Você está na página 1de 2
SABORES Da Comporta para a Trindade do restaurante, por aqui impera o peixe. POR JOSE QUITERIO _ caso) para a porta principal Fala a ee ee ee ee te Seep eee na’ | estio totalmente revestidas de a aoe | Seca | ae =o people ae ore snore — ee ares eee aes Provou-se um prato de carne, mas, até fazendo jus ao nome | Ferreira, conhecido no seu tempo por “Ferreira das Tabuletas” Ultrapassada a esquina da reentrincia, imediatamente damos com 0 restaurante Aqui Ha Peixe, com porta de entrada no n® 18-A. Esta primeira salinha de cerca de tuma vintena de lugares ¢ mais informal, adequada para petisear, beber um cope, tomar café e fumar. Por um corredor frente A cozinha se atinge a sala principal, com seus dois arcos de pedra e espacos diversif ‘eados a permitirem varias disposiqies de rmesas, sempre sob o signo da boa luz, da ‘decoragio cuidada e da amesendagao eor- recta, a0 dispor de 40 manducadores. O proprietério ¢ cozinheiro da casa chama-se Miguel Reino, tem larga experiencia do ofcio, inclusive no Brasil, e durante uma ‘dgeada manteve um restaurante com este mesmo nome na praia da Comporta. O actual em que agora nos vamos sentar foi inaugurado em 5 de Agosto passado. Aista quantifica-se em 14 Entradas {incluindo 3 Sopas), 11 pratos de Peixe ¢ Marisco e 3 de Carne. Das primeiras, além das que se pravaram, constavam salsicha toscana, salada de ovas, salada {de polvo, petiscos variados (aqui deveriam usar o singular, pois de um reduzido lote comu- nicado $6 se pode petisear um), ‘gambas ao alho e berbigao. Da area maritima ficaram por conhecer picanha de tamboril, robalo grethado, lulas greth das, carabineiros & Miguel, esparguete de carabinciros, Jagosta nacional e lavagante. Do trio carnal deixaram-se em sossego a picanha e @ piano de pporco com chutney. Provemos entio, “Ceviche (€13): uma aproximagao a reeeita original mexicana (ou peruana?). corvina erua, ‘cozi- dda’ no sumo de limio da mari- nada, a frescura requerida, ‘Qvos revueltos com espargos € ‘gambas” (615): combinagio teoricamente bea e que na pritica também o foi. "Amé joas 8 Bulhao Pato” (€17): pe- ‘quenas mas de boa estirpe, tists, toldadas por excesso de alho (dentes inteiros com pele) “Ostras" (€12): seis unidades oriundas do Sado, do tipo das antigas chamadas ‘portugaises’ ‘adarem o que se Ihes pedia, *Choquinhos & pé-descaleo (€9): muito bons, todavia esque: cceramse de thes tiara cartla ‘gem durdzia. ‘A *corvina 2 pescador” (€19) consistiu na posta, singularmen- te branda, cozinhada num caldo de peixe, na. companhia de batatinhas, cenoura, feijio verde, coeatros ¢ graos de pimenta, num exagero quantita- tivo de azcitee vinagre. Id&at ‘ca cvegJ0, mas neste caso com ‘cebolada ¢ tomate, para a "ga- roupa a marinheira” (€21). ‘Também na companhia de legumes cozides, grosso com- prido, o “bife de atum fresco salteado no azeite” (€15), atl do, 0 “arroz negro de choco” (€15) saboraso, a ndo poder dar mais do que deu. Para nio se ignorar a carne, o “bile de lombo a pornguesa” (€18.50) ‘que, naco estimAvel, no justi ‘coua designago, por nio vir em frigideira, nao ter a fatia de presunto e as batatas fritas serem a0s gomos e no em rodelas moles. Docaria reduzida a um tro, de experiencia positiva. A carta de vinhos, sem datas e com a indicagao da regio a frente, ‘std curta: 17 braneos, 4 rosadi- snbos, 14 tintos, filhos tinicos de champanhe e espumante. Servi ‘go atenciso, ‘Da Comporta para a Trindade no eai o Carmo nem a Trinda: 4e, no senhor, Este Aqui Hi Peixe, de bonitas instalagdes, ‘comporta-se com dignidade dentro dos parametros que escolheu, Nos tempas que: cor rem jd ¢ regoriante no se limi tar ao peixe grethado, antes pelo contrérie, Creio, eantudo, que nao sera demasiado pedirthe mais um esforgo anti-rotina, 3 neat