Você está na página 1de 2

distribuição – art. 284 CPC.

Atenção: Se ao final da análise dos 4 critérios restar mais de um juiz competente: vale a
distribuição – art. 284 CPC.

c) Justiça Federal (art. 109, CF/88): c) Justiça Federal (art. 109, CF/88): c) Justiça Federal (art.
109, CF/88): c) Justiça Federal (art. 109, CF/88): c) Justiça Federal (art. 109, CF/88): c) Justiça
Federal (art. 109, CF/88): c) Justiça Federal (art. 109, CF/88): c) Justiça Federal (art. 109, CF/88):
c) Justiça Federal (art. 109, CF/88): c) Justiça Federal (art. 109, CF/88): c) Justiça Federal (art.
109, CF/88): c) Justiça Federal (art. 109, CF/88): c) Justiça Federal (art. 109, CF/88): c) Justiça
Federal (art. 109, CF/88): c) Justiça Federal (art. 109, CF/88): c) Justiça Federal (art. 109, CF/88):
c) Justiça Federal (art. 109, CF/88): c) Justiça Federal (art. 109, CF/88): c) Justiça Federal (art.
109, CF/88): c) Justiça Federal (art. 109, CF/88): c) Justiça Federal (art. 109, CF/88): c) Justiça
Federal (art. 109, CF/88): c) Justiça Federal (art. 109, CF/88): c) Justiça Federal (art. 109, CF/88):
c) Justiça Federal (art. 109, CF/88): c) Justiça Federal (art. 109, CF/88): c) Justiça Federal (art.
109, CF/88): c) Justiça Federal (art. 109, CF/88): c) Justiça Federal (art. 109, CF/88): c) Justiça
Federal (art. 109, CF/88): c) Justiça Federal (art. 109, CF/88): define-se a competência, nesta
hipótese, tanto pelas (i) partes do processo quanto pela (ii) causa de pedir. Há situações em que
a parte é relevante nos incisos I, II e VII do art. 109; noutro lado, há hipóteses em que importa
verificar-se a causa de pedir, nos incisos III e XI.

O art. 109, XI, dispõe que compete à Justiça federal processar e julgar ações que versem acerca
de assuntos relativos a direitos dos povos indígenas; o inciso III, por sua vez, dispõe que
compete à Justiça federal processar e julgar causas relacionadas ou decorrentes do
cumprimento de convenções ou tratados internacionais. Caso o critério de definição da
competência da Justiça federal seja a presença de uma determinada parte na relação
processual, pouco importa a natureza da relação jurídica objeto do processo.

O art. 109, I, da CF/88, expõe que compete à Justiça federal processar e julgar as causas em que
seja parte ou interveniente (i) a União Federal, (ii) as Autarquias Federais (INSS, IBAMA,
Universidades Federais, etc.) e (iii) as Empresas Públicas Federais (Correios, Caixa Econômica
Federal) – não importando a natureza do processo.

O art. 45 do CPC elenca cinco exceções em que, apesar da União Federal, Autarquia ou Empresa
Pública figurar num dos polos da relação processual, a Justiça federal não deterá a competência:
a) Sociedade de Economia Mista (Banco do Brasil, Petrobras): competência da Justiça estadual
b) Causas eleitorais
c) Trabalhista
d) Matéria de recuperação judicial e falência
e) Ação acidentária tipica

d) Justiça estadual (residual): a competência da Justiça estadual é residual, conforme consta de


regra constitucional implícita. Súmulas nºs 150 e 224/STJ: através destas súmulas, resolve-se a
questão do conflito de competência entre Juiz Federal e Juiz Estadual. Excluído o ente federal
do polo da ação, por força de decisão proferida na Justiça federal (a quem cabe examinar a
pertinência da intervenção de órgão federal no processo), é defeso ao Juiz estadual suscitar
conflito de competência.

Atenção: Se ao final da análise dos 4 critérios restar mais de um juiz competente: vale a
distribuição – art. 284 CPC.
Atenção: Se ao final da análise dos 4 critérios restar mais de um juiz competente: vale a
distribuição – art. 284 CPC.
Atenção: Se ao final da análise dos 4 critérios restar mais de um juiz competente: vale a
distribuição – art. 284 CPC.
Atenção: Se ao final da análise dos 4 critérios restar mais de um juiz competente: vale a
distribuição – art. 284 CPC.
Atenção: Se ao final da análise dos 4 critérios restar mais de um juiz competente: vale a
distribuição – art. 284 CPC.
Atenção: Se ao final da análise dos 4 critérios restar mais de um juiz competente: vale a
distribuição – art. 284 CPC.