Você está na página 1de 2

Questões de Anatomia II – GQ2

1. Cite as camadas da parede abdominal, seccionada por uma incisão vertical ao longo da
linha Alba.
2. Cite os pontos de reparo que se possuem para dividir a parede abdominal em quatro
regiões.
3. Cite os pontos de referência para medição da abertura superior da pelve.
4. Cite o ponto de reparo que o cirurgião possui para localizar e dissecar o ducto colédoco.
5. Cite a importância clínica da relação entre o apêndice com a tuba uterina.
6. Que estruturas importantes relacionadas com a parede anterior da vagina podem ser
examinadas no exame de Toque Vaginal?
7. Que perigo corre uma paciente durante uma curetagem uterina, cuja posição do útero
encontra-se em ante flexão?
8. Qual risco que corre uma paciente durante a realização de uma episiotomia mediana?
9. Qual sinal que o obstetra percebe durante o toque vaginal que induz o diagnóstico de
gravidez precoce?
10.Do ponto de vista obstétrico, qual das partes dos músculos levantadores do ânus é
mais importante?
11.Sucintamente, dê as diferenças e explique a hérnia de hiato por deslizamento
paraesofágica.
12.Quais estruturas anatômicas podem ser comprometidas por um tumor na cabeça do
pâncreas?
13.Exames físicos e clínicos de um paciente revelaram sinais e sintomas que o mesmo
padecia íleo paralítico. Cite esses sinais e sintomas.
14.Dê a importância clínica do ponto “espinoumbilical” e/ou Ponto de McBurney?
15.Dê a importância clínica dos recessos subfrênicos.
16.Dê a importância clínica da segmentação hepática.
17.Cite as veias tributárias da Veia Porta e sua importância funcional.
18.Cite os músculos que constituem o grupo levantador do ânus. Cite aqueles que podem
ser dilacerados durante o parto.
19.Cite em ordem crânio-caudal, os estreitamentos do ureter.
20.Qual é teto do abdome?
21.Quais as hérnias congênitas mais comuns?
22.Que veias devem ser isoladas com cuidado em caso de uma cirurgia de hérnia inguinal
indireta?
23.Qual a diferença de hérnia direta e indireta
24.Que estruturas podem ser palpadas na parede anterior da vagina durante o exame de
toque?
25.Que estruturas podem ser palpadas no toque retal masculino?
26.Qual a importância clínica da íntima relação entre o apêndice vermiforme e a tuba
uterina.
27.Por que é possível confundir diagnóstico de apendicite e gravidez uterina?
28.Que estrutura pode ser lesada numa esterectomia (retirada do útero)?
29.Como se dá a formação dos ductos biliares extra-hepáticos?
30.Por que o omento maior não fica sem suprimento sanguíneo caso haja lesão da artéria
gastromental esquerda?
31.Que estruturas se encontram na bainha do músculo reto do abdome?
32.Quais os sintomas de uma esofagite?
33.Que estruturas podem ser lesadas com um tumor na cabeça do pâncreas?
34.Descreva o abdome em tábua.
35.O que pode ser feito para reduzir as dores do parto?
36.Quais os pontos de reparo para medir a parte ântero-posterior da pelve?
37.Qual o ponto de referencia para um cirurgião isolar as seguintes estruturas: A. hepática
e ducto colédoco?
38.Em caso de uma esplenectomia, que cuidados devem-se ter?
39.Dê a área dos ureteres onde os cálculos podem se alojar.
40.Quais as estruturas que se encontram na borda livre do omento menor?
41.Em fraturas da pelve, que porção da uretra pode ser lesada?
42.Qual a importância clínica da intima relação entre o duodeno e a válvula biliar?
43.Qual a íntima relação dos ovários e tubas uterinas com o apêndice?
44.Quais os pontos de reparo para medir a abertura superior da pelve?
45.Quais os pontos de reparo para dividir o abdome em regiões?
46.Em uma cirurgia de hérnia, quais as estruturas que podem ser lesadas, próximas as
vasos epigástricos inferiores?
47.Numa incisão mediana que são rompidas até chegar à cavidade abdominal?
48.Descreva o caminho dos espermatozóides.
49.Qual a porção da próstata que pode ser palpado num toque retal?
50.Quais os riscos de uma episiotomia?
51.Quais os músculos do diafragma pélvico?
52.Descreva o plano sagital.
53.Qual o principal músculo vertical da parede abdominal anterior?
54.Como é formada a bainha do músculo reto do abdome?
55.Qual o tipo de incisão que não secciona os principais vasos sanguíneos?
56.O que é uma hérnia incisional?
57.Qual o principal constituinte do canal inguinal?
58.Qual o conteúdo do funículo espermático?
59.Quais os limites do períneo? Como ele é dividido?
60.Defina hérnia inguinal direta e indireta.
61.Qual a função da borda do omento menor?
62.Como podemos controlar a hemorragia após uma colecistéctomia?
63.Qual o suprimento arterial do esôfago?
64.Qual o suprimento arterial do estômago?
65.Como é dada a formação da ampola hepato-pancreática?
66.Por que a obstrução de um dos ramos da A. esplênica resulta na morte do tecido
esplênico?
67.Como se dá a formação da Veia porta? Qual a sua função?
68.Qual doença pode ser responsável pela obstrução do ducto colédoco e/ou da ampola
hepato-pancreática e o que ela pode causar?
69.Qual a forma de reduzir a pressão porta?
70.Quais as veias envolvidas nas hemorróidas, cabeça de medusa e varizes esofágicas?
71.Qual a melhor pelve para se ter um parto normal?
72.Qual a principal parte do músculo levantador do ânus?
73.Quais os músculos supridos pelo nervo obturatório?
74.Por que o ureter corre o risco de ser indevidamente seccionado durante uma
esterectomia?
75.Um istmo amolecido é um sinal de que? (prova prática)
76.Qual o conteúdo do espaço profundo em homem e mulher?
77.No homem, qual a uretra mais vulnerável à penetração do cateter ou uma ruptura
durante um acidente?
78.Quais as camadas do abdome?
79.Descreva todos os estreitamentos do ureter.
80.O que pode acontecer com a mulher em caso de curetagem uterina mal feita?
81.Cite a estrutura intimamente ligada a A. Epigástrica inferior, observada em cirurgias.
82.Descreva os sintomas da apendicite.