Você está na página 1de 4

.

Cronologia de Santa Teresa de Lisieux (1873-1897)

Data Idade Acontecimento Descrição da Vida Espiritual

* 1873
- 2 de janeiro 0-1 - Teresa nasce em Alençon. - Início da vida espiritual.
* 1876 - Primeiros anos na família: - Devoções e início no caminho das
Teresa é a alegria do lar. virtudes:
- Mostra fidelidade nas orações
cotidianas;
3 - Sente grande atração pela Eucaristia;
- É incentivada a fazer pequenas
práticas para acumular méritos para a
sua coroa;
- Esforça-se por corrigir suas faltas;
- começa a pensar seriamente;
- Tem impressões profundas diante da
natureza.
* 1877
- 28 de agosto - Morte da mãe. - mudança profunda na psicologia de
- Escolhe Paulina como sua “Segunda Teresa que afeta à sua vida espiritual:
mãe. levando-a a fechar-se sobre si mesma e
sobre o seu ambiente familiar. – Ela que
4 era alegre e expansiva, se torna tímida e
sensível.

- 15 de novembro - A família se transfere para Lisieux. - Nos Buissonnets, num ambiente


protetor e afetuoso ela recebe uma boa
formação de sua irmã Paulina .
*1878
- junho 5 - Na procissão de “Corpus Christi” - Se intensifica o seu amor à Eucaristia.
gosta de jogar pétalas de rosas na
direção do ostensório.
*1879-1880 - Visão profética da doença do pai. - Mais tarde entenderá esse episódio
como uma graça de Nosso Senhor, que
6-7 queria prepará-la para o grande martírio
da doença de seu pai.
* 1880-1881 - Teresa gosta de passar muitas horas - Teresa reza sem o saber.
7-8 atrás das cortinas de sua cama:
pensando em Deus.
* 1881 - Entra na abadia das beneditinas para - Sofre uma grande decepção com as
8 estudar. Faz progresso nos estudos. amizades humanas.
- Aprende a rezar.
* 1882
- 2 de outubro - Paulina entra no Carmelo de Lisieux. - Teresa sofre com a perda de sua
“Segunda mãe”.
9 - Despertar da vocação de Teresa.

- Fim do ano - Teresa é acometida de fortes dores de


cabeça, quase que contínuas.
* 1883
- 25 de março - Teresa é acometida de uma estranha - Teresa tem uma crise de desequilíbrio
doença. afetivo, que ela mais tarde, atribuirá ao
10 demônio.

- 13 de maio - É curada milagrosamente pelo sorriso - Teresa assume Nossa Senhora como
da Virgem. mãe.
* 1884
- 8 de maio - Primeira comunhão. - Tem uma profunda experiência de
Deus.
11 - Sente uma grande fome de Eucaristia,
tem o desejo de unir-se o mais
freqüentemente possível a Jesus
Eucarístico.

- 14 de junho - Diz que recebeu nesse dia a força para


- Crisma.
sofrer por amor de Jesus.
* 1885
- 17-20 de maio - Retiro para a “Segunda comunhão - Início da crise de escrúpulos. Em suas
solene” com o padre Domin. anotações Teresa diz que o padre
insistiu muito sobre o castigo de Deus,
12 descrevendo-o com imagens
aterrorizantes.

- Outubro - Retorna à abadia, sem Celina, que - Esse retorno é marcado por grandes
terminara os estudos. sofrimentos, lágrimas, dores de cabeça.
* 1886
- Outubro - Leônia entra nas Clarissas de Alençon - Confidências espirituais com Celina
e Maria entra no Carmelo de Lisieux.
13 Solidão nos Buissonnets.

- 25 de dezembro - Conversão de Teresa. - É libertada por Jesus das imperfeições


e defeitos da infância.
* 1887
- 29 de maio - Pede ao pai para entrar no Carmelo
com 15 anos.

- julho - Encontro com Jesus Crucificado - Experiência de zelo apostólico: se


“coloca aos pés da cruz” para acolher a
Redenção.

- 31 de agosto - Execução de Pranzini. - Descobre a força da oração.


14 - Intercessão por Pranzini. - Início de sua maternidade espiritual.

- 31 de outubro - Viagem do Sr. Martin e Teresa a - Luta pela realização da vocação.


Bayeux para pedir ao bispo a permissão
para Teresa entrar no Carmelo com 15
anos.

- 4 de novembro - Viagem a Roma. - Descobre a necessidade de rezar pelos


- Teresa conhece o mundo. sacerdotes.

- Pede ao papa Leão XIII para entrar no


- 20 de novembro
Carmelo com 15 anos.
* 1888
- 9 de abril - Entra no Carmelo de Lisieux.

- 23 de junho 15 - O Sr. Martin desaparece de casa, por - Começa uma das grandes purificações
alguns dias. espirituais de sua vida, que foi a doença
de seu pai.
* 1889
- 12 de fevereiro - O pai de Teresa tem uma crise de - Os sofrimentos de Teresa chegam ao
alucinação e é internado em um seu auge, com a prova de seu pai.
hospício na cidade de Caen.
16
- Agosto - Recebe uma graça de união à - Tem uma experiência de vôo no
Santíssima Virgem na ermida de Santa espírito, graça mística de que fala a
Madalena. Santa Madre Teresa.

* 1890
- 8 de setembro - Profissão religiosa. - Amor esponsal por Jesus.
- Acrescenta da “Sagrada Face” ao seu
17 nome religioso.
- Durante o ano lê as obras de São João
da Cruz.
* 1891
- Abril-junho - Reza pelo padre Jacinto Loyson que - Aprofunda o seu ideal de rezar em
tinha abandonado a Ordem e a Igreja prol dos sacerdotes.
Católica.

- 15 de outubro 18 - Retiro com o padre Prou. - Liberta-se dos temores de está


ofendendo a Deus. “Lança-se nas ondas
da confiança e do amor”.

- Dezembro - O Carmelo de Lisieux é acometido - Teresa demonstra o seu caráter de


por uma epidemia de gripe. mulher forte.
* 1892 - O Evangelho se torna o centro de sua - Descobre os sentidos ocultos e
19 vida de oração. misteriosos contidos no Evangelho.
* 1893
- 20 de fevereiro 20 - Paulina é eleita priora, e Teresa é - Teresa começa a “penetrar no
nomeada auxiliar da mestra de noviças. santuário das almas”. Ensina a sua
“pequena via” às noviças.
* 1894
- 29 de julho - Morre o pai de Teresa - Depois do longo tempo de provação,
Teresa passa a viver um período de
maior tranqüilidade.
21
- 14 de setembro - Celina entra no Carmelo de Lisieux. - Teresa recebe da irmã o caderno com
citações bíblicas onde encontrará os
textos bíblicos sobre a “pequena via”.

- Final de dezembro - Começa a escrever o Manuscrito A. - Teresa relê a sua vida, e nela descobre
Deus como Pai misericordioso, que a
conduz a cada instante.
* 1895 - É um dos anos mais felizes de Teresa
no Carmelo: tem as iluminações sobre
Deus como Amor Misericordioso.

- 9 de junho 22 - Oferece-se ao Amor misericordioso. - Nesse período vive toda inflamada do


amor de Deus.

- 17 de outubro Maurício Bellière é confiado a Teresa - Teresa torna-se mãe espiritual e


como irmão espiritual. missionária.
* 1896
- 20 de janeiro - Teresa conclui o Manuscrito A e o
entrega a Madre Inês.

- Abril - Doença e início da prova de fé - Descobre o mundo dos incrédulos


23
- 30 de maio - Padre Roulland é confiado a Teresa - Teresa conhece o mundo das missões:
como irmão espiritual. com suas lutas e necessidades. Torna-se
“missionária pela oração e o sacrifício”.

- Tem iluminações sobre a sua missão


- 7-18 de setembro - Durante o seu retiro pessoal na Igreja.
Teresa escreve o Manuscrito B
* 1897
- Março - Faz uma novena a São Francisco - Anuncia a sua missão póstuma.
Xavier para continuar trabalhando pela
salvação das almas desde o céu.

- 2 de junho - Começa a escrever o Manuscrito C. - Descobre o mistério da caridade


fraterna: “amar como Jesus amou”.
24
- 8 de julho - É transferida para a enfermaria do
Carmelo.

- 30 de setembro - Morte de Teresa. - Teresa entra na vida, cantando aquilo


que foi toda a sua vida: “ó meu Deus,
eu vos amo...”