Você está na página 1de 2

Chão de Umbanda Casuá Data:

do Pai Francisco 12/03/2019


Revisão: 1
Artigo 86 – O Silêncio para sua recuperação Folha: 1

O Silêncio não é somente a ausência de sons ou ruídos. O silêncio é demasiadamente mais


do que isso.
A começar, “O silêncio é a porta de entrada do seu próprio ser”. E o próprio ser é um estado
de presença consciente.
O estado de presença não está na sua historicidade e nem a sua ansiedade do futuro que
você não viveu.
O Silêncio te revela emoções que você nem sabia que estavam em você e muito menos que
elas interferiam intimamente em suas escolhas e ações.
No silêncio existe um saber e um medo.
O Filósofo Montaigne dizia que o silêncio fala, mostra e toca, pela sua linguagem simples, sem
artifícios e de uma forma direta em nossa consciência.
Pascal nos ensinou que o silêncio mostra suas 3 faces: a Razão, a Natureza e a Fé. Podemos
considerar a tríade do silêncio.
Temos que aprender que o silêncio nos mostra, no campo racional, a imposição de posturas
racionais, argumentações interiores que nos fazem pensar sobre as decisões a serem
tomadas. No campo da natureza temos a nossa visão de espaço, localização e de imersão.
Mas é preciso aprender a lidar com esse mergulho, pois nele pode surgir os medos e as
instabilidades. E finalmente no campo da Fé, quando o silêncio te devolve equilíbrio, te coloca
uma carga do acreditar na capacidade que racionalmente ele te posicionou para os teus
Chão de Umbanda Casuá Data:

do Pai Francisco 12/03/2019


Revisão: 1
Artigo 86 – O Silêncio para sua recuperação Folha: 2

objetivos. Talvez, esse processo, que é muito singular para cada um, seja o seu modo de
meditar. Mas não duvide e passe a usar.
O silêncio nos ensina a aprender a sentir muito mais do que ouvir.

Quando o espelho foi introduzido nas academias de artes marciais, trazia consigo uma
mensagem muito importante: “Aprenda a ser como um espelho – refletir a energia da imagem”.
Ali na sua reflexão, diante do seu silêncio, a sua própria energia. Se vem a identificação com
o êxito, a tradução de seu silêncio diante da reflexão da imagem é a vitória. Mas se o medo
se formatar, seu silêncio vai traduzir em fracasso.

Mas a partir do momento que você consegue traduzir seu silêncio e entender como formatar
o silêncio do seu comportamento, e colocar uma barreira para o seu inimigo visualizar os seus
passos. Muitas vezes o inimigo está em nós mesmos e precisamos vencê-lo, porque a maior
arma dele é e sempre será o medo.
Bruce Lee disse em seu livro O TAO do Jeet Kune Do: “Prepare-se para mostrar uma força
descomunal e humilde, onde a sua imagem te definirá o seu inteligente e superior
estado de ser. Lembre-se que você deve ocupar-se de si mesmo e a defesa chega
naturalmente com seu tão importante silêncio. Nenhum movimento te afeta em seu
silêncio, porque o seu estado de conexão é interno e poderoso. Mas o teu kiai é que
fará a marcação da tua evolução.”

Em sua essência da natureza, o tigre não dispensa a sua melhor arma, dentro do seu espaço:
O Silêncio.

E no silêncio mora o seu sagrado.

“No Silêncio está a sua fonte de liberdade”

Você também pode gostar