Você está na página 1de 6

ATIVIDADES AVALIATIVAS A1 E A2

DIREITO ECONÔMICO E DE DIREITO ADMINISTRATIVO II – SEMESTRAL 6º


PERÍODO (3 B)

VERSÃO ALUNO

Professor(a): ____________________________________________________

Turma: _________________________________________________________

GRUPO REALIZADOR

AVALIAÇÃO PROFESSOR(A)

Critérios de Avaliação da A1 pelos Grupos de Alunos

Critério de avaliação Detalhamento do critério Peso

Uso da norma culta da Avaliar: (i) correção ortográfica e Atende


língua portuguesa e gramatical; (ii) uso de termos jurídicos; completamente/
linguagem jurídica. (iii) coesão e coerência textuais: frases,
Atende
Estruturação formal do parágrafos e ideias do texto estão
parcialmente/
texto conectados, fazendo sentido.
Não atende

Compreensão do Avaliar: (i) a questão foi respondida; (ii) Atende


enunciado e a resposta contém conceitos e/ou completamente/
argumentos que tragam profundidade.
desenvolvimento da Atende
resposta parcialmente/

Não atende

Fundamentação jurídica Avaliar: (i) utilização da legislação, Atende


jurisprudência, doutrina e/ou outras completamente/
fontes do direito; (ii) raciocínio jurídico
Atende
conectando a fonte do direito ao caso
parcialmente/
apresentado
Não atende

A1- CASO PRÁTICO

O Presidente da República, em 10.07.2019, sancionou lei federal (Lei nº xxx/19)


aprovada pelo Congresso Nacional, criando a sociedade de economia mista
denominada ALIMENTOS DO BRASIL/SA, com natureza jurídica de sociedade anônima
de capital aberto.

A empresa estatal tem como objeto a produção e venda de alimentos básicos, nas
regiões Norte e Nordeste do país, considerando a seca em diversas regiões. Os
alimentos por ela produzidos serão comercializados no livre mercado, limitando-se às
mencionadas regiões, mas a lei prevê a possibilidade de a empresa monopolizar a
produção e comércio de alimentos nas regiões Norte e Nordeste do país.

No que tange à contratação de pessoal, há previsão expressa no sentido de que os


funcionários se submeterão ao regime estatutário federal da Lei nº 8.112/90, e de que
todos serão contratados por livre provimento, após o qual estarão sujeitos a estágio
probatório de 36 meses como requisito para aquisição de estabilidade.

A lei previu, ainda, que a estatal estará dispensada do pagamento de impostos, além de
que suas dívidas constituídas por meio de ações judiciais se submeterão à sistemática
de pagamento de precatórios, prevista no art. 100 da Constituição.

Já em relação ao regime de contratação de obras e serviços, previu-se a ampla


dispensa de observância ao regime de licitações, tanto em relação às atividades
finalísticas da empresa, como em relação às atividades meio. Da mesma forma, criou
uma nova modalidade de contrato administrativo, vocacionado apenas à
comercialização de produtos da citada empresa.

Por fim, a Lei nº xxx/19 dispõe que eventuais litígios a envolverem a nova sociedade de
economia hão de ser solucionados perante a Justiça Federal.

Ante a aprovação da Lei nº xxx/19, a ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PRODUTORES


DE ROUPAS, entidade de classe de representatividade nacional, por compreender que
a instituição da sociedade ALIMENTOS DO BRASIL criará sérios embaraços à livre
concorrência, pretende questionar a constitucionalidade de referida norma perante o
Supremo Tribunal Federal, nos termos do art. 103, IX da Constituição Federal.

Considerando o caso acima descrito, responda as seguintes questões:

QUESTÕES DIREITO ADMINISTRATIVO II

I- É possível a referida lei criar hipóteses de dispensa da licitação, como


descrito no caso acima, aplicáveis somente à ALIMENTOS DO BRASIL S/A?
Explique.
II- Disserte sobre a possibilidade, ou não, de criação de uma modalidade nova
de contrato administrativo exclusiva para a ALIMENTOS DO BRASIL S/A?
III- A lei, nesse caso específico, poderia escolher livremente entre o regime de
cargo público (estatutário) ou de emprego público (celetista) para a
contratação de todos os agentes integrantes dos quadros da entidade?
IV- Os dirigentes da nova estatal estarão sujeitos a qual regime de vinculação?
Existem requisitos mínimos para nomeação dos dirigentes da nova
entidade? A previsão de estabilidade após estágio probatório é coerente com
o regime de contratação aplicável às sociedades de economia mista?

QUESTÕES DIREITO ECONÔMICO

I. A previsão da possibilidade de a empresa monopolizar a produção e o


comércio de alimentos na região Norte e Nordeste do país viola os princípios
da concorrência e da livre iniciativa?
II. A atuação da empresa estatal caracteriza qual (quais) forma (formas) de
intervenção no Estado no domínio econômico? Para responder, apresente
todas as formas de intervenção do Estado no domínio econômico.
III. O objeto social da sociedade de economia mista ALIMENTOS DO BRASIL
S/A está de acordo com os requisitos constitucionais que autorizam a
participação do Estado em atividade econômica em sentido estrito em regime
de concorrência? Explique. Apresente também, na sua resposta, a definição
de atividade econômica em sentido estrito.
IV. A previsão para não pagamento de impostos é compatível com a
Constituição? Por quê? O cumprimento das obrigações reconhecidas por
decisão judicial com trânsito em julgado atende aos ditames constitucionais
e à interpretação atribuída pelos Tribunais? Fundamente.

Observações:

• Atividade em grupos de 2 ou 3 pessoas.


• O trabalho deverá ser manuscrito.
• Entrega em sala de aula (não serão aceitos trabalhos via e-mail).
• Data e horário da entrega de acordo com o determinado pelo professor.
• As respostas devem ser fundamentadas em, ao menos, uma obra doutrinária e
uma decisão de Tribunais Superiores.
ATIVIDADE AVALIATIVA A2

CASO INTERDISCIPLINAR: DIREITO ADMINISTRATIVO II E DIREITO


ECONÔMICO

Professor(a): _________________________________________________________

Turma: ______________________________________________________________

Aluno: _______________________________________________________________

Diante dos conhecimentos adquiridos e das questões realizadas na Atividade A1,


desenvolva o seguinte PARECER:

A ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PRODUTORES DE ROUPAS contratou seu


escritório para emitir parecer jurídico sobre a legalidade e a constitucionalidade da Lei
nº xxx/19. Elabore o parecer com base nos quesitos da Atividade A1. Na fundamentação
dos quesitos, cite ao menos duas obras doutrinárias e referências jurisprudenciais para
cada item.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DA A2

ANÁLISE CIENTÍFICA E PARECER

Critério de avaliação Detalhamento do critério Peso

Uso da norma culta da Avaliar: (i) correção ortográfica e gramatical; (ii) uso 20%
língua portuguesa e de termos jurídicos; (iii) coesão e coerência textuais:
linguagem jurídica. frases, parágrafos e ideias do texto estão
Estruturação formal conectados, fazendo sentido.
do texto

Compreensão do Avaliar: (i) a questão foi respondida; (ii) a resposta 30%


enunciado e contém conceitos e/ou argumentos que tragam
desenvolvimento da profundidade.
resposta
Fundamentação Avaliar: (i) utilização da legislação, jurisprudência, 50%
jurídica doutrina e/ou outras fontes do direito; (ii) raciocínio
jurídico conectando a fonte do direito ao caso
apresentado

Observações:

• Atividade em Grupo: duplas ou trios.


• Entrega em sala de aula, mediante assinatura e lista de presença, na data e hora
determinados pelo professor(a).
• Trabalho escrito (digitado). Não serão aceitos trabalhos por e-mail.
• O texto deverá ser construído em linguagem formal jurídica, seguindo as normas
da ANBT.