Você está na página 1de 19

20| Setembro | 2019

setembro

20
sexta-feira

CLIPPING
20| Setembro | 2019

Após seis anos em construção, governo entrega Hospital Abelardo Santos à população
19/09/2019 18h00 - Atualizada em 19/09/2019 19h42
Por Roberta Vilanova (SESPA)
O governador Helder Barbalho inaugurou, nesta quinta-feira (19), em Icoaraci, o Hospital Regional Dr. Abelardo Santos
(HRAS), o maior hospital público do Pará. Par ciparam da solenidade o secretário de Estado de Saúde (Sespa), Alberto
Beltrame, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mande a, e a representante da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas),
Socorro Gross, além de outras autoridades estaduais, como Cín a Maradei, do Ministério Público do Pará.
Na oportunidade, Helder Barbalho assinou o decreto que ins tui o cofinanciamento estadual para a Atenção Primária em
Saúde, no valor de R$ 24 milhões, para aporte aos municípios com o obje vo de fortalecer as ações des nadas a melhorar a
qualidade da atenção às gestantes, às puérperas e àquelas mulheres em risco reprodu vo, com vistas à redução da
mortalidade materna em todo o Pará. O secretário de Saúde, Alberto Beltrame, assinou a portaria que regulamenta o decreto
e contém os critérios para os municípios terem acesso aos recursos.
Também foi assinado o Pacto pela Redução da Mortalidade Materna no Pará pelo governo do Estado, Ministério da Saúde e
Prefeituras Municipais, com a finalidade de colocar em prá ca medidas para a redução da mortalidade materna e, assim, rar
o Pará do ranking nacional, onde ocupa o primeiro lugar, com 102 óbitos por 100 mil nascidos vivos.
Foi assinada ainda a liberação de recursos e a habilitação de serviços pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mande a, e um
termo de doação de equipamentos pela representante da Opas, Socorro Gross, para assistência às mulheres, uma nova
tecnologia de tratamento da hemorragia obstétrica que vem sendo introduzida no Brasil pelo Ministério da Saúde, em
cooperação com a Opas/OMS.
Estrutura – Com 28 mil metros quadrados de área construída, o Abelardo Santos oferecerá, nesta primeira fase, 269 leitos,
sendo 150 de internação e 119 complementares, dentre os quais, 60 leitos em Unidades de Terapia Intensiva (20 pediátricos,
20 neonatais e 20 adultos) e 30 leitos em Unidade de Cuidados Intermediários (UCI Neonatal).
A par r das 8h desta sexta-feira, o Hospital já estará de portas abertas para o atendimento de urgência e emergência em
obstetrícia, atendendo grávidas de baixo, médio e alto risco gestacional. Também começa a atender urgência e emergência
em Pediatria, Clínica Cirúrgica e Clínica Médica, referenciadas por outros serviços de saúde (Prontos-Socorros e UPAs).
Janaína Farias, que teve o seu primeiro filho no chamado Abelardinho, e está grávida do segundo, fez questão de ir à
inauguração porque tem a expecta va de que o hospital vai melhorar a assistência à população de Icoaraci e região das ilhas.
“Agora, com a nova inauguração, eu espero que o atendimento seja melhor ainda”, disse.
Em seu pronunciamento, o governador agradeceu pela presença de todos e a Deus por viver este momento e poder par cipar
de algo que contribuirá, no dia a dia, para cuidar da vida das pessoas. O chefe do Execu vo estadual ressaltou que, nesses
quase nove meses de mandato, tem buscado honrar seus compromissos junto com o vice-governador Lúcio Vale,
“devolvendo a cada instante a confiança da população paraense”.
Ao agradecer ao ministro da Saúde pela liberação de recursos, Helder Barbalho já o convidou para estar de volta a Belém, no
próximo ano, para a inauguração do primeiro Hospital Público Especializado em Saúde da Mulher, em Belém, e anunciou,
também, que o governo do estado já está trabalhando na construção de um novo Pronto Socorro para a capital paraense, que
será instalado às margens da avenida Augusto Montenegro e deve ser entregue até o fim do seu mandato.
Em relação ao Pacto, o governador afirmou que não é possível aceitar e conviver com a herança maldita de o Pará ser o estado
com maior número de mortalidade materna no Brasil. “Isto não é correto, não é justo. Temos que ter a coragem e a
capacidade de enfrentar, mas também reconhecer que a efe vidade desse Pacto só será possível se a Atenção Básica nos
municípios for realizada, e se as ações de média e alta complexidade es verem estruturadas no nosso estado”, disse Helder.
Fiscalização e recursos – Sobre o Abelardo Santos, Helder enfa zou que o Estado vai fiscalizar o trabalho da organização social
responsável por sua administração e que está construindo uma nova relação com esse po de en dade, porque, quando
recebeu o governo, havia OS que produzia 20% da capacidade do hospital e recebia 100% ao final do mês.
“Isso é dinheiro público sendo desviado e nós não aceitaremos essa prá ca de forma alguma”, afirmou. “Aqui mesmo neste
hospital, sem que vesse funcionado um dia sequer, foram pagos R$ 30 milhões para a OS passada e isso está sendo
inves gado pelo Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado. Portanto, conosco, trabalhou, recebeu, não trabalhou, vai
ser colocado para fora em respeito à população do nosso estado”, reiterou.
O governador fez ainda uma menção especial às lideranças e usuários que lutaram pelo Hospital, que ficaram por seis anos
esperando pela obra, e às populações de Icoaraci e Outeiro, que ficaram por seis anos sendo atendidas em lugar inadequado e
impróprio, como foi o Abelardinho até o dia de hoje. Helder Barbalho agradeceu também aos profissionais que, nesse tempo,
con nuaram trabalhando para atender a essa população.
1
20| Setembro | 2019

Por fim, o chefe do Execu vo do Pará lembrou a importância da liberação de recursos por parte do Ministério da Saúde para o
custeio de hospitais, informando que nos úl mos oito anos foram fechados mais de 779 leitos hospitalares, enquanto a
população cresceu e os problemas de saúde aumentaram; e anunciou a inauguração brevemente do Hospital Regional de
Capanema, o Hospital Santa Rosa em Abaetetuba e o Hospital Regional de Itautuba.
“Saúde exige aproximação, humanização e pronto atendimento. Com essa estratégia temos certeza e convicção de que a cada
passo e instante avançaremos com o intuito de garan r à população o direito de ter serviço de saúde de qualidade”, afirmou.
“E quando o nosso governo diz que o hospital está entregue, o povo pode vir aqui para ser atendido e ter efe vamente
atendimento com respeito porque é isso que o povo espera e deseja”, finalizou o governador Helder Barbalho.
Gestão adequada – O secretário de Estado de Saúde, Alberto Beltrame, explicou por que só agora o HRAS está sendo
inaugurado. “Mesmo após seis anos, ainda faltavam ser instalados geradores de energia; o centro de esterilização de
materiais; a farmácia hospitalar e outras áreas de infraestrutura, todas indispensáveis ao funcionamento do Hospital”, disse
Beltrame.
O tular da Sespa destacou a importância do Hospital para a população e sistema de saúde do Estado. “Tenho certeza que nós
teremos daqui para frente uma gestão adequada, competente, regulada, monitorada, controlada e que receberá, diferente
do que acontecia no passado, de acordo com a produção realizada e pela qualidade do serviço realizado”, informou o
secretário.
Já o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mande a, enfa zou a importância da prevenção e do fortalecimento da Atenção Básica,
para que as pessoas adoeçam menos e necessitem menos de atendimento em média e alta complexidade. Ele também
alertou sobre os baixos índices de cobertura vacinal no Brasil e no Pará. “Precisamos organizar a Atenção Básica”, observou.
No que tange aos recursos liberados para o estado, Mande a disse que cerca de R$ 60 milhões são livres para fazer o hospital
funcionar. “Isso não era feito antes, o serviço era aberto com recursos próprios e promessa do Ministério da Saúde de entrar
com recursos depois, isso não estava certo”, afirmou.
O representante federal anunciou ainda o novo financiamento da Atenção Primária, que incluiu o Financiamento Variável
para premiar a boa equipe de saúde, o bom prefeito e a boa Secretaria de Saúde, e o Programa Médicos pelo Brasil, em que o
Pará será beneficiado com maior número de profissionais em função da maior necessidade.
Mais serviços – Outros serviços estarão disponíveis a par r de 1º de outubro, como Raio-X, Tomografia, Mamografia,
Ultrassom e exames laboratoriais, consultas ele vas em pediatria clínica e médica e ginecologia e obstetrícia para pacientes
externos regulados pela Central Estadual.
Em 90 dias (janeiro), será iniciado o atendimento em Nefrologia, com 25 máquinas de hemodiálise, com capacidade para
atender a 150 pacientes em três turnos, além de suporte hospitalar 24h para intercorrências de pacientes renais crônicos. Ao
mesmo tempo, passa a ser oferecido o serviço de Urologia Clínica e Cirúrgica.
h p://www.agenciapara.com.br/no cia/15107/

Biblioteca da Santa Casa do Pará completa 32 anos


19/09/2019 14h33 - Atualizada em 19/09/2019 16h19
Por Helder Ribeiro (SANTA CASA)
Foto: Divulgação
A biblioteca da Santa Casa funciona de segunda a sexta, das 8h às 19h.
Foto: Divulgação
A biblioteca Professor Dr. João Fecury, da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, completou 32 anos no úl mo dia 17.
Fundada em setembro de 1987, tem como obje vo dar suporte bibliográfico e informacional e ser uma referência aos alunos
da residência médica, residência mul profissional e mestrado profissional, assim como aos alunos de graduação,
pesquisadores e docentes das Ins tuições de Ensino Superior (IES), e profissionais de saúde e servidores da Fundação, que
precisem avançar em suas áreas de conhecimentos.
Bibliotecária da Fundação desde 2008, Luciane Obando explica que muitos pensam que a Santa Casa não tem biblioteca por
ser um hospital, mas a verdade é que por ser uma unidade de ensino e pesquisa, foi necessário implantar o espaço por
exigência do Ministério da Educação (MEC).
“Já funcionamos há 32 anos com acervo bibliográfico na área da saúde. Atendemos uma média de 200 usuários por mês e,
quando não encontram o que querem em nosso acervo, os estudantes u lizam a internet como ferramenta para suas
pesquisas cien ficas. Também temos disponíveis salas de estudo que dão suporte aos docentes e discentes que possuem
parceria através do convênio com as IES”, explica Luciane.
2 da especialização e vai sempre à biblioteca para estudar. A
A residente de pediatria, Gabriela Pontes, está no primeiro ano
jovem conta que freqüenta o espaço desde antes de concluir o curso, e que gosta pela disponibilidade de livros,
20| Setembro | 2019

computadores com internet e sala de estudo.


“É um espaço onde podemos nos reunir para fazer trabalhos. Estou lendo agora o Guia Prá co de Neonatologia, cuja autora é
Aurimery Chermont, uma das nossas coordenadoras da residência médica, aqui na Santa Casa”, revela.
A responsável pelos estagiários de fisioterapia da Unama, Marina Baía do Vale, elogiou a biblioteca e os funcionários,
garan ndo que o espaço é muito bom para os estagiários, acessível, além de ressaltar a atenção sempre conferida ao público
pelos funcionários.
“Quando precisamos de uma sala para reunir, eles reservam e sempre tem horário disponível, só temos que reservar com
antecedência. E o salão público não precisa ser reservado, é só a gente chegar e u lizar, consultar os livros, usar a internet. É
um bom espaço para estudar”, detalha Marina.
Serviços:
Horário de funcionamento: segunda a sexta – 8h às 19h.
Endereço: Rua Bernal do Couto nº 1040, esquina com a avenida Generalíssimo Deodoro, no prédio centenário.
A biblioteca da Santa Casa está aceitando doações de livros relacionados à área da saúde e quem quiser doar pode entrar em
contato pelo telefone: (91) 4009-2281.
h p://www.agenciapara.com.br/no cia/15092/

Hospital realiza ações de sensibilização e prevenção da depressão


19/09/2019 17h35 - Atualizada em 19/09/2019 18h33
Por Cleyton Rogério (HGT-Tailândia)
Ficar atento para alguns fatores de riscos que podem iden ficar a depressão em uma pessoa da família ou do círculo de
amizade ou do trabalho foi uma das orientações repassadas pela psicóloga Nayara Siqueira, durante uma palestra realizada
nesta quarta-feira (18), nas áreas de atendimento e auditório do Hospital Geral de Tailândia (HGT). A ação fez parte da
programação da unidade pela campanha “Setembro Amarelo”.
Entre os indícios apontados como fator de alerta estão o isolamento social, a perda de interesse nas a vidades que antes
geravam prazer, consumo excessivo de álcool e outras substâncias químicas, e instabilidade e agressividade constantes. A
inicia va é uma das realizadas em educação e em saúde desenvolvida pelo Núcleo de Educação Permanente (NEP), com apoio
do Grupo de Trabalho de Humanização (GTH) da unidade.
O obje vo é contribuir para uma maior conscien zação sobre a manutenção da saúde mental de colaboradores, usuários e
acompanhantes, destacando a importância de ações preven vas para reduzir os casos de depressão e de suicídios no Brasil e
em outros pais do mundo.
Cerca de 80 pessoas par ciparam dos debates com o tema “Vamos falar de suicídio”, conduzido por Nayara. Durante o bate
papo, a psicóloga enfa zou que o tema é de interesse geral. “A prevenção é o melhor caminho. Temos que falar sobre o
assunto, sobre suicídio. Temos que nos dar as mãos e buscar ajuda nesse momento”, observou.
Ainda segundo a profissional, das doenças mentais, as mais comuns são a depressão, ansiedade, transtorno bipolar. Por isso,
Nayara alerta ainda para a observação do pedido de socorro, mesmo com a comunicação não verbal, por meio de gestos,
olhar e a relutância em falar sobre o assunto. “Temos que estar atentos e juntos para ajudar quem necessitar”, alertou.
Durante a ação, a profissional destacou números preocupantes registrados no Brasil, onde ocorrem aproximadamente 12 mil
casos de suicídios, com a predominância entre o segmento jovem.
Para a enfermeira do NEP, Ana Paula Santos, falar sobre esse tema é muito importante, tanto para a sociedade como também
para o trabalhador da saúde que atua diariamente com pessoas debilitadas e com problemas pessoais. “Querendo ou não,
acabamos absorvendo um pouco de tudo isso. Cuidamos dos outros e, muitas vezes, esquecemos de cuidar da gente. Temos
que buscar ajuda também para quem cuida dos outros”.
Segundo informações da campanha “Setembro Amarelo”, dos casos no ficados no país, mais de 90% estão relacionados a
transtornos mentais e a depressão lidera o ranking, seguido do transtorno bipolar. Para maior entendimento, transtornos
mentais são disfunções no funcionamento da mente, que podem afetar qualquer pessoa e em qualquer idade e, geralmente,
são provocados por complexas alterações do sistema nervoso central.
Serviço: O HGT é uma unidade do governo do estado e 100% Sistema Único de Saúde (SUS), que presta assistência de baixa e
média complexidade para uma população es mada em aproximadamente 300 mil habitantes. A unidade fica na Avenida
Florianópolis, s/n, no Bairro Novo. Mais informações pelo fone (91) 3752-3121.
h p://www.agenciapara.com.br/no cia/15098/

3
20| Setembro | 2019

4
20| Setembro | 2019

5
20| Setembro | 2019

6
20| Setembro | 2019

7
20| Setembro | 2019

8
20| Setembro | 2019

9
20| Setembro | 2019

BELÉM
Após seis anos em construção, governo entrega Hospital Abelardo Santos à população
Com 28 mil metros quadrados de área construída, o Abelardo Santos oferecerá, nesta primeira fase, 269 leitos, sendo 150
de internação e 119 complementares.
Redação Integrada
19.09.19 18h37
O governador Helder Barbalho inaugurou, nesta quinta-feira (19), em Icoaraci, o Hospital Regional Dr. Abelardo Santos
(HRAS), o maior hospital público do Pará. Par ciparam da solenidade o secretário de Estado de Saúde (Sespa), Alberto
Beltrame, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mande a, e a representante da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas),
Socorro Gross, além de outras autoridades estaduais.Na oportunidade, Helder Barbalho assinou o decreto que ins tui o
cofinanciamento estadual para a Atenção Primária em Saúde, no valor de R$ 24 milhões, para aporte aos municípios com o
obje vo de fortalecer as ações des nadas a melhorar a qualidade da atenção às gestantes, às puérperas e àquelas mulheres
em risco reprodu vo, com vistas à redução da mortalidade materna em todo o Pará. O secretário de Saúde, Alberto
Beltrame, assinou a portaria que regulamenta o decreto e contém os critérios para os municípios terem acesso aos
recursos.Também foi assinado o Pacto pela Redução da Mortalidade Materna no Pará pelo governo do Estado, Ministério da
Saúde e Prefeituras Municipais, com a finalidade de colocar em prá ca medidas para a redução da mortalidade materna e,
assim, rar o Pará do ranking nacional, onde ocupa o primeiro lugar, com 102 óbitos por 100 mil nascidos vivos.Foi assinada
ainda a liberação de recursos e a habilitação de serviços pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mande a, e um termo de
doação de equipamentos pela representante da Opas, Socorro Gross, para assistência às mulheres, uma nova tecnologia de
tratamento da hemorragia obstétrica que vem sendo introduzida no Brasil pelo Ministério da Saúde, em cooperação com a
Opas/OMS.
EstruturaCom 28 mil metros quadrados de área construída, o Abelardo Santos oferecerá, nesta primeira fase, 269 leitos,
sendo 150 de internação e 119 complementares, dentre os quais, 60 leitos em Unidades de Terapia Intensiva (20 pediátricos,
20 neonatais e 20 adultos) e 30 leitos em Unidade de Cuidados Intermediários (UCI Neonatal).A par r das 8h desta sexta-
feira, o Hospital já estará de portas abertas para o atendimento de urgência e emergência em obstetrícia, atendendo
grávidas de baixo, médio e alto risco gestacional. Também começa a atender urgência e emergência em Pediatria, Clínica
Cirúrgica e Clínica Médica, referenciadas por outros serviços de saúde (Prontos-Socorros e UPAs).Ao agradecer ao ministro
da Saúde pela liberação de recursos, Helder Barbalho já o convidou para estar de volta a Belém, no próximo ano, para a
inauguração do primeiro Hospital Público Especializado em Saúde da Mulher, em Belém, e anunciou, também, que o
governo do estado já está trabalhando na construção de um novo Pronto Socorro para a capital paraense, que será instalado
às margens da avenida Augusto Montenegro e deve ser entregue até o fim do seu mandato.Fiscalização e recursosSobre o
Abelardo Santos, Helder enfa zou que o Estado vai fiscalizar o trabalho da organização social responsável por sua
administração e que está construindo uma nova relação com esse po de en dade, porque, quando recebeu o governo,
havia OS que produzia 20% da capacidade do hospital e recebia 100% ao final do mês.Por fim, o chefe do Execu vo do Pará
lembrou a importância da liberação de recursos por parte do Ministério da Saúde para o custeio de hospitais, informando
que nos úl mos oito anos foram fechados mais de 779 leitos hospitalares, enquanto a população cresceu e os problemas de
saúde aumentaram; e anunciou a inauguração brevemente do Hospital Regional de Capanema, o Hospital Santa Rosa em
Abaetetuba e o Hospital Regional de Itautuba.GestãoO secretário de Estado de Saúde, Alberto Beltrame, explicou por que só
agora o HRAS está sendo inaugurado. “Mesmo após seis anos, ainda faltavam ser instalados geradores de energia; o centro
de esterilização de materiais; a farmácia hospitalar e outras áreas de infraestrutura, todas indispensáveis ao funcionamento
do Hospital”, disse Beltrame.Já o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mande a, enfa zou a importância da prevenção e do
fortalecimento da Atenção Básica, para que as pessoas adoeçam menos e necessitem menos de atendimento em média e
alta complexidade. Ele também alertou sobre os baixos índices de cobertura vacinal no Brasil e no Pará. “Precisamos
organizar a Atenção Básica”, observou.Mais serviçosOutros serviços estarão disponíveis a par r de 1º de outubro, como
Raio-X, Tomografia, Mamografia, Ultrassom e exames laboratoriais, consultas ele vas em pediatria clínica e médica e
ginecologia e obstetrícia para pacientes externos regulados pela Central Estadual.Em 90 dias (janeiro), será iniciado o
atendimento em Nefrologia, com 25 máquinas de hemodiálise, com capacidade para atender a 150 pacientes em três
turnos, além de suporte hospitalar 24h para intercorrências de pacientes renais crônicos. Ao mesmo tempo, passa a ser
oferecido o serviço de Urologia Clínica e Cirúrgica.
h ps://www.oliberal.com/belem/apos-seis-anos-em-construcao-governo-entrega-hospital-abelardo-santos-a-
populacao-1.194629
10
20| Setembro | 2019

11
20| Setembro | 2019

12
20| Setembro | 2019

Coluna do Salame
https://belemdopara.com.br/colunadosalame/

13
20| Setembro | 2019

Caros (as) secretários (as), assessores (as) de imprensa e colaboradores do


Conass,
Destacamos as seguintes matérias publicadas hoje na mídia nacional:
BOM DIA BRASIL
Médicos alertam para os riscos de fazer harmonização facial

Cochilar durante o dia pode reduzir risco de infarto e AVC, diz estudo

AGÊNCIA BRASIL
Saúde
Ministério da Saúde registra 570 novos casos de sarampo no Brasil

ESTADÃO
Saúde
Menina de 10 anos morre no Texas por ameba 'come cérebro'
Lily Mae Avant morreu na segunda-feira,17; ela contraiu a ameba Naegleria fowleri após nadar em um
rio no Texas. De acordo com autoridades, casos são 'extremamente raros'

O GLOBO
Saúde
Lei que obriga agressor a ressarcir o SUS divide especialistas e ví mas de violência domés ca
Alteração na Lei Maria da Penha foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro e entrará em vigor em 45
dias

BRASIL DE FATO
Donas de casa protagonizaram a luta que levou à criação do SUS
Vinte e nove anos após o decreto da lei orgânica da saúde, relembre o movimento popular que
conquistou sua existência

JORNAIS – POLÍTICA, BRASIL E MUNDO

CORREIO BRAZILIENSE
Política
Feliciano reclama de falhas na ar culação polí ca do Planalto
Vice-líder do governo no Congresso critica ministro encarregado da articulação política. Pano de fundo
seria nomeação para o segundo escalão

Coalizão de 22 en dades cobra vetos de Bolsonaro à minirreforma eleitoral


Entidades ligadas a transparência, combate à corrupção e renovação política pedem vetos a dispositivos
da ''minireforma eleitoral'' que deixam caminho aberto para corrupção e lavagem de dinheiro

Maia diz que reforma tributária será elaborada em conjunto com o Senado
O presidente da Câmara ainda considerou "100% irrelevante" a discussão sobre qual das duas Casas
votará a matéria primeiro

Bolsonaro sanciona nesta sexta-feira MP da Liberdade Econômica


Os senadores fizeram uma mudança, para retirar o trecho que trazia novas regras para trabalho aos
domingos e feriados
14
20| Setembro | 2019

15
20| Setembro | 2019

Editorial
Juros, uma polí ca com rumo
O BC trabalha pela recuperação da economia, mas isso também depende de iniciativas do Executivo e
de sua competência, nem sempre comprovada

O perigo dos mototáxis


Decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo tem tudo para agravar ainda mais os riscos a que se
expõem os que trabalham com motocicleta, cuja taxa de mortalidade é a que mais aumenta entre todos
que se envolvem em acidentes de trânsito

O Fundo de Direitos Difusos


Disputa pelos recursos é acirrada e caberá ao TRF-3 decidir qual setor da administração pública será
beneficiado

Espaço Aberto
Muito além da Previdência
É preciso estimular a economia para obtermos resultados no curto prazo
Paulo Skaf

Soberania em Nova York


Discursos de presidentes brasileiros são ouvidos com frieza na ONU. Bolsonaro será exceção
Fernando Gabeira

Eliane Cantanhêde
Alvo é líder do governo
Retaliação da PF? Muito improvável, mas versões são muito mais vistosas do que fatos

Murilo Jacoby Fernandes


Nova lei de licitações traz segurança e transparência à gestão pública

FOLHA DE S. PAULO
Poder
Propostas do Congresso ampliam gastos da União
Governo estima que despesas obrigatórias consumiriam 94% do Orçamento

Focado em afrouxar regras, Congresso não define limite de gastos eleitorais de 2020
Omissão pode resultar em campanhas favoráveis a candidatos ricos ou obrigar TSE a fixar norma

Ação da PF no Senado irrita aliados e põe em xeque ar culação do governo Bolsonaro


Operação contra líder do governo no Senado gera nova crise em momento delicado

Painel
Ação contra líder do governo é vista como tenta va de salvar Lava Jato

Editoriais
Juros rumo ao piso
Já se projeta taxa do BC em 4,5%; economia mostra alguns bons sinais no 3º tri

Colunas
Hélio Schwartsman: 'Blackface'
16
20| Setembro | 2019

17
20| Setembro | 2019
GUIA DE PESQUISA

http://www.agenciapara.com.br/
http://www.diarioonline.com.br/
https://www.oliberal.com/
https://www.oliberal.com/amazonia
https://www.romanews.com.br/noticias/
https://g1.globo.com/pa/para/
http://www.portalparanews.com.br/
http://uruatapera.blogspot.com/
http://www.jesocarneiro.com.br/
http://pererecadavizinha.blogspot.com/
http://www.ver-o-fato.com.br/

Clipping CONASS

18