Você está na página 1de 11

Expansão Árabe-Islâmica

01 - (FUVEST SP/1997) A expansão do Império Muçulmano, durante a época


Os movimentos fundamentalistas, que tudo querem medieval, está ligada ao crescimento do Islamismo.
subordinar à lei islâmica (Sharia), são hoje muito ativos Pode-se afirmar, também, que a expansão muçulmana:
em vários países da África, do Oriente Médio e da Ásia. a) criou um intercâmbio comercial entre Oriente e
Eles tiveram sua origem histórica: Ocidente, o q ual estimu lou o au mento da
a) no desenvolvimento do islamismo, durante a produção, a difusão de técnicas e a propagação de
Antigüidade, na Península Arábica. mercadorias.
b) na expansão da civilização árabe, durante a Idade b) exerceu uma grande influência sobre as crenças do
Média, tanto a Ocidente quanto a Oriente. Oriente, sendo a p rin cipal fonte de
c) na derrocada do socialismo, depois do fim da União desenvolvimento do monoteísmo no Império
Soviética, no início dos anos noventa. Bizantino.
d) no estabelecimento do Império turco-otomano, c) decorreu da crescente necessidade de mercados
com base em Istambul, durante a Idade Moderna. fornecedores de escravos para a produção de
e) na ocupação do mundo árabe pelos europeus, sed a, comercializada pelas tribos da Península
entre a segunda metade do século XIX e primeira do Arábica.
XX. d) resultou de um processo de unificação político-
administrativa das diversas tribos arábicas qu e
02 - (ETAPA SP/2006) lutavam contra a d ominação d a Igreja
Sobre o islamismo, pode-se afirmar que: Católica.
a) foi uma reação dos povos árabes contra as
tentativas de cristianização movidas por 05 - (UFSE/2001)
missionários jesuítas. I. Os intelectuais árabes interessavam se por diversos
b) como o budismo, originou-se na Índia e veio a se ramos de estudos ao mesmo tempo; o sábio Al-
constituir em importante crença religiosa entre os Biruni, por exemplo, era matemático, astrônomo,
povos do Oriente. botânico, poeta e historiador.
c) tanto quanto o judaísmo e o cristianismo, é uma II. Havia interesse em conciliar a observação rigorosa
religião monoteísta que fundamenta-se em um e desinteressada com as conseqüências práticas
texto considerado sagrado. das novas descobertas; do dia-a-dia contribuíram
d) é tão antigo quanto o judaísmo e, como ele, para aumentar o rigor das observações e análises
reverencia um ancestral comum, Abraão. dos estudiosos árabes.
e) foi uma poderosa crença religiosa no passado e, III. Os estudiosos se orientavam pelo raciocínio lógico,
presentemente, como as demais crenças religiosas, pela observação direta e pela experimentação, sem
tem assistido à diminuição do número de novos se atrelarem a especulações religiosas.
adeptos. Com base nos itens I, II e III pode-se afirmar que as
características comuns que marcaram a atividade
03 - (UECE/2000) intelectual dos árabes, nas diversas áreas do
Leia, com atenção, a seguinte informação a respeito da conhecimento na época da expansão do islamismo,
expansão islâmica ao norte da África: foram, respectivamente,
a) o antropocentrismo, o ecletismo e a crítica à
“Fustat é a capital do Egito no sentido amplo do termo; concepções religiosas.
...ela é a capital do Egito que eclipsa Bagdad, é o orgulho b) a praticidade, o naturalismo e a influência do
do Islão, nela todo o gênero humano vem comerciar...” ritualismo religioso.
c) a originalidade, o naturalismo e a harmonia da fé
Fonte: MAISONNEUVE, A. Apud ARRUDA, José Jobson de A. com a razão.
História: d) o ecletismo, a praticidade e a pouca influência
Antiga e Medieval. 17.ª ed. São Paulo: Ática, 1995, p. 313. religiosa.
Partindo da abordagem que compara a capital do Egito e) o cosmopolitismo, o misticismo e o ritualismo
a Bagdad, é correto afirmar: religioso.
a) a expansão comercial muçulmana restringia-se ao
Egito 06 - (UFSC/1999)
b) Bagdad constituía o centro religioso islâmico, de Numa sexta-feira, 8 de agosto de 1998, dois atentados
pouca expressão comercial aterrorizaram o mundo. Bombas explodiram nas
c) o comércio árabe, envolvendo sedas, tapetes, embaixadas dos Estados Unidos em Nairobi e Dar es-
couros e armas envolvia a Ásia, a Europa e a África Salaan, deixando 248 mortos. Os atentados foram
d) as atividades agrárias e industriais, a cargo dos reivindicados pelo grupo "Exército de Libertação dos
árabes, superavam as transações mercantis Santuários Islâmicos".
Sobre o Islão e os grupos islâmicos fundamentalistas
04 - (UFRN/2000) que aterrorizam o ocidente, assinale a(s) 1
proposição(ões) VERDADEIRA(S).

1
www.historiaemfoco.com.br
Expansão Árabe-Islâmica
01. O Islão surgiu a partir das pregações de Maomé. enquanto que o comércio destacou-se como elo do
02. No "Alcorão", que segundo a tradição foi relacionamento tolerante com muitos povos. Além
transmitido a Maomé, estão as leis e ensinamentos disso, argumenta-se que os valores culturais da
da religião islâmica. Antigüidade Clássica chegaram ao conhecimento do
04. Os fundamentalistas islâmicos pretendem um Mundo Moderno Ocidental porque os árabes:
Estado dirigido pelas leis do Alcorão. a) traduziram e difundiram entre os europeus
08. Um número expressivo de fundamentalistas importantes obras sobre o saber grego.
islâmicos prega a guerra santa contra a sociedade b) propagaram a obra ‘Mil e uma Noites’, mostrando
ocidental, principalmente contra os Estados que ela se baseia em lendas chinesas.
Unidos. c) introduziram na Europa novas técnicas de cultivo e
a habilidade na representação de figuras humanas.
07 - (UnB DF/1996) d) profetizavam o destino do homem através das
A respeito da presença cultural muçulmana na estrelas.
Península Ibérica, julgue os itens abaixo. e) desenvolveram uma ciência não submetida aos
00. No período mais intenso das cruzadas, a ciência ensinamentos religiosos.
árabe penetrou na cristandade, alienando o
chamado renascimento do século XII. 10 - (UNESP SP/1997)
01. Na Espanha, foi nula a contribuição árabe no que se “Quando Maomé fixou residência em Yatrib, teve início
refere à Introdução de novas culturas agrícolas e de uma fase decisiva na vida do Profeta, em seu empenho
diferentes práticas arquitetônicas. de fazer triunfar a nova religião. A cidade de Yatrib, que
02. Parte de que os árabes transmitiram aos cristãos doravante seria chamada de Madina al-nabi (Medina, a
era, na verdade, ciência grega entesourada nas cidade do Profeta), tornou-se a sede ativa de uma
bibliotecas orientais e recolocada em circulação comunidade da qual Maomé era o chefe espiritual e
pelos homens de cultura do Islã. temporal.”
03. Os conhecimentos dos sábios muçulmanos (Robert Mantran, Expansão Muçulmana.)
chegaram aos confins do Islã ocidental, a Espanha, Essa mudança para Medina, que assinala o início da era
e foram sequiosamente absorvidos pelos clérigos muçulmana, ficou conhecida como:
cristãos, conforme se processava a Reconquista. a) Xiismo
b) Sunismo
08 - (UNIOESTE PR/2001) c) Islamismo
A vida das tribos do deserto era muito dura. A produção d) Hégira
de um oásis – tâmaras e trigo – era muito pequena e e) Copta
nunca bastava para alimentar a população, geralmente
grande, devido ao costume da poligamia entre os 11 - (Mackenzie SP/2002)
árabes. A criação de ovelhas, cabras e camelos aliviava Sobre os princípios da religião islâmica, fundada pelo
a situação mas não resolvia o problema. Isto explica a profeta Maomé, é correto afirmar que:
fome contínua das populações do deserto. Eles eram a) fundamenta-se na aceitação, exclusivamente pelos
obrigados a jejuar no período de maior escassez de povos árabes, dos desígnios de Allah, não podendo
alimentos, geralmente no mês de ramadã. ser professados por outros povos, considerados
(ARRUDA, 1986, p. 304) infiéis.
A partir disto, podemos afirmar que: b) prega a negação da vida após a morte, o
01. os oásis eram produzidos pelas tribos do deserto. monoteísmo, e a distinção entre os poderes
02. as pessoas que viviam em um oásis enfrentavam o religiosos e políticos.
problema da produção escassa de alimentos. c) consolidou-se no mundo árabe após a imposição,
04. a produção de alimentos em um oásis era muito pelas seitas rivais xiita e sunita, da crença em
pequena devido ao costume da poligamia. muitos deuses, dentre os quais o principal é Allah.
08. a criação de ovelhas, cabras e camelos aliviava o d) todo fiel deve fazer uma peregrinação ao templo da
problema da seca no deserto. Caaba, na cidade de Meca, para o culto aos ídolos
16. as populações do deserto explicavam sua situação das diversas tribos árabes.
de fome. e) teve influências das religiões judaica e cristã, que
32. Ramadã jejuava no período de maior escassez de pregavam o monoteísmo e a crença na existência
alimentos. de uma vida após a morte.
64. algumas tribos do deserto tinham o costume da
poligamia. 12 - (UEPG PR/2000)
Os califas, sucessores de Maomé (após 632 d.C.),
09 - (UNESP SP/1993) empreenderam a expansão árabe e muçulmana num
Os árabes, entre os Séculos VII e XI, ampliaram suas período em que os Estados do Oriente se encontravam
conquistas e forjaram importante civilização. Sob a ação enfraquecidos. Seus exércitos foram enviados a três 2
catalisadora do Islã, foi mantida a unidade política, regiões distintas: Palestina, Síria e Armênia; Egito e

2
www.historiaemfoco.com.br
Expansão Árabe-Islâmica
Tripolitânia; Mesopotâmia e Pérsia. Neste novo cenário, b) propagaram a obra “Mil e uma Noites”, mostrando
Medina torna-se a capital do Império Árabe e Meca é que ela se baseia em lendas chinesas.
preservada como centro religioso. c) introduziram na Europa novas técnicas de cultivo e
Sobre as estratégias de conquista e consolidação do a habilidade na representação de figuras humanas.
Império Árabe assinale o que for correto. d) profetizavam o destino do homem através das
01. A tolerância muçulmana foi elemento fundamental estrelas.
para consolidar o domínio árabe nas regiões e) desenvolveram uma ciência não submetida aos
anexadas. ensinamentos religiosos.
02. As regiões conquistadas em geral preservaram suas
propriedades, seus costumes e a própria 15 - (UNESP SP/1997)
administração. Em troca, pagavam impostos aos “Quando Maomé fixou residência em Yatrib, teve início
dominadores. uma fase decisiva na vida do Profeta, em seu empenho
04. Nesse período, os árabes adotaram a monarquia de fazer triunfar a nova religião. A cidade de Yatrib, que
patriarcal hereditária, o que evitou lutas sucessórias doravante seria chamada de Madina al-nabi (Medina, a
e dissidências. cidade do Profeta), tornou-se a sede ativa de uma
08. A conversão ao Islã, além de uma atitude religiosa e comunidade da qual Maomé era o chefe espiritual e
cultural, assumiu uma dimensão política ao permitir temporal.” (Robert Mantran, Expansão muçulmana.)
aos convertidos o usufruto de privilégios como o Essa mudança para Medina, que assinala o início da era
acesso a cargos públicos e a isenção de impostos. muçulmana, ficou conhecida como:
16. A Guerra Santa, de fundamentação exclusivamente a) Xiismo
religiosa, dificultou a expansão do domínio árabe. b) Sunismo
c) Islamismo
13 - (UEPG PR/2002) d) Hégira
Em 630, no Oriente Médio, numa península árida, e) Copta
banhada pelo Oceano Índico e pelo Mar Vermelho,
surgiu o Islã. Sobre a civilização islâmica, assinale o que 16 - (UNICAMP SP/2003)
for correto. Neste depoimento, o Imperador Augusto (30 a.C. – 14
01. O Alcorão e o Suna são os livros sagrados dos d.C.) descreve a “Paz Romana”, realização que assinale
muçulmanos ou islamitas. o apogeu da expansão do Império no Mediterrâneo:
02. Os muçulmanos permaneceram por séculos na
Península Ibérica, deixando forte influência em Estendi os limites de todas as províncias do povo
Portugal e na Espanha. romano fronteiriças de nações que escapavam à
04. A moral islâmica é semelhante à do cristianismo, obediência ao Império. Restabeleci a ordem nas
parecida com a dos Dez Mandamentos, mas províncias das Gálias, das Espanhas, na Germânia.
fortemente influenciada pelos usos e costumes dos Juntei o Egito ao Império, recuperei a Sicília, a
árabes. Sardenha e as províncias além do Adriático.
08. A palavra Islã significa "mundo dos crentes", (Adaptado de Gustavo Freitas, 900 textos e documentos de
daqueles que acreditam em um só Deus e História, Lisboa, Plátano, s.d., v. 1, p. 96–7.)
obedecem a um só chefe, Maomé, e aos califas,
seus sucessores. Designa, portanto, um estado a) Qual foi o meio utilizado por Augusto para
teocrático. estabelecer a “Paz Romana”?
16. Entre os muçulmanos, a fé em Alá mobilizou a b) Explique a importância do Mar Mediterrâneo para
população para o combate, levando-a à expansão o Império Romano.
de seu território e também de seu comércio. A c) Quais as formas de governo que antecederam a
conquista da Península Ibérica constituiu um marco ascensão dos imperadores em Roma?
no avanço para o Ocidente.
17 - (UNIFOR CE/1998)
14 - (UNESP SP/1993) Em poucos anos, Maomé propagou a sua religião por
Os árabes, entre os Séculos VII e XI, ampliaram suas toda a Arábia, conseguindo unir o povo e:
conquistas e forjaram importante civilização. Sob a ação a) colocar um fim nas conquistas muçulmanas, ao
catalisadora do Islã, foi mantida a unidade política, difundir a doutrina islâmica.
enquanto que o comércio destacou-se como elo do b) terminar com as peregrinações das tribos dos
relacionamento tolerante com muitos povos. Além beduínos à cidade santa de Medina.
disso, argumenta-se que os valores culturais da c) lançar as bases para a formação do Império Árabe,
Antiguidade Clássica chegaram ao conhecimento do ao defender a Guerra Santa.
Mundo Moderno Ocidental porque os árabes d) marcar o início do calendário muçulmano, ao
a) traduziram e difundiram entre os europeus destruir todos os ídolos da Caaba.
importantes obras sobre o saber grego. e) conquistar a cidade comercial de Meca para as 3
tribos dos coraixitas, guardiães da Pedra Negra.

3
www.historiaemfoco.com.br
Expansão Árabe-Islâmica
e) culto aos deuses das tribos árabes e a aceitação da
18 - (UNIFOR CE/1999) idéia de que o poder político e o religioso deveriam
Os novos líderes religiosos de Medina e de outras concentrar-se nas mãos de uma única pessoa,
cidades, após a morte de Maomé, deram início a descendente da dinastia abássida.
conquistas que resultaram na formação de um imenso
Império. 21 - (UNESP SP/2005)
A expansão muçulmana foi: Assinale a alternativa correta sobre a civilização
a) dificultada pelas características da nova religião, muçulmana durante o período medieval.
sincrética e, portanto, aceita com grande facilidade a) Os constantes ataques de invasores árabes,
por outros povos. provenientes das áreas do Saara, criaram
b) dirigida por grupos mercantis da Arábia, utilizando instabilidade na Europa e contribuíram
o proselitismo religioso segundo seus interesses decisivamente para a queda do Império Romano.
econômicos. b) A civilização muçulmana não desempenhou papel
c) resultado da organização militar alcançada pelos significativo no período, em função da inexistência
beduínos nas campanhas realizadas ao lado de de um líder capaz de reunir, sob um mesmo estado,
Maomé. sunitas e xiitas.
d) essencialmente um movimento de caráter c) Os pensadores árabes desempenharam papel
comercial, uma vez que as vitórias garantiriam fundamental na renovação do pensamento da
títulos nobiliárquicos aos combatentes. Europa Ocidental, uma vez que foram responsáveis
e) responsável pela conversão religiosa à força dos pela difusão, via Espanha muçulmana, do legado
povos, no norte da Península Itálica. greco-romano.
d) O distanciamento entre muçulmanos e cristãos
19 - (UNIFOR CE/2000) aprofundou- se com a pregação de Maomé, que
Reelaborando o patrimônio cultural dos povos com postulou a superioridade da religião islâmica e
quem entraram em contato, os muçulmanos realizaram negou-se a aceitar os tratados de paz propostos
inúmeros progressos intelectuais, transmitidos para a pelo Papa.
Europa medieval. No que se refere a essa transmissão: e) A partir do século VIII, a civilização muçulmana
a) foi grande a influência árabe na formação de passou a ser regida pelo Alcorão, cujas
vocabulário, principalmente nas línguas portuguesa recomendações aplicavam-se à vida cotidiana,
e castelhana, já que dominaram a região por contribuindo para o declínio do Império Otomano.
séculos.
b) a expansão árabe pela Europa Ocidental, no século 22 - (FATEC SP/2002)
VIII, impediu a difusão do Cristianismo e promoveu Afirma-se sobre a Civilização muçulmana:
o renascimento do comércio na região. I. Os muçulmanos sempre consideraram Maomé
c) a civilização árabe espalhou em torno de si a como o criador do Islamismo, cujo princípio básico,
herança cultural grego-romana, retirado do Judaísmo da época de Abraão, diz que
responsabilizandose pelo surgimento do Jeová é o único Deus, e Maomé, seu profeta.
helenismo. II. Durante o 1º califado, os princípios básicos da
d) o maior mérito da civilização árabe está na religião muçulmana foram transcritos no livro
compilação, conservação e divulgação para o sagrado Alcorão, ou Corão, que é o conjunto de
mundo das grandes obras gregas e romanas. narrativas e mandamentos dos ensinamentos de
e) a renascença italiana, que ocorreu a partir do Maomé.
século XIV, sofreu notável influência da arte e da III. Maomé, ao impor a sua religião aos árabes,
filosofia dos eruditos árabes. contribuiu para a unificação política da Península
Arábica e, ao impor rituais, crenças e práticas
20 - (UNIFOR CE/2002) cotidianas, facilitou a criação de uma organização
O Islamismo, religião de grande importância na social única.
Unificação dos árabes, tem como fundamento o: Deve-se concluir, a respeito dessas afirmações, que:
a) politeísmo, isto é, a crença em muitos deuses, dos a) todas são corretas.
quais o principal é Alá. b) nenhuma é correta.
b) fato de sua concepção ser vinculada c) apenas I e II são corretas.
exclusivamente aos árabes, não podendo, d) apenas II e III são corretas.
portanto, ser professado pelos povos inferiores. e) apenas I e III são corretas.
c) princípio da aceitação dos desígnios de Alá em vida
e a negação de uma vida pós-morte. 23 - (PUC PR/2003)
d) monoteísmo, influência do Cristianismo e do No início, o Islã cresceu à custa do Império Bizantino e
Judaísmo, observado por Maomé entre povos que do Império Persa – cerne ainda do Islã – as duas maiores
seguiam essas religiões. forças do Oriente Médio durante o período de expansão 4
do islamismo. No apogeu, porém, o Império Muçulmano

4
www.historiaemfoco.com.br
Expansão Árabe-Islâmica
estendeu-se da Espanha até a Índia, superando mesmo 25 - (UFPB/2005)
o ponto de expansão máxima do Império Romano. O islamismo é a religião que mais cresce no mundo
(Stewart, Desmond – Antigo Islã, José Olympio, Rio de contemporâneo. Suas origens remontam ao século VII
Janeiro, Biblioteca Life, 1967.) d.C. e sua expansão foi baseada na Jihad, guerra santa
Com base no texto e nos conhecimentos de História, contra outros povos, especialmente cristãos. Entre os
assinale a opção correta: séculos VII e VIII, foi constituído o Império Árabe-
I) A conquista da Síria e Palestina ocorreu ainda sob o Muçulmano, que dominou a Península Arábica, os
governo de Maomé, falecido no ano 632 da Era territórios dos atuais Irã e Iraque, todo o norte da África
Cristã. e a Península Ibérica (atuais Portugal e Espanha).
II) Os árabes, após a luta de conquista, eram Considerando o domínio árabe-muçulmano e suas
generosos para com os dominados, convivendo em relações com o Ocidente, assinale as afirmativas a
paz com os vencidos, quer fossem cristãos, judeus seguir, com V as verdadeiras e com F, as falsas:
ou de outras religiões, não conhecendo o racismo.
III) Sob a dinastia dos Omíadas ocorreu a conquista da ( ) O Ocidente organizou as Cruzadas, expedições
Península Ibérica, que politicamente formava o militares constituídas pelos reinos cristãos
Império Visigótico, exceto as Astúrias. europeus, com o apoio da Igreja Católica, para
IV) Enquanto os Califas Perfeitos ou Legítimos tiveram refrear a expansão do Islamismo.
capital em Meca, sob a dinastia dos Omíadas e ( ) Os árabes-islâmicos, durante o seu domínio na
Abássidas as capitais foram Damasco e Bagdá. Península Ibérica, contribuíram na construção de
V) O ponto de máxima expansão do Império Romano, uma sociedade mais tolerante, ao equipararem o
aludido no texto, ocorreu sob o governo de status de judeus e cristãos.
Augusto. () Os árabes-islâmicos defrontaram-se, na Península
Estão corretas: Ibérica, com uma região de população cristã de
a) I, III, IV e V origem romanogermânica, bastante pluralista e
b) II, III, e IV desenvolvida nas ciências e nas artes.
c) apenas I e III ( ) O domínio árabe-muçulmano permitia aos povos,
d) apenas IV e V sob o seu controle, a liberdade de culto, não
e) apenas III e V impondo a crença nos valores do Islão.
() O tratamento dado pelos árabes muçulmanos às
24 - (UESPI/2003) artes e ciências foi semelhante àquele dos cristãos,
Durante o tempo de cerca de sete séculos, os árabes durante a Inquisição: perseguição a artistas e
sarracenos se bateram em luta com povos ocidentais na cientistas, e censura a obras provenientes de
tentativa, bem sucedida em alguns casos, de subjugar culturas de povos considerados “ïnfiéis”.
partes da Europa ocidental ao seu domínio. Sobre esse
assunto, entre as afirmações abaixo elencadas, há uma A seqüência correta é:
que não é correta. a) FVVFF
Assinale-a. b) FFVFV
a) Os árabes tomaram o norte da África e daí o sul e c) VVVFF
depois quase toda a Península Ibérica, tendo como d) VFFVF
motivo principal dessa expansão dilatar sua e) VVFVF
atividade comercial;
b) A expansão árabe rumo ao Ocidente foi também 26 - (UnB DF/2003)
motivada pelo ímpeto de disseminação de sua Nos dias de hoje, a importância do islamismo
religião, não sendo esta, a causa maior do transcende a aspectos meramente religiosos.
movimento; Corretamente ou não, compreendida ou estigmatizada,
c) A expansão islâmica propunha um novo olhar e o certo é que a “questão muçulmana” adquiriu múltiplas
novas e mais abertas formas de organização dimensões, nas quais se mesclam elementos religiosos,
política, e, de fato, às impuseram às regiões culturais, políticos e econômicos. Relativamente ao
ocidentais sob seu domínio; processo histórico vivido pelo Islã, do século VII à
d) Os árabes, também chamadas de mouros, deixaram atualidade, julgue os itens seguintes.
marcas significativas em sociedades que 01. Ao unificar tribos árabes em torno da crença
submeteram, mas pelo menos no exemplo da monoteísta em Alá, o profeta Maomé acabou por
Península Ibérica o traço distintivo de sua presença unificá-las politicamente, dando origem a um até
não foi a imposição da religião islâmica aos então inexistente Estado árabe.
dominados; 02. O expansionismo árabe, após a morte de Maomé,
e) Os árabes foram expulsos das regiões continentais foi estimulado pelo ideal de “guerra santa” e
da Europa ibérica às vésperas do início do chamado possibilitou a existência de um grande império que,
“ciclo dos descobrimentos marítimos”. partindo do Oriente Médio, contornou o norte da 5
África e chegou à Península Ibérica.

5
www.historiaemfoco.com.br
Expansão Árabe-Islâmica
03. Na Europa, a cultura árabe desempenhou papel de Os muçulmanos entenderam que deveriam constituir
vital importância, a começar pela divulgação dos uma frota para o Mediterrâneo. O resultado inicial foi a
textos clássicos, sobretudo gregos, o que foi conquista de Chipre e de Rodes. A Córsega foi ocupada
fundamental para o renascimento cultural em 809, a Sardenha em 810, Creta em 829, a Sicília em
europeu. 827. As cidades fundadas pelos gregos na Sicília foram
04. No século XX, a importância econômica do sendo conquistadas. Palermo caiu em 831, Messina em
chamado “mundo árabe” vinculou-se, acima de 843, Siracusa em 848, Taormina em 902.
tudo, ao petróleo, elemento impulsionador da (Jacques Risler. A civilização árabe, 1955.)
economia contemporânea.
05. Por pressão ocidental, os governos árabes Esta ocupação resultou
adaptaram-se ao modelo democrático e, com a) no clima de intolerância religiosa e de perseguição
poucas exceções, como é o caso do Irã, ampliaram ao cristianismo no conjunto das regiões ocupadas
os mecanismos de participação política da pelos árabes.
sociedade. b) na decadência acentuada do patrimônio cultural,
científico e filosófico da civilização grega antiga e
27 - (FGV/2000) – O surgimento do Islamismo permitiu à clássica.
Arábia: c) na derrocada dos regimes democráticos do
a. consolidar uma unidade política e religiosa, fortalecendo- Ocidente, inspirados no modelo da antiga
a e possibilitando a expansão de seu Império; democracia ateniense.
b. o fortalecimento e a propagação da primeira religião d) na reconquista, pelos muçulmanos, de muitas
politeísta moderna; regiões e cidades invadidas pelo movimento das
c. a autonomia dos diversos Califados e, portanto, a difusão Cruzadas européias.
e fortalecimento de seus interesses comerciais e religiosos; e) no aprofundamento da crise da atividade comercial
d. centralizar os diversos Califados e, portanto, a expansão européia, com o conseqüente deslocamento da
do politeísmo islâmico por todo o Mediterrâneo; população para os campos.
e. unificar apenas religiosamente a região, permanecendo,
portanto, os interesses comerciais dos diversos Califados em 30 - (UPE/2006)
conflito. Muitas vezes, dá-se um destaque exagerado às guerras
comandadas pelos árabes nos tempos medievais,
28 - (UDESC SC/2005) enquanto as suas contribuições culturais permanecem
O Mundo Muçulmano sempre foi pouco conhecido como exemplos da riqueza de seus feitos. Além disso, as
pelos países ocidentais. A imagem construída sobre ele suas atividades comerciais dão mostras do dinamismo
foi, em muitos casos, negativa. Sobre o passado e as dos árabes, pois:
imagens negativas da atualidade dessa cultura, todas as a) conseguiram dominar o comércio medieval,
alternativas estão corretas, exceto a: trazendo mercadorias do Orientte para Europa
a) A presença muçulmana na Europa deixou uma Central, em grande quantidade.
herança cultural muito ampla. A Espanha, que b) utilizaram muitos instrumentos comerciais como
permaneceu sob domínio muçulmano por boa cartas de crédito e companhias de ações para
parte da Idade Média, é o melhor exemplo disso. facilitar os negócios.
b) Apesar de identificada com a etnia árabe, da qual se c) centralizaram suas atividades em corporações
origina, a cultura muçulmana está presente em estatais bastante produtivas, com manufaturas
muitos outros povos, como turcos, habitantes da articuladas com a exportação comercial.
África e mesmo asiáticos, da Indonésia. d) desenvolveram rotas comerciais no Oceano
c) Para grande parte do mundo ocidental, os Pacífico, por onde exportavam seda e pólvora para
muçulmanos são identificados como defensores de as cidades da Ásia.
uma religião fundamentalista, fanática e e) tiveram boas relações com as cidades francesas e
intolerante. italianas durante os séculos finais da Idade Média,,
d) A cultura muçulmana distingue-se da cultura vendendo-lhes especiarias do Oriente..
islâmica pelo fato de que no primeiro caso há a
utilização apenas do Corão, livro sagrado dos 31 - (UEG GO/2006)
muçulmanos e no segundo, aceita-se o Velho A reflexão em torno das Cruzadas ilumina as relações
Testamento, base da cultura hebraico-islâmica. entre europeus e muçulmanos, cuja atualidade se
e) Apesar da riqueza do petróleo, que atinge apenas apresenta nos conflitos do Oriente Médio. Acerca
alguns dos países muçulmanos, as condições de dessas relações, é CORRETO afirmar que
vida da maioria dos países é bastante difícil, com a) a religião, o comércio e a guerra formavam uma
indicadores sociais muito baixos. rede de relações entre cristãos e muçulmanos,
permitindo o domínio comercial do Mediterrâneo
29 - (UNESP SP/2006) Oriental pelas cidades italianas. 6

6
www.historiaemfoco.com.br
Expansão Árabe-Islâmica
b) o Islamismo, ao contrário do Cristianismo, não A longa presença de povos árabes no norte da África,
visava à conversão dos estrangeiros, mas apenas a mesmo antes de Maomé, possibilitou uma interação
sua eliminação ou escravização para a honra e cultural, um conhecimento das línguas e costumes, o
glória de Alá. que facilitou posteriormente a expansão do islamismo.
c) os cruzados, financiados por banqueiros judeus, Por outro lado, deve-se considerar a superioridade
garantiram para os cristãos a posse definitiva dos bélica de alguns povos africanos, como os sudaneses,
lugares santos, iniciando os conflitos entre judeus e que efetivaram a conversão e a conquista de vários
muçulmanos. grupos na região da Núbia, promovendo uma expansão
d) a presença da cultura árabe na Europa representou do Islã que não se apoia na presença árabe.
um retrocesso na produção do conhecimento (Adaptado de Luiz Arnaut e Ana Mônica Lopes, História da
científico, retardando a expansão marítimo- África: uma
comercial. introdução. Belo Horizonte: Crisálida, 2005, p. 29-30.)

32 - (UFMA/2006) Sobre a presença islâmica na África é correto afirmar


As proposições a seguir referem-se à expansão que:
muçulmana no período medieval. Identifique com V as
proposições verdadeiras, e com F as falsas: a) O princípio religioso do esforço de conversão, a
( ) O Jihad (esforço pelo Islã ou Guerra Santa) foi usado jihad, foi marcado pela violência no norte da
como pretexto ideológico para a conquista de África e pela aceitação do islamismo em todo o
povos e regiões da Arábia, Pérsia, norte da África e continente africano.
Europa. b) Os processos de interação cultural entre árabes e
( ) Maomé foi o fundador da religião islâmica em 622 africanos, como os propiciados pelas relações
d.C. e responsável direto pela formação dos comerciais, são anteriores ao surgimento do
califados que provocaram as cruzadas cristãs no islamismo.
século XI. c) A expansão do islamismo na África ocorreu pela
( ) A Guerra da Reconquista da Península Ibérica pelos ação dos árabes, suprimindo as crenças religiosas
cristãos teve início no século VIII e favoreceu a tradicionais do continente.
formação de reinos como Leão, Navarra e Aragão. d) O islamismo é a principal religião dos povos
( ) Os muçulmanos desrespeitavam os costumes e as africanos e sua expansão ocorreu durante a
crenças locais dos povos conquistados, impondo o corrida imperialista do século XIX.
seu monoteísmo radical e o seu livro sagrado: o
Corão. 35 - (ESPM/2012)
( ) Culturalmente os árabes invasores e Sobre a Arábia, antes de Maomé criar o islamismo, é
conquistadores levaram o obscurantismo e o correto afirmar que:
retrocesso às regiões conquistadas.
Marque, agora, a seqüência correta. a) a Caaba já existia e era um templo dualista.
a) VFVFF b) a Caaba, antes de Maomé, era um templo
b) VVFFV monoteísta e os árabes não aceitavam a idolatria.
c) FVFVF c) a Caaba guardava uma multiplicidade de ídolos e
d) FFFVV a Pedra Negra venerada pelos árabes.
e) VFVFV d) a Caaba, principal templo do islamismo, só foi
edificada após a morte de Maomé por ordem dos
33 - (UFT TO/2012) califas.
Os mercadores e autoridades de Meca, para quem o e) a construção da Caaba foi a razão da separação
culto aos ídolos era uma fonte de lucro, não aceitaram entre sunitas, que a veneram, e xiitas, que não a
o monoteísmo de Maomé e passaram a persegui-lo. consideram relevante.
Maomé e seus seguidores fugiram para Yatreb (atual
Medina), a 400 quilômetros de Meca, onde fundou 36 - (UFG GO/2014)
uma comunidade de fiéis em 622 d.C. Esse episódio que Analise a imagem a seguir.
marca as origens do islamismo ficou conhecido como:

a) Ramadã
b) Jihad
c) Muazin
d) Khaid
e) Hégira

34 - (UNICAMP SP/2012) 7

7
www.historiaemfoco.com.br
Expansão Árabe-Islâmica
clássica greco-romana, o que contribuiria para dar
origem ao Renascimento.

38 - (UCS RS/2015)
A arabização foi um fenômeno ligado à expansão
muçulmana nos séculos VII e VIII. Sobre esse processo,
é correto afirmar que

a) os árabes impunham sua religião aos povos


dominados. Cristãos e judeus eram violentamente
perseguidos e, algumas vezes vendidos como
escravos e, até mesmo, mortos.
Disponível em: <en.wikipedia.org/wiki/Hajj> Acesso em: 25
b) o idioma foi um dos fatores que prejudicou a
abr. 2014.
afirmação árabe, em especial na Península Ibérica,
onde se falavam línguas de origem latina. Assim,
A imagem retrata um ritual religioso realizado
não puderam impor sua religião, nem mesmo sua
periodicamente na cidade de Meca, na Arábia, pelos
cultura.
muçulmanos desde o século VII. Diante do exposto,
c) a convivência com os judeus foi pacífica desde o
início do islamismo, não existindo maiores
a) identifique o evento retratado e explique o seu
incompatibilidades com o judaísmo. Em função
significado para a religião muçulmana.
disso, a região da Palestina foi preservada das
b) explique a importância de Meca no processo de
conquistas islâmicas.
unificação da Península Arábica no século VII.
d) os árabes consentiam, nos primeiros anos da
expansão, que os povos conquistados seguissem
37 - (PUCCamp SP/2014)
suas próprias religiões. No entanto, impunham o
A civilização islâmica desempenhou um importante
pagamento do imposto aos infiéis.
papel na história da matemática não só por ter
e) os árabes eram monogâmicos e não aceitavam o
preservado a sabedoria antiga, mas também por tê-la
casamento com pessoas que não praticassem a
desenvolvido. O seu papel foi inovador na álgebra,
mesma religião que a sua. Dessa forma, foi difícil
graças ao uso da numeração árabe e do zero. A
solidificar a etnia e a cultura árabe nas regiões
matemática foi usada pelos sábiosislâmicos com
conquistadas.
objetivo religioso, como a elaboração do calendário e o
cálculo da qibla, ou seja, da orientação da cidade
39 - (UNIOESTE PR/2013)
sagrada de Meca no sentido da qual se devem realizar
“Os padrões islâmicos de moralidade e as normas que
as orações.
regulam a vida cotidiana são fixados pelo Alcorão, que
(Adaptado de: pt.wikipedia.org/wiki/Ciência_islâmica)
os muçulmanos acreditam conter a palavra de Alá, tal
como revelada a Maomé […]. O estado islâmico era
O conhecimento histórico e o texto permitem afirmar
uma teocracia, em que governo e religião eram
que, além da importante contribuição deixada por essa
inseparáveis[…].”
civilização,
PERRY, Marvin. Civilização Ocidental: uma história concisa.
3ª edição, São Paulo: Martins Fontes, 2002, p.148-149.
a) as atividades econômicas de mercadores e
banqueiros árabes na Europa ocidental
Considerando o texto transcrito acima sobre a criação
favoreceram o surgimento de valores culturais e
do Islã e a expansão muçulmana, é correto afirmar que
científicos que marcaram todo o mundo
Moderno.
a) criado por Maomé, no século XIII, o Islã não tinha
b) o Islamismo exerceu uma grande influência sobre
nenhuma relação com o cristianismo e o
as civilizações posteriores, principalmente no que
judaísmo. A expansão do Estado muçulmano foi
se refere à organização social mais igualitária e à
barrada no século XIX, quando tentou invadir a
estrutura administrativa.
Europa.
c) a civilização muçulmana, ao difundir a cultura
b) a religião do Islã surgiu no século VII na Arábia. Seu
oriental por vasto território do mundo antigo,
fundador foi Maomé, que unificou as tribos
contribuiu para preservar as noções de cidadania
árabes. Seus sucessores dominaram o Império
e de direito, que embasam a cultura ocidental.
Persa, partes do Império Bizantino, Norte da
d) dentre os legados dos árabes da Baixa Idade
África e a Península Ibérica.
Média e que se mantêm na vida contemporânea,
c) criado por Maomé, no século VII, o Islã unificou as
destaca-se a idealização e a valorização do
tribos árabes e formou o Estado Muçulmano, que
trabalho manual em todas as dimensões.
e) as traduções árabes, estudadas na Europa
dominou o norte da África, Portugal e Espanha. 8
medieval, propiciaram a sobrevivência da cultura

8
www.historiaemfoco.com.br
Expansão Árabe-Islâmica
Sua expansão foi detida pelas cruzadas chefiadas TEXTO: 1 - Comum à questão: 41
por Carlos Magno, no século XIX.
d) fundado por Maomé, no século VII, o Estado
Muçulmano baseava-se na religião do Islã. Seu A bacia do Mediterrâneo
sistema de governo era uma teocracia, no qual a
separação entre governo e religião resultou no
total desprezo dos conhecimentos dos gregos
antigos.
e) o Islã foi criado em 1979, no Irã, pelo aiatolá
Khomeini, que implantou neste país a República
Islâmica e difundiu o Islã para os países árabes.

40 - (UFPR/2015)
Um dos exemplos de cultura produzida durante o
Disponível em:
período do império islâmico foi o “Cânone de
<http://www.google.com.br/imgres?imgurl=http://www.yo
Medicina”, escrito pelo médico e filósofo muçulmano
urchildlearns.com/
Avicena entre 1012 e 1015. Esta obra sintetizou
onlineatlas/continent/images/mediterranean.gif&imgrefurl
elementos da literatura médica siríaca, helenística e
=http://www.yourchildlearns.com/
bizantina, e foi muito empregada por sábios ocidentais
onlineatlas/continent/mediterraneanmap.htm&usg=__8hK
até o século XVII. Sobre o império islâmico no período
el6biLnpBLqR8gwz1JR2AVIY=&h=407
do século VII a XV, considerando o exemplo da obra de
&w=804&sz=68&hl=ptBR&start=0&sig2=k4VUwCxKEEI_9eA
Avicena, é correto afirmar:
HK99vDQ&zoom=1&tbnid=nudjM
Yhk9P2ATM:&tbnh=98&tbnw=194&ei=U-
a) O império islâmico permitiu uma grande
YBTufLL4LX0QHymPDODg&prev=/search%3Fq%3Dme
circulação de culturas da Europa até a China,
diterranean%2Bsea%2Bmap%26um%3D1%26hl%3Dpt-
devido a sua relativa tolerância religiosa e a seu
BR%26sa%3DN%26rls%3Dcom.microsoft:pt-
incentivo à assimilação e transmissão de
br:IESearchBox%26rlz%3D1I7ADBF_pBR%26biw%3D1020%
conhecimentos dos diferentes povos
26bih%3D561%26tbm%3Disch&um
conquistados, como atesta a obra de Avicena.
=1&itbs=1&iact=hc&vpx=517&vpy=163&dur=2547&hovh=1
b) O império islâmico permitiu grande circulação
60&hovw=316&tx=195&ty=151&page
cultural por se expandir lentamente durante sua
=1&ndsp=12&ved=1t:429,r:6,s:0&biw=1020&bih=561>.
existência, ao ritmo da conversão e assimilação
Acesso em: 20 jun. 2011.
dos povos e das culturas da Europa à Ásia, devido
à estratégia de não-violência e de tolerância
Relacione com as áreas indicadas no mapa com 1, 2, 3,
religiosa pregada pelo Corão, e presente na obra
4 e 5.
de Avicena.
c) O império islâmico permitiu uma grande
41 - (UEFS BA/2011)
circulação de culturas da Europa à China devido à
Nas áreas indicadas por 3, no século VIII, concretizou-
sua rápida expansão em menos de um século com
se e fortaleceu-se a dominação árabe, com a
o apoio de exércitos cristãos, o que explica a
organização
presença de obras como a de Avicena em
território europeu cristão.
a) dos exércitos regulares, compostos por falanges e
d) Durante seu apogeu, o império islâmico restringiu
legiões.
a circulação de obras europeias cristãs em
b) do tráfico de escravos, resultante da submissão
territórios muçulmanos e impôs a adoção de
das populações conquistadas.
obras científicas islâmicas, como a de Avicena, ao
c) dos califados de Córdoba, na península Ibérica, e
povos não-islâmicos.
do Cairo, no Egito.
e) O império islâmico, durante seu apogeu,
d) de técnicas agrícolas avançadas, responsáveis
incentivou a busca pelo conhecimento científico
pela modernização das comunidades rurais da
nos territórios conquistados, como atesta a obra
região.
de Avicena, mas não logrou sucesso na Europa
e) da Liga Hanseática, monopolizadora de todo o
ocidental, devido ao bloqueio religioso
comércio terrestre na Europa Medieval.
estabelecido pela Igreja Católica.

9
www.historiaemfoco.com.br
Expansão Árabe-Islâmica
GABARITO: 22) Gab: D

1) Gab: B 23) Gab: B

2) Gab: C 24) Gab: E

3) Gab: C 25) Gab: E

4) Gab: A 26) Gab: CCCCE

5) Gab: B 27) Gab: A

6) Gab: 15 28) Gab: D

7) Gab: VFVV 29) Gab: E

8) Gab: 66 30) Gab: B

9) Gab: A 31) Gab: A

10) Gab: D 32) Gab: A

11) Gab: E 33) Gab: E

12) Gab: 11 34) Gab: B

13) Gab: 31 35) Gab: C

14) Gab:A 36) Gab:


a) A foto retrata a peregrinação de muçulmanos à
15) Gab: D Meca, que na imagem aparecem circundando a
Caaba, no pátio central da Mesquita Sagrada. A
16) Gab: peregrinação à Meca é uma das cinco regras
a) Augusto estabeleceu a “Paz Romana” através da fundamentais da religião muçulmana, conhecidas
força militar dominando as “nações que escapavam como pilares do islã, estabelecidas no Corão. Tal
à obediência ao Império (Romano)” e impondo a peregrinação é obrigatória a todo muçulmano que
ordem nas províncias romanas. tenha condição de fazê-la pelo menos uma vez na
b) O mar Mediterrâneo tinha fundamental vida.
importância para o Império Romano porque b) No início do século VII, a Península Arábica pré-
constituía a principal rota de comércio entre os islâmica era formada por tribos autônomas, que
continentes europeu, asiático e africano, e, viviam sob a autoridade de chefes eleitos. Sua
permitia acesso seguro à maior parte das províncias religião era politeísta, não havendo unidade
do Império; possibilitou estabilidade para a religiosa. O mais importante lugar sagrado para os
expansão e exercício do comércio, e o controle árabes era a Caaba, templo que abrigava vários
político e militar de todas possessões romanas nas ídolos, entre eles, a pedra negra. A Caaba
suas margens e mesmo além delas. localizava-se na cidade de Meca, que tornou-se
c) Monarqui (ou a Realiza) e a República, dirigida pelo um importante centro de peregrinação na Arábia
Senado Romano. pré-islâmica. Além disso, Meca era também um
dos principais centros comerciais da Arábia, por
17) Gab: C situar-se no entroncamento de rotas comerciais.
Assim, evidenciase a centralidade religiosa e
18) Gab: B econômica de Meca. Em 630, Maomé conquistou
Meca, dominou a Caaba e tornou a cidade o
19) Gab: A centro da nova unidade que se formava na Arábia.
Maomé estabeleceu em Meca o centro religioso
20) Gab: D do islã, ao preservar a Caaba como seu lugar
sagrado. Para tanto, destruiu os ídolos anteriores
21) Gab: C e manteve a pedra negra, associando-a ao deus 10
único do islamismo. Ao controlar a cidade e a

10
www.historiaemfoco.com.br
Expansão Árabe-Islâmica
Caaba, tornou Meca o centro político do islã e de
lá consolidou a unificação das tribos árabes numa
força dedicada a Alá e à difusão da fé islâmica.
Desse modo, toda a Arábia foi convertida ao islã e
passou a viver unificada sob a autoridade do
Profeta.

37) Gab: E

38) Gab: D

39) Gab: B

40) Gab: A

41) Gab: C

11

11
www.historiaemfoco.com.br