a espécie humana percebe possíveis perigos à sua integridade,
detecta fatores ambientais, entre outros aspectos, enfim, um
monitoramento do ambiente interno e externo ao corpo. Dessa forma,
quanto mais informações e detalhes os sentidos apresentarem,
melhores serão as chances de adaptação e sobrevivência. Assim,
“esses órgãos são considerados uma janela para o mundo”. Em relação
aos órgãos dos sentidos, analise as afirmativas a seguir:
I. As células sensoriais do olfato e do paladar, respectivamente,
permitem ao animal sentir aroma dos alimentos ingeridos como
também distinguir os sabores salgado, doce, amargo, azedo e o
umami, sendo este último sabor produzido por algumas moléculas
dispersas no ar.
II. Os olhos, além de revelarem emoções, são estruturas, que

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 46 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

apresentam fotorreceptores os quais permitem colher diversas


informações do meio, tais como as cores e a luminosidade, percepções
relacionadas aos cones e bastonetes, respectivamente.
III. As substâncias químicas precisam estar dissolvidas na película de
água que cobre os órgãos dos sentidos nas cavidades nasais, para que
possam impressionar os receptores olfativos.
IV. Os sentidos da audição e do equilíbrio são percebidos pelos
receptores do ouvido externo que são estruturas especializadas na
percepção de sons e na análise da posição do corpo.
V. Os mecanorreceptores e quimiorreceptores são receptores do tato
que estão localizados próximos à superfície do corpo, possibilitando aos
animais a percepção de texturas e da temperatura de um ambiente,
entre outras.
Estão CORRETAS apenas
a) I, II e V.
b) I, IV e V.
c) II e III.
d) IV e V.
e) III, IV e V.
Resposta: [C]
[I] Incorreta. O aroma dos alimentos é percebido pelo animal pelos
quimiorreceptores olfativos.
[IV] Incorreta. A audição e o equilíbrio são percebidos por receptores
situados na orelha interna.
[V] Incorreta. A percepção das variações térmicas são captadas pelos
termorreceptores situados próximo à superfície do corpo.

10. (Feevale 2016) Nossos olhos são capazes de captar uma enorme
quantidade de informações do meio ambiente, que são enviadas ao
encéfalo, para serem processadas e colocadas em uso. Considere
verdadeiras (V) ou falsas (F) as afirmações sobre o olho humano.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 47 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

( ) Todo o olho é coberto por uma camada protetora de tecido


conjuntivo fibroso, chamada córnea, visível e conhecida como a parte
branca do olho.
( ) A íris é uma parte colorida do olho que apresenta, em seu centro,
um orifício chamado pupila, por onde entra a luz.
( ) O olho possui uma camada que reveste internamente a câmara
ocular, chamada retina, formada, principalmente, por bastonetes e
cones.
Marque a alternativa que preenche corretamente os parênteses, de
cima para baixo.
a) V – V – V
b) F – F – F
c) F – V – V
d) V – F – V
e) V – V – F
Resposta: [C]
A córnea não é visível, pois é a parte transparente encontrada na frente
dos olhos, composta por tecido epitelial e fibras. A íris é a parte colorida
dos olhos, contendo, em seu centro, a pupila, que permite a passagem
de luz. Internamente, os olhos apresentam a retina, formada por
fotorreceptores, chamados de bastonetes (estimulados com baixa
intensidade de luz e que não registram cores) e cones (estimulados
com alta intensidade de luz e que reconhecem cores), juntamente com
células nervosas.

11. (Upe 2015) Leia o texto e observe a imagem a seguir:


Entre os mil genes, aproximadamente, que em camundongos abrigam
o código para receptores de odorantes (são cerca de 400 em
humanos), apenas um está ativo num determinado neurônio, e apenas
uma das duas cópias do gene, ou alelos, está ativa. Essa especialização
é essencial para o mapeamento dos odores no cérebro – todos os

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 48 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

neurônios, que têm sua superfície salpicada por um determinado tipo


de receptor, mandam projeções para uma mesma região do cérebro,
que reconhecerá o aroma correspondente.
Para entender a regulação dos genes responsáveis pela construção dos
receptores para moléculas de odor, é necessário analisar, no núcleo
dos neurônios, o local onde o material genético tem uma organização
espacial precisa, a cromatina, na qual se localizam as duas cópias de
cada gene. A heterocromatina constitutiva, concentrada no miolo do
núcleo, abriga, pelo menos, um dos alelos em grande parte das células.
A heterocromatina facultativa, que, nos neurônios do olfato, também
se concentra numa área central do núcleo, compõe uma estrutura em
forma de chapéu, em torno da constitutiva. Assim, a organização das
heterocromatinas e da eucromatina pode ser diferente para cada tipo
de célula, com um impacto importante na atividade genética.

Disponível em:
http://revistapesquisa.fapesp.br/2014/06/16/dimensoes-olfato.
Adaptado.
Essas informações apontam para aspectos relacionados à regulação
dos odores.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 49 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

É CORRETO afirmar, nos termos do texto e com base na figura, que


a) a forma tridimensional do material genético determina, a cada ciclo
celular de cada neurônio olfatório, a formação de diferentes tipos de
receptores para moléculas odorantes.
b) a inatividade da eucromatina e a atividade da heterocromatina
constitutiva determinam quais RNA transportadores formarão as
proteínas receptoras específicas para cada neurônio olfatório.
c) a organização da cromatina é responsável pela capacidade de cada
neurônio olfatório produzir apenas um tipo de receptor para moléculas
odorantes.
d) cada neurônio olfatório tem, na superfície celular, uma grande
diversidade de receptores, capazes de reconhecer moléculas em seu
entorno, determinados pela grande compactação da heterocromatina
facultativa dos autossomos.
e) no núcleo dos neurônios olfatórios, os cromossomos metafásicos
permitem o acesso à transcrição de um dos alelos, de forma aleatória,
a cada formação de RNA mensageiros.
Resposta: [C]
De acordo com o texto, a organização da cromatina no estado ativado
(eucromatina) ou inativo (heterocromatina) determina que cada
neurônio olfatório produza apenas um tipo de receptor para moléculas
odoríferas.

12. (Pucrs 2015) O pigmento responsável pela coloração do olho é


depositado no estroma da íris, constituído de tecido conjuntivo, cuja
função é a de sustentar as células funcionais da íris. O estroma é
distinto ___________, o(a) qual é a porção tecidual que forma a parte
funcional de muitos órgãos.
a) do lúmen
b) do córtex
c) da medula

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 50 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

d) do parênquima
e) do esclerênquima
Resposta: [D]
O estroma da íris é um tecido de preenchimento, distinto do
parênquima que forma a parte funcional de muitos órgãos.

13. (Ufsm 2015) Cada povo possui um tipo de culinária, um modo de


preparar seus alimentos, como se fossem sinais culturais transmitidos
por meio do paladar, da visão e do olfato. Por exemplo, no Brasil, os
europeus foram os responsáveis pela introdução do sal, do açúcar e de
diferentes especiarias, variando ainda mais o doce, o salgado, o azedo
e o amargo do cardápio brasileiro.
Sobre esses sabores, é correto afirmar que sua percepção é
I. captada na língua e direcionada ao cérebro.
II. transmitida ao cérebro através dos neurônios.
III. reconhecida na região do sistema nervoso periférico.
IV. uma mistura de sensações do olfato e do paladar.
Estão corretas
a) apenas I e II.
b) apenas I e IV.
c) apenas II e III.
d) apenas III e IV.
e) I, II, III e IV.
Resposta: [E]
Todos os itens estão corretos e relacionados ao sistema sensorial
humano, responsáveis pelas sensações do olfato e do paladar.

14. (G1 - cftmg 2015) Observe a estrutura indicada pela seta na


imagem a seguir.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 51 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

O tipo de contração muscular que ocorre nessa estrutura é semelhante


àquela que acontece na(no)
a) língua.
b) bíceps.
c) esôfago.
d) panturrilha.
Resposta: [C]
A contração muscular que ocorre na íris dos olhos é involuntária e
controlada pelo sistema nervoso autônomo, como os movimentos
peristálticos da musculatura do esôfago.

15. (G1 - cps 2014) O órgão dos sentidos responsável pela audição é
a nossa orelha, também chamada comumente de ouvido.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 52 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Os problemas de ouvido são muito comuns com viajantes que


enfrentam variações de altitude, pois as alterações de pressão, durante
essas viagens, fazem com que os indivíduos fiquem com a sensação de
ter os ouvidos tapados, o que provoca dificuldade auditiva e dor.
Assim, por exemplo, quando alguém desce a serra em direção ao
litoral, e a pressão atmosférica aumenta, ficando maior do que a
pressão interna da sua orelha média, o tímpano é empurrado para
dentro dificultando a audição.
Essa situação, no entanto, é temporária porque na orelha média há um
canal flexível chamado de tuba auditiva que se comunica com a faringe
(garganta), por isso ao bocejar ou engolir saliva, ocorre a abertura das
tubas nas orelhas, o que equilibra as pressões dos dois lados (anterior
e posterior) de cada membrana timpânica e faz com que a dor e a
sensação de surdez cessem.
Baseando-se no texto, é correto afirmar que
a) a função da tuba auditiva é conduzir as ondas sonoras até a faringe.
b) o ar que entra pela orelha externa sai pela garganta, quando o
viajante desce a serra.
c) o tímpano se deforma e é empurrado para dentro, sempre que o
viajante sobe a serra.
d) a orelha externa se comunica com a garganta, a fim de melhorar a
sensação do paladar.
e) a tuba auditiva ajuda a igualar a pressão em ambos os lados da
membrana timpânica.
Resposta: [E]
Conforme o texto apresentado, ao mudarmos de uma região de grande
altitude para baixa altitude, há um aumento na pressão atmosférica.
Como resultado, a membrana timpânica é empurrada para dentro.
Liberando a tuba auditiva, bocejando ou engolindo saliva, ocorre um
equilíbrio na pressão interna e externa na membrana timpânica, isso
porque a tuba auditiva tem ligação com a faringe e permite entrada de

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 53 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

ar até o tímpano.

16. (Fuvest 2014) Na telefonia celular, a voz é transformada em sinais


elétricos que caminham como ondas de rádio. Como a onda viaja pelo
ar, o fio não é necessário. O celular recebe esse nome porque as
regiões atendidas pelo serviço foram divididas em áreas chamadas
células. Cada célula capta a mensagem e a transfere diretamente para
uma central de controle.
www.física.cdcc.usp.br. Acessado em 22/07/2013. Adaptado.
No que se refere à transmissão da informação no sistema nervoso, uma
analogia entre a telefonia celular e o que ocorre no corpo humano
a) é completamente válida, pois, no corpo humano, as informações do
meio são captadas e transformadas em sinais elétricos transmitidos
por uma célula, sem intermediários, a uma central de controle.
b) é válida apenas em parte, pois, no corpo humano, as informações
do meio são captadas e transformadas em sinais elétricos que resultam
em resposta imediata, sem atingir uma central de controle.
c) é válida apenas em parte, pois, no corpo humano, as informações
do meio são captadas e transformadas em sinais elétricos transferidos,
célula a célula, até uma central de controle.
d) não é válida, pois, no corpo humano, as informações do meio são
captadas e transformadas em estímulos hormonais, transmitidos
rapidamente a uma central de controle.
e) não é válida, pois, no corpo humano, as informações do meio são
captadas e transformadas em sinais químicos e elétricos, transferidos
a vários pontos periféricos de controle.
Resposta: [C]
A analogia entre a telefonia celular e o corpo humano é válida apenas
em parte. No sistema auditivo, as ondas sonoras são transformadas
em impulsos nervosos que são transmitidos de célula à célula
(neurônios) até atingir a região encefálica (central de controle), onde

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 54 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

os impulsos são interpretados como sons.

17. (Ufsm 2014) A presença de luz é captada pelas células da retina


e estimula os neurônios que fazem conexão com o córtex cerebral e o
hipotálamo. Mesmo intensidades moderadas de luz são capazes de
causar mudanças nas respostas do organismo humano. A secreção da
melatonina, por exemplo, ocorre exclusivamente em ausência de luz.
Esse hormônio se distribui por vários tecidos corporais, apresenta alta
solubilidade em lipídios e está relacionado com o controle do ritmo
circadiano, interferindo nos comportamentos de vigília e sono.
Assinale verdadeira (V) ou falsa (F) em cada afirmativa a seguir.
( ) Na retina, há dois tipos principais de células capazes de captar
luz, um grupo é extremamente sensível aos estímulos luminosos, mas
não permite que as cores sejam identificadas.
( ) Antes de chegar à retina, os estímulos luminosos passam pela
lente que permite a produção de uma imagem com foco e nitidez.
( ) O formato do globo ocular é mantido graças a uma camada de
tecido muito resistente, e a córnea é a parte transparente desse
revestimento.
A sequência correta é
a) V – F – V.
b) V – V – V.
c) F – F – V.
d) F – V – F.
e) V – F – F.
Resposta: [B]
As afirmativas são verdadeiras e relacionadas à percepção visual.

18. (G1 - utfpr 2012) O nosso corpo possui inúmeros órgãos,


relacionados às mais variadas funções. Os ossículos martelo, bigorna
e estribo estão relacionados com uma dessas funções. Assinale a

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 55 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

alternativa que relaciona corretamente a localização e a função destes


ossículos.
a) Orelha externa; recebe as ondas sonoras.
b) Orelha interna; mantém o corpo em equilíbrio.
c) Orelha média; transmitem vibrações sonoras para a orelha interna.
d) Orelha média; mantém o equilíbrio do corpo.
e) Orelha interna; transmitem vibrações sonoras para a orelha média.
Resposta: [C]
Os ossículos martelo, bigorna e estribo estão presentes na orelha
média e transmitem as vibrações sonoras amplificadas para a orelha
interna onde se situa a cóclea.

19. (Uftm 2012) Muitos jovens ficam expostos a sons de elevada


intensidade, como em casas noturnas e shows, além de utilizar fones
de ouvido, de forma que quem os circunda também ouve a “música”.
A exposição prolongada a ruídos de tais intensidades pode causar
danos irreversíveis à audição, que são devidos
a) à destruição dos ossículos da orelha média, impedindo a
transformação da energia mecânica em química.
b) ao rompimento da membrana timpânica, que não transmite as
ondas sonoras aos ossículos da orelha interna.
c) à destruição de algumas substâncias no interior da orelha média,
sem as quais a orelha interna não é estimulada.
d) à impossibilidade do ar contido no interior da cóclea estimular as
células sensoriais dos canais semicirculares.
e) aos danos às células ciliadas presentes no interior da cóclea, que
deixam de transformar energia mecânica em elétrica.
Resposta: [E]
As células ciliadas fonorreceptoras do órgão Corti na cóclea são
danificadas irreversivelmente pelo ruído excessivo. Dessa forma, essas
células deixam de converter a energia mecânica dos sons em energia

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 56 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

elétrica na forma de impulsos nervosos.

20. (Ueg 2012) Edwiges, a coruja-das-neves, companheira das


aventuras de Harry Potter, vista no cinema apenas como uma
mensageira, faz parte de um grupo de aves peculiar, com habilidades
incríveis de exímia caçadora, possuindo visão estereoscópica,
capacidade de enxergar no escuro, audição notável, disco facial bem
destacado pela plumagem e que funciona como uma parabólica,
captando ruídos mínimos, assim como asas grandes comparadas com
o tamanho do corpo, o que permite que ela voe com facilidade, dentre
outras características que tornam essa coruja extremamente perigosa
para as suas presas. A respeito dos atributos das corujas, é correto
afirmar:
a) a versatilidade das vértebras do pescoço das corujas permite que
elas virem a cabeça num ângulo de 360 graus para os dois lados e num
ângulo de 270 graus de cima para baixo.
b) a visão estereoscópica é a visão que simula duas imagens
ligeiramente diferentes projetadas nos olhos, fundindo-as no cérebro
para obter quantidades tais como: densidade, forma e cor.
c) a visão noturna é possível devido aos enormes olhos que captam
grande quantidade de luz e ao fato de o globo ocular ser mais esférico
do que o das aves diurnas, assim a distância a ser percorrida entre o
cristalino e a retina é maior, possibilitando menor perda de informação.
d) há um número muito superior de bastonetes em relação aos cones,
o que lhes permite enxergar muito bem na presença de pouquíssima
luz, embora essa visão seja em branco e preto.
Resposta: [D]
Os bastonetes são células receptoras da retina relacionadas com a
percepção da luz. As corujas percebem muito bem a luminosidade
ambiental por apresentarem maior número de bastonetes na retina,
em relação às aves exclusivamente diurnas.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 57 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

21. (Ufrgs 2012) Assinale a alternativa que preenche corretamente as


lacunas do enunciado abaixo, na ordem em que aparecem.
A ........ humana contém dois tipos de fotorreceptores: os cones e os
bastonetes. Os cones contribuem pouco para a visão noturna por ........
a) retina — terem menor sensibilidade à luz
b) córnea — serem menos abundantes que os bastonetes
c) íris — terem maior sensibilidade à luz
d) retina — absorverem igualmente todos os comprimentos de onda
e) córnea — serem responsáveis pela percepção das cores
Resposta: [A]
A retina humana contém dois tipos de fotorreceptores: os cones e os
bastonetes. Os cones contribuem pouco para a visão noturna por
serem mais sensíveis aos comprimentos de ondas relativos às cores.
Os bastonetes são as células mais sensíveis à luz branca, que contém
todos os comprimentos de onda correspondentes à luz visível pelos
seres humanos.

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:


Quando pensamos em comunicação, lembramo-nos da fala e da
escrita, que são modos humanos de trocar informações. Os animais
podem não ser capazes de falar ou dominar técnicas de linguagens
avançadas, mas eles certamente possuem outros meios de se
comunicar. O som da baleia, o uivo dos lobos, o coaxar dos sapos, o
piar dos pássaros e até mesmo a dança agitada das abelhas ou o
abanar de rabo de cachorros estão entre as diversas formas pelas quais
os animais comunicam-se.
As questões a seguir apresentam-se integradas pelo tema
"Comunicação", que nos faz refletir sobre as várias formas de
comunicação entre os seres de uma mesma espécie e também sobre a

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 58 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

evolução das formas de comunicação humana desde os primórdios.


Segundo Steven
Mithen*, milhões de anos foram necessários para que a mente humana
evoluísse. Os indícios desse longo processo de evolução estão hoje
presentes em nosso comportamento, nas formas usadas para a
comunicação, tais como a pedra, as pinturas, a escrita e até mesmo a
forma como convivemos e como conversamos no cotidiano.
Mithen, Steven. A pré-história da mente. São Paulo: Editora da Unesp,
2002.
Esse fato pode ser observado na tirinha seguinte, em que Helga dialoga
com sua filha na presença de seu marido, Hagar.

22. (Fatec 2012) Além da fala e da escrita, podemos perceber o


ambiente que nos cerca de várias maneiras diferentes: vendo, ouvindo,
cheirando, apalpando e sentindo sabores. Ao processar essas
informações, nossa mente as interpreta como sinais de perigo,
sensações agradáveis ou desagradáveis etc. Depois dessas
interpretações, respondemos aos estímulos do ambiente, interagindo
com ele.
Considerando que a capacidade de perceber o ambiente depende de
células altamente especializadas, é correto afirmar que
a) os receptores sensoriais humanos responsáveis pelos sentidos do
olfato e da gustação são classificados como termorreceptores.
b) as células fotorreceptoras cones e bastonetes do olho humano
concentram-se na córnea, onde ocorre a formação da imagem.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 59 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

c) a percepção do tato é realizada por receptores sensoriais de pressão,


que se localizam apenas nas palmas das mãos e nas plantas dos pés.
d) a orelha interna humana inclui três ossículos (martelo, bigorna e
estribo), que amplificam as ondas sonoras, transmitindo-as para o
tímpano.
e) a íris é comparável ao diafragma ajustável das máquinas
fotográficas, pois regula a quantidade de luz que entra no olho para
garantir uma perfeita visão.
Resposta: [E]
A íris do olho pode ser comparada ao diafragma ajustável de uma
máquina fotográfica. Sob controle do sistema nervoso autônomo, ela
contrai ou relaxa, provocando, respectivamente, a diminuição ou
aumento do diâmetro da pupila. A pupila é o orifício pelo qual os raios
luminosos entram no globo ocular.

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:


O berimbau é um instrumento musical de origem africana, muito
tocado no Brasil em rodas de capoeira. Em sua obra Viagem pitoresca
e histórica ao Brasil Jean-Baptiste Debret descreveu o berimbau como
segue: "Este instrumento musical se compõe da metade de uma
cabaça presa a um arco curvo de bambu, com um fio de latão, sobre o
qual se bate ligeiramente. Pode-se conhecer o instinto musical do
tocador, que apoia a mão sobre a frente descoberta da cabaça a fim
de obter, pela vibração, um som grave e harmonioso”.
Disponível em:
<http://www.redetec.org.br/inventabrasil/berimb.htm>. Acesso em:
7 fev. 2012.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 60 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

23. (Ufg 2012) Jean-Baptiste Debret comenta no texto sobre o instinto


musical do tocador, associando-o ao som grave e harmonioso
produzido ao tocar o berimbau. Uma análise fisiológica dessa
observação permite concluir que só foi possível obtê-la porque a
emissão das ondas sonoras
a) transversais ressoam na cóclea.
b) transversais reverberam na tuba auditiva.
c) longitudinais reverberam na janela oval.
d) longitudinais ressoam na tuba auditiva.
e) longitudinais ressoam na cóclea.
Resposta: [E]
A cóclea é um órgão do sentido de audição. O som é o resultado de
vibrações de ondas sonoras longitudinais que atingem diversos órgãos
do sentido de audição, como o tímpano por exemplo. Dentro da cóclea
há um liquido que ao receber estas vibrações cria ondas de pressão
que movimentam cílios presos a células no interior da cóclea; essas
células quando estimuladas liberam neurotransmissores que conduzem
sinais até o cérebro que interpreta o sinal sonoro.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 61 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

4. SISTEMA GLANDULAR OU ENDÓCRINO

Agora veremos um assunto muito, muito importante para o


funcionamento do nosso organismo. É bacana que você tenha uma boa
ideia deste assunto para sua vida. Para compreender como as coisas
funcionam. Por quais motivos desencadeiam-se algumas doenças.
É um assunto bem tranquilo. Porém, cheio de nomes de hormônios e
suas funções.
Cai muito desta parte em provas.
Então, fiquem atentos.
Vamos à aula.
Bons estudos.

Sistema Endócrino
Conjunto de órgãos que apresentam como atividade característica a
produção de secreções denominadas hormônios, que são lançadas na
corrente sanguínea e irão atuar em outra parte do organismo,
controlando ou auxiliando o controle de sua função

Função: produzir substâncias através das glândulas e, juntamente


com o sistema nervoso, atuar na coordenação de todas as atividades
do organismo.

GLÂNDULA: é um órgão cuja função é produzir e secretar algumas


substâncias com uma função pré-determinada. Esta substância
pode ser secretada dentro do Sistema Circulatório (hormônios) ou
fora dele (outras secreções).

Existem três tipos de glândulas:

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 62 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Glândulas exócrinas: possuem um canal secretor que transporta


suas secreções para fora do corpo ou para o interior de um órgão
oco. Bizu: exo = fora

Incluem as glândulas sudoríparas que segregam o suor, as glândulas


sebáceas que segregam gordura, as salivares, as biliares, o pâncreas
(que segrega enzimas digestivas), as glândulas mamárias, as
glândulas mucosas, o fígado e muitas outras.

Glândulas endócrinas: não apresentam um canal secretor; portanto


as substâncias produzidas (Hormônios), são lançados diretamente na
circulação sanguínea (dentro da corrente). Bizu: endo = dentro.

Glândulas mistas (afícrinas): funcionam como exócrinas e


endócrinas (quando estudarmos o pâncreas isto ficará mais claro).
Exemplo: PÂNCREAS, FÍGADO, TESTÍCULOS, OVÁRIOS

Vimos que Sistema Endócrino, juntamente com o Sistema Nervoso,


desempenha um trabalho de coordenação, regulação e controle sobre

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 63 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

as funções de determinados órgãos do corpo. O hipotálamo grupo de


células nervosas localizadas na base do encéfalo, faz a integração entre
esses dois sistemas.
Esse trabalho é realizado por meio das glândulas endócrinas,
responsáveis pela secreção de substâncias determinadas hormônios.

O que são hormônios?


Hormônios são substâncias químicas que transferem informações e
instruções entre as células, em animais e plantas.
Também chamados de "mensageiros químicos do corpo", os hormônios
regulam o crescimento, o desenvolvimento, controlam as funções de
muitos tecidos, auxiliam as funções reprodutivas, e regulam o
metabolismo.
Diferentemente das informações enviadas pelo sistema nervoso, os
hormônios são mais vagarosos e seus efeitos mantêm-se por um
período mais longo de tempo.
Como vimos acima estes são liberados dessas glândulas diretamente
nos líquidos corporais-sangue e linfa- e atuam em células-alvo,
geralmente distantes do seu local de produção.
O hormônio atua somente em suas células-alvo que possuem
receptores em sua superfície externa que se combinam de maneira
específica com ele.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 64 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Uma vez recebidos pelo alvo, os hormônios desencadeiam uma série


de reações químicas, exercendo ação de controle do metabolismo das
células; seu efeito pode ser imediato ou levar vários dias para
aparecer, persistindo por meses ou até anos, dependendo do
hormônio.
Eles interferem nas reações humanas (ex. medo, desejo), no
crescimento e desenvolvimento físico, e no nível de concentração de
substancias vitais para o organismo (ex. taxa de açúcar no sangue e
de cálcio nos ossos).

Controle hormonal
O controle hormonal é realizado pelo sistema endócrino, composto por
glândulas e por outras estruturas com função endócrina do nosso
organismo. A ação conjunta dos diversos hormônios e do sistema
nervoso garante a coordenação e a harmonia das funções do nosso
organismo.

As glândulas endócrinas estão localizadas em diferentes partes do


corpo: hipófise, tireoide e paratireoides, suprarrenais, pâncreas e as
glândulas sexuais (ovários na mulher e os testículos, no homem).
As glândulas e sua localização são iguais no homem e na mulher, com
exceção das glândulas sexuais.

Principais Glândulas Humanas

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 65 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Vamos estudar estas crianças?


Lembre-se:
- memorize os nomes das glândulas, sua localização, seus hormônios
e a ação destes. Isto é o que as bancas gostam de perguntar.

a) Epífise ou glândula Pineal


Uma glândula localizada no cérebro, do tipo endócrina e está
relacionada ao ciclo circadiano dos humanos, controlando a vigília e o
sono.
Produz o hormônio MELATONINA, que só é produzido quando o
indivíduo está em ambiente escuro (daí a importância de se ter horário
adequado de sono).

b) HIPOTÁLAMO
Recebe informações do sistema nervoso e secreta hormônios que
atuam sobre a hipófise anterior (adenohipófise).
Bizu: Anterior = adenohipófise.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 66 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Agora cuidado: as bancas adoram este aspecto: o hipotálamo possui


neurônios que produzem os hormônios oxitocina e Antidiurético
(“ADH”) que são armazenados e liberados pela hipófise posterior
(neurohipófise).
Os hormônios são feitos nos corpos celulares dos nervos
posicionados no hipotálamo, e estes hormônios são então
transportados pelos axônios das células nervosas em direção à
hipófise posterior.

Então, onde você pode errar? Estes dois hormônios são produzidos no
hipotálamo e armazenados na hipófise. A banca pode falar que a
hipófise produz estes dois hormônios. Percebeu?

c) Hipófise

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 67 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

A hipófise, também denominada glândula pituitária, é uma pequena


glândula com cerca de 1 cm de diâmetro.
Está localizada abaixo do hipotálamo e, posteriormente, ao quiasma
óptico, sendo ligada ao hipotálamo pela haste pedúnculo hipofisário ou
infundíbulo, e é envolvida pela dura–máter.

A hipófise é considerada uma glândula mestra, pois secreta


hormônios que controlam o funcionamento de outras glândulas,
sendo grande parte de suas funções reguladas pelo hipotálamo.
Exerce controle e regula todas as atividades de outras glândulas do
corpo.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 68 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

A hipófise é dividida anatomicamente e funcionalmente em duas partes


(anterior e posterior). Como já vimos, cada parte será responsável por
funções fisiológicas diferenciadas. Sendo assim, reconhece -se na
hipófise:
-Adenohipófise (hipófise anterior): secreta os hormônios que
controlam o funcionamento de outras glândulas endócrinas, quando
estimuladas a fazer isso pelo hormônios do hipotálamo.
Produz o hormônio do crescimento.

-NeuroHipófise (hipófise posterior): Só armazena hormônios


produzidos pelo hipotálamo.

É importante conhecer os hormônios liberados pela hipófise. Vamos a


eles:
-TSH (hormônio tireotrófico): hormônio que estimula e regula a
atividade da tireoide na produção dos hormônios T3 e T4 (produzido
pela hipófise atua sobre a tireoide).

- ACTH (hormônio adrenocorticotrófico): que controla a atividade


do córtex da glândula suprarrenal;

-LH (hormônio luteinizante): hormônio que regula as atividades das


gônadas masculinas e femininas, como a produção de testosterona nos
testículos, indução da ovulação e formação do corpo lúteo.

-FSH (hormônio folículo-estimulante): hormônio que atua na


produção dos folículos, nos ovários; e dos espermatozoides, nos
testículos.
LH e FSH podem ser chamados de hormônios gonadais.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 69 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

- Somatotrofina, hormônio do crescimento ou GH: hormônio que


promove a captação de aminoácidos para a formação de
proteínas. Com isso, esse hormônio atua no crescimento de todo o
organismo, incluindo tecidos, ossos e cartilagens, promovendo o
aumento na estatura principalmente dos jovens na puberdade.
Após a puberdade, a produção desse hormônio cai consideravelmente.
Há casos em que, em virtude de uma disfunção na hipófise, a pessoa
continua a produzir esse hormônio mesmo após a puberdade.
Quando isso ocorre, não há aumento da estatura, mas os ossos do
crânio, da face, das mãos e dos pés aumentam, causando uma doença
que chamamos de acromegalia.
O excesso do hormônio do crescimento provoca o aumento exagerado
no tamanho do corpo, o que chamamos de gigantismo; já a sua
deficiência (que geralmente é causada por fatores genéticos), provoca
o nanismo. Algumas crianças que têm deficiência na produção do
hormônio do crescimento podem ser tratadas com injeções desse
hormônio para promover o seu crescimento.

- Prolactina: esse hormônio atua promovendo a produção de


progesterona nos ovários femininos e também na produção de leite nas
glândulas mamárias, durante a gravidez e a amamentação.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 70 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Nos homens atuam nos testículos auxiliando na produção de


testosterona.
A prolactina aumentada em homens pode causar impotência sexual
e também uma redução dos espermatozoides, além de
consequências como aumento das mamas. O aumento da prolactina
pode causar uma espécie de infertilidade passageira no homem e na
mulher também.

OS HORMÔNIOS ESTOCADOS NA NEUROHIPÓFISE


(POSTERIOR):
Antidiurético (ADH) ou Vasopressina
Esse hormônio atua no controle da eliminação de água pelos rins,
portanto tem efeito antidiurético, ou seja, é liberado quando a
quantidade de água no sangue diminui, provocando uma maior
absorção de água no túbulo renal e diminuindo a urina. Quando o nível
desse hormônio está acima do normal, ocorre a contração das
arteríolas, provocando um aumento da pressão arterial, por isso o
nome vasopressina.
Sua deficiência provoca uma perda de água excessiva e muita sede,
síndrome denominada diabetes insípidos (se está deficiente o
hormônio que impede a saída de água não atua. Por isso a perda
de água).

Ocitocina: é produzida pelo hipotálamo e armazenada pela


hipófise.
Hormônio que atua nas contrações do útero durante o parto,
estimulando a expulsão do bebê. Em alguns casos, os médicos aplicam
esse soro contendo ocitocina na mãe para estimular o parto. Esse
hormônio também promove a liberação de leite durante a
amamentação.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 71 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

D) TIREOIDE
Glândula localizada na frente da traqueia, em região que fica localizada
na parte anterior pescoço, logo abaixo da região conhecida como Pomo
de Adão (ou popularmente, gogó). É uma das maiores glândulas do
corpo humano e tem um peso aproximado de 15 a 25 gramas (no
adulto). É uma glândula em forma de borboleta (com dois lobos-
esquerdo e direito).

Hormônios produzidos:
-Tiroxina (T4) e triiodotironina (T3): regulação do metabolismo
celular. (os números estão relacionados à quantidade de átomos de
IODO, presente no hormônio).
A falta de iodo na alimentação faz com que essa glândula aumente,
originando o bócio ou papo.
EM CRIANÇAS, COM BAIXA PRODUÇÃO LEVA AO CRETINISMO
Regula o hormônio tireotrófico.

Ela age na função de órgãos importantes como o coração, cérebro,


fígado e rins. Interfere, também, no crescimento e desenvolvimento
das crianças e adolescentes; na regulação dos ciclos menstruais; na
fertilidade; no peso; na memória; concentração; no humor; e no
controle emocional. É fundamental estar em perfeito estado de
funcionamento para garantir o equilíbrio e a harmonia do organismo.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 72 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

A tireoide utiliza o iodo para produzir os hormônios vitais, sendo que


os principais são a tiroxina (T4) e a triiodotironina (T3). Esses
hormônios são responsáveis pelo nosso metabolismo basal, ou seja, é
ele que estimula as células a trabalharem e garante que tudo funcione
corretamente no corpo.
A função dessa glândula é regulada por um mecanismo de auto
controle que envolve o cérebro. Quando os níveis de hormônios da
tiroide estão baixos, o hipotálamo no cérebro produz um hormônio
conhecido como liberador de tirotrofina (TRH), que faz com que a
glândula pituitária (adenoipóifise) libere o hormônio estimulador da
tireoide (TSH).

TIROXINA (T4) – altera a intensidade do metabolismo basal; produz


vasodilatação e aumento da frequência cardíaca; aumenta a atividade
do sistema nervoso e a motilidade do tubo digestivo.

TRIIODOTIRONINA (T3) – é formada em menor quantidade e


exerce quase os mesmos efeitos que a tiroxina, porém sua ação é
várias vezes mais rápida.

Hipertireiodismo: aumento da atividade da tireoide, aumentando a


produção de T3 e T4, causa nervosismo; tremores nas mãos; perda de

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 73 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

peso; transpiração excessiva: pele úmida, quente; problemas


psíquicos: ansiedade, distúrbios do sono; palpitações e/ou um ritmo
cardíaco mais acelerado; distúrbios menstruais nas mulheres; diarréia;
bócio (aumento do volume da glândula tireóide).

-Hipotireoidismo
Assim como o hipertireoidismo, o hipotireoidismo também causa um
aumento de volume da tireóide. Contudo, esse aumento não é
acompanhado de mais produção dos hormônios tireoidianos, mas sim
pela queda na produção dos hormônios T3 (triiodotironina) e T4
(tiroxina).
Como outros males da tireoide, o hipotireoidismo é mais comum em
mulheres, mas pode ocorrer em qualquer indivíduo independente de
gênero ou idade. Os endocrinologistas orientam mulheres,
especialmente acima de 40 anos, a fazerem o auto-exame da tireóide
regularmente.
Entre os sintomas do hipotireoidismo estão: depressão; desaceleração
dos batimentos cardíacos; intestino preso; menstruação irregular;
diminuição da memória; cansaço excessivo; dores musculares;
sonolência excessiva; pele seca; queda de cabelo; ganho de peso;
aumento do colesterol no sangue; exoftalmia (imagem abaixo).

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 74 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

CALCITONINA
Regula a incorporação de cálcio nos ossos. Na corrente sanguínea
aumenta a atividade de uma célula óssea: osteoblasto.
Ocorre a retirada de cálcio da corrente sanguínea e colocação deste
cálcio nos ossos.

E) Paratireóides
Ficam atrás da tireóide.

As paratireóides são quatro pequenas glândulas que se localizam atrás


da glândula da tireoide, na região do pescoço. Essas glândulas
secretam um hormônio chamado de paratormônio (PTH) e são
responsáveis pelo equilíbrio do cálcio e manutenção da massa óssea.
São responsáveis pelo controle da absorção de cálcio no sangue e
nos ossos.
O paratormônio é uma proteína com massa molecular de 8.500 Da. Ele
se liga a receptores em osteoblastos, sendo este um sinal para estas
células produzirem um fator estimulante de osteoclastos que aumenta
o número e atividade dessas células, promovendo assim a reabsorção
da matriz óssea calcificada e a liberação de Ca2+ no sangue. Por outro
lado, o aumento da concentração de Ca2+ suprime a produção de
hormônio da paratireóide.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 75 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Eleva o nível de cálcio no sangue e estimula a liberação de cálcio nos


ossos. ANTAGONISMO COM A CALCITONINA.
Aumenta atividade dos OSTEOCLASTOS (CÉLULAS QUE DEGENERAM
OS CÉLULAS DO OSSOS).
O cálcio poderá ser usado para contração muscular, coagulação
sanguínea, funcionamento dos neurônios.
Regula a concentração de fósforo no sangue (p está nos ossos)
A insuficiência desse hormônio causa contrações musculares.
O excesso pode provocar descalcificação acentuada nos dentes e
ossos.

O paratormônio e a calcitonina realizam o controle dos níveis normais


de cálcio no organismo. Resumindo:

Hipoparatireoidismo
É a doença resultante da falta de produção de paratormônio pelas
glândulas paratireóides. A falta desse hormônio causa a redução do
cálcio no sangue.
Os sintomas são decorrentes da falta de cálcio: fraqueza, cãibras,
sensação de formigamento no corpo e dormência nas mãos, espasmos
involuntários dos músculos da face, e, mais raramente, malformações
dos dentes e das unhas.
A causa mais frequente da doença é consequência da retirada das
paratireóides durante cirurgias, sejam elas para a retirada de tumores
de paratireóide ou em cirurgias de tireoide. A segunda causa mais
frequente são doenças auto-imunes das paratireóides. As outras

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 76 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

causas incluem doenças genéticas, exposição à radiação, doenças


infiltrativas e falta de magnésio.

Hiperparatireoidismo
É a doença resultante do excesso de produção de paratormonio pelas
glândulas paratireóides. O excesso deste hormônio causa o aumento
do cálcio no sangue e na urina.
A maioria dos pacientes não apresenta sintomas. No entanto, uma
pequena parcela pode apresentar fraqueza, falta de apetite, náuseas,
vômitos, intestino preso, confusão mental, depressão, muita sede e
muita vontade de urinar (poliúria). Além disso, os portadores de
hiperparatireoidismo podem ter cálculos renais e osteoporose.
A causa mais frequente é o adenoma (tumor benigno) de uma das
quatro glândulas paratireóides. A segunda causa mais frequente é um
aumento das quatro glândulas da paratireóide, conhecido como
“hiperplasia primária das paratireóides”. Raramente o aumento de PTH
é decorrente de um câncer maligno (carcinoma) de paratireóide.
Além de aumentar a concentração de Ca2+ plasmático, o hormônio da
paratireóide reduz a concentração de fosfato sanguíneo. Este efeito
resulta da atividade do paratormônio em células dos túbulos renais,
diminuindo a reabsorção de fosfato e aumentando sua excreção na
urina. O paratormônio aumenta indiretamente a absorção de Ca2+ no
trato digestivo, estimulando a síntese de vitamina D, que é necessária
para esta absorção. A secreção das células paratireoides é regulada
pelos níveis sanguíneos de Ca2+.
PARAtireoide: percebeu que faz ação oposta ao da tireoide, entre os
hormônios calcitonina e paratormônio

F) PÂNCREAS

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 77 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

O pâncreas é uma glândula afícrena que pertence aos sistemas


digestivo e endócrino, com cerca de 12,5 cm de comprimento, em
forma de folha, situada atrás do estômago, entre a porção superior do
intestino e o baço.

O pâncreas é composto por três regiões principais: cabeça, que é a


parte que se encaixa no duodeno, o corpo e a cauda, que é a parte
final.
O pâncreas pode ser classificado de acordo com seu funcionamento:
-Pâncreas Exócrino: Tem a função de produzir sucos digestivos e
enzimas que ajudam a partir em pedaços menores as proteínas, os
açúcares e as gorduras, para que possam passar para o intestino,
auxiliando na digestão dos alimentos e metabolismo dos nutrientes;

-Pâncreas Endócrino: Tem uma função importante na produção de


hormônios, como a insulina e glucagon, os quais regulam a forma como
o organismo utiliza os açúcares.
Por terem funções diferentes o pâncreas exócrino e endócrino são
formados por células diferentes.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 78 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

O pâncreas endócrino é formado por conglomerados de células


chamadas ácinos que irão produzir o suco pancreático. Misturados com
os ácinos, encontram-se os Ilhotas de Langerhans, que são grupos
isolados de células que produzem os hormônios que fazem o controle
dos níveis de açúcar no sangue.
Porção Endócrina
Ilhotas de Langerhans
células
alfa- produzem glucagon
beta – produzem insulina

Produz a insulina, que controla o nível de glicose no sangue.


A insulina controla a entrada de açúcar nas células, regulando a taxa
de glicose no sangue.

Insulina
A insulina é um hormônio que promove a entrada de glicose nas
células e também desempenha papel importante no metabolismo de
lipídeos e proteínas. Existem algumas patologias relacionadas à função
da insulina no corpo, como: diabetes, resistência à insulina e
hiperinsulinemia. Conheça agora um pouco mais sobre a importância
deste hormônio para nossa saúde.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 79 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Atuação no organismo: Os carboidratos que ingerimos através dos


alimentos (pão, massas, açúcares, cereais) são mais rapidamente
convertidos em glicose quando precisamos de energia. Para a glicose
penetrar em cada célula do corpo é necessário que haja insulina
circulante, que faz com que o hormônio chegue aos receptores de
insulina nas células

Quando a glicemia (taxa de glicose no sangue) aumenta após uma


refeição, a quantidade de insulina também aumenta para que o
excesso de glicose possa ser rapidamente absorvido pelas células (que
são estocadas em forma de glicogênio), reduzindo a concentração de
açúcar no plasma sanguíneo.
RESUMINDO:
Aumenta a permeabilidade da membrana celular à glicose.
No fígado a insulina promove a formação do glicogênio.
Ação hipoglicemiante (diminui a quantidade de glicose no
sangue).
Produzido pelas células (beta) das ilhotas de Langerhans.

GLUCAGON
Glucagon: efeito contrário ao da insulina, aumenta a concentração
de glicose no plasma. Quando os níveis de açúcar no sangue estão

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 80 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

baixos, o glucagon estimula a transformação do glicogênio estocado


em glicose, fazendo com que a quantidade no sangue volte ao normal.
No fígado o glucagon estimula a transformação do glicogênio em várias
moléculas de glicose, que serão enviadas para o sangue.
Ação hiperglicemiante (aumenta a quantidade de glicose no sangue).
Produzido pelas células (alfa) das ilhotas de Langerhans.

DIABETES
Diabetes insípida:
Carência na formação do ADH (anti-diurético) ou na sua ação.
Aumento da poliúra – até 15 L (aumento do volume de urina).
Intensa sensação de sede/risco de desidratação.

Diabetes Melitos
Redução ou não produção da insulina.

Diabetes Mellitus
Doença em que o indivíduo apresenta altas taxas de glicose no sangue.

Diabetes Tipo I
Causa: Redução das células do pâncreas, o que leva a uma
diminuição da produção de insulina.
No Diabetes tipo 1, o pâncreas não produz insulina, o que aumenta a
quantidade de açúcar no sangue (na infância e na adolescência).
Apresenta problemas circulatórios, visuais, renais, coma e morte.
Controlada com injeções regulares de insulina e restrição de açúcar.

Diabetes Tipo II
Causa: Redução do número de receptores de insulina nas membranas
das células.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 81 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

No Diabetes tipo 2, o pâncreas produz pouca insulina (por volta dos 40


anos).
Controle com dieta pobre em carboidratos e açúcar e medicação via
oral.

Hiperinsulinemia
Algumas das causas da hiperinsulinemia são: obesidade, sedentarismo
e consumo elevado de carboidratos refinados, que provoca aumento
de glicose no sangue e, consequentemente, aumento na produção de
insulina.

Resistência à insulina
Ocorre dificuldade de penetração da glicose nas células e dessa forma
é produzido mais insulina, já que este é o seu papel, levar glicose à
célula, só que devido a essa dificuldade este hormônio não atua de
forma ideal, não desempenha sua função por completo. Esse excesso
de insulina pode gerar um estado de pré-diabetes ou diabetes mesmo.

G) SUPRARRENAIS
As glândulas supra-renais têm este nome devido ao fato de se situarem
sobre os rins, apesar de terem pouca relação com estes em termos de
função.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 82 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

As supra-renais são glândulas vitais para o ser humano, já que


possuem funções muito importantes, como regular o metabolismo do
sódio, do potássio e da água, regular o metabolismo dos carboidratos
e regular as reações do corpo humano ao stress.
Também conhecida como adrenais, localizam-se sobre o rim.
São formadas por duas partes, a medula e o córtex.
Regulam o metabolismo do sódio, do potássio e da água, regulam o
metabolismo dos carboidratos e as reações do corpo humano ao
estresse.

HORMÔNIOS
MEDULA:
- Adrenalina e a Noradrenalina: Tais hormônios são secretados em
resposta à estimulação simpática e são considerados como hormônios
gerais. Liberados em grandes quantidades depois de fortes reações
emocionais como, por exemplo, susto ou medo, estes hormônios são
transportados pelo sangue para todas as partes do corpo, onde
provocam reações diversas, principalmente constrição dos vasos,
elevação da pressão arterial, aumento dos batimentos cardíacos, etc.
Tais reações resultam no aumento do suprimento de oxigênio às
células. Além disso, a adrenalina, que aumenta a glicogenólise hepática
e muscular e a liberação de glicose para o sangue, eleva o metabolismo
celular. A combinação dessas reações possibilita, por exemplo, reações
rápidas de fuga ou de luta frente a diferentes situações ameaçadoras.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 83 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

CORTEX:
Glicocorticóide: afeta o metabolismo de carboidratos; aumenta o
açúcar no sangue. Estimula o metabolismo de gordura e proteínas,
para produção de glicose. (CORTISOL. Produzido em situação de
estresse).
- Cortisol: O cortisol serve para ajudar o organismo a controlar o
estresse, reduzir inflamações, contribuir para o funcionamento do
sistema imune e manter os níveis de açúcar no sangue constantes,
assim como a pressão arterial.

Mineralocorticóide: promove a reabsorção de sódio e a excreção de


potássio nos rins (ALDOSTERONA)
- Aldosterona: A principal ação da aldosterona é a retenção de sódio.
Onde há sódio, estão associados íons e água. Portanto, a aldosterona
age profundamente no equilíbrio dos líquidos, afetando o volume
intracelular e extracelular dos mesmos. Glândulas salivares e
sudoríparas também são influenciadas pela aldosterona para reter
sódio. O intestino aumenta a absorção de sódio como reação à
aldosterona. BIZU = Na é o símbolo do elemento sódio. Então,
aldosterona está relacioando com retenção de sódio.

Doença de Addison
Sinônimos: hipofunção adrenocortical, insuficiência adrenocortical
crônica, insuficiência adrenal primária
A Doença de Addison é o nome dado à condição em que as glândulas
suprarrenais (também chamadas de glândulas adrenais) não são
capazes de produzir quantidades suficientes de seus hormônios. Ela foi
descrita pela primeira vez pelo médico inglês Thomas Addison, em
1849.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 84 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

H) OVÁRIOS
- Localiza-se no sistema reprodutor feminino.
HORMÔNIOS
Estrógeno: produção das características sexuais secundárias
femininas.
Progesterona: preparação do útero para a gravidez.
Esses hormônios induzem a ovulação e a menstruação, além de
propiciar o desenvolvimento das características sexuais femininas,
como o crescimento das mamas e dos quadris.
- Sua regulação se dá através do hormônio luteinizante (LH) e pelo
hormônio folículo estimulante (FSH) produzido na hipófise.

I) TESTÍCULOS
- Fazem parte do sistema reprodutor masculino.
São responsáveis pela produção do hormônio Testosterona.
Testosterona:
- Desenvolve os caracteres sexuais secundários masculinos.
- Diferenciação dos órgãos masculinos durante a gravidez.
- Promove o impulso sexual.
- Sua produção e atuação se dá através do hormônio luteinizante (LH)
produzido na hipófise.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 85 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

QUESTÕES

01. (2017 - CESPE - SEDF - Professor de Educação Básica -


Biologia).

A figura apresentada ilustra os principais hormônios secretados pela


hipófise — glândula localizada na base do encéfalo que tem um papel

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 86 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

chave na regulação do funcionamento de outras glândulas do corpo


humano e cujas funções são, em grande parte, reguladas pelo
hipotálamo. Acerca desse assunto, julgue o item que se segue.
A ocitocina promove a contração de fibras musculares lisas do útero e
das glândulas mamárias, auxiliando no parto e na ejeção do leite.
( ) Certo ( ) Errado
Resposta: certo
COMENTÁRIOS:
O item traz exatamente a descrição das ações do hormônio.

02. (2017 - CESPE - SEDF - Professor de Educação Básica -


Biologia).

A figura apresentada ilustra os principais hormônios secretados pela


hipófise — glândula localizada na base do encéfalo que tem um papel
chave na regulação do funcionamento de outras glândulas do corpo
humano e cujas funções são, em grande parte, reguladas pelo
hipotálamo. Acerca desse assunto, julgue o item que se segue.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 87 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Nas mulheres, a prolactina estimula a produção de leite pelas


glândulas mamárias em resposta ao estímulo da sucção; nos
homens, níveis elevados desse hormônio estimulam a produção de
testosterona.
( ) Certo ( ) Errado
COMENTÁRIOS:
Resposta: Errado.
A prolactina aumentada em homens pode causar impotência sexual e
também uma redução dos espermatozoides, além de consequências
como aumento das mamas. O aumento da prolactina pode causar uma
espécie de infertilidade passageira no homem e na mulher também.

03. (2017 - CESPE - SEDF - Professor de Educação Básica -


Biologia).

A figura apresentada ilustra os principais hormônios secretados pela


hipófise — glândula localizada na base do encéfalo que tem um papel
chave na regulação do funcionamento de outras glândulas do corpo

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 88 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

humano e cujas funções são, em grande parte, reguladas pelo


hipotálamo. Acerca desse assunto, julgue o item que se segue.
O hormônio somatotrófico, também conhecido como hormônio do
crescimento, atua no fígado estimulando a captação de glicose
plasmática.
( ) Certo ( ) Errado
COMENTÁRIOS:
Resposta: Errado.
O GH (somatotrofina) atua principalmente sobre as epífises, regiões
cartilaginosas da estrutura óssea com potencial de distensão,
estimulando a multiplicação das células por divisão mitótica. Age
captando aminoácidos e proteínas.

04. (2017 - CESPE - SEDF - Professor de Educação Básica -


Biologia).

A figura apresentada ilustra os principais hormônios secretados pela


hipófise — glândula localizada na base do encéfalo que tem um papel

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 89 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

chave na regulação do funcionamento de outras glândulas do corpo


humano e cujas funções são, em grande parte, reguladas pelo
hipotálamo. Acerca desse assunto, julgue o item que se segue.
Durante a ingestão de bebidas alcóolicas, ocorre inibição da
secreção do hormônio antidiurético, o que leva a um aumento na
diurese.
( ) Certo ( ) Errado
COMENTÁRIOS:
O álcool inibe a liberação de ADH. Este hormônio inibe a micção. Logo,
se ele estiver inativado teremos aumento da diurese, pois, grande
parte da água deixa de ser reabsorvida.
A inter-relação entre os sistemas nervoso e endócrino humano foi uma
das grandes descobertas da ciência, mostrando a existência de um
“diálogo” entre esses dois sistemas mediado por substâncias
biológicas, como neurotransmissores e hormônios. Esse conhecimento
vem mobilizando grupos de cientistas de diversos países a investigar a
relação entre o eixo hipotálamo-hipófise-adrenal (HHA), estresse e
doenças, como ansiedade e depressão. Acerca desse assunto, julgue o
item subsequente.
Embora exerça efeitos antinflamatórios e imunossupressores em
tratamentos terapêuticos, já é bem documentado o fato de que níveis
alterados de cortisol estão relacionados à desregulação do eixo HHA e
ao desenvolvimento da depressão.
( ) Certo ( ) Errado
COMENTÁRIOS:
Ainda não sabe o que veio primeiro. Se a depressão é que eleva o
cortisol ou o cortisol está elevado na depressão. O hipotálamo, a
hipófise (glândula mãe do organismo), ambos localizados ''no cérebro'',
são os responsáveis pela produção do cortisol através da glândula
suprarrenal. Diante das situações do estresse do dia a dia, estas
glândulas constituem o eixo hipotálamo-hipófise-supra-renal,

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 90 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

responsável por uma resposta saudável ao estresse ou pela formação


da ''cascata'' doentia do estresse-depressão-obesidade.A inter-relação
entre os sistemas nervoso e endócrino humano foi uma das grandes
descobertas da ciência, mostrando a existência de um “diálogo” entre
esses dois sistemas mediado por substâncias biológicas, como
neurotransmissores e hormônios. Esse conhecimento vem mobilizando
grupos de cientistas de diversos países a investigar a relação entre o
eixo hipotálamo-hipófise-adrenal (HHA), estresse e doenças, como
ansiedade e depressão. Acerca desse assunto, julgue o item
subsequente.
O aumento da frequência cardíaca, da pressão arterial e da chamada
“adrenalina no sangue”, momentos antes de uma pessoa saltar com
paraquedas de um avião a uma altitude de 12.000 pés, são exemplos
do quanto esse hormônio exerce efeitos danosos no organismo
humano.
( ) Certo ( ) Errado
COMENTÁRIOS:
Os efeitos não são necessariamente danosos. O hormônio “prepara” o
organismo para uma situação de perigo, para que este esteja apto a
uma rápida resposta que seja necessária, entre outros aspectos.
A inter-relação entre os sistemas nervoso e endócrino humano foi uma
das grandes descobertas da ciência, mostrando a existência de um
“diálogo” entre esses dois sistemas mediado por substâncias
biológicas, como neurotransmissores e hormônios. Esse conhecimento
vem mobilizando grupos de cientistas de diversos países a investigar a
relação entre o eixo hipotálamo-hipófise-adrenal (HHA), estresse e
doenças, como ansiedade e depressão. Acerca desse assunto, julgue o
item subsequente.
Um dos efeitos fisiológicos detectados na ansiedade é a desregulação
da atividade do eixo HHA em decorrência do descontrole no mecanismo
de retroalimentação nesse eixo causado pelo cortisol.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 91 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

( ) Certo ( ) Errado
A inter-relação entre os sistemas nervoso e endócrino humano foi uma
das grandes descobertas da ciência, mostrando a existência de um
“diálogo” entre esses dois sistemas mediado por substâncias
biológicas, como neurotransmissores e hormônios. Esse conhecimento
vem mobilizando grupos de cientistas de diversos países a investigar a
relação entre o eixo hipotálamo-hipófise-adrenal (HHA), estresse e
doenças, como ansiedade e depressão. Acerca desse assunto, julgue o
item subsequente.
Caso duas pessoas se envolvam em uma discussão com ofensas
verbais entre si, as reações fisiológicas em resposta a esse estímulo
estressor que essas pessoas poderiam ter incluem a ativação do eixo
HHA e o aumento na liberação do hormônio adrenocorticotrópico
(ACTH) e do cortisol na corrente sanguínea.
( ) Certo ( ) Errado
COMENTÁRIOS:
O cortisol é produzido em situações de estresse.
Relacione as colunas e assinale a alternativa com a sequência
CORRETA.

COLUNA 1 COLUNA 2
1. Tireoide ( ) Produção de testosterona
2. Testículos ( ) Produção de insulina
3. Ovários ( ) Produção de hormônio do crescimento
4. Pituitária ( ) Produção de tiroxina
5. Pâncreas ( ) Produção de estrógeno

a) 4 – 1 – 2 – 5 – 3
b) 1 – 2 – 3 – 4 – 5
c) 2 – 3 – 1 – 5 – 4
d) 2 – 5 – 4 – 1 – 3

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 92 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Associe a COLUNA I com a COLUNA II, relacionando as glândulas às


suas disfunções.
COLUNA 1 COLUNA 2
1. Hipófise ( ) Hiperglicemia
2. Paratireoide ( ) Papo
3. Tireoide ( ) Tetania fisiológica
4. Pâncreas ( ) Acromegalia
5. Suprarrenal ( ) Doença de Addison

Assinale a sequência CORRETA.


a) 4 3 2 1 5
b) 4 2 1 3 5
c) 5 3 2 1 4
d) 5 2 1 3 4
COMENTÁRIOS:
Pessoas portadoras de diabetes dependente de insulina recebiam, no
passado, insulina extraída de porcos ou de bois. Atualmente, a insulina
utilizada por essas pessoas é produzida por engenharia genética.
Comparando os dois tipos de insulina, analise as afirmativas a seguir.
I. A insulina atual é mais fácil de purificar que a insulina retirada de
animais.
II. A insulina atual não é destruída pelo sistema imune humano.
III. A sequência de aminoácidos da insulina atual é igual à da insulina
humana.
Está correto o que se afirma em
a) I, apenas.
b) I e II, apenas.
c) I e III, apenas.
d) II e III, apenas.
e) I, II e III.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 93 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

"O cálcio é um mineral que contribui na formação e manutenção dos


ossos. Além disso, é fundamental para que o organismo funcione bem.
O problema é que o corpo humano não produz esse mineral. Por isso,
a importância de consumir alimentos fontes de cálcio diariamente.
Caso o organismo não apresente a quantidade suficiente, com o tempo,
irá retirar o cálcio dos ossos para manter o batimento do coração e os
músculos trabalhando adequadamente"
A calcemia – concentração de cálcio ionizado no sangue – depende da
ação de dois hormônios reguladores de ação antagônica chamados
calcitonina (diminui o teor de cálcio no sangue) e paratormônio
(aumenta o teor de cálcio no sangue).
Os hormônios calcitonina e paratormônio são produzidos,
respectivamente:
a) Tireóide e Paratireóide.
b) Hipófise e Suprarenal.
c) Timo e Hipófise.
d) Suprarenal e Tireóide.
e) Paratireóide e Timo.
COMENTÁRIOS:
Resposta que exige decoreba do aluno. Saber quais hormônios são
produzidos em quais glândulas.
Foi medida a quantidade relativa de Na+ na cápsula do glomérulo renal
e na urina de três ratos irmãos, da mesma idade. O resumo do
experimento e seus resultados estão mostrados na tabela a seguir.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 94 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Analise o experimento e seus resultados e assinale a afirmativa


correta.
a) A presença de glândulas adrenais intactas inibe a reabsorção de Na+
pelo nefro.
b) Os ratos do grupo 3 receberam maior quantidade de hormônios pela
injeção de extrato do que a normalmente produzida.
c) As glândulas adrenais produzem algum hormônio que diminui a
reabsorção de Na+ pelo nefro.
d) O extrato apresentava somente o hormônio puro produzido pelas
adrenais.
e) O conteúdo de Na+ nos fluidos corporais era maior nos ratos dos
grupos 1 e 3.
COMENTÁRIOS:
A quantidade de sódio no sangue é controlada pelo hormônio
aldosterona, secretado pelo córtex da glândula adrenal (suprarrenal).
Quando a quantidade de sódio no sangue baixa, aumenta a secreção
de aldosterona. Esse hormônio atua sobre os túbulos distais e sobre os
túbulos coletores, estimulando a reabsorção de sódio do filtrado
glomerular.
Em um experimento, dois grupos de cobaias, que tiveram o pâncreas
extirpado, foram alimentados com a mesma quantidade de uma
determinada solução de glicose.
Depois de algum tempo, foi feito o tratamento diferenciado de cada
grupo, como mostrado na tabela a seguir.
Em intervalos de tempo determinados foi medida a concentração de
glicose no sangue das cobaias.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 95 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Considerando que a seta indica o momento de injeção de igual volume


de extrato de pâncreas ou de água destilada, assinale a opção que
apresenta o gráfico mais próximo do resultado obtido.

b)

c)

d)

e)

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 96 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Resposta: a
COMENTÁRIOS:
A linhas (que indicam a concentração de glicose no sangue de dois
grupos de cobaias) estavam retas até certo ponto (ponto "seta") o qual
marca a aplicação no grupo I de extrato de pâncreas o que fez o nível
de glicose cair. No grupo II no lugar do extrato de pâncreas foi injetado
água destilada, o que não altera em nada a concentração de glicose,
por isso a mesma permanece constante (em linha reta)

15. (2014 - VUNESP - PC-SP - Atendente de Necrotério Policial).


O corpo humano é coordenado pelos diversos hormônios secretados
por glândulas endócrinas. Uma delas é a suprarrenal, que produz e
secreta a adrenalina. Esse hormônio pode provocar no corpo
a) dilatação dos vasos sanguíneos da pele.
b) aumento no ritmo cardíaco.
c) aumento no estado de sonolência.
d) redução da concentração de glicose no sangue.
e) redução na frequência dos movimentos respiratórios.
Resposta: b
COMENTÁRIOS:
A adrenalina tem como uma das alterações aumentar o ritmo de
batimento cardíaco, preparando ocorpo para uma situação de
luta/fuga.

16. (2014 - VUNESP - PC-SP – Técnico de Laboratório).


O mecanismo de manutenção do equilíbrio fisiológico do corpo humano
é realizado por dois sistemas cooperativamente. O primeiro atua

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 97 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

conduzindo informações em função de impulsos elétricos gerados por


células especializadas (I).
O segundo atua por meio de um grupo de substâncias químicas (II)
liberadas por glândulas, na corrente sanguínea, que agirão em tecidos
e órgãos específicos.
As células indicadas pelo algarismo (I) e as substâncias químicas
indicadas pelo algarismo (II) são, respectivamente,
a) néfrons e aminoácidos.
b) hemácias e vitaminas.
c) leucócitos e proteínas.
d) neurônios e hormônios.
e) macrófagos e enzimas.
Resposta: d
COMENTÁRIOS:
O enunciado se refere aos neurônios (de impulsos elétricos gerados por
células especializadas) e aos hormônios (liberadas por glândulas).

17. (2014 - FUNRIO - IF-BA - Técnico de Laboratório – Biologia).


Sobre a calcemia (concentração de cálcio no sangue) são realizadas as
afirmativas abaixo:
I - é regulada por dois hormônios, a calcitonina e o paratormônio.
II - paratormônio é produzido pela paratireóide e estimula a atividade
dos osteoclastos.
III - calcitonina também é produzida pela paratireóide e promove
diminuição da calcemia.
IV - paratormônio promove o aumento da calcemia.
Se assinalarmos V (verdadeiro) ou F (falso) para cada uma das
afirmativas, respectivamente, teremos que:
a) I-V, II-V, III-V, IV-V.
b) I-F, II-F, III-V, IV-F.
c) I-V, II-V, III-F, IV-F.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 98 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

d) I-F, II-V, III-V, IV-F.


e) I-V, II-V, III-F, IV-V.
Resposta: E.
COMENTÁRIOS:
A afirmativa III está errada. A calcitonina não é produzida na
paratireoide.

18. (Fmp 2017). Os rins podem excretar grande quantidade de urina


diluída ou pequeno volume de urina concentrada sem grandes
alterações nas excreções de solutos, como sódio e potássio. As ações
do hormônio antidiurético (ADH) têm papel fundamental no controle
do grau de diluição ou concentração da urina. A secreção de ADH pode
ser aumentada ou diminuída por estímulos no sistema nervoso central,
bem como por diversos fármacos e hormônios.
A liberação do ADH é estimulada pelo
a) consumo de álcool
b) aumento da volemia
c) vômito seguido de náusea
d) aumento da pressão sanguínea
e) decréscimo da osmolaridade plasmática
Resposta: C
COMENTÁRIOS:
A liberação do hormônio antidiurético ocorre em casos de desidratação
e diminuição da pressão arterial, pois atua na reabsorção de água pelos
rins. Assim, quando ocorrem vômitos, sua liberação é estimulada,
evitando-se perda excessiva de água.

19. (Unicamp 2017) O gráfico a seguir representa a variação do índice


glicêmico após a ingestão de dois alimentos (mesma quantidade, pela
mesma pessoa, mas em momentos diferentes). A linha pontilhada
representa o alimento enquanto a linha contínua representa o alimento

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 99 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

A análise do gráfico nos permite afirmar corretamente que:


a) O alimento não afeta a concentração de glicose na circulação
sanguínea.
b) O alimento não possui carboidratos em sua composição.
c) O alimento ajuda a emagrecer, pois estimula a liberação de
adrenalina.
d) O alimento estimula a liberação de insulina na circulação sanguínea.
Resposta: D
COMENTÁRIOS:
O alimento A é constituído por carboidratos, porque, após sua ingestão
e absorção, provocou aumento da taxa de glicose sanguínea (glicemia)
e, consequentemente, estimulou a liberação de insulina, hormônio
pancreático que reduz a taxa de glicose no sangue.

20. (Enem 2016) Portadores de diabetes insipidus reclamam da


confusão feita pelos profissionais da saúde quanto aos dois tipos de
diabetes: mellitus e insipidus. Enquanto o primeiro tipo está associado
aos níveis ou à ação da insulina, o segundo não está ligado à deficiência
desse hormônio. O diabetes insipidus é caracterizado por um distúrbio
na produção ou no funcionamento do hormônio antidiurético (na sigla
em inglês, ADH), secretado pela neuro-hipófise para controlar a
reabsorção de água pelos túbulos renais.
Tendo em vista o papel funcional do ADH, qual é um sintoma clássico
de um paciente acometido por diabetes insipidus?

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 100 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

a) Alta taxa de glicose no sangue.


b) Aumento da pressão arterial.
c) Ganho de massa corporal.
d) Anemia crônica.
e) Desidratação.
Resposta: E
COMENTÁRIOS:
A deficiência do hormônio antidiurético (ADH) causa o aumento do
volume de água eliminado na diurese. Consequentemente, um sintoma
clássico de pacientes acometidos por diabetes insipidus é a
desidratação.

21. (Pucsp 2016) Uma pessoa apresenta um quadro clinicamente


conhecido por diabetes insípido: ela sente muita sede e elimina grande
volume de urina. Seus exames revelaram uma taxa alterada de
hormônio antidiurético. Trata-se de um distúrbio envolvendo uma
a) hipofunção da hipófise.
b) hiperfunção da hipófise.
c) hipofunção do pâncreas.
d) hiperfunção do pâncreas.
Resposta: A
COMENTÁRIOS:
A condição conhecida por diabetes insípido pode ser causada pela
deficiência na secreção do hormônio antidiurético (ADH) pela
neuroipófise.

22. (Ufu 2016) João teve um tumor na tireoide e precisou remover,


integralmente, essa glândula. Ele faz reposição hormonal via
medicamentos. Caso não fizesse o tratamento, qual seria seu
comprometimento?
a) Diminuição da concentração de glicose no sangue.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 101 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

b) Diminuição da taxa metabólica basal.


c) Aumento dos ritmos cardíaco e respiratório.
d) Aumento da síntese de testosterona.
Resposta: B
COMENTÁRIOS:
A remoção total da glândula tireoidea, sem tratamento subsequente
com reposição hormonal, provoca o quadro de hipotireoidismo com
diminuição da tava metabólica basal.

23. (Uerj 2016) Um dos fatores determinantes da perda de cálcio dos


ossos é o envelhecimento, sobretudo em mulheres. O esquema abaixo
representa a regulação do cálcio no sangue humano, realizada pelas
glândulas e responsáveis diretas pela produção dos hormônios e
respectivamente.

Esse processo de perda de cálcio resulta, principalmente, da atuação


intensa do hormônio e da glândula indicados em:
a) calcitonina – tireoide
b) adrenalina – suprarrenal
c) somatotrófico – hipófise
d) paratormônio – paratireoide
Resposta: D

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 102 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

COMENTÁRIOS:
A descalcificação óssea pode ser causada pela produção excessiva do
paratormônio (PTH) secretado pelas glândulas paratireoides.

24. (Unesp 2016) Um hormônio foi injetado na circulação sanguínea


de uma pessoa. O gráfico mostra como a concentração de cálcio no
sangue variou ao longo do tempo após a injeção.

É correto afirmar que o hormônio injetado na circulação sanguínea


dessa pessoa foi
a) o glucagon.
b) a tiroxina.
c) o paratormônio.
d) a calcitonina.
e) a aldosterona.
Resposta: C
COMENTÁRIOS:
O paratormônio (PTH) é um hormônio secretado pelas glândulas
paratireoides e estimula a atividade dos osteoclastos, células que
remodelam os ossos. Consequentemente, o aumento desse hormônio
na circulação sanguínea causa a elevação dos níveis de cálcio no
plasma.

25. (Mackenzie 2016) A respeito do controle da glicemia sanguínea,


considere as seguintes afirmativas:

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 103 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

I. O aumento da glicemia sanguínea é o estímulo necessário para a


secreção de insulina pelo pâncreas.
II. A função da insulina é degradar a glicose presente no sangue,
diminuindo sua concentração.
III. Longos períodos de jejum estimulam a secreção do glucagon,
responsável por aumentar a quebra do glicogênio do fígado e liberação
da glicose para o sangue.
IV. No diabetes tipo I, ocorre a destruição das células produtoras de
insulina.
Estão corretas as afirmativas
a) I, II, III e IV.
b) I, III e IV apenas.
c) I, II e III apenas.
d) I e III apenas.
e) II e IV apenas.
Resposta: B
COMENTÁRIOS:
O item [II] é o único incorreto, pois a função do hormônio insulina é
facilitar a entrada do monossacarídeo glicose nas células, reduzindo
seus níveis na corrente sanguínea.

26. (Ufpa 2016) O diabetes é um grupo de doenças metabólicas


caracterizadas por hiperglicemia e associadas a complicações,
disfunções e insuficiência de vários órgãos, especialmente olhos, rins,
nervos, cérebro, coração e vasos sanguíneos.
In: Diabetes Mellitus – Brasília: Ministério da Saúde, 2006. p. 64 –
Cadernos de Atenção Básica, n. 16.
Sabe-se que em indivíduos normoglicêmicos (glicose ou açúcar no
sangue em níveis normais) ocorrem variações na glicemia durante o
dia, que aumenta logo após a ingestão de alimentos e diminui depois
de algum tempo sem comer. A elevação constante da glicose no

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 104 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

sangue pode ser sinal de diabetes.


A respeito desse assunto, a afirmativa correta é:
a) Nos indivíduos não diabéticos, a glicemia aumenta logo após uma
refeição e diminui entre as refeições por ação do tempo, pois a glicose
é normalmente excretada do corpo através da urina.
b) Nos indivíduos não diabéticos, a glicemia aumenta logo após uma
refeição e diminui entre as refeições, pois os açúcares ingeridos e
digeridos são absorvidos pelo sangue no intestino delgado. Por efeito
da insulina, a glicemia se reduz, porque parte da glicose do sangue é
conduzida para as células do corpo.
c) Em indivíduos com diabetes melito, a glicemia elevada
(hiperglicemia) é constante, pois há uma falência no sistema de
transporte de açucares para os rins.
d) Em todos os casos de diabetes, ocorre destruição das células beta,
responsáveis por produzir a insulina nas ilhotas do pâncreas.
e) A insulina é sempre utilizada para controle; não é necessária para a
sobrevivência dos pacientes.
Resposta: B
COMENTÁRIOS:
Nos indivíduos normoglicêmicos, a glicemia aumenta logo após uma
refeição e diminui entre as refeições, pois os carboidratos ingeridos e
digeridos são absorvidos pelo sangue e conduzidos para o interior das
células pela ação do hormônio insulina.

27. (Pucpr 2016) O pâncreas é uma glândula mista que apresenta


regiões de função endócrina denominadas de ilhotas de Langerhans;
nessas ilhotas existem células alfa produtoras de glucagon, células
beta produtoras de insulina, células delta que produzem somatostatina
e células PP, que produzem um polipeptídeo pancreático. É conhecido
que a insulina e o glucagon atuam regulando a glicemia (taxa de glicose
no sangue). Os hormônios agem através de receptores específicos de

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 105 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

alta afinidade. Um dos distúrbios típicos de glicemia é a diabetes


mellitus, tipo I (diabetes mellitus insulinodependente) e tipo II (as
células são resistentes à ação da insulina). O controle da glicemia
ocorre da seguinte maneira:

Suponha que uma pessoa seja diabética tipo I e não esteja fazendo o
controle da doença. Ela ingeriu carboidratos como amido, sacarose e
lactose. Após a digestão e absorção dos carboidratos, espera-se que:
a) ocorra o bloqueio das células alfa e a estimulação das células beta,
provocando a glicogenólise e a hipoglicemia.
b) seja liberado glucagon na corrente sanguínea, ocorrendo a
glicogenólise e a hipoglicemia.
c) aconteça a ligação entre insulina e os receptores específicos de
membrana que facilitam a entrada de glicogênio nos hepatócitos do
fígado.
d) não ocorra a liberação de insulina (pelas células beta do pâncreas),
promovendo hiperglicemia e gliconeogênese.
e) aconteça uma redução da sensibilidade dos tecidos à insulina,
promovendo a hipoglicemia.
Resposta: D
COMENTÁRIOS:
O portador de diabetes mellitus tipo I não produz insulina.
Consequentemente, após uma refeição rica em carboidratos, ele
apresentará hiperglicemia e neoglicogênese. Durante a

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 106 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

neoglicogênese, as células hepáticas produzem glicose a partir de


substâncias não glicídicas, tais como o ácido pirúvico e certos
aminoácidos.

28. (Ufrgs 2016) Observe a tira abaixo.

Considere as seguintes informações sobre a adrenalina (epinefrina).


I. É um dos neurotransmissores liberados pela extremidade do dendrito
que pode participar da transmissão do impulso nervoso.
II. Possibilita o aumento da frequência cardíaca, o que aumenta o fluxo
sanguíneo para os músculos.
III. Aumenta o metabolismo de proteínas e de gorduras,
disponibilizando mais energia.
Quais estão corretas?
a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas I e III.
d) Apenas II e III.
e) I, II e III.
Resposta: B
COMENTÁRIOS:
[I] Incorreta: A adrenalina é um dos neurotransmissores liberados pela
extremidade dos axônios dos neurônios.
[II] Incorreta: A adrenalina é um hormônio que acelera o metabolismo

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 107 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

de carboidratos e gorduras, aumentando a disponibilidade de energia


para o organismo.

29. (Ufpa 2016) “Esteroides andrógeno-anabólicos” comumente


designam um grupo de substâncias sintéticas relacionadas aos
hormônios sexuais masculinos. Promovem crescimento do músculo
esquelético, além do desenvolvimento de características sexuais
masculinas tanto em homens como em mulheres.
Traduzido livremente de National Institute on Drug Abuse. Anabolic
steroid Abuse. https://www.drugabuse.gov.
Considere as seguintes afirmativas acerca do tema tratado acima:
I. Os hormônios sexuais masculinos são conhecidos como andrógenos,
e são produzidos somente pelo córtex adrenal.
II. A ação de crescimento do músculo esquelético exemplifica efeito
anabolizante desses hormônios esteroides.
III. Alguns dos efeitos colaterais devem-se à ação direta dos
esteroides, porém outros são devidos à retroalimentação negativa dos
esteroides.
IV. Os esteroides andrógeno-anabólicos comercializados são derivados
sintéticos do androgênio testosterona.
Está correto o que se afirma em:
a) I, II e IV, apenas.
b) II e III, apenas.
c) II, III e IV, apenas.
d) I, III e IV, apenas.
e) I, II, III e IV.
Resposta: C
COMENTÁRIOS:
[I] Incorretos: Os hormônios sexuais masculinos, conhecidos como
andrógenos sãoproduzidos, principalmente, pelas células intersticiais
(de Leydig) dos testículos.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 108 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

30. (Udesc 2016) Os seres humanos possuem diversas glândulas


endócrinas, algumas delas podem inclusive produzir mais de um tipo
de hormônio.
Associe o hormônio à glândula.
Coluna A Coluna B
I. Prolactina ( ) Suprarrenal
II. Adrenalina ( ) Pâncreas
III. Progesterona ( ) Tireoide
IV. Tiroxina ( ) Ovários
V. Insulina ( ) Hipófise
Assinale a alternativa que indica a associação correta, de cima
para baixo.
a) III – IV – II – I – V
b) II – V – IV – III – I
c) I – III – IV – II – V
d) V – II – I – III – IV
e) II – IV – V – III – I
Resposta: B
COMENTÁRIOS:
A associação correta, de cima para baixo, está relacionada na
alternativa B.

31. (Imed 2016) Órgão humano, localizado na cavidade


abdominopélvica, responsável pela secreção de um hormônio
diretamente relacionado à absorção de carboidratos pelas células. Atua
também no sistema digestório, realizando a secreção de suco digestivo
responsável pela degradação da maioria das moléculas dos alimentos,
como carboidratos, proteínas, gorduras e ácidos nucleicos. O órgão
descrito é o:
a) Pâncreas.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 109 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

b) Fígado.
c) Estômago.
d) Baço.
e) Timo.
Resposta: A
COMENTÁRIOS:
O pâncreas é uma glândula mista (anfícrina) situada embaixo e atrás
do estômago. Esse órgão secreta o suco gástrico rico em enzimas
digestórias no duodeno e também lança na corrente sanguínea os
hormônios insulina e glucagon.

32. (2009 - CESPE - ADAGRI-CE - Fiscal Estadual Agropecuário


– Biologia).
Um indivíduo que não é portador de nenhuma doença prévia e que,
historicamente, apresentava baixa ingestão regular de carboidratos se
mantém por vários dias com ingestão frequente de glicose em
quantidade muito superior à demanda diária de seu organismo.
Considerando essa situação hipotética, julgue os próximos itens acerca
dos aspectos metabólicos e de regulação.
Nesse indivíduo, deve estar ocorrendo aumento do catabolismo de
glicose nas células beta do pâncreas.
Certo ( ) Errado ( )
Resposta: certo
COMENTÁRIOS:
As células beta são células endócrinas nas ilhotas de Langerhans do
pâncreas. Elas são responsáveis por sintetizar e secretar o hormônio
insulina, que regula os níveis de glicose no sangue, então haverá
aumento do catabolismo porque estarão com o metabolismo acelerado
para produzir maior quantidade de insulina.
O metabolismo é normalmente dividido em dois grupos: anabolismo e
catabolismo.

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 110 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

Reações anabólicas, ou reações de síntese, são reações químicas que


produzem nova matéria orgânica nos seres vivos. Sintetizam-se novos
compostos (moléculas mais complexas) a partir de moléculas simples
(com consumo de ATP).
Reações catabólicas, ou reações de decomposição/degradação, são
reações químicas que produzem grandes quantidades de energia livre
(sob a forma de ATP) a partir da decomposição ou degradação de
moléculas mais complexas (matéria orgânica).

33. (2009 - CESPE - ADAGRI-CE - Fiscal Estadual Agropecuário


– Biologia).
Um indivíduo que não é portador de nenhuma doença prévia e que,
historicamente, apresentava baixa ingestão regular de carboidratos se
mantém por vários dias com ingestão frequente de glicose em
quantidade muito superior à demanda diária de seu organismo.
Considerando essa situação hipotética, julgue os próximos itens acerca
dos aspectos metabólicos e de regulação.
O aumento da concentração de glicose circulante deve levar,
indiretamente, à entrada de cálcio nas células beta do pâncreas desse
indivíduo e desencadear, por consequência, o aumento da
concentração de insulina circulante.
Certo ( ) Errado ( )
Resposta: certo.
COMENTÁRIOS:
Secreção: Ela é estimulada quando a concentração de cálcio nos citosol
aumenta. A concentração de insulina reativa ou IRI (insulina +
proinsulina) é de 5 a 15 mU/mL no jejum e 30 mU/mL no período pós
prandial. Insulina é secretada na veia pancreática então vai, pelo
sistema porta, até o fígado. Então, 50% é metabolizada e 50% segue
em frente para o músculo esquelético e tecido adiposo.
Altas concentrações de ATP promovem fechamento dos canais de

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 111 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros


Wagner Luiz Heleno Marcus Bertolini BIOLOGICAS
Aula 03 Teoria e exercícios
Prof. WAGNER LUIZ
1131594

potássio, com isso ocorre um aumento da concentração intracelular de


potássio causando despolarização. Então, automaticamente, abrem-se
canais de cálcio no qual atuam como segundos mensageiros
aumentando a secreção de insulina.

34. (2009 - CESPE - ADAGRI-CE - Fiscal Estadual Agropecuário


– Biologia).
Um indivíduo que não é portador de nenhuma doença prévia e que,
historicamente, apresentava baixa ingestão regular de carboidratos se
mantém por vários dias com ingestão frequente de glicose em
quantidade muito superior à demanda diária de seu organismo.
Considerando essa situação hipotética, julgue os próximos itens acerca
dos aspectos metabólicos e de regulação.
Enquanto o indivíduo mantiver a ingestão aumentada de glicose, as
concentrações séricas de insulina e glucagon estarão aumentadas em
relação aos valores anteriores à alteração da dieta.
Certo ( ) Errado ( )
Resposta: Errado.
COMENTÁRIOS:
Glucagon age de maneira contrária, atuando em situações de
hipoglicemia. Esses dois hormônios possuem efeitos antagônicos, ou
seja, atividade fisiológica inversa.
A insulina: tem sua atuação voltada para a absorção de glicose pelas
células do fígado, músculos esqueléticos e tecido adiposo, diminuindo
sua concentração em razão da retirada de glicose do sangue.
O glucagon: atividade estimulante oposta, faz aumentar o teor de
glicose na corrente sanguínea a partir da quebra do glicogênio
(substância de reserva energética).
Bons estudos.
Até a próxima aula!!!
Prof. Wagner Bertolini

Prof. Wagner
Biologia Luiz(Professor www.estrategiaconcursos.com.br
p/ SED-MS - Biologia) Pós-Edital 112 de 112
www.estrategiaconcursos.com.br

11644521776 - Bruno Nogueira de Barros

Você também pode gostar