Você está na página 1de 33

“Nenhum outro livro faz tão bem o que este faz: um marido conversa

com esposas sobre as necessidades de seus respectivos maridos, e uma es­po­


sa con­versa com maridos sobre as necessidades de suas respectivas esposas.
O ca­­pítulo de Barb sobre a necessidade de intimidade emocional feminina
e o de Gary sobre a necessidade de conexão espiritual dos maridos já valem
o preço da obra. Este livro transformará seu casamento!”
Dr. Steve Farrar, presidente do Men’s Leadership Ministries [Ministérios de
Liderança Masculina] e autor de Point man [Na linha de frente]

“Todas as vezes em que ouvi Gary pregar o meu coração foi tocado. O seu
também será com a leitura deste livro.”
Max Lucado, autor de God came near [Deus Se aproximou]

“Gary e Barb Rosberg são verdadeiros campeões de Cristo. Estar perto,


conversar e rir com eles já é mais do que suficiente para sentir o propósito
dos dois. Tenho enorme carinho por eles, não apenas por milhares de
pessoas que ajudaram com suas palavras, mas também pelo que fizeram
pelo meu próprio casamento. Neste livro maravilhoso, Gary e Barbara
desafiarão você a ir além. Que as suas palavras nos levem a uma maior
intimidade com Deus.”
Randy Phillips, vocalista do grupo Phillips, Craig & Dean

“Mas que recurso útil, cheio de exemplos de vida e conselhos maravilhosos!


Acredito que este livro ajudará qualquer casal a ter um casamento excitante,
realizador e apaixonado.”
Bill McCartney, presidente do Promise Keepers [Guardiões de Promessas]
e autor (com sua esposa, Lyndi) de Sold out two-gether [Venda casada]

“O ‘foram felizes para sempre’ frequentemente se desfaz em ilusões. Para


muitos cônjuges na verdade é ‘infelizes para sempre’. A pergunta que não
quer calar é: o que o meu cônjuge espera? Este livro tem as respostas.
Com uma linguagem clara e sequências lógicas, Barb e Gary mostram
como o casamento pode manter o sentido através dos anos. Recém-casados
apreciarão essa sabedoria; casais mais antigos aplaudirão a oportunidade

E foram felizes para sempre....indd 1 31/01/2014 12:42:33


de fazer uma revisão do seu relacionamento. Este livro não deve apenas
preencher um espaço na estante; são páginas que devem ser lidas, relidas,
sublinhadas e praticadas.”
Dr. Howard G. Hendricks, presidente do Center for Christian
Leadership [Centro para Liderança Cristã] e autor de Color outside the lines
[Pinte fora das linhas], e Jeanne W. Hendricks, autora de Women of honor
[Mulheres de honra]

“Já comecei esta leitura com bons olhos. Não apenas sinto carinho e respeito
por Gary e Barb, como também continuo impressionada com o ministério
deles, America’s Family Coaches [Treinadores da Família Americana].
Então, não me surpreendeu vê-los abordar questões conjugais com seu
característico estilo tão direto, centrado e com sugestões práticas do tipo
‘Ei, você consegue fazer isso’. Ao partilharem seus momentos de insegurança
e receio, os leitores se sentem confortáveis e agradecidos por não estarem
sendo menosprezados. Estamos todos no mesmo barco que, às vezes, ameaça
naufragar. A ternura, o carinho e as palavras motivadoras dos Robsberg nos
reafirmam que, em Cristo, tudo é possível. Este é um dos melhores livros
que já li sobre os desafios e imprevistos do casamento. Compre todos os
exemplares que vir pela frente, guarde um e doe os outros. Assim, os lares
serão mais saudáveis e felizes.”
Marilyn Meberg, porta-voz do Women of Faith [Mulheres de Fé] e
autora de I’d rather be laughing [Preferia estar sorrindo]

“Poderoso. Prático. Encorajador. Cheio de esperança. Neste livro, nossos


queridos amigos Gary e Barbara Rosberg fornecem um recurso comprometido
e maravilhoso para ajudar na construção de casamentos duradouros. Os
capítulos – nos quais Barbara fala como esposa aos maridos e Gary fala como
marido às esposas – são cordiais e práticos.Você se sentirá tocado e encorajado
a fazer do seu casamento tudo o que Deus quer que ele seja. Este livro precisa
estar nas mãos de todo casal!”
Dr. Crawford W. Loritts Jr., diretor associado do Campus Crusade for
Christ [Cruzada Universitária para Cristo] e Karen Loritts, coautora de
Leaving a godly legacy [Deixando um legado divino]

E foram felizes para sempre....indd 2 31/01/2014 12:42:33


“Temos grandes parcerias ao longo da história: Lewis e Clark, Zorro e Tonto,
Batman e Robin. Porém, quando penso em uma verdadeira parceria, penso
em Gary e Barb Rosberg. Ao longo dos anos, tenho presenciado esses dois
incríveis servos amarem, abençoarem e encorajarem centenas de homens e
mulheres, a começar pelas suas próprias filhas. Cindy e eu não conseguimos
pensar em nenhum outro casal para nos ‘aconselhar’ além dos Rosberg, razão
pela qual gostamos tanto deste livro que revela como suprir as necessidades do
seu cônjuge! Você também vai amar o sábio conselho para amar um ao outro!”
Dr. John Trent, presidente do Encouraging Words
[Palavras encorajadoras] e autor de Choosing to live the blessing
[Escolhendo viver a bênção]

“Uma das questões mais importantes no casamento é: como amar o nosso


cônjuge? Os Rosbergs têm a resposta! Este livro o tornará apto a elevar seu
casamento a novos níveis de intimidade, romance e realização.Todo casal que
quer ter um casamento segundo os planos de Deus precisa ler esta obra!”
Dennis Rainey, diretor executivo do FamilyLife [Vida em Família] e
autor de Moments together for couples [Momentos juntos para casais]

“Os Rosberg expõem e explicam as necessidades pouco exploradas do


coração de maridos e esposas. Com graça e compaixão, eles oferecem a
cada cônjuge o caminho para um casamento duradouro e feliz.”
Michael Medved, apresentador de rádio e colunista do jornal USA
Today, e Dra. Diane Medved, autora de The case against divorce
[O caso contra o divórcio]

“Ouçam logo! Ouçam com atenção! Ouçam bem! Gary e Barbara falam
algo que todos devemos ouvir. Palavras de esclarecimento, encorajamento
e emancipação. Quando adotamos os princípios abordados neste livro,
tornamo-nos livres para amar bem e profundamente. Acompanhei
pessoalmente não apenas o seu perspicaz livro, mas também a sua vida.
Acredite, eles sabem do que estão falando.”
Patsy Clairmont, oradora do Women of Faith [Mulher de Fé] e autora
das obras I love being a woman [Eu amo ser mulher] e Stardust on my pillow
[Poeira cósmica no meu travesseiro]

E foram felizes para sempre....indd 3 31/01/2014 12:42:33


“Este livro é um Rosberg clássico, cheio de sugestões e ferramentas para
casais.Você conhecerá as necessidades do seu cônjuge e será instruído,
por meio de dicas práticas, para atender essas demandas. Gary e Barb
descrevem com clareza as necessidades de todo casamento.”
Dr. Stu Weber, autor de Four pillars of a man’s heart [Quatro pilares
do coração de um homem] e Guerreiro gentil

“Este livro tem o poder de impactar radicalmente o seu relacionamento.


A análise de Gary e Barb sobre as necessidades amorosas de homens e
mulheres disponibiliza um excelente guia para você compreender o
amor da sua vida.”
Dr. Gary Smalley, diretor do Smalley Relationship Center
[Centro de Relacionamento Smalley] e autor de Secrets to lasting love
[Segredos para um amor duradouro]

“Com um entendimento claro da realidade conjugal aliado a uma


exposição cuidadosa da Bíblia, Gary e Barbara Rosberg desmistificam as
necessidades dos casais para que possam usufruir o melhor do casamento
e evitar abismos como o adultério.”
Dr. Tony Evans, pastor sênior da Oak Cliff Bible Fellowship
[Sociedade Bíblica de Oak Cliff], presidente do The Urban Alternative
[Alternativa urbana] e autor de Who is the King of glory?
[Quem é o Rei da glória?]

“LE-GI-TI-MI-DA-DE – Alguns dicionários não definem esse termo,


mas Gary e Barb o fizeram com esplendor. No estado em que nasci,
Iowa, a palavra legitimidade é usada na linguagem dos fazendeiros para
descrever ‘integridade genuína’. Esse casal sabe o que faz. O ministério
deles é ‘legítimo’. Sua vida pessoal e familiar é ‘legítima’. Se depois de
ler este livro os nossos casamentos puderem ser metade do deles seria
bom ter um exemplar deste livro em cada cômodo da casa.”
Dr. Joe White, presidente do Kanakuk Kamps, Inc. [Acampamento
Kanakuk] e autor de Faith training [Treinando a fé]

E foram felizes para sempre....indd 4 31/01/2014 12:42:33


E foram felizes
para sempre...

Dr. Gary e Barbara Rosberg

E foram felizes para sempre....indd 5 31/01/2014 12:42:34


R715e
Rosberg, Gary, 1952-
[The five love needs of men & women. Português]
E foram felizes para sempre...Viva o amor real que blinda o casamento, entendendo as
necessidades do seu cônjuge / Gary & Barbara Rosberg; traduzido por Maria de
Lourdes Vaz – Rio de Janeiro: Graça, 2014.
336 p.; 14x21cm.

ISBN 978-85-7343-992-2


Tradução de: The five love needs of men & women

1. Casamento. 2. Relações homem-mulher. 3. Aconselhamento matrimonial.


I. Rosberg, Barbara. II. Título.
CDD-248.844

DISTRIBUIDOR AMÉRICA DO NORTE


Grace Editorial
1261 E. Sample Rd
Pompano Beach, Fl 33064 – USA

DISTRIBUIDOR EUROPA
Editora Graça Infinita, Lda.
Av. Frei Miguel Contreiras, 16 – D
Cx. Postal 1700-211 – Lisboa – Portugal

DISTRIBUIDOR BRASIL
Graça Editorial
Cx. Postal 3001
Rio de Janeiro – RJ – 20010-974 – Brasil

E foram felizes para sempre....indd 6 31/01/2014 12:42:34


Dr. Gary e Barbara Rosberg

E foram
FELIZES
para sempre...
Viva o amor real que blinda o casamento,
entendendo as necessidades do seu cônjuge

Traduzido por
Maria de Lourdes Vaz

Editado pela Graça Artes Gráficas e Editora Ltda.

Rio de Janeiro, 2014

E foram felizes para sempre....indd 7 31/01/2014 12:42:34


E foram felizes para sempre...

© Gary & Barbara Rosberg – 2000

ORIGINAL:  “The five love needs of men & women”


Published by Tyndale House Publishers, INC
Carol Stream, Illinois. In
Association with Alive
Communications, INC.

Revisão, arte e capa: Graça Editorial

Para preservar a privacidade das pessoas citadas neste livro,


seus nomes e alguns detalhes de suas histórias foram alterados.

Reservados todos os direitos de publicação à


GRAÇA ARTES GRÁFICAS E EDITORA LTDA.
Estrada do Guerenguê, 25
(complemento - loja A - Estrada dos Bandeirantes, 1.000)
Taquara - Rio de Janeiro - RJ - CEP: 22713-003
Caixa Postal 3001 - Rio de Janeiro - RJ - 20010-974
Tel./fax: (0xx21) 2141-5162
faleconosco@gracaeditorial.com.br

E foram felizes para sempre....indd 8 31/01/2014 12:42:34


Aos nossos filhos Sarah e Scott Wolfswinkel e
Missy e Cooper White:
Que vocês possam experimentar a plenitude de um casamento
maravilhoso, resultado de uma vida devotada a Deus
e ao seu próprio relacionamento.
Aos nossos netos Mason, Kaden e Lilly Anne:
Que vocês cresçam tementes a Deus, trazendo glória e honra ao
nosso Senhor Jesus Cristo por intermédio de suas vidas.
Em memória da minha mãe Audrey Marie Rosberg:
Obrigado por ter permanecido firme
até o fim em 21 de fevereiro de 2006.
Que você possa se alegrar no Céu com Jesus e reencontrar aquele com
quem viveu 54 anos de amável união, meu pai, John Arthur Rosberg.

E foram felizes para sempre....indd 9 31/01/2014 12:42:35


Nesta obra, estão incluídas mudanças conforme o
Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa,
que entrou em vigor em janeiro de 2009.

Não havendo outra indicação, todas as citações


bíblicas foram retiradas da Bíblia Versão
Almeida Revista e Corrigida.

E foram felizes para sempre....indd 10 31/01/2014 12:42:35


SUMÁRIO

Agradecimentos xiii
Nota especial de Gary e Barb:
   Campanha pelo Casamento sem Divórcio xv
A carta que mudou um casamento 1

PARTE 1: COMPREENDENDO E SUPRINDO AS


NECESSIDADES DO OUTRO
1. A primeira necessidade do marido: amor incondicional
   (Gary fala às esposas) 19
2. A primeira necessidade da esposa: amor incondicional
   (Barb fala aos maridos) 47
3. A segunda necessidade do marido: intimidade para os
homens se soletra S-E-X-O
   (Gary fala às esposas) 73
4. A segunda necessidade da esposa: intimidade para as
   mulheres se soletra C-O-N-V-E-R-S-A
   (Barb fala aos maridos) 101
5. A terceira necessidade do marido: amizade
   (Gary fala às esposas) 133
6. A terceira necessidade da esposa: intimidade espiritual
   (Barb fala aos maridos) 159
7. A quarta necessidade do marido: encorajamento
  (Gary fala às esposas) 191
8. A quarta necessidade da esposa: encorajamento
  (Barb fala aos maridos) 211

E foram felizes para sempre....indd 11 31/01/2014 12:42:35


9. A quinta necessidade do marido: conexão espiritual
  (Gary fala às esposas) 237
10. A quinta necessidade da esposa: amizade
   (Barb fala aos maridos) 261

PARTE 2: APROVEITANDO O CASAMENTO


MARAVILHOSO PLANEJADO POR DEUS
11. Palavra final de Gary aos homens 283
12. Palavra final de Barb às mulheres 299
Apêndice:
   Descobrindo suas cinco principais necessidades 315
Sobre o casal Rosberg 317

E foram felizes para sempre....indd 12 31/01/2014 12:42:35


AGRADECIMENTOS

Cinco anos separaram a primeira edição deste livro do meu trabalho


anterior. Algumas pessoas acham cinco anos sem escrever um novo
livro muito tempo. Tenho três razões muito importantes para não
pensar assim.
Primeiro, eu e Barb queríamos escrever este livro juntos. A vida é
curta e queremos trabalhar o máximo possível como casal para impactar
as famílias. Barb foi coautora do livro anterior e de muitos outros que
escrevi, mesmo assim ela ainda tem muito a dizer, como você verá
neste trabalho.
Segundo, tínhamos duas doces filhas para terminar de criar. Em
setembro de 1999, Deus nos proporcionou liberar as duas em um espaço
de dez dias. Que coisa! Sarah casou-se em 11 de setembro daquele
ano com Scott Wolfswinkel. Ficamos assustados porque ganhamos um
filho que amamos (Scott e Sarah têm dois filhos). Missy, nossa filha
mais nova, saiu de casa para a faculdade no outono de 1999, o que nos
deixou com o ninho vazio (ela se casou com Cooper White, com quem
tem uma filha). Decidimos que nosso papel de pais era, de longe, mais
importante do que escrever um livro e, por isso, esperamos. Com
nossas filhas criadas, ficamos livres para escrever.
Talvez a terceira razão seja mais relevante do que as duas anteriores.
Nós não queríamos escrever outra publicação sem que o Espírito
Santo ardesse em nosso coração ou nos soprasse o que precisava
ser dito. Nosso querido amigo Dr. John Trent disse-me certa vez:
“A co­munidade cristã não precisa de livros de autores que não tenham
o que dizer”. Aceitamos o seu conselho e esperamos até ter o que
dizer. Depois do nosso relacionamento com Jesus Cristo, nada é mais
importante do que o nosso casamento. Eis a motivação para esta obra:
ajudar você a fortalecer o seu casamento e motivá-lo a ajudar outros
casais a fazerem o mesmo.
Nós nos cercamos de pessoas tão comprometidas quanto nós na
publicação do melhor trabalho que pudéssemos produzir. Conseguimos
e queremos agradecer aos que nos ajudaram.

xiii

E foram felizes para sempre....indd 13 31/01/2014 12:42:35


E foram felizes para sempre...

Para começar, agradecemos a Ron Beers daTyndale House Publishers.


Quando o conhecemos, em 1997, soubemos que era uma boa pessoa.
O seu compromisso com bons livros e bons relacionamentos nos mostrou
seu valor desde o princípio. Obrigado por se juntar a nós e por zelar
tanto pela excelência na publicação deste livro.Também agradecemos a
Ken Petersen e a toda equipe da Tyndale.Vocês são o que há de melhor.
Lynn Vanderzalm e Judith Markham, vocês são editores extraor­
dinários e nos mantiveram no rumo. Vocês elevaram o nível da
excelência e da graça, sendo uma dupla dinâmica em nosso coração.
Agradecemos ao Dr. Lloyd Taylor da Midwestern State University
pela ajuda com a análise estatística dos dados e a todos os casais que
participaram da pesquisa que serviu de base para este livro. O trabalho
foi enriquecido com todas as suas percepções.Vocês fizeram a diferença.
Queremos agradecer ao Pr. Quintin Stieff por ministrar à nossa fa­­­-
mília semana após semana. O senhor pastoreia as famílias de nossa igreja
com verdade e graça. Obrigado por servir tão bem a todos nós.
Também agradecemos à equipe do ministério America’s Family
Coaches [Treinadores da Família Americana]. O seu compromisso em
trazer a verdade de Deus às famílias dentro e fora dos EUA é evidente e
sincero. O esforço que fizeram nos permitiu investir o tempo necessário
para escrever este livro. Que as suas famílias e milhares de outras sejam
fortalecidas com o seu empenho. Nós os admiramos e é uma grande
honra poder servir-lhes.
Acima de tudo, agradecemos à nossa família. Sarah e Scott, nós
amamos vocês e estamos orgulhosos de como Deus está cultivando o seu
precioso casamento. Contem com as nossas orações e o nosso carinho.
Vocês começaram firmes; agora, terminem fortalecidos no poder do
Espírito de Deus. Continuem a criar Mason e Kaden para serem cristãos
fortes. Missy e Cooper, recebam o nosso respeito e amor.Temos orgulho
de sermos seus pais, de ver o seu casamento prosperar e do modo como
criam Lilly Anne. É uma alegria genuína ver Deus usá-los no ministério.
Continuem na dependência dEle, queridos, e cheguem fortes ao fim.
Dr. Gary e Barbara Rosberg
America’s Family Coaches [Treinadores da Família Americana]

xiv

E foram felizes para sempre....indd 14 31/01/2014 12:42:35


NOTA ESPECIAL DE GARY E BARB

campanha pelo casamento


sem divórcio

Caro(a) leitor(a),
O livro em suas mãos é parte da Campanha pelo Casamento sem
Divórcio. Por toda a nação americana, casais estão se unindo para
proteger seu matrimônio. Eles estão se posicionando a favor de
relacionamentos saudáveis, maduros, duradouros e contra a crescente
ameaça de divórcio.
Por que agora? Porque, se não for agora, quando será? Se não
começarmos aqui, com a sua e a nossa família, por onde começaremos?
Se não nos unirmos, quem o fará?
Se fracassarmos no enfrentamento do divórcio agora, a próxima
geração de casais estará perdida. Devemos comprar a visão do
casamento sem divórcio e afastar essa ameaça para bem longe.
Queremos nos juntar a você não apenas na proteção proativa do seu
próprio casamento, mas de todo casal que você conheça.
Pagaremos um preço nesta batalha pelo lar cristão, pois temos um
inimigo poderoso neste cenário. O apóstolo Pedro alertou: Sede sóbrios,
vigiai, porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão,
buscando a quem possa tragar (1 Pe 5.8).
Você e o seu casamento são vítimas em potencial do diabo. Como
o casamento é de alta prioridade na lista de Deus, não surpreende que
também esteja no topo da lista do inimigo. Não tem nada que Satanás
gostaria mais de fazer do que desanimar você e enfraquecer o seu
casamento, acrescentando outra família decadente ou desfeita aos
seus registros. Por isso, afirmamos que o seu casamento e a sua família
são o seu ministério.

xv

E foram felizes para sempre....indd 15 31/01/2014 12:42:35


E foram felizes para sempre...

Vamos declarar em alto e bom som que o divórcio vai parar, agora,
a começar pela nossa casa e pela sua. Vamos dar um basta e dizer a
quem tiver ouvidos para ouvir: Eu e a minha casa serviremos ao SENHOR
(Js 24.15b). Vamos remover juntos todos os obstáculos à construção
de lares cristãos em prol de nossos casamentos, da próxima geração e
da causa de Jesus Cristo.
Mas não é só isso. Se como cônjuge, pastor, líder de um pequeno
grupo ou professor de escola dominical, você compartilhar esses
princípios com outros casais e outras famílias com quem se preocupe,
você se tornará parte do trabalho de Deus para mudar o aspecto do
casamento no seu país (veja no Apêndice mais informações e ideias
de como começar um pequeno grupo em sua comunidade).
Qual é o papel deste livro na campanha? Acreditamos que o amor
servil – o tipo de amor que entende e supre as necessidades do outro – é
uma área crítica que põe qualquer casamento à prova. Este livro ajudará
você a cultivar e praticar o amor servil, que é um dos seis tipos de amor
que abordamos no nosso livro Divorce-proof your marriage [Proteja o seu
casamento do divórcio].
Escrevemos também um livro complementar a este, intitulado 40
unforgettable dates with your mate [40 encontros inesquecíveis com seu
cônjuge], um prático e divertido livro que não apenas dá aos maridos
20 sugestões para planejar encontros que atendam às necessidades de
suas esposas, como também apresenta 20 ideias para inspirar as esposas
a planejarem encontros que atendam às necessidades de seus maridos.
Esperamos que você aceite a ideia de proteger o seu casamento e o
casamento dos seus conhecidos do divórcio. Esta é uma campanha em
que vale a pena investir!

Seus amigos,
Gary e Barb Rosberg

xvi

E foram felizes para sempre....indd 16 31/01/2014 12:42:35


A carta que mudou um casamento

Recebi um telefonema de Phil para marcar um horário para


ele e a esposa. Como estava com a agenda lotada, respondi que
somente teria vaga dali a algumas semanas.
– Não posso esperar algumas semanas – ele disse – Tem de
ser hoje.
E acrescentou:
– Gary, eu não pediria se não fosse urgente.
Eu não conhecia Phil muito bem, mas reconheci o desespero
em sua voz e disse:
– Se vocês estão precisando mesmo estejam aqui às cinco horas.
– Estaremos aí! – ele respondeu.
Durante aquele dia, fiquei pensando no telefonema de Phil e
me peguei orando por ele e sua esposa. O tom urgente de sua
voz era uma bandeira vermelha sinalizando que estávamos prestes
a entrar em uma batalha, uma batalha pela vida de sua família.
Ao receber Phil e Susan em meu consultório, meus piores
medos se concretizaram. O pranto de Susan molhava o chão.
Phil parecia um homem que acabara de se deparar com o seu
pior pesadelo. Logo que nos sentamos, perguntei-lhes sobre o
que precisavam falar.
Phil disse:
– Eu ia levar as crianças ao parque à tarde e, antes de sairmos,
fui trocar Annie. Como não achava as toalhas umedecidas, pedi
a uma das crianças que olhasse a bebê enquanto as procurava.
Aí, lembrei que Susan deixa um pacote de toalhas em sua bolsa
de praia, que fica guardada no armário de nossa filha mais velha.

E foram felizes para sempre....indd 1 31/01/2014 12:42:35


E foram felizes para sempre...

Quando fui mexer na bolsa, encontrei uma carta. Era uma carta
de amor para Susan. O único problema é que... Não fui eu que
a escrevi.
Phil deu uma olhada rápida para Susan e voltou-se, de novo,
para mim.
– A carta era de outro homem. Ele estava se declarando
apaixonado pela minha esposa. Falava de tempos que passaram
juntos. Naquelas palavras, comecei a ver toda a minha vida
desmoronar. Eu não podia crer. Ele falava do perfume dela, do
seu vestido preferido. Eu comprei aquele vestido para Susan. Ele
falava das suas lembranças dos hotéis e dos almoços secretos. Eu
não podia acreditar no que via. Era da minha esposa, da mãe dos
meus filhos que ele estava falando. Mas acho que o que pesava mais
foi o fato de eles estarem até no nosso quarto. Eu estava fora da
cidade provendo o sustento para ela e nossos filhos, e ela em nosso
quarto com esse cara. Eu não conseguia tirar os olhos da carta.
Perguntei o que ele fez depois disso.
– Deslizei para o chão do armário e reli a carta várias vezes.
Não conseguia parar – ele falou. – Sabia que, se saísse daquele
armário, teria de enfrentar uma dor maior do que jamais poderia
imaginar. Sabia que minha vida nunca mais seria a mesma. Eu
ouvia as crianças correndo pela casa, totalmente alheias de que
seu mundo estava prestes a mudar. Por fim, juntei forças para
me levantar. Ouvia Susan no telefone de nosso quarto, então,
desci pelo corredor até ela. No caminho, passei por fotografias
da família que representavam tudo o que fazia sentido. Fotos de
feriados, prática de rafting, reuniões de família... Foi a caminhada
mais longa da minha vida. Quando entrei no quarto, Susan estava
de costas. Ela desligou o telefone e se virou para mim. Olhei em
seus olhos e só consegui dizer três palavras:
– Susan, eu sei.

E foram felizes para sempre....indd 2 31/01/2014 12:42:35


A carta que mudou um casamento

Ela se jogou na cama e começou a chorar. Então entendi que


não era um pesadelo. Estava acontecendo mesmo. Minha esposa
estava tendo um caso. Uma dor vindo do íntimo do meu ser me
rasgava violentamente. Ambos desmoronamos.
“Não, Senhor. Outra família não”, eu orava. “Não este casal...
as crianças pequenas. Pai, dá-me as palavras, dá-me sabedoria”.
– O que aconteceu conosco, Gary? – Phil me perguntou
com lágrimas nos olhos – Começamos nosso casamento nos
amando tanto, com uma esperança incrível em nosso futuro
juntos. Estávamos tão determinados em ter um casamento firme,
centrado em Cristo. O que aconteceu?
– Phil, Susan, sinto muito. Vamos falar um pouco dessa
situação – eu disse – O que vai acontecer nos próximos minutos
vai determinar, literalmente, o futuro do casamento de vocês,
porque vocês estão em uma encruzilhada. Se estivessem em
uma crise física tão séria assim, eu pediria a um médico para
interná-los. Mas eu não hospitalizo casais em crise, o que faço é
oferecer uma direção segura, garantindo que Deus tem a solução
para tudo. Não é tarde. Ele está aqui e eu também.
Nos minutos que se seguiram, ajudei-os a começar a aliviar
a dor. Houve lágrimas, explosões de ira e momentos em que
estiveram a ponto de se retirar. Mas eles não saíram. Permaneceram
e começaram a encarar a tempestade de frente. Então, quando
percebi que estavam prontos para ouvir algumas duras verdades,
comecei tanto a pressioná-los quanto a lhes dar uma ideia do que
precisavam para restaurar o casamento.
– Preciso perguntar algumas coisas para me situar – eu disse –
Susan, gostaria de saber como o seu relacionamento com esse
outro homem chegou a esse extremo? Mesmo sendo doloroso,
Phil precisa ouvir e eu também para poder ajudá-los. Sei que não
começou com um relacionamento sexual.

E foram felizes para sempre....indd 3 31/01/2014 12:42:35


E foram felizes para sempre...

– Não mesmo. Começou com atenção – Susan respondeu –


A princípio, parecia inocente; depois, divertido. Atencioso.
Ficamos amigos quando trabalhamos juntos em um projeto volun­
tário. Eu nunca teria planejado isso, Phil, eu juro; amo você e as
crianças. Eu estava tão confusa... Foi como se tivesse entrado de
forma inocente e, depois, tivesse ficado presa à situação. Estava tão
só. Você viajando e tão absorvido em seu trabalho. Eu estava ten­
tando dar conta das crianças, da casa, das contas. Aquele projeto
era meu único tempo fora e acho que baixei a minha guarda.
Começou com pequenas coisas. Eu sabia que era errado, mas era
muito bom. Como pode algo tão bom me fazer sentir tão suja e
envergonhada agora? Não acredito que isso esteja acontecendo.
Phil argumentou:
– Susan, como você pôde mentir e mentir para mim? Naquela
época em que eu pensei que você estava na casa da sua irmã você
estava com ele, não estava? E quando você deixava as crianças
com alguma babá... Eu pensava que você estava fazendo trabalho
voluntário. Que vergonha! Minha vida toda é uma piada. Nada é
o que parece ser. Sei que não estava prestando atenção a todas as
suas necessidades, mas eu tinha de dar conta de muito trabalho.
Daí, avancei um pouco mais. Pedi que eles prestassem atenção
em mim, porque eu não amenizaria a realidade do casamento
deles, que estava uma bagunça. Disse que estavam encrencados e
que tudo o que fazia sentido quando acordaram pela manhã vagava
no ar naquele momento. Falei a Susan que suas mentiras estavam
às claras e a Phil que ele tinha sido atingido por um trem de carga
que ele nem sabia que estava vindo.
– Susan, você baixou sua guarda. Em vez de proteger o seu
coração e ser cautelosa, você aceitou o que parecia bom no
momento. Esse homem satisfez necessidades suas ouvindo, dando
respostas e passando tempo com você. Fez o serviço completo.

E foram felizes para sempre....indd 4 31/01/2014 12:42:35


A carta que mudou um casamento

Acredito em você quando diz que não procurou isso. Dificilmente


as pessoas o fazem. Mas aconteceu. E, Susan, tudo o que você
estava dando a esse outro homem, é justamente aquilo que
Phil precisa receber de você. Ele precisa do seu amor, da sua
afirmação, da sua crença nele. Ele precisa do seu companheirismo
e do seu tempo; precisa que você seja somente dele, sexual e
emocionalmente. Ele precisa de você para animá-lo e equipá-lo
para as batalhas da vida.
Em seguida, disse para Phil:
– Você não está fora disso. Você não estava prestando atenção
às necessidades da sua esposa, estava? Sei como é ter uma agenda
cheia.Você tem muitos compromissos no trabalho. Além disso, os
homens gostam de estar onde são bem-sucedidos, onde sabem que
são úteis, o que geralmente acontece no trabalho. Mas o tempo
e a atenção que você dedica ao seu trabalho vêm de algum lugar,
vêm de Susan e das crianças. Você também baixou a guarda, Phil.
Toda a energia e o compromisso necessários para alimentar o seu
relacionamento conjugal estavam indo para alguém ou alguma
coisa, menos para a sua esposa. Iam para a casa, o trabalho, as
atividades na igreja, até para o jardim. Susan precisa do seu amor,
do seu coração, do seu tempo. Ela precisa que você seja aquele
que a incentiva, alegra e orienta espiritualmente. Ela precisa que
você seja a sua alma gêmea, o seu melhor amigo.
Parei um instante para olhá-los diretamente.
– Acreditem em mim, não se pode construir um casamento
sem que o casal se derrame um no outro. Isso é compromisso.
Isso é aliança conjugal. O verdadeiro triângulo amoroso deve ser
Deus, marido e mulher. Vocês perderam o primeiro amor entre
vocês. Ambos precisavam ter suas necessidades supridas, mas
foram buscar em lugares errados.

E foram felizes para sempre....indd 5 31/01/2014 12:42:35


E foram felizes para sempre...

Expliquei que precisariam estar dispostos a atravessar o olho


do furacão sabendo que Deus andaria com eles se permitissem e
que aquela seria a batalha da vida deles.
Vendo aquele casal destruído e ferido sentado na minha sala,
fiz a grande pergunta:
– O que você vai fazer, Phil?
– Vou dizer o que vou fazer – ele me respondeu com um olhar
determinado – Vou reconquistar minha esposa.
E se voltou para Susan:
– Eu amo você – disse – Eu quero você. Mesmo que custe
tudo o que tenho, vou ganhar você de volta.
Ela levantou a cabeça devagar e se voltou para Phil.
– Estou ferido e com raiva, – ele continuou, – mas eu quero
você, Susan. Quero os nossos filhos. Quero curar a nossa família.
Então, Susan jogou os braços ao redor do marido e se agarrou
a ele como se a sua vida dependesse daquilo.
– Depois do que fiz, você ainda me quer?
Sua voz estava sufocada pelas lágrimas.
– Quero sim. Você me magoou e eu sei que magoei você
ao longo do caminho também. Não prestei atenção às suas
necessidades. Sei que meu trabalho me absorve e tenho me
afastado, mas eu amo você. Por favor... vamos fazer dar certo.

E VOCÊ?
Como você se sentiu com essa história? Está pensando que
isso nunca aconteceria em seu casamento? Antes de tirar
conclusões, perceba que Phil e Susan diriam o mesmo há um ou
dois anos. Em meio a suas atribuições no trabalho, na família e
na igreja, eles nem imaginavam que, de maneira inconsciente,
estavam deixando de suprir as necessidades um do outro.

E foram felizes para sempre....indd 6 31/01/2014 12:42:35


A carta que mudou um casamento

Eles não viram a decadência do relacionamento. Não tinham


noção das deficiências e lacunas que os deixaram vulneráveis
e desprotegidos. Não quero ser alarmista dizendo que o que
aconteceu com eles poderia acontecer com você. Sua questão
poderá não ser sexual, mas emocional, profissional ou de outra
natureza. Não tenho como ignorar uma realidade que já presenciei
muitas vezes, mas também sei que não é obrigatório que coisas
assim aconteçam. Você pode resguardar o seu casamento, e o
restante deste livro irá ajudá-lo nisso.
É possível, ainda, que a história de Phil e Susan seja como a sua.
“Nosso relacionamento está decadente. Não vejo como podemos
ter um bom casamento. Quase não existe mais diálogo entre nós
nem vida sexual. Brigamos como nunca. Na verdade, nem sei se
meu cônjuge me deseja”.
Se o seu desestímulo chegou a este ponto, anime-se. Pode ser
tarde, mas não tarde demais. Deus pode restaurar o relacio­
namento mais prejudicado, e nós acreditamos que podemos usar
as histórias, dicas e os princípios deste livro como ferramentas
para fortalecer e curar o seu casamento.

POR QUE É IMPORTANTE SUPRIR AS


NECESSIDADES AMOROSAS DO SEU CÔNJUGE?
Por várias razões, satisfazer as necessidades do outro é uma das
suas principais responsabilidades no casamento.
Suprir as necessidades do seu cônjuge é um modo de
manter os seus votos. Quando se casou, você prometeu amar
o seu marido, respeitar a sua esposa, enfrentar alegrias e tristezas
lado a lado como se vocês fossem um. Os votos são cumpridos
quando satisfazemos as necessidades conjugais do outro. Como
lembrei a Phil e Susan, essa é a aliança do casamento. A impor­
tância dos votos não é reconhecida, respeitada ou apoiada pela

E foram felizes para sempre....indd 7 31/01/2014 12:42:35


E foram felizes para sempre...

nossa cultura. Mas Deus o faz, bem como o fazem os casais que
escolhem viver um casamento bíblico.
Suprir as necessidades do seu cônjuge é cumprir o
chamado de Deus em sua vida. No NovoTestamento, algumas
das palavras mais fortes sobre casamento convocam maridos e
esposas para um tipo de amor sacrificial que os leva a querer dar a
própria vida pelo outro. Ao suprir as necessidades do seu cônjuge,
você se torna o “amor de Deus em ação”, uma expressão que Barb
e eu usamos para descrever o privilégio de refletirmos um para
o outro o amor de Cristo.
Suprir as necessidades do seu cônjuge resulta em
um casamento maravilhoso. Você quer ter um excelente
casamento? Quer um relacionamento íntimo e saudável? Quando
se suprem as necessidades do cônjuge, constrói-se a fundação
para a excelência da vida a dois. Priorizar a busca de meios para
satisfazer as carências do outro é a motivação no cumprimento
do chamado de Deus. Sempre que isso é feito de coração pelo
casal, cada um amando e priorizando satisfazer as necessidades
legítimas do outro, o relacionamento é duplamente fortalecido.
Não se trata mais de uma participação pela metade, mas de um
comprometimento integral. Porém, é bom ter atenção porque
quando as nossas necessidades emocionais não são preenchidas e
escolhemos ficar com o padrão mundano de um desempenho pela
metade, o resultado é ruim.
Negligenciar as necessidades do seu cônjuge pode
custar o seu casamento. Talvez, a possibilidade de perder o
cônjuge carente para outra mulher ou outro homem seja o motivo
mais relevante para satisfazer as necessidades dele. Isso serve para
qualquer outro “envolvimento” que seu cônjuge acredite poder
suprir as próprias necessidades afetivas. Assim como você não
pode nem pensar em deixar seu cônjuge sem comida ou água,

E foram felizes para sempre....indd 8 31/01/2014 12:42:35


A carta que mudou um casamento

pois são elementos essenciais à vida dele, também as suas neces­


sidades emocionais, físicas, relacionais e espirituais são tão vitais
que, se não forem supridas, seu casamento acabará morrendo.
Simples assim. Quando se atende às necessidades do outro, o
casamento fica protegido contra tentações.
Como eu e Barb entendemos como é importante suprir as
necessidades um do outro, esse é o nosso maior compromisso
conjugal e familiar – e deve ser o seu também. Nos dez primeiros
anos da minha vida adulta, trabalhei com homens e mulheres
detentos, cujas vidas tinham sido marcadas por relacionamentos
desfeitos e famílias devastadas. Durante os últimos 16 anos,
somando mais de 25 mil horas no consultório, atendi muitos
casais buscando restaurar os seus relacionamentos partidos.
Computando tudo, nos últimos 26 anos, vivi “nas profundezas”
com pessoas feridas, ouvindo a dor de seus corações. Hoje,
Barb e eu viajamos pelos EUA falando aos casais sobre como
manter seus casamentos fortes e arraigados na verdade bíblica.
A pergunta que nos fazem é praticamente a mesma: como ter
um casamento maravilhoso?
A maioria de vocês deve concordar que a sociedade não tem
resposta para essa questão. E o casamento não se torna excelente
apenas pelo fato de sermos cristãos.
Segundo Polister Georg Barna,* a taxa de casamentos cristãos
que estão acabando em divórcio está até mais alta do que a de
casamentos não cristãos (27% vs. 23%). Essas estatísticas mostram
que apenas ir à igreja não constrói um casamento saudável e
bíblico. Mais do que ouvintes da Palavra, devemos ser praticantes
da Palavra. Foi isso que Tiago quis dizer quando afirmou no Novo
Testamento: E sede cumpridores da palavra e não somente ouvintes,
enganando-vos a vós mesmos (Tg 1.22 – ARA).

E foram felizes para sempre....indd 9 31/01/2014 12:42:35


E foram felizes para sempre...

É preciso conhecer o coração e as necessidades do seu


cônjuge e, então, de modo sacrificial, sair do próprio egocen­
trismo e aprender – de fato aprender – como suprir tais
carências. É preciso edificar a vida em uma fundação que
resistirá ao teste das tempestades, uma fundação sobre a rocha
que não cederá a pressões. Foi nessa rocha que Phil e Susan se
agarraram desesperadamente.
No fim do Sermão do Monte, Jesus disse: Todo aquele, pois,
que escuta estas minhas palavras e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem
prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha. E desceu a chuva, e correram
rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque
estava edificada sobre a rocha. E aquele que ouve estas minhas palavras
e as não cumpre, compará-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua
casa sobre a areia. E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e
combateram aquela casa, e caiu, e foi grande a sua queda (Mt 7.24-27).
Fundações arenosas não são boas nem para casas nem para
relacionamentos. Casamentos construídos sobre a Rocha, que é
Jesus Cristo, começam e terminam fortes.

QUAL A NECESSIDADE DO SEU CÔNJUGE?


A natureza humana é estranha. Alguma coisa em nós pressupõe
que, se tratarmos o nosso cônjuge da maneira que gostaríamos de
ser tratados, estaremos dando o que ele precisa. Mas quando se
trata de necessidades, a regra áurea nem sempre se aplica. Por quê?
Porque maridos e mulheres têm demandas diferentes na maioria
dos casos. Isso é mais evidente na área sexual, por exemplo, mas
pode valer para outras áreas também.
Se eu perguntasse se você está suprindo o seu cônjuge, você
responderia que sim. Na verdade, o que a maioria de nós faz é
supor que o outro quer a mesma coisa que nós, e agimos como
se assim fosse. Na maior parte do tempo, não conhecemos as

10

E foram felizes para sempre....indd 10 31/01/2014 12:42:35


A carta que mudou um casamento

necessidades do nosso cônjuge. E, se não as conhecemos, não


podemos supri-las de fato.
Barb e eu pesquisamos mais de 700 casais para entendermos
as reais necessidades de amor de maridos e esposas. Nós lhes
apresentamos uma lista com 20 necessidades e pedimos que
as organizassem, em ordem de importância, de acordo com o
que precisavam do cônjuge e com o que achavam que o cônjuge
precisava deles.
Os resultados completos da pesquisa estão no apêndice, mas
seguem as cinco principais respostas:
As cinco maiores As cinco maiores
necessidades dos maridos necessidades das esposas
1. Amor incondicional 1. Amor incondicional
  e aceitação   e aceitação
2. Intimidade sexual 2. Intimidade emocional
3. Amizade   e comunicação
4. Encorajamento e afirmação 3. Intimidade espiritual
5. Conexão espiritual 4. Encorajamento e afirmação
5. Amizade

O que essas necessidades amorosas dizem sobre você? Alguma


delas foi surpreendente? A ordem de prioridades foi uma novidade?
Barb e eu temos um bom casamento. Na verdade, temos um
casa­mento muito bom. Às vezes, ficamos convencidos de que
temos o melhor casamento do mundo. Nós nos olhamos nos olhos
e declaramos que “não poderia ficar melhor”. Em outras ocasiões,
sabemos que poderíamos ter feito mais e, munidos com o nosso amor
mútuo e as ferramentas de informação necessárias, conti­­­­nuamos
trabalhando para ter o melhor casamento possível. Queremos um
casamento excelente e desejamos isso para você também.

11

E foram felizes para sempre....indd 11 31/01/2014 12:42:35


E foram felizes para sempre...

Adoro observar e conversar com casais que tenham 50 anos


ou mais de casados. Uma vez por mês, tentamos levar um
casal em bodas de ouro ao nosso programa de rádio. Quando
conseguimos, “bebemos” sua sabedoria. Sempre lhes pergunto:
O que vocês têm a dizer para aqueles que ainda não chegaram tão
longe na jornada? O que funciona? Como vocês conseguiram?”.
As respostas quase sempre incluem as principais necessidades
citadas pelos casais pesquisados.
“Gary e Barb, todos os dias nós reservamos tempo para
conversar e aprender o que o outro vivenciou naquele dia”.
“Nós amamos ficar juntos. Amamos ser melhores amigos”.
“É um pouco constrangedor falar no rádio, mas Barney me
disse há alguns anos que, quando eu o satisfaço sexualmente, ele
se sente valorizado. Quando eu o ouço e o encorajo, ele se sente
respeitado. Quando ele ora comigo, eu me sinto muito segura.
Quando estamos juntos, ele se sente um milionário!”.
“Mildred me ensinou, há muito tempo, que a minha voz de
confiança nela é a única voz, depois da de Deus, que ela realmente
precisa ouvir. Então, aprendi a falar. Somos casados há 54 anos,
e eu acho que esse casamento vai dar certo, não acham, Gary e
Barb?”. A piscadela de olhos dele quase nos derrubou da cadeira!
Amor incondicional. Encorajamento. Companheirismo.
Intimidade sexual e espiritual. Soa familiar? Olhe de novo as
cinco maiores necessidades de homens e mulheres. Estão todas
lá. Nem todos os casados há mais de 50 anos têm relacionamentos
maravilhosos, mas muitos de nossos pais e avós conseguiram isso
e querem passar sua experiência adiante.
Nos próximos dez capítulos, vamos explorar cada uma das
necessidades listadas anteriormente. Falarei às esposas sobre as
principais necessidades dos maridos porque acho que posso dar
a elas algumas dicas especiais sobre como os homens sentem

12

E foram felizes para sempre....indd 12 31/01/2014 12:42:35


A carta que mudou um casamento

e pensam. Barb falará aos maridos sobre as maiores necessidades


das esposas porque ela tem conhecimento de como as mulheres
pensam e sentem. Depois, nos dois capítulos finais do livro,
trocaremos de posição: falarei aos maridos, e Barb, às esposas. Ao
conciliar nossas vozes, esperamos oferecer a melhor oportunidade
possível para que você entenda as necessidades do seu cônjuge e
aprenda como supri-las.
É possível tanto ler todos os capítulos quanto optar em ler
somente os que se aplicam especificamente ao seu caso. Contudo,
recomendo a leitura de todos eles porque, sendo você o marido,
pode pensar que não fiz uma boa descrição das suas necessidades
para a sua esposa. Se for este o caso, então você poderá esclarecer
o que eu disse à sua esposa para que o entenda. No caso de ser
a esposa, se sentir que Barb não descreveu adequadamente as
suas necessidades para o seu marido, você poderá incrementar o
que ela disse para que o seu marido tenha uma ideia melhor das
suas necessidades. Desse jeito, o livro será uma base para as suas
próprias ações e argumentações.
Incentivamos também o estudo deste livro com outros casais
na sua casa ou escola dominical. Em vez de propor questões para
estudos em grupo no fim de cada capítulo, optamos por fazer
perguntas ao longo dos capítulos. Use-as como base para os
debates acerca das diferentes necessidades de maridos e esposas.
Depois, estimule cada um a suprir as diferentes necessidades
amorosas de seus cônjuges.
Nosso objetivo com este livro vai além de ajudar casais a
entender suas carências amorosas e a aprender como supri-las.
Queremos que compreendam por que é importante satisfazer
essas demandas. Esperamos que as histórias e os princípios que
dividiremos neste livro inspirem e motivem o compromisso
vitalício de amar o seu cônjuge de uma maneira que vocês nunca

13

E foram felizes para sempre....indd 13 31/01/2014 12:42:35


E foram felizes para sempre...

pensaram ser possível. Mas, acima de tudo, esperamos que você


entenda que suprir as carências do outro é “encarnar” o amor de
Deus. O casamento é um relacionamento a três: Deus, um homem
e uma mulher. O mundo não entende isso, não é? E, infelizmente,
muitos casais cristãos também não entendem bem esta verdade
profunda. Porém, quando o casal começa de fato a entender o
significado de um casamento a três, o relacionamento começa a
se fortalecer.
Deus tem usado a intimidade do relacionamento conjugal como
uma metáfora para descrever o Seu amor por nós. Como marido
ou esposa, você pode demonstrar como é o amor do Senhor pelo
seu cônjuge.Você pode ser a voz e os braços amorosos e cuidadosos
de Deus. Que privilégio!

O FINAL DA HISTÓRIA
Talvez, você esteja perguntando-se o que aconteceu a Phil e
Susan. Após a primeira ida ao meu consultório, eles continuaram
a terapia por alguns meses, buscando as causas da degradação do
seu relacionamento. Naquele momento, eles tinham uma longa
estrada a percorrer. No entanto, devido a uma transferência de
Phil a trabalho, eles mudaram para outro estado, e passei algum
tempo sem vê-los.
Há alguns anos, Phil e Susan me telefonaram. Eles souberam
que eu faria uma conferência na cidade em que moravam e
perguntaram se eu poderia passar uma noite em sua casa. Ansioso
para vê-los, concordei.
Na primeira noite da conferência, quando estacionei na
calçada, olhei sua linda casa e me perguntei se a vida das pessoas
que moravam lá dentro estaria com uma aparência tão bela
assim. Quando toquei a campainha, uma garotinha usando o seu

14

E foram felizes para sempre....indd 14 31/01/2014 12:42:35


A carta que mudou um casamento

melhor vestido abriu a porta. A loirinha de cabelos cacheados


me olhou e disse:
– O senhor é o Dr. Gary?
– Sim, querida. Qual o seu nome?
– Annie. O senhor vai ficar no meu quarto esta noite.
Dizendo isso a pequena Annie, que era um bebê quando atendi
seus pais quatro anos antes, me recebeu. E na escada estavam Phil
e Susan de mãos dadas com o resto da família.
Que visão! Bastou vê-los para as lágrimas rolarem. Eram
lágrimas de gratidão a um Deus que nos dá uma segunda
chance. Lágrimas de agradecimento por Phil ter tido a humil­
dade de perdoar a sua esposa e reconstruir a sua família. Lágrimas
de alegria porque, quando Susan e Phil aprenderam a compreender
e suprir suas necessidades mútuas, iniciaram a construção de um
casamento que não está apenas sobrevivendo, mas está radiante.
É essa alegria e unidade que Barb e eu desejamos para
todo casamento.

CAMINHE EM DIREÇÃO ÀS NECESSIDADES DO


SEU CÔNJUGE
Por onde começar, então? Bem, antes de qualquer coisa:
1. Qual o seu nível de comprometimento em atender às
necessidades do seu cônjuge?
2. Nos próximos dois dias, reserve algum tempo para
conversar com o seu cônjuge sobre as necessidades dele (dela).
Um dos meios de começar essa conversa é fazendo uma lista do
que você acha serem as cinco maiores necessidades amorosas
do seu cônjuge.
3. Ao mesmo tempo, faça a lista das suas cinco maiores
necessidades (se não tiver certeza de que as suas necessidades

15

E foram felizes para sempre....indd 15 31/01/2014 12:42:35


E foram felizes para sempre...

sejam as que listamos neste capítulo e quiser ter mais ideias,


consulte a lista das 20 necessidades usadas na nossa pesquisa
no Apêndice).
4. Depois, sente-se com o seu cônjuge e diga: “Quero saber
quais são as suas necessidades amorosas para que eu possa supri-las
mais completamente. Fiz uma lista do que acho que sejam as suas
cinco maiores carências e quero discuti-las com você. Contudo,
o mais importante para mim é saber que necessidades suas você
acha serem as mais importantes e carentes da minha atenção”.
Depois, falem sobre elas. Se o seu cônjuge perguntar a respeito
das suas carências, você terá a sua lista em mãos.

__________
* Nota do tradutor – Fundador e diretor do Barna Research Group [Grupo de Pesquisa
Barna], empresa americana dedicada a pesquisas.

16

E foram felizes para sempre....indd 16 31/01/2014 12:42:35