Você está na página 1de 66

LIC

LIVRO DE RECEITAS ASIÁTICAS


FEIRA DE CIÊNCIAS - 2019
LIVRO DE RECEITAS DE COMIDAS DO
MUNDO ASIÁTICO
Sumário
1 – AFEGANISTÃO ..................................................................................................... 4
KABULI PULAI ....................................................................................................... 4
2 – ARÁBIA SAUDITA ............................................................................................... 6
Tabule ...................................................................................................................... 6
Roscas de pistache ................................................................................................ 7
Doce de semolina ................................................................................................... 7
Burma ...................................................................................................................... 8
3 – ARMÊNIA............................................................................................................ 10
ESFIHA ARMÊNIA ............................................................................................... 10
4 – AZERBAIJÃO ...................................................................................................... 11
PÃO PITA............................................................................................................... 11
5 – BAHREIN ............................................................................................................ 12
MACHBOOS .......................................................................................................... 12
6 – BANGLADESH ................................................................................................... 14
CHAPATI (pão caseiro mais simples e barato que existe)................................... 14
7 – BRUNEI ............................................................................................................... 16
ESPETINHOS DE FRANGO SATAY .................................................................... 16
8 – BUTÃO ................................................................................................................ 17
EMA DATSHI ........................................................................................................ 17
9 – CAMBOJA ........................................................................................................... 18
SOPA CAMBOJANA ............................................................................................. 18
10 – CAZAQUISTÃO ................................................................................................ 19
SAMSA................................................................................................................... 19
11 – CATAR ............................................................................................................... 19
HUMMUS .............................................................................................................. 20
12 – CHINA ............................................................................................................... 21
ARROZ SHOP SUEY ............................................................................................. 21
13 – CHIPRE .............................................................................................................. 22
LOUVI .................................................................................................................... 22
14 – CINGAPURA ..................................................................................................... 23
KUEH PISANG ...................................................................................................... 23
15 – CORÉIA DO NORTE ......................................................................................... 24
CHIKIN .................................................................................................................. 24
16 – CORÉIA DO SUL............................................................................................... 25
DAKGANGJEONG ................................................................................................ 25
17 – EGITO ................................................................................................................ 26
UMM ALI ............................................................................................................... 26
18 - EMIRADOS ÁRABES ....................................................................................... 27
MANOUCHE DE LABNEH ................................................................................... 27
19 – FILIPINAS ......................................................................................................... 28
BIBINGKA, bolo de arroz e coco ............................................................................ 28
20 – GEÓRGIA .......................................................................................................... 29
KHACHAPURI....................................................................................................... 29
21 – IÊMEN ............................................................................................................... 30
ADAS POLOW ....................................................................................................... 30
22 – ÍNDIA ................................................................................................................. 31
ARROZ INDIANO ................................................................................................. 31
23 – INDONÉSIA....................................................................................................... 32
ARROZ DE COCO ................................................................................................. 32
24 – IRÃ ..................................................................................................................... 33
GHORMEH SABZI: ............................................................................................... 33
25 – IRAQUE ............................................................................................................. 34
RECEITA FALAFEL (LIVRO CHEF RATIBA) .................................................... 34
26 – ISRAEL .............................................................................................................. 35
SOPA DE CEBOLA................................................................................................ 35
VINAGRETE ISRAELENSE .................................................................................. 36
27 – JAPÃO ................................................................................................................ 38
SUSHI..................................................................................................................... 38
28 – JORDÂNIA ........................................................................................................ 39
BAKLAVA ............................................................................................................. 39
29 – KUWAIT ............................................................................................................ 41
COALHADA SECA ............................................................................................... 41
30 – LAOS.................................................................................................................. 42
SOM TAM – SALADA DE MAMÃO VERDE ...................................................... 42
31 – LÍBANO ............................................................................................................. 43
BABAGANUSH.................................................................................................. 43
32 – MALÁSIA .......................................................................................................... 44
Camarão da Malásia ................................................................................................ 44
33 – MALDIVAS ....................................................................................................... 45
CURRY................................................................................................................... 45
34 – MIAMAR ........................................................................................................... 46
Salada Birmanesa .................................................................................................... 46
35 – MONGÓLIA ....................................................................................................... 47
BUUZ ..................................................................................................................... 47
36 –NEPAL ................................................................................................................ 48
DHAL BHAT .......................................................................................................... 48
37 – OMAN ................................................................................................................ 49
BYRIANI ................................................................................................................ 49
38 – PAQUISTÃO ...................................................................................................... 51
CHANNA ............................................................................................................... 51
39 – QUIRGUISTÃO ................................................................................................. 52
DUMPLINGS ......................................................................................................... 52
40 – RÚSSIA .............................................................................................................. 53
STROGANOV ........................................................................................................ 53
41 – SÍRIA.................................................................................................................. 54
ESFIHA .................................................................................................................. 54
42 – SRI LANKA ....................................................................................................... 56
WELLAWAHUM ................................................................................................... 56
43 – TAJIQUISTÃO ................................................................................................... 57
PALAV ................................................................................................................... 57
44 – TAILÂNDIA ...................................................................................................... 58
Pad thai: o macarrão mais famoso da Tailândia ....................................................... 58
PAD THAI .............................................................................................................. 60
45 – TIMOR LESTE ................................................................................................... 61
DOCES MANO TEN .............................................................................................. 61
46 – TURCOMENISTÃO ........................................................................................... 62
SHURPA – SOPA DE CORDEIRO ........................................................................ 62
47 – TURQUIA .......................................................................................................... 63
KEBAB NO ESPETO ............................................................................................. 63
48 – USBEQUISTÃO ................................................................................................. 64
PLOV ...................................................................................................................... 64
49 – VIETNÃ ............................................................................................................. 65
ASAS DE FRANGO NO LIMÃO ........................................................................... 65
1 – AFEGANISTÃO
KABULI PULAI (arroz afegão com carne)

Ingredientes
3 xícaras (chá) de arroz basmati
1 ½ de pernil de vitela (ou carneiro) com osso, cortado em pedaços,
1 xícara (chá) de óleo de canola
2 cebolas grandes picadas
5 colheres (chá) de sal
2 cubos de caldo de galinha
2 colheres (chá) de cominho
2 ½ colheres (chá) de cardamomo moído
½ colher (chá) de pimenta-preta moída
1 colher (chá) de cardamomo preto (selvagem) moído
12 xícaras (chá) de água
2 pacotes de cenoura cortada em palitinhos finos
2 xícaras (chá) de uvas-passas
2 colheres (sopa) de óleo
3 dentes de alho
Modo de preparo
Preaqueça o forno a temperatura alta. Deixe o arroz de molho em uma tigela. Lave e
seque a carne. Deixe de lado por um tempo. Usando uma panela grande que caiba a
carne depois, coloque o óleo de canola e frite a cebola em fogo alto, misturando
rapidamente, até dourar. Coloque a carne na panela com 3 colheres (chá) de sal.
Cozinhe em fogo alto durante aproximadamente 6 minutos, virando, até dourar a carne
por todos os lados. A cebola começa a caramelizar, gerando um caldo grosso. Adicione
2 xícaras (chá) de água e continue mexendo para evitar que a carne se queime.
Adicione metade dos temperos moídos: cominho, cardamomos e pimenta. Quando o
líquido secar, adicione mais 2 xícaras (chá) de água e continue cozinhando até que a
carne fique macia. Esse processo dura mais ou menos 30 minutos. Quando tiver um
caldo grosso, baixe o fogo e cubra com a tampa da panela, deixando cozinhar assim por
mais uns 20 minutos. Retire os pedaços da carne de dentro do caldo e coloque a parte.
Enquanto isso, coloque 12 xícaras (chá) de água e 2 colheres (chá) de sal numa travessa
de ferro com tampa e ferva. Acrescente o arroz e mantenha no fogo até que cozinhe
quase por completo, porém ainda um pouco duro. Escorra o arroz. Volte o arroz à
panela de ferro e acrescente o caldo de galinha e o restante dos temperos. Misture bem.
Arrume os pedaços da carne no meio do arroz. Cubra a panela com papel alumínio e
depois com sua própria tampa. Asse no forno por 40 minutos à temperatura alta. Numa
frigideira, aqueça 2 colheres (sopa) de óleo e salteie os palitinhos de cenoura picados.
Lave as passas e acrescente à frigideira com as cenouras. Frite por mais uns 5 minutos.
Baixe o fogo e continue cozinhando até que as cenouras fiquem macias. Quando o
arroz estiver cozido, arrume camadas do arroz com os pedaços de carne numa travessa.
No final, cubra tudo com as cenouras salteadas com as passas.
2 – ARÁBIA SAUDITA

Tabule

Ingredientes
2 xícaras de trigo para quibe
8 tomates sem sementes e cortados em cubinhos
2 xícaras de salsinha picada
4 pepinos japoneses descascados sem sementes, e cortados em cubinhos
½ dente de alho amassado
½ cebola picadinha
Sal
Azeite
Suco de ½ limão
20 folhas de hortelã picadinhas
Modo de preparo:
Lavar o trigo sem deixar de molho e espremer bem.
Misturar todos os outros ingredientes ate que o tabule fique lindo parecendo uma colcha
“patchwork”. Tempere a gosto com sal, azeite e suco de limão.
Deixe na geladeira por 2 horas. Sirva gelado.
Roscas de pistache

Ingredientes:
1/2 xícara (chá) de açúcar
200 g de manteiga
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 limão
glaçúcar para polvilhar
25 g de semente de pistache
Modo de Preparo:
Bater o açúcar com a manteiga amolecida até formar um creme. Juntar a farinha, o pistache
picado e a casca de limão ralada. Misturar bem e fazer pequenas roscas, colocando-as numa
assadeira untada. Levar à geladeira por 15 minutos. Tirar da geladeira e colocar no forno pré-
aquecido bem quente. Assar durante 12 minutos. As rosquinhas devem ficar levemente
douradas. Polvilhar glaçúcar e servir fria.

Doce de semolina
Ingredientes:
calda
4 xícaras (chá) de açúcar
gotas de limão
1 colher (chá) de água de flor de laranjeira
1/2 kg de semolina (sêmola de trigo)
1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar
1 xícara (chá) de manteiga sem sal à temperatura ambiente
leite frio
1 colher (chá) de fermento em pó
amêndoas cruas sem casca
óleo de gergelim ou manteiga para untar
Modo de Preparo:
Numa tigela, coloque a semolina, o açúcar, a manteiga e duas xícaras (chá) de leite frio.
Misture e deixe descansar de um dia para outro. A seguir, junte 3/4 de xícara (chá) de leite frio
e o fermento e misture bem. Coloque numa assadeira untada com óleo de gergelim ou
manteiga. Alise com as mãos molhadas. Leve ao forno médio, preaquecido, e, assim que
começar a dourar, retire do forno. Corte em quadrados de 3 cm, coloque sobre cada quadrado
1 amêndoa e volte ao forno para terminar de dourar. Enquanto isso prepare a calda. Leve ao
fogo uma panela com 1/2 litro de água e junte o açúcar. Assim que começar a ferver, junte
algumas gotas de limão. Quando atingir ponto de fio fino, retire do fogo e deixe esfriar. A
seguir, junte a água de flor de laranjeira. Retire o doce do forno e cubra com a calda,
reservando uma parte para o momento de servir.

Burma

Ingredientes:
Calda
2 xícaras (chá) de água
4 xícaras (chá) de açúcar
1 colher (sopa) de água de rosas
1 colher (sopa) de água de flor de laranjeira
1 limão
2 xícaras (chá) de nozes moídas
1 xícara (chá) de açúcar
2 colheres (sopa) de água de flor de laranjeira
2 colheres (sopa) de massa kneff pronta
100 g de manteiga
Modo de Preparo:
Misturar as nozes com açúcar e água de flor de laranjeira. Estender a massa e espalhar o
recheio de nozes. Formar rolinhos e colocar, um ao lado do outro, numa assadeira untada.
Distribuir a manteiga derretida sobre os rolinhos e levar ao forno médio até corar. Retirar do
forno, colocar numa travessa de vidro funda e regar com calda de açúcar para doces árabes
(ver receita abaixo). Cortar em bastonetes de cerca de seis cm de comprimento e servir.
Calda de Açúcar:
Ferver a água e o açúcar durante 5 min. Colocar a água de rosas, a água de flor de laranjeira e
o suco de limão. Ferver mais 2 min e retirar do fogo.
Dicas:
As nozes podem ser substituídas por amêndoas ou pistaches
3 – ARMÊNIA

ESFIHA ARMÊNIA

INGREDIENTES
MASSA:
 800 ml de água morna
 50 g de fermento biológico
 1 colher de sopa de sal
 2 colheres de sopa de açúcar
 Farinha de trigo de primeiríssima qualidade até dar o ponto de massa de pão
CARNE:
 6 colheres sopa de Tahine (Istambul)
 1 kg de patinho moído
 1/2 kg de tomates picados
 1/2 kg de cebola picada
 Suco de 2 limões
 Sal e pimenta a gosto

MODO DE PREPARO
MASSA:
1. Coloque os ingredientes líquidos em uma vasilha juntamente com o sal, açúcar e
fermento.
2. Acrescente a farinha aos poucos até tornar uma massa lisa e homogenea que não grude
nas mãos.
3. Cuidado para não colocar muita farinha, tem que ficar uma massa leve e suave. Coloque
para crescer e depois corte nos tamanhos desejados.
4. Com auxílio de um rolo abra pequenos discos, coloque o recheio abaixo e feche em
forma de triângulo deixando o centro aberto.
5. Não pincele com ovos etc.
CARNE:
Misture todos os ingredientes cuidadosamente. Este vai ser o recheio de nossas deliosas
esfihas armênias.
4 – AZERBAIJÃO
PÃO PITA

INGREDIENTES
200g de farinha de trigo
10 ml de azeite de oliva
3g de fermento biológico seco
10g de açúcar
100 ml de água gelada
4g de sal
PREPARO
1Misture todos os ingredientes, e bata na batedeira com o gancho, adicionando a água
aos poucos.

2Deixe a massa descansar até dobrar de volume.

3Divida a massa em pedaços de 70g cada. Boleie, cubra com um pano e deixe descansar
até dobrar de volume novamente.

4Abra os discos com ajuda do rolo, dando formato redondo.

5Pré aqueça o forno a 250°C.

6Asse os discos em assadeiras furadas. Se preferir, asse diretamente nas grades do forno
por três minutos.
5 – BAHREIN

MACHBOOS

INGREDIENTES
 1,2 kg de frango
 1,5 l de água
 750 g de arroz basmati embebido por pelo menos 20 min
 3 cebolas
 4 dentes de alho
 4 cm de gengibre
 100 g de folhas de coentro
 2 pimentão verde
 2 colheres de sopa de folhas de hortelã
 3 tomates
 1 pequena pimenta
 1½ colheres de sopa de mistura de especiarias Bharat veja abaixo
 ½ colher de chá de açafrão
 ½ colher de chá de pimenta em pó
 2 limões grandes esmagados
 2 folhas de louro
 6 cardamomos verdes
 1 pau de canela
 ½ colher de chá de pimenta preta
 2 colheres de sopa de pasta de tomate
 sal
 120 ml de óleo vegetal
 1 pitada de açafrão embebido em água de rosas
 3 colheres de sopa de água de rosas opcional (pode ser substituída por água
normal)
Para enfeitar
 3 colheres de sopa de passas
 3 colheres de sopa de amêndoas
 1 cenoura
mistura de especiarias baharat:
 1 colher de sopa de pimenta em pó
 1½ colher de chá de cominho em pó
 1½ colher de chá de canela em pó
 1½ colher de chá de raspas de limão secas
 1 colher de chá de cravo em pó
 1 colher de chá de pimenta do reino
 1 colher de chá de cardamomo em pó
 1 colher de chá de noz-moscada ralada na hora
 1 colher de chá de sementes de coentro em pó
½ colher de chá de

INSTRUÇÕES
1. Moer os dentes de alho, gengibre, pimentão verde, folhas de hortelã e
metade das folhas de coentro. Mergulhe o açafrão em água de rosas. Mergulhe o
arroz.
2. Fatie e frite a cebola levemente marrom. Adicione os ingredientes moídos
e frite bem.
3. Pique os tomates e a pimenta e adicione-os seguidos de pasta de tomate e
os cardamomos verdes, canela, limão seco esmagado, pimenta preta, pimenta em
pó, pó de Bharat, pó de açafrão e folhas de louro esmagadas. Frite as especiarias
e adicione os pedaços de frango. Adicione sal e água suficiente para cobrir o
frango.
4. Quando o frango estiver pronto (levemente macio), adicione o arroz e
mexa lentamente, adicionando as folhas de coentro restantes e água suficiente
para cozinhar o arroz. Tenha muito cuidado ao adicionar água, porque se você
adicionar muito, o arroz ficará muito macio. Adicione o açafrão embebido em
água de rosas, mexendo lentamente.
5. Cubra bem e mantenha-o coberto enquanto estiver cozinhando em fogo
baixo por 25 a 30 minutos.
6. Comece a fritar a cenoura. Escalde as amêndoas e adicione-as à frigideira
junto com as passas
7. Antes de servir, mexa o arroz com um garfo para separar os grãos de
arroz. O frango deve estar intacto. Decore o prato com nozes fritas, passas e
cenouras.
6 – BANGLADESH

CHAPATI (pão caseiro mais simples e barato que existe)


Chapati em hindi significa "achatado" e também é o nome do famoso pão preparado
apenas com dois ingredientes: farinha de trigo e óleo vegetal. O pão, também conhecido
pelo nome Roti, é isento de qualquer fermento em sua preparação, sendo muito popular
na Índia, Nepal, Bangladesh e outros países asiáticos. Preparar o Chapati diariamente é
uma alternativa para diminuir a ingestão de toxinas - conhecidas como Amas no
Ayurveda, tão presentes nos dias atuais por meio da alimentação industrializada, poluição
do solo, água e ar. Atualmente, sabe-se que o fermento químico (popularmente conhecido
como Pó Royal e Oetker), muito usado em receita de pães e bolos, tem em sua
composição alumínio, um metal que não é expelido pelo corpo e que acumula-se
lentamente no sistema nervoso central, sendo causador de doenças degenerativas.

INGREDIENTES
- 1 xícara de farinha de trigo (branca ou integral)
- um fio de óleo de vegetal (preferência de girassol)
- 1/2 colher de chá de sal
- 1/3 de xícara de água (temperatura ambiente ou morna)

Preparo:
Passo 1: Distribua a farinha de trigo em uma vasilha grande. Adicione o Sal e misture
bem.
Passo 2: Coloque um fio de óleo vegetal (o óleo ajuda a unir bem a farinha)
Passo 3: Adicione a água e mexa inicialmente com a ajuda de uma colher. Acrescente
mais água se necessário até dar o ponto de massa.
Passo 4: Sove a massa com as mãos e faça uma bola.
Passo 5: Abra a massa com as mãos ou com a ajuda de um rolo.
Passo 6: Coloque em uma frigideira em fogo baixo/médio, sem óleo. Deixe assar cada
lado por cerca de 5 minutos.
Algumas informações extras
- Na receita indiana original o pão é assado em uma chapa de ferro ou pedra quente, e a
massa é colocada para assar após ser ter sido sovada por 15 minutos - a fim de ficar bem
homogênea.
- Após o pão ter assado, para que fique bem maleável e bem parecido com o pão original
é preciso colocá-lo em cima da chama do fogão diretamente sem a panela (é preciso usar
uma pinça). O pão estufa e então fica mais maleável.
- Para confeccionar uma massa pequena para 1 ou 2 pães pequenos não é necessário sovar
por tanto tempo.
- O pão Chapati vai muito bem com chutneys (molhos) e também com manteiga que é o
acompanhamento mais popular no Brasil. Como é feito na hora, a manteiga derrete e é
possível saborear um pão fresquinho, sem fermento e que é preparado em menos de 10
minutos.
7 – BRUNEI
A comida em Brunei tem muita influência malaya, chinesa e hindu. É comum poder ver
pratos que combinam as carnes (exceto o porco) com os vegetais e o arroz.

ESPETINHOS DE FRANGO SATAY


20 espetos de madeira grandes
400g de filé de frango cortado em tirinhas finas e compridas
Marinada:
1 pitada de cominho moído
1 colher (chá) de coentro em sementes moído
1 cebola pérola (mini) pequena, picada
1 dente de alho, picado
30g, picado bem pequeno de gengibre
Raspas de 1 limão tahiti
1 colher (sopa) de açúcar mascavo
35mL de óleo
1 colher (chá) de shoyu
Molho Satay:
½ xícara (chá) de amendoim sem casca torrado e moído*
100mL de leite de coco
1 colher (chá) de curry em pó
½ colher (sopa) de açúcar mascavo
Suco de 1 Limão Tahiti
1. Ponha vinte espetos de molho na água, durante 1 hora, para que não
queimem quando estiverem na grelha. Em uma vasilha, faça uma marinada
juntando as especiarias, a echalote ou cebola pequena, o alho, o gengibre, as
raspas de limão, o açúcar, o molho de soja soja e o óleo. Enfie uma ou duas tiras
de frango (dobrando a tira) em cada espetinho e coloque em um prato raso. Regue
com a marinada e deixe na geladeira por 2 a 3 horas. Para o molho: coloque
todos os ingredientes em uma panela e leve ao fogo até dar uma leve
engrossada. Pré-aqueça a grelha. Grelhe os espetinhos por 3 a 4 minutos de cada
lado ou até ficarem cozidos.
2. Sirva com o molho satay.
8 – BUTÃO

EMA DATSHI

 250 g pimenta dedo de moça


 1 cebola picada longitudinalmente
 2 tomates picados
 250 g de queijo feta ou outro queijo que derreta
 5 dentes de alho, finamente triturados
 3 folhas de coentro (opcional)
 2 colheres de chá de óleo vegetal
 Água

Preparo

1. Cortar as pimentas longitudinalmente. Acrescentar as pimentas e cebolas para uma


panela de água. Adicione 2 colheres de chá de óleo vegetal.
2. Ferva em fogo médio por aproximadamente 10 minutos. Adicione o tomate e alho.
Ferver mais 2 minutos.
3. Adicionar o queijo e deixe-o por 2 a 3 minutos. (Aqui geralmente adiciona-se um pouco
de leite para deixar mais cremoso e ajudar a derreter o queijo). Adicionar o coentro.
4. Desligue o fogo e misture. Mantenha a tampa por 2 minutos. Sirva com uma generosa
porção de arroz-vermelho ou arroz branco.

Você pode adaptar com qualquer outro vegetal ou com cogumelos! Fica realmente
muito bom!!
9 – CAMBOJA

SOPA CAMBOJANA

Ingredientes
1 alho inteiro, coentro e cebolinha picados/ 1 peito de frango com osso e pele (corte o peito em cubos,
o osso e a pele são apenas para dar sabor ao caldo)/ 1,5 kg de camarão (opcional)/ 6 tomates cortados
em cubos/ 1 abacaxi cortado em cubos/ 2 pacotes de caldo de tamarindo (encontra-se em mercado
de produtos orientais)/ molho de peixe (mercado de produtos orientais)/ sal/ óleo/ açúcar.

Modo de preparo
Ferva 8 xícaras de água para cada pacote de caldo de tamarindo. Aqueça duas colheres de óleo e frite
o alho. Acrescente sal à água e jogue o alho quando estiver fervendo. Adicione o frango e aguarde
ferver novamente. Coloque o pó de tamarindo, tampe a panela e deixe ferver uns cinco minutos.
Após ferver, acrescente o abacaxi (se o abacaxi não estiver bem docinho, coloque um pouco de
açúcar na sopa). Acrescente o tomate e por último o camarão. O toque final fica por conta de duas
colheres de sopa do molho de peixe, do coentro e da cebolinha. Pronto! Desligue panela e bom
apetite!
10 – CAZAQUISTÃO
SAMSA

INGREDIENTES

6 onças, nozes, sem casca, trituradas


1 1/2 tb de açúcar
1 1/2 tb Manteiga, sem sal, amolecida
-DOUGH-
1 1/2 c de farinha de trigo
1/2 ts de sal
2/3 c de água morna (110
grau F)
4 tb de manteiga sem sal e amolecida
4 tb de açúcar de confeiteiro 2 c Óleo vegetal

MODO DE FAZER
ENCHIMENTO: Atire nozes, manteiga e açúcar. reserve à temperatura ambiente.
MASSA: Coloque a farinha em uma tigela grande. Faça um poço no meio, despeje a água
no poço, adicione sal e 1/2 da manteiga. Mexa a farinha na mistura da farinha lentamente
até absorver. Nesse ponto, bata a mistura firmemente até obter uma boa massa firme. Faça
a massa uma bola. Na superfície enfarinhada, role a bola em um retângulo de aprox. 18
"x 16". Pincele a massa com a manteiga restante e dobre-a em quatro. Abra novamente o
mais fino possível. Corte a massa em um retângulo de 18 'x 16 "e depois a massa em
quadrados de 2". Coloque uma colher de chá de noz no centro de cada quadrado e, em
seguida, desenhe os quatro cantos no meio. Junte os cantos para selar. Aqueça o óleo em
uma panela funda ou em um poço a uma temperatura de 375 graus F. Coloque 8 a 10
bolinhos de cada vez e frite por 3 minutos. depois remova para o rack de drenagem.
Polvilhe com o açúcar de confeiteiro e sirva.

11 – CATAR
HUMMUS

Ingredientes
 250gr de grão de bico cozido
 2 dentes de alho esmagados
 2 colheres de sopa de sumo de limão
 2 colheres de sopa de azeite
 1/2 colher de sopa de cominhos moídos
 Sal q.b.
 1 colher de sopa de Tahini (pasta de sésamo)

Primeiramente lave e escorra bem o grão de bico cozido.

Com um garfo esmague com 2 dentes de alho.

Coloque tudo no processador de alimentos ou liquidificador, juto com o sumo de limão,


o azeite, os cominhos, a água e o Tahini e o sal.

Triture bem os ingredientes até que fique com forma de uma pasta fina.

Coloque num recipiente e estanque e guarde no frigorífico. Pode polvilhar por cima com
um pouco de páprica ou pimentão moída.
12 – CHINA
ARROZ SHOP SUEY

Ingredientes
 2 1/2 colher (sopa) de óleo de gergelim
 200 gramas de camarão rosa pequeno
 150 gramas de presunto cortado em cubos pequenos
 1/2 copo de ervilha cozidas
 1/2 copo de cenoura cozida em cubos
 3 ovo batidos
 1 colher (chá) de glutamato monossódico (ajinomoto)
 1 colher (chá) de molho de soja (shoyu)
 1/4 copo de cebolinha-verde verde cortada
 • sal a gosto

Modo de preparo
Aqueça 2 colheres (sopa) de óleo de gergelim e refogue o camarão por 2 minutos.
Junte o presunto e mexa por 1 minuto.
Acrescente a ervilha e a cenoura e misture bem. Reserve.
À parte, aqueça o óleo restante, junte os ovos, o Ajinomoto® e o sal.
Frite como omelete e corte em tiras finas.
Aqueça o arroz e ponha o molho de soja (também conhecido com shoyu), a cebolinha,
os ovos e o refogado de camarão.
Misture bem e sirva em seguida.
13 – CHIPRE

LOUVI

250 gramas de feijão fradinho


1 molho de beterraba ou acelga (cerca de 3 xícaras)
1 cebola média, picada
1 cebolinha picadinha
1 dente de alho picado
1/4 xícara de azeite
2 - 3 colheres de sopa de salsa picada
1 colher de sopa, folhas de endro ou erva-doce
Sal (com moderação) e pimenta do reino moída na hora
1/3 xícara de suco de limão *
4 xícaras de água

Coloque o feijão preto em uma panela com água e deixe ferver por 15 minutos e
escorra.
Enquanto isso, lave e corte a beterraba em pedaços menores.
Refogue a cebola e o alho com azeite e adicione a beterraba e mexa.
Adicione o feijão e tempere com sal e pimenta. Adicione suco de limão e água para
cobrir todos os ingredientes.
Deixe ferver, reduza o fogo e cozinhe em fogo baixo até que o feijão fique macio.
Desligue o fogo e misture a salsa e o endro.
Sirva com um fio de azeite e suco de limão (opcional).
14 – CINGAPURA

KUEH PISANG (Crepes de banana e canela)

INGREDIENTES

250g de farinha de trigo


1 colher (chá) de fermento em pó
2 colheres (chá) de canela em pó e um pouco mais para servir
120ml de leite
2 ovos batidos
6 bananas grandes e maduras
1 pitada de sal

MODO DE PREPARO

1. Numa vasilha grande, peneire a farinha, o fermento e a canela. Faça uma cova no centro
e adicione os ovos e a metade do leite. Bata até obter uma massa homogênea, adicione o
leite restante e mexa bem.
2. Amasse as bananas com o açúcar cristal e o sal e junte-as à massa.
3. Salpique um pedaço de papel-manteiga com o açúcar de confeiteiro para quando os
crepes estiverem cozidos. Aqueça um pouco de óleo numa frigideira, eliminando o
excesso, e despeje nela massa suficiente para fazer um crepe de 12-18 cm de diâmetro.
(Se preferir, faça crepes menores.) Frite dos dois lados, virando a massa com a ajuda de
um prato ou de uma espátula. Quando o crepe estiver pronto, passe-o no açúcar de
confeiteiro. Use toda a massa.
4. Salpique os crepes com um pouco mais de açúcar de confeiteiro, uma pitada de canela
em pó e um pouco de suco de limão. Dobre cada crepe em quatro e sirva quente.
15 – CORÉIA DO NORTE

CHIKIN

Ingredientes
- 10 coxinhas de frango
- óleo de girassol
- gengibre em pó ou ralado
- 2 a 3 dentes de alho
- 250 g de polvilho doce
- sal e pimenta do reino a gosto
Molho
- pasta de pimenta coreana
- 30 ml de saquê
- 2 colheres de sopa de açúcar refinado

Modo de preparo
Descongele e tempere as coxinhas de frango com sal, alho picadinho, pimenta do reino e
gengibre em pó. Passe o frango no polvilho doce, que pode ser substituído por farinha de trigo.
Não use polvilho azedo.
Em uma panela funda, a uma temperatura de 150º, coloque o óleo de girassol em uma
quantidade suficiente para mergulhar as coxinhas. Deixe-as fritando de 10 a 12 minutos até
estarem bem douradas. Retire e deixe as coxinhas em uma superfície seca.
Molho: Coloque em uma panela uma colher de açúcar, 30 ml de saquê ou duas colheres de
água e uma colher de sopa de pasta de pimenta. Misture os ingredientes. A pasta de pimenta
irá caramelizar junto com o açúcar, a água ou o saquê. Quando o molho começar a borbulhar,
jogue as coxinhas e lambuze o frango no molho o quanto desejar.
Bom apetite!
16 – CORÉIA DO SUL

DAKGANGJEONG
INGREDIENTES
Frango
 2 peitos de frango grandes, sem osso e sem pele (600 g)
 1 colher (sopa) de sal, 1 dente alho ralado, 4 colheres (sopa) de suco de
limão (1 limão), 1 xícara (chá) de maisena (100 g) - 900 ml de óleo
vegetal
M o l ho
 2 colheres (sopa) de shoyu (30 ml) - 1 colher (sopa) de molho de pimenta
vermelha (ou a gosto), ¼ de xícara (chá) de saquê mirim (adocicado) – (60
ml), 2 colheres (sopa) de vinagre de arroz (30 ml)
 2 colheres (sopa) de óleo de gergelim (30 ml)
 2 dentes de alho ralados - 1 colher (sopa) de gengibre ralado (2 cm)
 ½ xícara (chá) de ketchup (150 g)
 ¼ de xícara (chá) de açúcar mascavo (60 g)
F in a l iz a ç ã o
 ½ xícara (chá) de amendoim torrado salgado, sem pele e grosseiramente
picado (125 g), 1 colher (sopa) de gergelim claro. 4 colheres (sopa) de
cebolinha rodelas finas (4 ramos)
PREPARO
Corte o frango em pedaços do tamanho de umas 2 mordidas (uns 3 cm),
tempere o sal, o alho e o limão, cubra e deixe repousar por pelo menos
30min e até por umas 6h na geladeira. Uns 20min antes de servir, aqueça o
óleo numa frigideira grande. Empane os pedaços de frango com a maisena.
Mergulhe os pedaços no óleo e frite por uns 15min, virando na metade do
tempo, até que estejam bem dourados e crocantes. Escorra sobre papel
absorvente e depois passe pra uma tigela grande. Enquanto o frango frita,
misture todos os ingredientes do molho numa panelinha e aqueça. Deixe
ferver até engrossar, abrir caminho e surgirem umas bolhinhas na base da
panela, pois nesse momento o molho começa a caramelizar. Reserve.
Misture o molho ao frango ainda quente, junte o amendoim, o gergelim e a
cebolinha, misture pra envolver tudo muito bem e sirva.
17 – EGITO

UMM ALI
Umm Ali é uma sobremesa tradicional Egípcia, e um prato bastante típico em todo o
Médio Oriente. Consiste numa espécie de pudim feito com massa, leite, açúcar,
baunilha, passas, coco, nozes e outros frutos secos.
Ingredientes:
* 500g de pães de leite (ou pães doces);
* Cinco chávenas de chá de leite;
* Uma chávena de chá de açúcar;
* Meia chávena de chá de pistachios picados;
* Meia chávena de chá de amêndoas picadas;
* Meia chávena de chá de nozes picadas;
* Meia chávena de chá de coco ralado e de sultanas;
* Uma colher de sopa de essência de baunilha.
Preparação:
* Colocar os pães de leite num tabuleiro e levar ao forno pré-aquecido a 200º durante
dez minutos; * Retirar os pães de leite do forno e parti-los em bocados pequenos;
* Acrescentar os frutos secos e o coco e misturar bem; Juntar numa panela o leite, o
açúcar e a essência de baunilha e levar a lume médio até ficar quente sem deixar ferver;
* Tirar e deixar arrefecer; Num tabuleiro do forno, colocar em camadas um pouco de
leite, metade da mistura de pães de leite, metade do leite, a metade restante dos pães de
leite e a metade restante do leite; Cobrir com amêndoas raladas e com sultanas;
* Levar ao forno durante 15 minutos; Deixar arrefecer 5 minutos e servir morno.
18 - EMIRADOS ÁRABES
MANOUCHE DE LABNEH

INGREDIENTES
500g farinha de trigo
1 colher (café) fermento biológico dissolvido em água
2 colheres (sopa) azeite
1 xícara água morna
sal a gosto
280g coalhada seca
1 maço hortelã fresca
3 unidades tomates médios
3 unidades pepinos médios
20 unidades azeitonas pretas
60ml azeite
sal a gosto

MODO DE PREPARO
Massa manouche:
- Coloque a farinha, o fermento, as colheres de azeite, a água morna e o sal na batedeira.
- Bata até obter uma massa homogênea: ela deve ficar elástica e lisa.
- Deixe descansar por 1 hora em uma bacia coberta com papel filme.
- Abra os manouches com a ajuda de um rolo em uma forma redonda de mais ou menos
20cm de diâmetro e faça pequenos furos com o garfo para evitar a formação de bolhas.
- Asse a massa em uma frigideira. O tempo de cozimento depende da intensidade do
fogo, mas varia entre 2 e 5 minutos. (se preferir fazer no forno, o tempo de cozimento é
de 7 a 10 minutos, aos 220 graus.
Para o recheio:
- Prepare o labneh um dia antes. Despeje em um pano fino de algodão um kg de
coalhada temperada com uma colher de café de sal. Deixe escoando durante toda a noite
em cima de uma pia.
- Espalhe o labneh sobre a massa de forma uniforme e recheie com pedaços de tomate,
folhas de hortelã, pepinos cortados em tiras e azeitonas sem sementes.
- Adicione o azeite.
- Enrole ou sirva aberto.
19 – FILIPINAS
BIBINGKA, bolo de arroz e coco

Ingredientes
1 chávena de açúcar
3 ovos
3 c. de sopa de manteiga
1 chávena de farinha de arroz
2 c. de chá de fermento em pó
½ c. de café de sal
½ chávena de leite
1 chávena de leite de coco
1 c. de café de manteiga (para untar a forma)
½ chávena de queijo parmesão ralado
2 ovos chineses salgados (opcional)
Papel vegetal

Preparação
Bata o açúcar com os ovos e a manteiga até que a mistura fique bem fofa. Junte a
farinha de arroz, o fermento, o sal e logo a seguir os dois tipos de leite. Envolva tudo
muito bem. Pincele com manteiga uma forma (com cerca de 27 cm de diâmetro), forre
com papel vegetal e verta o preparado. Leve ao forno a 180 ºC durante 30 minutos.
Retire do forno e espalhe o queijo ralado por cima. Volte a levar ao forno durante mais
cinco minutos. Desenforme e sirva.
20 – GEÓRGIA
KHACHAPURI

Ingredientes
Ingredientes para a massa
3½ xícara de farinha
1 xícara de água
½ xícara de leite
1 colher de chá de fermento
1 colher de chá de sal
1 colher de sopa de açúcar
1 colher de sopa de óleo

Ingredientes para o Recheio


1½ xícara de queijo fresco E 1 xícara de mussarela desfiada
1 xícara de queijo Feta
4 ovos E 1 gema para pincelar - manteiga - opcional

Modo de Preparo
Em uma tigela, adicione o fermento, açúcar e a farinha de trigo. Reserve. Em uma leiteira,
coloque a água e o leite e leve para aquecer. Quando ficar morno, apague o fogo e faça o
seguinte teste: se o seu dedo conseguir ficar 10 segundos dentro do liquido aquecido, é
que está na temperatura ideal para ativar o fermento. Em seguida, misture nos ingredientes
secos e passe para uma superfície enfarinhada. Com as mãos, comece a sovar a massa até
ficar lisa, elástica e homogênea. Adicione o óleo à massa e amasse por mais alguns
minutos. Em uma tigela untada com azeite, coloque a massa e cubra com filme plástico
ou pano de prato. Deixe descansando por uma hora ou até dobrar de tamanho. Já cresceu?
Remova a massa da tigela e em uma superfície enfarinhada, sove por mais 5 minutos.
Coloque novamente na tijela e deixe descansando por mais 30 minutos. Enquanto isso,
rale os queijos e misture em uma vasilha. Reverse. Remova a massa da tigela e corte-a
em 4 pedaços iguais. Usando um rolo, abra cada pedaço em um formato de círculo. Em
seguida, feche a massa apertando os cantos e criando uma borda em torno da massa,
formando um barco. Transfira o khachapuri para uma assadeira untada e enfarinhada e
recheie com queijo. Em uma vasilha, bata uma gema e com um pincel culinário, passe na
massa. Asse os seus barquinhos em um forno pré aquecido em temperatura alta por 15
minutos ou até a crosta ficar dourada. Com uma colher, cave um pouco centro do
Khachapuri e coloque um ovo, em seguida jogue alguns pedaços de queijo e manteiga
por cima. Retorne para o forno e cozinhe por mais 2 a 5 minutos. Ao servir, misture o
queijo com a gema do ovo mole com um garfo.
21 – IÊMEN

ADAS POLOW
2 xícaras de arroz basmati E 1 xícara de lentilhas embebidas
1 cebola média E ¼ Colheres de chá de açafrão moído
250 gramas de carne moída E Copos passas * opcional
Sal E ¼ Colheres de chá de canela
¼ Colheres de chá de açafrão E óleo vegetal
________________________________________
Instruções
1. Lave o arroz com água fria e deixe de molho em 3-4 xícaras de água com 2 colheres
de sopa de sal por algumas horas.
2. Em uma panela, leve para ferver 2 xícaras de água, adicione ¼ colher de chá de sal e
cozinhe as lentilhas em fogo baixo por 20 a 30 minutos, ou até ficarem macias. Escorra
a água das lentilhas e reserve.
3. Em uma panela grande antiaderente, leve 4 xícaras de água para ferver. Escorra o
arroz e despeje na água fervente. Deixe o arroz ferver por 5-10 minutos até que esteja
pronto. O arroz deve ser firme no centro e macio por fora. Escorra e enxágue com água
fria.
4. Coloque novamente a panela no fogo. Adicione duas colheres de sopa de óleo vegetal
na panela. Coloque uma camada de arroz na panela, coloque uma camada de lentilhas
cozidas e, em seguida, outra camada de arroz, continue com todo o arroz e as lentilhas.
5. Cubra e cozinhe por 10 minutos em fogo alto até que o arroz esteja cozinhando,
depois abaixe o fogo para baixo e cozinhe o arroz por mais 30 minutos.
6. Enquanto o arroz estiver cozinhando, corte a cebola em cubos. Aqueça o óleo vegetal
em uma panela grande e refogue as cebolas em óleo.
7. Adicione a carne moída e as passas às cebolas. Adicione açafrão, canela e sal a gosto.
Mexa bem e frite até que a carne esteja uniformemente marrom. Deixou de lado.
* Nesta imagem você não vê as passas, porque foram fritas separadamente.
8. Dissolva o açafrão em 3 colheres de sopa de água quente. Retire a tampa da panela,
misture as camadas de arroz e lentilha, adicione açafrão e 2 colheres de sopa de óleo
vegetal por cima do arroz. Coloque a tampa e deixe o arroz cozinhar por mais 10 a 15
minutos.
9. Sirva o arroz coberto com passas e carne.
22 – ÍNDIA

ARROZ INDIANO
INGREDIENTES
 2 xícaras (chá) de arroz integral
 3 colheres (chá) de manteiga
 1 ½ colher (sopa) de curry em pó
 1 cebola picada
 4 dentes de alho picados
 800 g de coxão mole em cubos
 1,5 litro de caldo de carne caseiro (ou água)
 raspas e caldo de 1 limão
 sal a gosto

MODO DE PREPARO
1. Numa panela grande, aqueça a manteiga em fogo médio por 5 minutos ou até que
comece a dourar. Junte o curry e a cebola. Refogue por cerca de 5 minutos ou até a
cebola ficar transparente. Adicione o alho e deixe dourar por mais 2 minutos, mexendo
sempre. Acrescente a carne e misture bem.

2. Quando a carne estiver dourada, coloque o arroz e o caldo. Misture bem. Quando ferver,
abaixe o fogo e deixe cozinhar com a tampa entreaberta por 1 hora e 10 minutos.

3. No momento de servir, acrescente o suco de limão e as raspas. Verifique o sal e bom


apetite!
23 – INDONÉSIA

ARROZ DE COCO

INGREDIENTES
 450 g de arroz agulhinha

 1 xícara de cebola picada

 2 alhos picados

 750ml de caldo de legumes

 400ml de leite de coco

 2 talos de capim-limão picado grosseiramente

 ½ colher (chá) de cúrcuma

 4 colheres (sopa) de óleo

 1 colher (sopa) mais 1 colher (chá) de sal

MODO DE PREPARO
 Aqueça o óleo em uma panela e frite a cebola, o alho e o capimlimão até o alho ficar
dourado. Acrescente, na ordem, o arroz, o sal, o caldo de legumes, o leite de coco e o
cúrcuma.
 Aguarde levantar fervura, abaixe o fogo e cozinhe tampado até o líquido secar.
24 – IRÃ

GHORMEH SABZI:
Aprendi essa receita em Vancouver, no Canadá, uma cidade multicultural. O Ghormeh
Sabzi é uma delícia de prato principal da cozinha iraniana – uma gastronomia ancestral,
já que os persas são feras na cozinha há pelo menos três milênios. Sobre o que se
trata? Ghormeh é a palavra persa para “cozido”, enquanto sabzi significa “ervas”.
Na hora de preparar, fica mais fácil para quem tem uma panela elétrica (crock-pot), pois
é possível regular o tempo e sair de perto. Mas na panela de pressão também vai muito
bem.
É para exagerar mesmo na salsinha e cebolinha. O danado é para ficar verde, como os
persas conceberam. Quanto a carne, usei peixinho, um corte também conhecido como
lagarto do braço ou lombinho. É perfeito para o Ghormeh Sabzi.
Ingredientes
 1 kg de carne cortada em cubos (usei peixinho)
 3 cápsulas do chá de hortelã TRES®
 1 xícara (chá) de feijão deixado de molho na água (por 25 minutos) e escorrido
 1 cebola grande picada
 1 alho-poró cortado em rodelas
 4 maços de cheiro verde picados
 1 maço de hortelã picado
 1 maço de coentros picados (só se você gostar)
 1 colher de sopa de açafrão da terra (cúrcuma)
 Suco de 1 limão
 4 colheres (sopa) de azeite
 Sal e pimenta quanto baste
Modo de Preparo
Em uma frigideira coloque metade do azeite e frite a salsinha, hortelã e alho-poró por 4
minutos.
Coloque o conteúdo em uma panela de pressão e aguarde.
Na mesma frigideira coloque o restante do azeite e refogue a cebola. Quando ela estiver
dourada adicione a carne, frite bem e coloque o açafrão da terra. Tempere com sal e
pimenta.
Coloque o refogado na panela de pressão junto com a salsinha. Complete com o feijão
Adicione o chá de hortelã e coloque para cozinhar por aproximadamente 45 minutos.
Quando a carne estiver macia, finalize com limão. Nossa sugestão é servir com arroz
basmati, típico da culinária indiana
25 – IRAQUE

RECEITA FALAFEL (LIVRO CHEF RATIBA)


INGREDIENTES
 300 g de grão de bico deixar de molho por uma noite em água fria
 1 ramo de salsinha
 1 ramo de coentro
 10 folhas de hortelã
 1 cebola
 1 colher de semente gergelim
 1/2 colher de chá de bicarbonato
 2 dentes de alho
 sal e pimenta
 1/2 colher de chá de cominho
 1/4 colher de chá de páprica
 óleo para fritar

PREPARO
1. Drene os grão de bico e seque-os bem com papel toalha, isso é muito importante para
que o bolinho não se desfaça quando for fritar.
2. Coloque o grão de bico no processador e processe até obter uma pasta. Coloque o
cebola, o alho e processe. Coloque as folhas e processe. Adicione todos os
ingredientes restantes com exceção do gergelim e processe de novo. Misture o
gergelim a mão, por último.
3. Em uma fritadeira ou numa frigideira leve o óleo para aquecer. Faça bolinhas e
apenas com o óleo bem quente comece a fritar. Sirva imediatamente.
4. Se quiser também pode assar eles no forno: pré-aqueça o forno 180graus e em uma
forma untada com óleo faças bolinhas um pouco mais achatadas e asse for 20 a 25
minutos. Vira-as no meio da cocção.
26 – ISRAEL

SOPA DE CEBOLA
INGREDIENTES
 5 colheres de óleo de canola
 11 cebolas medias picadas um pouco fino.
 7 copos de agua.
 1 colher de sopa de farinha de trigo comum.
 1 colher de sopa de açúcar mascavo.
 2 colheres de chá de sal.
 3 saches de caldos de frango / para veganos - caldo de legumes
 2 colheres de sopa de Sopa de cebola.
 1 ninho de macarãozinho de cabelo de anjo.

INSTRUÇÕES
1. Em uma panela funda, frite as cebolas por cerca de 20 minutos, até que eles ficam
douradas.
2. As cebolas vão diminuir muito o seu volume. Mexa as cebolas a cada 5 minutos, para
garantir que elas não vão queimar.
3. Cria um ninho no meio das cebolas, coloque o açucar no meio e deixe ele derreter.
Mistura bem tudo.
4. Misture bem a farinha dentro 1 copo de agua e adicione na sopa.
5. Adicione o restante da água, todos os temperos e misture bem. Raspe a borda com
queimadura que tem no lados da panela e misture na sopa. Isso vai deixar o sabor

especial da sua sopa


6. Deixe a sopa ferver e baixe o fogo. Deixe cozinhar por mais 30 minutos.
7. Quebre o cabelo do anjo nas suas mãos e adicione na sopa. Continue cozinhar por mais
3 minutos e desligue.
8. Sirva logo pq é bem difícil de resistir
VINAGRETE ISRAELENSE

Vinagrete israelense (que é chamado, em Israel, de Salada Israelense ou Salada Árabe) é


um ingrediente fundamental no consumo diário e pode aparecer no café da manhã (sim,
sim, não tô brincando), almoço, jantar e no lanchinhos/snacks de comida da rua, durante
o dia.
Qual é a diferença entre vinagrete israelense e o brasileiro? No israelense nós usamos
pepino japonês e limão siciliano ao invés de vinagre.
Para os israelenses não existe um formato de receita. A receita é uma recomendação
geral e nós gostamos de adicionar mais coisas como picles, pimentões (verdes e
vermelhos), azeitonas e ervas (salsa, cebola e coentro).

Receita de Vinagrete Israelense

 3 tomates médios para salada picados


 1 pepino japonês picado
 1 cebola picada
 Meio limão siciliano
 Azeite a gosto
 Sal e pimenta a gosto
 Cheiro verde
 ==Opcionais:
 Meio pimentão verde picado
 Meio pimentão vermelho picado
 10-15 azeitonas picadas
 10 picles
 Coentro
INSTRUÇÕES

Misture tudo e coma logo


Dicas Saborosas
1. Eu recomendo usar tomate holandês ou tomate carmem/débora orgânicas para essa
receita. Eles são muito saborosos, crocantes, doces e muito pouco ácidos. Sempre
quando faço quantidade grande de vinagrete, eu compro pelo menos uma bandeja desses

tomate, porque é caro mas mesmo assim, eles vão melhorar a salada
2. Se você preparar a receita com antecedência, não misture os tomates. Adicione-os
próximo da hora de servir. Os tomates, dentro da salada, soltam líquidos, o que diminui
a crocância.
3. O renomado Chef israelense, Eyal Shani, falou que o segredo do bom vinagrete é
quando realmente você sente as arestas dos legumes fustigando o interior da sua boca.
(video)

4. É uma Mitzvah/Preceito comer muito essa salada. Faz bem, gente! Essa salada é
tão saborosa que é pena não comê-la em grandes quantidades.
5. Caprichem bem seus vinagretes e desfrutem de um das saladas mais simples de fazer e,
ao mesmo tempo, mais rica em sabores que eu conheço.

Jantar de Falafel, Vinagrete israelense, Tahine e Pão Pita (Pão Sírio)


27 – JAPÃO

SUSHI
INGREDIENTES
ARROZ:
2 xícaras (chá) de arroz japonês
2 xícaras (chá) de água
TEMPERO PARA O ARROZ:
1/2 xícara (chá) de vinagre japonês para sushi (tozan)
1 e 1/2 xícaras (chá) de açúcar
1/2 colher (café) de sal
1 colher (café) de realçador de sabor
SUSHI DE VERDURAS:
1 xícara de água
3/4 xícara de açúcar
1/4 xícara de shoyu
1 saquinho de tempero à base de peixe bonito
1 cenoura cortada em tiras no sentido do comprimento
15 vagem
Gengibre em conserva, cortado em tiras
MONTAGEM:
1 pacote de nori (algas)
MODO DE PREPARO
ARROZ:
Em uma panela colocar o arroz e a água e levar ao fogo para cozinhar.
Quando levantar fervura, mexer e deixar cozinhar em fogo brando.
TEMPERO:
Misturar todos os ingredientes em uma tigela, misturando aos poucos, ao arroz cozido.
Ir experimentando para ver o tempero.
Reservar cerca de 1 colher (sopa) do tempero para fechar os sushis.
VERDURAS:
Colocar todos os ingredientes do sushi de verduras em uma panela, exceto o gengibre e
deixar cozinhar até ficarem macios.
Desligue o fogo e escorra - os.
MONTAGEM:
Com a ajuda de uma esteira própria para enrolar sushi, coloque o nori, com o lado que
brilha voltado para dentro (onde se colocará o arroz).
Preencher o nori com o arroz, que deverá estar frio.
Deixar dois dedos do nori sem preencher com o arroz.
Bem no centro colocar 2 tiras de cenoura, 2 tiras de vagem e tirinhas de gengibre (1
fileira).
Passar um pouquinho do tempero que usou para o arroz no local do nori onde não foi
preenchido com o arroz.
Enrolar do sentido de onde está o arroz para o sentido da onde não foi colocado o arroz,
para que grude.
Tire a esteirinha e corte os sushis, com espessura de cerca de 2 dedos cada um.
OUTRAS OPÕES DE RECHEIOS:
Atum - alface - maionese.
Salmão cru - wasabi (condimento japonês).
Salmão - manga - pepino.
28 – JORDÂNIA
BAKLAVA

Imagem: mybestdaysever.com
Quem aprecia a culinária do Oriente Médio, certamente sabe o que é uma baklava.
Trata-se de uma sobremesa do tipo pastel, muito popular na Turquia, preparada com
massa filo (mais fina que a massa folhada), recheada com nozes moídas e regada com
mel ou xarope. Hoje em dia existem algumas variações da baklava, com recheio de
pistache, avelãs e outros, mas no TudoReceitas.com ensinamos você a preparar baklava
original. Confira abaixo os ingredientes e passo a passo, e delicie-se com esta
sobremesa internacional!

Ingredientes:
 1 unidade de massa filo
 4 xícaras de nozes picadas
 ½ xícara de manteiga sem sal derretida
 1 colher de chá de canela

Para a calda doce:


 2 xícaras de mel (600 gramas)
 ½ xícara de água (120 mililitros)
 ½ xícara de açúcar refinado
 ½ xícara de manteiga sem sal
 1 colher de sopa de essência de baunilha
Passos a seguir para fazer esta receita:
O primeiro passo para preparar esta deliciosa sobremesa com nozes é misturar as
nozes com a canela. Depois abra a massa filo, corte a metade e reserve uma das
metades na embalagem, para que não seque.
Sobreponha 6 camadas de massa filo da seguinte forma: um tabuleiro de forno untado
coloque uma folha de massa e pincele com manteiga derretida; sobreponha duas folhas
e pincele com manteiga, repita novamente com duas e termine com uma única folha de
massa, também untada.
Continue montando a baklava espalhando sobre a massa metade da mistura de nozes e
canela. Cubra com uma nova folha de massa filo, pincele manteiga, sobreponha mais
duas folhas, pincele manteiga e espalhe a mistura de nozes e canela.
Termine com uma folha untada e, sobre ela, acrescente 3 pares de folhas untadas, de
forma a conseguir uma camada com 7 folhas no total. Certifique-se de que a última
folha está bem untada de manteiga e, com uma faca afiada, faça cortes diagonais na
baklava, até ao fundo.
Imagem: bestofwardah.blogspot.pt
Leve a baklava a assar no forno preaquecido a 160ºC-170ºC por 40-45 minutos, ou até
ficar com uma cor âmbar.

Imagem: hermagazinemidmo.com
Enquanto isso, prepare a calda: leve ao fogo médio uma panela com os ingredientes
respetivos, espere ferver e baixe o fogo. Deixe cozinhar por 20 minutos, mexendo de
vez em quando, até a mistura reduzir e se tornar ligeiramente espessa.

Imagem: compassionatecuisine.org
Quando a baklava estiver assada, existem duas coisas que você pode fazer:
imediatamente regar a baklava com a calda e deixar repousar por 1 hora antes de servir;
ou esperar que a baklava esfrie para, no momento de servir, regar com a calda. De
ambas as formas esta receita de baklava original fica deliciosa, por isso experimente e
diga-nos o que prefere!
Bom apetite!

I
29 – KUWAIT

COALHADA SECA

Um dos primeiros pratos a ser criado no mundo, a coalhada seca é praticamente


encontrada em todos os países árabes. No Kuwait não poderia ser diferente. Essa iguaria
é consumida tanto no café da manhã, como nos almoços e jantares especiais, onde rivaliza
com o homus e o babaganuche. Consumida normalmente com pão, também é muito
apreciada misturada a outros pratos, como o kibe por exemplo.
Aproveitem esta viagem pelo oriente!

Ingredientes:
1 litro de leite;
1 copo de iogurte natural (100 gramas)
1 colher (chá) de sal.

Modo de preparo:
Misture o iogurte ao leite e deixe descansar por algumas horas. Depois disso, acrescente
o sal e misture para o sal se espalhar. Coloque a mistura dentro de um saco de pano
(algodão ou morim) e amarre-o firmemente. Pendure-o para escorrer todo o soro e deixe
assim por algumas horas até que o soro seja todo eliminado.
Para a coalhada ficar bastante consistente, arrume uma tigela e coloque um pires virado
dentro dela. Coloque o saco com a coalhada, por cima do pires, e deixe-o na geladeira de
um dia para o outro. No dia seguinte, retire a coalhada de dentro do saco de pano e a
coloque em uma tigela.
A coalhada quando deixada dentro da geladeira, de um dia para o outro, torna-se mais
consistente, em forma de patê mole. A coalhada pode, ainda, ser temperada com azeite e
ervas. Bom apetite
30 – LAOS
SOM TAM – SALADA DE MAMÃO VERDE

Ingredientes:
. 200g de mamão papaia verde descascado
. 4 a 6 Pimentas Malaguetas Verdes em Conserva Bombay
. 3 dentes de alho
. 1 colher de sopa de camarões secos
. 1 colher de sopa de amendoim torrado
. Tomates cereja
. 6 vagens longas
. 2 colheres de sopa de Palm Sugar ou açúcar mascavo
. 2 colheres de sopa de suco de limão
. Molho de Peixe (Nam Pla)

Modo de Preparo:
Corte os mamões em pedaços e depois em tiras bem fininhas.
Descasque os dentes de alho e pique as pimentas. Esmague ambos no pilão, depois
acrescente o amendoim e os camarões secos. Continue a pilar, até transformar tudo em
uma pasta espessa. Incorpore o açúcar, o molho de peixe (a gosto) e o suco de limão.
Acrescente os tomates cereja e as vagens (cruas) e esmague-os também.
Coloque a mistura em uma saladeira, junte o mamão, mexa e sirva gelada!
31 – LÍBANO

BABAGANUSH
INGREDIENTES
 2 Berinjelas
 1/3 copo de Tahine
 1 Limão siciliano
 2 dentes de alho amassado
 Sal a gosto
 Opcional - Salsa

INSTRUÇÕES
1. Lave as berinjelas em água. Não tire a cabeça da berinjela. Você vai precisar dela na
hora de assar.
2. Coloque papel alumínio debaixo das grades do fogão, para ajudar evitar sujeira.
3. Coloque as berinjelas direto no fogo. A cada 1-2 minutos vire um pouco as berinjelas
até, depois de mais ou menos 10 minutos, dependendo do tamanho da berinjela, toda a
superfície ter ficado em contato direto com a boca do fogão. A casca vai parecer um
papel queimado.
4. Tire do fogo e deixe esfriar.
5. Descasque as berinjelas. Tire os pedaços da casca com suas mãos. Não é importante se
sobrar poucos pedaços, eles vão trazer o sabor para o babaganush.
6. Coloque as berinjelas em uma grande tigela e misture tudo com um garfo (de mesa)
grande. Misture bem até ficar homogêneo. Se sobrarem alguns pedaços maiores ou
fibras, pode-se usar uma faca para cortar, dentro da tigela mesmo.
7. Adicione a pasta de Tahine cru, suco de Limão, Alho e Sal, e continue mexendo. Mexa
muito até a textura ficar bem homogênea.
32 – MALÁSIA
Camarão da Malásia
Há quem diga que cozinhar é difícil. Penso que mais difícil é encontrar um bom alimento
por um preço que podemos pagar nesses mercados que se aproveitam da suposta crise pra
cobrar os olhos da cara. Melhor partir para receitas práticas, simples e saudáveis, sem
muito incremento. O segredo para uma alimentação gostosa e saudável é o uso de azeite
e ervas frescas ou secas, encontradas nos supermercados ou feirinhas, por um bom preço
ainda. O exemplo é o "tempero baiano", um mix de todas as ervas dispostas na banca:
salsinha, manjericão, orégano, pimenta-do-reino, cominho, alecrim, açafrão (passados no
moedor ou batidos no liquidificador). Qualquer carne ou marisco temperado com essa
poção fica delicioso. Mas é preciso deixar marinar por um bom tempo, esse é o pulo do
gato de qualquer receita. Mas vamos ao Camarão da Malásia. Minha amiga Marileide me
presenteou com alguns exemplares desse delicioso crustáceo, vindos de Serrano do
Maranhão, e eu os preparei em uma receita que compartilho agora com vocês.
Ingredientes:
 Camarões da Malásia;
 Sal, tempero baiano ou ervas secas a gosto;
 03 limões grandes;
 04 colheres de mostarda;
 1/4 xícara de azeite;
 1 Tomate grande, 01 cebola grande, 01 pimentão cortados em pedaços médios;
 01 maço bonito de cheiro verde e cebolinha;
 01 vidro de leite de coco;
 03 dentes de alho amassados.
 01 colher de manteiga ou margarina.
Modo de preparar:
Temperando os camarões:
 Lave bem os camarões, cortando os bigodes e as patas; limpe bem a cabeça dos
bichos, tirando as brânquias; Faça um corte na barriga dos camarões no sentido do
comprimento, pois como eles são grandes, a abertura levará melhor os temperos para
sua carne suculenta; Misture em uma bacia o azeite, o sal, o limão, a mostarda e
tempero baiano (se não tiver esse use todos que você tiver em casa - apenas temperos
secos, não use condimentos de caixinhas, tablete ou sachê); esse será o molho para
marinar o marisco; Pincele o molho em cada um dos camarões, abrindo as "carapaças"
da cabeça e pincelando o molho para dentro, assim como na abertura da barriga. Se
você não tiver um pincel tenha cuidado para não se furar. Deixe os camarões no molho
até o dia seguinte.
Preparando o cozido: Pique a cebola, o tomate, o pimentão verde ou colorido e o
cheiro/cebolinha;
 Coloque no tacho ou panela grande azeite e manteiga para refogar os legumes,
começando pela cebola, depois o alho, por ultimo o tomate e o pimentão, deixe
refogar; Acrescente metade do maço de cheiro e cebolinha;
Coloque os camarões, um por um, deixe refogar por um tempo, virando sempre. Eles
ficam logo vermelhos;
Cubra com água até ficarem todos mergulhados; tampe e deixe cozinhar por 45min em
fogo médio. Vire de vez em quando. O ideal é a água secar abaixo da metade. Quando
passar esse tempo, coloque 3/4 do vidro de leite de coco e o resto do cheiro e cebolinha,
deixe cozinhar mais uns 10 minutos e está pronto. Sirva com arroz branquinho e farofa.
33 – MALDIVAS
CURRY

Ingredientes
Número de doses: 4
100 g de cenouras cortadas em cubinhos
100 g de couve-flor cortadas em pedaços
100 g de vagem
100 g de mini milho
100 g de ervilhas
100 g de tomate fatiado
1 colher de sopa de cúrcuma em pó
sal a gosto
1 colher de sopa de óleo vegetal
4 sementes de cardamomo
1 colher de chá de sementes de mostarda
1 colher de chá de sementes de cominho
100 g de cebola cortada em anéis
1 folha de louro
2 folhas de Curry
1 dente de alho amassado
1 colher de chá de gengibre ralado
1 colher de sopa de coentro em pó
1 colher de sopa de pimenta chili em pó
400 ml de leite de coco
Preparação
Branquear os vegetais em água fervente com o pó de cúrcuma e sal. Pode-se aprender a
branquear vegetais aqui. Aquecer o óleo em uma frigideira grande e funda. Adicionar o
cardamomo, as sementes de mostarda e as de cominho, fritar por um minuto.
Acrescentar a cebola, a folha de louro e as folhas de curry, misturar e continuar fritando,
até que tudo fique de uma cor marrom clara.
Acrescentar o alho e o gengibre, misturar e fritar por mais uns minutos.
Fazer uma pasta com o coentro em pó, a pimenta chili e um pouco de água, acrescentar
à frigideira.
Acrescentar os tomates fatiados e cozinhar até que os mesmos amoleçam.
Acrescentar o leite de coco e levar à fervura. Acrescentar os outros vegetais à frigideira
e ferver até estarem no ponto.
34 – MIAMAR

Salada Birmanesa
Na receita de salada que apresentamos, a base é a couve branca,
o tomate e a rúcola, que aparece em substituição de umas folhinhas verdes,
que não identifiquei em nenhum dos fantásticos mercados que existem por
todo o país.
É preciso: alface, 1 chávena de couve branca em juliana, ½ cebola (de
preferência vermelha) igualmente em juliana, uma chávena de folhas de
rúcola em pedaços, 1 tomate cortado em palitos, óleo de amendoim (para
fritar a cebola e o alho). O tomate pode ser substituído por feijão-verde
cozido a vapor.
Uma colher de sopa de cada um destes ingredientes: amendoins tostados,
sésamo (de preferência negro), farinha de grão-de-bico*, cebola frita, alho
frito, azeite picante (com piripiri), sumo de limão, molho de soja. E meia
colher de chá de sal 1 colher de chá de curcuma (açafroa ou açafrão das
Índias).
Forrar o prato de servir com folhas de alface. Fritar cebola e alho laminados,
separadamente, no óleo de amendoim, até estarem bem dourados; momentos
antes de retirar do lume e secar em papel absorvente, polvilhar com a
curcuma e mexer.
Com as mãos, misturar a couve, a cebola e a rúcola numa taça. Cortar o
tomate em palitos, esmagar ligeiramente os amendoins e misturar com a
couve, assim como o sésamo, o alho e a cebola. Tostar ligeiramente a farinha
de grão numa sertã sem óleo, só até mudar de cor. Regar a salada com os
líquidos e, por fim, polvilhar com a farinha de grão. Misturar uma última vez
e colocar sobre as folhas de alface, para servir. É um daqueles pratos que
sabem tão bem de verão como de inverno…
35 – MONGÓLIA
BUUZ
Carne moída
- Cenoura ralada
- Cebola
- Erva doce
- Caldo de carne salgado
- Trigo e água para a massa

Como fazer:
1) Misture trigo e água para fazer a massa. É preciso trabalhar com as mãos até os ingredientes ficarem
homogêneos, já que a massa não leva ovo nem fermento, mas precisa ser consistente.
2) Misture a cenoura, a cebola, a erva doce e a carne, regando tudo com o caldo. Aqui, Badma dá uma
dica: "É preciso usar uma carne moída com certa quantiddade de gordura, não pode ser uma carne magra".
Reserve.
3) Volte à massa e corte-a em tiras. Molde cada tira em formato cilíndrico, como se fosse uma "cobrinha
de massa".
4) Corte o cilindro em pedaços de aproximadamente 1 dedo, e abra com um pau de macarrão fazendo
pequenos discos de massa. Para esta parte do processo, Badma dá outra dica: "Espalhe farinha na mesa
para impedir que a massa grude na superfície".
5) Pegue a carne que estava reservada e recheie os discos de massa. Praa casa disco, uma colher de sopa
de carne. Tome cuidado para não acrescentar recheio demais, já que o buuz é servido fechado.
6) Agora feche o buuz. Badma gosta de fazer formatos divertidos, como cestinhas, trouxinhas e folhas,
mas ela diz que a receita pode ser fechada de forma simples, como um pastel, para os cozinheiros que não
estão acostumados.
7) Com o buuz fechado, passe o 'fundo' de cada um deles em um pires com óleo
8) Agora é hora de cozinhar o buuz no vapor de água. Os mongóis têm uma panela especial para isto.
Mas, aqui no Brasil, o utensílio pode ser improvisado com uma cuscuzeira, ou com um escorredor de
macarrão colocado dentro de uma panela com água embaixo. Feche a panela.
9) Badma cozinha o buuz no vapor de 15 a 18 minutos. Não é preciso virar os pasteizinhos.
10) A alimentação mongol é bastante carnívora, então o objetivo é conservar os sucos da carne, impedindo
que ela fique seca. Com o buuz pronto, basta tirar da panela com cuidado e servir acompanhado de molho
shoyu.
11) Bobi ainda dá uma dica: "quando sobra buuz para o dia seguinte, eu passo na frigideira e como frito.
Fica uma delíc
36 –NEPAL

DHAL BHAT

Receita de Lentilhas com Arroz


Há mais de uma dezena de tipos de lentilhas (dal) na Índia e no Nepal, mas esta receita
foi feita com um dos tipos mais frequentes no mercado português: as lentilhas
castanhas, com casca. O nome dal bhat significa literalmente lentilhas com arroz
cozido, e o bhat escolhido para acompanhar esta receita foi o tradicional arroz basmati –
o mesmo que se usa para fazer Biryani. O tempero varia muito de casa para casa, mas
este garante uma receita fácil, suculenta – e que traz para a mesa o sabor do Nepal.
É preciso: 200 gr de lentilhas com casca, 1 colher de chá de gengibre (ou um pedaço de
gengibre fresco ralado com 3 cm), 1 colher de chá de curcuma, sal, 1 colher de chá de
cominhos em pó, 1 malagueta pequena esmagada ou picada (facultativo), 2 colheres de
chá de coentros em pó, 3 colheres de sopa de margarina vegetal, 1 pitada de assa-
fétida*, coentros frescos picados, a gosto.
As lentilhas verdes e castanhas, como qualquer leguminosa seca com casca, devem
demolhar durante uma noite; as amarelas e as cor de laranja são mais tenras e desfazem-
se em puré com facilidade durante a cozedura, sendo por isso desnecessário demolhá-
las.
Na hora de as cozinhar, colocar a margarina num tacho com as especiarias e deixar
aloirar ligeiramente. Juntar depois as lentilhas e o sal, e cobrir com água (cerca de meio
litro, deve ser suficiente).
Deixar cozer em lume brando. Ir vigiando e, se necessário, juntar um pouco mais de
água e corrigir o sal. Quando as lentilhas estiverem tenras, desligar o lume e deixar o
tacho tapado. Juntar os coentros frescos antes de servir e acompanhar com arroz basmati
cozido em água, com muito pouco sal.
* A assa-fétida é a resina de uma planta originária do Afeganistão, popular na cozinha
indiana e nepalesa como substituta da cebola e do alho, alimentos recusados pelos
hindus mais fundamentalistas. Em Portugal, encontra-se em casa especializadas em
comida indiana e especiarias orientais; no Porto, por exemplo, encontra esta e outras
especiarias mais raras n’ O Quintal Bioshop (rua do Rosário) ou na Flor d’Açafrão, nas
proximidades.
37 – OMAN

BYRIANI

MISTURA DE ESPECIARIAS OU MASALA


1/2 colher (chá) de Cominho em Pó
1/2 colher (chá) de Canela em Pó
1/2 colher (chá) de Louro em Pó
1/2 colher (chá) de Pimenta Cayena
1/2 colher (chá) de Noz Moscada ralada
ARROZ
1 unidade de Cebola média sem casca picada
5 unidade de Dente de Alho amassados
2 colheres (sopa) de Gengibre Fresco ralado fino
1 colher (sopa) de Pimenta Dedo de Moça picada
3 colheres (sopa) de Manteiga
2 unidade de Cebola grandes em rodelas
1 colher (sopa) de Mistura de especiarias ou masala
4 unidade de Aniz Estrelado
1 pote de Iogurte Natural
2 colheres (sopa) de Suco de Limão
Sal a gosto
1 1/2 xícara (chá) de Arroz tipo 1
3 xícaras (chá) de Água fervente
2 colheres (sopa) de Coentro picado
3 colheres (sopa) de Castanha de Caju torradas e picadas grosseiramente
3 colheres (sopa) de Uvas Passas branca
2 unidade de Ovo Cozido cortados em gomos
PRODUTOS UTILIZADOS
ARROZ TIPO 1
COMO FAZER
MISTURA DE ESPECIARIAS OU MASALA
Junte os ingredientes e misture bem.
ARROZ
Em uma tigela junte a cebola picada, o alho, o gengibre e a pimenta. Misture bem e
acrescente 1 colher (sopa) de água para deixar a preparação mais úmida.
Em uma panela média, aqueça metade da quantidade de manteiga e refogue as rodelas
de cebola em fogo brando por 15 minutos, ou até ficarem douradas. Retire a cebola da
panela e reserve.
Retorne a mesma panela ao fogo brando e aqueça a manteiga restante. Acrescente a
pasta de cebola e alho e refogue por 5 minutos, ou até dourar. Junte a mistura de
temperos e o aniz. Refogue por mais 1 minuto.
Acrescente as cebolas em rodelas reservadas, o iogurte, o suco de limão e tempere com
sal à gosto. Abaixe o fogo e cozinhe por 2 minutos em panela destampada até ferver.
Adicione o Arroz tipo 1 e refogue demoradamente. Acrescente a água fervente e
tempere com sal a gosto.
Cozinhe em fogo baixo, panela tampada, até o líquido secar e o arroz ficar cozido. Se
necessário, acrescente mais água durante o cozimento.
Sirva o arroz em uma travessa e salpique pela superfície o coentro, a castanha, as uvas
passas e os ovos cozidos.
DICAS
Acrescente à receita carne de porco ou frango em cubos.A Mistura de especiarias ou
masala, usada no biryani, também pode ser feita com os grãos das especiarias, neste
caso, deve-se aquecer as sementes em frigideira bem seca por 2 minutos ou até
desprender um aroma. Deixe esfriar e esmague no pilão até obter um pó fino. Biryani:
pode ser utilizado para carne, arroz e legumes. Foi introduzido no Norte da Índia pelos
moghuls no século 16. A mistura de especiarias ou masala usada no biryani dão um
sabor e aroma característicos para os pratos.
38 – PAQUISTÃO

CHANNA
Ingredientes
Número de doses: 4
200 g de grão de bico

1/2 limão suco


2 cebolas (para o molho) + 1/2 cebola para cozinhar com o grão de bico
3 dentes de alho
1 pedaço de gengibre fresco
Pimenta seca em flocos a gosto
3 colheres de sopa de ghee
200 g de iogurte integral natural
1 colher de chá de sementes de cominho
1 colher de chá de sementes de coentro
2 colheres de café de garam masala
Coentro fresco para decorar
1 folha de louro seco
3 cravos da Índia
Sal e pimenta do reino

Preparação
Deixe o grão de bico de molho por 12 horas. Leve para cozinhar com uma cebola piqué
e sal.
Assim que cozido, reserve o grão de bico e 400 ml do caldo. Toste as sementes de
cominho e de coentro em uma panela bem quente.
Transfira as sementes para um pilão, acrescente os dentes de alho, o gengibre, a pimenta
em flocos e soque até obter uma pasta. Dose os ingredientes de acordo com o seu gosto.
Reserve.
Corte as 2 cebolas em pétalas e refoque-as no ghee até murcharam levemente.
Acrescente a pasta de temperos e refogue mais um pouco.
Retire do fogo, acrescente o suco de limão e o iogurte. Tempere com sal e pimenta do
reino.
Finalizando o prato: Em fogo baixo combine esse molho de cebolas e o grão de bico.
Vá adicionando aos poucos o caldo reservado. Adicione o garam masala, ajuste os
temperos e decore com coentro fresco.
39 – QUIRGUISTÃO

DUMPLINGS
MASSA:
3 xícaras de farinha de trigo ou 2 de farinha de trigo e 1 de farinha de arroz ou tapioca
1 e 1/4 xícaras de água morna
1/4 colher de chá de sal
RECHEIO:
500 g de carne de porco ou boi moída (Pode ser mista porco/vaca)
1 colher de sopa de molho de soja
1 colher de chá de sal
1 colher de sopa de vinho de arroz chinês ou xerez
1/4 colher de chá de pimenta branca moída, ou a gosto
3 colheres de sopa de óleo de gergelim
1 talo de cebolinha, picada bem miúdo (pode ser cebola normal)
1 e 1/2 xícaras de acelga picadinha (opcional)
1/2 repolho picadinho
1 colher de sopa de gengibre fresco, picado bem miúdo ou a gosto
1 dente de alho amassado
realçador de sabor o quanto baste (Opcional)
MODO DE PREPARO
MASSA:
Em uma tigela colocar a farinha e o sal e misturar. Acrescente a água aos poucos e vá
mexendo ao mesmo tempo. A massa tem que ficar homogênea e soltar da mão.
Coloque a massa em um Zipbag ou um saco plástico, feche e deixe descansar entre 30
minutos a 2 horas. Enquanto isso parta para o recheio.
Se sobrar massa, pode guardar na geladeira para outro dia.
DISCOS DE MASSA:
Misture todos os ingredientes da massa.
Faça um rolo com uma bola de massa e corte como se estivesse fazendo nhoque e faça
bolinhas.Em uma mesa com farinha de trigo vá pegando as bolinhas uma a uma.
Amasse com a palma da mão e com um rolinho pequeno vá dando formato de um disco
de pastel, girando com uma mão e esticando com o rolo na outra mão.
Outra maneira é esticar a massa com o rolo e cortar com algo circular de uns 8 cm.
RECHEIO:
Junte todos os ingredientes em uma vasilha grande e misture tudo com as mãos até ficar
uma massa homogênica.
Pegue parte da massa, abra na palma da mão e coloque o recheio, feche como pastel.
Cozinhe em água fervente.
40 – RÚSSIA

STROGANOV

Stroganov: a palavra não é nem um pouco estranha, certo? Isso porque essa receita
típica da Rússia também é um prato bem popular no Brasil, o estrogonofe. A iguaria é
composta de cubos de carne bovina servidos em molho de creme de leite.
Ingredientes
 700 gramas de filé mignon;
 4 colheres de sopa de manteiga;
 1 cebola pequena cortada em fatias finas;
 Sal e pimenta-do-reino;
 2 colheres de sopa de farinha de trigo;
 1 colher de sopa de mostarda;
 1 xícara de chá de caldo de carne;
 ½ xícara de chá de sour cream (substitua por creme de leite fresco);
 Salsinha.

Modo de preparo
Corte a carne em tiras com 5 cm de comprimento e 1 cm de largura e reserve. Numa
frigideira, derreta metade da manteiga e refogue a cebola até dourar levemente. Adicione
a carne toda de uma vez e cozinhe em fogo alto por alguns minutos, até ficar bem passada.
Tempere com sal e pimenta a gosto e reserve.
Numa frigideira pequena, derreta o restante da manteiga, em seguida misture a farinha
com a mostarda e adicione à manteiga. Cozinhe por um minuto e acrescente o caldo de
carne aos poucos, até formar um molho grosso. Adicione o creme de leite, mexendo bem.
Jogue o líquido sobre a carne, veja se está bom de sal e aqueça, sem ferver.
Está pronta a receita! Pode servi-la com salsinha para decorar e batata-palha.
41 – SÍRIA

ESFIHA
INGREDIENTES
PARA A MASSA
30 g de fermento biológico
1 colher de sopa de açúcar refinado
1 colher de sopa de sal
375ml de água filtrada morna
250ml de óleo de milho
750g de farinha de trigo (aproximadamente)
PARA O RECHEIO DE CARNE
500g de carne moída sem gordura (patinho/moer duas vezes)
3 tomates com a pele, sem sementes e bem picados
1 cebola grande bem picada (150 g)
1 colher de sopa de Tahine (pasta de gergelim)
1 colher de chá de manteiga extra sem sal
1/2 colher de sopa de sal
1/4 xícara de chá de suco de limão espremido e coado
1 colher de chá de pimenta síria
1 colher de sobremesa rasa de zattar (mistura árabe de especiarias vendidas em
empórios árabes – é opcional na receita)

COMO FAZER ESFIHA SÍRIA DE CARNE


MODO DE PREPARO
Em uma tigela grande, dissolva o fermento com o açúcar.
Junte os demais ingredientes e agregue a farinha de trigo, aos poucos, até obter uma
massa ainda bem “grudenta”.
Distribua a massa sobre a bancada e “rasgue-a” com a palma da mão em movimentos de
vai e vem até que a mesma esteja lisa e brilhante.
Por último enxugue a umidade da massa com um pouco mais de farinha de trigo e sove-
a delicadamente até que esteja lisa e muito macia.
Em seguida divida a massa em porções iguais, boleie cada porção e inicie a montagem
da esfihas, dando o formato de triângulo.
Distribua as esfihas montadas sobre chapas de alumínio sem untar, deixe crescer até
dobrar de volume e asse-as em forno preaquecido à 200ºC até que estejam douradas.
MODO DE PREPARO DO RECHEIO
Em uma tigela grande, coloque todos os ingredientes, coloque os temperos e amasse
com as mãos até ficar homogêneo.
Deixe a carne marinar no tempero entre 30 e 45 minutos.
Coloque a carne marinada em uma peneira grande e deixe escorrer por
aproximadamente duas horas ou a noite toda.
Empregue na montagem das esfihas.
Fonte: Chef Álvaro Rodrigues
42 – SRI LANKA
WELLAWAHUM

Wellawahum ou panquecas são crepes do Sri Lanka. Eles são comidos de manhã ou
mais frequentemente como um lanche doce. Na verdade, são panquecas recheadas com
uma mistura de coco fresco e kitul, seiva de palmeira semelhante a um pouco de xarope
de bordo. Em casa, você encontrará a marca kitul Guayapi em algumas lojas de
orgânicos (incluindo a Biorganix em Ciney). Uma receita fácil e saborosa!

Ingredientes (para 4 pessoas):


Para as panquecas: 130 g de farinha, 2 ovos, 350 ml de leite, uma pitada de sal, uma
colher de chá. açafrão, ghee.
Para o recheio: 300 g de coco fresco, 120 ml de kitul, 2 cápsulas de cardamomo verde
sem a cápsula.

MODO DE FAZER:

Misture todos os ingredientes da massa de panqueca e deixe descansar por 30 minutos.

Prepare o recheio de coco. Aqueça o kitul em uma panela por alguns minutos, adicione
as sementes de cardamomo e depois o coco. Cozinhe por alguns minutos, mexendo
sempre, para que a mistura seque um pouco. Book.

Cozinhe as panquecas com ghee.

Decore as panquecas com a mistura de coco-kitul e enrole-as.

Suas panquecas do Sri Lanka estão prontas!


43 – TAJIQUISTÃO
PALAV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Palav é um tipo de pilaf, considerado "o prato nacional dos tadjiques", tal como nos
países vizinhos. Na Ásia Central, este tipo de pratos é também conhecido como "osh". De
qualquer modo, é importante registar as diferenças entre cada um.
No Tadjiquistão, este prato é tradicionalmente preparado num “kazan”, um caldeirão com
o fundo afunilado, que se suspende sobre o fogo ou se coloca sobre brasas. Começa por
se fritar cenoura ou nabo amarelo e pequenos pedaços de carne em óleo vegetal ou, de
acordo com a tradição, na gordura da cauda de carneiro. O arroz é adicionado antes da
carne e fica alaranjado ou avermelhado pelos pigmentos da cenoura ou nabo. Acrescenta-
se então água e vários vegetais e frutas, tais como cebola, grão-de-
bico, passas de uva, marmelo e damasco. Normalmente, cozem-se ou assam-se à parte
cabeças de alho inteiras, que se servem sobre o arroz. [1]
44 – TAILÂNDIA

Pad thai: o macarrão mais famoso da Tailândia

Possivelmente o prato tailandês mais consumido no mundo, o pad thai,


um macarrão com legumes que pode ou não ter carnes e peixes, chegou à Tailândia
graças a mercadores chineses nos anos 1700. Mas foi durante a II Guerra Mundial que
acabou virando a iguaria nacional do país. Como começou a faltar arroz para a
população, o governo passou a incentivar o consumo da massa feita do produto, que
usava 50% a menos de grãos para o mesmo rendimento de uma porção. Legumes e
proteínas baratas foram adicionados, e a receita virou sucesso imediato. Hoje pode ser
encontrado em qualquer mercado de rua no país ou nos mais sofisticados restaurantes.

Ingredientes
 1/4 xícara de água (para o molho)
 2 colheres de chá de pasta de tamarindo (para o molho)
 3 colheres de sopa de açúcar mascavo (para o molho)
 3 colheres de sopa de molho de peixe (para o molho)
 1 pitada de sal (para o molho)
 160 gramas de macarrão de arroz
 2 litros de água fervente
 3 colheres de sopa de óleo de amendoim
 2 ovos batidos
 1 cebola picada
 2 dentes de alho picados
 50 gramas de tofu cortado em cubos
 1 cenoura ralada
 1 xícara de broto de feijão
 1/2 colher de chá de chili
 3 colheres de sopa de cebolinha picada
 30 gramas de amendoim torrado
 2 colheres de sopa de coentro picado
 1/2 limão
 • sal e pimenta a gosto
 • pimenta dedo de moça (opcional)

1. Prepare o molho. Numa tigela, misture todos os ingredientes e reserve.


2. Ferva a água numa panela e acrescente o macarrão. Desligue o fogo e deixe
cozinhar por três minutos. Escorra e passe a massa em água fria. Reserve.
3. Num wok ou panela grande, aqueça o óleo e frite os ovos batidos,
desmanchando-os em pedacinhos. Acrescente a cebola e refogue por alguns
instantes.
4. Acrescente o alho e refogue até dourar. Na sequência, adicione o molho que
estava reservado. Misture bem. Acrescente o macarrão que estava reservado e
misture.
5. Acrescente o tofu, a cenoura e o broto de feijão. Adicione o chili e tempere
com sal e pimenta a gosto.
6. Finalize com a cebolinha, o amendoim e o coentro. Esprema o limão por
cima, decore com a pimenta dedo de moça e sirva.
PAD THAI

INGREDIENTES
1. 400 gramas de tofu, cortado em cubos
2. 200 gramas de talharim de arroz
3. 150 gramas de moyashi (broto de feijão)
4. 1 acelga chinesa
5. 2 cenouras
6. 1 pimentão amarelo
7. 3 dentes de alho, picados
8. 1/2 xícara de amendoim torrado
9. 1/2 xícara de coentro fresco
10. óleo de gergelim
11. limão
PARA O MOLHO
1. 4 colheres de sopa de pasta de tamarindo
2. 2 colheres de agave ou açúcar mascavo
3. 1/2 colher de sobremesa de pimenta calabresa
4. 1 colher de sopa de shoyo ou tamari
5. 1 colher de sopa de vinagre de arroz
6. 1/2 xícara de caldo de legumes
PASSO A PASSO
1. Em uma panela de água fervente com sal, cozinhe o talharim por 6 minutos (ou
o tempo mínimo de acordo com a embalagem). Retire do fogo e escorra em água
fria para interromper o cozimento.
2. Corte a acelga chinesa em pedaços de 2cm e a cenoura e o pimentão em tiras
finas. Caso você tenha uma mandolina ou spiralizer, você também pode cortá-
los em formato de macarrão.
3. Misture todos os ingredientes do molho em um bowl.. Prove e ajuste o tempero
caso necessário.
4. Em uma wok em fogo alto, aqueça uma colher de sopa de óleo de gergelim.
Quando estiver bem quente, refoque o alho, o pimentão, a cenoura e a acelga
chinesa até dourarem. Empurre-os para o lado da panela e adicione mais um
pouco de óleo na parte restante. Aguarde esquentar o óleo e doure os cubos de
tofu em fogo alto.
5. Adicione o molho, o talharim de arroz e o moyashi a panela e misture. Desligue
o fogo logo em seguida.
6. Sirva com o amendoim torrado, o coentro picado e gotas de limão.
DICAS
1. Recomendo para esse tipo de receita, utilizar o tofu mais firme que conseguir, e
prensá-lo por pelo menos 30 minutos (deixá-lo secando enrolado em um pano de
prato com peso em cima). Se você tiver tempo de deixar o tofu marinando com
um pouco de shoyo ele ficará ainda mais saboroso.
2. Você pode utilizar outros vegetais de sua preferência como brócolis, couve ou
até adicionar cogumelos.
45 – TIMOR LESTE

DOCES MANO TEN

Muito parecido com os bolinhos de chuva, estes doces são servidos comumente junto ao
lanche ou ao almoço. Eles são fritos e são considerados como a “salvação” das donas de
casa timorenses quando estas recebem uma visita inesperada.

Ingredientes:
4 bananas maduras e esmagadas
250 gramas de farinha
250 gramas de açúcar
4 ovos
½ litro de leite
½ colher de fermento

Modo de preparo:
1. Junte todos os ingredientes de uma vez e os misture rapidamente.
2. Depois deixe a mistura em repouso por alguns minutos.
3. Em seguida forme vários bolinhos e frite-os em óleo quente com a ajuda de uma
colher.
4. Antes de servir polvilhe os bolinhos com canela.
5. Deixe esfriar um pouco, e sirva.
46 – TURCOMENISTÃO

SHURPA – SOPA DE CORDEIRO

INGREDIENTES
500g de carne de cordeiro sem ossos picada em cubos
400g de batatas descascadas picadas
2 cenouras picadas
4 tomates sem sementes picados
1 pimentão vermelho sem sementes picado
1 cebola fatiada
1 colher (sopa) de coentro fresco
2 colheres (sopa) de salsa fresca picada
1 colher (sopa) de endro fresco picado
1 colher (chá) de cominho seco
Sal a gosto
Pimenta-do-reino a gosto
1 colher (sopa) de banha ou óleo vegetal
2l de água fervente

MODO DE PREPARO
Em uma panela grossa, frite a carne na banha ou óleo até dourar.
Junte os tomates, o pimentão, a cebola, o coentro, a salsa, o endro, o cominho, o sal e a
pimenta.
Deixe ferver 3min.
Jogue a água fervente e tampe a panela.
Deixe cozinhar em fogo baixo até a carne amaciar.
Junte, na panela com a carne, a batata e a cenoura e deixe cozinhar até que a batata
esteja macia.
Retire.
Sirva quente.
47 – TURQUIA
KEBAB NO ESPETO

Ingredientes
 1kg de carne bovina – alcatra com gordura
 1 colher (sopa) de tomilho fresco
 1 pimenta vermelha dedo-de-moça
 3 colheres (café) de cominho moído
 Sal e pimenta-do-reino a gosto
 1 limão
 3 colheres (chá) de hortelã fresca
 2 colheres (sopa) de azeite
 6 pães pita (árabe)
 6 espetos para churrasco
Modo de Preparo
 Corte a carne em cubos de tamanho médio (não precisa aproveitar a gordura
toda da carne) e passe no moedor.
 Tempere a carne, já moída, com sal e pimenta do reino a gosto. Reserve.
 Corte uma pimenta dedodemoça ao meio e retire toda a semente. Feito isso,
pique a pimenta em pedacinhos bem pequenos.
 Em um pilão, amasse bem a pimenta picada, o cominho, o tomilho fresco, a
hortelã e duas colheres de sopa de azeite, até que vire uma pasta. Tempere com uma
pitada de sal.
 Misture essa pasta com a carne moída , amassando bem com as mãos, até que a
carne comece a grudar nas mãos.
 Molde a carne ao redor dos espetinhos. Aperte bem, para que a carne não solte
do espeto quando for ao fogo. Se não der liga, pode usar um pouco de farinha na massa
do kebab.
 Coloque para assar na churrasqueira, lembrando sempre de virar o kebab para
assar por igual.
 Quando a carne estiver bem assada, retire do fogo e tempere com limão.

 Quando a carne estiver bem assada, retire do fogo e tempere com limão.
 Retire os palitos de churrasco e sirva no pão pita com o molho de sua preferência.
48 – USBEQUISTÃO

PLOV

Ingredientes:
1kg de carne de cordeiro ou frango
1kg de arroz
1kg de cenoura
3 cenouras médias
cominho
3 cabeças de alho
pimenta do reino
sal à gosto
panela de barro ou de ferro

Modo de preparo:
Corte o frango (ou a carne de cordeiro) em pedaços e coloque na panela para dourar. Eu
prefiro deixar o frango com sal uns 30 minutos antes do preparo, para ele não ficar sem
gosto. Pique a cebola e coloque na panela também. Adicione a cenoura ralada (eu usei o
multiprocessador, mas vale usar também o liquidificador ou até mesmo um ralador).
Tempere com sal, pimenta e cominho e deixe cozinhar por uns 15 minutos.
Coloque os dentes de alho inteiros e acrescente água fervente (para não interromper o
cozimento) até cobrir os ingredientes. Deixe a receita lá e não mexa por 45 minutos.
Agora você irá encontrar uma consistência de purê de tomate, sabe? É hora de colocar o
arroz (que pode estar cozido ou não). Se não estiver cozido, acrescente mais água até
cobrir todo o arroz e deixe em fogo alto por cerca de 30 minutos. A água deverá estar
seca por completo.
49 – VIETNÃ

ASAS DE FRANGO NO LIMÃO


INGREDIENTES
2 kg de asas de frango
marinado
2–3 hastes de capim-limão, apenas parte branca
6 raízes de coentro, lavadas
5 chalotas asiáticas vermelhas
3 cm de pedaço de gengibre fresco, descascado
3 dentes de alho
1 colher de chá de açafrão
1 colher de chá de pimenta branca moída
1 colher de chá de cinco especiarias chinesas
1 colher de chá de canela em pó
2 colheres de sopa de açúcar
1 colher de sopa de pasta de tamarindo
molho de peixe, a gosto

MODO DE FAZER
Corte as pontas das asas de frango e, em seguida, corte cada asa em dois pedaços entre o
cotovelo. Coloque todos os ingredientes da marinada, exceto o molho de peixe, em um
processador de alimentos. Misture até uma pasta fina. Retire a marinada para uma tigela
grande e prove. Adicione o molho de peixe até obter uma salinidade equilibrada. Adicione
as asas de frango cortadas e cubra com a marinada. Cubra e leve à geladeira durante a
noite para obter a máxima penetração de sabor. Prepare o seu churrasco para cozinhar em
fogo médio-baixo. Forre a chapa com papel manteiga ou papel alumínio e depois coloque
as asas de frango. É melhor cozinhá-los lentamente, por cerca de 15 a 20 minutos, para
que eles caramelizem lentamente e cozinhem uniformemente - não há nada pior do que
asas de frango pretas e mal cozidas! Depois de bem cozido, transfira as asas para uma
travessa e desenterre.