Você está na página 1de 7

CURSO PREPARATÓRIO – SIMULADO 3

Coordenador Pedagógico PMSP 2019

1. (IDHTEC/2016) Ao tratar do conceito de currículo escolar, as Diretrizes Curriculares Nacionais para a


Educação Básica, entendem este como:
a) Conjunto de conteúdos e objetivos escolares que devem ser transmitidos aos estudantes.
b) Conjunto de valores e práticas que proporcionam a produção e a socialização de significados no espaço
social, contribuindo para a construção de identidades sociais e culturais.
c) Todo conhecimento produzido nos diversos espaços de convivência social e que devem ser assimilados
por todos os estudantes para a inclusão destes na sociedade.
d) Experiências pedagógicas historicamente bem sucedidas que devem ser incorporadas ao planejamento
docente como um guia pedagógico.
e) Conteúdos historicamente acumulados pela sociedade que não podem ser flexibilizados, daí porque a
necessidade de um currículo rígido.

2. (CS-UFG/2016) As Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Básica visam estabelecer bases
comuns nacionais para:
a) a educação continuada, a formação docente e a educação ao longo da vida.
b) a educação infantil, o ensino fundamental e o ensino médio.
c) a educação infantil, o ensino fundamental e a educação especial.
d) o ensino fundamental, o ensino médio e o ensino profissionalizante.

3. (COSEAC/2016) Leia o texto abaixo.


O conceito de ___________ abrange o conjunto das atividades educativas nucleares desenvolvidas pela
escola. Significa todas as atividades educativas planejadas e executadas pela escola, visando ao
desenvolvimento, completo e harmonioso, da personalidade integral do educando; é o caminho que a
escola oferece a seus alunos a fim de que sejam alcançados os objetivos da educação. O MEC, visando a
constituir um referencial para as escolas e professores no exercício de suas práticas educativas, elaborou
_______________ e o CNE publicou ______________________ um conjunto articulado de princípios,
critérios e procedimentos que devem ser observados, obrigatoriamente, pelos sistemas e pelas próprias
escolas na organização e no planejamento, na execução e na avaliação de seus cursos e respectivos
projetos pedagógicos. Os termos que completam corretamente o texto acima são, respectivamente:
a) planejamento / as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Básica / as Normas Básicas de
Transferência.
b) planejamento participativo / os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) / as Normas Básicas de
Transferência.
c) currículo escolar / os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) / as Diretrizes Curriculares Nacionais
para a Educação Básica.
d) currículo escolar / as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Básica / as Normas Básicas de
Transferência.
e) núcleo de desenvolvimento / os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) / as Diretrizes Curriculares
Nacionais para a Educação Básica.

4. (CESGRANRIO/2016) As Diretrizes Curriculares Nacionais, tal como o inscrito no documento Diretrizes


Curriculares Nacionais da Educação Básica do Ministério da Educação, são diretrizes que estabelecem a
base nacional comum da Educação, definindo orientações sobre
a) organização, articulação, desenvolvimento e avaliação das propostas pedagógicas de todas as redes de
ensino brasileiras.
b) organização, articulação e avaliação dos programas de expansão da escolarização das redes públicas
de ensino brasileiras.
c) organização, atualização, acompanhamento e a avaliação do desempenho docente de todas as redes
de ensino brasileiras.
d) organização, atualização, reestruturação e a avaliação da rede privada de ensino brasileira.
e) organização, avaliação e acompanhamento do desempenho acadêmico-profissional dos egressos das
redes públicas de ensino.

5. (UFAL/2016) Segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil, as propostas


pedagógicas para os povos indígenas que optarem pela Educação Infantil devem
1
a) dar continuidade à educação tradicional oferecida na família.
b) reafirmar o ensino da língua portuguesa como indispensável.
c) implementar o mesmo calendário nacional orientado pelo MEC.
d) organizar as salas com um sistema único de agrupamento etário.
e) condensar as crenças e valores do grupo em disciplina específica.

6. (UFMA/2016) Segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Básica, Instituídas por
meio da Resolução nº 4, de 13 de julho de 2010, define-se currículo como:
a) Um conjunto de conhecimentos legalmente aprovados que contribuam para a formação profissional dos
estudantes.
b) Um plano de ação cultural para ser adaptado a cada contexto.
c) Um conjunto de políticas públicas a serem desenvolvidas nas escolas de educação básica visando à
melhoria de sua qualidade.
d) Um planejamento a ser elaborado especificamente em cada uma das escolas brasileiras pelo conjunto
de seus docentes e técnicos.
e) O conjunto de valores e práticas que proporcionam a produção e a socialização de significados no
espaço social e que contribuem, intensamente para a construção de identidades sociais e culturais dos
estudantes.

7. (IDHTEC/2016) Quanto à matriz curricular, as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Básica
propõem enquanto critérios de organização:
a) Duração mínima anual de 200 dias letivos, sendo 20 desses dedicados a atividades extraclasse.
b) Destinação de pelo menos 20% do total da carga horária anual aos programas e projetos
interdisciplinares eletivos criados pela escola
c) Obrigatoriedade de 180 dias letivos de aulas, respeitando-se o calendário agrícola.
d) Destinação de pelo menos 30% do total da carga horária anual aos programas e projetos
interdisciplinares eletivos criados pela escola.
e) Organização e programação prioritariamente em forma de eixos e séries.

8. (IDECAN/2016) Com relação às Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental de nove
anos, assinale a afirmativa INCORRETA.
a) A música constitui conteúdo obrigatório e exclusivo do componente curricular arte.
b) Essas diretrizes articulam-se com as Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a educação básica.
c) O direito à educação, entendido como um direito inalienável do ser humano constitui o fundamento
maior destas Diretrizes.
d) A base nacional comum e a parte diversificada do currículo do ensino fundamental constituem um todo
integrado e não podem ser considerados como dois blocos distintos.
E) Todas estão INCORRETAS.

9. (CS-UFG/2016) As escolas deverão estabelecer como norteadores de suas ações pedagógicas: a) os


princípios éticos da autonomia, da responsabilidade, da solidariedade e do respeito ao bem comum; b) os
princípios políticos dos direitos e deveres da cidadania, do exercício da criticidade e do respeito à ordem
democrática; c) os princípios estéticos da sensibilidade, da criatividade e da diversidade de manifestações
artísticas e culturais. Estes três princípios estão previstos:
a) na Constituição da República Federativa do Brasil.
b) na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional n. 9394/1996.
c) nas Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental (1998).
d) nos Parâmetros Curriculares Nacionais.
e) n.d.a.

10. Planejamento Curricular é o "processo de tomada de decisões sobre a dinâmica da ação escolar. É
previsão sistemática e ordenada de toda a vida escolar do aluno". Portanto, essa modalidade de planejar
constitui um instrumento que orienta a ação educativa na escola, pois a preocupação é com a proposta
geral das experiências de aprendizagem que a escola deve oferecer ao estudante, através dos diversos
componentes curriculares. Sobre o tema, é incorreto afirmar que
A) os currículos do ensino fundamental e médio devem ter uma base nacional comum, a ser
complementada, em cada sistema de ensino e estabelecimento escolar, por uma parte diversificada,
exigida pelas características regionais e locais da sociedade, da cultura, da economia e da clientela.

2
B) o ensino da arte, especialmente em suas expressões regionais, constituirá componente curricular
obrigatório da educação básica.
C) nos estabelecimentos de ensino fundamental e de ensino médio, públicos e privados, torna-se
obrigatório o estudo da história e cultura afro-brasileira e indígena.
D) a exibição de filmes de produção nacional constituirá componente curricular complementar integrado à
proposta pedagógica da escola, sendo a sua exibição obrigatória por, no mínimo, 2 (duas) horas mensais.
E) conteúdos relativos aos direitos humanos e à prevenção de todas as formas de violência contra a
criança e o adolescente serão incluídos, como temas transversais, nos currículos escolares, tendo como
diretriz o Estatuto da Criança e do Adolescente, observada a produção e distribuição de material didático
adequado.

11. As Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs) são normas obrigatórias para a Educação Básica que
orientam o planejamento curricular das escolas e dos sistemas de ensino. Elas são discutidas, concebidas
e fixadas pelo Conselho Nacional de Educação (CNE). Mesmo depois que o Brasil elaborou a Base
Nacional Comum Curricular (BNCC), as Diretrizes continuam valendo porque os documentos são
complementares: as Diretrizes dão a estrutura; a Base o detalhamento de conteúdos e competências.
Sobre as Diretrizes Curriculares Nacionais, assinale a alternativa correta.
A) As diretrizes curriculares visam preservar a questão da autonomia da escola e da proposta pedagógica,
porém com algumas ressalvas. Elas desencorajam as instituições a montar seu currículo, pois, dentro das
áreas de conhecimento, os conteúdos a serem trabalhados devem estar conectados à formação das
competências explícitas nas DCNs.
B) As diretrizes curriculares são obrigatórios e devem ser respeitados por todas as escolas, tanto da rede
pública como particular, porém com a homologação da Base Nacional Comum Curricular, elas se tornaram
obsoletas.
C) O processo de definição das diretrizes curriculares contou com a participação de algumas esferas da
sociedade, dentre elas, o Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Educação (Consed). Órgãos
como a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e a Associação Nacional de Pós-
Graduação e Pesquisa em Educação (ANPEd) não participaram desse processo.
D) As Diretrizes Curriculares Nacionais são um conjunto de definições doutrinárias sobre princípios,
fundamentos e procedimentos na Educação Básica que orientam as escolas na organização, articulação,
desenvolvimento e avaliação de suas propostas pedagógicas.
E) Todas estão incorretas.

12. Segundo o que as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil (DCNEI) estabelecem em
suas propostas pedagógicas, a criança é o centro do planejamento curricular. Assim, as práticas
cotidianas devem propiciar que as crianças interajam, brinquem, vivenciem situações diversas de
aprendizagem e construam saberes significativos em relação aos seus interesses, necessidades e
demandas. Nesse sentido, considere as seguintes situações:
1. Numa sala de crianças de 20 meses, duas delas se aproximam de uma pequena estante onde há uma
cestinha com bonecas e paninhos. Uma das crianças pega a cesta e se senta no tapete; a outra emite a
palavra “neneim” e se senta junto, pegando um paninho. Elas se olham e uma observa a outra enquanto
manifestam gestos de ninar a boneca.
2. Em uma turma de crianças de 5 anos, todos os dias a professora escreve no quadro a data e o nome do
CMEI, enquanto as crianças observam atentas. Em seguida, a professora lê o que escreveu para
despertar o interesse das crianças pela linguagem escrita e propõe que elas copiem, em um pequeno
caderno de desenho, e depois desenhem como está o dia, se tem sol, se está nublado ou se chove.
3. Numa tarde ensolarada, uma turma de crianças de 3 anos está no parque. A professora percebe
pequenos grupos de crianças em diferentes brinquedos e que uma delas está próxima ao muro, agachada.
Aproximando-se dela, a professora lhe pergunta o que está acontecendo, ao que ela responde: “Uma
passeata de formigas, elas estão indo salvar a rainha, eu vi no desenho”, então a professora continua "E o
que acontece depois?".
4. Uma turma de crianças de 4 anos está muito envolvida em observar uma lagarta que apareceu no galho
da pequena árvore próxima à janela. A professora então propõe ao grupo fazerem um registro todos os
dias para acompanhar o que acontece. As crianças fazem desenhos e a professora registra com a escrita
o que elas perceberam ao observar a lagarta.
Correspondem a exemplos pertinentes à prática educativa em acordo com as DCNEI:
A) 1 e 2 apenas.
B) 1 e 3 apenas.

3
C) 2 e 4 apenas.
D) 1, 3 e 4 apenas.
E) 1, 2, 3 e 4.

13. Em consonância com as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil, a Base Nacional
Comum Curricular define os direitos e objetivos de aprendizagem das crianças, orientando as instituições
educativas na elaboração do currículo. Acerca dessas orientações, considere as seguintes afirmativas:
1. O primeiro passo à elaboração do currículo da Educação Infantil, que garanta, em sua proposta
pedagógica, o respeito às crianças, promovendo seu desenvolvimento, consiste em estudar a Resolução
CNE/CBE nº 05/09.
2. Para planejar o trabalho no cotidiano, os professores precisam analisar e identificar as conquistas e as
dificuldades percebidas nas práticas com as crianças.
3. De modo a orientar os projetos pedagógicos das unidades de Educação Infantil, a BNCC propõe que
neles as crianças tenham garantidos como direitos mediadores de aprendizagens significativas: Conviver –
Brincar – Explorar – Expressar – Participar – Conhecer-se.
4. O currículo por campos de experiência propõe a organização do trabalho pedagógico na Educação
Infantil com práticas essenciais para cada grupo etário, a fim de contemplar suas necessidades, demandas
e interesses.
Assinale a alternativa correta.
A) Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras.
B) Somente as afirmativas 3 e 4 são verdadeiras.
C) Somente as afirmativas 1, 2 e 3 são verdadeiras.
D) Somente as afirmativas 2, 3 e 4 são verdadeiras.
E) As afirmativas 1, 2, 3 e 4 são verdadeiras.

14.Em consonância com a Resolução CNE/CEB nº 4, de 13 de Julho de 2010 que define Diretrizes
Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Básica, leia e analise o fragmento abaixo completando-o:
A _______________________ é entendida como uma forma de organizar o trabalho didá tico pedagógico
em que temas e eixos temáticos que são integrados à s disciplinas e às áreas ditas convencionais, de
forma a estarem presentes em todas elas.
A ______________________ refere-se à dimensão didá tico-pedagógica e difere da
___________________________, que refere-se à abordagem epistemológica dos objetos de
conhecimento. Ambas complementam-se, rejeitando a concepção de conhecimento que toma a realidade
como algo estável, pronto e acabado.
Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas do fragmento acima:
A) Transversalidade/Transversalidade/Interdisciplinaridade.
B) Multidisciplinaridade/Transversalidade/ Interdisciplinaridade.
C) Multidisciplinaridade/Pluridisciplinaridade/Interdisciplinaridade.
D) Transversalidade/Interdisciplinaridade/ Multidisciplinaridade.
E) Interatividade/Transversalidade/Interdisciplinaridade.

15. Como modalidade destas etapas da Educação Básica, a identidade própria da Educação de Jovens e
Adultos considerará as situações, os perfis dos estudantes, as faixas etárias e se pautará pelos princípios
de equidade, diferença e proporcionalidade na apropriação e contextualização das diretrizes curriculares
nacionais e na proposição de um modelo pedagógico próprio, de modo a assegurar:
I. quanto à equidade, a distribuição específica dos componentes curriculares a fim de propiciar um patamar
igualitário de formação e restabelecer a igualdade de direitos e de oportunidades face ao direito à
educação.
II. quanto à diferença, a identificação e o reconhecimento da alteridade própria e inseparável dos jovens e
dos adultos em seu processo formativo, da valorização do mérito de cada qual e do desenvolvimento de
seus conhecimentos e valores.
III. quanto à proporcionalidade, a disposição e alocação adequadas dos componentes curriculares face às
necessidades próprias da Educação de Jovens e Adultos com espaços e tempos nos quais as práticas
pedagógicas assegurem aos seus estudantes identidade informativa comum a participantes específicos da
escolarização básica.
Está correto o que se afirma apenas em:
A) I.
B) l e II.

4
C) II e III.
D) II.
E) I e III.

16. Leia e analise o fragmento abaixo em consonância com o Parecer CNE/CEB nº 7/2010, aprovado em 7
de abril de 2010 - Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Básica:
“...( ) é espaço coletivo de convívio, onde são privilegiadas trocas, acolhimento e aconchego para garantir
o bem-estar de crianças, adolescentes, jovens e adultos, no relacionamento entre si e com as demais
pessoas. É uma instância em que se aprende a valorizar a riqueza das raízes culturais próprias das
diferentes regiões do País que, juntas, formam a Nação. Nela se ressignifica e recria a cultura herdada,
reconstruindo as identidades culturais, em que se aprende a valorizar as raízes próprias das diferentes
regiões do País.”
É verdadeiro afirmar que o fragmento refere-se à escola:
A) De Ensino Fundamental.
B) De Ensino Médio.
C) De Educação Básica.
D) Cidadã.
E) Inclusiva.

17. Organicamente articuladas, a base comum nacional e a parte diversificada são organizadas e geridas
de tal modo que também as tecnologias de informação e comunicação perpassem transversalmente a
proposta curricular desde a Educação Infantil até o Ensino Médio, imprimindo direção aos projetos político-
pedagógicos. Ambas possuem como referência geral o compromisso com saberes de dimensão planetária
para que, ao cuidar e educar, seja possível à escola, entre outros aspectos, conseguir:
1. ampliar a compreensão sobre as relações entre o indivíduo, o trabalho, a sociedade e a espécie
humana, seus limites e suas potencialidades, em outras palavras, sua identidade terrena.
2. adotar estratégias para que seja possível, ao longo da Educação Básica, desenvolver o letramento
emocional, social e ecológico; o conhecimento científico pertinente aos diferentes tempos, espaços e
sentidos; a compreensão do significado das ciências, das letras, das artes, do esporte e do lazer
orientação para o trabalho.
3. viver situações teóricas a partir das quais seja possível perceber que há uma única visão de mundo,
portanto, um fenômeno, um problema a ser solucionado.
4. ensinar a compreender o que é ciência, qual a sua história e a quem ela se destina.
Estão corretos apenas os itens:
A) 1, 2 e 4.
B) 2, 3 e 4.
C) 2 e 3.
D) 1 e 4.
E) 1, 3 e 4.

18. O Ensino Médio, etapa final da Educação Básica, com duração mínima de três anos, terá como
finalidade ampla:
A) a apresentação de nova forma de organização curricular, independente dos conhecimentos adquiridos
no Ensino Fundamental, possibilitando o prosseguimento de estudos.
B) a compreensão dos fundamentos científico tecnológicos dos processos produtivos, aprofundando a
teoria, no ensino de cada disciplina.
C) pretensão de criar novas disciplinas ou saberes, mas de utilizar os conhecimentos de várias disciplinas
para resolver um problema.
D) a preparação básica para o trabalho e a cidadania do educando como pessoa humana, incluindo a
formação ética e o desenvolvimento da autonomia intelectual e do pensamento crítico.
E) desenvolvimento do conhecimento das ciências humanas em consciências tradicionais e criativas,
capazes de gerar respostas adequadas a problemas atuais e a situações novas.

19. Na concepção, no desenvolvimento e na abrangência dos cursos de formação de Professores da


Educação Básica é fundamental que se busque:
A) considerar o conjunto das competências necessárias à atuação profissional;
B) adotar essas competências como norteadoras, tanto da proposta pedagógica, em especial do currículo
e da avaliação, quanto da organização institucional e da gestão da escola de formação;

5
C) a aprendizagem deverá ser orientada pelo princípio metodológico geral, que pode ser traduzido pela
ação-reflexão-ação e que aponta a resolução de situações-problema como uma das estratégias didáticas
privilegiadas;
D) todas as alternativas anteriores;
E) nenhuma alternativa.

20. O ensino médio em todas as suas modalidades de ensino e as suas formas de organização e oferta,
além dos princípios gerais estabelecidos para a educação nacional no art. 206 da Constituição Federal e
no art. 3º da LDB, será orientado pelos seguintes princípios específicos:
A) formação integral do estudante, expressa por valores, aspectos físicos, cognitivos e socioemocionais &
projeto de vida como estratégia de reflexão sobre trajetória escolar na construção das dimensões pessoal,
cidadã e profissional do estudante;
B) pesquisa como prática pedagógica para inovação, criação e construção de novos conhecimentos &
respeito aos direitos humanos como direito universal;
C) compreensão da diversidade e realidade dos sujeitos, das formas de produção e de trabalho e das
culturas, sustentabilidade ambiental & diversificação da oferta de forma a possibilitar múltiplas trajetórias
por parte dos estudantes e a articulação dos saberes com o contexto histórico, econômico, social,
científico, ambiental, cultural local e do mundo do trabalho;
D) indissociabilidade entre educação e prática social, considerando-se a historicidade dos conhecimentos
e dos protagonistas do processo educativo & indissociabilidade entre teoria e prática no processo de
ensino-aprendizagem;
E) Todas as alternativas.

21. Nas Unidades Educacionais que mantêm Ensino Fundamental ou Ensino Fundamental e Médio o
Projeto Político-Pedagógico deverá ser elaborado considerando-se, além dos dispositivos constantes do
artigo 2º da Instrução Normativa SME nº 22, de 11 de dezembro de 2018, as seguintes especificidades:
I - a implementação do Currículo da Cidade;
II - os resultados da avaliação institucional - avaliação da UE – 2018, e os indicativos das dimensões do
trabalho educativo e da organização escolar que requerem tomadas de decisão coletivas na direção da
melhoria institucional e garantia da aprendizagem de todos os estudantes;
III - os resultados das avaliações internas, realizadas pela própria Unidade Educacional, e externas, seja
no âmbito municipal ou federal, com ênfase na Prova São Paulo 2018 e seus indicativos acerca dos níveis
de aprendizagem dos estudantes do Ensino Fundamental;
IV - a garantia dos objetivos de aprendizagem e desenvolvimento dos estudantes por ano do Ciclo;
V - a garantia de alfabetização de 100% (cem por cento) dos estudantes até o 2º ano do Ciclo de
Alfabetização;
VI – a recuperação das aprendizagens dos estudantes e a diminuição da reprovação.
Quais especificidades estão corretas:
A) I, II e III.
B) II, III, VI.
C) I, III, V.
D) II, IV, VI.
E) Todas as especificidades.

22. O principal indicador de qualidade da educação, considerando o contexto das escolas de ensino
fundamental e médio, é o:
A) IDEB;
B) SAEB;
C) FUNDEB;
D) ENADE;
E) Prova Brasil.

GABARITO
1. B / 2. B / 3. C / 4. A / 5. A / 6. E / 7. B / 8. A / 9. C / 10. A / 11. D / 12. D / 13. C / 14. A / 15. B /
16. C / 17. A / 18. D / 19. D / 20. E / 21. E / 22. A

6
QUESTÃO DISCURSIVA
1. Em uma reunião do conselho escolar, os participantes definiram, como estratégia de
aproximação entre escola e famílias, a realização de visitas às casas dos alunos, a fim de
conhecer de perto a realidade em que vivem. Um dos professores foi à casa de Roberto,
aluno que apresentava dificuldades de aprendizagem, principalmente em matemática. Lá
chegando, viu que se tratava de uma moradia popular, de uma família que não teve
oportunidades de estudo. O professor de Roberto, porém, ficou surpreso ao saber que o
menino ajudava o pai, feirante, como “caixa” na venda de frutas. Se ele sabia calcular
valores e fazer o troco, não havia motivos para ter dificuldades em matemática. Após a
visita, o professor começou a pensar em estratégias para desenvolver com Roberto. a)
Explique a importância de iniciativas como a desse conselho escolar, em contexto de
gestão participativa.

2. Descreva outra ação que favoreça uma integração maior entre escola e comunidade e
argumente por que essa ação é relevante.